Page 1

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME! Programa do Sábado Mundial da Criança

Arte e Diagramação: Victor Diego Trivelato


SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!1* Introdução

Nos vários programas anteriores do Sábado da Criança incentivamos aos pequenos e às igrejas a olharem ao redor e se envolverem no testemunho e na ação comunitária. Embora sigamos crendo que essas atividades sejam uma parte essencial do desenvolvimento espiritual de nossas crianças, escolhemos uma ênfase diferente para o Sábado da Criança deste ano. Cremos que o evangelismo necessita iniciar em casa e que tudo o que a igreja faz pelas crianças deveria ser de caráter evangelístico, visto que muitas crianças em nossas igrejas ainda não foram batizadas. Tudo o que fazemos pelas crianças e o que elas veem e ouvem na igreja irá ajudá-las a tomarem a decisão em relação a pertencer ou não à nossa comunidade espiritual. Se as crianças se sentirem aceitas, amadas e ouvidas, terão maior probabilidade de escolher seguir a Deus do que se forem rejeitadas, negligenciadas, ignoradas ou não se sentirem bem na igreja. Assim sendo, neste ano, no Sábado da Criança, estamos focalizando as necessidades de cada um de nossos próprios filhos, em nossa própria congregação. Estamos enfatizando a necessidade que temos como igreja de ouvirmos os desejos e sonhos das crianças, de cuidarmos delas e de nos certificarmos de alimentar nosso precioso rebanho com alimento espiritual atraente, delicioso, adequado à idade e à saúde delas.

Alvos do Sábado Mundial da Criança - 2009

Este culto tem um formato um pouco diferente do que houve nos anos anteriores e tem, pelo menos, três alvos importantes:  Prover material para ajudar as crianças em sua igreja a conduzirem, pelo menos, um culto no ano.  2

Ajudar a igreja local a explorar algumas das formas pelas quais podem alimentar seus cordeiros, ao ouvir o que as crianças gostariam de ver acontecer na igreja e então pôr em prática algumas das idéias.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Prover algumas sugestões práticas para incluir as crianças nos diferentes aspectos do culto da igreja, tais como a coleta das ofertas de forma criativa, fazer a leitura do texto bíblico e proferir a oração. Oramos para que você e sua igreja experimentem uma bênção especial e duradoura ao participarem deste Sábado Mundial da Criança. 

Planejamento Antecipado

Por favor, leia o esboço completo deste programa a fim de ter idéia do que será necessário. Certifique-se de que as crianças estejam envolvidas, com pelo menos 3 a 4 semanas de antecedência, ao falarem de seus sonhos para a igreja e escreverem suas orações e colocarem-nas na sacola de oração. Elas também necessitarão de tempo para ensaiarem suas partes.

Preparo das Lembrancinhas

Dê uma lembrancinha para cada pessoa na igreja como, por exemplo, um marca páginas. Normalmente é fácil encontrar itens com o tema de ovelhas na maioria das lojas de artigos cristãos.

Preparo para a Oração Congregacional

Em cada uma das semanas que antecedem o Sábado da Criança, permita às crianças focalizarem suas orações nos quatro temas: Louvar a Deus; Agradecer a Deus; Pedir Perdão a Deus; Pedir a Ajuda de Deus. A cada semana dê às crianças um papel de cor diferente onde poderão escrever uma breve oração de Louvor, de Gratidão, Pedindo Perdão e Pedindo Ajuda. Reúna cada tipo de oração em uma sacola da mesma cor do papel. Em outras palavras, dê às crianças papel amarelo para anotarem as orações de louvor e utilize uma sacola amarela para recolhê-los; o papel azul para anotarem as orações pedindo perdão, que serão colocadas na sacola azul, etc. Rotule cada sacola como: Louvor, Agradecimento, Perdão e Pedido. De cada sacola, selecione algumas orações que podem ser lidas em voz alta. Escolha quatro crianças para lerem as orações em voz alta, no momento apropriado do culto, e permita-lhes bastante tempo para treinarem o que irão ler. Reescreva a oração se necessário para tornar a leitura mais fácil para as crianças.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

3


Nossos Sonhos para a Igreja

Com um mês de antecedência do Sábado da Criança, dê às crianças uma folha de papel e peça-lhes para escreverem e/ou desenharem suas sugestões para o que gostariam de ver acontecer na igreja. Incentive-as a pensarem naquilo que gostariam que acontecesse com maior freqüência, ou coisas novas que poderiam ser acrescentadas, em vez de pensarem negativamente a respeito daquilo de que não gostam. Incentive-as a pensarem de forma criativa e a apresentarem sugestões que ajudem a tornar sua igreja mais ideal para as crianças. Comprometa-se a tornar realidade, pelo menos, uma dessas idéias a fim de que as crianças sintam que têm voz, que você advoga em nome delas e que sintam que podem contribuir para fortalecer sua experiência na igreja. Convide várias crianças para apresentarem à congregação os sonhos que têm para a igreja local. Você pode copiar no escâner alguns dos desenhos e criar uma apresentação em PowerPoint para mostrar os desenhos enquanto elas falam. Cada criança necessita apenas dizer uma ou duas sentenças. Você também pode filmar as crianças ou realizar uma entrevista com elas a respeito de suas idéias e acrescentar mais interesse nessa parte do programa. Em local adequado na igreja, crie um painel atraente com os sonhos e sugestões das crianças para a igreja a fim de que todos o possam ver. Deixe espaço para que os adultos também acrescentem algumas idéias e sugira que a comissão da igreja considere essas sugestões. É muito importante que as crianças saibam que a igreja ouve as suas necessidades e as leva a sério. Este componente importante do programa do Sábado da Criança também ajudará a destacar o significado da parábola, reforçando assim a mensagem para as crianças.

