Issuu on Google+

Maio / 2014

Ano X

Informativo São Francisco

1

Boletim Informativo da Paróquia São Francisco de Assis - Sorocaba/SP

Semana Santa

Nº 140

Maio / 2014

Canonização Papa João Paulo II Papa João XXIII

Pag. 6

Maio MÊS DE MARIA, NOSSA MÃE Pag. 3

Matéria Especial Semana Santa Pag. 4 e 5

Mural Batismo Paroquial Fotos Históricas da Paróquia

Pag. 8


2

Informativo São Francisco

Editorial

Queridos irmãos e irmãs, Paz e Bem! É sempre com muita alegria e satisfação que veiculamos o jornal da nossa paróquia, com informações sobre acontecimentos significativos e assuntos pertinentes. Sendo assim, aproveitamos para agradecer a todos que colaboram com a Pascom, pastoral que evangeliza através dos meios de comunicação, especificamente, pelo Site e o Jornal Impresso. Sobretudo neste mês de maio, a Igreja celebra Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe. Festejamos Nossa Senhora de Fátima, relembrando um dos muitos títulos de Maria de Nazaré. A nossa querida Mãe, que apareceu em Fátima e em tantos outros lugares, para tantas pessoas de fé. Maio, mês que tem um sentido maior da proteção de Nossa Senhora com seu manto sagrado, comemoramos também o dia das Mães, berço da vida e um oceano de amor, a maior representação da existência de Deus na terra. No dia 1º, a celebração será para todos os Trabalhadores. Acontecerá também neste mês,o “51º Dia Mundial de Oração pelas Vocações”, “Vocações, testemunho da Verdade” é o tema da mensagem do Papa Francisco. Esse dia é uma ocasião especial para se intensificarem as orações pelas diversas vocações e para falar sobre a importância delas na vida e na missão da Igreja. Estamos vivendo momentos sublimes, o Ano do Jubileu de Ouro, e podemos afirmar que há 50 anos, com Maria, a Paróquia está fazendo o Evangelho acontecer nos nossos corações. Acompanhados por Nossa Senhora, que nos leva até seu Filho, continuemos a olhar para Cristo Ressuscitado, só Ele é a fonte da Vida Plena. Celebrar o Jubileu de Ouro é ocasião favorável para tornar-nos melhores discípulos de Jesus e reavivar o nosso espírito missionário. É um convite a todos nós para rezarmos por mais operários na messe, para sermos autênticos seguidores de Jesus, o “Bom Pastor”. Oremos pelas vocações e para que sejamos bons operários.

MARIA DE LOURDES SOUZA (MALU)

Maio / 2014

Maio mês das Mães, mês de Maria A

o completarmos o ciclo Pascal, para a nossa felicidade chegamos ao mês de maio, e este mês é para nós cristãos, um mês especial, pois ele é dedicado às mães e à Nossa Mãe Maior Nossa Senhora. Antes, no entanto de falarmos de Maria, vamos relembrar o sacrifício proposto por Jesus Cristo a toda a humanidade. Segundo seus ensinamentos, não é preciso ter cargos, não é preciso ter poder. É necessário, antes de mais nada, abraçar a cruz, da mesma forma que ele abraçou, tornando-se servidor dos marginalizados. O grande convite de Jesus ao entregar-se a nós no calvário está em sua lição de amor, um amor sem medida, um amor compromissado com a causa do reino. È este o convite feito aos apóstolos na ultima ceia, e esse convite também é dirigido a cada um de nós, quando adentramos à igreja. Comunidade, é preciso que renunciemos à nossa prepotência, nosso orgulho e trabalhemos em comum àqueles irmãos marginalizados. Aqueles bancos vazios devem incomodar a todos que esperam um dia estar na gloria do Pai, pois assim como ele o fez para com o seu filho, permitindo que a sua promessa fosse cumprida até o fim, ele também cobrará de nós: onde estavam vocês, quando o irmão

