Issuu on Google+

CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Técnico de Audiovisuais

PROGRAMA Componente de Formação Técnica Disciplina de

Técnicas Audiovisuais

Escolas Proponentes / Autores EPCI – Escola Prof. de Comunicação e Imagem

Maria de Fátima Rodrigues Victor Manuel Ventura

IM – Instituto de Multimédia

João Lorga

OFICINA – Escola Profissional do INA

Rui Pereira Ricardo Santos

ANQ – Agência Nacional para a Qualificação 2008


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

Parte I

Orgânica Geral Índice: Página

1.

Caracterização da Disciplina ……. ……. …

2

2.

Visão Geral do Programa …………. …......

2

3.

Competências a Desenvolver. ………. ….

3

4.

Orientações Metodológicas / Avaliação ….

3

5.

Elenco Modular …….....………………........

4

6.

Bibliografia …………………. …………. ….

5

1


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

1. Caracterização da Disciplina A disciplina de Técnicas Audiovisuais tem características teórico-práticas, sendo leccionada nos 3 anos de formação do curso com uma carga horária de 700 horas distribuídas ao longo deste ciclo de estudos, em que cada aula deverá ser composta por blocos de 45 ou 90 minutos. A disciplina caracteriza-se pela intervenção de várias especialidades do áudio ao vídeo e à fotografia. Esta disciplina pretende habilitar o aluno com conhecimentos acerca de técnicas e equipamento audiovisual, de modo a compreender o seu funcionamento e operar com o mesmo. Deve ainda fornecer ao aluno conceitos de qualidade e organização de trabalho empresarial. Com um sentido fortemente prático, a disciplina articula as várias especialidades para o desenvolvimento e concretização de projectos de produção audiovisual. Pretende-se que a abordagem à disciplina seja feita de forma objectiva, visando a preparação e integração dos alunos no mundo laboral. Embora a maioria dos conteúdos estejam relacionados com a vertente técnica deve existir uma pedagogia transversal que os integre ao nível artístico. A abordagem às tecnologias será feita considerando os processos analógicos e digitais e os vários meios e suportes. Pretende-se que os alunos atinjam um bom nível desempenho na sociedade da comunicação ao nível do entretenimento, da informação e da comunicação. No final, deverão conseguir pôr em prática todos os conhecimentos adquiridos para a concretização de um produto audiovisual na sua versão final.

2. Visão Geral do Programa Pretende-se, que nesta disciplina os alunos desenvolvam competências para a utilização, com rigor técnico, de instrumentos ópticos e ferramentas analógicas e digitais que combinem os vários conteúdos de informação, com o objectivo de conseguirem realizar um produto audiovisual. Os conhecimentos devem ser adquiridos de forma gradual promovendo a interacção entre a teoria e a prática. Este programa visa desenvolver no aluno o conhecimento das técnicas e das outras condições necessárias ao desempenho das funções exigidas a um técnico de audiovisuais, qualificado e responsável.

2


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

3. Competências a Desenvolver ƒ Desenvolver a capacidade para manipular correctamente os equipamentos audiovisuais para processamento combinado de imagem, som, vídeo, texto e outros suportes – analógicos ou digitais. ƒ Aumentar a proficiência na utilização correcta das diversas ferramentas e técnicas audiovisuais para produzir conteúdos. ƒ Alargar o conhecimento das normas de segurança e regulamentos em vigor nesta área para os cumprir. ƒ Desenvolver um espírito de abertura e curiosidade face à evolução das tecnologias, numa atitude de constante inovação e aprendizagem. ƒ Desenvolver competências no domínio da planificação e prossecução dos projectos. ƒ Desenvolver atitudes de responsabilidade, solidariedade e cooperação para realizar projectos de trabalho em grupo.

4. Orientações Metodológicas / Avaliação A disciplina de Técnicas Audiovisuais é uma disciplina de carácter teórico-prático, de estrutura modular, o que permite desenvolver estratégias de ensino aprendizagem que possibilitem aos alunos descobrir: o seu ritmo de aprendizagem individualmente ou em grupo e o gosto pela auto-formação, pela pesquisa e prática experimental. Permite, ainda, que o professor adapte a acção educativa às necessidades de cada um recorrendo a métodos de trabalho diversificados para os quais, dependendo das suas características, poderão ser necessários desdobramentos das turmas de forma a atingir os objectivos pretendidos. A realização de exercícios individuais ou em grupo e/ou testes formativos – corrigidos de forma a contribuir para uma auto e hetero-avaliação – permite aos alunos acompanhar a sua própria formação e fornecer ao professor dados sobre a evolução da turma, possibilitando uma qualquer alteração das estratégias de ensino-aprendizagem sempre que necessário. A assiduidade, interesse, participação e evolução deverão, preferencialmente, ser factores a considerar na avaliação do aluno.

3


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

5. Elenco Modular Número

Designação

Duração de referência (horas)

1

Produção

39

2

Argumento – Escrita Audiovisual

30

3

Fotografia I

30

4

Fotografia II

30

5

Câmara I

30

6

Câmara II

60

7

Câmara III

30

8

Iluminação I

30

9

Iluminação II

30

10

Som I

30

11

Som II

60

12

Som III

60

13

Teoria de Edição I

30

14

Teoria de Edição II

21

15

Laboratório de Edição I

30

16

Laboratório de Edição II

39

17

Laboratório de Edição III

60

18

Realização

40

19

Manutenção, Ergonomia e Segurança

21

4


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

6. Bibliografia Livros: . ADAMS, Michael H. Single-Camera Video: The Creative Challenge. Dubuque, IA: William C. Brown Publishers. 1992. . ALMEIDA, Manuel Faria, Cinema e Televisão, Princípios Básicos. Lisboa: TV Guia Editora, 1989. . ALTEN, Stanley R. Audio in Media. 3rd ed. Belmont: Wadsworth. 1994. . ANDERSON, Gary H. Video Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . APPIA, Adolphe, A Obra de Arte Viva, Lisboa: Editora Arcádia, 1979. . BARTHES, Roland, A Câmara Clara: Nota sobre a Fotografia, Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1984. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROOK, Peter, The Empty Space: A Book About the Theatre, London and New York: Peter Brook Ed., 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing - A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . CHIÓN, Michel, Como se escribe un guión. Madrid: Ed. Cátedra. 1995. . CLIFFORD, Martin. Microphones. 3rd ed. Blue Ridge Summit, PA: TAB Books, 1986. . COMPARATO, Doc, A Guerra das Imaginações. Col. Terra dos Homens, Lisboa: Pergaminho, 1998. . COSTA, Henrique Alves, A Longa Caminhada para a Invenção do Cinematógrafo, Porto: Cineclube/Editorial, 1988. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . DIMAGGIO, Madeline, Escribir para Televisión. Cómo elaborar guiones y promocionarlos en las cadenas públicas y privadas, Barcelona: Paidós Comunicacion, 1992. . EARGLE, John, Music, Sound and Technology (Electrical Engineering). New York: Van Nos Strand & Reinhold, 1990. . ESPADA, L. Gutierres, Narrativa fílmica, teoria y técnica del guión cinematográfico, Madrid: Pirámide, 1978. . FIELD, Syd, El Libro del Guión : fundamentos de la escritura de guiones: una guía paso a paso, desde la primera idea hasta el guión acabad, Madrid: Plot, 1994. . FIELD, Syd, The Screenwriters’ Problem Solver: How to recognize, identify and define screenwriting problems. New York: Dell Publishing, 1998. . GATES, Richard, Production Management for Film and Video. Newton, MA: Focal Press, 1995.

