Issuu on Google+

Semanário Litúrgico – Ano I – N.º 10 – 02 de setembro de 2012

22º DOMINGO DO TEMPO COMUM NÃO SOMENTE OUVINTES, MAS PRATICANTES DA PALAVRA DE DEUS!

Encontro entre Irmãos 1. CANTO DE ABERTURA

Antífona da entrada: Tende compaixão de mim, Senhor, clamo por vós o dia inteiro; Senhor, sois bom e clemente, cheio de misericórdia para aqueles que vos invocam (Sl 85,3.5). 2. SAUDAÇÃO __ Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. __ Amém. __ A justiça e a piedade divina, que iluminam nossas vidas no relacionamento com Deus e com o irmãos, estejam sempre convosco. __ Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. 3. MONIÇÃO INICIAL __ Nós, cristãos, não somos uma religião do Livro, embora veneremos com amor a Sagrada Escritura. Nós somos, isto sim, um povo atento que “escuta” a Palavra, presente nela, que nos fala na criação, na vida e nos acontecimentos, mas sobretudo em Jesus Cristo, em sua vida e mensagem. No entanto, esta escuta deve ser “praticante” para gerar um mundo conforme o projeto divino, onde não haja nenhum tipo de exclusão. (pausa silenciosa) 4. ATO PENITENCIAL

__

Temos consciência que nem sempre nos deixamos iluminar pelos mandamentos divinos, por isso peçamos perdão e invoquemos a graça da conversão (pausa) 4.1. CANTO PENITENCIAL __

Deus piedoso e misericordioso, não considerai nossa falta de atenção aos vossos mandamentos, mas perdoai nossos pecados, para que possamos participar da vida eterna. – AMEM. 5. HINO DE LOUVOR

Padre: Por aqueles que fazem a vontade divina em suas vidas praticando os mandamentos, louvemos e exaltemos ao Senhor nosso Deus: 6. ORAÇÃO DA COLETA OREMOS Animador: Apresentemos as nossas intenções.

Padre: Deus do universo, fonte de todo bem, derramai em nossos corações o vosso amor e estreitai os laços que nos unem convosco para alimentar em nós o que é bom e guardar com solicitude o que nos destes. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

A Palavra se faz Vida


7. REFRÃO MEDITATIVO 7.1. PRIMEIRA LEITURA (Dt 4,1-2.6-8)

Leitura do Livro do Deuteronômio. 1 Moisés falou ao povo, dizendo: “Agora, Israel, ouve as leis e os decretos que eu vos ensino a cumprir, para que, fazendo-o, vivais e entreis na posse da terra prometida pelo Senhor Deus de vossos pais. 2Nada acrescenteis, nada tireis, à palavra que vos digo, mas guardai os mandamentos do Senhor vosso Deus que vos prescrevo. 6Vós os guardareis, pois, e os poreis em prática, porque neles está vossa sabedoria e inteligência perante os povos, para que, ouvindo todas estas leis, digam: ‘Na verdade, é sábia e inteligente esta grande nação!’. 7Pois, qual é a grande nação cujos deuses lhe são tão próximos como o Senhor nosso Deus, sempre que o invocamos? 8E que nação haverá tão grande que tenha leis e decretos tão justos, como esta lei que hoje vos ponho diante dos olhos?”. __ Palavra do Senhor. __ Graças a Deus! 8. SALMO RESPONSORIAL (Sl 14 (15))

— Senhor, quem morará em vossa casa e no vosso monte santo, habitará? — É aquele que caminha sem pecado e pratica a justiça fielmente; / que pensa a verdade no seu íntimo e não solta em calúnias sua língua! — Que em nada prejudica o seu irmão, nem cobre de insultos seu vizinho; / que não dá valor algum ao homem ímpio, mas honra os que respeitam o Senhor. — Não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar contra o inocente. / Jamais vacilará quem vive assim!

9. SEGUNDA LEITURA (Tg 1,1718.21b-22.27) Leitura da Carta de São Tiago. Irmãos bem-amados: 17Todo dom precioso e toda dádiva perfeita vêm do alto; descem do Pai das luzes, no qual não há mudança, nem sombra de variação. 18De livre vontade ele nos gerou, pela Palavra da verdade, a fim de sermos como que as primícias de suas criaturas. 21bRecebei com humildade a Palavra que em vós foi implantada, e que é capaz de salvar as vossas almas. 22Todavia, sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. 27Com efeito, a religião pura e sem mancha diante de Deus Pai é esta: assistir os órfãos e as viúvas em suas tribulações e não se deixar contaminar pelo mundo. __ Palavra do Senhor. __ Graças a Deus! 10. EVANGELHO (Mc 7,1-8.14-15.21-23) 11. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO __

O Senhor esteja convosco! Ele está no meio de nós. __ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Marcos. __ Glória a vós, Senhor! __

