Issuu on Google+

#17

Texto base: Mateus 5:33-37 Texto para decorar:

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram. Mateus 7:13-14

Grande IDEIA:

Fale pouco, evite promessas tolas, e cumpra com sua palavra sempre

O QUEST:

ATIVIDADES:

Ore juntos:

    

O que você aprendeu hoje? Leia os versículos e discuta o significado. O que Jesus está dizendo com isso? O que significa, “homem de palavra”? Se você não pode cumprir com sua palavra o que pode e deve fazer? O que é construída no dia dia (integridade)? Como?

Cada criança escreva num pedaço de papel uma coisa simples que ela possa fazer para ajudar no projeto hoje. Cada uma irá se esforçar para cumprir o seu objetivo durante o projeto. Deus Pai, queremos ser reconhecidos como pessoas íntegras e de confiança porque cumprimos com as nossas palavras. Ajuda-nos. Amém.

#17

Texto base: Mateus 5:33-37 Texto para decorar:

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram. Mateus 7:13-14

Grande IDEIA:

Fale pouco, evite promessas tolas, e cumpra com sua palavra sempre

O QUEST:

ATIVIDADES:

Ore juntos:

    

O que você aprendeu hoje? Leia os versículos e discuta o significado. O que Jesus está dizendo com isso? O que significa, “homem de palavra”? Se você não pode cumprir com sua palavra o que pode e deve fazer? O que é construída no dia dia (integridade)? Como?

Cada criança escreva num pedaço de papel uma coisa simples que ela possa fazer para ajudar no projeto hoje. Cada uma irá se esforçar para cumprir o seu objetivo durante o projeto. Deus Pai, queremos ser reconhecidos como pessoas íntegras e de confiança porque cumprimos com as nossas palavras. Ajuda-nos. Amém.


#17 Textos para mastigar:

Mateus 5:33-37, Deut 23:23, Exodo 20:7, Num 5:19-22; 6:2, atos 5:1-11, Proverbios 16:13, 12:22

“Juro por Deus.” Conhece esta expressão? Quantas vezes a gente usa isso no dia dia sem pensar? Usamos para coisas tão irrelevantes como, “Eu te liguei ontem. Juro por Deus,” ou “Marquei três gols. Juro por Deus.” Faz parte da nossa cultura. Mas cultura não é uma boa desculpa. Nos dias de Jesus isso também fazia parte da cultura, mas não é de Deus. A própria palavra jurar no grego significa fazer uma promessa chamando Deus, ou um deus ou um objeto sagrado, como testemunho. Tipicamente a promessa também incluiu uma maldição se a pessoa não cumpre a promessa. Jesus não está dizendo que jurar é sempre um pecado. Temos exemplos de juramentos bíblicos no antigo testamento - (Num 5:19-22; 6:2). Mas Jesus está nós ensinando duas coisas importantíssimas sobre o assunto. A primeira é que não devemos invocar o nome do nosso SENHOR em vão, ou seja, a qualquer hora, em qualquer momento, de qualquer forma. Isso é demonstrar desrespeito profundo (Êxodo 20:7). O segundo é sobre nossa integridade, nossa palavra. Deus é onipresente então Ele já é um testemunho de todas as nossas palavras. Reconhecendo está realidade,o nosso “sim” já tem o mesmo poder e seriedade de um juramento. Nossa integridade será construída ou destruída no dia a dia com pequenas coisas . Quando falamos, “Eu vou te buscar amanhã as sete horas” e chegamos às oito sem avisar estamos danificando nossa integridade, nosso testemunho, e desrespeitando o tempo do outro. Precisamos pedir perdão e procurar fazer melhor. Imagine agora votos de casamento, juramento diante de um juiz, ou um contrato empresarial. Como filhos de Deus, e representantes Dele na terra, precisamos buscar uma alta integridade. Uma honestidade que vem do céus e é digno do nosso Pai. Assim nossas vidas irão se destacar diante de Deus e de homens. Vamos semear esta verdade nos corações das nossas crianças hoje.

#17 Textos para mastigar:

Mateus 5:33-37, Deut 23:23, Exodo 20:7, Num 5:19-22; 6:2, atos 5:1-11, Proverbios 16:13, 12:22

“Juro por Deus.” Conhece esta expressão? Quantas vezes a gente usa isso no dia dia sem pensar? Usamos para coisas tão irrelevantes como, “Eu te liguei ontem. Juro por Deus,” ou “Marquei três gols. Juro por Deus.” Faz parte da nossa cultura. Mas cultura não é uma boa desculpa. Nos dias de Jesus isso também fazia parte da cultura, mas não é de Deus. A própria palavra jurar no grego significa fazer uma promessa chamando Deus, ou um deus ou um objeto sagrado, como testemunho. Tipicamente a promessa também incluiu uma maldição se a pessoa não cumpre a promessa. Jesus não está dizendo que jurar é sempre um pecado. Temos exemplos de juramentos bíblicos no antigo testamento - (Num 5:19-22; 6:2). Mas Jesus está nós ensinando duas coisas importantíssimas sobre o assunto. A primeira é que não devemos invocar o nome do nosso SENHOR em vão, ou seja, a qualquer hora, em qualquer momento, de qualquer forma. Isso é demonstrar desrespeito profundo (Êxodo 20:7). O segundo é sobre nossa integridade, nossa palavra. Deus é onipresente então Ele já é um testemunho de todas as nossas palavras. Reconhecendo está realidade,o nosso “sim” já tem o mesmo poder e seriedade de um juramento. Nossa integridade será construída ou destruída no dia a dia com pequenas coisas . Quando falamos, “Eu vou te buscar amanhã as sete horas” e chegamos às oito sem avisar estamos danificando nossa integridade, nosso testemunho, e desrespeitando o tempo do outro. Precisamos pedir perdão e procurar fazer melhor. Imagine agora votos de casamento, juramento diante de um juiz, ou um contrato empresarial. Como filhos de Deus, e representantes Dele na terra, precisamos buscar uma alta integridade. Uma honestidade que vem do céus e é digno do nosso Pai. Assim nossas vidas irão se destacar diante de Deus e de homens. Vamos semear esta verdade nos corações das nossas crianças hoje.


17 1 guia de lider v2