Obras de infraestrutura turística no Brasil - Ministério do Turismo

Page 1

[

]

Obras de infraestrutura turística no Brasil Ministério do Turismo Setembro • 2013


Obras de infraestrutura turística no Brasil Ministério do Turismo PRESIDENTA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Dilma Vana Rousseff MINISTRO DE ESTADO DO TURISMO Gastão Dias Vieira SECRETÁRIO-EXECUTIVO Sérgio Braune Solon de Pontes SECRETÁRIO NACIONAL DE PROGRAMAS DE DESENVOLVIMENTO DO TURISMO Fábio Rios Mota SECRETÁRIO NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO Vinícius Rene Lummertz Silva

2

[ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

[ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

3


[

Sumário

Apresentação 07 Rio Branco – AC 08 Maceió – AL 10 Manaus – AM 12 Salvador – BA 14 Fortaleza – CE 16 Brasília – DF 18 Vila de Itaúnas – ES 20 Goiânia – GO 22 São Luís – MA 24 Belo Horizonte – MG 26 Mato Grosso do Sul 28 Cuiabá – MT 30 Bayeux e Santa Rita – PB 32

]

Recife – PE 34 Teresina – PI 36 Londrina – PR 38 Rio de Janeiro – RJ 40 Natal – RN 42 Porto Velho – RO 44 Boa Vista – RR 46 Bento Gonçalves – RS 48 Florianópolis – SC 50 Aracaju – SE 52 São Paulo – SP 54 Palmas – TO 56 Macapá – AP 58

[ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

5


Apresentação Obras de infraestrutura são um dos pilares da política de desenvolvimento do turismo no Brasil. São elas que habilitam estados e municípios a receber visitantes, além de ficarem como legado à população local, melhorando a qualidade de vida nas cidades. O Ministério do Turismo hoje financia obras em quase 4.500 municípios do país, repassando-lhes R$ 7,4 bilhões. Por meio do Prodetur, o Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo, aportamos, ainda, R$ 495 milhões a 92 obras e projetos. O caderno que você tem em mãos é uma pequena amostra desse universo de obras, que se espalham quase literalmente do Oiapoque ao Chuí: do complexo Beira-Rio, em Macapá (AP), ao pavilhão da Fenavinho, em Bento Gonçalves (RS). Elas trazem mais desenvolvimento, geram mais empregos e ajudam a combater as desigualdades regionais. Boa leitura!

Gastão Dias Vieira

Ministro do Turismo

[ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

7


Reforma e adequação do Parque Capitão Ciríaco Rio Branco – AC

[

O Ministério do Turismo financia 7 obras, com R$ 18.203.250,00, em todo o estado do Acre.

Considerado um museu a céu aberto dedicado à história do Acre, o parque foi transformado, em agosto de 1994, em um espaço de proteção ambiental e cultural. Ao longo dos seus 4,6 hectares de área, possui vegetação nativa amazônica, arvores frutíferas regionais 8

]

e aproximadamente 400 seringueiras. Ele é atualmente sede da Fundação Garibaldi Brasil e dispõe de equipamentos de esporte e lazer e construções retratando a arquitetura tradicional acreana. O investimento do Ministério do Turismo nas obras foi de R$ 100 mil.

[ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Detalhes do parque Capitão Ciríaco


Acessos viários e modernização do Aeroporto Zumbi dos Palmares Maceió – AL

[

O Ministério do Turismo financia 177 obras, com R$ 203.640.375,00, em todo o estado de Alagoas.

]

O quarto maior aeroporto do Nordeste brasileiro passou por reforma, ampliação e modernização com o apoio de R$ 58,2 milhões em recursos do Ministério do Turismo. Além da qualificada infraestrutura do Aeroporto Internacional de Maceió – Zumbi dos Palmares, o terminal conta com um mirante panorâmico e arquitetura peculiar, que reproduz a forma

das jangadas e os tons do mar da capital de Alagoas. As intervenções custeadas pelo MTur também contemplam acessos viários até o aeroporto – uma passagem elevada, uma rotatória, pistas laterais e calçadas para pedestres –, interligando outras estradas ao terminal aéreo e facilitando o tráfego de alagoanos e turistas a Maceió e aos municípios do interior do Estado.

Fachada do Aeroporto Zumbi dos Palmares - Maceió


Centro de Convenções do Amazonas Manaus – AM

[

]

O Ministério do Turismo financia 55 obras, com R$ 61.824.829,81, em todo o estado do Amazonas.

