Issuu on Google+

SafraDiário Análise de Investimentos quarta-feira, 23 de julho de 2008 Resumo Ibovespa Dólar Comercial Risco País (p.b)

Últ. Cot. 59.647 R$1,58 219

Var. dia -1,85% 0,06% -3,95%

Renda Variável

Var. mês -8,26% -1,06% -4,78%

Var. ano -6,63% -10,99% -0,90%

Assuntos do dia - EUA: mais um índice mostra queda nos preços de casas - Weg: resultados 2T08 - Bradesco: pagamento de dividendos - Net: resultados 2T08

Pág 1 2 3 4

ECONOMIA & MERCADOS ______________________________________________________________________ O índice de preços de residências nos EUA, OFHEO, registrou a terceira queda mensal consecutiva ao cair 0,34% em maio, mas ficou abaixo do consenso das expectativas do mercado, que apontava para variação de -0,8%. Em abril e março, as quedas foram de, respectivamente, -0,81 e -0,56%, e nos últimos doze meses encerrados em maio, a queda nos preços de residências usadas refinanciadas caiu 4,8%, a maior queda já verificada na série histórica iniciada em 1992. Este índice capta a oscilações de preço de imóveis residenciais usados que são refinanciados, assim como outros índices de preços de imóveis residenciais, que também vem registrando queda. Os dados do mercado de imobiliário residencial nos EUA continuam ruins. Os preços dos imóveis residenciais tendem a continuar em queda em função do baixo volume de vendas alinhada ao fato dos estoques de residências disponíveis para venda estarem em patamares elevados. O setor deve continuar em retração nos próximos trimestres resultando em uma contribuição líquida sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA, entretanto, esta contribuição tende a se esvaziar no médio prazo. Gráfico 1 – Variação do Índice de Preços de Casas OPHEO Mês-a-Mês

Doze Meses 12%

1,2% 0,8% 0,4% 0,0%

0%

-0,4% -0,8% -1,2%

-12% jan-06

mai-06

set-06

jan-07

mai-07

set-07

jan-08

mai-08

Fonte: OFHEO e Safra

IMPORTANTES OBSERVAÇÕES NA ÚLTIMA PÁGINA

analise.investimentos@safra.com.br www.safranet.com.br


SafraDiário quarta-feira, 23 de julho de 2008

EMPRESAS & SETORES COMPRA – ALVO R$30,29

WEG (WEGE3)

A Weg divulgou seus resultados do 2T08. O lucro líquido foi de R$169,85 milhões, crescimento de 12,5% em comparação com R$151,01 milhões registrado no 2T07. A margem líquida foi de 15,5%. Os principais números bem como nossas projeções para 2008 seguem sumarizados na Fig. 1: Fig. 1 - Weg (Dados selecionados) Dados Consolidados

2T07

R$ milhões 1T08

2T08

Variação trim.

Receita Bruta Merc.Interno Merc.Externo Merc.Ext.s/Rec.Bruta % Merc.Externo (US$)

Receita Líquida Lucro Bruto Margem Bruta %

Desp.Oper./Out.Oper. Lucro da Atividade (a) Margem da Atividade %

EBITDA

1.118,6

1.099,9

1.331,0

701,0 417,6 37,3% 210,8

760,9 339,0 30,8% 195,3

924,7 406,3 30,5% 245,7

923,5 367,9

887,3 319,7

1.095,8 392,0

39,8%

36,0%

35,8%

187,8 180,2

142,3 177,5

207,5 184,6

19,5%

20,0%

16,8%

238,1

203,2

253,7

Margem Ebitda %

25,8%

22,9%

23,2%

Result.Fin.Líquido

31,2

(2,1)

60,3

3,4%

-0,2%

5,5%

Lucro Líquido

151,0

125,8

169,9

Margem líquida %

16,4%

14,2%

15,5%

Res.Fin.Liq. S/Rec.Líq. %

Dívida Líquida Patr.Líquido Div.Líq./Patr.Líq. (x) Div.Líq./Ebitda (x) Valor de Mercado (b) P/VPA (x) Valor da Firma FV/EBITDA (x) P/L

(346,8) (134,1) (167,7) 1.694,2 1.927,5 2.048,4 (0,20) (0,07) (0,08) (0,03) (0,15) (0,16) 11.253,0 12.105,0 12.432,8 6,64 6,28 6,07 10.906,2 11.970,9 12.265,1

2007

2008/E

Var. 20,0% 26,2% 8,6% -3,4 19,5%

12 m.