Naquele tempo, 1os fariseus e alguns mestres da Lei vieram de Jerusalém e se reuniram em torno de Jesus. 2Eles viam que alguns dos seus discípulos comiam o pão com as mãos impuras, isto é, sem as terem lavado. 3Com efeito, os fariseus e todos os judeus só comem depois de lavar bem as mãos, seguindo a tradição recebida dos antigos. 4Ao voltar da praça, eles não comem sem tomar banho. E seguem muitos outros costumes que recebe-


ram por tradição: a maneira certa de lavar copos, jarras e vasilhas de cobre. 5 Os fariseus e os mestres da Lei perguntaram então a Jesus: “Por que os teus discípulos não seguem a tradição dos antigos, mas comem o pão sem lavar as mãos?”. 6Jesus respondeu: “Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas, como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. 7De nada adianta o culto que me prestam, pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos’. 8Vós abandonais o mandamento de Deus para seguir a tradição dos homens”. 14Em seguida, Jesus chamou a multidão para perto de si e disse: “Escutai todos e compreendei: 15o que torna impuro o homem não é o que entra nele vindo de fora, mas o que sai do seu interior. 21Pois é de dentro do coração humano que saem as más intenções, imoralidades, roubos, assassínios, 22adultérios, ambições desmedidas, maldades, fraudes, devassidão, inveja, calúnia, orgulho, falta de juízo. 23Todas estas coisas más saem de dentro, e são elas que tornam impuro o homem”. __ Palavra da Salvação! __ Glória a vós, Senhor! 12. PROFISSÃO DE FÉ Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, / criador do céu e da terra. / E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; / nasceu da Virgem Maria; / padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. / Desceu à mansão dos mortos; / ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus; / está sentado à direita de Deus Pai TodoPoderoso, / donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. / Creio no Espírito Santo; / na Santa Igreja Católica; / na comunhão dos santos; / na remissão dos

pecados; / na ressurreição da carne; / na vida eterna. AMÉM. 13. ORAÇÃO DA COMUNIDADE Padre: A Palavra de Deus produz sabedoria no coração humano. Peçamos, pois, ao Senhor um coração bem disposto, para testemunhar com a vida a fé que professamos com nossa religião: __ Senhor, escutai a nossa prece! 1. Por todos os Ministros ordenados: Bispo, padres e diáconos, e pelos ministros leigos, que se dedicam ao anúncio da Palavra de Deus, a fim de que a anunciem com mansidão e coragem, rezemos: 2. Por todos nós, para que nos aproximemos com frequência da Palavra de Deus, contida na Sagrada Escritura, fazendo dela uma luz para nossos passos, rezemos: 3. Para que esta Semana da Pátria, e a comemoração da Independência, reacendam em cada brasileiro o compromisso para edificar uma Nação justa, fraterna e soberana, rezemos: (SE HOUVER ANIVERSARIANTES) — Intercessor: Senhor, intercedemos vossa graça por nossos irmãos (ãs) ................... que celebram o Dom da vida para que possam estar sempre disponíveis à vontade do Senhor, sendo suas testemunhas fiéis, nós vos pedimos. (SE HOUVER 7º DIA) — Intercessor: Olhai pelos familiares de nosso irmão(ã) ........... que celebram hoje o 7º dia de seu falecimento; mostrai, Senhor, a vossa misericórdia para que sejam consolados, na certeza da vida eterna, nós vos pedimos Padre: O Pai, vós nos dais cada dia, por meio de vossa Palavra, aquilo que é bom e útil para nossa vida. Nós vós suplicamos a força para realizar o que é justo,


testemunhando com nossas vidas a alegria de viver os vossos mandamentos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

A Vida se Transforma 14. APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS 15. ORAÇÃO __ Orai, irmãos e irmãs para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai Todo poderoso! __ Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para o nosso bem e de toda a Santa Igreja.

(Sobre as Oferendas) Ó DEUS, o sacrifício que vamos oferecer nos traga sempre a graça da salvação, e vosso poder leve à plenitude o que realizamos nesta liturgia. Por Cristo, nosso Senhor. Amém. 16. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II __