Batismo

A igreja poderá realizar um batismo especial no Sábado da Criança. No Capítulo 9 do Manual dos Ministérios da Criança - DSA você encontrará algumas sugestões para o batismo, bem como os votos simplificados.

Folhas 4

Os líderes da igreja e os pais podem receber três folhas, incluídas neste pacote. Elas se encontram no final do documento. Imprima-as e

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


entregue-as a pessoas relevantes a fim de que o significado deste culto possa ser levado para casa e para a vida da igreja.

Outras Sugestões

Torne o Sábado da Criança o mais especial possível. Planejem um junta-panelas para as crianças e suas famílias depois do culto. Crie cartazes e convites interessantes a fim de que as crianças possam convidar os seus amigos e parentes que não freqüentam a igreja para que assistam ao culto. Os cartazes podem ser baixados do site: www. portaladventista.com/ministeriosdacrianca. Faça uma faixa grande para ser usada no Sábado da Criança, que pode ser colocada nas salas das crianças, ou ser fixada em um lugar especial no edifício da igreja. Use tecido para criar um fundo simples mostrando o céu azul e montanhas verdes. Use uma fonte simples no computador para criar o gabarito das letras da sentença: “Alimente Meus Cordeiros”. Faça as letras em tecido colante e use o ferro quente para grudá-las na faixa. Utilize tecido felpudo branco para criar as ovelhas; use feltro preto para os olhos, orelhas e patas para que se pareçam com ovelhas. Dê a cada criança uma ovelha e caneta própria para escrever em tecido a fim de que anotem seu nome nela. Permita que elas coloquem sua ovelha na faixa, no lugar em que desejarem. Se preferir, poderá também acrescentar margaridas de tecido na faixa. Se ela for suficientemente grande, outros nomes poderão ser acrescentados, à medida que novas crianças se unam ao grupo. O tecido pode ser substituído por papel, EVA e outros materiais adesivos para criar um cartaz ou faixa atraente. Planeje um programa para a tarde com atividades relacionadas a ovelhas como, por exemplo, trabalhos manuais, histórias especiais e atividades em família, ou use as ideias contidas na folha do culto em família como parte do programa interativo para as famílias.

Ordem do Culto Divino

Adapte os materiais e a ordem do culto a fim de estarem em harmonia com o estilo de culto de sua igreja, com as necessidades e capacidades e com o número de crianças disponíveis.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

5


Momentos de Louvor e Adoração

Forme uma equipe de louvor com crianças a fim de que dirijam o canto congregacional. Os hinos devem ser selecionados antes do início do culto divino.

Chamado à Adoração

O seguinte texto bíblico pode ser lido por uma criança, (ou por duas, se intercalando na leitura) enquanto outro grupo de crianças faz os gestos ou um grupo de crianças pode recitar e fazer os gestos simultaneamente.

Salmo 23 com Gestos

6

O SENHOR Apontar para cima com a mão direita. é o meu pastor; Traçar a forma de um cajado com o indicador da mão direita. de nada terei falta. Estender as mãos para cima, sorrindo, como se estivesse recebendo um presente. Em verdes pastagens me faz repousar Reclinar a cabeça sobre as mãos, como se estivesse dormindo. e me conduz a águas tranqüilas; Mover as mãos em círculos suaves, como se estivessem se movendo na superfície da água. restaura-me o vigor. As crianças respiram profundamente e expiram lentamente, sibilando. Guia-me nas veredas da justiça por amor do Seu nome. Simular uma caminhada, permanecendo no mesmo lugar. Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, Tremer e fazer expressão de medo. não temerei perigo algum, Parar de tremer e manter expressão calma no rosto. pois Tu estás comigo; Olhar para cima, sorrir, e então erguer a mão direito como se estivesse pegando a mão de Deus.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


a Tua vara e o Erguer a mão esquerda para alcançar uma vara imaginária, à esquerda. Teu cajado Erguer a mão direita para segurar um cajado imaginário, à direita. me protegem. Ainda segurando a vara e o cajado imaginários, cruzar os braços em frente do corpo e abraçá-los em um gesto de ternura. Preparas um banquete para mim Gesticular como se estivessem arrumando a mesa, colocando os talheres. à vista dos meus inimigos. Gesticular como se estivessem comendo e olhando confiantemente para os inimigos ao redor. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e Gesticular como se estivessem derramando óleo na própria cabeça, olhando para cima e piscando como se estivessem evitando que o óleo entrasse nos olhos. fazendo transbordar o meu cálice. Gesticular segurando um copo imaginário e enchendo-o até transbordar. Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão Estender a mão direita para receber a bondade e a mão esquerda para receber a fidelidade. todos os dias da minha vida, esticar os braços ao longo do corpo e erguê-los formando um grande círculo harmonioso. e voltarei à casa do SENHOR enquanto eu viver. Unir as mãos sobre a cabeça, formando um telhado. Amém. Unir as mãos em oração.