21,0% 21,5% 19,9% -0,3 25,8%

19,0% 31,9% -2,7% -6,8 16,6%

4.550,6

5.460,8

2.941,4 1.609,2 35,4% 832,2

3.713,3 1.747,4 32,0% 994,3

23,5%

18,7%

22,6% -0,3

6,5% -4,1

3.749,2 1.395,7

3.978,6 1.722,6

45,8%

10,5%

4,0% -3,2

2,4% -2,7

24,8% 0,2

6,1% 23,4% 6,1

37,2%

43,3%

706,1 689,6

836,9 885,7

18,4%

22,3%

6,6% -2,6

923,2

1.075,8

24,6%

27,0%

n/a 5,7

n/a 2,1

133,0

161,3

3,5%

4,1%

35,1% 1,3

12,5% -0,9

575,0

704,6

15,3%

17,7%

25,0%

-51,7%

27,9%

6,3%

20,9%

20,5%

2,7% 2,5%

(443,2) (566,9) 1.829,2 2.204,4 (0,24) (0,26) (0,48) (0,53) 10,5% 15.564,0 11.481,7 8,51 5,21 12,5% 15.120,8 10.914,7 16,4 10,1 27,1 16,3

18,5% 28,4% 3,9 16,5% 2,4 21,3% 0,5 22,5% 2,4

-26,2% -27,8%

Pay-out (%)

52,0%

45,0%

-7,0

Yield (%)

1,9%

2,8%

0,8

Var. Margens - em pp. (a) Valor inclui outras oper., e exclui var.cambiais sobre inv.exterior. (b) Valor de Mercado 2008 em 21/07/2008 (R$18,59/ação). Fonte : empresa/Safra.

IMPORTANTES OBSERVAÇÕES NA ÚLTIMA PÁGINA

2


SafraDiário quarta-feira, 23 de julho de 2008

A Receita Bruta atingiu R$1,33 bilhão ante R$1,11 bilhão do 2T07, sensibilizada pelo crescimento de 31,9% do mercado interno e 16,6% do mercado externo (U$). Todavia, em função da desvalorização do dólar, as vendas para o mercado externo, quando convertidas para reais, apresentaram um decréscimo de 2,7%. O crescimento de 19% da ROB se deve: (i) pela elevação de preços e volumes dos produtos vendidos (ii) melhoria de mix; e (iii) contrabalanceamento da desvalorização cambial, com efeito médio negativo de 7,2%. Na Fig.2 podemos ver a Receita Bruta Consolidada da companhia por área de atuação. Destaque para o crescimento relativo da área de Energia GTD, com uma participação de 26,1% no Faturamento Bruto no 2T08 frente uma participação de 24,4%, em igual trimestre do ano passado (+1,8pp), explicado pela demanda aquecida no segmento de geração, face ao crescimento do consumo de energia. O segmento de equipamentos eletro-eletrônicos industriais, embora permaneça em posição destacada nas receitas, apresentou novamente queda de 0,8pp na distribuição da receita. Como é um segmento que concentra grande parte da atuação da companhia no exterior, o real valorizado tem contribuído de forma importante para a perda relativa de receitas (que porém tem crescido quando medida em dólar). Fig. 2 - Distribuição da Receita Bruta por área de atuação

Equipamentos Eletro-eletrônicos Industriais Energia - Geração, Transmissão e Distribuição Motores para Eletrodomésticos Tintas e Vernizes Fonte: Empresa