O Senhor esteja convosco…

NA VERDADE é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai Santo, Deus Eterno e Todo-Poderoso, por Cristo, Senhor nosso. Ele é a vossa palavra viva, pela qual tudo criastes. Ele é o nosso Salvador e Redentor, verdadeiro homem, concebido do Espírito Santo e nascido da Virgem Maria. Ele, para cumprir a vossa vontade e reunir um povo santo em vosso louvor, estendeu os braços na hora da sua paixão a fim de vencer a morte e manifestar a ressurreição. Por ele os anjos celebram vossa grandeza e os santos proclamam vossa glória. Concedei-nos também a nós associar-nos a seus louvores, cantando (dizendo) a uma só voz: __ Santo, Santo, Santo,... NA VERDADE, ó Pai, vós sois Santo e fonte de toda santidade. Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o

vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o Corpo e † o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso. __ Santificai nossa oferenda, ó Senhor! ESTANDO para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu graças, e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS. Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É OCÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS PARA REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM. Eis o mistério da fé! __ Todas as vezes que comemos deste pão e bebemos deste cálice, anunciamos, Senhor, a vossa morte, enquanto esperamos a vossa vinda! CELEBRANDO, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir. __ Recebei, ó Senhor, a nossa oferta! E NÓS VOS SUPLICAMOS que, participando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo. __ Fazei de nós um só corpo e um só espírito! LEMBRAI-VOS, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça na caridade, com o Papa Bento, com o nosso Bispo Moacir e todos os ministros do vosso povo. __ Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja! LEMBRAI-VOS também dos nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acolhei-os junto a


vós na luz da vossa face. __ Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos! ENFIM, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, com os santos Apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos por Jesus Cristo, vosso Filho. __ Concedei-nos o convívio dos eleitos! POR CRISTO, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai Todo-Poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre. Amém! 17. RITO DA COMUNHÃO __ Purificados pela Palavra que acolhemos, rezemos como o Senhor nos ensinou: __ PAI NOSSO... Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e dainos hoje a vossa paz. Ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e protegidos de todos os perigos, enquanto, vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador. __ Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre! __ Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos Apóstolos: Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima vossa Igreja; dai-lhe, segundo o vosso desejo, a paz e a unidade. Vós, que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo. Amém. __ A paz do Senhor esteja sempre convosco. __ O amor de Cristo nos uniu. __ Partilhemos a alegria de ser praticantes da Palavra saudando-nos uns aos outros, em Cristo Jesus. __ Cordeiro de Deus... __ Felizes os que vivem a Lei do Senhor, porque nele encontrarão refugio e proteção. Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. __ Senhor, eu não sou digno(a)...

18. CANTO DA COMUNHÃO (Após a comunhão, promover SILÊNCIO) Antífona da comunhão: Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, que reservastes para aqueles que vos temem! (Sl 30,20). 19. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

OREMOS: Restaurados à vossa mesa pelo pão da vida, nós vos pedimos, ó Deus, que este alimento da caridade fortifique os nossos corações em nos leve a vos servir em nossos irmãos e irmãs. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.  Avisos Enviados à Missão 20. BÊNÇÃO E DESPEDIDA __ O Senhor esteja convosco! __ Ele está no meio de nós. __ Ó Deus, concedei ao povo que vos serve crescer pela vossa graça e viver guardando em seu coração os vossos mandamentos. Por Cristo, nosso Senhor. __ Amém. __ Abençoe-vos Deus Todo-Poderoso, Pai e Filho † e Espírito Santo. __ Amém. __ Vivam os mandamentos, e sejam observantes da Palavra. Ide em paz, o Senhor vos acompanhe. __ Graças a Deus!


13. ORAÇÃO DA COMUNIDADE Padre: A Palavra de Deus produz sabedoria no coração humano. Peçamos, pois, ao Senhor um coração bem disposto, para testemunhar com a vida a fé que professamos com nossa religião: __ Senhor, escutai a nossa prece! 1. Por todos os Ministros ordenados: Bispo, padres e diáconos, e pelos ministros leigos, que se dedicam ao anúncio da Palavra de Deus, a fim de que a anunciem com mansidão e coragem, rezemos: 2. Por todos nós, para que nos aproximemos com frequência da Palavra de Deus, contida na Sagrada Escritura, fazendo dela uma luz para nossos passos, rezemos: 3. Para que esta Semana da Pátria, e a comemoração da Independência, reacendam em cada brasileiro o compromisso para edificar uma Nação justa, fraterna e soberana, rezemos: (SE HOUVER ANIVERSARIANTES) — Intercessor: Senhor, intercedemos vossa graça por nossos irmãos (ãs) ............................................................................................................................................. ......................................................................................................................................... que celebram o Dom da vida para que possam estar sempre disponíveis à vontade do Senhor, sendo suas testemunhas fiéis, nós vos pedimos.

(SE HOUVER 7º DIA) —

Intercessor:

Olhai

pelos

familiares

de

nosso

irmão(ã)

............................................................................................................................................. ............................................................................................................................................. que celebram hoje o 7º dia de seu falecimento; mostrai, Senhor, a vossa misericórdia para que sejam consolados, na certeza da vida eterna, nós vos pedimos. Padre: O Pai, vós nos dais cada dia, por meio de vossa Palavra, aquilo que é bom e útil para nossa vida. Nós vós suplicamos a força para realizar o que é justo, testemunhando com nossas vidas a alegria de viver os vossos mandamentos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!


02-09-2012-22o-domingo-do-tc