Page 1

M I C R O C H I P

Ano 2 MARÇO 2004 Ministério da Educação alinha prioridades na área das TIC’s No âmbito da Semana da Internet que decorreu de 2 a 6 de Fevereiro, o Ministro David Justino alinhou algumas das prioridades do Ministério da Educação na área das Tecnologias da Informação e da Comunicação. O Ministro da Educação assistiu a uma demonstração do funcionamento da tecnologia de Power Line Communications numa escola em Lisboa, tendo depois participado também na Conferência Internacional de Banda Larga. Reforçando a ideia de que o ensino das TIC é fundamental para garantir competências aos alunos no acesso ao mercado de trabalho e como ferramenta de evolução cultural e educativa, David Justino explicou que os conteúdos educativos são uma base fundamental da preocupação da seu Ministério. Por isso mesmo está a ser preparado o Banco de Recursos Educativos Digitais, que já está a ser preparado com a participação de vários parceiros e que pretende mobilizar os conteúdos educativos que vão sendo produzidos pelos professores, centros de formação e associação de professores, colocandoos à disposição de todos para que possam ser usados em contexto de sala de aula ou no âmbito de projectos educativos. Sem querer confirmar uma data para o lançamento deste Banco de Recursos,

o Ministro assegurou que a meio do próximo ano lectivo deverá estar acessível a todos, mas que falta ainda fazer uma apresentação que possa ao mesmo tempo apelar para a participação dos professores. Outras medidas que estão a ser tomadas no Ministério da Educação na área das Tecnologias incluem o alargamento do ensino obrigatório das TIC ao 10º ano, sendo que actualmente essa disciplina existe apenas no 9º ano de escolaridade; a criação de 1000 salas de aula para ensino de TICs nos próximos meses; o reforço do programa de formação de professores para as Tecnologias e o alargamento do programa de mobilidade e-U ao ensino básico e secundário, uma meta a atingir até 2006. Detalhando o projecto das salas de aula, David Justino declarou que está previsto que seja finalizado até Julho e que as cerca de mil novas salas de formação em TIC vão ter 14 computadores cada uma, um servidor e um projector. “Está já definido que os postos de trabalho vão funcionar em dual boot, com Windows e Linux, mas que os servidores serão Windows”, explicou ainda David Justino, afirmando que a formação aos professores vai também ser sobre Linux.

Cena Romana Os Romanos eram conhecidos pela sumptuosidade. Os homens ricos, usualmente, tinham convidados ilustres em suas casas, a quem ofereciam pratos variados, vinho de qualidade e entertenimento (jogos circenses, recitações e danças). Para reviver esse ambiente e saborear deliciosas iguarias, o núcleo de estágio e o Departamento de Português, Latim e Grego, convida a comunidade docente a participar na Ceia Romana, no dia 2 de Abril, pelas 20 horas.

Para inscrição e esclarecimentos, podem contactar os elementos do departamento.

Nº 12

Governo sem verbas para cursos da UA Segundo noticiou, recentemente, o semanário ‘Expresso’, o atraso nos financiamentos dos Cursos de Especialização Tecnológica do programa que a Universidade de Aveiro está a desenvolver na nossa região (Santa Maria da Feira, Ovar, Oliveira de Azeméis e São João da Madeira) pode pôr em risco o normal funcionamento do projecto e levar, eventualmente, à sua extinção. Refira-se que esta questão do incumprimento, por parte dos diversos ministérios envolvidos, foi já levantada pelo Prof. O l i v e i r a D u a r t e , coordenador do Programa Aveiro-Norte, em sede da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA). Recorde-se que a 9 de Dezembro último, este responsável da Universidade de Aveiro apresentou, na AECOA, o ponto de situação do programa, chamando já a atenção para a falta de coordenação entre os vários ministérios e para o atraso dos respectivos financiamentos. Os responsáveis queixam-se que o governo apenas disponibilizou uma parte ínfima dos financiamentos previstos: 75 mil euros do Ministério da Ciência e Ensino Superior e cerca de 30 mil euros do Ministério do Trabalho e Solidariedade Social. O Programa Aveiro-Norte arrancou há cerca de um ano, com quatro Cursos de Especialização Tecnológica e 80 vagas que foram totalmente ocupadas, tendo cativado 120 novos alunos no segundo ano de funcionamento. Recentemente o ministro Marques Mendes anunciou que o diploma com vista à criação da Escola Superior de Design, Gestão e Tecnologias da Produção de Aveiro-Norte deverá ser aprovado no início deste ano. Esta é mais uma forma de proporcionar uma formação complementar dos cursos póssecundários, com 1500 horas de duração, que incluem formação tecnológica e cultural, e ainda no contexto de trabalho em empresas.