2T07 57,8% 24,4% 12,5% 5,4%

1T08 54,4% 25,1% 14,6% 5,9%

2T08 57,0% 26,1% 11,7% 5,1%

% trim. 2,6% 1,0% -2,9% -0,8%

12m. -0,8% 1,7% -0,8% -0,3%

O EBITDA cresceu 6,6% para R$253,7 milhões, frente os R$238,0 milhões de igual trimestre de 2007. A margem EBITDA caiu 2,6pp para 23,2%. A queda de margem reflete o efeito combinado custos maiores aliado aos gastos com o WIS (novo sistema de tecnologia da informação), que demandou a adoção de novos procedimentos operacionais em toda empresa. A empresa investiu R$198,6 milhões no primeiro semestre de 2008, sendo 82% destinados aos parques fabris no Brasil e 18% em ativos no exterior. Para 2008 estão previstos investimentos totais de R$520 milhões em ativos fixos destinados a praticamente todas as unidades fabris visando a modernização, a eliminação de gargalos de produção e aumento da capacidade produtiva. Nossa opinião: O resultado apresentado foi bom, com melhoria de mix de vendas, aumento no volume de vendas e integração dos produtos em sistemas de maior valor agregado. Acreditamos que nos próximos trimestres veremos os resultados da implantação do WIS. Também visualizamos potencial de crescimento: (i) na expansão das vendas brutas consolidadas; (ii) investimentos com foco na ampliação e modernização dos seus parques fabris; (iii) no fortalecimento da sua posição competitiva; (iv) e no aumento das exportações. Portanto, mantemos nossa recomendação de compra para os papeis.

IMPORTANTES OBSERVAÇÕES NA ÚLTIMA PÁGINA

3


SafraDiário quarta-feira, 23 de julho de 2008

COMPRA – ALVO R$50,13

BRADESCO (BBDC4)

O Banco Bradesco anunciou o pagamento de dividendos relativos ao mês de agosto/2008, no valor de R$0,012017500 por ação ordinária e R$0,013219250 por ação preferencial, aqueles inscritos nos registros da Sociedade em 01/08/2008. O Dividend Yield é de 0,04% para ON e 0,038% (considerando cotação de ontem). O pagamento será realizado em 01/09/08 e as ações serão negociadas “ex-JCP” a partir do dia 04/08/08. NET (NETC4)

RECOMENDAÇÃO E/R – ALVO E/R

A Net Serviços de Comunicação S.A divulgou seus resultados referentes às atividades do 2T08. As principais cifras foram uma receita líquida de R$891 milhões no trimestre contra R$701 milhões no mesmo trimestre do ano anterior, o que representa uma alta de 27%. Um EBITDA de R$232 milhões e margem de 26% ante uma margem de 28% no ano anterior e um EBITDA de R$196 milhões. O lucro líquido no 2T08 foi de R$28 milhões ante R$31 milhões no mesmo período de 2007. No acumulado do ano esses números são na mesma ordem de R$1.721, R$457 e R$60, representando respectivamente uma evolução de 26.9%, 18.8% e -1.9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os principais pontos positivos do resultado foram a diminuição da alavancagem líquida em 17%. Levando a relação Divida Líquida/EBITDA últimos 12 meses para 0,54x contra 0,76x no trimestre do ano anterior e o aumento em 50% das unidades geradoras de receita, que saiu de 4,13 milhões no trimestre do ano anterior para 6,22 milhões, impulsionado principalmente pelos serviços digitas de voz e TV e pela inclusão do perfil de maior captura de clientes da VIVAX nos negócios da empresa. O churn rate dos últimos 12 meses foi de 17,9% contra 15% no ano anterior, apesar do número ter aumentado ficou dentro dos patamares históricos da empresa. Esse aumento foi impulsionado pela inclusão do modelo VIVAX de negócio, uma vez que o perfil do cliente foco desse segmento promove maior giro na conexão e desconexão de serviços. O ARPU em R$ por domicilio foi de R$134,87 contra R$125,65, o aumento de 7% foi impulsionado principalmente pela mudança no mix de vendas, e provavelmente aumento da inflação. Produtos de maior valor agregado, como NetFone.com e os serviços de imagem digital garantiram essa mudança. O principal ponto negativo do resultado foi a pressão de custo nas vendas que pressionou a margem EBITDA e o lucro líquido que sofreu uma queda de 10% ano contra ano. Apesar da pressão nos custos, advinda principalmente nas despesas com vendas que passaram de 9,4% em relação à Receita líquida para 10.3%, esse movimento no lucro líquido é majoritariamente contábil ocasionado pelo abatimento do ágio na aquisição da VIVAX. Ainda não temos recomendação para as ações da NET.

