Page 1

Estudo

GOVERNO DO PARANÁ, VOTO A VOTO

3


Índice

Introdução.......................................................................03 Análises dos gráficos......................................................04 Método de pesquisa........................................................08 Ficha Técnica do Estudo.................................................09

2


Governo do Paraná, voto a voto Governo do Paraná, voto a voto Richa e Dias: biografias que se confundem A disputa pelo governo do Paraná de 2010 colocou lado a lado dois políticos que, apesar de estarem em lados opostos e com posições bastante distintas, possuem biografias que os unem em torno de um mesmo nome: José Richa, pai de Beto e incentivador da carreira de Osmar Dias. Carlos Alberto Richa nasceu em Londrina e na adolescência mudou para Curitiba. Na capital formouse engenheiro. Iniciou sua vida pública aos 29 anos, em 1994, quando se elegeu deputado estadual. Em 2000 foi eleito vice-prefeito de Curitiba e acumulou o cargo de secretário municipal de obras. Quatro anos depois foi eleito prefeito de Curitiba, acompanhado por seu pai e principal cabo eleitoral da campanha. Foi reeleito em 2008. Osmar Fernando Dias nasceu em Quatá-SP, mas foi criado em Maringá onde formou-se em agronomia. Seu primeiro cargo público foi em 1983, como presidente da Companhia Agropecuária de Fomento Econômico do Estado do Paraná, no governo José Richa. Ocupou o cargo por três anos. Entre 87 e 94, foi Secretário da Agricultura do Paraná nos governos de Álvaro Dias, seu irmão e de Roberto Requião. Em 94 foi eleito senador pelo estado e se reelegeu em 2002. Em 2006 disputou as eleições para o Governo do Paraná, mas perdeu para Requião por pouco mais de dez mil votos. Em 2010, sete anos após a morte de José Richa, Osmar Dias e Beto Richa disputaram de forma bastante acirrada o Governo do Paraná. Eles que já estiveram do mesmo lado nas eleições de 2008, quando o então senador Osmar apoiou Beto para a prefeitura de Curitiba, mostraram estar em sintonias muito distintas nesta campanha.

As eleições das mídias sociais As eleições 2010 serão as primeiras no Brasil após a experiência bem sucedida com o auxílio das mídias sociais de Barack Obama, nos Estados Unidos. A

regularização das campanhas na internet e nas redes sociais fez surgir as eleições 2.0, ou seja, a possibilidade de um ambiente de interação entre candidatos e eleitores. Para os eleitores foi possível monitorar o que os candidatos estavam fazendo, suas propostas, suas opiniões sobre vários temas, diálogo quase imediato (quando não imediato, via twitcam). Já o candidato pôde monitorar o que está sendo comentado ao seu respeito, ver a avaliação de suas propostas junto aos eleitores, interagir e utilizar a ferramenta com forte disseminação dos conteúdos da campanha política. A eleição deste ano marca história por ser a eleição que consolida o uso das redes sociais como importante ferramenta de comunicação entre políticos e candidatos.

Como Beto Richa utiliza as redes sociais... O candidato Beto Richa possui em sua conta do twitter 16.419 seguidores, um dos maiores números entre os candidatos de todo o Brasil. É através do twitter, atualizado várias vezes ao dia, que Beto informa os seguidores o dia a dia da campanha, disponibiliza trechos de seu plano de governo e agradece seus eleitores pelo apoio. O candidato do PSDB também é bastante popular no Orkut, onde a comunidade oficial ''Beto Richa Governador'' possui 4.112 membros. Por ter um espaço maior para interações, onde os membros deixam recados, opiniões e participam de enquetes, a comunidade é muito utilizada pelos eleitores. Outro local de interação bastante utilizado por Beto é seu site (www.betoricha.com.br), que possui um conteúdo bastante completo, informações atualizadas diariamente, fotos, vídeos e todo o seu material de campanha. É através do site que Beto realiza críticas e se defende do adversário Osmar Dias, utilizando uma linguagem mais agressiva e se expressando de forma mais dura e direta. Exemplo dessa comunicação pelo post ''Osmar quer colocar na cadeia dono de instituto que errar pesquisa'' além de citações de vantagens nas pesquisas que são colocados em evidência. 3


Já no Youtube, Beto aproveita para disponibilizar um número grande de vídeos dos comícios, debates e principalmente, dos programas eleitorais. Para compreender a repercussão das eleições para governador e sua influência nos temas abordados nas mídias sociais e mídias on line, fizemos um estudo comparando as palavras-chave Beto Richa e Osmar Dias, que concorreram ao cargo no Paraná nas eleições 2010. Monitoramos um período de cinco dias e constituímos um panorama conforme apresentamos abaixo.