. GROSS, Lynne S., and Larry W. Ward. Electronic Moviemaking, 3rd ed. Belmont, CA: Wadsworth, 1997. . HECHT, Eugene, Óptica, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1991. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. 5


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

Bibliografia (cont.) . HEDGECOE, John, O Manual do Fotógrafo, 6ª edição. Porto: Porto Editora, 1982. . HUBER, David Miles. Microphone Manual, Design and Application. Indianapolis, IN: Howard W. Sams & Co., 1989. . JOLLANDS, David, Visão, Luz e Cor, vol. 3. São Paulo: Verbo Editora, 1986. . KATZ, Steven, Film Directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1991.

.

KENDLER, H., Introdução à Psicologia, 4ª edição. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1980.

. LANGFORD, Michael, Aprendizagem da Fotografia: Aperfeiçoamento, Colecção Dimensões, Lisboa: Editorial Presença/Martins Fontes, 1980. . LANGFORD, Michael, Fotografia Básica, Lisboa: Dinalivro, 2003. . LEÓN, Bienvenido, El Documental de Divulgación Científica, Barcelona: Paidós Comunicacion, 1999. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . MCCANDLESS, Stanley, A Method of Lighting the Stage, 4ªedição. New York: Drama Book Publishers... 1979. . MILLERSON, Gerald, Effective TV Production. 3rd ed. Newton, MA: Focal Press, 1993 . NILSEN, Vladimir, The Cinema As A Graphic Art (On A Theory Of Representation), London: Newnes Educational Publishing, 1969. . PATRIX, Georges, Design et Environnement, Paris: Casternan, 1973. . PILBROW, Richard, Stage lighting, New York: Drama Book Publishers, 1979. . RATCLIFF, John. Timecode: A User's Guide, 3rd edition. Newton, MA: Focal Press, 1996. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . RÊGO, Jorge, Fotografia, Lisboa: Edições Asa, 2001. . RUMSEY, Francis. Stereo Sound for Television. London, Boston: Focal Press, 1989. . SCHIHL, Robert J., Single Camera Video: From Concept to Edited Master”. Boston: Focal Press, 1989. . SCHNEIDER, Arthur. Electronic Post-production and Videotape Editing. Boston: Focal Press, 1989. . SHERIFFS, Video Field Production and Editing, 3rd ed. Boston: Allyn and Bacon, 1994. . SILVA, João Carlos da, 3ds Max 7 Prático e Ilustrado, 1ªedição, (s.l.) Editora Érica, 2005. . SILVA, Manuel J. Lopes da; Teves, Vasco Hogan, Vamos Falar de Televisão, Livros RTP, Biblioteca Básica Verbo, Lisboa: Editorial Verbo, 1971. . STEVEN, Katz, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen, (s.l.), Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991. . TOZER, Norman, Guia Prático da Câmara de Vídeo, Lisboa: Editorial Estampa, Lda. 1996. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999. . VALE, Eugene: Técnicas del Guión para Cine y Televisión. Barcelona: Gedisa, 1989. 6


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

Bibliografia (cont.) . VAZ, Emanuel Eduardo Pires, Luminotecnia, Porto: Edições Lopes da Silva, 1987. . WATKINSON, John, An Introduction to Digital Video. 2nd edition. Boston: Focal Press, 2001. . WHITTAKER, Ron, Television Production. Mountain View, CA: Mayfield Publishing Co, 1993. . WIESE, Michael, The Independent Film and Videomaker's Guide. 2nd edition. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1998. . WURTZEL, Alan, ROSENBAUM, John, Television Production, 4th ed. New York: McGraw-Hill, 1995. . ZETTL, Herbert, Television Production Handbook, 6th ed. Belmont, CA: Wadsworth, 1997.

Endereços electrónicos: http://www.lapaginadelguion.org/baiz.htm

7


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

Parte II

Módulos Índice: Página

Módulo 1

Produção

9

Módulo 2

Argumento – Escrita Audiovisual

11

Módulo 3

Fotografia I

13

Módulo 4

Fotografia II

15

Módulo 5

Câmara I

17

Módulo 6

Câmara II

19

Módulo 7

Câmara III

21

Módulo 8

Iluminação I

23

Módulo 9

Iluminação II

26

Módulo 10

Som I

29

Módulo 11

Som II

31

Módulo 12

Som III

33

Módulo 13

Teoria de Edição I

35

Módulo 14

Teoria de Edição II

37

Módulo 15

Laboratório de Edição I

39

Módulo 16

Laboratório de Edição II

41

Módulo 17

Laboratório de Edição III

43

Módulo 18

Realização

45

Módulo 19

Manutenção, Ergonomia e Segurança

47

8


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 1

Produção Duração de Referência: 39 horas

1. Apresentação Este módulo pretende dar a conhecer aos alunos o mundo audiovisual, em geral, e a realidade televisiva, em particular. O conceito de produção no mundo televisivo, as diferentes funções de cada membro da equipa de produção e as três fases de concretização de um produto audiovisual. Pretende-se ainda, com este módulo, que o aluno adquira os conhecimentos necessários para poder realizar, de uma forma autónoma, um orçamento para uma produção audiovisual.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Enumerar os diferentes tipos de produção audiovisual. ƒ Identificar o mercado de trabalho e tipos de produtos audiovisuais. ƒ Identificar os passos fundamentais a seguir numa produção. ƒ Explicar a gestão de recursos humanos, técnicos, financeiros e logísticos da produção. ƒ Identificar os aspectos jurídicos da produção audiovisual. ƒ Elaborar o orçamento para um produto audiovisual.

9


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 1: Produção

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Produção audiovisual 1.1. Introdução à produção televisiva 1.2. Introdução ao mundo audiovisual 1.3. A equipa de produção 1.4. Programas, propostas e argumentos 1.5. O institucional, o publicitário e o broadcast 1.6. A produção de programas para televisão: tipos, fases e características da produção em estúdio, exteriores e transmissões 1.7. As três fases da produção: pré-produção – produção e pós-produção 1.8. Os passos fundamentais da produção audiovisual 1.9. Planificação da produção 2. Orçamentos, contratos e fiscalidade 2.1. Gestão e recursos humanos, técnicos, financeiros e logísticos 2.2. Normas de segurança e prevenção de riscos 2.3. Custos de produção 2.4. Contratos e orçamentos, aspectos legais e direitos de autor

4. Bibliografia / Outros Recursos . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th, London: McGraw-Hill, 1998. . GATES, Richard, Production Management for Film and Video. Newton, MA: Focal Press, 1995. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1991. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . MILLERSON, Gerald, Effective TV Production. 3rd ed. Newton, MA: Focal Press, 1993. . REA, Peter W. David K. Irving, Producing and Directing, the short film and video, USA, 2000. . SHERRIFFS, Video Field Production and Editing, 3rd ed. Boston: Allyn And Bacon, 1994. . WATKINSON, John, An Introduction to Digital Video. 2nd edition. Newton, MA: Focal Press, 2001. . WHITTAKER, Ron, Television Production. Mountain View, CA: Mayfield Publishing Co, 1993. . WURTZEL, Alan, ROSENBAUM, John, Television Production, 4th ed. New York: McGraw-Hill, 1995. . ZETTL, Herbert, Television Production Handbook, 6th ed. Belmont, CA: Wadsworth, 1997.