A construção do Centro de Convenções do Amazonas, com obras na reta final, inaugura um novo momento para o turismo de negócios e eventos do Estado. O complexo, que deve integrar a estrutura local de receptivo à programação da Copa do Mundo de 2014, deve ser entregue à população no segundo semestre de 2013. Com

o novo equipamento, Manaus estará preparada para sediar eventos com público de até 10 mil pessoas, distribuídos em uma área total estimada em 20 mil m2. O investimento inicial do Ministério do Turismo foi de R$ 22,5 milhões, com mais R$ 40 milhões, provenientes do PAC do Turismo, destinados à conclusão da obra.

12 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Centro de Convenções do Amazonas, em obras


Feira de São Joaquim Salvador – BA

[

O Ministério do Turismo financia 482 obras, com R$ 278.722.231,94, em todo o estado da Bahia.

A Feira de São Joaquim, maior feira livre de Salvador e exemplar fiel da cultura do Recôncavo Baiano, passa por uma reforma completa para revitalização, modernização e aprimoramento de sua infraestrutura. O projeto está dividido em sete etapas, que contam com R$ 29,1 milhões do Ministério do Turismo. Entre as intervenções previstas, estão: serviços de drenagem; instalações hidráulicas;

]

pavimentação; construção de cobertura; construção de um de pier integrando a feira à Baía de Todos-os-Santos; novos galpões e boxes de vendas/exposição; além da criação de áreas específicas para hortifrutigranjeiros, carnes, pescados e animais vivos. Considerada uma das mais autênticas expressões da cultura soteropolitana, a feira foi fundada há 41 anos e gera renda para cerca de 40 mil trabalhadores.

14 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Detalhe de obra na Feira de São Joaquim


Revitalização da orla da Avenida Beira Mar Fortaleza – CE

[

]

O Ministério do Turismo financia 1.434 obras, com R$ 471.094.165,59, em todo o estado do Ceará.

A obra de requalificação da orla da Avenida Beira Mar, que congrega inúmeros atrativos turísticos em Fortaleza, conta com R$ 20,5 milhões já empenhados pelo Ministério do Turismo. As intervenções incluem a construção

de passeios, estacionamentos, ciclovias e tratamento paisagístico e urbanístico em geral. A obra contribui para qualificar a infraestrutura de receptivo e atrativos do turismo de sol e praia, uma das bases da economia local.

Espigão”, em obras, faz parte do projeto de reordenamento da Avenida Beira Mar


Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília – DF

[

O Ministério do Turismo financia 14 obras, com R$ 22.495.892,70, em todo o Distrito Federal.

]

O terceiro maior centro de convenções do país será ampliado em 39% até a Copa de 2014, passando de 54 mil m2 para 75 mil m2. A obra, orçada em R$ 14,7 milhões, inclui a criação de

dois andares de estacionamento subterrâneo, restaurante com cozinha industrial, salas moduláveis e área de convivência com lanchonete e cafeteria. O investimento é do Ministério do Turismo.

Vista aérea frontal do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, que será ampliado com recursos do Ministério do Turismo


Saneamento básico na Vila de Itaúnas Conceição da Barra – ES

[

O Ministério do Turismo financia 195 obras, com R$ 75.533.174,17, em todo o estado do Espírito Santo.

No litoral do Espírito Santo, a Vila de Itaúnas, no município de Conceição da Barra, recebeu mais de 13 km de rede coletora de esgoto. Hoje, a obra evita diariamente o lançamento de 1,3

]

milhão de litros de esgoto no Rio Itaúnas, beneficiando uma população de mais de 1.200 habitantes. O investimento do Ministério do Turismo foi de R$ 3 milhões.

20 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Paisagem do Rio Itaúnas


Requalificação do Rio das Almas Pirenópolis – GO

[

O Ministério do Turismo financia 670 obras, com R$ 178.615.525,00, em todo o estado de Goiás.

A revitalização da orla do Rio das Almas promete ser uma importante alavanca para o turismo em Pirenópolis. O Ministério do Turismo repassou R$ 6,8 milhões para o projeto, que prevê a execução de obras de paisagismo, calçadas, ciclovias, equipamentos

]

turísticos, iluminação e quiosques públicos. Pirenópolis se destaca no cenário turístico nacional pela beleza de seus recursos naturais: cachoeiras, trilhas, rios e ambientes especiais para a prática ecoturismo e turismo de aventura estão entre os atributos mais adorados pelos visitantes.