Interações por palavras-chave na plataforma postX

No Orkut Osmar possui a comunidade ''Osmar Dias – Comunidade Oficial'' com 516 membros. O candidato do PDT também adota uma postura e linguagem mais agressiva em seu site oficial. Assim como Beto, utiliza o espaço para defender-se de ataques e criticar o adversário. O site contém artigos e matérias mais críticas, como por exemplo: ''Censura às pesquisas eleitorais pedida por Beto Richa é repudiada por instituições democráticas nacionais. '' O site também possui muitas informações detalhadas sobre a biografia do candidato, fotos, vídeos, material de campanha e plano de governo. Avaliando os canais de mídias sociais para ambos os candidatos, temos o seguinte panorama por mídia:

Interações por mídia social - plataforma postX

O pico de interações com a palavra-chave Beto Richa no dia 28/9 é reflexo da impugnação de uma pesquisa de intenções de voto do Datafolha. A pedido do partido do candidato, PSDB foi feita a impugnação, gerando muitos comentários nas redes sociais. Grande parte dos comentários foram críticas ao candidato Beto Richa pelo pedido de impugnação, o que também gerou grande repercussão nacional sobre a decisão.

Osmar Dias também presente nas redes Como vimos no gráfico acima, Osmar Dias é menos conhecido nas redes sociais, mas mesmo assim utilizase das principais ferramentas para promover sua candidatura. Possui o twitter @osmar_dias12, com 7.301 seguidores, para os quais atualiza a página várias vezes ao dia. Usa o espaço também para agradecer aos eleitores, postar partes do plano de governo e todos os passos de rotina da campanha.

Os blogs são o centro de discussão da campanha, devido ao espaço que os internautas têm para opinar e 4


criticar. Os blogs tiveram (99,90%) de comentários e (80,12%) de posts. O Twitter também obteve um bom número de participação, respondendo por 17,56%, comprovando que apesar da participação dos candidatos nas redes sociais, a presença de ambos foi ainda bastante tímida e sem muita exploração das possibilidades das ferramentas para a campanha.

Interações por categoria na plataforma postX Avaliação (comentários) Não avaliado (365)

Beto Richa obteve um grande número de avaliações negativas (40%), devido o período monitorado ter registrado no dia 28/9 a impugnação de uma pesquisa do Datafolha. A notícia teve repercussão negativa para Beto Richa, que foi acusado de censura e manipulação de resultados.

Tonalidade das interações na plataforma postX – Osmar Dias As críticas obtiveram pouco mais de 3% das interações, mas se concentraram quase que totalmente no dia 28/9, dia da impugnação de uma pesquisa de intenção de votos, por Beto Richa. A maioria das interações foi categorizada como Notícia, por apresentar citações sem cunho político e sim apenas informativo sobre os candidatos e números de pesquisas eleitorais. Abaixo vemos a avaliação das interações através das palavras-chave contendo o nome dos candidatos, para compreender a tonalidade do conteúdo que repercute na rede.

Tonalidade das interações na plataforma postX – Beto Richa

Osmar Dias obteve 17,95% de avaliações positivas pelo fato da pesquisa do Datafolha ter sido impugnada. Esta medida sugeriu que ele estivesse em crescimento nas pesquisas, aproximando-se e até superando Beto Richa.

5


Istoé

Avaliando a repercussão dos governadores nas mídias on line, temos a seguinte condição:

Notícias por palavra-chave-plataforma Clipping Express Por estarem concorrendo ao governo do estado e serem os principais candidatos, os nomes de Beto Richa e Osmar Dias apareceram muitas vezes juntos nas matérias. O que faz com que Beto Richa tenha um número maior de citações foi a repercussão da impugnação da pesquisa eleitoral durante o período monitorado, aumentando sua repercussão na mídia, principalmente nos veículos regionais e de grande imprensa.

Os jornais Estadão, O Globo e Estado de São Paulo registraram o maior número de citações das palavraschave monitoradas pelo fato de realizarem uma cobertura política mais abrangente e detalhada. São veículos que historicamente voltam suas atenções para a questão política. Foram esses veículos que noticiaram com mais intensidade o fato do partido de Beto Richa ter impugnado pesquisas de intenção de voto, realizando análises mais profundas sobre o fato e inclusive debatendo sobre censura.

As pressões das pesquisas eleitorais Notícias por veículos de imprensa - plataforma Clipping Express

Em lados opostos nas eleições para o Governo do Paraná, Beto Richa e Omar Dias iniciaram a disputa com uma postura defensiva, dedicando seu tempo nas propagandas políticas para apresentar seus planos de governo e propostas para o futuro. As pesquisas de intenções de voto iniciaram em Julho/2010 o DataFolha apontava para 43% de intenções de voto para Beto Richa e 38% para Osmar Dias. No final de Agosto obteve-se a maior diferença de intenções de voto entre os dois candidatos, com 47% de índice para Beto Richa e 34% para Osmar Dias.

