Issuu on Google+

M U S E U

D O L O U V R E L E N S

K A Z U Y O S E J I M A


M U S E U

D O L O U V R E L E N S

K A Z U Y O S E J I M A


1

6

2

7

3 5

4

• LOCALIZADO

NA CIDADE DE LENS NA FRANÇA A APROXIMADAMENTE 200KM AO NORTE DE PARIS. • DEMOROU 7 ANOS PARA SER FINALIZADA, INAURUGOU EM 2012 • COM O TOTAL DE 28.000 METRO QUADRADOS, FOI DIVIDIDO EM 7 PARTES ASSIM GERANDO ÁREAS MENORES PARA QUE PUDESSE ACOMPANHAR O PEQUENO DESNÍVEL NO TERRENO

6

1 2 3 4 7

5


01) A PRESENÇA:ESPAÇOS MODULARES E MULTIDISCIPLINAR COM 200 ASSENTOS 1 7

6

2 3

4

5

02) GALERIA DE EXPOSIÇÕES: UMA 03) SALÃO DE RECEPÇÃO: A ENTRADA GALERIA DE EXPOSIÇÕES TERMPORÁRIAS DO MUSEU, ESPAÇO PÚBLICO DE 80m . UM PROJETO NOVO EM CASA EXPOSIÇÃO.


04) GRANDE GALERIA: ALA PRINCIPAL DO LOUVRE-LENS, MAIS DE 120 METROS DE COMPRIMENTO, COM 3000m².

06) “O MARC MERURIN OFICINA”: ONDE FICA LOCALIZADO O RESTAURANTE, LOJAS E CAFETERIA.

05) A CASA DE VIDRO: O LUGAR ONDE SE TEM O APROFUNDAMENTO DO TEMA DA HORA.

07) O PRÉDIO ADMINISTRATIVO: EQUIPES ADMINISTRATIVAS, JURIDICO, FINANCEIRO.


O MUSEU FOI COLOCADO EM CIMA DE UMA ANTIGA MINA DE CARVÃO, QUE FOI FECHADA EM 1960, MANTENDO ASSIM A RIQUEZA DO SEU PASSADO INDUSTRIAL.

“A ideia não era um edifício marco que se destaca por si só, mas uma construção que se relaciona com seu entorno e a história local e comporta bem o acervo que abarca” Kazuyo Sejima


M U S E U

D O L O U V R E L E N S

K A Z U Y O S E J I M A


Os arquitetos queriam trazer à mente barcos em um rio que se juntam para encaixar suavemente com os outros.

AVENIDA PRINCIPAL DE ACESSO ESTACIONAMENTOS ACESSO AO MUSEU PRÉDIO DE ACESSO


ESTRUTURA EM ALUMÍNIO

ESTRUTURA EM VIDRO


CORTES

EDIFÍCIOS BAIXO DE UM PAVIMENTO, ONDE A IDÉIA ERA A DE EMBELEZAR A ÁREA E NÃO DE DOMINA-LA. NÃO QUERIAM A CRIAÇÃO DE UMA FORTALEZA DOMINADORA, POR ISSO A ESTRUTURA BAIXA DE FÁCIL ACESSO QUE SE INTEGRA AO LUGAR SEM IMPOR SUA PRESENÇA.

TÉRREO SUBSOLO


ÁREAS DE EXPOSIÇÕES SERVIÇOS-ADMINISTRATIVO

CIRCULAÇÃO

PLANTA PAVIMENTO TÉRREO


ÁREAS DE EXPOSIÇÕES SERVIÇOS-ADMINISTRATIVO

CIRCULAÇÃO

PLANTA SUBSOLO


M U S E U

D O L O U V R E L E N S

K A Z U Y O S E J I M A


ESTRUTURA EM ALUMÍNIO POLIDO.

VIDRO ALUMÍNIO POLIDO CONCRETO


ESTRUTURA EM ALUMÍNIO POLIDO.

• GARANTIR CONTINUIDADE ENTRE O MUSEU E A PAISAGEM • REFLETIR O PARQUE


OBRAS Nテグ Sテグ PENDURADAS NEM ENCOSTADAS


ESTRUTURA VIDRO

3,00m

• ENTRADA DE LUZ NATURAL • CRIAÇÃO DE VISTAS ENTRE OS ESPAÇOS PÚBLICOS. • LIGAÇÃO ENTRE O DENTRO E O FORA.


A ILUMINAÇÃO NATURAL É CONTROLADA USANDO UM MECANISMO DE ESCURECIMENTO NA CAPA E UMA MEMBRANA INTERNA FOTOSSENSÍVEL.


COBERTURA • ESTRUTURA DE METAL FINO PINTADO DE BRANCO. • VIGAS EM UM ÚNICO SENTIDO • TRAZER O CÉU PARA DENTRO.

PARCIALMENTE TRANSPARENTE


TRAGETOS DOS TRILHOS DOS VAGÕES QUE TRANSPORTAVAM CARVÃO


Kazuyo Sejima - Mirella Dias