Page 1

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

Portugal: Crianças e Jovens acedem ao Mindfulness e à Aprendizagem SocioEmocional


2

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

ÍNDICE 03 Um Momento de Celebração 05 1º Encontro Nacional - Objetivos Superados 06 Do Sonho do Ivan... ao Sonho Partilhado... 08 A Certificação e a Formação na Agenda do Mindfulness na Educação 09 Do Sentir à Participação Colaborativa: um Desafio Pessoal e Coletivo 10 Mindfulness na Educação no plano digital 12 Mindfulness na Educação ... em breve em Todo o País... O que já está acontecendo...


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

3

Um Momento para Celebramos!! MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO: Vamos celebrar! Está a nascer um movimento nacional para que todas as crianças e jovens 3-25 anos tenham acesso ao mindfulness e à aprendizagem socioemocional Nos dias 17 e 18 de Novembro do corrente, reuniram-se pela primeira vez em Portugal cerca de 130 profissionais, académicos investigadores, dirigentes, educadores e professores ligados a abordagens de Mindfulness em contexto educativo, para fazerem um ponto de situação, conhecerem-se uns aos outros, estreitarem relações e, em conjunto, sonharem os passos a dar para a implementação do mindfulness na educação. Foi um momento único e impulsionador do Mindfulness na Educação em Portugal. Ocorreu na Escola Secundária de Carcavelos e os trabalhos amplamente participados, compreenderam momentos de reflexão e questionamento, de partilha de informação, conhecimento e experiências, bem como momentos que nos impulsionam para uma ação concertada em direção a uma visão comum, tendo como ponto de partida o que nos une e o profundo respeito pela diferença. Sabemos que há desafios, mas os resultados destes dois dias de trabalho, impelem-nos, com humildade , amor e esperança, para um horizonte no qual as crianças, jovens, professores, educadores e familias são mais conscientes das suas emoções, sensações e pensamentos e desenvolvem a serenidade para se reconciliarem mais facilmente com a Vida. Com este documento, em jeito de revista, encerramos o Encontro e celebramos o importante passo dado! Aos doadores, voluntários, oradores, moderadores, à escola e a todos os que participaram, um profundo agradecimento por terem permitido, com a vossa presença, tornarem este evento uma realidade. Deste Encontro integram-se as aprendizagens, estreitam-se relações e criase a identidade de um movimento que nos faz crer que, 2018 será um ano de florescimento para o mindfulness na educação em Portugal. Paz , Amor e Gratidão.


4

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

MINDFULNESS na Educação

Mindfulness “... é a consciência que emerge quando intencionalmente prestamos atenção ao que nos acontece no momento presente com curiosidade, abertura, aceitação, paixão e sem julgamento.” Jon Kabat Zinn


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

5

1º ENCONTRO NACIONAL DE MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO

Objetivos Superados educativo, proporcionando uma reflexão sobre o que o mindfulness Um Convite ...

deve incluir num contexto educativo;

Dentro de uma linha orientadora que nos convidava a camin-

2. Identificámos e demos a conhecer, ainda que genericamente,

har do Eu para uma consciência mais plena e de união , vários

muitas das experiências existentes;

foram os pressupostos e os resultados que se pretendiam atingir

3. Estabelecemos contactos, estreitámos relações e criámos pontes

com este 1º Encontro Nacional. Foi o momento de caminhar

de articulação e trabalho conjunto;

com todos os que se sentem no mesmo caminho, escutando e

4. Identificámos o que precisa de acontecer para o reforço das

articulando. Identificando o ponto de partida (situação actual) e

experiências já existentes e o incremento de novas experiências

a direcção a tomar.

escolares;

... a Unir ...

5. Reflectimos sobre a importância do envolvimento cívivo e político

Subjacente a isto, desenhou-se um Programa do Encontro que

a partir de duas experiências concretas - o parlamento inglês e a

fosse capaz de ser: i) agregador de ideias e experiências; ii)

petição portuguesa;

potenciador da participação e da cooperação; iii) mobilizador de

6. Identificámos os desafios nas várias dimensões da implementa-

uma acção corresponsável, visionária e integrada; iv) potenciador

ção;

de efeito multiplicativo; v) impactante e semeador de um debate

7. Criámos as bases de diálogo para uma Plataforma Nacional para o

e trabalho futuro. E assim foi:

Mindfulness na Educação.