Invocação

(Deve ser proferida por uma criança.) Pai, estamos na Tua presença, nesta manhã, para agradecer-Te por cuidares de nós com bondade, por nos conduzires tão claramente, pela forma como nos alimentas com tantas coisas boas, e pela forma como Tu amas a cada um de nós, grandes e pequenos. Louvamos-Te porque Tu és o nosso Maravilhoso Pastor e Pai a cada dia. Ajuda-nos hoje a compreendermos mais do Teu amoroso cuidado, a fim de que possamos falar a outros do Teu amor àqueles que nos cercam. Amém.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

7


Boas-vindas

(Proferida por uma criança.) Damos-lhes as boas-vindas ao Sábado Mundial da Criança, que ocorre uma vez no ano. Estamos muito felizes por você estar aqui conosco hoje e esperamos que volte outras vezes. Temos uma lembrancinha para entregar a cada pessoa, hoje aqui presente, a fim de que se lembre de nosso culto. As crianças entregam as lembrancinhas.

Hino Inicial

Escolha um hino de louvor bem conhecido da igreja e peça para as crianças cantarem sozinhas uma ou mais estrofes e concluam cantando todos juntos com a congregação.

Oferta

8

(Introduzida por uma criança.) Nosso Deus e Pai cuida de nós a cada dia. Ele é o nosso Bom Pastor e somos suas ovelhas e cordeirinhos. Hoje iremos recolher a oferta de uma forma diferente. Por favor, coloque sua oferta no envelope que lhe foi entregue. (Cada envelope poderá ter a figura de uma ovelha.) Iremos recolher as ofertas nos envelopes e trazê-las à plataforma. Iremos então colocá-las seguras dentro do aprisco a fim de sermos lembrados de que o que possuímos é uma dádiva de Deus para mostrar Seu amor e cuidado total por cada um de nós. Por favor, coloquem suas ofertas no envelope e as crianças irão recolhê-las. Algumas crianças podem tocar uma música especial enquanto a oferta é recolhida. Depois de a oferta ter sido recolhida, a mesma criança ou outra pode dizer: Por favor, orem conosco ao pedirmos as bênçãos sobre os dízimos e as ofertas. Pai, tudo o que temos vem de Ti. Não há nada que possamos fazer sem Ti. Agradecemos-Te pelo dinheiro que nos proveste. Queremos devolvê-lo a Ti na forma de dízimos para dizer-Te “obrigado”, e das ofertas para dizer: “nós O amamos”. Por favor, abençoa o dinheiro a fim de que a Tua obra seja realizada na terra e para que mais pessoas conheçam a respeito do Teu amoroso cuidado. Em nome de Jesus, Amém.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Música Especial

(As crianças apresentam uma música especial, relacionada com o tema do culto.)

Leitura da Bíblia (pode ser dramatizada)

Esta leitura necessita de um narrador, um grupo de discípulos, incluindo Simão Pedro, alguém para representar Jesus e o menino. Cada um deles necessita decorar as falas. Se não for possível, permita que as crianças leiam o script. As falas também podem ser postas em slides no PowerPoint tendo como fundo um campo com ovelhas. O narrador diz: A leitura da Bíblia, hoje, se encontra em Mateus 18, versos 1-6, 10 e 11 e em João 21:15. (Pausa para as pessoas encontrarem os versos.) Narrador: Naquele momento os discípulos chegaram a Jesus e perguntaram: Discípulos: “Quem é o maior no Reino dos céus?” Narrador: Chamando uma criança, colocou-a no meio deles, e disse: Jesus: “Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus. Portanto, quem se faz humilde como esta criança, este é o maior no Reino dos céus. “Quem recebe uma destas crianças em meu nome, está me recebendo. Mas se alguém fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe seria amarrar uma pedra de moinho no pescoço e se afogar nas profundezas do mar. Jesus: “Cuidado para não desprezarem um só destes pequeninos! Pois Eu lhes digo que os anjos deles nos céus estão sempre vendo a face de Meu Pai celeste. O Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido”. A criança se retira, deixando o narrador, Jesus e seus discípulos. Narrador: Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: 9

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Jesus: “Simão, filho de João, você me ama mais do que estes?” Narrador: Disse ele: Pedro: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”. Narrador: Disse Jesus: Jesus: “Cuide dos meus cordeiros”. Narrador: Que Deus nos abençoe ao meditarmos no significado destas palavras.

