Page 1

Paróquia Nossa

Senhora Aparecida Jardim São Paulo

Ano VII - Edição 69 - Abril de 2014 - Distribuição Gratuita - Mensal


| Expediente

Editorial

Diretor espiritual: Pe. Toninho

Padre Toninho Pároco

Secretaria: Marcia Chequer Greppi Pellegrini Pastoral da Comunicação: Andrezza Tronco, Daniel de Paiva Cazzoli, Márcia Chequer Greppi Pellegrini, Luiz Carlos Spera, Francisco Santos, Carlos Perpétuo Firmino.

Tempos de Morte e Vida Caros irmãos, Deus abençoe a todos! A vida é mesmo uma grande viagem. Às vezes, longa, às vezes curta ou mediana. Na viagem da vida, deparamo-nos com tantos fatos que vão e vêm e nós, muitas vezes, assistimos enquanto continuamos a jornada. Qual é o nosso sonho? O que buscamos? Se tivermos algo assim, ajudará o nosso caminhar. Senão, andaremos para lugar algum, sem saber para onde vamos, vagando para lá e para cá, sem rumo. O sonho nos mantém de pé, mesmo diante de uma dor, de um sofrimento, uma angústia ou 2 desilusão. Tem uma frase muito importante que nos ajuda nesse pensamento: “Não há nada impossível, pois os sonhos de ontem são as esperanças de hoje e podem se converter em realidade no amanhã”. Viver na Esperança é certificar-se de estar envolto às boas notícias do Reino, aceitando que há um horizonte e que existe um caminho para se chegar lá. Naturalmente os obstáculos nos aguardam, como sempre lhes falo nas celebrações. Mas sem lutas, não há vitórias. Tendo à frente os sonhos, temos também a energia de enfrentar o mundo, a humanidade violenta, as pessoas más e qualquer outra situação ruim, sem que precisemos nos corromper. Enfrentamos a hipocrisia, a maldade, o ódio, e um dia seremos vencedores como o foi Jesus Cristo. Aliás, Ele aparentemente foi derrotado, porque O mataram e O pregaram numa cruz. Mas não costumamos dizer que as aparências

Projeto Gráfico: Francisco Santos Fotos: Carlos Firmino

enganam? Pois é. Enganou-se quem achou que Ele foi vencido. Na verdade Ele quis morrer a nossa morte, enfrentando-a e vencendo-a. E assim, nunca mais a teremos como inimiga para nos amedrontar. O sonho e a Esperança continuam e, agora, em tempos de vida nova, porque o tempo de morte foi vencido. Pela fé, agora temos certeza para onde caminhamos e, se alguém nos interpelar, saberemos responder com mais propriedade. Mas é preciso alimentar a fé, sem ela não há horizonte. E se não tem horizonte não precisa de caminho. E sem caminhos ou estradas não andaremos, pois o nosso corpo físico necessita. Em um segundo momento este mesmo corpo físico, mas transformado, não precisará mais de estradas térreas porque nada mais lhe segurará. Estará inteiramente livre das amarras. É A RESSURREIÇÃO E A ETERNIDADE QUE CHEGARAM PARA NÓS. Meus caros irmãos, estão chegando o tempo de morte e o tempo de vida. É preciso participar tanto de um, quanto de outro. Mas apenas um sairá vencedor. Nós estaremos juntos nessa vitória. BOAS CELEBRAÇÕES DURANTE A SEMANA SANTA E UMA FELIZ PÁSCOA!

