Page 1

Estudo

DENGUE, A EPIDEMIA QUE PREOCUPA O BRASIL

3


Índice

Introdução......................................................................03 Analises dos gráficos: Mídias sociais.............................04 Amostragens...................................................................05 Analises dos gráficos: Mídias Online..............................06 Método de pesquisa........................................................09 Ficha Técnica do Estudo.................................................10

2


Dengue, a epidemia que preocupa o Brasil A cada verão os casos de dengue em todo o Brasil alertam para um perigo que a cada ano preocupa autoridades e a população. Os casos de dengue são registrados no país há mais de 30 anos, mas na última década, com o aumento no número de mortes, ela passou a preocupar ainda mais os brasileiros.

Região com maior número de casos - Nordeste Região com menor número de casos - Sul

124798 1981

Região Norte Estado com maior número de casos - Rondônia Estado com menor número de caos - Amapá

20239 1681

No começo dos anos 2000, uma epidemia da doença alarmou o Brasil que registrou quase 250 mil casos e 174 mortes, com o estado do Rio de Janeiro sendo o mais atingido, concentrando 100 mortes e 125 mil casos. Ciente dos números alarmantes, o Governo Federal iniciou um programa de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Campanhas de prevenção alertam a população para combater os focos da doença através de visitas domiciliares, mutirões de limpeza e ações de conscientização para evitar o acúmulo de água parada.

Região Nordeste Estado com maior número de casos - Bahia Estado com menor numero de casos - Paraíba

100029 932

Região Centro-Oeste Estado com maior número de casos - Mato Grosso Estado com menor número de casos - Distrito Federal

55207 906

Região Sudeste Estado com maior numero de casos - Minas Gerais Estado com menor número de casos - São Paulo

56719 9022

Região Sul Estado com maior número de casos - Paraná Estado com menor número de casos - Santa Catarina

1855 52

Apesar dos esforços, apenas nos dois primeiros meses de 2010, foram notificados 108.640 casos de dengue em todo Brasil, com 109% a mais de casos que no mesmo período de 2009. Os estados do Acre, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia respondem por mais de 70% dos casos registrados no país. Por tratar-se de uma doença sazonal com maior incidência no verão, as atenções das autoridades focam-se na doença nos meses de novembro e abril, devido ao tempo mais chuvoso, que aumenta a concentração de água acumulada e também do clima mais quente, que favorece a proliferação dos ovos do mosquito.

Casos de dengue registrados no Brasil em 2009 O Ministério da Saúde contabilizou durante o ano de 2009 exatos 396.583 casos de dengue em todo território nacional. A seguir, é possível identificar os números de cada região afetada.

Fonte: SES/UF; SINAN

Os números impressionam ainda mais quando compara-se os casos de Dengue registrados há 20 anos. Em 1990 tínhamos 40.279 casos em todo o território nacional. Em 2009 tivemos próximos dos 396.583 registros da doença no país, conforme último levantamento do Ministério da Saúde. Quando comparada também com outras questões de saúde pública que exigem controle, os casos de Dengue também são alarmantes. O índice de mortalidade infantil, por exemplo, que também recebe esforços do Ministério da Saúde para sua erradicação, em 1990 tinha taxa de mortalidade de 47,1 óbitos para cada mil bebês nascidos vivo. Em 2007 foram registradas 19,3 mortes, alcançando uma redução de quase 60% neste índice. No mesmo período, a Dengue matou 8 pessoas em 1990 e 298 em 2007, mostrando um movimento contrário e muito preocupante. Fonte: Ministério da Saúde Com mais um verão iniciando e os números anuais de vítimas dessa doença ainda muito elevados, a Dengue ainda é considerada um problema de saúde pública. Para compreender a visão da população sobre o tema e sua repercussão nas mídias sociais e online, analisamos este cenário para compreender o porquê dessa dificuldade de controle e erradicação da doença, se os esforços para isso restringem-se a medidas simples e viáveis. 3


Mídias sociais Interações por palavra-chave na plataforma postX 200

O Twitter é a mídia social de maior interação sobre o tema. É através dele que foram registrados os maiores volumes de posts a respeito de prevenção e combate a dengue. É a ferramenta onde existe a maior interação, sendo a maioria sobre a prevenção da doença. Apesar do YouTube ser uma ferramenta que cresce em conteúdo, poucos vídeos são postados no que se diz respeito a Dengue. Os poucos que constam, são do Ministério da Saúde com informações de prevenção.