10


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 2

Argumento – Escrita Audiovisual Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Ao longo do módulo o aluno deverá ficar com uma ideia geral sobre todo o processo prévio à escrita do guião. Deverá perceber e elaborar, o argumento, a sinopse e os diferentes tipos de estruturas; reconhecer os diferentes tipos de guiões: vídeo institucional, informação, documentário, publicitários e de ficção; saber distinguir o guião literário do guião técnico. No final do módulo o aluno deverá escrever, de forma autónoma, um guião literário para um vídeo institucional.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Distinguir tema, ideia e storyline. ƒ Identificar os diferentes tipos de guião televisivo. ƒ Escrever um argumento e uma sinopse. ƒ Estruturar um guião. ƒ Escrever um texto audiovisual para locução. ƒ Elaborar um guião literário.

11


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 2: Argumento – Escrita Audiovisual

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Definição e prioridade metodológica da ideia 2. Tipos de ideia, a ideia centro da obra 3. Storyline, primeiro desenvolvimento da ideia 4. Investigação, compilação e estudo do material narrativo 5. Definição de argumento 6. Relação entre ideia e argumento 7. Definição e elementos da sinopse 8. Importância da sinopse e tipos: técnica e comercial 9. Tipos de planos e movimentos de câmara usados na captação de imagem no meio audiovisual 10. Cenas de TV, definição e tipos 11. Finalidade e utilidade da estrutura narrativa 12. Breaks ou blocos 13. Definição de guião literário 14. Características da redacção de um literário

4. Bibliografia/Outros Recursos . CHIÓN, Michel, Como se Escribe un Guión. Madrid, Ed. Cátedra. 1995 . COMPARATO, Doc, A Guerra das Imaginações. Col. Terra dos Homens, Lisboa: Pergaminho, 1998 . DIMAGGIO, Madeline, Escribir para Televisión. Cómo elaborar guiones y promocionarlos en las cadenas públicas y privadas, Barcelona: Paidós Comunicacion, 1992. . ESPADA L. Gutierres, Narrativa Fílmica, Teoria y Técnica del Guión Cinematográfico, Madrid, Pirámide, 1978. . FIELD, Syd, The screenwriters’ problem solver: How to recognize, identify and define screenwriting problems. New York: Dell Publishing, 1998. . FIELD, Syd, El libro del guión: fundamentos de la escritura de guiones: una guía paso a paso, desde la primera idea hasta el guión acabad. Madrid: Plot, 1994. . LEÓN, Bienvenido, El Documental de Divulgación Científica, Barcelona: Paidós Comunicacion, 1999. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . VALE, Eugene, Técnicas del Guión para Cine y Televisión. Barcelona: Gedisa, 1989 Endereços electrónicos: http://www.lapaginadelguion.org/baiz.htm

12


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 3

Fotografia I Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Pretende-se que com este módulo o aluno capte imagens fotográficas utilizando câmaras analógicas e digitais sendo capaz de fotografar paisagens, pessoas e objectos em ambientes diurnos e nocturnos. É importante que estas práticas se desenvolvam em ambientes exteriores, interiores e/ou em estúdio. É essencial que o aluno compreenda o mecanismo de formação da imagem fotográfica no processo analógico e digital e saiba relacionar e controlar os factores de ordem física que influenciam a qualidade da imagem. O aluno deve conhecer e utilizar o processo de impressão a cores e a preto e branco e saber usar ferramentas digitais para o tratamento da imagem fotográfica.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Explicar os fenómenos da luz e da formação da imagem fotográfica. ƒ Comparar os mecanismos da máquina fotográfica com o mecanismo de visão humano. ƒ Relacionar diafragma e iluminação. ƒ Relacionar luz, sombra e contraste. ƒ Explicar o funcionamento da câmara fotográfica. ƒ Identificar a funcionalidade dos acessórios de fotografia. ƒ Explicar o comportamento da iluminação na fotografia. ƒ Utilizar a máquina fotográfica em ambientes de iluminação natural e artificial. ƒ Controlar o índice de exposição. ƒ Definir os conceitos fundamentais da imagem digital.

13


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 3: Fotografia I

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Luz e cor 2. Formação da imagem: mecanismos da visão humana e da máquina fotográfica 3. Elementos essenciais da câmara fotográfica; constituição e funcionamento 4. Objectivas: princípios básicos, tipos e funções 5. Latitude de exposição. Contrastes e harmonias 6. Tipos e técnicas de iluminação; a direcção da luz. Contraluz 7. Tipos de filme. Sensibilidade 8. Edição digital de fotografia 9. Enquadramento e composição 10. Interiores e exteriores. Luz e sombra. Relevo e contraste 11. Fotómetro de luz incidente e de luz reflectida 12. Impressão a cores de fotografia digital 13. Revelação a preto e branco

4. Bibliografia/Outros Recursos . ALMEIDA, Manuel Faria, Cinema e televisão, Princípios básicos, Lisboa: TV Guia Editora, 1989 . BARTHES, Roland, A Câmara Clara: nota sobre a fotografia, Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1984 . HECHT, Eugene, Óptica, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1991Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 1991. . HEDGECOE, John, O manual do fotógrafo, 6ª edição. Porto: Porto Editora, 1982Porto Editora, 6ª edição, 1982. . JOLLANDS, David, Visão, luz e cor, vol. 3. São Paulo: Verbo, 1986. . KENDLER, H., Introdução à Psicologia, 4ª edição. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1980Fundação Calouste Gulbenkian, 4ª edição, 1990. . LANGFORD, Michael, Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro, 2003. . NILSEN, Vladimir, The Cinema As A Graphic Art (On A Theory Of Representation). London: Newnes Educational Publishing, 1969.

14


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 4

Fotografia II Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Pretende-se que neste módulo o aluno aperfeiçoe o seu domínio sobre a composição fotográfica, iniciada no módulo 3 e atinja um bom nível no uso dos acessórios de fotografia. É importante realizar trabalhos de reportagem fotográfica em exteriores e praticar retrato da figura humana em estúdio. O aluno deve ser estimulado a organizar o seu portefólio e a planear e executar uma exposição/apresentação fotográfica dos trabalhos realizados. É essencial que saiba manter actualizado o seu arquivo digital de fotografia. É aconselhável que exista um espaço experimental de trabalho, em particular, na realização de macrofotografia e para práticas com os efeitos visuais.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Identificar profundidade de campo. ƒ Definir distância focal. ƒ Distinguir lente grande angular de teleobjectiva. ƒ Relacionar temperaturas de cor. ƒ Definir dioptria. ƒ Definir a paralaxe. ƒ Praticar fotografia de estúdio. ƒ Praticar fotografia em exteriores e interiores. ƒ Dominar os princípios básicos da produção fotográfica e o uso dos equipamentos fotográficos. ƒ Revelar um sentido estético mais apurado e crítico quanto aos valores expressivos da imagem. ƒ Aplicar as possibilidades técnicas, formais e criativas da fotografia. ƒ Aplicar a terminologia adequada ao domínio da fotografia.