Contribuição: Andrezza Tronco, Carlos Perpétuo Firmino, Clemente Raphael Mahl, Maria Dejania Domingues Oliveira Revisão das matérias: Daniel de Paiva Cazzoli INFORMATIVO PAROQUIAL Rua Parque Domingos Luiz, 273 Jd. São Paulo tel. 11 2979-9270 Contato: informativonsaparecida@yahoo.com.br www.nsaparecidajsp.com.br Mídias sociais:

nsaparecidajsp nsaparecidajsp

Arraiá Junino 2014 Pessoar, tá todo mundo animado pro nosso festão? Contamo cocêis pra colaborá pra nossa festa junina... Vai tê um montão de dia: 14, 15, 21, 22, 28 e... ufa... 29 de junho. Mais cêis sabe que sempre precisamo de gente pra colaborá com as despesa e com os serviço, né? Epa... cê pode? Ô, coisa boa! Então é só procurá a secretaria da nossa paróquia e dá seu nome e telefone. Deus te pague! | Comissão de Festas


os discípulos missionários estão preparando as famílias para o encontro pascal, pela novena e encontros bíblicos nas casas. Saí fortalecido, pois vi que a experiência pascal com o Senhor vivo e ressuscitado será o grande encontro para todos aqueles que procurarem a comunidade e, em silêncio, recordei as belas palavras do Documento de São Domingo: “a Paróquia é o lugar onde se acolhem as angústias e esperanças dos homens, é o lugar da solidariedade com suas aspirações e suas dificuldades, é o lugar do perdão” (SD 58).

Palavra do Bispo Dom Sergio de Deus Borges Bispo Auxiliar de São Paulo Vigário Episcopal para a Região Santana O Encontro Pascal com o Senhor Os discípulos fizeram a surpreendente experiência do encontro com Jesus. Compartilharam com Ele a vida, as dificuldades, os ideais e a missão de proclamar a chegada eminente do Reino de Deus. Proclamaram com alegria o Reino e Jesus afirmou que eles eram sal e luz do mundo. O triste acontecimento da paixão e morte do Senhor e a atitude da maioria dos discípulos que, naquela hora de dor, colocaram-se em fuga, geraram o desalento, a tristeza e a perda de motivação para continuar a missão que lhes fora confiada pelo bom Mestre. Porém, na manhã da Páscoa, os discípulos estavam reunidos em comunidade, junto com Maria e realizaram a nova experiência do encontro com o Senhor: Ele está vivo, ressuscitou! Na comunidade, receberam de Jesus ressuscitado o dom de uma vida nova, dom que é total em Cristo e inicial em cada um de nós. O “lugar” desse surpreendente encontro pascal, renovador e de paz com Jesus foi a comunidade dos discípulos. Naquele dia, Jesus acolheu as angústias e esperanças daqueles homens e renovou todas as coisas, renovou o coração, perdoou os pecados e concedeu a Paz, isto é, o verdadeiro sentido da vida e da missão: recordou que eles eram sal e luz, discípulos missionários (Jo 20,1923). Transformados por Jesus Cristo, vivendo em Deus e por Deus, os discípulos missionários saíram pelo

mundo e formaram comunidades, “lugares” de encontro pascal, trabalhando incessantemente pela vida, acolhendo com simplicidade e propiciando a reconciliação, tornandose sinais da manifestação do Reino de Deus. Eles fizeram a alegre descoberta que “a comunidade de fé é o ‘lugar’ para o encontro pascal com o Senhor que ‘acolhe, forma e transforma, envia em missão, restaura, celebra, adverte e sustenta’” (CNBB, Doc. 94, no. 56).

Haverá uma feliz Páscoa para aqueles que encontrarem o Senhor na comunidade de discípulos missionários. Desligado da comunidade não haverá felicidade, porque não haverá o encontro...

Os discípulos missionários do passado e do presente prepararam em nossa cidade muitos “lugares” para realizar o encontro pascal com o Senhor ressuscitado: as comunidades paroquiais. A comunidade – a paróquia – reunida pelo Cristo, crucificado e ressuscitado, é o “lugar” especial para o perdão dos pecados, para reconciliar o mundo com Cristo e expandir a mensagem da Boa-Nova a toda a humanidade (CNBB. Estudo 104, n. 31). Hoje, os discípulos missionários, em comunidade, continuam oferecendo o “lugar” para o encontro pascal com o Senhor: a celebração dominical na quaresma, os momentos penitenciais, as confissões organizadas em todos os setores e paróquias, a liturgia da Palavra. Acompanhei, nos setores, a reunião dos padres e fiquei feliz em ver como estavam preparando com carinho as suas comunidades para a Páscoa, organizando as celebrações e propiciando o encontro com a misericórdia divina, por meio das confissões. Relataram que