150 100 50 0 21/set

22/set Dengue

23/set

24/set

Aedes Aegypti

O pico do dia 23/09 é devido ao início da Primavera, onde temos maiores chances de proliferação da doença devido ao ambiente propício ao desenvolvimento do mosquito. No comparativo com a palavra-chave Aedes Aegypti, o número de interações é bem menor porque a palavra é menos usada na internet, sendo substituída em muitas vezes por ''mosquito da dengue''. Porcentagem por mídia social na plataforma postX Mídias Sociais (Posts)

1,43% 7,17% YouTube Blog 91,40%

Twitter

Mídias Sociais (Comentários) 0,57%

YouTube 99,43%

Blog

Usuários da rede contra a Dengue A internet mostra-se uma ferramenta importante de prevenção e combate a doença. Muitos internautas aproveitam a interação das redes sociais para obter informações sobre prevenção e também compartilhar experiências. No Orkut, a dengue é um assunto muito debatido. São mais de mil comunidades dedicadas ao tema, a maior parte contendo dicas de prevenção e combate da doença. Mas existem comunidades que também apontam com ironia as deficiências do governo no que tange a erradicação desta doença. Comunidades como ''Venha pegar dengue em Rio Preto” e ''Resultado do descaso'', são exemplos de comunidades que apontam essas falhas no controle da doença, questionando que apesar dos avanços da medicina não é possível derrotar um mosquito. Existem casos ainda mais extremos como a comunidade ''Dengue x Negligência'', homenageia uma criança vítima fatal da doença. A maioria das comunidades focam nas formas de prevenção da doença. A maior comunidade do Orkut sobre o tema – ''Diga não a dengue'', tem quase 25 mil membros. A divulgação de campanhas e ações de prevenção são bastante exploradas nesta comunidade, inclusive com o perfil do Ministério da Saúde que coloca informações das campanhas que realiza. Os tópicos mais comentados dos fóruns nas comunidades do Orkut abordam questões como ''Mutirão contra dengue nas cidades'', ''Cuidados para não pegar dengue'', ''Ajude a eliminar o mosquito'', ''Ajude o Brasil a eliminar a dengue''. Nas enquetes são realizados questionamentos para verificar se os membros já pegaram ou conhecem alguém que já foi diagnosticado com dengue. Os fóruns são utilizados para contar histórias de pessoas contaminadas, sintomas e, principalmente, prevenção

4


Amostras de interações em Comunidades – Orkut

Amostras de interações – Twitter

5


O Twitter também é bastante utilizado para a interação de organizações, empresas e outras entidades para estar perto da população e combater a dengue. Assim como no Orkut, a maioria dos comentários tem o foco em campanhas e mutirões.

Os números chamam a atenção para a equivalência de citações negativas e positivas a respeito da dengue. As negativas abordam os altos números de casos enquanto os positivos referem-se a medidas para combater e prevenir a doença.

Outra arma bastante utilizada para a prevenção é o site Youtube. O Ministério da Saúde aproveita o grande alcance desta nova ferramenta para colocar todos os seus materiais de campanhas para a população. Não apenas campanhas, mas depoimentos de médicos, especialistas e do Ministério da Saúde.

Tonalidade das interações na plataforma postX – Aedes Aegypt

PostX - Gráficos 8

Interações por categoria na plataforma postX

6

Sugestão Prevenção

2,60% 7,79%

Pesquisa Elogio Crítica

Positivo

2

Neutro

0

9,96%

Notícia

4

21/set

21,21%

22/set

23/set

24/set

0,43%

7,36%

Citação

50,65%

Na amostra realizada, a maior parte das interações foram citações, comentários breves e opiniões superficiais, sem grande relevância sobre a doença. Muitas das interações são provenientes de notícias veiculadas na grande imprensa. Informações a respeito de número de casos, mutirões de prevenção e ações de combate a dengue. Destaque para o grande volume de notícias abordando o tema ''vacina contra dengue'', que teve grande repercussão no período avaliado. Tonalidade das interações na plataforma postX – Dengue PostX - Gráficos

25 20 15

Negativo

10

Positivo

5

Neutro

Mídias online Notícias por palavra-chave na plataforma Clipping Express

Miti - Clipping Express Notícias x Dengue (21/09/2010 - 24/09/2010) 300 250 200 150 100 50 0 Aedes Aegypti

Dengue

Assim como nas mídias sociais, na imprensa online a palavra Dengue é muito mais citada e comentada do que Aedes Aegypti, apesar do aumento no número de notícias da última, pelo fato da imprensa online utilizar com mais frequência o nome científico do mosquito da dengue. Notícias por região na plataforma Clipping Express