22 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Ponte sobre o Rio das Almas, ícone da beleza natural de Pirenópolis


Escola Superior de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal do Maranhão São Luís – MA

[

O Ministério do Turismo financia 470 obras, com R$ 244.195.646,58, em todo o estado do Maranhão.

O antigo casarão da Fábrica de Tecidos de Santa Amélia, em São Luís (MA), tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e sob a administração da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) desde maio de 1987, será transformado em Escola Superior de Turismo e Hotelaria da UFMA. A reforma e recuperação da área de aproximadamente 9.500 m2, com orçamento estimado em R$ 11,25 milhões, é uma parceria entre os ministérios do Turismo e da Educação, a UFMA e o IPHAN.

]

Do custo total do projeto, o MTur participa com investimento de R$ 2 milhões. As instalações reservadas para os novos cursos da universidade pública vão dispor de laboratórios, auditórios, biblioteca, salas de aula, núcleos de pesquisa e ensino, museu, administração e um hotel escola com equipamentos de alta complexidade para graduação e pós-graduação. A recuperação do conjunto edificado é considerada um “marco” na revitalização do Centro Histórico de São Luís.

24 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

A nova Escola Superior de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal do Maranhão vai ocupar o antigo casarão da Fábrica de Tecidos Santa Amélia


Minascentro Belo Horizonte – MG

[

O Ministério do Turismo financia 1578 obras, com R$ 201.410.340,07, em todo o estado de Minas Gerais.

O tradicional centro de eventos de Belo Horizonte recebeu R$ 1,5 milhão do Ministério do Turismo para obras de reparo e manutenção das instalações físicas, além do cumprimento de requisitos de acessibilidade a portadores de necessidades especiais.

]

Em seus mais de 33 mil metros quadrados, com capacidade para até 10 mil pessoas, o Minascentro pode receber até três grandes eventos simultâneos. Está equipado com três auditórios de diferentes portes, salas de reuniões e apoio logístico.

26 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Vista interna do Minascentro, adaptado com requisitos de acessibilidade com recursos do Ministério do Turismo


Trem do Pantanal Mato Grosso do Sul – MS

[

O Ministério do Turismo financia 252 obras, com R$ 117.983.479,25, em todo o estado do Mato Grosso do Sul.

O Ministério do Turismo aplicou R$ 1,13 milhão na reforma e restauração de cinco estações do Trem do Pantanal: Corumbá, Porto Esperança, Piraputanga, Aquidauana e Indubrasil. O trem, com capacidade total para 476 passageiros, é composto por oito

]

vagões que correm pelos trilhos a 35 km/h. A viagem completa, de Campo Grande a Miranda, tem duração de 8h. O percurso oferece uma ampla amostra do potencial turístico da região, importante fonte de emprego e renda no Estado.

28 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Na rota do trem, passageiros têm uma ampla amostra das paisagens, fauna e flora sul-pantaneira


Aquisição de equipamentos e mobiliário para o Cine Teatro Cuiabá Cuiabá – MT

[

]

O Ministério do Turismo financia 374 obras, com R$ 136.922.187,50, em todo o estado do Mato Grosso.

O Cine Teatro Cuiabá, na capital do Mato Grosso, foi revitalizado com investimento de R$ 2,34 milhões do Ministério do Turismo. O local recebeu novos

equipamentos e mobília e, após a reforma, o prédio consolidouse como centro cultural para apresentações cênicas, musicais e audiovisuais.

30 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Cine Teatro Cuiabá foi revitalizado com investimento de R$ 2,34 milhões do Ministério do Turismo


Centro de Convenções do Cabo Branco Poeta Ronaldo Cunha Lima João Pessoa – PB

[

O Ministério do Turismo financia 548 obras, com R$ 257.394.312,67, em todo o estado da Paraíba.

Obra majestosa de 48,5 mil m2 com capacidade para 5 mil pessoas, o Centro de Convenções do Cabo Branco Poeta Ronaldo Cunha Lima é um dos maiores e mais importantes projetos turísticos do estado da Paraíba. O grande incentivo para o turismo de negócios paraibano vem em

]

grandes números e dimensões: salão de exposições de 20 mil m2 , estacionamento com mais de mil vagas, mirante de 55 metros de altura, teatro e centro de congressos. O complexo de eventos recebeu mais de R$ 93,3 milhões do Ministério do Turismo – incluindo recursos via PAC do Turismo.

32 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

O novo Centro de Convenções de João Pessoa, em obras


Rodovia PE-035 Recife – PE

[

O Ministério do Turismo financia 483 obras, com R$ 303.976.472,17, em todo o estado de Pernambuco.

