Issuu on Google+

Revista

Ano 1 • nº 1 www.midiapublicitaria.com Distribuição gratuita

>> TRABALHOS PREMIADOS Veja os trabalhos premiados no Festival de Cannes.

>> TUTORIAIS

Não deixe de ver algumas dicas para um dos programas de edição gráfica mais utilizado atualmente, o Adobe Illustrator.

“E aí... Comeu?” Confira a entrevista com Lusa Silvester, redator na agência WMcCANN e escritor do filme brasileiro “Eaí... Comeu?”, sucesso de bilheteria.


Quer ficar por dentro de tudo o Que está acontecendo no mundo editorial? o infolide te conta.

2 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012


workshops 18 e 19 de outubro

mário Kanno

Jaime serra

marcos marQues

JorGe oliveira

Infografia: do texto ao infográfico

A infografia não pode ser arte, mas a arte pode ser infografia

Capas criativas, capas vendedoras

A criatividade nos tempos de iPad

chico homem de melo

conferência 20 de outubro

Jaime serra

Guilhes damian

alexandre ferreira

Uma história para contar

Infografia: informação e entretenimento

Produção de fotos editoriais

tudo é conteúdo dias 18,19 e 20 de outubro na espm- sp + informações infolide.com

A linha do tempo do design editorial brasileiro

realização

MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 3


EDITORIAL

O

mercado de trabalho está passando por grandes modificações nos últimos tempos, e essas transformações ocorrem devido a uma nova – e grande - camada de trabalhadores pertencentes à geração Y. Esse fato acontece porque as empresas detectaram os benefícios que essa geração está disposta a oferecer para o crescimento da empresa contratante. No final do século passado, deu-se início à geração Y, com os jovens completando seus 18 anos e ingressando no mercado de trabalho. Com essa nova geração se implantando no mercado, as gerações mais antigas como os tradicionalistas, babyboomers e geração X, começaram a estranhar as características presentes, como a ousadia, dinamismo e autonomia que eles tinham como raízes. Essa geração pode parecer simples a primeira instância, mas as opiniões começam a ser divergentes conforme se entende mais sobre a mesma. Observando o comportamento dos profissionais “Y”, as empresas começaram a perceber que era necessário incluir alguns valores em suas propostas empresariais, inserindo treinamentos motivacionais, planos de carreira, criação de desafios para o próprio funcionário e liberdade, pois a maioria das vezes quando esses requisitos não eram fornecidos, a empresa criava grandes chances de perder o funcionário. Com todas essas novas implementações, a geração Y começou a se tornar um modelo referência de como se administrar funcionários dentro da empresa, além de ter criado grandes polêmicas em debates internacionais sobre qual seria a verdadeira característica dessa geração que, existente há menos de quinze anos, já é capaz de revolucionar em grandes proporções o mercado de trabalho.

EXPEDIENTE! Diretor responsável: Victor A. Lymberopoulos Redatores: Claudia Ramos Gabriela Vieira Leandro Moraes Mateus Uberti Priscila Pereira Wallace Escobar Design e Diagramação: Vinycius Covelli Periodicidade: Mensal

RevistaDigitalMP midpublicitaria

Mande críticas ou sugestões para contato@midiapublicitaria.com

Victor A. Lymberopoulos 4 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012

www.midiapublicitaria.com


ÍNDICIE

06

08

09

10

12

16

18

Já passamos os 100 mil likes no Facebook! E todos já estão recebendo em primeira mão as novidades do Mídia Publicitária e participando de diversas promoções. Curta você também a nossa fan page! MidiaPublicitaria MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 5


TRABALHOS PRÊMIADOS

Os melhores

2012 de

POR PRISCILA PEREIRA

Se você acabou de entrar no curso de Publicidade & Propaganda, ainda vai ouvir muito sobre ele. Se já está no meio do curso ou formado, com certeza está “careca” de ouvir falar sobre ele. Conheça então alguns detalhes sobre um dos maiores festivais de publicidade, o tão falado Festival de Cannes!