15


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 4: Fotografia II

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Tipos, características e manuseamento de câmaras fotográficas digitais 2. Linguagem fotográfica 3. Paralaxe; lente reflex 4. Nitidez de imagem; profundidade de campo 5. Relação abertura/tempo de exposição (índice de iluminação) 6. Escala de temperaturas de cor 7. Filtros de cor; contrastes; polarização; conversão 8. Flash electrónico e flash de magnésio 9. Macrofotografia 10. Fisiogramas 11. Diaporamas e diapositivos 12. Impressão a cores de fotografia digital 13. Revelação e ampliação a preto e branco

4. Bibliografia/Outros Recursos . HEDGECOE, John, O Manual do Fotógrafo, Porto: Porto Editora, 1982. . LANGFORD, Michael, Aprendizagem da Fotografia, Aperfeiçoamento, Colecção Dimensões. Lisboa: Editorial Presença/Martins Fontes, 1980. . LANGFORD, Michael, Fotografia Básica, Lisboa: Dinalivro, 2003. . RÊGO, Jorge, Fotografia, Lisboa: Edições Asa, 2001.

16


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 5

Câmara I Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Neste módulo, pretende-se que o aluno conheça os princípios básicos da televisão a cores e interprete as características do sinal de vídeo aplicando as suas técnicas de ajuste. Este módulo tem carácter teórico-prático sendo essencial que o aluno reconheça as características e as diferentes partes de uma câmara de vídeo com gravador incorporado (“camcorder profissional”), e que autonomamente, seja capaz de a preparar para utilização sobre um suporte. É importante que o aluno conheça o funcionamento do mecanismo de visão humana.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Explicar o mecanismo fisiológico do olho humano aplicado a câmara. ƒ Definir os princípios da televisão a cores. ƒ Identificar o sinal de vídeo e as técnicas de ajuste. ƒ Identificar os diferentes tipos de suportes de câmara. ƒ Distinguir as diferentes partes de uma camcorder. ƒ Manusear o equipamento correctamente e em segurança.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Hardware audiovisual; televisão e do vídeo 2. Analogia entre a anatomia e fisiologia do olho humano e a câmara 3. Medidores electrónicos do sinal de vídeo e os seus de ajustes 4. Suportes de câmara: Tripé, grua, pedestal, dolly, steadycam 5. As diferentes partes de uma camcorder 6. O uso das baterias e o material de transporte de equipamento 7. Montagem e desmontagem de uma camcorder profissional sobre um tripé 8. Manuseamento e noções de segurança no uso do material profissional

17


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 5: Câmara I

4. Bibliografia/Outros Recursos . ADAMS, Michael H. Single-Camera Video: The Creative Challenge. Dubuque, IA: William C. Brown Publishers. 1992. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guie de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing-A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . COSTA, Henrique Alves, A Longa Caminhada para a Invenção do Cinematógrafo, Porto: Cineclube/Editorial, 1988. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1991. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHIHL, Robert J., Single Camera Video: From Concept to Edited Master” Boston: Focal Press, 1989. . SILVA, Manuel J. Lopes da; Teves, Vasco Hogan, Vamos Falar de Televisão, Livros RTP, Biblioteca básica Verbo, Lisboa: Editorial Verbo, 1971. . TOZER, Norman, Guia Prático da Câmara de Vídeo. Lisboa: Editorial Estampa, Lda, 1996. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

18


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 6

Câmara II Duração de Referência: 60 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno distinga as diferentes partes de uma camcorder profissional, reconheça as suas diferentes funções e que tome conhecimento dos diversos suportes para câmara. Pretende-se que o aluno ponha em funcionamento uma camcorder profissional autonomamente e grave imagens e sons para peças de informação, realizando todas as operações necessárias para o efeito.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Distinguir as diferentes partes de uma camcorder profissional. ƒ Reconhecer as funções básicas de uma camcorder profissional. ƒ Montar e desmontar suportes básicos para câmara. ƒ Preparar uma camcorder profissional e deixá-la pronta a operar. ƒ Operar uma camcorder profissional de forma autónoma.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Câmaras e camcorders 2. Camcorders analógicas e digitais 3. Suportes de câmara: Tripés, pedestais, rodados e gruas 4. Suportes de gravação digitais e analógicos 5. Angulação, enquadramento, planos, movimentos de câmara e composição de imagem 6. Gravação digital e analógica 7. Vídeo reportagem. Peça de informação

19


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 6: Câmara II

4. Bibliografia/Outros Recursos . ADAMS, Michael H. Single-Camera Video: The Creative Challenge. Dubuque, IA: William C. Brown Publishers. 1992. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHIHL, Robert J., Single Camera Video: From Concept to Edited Master”. Boston: Focal Press, 1989. . SILVA, Manuel J. Lopes da; Teves, Vasco Hogan, Vamos Falar de Televisão, Livros RTP, Biblioteca básica Verbo, Lisboa: Editorial Verbo, 1971. . TOZER, Norman, Guia Prático da Câmara de Vídeo, Lisboa: Editorial Estampa, Lda. 1996. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

20


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 7

Câmara III Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno saiba manipular todos os controlos de ajuste de uma camcorder profissional. Pretende-se também que o aluno ponha em funcionamento uma camcorder profissional e grave imagens e sons realizando todas as operações necessárias para o efeito, de uma forma autónoma. Finalmente, é essencial que consiga operar uma câmara profissional em configuração de estúdio sob o comando de um realizador e que seja capaz de interpretar e executar todas as suas ordens.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Utilizar todos os ajustes de uma câmara de vídeo profissional autonomamente. ƒ Ajustar os equipamentos de gravação e de reprodução de uma câmara de vídeo profissional de forma autónoma. ƒ Aplicar as técnicas básicas de captação de imagem e som com uma com uma câmara de vídeo profissional. ƒ Montar uma câmara profissional de estúdio de forma autónoma. ƒ Operar uma câmara profissional de estúdio sob as ordens de um realizador e cumpri-las.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Captação de vídeo e áudio de interiores e exteriores 2. Vídeo institucional, o vídeo promocional e o vídeo publicitário 3. Estúdio de televisão 4. Tripés, os pedestais, as gruas e os suportes de câmara portáteis 5. Câmaras de estúdio 6. Programas de entretenimento e informação 7. Manuseamento e noções de segurança no uso do material profissional