A PE-035 atravessa três importantes destinos de turismo do litoral norte pernambucano: Igarassu, Itapissuma e Ilha de Itamaracá. A recuperação de 18 km da rodovia, que recebeu o aporte de R$ 16,5 milhões do Ministério do Turismo, visa desenvolver o turismo sustentável na região e promover

]

a integração dos atrativos que margeiam a estrada no roteiro. Entre eles estão os antigos engenhos do período da economia da cana-de-açúcar no Brasil, como o Engenho São João, a incrível vista para a ilha de Itamaracá e o Mercado de Crustáceos, onde é possível encontrar iguarias da culinária pernambucana.

34 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Recursos do MTur serão destinados à recuperação de 18 km da rodovia PE-035


Ponte Estaiada João Isidoro França Teresina – PI

[

O Ministério do Turismo financia 378 obras, com R$ 124.380.737,50, em todo o estado do Piauí.

A ligação entre as zonas norte e leste de Teresina sobre o Rio Poty é um símbolo de modernidade e da beleza da capital piauiense. Para a população, a Ponte Estaiada é um verdadeiro presente, pois, além de melhorar os acessos a duas regiões importantes da

]

cidade, o mastro único da obra e a vista privilegiada do mirante transformaram-na em uma importante referência do turismo local. O Ministério do Turismo destinou mais de R$26 milhões para a ponte que tem 95 metros de altura, 363 metros de extensão e dois elevadores panorâmicos.

36 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Ponte Estaiada de Teresina se transformou também em símbolo do turismo local


Praça da Imigração Japonesa Tomi Nakagawa Londrina – PR

[

]

O Ministério do Turismo financia 1.253 obras, com R$ 186.383.606,95, em todo o estado do Paraná.

Com mais de R$ 1,4 milhão investido pelo Ministério do Turismo, a praça é uma homenagem de Londrina à comunidade japonesa no Brasil. Um projeto de paisagismo diferenciado – que inclui diversos elementos da cultura japonesa e espécies vegetais do Brasil

e do Japão – transforma o espaço público em um ícone do turismo local, adequado para a prática de atividades de lazer e entretenimento. A praça, que faz parte do calendário festivo da cidade, é uma referência de prosperidade e desenvolvimento turístico da região.

38 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Praça construída com recursos do Ministério do Turismo homenageia comunidade japonesa no Brasil


Teatro Popular Oscar Niemeyer Niterói – RJ

[

O Ministério do Turismo financia 290 obras, com R$ 85.518.714,10, em todo o estado do Rio de Janeiro.

Inaugurado em abril de 2007, o Teatro Popular de Niterói é uma das obras que integram o Caminho Niemeyer, complexo cultural e turístico com seis edificações projetadas pelo famoso arquiteto. Com 3,5 mil metros quadrados, o interior do

]

teatro comporta 300 lugares, com destaque para o palco, com uma lateral reversível que se abre para abrigar espetáculos ao ar livre, ampliando a capacidade máxima para 10 mil lugares. O Ministério do Turismo repassou R$ 5 milhões para a conclusão da obra.

40 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Teatro Popular Oscar Niemeyer foi concluído com recursos do Ministério do Turismo


Ponte Newton Navarro Natal – RN

[

]

O Ministério do Turismo financia 873 obras, com R$ 186.934.785,90, em todo o estado do Rio Grande do Norte.

Conhecida também como “Ponte de Todos”, a imponente estrutura de concreto que liga o litoral norte ao sul de Natal recebeu R$ 45 milhões do Ministério do Turismo. Com altura de aproximadamente 55 metros, equivalente a um prédio de 18 andares, e 1,8 quilômetros

de extensão, a ponte é capaz de receber 60 mil veículos ao dia, facilitando o deslocamento de moradores e turistas e beneficiando outros 16 municípios litorâneos. À noite, a iluminação cênica da obra sobre o rio Potengi é um espetáculo à parte no cenário urbano da capital potiguar.

42 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Ponte de 1,8 km de extensão leva a muitas belezas litorâneas do estado potiguar


Complexo Ferroviário Madeira Mamoré Porto Velho – RO

[

]

O Ministério do Turismo financia 113 obras, com R$ 35.667.705,05, em todo o estado de Rondônia.