CONFISSÕES COMUNITÁRIAS 01/04 - Paróquia Santa Terezinha - 20H 03/04 - Paróquia Nsa. Sra. Aparecida- 20H 04/04 - Paróquia Sant`Ana - 20H 10/04 - Paróquia Salete - 20H 11/04 - Paróquia Santa Luzia - 20H

“A equipe do Encontro de Casais com Cristo tem o prazer de convidá-los para o nosso chá beneficente, em prol do próximo ECC. Dia: 09/04/14 Horário: 14h00 Valor do convite: R$ 15,00”

Dra. Patrícia V. Cordeiro Quispe DERMATOLOGIA - MEDICINA OCUPACIONAL CRM 91836 Av. Nova Cantareira, 1984 sala 142 Tucuruvi - São Paulo SP

2597-8743 99312-6118

conceitodermatologia@gmail.com

Tratamento dos Pés

TRATAMENTOS DE CALOS, CALOSIDADES, UNHAS ENCRAVADAS, ORTONIQUIA (CORREÇÃO DE UNHAS), TRATAMENTO AUXILIAR P/ MICOSE DE UNHA, ESPECIALIZADO EM PÉ DIABÉTICO.

Marcos S. Garcia PODÓLOGO

Instrumental Esterilizado a 180ºC Rua Paulo Maldi, 183 - Sala 3 - Parada Inglesa CEP 02303-050 - São Paulo / SP

Tes.: (11) 2283-1576 Cel.: (11) 99688-1969 marcossgarcia@uol.com.br

3


Paróquia Nossa

13/04/2014 – DOMINGO DE RAMOS E DA PAIXÃO

Senhora Aparecida 2014

PROGRAMAÇÃO

Jardim São Paulo

semana santa

7h30 - Missa com bênção dos Ramos na Igreja. 9h30 - Bênção dos Ramos na Praça do Metrô (próximo ao ponto de ônibus da Av. Leôncio de Magalhães), seguida de procissão e missa na Igreja. 19h00 - Missa com bênção dos Ramos na Igreja. 17/04/2014 – QUINTA-FEIRA SANTA 9h00 - Missa do Crisma e renovação das promessas sacerdotais na Catedral da Sé. 20h00 - Missa da Ceia do Senhor, cerimônia do Lava-pés e Trasladação do Santíssimo. A adoração acontecerá até a meia-noite. 18/04/2014 – SEXTA-FEIRA SANTA 7h00 - Reinício da adoração, seguindo a escala de pastorais, até as 14h45. 15h00 - Solene ação litúrgica da Paixão do Senhor e Adoração da Cruz. 19h00 - Procissão com a imagem do Cristo morto pelas ruas do bairro. Neste ano haverá o encontro com a procissão da paróquia Nossa Senhora da Salette. 19/04/2014 – SÁBADO SANTO 19h00 - Vigília Pascal com bênção do fogo e da água.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA – JARDIM SÃO PAULO

20/04/2014 - DOMINGO DA RESSURREIÇÃO

Rua Parque Domingos Luiz, 273 • Jardim São Paulo CEP: 02043-081 • São Paulo – SP • Fone: 2979-9270 E-mail: paroquia@nsaparecidajsp.com.br • www.nsaparecidajsp.com.br

4

Missas: 8h00, 10h00 e 19h00.