21


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 7: Câmara III

4. Bibliografia/Outros Recursos . ADAMS, Michael H. Single-Camera Video: The Creative Challenge. Dubuque, IA: William C. Brown Publishers. 1992 . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991 . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993 . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHIHL, Robert J., Single Camera Video: From Concept to Edited Master”. Boston: Focal Press, 1989. . SILVA, Manuel J. Lopes da; Teves, Vasco Hogan, Vamos Falar de Televisão, Livros RTP, Biblioteca básica Verbo, Lisboa: Editorial Verbo, 1971. . TOZER, Norman, Guia Prático da Câmara de Vídeo, Lisboa: Editorial Estampa, Lda. 1996 . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

22


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 8

Iluminação I Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Este módulo tem como objecto o estudo dos fenómenos da luz aplicado aos instrumentos ópticos usados nos processos de produção audiovisual. Câmaras de vídeo, câmaras fotográficas, projectores de vídeo, monitores, não passam de aplicações directas do comportamento da luz e das suas propriedades. É necessário compreender a natureza da luz no âmbito da óptica geométrica, investigando algumas das suas melhores aplicações relacionadas com a produção de imagens. Para a correcta aplicação dos objectivos da iluminação, um técnico de audiovisuais deve conhecer as propriedades da luz, saber aplicá-las como matéria-prima de design no espaço e entender a estrutura da linguagem visual. Neste aspecto tem particular relevância a compreensão e utilização da cor nas ferramentas ópticas e nos pigmentos. É importante que o aluno saiba relacionar as ferramentas ópticas naquilo que elas têm de comum do ponto de vista técnico. O espaço de aprendizagem deve ser um espaço experimental – laboratório de iluminação – que estimule a realização de experiências como a de difracção da luz branca, da adição das cores primárias, de reflexão e refracção e medição da quantidade de luz.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Identificar o comportamento da luz na região do visível. ƒ Enumerar as propriedades da luz. ƒ Explicar o comportamento da cor na luz e nos pigmentos. ƒ Distinguir cor quente, fria e neutra. ƒ Distinguir iluminação natural de artificial, luz reflectida de luz directa. ƒ Aplicar a lei geral da iluminação. ƒ Aplicar as noções de contraste e relevo. ƒ Medir a quantidade de luz. ƒ Definir temperatura de cor. ƒ Explicar o mecanismo de reflexão e refracção da luz. ƒ Distinguir lente grande angular de teleobjectiva. ƒ Definir o princípio de funcionamento de uma câmara fotográfica e de vídeo. ƒ Relacionar o funcionamento dos instrumentos ópticos com o mecanismo de visão humano. ƒ Relacionar profundidade de campo com distância focal.

ƒ Definir a paralaxe.

23


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 8: Iluminação I

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Espectro das radiações – região do visível 2. Difracção da luz branca 3. Propriedades da luz 4. Processo aditivo e subtractivo da cor – cores primárias e cores secundárias – sistema RGB 5. Iluminação natural e artificial – luz directa e luz reflectida 6. Luz, sombra, contraste – textura e relevo 7. Lei do inverso do quadrado da distância 8. Normas de luminância por classe de tarefa visual 9. Rendimento luminoso – eficácia espectral – temperatura de cor 10. Unidades de luminância (Joule – Lumen – Candela – Lux) 11. Mecanismo de reflexão e refracção da luz – lei geral da reflexão 12. Lentes convexas e côncavas – grande angular e teleobjectiva 13. Leis de Fresnel 14. Princípios de funcionamento dos instrumentos ópticos 15. Analogias entre a câmara fotográfica e de vídeo e o mecanismo óptico humano 16. Profundidade de campo – ponto focal e distância focal 17. Dioptria e paralaxe

4. Bibliografia/Outros Recursos . ALMEIDA, Manuel Faria, Cinema e Televisão, Princípios Básicos. Lisboa: TV Guia Editora, 1989. . APPIA, Adolphe, A Obra de Arte Viva, Lisboa: Editora Arcádia, 1979. . BROOK, Peter, The Empty Space: A Book About the Theatre, London and New York: Peter Brook Ed., 1995. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HECHT, Eugene, Óptica, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1991. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . HEDGECOE, John, O Manual do Fotógrafo, 6ª edição. Porto: Porto Editora, 198282. . JOLLANDS, David, Visão, Luz e Cor, vol. 3. São Paulo: Verbo Editora, 1986. . KENDLER, H., Introdução à Psicologia, 4ª edição. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1980. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982.

24


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 8: Iluminação I

Bibliografia/Outros Recursos (cont.) . MCCANDLESS, Stanley, A method of lighting the stage, 4ªedição. New York: Drama Book Publishers, 1979. . NILSEN, Vladimir, The Cinema As A Graphic Art (On A Theory Of Representation), London: Newnes Educational Publishing, 1969. . PATRIX, Georges, Design et Environnement, Paris: Casternan, 1973. . PILBROW, Richard, Stage Lighting, New York: Drama Book Publishers, 1979. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999. . VAZ, Emanuel Eduardo Pires, Luminotecnia, Porto: Edições Lopes da Silva, 1987.

25


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 9

Iluminação II Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Este módulo tem como objecto o estudo da tecnologia de iluminação e da sua utilização na luminotécnica de cena para a produção de conteúdos audiovisuais. Não sendo um especialista de luz, é importante que um técnico de audiovisuais saiba o essencial sobre a relação estrutura/função do equipamento de iluminação para o seu correcto uso nas melhores condições de eficiência e segurança. Pretende-se que o aluno saiba utilizar as técnicas de iluminação adequadas aos diversos aspectos da produção audiovisual, quer em estúdio quer em exteriores. Deve estimular-se o recurso ao desenho técnico numa lógica de planeamento que facilite os processos de montagem e manipulação dos equipamentos. É importante reservar algum tempo para a abordagem das questões eléctricas associadas ao uso deste tipo de equipamento para assegurar a sua correcta manutenção. Os alunos devem saber consultar um catálogo e comparar as especificações técnicas dos vários equipamentos. Este módulo deve ter características experimentais para a eficiente utilização da luz no vídeo e na fotografia estimulando práticas de composição que atinjam os objectivos da iluminação.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Enumerar as medidas de segurança na manipulação de lâmpadas eléctricas. ƒ Utilizar equipamento de iluminação portátil e de estúdio. ƒ Relacionar a sensibilidade dos filtros. ƒ Interpretar o esquema de montagem de um projecto de iluminação. ƒ Explicar os processos da luminotécnica de cena. ƒ Comparar as várias técnicas de iluminação. ƒ Aplicar visibilidade selectiva, revelação das formas, movimento e composição. ƒ Comparar limites tonais das câmaras de vídeo. ƒ Controlar as variáveis que interferem na imagem. ƒ Representar em desenho a estratégia de iluminação – simbologia. ƒ Relacionar a dimensão da imagem projectada com distância.

ƒ Definir o processo de Croma.