Oração Congregacional

(Veja que uma criança mais velha introduza a oração ao dizer:) Nas últimas quatro semanas escrevemos várias orações a Deus. Escrevemos orações de Louvor (Uma criança levanta a respectiva sacola), orações pedindo Perdão (idem), orações de Gratidão (idem) e orações fazendo pedidos a Deus (idem). Hoje, queremos convidá-los a se colocarem de joelhos e unirem-se a nós enquanto lemos algumas dessas orações. Primeira Criança – Louvor Querido Deus,Tu és Maravilhoso e há muito a Teu respeito pelo que queremos louvar-Te. Erguemos diante de Ti esta sacola com orações de louvor a Ti, sabendo que Tu já sabes tudo o que aqui foi escrito. Hoje, queremos louvar-Te de forma especial por... (a criança deve ler em voz alta 3 ou 4 orações escolhidas dentre essas orações).

10

Segunda Criança – Pedido de Perdão Deus Pai, estamos tristes pelas coisas que fizemos de errado e que Te magoaram, a outras pessoas e a nós mesmos. Escrevemos muitas orações dizendo que ficamos tristes pelo que fizemos e pedindo-Te perdão. Hoje queremos pedir perdão... (a criança lê as orações selecionadas). Obrigado por nos amares tanto e nos perdoares todos os nossos pecados confessados.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Terceira Criança – Pedido de Ajuda Deus Pai, há muitas coisas que não podemos fazer por nós mesmos e necessitamos da Tua ajuda. Pedimos-Te que respondas as várias orações que se encontram nesta sacola. Estas são algumas das coisas que Te pedimos... (a criança lê as orações selecionadas). Quarta Criança – Agradecimento Deus Pai,Tu nos tens dado muitas coisas. Escrevemos muitas orações dizendo obrigado a Ti e as colocamos nesta sacola, mas até mesmo se enchêssemos toda a igreja com nossas orações de gratidão, não bastariam para Te agradecer o suficiente por tudo o que tens feito e estás fazendo por nós. Hoje, queremos Te agradecer de forma especial por... (a criança lê as orações selecionadas). Agradecemos-Te também por ouvires, agora, as nossas orações. Nós Te amamos muito. Em nome de Jesus, Amém.

Hino Congregacional

Sugestões: “O Meu Pastor é o Bom Jesus” (HA 87); “A Cristo eu Amo” (HA 96).

Esboço do Sermão: A PARÁBOLA DOS CORDEIRINHOS FAMINTOS

Está é uma história simples que pode ser lida por uma ou duas (ou até mais) crianças expressivas e bem treinadas. À medida que a história é lida, um pastor, seu pai e um rebanho de crianças vestidas como ovelhas, podem fazer a mímica. Para representar as ovelhas, simplesmente podem ser usadas máscaras de EVA e as crianças estarem vestidas com roupas cinza, branca e preta a fim de se parecerem a um rebanho. Designe áreas diferentes da igreja para servirem como o redil, o campo, a senda, o cocho, etc. e decida como irá decorá-los. Ensaie com as crianças algumas vezes a fim de que todas saibam aonde ir e o que fazer. Um dos aspectos proveitosos desta história é que você pode envolver o maior número possível de criança, ainda que algumas não tenham ensaiado muito. Certifique-se de ter alguns trajes e máscaras extras para as crianças que aparecerem no último minuto e sentirem o desejo de participar. Saiba que algumas crianças não gostam de colocar máscaras; elas

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

11


podem participar sem usá-las ou você pode prover o material para pintura de rosto, uma faixa para a cabeça, imitando orelhas de ovelha.

A PARÁBOLA

12

Certa vez havia um jovem pastor que estava começando a trabalhar com um pequeno rebanho de ovelhas e seus cordeirinhos. No seu primeiro dia de trabalho, o jovem pastor deixou o pequeno rebanho sair do aprisco onde passara a noite a fim de irem ao campo e se alimentarem. Ele havia visto outros pastores trabalhando e pensou que ser pastor era um trabalho muito fácil. Tudo o que tinha a fazer era caminhar pelo campo durante todo o dia e o rebanho o seguiria para onde quer que fosse. Ele também imaginou que se cuidasse das mamães ovelhas, elas iriam cuidar dos cordeirinhos e, portanto, ele não teria muito com que se preocupar. Ele as conduziu ao seu lugar preferido de pastagem, um lugar onde poderia brincar com seus amigos. O campo estava coberto por uma grama viçosa e alta e as ovelhas e carneiros mais velhos começaram a mastigar e ruminar as pontas altas e macias da grama saborosa. Eles comeram e comeram até que sua barriga ficou totalmente cheia. Porém, os cordeirinhos tinham dificuldade para caminhar através da grama alta, que era rija e dura perto da raiz. Eles não conseguiam ver para onde estavam indo, e acabavam se chocando uns com as outros. Todas as mamães ovelhas seguiram chamando por seus cordeirinhos para que não se perdessem. O pastor parecia não perceber. Ele podia ver que todos os carneiros e as mamães ovelhas estavam muito bem, por isso também estava satisfeito e feliz. Então o pastor inexperiente conduziu seu rebanho formado por ovelhas e carneiros adultos e pelos cordeirinhos para beberem água em um lado do campo. Ele encheu o cocho com água pura e fresca retirada do poço. O cocho era muito alto e também podia ser usado pelos cavalos. Nele cabia muita água. As mamães ovelhas sedentas mergulharam a boca no cocho e beberam a água fresca. Hmmm, ela estava deliciosa depois de haverem comido tanta grama! Mas os cordeirinhos não conseguiam alcançar a borda do cocho. Eles não podiam ver os lados do cocho ou alcançar a água fresca. Eles estavam