FOTOS DIVULGAÇÃO

#Os leões

O

s famosos leões são os prêmios do fes- Essas duas últimas foram recentemente adicionadas tival. Porém, o maior prêmio - apesar de à lista: Titanium Lions, criada em 2005, é dedicado às ser um leão - não tem o nome de Lion ideias mais inovadoras e audaciosas do Festival; e a Proe sim de Grand Prix! São quatro catego- mo Lions, criada em 2006. Há também uma categoria rias (na ordem crescente de importância): especial - Young Lions, dedicada aos jovens talentos. Leão de Bronze, Leão de Prata, Leão de Ouro e o Grand Prix. No total, são nove categorias premiadas e cada uma possui um júri formado por publicitários de diversos países. Abaixo você confere uma lista das categorias: • FILMES • MÍDIA IMPRESSA NOME: • MÍDIA OUTDOOR EM INGLÊS, “CANNES LIONS” – • LIONS DIRECT (MARKETING DIRETO) • MEDIA LIONS (MÍDIA) FESTIVAL DE PUBLICIDADE DE CANNES • INTERNET INÍCIO: • RÁDIO 1953 • TITANIUM LIONS QUEM COMEÇOU: • PROMO LIONS

SAWA (SCREEN ADVERTISING WORLDS AGENCIES)

6 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012


#E o Brasil? Em 1974, apareceu o primeiro leão para o Brasil, com o filme “Homem com mais de quarenta anos” pela agência DPZ (onde estava Washington Olivetto na época). Desde então, o Brasil é o país que tem tido destaque nos últimos anos por ganhar cada vez mais prêmios no Festival da Riviera Francesa. Na última edição, em junho de 2012, só no primeiro dia o Brasil conseguiu treze leões (dois de ouro, três de prata e oito de bronze). No total, o país conquistou setenta e nove leões (10 de ouro, 16 de prata e 52 de bronze – sendo a Ogilvy a agência mais premiada do Festival.

#Enfim... Os prêmios! Após todos esses dados, chegou a melhor parte: ver os trabalhos premiados deste ano! Essa seção trará a cada edição um trabalho de uma agência diferente, com muitas informações e curiosidades. Para começar, confira agora um dos melhores trabalhos brasileiros que ganhou Leão de Bronze no Festival de Publicidade de Cannes deste ano! Os anúncios pertencem à agência Y&R, na categoria Press, cujo anunciante é a Perdigão com o novo produto: um chester desossado.

MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 7


TRABALHOS PRÊMIADOS POR CLAUDIA RAMOS

>> O SUPER VIRAL DA NOKIA Se não você foi, provavelmente alguém que você conheça caiu no conto do “Perdi Meu Amor na Balada”, no qual um rapaz falava em um vídeo que precisava reencontrar Fernanda, com direito a retrato-falado e tudo. A desconfiança passou a surgir com o lançamento do segundo vídeo da série, e agora a verdade foi revelada: tratava-se de um “super viral” da Nokia. O problema foi que ao contrário do esperado, a ação causou um enorme buzz negativo, principalmente pelos milhares de apaixonados que se envolveram com a história. Agora resta saber se foi uma ideia genial ou um “tiro no pé”.

>> O QUE QR CODES E DOAÇÃO DE SANGUE TÊM EM COMUM?

A Y&R criou uma ação para a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo com a missão de agradecer aos doadores de sangue através de adesivos com códigos. Após doarem, as pessoas recebiam um folheto informando que aquilo não se tratava de um esparadrapo qualquer. Após fazer a leitura dos QR codes com um smartphone, era possível ver um vídeo, que podia ser compartilhado no Facebook e no Twitter, no qual uma pessoa agradecia pela doação e explicava o caso que você havia acabado de ajudar, mesmo sem saber diretamente. A ação tinha como objetivo transformar doadores eventuais em regulares, e parece ter surtido um pouco do efeito esperado, pois em apenas uma semana foram alcançadas mais de 800 doações, 23% a mais do que o normal.