IMPORTANTES OBSERVAÇÕES NA ÚLTIMA PÁGINA

4


quarta-feira, 23 de julho de 2008

CRITÉRIO PARA RECOMENDAÇÕES: Horizonte de 12 meses COMPRAR = Expectativa de variação do preço da ação pelo menos 5% acima da variação do mercado. MANTER = Expectativa de variação do preço da ação dentro de uma faixa de –5% e +5% da variação do mercado. VENDER = Expectativa de variação do preço da ação pelo menos 5% abaixo da variação do mercado.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: I – O presente relatório foi produzido de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Safra Corretora, instituição de vínculo do Analista, e reflete única e exclusivamente as opiniões pessoais do Analista. II – O Analista responsável pela elaboração deste relatório declara que: 1) Não possui qualquer vínculo com pessoa natural que atue no âmbito das companhias cujos valores mobiliários foram analisadas no presente relatório; 2) Não é titular, direta ou indiretamente, de valores mobiliários de emissão da companhia ora analisada, que representem 5% (cinco por cento) ou mais de seu patrimônio pessoal, e não está envolvido na aquisição, alienação e intermediação de tais valores mobiliários no mercado; 3) Não recebeu e nem recebe, aí incluso a Safra Corretora, remuneração por serviços prestados, ou mantém quaisquer relações comerciais com as companhias cujos valores mobiliários foram alvo de análise no presente relatório divulgado, ou com pessoa natural ou pessoa jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessas companhias; e 4) Que sua remuneração está atrelada ao desempenho da Safra Corretora em suas operações financeiras e negócios em geral, não estando vinculada à precificação de quaisquer dos valores mobiliários emitidos por companhias analisadas no relatório, nem tampouco às recomendações aqui expressas. III – A Safra Corretora e seus analistas declaram também não possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% (um por cento) do capital social de quaisquer das companhias cujos valores mobiliários foram alvo de análise no relatório divulgado, ou esteja previamente envolvida na aquisição, alienação e intermediação de tais valores mobiliários no mercado. IV - Este relatório tem caráter meramente informativo e foi preparado com base em informações públicas disponíveis até a data acima indicada, pelas equipes de Macro-Economia e de Análise de Empresas da Safra Corretora. As informações expressas neste documento são obtidas de fontes consideradas seguras, tendo sido adotadas precauções para assegurar a confiabilidade. As análises foram elaboradas em boa-fé e zelo. As opiniões expressas neste documento não constituem oferta de compra ou de venda de títulos ou valores mobiliários, ou de instrumentos financeiros de quaisquer espécies. As opiniões aqui expressas podem ser alteradas sem prévio comunicado, e decorrem das análises e quadro econômicoconjuntural refletido em seu teor. Alterações nesse quadro econômico-conjuntural podem prejudicar o teor da análise e recomendação que se expressa. V- Investimentos/aplicações em títulos e valores mobiliários envolvem risco, razão pela qual não há garantia de rentabilidade ou lucratividade de qualquer espécie, e a Safra Corretora não pode ser responsabilizada por decisão de investimento em valores mobiliários, esteja essa decisão lastreada ou não nas recomendações expressas neste relatório. O risco em investimentos dessa natureza pode implicar, conforme o caso, na perda integral do capital investido ou ainda na necessidade de aporte suplementar de recursos. VI- É proibida a reprodução deste relatório sem prévia autorização da Safra Corretora.