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


famintos e agora sedentos também! Algumas vezes a água respingava sobre o solo pedregoso e eles podiam lamber algumas gotas, mas necessitavam de muito mais água do que isso. Os cordeirinhos recém-nascidos ainda podiam mamar o leite de suas mães, mas os maiorzinhos começaram a ficar irritadiços e tristes, e baliam e baliam choramingando. Mas o nosso pastor inexperiente parecia não notar isto. Ele via que os carneiros e as ovelhas estavam bem e, portanto, estava satisfeito. Então o pastor conduziu o rebanho por um longo caminho. Era uma senda rochosa e pedregosa. Os carneiros e as ovelhas tinham pernas longas e patas firmes e não tinham problemas para seguir o pastor. Mas os pobres cordeirinhos tinham muita dificuldade para caminhar pelas pedras. Eles subiam e caiam, chocavam-se contras as pedras com as patas e focinho, e alguns acabavam ficando para trás se distanciavam muito do rebanho, pois estavam machucados, cansados, famintos e sedentos. Então chegou a hora de voltarem para o redil. As mamães ovelhas lambiam seus cordeirinhos e tentavam animá-los. Mas os cordeirinhos famintos seguiam parando ao longo da estrada para mordiscar as touceiras de grama dura que lhes feria a boca, ou para beber das poças que lhes sujavam a cara. Quando chegaram à fazenda, o pequeno rebanho de ovelhas e cordeirinhos estava irritadiço, cansado e infeliz. Os cordeirinhos estavam enlameados por haverem tentado matar a sede nas poças d’água sujas, e alguns deles se haviam ferido nas pedras pontiagudas. Realmente, estavam felizes por ver seu redil de novo, onde havia feno macio, cochos rasos e um lugar seguro para descansar à noite. O jovem pastor olhou para o rebanho e pôde ver que ele não estava tão feliz o quanto deveria estar. Mas não tinha idéia do que poderia ter feito para ser um pastor melhor, porque estava certo de que se você cuidar bem das mamães ovelhas, elas cuidarão de seus cordeirinhos. Naquela noite o pai do pastor entrou no redil para ver como seu filho havia cuidado de seu novo rebanho. Ele notou que os cordeirinhos estavam cansados, famintos e feridos e viu como suas mães os estavam tentando conformar ao lamber-lhes a lã e as feridas. O pastor experiente colocou um óleo especial nas patas dos cordeirinhos e segurou um deles no colo até que

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

13


14

adormecesse. O pai ficou muito triste ao observar o estado dos cordeirinhos. Algumas lágrimas rolaram-lhe pelas faces bronzeadas pelo sol ao pensar quão difícil havia sido o dia para eles. Ele fora pastor de ovelhas a vida toda e sabia exatamente como cuidar do rebanho. Sabia como mantê-lo feliz e saudável. Suas ovelhas o seguiam porque sabiam que ele as amava e que faria tudo para mantê-las seguras. No dia seguinte o jovem pastor levantou-se cedo, feliz e ávido para enfrentar uma nova aventura com seu pequeno rebanho. Ao caminhar até o redil, encontrou-se com seu pai: Filho – ele disse – você gostaria de saber como ser um bom pastor? – e prosseguiu – Quando você tiver certeza de que os cordeirinhos foram alimentados, suas mães e pais também estarão satisfeitos. Quando você tiver certeza de que os cordeirinhos conseguiram saciar sua sede, suas mães e pais também terão se fartado. E quando você conduzir o rebanho por um caminho suave, seus pais e mães poderão percorrê-lo também. Primeiro cuide dos cordeirinhos, filho, e todos estarão felizes. O jovem pastor pensou no que seu pai lhe dissera. Lembrou-se de que seu pai fora pastor por muito tempo e que era um ótimo pastor. Assim, dirigiu-se para um campo de grama tenra, suculenta e doce em uma pastagem macia onde os cordeirinhos puderam brincar e divertir-se. Os cordeirinhos mastigaram e mastigaram a grama saborosa até encherem a barriga. Os carneiros e as ovelhas também tiveram uma boa refeição. Então ele levou o rebanho para um reservatório com águas tranqüilas e frescas, onde ele pode beber até estar satisfeito. Os cordeirinhos beberam e beberam a água até não poderem mais. Os adultos no rebanho também puderam saciar a sede. Então, eles seguiram por um caminho tranqüilo, com declives cobertos de grama, onde a terra era firme e sem pedras pontiagudas. Os cordeirinhos conseguiram acompanhar seus pais, e as mamães, assim todos estavam felizes. No final do dia, o jovem pastor conduziu o rebanho de volta ao redil. Todos estavam felizes e saudáveis, com a barriga cheia e o corpo fortalecido. Hmmm, o jovem pastor pensou, que diferença faz quando você cuida primeiro dos cordeirinhos! Meu pai, o bom pastor, estava certo! Isso realmente faz sentido! Por que não pensei nisso antes? Quando os cordeirinhos estão alimentados, todos estão felizes!