/nsaparecidajsp

/nsaparecidajsp

História de uma mártir bem-aventurada: Lindalva Justo de Oliveira Irmã Maria Dejania Domingues

Nasceu no Sítio Malhada da Areia, no município de Assu, no Rio Grande do Norte. Filha do segundo matrimônio do agricultor João Justo da Fé e Maria Lúcia da Fé, Lindalva foi a sexta, dos treze filhos do casal. Ingressou na Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, na província do Recife, no dia 16 de julho de 1989. Era constante sua inclinação para ajudar os pobres, doentes e idosos. No dia 26 de janeiro de 1991, Irmã Lindalva é enviada em missão ao Abrigo Dom Pedro II, na Bahia, bairro do Roma, na cidade baixa, em Salvador. Irmã Lindalva é destinada a um pavilhão que atende a 40 anciãos. Todos os testemunhos colhidos para o processo de beatificação

relatam sua simplicidade, cordialidade e alegria com que tratava a todos. Realiza serviços simples e humildes para os idosos internos. Em janeiro de 1993, devido a uma recomendação, o abrigo teve que acolher entre os anciãos Augusto da Silva Peixoto, homem de 46 anos, que não tinha direito de ser interno, em virtude de sua idade. Ele passou a assediar Irmã Lindalva, tornandose insistente e inconveniente. A religiosa, com medo, procurou afastarse o mais que pôde de Augusto. Narrou a situação a outras irmãs e intensificou sua vida de oração. Seu amor aos idosos a mantiveram no abrigo e chegou a confidenciar a uma coirmã: “Prefiro que meu sangue seja derramado do que afastar-me daqui”. No amanhecer do dia 9 de abril, Sexta-Feira Santa, Irmã Lindalva participou da Via-Sacra, na paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem. Ao regressar, serviu o café da manhã aos idosos, como de costume. A irmã – ocupada com o serviço – não

percebeu que Augusto se aproximava. Foi surpreendida com um toque no ombro. Ao virar-se, recebeu os golpes que lhe tiraram a vida. Um senhor ainda tentou intervir; mas Augusto ameaçou de morte quem ousasse se aproximar. Após o crime, o assassino foi esperar a polícia sentado em um banco, na frente do abrigo. Após a condenação, foi internado em um manicômio judiciário. Os médicos legistas identificaram 44 perfurações no corpo da religiosa. Imediatamente seu assassinato foi identificado pela comunidade católica como martírio e associaram a tragédia às celebrações da Sexta-Feira da Paixão. Colabore com a canonização da BEMAVENTURADA LINDALVA JUSTO DE OLIVEIRA, depositando a quantia que seu coração generoso desejar. Agência nº 3505-x / Conta corrente nº 33033-7 – Banco do Brasil


Chegada ao céu Clemente Raphael Mahl | rafaeli@uol.com.br

Foi um calvário. Um sentir-se abandonado pelo Pai. Uma sexta-feira santa. Santa nem tanto. A purificação foi pela dor, pois sobraram muitas lacunas nas sendas do amor. Mas, enfim, chegou a hora da prestação de contas. Foi uma longa conversa entre mim e o Pai. Houve uma chuva incessante de misericórdia. Caso contrário... “É eterna a misericórdia do Senhor para com os que o temem” (Sl 102,17). “Louvem o Senhor, porque ele é bom; porque eterna é a sua misericórdia” (Sl 117,1). “Desçam sobre mim as suas misericórdias, Senhor, e a sua salvação, conforme as suas promessas” (Sl 118,41). E desceram sobre mim as suas misericórdias. Sim, estava ali só por causa da infinita misericórdia do Senhor. Ela não tem fim. “Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos a vida juntamente com Cristo...” (Ef 2,4). A impressão que me deu foi a de que a entrevista com o Pai teve duração longa, mas como sabê-lo, se no céu não há mais contagem do tempo? Ele até me perguntou se na terra eu deixara algumas frustrações. Prontamente, respondi que sim. Por exemplo, a de que eu não aprendera a tocar qualquer instrumento musical com que poderia ter alegrado e animado grupos de catequese e até comunidades inteiras. O Pai, então, convidou-me para grande concerto de orquestra e coro. Imagine! Deume até a primazia de escolher duas músicas importadas da Terra. De pronto, eu disse: O 42º movimento de “O Messias” (o conhecido Alleluia de Georg Friedrich Händel) e o Bolero de Maurice Ravel. Fiquei pensando: se traz gente da terra, também pode trazer a boa música. E ainda: por que não tocar um bolero no céu? Afinal, os verdadeiros amigos da terra e os do céu formam a “comunhão dos