26


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 9: Iluminação II

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Lâmpadas eléctricas – princípios de funcionamento 2. Projectores de recorte e projectores divergentes 3. Equipamento de iluminação portátil e de estúdio 4. Acessórios de iluminação – reflectores e filtros 5. Fotómetros de luz incidente e reflectida 6. Instalação e comando de equipamento de iluminação 7. Método de Stanley McCandless 8. Objectivos da iluminação 9. Tipos de iluminação e principais ângulos de focagem em exteriores e interiores 10. Componentes do desenho de luz no vídeo e na fotografia 11. Elementos que constituem uma imagem 12. Limites tonais das câmaras vidicon e plumbicon 13. Sinopse de iluminação 14. Matemática das projecções

4. Bibliografia/Outros Recursos . ALMEIDA, Manuel Faria, Cinema e Televisão, Princípios Básicos. Lisboa: TV Guia Editora, 1989. . APPIA, Adolphe, A Obra de Arte Viva, Lisboa: Editora Arcádia, 1979. . BROOK, Peter, The Empty Space: A Book About the Theatre, London and New York: Peter Brook Ed., 1995. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HECHT, Eugene, Óptica, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1991. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . HEDGECOE, John, O Manual do Fotógrafo, 6ª edição. Porto: Porto Editora, 198282. . JOLLANDS, David, Visão, Luz e Cor, vol. 3. São Paulo: Verbo Editora, 1986. . KENDLER, H., Introdução à Psicologia, 4ª edição. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1980. . LEWIS, Roland 101 Sugestões Vídeo, Civilização, 1996. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . MCCANDLESS, Stanley, A method of lighting the stage, 4ªedição. New York: Drama Book Publishers, 1979.

27


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 9: Iluminação II

Bibliografia/Outros Recursos (cont.) . NILSEN, Vladimir, The Cinema As A Graphic Art (On A Theory Of Representation), London: Newnes Educational Publishing, 1969. . PATRIX, Georges, Design et Environnement, Paris: Casternan, 1973. . PILBROW, Richard, Stage Lighting, New York: Drama Book Publishers, 1979. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999. . VAZ, Emanuel Eduardo Pires, Luminotecnia, Porto: Edições Lopes da Silva, 1987.

28


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 10

Som I Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno conheça os princípios básicos do som assim como os fundamentos físicos e as características do sinal sonoro. É essencial que aprenda a reconhecer os valores dos diferentes parâmetros do som. Pretende-se ainda que tome conhecimento dos equipamentos de captação de som e consiga diferenciar os tipos e as principais características dos microfones. Deverá também conhecer o seu manuseamento e o dos elementos auxiliares. O aluno deve ainda conseguir descrever correctamente o mecanismo fisiológico do ouvido humano.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Definir os princípios básicos do som. ƒ Interpretar os diferentes parâmetros do som. ƒ Descrever correctamente o mecanismo fisiológico e as características do ouvido humano. ƒ Analisar o espectro da intensidade sonora. ƒ Distinguir tipos e características principais dos microfones. ƒ Manusear o equipamento correctamente e em segurança.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Som no mundo audiovisual 2. Audição; distinção entre os vários tipos de som 3. Ouvido humano: comparação da anatomia, fisiologia do ouvido com a captação de som 4. Acústica; utilização de aparelhos de medição sonora 5. Transformação do som num sinal eléctrico 6. Captação do som, microfones 7. Manuseamento e noções de segurança no uso do material profissional

29


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 10: Som I

4. Bibliografia/Outros Recursos . ALTEN, Stanley R. Audio in Media. 3rd ed. Belmont: Wadsworth. 1994. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . CLIFFORD, Martin. Microphones. 3rd ed. Blue Ridge Summit, PA: TAB Books, 1986. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . EARGLE, John, Music, Sound And Technology (Electrical Engineering). New York: Van Nos Strand & Reinhold, 1990. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo. Lisboa: Dinalivro, 1997. . HUBER, David Miles. Microphone Manual, Design and Application. Indianapolis, IN: Howard W. Sams & Co., 1989. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . RUMSEY, Francis. Stereo Sound for Television. London, Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

30


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 11

Som II Duração de Referência: 60 horas

1. Apresentação Pretende-se que o aluno tome conhecimento dos softwares de edição áudio, que consiga gravar, editar e masterizar um trabalho. Assim, o aluno deverá ser capaz de interpretar um guião técnico e fazer um alinhamento de gravação. Deverá ainda conhecer os equipamentos de captação e gravação do som, e operar uma mesa de mistura áudio. Pretende-se também que o aluno conheça os equalizadores e aprenda as técnicas de equalização e filtragem do som.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Interpretar correctamente um guião técnico e um alinhamento de gravação. ƒ Manipular os equipamentos de captação e gravação de som. ƒ Identificar as necessidades técnicas e os processos a seguir para a captação e gravação de som em interior e/ou exterior. ƒ Preparar adequadamente os canais de uma mesa de mistura áudio e o endereço dos grupos e sub grupos para gravação. ƒ Aplicar técnicas de ajuste dos parâmetros de um sinal sonoro a partir dos meios técnicos disponíveis. ƒ Equalizar um sinal sonoro à entrada de uma mesa de mistura áudio, de forma a garantir a sua qualidade técnica. ƒ Eliminar o ruído de fundo de uma fita magnética através do uso de noise gate. ƒ Saber utilizar hardware e software de áudio para gravar, editar e masterizar. ƒ Manusear o equipamento correctamente e em segurança.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Guião técnico e alinhamento de gravação. Microfones, gravadores DAT 2. Mesa de mistura áudio analógica e digital. Conversores analógico-digital e digital-analógico 3. Equalizadores paramétricos, noise gate 4. Processadores dinâmicos, processadores de efeitos 5. Código de tempo SMPTE/EBU 6. Sincronização áudio e vídeo 7. Softwares de edição áudio

31


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 11: Som II

4. Bibliografia/Outros Recursos . ALTEN, Stanley R. Audio in Media. 3rd ed. Belmont: Wadsworth. 1994. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . CLIFFORD, Martin. Microphones. 3rd ed. Blue Ridge Summit, PA: TAB Books, 1986. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . EARGLE, John, Music, Sound And Technology (Electrical Engineering). New York: Van Nos Strand & Reinhold, 1990. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo. Lisboa: Dinalivro, 1997. . HUBER, David Miles. Microphone Manual, Design and Application. Indianapolis, IN: Howard W. Sams & Co., 1989. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . RUMSEY, Francis. Stereo Sound for Television. London, Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

32


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 12

Som III Duração de Referência: 60 horas

1. Apresentação Pretende-se que o aluno aprofunde os conhecimentos de som já adquiridos nos módulos anteriores, tome conhecimento dos diferentes tipos de processadores, conversores AD – DA (A: analógico – D: digital) e formatos de compressão de áudio digital. Deve ainda saber utilizar software de pós-produção digital, para áudio e vídeo. No final do módulo, o aluno deverá conseguir pôr em prática todos os conhecimentos adquiridos na concretização de um produto audiovisual.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Enumerar diferentes tipos de processadores. ƒ Enumerar diferentes formatos de compressão de áudio digital. ƒ Utilizar de forma autónoma software de pós-produção áudio digital, para audiovisuais. ƒ Utilizar técnicas de locução sincronizada. ƒ Elaborar correctamente uma banda sonora. ƒ Elaborar de forma autónoma um produto audiovisual profissional. ƒ Montar um sistema de áudio para interior e/ou exterior. ƒ Manusear o equipamento correctamente e em segurança.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Locução para produtos audiovisuais 2. Processadores dinâmicos. Conversores AD – DA (A: analógico – D: digital) 3. Elaboração de uma banda sonora 4. Áudio MIDI 5. Formatos de compressão de áudio digital 6. Software de pós-produção digital, para áudio e vídeo