A força da palavra

Era uma vez... Alguém que não acreditava em nada, achava que tudo era obra do acaso. Para ele, o mundo sempre existiu e a vida também. Por pensar assim, seus valores pessoais estavam muito aquém do normal. Os nobres sentimentos não faziam parte do seu íntimo. Por ser assim, passou a vida sem emoções, sem alegrias, sem tristezas e sem o principal: o amor. Na verdade essa pessoa apenas passou pela vida, não a sentiu na sua plenitude. Não sorriu, não cantou, não chorou, não viveu. Se tivesse acreditado em Deus, certamente teria sido muito feliz. Que pena ! Nelson Nemer

pobre, descamisado, injustiçado não teve as mesmas chances de partilhar a Santa Mesa Eucarística? O Mestre de Nazaré não irá pedir a cada um de nós um relatório das missas e celebrações que participamos, mas sim da bondade e do acolhimento que fizemos com aqueles que se sentem excluídos do seu Banquete Divino. Mas este mês, é o grande mês de Maria e, se queremos aprender a verdadeira humildade, basta olhar para a sua caminhada, a forma como essa mulher se colocou diante de seu filho como serva, preparou-o para o mundo, mas colocou-se como serviço a todos aqueles que buscavam seguir seus ensinamentos. Maria, em sua caminhada, buscou consolar os Apóstolos no momento de desanimo, buscou aprender em Cana, que o momento de Jesus agir, dependia da companhia do pobre e do servo. Maria, em sua intensa caminhada não cobra nada, mas coloca-se como servidora de todas, e é na cruz do Cristo que ela recebe a sua maior missão, quando Jesus pede ao discípulo amado que a receba em sua casa, e que ela, como mãe o receba em seu coração. Está refeito a nova aliança, entre o que tinha acontecido e o que viria a acontecer com o mundo. Jesus, ao entregar sua mãe nas mãos de João, coloca-a como co-redentora de seu projeto de amor, pois ele tinha certeza de que a caridade expressa

em seu olhar, o carinho e a humildade serviriam de alicerce para a construção de uma Igreja sólida no amor, mas benevolente na humildade. Maria, ao ser coroada Rainha, coloca-se como todas as mães esquecidas e marginalizadas, coloca-se como todas as mulheres encarceradas em suas próprias casas, coloca-se como mistério do amor do Pai e, principalmente como primeiro sacrário, onde Jesus alimentou-se e tornou-se para todos os homens, a Salvação. Ao ser revelada como Mãe de Nosso Senhor, representa em sua caminhada todas as Mães, todas as mulheres que puderem ter a graça de dar à luz. Maria celebra com elas a sua angústia as suas dores, e também suas vitórias, pois a Mãe sabe da importância de ver o filho feliz e sabe também o quanto o filho sofre, sabe o quanto o filho precisa de um abraço amigo e de uma palavra de consolo. Maria, assim como todas as mães, pede ao seu filho, que continue amando e transformando a sociedade em um lugar seguro de se viver e de se construir a verdadeira fraternidade. Celebrar o mês de Maria, é celebrar a festa da Redentora, daquela que foi capaz de amar sem cobrar nada. Busquemos nos gestos de Maria, a nossa verdadeira conversão, pois com certeza todos os Santos e Santas de Deus buscaram a perfeição de servir a partir do exemplo de Nossa Senhora. E fica claro, que ajudar Isabel,

PRIMEIRA EUCARISTIA Neste mês de maio, nossa paróquia viverá momentos importantes, quando alguns de nossos jovens paroquianos receberão o Sacramento da Eucaristia, sentindo, pela primeira vez, a verdadeira comunhão com Jesus. CALENDÁRIO Dia 18 de maio (domingo) às 08h00 na Comunidade São Pedro Dia 18 de maio (domingo) às 19h30 na Comunidade Nossa Senhora do Carmo Dia 24 de maio (sábado) às 17h30 na Comunidade São Mateus Dia 25 de maio (domingo) às 18h00 na Comunidade Nossa Senhora Aparecida Dia 31 de maio (sábado) às 19h30 na Comunidade São Francisco Pastoral da Catequese

EXPEDIENTE Informativo São Francisco - Ano X nº: 140 - Maio/2014 - Publicação Mensal Responsável: Pe. Frei Cid Tadeu Passos OFM - Coordenadores Pascom: Sérgio e Solange Morbiolo Redatores e Noticiarista: Equipe PASCOM - Diagramação e arte: Wilson Roberto Grillo Jr. Impressão: Diário de Sorocaba Tiragem: 1200 exemplares - Para anunciar ligue: (15) 3231-3100 e-mail: paroquia@saofranciscovilaassis.com.br site: saofranciscovilaassis.com.br

