Page 1

SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 5/8/2008

|

CADERNO DEZ!

5

|

REPRODUÇÃO

MÚSICA ❚ Mojobooks,

editora online, converte som em literatura

Leia um

disco

MIRELA PORTUGAL mportugal@grupoatarde.com.br

O começo de tudo foi TS Elliot. Seu poema Toward the Catedral batizou-os. Mas a banda que musicava versos de Allan Poe e traduzia Kafka e James Joyce para melodias soturnas em 1990 não sobreviveu muito tempo. Em 2006, veio a vontade de ressuscitar o grupo, mas os amigos e roteiristas Danilo Corci e Ricardo Giasseti resolveram tomar o caminho contrário e buscar outras

intersecções entre música e literatura, dessa vez usando a internet como front. Danilo explica o insight: “Pensamos em Bob Dylan fazendo uma versão de Ulisses, do Joyce. Ou os Sex Pistols tocando Clube da Luta, do Chuck Palahniuk”. Assim nasceu a MojoBooks [www.mojobooks.com.br], primeira editora 100% virtual do Brasil, que dá vazão à pergunta simples que vez ou outra já deve ter voejado pelas mentes de todos : “E se um disco fosse um livro, que história ele contaria?” Se os clássicos da literatura universal já foram mote para filmes, peças e canções, as boas melodias não são musas menos generosas . A mistura de linguagens ou “tradução intersemiótica”, como Ricardo gosta de chamar, quer refletir o instante de iluminação em que aquele disco genial, a harmonia perfeita ou a letra destruidora te fisgam pelo pé e te preenchem de imagens suplicantes por uma forma no papel. O resultado é a transformação dos acordes em entrelinhas de boa narrativa pop.

SONORA – Os e-books resultantes da tradução sonora podem ser baixados gratuitamente em formato PDF. A idéia é que as canções inspirem narrativas de ficção densa, e não apenas transformem-se em pobres traduções ou versões com referências diretas . Terror, mistério, o fantástico e a ficção científica dão faces de literatura contemporânea para canções clássicas. Agora 2.0, além da “recontação” de álbuns em livros, o site permite também o formato single, onde cada música pode virar um conto, e o comix, que leva a canção para a linguagem das HQs. Ter seu conto ou quadrinho publicado com diagramação, capa e em formato de encarte de CD exige apenas um rápido cadastro no site. A Mojo tem online hoje 80 livros, 30 singles e duas HQs , uma fila de 25 books aguardando veredito e carrega zero intenção de passar pelas rotativas. “Não imaginamos publicar em papel. A net nos permite ousar mais e fazer referências a artistas de menor apelo comercial. Nossa intenção nunca foi orbitar apenas em Beatles , Jimmy Hendrix ou Rolling Sontes” diz Ricardo, que já deixou registrado seu próprio mojo, inspirado em Technique, álbum de 1989 do New Order. A editora trabalha com licenças Creative Commons, que permitem

Strawberry Fields ganha versão HQ por Dennis Anderson e Jean Okada

criação colaborativa mantendo os direitos autorais, e cada texto passa antes pelo crivo de Danilo, Ricardo e mais dois editores. JUKEBOX – Tem espaço para tudo, de Bob Dylan a My Chemical Romance. Música brasileira, clásssicos do rock, mestres do jazz e queridinhos do pop dão as caras sem censura nem restrições editoriais. Assim, a suplicante Cat Power de Cross Bones Style inspira o relato adolescente de uma primeira vez nada doce; Every Me and Every You do Placebo é a imagem da comunhão entre ternura e ódio; Racional Vol 1, de Tim Maia, conta a odisséia de Wilson na Cruzada pelo Bem e pela Paz; e Strawberry Fields vira uma HQ lisérgica e apocalíptica. Quem presta atenção no book sobre A Song For All Seasons, do Renaissaince, percebe que o cacife literário dos autores desconhecidos não faz feio para nenhuma coletânea.

CLÁUDIO COLOGNI | DIVULGAÇÃO

HEADPHONE MÁRCIO JR. é vocalista dos do Mechanics, banda fundamental da cena rocker de Goiânia. Márcio também está envolvido com o Monstro Discos, selo especializado em vinis e casa de Júpiter Maçã, Violins e MQN.

1

2

3

4

5

KISS

LOU REED

DAVID BOWIE

STOOGES

MELVINS

DEUCE

SATELLITE OF LOVE

ALWAYS CRASHING IN THE SAME CAR

LOOSE

NIGHT GOAT

Iggy Pop é a epítome do rock. Uma força da natureza. Ninguém jamais foi [e jamais será] tão visceral assim.

A banda mais doente, absurda, complexa e intransigente do rock.

O KISS estragou minha vida quando eu tinha 10 anos. Sabia que iria passar o resto da vida envolvido com rock.

Aqui temos Mr. New York City atingindo seu ápice por meio da produção do Bowie.

Tudo o que o Radiohead faz hoje o camaleão já tinha feito 30 anos anos antes.

música mojobooks  

LOU REED SATELLITE OF LOVE MELVINS A banda mais doente, absurda, complexa e intransigente do rock. Aqui temos Mr. New York City atingindo se...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you