Issuu on Google+

www.mizote.com.br

Grupo

Mizote

Fone/Fax (77)3611-3759 / 4218

Informativo do Grupo Mizote

Ano 1 - N° 1 – MAIO/JUNHO - 2012

Vem aí a SIPATR de 24 a 26 de maio Prevenção de acidentes e coleta seletiva estão entre os temas do evento, que este ano traz como foco a SUSTENTABILIDADE Pág. 03

Mizote investe em treinamento Evolução dos colaboradores é prioridade na empresa

Pág. 02

Ano agrícola Mesmo com a forte estiagem, a expectativa de produção da Mizote mantêm-se equilibrada. O segredo: tratos culturais e uma equipe dedicada Pág. 04

E ainda: • De Olho no Mercado • Compromisso Ambiental • Nossa Gente e muito mais...


EDITORIAL

TREINAMENTO & QUALIFICAÇÃO

Com a palavra, o diretor No nonononon noonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono non on on nonononon non on onon ononono nono non onon ononono nonon onon ono nononoon ono non on noonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono non on on nonononon non on onon ononono nono non onon ononono nonon onon ono nononoon ono non on noonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono non on on nonononon non on ononono nonon onon ono nononoon ono non on noonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono non on on nonononon non on onon ononono nono non onon ononono nonon onon ono nononoon ono non onnoonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono ono non onnoonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ononon on non on onon ononono nono non onon ononono nonon onon ono nononoon ono non on noonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono non on on nonononon non on ononono nonon onon ono nononoon ono non on noonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono non on on nonononon non on onon ononono nono non onon ononono nonon onon ono nononoon ono non onnoonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ono ono non onnoonn onon onono onon nono ononon ono onnoo nonono nonon ononon on nonononon non on onon ononono nono non onon ononono nonon onon ono nononoon ono non on. O meu abraço a todos!

Lidar com o material humano requer muito critério, pois envolve competências também comportamentais. É o que diz Isabel S. Corado, coordenadora de RH da Mizote; “A empresa hoje atua numa moderna gestão de pessoas, onde o crescimento profissional • Teoria e Prática sobre Nematóides • Fisiologia do Algodão • Liderança • Recrutamento e Seleção • Noções Gerais sobre Agronegócio

é prioridade, aliando experiência prática, cursos e treinamentos”, resume ela, e informa: “só no primeiro semestre deste ano já foram mais de 30 cursos de aperfeiçoamento”(quadro abaixo).

• Operação de Silo e Armazenagem • Tecnologia de Aplicação de Defensivos • Tratorista Agrícola Aperfeiçoamento • Tratorista Agrícola Atualização • Aplicação de Agrotóxico NR-31

Pró-atividade De acordo com Maximilian Macedo da Silva, técnico em Segurança do Trabalho e coordenador de Saúde e Segurança Ocupacional da Mizote, a empresa vive em constante próatividade, e antes de começar a trabalhar, todos passam por treinamento de integração e conhecem a missão, visão e valores, além de

Visita de alunos do Instituto Federal de Guanambi.

Parcerias A Mizote oportuniza parcerias com diversas instituições de ensino do país, disponibilizando visitas às instalações e apresentando o modelo de gestão. “São dias enriquecidos de conhecimento, quando estudantes e professores saem realizados não só com a experiência, mas com as deliciosas refeições proporcionadas pela nutricionista

• Aplicação de Agrotóxico Auto Propelido • Operação de Pulverizadores John Deere 4630/4730 • Operação de Colheitadeira Cotton John Deere 7760 • Executores em Aviação Agrícola

princípios de sustentabilidade no agronegócio. Na admissão, os colaboradores aprendem noções de segurança na empresa Seg & Company, especializada em medicina e saúde ocupacional, que presta consultoria à Mizote. Para Eder Daré, diretor da Seg, o treinamento é fundamental para determinar as reais necessidades de cada cliente.

FAZENDA DESAFIO: organização e cuidados com horta.

Juliane e sua equipe”, diz Isabel. A empresa tem convênios no país para concessão de estágios, recrutando profissionais das instituições parceiras para o programa de trainee’s. “Acreditamos nos potenciais a serem desenvolvidos”, reitera Paulo Mizote, diretor do Grupo.