é ajudar o irmão empobrecido, interceder pelo vinho em Cana, e colocar-se a serviço da unidade da família e, por fim, encontrar-se aos pés da cruz diante de seu filho fragilizado pelos pecados do mundo, é estar em unidade com o Pai que a colocou em missão, em unidade ao filho que neste momento é devolvido a Deus, e ao Espírito Santo que realiza obras verdadeiras em todos os filhos e filhas de Deus. Carlos Roberto Jacomini

Poesia do Mês

CELEBRAR A VIDA Celebrar a vida em Cristo É primeiramente crer Naquele que por amor A própria vida entregou Para que pudéssemos viver. E no madeiro da cruz Sangue e suor derramou E a vida, pelo Pai nos dada E pelo pecado ceifada Ele ali, nos resgatou. Cristo realmente veio Para nossa liberdade E oferece esta graça Para toda a humanidade. Pregou a paz e a justiça A caridade e o perdão Antes de Sua partida Nos deixa a grande lição: É maior aquele que sabe Servir e ajudar o irmão. E sabendo já o momento Em que ao Pai voltaria Conosco fica para sempre Na Sagrada Eucaristia. E em seus últimos momentos Na mais profunda agonia Nos confia à proteção Da Mãe, a virgem Maria. Morre...! Porém R E S S U S C I T A! Da nossa fé, a razão! Pois vivendo unidos a Ele Em comunhão com o irmão Temos também a certeza Da nossa R E S S U R R E I Ç Ã O Cleonice Pereira


Maio / 2014

Informativo São Francisco

MÊS DE MARIA, NOSSA MÃE Nós, da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, convidamos todos a prestigiarem nossa FESTA EM LOUVOR A MARIA, que acontecerá no mês de maio. Venham participar das celebrações, louvando nossa mãe. Haverá festa externa, tudo preparado carinhosamente para a família: Dia 23/05 (sexta-feira) às 19h30; Dia 24/05 (sábado) às 19h30; Dia 25/05 (domingo) às 18h00.

NOVO COROINHA No dia 26 de abril, sábado, um novo coroinha recebeu a batina em nossa Paróquia. Na Comunidade São Mateus, na missa das 17h30, foi feita a investidura de Igor Miguel, aos 9 anos de idade. Parabéns Igor por sua dedicação, e seja bem vindo à Pastoral dos Acólitos! Que Deus abençoe você nesta nova etapa de sua vida. Altair e Paula Pastoral dos Acólitos

ADIVINHE QUEM SÃO

3

Vamos identificar estas crianças?

RESPOSTA ADIVINHE QUEM são

Da edição de Abril Momento de confraternização entre alguns líderes da Paróquia São Francisco de Assis. Estão presentes: O Pároco Frei Henrique, casal Gomes e Lia, Pedro, S.Aureliano, Ede Marcelo, Dona Nina, Dona Mulata e S.Firmino

N

Encontro de Noivos

os dias 05 e 06 de abril, foi realizado na Comunidade São Mateus, o Encontro de Noivos, sob a proteção e as graças de Nossa Senhora. Gostaríamos de pedir as bênçãos do Senhor para os casais que fizeram o encontro e agradecer a equipe que trabalhou para que esse evento acontecesse, com total comprometimento, amor , carinho e dedicação! Amém. “ O matrimônio é um trabalho de ourivesaria que se constrói todos os dias ao longo da vida” Papa Francisco Pastoral dos Noivos


4

Informativo São Francisco

Maio / 2014

MISSA DO CRISMA OU SANTOS ÓLEOS No dia 16 de abril, quarta-feira, celebrada pelo nosso Arcebispo Dom Eduardo, na Catedral Metropolitana de Sorocaba, aconteceu a Missa do Crisma ou Santos Óleos, com a presença de muitos padres que renovaram seus compromissos sacerdotais. O Casal Coordenador de Pastorais, Leônidas e Regina, representou nossa paróquia e trouxe até nós os Santos Óleos, que serão usados nos Sacramentos do Crisma, da Unção dos Enfermos e do Batismo.