Software Eléctrico... http://www.microdata.it/

http://www.e-elsys.com/EN/electre.htm

http://www.see-technical.com/

Rock in Rio Lisboa O Rock In Rio Lisboa terá lugar nos dias 29 e 30 de Maio e 04, 05 e 06 de Junho no Parque da Bela Vista, em Lisboa. Serão cinco dias de muita festa e emoção. Ao todo, serão 70 atracções distribuídas pelo Palco Mundo (uma atracção brasileira, uma portuguesa e três internacionais por dia), pela Tenda Raízes (vinte atracções de world music), pela Tenda Electro (quinze DJ’s nacionais e internacionais) e pela Tenda Mundo Melhor (com oradores do mundo inteiro). Há mais de 30 anos envolvido com o mercado publicitário e com a realização de grandes eventos, Roberta Medina tem vindo a honrar a herança deixada por seu pai, Abraham Medina, que explorou como nenhum outro o potencial do Rio de Janeiro para o turismo, com uma série de eventos que ficaram na história da cidade. Depois do desafio de trazer F r a n k Sinatra ao Brasil, em 1980, Roberta Medina decidiu que o país tinha todos os atributos para entrar no circuito do show business internacional, o que, para além de trazer artistas de todo o mundo, gerava emprego e turismo para o país. Foi assim que criou o Rock in Rio, o maior festival de música de todos os tempos, com edições em 1985, 1991 e 2001. A ideia de realizar o evento no Rio de Janeiro fez Medina cruzar fronteiras e convencer empresários e jornalistas internacionais de que a sua ideia era viável. O empresário conseguiu reunir

algumas das maiores estrelas da música mundial no local que ele mais tarde veio a baptizar de Cidade do Rock. E foi exactamente nisso que o Rio de Janeiro se transformou durante dez dias em Janeiro de 1985. Seis anos mais tarde, Roberta Medina decidiu atender aos inúmeros pedidos de um novo festival. Depois do Rock in Rio I, o mercado do show business passou a ser uma realidade para empresários brasileiros e conquistou credibilidade entre os agentes internacionais. Embora o cenário económico não fosse favorável, Medina conseguiu contornar as dificuldades e levou para o estádio do Maracanã a segunda edição do festival, reunindo 700 mil pessoas durante 9 dias. Dez anos depois, o momento tão sonhado por milhares de brasileiros t o r n o u - s e realidade. No mesmo local onde Medina realizou o primeiro Rock in Rio, uma nova Cidade do Rock foi construída para a terceira edição do festival baptizada de Rock in Rio Por um Mundo Melhor. Afinal, não era só música e entretenimento que estavam em jogo: a principal vertente do novo evento era o seu papel social. Roberta Medina viu no festival a melhor oportunidade de mobilizar pessoas e fazer um MUNDO MELHOR. Assim, a ideia do empresário permitiu que parte da facturação obtida com o Rock in Rio Por um Mundo Melhor, como foi baptizado o festival, fosse destinada a projectos sociais.

Intel alarga gama de 64 bits aos processadores Xeon A Intel anunciou que planeia actualizar a sua linha de processadores Xeon introduzindo-lhe maior capacidade de memória e ganhando novos trunfos para competir com os Opteron da fabricante AMD, sua concorrente mais directa. A empresa tem mantido algumas reticências relativamente à tecnologia de 64 bits, na qual apenas apostou para a sua linha de processadores da gama alta Itanium, desenvolvidos em parceria com a HP. No que toca ao resto da oferta, a Intel vinha defendendo que a tecnologia de 32 bits tinha condições para satisfazer todos os requisitos necessários. Numa conferência que decorreu nos Estados Unidos, a Completa com o nome dos 10 países que a partir de 1 de Maio passam a integrar empresa mudou significativamente o seu discurso, admitindo a União Europeia que um número considerável de programas podem tirar partido das capacidades de memória adicionais da tecnologia de 64 bits, referindo a existência dos vários pilotos testando e preparando sistemas operativos e aplicações para suportar a tecnologia. Recorde-se que um dos argumentos da Intel para manter a generalidade da sua linha de produtos nos 32 bits tinha a ver com a escassez de aplicações desenhadas para esta tecnologia. O interesse do mercado na tecnologia serve agora para justificar a alteração na estratégia e o interesse em estender a gama 64 bits a outras áreas do mercado empresarial, como os pequenos servidores para workstations. O update da linha Xeon deverá estar no mercado no segundo trimestre deste ano, dirigindo-se sobretudo a servidores e estações de trabalho, ao contrário da linha Itanium vocacionada para computadores mainframe de grandes empresas. Outra das diferenças entre a linha Xeon de 64 bits e a linha Itanium tem a ver com a capacidade dos Xeon de correrem programas originalmente desenhados para chips de 32 bits sem perda de desempenho. Ainda assim, a abertura da Intel para estender os Coordenação, paginação, ilustração, redacção e processamento de texto: processadores de 64 bits aos pequenos negócios não inclui, Prof. Paulo Gonçalves Colaboração: Alunos do 11ºG e Alunos do 12ºC. Exempara já, planos relativos à linha de processadores para desktop, plares publicados: 150 Escola Secundária Soares Basto (403003) 3720onde a AMD também já disponibiliza processadores com aquela 254 Oliveira de Azeméis Telefone: 256600590 Email: essbee@sapo.pt tecnologia ( através da linha Athlon).

Passatempo

Ficha Técnica

Uchip12 a4  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you