Page 1

Palavra do Pároco

Tenham coragem

de ser felizes! Paróquia Santa Ângela e São Serapião Informativo Ano I – Edição 6 – agosto/2013

Nesta edição:

2 2 3 3 4

Especial jovens peregrinos visitam paróquia Nossa Paróquia pastoral vocacional Santo do Mês são joão maria vianney Calendário paroquial Programação de agosto

Vida Cristã a luz da fé

Tenham a coragem de ser felizes”!

C

om esta palavra de ordem, o Papa Francisco agradecia e ao mesmo tempo se despedia dos jovens que muito antes, e nos dias da Jornada Mundial da Juventude muito se dedicaram para que este tempo fosse especial. Com este chamado o Papa revelava aquele que devia ser o trabalho de toda a vida para estes que foram voluntários nesta Jornada. “Ter coragem de ser feliz”! Cabe pensarmos um pouco sobre esta palavra do Papa neste mês de agosto especialmente dedicado à oração e a reflexão sobre as vocações. Por esta palavra imperativa o santo padre revela aquela que sem dúvida é a grande vocação do ser humano, ser verdadeiramente feliz. A plena felicidade do ser humano é o grande sonho de Deus. E é para descobrir e viver esta vocação que o ser humano deve direcionar toda a sua vitalidade, sabedoria e dons todos os dias. Nossa vida deve ser compreendida nesta lógica de procura e descoberta, a cada dia vamos vivendo e descobrindo onde e como podemos ser e viver esta felicidade. Há aqueles que no decorrer dos dias descobrem que sua felicidade está em dedicar-se inteiramente a Deus por meio do serviço a Igreja sendo padre, dedicando-se ao povo, cuidando de uma comunidade, sendo pastor, anunciando a Palavra de Deus, celebrando os sacramentos, instruindo as crianças e os jovens sobre a vontade de Deus,

sendo amoroso e atencioso com os idosos e levando uma palavra de esperança aos mais sofridos. Existem aquelas que nesta busca escutam a felicidade vivendo uma vida de oração intensa ou de contemplação ou vivendo a exemplo de Cristo e de um determinado carisma de um santo uma vida marcada pelas obras de caridade. E estas são felizes sendo religiosas, freiras como costumeiramente dizemos. Existem muitos, e são a grande maioria entre nós que descobrem a felicidade na partilha da vida com outra pessoa, que se descobrem completos sendo uma só carne e vivendo exemplarmente um casamento santo, vivendo todas as dificuldade e alegrias sempre na certeza de que foram chamados por Deus a serem felizes neste modo de viver. Pessoas que compreendem que sua felicidade passa necessariamente pela felicidade do outro, seja da esposa, do esposo ou dos filhos gerados nesta vocação. Que possamos então neste mês de agosto refletir um pouco mais sobre este chamado primeiro de Deus para nós, que cada vez mais possamos rezar e trabalhar para que nossa comunidade e família seja um bom lugar para a vivencia desta lógica de descoberta. Que de nossas casas e comunidade possam sair padres, religiosas e casamentos para felicidade.

Pe. Everton Fernandes Moraes Um Padre Feliz!


PG 2 Informativo Paróquia Santa Ângela e São Serapião

Especial

Jovens peregrinos visitam Paróquia

N

o dia dezessete de julho, a Paróquia Santa Ângela e São Serapião teve o prazer de receber peregrinos da China e de Porto Rico. Jovens muito animados e repletos do Espírito Santo. Eles participaram de diversas atividades. Jogaram futebol com os jovens da paróquia, apresentaram um teatro sobre “como cuidar bem do meio ambiente” para as crianças presentes e, para finalizar, todos plantaram sementes em garrafas pets, visando a preservação da natureza. A simpatia dos peregrinos contagiou a todos e o dia foi repleto de orações, brincadeiras e músicas. Houve, ao final do dia, uma missa onde todos os presentes cantaram numa só voz músicas em português e também em espanhol fazendo com que os jovens de fora se sentissem em casa. Para comunidade foi uma experiência memorável. Que a vivência da JMJ faça de todos nós mais e mais discípulos entre as nações hoje e sempre!