PAIXÃO DO SENHOR Na Sexta-feira Santa, relembra-se que Jesus Cristo se fez vítima, com sua entrega total pela humanidade, para que ficássemos livres de todas as nossas culpas. No dia 18 de abril, sexta-feira, segundo dia do Tríduo Pascal, o nosso Pároco Frei Cid realizou a celebração da Paixão do Senhor, que consta de três partes: Liturgia da Palavra Ouvindo e refletindo sobre os acontecimentos daquele dia, pudemos sentir a fragilidade que Jesus demonstrava, fiel aos desígnios do Pai, sendo torturado, humilhado e carregando a pesada cruz, onde seria finalmente crucificado. Tudo isto por amor a nós. Adoração de Cristo na Cruz Na Adoração, beijamos sua imagem na cruz, demonstrando o reconhecimento

MISSA DA CEIA DO SENHOR ENCONTRO DAS IMAGENS No dia 15 de abril, terça-feira, aconteceu o Encontro das Imagens, outro evento importante para a nação católica, relembrando o encontro de Jesus Cristo com Sua Mãe Maria, durante a sua caminhada até o Calvário, na Via Dolorosa. Nossa paróquia realizou o Encontro das Imagens de Nosso Senhor dos Passos e de Nossa Senhora das Dores, na igreja da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, onde as cinco comunidades juntas, vivenciaram esse momento de fé e coragem.

Informativo São Francisco

SEMANA SANTA

DOMINGO DE RAMOS O Domingo de Ramos, que este ano aconteceu no dia 13 de abril, é comemorado, desde a antiguidade, com a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, aos gritos de aclamações e demonstração de alegria aos agitos de ramos de palmeiras. Na nossa paróquia, esse dia foi comemorado na Comunidade São Mateus e teve seu início nos arredores do bairro. Em seguida, os fiéis se dirigiram em procissão até a igreja, onde participaram de uma festiva Missa de Ramos, celebrada pelo nosso Pároco Frei Cid, sempre acompanhado pelo Diácono Pedro e Ministros da Palavra.

Maio / 2014

A Missa da Ceia do Senhor marca o início do Tríduo Pascal. Com a cerimônia do Lava-Pés, Cristo deixou o exemplo de humildade e amor ao próximo, ao proferir a frase “Eu vim para servir e não para ser servido”. Nesta missa, também se recorda a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. A Missa da Ceia do Senhor foi celebrada no dia 17 de abril, quinta-feira, na nossa Matriz, pelo Frei Cid e concelebrada pelo Diácono Pedro. Na cerimônia do Lava-Pés, os Doze Apóstolos foram representados por crianças, jovens, adultos, idosos e mulheres grávidas, como menção à Campanha da Fraternidade de 2014

VIGÍLIA PASCAL pelo seu amor por nós, por ter enfrentado o destino cruel a Ele imposto, por se tornar o Caminho da Ressurreição e Salvação. Rito da Comunhão Neste momento comungamos, recebendo o pão consagrado no dia anterior, para ganharmos forças e vencermos todos os sofrimentos, enfrentarmos todos os problemas de nossas vidas e nos mantermos fiéis na fé. No início da noite, houve a apresentação da Última Ceia do Senhor e, a seguir, saímos em procissão pelas ruas do bairro, vivenciando a Via Dolorosa. Fomos rezando e meditando em cada estação colocadas no caminho, até chegarmos no campo de futebol do Canto do Rio, na Barcelona, onde Jesus foi crucificado, morreu e ressuscitou. Por esses momentos, pedimos todas as bênçãos do Senhor aos fiéis de nossa paróquia que, de uma maneira ou outra, trabalharam incansavelmente durante meses, participando de ensaios e cuidados especiais de montagem, para trazer até nós e nos emocionar, com riqueza de detalhes o acontecido há dois mil anos atrás.

Celebra-se hoje, a Vigília Pascal, o dia mais importante do calendário católico, pois foi nesse dia que Jesus ressuscitou e encerra-se o Tríduo Pascal. A celebração inclui quatro partes: • A Benção do Fogo Novo, por meio da qual renovamos nossa fé em Jesus, a Luz do Mundo; • A Proclamação Solene da Páscoa, com o canto do “Exultat”; • As leituras do Antigo e Novo Testamento; • A Celebração do Batismo, expressão de vida nova, que Jesus nos trouxe. Então, os fiéis clamam “Jesus Ressuscitou!”.