Paulo Mizote Diretor presidente Grupo Mizote

Expediente

Informativo bimestral do Grupo Mizote. Periodicidade - Bimestral Endereço – Rua Barão de Cotegipe, 807 - Centro Barreiras, BA | 47805-020 Tel.: (77) 3611-4218 Diretor Presidente - Paulo Mizote Coordenação - Maria Isabel de Sene Corado Produção e Edição - Fátima Vasconcelos Nunes Jornalista responsável - Reg.Prof. 2.390/DF/FENAJ diretora.america@gmail.com Criação e Projeto Gráfico - Eduardo Cambuí Junior Diagramador - ecambui.jr@gmail.com Impressão - Gráfica Irmãos Ribeiro

02

Metas: o algo mais O Programa de Premiação por Desempenho (PPD), ou Programa de Metas, é o alinhamento das estratégias organizacionais com as atitudes das pessoas no ambiente de trabalho, para o cumprimento de metas dentro da missão, visão e valores do Grupo. Um “algo mais” nas atividades para melhorar o resultado final. O PPD da Mizote é aprimorado a cada ano. Hoje, além dos prêmios por produtividade, o foco é a segurança no trabalho, organização, higiene, gestão da informação e formação de

Informativo do Grupo Mizote - Maio / Junho de 2012

Treinamento de Liderança

cultura interna, o que garante melhores condições de trabalho e qualidade de vida.

Treinamento 5S


CAPA

SUSTENTABILIDADE será o destaque da II SIPATR MIZOTE SUSTENTÁVEL: o desenvolvimento do algodão, como ele se comporta em todas as etapas – da germinação à abertura da pluma - é explicado ao vivo para os alunos, no campo, pelo professor Ederaldo Chiavenato, em curso sobre a fisiologia do algodão. Assim como este, vários outros são realizados constantemente, e retratam bem a cultura interna do Grupo.

Com o tema Sustentabilidade e ênfase na coleta seletiva, A II Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural (SIPATR), que acontecerá de 24 a 26 de maio, na sede da Fazenda Mizote, vai falar de meio ambiente e acidentes de trabalho, além de palestras sobre doenças e vícios. O objetivo é desenvolver a consciência sobre a importância de uma atitude vigilante, que corrija práticas nocivas ao ambiente onde passamos boa parte do tempo. O evento, que também terá jogos e torneios, encerra-se no sábado com um churrasco, ao meio dia, seguido do resultado da gincana, às 3 da tarde.

Segurança X Oportunidades

para discutir melhorias no ambiente de trabalho. Dentre as atribuições está o planejamento da SIPATR, cujos resultados das avaliações são encaminhadas aos órgãos competentes.

O que são EPIs? Os EPIs são equipamentos de proteção individuais que as empresas são obrigadas a fornecer para proteger a integridade física do trabalhador, podendo evitar lesões ou minimizar a sua gravidade em casos de acidentes ou exposições a riscos. Capacetes, cintos de segurança e máscaras de proteção das vias respiratórias são alguns deles, inclusive já utilizados pela Mizote.

A SIPATR também reflete no bolso do trabalhador, já que a falta de segurança influi na qualidade e preço do serviço, comprometendo a concorrência da empresa. O resultado direto da falta de competitividade reflete no bolso do colaborador, reduzindo as oportunidades de melhores cargos, salários e benefícios. A falta de segurança também compromete a carreira.

Sustentabilidade na empresa Na Mizote, 100% das embalagens de defensivo são devolvidas para unidades de recebimento que constam na Nota Fiscal, e os resíduos de óleos e lubrificantes têm destinação adequada: empresas credenciadas na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com licenciamento ambiental. As fazendas com posto de abastecimento têm sistema de drenagem que separa óleo e água, permitindo que esta seja devolvida limpa ao solo. Quem abastece conhece os riscos da função e tem noções de combate a incêndios e primeiros socorros e usam os EPI’s, obrigatório até para as equipes de monitoramento das lavouras, que trabalham com calças apropriadas, feitas de lona de caminhão, luvas e caneleiras especiais de segurança.

A Comissão Interna Funcionando em caráter permanente, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural (CIPATR) é composta por representantes do empregador e dos trabalhadores, que reúnem-se mensalmente

Adriano Trindade e Adailson Rodrigues: luvas protegem no monitoramento de pragas

Max: caixa para destinação específica do óleo

SIPATR 2011 – Direção defensiva, combate a incêndios e o uso dos EPIs foram destaque nas palestras de profissionais do Corpo de Bombeiros de Salvador e da Policia Federal.

Informativo do Grupo Mizote - Maio / Junho de 2012

03


DE OLHO NO MERCADO

SOJA – Nas áreas velhas, a produtividade foi superada e nas novas houve frustração de safra, devido à estiagem. Nas fazendas do Coaceral, a média de produtividade também superou a expectativa. MILHO – Nas primeiras lavouras colhidas, a média está em torno de 12% abaixo do objetivo (190 sacos/há). Espera-se que as próximas não tenham sido muito afetadas com a estiagem, com melhores produtividades. ALGODÃO – Pela situação geral da cultura, em fase de frutificação e enchimento de maçãs, espera-se atingir a média próxima a 300 arrobas por hectare.