>> NOVOS TEMPOS NA ALEMANHA Quem diria que um dia a imagem de Karl Marx estaria relacionada com um dos maiores símbolos capitalista existentes. O intelectual, que sempre criticou ferozmente o capitalismo e fundou a doutrina socialista, tornou-se estampa de um cartão de crédito. Um banco na cidade de Chemnitz fez uma espécie de eleição para apontar qual imagem símbolo da região deveria estampar o cartão da instituição que seria lançado com a bandeira da Mastercard, e o escolhido por mais de um terço dos clientes do banco Sparkasse foi o busto de bronze de Karl Marx, estátua considerada um modelo pelo lado comunista da Alemanha na época em que o país ficou dividido em dois - quando foi devastada durante a Segunda Guerra Mundial.

8 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012

>> HYUNDAI APRESENTA SEU CARRO ANTI-ZUMBIS A fabricante de carros sul-coreana Hyundai em parceria com o criador da série The Walking Dead, Robert Kirkman, exibiram na Comic-Con seu conceito de carro para sobreviver a um holocausto zumbi. O veículo se chama Elantra Coupe Zombie Survival Machine, traz diversas armas acopladas em suas laterais, como uma placa de ferro enorme na parte da frente (especial para o choque com os zumbis), é todo blindado e possui uma escotilha no teto.


1

Você sabia? 1

POR LEANDRO MORAES

Que a propaganda surgiu com um Papa? É isso mesmo! O Papa Gregório XV criou o Congregato Propaganda Fide (do latim, para o português, Congregação para a Propagação da Fé), pois a Igreja Católica estava em decadência, perdendo seus fiéis na época da Santa Inquisição, em 1622.

FOTOS BANCO DE IMAGENS

2

2

Que a palavra “Propaganda” pode ser considerada um termo pejorativo, fora do Brasil?

A propaganda tem como função semear uma ideia. Ela foi muito utilizada nas guerras para converter opiniões e criar seguidores de uma ideia. Um dos exemplos mais marcantes é quando Joseph Goebbels utiliza a propaganda nas campanhas nazistas da Segunda Guerra Mundial. Por isso ela é vista como um tipo de lavagem cerebral e sempre com fins políticos, cívicos ou religiosos.

3

Que Propagandista não tem nada a ver com Publicitário?

3

Se você cursa Publicidade e Propaganda, você se tornará um Publicitário, porém por muitas vezes será chamado de Propagandista, profissional o qual não tem nada a ver com a área. Propagandistas são os profissionais que apresentam os lançamentos de remédios para os médicos. Ele vai de consultório em consultório apresentando a novidade e distribuindo amostras grátis para que o remédio se torne conhecido e consumido. MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 9


CONECTADO

NOSSA HISTÓRIA

Acesse nosso site e fique por dentro de tudo o que acontece no mundo publicitário, www.midiapublicitaria.com

Uma ideia, um grupo unido e milhões de acessos

Persistência sempre foi o lema de Victor e sua equipe, o que contribuiu para que o Mídia Publicitária se tornasse um dos blogs de maior referência para diversos estudantes de Comunicação e comunicólogos do país. Mas como tudo começou? Por Gabriela Vieira