O complexo turístico da Estrada de Ferro Madeira Mamoré é um museu a céu aberto que conta a epopeia de implantação de uma ferrovia em plena selva amazônica. O MTur destinou R$ 3,8 milhões para transformar o espaço em ícone turístico da região, provendo a restauração de 25,36 km da estrada de

ferro e a revitalização geral da infraestrutura do local. O complexo da Estrada de Ferro, que recebe, em média, 10 mil visitantes por final de semana, reúne museus, prédios lendários, locomotivas antigas e uma infinidade de ferramentas, instrumentos ferroviários e outras relíquias.

44 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

MTur investiu R$ 1,3 milhão no complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, que reúne museus, prédios lendários, locomotivas preservadas e uma infinidade instrumentos ferroviários e outras relíquias


Orla Taumanan Boa Vista – RR

[

]

O Ministério do Turismo financia 84 obras, com R$ 88.941.609,78, em todo o estado de Roraima..

A infraestrutura de lazer e turismo e a estrutura flutuante instalada na margem direita do Rio Branco recebeu R$ 11 milhões do Ministério do Turismo. Os recursos também contemplaram a construção de um muro de contenção de águas – com o objetivo de prevenir prejuízos na fase da cheia – e a construção

de calçadão no bairro Francisco Caetano, que fica no entorno da orla. A Orla Taumanan, atrativo do centro histórico da capital de Roraima, ocupa 6,5 mil metros quadrados, espaço que inclui praça de alimentação, palco para apresentações culturais, quiosques e mirante. Bem perto dali, há estações de embarque para turismo fluvial.

46 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Com R$ 6,3 milhões do MTur, estrutura flutuante da Orla Taumanan e vias do bairro localizado no seu entorno foram revitalizados


Pavilhão da Fenavinho Bento Gonçalves – RS

[

]

O Ministério do Turismo financia 1.539 obras, com R$ 253.314.287,80, em todo o estado do Rio Grande do Sul.

[ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

O Centro de Eventos do Parque da Fenavinho, em Bento Gonçalves, foi equipado com o apoio de R$ 1,3 milhão do Ministério do Turismo. As aquisições garantiram mais conforto e facilidades para receber o maior evento

vitivinícola do país: a Fenavinho Brasil. O evento visa integrar, comercializar e promover os vinhos e a cultura de todas as regiões produtoras brasileiras. É realizado a cada dois anos e recebe mais de 150 mil visitantes.

Vista aérea do Pavilhão da Fenavinho, equipado com recursos do Ministério do Turismo


Duplicação da SC-401 Florianópolis – SC

[

]

O Ministério do Turismo financia 675 obras, com R$ 138.175.227,50, em todo o estado de Santa Catarina.

A duplicação de 6,7 quilômetros da rodovia SC-401 – trecho Jurerê-Ingleses, já inaugurado em 2012 – recebeu aporte de R$ 12 milhões do Ministério do Turismo. Com tráfego médio diário aproximado de 30 mil veículos, a obra contribui decisivamente para desafogar o acesso às badaladas praias do norte de

Florianópolis, que, no verão, são pontos de referência do turismo no país. A intervenção também incluiu duas passagens subterrâneas, dez paradas de ônibus e uma “espera central” para a faixa de retorno de veículos, além de ciclofaixa para pedestres e ciclistas. O MTur já garantiu mais R$ 28 milhões para continuar a ampliação da estrada.

50 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Trecho de 12 km da Rodovia Jurerê-Ingleses foi duplicado com R$ 12 milhões do Ministério do Turismo


Ponte Gilberto Amado Aracaju – SE

[

O Ministério do Turismo financia 351 obras, com R$ 155.695.880,51 , em todo o estado de Sergipe.

Com 1.712 metros de comprimento e 14,2 metros de largura, a Ponte Gilberto Amado é uma das novas ligações viárias mais importantes para o turismo da região. A obra, que contou com R$ 107,25 milhões do Ministério do Turismo, permitiu a integração entre Aracaju (SE) e Salvador (BA) reduzindo

]

em 30km a distância entre as capitais e desafogando o trânsito da BR-101. A ponte também beneficiará o estado de Sergipe especialmente durante a Copa do Mundo de 2014, criando-se uma rápida opção de viagem aos turistas que assistirem aos jogos do campeonato em Salvador.

52 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

MTur investiu R$ 107,25 milhões na construção da ponte Gilberto Amado


Complexo Anhembi São Paulo – SP

[

]

O Ministério do Turismo financia 2491 obras, com R$ 642.160.049,25, em todo o estado de São Paulo.