... a Sentir, a Escutar e Reflectir ....

Com humildade, abertura, empenho e alegria conseguimos tudo

1. Conhecemos orientações e recomendações de práticas e

isto! É hora de encerrarmos este ciclo.

pesquisas nacionais e internacionais, realizados em contexto

Agora, um novo ciclo se inicia e ele vai depender de cada um de nós.


6

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

“O QUE ESTE SONHO PRECISA DE SER OU TER PARA QUE O SINTAS COMO 100% TEU?”

do Sonho de um . . . ao Sonho partilhado . . . Com o apoio da equipa do Dragon Dreaming

pantes, escutaram a partilha e de seguida re-

casa e no trabalho. Um compromisso de ter

foi possivel criar as melhores condições para a

sponderam à Pergunta Geradora do Circulo

tempo, foco e energia, para agir com com-

construção do sonho partilhado.

dos Sonhos:

paixão, gratidão, generosidade, união e Luz.

Identificando um dos momentos mais difíceis

O que o Sonho precisa de ser ou ter, para que seja 100% teu?

Alegria, entusiasmo, cooperação, colaboração,

da sua vida, Ivan falou-nos de uma visão que teve e a partir da qual era convidado a dirigir a

criando espaços seguros, sem julgamento e relacionando-nos sempre com uma mente de

sua energia para servir a humanidade, a partir

Tendo consciência da dificuldade em sin-

de Portugal.

tetizar e da relatividade do que a seguir se

principiante em todo o processo.

E que Sonho era este?

mais de 240 respostas que foram partilhadas.

2) ESCUTAR e APRENDER fazendo com que haja...

“Facilitar a consciência plena (meditação, at-

Assim sendo para os presentes o Sonho

»» toda uma comunidade escolar envolvida

enção plena e outras práticas contemplativas)

precisa de ter . . . . .

(pais, professores, profissionais de apoio,

apresenta, organizamos por grandes áreas, as

em crianças e jovens, dos 3 aos 25 anos, fa-

Direcção, Centros de formação, AE, etc.), a qual

zendo com que, num horizonte máximo de 10

1) um COMPROMISSO de incremento da

sente abertura para a adopção das práticas

anos, acedam ao mindfulness e à aprendiza-

meditativas e contemplativas para ter mais

gem socio-emocional em contexto educativo.

Consciência assente numa prática diária de meditação a qual permite Sonhar e voar

Sendo que no prazo de um ano já se sentem

alto, sem barreiras nem limites, enraizando

dade que se reforçam com acções locais, most-

as primeiras intervenções e mudanças.”

em conexão com a Natureza, com o coração

rando a autenticidade, a intenção, consciência

Divididos por 11 círculos todos os partici-

e inspirando pela acção e pelo exemplo, em

e o coração deste sonho.

conexão e mais foco.

»» relações de proximi-


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

7

“Escutar o que as crianças têm para nos ensinar.” »» partilha de experiências em encontros anuais (ex. Jornadas e/ ou festival sobre Mindfulness). »» a inclusão de pessoas de idade através de voluntariado. »» processos participativos com profes-

acessível.

sores que trabalham com os pais para dar uma maior visibilidade

os serviços de apoio sejam dados de forma gratuita, incluindo

a este movimento para o exterior e, para facilitar a implementa-

formação de formadores.

ção do Mindfulness na sala de aula/escola.

»» sinergias locais

»» realiza encontros formais e regionais entre as pes-

soas que estão a aplicar programas em formato de retiros, para que possam reforçar a sua prática. »» encontra mecenas para que

»» zela para que a dimensão da ética »» estabelece um ponto de

e da integridade esteja no centro.

e identificação de oportunidades de partilha locais e nacionais,

convergência e de conciliação entre todas as vozes que já existem

aproveitando-as para reforçar a coesão e o desenvolvimento

nesta matéria.

da comunidade.

»» um trabalho com os pais de uma forma

»» mantém o foco e pratica a inclusividade no

ecossistema escolar, bebendo da sabedoria de várias fontes, várias

»» contribui para o sonho enquanto

sistémica, ajudando-os a ganharem uma maior consciência,

tradições e sensibilidades.

para que apoiem e valorizem o valor da prática no desenvolvi-

resultado da inteligência colectiva para que possa implementá-lo

»» mais conhecimento da prática e de

de maneira bem fácil e fluida. »» executa o sonho em 4 estações,

mento dos seus filhos.

todos os benefícios do Mindfulness, reconhecendo-o como um

em diferentes contextos geográficos, educacionais, entre outros,

instrumento fundamental para o Bem-Estar, para a Saúde e para

para que possa vivenciar / conectar com diferentes indivíduos.

a Paz.