5

istas de cada comunidade leram e cantaram as narrativas e salmos da Bíblia, de forma solene e profunda, mostrando a unidade de nossa paróquia. Liturgia Batismal O Frei Cid abençoou a água e batizou quatro jovens de nossa paróquia: Caroline, Jéssica, Adriano e André. Em seguida, todos os fiéis fizeram a renovação das Promessas do Batismo, para terem vida nova, como renascidos em Cristo. Liturgia Eucarística Jesus nos mostrou que venceu a morte e ressuscitou, renovando e fortalecendo nosso compromisso com a vida, alimentando-nos com a Eucaristia.

Celebração da Luz No dia 19 de abril, sábado, o Frei Cid realizou a Celebração da Luz, que iniciou no pátio externo da matriz, com a Benção do Fogo e a queima de pedaços de madeira pelos fiéis, simbolizando a destruição dos seus pecados e falhas. Em seguida, ele preparou o Círio Pascal de cada comunidade, acendeu-os com o Fogo Abençoado e, em procissão foram levados para o interior da igreja. Liturgia da Palavra Os Proclamadores da Palavra e os Salm-

e tiveram seus pés lavados por Coordenadores de Pastorais de nossa paróquia Durante a celebração, foram apresentados os Santos Óleos aos fiéis, onde foi dada explicação sobre cada um deles.

PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO Para nós católicos, esse dia marca o início de um novo ciclo, chamado “O Tempo Pascal”, que se estende por cinqüenta dias, até a Festa de Pentecostes (descida do Espírito Santo). Esses dias são vividos como se fossem um só e mesmo dia: o “Dia da Ressurreição”. No dia 20 de abril, o Frei Cid celebrou o Domingo de Páscoa, lembrando esse acontecimento que contagiou nossas vidas com esperança e otimismo: Cristo venceu a morte e permanece conosco! Num clima de festa e alegria a garotinha Maria Vitória recebeu o Sacramento do Batismo e, levados por esta torrente de vida, celebramos a Páscoa da Ressurreição: “Bendito sejais, Deus da Vida, pela Ressurreição de Jesus Cristo e por esta Luz, símbolo da presença do Ressuscitado e do Vosso imenso Amor por nós!”. Jesus Cristo Ressuscitou! Aleluia! Aleluia! Aleluia!


6

Informativo São Francisco

Evangelho

EVANGELHO DOMINICAL - Maio de 2014

04/05/2014 - 03º Domingo da Páscoa - Ano A-1ª L – Atos 2,14.22-33 – SL 15 (16) – 2ª L– 1 Pedro 1,17-21- Ev. Lc .24,13-35 “Que palavras são essas que trocais entre vós pelo caminho?” A liturgia de hoje nos convida a descobrir o Cristo vivo que anda conosco nos caminhos da vida, animando com a Sua Palavra os corações, revelando-se à comunidade dos discípulos, reunindo-se para “partir o pão”; pedindo aos discípulos para serem as testemunhas da ressurreição diante dos homens. O Evangelho nos mostra nitidamente a mensagem que coloca Cristo, vivo e ressuscitado, caminhando ao lado dos discípulos, explicando-lhes as Escrituras, enchendo-lhes o coração de esperança e a sentar-Se com eles à mesa para “partir o pão”. Nesse momento os discípulos O reconhecem. É possível encontrar Jesus vivo e ressuscitado, Jesus que por amor enfrentou a cruz, mas que continua companheiro na nossa caminhada. Na Celebração Eucarística dominical, sempre que nos reunimos em nome de Jesus para ”partir o pão”, Jesus vivo está no nosso meio. 11/05/2014 - 04º Domingo da Páscoa - Ano A- 1ª L – Atos 2,14a.36-41- Sl 22 (23) – 2ª

D

Maio / 2014

L– 1Pd 2,20b-25 - EV. Jo 10,1-10 “Domingo do Bom Pastor” O Evangelho nos fala sobre Cristo como “o Pastor”, e sua missão é libertar o rebanho de Deus da escravidão, levando-os a ter vida e vida em plenitude. Jesus, ao contrário dos falsos pastores, que só queriam tirar vantagens do rebanho, vem para libertar. Jesus cumpre com amor essa missão, no respeito absoluto pela identidade, individualidade e liberdade das ovelhas. Ele se apresenta como ‘Aquele “que entra pela porta”, com autoridade legítima, Jesus declara-Se, implicitamente, o “Messias” enviado por Deus para conduzir o seu Povo. Ele é o único lugar de acesso para que as “ovelhas” possam encontrar as pastagens que dão vida. “Passar pela porta” que é “Jesus” significa aderir e seguir seus caminhos, acolhendo as suas propostas. A figura bíblica do “Bom Pastor”, nos convida a refletir sobre o serviço da autoridade… Propõe o modelo da figura que serve, respeita a liberdade das pessoas, que se dedica totalmente, que ama gratuitamente. 18/05/2014 - 05º Domingo da Páscoa -Ano A -1ª L – Atos 6,1-7 – Sl 32 (33) – 2ª L – 1 Pd 2,4-9 –EV.– Jo 14,1-12

