Issuu on Google+

1


Este material foi selecionado do devocional "SEM-MUL". do ano 2011.

2


Viver corretamente a nossa vida fútil Eclesiastes O livro de Eclesiastes foi escrito por Salomão, filho de Davi, o qual teve uma vida mais sábia e abundante que qualquer um no mundo, mas mesmo assim concluiu que a vida era uma grande inutilidade. Por quê? Porque sem Deus, a vida é totalmente desprovida de significado. A sua conclusão final neste livro é: o verdadeiro dever do homem é temer a Deus e obedecer às Suas ordens. Eis a verdadeira sabedoria para a nossa vida. Louvamos Deus, que nos deu dezembro para que pudéssemos terminar o ano. Reveja a sua vida deste ano, calcule o tempo de vida que tivemos e teremos e assim esperamos que os irmãos vivam com sabedoria esta nossa vida fútil. Vida fútil (1~3) O mestre sabia muito bem qual era o fim da vida „debaixo do sol‟ (1:2~3). Embora soubesse o fim, o mestre busca prazeres para si mesmo (2:4~8). Devido ao seu esforço, ele possuía todos os elementos necessários para uma vida feliz. No entanto a confissão do mestre é clara: “Percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento, não há nenhum proveito no que se faz debaixo do sol.” (2:11). Isso ocorre quando não se entende o propósito da criação de Deus.

Esforço inútil (4~6) Após observação minuciosa da vida „debaixo do sol‟, o mestre afirma que os mortos são mais felizes que os vivos, mas melhor que isso era aquele que ainda não nasceu (4:2). Ademais ele diz que todo esforço e habilidades da vida não têm sentido. Neste mundo, inúmeras pessoas não conseguem paz, apesar de esforçar-se muito. Isto pois as riquezas acumuladas com o seu trabalho trazem infelicidade. Da mesma forma, a vida no mundo é uma sequência de sofrimento. No entanto, aquele que teme a Deus pode obter a verdadeira paz e felicidade, pois Deus edifica o seu lar e guarda-o como um sentinela. Todavia se não se voltar a Deus, tudo no fim não passará de esforço inútil, embora tivesse preenchido com muitas coisas a sua vida tal como sombra.

Tudo que ocorre na nossa vida tem uma ocasião certa e um tempo certo (3:1). Assim sendo, o melhor é ter prazer no trabalho que nos foi concedido, no tempo presente. A nossa vida pode ser comparada os fato: „os rios vão para o mar, contudo o mar nunca se enche‟ (1:7), portanto temos de nos alegrar com o dia de hoje e darmos o máximo de nós em tudo.

Sabedoria para viver (7~9) O mestre dá o seguinte conselho: o sábio é aquele que vive pensando no fim da sua vida. A morte dá mais tristeza que o riso, e mais ensinamento ao invés de alegria. O tolo é aquele que tem o coração nas trevas, repleto de ganância e desejo pela riqueza. Tampouco tem perseverança e está cheio de orgulho, e o seu coração e pensamento estão dominados pelo mal. Além disso o tolo vive preso ao passado.

para que se lembrem do Criador, antes que venham os dias difíceis. Não serão as informações da vida „debaixo do sol‟ que irão guiar as pessoas ao caminho correto, mas sim a palavra de Deus que fará com que a vida tenha mais significado. Esse ensinamento verdadeiro afirma que as pessoas devem almejar a vida „acima do sol‟ e não a „debaixo do sol‟; e também viver temendo a Deus. Esta é a sabedoria da sabedoria que todos que vivem neste mundo sem sentido devem buscar.

A morte relembra-nos do fim da vida, do julgamento de Deus e da vida eterna. Toda a vida tem um fim. Este fato é importante, pois aquele que conhece esta verdade muda de atitude perante a sua vida.

Felizmente o mestre está nos transmitindo um ensinamento precioso através das suas inúmeras experiências próprias. Devemos nos atentar às experiências do mestre e à sabedoria obtidas por meio das mesmas. As pessoas tentam obter a verdade através da experiência, contudo há limitações nisso. Ademais não há pessoa capaz de ter contato com todas as informações do mundo.