Atendemos em domicílio

FONES: (11) 3804-8186 / 99523-9143(VIVO) / 99248-4850 (CLARO) Rua Parque Domingos Luis, 612 Jd. São Paulo - CEP- 02043-080

(Próximo à Estação do Metrô Jd. São Paulo)

santos”, não é mesmo? Disse-me, então, o Pai: “Aqui é assim: ouvirás uma só vez a música e estarás apto a tocá-la também”. Um calafrio intenso perpassou todo o meu corpo, agora “corpo espiritual” (1Cor 15,44). Assim se deu. Eu, de coração agradecido, recebi aquela apresentação como as boas-vindas: as duas músicas que por liberalidade do Senhor pude escolher e mais outras seis constavam do repertório. Depois, enquanto acolhíamos novos habitantes no céu, sem nenhuma interrupção, eu já fazia parte integrante da orquestra, dominando com toda perfeição o contrabaixo. Também por bondade, sabedoria e misericórdia dele. Um grande contingente de pessoas à soleira da porta do céu, como que tendo ensaiado uma fala coletiva, perguntou: - O que é o céu? Ao que disse Pedro: - Céu não é ponto geográfico nenhum. Não é segundo nem terceiro universo. Céu é delícia do espírito, bemaventurança, definitividade da vida, isenção de dor, ausência total de sofrimento, é morte superada para sempre. É plenitude de felicidade. É convívio dos eleitos. Céu é admiração mútua sem fim. E Maria, ali do lado: - É eterna contemplação do DeusAmor, face a face. O Filho, sentado à direita do Pai, declarou: - “Haverá no céu mais alegria por um só pecador que se converte, do que

por noventa e nove justos que não precisam de conversão” (Lc 15,7). E Paulo, convertido por uma paixão, deu seu testemunho: - Quando estávamos lá de onde vocês vieram, aguardávamos ansiosamente o Senhor Jesus Cristo como Salvador. Ele transformou nosso corpo miserável, tornando-o semelhante ao seu corpo glorioso (cf. Fl 3,20). “Ouviu-se, então, uma voz forte no céu, proclamando: “Agora realizou-se a salvação, o poder e a realeza do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo [...] Por isso, faça festa, ó céu. Alegrem-se os que nele habitam” (Ap 12,10.12).

ERRATA Devido a uma falha de revisão, no jornal de fevereiro/2014 publicamos novamente o texto “A Pedido do Edu”, de autoria de Clemente Raphael Mahl. Esse artigo já havia sido veiculado na edição de dezembro/2013. Pedimos desculpas ao autor e aos nossos leitores pelo inconveniente.

5


Campanha da Fraternidade 2014

Missa de imposição de Cinzas - 19/02

+ fotos em facebook.com/ nsaparecidajsp no link FOTOS.

6

Assessoria ao Estudante Intensifique desde já o seu aprendizado com a colaboração do professor continuo. Matemática, física, química, português, inglês, ciências e biologia. Profº William 2977-3063 | 99638 3430

Centro Comunitário – Mês das Mães O Centro Comunitário de nossa paróquia está precisando de contribuições para montar os kits para o Dia das Mães. São necessários produtos de higiene pessoal, tais como: sabonete, creme dental, escova de dente, absorvente, shampoo, condicionador e pente. Agradecemos, desde já, sua colaboração.

Acupuntura Comunitária Quando as palavras se calam o corpo sente. Reative seu equilíbrio energético aqui na sua paróquia.