Com 400 m2, o maior complexo de eventos da América do Sul, que sedia 30% dos eventos que ocorrem no Brasil, recebeu cerca de R$ 4 milhões do Ministério do Turismo para sua revitalização. A obra contemplou a reforma do telhado, a criação de uma nova área para eventos, a requalificação do Auditório Elis Regina, a revitalização de todo o piso do Pavilhão de

Exposições e a implantação de um sistema inteligente de climatização no Palácio das Convenções. A reforma garantiu ao Complexo Anhembi condições de igualdade entre os melhores e mais conceituados centros de eventos do mundo. Em 2013, o ministério investiu mais R$ 60 milhões, provenientes do PAC do Turismo, para nova etapa de melhorias no local.

54 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Complexo Anhembi, que já foi revitalizado com R$ 4 milhões do MTur, recebe mais R$ 60 milhões em investimentos provenientes do PAC do Turismo


Praça dos Girassóis Palmas – TO

[

O Ministério do Turismo financia 275 obras, com R$ 43.345.750,00, em todo o estado do Tocantins.

O Ministério do Turismo repassou mais de R$ 1,4 milhão para a revitalização da iluminação pública da Praça dos Girassóis, cujo perímetro se aproxima dos 4 km. A beleza natural da área de aproximadamente 570 mil m2 é

]

uma das preciosidades de Palmas, a capital mais jovem do Brasil. O espaço público, que concentra os prédios-sede dos três poderes públicos estaduais, está entre os mais disputados para a prática de atividades físicas e de lazer ao ar livre.

56 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Vista aérea da Praça dos Girassóis, remodelada com recursos do MTur


Complexo Beira-Rio Macapá – AP

[

O Ministério do Turismo financia 21 obras, com R$ 27.336.225,00, em todo o estado do Amapá.

A revitalização transformou o Complexo Beira-Rio no mais movimentado polo de lazer, artesanato, gastronomia e entretenimento do Estado. A infraestrutura para visitantes se completa com lindas praças, monumentos, mirante e trapiche. Ali estão importantes referências

]

da cultura e do patrimônio locais, que dão vida ao complexo. As famosas receitas culinárias regionais com peixe fresco e o incrível pôr do Sol que doura o leito do Rio Amazonas fazem do corredor turístico uma “majestade” do turismo em Macapá. Total investido pelo MTur: R$ 1,87 milhão.

58 [ Obras de infraestrutura turística no Brasil – Ministério do Turismo ]

Criação, apuração, redação e edição final

Assessoria de Comunicação Social do Ministério do Turismo-ASCOM

Fotos Sumário e Apresentação Paulino Menezes/MTur

Pág 33 Divulgação/Setur-PB

Pág 9 Diego Gurgel/Setul-AC

Pág 35 Divulgação/Setur-PE

Págs 6/7 Campanha de Obras do Ministério do Turismo

Pág 37 Campanha de Obras do Ministério do Turismo

Pág 13 AmazonasTur

Pág 39 Divulgação/Setur-PR

Pág 15 Tatiana Azeviche/Setur-BA

Pág 41 Campanha de Obras do Ministério do Turismo

Pág 16/17 Divulgação/Secretaria Municipal de Turismo de Fortaleza-CE

Pág 43 Campanha de Obras do Ministério do Turismo

Pág 18/19 Banco de Imagens do Ministério do Turismo Pág 21 Tadeu Bianconi/Setur-ES Pág 23 Carlos Maniçoba Pág 25 Paulino Menezes/MTur Pág 27 Divulgação/PROMINAS Pág 29 Divulgação/Setur-MS Pág 31 Divulgação/Setur-MT

Pág 45 Divulgação/Setur-RO Pág 47 Divulgação/Setur-RR Pág 48/49 Fabiano Mazzotti/Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves Pág 51 Campanha de Obras do Ministério do Turismo Pág 53 Divulgação/Agência Sergipana de Notícias Pág 55 Caio Pimentel/SPTuris Pág 57 Márcio Di Pietro/Secretaria de Comunicação-TO

* Procurada pela Assessoria de Comunicação Social do Ministério do Turismo, a Secretaria de Turismo do Amapá não contribuiu com imagens de obras custeadas pelo MTur no estado. **O Ministério do Turismo financia 147 obras, com R$ 67.528.245,00, em todo o estado do Pará. Procurada pela Assessoria de Comunicação Social do MTur, a Secretaria de Turismo do Pará não contribuiu com imagens e informações de obras custeadas pelo MTur no estado.



Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.