»» maior empoderamento das crianças, como indivíduos

»» disponibiliza actividades e eventos para promover a partilha

conscientes, capazes de fazerem as escolhas por si e de manterem

intergeracional, a transversalidade (desde a criança até aos reclu-

a autenticidade dos ensinamentos como interesse colectivo.

sos), reforçando a união, a harmonia. »» organiza mais Encontros como o 1º Encontro, para cumprir consistentemente as metas

3) COMUNHÃO e amor...

traçadas. »» cria espaços de prática para as pessoas envolvidas no

»» em união profunda, enraizamento, presença e ligação entre

sonho, e grupos de partilha. »» estuda e trabalha a avaliação das

o coração e a mente. Caminhando em conjunto. Treinando e

práticas em todo o país.

praticando, escutam-se os sonhos, a intuição e tem-se a coragem

... Cria um plano de acção de forma desvinculada de interesses

de SER. Honrando o compromisso e a abertura a tudo o que vem.

pessoais e institucionais de forma altruísta.

Presente, permitindo a manifestação da “alma”. Tendo o coração tranquilo como meta e caminho. Em torno da visão e de ideias que criam um movimento nacional, envolvendo também o poder politico e institucional.

4) um Plano de Ação concreto ... »» criando uma Rede que é orgânica, viva, evolutiva e que se materializa através pequenos projectos. »» integra equipas pluridisciplinares, coesas, dinâmicas, que convergem para o propósito com ética e intenção clara. »» sensibiliza para inspirar os outros e participa de forma amorosa. »» se transforma pela força da prática meditativa. ... disponibiliza informação em linguagem


8

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

A Formação e a Certificação na Agenda do Mindfulness na Educação

Uma Visão Comum em construção! No 1º Encontro Nacional Frederico Fezas Vital anunciou na Sessão de Abertura, o desejo do Secretário de Estado da Educação, Dr. João Costa de conhecer claramente os resultados do Encontro. Face ao exposto e com o objectivo de se estabelecer uma visão comum em nome do Mindfulness na Educação assume pertinência a criação de uma comissão que possa responder a algumas das questões então identificadas. Eis algumas: 1. Assumindo a ideia de que um professor para ensinar mindfulness, tem que ter uma prática própria, quais poderão ser os requisitos para que esta prática seja reconhecida no âmbito de um processo de certifcação? Como conciliar a certificação das diversas tradições do mindfulness como o MBSR, o MBCT, o MBCT-L , a transpessoal, a transcendental ou outras? Um monge (ou não) com anos de prática pode ser certificado para ensinar a crianças e jovens nas escolas? Se não, o que

seria necessário neste caso? Como lidar com a situação de uma pessoa que diz que tem uma prática mas não tem um certificado de um curso? 2. Além de um curso de introdução à meditação, de uma prática contínua (a definir) e do exercício de uma profissão ou experiência profissional com crianças e jovens, que outros critérios poderiam ser exigidos a um professor que quer fazer uma formação de ensino de mindfulness para crianças? 3. Quais poderiam ser os conteúdos programáticos e as componentes formativas (como por exemplo, módulo mindfulness, módulo ASE, módulo ética) a incluir na formação de um professor de mindfulness para crianças e jovens? E esta formação seria dada num só bloco ou de forma faseada? Haveria uma componente técnicoprática fora da participação em aulas, como um retiro ou um estágio numa escola? Qual a carga horária parcial e total? 4. O processo formativo deve compreender um período de supervisão? Que modelo de supervisão? A realizar em que atividades? 5. Necessitamos de um órgão que aprove cursos e certifique professores como aptos para o ensino de mindfulness a crianças e jovens? 6. Como é que, em Portugal, os resultados das novas pesquisas podem ser integrados no ensino do mindfulness em contexto escolar? Que órgão poderia ser responsável pela emissão de pareceres e recomendações com vista à integração na formação e nas práticas? Um órgão consultivo? Científico? 7. Se pensarmos na formação de professores de mindfulness, em contexto universitário – licenciatura, pós-graduação ou cursos livres – quais poderiam ser os conteúdos programáticos destes cursos? 8. Como acompanhar e ajudar professores a manter uma prática de mindfulness, após a sua formação? Encontrar respostas para estas e outras questões similares, emergem como algo primordial a fazer, com vista à credibilização e à afirmação do mindfulness em contexto educativo. Sabemos que esta é uma matéria muito recente e bastante sensível, mas acreditamos que em conjunto seremos capazes de abrir trilhos e construir um caminho exemplar, falando a uma só voz.