Cláudio 994243950 | 2485-4718

moda masculina e feminina adulto e infantil Fone: (11) (11) 2283-1328 2283-1328 Fone: Av. Leôncio Leôncio de de Magalhães, Magalhães, 1236 1236 || Jd. Jd. São São Paulo Paulo Av.


Aniversariantes

Governo libera recurso para revitalização de Praça no Jardim São Paulo “Na manhã de 17/03 participei de encontro com o Padre Toninho, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida do Jardim São Paulo, na Zona Norte. Conversamos sobre a liberação da emenda apresentada pelo nosso mandato para iniciar as obras de revitalização das três grandes áreas verdes que ficam ao lado da Paróquia. O local terá palco com pequena arquibancada, horta comunitária, novas calçadas, iluminação, aparelhos de ginástica e playground, mesas de jogos e pergolado. A primeira etapa do projeto será definida pela própria comunidade. O recurso liberado pelo governo é de R$ 150 mil. A praça ainda será rebatizada com o nome da Santa Padroeira do Brasil: Nossa Senhora Aparecida. Essa conquista também faz parte da elaboração participativa do Plano de Bairro Santana, organizada pelo Movimento Santana VIVA.” José Police Neto Presidente da Câmara Municipal de vereadores de São Paulo.

01 Luiz Henrique Fernandes De Abreu 03 Luiz Gonzaga Cortez Garcia 06 Laura Coelho Abreu 06 Fabiana Almeida F. de Faria 07 Regis Alves Bernardino Lara 09 Onofre Sampaio 09 Renilda Maria do Patrocinio Narciso 11 Iraci Marinho de Azevedo 12 Érica Regina Amorim Moraes 13 Paulo Cesar A Pereira 13 Rafael Marques De Asiis 14 Marisa Elena Sciacca 16 Erlon Martinho Pontes 17 Edvaldo Oliveira Cruz 22 Maria Augusta da A.Rodrigues 22 Patricia Toddai 24 Maria Helena Almeida Santos 25 Elodi Fortes Santa Clara 26 Lucilene Sousa Teixeira 27 Fabiana Bergamin 28 Francisca Vendite Gibrail 28 Marilene V. Blaite Dellabarba 29 Anadir de Araujo Degani 29 Marialice Florinda Da Silva 29 Thais de Oliveira Gomes 30 Ester Sita Farias 30 Iara França Fernandes Moretti ANIVERSARIANTES GRUPO DE ORAÇÃO 12 Sandra Regina da Silva Belli 13 Manoel Gonçalves Moura Neto 13 Doralice de Lunas Leme Gonçalves 15 Lionete Alves Pereira 16 Maria José Belo Ferreira Pires 21 Fernanda Ahovagi 23 Marcos Antonio Caieiro 25 Ilnete Serra Dutra 30 Maria Aparecida Barbosa da Silva ANIVERSARIANTES COMISSÃO DE FESTAS 08 Willian Del Vecchio 20 Albano Antero Pinheiro Gomes 28 Benedito Luiz Silva Pinto 28 Carlos Alberto Florindo da Silva

Batizados - Março Beatriz Zambotti Motta Neves Gabriel Luis Mendes Santana Gabriele Madeira Ingrid Naomi Vido Isabella Gabriely Café dos Reis

Romaria da Arquidiocese à Aparecida No dia 04 de maio nossa paróquia participará da 113ª. Romaria da Arquidiocese à Aparecida. Se você estiver interessado, inclua seu nome na lista disponível na secretaria.

João Pedro Bermudo Gama Miguel Henrique R. Ribeiro da Silva Nicolas Nardini Biondi dos Santos Paulo Henrique Steinhauser Generoso Rafaela Ravaioli Lima Renan Alves de Oliveira

Jantar português Queridos amigos, estamos programando para o dia 17 de maio um delicioso Jantar Português, em nosso salão paroquial. Em breve divulgaremos mais informações sobre a venda dos convites.

7


Atividades da comunidade - Abril Dia Semana

1

Ter

Atividade

Pastoral

Hora

Local

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Entrega das cestas

Centro Comunit.