33


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 12: Som III

4. Bibliografia/Outros Recursos . ALTEN, Stanley R. Audio in Media. 3rd ed. Belmont: Wadsworth. 1994. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . CLIFFORD, Martin. Microphones. 3rd ed. Blue Ridge Summit, PA: TAB Books, 1986. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . EARGLE, John, Music, Sound And Technology (Electrical Engineering). New York: Van Nos Strand & Reinhold, 1990. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo. Lisboa: Dinalivro, 1997. . HUBER, David Miles. Microphone Manual, Design and Application. Indianapolis, IN: Howard W. Sams & Co., 1989. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . RUMSEY, Francis. Stereo Sound for Television. London, Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

34


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 13

Teoria de Edição I Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Pretende-se que o aluno tenha uma primeira abordagem aos conceitos e técnicas de edição, bem como uma introdução ao vídeo analógico e digital. Quer-se que o aluno distinga claramente a diferença entre edição linear e edição não linear, que visione os diferentes tipos de edições de produtos audiovisuais para aprender a analisar, criticar e diferenciar. Deverá identificar o sinal de vídeo nos diferentes sistemas de transmissão de televisão a nível mundial. Deverá aprender a fazer edições por assemble e insert em máquinas dedicadas para o efeito. Neste módulo, deve ser feita uma primeira abordagem aos softwares de edição mais utilizados no mercado audiovisual.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Distinguir edição linear de edição não linear. ƒ Interpretar o sinal de vídeo e as suas técnicas de ajuste. ƒ Explicar a teoria de edição e as funcionalidades do editor de vídeo linear. ƒ Distinguir as diferentes formas de continuidade e de transições na edição. ƒ Reconhecer os diferentes tipos de código de tempo (time code) e a sua importância. ƒ Explicar as edições por “assemble” e “insert”. ƒ Utilizar diferentes softwares de edição.

35


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 13: Teoria de Edição I

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Âmbito da pós-produção vídeo 2. Ligações vídeo e áudio, o sincronismo 3. Teoria de edição; editores de vídeo linear 4. “Ilhas” de edição linear, editores e gravadores de vídeo portáteis 5. Técnicas de edição: Continuidade, tempo, ritmo, tipos de edição 6. Edições por assemble e por insert 7. Misturadores de vídeo e áudio a trabalharem em conjunto com os editores (edições A/B roll). 8. Gravadores e leitores de código de tempo (time code) 9. Softwares de edição

4. Bibliografia/Outros Recursos . ANDERSON, Gary H. Video Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing-A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . RATCLIFF, John. Timecode: A User's Guide, 3rd edition. Newton, MA: Focal Press, 1996. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHNEIDER, Arthur. Electronic Postproduction and Videotape Editing. Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

36


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 14

Teoria de Edição II Duração de Referência: 21 horas

1. Apresentação Pretende-se que o aluno aprofunde os conhecimentos de edição já adquiridos no módulo anterior. O aluno deverá aprender as técnicas de edição e as suas ferramentas e conhecer os softwares de edição de vídeo mais actualizados no mercado audiovisual.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Aplicar as funcionalidades do editor de vídeo linear. ƒ Utilizar as ferramentas de edição de acordo com as técnicas específicas de cada uma. ƒ Analisar criticamente os trabalhos de edição do ponto de vista técnico. ƒ Diferenciar os softwares avançados de edição.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Teoria da edição: editores de vídeo linear (continuação) 2. Técnicas e ferramentas de edição 3. Edição, novos formatos de imagem e áudio 4. Novidades do mercado de software de edição 5. Pós-produção vídeo e áudio; masterização do produto final

37


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 14: Teoria de Edição II

4. Bibliografia/Outros Recursos . ANDERSON, Gary H. Video Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing-A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . RATCLIFF, John. Timecode: A User's Guide, 3rd edition. Newton, MA: Focal Press, 19996. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHNEIDER, Arthur. Electronic post-production and videotape editing. Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

38


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 15

Laboratório de Edição I Duração de Referência: 30 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno conheça os princípios básicos da edição analógica e digital. Desta forma irá ser feita uma introdução aos softwares de edição mais utilizados no mercado audiovisual. Para tal, é importante que o aluno conheça as diferentes ligações (analógicas e digitais), consiga instalar, de forma autónoma, os diferentes equipamentos e aprenda a trabalhar com as ferramentas de edição. Pretende-se ainda que através da visualização dos diferentes tipos de edição os reconheça e diferencie.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Distinguir os diferentes tipos de edição analógica (edição linear). ƒ Identificar o sinal de vídeo e as suas técnicas de ajuste. ƒ Ler e gravar código de tempo (time code). ƒ Instalar de forma autónoma os diferentes equipamentos de edição. ƒ Editar de forma autónoma trabalhos em vídeo nos modos de assemble e insert. ƒ Utilizar os softwares de edição mais utilizados no mercado audiovisual.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Pós-produção áudio e vídeo 2. Equipamentos de edição linear, laptops (gravadores portáteis) 3. Ligações áudio e vídeo, o sincronismo 4. Gerador de sincronismo, o TBC (time base corrector/corrector à base de tempo) 5. Relação entre os diferentes equipamentos: De edição, de mistura de áudio e de vídeo 6. Vídeo digital e as ligações SDI, embebed áudio 7. Gravadores e leitores de código de tempo (time code) 8. Noções de segurança e manuseamento do material audiovisual profissional

39


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 15: Laboratório de Edição I

4. Bibliografia/Outros Recursos . ANDERSON, Gary H. Video Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing-A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . RATCLIFF, John. Timecode: A User's Guide, 3rd edition. Newton, MA: Focal Press, 1996. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHNEIDER, Arthur. Electronic post-production and videotape editing. Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

40


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 16

Laboratório de Edição II Duração de Referência: 39 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno reconheça as diferentes ligações digitais, os diferentes tipos de edição e seja capaz de conectar, de forma autónoma, os equipamentos digitais. Deve ainda ser capaz de operar um programa de edição digital e, na continuação do módulo anterior, deverá aprofundar os conhecimentos dos softwares de edição mais utilizados no mercado audiovisual.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Interpretar o sinal de vídeo digital e a tecnologia informática de base. ƒ Distinguir os diferentes equipamentos de edição digital. ƒ Conectar os diferentes equipamentos de áudio e vídeo digital. ƒ Enumerar os programas de edição digital mais utilizados. ƒ Editar trabalhos em áudio e vídeo com software de edição digital. ƒ Manusear o equipamento correctamente e em segurança.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Edição de áudio e vídeo digital 2. Hardware e software para edição digital 3. Ligações firewire (vídeo e áudio digital) e placas dedicadas 4. Correcção de cores, títulos e legendas e canais de transparência “alpha” 5. Noções de segurança e correcto manuseamento do material audiovisual profissional

41


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 16: Laboratório de Edição II

4. Bibliografia/Outros Recursos . ANDERSON, Gary H. Vídeo Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing - A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated), 1991. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . RATCLIFF, John. Timecode: A User's Guide, 3rd edition. Newton, MA: Focal Press, 1996. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . SCHNEIDER, Arthur. Electronic post-production and videotape editing. Boston: Focal Press, 1989. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