10 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012

O

Grupo Mídia Publicitária surgiu no dia 10 de outubro, com o objetivo de se tornar um complemento para a jornada acadêmica dos universitários. O site foi fundado por Victor Alex Lymberopoulos que, como estudante, sentia falta de diversos conteúdos que não eram facilmente expedidos na faculdade e na internet. No primeiro dia, o blog atingiu cerca de 350 visitas – número surreal para o primeiro dia de um endereço desconhecido. E cresceu numa velocidade extraordinária. Vinte dias após seu lançamento foi necessário mudar a hospedagem do site, pois o servidor não estava suportando a quantidade de acessos que o Mídia conseguia atingir diariamente. O Mídia Publicitária passou a servir de suporte para os estudantes que encontravam nele um conteúdo útil e distinto, o que diferenciava-o dos demais sites de Comunicação que atuavam por essa frente. A ideia cresceu e consolidou uma luta diária na busca por patrocinadores, parcerias e afins, e assim rendeu ao Victor a ideia (e necessidade) de agregar mais pessoas ao blog que continuava crescendo a cada dia que se passava. Sendo assim foi anunciada a seleção na Fan Page do site, que resultou em mais de 90 pessoas com interesse em participar de forma direta na formação do mesmo. Ficou decidido então recrutar redatores espalhados por todo o Brasil, o que traria visibilidade e maior tráfego ao site - além de um público diferenciado e qualificado. Novos sotaques, culturas, diversas maneiras de escrita e várias formas únicas de pensar e enxergar o mundo. OPor Mídia Gabriela Vieir enfim estava pronto para conquistar o Brasil e o mundo. O Blog já foi citado


por estudantes brasileiros que residem na Argentina, Venezuela, Alemanha e Estados Unidos, onde algumas das matérias são traduzidas para o inglês. Com a divulgação ativa do Blog nas redes sociais, este rapidamente se tornou gigante e, no fim de janeiro deste ano, com a criação de novos projetos, já contava com um público assíduo e exigente ajudando diretamente para o amadurecimento dessa grande ideia. A partir daí o Mídia Publicitária passou a ser assunto em todas as universidades e faculdades do país, usado em sala de aula por professores que o tem como exemplo para ilustrar para os alunos que o sucesso dos seus esforços independem de que você seja estudante ou empresário. De que é necessária apenas dedicação, conhecimento e força de vontade. Com o tempo, o blog que já era citado em diversas palestras sobre comunicação digital, passou a ter convites para que seus redatores ministrassem palestras em suas regiões como forma de incentivo para os estudantes locais.

E mesmo com todas as dificuldades presentes na jornada do blog, com seus redatores colaborando apenas pelo reconhecimento, força de vontade e sem remuneração, dez meses após seu lançamento o blog chega ao orgulhoso resultado de mais de dois milhões de visitas, e 100.000 (cem mil) “likes” (curtir) em sua página no Facebook, rede em que o Mídia Publicitária tem maior repercussão e solidez. Hoje, além de revista, blog e Fan Page, para agregar ainda mais conhecimento, conteúdo e interatividade ao mundo acadêmico dos estudantes brasileiros, o Grupo Mídia Publicitária pretende lançar em menos de um mês sua loja virtual, um fórum interativo e uma Web TV.

ra

MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 11


CAPA

De publicitário a cineasta, com Lusa Silvestre Iniciamos nossa revista com uma série, onde mostraremos um pouco sobre as agências de todo o Brasil juntamente com a entrevista de um dos representantes da mesma, proporcionando aos leitores uma forma de entender um pouco mais sobre o universo das agências de publicidade, além de muitas dicas para ser bem sucedido profissionalmente.

A

Por Victor Lymberopoulos

primeira agência é a WMcCann, uma das maiores agências de publicidade do Brasil, e o convidado para entrevista é Lusa Silvestre, redator na WmcCann, escritor, roteirista, publicitário, autor do livro “Pólvora, Gorgonzola & Alecrim” e de um dos melhores filmes brasileiros de 2012: “Eai, comeu?”. A WMcCann surgiu em 2010 quando muito se comentava a respeito da necessidade de recuperação da autoestima da publicidade brasileira. A agência tem por ideologia e princípio não ser apenas bem-sucedida para os diretamente envolvidos. Ambiciona muito mais. Tem como objetivos: gerar altos índices de felicidade per capita para todos os que se relacionam com a agência; criar o novo, recriar o já existente; cumprir as suas obrigações básicas de vender produtos e construir marcas, mas gerar também - e prioritariamente - campanhas que entrem para a cultura popular do país; ser vanguarda criativa tanto no mundo analógico quanto - e principalmente - no mundo digital; promover na propaganda brasileira e mundial a volta da criatividade embasada e espontânea. Tudo isso é entregue por meio de uma filosofia de trabalho e comportamento que pode ser resumida na frase que acompanha a assinatura da agência: WMcCann A agência da cultura popular. De A a W.