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Quando o pai do jovem pastor foi ao redil naquela noite, viu que todos os cordeirinhos e as ovelhas estavam bem cuidados e felizes. Então sorriu satisfeito, pois sabia que seu filho finalmente seria um bom pastor!

Nossos Sonhos

(Depois de contada a parábola, uma das pessoas que trabalha no Departamento das Crianças pode dizer:) Quando pensamos em alimentar os cordeirinhos, precisamos saber o que eles gostam de comer! Ao longo das últimas semanas, em nossa Escola Sabatina, perguntamos às crianças o que gostariam de ver acontecer nesta igreja. Aqui estão algumas das idéias que apresentaram: Apresente algumas das crianças e as suas idéias para a igreja, conforme esboçado na seção de preparo: Com um mês de antecedência do Sábado da Criança, dê às crianças uma folha de papel e peça-lhes para escreverem e/ou desenharem suas sugestões para o que gostariam de ver acontecer na igreja. Incentive-as a pensarem naquilo que gostariam que acontecesse com maior freqüência, ou coisas novas que poderiam ser acrescentadas, em vez de pensarem negativamente a respeito daquilo de que não gostam. Incentive-as a pen-sarem de forma criativa e a apresentarem sugestões que ajudem a tornar sua igreja mais ideal para as crian-ças. Comprometa-se a tornar realidade, pelo menos, uma dessas idéias, a fim de que as crianças sintam que têm voz, que você advoga em nome delas e que sintam que podem contribuir para fortalecer sua experiência na igreja. Convide várias crianças para apresentarem à congregação os sonhos que têm para a igreja local.Você pode copiar no escâner alguns dos desenhos e criar uma apresentação em PowerPoint para mostrar os desenhos enquanto elas falam. Cada criança necessita apenas dizer uma ou duas sentenças.Você também pode filmar as crianças ou realizar uma entrevista com elas a respeito de suas idéias e acrescentar mais interesse nessa parte do programa. Em local adequado na igreja, crie um painel atraente com os sonhos e sugestões das crianças para a igreja, a fim de que todos possam ver. Deixe espaço para que os adultos também acrescentem algumas idéias e sugira que a Comissão da Igreja considere essas sugestões. É muito importante que as crianças saibam que a igreja ouve as suas necessidades e as leva a sério. Este componente importante do Programa do Sábado Mundial da Criança também ajudará a destacar o significado da parábola, reforçando assim a mensagem para as crianças.

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

15


Hino Final

(Hino ou Mensagem Musical apresentada pelas crianças.)

Oração Final

(Proferida por uma criança.) Querido Pai Celestial, estamos muitos felizes por termos podido estar aqui hoje. Obrigado por amares cada um de nós como um de Teus cordeirinhos. Abençoa a cada pessoa aqui com Teu amor, alegria e paz. Em nome de Jesus, Amém. Outra opção, se a igreja for pequena, é reunir todas as crianças em um grupo na forma em um círculo por toda a congregação. Outra idéia seria convidar os pais e as pessoas que trabalham nos Ministérios da Criança para formarem esse círculo e um adulto proferir as seguintes palavras: As crianças são nossos cordeirinhos. Elas são o recurso mais precioso que possuímos na igreja. Como congregação, como pais e professores, desejamos nos comprometer a cuidar delas e a assegurarmo-nos de que iremos ajudar e mantê-las seguras e bem alimentadas com alimentos espirituais. Oremos: Deus Pai, estamos reunidos ao redor de nossas crianças, para Te pedir que abençoes a cada uma delas. Ajuda-as a experimentarem Teu amor por meio da forma como cuidamos delas; a experimentarem a Tua graça pela forma como as aceitamos, e o Teu sacrifício ao colocarmos de lado nossas próprias necessidades a fim de satisfazer as delas. Guarda sempre estas crianças. Por favor, abençoa-nos para sermos bons pais, professores, orientando e amando esses pequeninos.Ajuda-nos a ver cada um deles através de Teus olhos amorosos, hoje e sempre. Em nome de Jesus, Amém.

