Page 12

O aparecimento da área azul deve-se à formação de íons ferrosos segundo a reação: (1): Fe

Fe++ + 2 e-

Trata-se de uma reação de oxidação, também chamada de reação anódica, visto que os elétrons são produtos da reação. O aparecimento da área rosa, por sua vez, é devido à formação do íon hidroxila a partir do oxigênio dissolvido na solução segundo a reação: (2): O2 + 2 H2O + 4 e-

4 OH-

Esta é uma reação de redução, também chamada de reação catódica, uma vez que os elétrons são reagentes na reação. Ela é mais conhecida como reação de redução do oxigênio. Esta reação ocorre graças aos elétrons que são gerados pela reação anódica e que se deslocam através do metal da região azul para a região rosa, isto é, da região anódica para a região catódica, conforme indicado na figura 6. Assim, as duas reações acima ocorrem simultaneamente graças à passagem, através do metal, de corrente elétrica, da região em que ocorre a dissolução do metal (região anódica), para a região em que ocorre a redução do oxigênio (região catódica). Estas reações, de natureza eletroquímica, constituem-se em reações básicas do processo corrosivo que tem lugar dentro da gota salina. As reações acima, no entanto, não são as únicas, e desencadeiam uma série de outros processos. A reação (2) consome o oxigênio dissolvido na gota. Este fato é responsável pela passagem da distribuição primária para a secundária, pois a medida que o oxigênio originalmente dissolvido na gota vai sendo consumido, mais oxigênio se dissolve na gota a partir da atmosfera. Com isso ocorre um gradual deslocamento das áreas catódicas para a periferia da gota, pois é nessa região que o oxigênio fica mais facilmente disponível. As áreas anódicas, por sua vez, concentram-se na região central da gota, onde o acesso do oxigênio é mais restrito (depende da difusão). Cria-se, assim, uma situação de separação quase completa entre os dois tipos de áreas anódicas e catódicas. O consumo do oxigênio pela reação catódica é responsável pelo aparecimento dos seguintes processos, que podem desempenhar um importante papel no desenvolvimento do processo corrosivo: • Dissolução do oxigênio na gota (passagem do oxigênio do ar para a solução através da interface eletrólito/atmosfera) • Transporte do oxigênio através da solução por difusão e convecção Uma outra conseqüência das duas reações eletroquímicas básicas é a precipitação do produto marrom. Trata-se de um produto final do processo corrosivo, mais conhecido como ferrugem. Ele tem uma composição química complexa, porém, basicamente, é constituído de compostos na forma de FeOOH e Fe3O4. A formação do primeiro composto ocorre por uma reação química do tipo: (3): 2 Fe2+ + 4 OH- + ½ O2

2 FeOOH + H2O

17 COLETÂNEA DO USO DO AÇO

2-manuais_corrosao  
2-manuais_corrosao  

Volume 2 COLETÂNEA DO USO DO AÇO Fábio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 2004 2ª Edição Colaboração: Carlos Gaspar - Revisão Andréa Vicentin -...

Advertisement