12 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012


Confira então a entrevista completa com Lusa Silvestre!

Vejo essa geração disposta a perder muitas coisas importantes para atingir essa maturidade, como ficar com a família, ter uma namorada, ir ao cinema e a exposições. É uma geração muito autorreferente, pois ficam muito tempo dentro de agências e acabam vivendo só de propaganda. A falta de entendimento sobre o que é o mundo é um bug que precisa ser melhorado.

Foto Arquivo pessoal

Mídia Publicitária: qual é a receita do sucesso? Lusa Silvestre: não tem. O principal truque é acertar qual sua vocação, pois se você consegue de alguma maneira descobrir no que você realmente é bom e que gosta de fazer, é o primeiro passo para o sucesso. A vocação é quando você faz aquilo que gosta e que é bom, possui uma naturalidade que no fundo nem percebe que aquilo era trabalho, pois sem dúvidas faz a vida do trabalhador algo mais gostoso. E tem que “ralar a cueca”, pois não conheço nenhuma profissão que tenha sucesso sem ralar, além é claro, de você ter um bom chefe para te ajudar a encurtar caminhos. Mídia Publicitária: qual a ligação entre cinema e publicidade? Lusa Silvestre: os dois se utilizam das mesmas ferramentas: imagem, movimento, música, interpretação de atores, o roteiro. Mas propaganda é bussiness, pois se utiliza de ferramentas de arte, porém, é ela que faz as empresas terem um prédio desse tamanho (WmcCann). O cinema brasileiro tem um namoro maior com a arte. Na medida em que ele conta histórias que não são bancadas por patrocinadores, não tem briefing, cliente e não tem que ser aprovado. A principal diferença é que o cinema tem que entreter ao passo que a propaganda não necessariamente entretém, porém são primas que se veem todo domingo. Mídia Publicitária: o nome da faculdade faz diferença na hora de conseguir um emprego? Lusa Silvestre: claro que faz. Não porque um curso é melhor que o outro, mas porque sabemos o perfil dos estudantes de cada faculdade. O curso eu acho fraco em todas, pois o dialogo é muito pequeno entre professor e mercado, e se ele tenta conciliar os dois, acaba construindo uma barreira de impedimentos por causa de horários. Se o aluno vem da ESPM, sabemos com quem ele andou, os professores que lhe deram aula e as baladas que frequentou. Já se ele vem da ECA-USP, conviveu com várias profissões, desde veterinários a músicos. Mas tudo isso precisa vir junto com o portfólio, pois talvez em nenhuma profissão ele seja tão importante quanto na publicidade. Mídia Publicitária: como você enxerga a nova geração de publicitários? Lusa Silvestre: os publicitários são uma geração com sangue nos olhos, dispostos a muitas coisas para chegar lá, bem antenados e entendem muito sobre tudo. Mas ao mesmo tempo é uma geração que precisam ter maturidade, pois é muito obcecada pelo sucesso e, em algumas ocasiões, o talento é menos importante que a maturidade para olhar uma situação e saber escapar.

MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 13


CAPA

Mídia Publicitária: conte-nos um pouco de seu início de carreira. Lusa Silvestre: eu comecei na ECA-USP e desde o começo sabia que precisava estagiar. E logo que fiz 22 anos, a McCann me convidou para trabalhar aqui, permanecendo 16 anos. Só que em 2000 percebi que o que tinha me atraído para propaganda que era escrever muito – eu já não exercia mais cotidianamente. Então procurei algo para continuar escrevendo. Foi então que comecei a escrever pra revistas como a VIP, Playboy, Época, Superinteressante entre outras. Depois de um tempo percebi que para continuar tendo respeito dos jornalistas – que detestam publicitários – eu precisava de algo que me desse um pouco mais de lastro, para as pessoas pararem de falar “olha, ele é publicitário, mas escreve bem”. Então escrevi um livro chamado “Pólvora, Gorgonzola & Alecrim”, que são 8 contos, que tem plano de fundo, inspiração, etc... Foi quando um desses contos caiu na mão do Marco Jorge, diretor de cinema de longa metragem, e com isso veio o filme “Estômago”, que se tornou um dos mais premiados dos últimos 15 anos. Logo após fui estudar cinema por um ano e

14 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012

em seguida voltei para a propaganda, mas com a ideia de não querer algo tradicional, pois achava que iria me afastar das coisas que gostava. Então voltei como diretor de criação e dois anos depois recebi convite para voltar pra WmcCann - agora com uma posição mais confortável: redator. Mídia Publicitária: como lidar com tantos projetos em andamento, sem prejudicar nenhum deles? Lusa Silvestre: faça um de cada vez. Eu sou muito disciplinado, quando estou escrevendo algo fico todos os dias do almoço escrevendo o mesmo texto, pois morei nos EUA e peguei o costume de usar a hora do almoço como hora útil. Mídia Publicitária: gostaria de deixar algum recado para os leitores do Mídia Publicitária? Lusa Silvestre: A dica que eu queria deixar para vocês que estão começando, estão no meio ou no final da carreira é de nunca deixar de estudar, não se satisfaça com as informações que apenas os sites, revistas e blogs passam, pois são essas coisas que estão fora do mercado que possam fazer de vocês melhores publicitários.


MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 15


MISTO PUBLICITÁRIO

Ponto de referência

Sabemos que existem cursos no mundo das artes que também são profissões de prestígio e glamour (ou não). Assim como a publicidade, outros cursos estão em alta e também fazem parte desse pequeno, rico (ou nem tanto) e fechado mundo publicitário ou pelo menos possuem algumas características em comum.

POR WALLACE ESCOBAR

[ Desenho Industrial ]

N

a maioria das instituições de ensino o curso é composto por aulas de desenho, fotogra¬fia, artes e metodologia científica. Passado o primeiro ano, o aluno pode escolher sua própria habilitação: design de produto ou de¬sign gráfico. Se resolver optar pelo design gráfico, aprenderá na prática processos de ilustração, gráficos, ani¬mação, tipografia e editoração gráfica. Se escolher por design de

produto, terá aulas práticas para aprofundar conhecimen-tos na adequação de objetos e seu uso (ergonomia), con¬fecção de modelos e uso de materiais, como plástico, metal e madeira. Em relação à formação, a maioria das instituições exige TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), o qual pode ser apresentado em forma de monografia, um projeto de ini¬ciação científica ou de alguma outra forma que a instituição permitir.

Áreas possíveis de atuação:

Design gráfico

Design de produto

Criar e reformular o aspecto visual e gráfico de publicações impressas.

Desenhar objetos, equipamentos, móveis e utensílios para produção em escala industrial.

Design de embalagens

Programação visual

Projetar embalagens aos produtos, considerando o apelo visual e a conservação.

Criar logotipos e embalagens de produtos. Elaborar o projeto gráfico de jornais, revistas e afins.

Design digital Projetar e desenvolver interfaces para mídias digitais.

TABELA DE CORES PANTONE 16 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012


FOTOS WALLACE ESCOBAR

[ Fotografia ]

O

s cursos dão ênfase à fotografia digital, sem abandonar o estudo sobre os processos fotoquímico e analógico. Têm boa base teórica, mas muita experimentação e aulas práticas. A estrutura curricular é dividida em duas partes: fundamental e de desenvolvimento e especialização. Na primeira, o aluno conhece as principais teorias e técnicas fotográficas. Na seguinte, o estudante entra em contato com os núcleos de formação

profissional, como: gestão de acervo, fotojornalismo, retrato/moda e crítica fotográfica - entre outros. O estágio não é obrigatório, porém é preciso apresentar um trabalho de conclusão antes da formatura. Duração média: quatro anos. Salário inicial: R$ 359,00 (saída de até 3 horas, segundo a Associação Profissional dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro).