Folha para os Lideres de Crianças, Pastores, Anciãos e Organizadores do Culto

16

Envolver os Dons Criativos das Crianças na Igreja As igrejas nas quais as crianças estão envolvidas no culto são as que estão crescendo mais rapidamente! Como você pode trabalhar com os coordenadores do culto, com o pastor e anciãos a fim de envolver as crianças no culto, de diferentes formas? Estas são algumas sugestões para incitar seu pensamento:

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Atividades Artísticas Convide as crianças para projetarem a capa do boletim da igreja. As crianças também podem fazer desenhos que serão copiados em escâner e mostrados em PowerPoint ilustrando um hino, sermão, história para as crianças ou uma leitura bíblica. O departamento infantil pode ajudar as crianças a desenhar bandeiras dos países, para onde são destinadas as ofertas das missões mundiais. Também fazer desenhos decorativos no boletim da igreja, referentes às datas comemorativas ou desenhos para colocá-los no quadro de anúncios. Entregue às crianças pedaços de papel onde possam anotar seus pedidos de oração, seus agradecimentos, louvores, etc. Convide-as a trazerem os papéis para frente durante os momentos de oração. Então, utilize-os na criação de um mostruário em um local especial de sua igreja. Música

Incentive as crianças a trabalharem juntamente com alguém confiável da área da música a fim de ensaiarem uma música especial para ser apresentada na igreja. Isso permite às crianças serem acompanhadas no uso da música no culto. Convide as crianças a acompanharem tocando algum instrumento, enquanto a oferta é recolhida. Tenha vários instrumentos musicais simples, para que as crianças pequenas possam usar durante um ou mais hinos de louvor a cada semana. Aprenda alguns dos hinos novos e contemporâneos compostos especialmente para as crianças e cante-os no culto divino. Tente incluir um hino especial das crianças a cada semana. Redação Convide as crianças a anotarem os diferentes versos bíblicos que você irá usar no culto e para reescrevê-los em suas próprias palavras. As crianças podem pedir a ajuda de um adulto para explorar suas idéias e ajudá-las em seu trabalho. Os versos parafraseados pelas crianças podem ser lidos antes ou depois da leitura bíblica a fim de acrescentar a perspectiva das crianças a respeito deles. Convide as crianças a comporem seus próprios salmos de louvor para serem usados no culto. Permita que as crianças escrevam suas

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

17


próprias cartas ou poemas a Deus. Estes podem ser lidos durante um culto especial. Ajude-as a criarem um livreto, com base em suas ideias sobre o amor ou como é Deus. Clique em “Ideas” para obter sugestões de trabalhos manuais, desenhos e sugestões de orações e de história que podem ajudá-lo a envolver as crianças no culto divino durante o ano.

Prestar Culto com as Crianças

O culto é parte vital de nossa vida em comunidade na igreja. As crianças são uma parte importante de nossa comunidade da fé e necessitam experimentar juntamente com outras crianças e adultos as alegrias do culto. Modelos de Culto Há diferentes modelos de culto para serem realizados com as crianças. Alguns deles são: 1. Culto para as crianças – enquanto os pais estão em outro recinto. 2. Culto geral para adultos e crianças conjuntamente. 3. Culto para a igreja, assegurando que as necessidades das crianças, bem como as dos adultos sejam satisfeitas no culto. 4. Cada Sábado, sem exceção, deve-se focar as crianças com uma atividade especial, chamada “Adoração Infantil”, seguindo o material anual preparado pela DSA. 5. Realizar, eventualmente, um culto especial com as crianças (com apoio dos adultos) para toda a igreja, assim como ocorre no Sábado da Criança. É importante que as igrejas considerem de forma total sua abordagem do culto e da igreja e as necessidades dos membros, e que considerem como as crianças podem estar envolvidas. As crianças necessitam sentir-se integradas no culto e que a igreja os inclui. Muitas vezes as crianças “perdem” o interesse pela igreja, quando ainda pequenas e dificilmente recuperam esse interesse. 18

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Princípios Implícitos no Culto com as Crianças

Deve ser Centrado em Deus Tudo o que fazemos deve apontar para Deus e dar-Lhe a glória. Tudo o que fazemos deve se adequar para mostrar quem e como é Deus.  Que pensa sua igreja em relação às crianças e à reverência? Música para a Adoração ou Hinos  Expressam uma boa teologia.  Alegres e ativos.  Relacionados com as atividades diárias das crianças.  Bom acompanhamento musical, quer gravado ou ao vivo.  Envolve as crianças na música, permitindo-lhes tocar alguns instrumentos. Bíblia  Usar uma versão compreensível aos menores.  Incluir diferentes formas de apresentar as Escrituras: dramatização, gestos, recursos visuais, etc.  Pedir que as crianças leiam os versos.  Participar de Concursos Bíblicos baseados no Ano Bíblico Ilustrado. Oração  Pense em diferentes formas criativas de orar. 

Convide as famílias para orarem juntas, empregando as técnicas criativas.

Use a atividade de oração em grupo. (orar em cadeia, companheiro de oração, orar invocando promessas de versos bíblicos, etc.)

Recolha os pedidos de oração e as respostas alcançadas de forma

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!

19


interessante, a fim de ajudar as crianças a saberem que Deus ouve e que a oração faz a diferença na suas vidas. 

Busque outras dinâmicas criativas para orar.

Ensino – Experiência Bíblica  Seja criativo. 

Estude a história com uma visão diferente.

Encontre formas envolventes e interativas para contar a história.

Envolva as crianças quando possível.

Esteja preparado para conceder tempo suficiente para as experiências.

Envolva as crianças nos efeitos sonoros da história, dramatizando espontaneamente as cenas, tocando, sentindo e agindo.