42


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 17

Laboratório de Edição III Duração de Referência: 60 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno domine e aperfeiçoe as técnicas de edição digital já adquiridas no módulo 16 de Laboratório de Edição, concretizando ligações e conectando autonomamente equipamentos digitais. É ainda necessário que saiba operar, de forma autónoma, os diferentes softwares de edição digital e manipulação de imagens tendo por objectivo final a edição de um produto audiovisual de qualidade profissional.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Operar os diferentes equipamentos de edição digital. ƒ Conectar, de forma autónoma, os diferentes equipamentos digitais de áudio e de vídeo. ƒ Aplicar os programas de manipulação de imagem em movimento mais utilizados. ƒ Editar autonomamente um produto audiovisual de qualidade profissional. ƒ Manusear o equipamento correctamente e em segurança.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Pós-produção de vídeo digital 2. Pós-produção de áudio digital 3. Softwares dedicados de edição audiovisual 4. Efeitos, animações 2D/3D 5. Integração de um produto multimédia em vídeo digital 6. Masterização de um produto final e a sua reprodução em diferentes formatos 7. Noções de segurança e correcto manuseamento do material audiovisual profissional

43


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 17: Laboratório de Edição III

4. Bibliografia/Outros Recursos . ANDERSON, Gary H. Video Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1991. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . RATCLIFF, John. Timecode: A User's Guide, 3rd edition. Newton, MA: Focal Press, 1996. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999. ..

44


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 18

Realização Duração de Referência: 40 horas

1. Apresentação Neste módulo pretende-se que o aluno conheça os princípios básicos da realização de um produto audiovisual. Assim sendo, deve ter noções de planeamento, conhecer planos, angulações e movimentos de câmara, bem como conhecer o trabalho e funções do realizador desde o início do projecto até à sua conclusão. Deve ainda conseguir interpretar e diferenciar os tipos de guiões. Em conclusão, o aluno deve ser capaz de perceber a interacção do processo de realização com os conteúdos de informação para se obter um produto de comunicação audiovisual.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Diferenciar conteúdos de comunicação audiovisuais. ƒ Elaborar um produto de comunicação audiovisual. ƒ Gravar e editar uma peça de informação. ƒ Interpretar um guião técnico. ƒ Escrever um alinhamento. ƒ Planificar a realização de um directo com uma ou mais câmaras de vídeo. ƒ Realizar uma entrevista com uma ou mais câmaras.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Introdução à realização de conteúdos de comunicação audiovisual 2. Conteúdos de informação e de entretenimento 3. Importância da planificação e do guião na realização 4. Tipos de planos e movimentos de câmara usados na realização 5. Estética da realização 6. Funções do realizador na equipa de produção em estúdio de gravação e nas transmissões de exteriores 7. Realização na pré-produção, produção e pós-produção

45


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS Módulo 18: Realização

4. Bibliografia/Outros Recursos . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . GROSS, Lynne S., and Larry W. Ward. Electronic Moviemaking, 3rd ed. Belmont, CA: Wadsworth, 1997. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . KATZ, Steven, Film directing: Shot by Shot: Visualizing from Concept to Screen. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1991. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . MARNER, Terence St., A Realização Cinematográfica. Colecção Arte e Comunicação, Lisboa: Edições 70, 1982. . REA, Peter W, David K. Irving, Producing and Directing the short film and video, 3rd edition. Boston: Focal Press, 2006. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999. . WIESE, Michael, The Independent Film and Videomaker's Guide. 2nd edition. Studio City, CA: Michael Wiese Productions (Illustrated) 1998. .

46


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

MÓDULO 19

Manutenção, Ergonomia e Segurança Duração de Referência: 21 horas

1. Apresentação O aluno deverá conhecer as funções básicas e respeitar os procedimentos no uso, manutenção e segurança do material audiovisual. Deverá ainda saber utilizar fichas e cabos para ligar os respectivos equipamentos, bem como procurar soluções para avarias electrónicas e mecânicas de fácil reparação. Assim é necessário que o aluno assuma uma atitude de respeito para com as normas de segurança e higiene no trabalho em produções audiovisuais e espectáculos, garantindo o seu cumprimento e prevendo possíveis acidentes e sinistros.

2. Objectivos de Aprendizagem ƒ Identificar as fichas e cabos utilizados para ligar os equipamentos audiovisuais. ƒ Soldar pequenos componentes electrónicos, cabos e fichas. ƒ Resolver avarias electrónicas e mecânicas de fácil reparação nos equipamentos utilizados. ƒ Prever os possíveis riscos derivados da realização de produções audiovisuais ou da participação em espectáculos.

3. Âmbito dos Conteúdos 1. Cabos coaxiais, cabos de áudio, respectivas impedâncias em ohms 2. Ferros de soldar e soldaduras 3. Ferramentas de electricidade e electrónica 4. As avarias mecânicas mais comuns dos equipamentos 5. Limpeza e conservação das cabeças de gravação de um gravador de vídeo 6. Modos de verificar os vários ajustes a fazer aos equipamentos, quando ocorrerem alterações ao funcionamento habitual 7. Os riscos (nível de perigo e toxicidade) associados à manipulação dos diferentes materiais, produtos, ferramentas e equipamentos

47


Programa de TÉCNICAS AUDIOVISUAIS

Cursos Profissionais TÉCNICO DE AUDIOVISUAIS

Módulo 19: Manutenção, Ergonomia e Segurança

4. Bibliografia/Outros Recursos . ANDERSON, Gary H. Video Editing and Postproduction: A Professional Guide. 2nd ed. White Plains, NY: Knowledge Industry Publications, 1999. . BOUCHOT, Michel; Moutel, Thomas, Le Montage Video-Le Guide de la Post-Production, 2ème edition, Paris: Editons Dujarric, 1995. . BROWNE, Steven E., Videotape Editing - A Post-production Primer, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 1993. . BURROWS, Thomas D.; Gross, Lynne S.; Wood, Donald N. Video Production, Disciplines and Techniques, 7th edition, London: McGraw-Hill, 1998. . COSTA, Henrique Alves, A Longa Caminhada para a Invenção do Cinematógrafo, Porto: Cineclube/Editorial, 1988. . DANCYGER, Ken, The Technique of Film and Video Editing: Theory and Practice, 2nd ed., Burlington, MA: Focal Press, 2002. . HEDGECOE, John, Guia Completo do Vídeo, Lisboa: Dinalivro, 1997. . LEWIS, Roland, Guia Prático do Vídeo, Colecção Habitat, Lisboa: Editorial Presença, 1993. . LEWIS, Roland, Vídeo, Porto: Livraria Civilização Editora, 1996. . SILVA, Manuel J. Lopes da; Teves, Vasco Hogan, Vamos Falar de Televisão, Livros RTP, Biblioteca Básica Verbo, Lisboa: Editorial Verbo, 1971. . UTZ, Peter, Studio and Camcorder Television Production, London: Prentice Hall, 1999.

48


programa de técnicas audiovisuais