Os meses de abril/maio marcam o fim da colheita da soja, o início da de milho e o término do ciclo da cultura do algodão.

De acordo com Vilson Rogério Pertile (acima), Gerente Geral das unidades de produção da Mizote, na próxima safra há forte tendência de crescimento da área de cultivo de soja em função dos altos preços em relação à média histórica. No caso do algodão, a redução decorre da desvalorização da arroba no mercado internacional, devido aos estoques mundiais elevados. Em relação ao milho, a área será mantida para garantir a rotação de cultura; “vale ressaltar a importância do milho

1

2

consorciado com a braquiaria na rotação de cultura e formação de palhada, sobretudo no Plantio Direto, que além de proporcionar a reciclagem de nutrientes, o que beneficiará a próxima cultura a ser plantada, colabora para a sustentabilidade e preservação do meio ambiente, uma filosofia do Grupo Mizote. Expectativa de produção do algodão Em 18/04 foi realizada uma avaliação das lavouras das Fazendas Desafio, Santa Rosa e

3

MIV com os gerentes, agrônomos trainees e consultoria para analisar o potencial produtivo do algodão safra 2011/12. Enquanto o efeito da forte estiagem – a maior dos últimos 30 anos na região Oeste da Bahia – sinaliza uma diminuição da expectativa de produção em torno de 20%, no Grupo Mizote, em função de todas as técnicas adotadas do planejamento ao manejo da cultura, perfil de solo, adubação, plantio direto e palhada, a redução estimada está em torno de 9%, bem abaixo da prevista na região.

4

1 - Planta com potencial comprometido devido a perda das estruturas reprodutivas do ponteiro; 2 - Lavoura com potencial comprometido devido à forte estiagem na Fazenda Desafio; 3 - Lavoura com ótimo desenvolvimento na Fazenda Santa Rosa; 4 - Plantas com excelente carga de maçãs na Fazenda Santa Rosa.

NOSSO TIME

Carlos Roberto Salomão Gerente de Máquinas Pesadas

Para um apaixonado por máquinas pesadas, o Oeste da Bahia acenava com um futuro promissor. Vindo de família simples do interior do Paraná, Carlos Roberto – o Robertão, como é conhecido – saiu em busca da sua oportunidade. A notícia de uma nova fronteira agrícola, com a abertura de grandes áreas agricultáveis, foi a gota d’água. Com 16 anos, o mais velho de cinco irmãos partiu para as bandas da Bahia, decidido a aprender tecnologia,

especializar-se e operar máquinas; “um dia ainda vou trabalhar com esse japonês”, sonhava, observando o vaivém das colheitadeiras gigantes no campo. O tempo foi passando, até que o então agrônomo da fazenda Mizote o chamou para trabalhar com sacaria e outros serviços; “o agrônomo ofereceu-me um salário, e o Sr. Paulo Mizote, que estava ao lado, na mesma hora emendou: ‘paga um e meio a ele’, lembra um saudoso Robertão. De saqueiro, na Mizote IV, a chefe de campo, na

“Aprendí que os pequenos detalhes fazem a grande diferença” Fazenda Sede, ele chegou a gerente de máquinas pesadas, das quais zela com orgulho; “temos que cuidar como se fosse nosso”, ensina o operador de pá carregadeira, patrol e tratores, que se sensibiliza ao preparar o solo para receber a semente, vê-la nascer, crescer, cuidar e colher; “é o surgimento da vida”, compara. Com uma equipe

que ele mesmo montou e treinou, atua em todas as unidades. “Minha vida se mistura à da Mizote. Quando eu entrei aqui não tinha nada, hoje tenho três casas e um apartamento em Luís Eduardo. Realizei meu sonho mais cedo que esperava”, reconhece Robertão, que ainda guarda a TV 14” que comprou com os primeiros salários. “O importante é nunca se acomodar”. Ele cita a honestidade, humildade e a for-ma de trabalhar do Sr. Paulo; “eu prestava atenção, via que ele fazia tudo com carinho, explicava cada pas-so, e aprendi que os pequenos detalhes fazem a grande diferença”. Há quase 17 anos na empresa, que considera uma família, ele diz que o segredo, além de fazer com paixão, é a comunicação em equipe; “se um não sabe, o outro pode saber, em equipe a gente ensina e aprende, só assim ela estará sempre junto de você”. Para o colaborador mais antigo da Mizote, que adora estar com mulher e a filha, uma das que representaram a Bahia no Miss Brasil 2011, o que vale é aprender, nem que se erre, pois o erro dói menos do que esconder o que está errado.

Informativo do Grupo Mizote - Maio / Junho de 2012

04


No Campo - N°01