Pense em todos os sentidos e em como eles podem ser usados para explorar a história.

Dê uma roupagem moderna às histórias antigas.

Relacione o ensino com seu quotidiano.

Ajude as crianças a aplicarem as lições da história com um projeto para ser realizado em casa.

Envolva a família na resposta ao ensino.

Não se esqueça de convidar as crianças para entregarem seu coração a Jesus.

Tenha por objetivo fazer discípulos das crianças e de suas famílias.

20

Crianças no Culto Você sabia que algumas das igrejas com maior crescimento são aqueles que envolvem ativamente as crianças nos cultos? O que você poderia fazer para envolver as crianças nos cultos em sua igreja?

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Culto em Família - Atividades Criativas para o Culto em Família Estas são algumas sugestões de atividades prazerosas fundamentadas na Bíblia. Não se esqueça de convidar os solteiros e outras famílias para se unirem a vocês nessas atividades! 1. Escolha um texto bíblico favorito e faça uma colagem de papel ou uma faixa de tecido para ilustrar verso. 2. Projete uma capa para um dos livros da Bíblia, como se fosse um único livro. Cada pessoa pode escolher um livro diferente da Bíblia. Pode-se usar todos os tipos de materiais artísticos para decorar a capa. 3. Faça um cartaz para incentivar as pessoas a orarem. Providencie uma caixa de tecido, papéis, copos plásticos e outros acessórios pequenos. Estabeleça um prazo para que cada pessoa crie algo bonito ou útil com os itens que se encontram na caixa. Falem a respeito da história da criação e de como Deus pode fazer algo belo e útil do nada. Deus também deseja fazer algo belo em nossa vida. 4. Desenhe emblemas para mostrar como você se sente a respeito de Jesus. Use massa de modelar. Permita que cada pessoa modele um objeto da Bíblia. Quando todos tiverem terminado, cada um tem de adivinhar que objeto é e em qual história da Bíblia ele foi inspirado. 5. Procure carimbos ou adesivos para realizar esta atividade. Dê a cada pessoa alguns cartões em branco e reparta as figuras. Cada um deve encontrar textos bíblicos que se relacionam com a figura ou adesivo que recebeu. Depois de escrever o texto, decore-o com os adesivos ou carimbos. 6. Vá acrescentando outros cartões com versos para formar sua própria caixa de promessas bíblicas. 21

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


7. Dê a cada pessoa uma folha em branco para ser rasgada ou dobrada com o propósito de formar um objeto da Bíblia a fim de que os demais adivinhem do que se trata. Outra sugestão: permitir que cada pessoa sorteie o nome de outra pessoa no grupo e crie um presente imaginário e animador para ela com a folha de papel. Por exemplo, o papel pode ser dobrado no formato de uma passagem aérea para uma viagem ao exterior, um certificado, um carro, uma cama, uma mala cheia de dinheiro, etc. 8. Escolha uma história bíblica e então use tijolinhos de brinquedo para criar um cenário bíblico. Quem sabe a Torre de Babel? Os muros de Jericó? A cena da manjedoura? A Nova Jerusalém? 9. Corte cartolina dupla face de várias cores e proveja todos os tipos de materiais artísticos e pedaços de papel. Crie marca páginas bíblicos com seus textos favoritos e decore-os. Faça vários para dar a seus amigos ou para ser incluído em uma carta carinhosa a alguém. 10. Permita que cada pessoa escolha uma história simples da Bíblia para escrevê-la na forma de ideogramas. Algumas das palavras são substituídas por figuras simples. Faça uma coleção de histórias para dá-las às crianças pequenas. 11. Use folhas adesivas para escrever textos, palavras de ânimo e acrescente pequenas gravuras. Cole-as nos envelopes como um adesivo de testemunho. 12. Crie uma cena bíblica em três dimensões em uma caixa de sapatos. Use figuras cortadas de cartões natalinos e de revistas para fazer as pessoas, as casas e os cenários, acrescentando outros itens para formar um pequeno cenário. 22

13. Proveja várias balas de goma ou, para uma versão mais saudável, pedaços

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


de frutas e de vegetais! Permita que cada pessoa faça um modelo de si mesma com esses ingredientes e use palitos de dente para juntar as partes. Outra opção, fazer rostos com o alimento, dispondo-os sobre o prato. Fale a respeito de como Deus nos fez a todos diferentes. Então, comam o que criaram! 14. Escolha uma parábola bíblica e ilustre-a com desenhos animados. 15. Escolha uma música natalina favorita e ilustre-a com mímicas ou gestos. Ensaie bem e então faça uma apresentação. Acima de tudo, torne seu culto um momento de atividades realmente especiais!

23

SOU UM CORDEIRO, ALIMENTE-ME!


Dia Mundial da Criança Adventista - Apostila  

Dia Mundial da Criança Adventista Ministérios da Criança Igreja Adventista do Sétimo Dia

Dia Mundial da Criança Adventista - Apostila  

Dia Mundial da Criança Adventista Ministérios da Criança Igreja Adventista do Sétimo Dia

Advertisement