6


Em meados da disputa política, abriu-se espaço para uma postura mais ofensiva e iniciaram os ataques. Nesta fase, as intenções de voto se aproximavam e alegando falha na metodologia utilizada nas pesquisas, o PSDB, de Beto Richa, barrou a publicação de várias pesquisas, sendo três do Datafolha, três do Ibope e uma do Vox Populi. Osmar Dias acusou publicamente Beto Richa de censura e de omitir um quadro de inversão nas pesquisas no Paraná. Já Beto Richa mantinha o discurso de falha na metodologia. A candidatura de Osmar Dias ganhou força e em pesquisa do Ibope que foi divulgada na véspera das eleições através de uma liminar do STF, os candidatos apareciam tecnicamente empatados, ambos com 45% das intenções de voto. Com este resultado, noticiado por toda a imprensa, cresce a expectativa de uma possível virada de Osmar Dias.

A vitória no primeiro turno e a diferença de aproximadamente 7% de votos fez com que Richa intensificasse seu discurso contra os métodos de pesquisa utilizados durante a campanha. Alegando ter razão no pedido de impugnação das pesquisas anteriores, em seu discurso como recém eleito governador do Paraná Beto Richa disse “(...) Se eles têm margem de erro, não podem errar muito acima da margem porque aí sim é um desserviço à democracia, induz o eleitor ao erro. Acho que a democracia e a cidadania não ganham nada com isso'', na entrevista coletiva na sede do Tribunal Regional Eleitoral, em Curitiba. Metodologicamente corretas ou não, o fato é que no Paraná as pesquisas poderiam ter sido responsáveis por mudanças no encerramento deste cenário político, tamanho seu poder de influência.

Em 3 de outubro, aproximadamente 20 horas, o TRE anuncia a vitória de Beto Richa com 52,4% dos votos válidos, recebendo 3.039.774 votos. Seu adversário na disputa, Osmar Dias, obteve 2.645.113 dos votos (45,6%).

7


Método de pesquisa As mídias sociais representam uma área movimentada para qualquer debate, principalmente quando o assunto é política. Para estudarmos a repercussão dos dois candidatos nas redes sociais, realizamos um monitoramento de cinco dias nas mídias sociais envolvendo as palavras-chave de referência. Utilizando a plataforma postX como ferramenta de rastreamento, conseguimos uma cobertura do Twitter, Orkut, YouTube, Blogs, Fóruns e Sites de Reclamação – Reclame Aqui, Reclamão e Reclamando. As mídias on line foram utilizadas para mensurar a representatividade do tema estudado perante mais de 4000 veículos de comunicação monitorados, através da plataforma Clipping Express. A plataforma permitiu embasar o conteúdo apresentado como cenário atual sobre o tema e mensurar seu reflexo quantitativo nas mídias on line por palavra-chave e por região. Os dados colhidos para este estudo de apresentação são principalmente quantitativos, revelando em números o quanto as palavras-chave tiveram repercussão nas mídias sociais e mídias on line. Os dados qualitativos permitiram a avaliação de uma amostragem de interações, apresentando a tonalidade das citações como positivas, neutras ou negativas e sua categorização conforme os assuntos relacionados a cada interação, visto que as plataformas possibilitam sob vários aspectos e diversos gráficos avaliações quantitativas, qualitativas e categorizadas sobre toda a captura abrangida.

8


Ficha Técnica do Estudo: postX Palavras-chave: Beto Richa e Osmar Dias Período monitorado: 28/09/2010 a 02/10/2010 Total de interações: 19.904 Número de post: 991 Número de cometários: 18.913 Interações por palavra-chave Beto Richa Número de post: 591 Número de comentários: 14.638 Osmar Dias Número de post: 400 Número de comentários: 4.275 Interações por mídia social Twitter: 27 YouTube: 6 Blogs: 754

Clipping Express Palavras-chave: Beto Richa e Osmar Dias Período monitorado: 28/09 a 2/10 de 2010 Total de Notícias: 647 Notícias por palavra-chave Beto Richa: 352 Osmar Dias: 295

9


Este estudo foi desenvolvida pela MITI InteligĂŞncia. Acesse nosso site: miti.com.br Siga-nos no Twitter: twitter.com/fontemiti 10

ESTUDO: GOVERNO DO PARANÁ  

Estudo desenvolvido pelo setor de inteligência da Miti para o portal http://miti.com.br