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

9

Do Sentir à Participação Colaborativa Mindfulness na Educação: um desafio pessoal e colectivo Na Relação conhecemo-nos e transformamo-nos.. Não caminhes à minha frente porque posso não conseguir seguir-te. Não caminhes atrás de mim porque posso não saber guiar-te. Dá-me a mão e caminha ao meu lado. (adaptado de Albert Camus) Implementar o mindfulness nas escolas portuguesas é um desafio pioneiro, da responsabilidade de todos os que se reconhecem nesta Tarefa. Trata-se de criar as bases para que outros possam chegar e para a construção de uma outra sociedade mais em harmonia consigo mesma, onde a paz, o diálogo construtivo e o amor se fazem, naturalmente presentes. Sabemos que pessoalmente e colectivamente estamos em evolução. Somos perfeitos com todas as nossas imperfeições e não existem verdades absolutas. Com humildade, reconhecimento e gratidão, aceitamos e respeitamos as nossas diferenças e caminhamos enquanto colectivo que é capaz de valorizar e dignificar. Em conjunto tornamo-nos mais fortes, perseverantes e resilientes. A mudança começa dentro de nós e, na relação com o outro, transformamo-nos.

No Fazer reconhecemo-nos como jardineiros e avançamos.... O caminho é longo e parte dos desafios já foram identificados: - “Como formar os professores e motivá-los a manter uma prática regular quando sentem falta de tempo e estão em overload? - Como motivar os conselhos directivos das escolas? os pais? - Como garantir a qualidade quando se ensina mindfulness? - Como continuar a ‘semear ‘ e a assegurar as melhores condições para chegarmos a mais pessoas? - Como viver esta fase de transição ganhando dinheiro para pagar as despesas pessoais e financiar os projectos? -Como superar o medo de não ser capaz?” Na mudança que o mindfulness proporcionou nas nossas vidas, encontramos a paixão de servir e contribuir para uma mudança sistémica, respeitando o seu próprio tempo e ritmo. Vamos semeando e jardinando. Como diz o Marco de Abreu: - “Após o painel ficou a impressão no ar, verbalizada por algumas pessoas, que não há razão nenhuma para que não avancem com os seus sonhos de desenvolver um programa de mindfulness, seja na instituição onde trabalham, onde estudam ou estudam os filhos, ou ainda de criar uma empresa que faça isso.” Sigamos então em frente.... com humildade!


10

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

Mindfulness na Educação no plano Digital

* WEBSITE

*

FACEBOOK

*

INSTAGRAM

Comunicar Para Quê? Comunicar estrategicamente para chegar a todos de forma simples e motivadora....

Através do website pretende-se divulgar

de vídeos que neste momento está bastante ocu-

os recursos disponíveis para profissionais e

pada com a edição final dos videos resultantes

famílias, sobre programas de formação, activi- das entrevistas realizadas durante o Encontro. dades ou aprofundamento de conhecimento

Em Janeiro 2018, um plano de comunicação será

Com o objectivo de criar uma audiência interes-

sobre o tema. Neste momento o grupo está a

desenhado, definindo estratégias, a mensagem,

sada no tema do mindfulness na educação e da

definir os critérios de seleção dos programas

os públicos e os meios.

aprendizagem socioemocional, foi criada antes

a promover no website.

mesmo da organização do 1º Encontro Nacional

Os canais são múltiplos e bem geridos podem

- a página no Facebook Mindfulness na Educa-

Caminho muito idêntico é o percorrido pela

realmente facilitar uma comunicação nacional

ção que tem hoje mais de 12.000 likes.