0 21/set

22/set

23/set

24/set

6


1

21 5

10

15

20

25

Sul

0

SANTA CATARINA RIO GRANDE DO SUL PARANÁ

Origem Desconhecida

0

Centro-oeste

MATO GROSSO DISTRITO FEDERAL

5

10 15 20 25 30

PIAUÍ Nordeste

PERNAMBUCO MARANHÃO CEARÁ BAHIA

ALAGOAS

5

10

15

20

Norte

RORAIMA PARÁ

AMAZONAS

1

2

3

4

5

6

20

25

30

Para combater a dengue e alertar a população sobre a prevenção, o Governo Federal administra o Programa Nacional de Controle da Dengue. No Brasil a doença tem facilidade em se propagar devido as condições socioambientais. A doença que havia sido controlada voltou no início dos anos 2000 e, apesar dos esforços, não parecem ser suficientes. A falta de conscientização da população é o principal fator de ineficiência do controle da doença. As diretrizes do governo visam a elaboração de programas de prevenção permanente, desenvolvimento de campanhas informativas e mobilização da população. Com o objetivo de gerar maior envolvimento da sociedade na manutenção do ambiente doméstico livre de possíveis criadouros do mosquito; fortalecimento da vigilância epidemiológica e entomológica; melhoria da qualidade do trabalho de campo de combate; interação de todos os programas de saúde do governo; desenvolvimento de instrumentos mais eficazes de acompanhamento e supervisão das ações desenvolvidas pelo próprio Ministério da Saúde, entre outras. O Ministério da Saúde disponibiliza o telefone disque saúde 0800611997 para atendimento a população.

SÃO PAULO Sudeste

15

Ações do Governo Federal 0

0

10

Apesar da região Sul obter um número muito menor de casos registrados, é umas das regiões que mais noticia o assunto em seus meio de comunicação.

MATO GROSSO DO SUL

0

5

RIO DE JANEIRO MINAS GERAIS

ESPÍRITO SANTO

0

20

40

60

80

100 120

Mas apesar dos esforços do governo, a grande fator impeditivo do controle da Dengue é a falta de envolvimento da população, fundamental na prevenção da doença. A demora do tratamento do paciente com sintomas é um dos fatores de maior risco. Portanto é de responsabilidade do Governo capacitar os profissionais da saúde que atendem a população e também a sociedade que precisa estar atento as medidas preventivas e estar alerta para qualquer 7


sintoma da doença.E o governo deve dar todo o respaldo necessário, com campanhas informativas e agentes para auxiliar a população. O Ministério da Saúde oferece vários canais de comunicação para entrar em contato com a população e também está com campanhas cada vez mais acirradas. A campanha Brasil Unido Contra a Dengue inicia no período do verão, que concentra maior número de chuvas e calor.

O Brasil vai se livrar da dengue? Na última década os casos de Dengue no Brasil são crescentes e tornam-se alarmantes nestes períodos, onde estão concentradas as medidas de prevenção e combate a doença pelo Governo Federal. Os esforços do governo são significativos, mas quem pode fazer a diferença e reverter estes resultados é a sociedade brasileira. As medidas são conhecidas e a forma de combate também, falta a população fazer a sua parte.

8


Método de pesquisa As mídias sociais representam uma área movimentada para qualquer debate, principalmente quando falamos em problemas diretamente ligados à sociedade. Para analisar o buzz gerado pela população, realizamos um monitoramento de quatro dias nas mídias sociais envolvendo as palavras-chave de referência. Utilizando a plataforma postX como ferramenta de rastreamento, conseguimos uma cobertura do Twitter, Orkut, YouTube, Blogs, Fóruns e Sites de Reclamação – Reclame Aqui, Reclamão e Reclamando. As mídias on line foram utilizadas para mensurar a representatividade do tema estudado perante quase 4000 veículos de comunicação monitorados, através da plataforma Clipping Express. A plataforma permitiu embasar o conteúdo apresentado como cenário atual sobre o tema e mensurar seu reflexo quantitativo nas mídias on line por palavra-chave e por região.

Os dados colhidos para este estudo de apresentação são principalmente quantitativos, revelando em números o quanto as palavras-chave tiveram repercussão nas mídias sociais e mídias online. Os dados qualitativos permitiram a avaliação de uma amostragem de 10% das interações, apresentando a tonalidade das citações como positivas, neutras ou negativas e sua categorização conforme os assuntos relacionados a cada interação, visto que as plataformas possibilitam sob vários aspectos e diversos gráficos avaliações quantitativas, qualitativas e categorizadas sobre toda a captura abrangida.

9


Ficha Técnica do Estudo: postX Palavras-chave: Aedes Aegypt e Dengue Período monitorado: 21/09/2010 à 24/09/2010 Total de interações: 453 Interações por palavra-chave Aedes Aegypt Número de interações: 12 Dengue Número de interações: 441 Interações por mídia social Twitter: 255 YouTube: 5 Blogs: 193 Fórum: 0 Reclamações: 0 Clipping Express Palavras-chave: Aedes Aegypt e Dengue Período monitorado: 21/09/2010 à 24/09/2010 Total de Notícias: 332 Notícias por palavra-chave Aedes Aegypt: 68 Dengue: 264 Notícias por região Sudeste: 150 Sul: 48 Norte: 7 Nordeste: 36 Centro Oeste: 70 Indefinida: 21

10


Essa anĂĄlise foi desenvolvida pela MITI InteligĂŞncia. Acesse nosso site: miti.com.br Siga-nos no Twitter: twitter.com/fontemiti 11

ESTUDO: DENGUE, A EPIDEMIA QUE PREOCUPA O BRASIL  

Uma visão analítica sobre o cenário atual. - Análise desenvolvida pelo setor de inteligência da Miti para o portal http://miti.com.br

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you