5


quarta-feira, 23 de julho de 2008

OPERAÇÕES – RENDA VARIÁVEL

SAFRA ANÁLISE

MESA DE OPERAÇÕES / SALES

MACROECONOMIA

Bruno S. Cotrina Pena

Economista Chefe

bruno.pena@safra.com.br

(55 11) 3175-7189

Eduardo de Faria Carvalho eduardo.faria@safra.com.br

Anderson Luiz Breves anderson.breves@safra.com.br (55 11) 3175-7239

Eliude José Bianchi eliude.bianchi@safra.com.br

(55 11) 3175-7458

(55 11) 3175-8427

Economista

Leonardo G. Portugal leonardo.portugal@safra.com.br

(55 11) 3175-8361

Ricardo C. Rímoli ricardo.rimoli@safra.com.br

(55 11) 3175-8489

Mesa Institucional

(55 11) 3175-9777

Felipe Balaban

Economista

Sergio Luis Guerra Xavier sergio.xavier@safra.com.br

felipe.balaban@safra.com.br

Economista

Maíra Gouveia Marques

veridiana.nogueira@safra.com.br

(55 11) 3175-9456

Veridiana A. Nogueira

maira.marques@safra.com.br

(55 11) 3175-7852

Marcello Lo Re M. dos Santos marcello.lore@safra.com.br

Vinicius Figueiredo de Moura vinicius.moura@safra.com.br

Mesa Private

(55 11) 3175-9356

ANÁLISE DE EMPRESAS – RENDA VARIÁVEL Analista

Bruno Albuquerque de Oliveira

Daniel Kasinski

bruno.oliveira@safra.com.br

daniel.kasinski@safra.com.br

Fernando Mauro Marcilio Filho

(55 11) 3175-8450

Incorp.Imobiliária/Telecom

fernando.marcilio@safra.com.br

Claudemir Roberto Quilice

Guilherme Toledo Guntovitch

claudemir.quilice@safra.com.br

(55 11) 3175-8205

guilherme.guntovitch@safra.com.br

João Gabriel de M. Silvestre joão.silvestre@safra.com.br Mesa São Paulo

(55 11) 3175-7239

Analista

Cristina Agda Argolo Andrade cristina.andrade@safra.com.br Analista

Bárbara S Bibanco de Lima

Diogo Almeida do Amaral

barbara.lima@safra.com.br

diogo.amaral@safra.com.br

José de Souza Olim

(55 11) 3175-9332

(55 11) 3175-9740

jose.olim@safra.com.br

Siderurgia/Mineração/Papel e Celulose/Energia

Leonardo Ganzella

isabel.gouveia@safra.com.br

Maria Isabel Gouveia

leonardo.ganzella@safra.com.br

Patrick Felipe Kalim

(55 11) 3175-7330

Finanças/Petróleo/Aviação/Varejo

patrick.kalim@safra.com.br

Victor Luiz de F. Martins

Paulo Nunes de Oliveira

victor.martins@safra.com.br

(55 11) 3175-7689

paulo.oliveira@safra.com.br

Mesa Rio de Janeiro

(55 21) 2199-2817

Daniel Barros Braga daniel.braga@safra.com.br

Pedro Galvão Renato dos Santos pedro.galvao@safra.com.br INSTITUIÇÕES SAFRA Banco Safra S.A Av. Paulista, 2100 – 19º andar São Paulo –Brasil Telefone: (55 11) 3175-7689

Safra National Bank of New York 546 Fifth Avenue – New York Estados Unidos Telefone: (1 212) 704-5500

Safra International Bank and Trust Ltd. Bayside Executive Park West Bay Street and Blake Road Building III, Ground Floor CB-10988 Nassau - The Bahamas Telefone: (1 242) 677-6555

Banque Safra Luxembourg 10ª Boulevard Joseph II Luxemburgo Telefone: (352) 454-773

6


Relatorio Safra Brasil