14h

Sede

Encontro

Catequese

14h30

Salas de catequese

20h

Igreja

14h

Salão

14h

Igreja

15h

Igreja

2

Qua

Via-Sacra

3

Qui

Reunião

Idade de Ouro

Via-Sacra 4

5

6

7

Sex

Hora Santa e Missa

Apost. da Oração Jovens

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Missa

Apost. da Oração

08h

Igreja

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

14h30

Salas de catequese

Sáb

Dom

Seg

Encontro

Catequese

Encontro setorial sobre a Sacrosanctum Concílio - 11º Plano de Pastoral Encontro 8

Ter

Encontro

Catequese Catequese

Encontro setorial sobre a Sacrosanctum Concílio - 11º Plano de Pastoral 9

10

Qua

Via-Sacra

Paróquia Salette

09h

Salas de catequese

14h30

Salas de catequese

20h

Paróquia Salette

20h

Igreja

14h

Salão

Recitação das mil Ave-Marias

08h

Igreja

14h

Salão

14h

Igreja

Qui

Sex

20h

ECC

Bingo do ECC

Reunião 11

Cúria Regional

Encontro de formação

Idade de Ouro

Via-Sacra

Paróq. S. Teresinha

Encontro com os jovens 12

Sáb

Encontro

Catequese

Missa em ação de graças a Nossa Senhora Aparecida 13

14

15

Dom

Seg

Ter

09h

Salas de catequese

17h

Igreja

Domingo de Ramos. Missas: 07h30, 09h30 e 19h Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Encontro

Catequese

14h30

Salas de catequese

Reunião pastoral

Batismo

20h

Nas casas

Reunião com os pais das crianças da 2ª turma

Catequese

20h

Salão

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Encontro

Catequese

14h30

Salas de catequese

Reunião

Liturgia

15h

Sala

Reunião

Família

20h30

Salão

17

18

19

20

Qui

Sex

Quinta-feira Santa - Missa da Ceia do Senhor

20h

Missa do Crisma e Renovação das Promessas Sacerdotais

09h

Sexta-feira Santa - Celebração da Palavra e Adoração da Cruz

15h

Sábado Santo - Missa da Luz

19h

Partilha do Dízimo

Sáb

Dom

Catedral da Sé

Reunião do pré e pós-Matrimônio

Família

15h

Salão

Ressurreição do Senhor - Missas às 08h, 10h e 19h Partilha do Dízimo

21 24

26

Seg

Feriado de Tiradentes Reunião pós-encontro

E.C.C.

20h30

Salão

Reunião

Idade de Ouro

14h

Salão

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Reunião com os pais das crianças da 1ª turma

Catequese

10h30

Salão

Preparação de pais e padrinhos

Batismo

13h

Salão

Qui

Sáb

Caminhada da Juventude 27

28

29

30

Dom

Vaticano

Celebração do Batismo

Batismo

11h30

Igreja

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Encontro

Catequese

14h30

Salas de catequese

Reunião do Conselho Paroquial

Pastorais

20h

Salão

Encontro

Catequese

09h

Salas de catequese

Reunião

Saúde

15h

Salão

Seg

Ter

Qua

RESA

Canonização dos Bem-Aventurados João XXIII e João Paulo II

Encontro

Catequese

14h30

Salas de catequese

Reunião do setor Santana

Apost. da Oração

15h

Paróquia Santana

Início da Assembleia Geral da CNBB

Programação própria

Aparecida

Missas Segunda-Feira - 15h (com novena pelas almas) Terça-Feira - 20h Quinta-Feira - 20h Sexta-Feira - 15h Sábado - 17h* Domingo - 8h/10h/19h * em todo último sábado do mês, a missa será celebrada por intenção das coordenadoras e das famílias que recebem a capelinha de Nossa Senhora Aparecida.

Confissões

Terça e sexta-feira, das 10h às 11h30. Caso haja necessidade de outro horário, agendar na secretaria.

jornal_nsa_abril  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you