Equipa de Editores da página do Facebook,

bastante eficiente e eficaz, quer dentro da rede,

que definiu não só um conjunto de guide-

quer desta para a sociedade em geral. Sabemos

Já no decurso da organização do Encontro, o

lines, mas também uma forma de organiza-

que os desafios da comunicação são inúmeros

Grupo Research deu visibilidade aos resultados

ção e funcionamento da equipa.

mas queremos chegar mais longe, criando as

do seu trabalho através da criação do website.

Dentro da Comunicação uma outra Equipa

condições para que a reflexão se inicie num

O trabalho desenvolvido por este grupo, em

que se formou após o Encontro, encontra-se

caminho partilhado...onde todos somos impor-

tão pouco tempo, foi notável e não mais parou!

bastante activa. Trata-se da Equipa de edição

tantes.


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

11

Mindfulness na Educação no plano Digital

* CANAL YOUTUBE *

VIMEO

Como se organiza e funciona? 1

Facebook: Equipa de Editores

2

Equipa Audiovisual e Comunicação

3

Divulgar informação, em português, sobre

Tendo por objectivo dar visibilidade pre-

Website: Equipa de Gestão de Conteúdos

as diversas experiências nacionais; partil-

dominantemente nas redes sociais, aos rostos,

Ligar as pessoas entre si e contribuir para uma

har acções dos profissionais envolvidos em

às opiniões, aos saberes e aos projectos de

reflexão contínua e mais aprofundada sobre a

abordagens baseadas em mindfulness em

mindfulness na educação nacionais, foi criada

meditação mindfulness e sobre os benefícios que

contexto educativo; e partilhar acções para

esta equipa da qual fazem parte, Dennis Corlin

pode trazer a toda a comunidade educativa, são

pais, crianças e jovens, são os objectivos prin-

produtor de vídeo, Catarina Gomes, jornalista e

os objectivos principais do website.

cipais da página do Facebook. Da Equipa de

Marly Lopes que não sendo especialista na maté-

A par da Comissão criada para definir critérios

Editores fazem parte: Joana Príncipe, Patrícia

ria aceitou o desafio de dar o seu melhor.

de inclusão de conteúdos no site Mindfulness na

Bacelar, Margarida Cardoso, Joana Carvalho,

Educação, formou-se uma Equipa de carácter mais

Carla Andrade, Cristina Martins, Fernando

operacional que tem como objectivo o desen-

Emídio.

volvimento do website e a gestão dos conteúdos

Como assistentes de edição: Joana Silva,

a disponibilizar.

Carla Fernandes, Ana Maria Marques, Sara

Integram esta equipa: Ana Marques, Cláudia

Caldas; Marta Figueiredo Lopes e Marly

Viana, Cristina Martins, Cristina Quadros, Ivan

Lopes, Mónica Magano, Ethel Feldman.

Sellers, Joana Carvalho, Leonardo Mata, Micael

Para mais informação contactar Cristina

Inês, Sabino Soares e Sandra Costa.

Martins.

Para mais informação contactar Cláudia Viana.


12

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

MINDFULNESS na Educação . . . . O que já está acont e c e n d o . . .

Construindo pontes. . . criando Redes de Cooperação...

Grupo Regional do Algarve reúne com Marion Furr e avança com contactos e formação

Desde o nosso Encontro, acreditamos que muito tem acontecido.

Após o 1º Encontro Nacional, um conjunto de profissionais e o Cen-

Temos conhecimento de que fizeram contactos e alguns de vós

tro de Formação Dr. Rui Grácio ESJD, reúne-se por duas vezes com

estão-se reunindo para aprofundarem a troca de experiências e con- Marion Furr em Albufeira. Planeia-se a realização de dois programhecimento ou simplesmente para se entreajudarem. Gostaríamos

as de formação de 8 semanas para os que estão interessados no

de poder conhecer o que vai acontecendo pelo que vos convidamos MBCT-L. Lagos e Loulé serão os possiveis locais da formação que a fazê-lo no nosso Grupo de facebook. No entretanto respondemos

pode ter inicio já em Fevereiro. É intenção do Grupo levar o pro-

ao pedido da Zen Kids para ampliar a sua capacidade de resposta às jecto de formação da Joana Carvalho até ao Algarve e realizá-lo várias solicitações que tem, e lançámos um desafio a um espaço de

em Lagos em Setembro 2018, uma vez que já está acreditado pelo

Lisboa para a criação de aulas de mindfulness para crianças, que vão CCPFC (Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua de efectivamente avançar com o apoio dalguns colegas.