“Igreja, a comunidade que nasce de Jesus e os seus membros são os que continuam o seu caminho” A Igreja, desde o início surgiu como uma comunidade de serviço, onde os membros são convidados a seguir Jesus, que entregou sua vida totalmente ao serviço de Deus, ao serviço do Reino e ao serviço dos homens. Quando Deus concede determinados dons, confiando determinadas missões, trata-se de dons que devem ser postos ao serviço da comunidade, em ordem à construção da comunidade e não se trata de privilégios que conferem à pessoa mais dignidade ou mais importância. As missões que nos são confiadas na comunidade, não podem ser utilizadas para promoção pessoal ou para concretizar sonhos egoístas, mas devem ser missões que desempenhamos com verdadeiro espírito de serviço, em benefício dos irmãos. Em,nosso tempo, precisamos estabelecer que a Igreja seja fiel à sua incumbência no mundo, compreendendo as suas falhas, dificuldades e infidelidades, pois é Santa e pecadora, Divina e humana. 25/05/2014- 6º Domingo da Pascoa – Ano A- 1ª L. Atos 8,5-8.14-17- 2ª L 1Pd 3,15-18 –

EV. Jo. 14,15-21 “NÃO VOS DEIXAREI ÓRFÃOS” Hoje somos convidados a descobrir a presença prudente, ativa e tranquila de Deus na caminhada histórica da Igreja. Jesus faz uma promessa de não deixar órfãos os seus discípulos, promete o “Paráclito”, pois se encontram preocupados e assustados. O Paráclito, “O Espírito Santo”, oferecido como o “Espírito da Verdade”. Conduzirá a comunidade cristã em direção da verdade, da liberdade plena, da vida definitiva, e levá-la-á a uma comunhão cada vez mais íntima com Jesus e com o Pai. Dessa figura, a comunidade será a “morada de Deus” no mundo, dando testemunho da salvação. Enquanto esteve com os discípulos, Jesus ensinou-os, protegeu-os, defendeu-os; mas, a partir de agora, será o Espírito que ensinará e cuidará da comunidade cristã. Jesus reafirma aos discípulos que não os deixará “órfãos” no mundo. Órfãos, significa no Antigo Testamento os desvalidos, desamparados, aqueles que estão totalmente nas mãos dos poderosos e que são vítimas de todas as injustiças. Jesus é claro, fala aos seus discípulos que não ficarão indefesos, pois Ele vai estar ao lado de cada um. MARIA DE LOURDES SOUZA (MALU)

MOMENTO ESPECIAL DE AÇÃO DE GRAÇAS

omingo, dia 27 de abril de 2014, foi uma data especial para a Igreja no mundo todo, quando o Santo Padre, o Papa Francisco, declara santos: o Papa João XXIII e o Papa João Paulo II. Em todas as nossas comunidades, foram celebradas Missas em Ação De Graças pela canonização desses dois grandes santos. Suas virtudes, testemunho de fé e de perseverança, foram lembradas em todos os momentos, como exemplo a ser seguido por todos nós. Também nesta data, a Igreja no mundo todo, celebra a festa da Divina Misericórdia, instituída pelo Papa João Paulo II, no ano 2000, celebrada sempre no segundo domingo da Páscoa. Na comunidade Nossa Senhora do Carmo, onde toda sexta-feira, às 15h00, é rezado o terço da Misericórdia, tivemos, logo após a entrada do Círio Pascal, a entronização do qua-

dro, trazendo a imagem de Jesus Misericordioso. Após a leitura do Evangelho e da homilia, tivemos a entrada solene do quadro trazendo a imagem do nosso querido santo, o Papa João Paulo II e, mais uma vez, Deus nos envia um sinal: essa Missa teve a participação das crianças nas leituras, na música, procissão...e, quando o Frei Cid sugeriu que uma pessoa com o nome de João entrasse levando o quadro, estava ali, o menino JOÃO PAULO, que havia completado seis anos no sábado, dia 26, e podíamos ver em seu rostinho a alegria de poder participar daquele momento. O frei nos fez lembrar da importância desses sinais que se manifestam sempre em nossa paróquia, em todas as nossas comunidades. Que o Cristo Ressuscitado caminhe sempre conosco! Pastoral da Liturgia