Possíveis áreas de atuação:

• Agência de Publicidade e Estúdio

• Banco de dados

Fotografar produtos e modelos para moda ou para campanha publicitária, culinária, decoração e venda de produtos.

Projetar, instalar e administrar arquivos de fotografias e material iconográfico em museus, instituições e centros de documentação.

• Área pericial

• Curadoria

Documentar situações para investigações policiais e ações judiciais.

Organizar e promover exposições em museus, galerias, centros de documentação e informação e eventos.

• Arquitetura de interiores

• Fotojornalismo

Fotografar maquetes, ambientes e edifícios para publicações de arquitetura e decoração.

Fazer reportagem jornalística e editar fotografias para jornais, rev istas, agências de notícias e sites.

• Agência de Notícias

• Restauração e conservação

Fotografar fatos jornalísticos e/ou políticos para a agencia veicular em meios relevantes.

Pesquisar, desenvolver e aplicar técnicas para recuperar e conservar fotografias, cromos e filmes fotográficos.

MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 17


Adobe Illu strator CS6

TUTORIAL

Precisando de uma mão por aí? Uma coisa é certa: publicitário tem que ser rápido no trabalho! E é por este motivo que trazemos a vocês algumas dicas para um dos programas de edição gráfica mais utilizados atualmente, o Adobe Illustrator. POR MATEUS UBERTI

A

gilidade é tudo. Com um mercado no mesmo ritmo da tecnologia, nós publicitários precisamos estar cada vez mais rápidos na produção de peças gráficas. Não só em relação

à rapidez, mas também por menos stress na frente do computador, conhecer alguns atalhos fundamentais do Adobe Illustrator com certeza faz a diferença.

Área de trabalho do Adobe Illustrator CS6

Ferramentas:

01

A barra de ferramentas que, geralmente localizada na esquerda do programa, é sem dúvidas a parte mais importante do Illustrator. Para agilizar o processo criativo e não ficar “dançando” com o mouse atrás de suas funcionalidades, é interessante que o usuário saiba seus atalhos e fique a uma “teclada” rápida da ferramenta. Veja a ilustração a seguir com as ferramentas utilizadas com mais frequência.

18 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012


Painéis:

02

Outros atalhos interessantes de se saber são os painéis. Painéis são aquelas janelinhas pequenas que geralmente ficam na parte direita do programa (Paletas de cores, Alinhamentos, Bordas, entre outros). Muitas vezes você fecha “sem querer” um deles e já perde alguns minutos para tentar abri-los novamente. Veja alguns atalhos de acesso rápido:

Considerações finais:

03

Você pode perceber que, apesar de não colocarmos todos os atalhos das ferramentas nas ilustrações, sempre que você posicionar e pressionar o cursor do mouse em algum item, ao lado será informado seu atalho.

E isso não é tudo. Se você clicar nas abas arquivo, editar ou janela, por exemplo, perceberá que muitos itens possuem um atalho já pré-definido pelo programa. Pré-definidos porque você mesmo pode alterá-los indo na guia Editar e “Atalhos do teclado” (ou pelo atalho Alt + Shift + Ctrl + K). Se você já utiliza alguns destes atalhos, ótimo! Para quem não utiliza, com certeza depois desse pequeno e simples tutorial perceberá a evolução ao trabalhar. Não perca tempo, memorize já os atalhos ou até mesmo prédefina os seus!

Foi utilizado como referência para esta postagem o Adobe Illustrator CS6, versão em inglês. MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012 > 19


20 > MÍDIA PUBLICITÁRIA , agosto de 2012


Revista Mídia Publicitária #1