Nossa Paróquia

Pastoral Vocacional

N

o mês de agosto a Igreja celebra o mês vocacional e nos convida a rezar pelas vocações em nossas comunidades. Em nossa paróquia, temos a Pastoral Vocacional, que contribui com o trabalho de evangelização e oração pelas vocações. Os agentes rezam o terço todos os sábados, às 17h30, na casa de uma família es-

colhida previamente e levam a imagem de Nossa Senhora das Divinas Vocações, que após o término do encontro permanece com a família durante a semana. Durante o mês de agosto os agentes, junto com a comunidade, rezam o terço vocacional, todos os domingos, às 17h, pedindo ao Senhor “que envie operários à sua messe” ( Mt 9, 38).

Reze também a Oração pelas Vocações: Jesus, Mestre Divino, que chamastes os apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas e continuai a repetir o convite a muitos jovens. Daí coragem as pessoas convidadas. Daí força para que nos sejam fiéis como apóstolos leigos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas, para o bem do povo de Deus e de toda a humanidade. Amém.


Informativo Paróquia Santa Ângela e São Serapião PG 3

Santo do Mês São João Maria Vianney

N

o dia 4 de agosto a Igreja Católica celebra o dia de São João Maria Vianney, santo padroeiro de todos os párocos do mundo. São João Maria Vianney, nasceu na França em 1786, filho de humildes e piedosos camponeses, fora batizado com nome de João ao qual acrescentou o de Maria por devoção a Nossa Senhora. Seminarista exemplar, a pobreza e uma certa limitação impediram com que ele progredisse em sua jornada de estudo. Com ajuda do Padre Balley ele aprendeu o francês e foi readmitido no Seminário e ordenado aos 29 anos de idade. Em 1818 São João fora mandado para um pequeno vilarejo chamado Ars. Os habitantes deste local quanto à religião eram indiferentes. A capela estava sempre vazia, os domingos eram marcados por festas profanas. Foi então que o padre dobrou o seu tempo de oração, pôs-se a rezar, fazer jejuns e penitência. Visitava famílias e as convidava a frequentar a Santa Missa aos domingos. O que era vazio, tornou-se cheio. A partir desta mudança o pároco fundou a Confraria do Rosário para as mulheres e a Irmandade do Santíssimo Sacramento para os homens. Muitas pessoas foram ouvidas, aconselhadas e perdoadas até o dia 04 de agosto de 1859, quando São João faleceu. Porém, devido à repercussão de suas obras foi canonizado pelo Papa Pio XI em 1925 e pelo mesmo foi declarado padroeiro de todos os padres. São João Maria Vianney, rogai por nós!

Calendário paroquial

AGOSTO

1 Celebração dos Enfermos, às 15h. 1 CPP, às 20h. 2 Missa do Sagrado Coração de Jesus, às 7h. 2 Vigília RCC, às 22h. 3 Celebração da Vida, às 14h. 4 São João Maria Vianney, presbítero (Memória). 4 Terço Vocacional, às 17h. 4 Dia do Padre. 6 Transfiguração do Senhor, às 19h30. 8 Reunião MESC, às 20h. 9 Bazar Beneficente, às 14h. 11 Dia dos Pais.

Eventos, notícias, fotos, vídeos e redes sociais, acesse o nosso site www.santaangela.com.br

11 Terço Vocacional, às 17h. 15 Assunção de Nossa Senhora (Solenidade), às 19h30. 17 Preparação Batismo, às 8h30. 18 Dia dos Religiosos. 18 Batismo, às 11h. 18 Terço Vocacional, às 17h. 25 Dia do Catequista. 25 Peregrinação da Região Episcopal Ipiranga à Catedral por ocasião do Ano da Fé. 25 Terço Vocacional, às 17h. 29 Martírio de S. João Batista (Memória), às 19h30. 29 Adoração ao SSMO - Vocacional, às 17h. 29 Missa pelas Famílias, às 19h30. 31 Espiritualidade Pastoral da Criança.