Maio / 2014

Informativo São Francisco

7

Agenda Paroquial COMUNIDADE SÃO FRANCISCO VILA ASSIS

2ª feira – das 14h00 às 16h00 – Clube de Mães. Segunda 2ª feira do mês às 20h00 – Terço dos Homens. 4ª feira às 19h30 – Grupo de Oração.

COMUNIDADE SÃO PEDRO BARCELONA

2ª feira às 19h30 - Grupo de Oração. Última 6ª feira do mês – Apostolado de Oração. 4ª feira das 14h00 às 16h00 – Clube de Mães. Sábado às 17h30 – Grupo de Jovens.

COMUNIDADE N.S. DO CARMO PARADA DO ALTO

5ª feira às 20h00 – Terço dos Homens Local: casas previamente agendadas 6ª feira às 15h00 – Terço de Jesus Misericordioso. Sábado às 19h30 – Grupo de Oração. Domingo às 17h00 – Grupo de Jovens.

COMUNIDADE N.S. APARECIDA

MISSAS COMUNIDADE SÃO FRANCISCO 3ª feira às 19h30 4ª feira às 07h00 5ª feira às 19h30 - Missa de Adoração ao Santíssimo Sábado às 19h30 Domingo às 18h00

COMUNIDADE SÃO PEDRO Domingo às 08h00. Primeira 6ª feira do mês às 19h30 – Missa do Sagrado Coração de Jesus e da Família.

COMUNIDADE NOSSA SENHORA DO CARMO Domingo às 19h30.

COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA Domingo às 09h30.

ZACARIAS

COMUNIDADE SÃO MATEUS

Última 4ª feira do mês às 19h30 – Apostolado de Oração. 5ª feira das 14h00 às 16h00 - Clube de Mães. 5ª feira às 19h30 – Grupo de Oração.

Sábado às 17h30. Todo dia 27 do mês às 19h30 – Missa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Sábado às 18h00 – Grupo de Jovens

COMUNIDADE SÃO MATEUS COLORAU

3ª feira às 19h30 – Grupo de Oração. 3ª feira das 14h00 às 16h00 – Clube de Mães. Última 5ª feira do mês às 19h30 – Apostolado de Oração. Segunda 6ª feira do mês às 20h00 – Pós Encontro Sábado às 19h00 – Grupo de Jovens.

ATENDIMENTO DO FREI COMUNIDADE SÃO FRANCISCO Toda 5ª e 6ª feira das 14h30 às 16h30.

EXPEDIENTE DA SECRETARIA COMUNIDADE SÃO FRANCISCO De 3ª feira ao sábado, das 13h00 às 19h00.

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO COMUNIDADE SÃO FRANCISCO Primeira 2ª feira do mês às 20h00.

COMUNIDADE SÃO PEDRO Terceira 6ª feira do mês às 18h00. 3º domingo do mês às 19h30

COMUNIDADE NOSSA SENHORA DO CARMO Primeira 4ª feira do mês às 20h00.

COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA Segunda 5ª feira do mês às 19h30.

COMUNIDADE SÃO MATEUS Toda 4ª feira do mês às 20h00.


8

Informativo São Francisco

Mural

BATISMO PAROQUIAL

O dia 27 de abril, domingo, foi muito especial para dezoito crianças de nossa paróquia, pois entre familiares e amigos, receberam o Sacramento que as incorpora à Comunidade Católica: o Sacramento do Batismo, ministrado pelo Diácono Pedro Damas, auxiliado pelos Catequistas do Batismo.

Enzo Gabriel

Amylee

Nathaly Langraf

Yasmin Cristina

Davi

Ygor

Luan

Isabela

Gabriel

Ralf

Ana Clara

Guilherme

Kauê

Isabeli

Nathalli

Valentina

Adrian

Pedro Henrique

Maio / 2014

Fotos Históricas da Paróquia


2014_05_jornal-de-maio