Professores). Em breve teremos mais noticias!

Associação CALM MIND Criada uma semana antes do Encontro para responder a um desafio

Mindfulness na Educação - Marca Registada

e nos permitir diretamente recepcionar os donativos, Calm Mind é a estrutura que serve de suporte ao Mindfulness na Educação. Uma

Um agradecimento especial a Vítor Bertocchini que concebeu

vez que tudo aconteceu de forma tão rápida, encaramos os próxi-

o logotipo do Encontro Nacional. Com a sua generosidade os

mos meses de vida da associação, como uma fase de instalação,

direitos de imagem foram cedidos à nossa associação que já so-

onde é desejável que se reflita sobre a organização interna, as ações

licitou o seu registo na entidade competente. Daqui a dois meses

a desenvolver e se prepare um processo eleitoral aberto à participa-

teremos a decisão final. Até lá, o movimento continua a crescer.

ção de todos os que queiram assumir responsabilidades.


..

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

em breve em

TODO o PAÍS

13


14

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

O que já está acont e c e n d o . . .

A Mindfulness Initiative é lançada em Portugal

Lançamento do Canal YouTube e Instagram com equipa de produção e edição de vídeos

Para promover o Mindfulness em contexto parlamentar português,

Quer a partir das filmagens dos diversos momentos de trabalho do

foi criada uma equipa especifica, cujo trabalho esteve na base da

Encontro quer das entrevistas, produziu-se um conjunto de vídeos

organização de uma recepção oficial com Chris Ruane, membro do

que já estão a ser lançados no canal do Youtube e Vimeo.

parlamento inglês, no passado 16 de Novembro pelas 18h00 na residência oficial da Embaixadora britânica em Portugal.

Entretanto, formou-se uma nova equipa com o intuito de realizar um

Neste evento que contou com a participaçao de cerca de 30 pes-

leque alargado de entrevistas, a serem levadas a efeito nos próximos

soas, incluindo Paulo Borges, António Pinto Gouveia e Gonçalo

meses com pessoas que participaram no Encontro Nacional.

Pereira, procedeu-se ao lançamento da Mindfulness Initiative, no âmbito da qual se pretende incrementar o mindfulness na As-

Esta equipa disponibilizou-se a aprender novas competências, quer

sembleia da República. Pretende-se atingir o sucesso da Iniciativa

no que concerne à edição de vídeos, quer na realização de entrevistas

Mindfulness no Reino Unido, onde, em quatro anos, 155 membros

através do Skype e da Zoom. O objectivo é divulgar ao máximo, as

do parlamento e 250 colaboradores das equipas de staff realizaram

diferentes abordagens e projectos nacionais, bem como promover a

o programa de 8 semanas ministrado pelo Oxford Mindfulness Cen-

partilha de conhecimento e de reflexão, dando voz a quem tem tanto

tre. Se tem interesse em ajudar nesta iniciativa, é favor contactar

para ensinar.

Luis Carvalho. Redes sociais serão o meio privilegiado para a difusão da mensagem e o reforço da implementação do Mindfulness e da Aprendizagem Socioemocional nas escolas portuguesas, com foco especial na escola pública. Se tem interesse em participar, contacte Ivan Sellers.

CONVITE para Integrar Grupos de Trabalho MINDFULNESS . . . . . . São vários os Grupos de Trabalho que a partir de Janeiro se vão formar. Grupos temporários com objectivos muito concretos e com um prazo bem definido. Caso tenhas um pouco de tempo ou algum dom em particular que queiras colocar ao serviço do Mindfulness na Educação, no círculo da dádiva, contacta Paula Alves e vem daí! Escreve-nos para: mindfulnessnaeducacao@gmail.com


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

PARA VER TODAS AS FOTOS VISITE: https://photos.app.goo.gl/PPU0T9qWsuG50nK32

15


MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO | Dezembro 2017

MINDFULNESS NA EDUCAÇÃO

A todos os directamente envolvidos e aos doadores que tornaram o 1º Encontro Nacional possível.

Gratidão profunda.

www.mindfulnesseducacao.pt https://www.instagram.com/mindfulnessnaeducacao/ https://www.facebook.com/mindfulnesseducacao/

Mindfulness na educação 3jan2018  
Mindfulness na educação 3jan2018  
Advertisement