PG 4 Informativo Paróquia Santa Ângela e São Serapião

Vida Cristã

A luz da fé

Eu vim ao mundo como luz, para que todo o que crê em Mim não fique nas trevas.” (Jo 12, 46)

N

este mês de julho o Papa Francisco publicou a primeira carta encíclica de seu pontificado. Sob o nome de Lumen Fidei (Luz da Fé), o trabalho acaba por ressaltar a unidade do magistério da Igreja, uma vez que, como o próprio Papa afirma, Bento XVI “já tinha quase concluído um primeiro esboço” da carta, cabendo a ele acrescentar suas contribuições ao texto. Dessa forma, a encíclica completa o projeto do papa emérito de abordar, à luz do magistério, as três virtudes teologais. Bento XVI já havia tratado da esperança e da caridade em cartas anteriores. Nesse gesto, Francisco demonstra que “o Sucessor de Pedro, ontem, hoje e amanhã, sempre está chamado a ‘confirmar os irmãos’ no tesouro incomensurável da fé que Deus dá a cada homem como luz para seu caminho”. Dentre os aspectos abordados, a encíclica dá uma resposta à atitude contemporânea de ver a fé enquanto obstáculo para o conhecimento da verdade. Ratificando o que foi dito em outra carta – a Fides et Ratio, de João Paulo II –, o Papa Francisco vem afirmar que a luz da fé ilumina o caminho para a verdade e possibilita ao homem a busca pelas respostas às perguntas mais importantes sobre sua existência. Confira um trecho da carta: “...urge recuperar o caráter de luz que é próprio da fé, pois, quando a sua chama se apaga, todas as outras luzes acabam também por perder o seu vigor. De fato, a luz da fé possui um carácter singular, sendo capaz de iluminar toda a existência do homem. Ora, para que uma luz seja tão poderosa, não pode dimanar de nós mesmos; tem de vir de uma fonte mais originária, deve porvir em última análise de Deus. A fé nasce no encontro com o Deus vivo, que nos chama e revela o seu amor: um amor que nos precede e sobre o qual podemos apoiar-nos para construir solidamente a vida. Transformados por este amor, recebemos olhos novos e experimentamos que há nele uma grande promessa de plenitude e se nos abre a visão do futuro. A fé, que recebe-

mos de Deus como dom sobrenatural, aparece-nos como luz para a estrada orientando os nossos passos no tempo. Por um lado, provém do passado: é a luz duma memória basilar — a da vida de Jesus –, onde o seu amor se manifestou plenamente fiável, capaz de vencer a morte. Mas, por outro lado e ao mesmo tempo, dado que Cristo ressuscitou e nos atrai de além da morte, a fé é luz que vem do futuro, que descerra diante de nós hori-

zontes grandes e nos leva a ultrapassar o nosso «eu» isolado abrindo-o à amplitude da comunhão. Deste modo, compreendemos que a fé não mora na escuridão, mas é uma luz para as nossas trevas. Esta nova carta vem ao encontro do Ano da Fé e possibilita a todos os cristãos uma bela reflexão sobre a caminhada em Jesus. Recomendamos a leitura! Por Ewerton Menezes Fernandes de Souza

Horários de Missas

Participe conosco das Missas celebradas diariamente na Paróquia. Segunda-feira, às 15h (para as almas) Terça e quinta-feira, às 19h30. Sábado, às 16h. Domingo, às 7, 10 e 18h. Toda primeira quinta-feira do mês: Missa da Saúde, às 15h. Toda última quinta-feira de cada mês: Adoração, às 17h, e Missa da Família com a bênção do Santíssimo, às 19h30. toda Primeira sexta-feira do mês: Missa do Sagrado Coração de Jesus, às 7h.

Expediente da secretaria

De terça a sábado: das 9h às 12h e das 13h às 18h. Domingo: das 6h30 às 11h30 e das 17h às 19h. Tel.: (11) 5058- 5058 E-mail: secretaria@santaangela.com.br Largo Santa Angela, 22 – Vila Moraes. São Paulo, SP

Comunidade Imaculada Conceição

Endereço: Rua Prof° José Frederico Borba, 137 V. Brasilina. Horário de Missas: Domingo, às 8h30. Quarta-feira, às 19h30.

Informativo da Paróquia Santa Ângela e São Serapião

Distribuição: gratuita • Periodicidade: mensal • Tiragem: 1.000 exemplares Responsável: Pe. Everton Fernandes Moraes • Fale com o Padre: paroco@santaangela.com.br Projeto gráfico e diagramação: Minha Paróquia (minhaparoquia.com.br)

Paróquia Santa Ângela e São Serapião Largo Santa Angela, 22 – Vila Moraes São Paulo, SP • CEP 04171-010 Tel.: (11) 5058- 5058 • e-mail: secretaria@santaangela.com.br

informativo_agosto_2013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you