Assim sendo, os cristãos devem viver cada instante da sua vida temendo a Deus. O homem é um ser limitado. Nem todo homem altamente capacitado tem sucesso na vida. E ainda: mesmo que este tenha sabedoria para salvar uma vida, pode ser que o seu valor não seja reconhecido, se for mal conceituado pelo mundo. Sendo assim, a vida „debaixo do sol‟ tem limitações e não há nada neste mundo no qual possamos confiar.

No mundo „debaixo do sol‟ não há verdade verdadeira, tudo não passa de verdade fútil. Assim sendo todos devem temer a Deus. Em hipótese alguma esta verdade não pode ser obtida das pessoas. Essa verdade só pode ser conseguida na palavra de Deus, ou seja, na revelação de Deus, e este entendimento só é possível pela Sua graça. Gostaria que pudéssemos terminar o ano tendo isso em mente.

Vida de temor a Deus (10~12) Aqui o mestre alcança as conclusões finais obtidas por meio das experiências da sua vida. Em especial ele diz aos jovens, os quais ainda tem muitos dias de vida,

3


01 Sáb

A busca por sentido Eclesiastes 1:12~18

12 Eu, o mestre, fui rei de Israel

16 Pensei comigo mesmo: Eu me

em Jerusalém.

tornei famoso e ultrapassei em sabedoria todos os que

13 Dediquei-me a investigar e a governaram Jerusalém antes de usar a sabedoria para explorar mim; de fato adquiri muita tudo que é feito debaixo do céu. sabedoria e conhecimento. Que fardo pesado Deus pôs sobre os homens!

17 Assim eu me esforcei para compreender a sabedoria, bem

14 Tenho visto tudo o que é feito como a loucura e a insensatez, debaixo do sol; tudo é inútil, é mas aprendi que isso também é correr atrás do vento! correr atrás do vento. 15 O que é torto não pode ser 18 Pois quanto maior a sabedoria endireitado; o que está faltando maior o sofrimento; e quanto maior não pode ser contado. o conhecimento, maior o desgosto.

4


Análise do conteúdo

Percepção

1. A que o mestre se dedica a investigar e explorar guiado pela sabedoria? (vs.12~13) 2. A que conclusão chega o mestre? (v.14)

4. Que sentimento evoca em você o clamor do mestre afirmando que a busca pela sabedoria é mesmo que correr atrás do vento?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Ainda que não estivesse em busca de riqueza e sim, da sabedoria, por que o mestre não conseguiu evitar a conclusão de que até mesmo esta não tinha sentido algum? (vs.16~18)

5. Você está em busca de algo mais importante e eterno do que a sabedoria? Analise e mude sua atitude diante da fé para que possa buscar aquilo que é verdadeiramente eterno.

Anotação

5


A conclusão que chega o mestre após dedicar-se a investigar e a usar sabedoria para explorar tudo o que é feito debaixo do céu, é de que tudo que é feito debaixo do sol é inútil (v.13). Pois tudo que é feito debaixo do sol é um fardo pesado que Deus pôs sobre os homens. Pois por causa do pecado, o trabalho, que deveria proporcionar felicidade, virara algo penoso. Nada faz sentido, assim como uma corrida atrás do vento (v.14). Afinal, ninguém pode endireitar o que é torto, nem contar o que está faltando (v.15). Ainda que buscasse a sabedoria em suas realizações (v.16), o mestre chega à conclusão de que todo trabalho que se faz debaixo do sol é um fardo pesado e inútil. Pois quanto mais sábio é o homem, mais sofrimento tem e quanto mais sabe, maior o desgosto. Quanto mais conhecimento adquire, mais consciência se tem das imperfeições humanas e de um mundo mergulhado em perversidades. Se tudo que está debaixo do céu e da terra é inútil, então a que você deve buscar? ORAÇÃO

Que hoje eu busque o que é eterno no céu, ao invés do que é inútil na terra. Anotação

6


02

Não há nada novo debaixo do sol

dom

Culto no Lar - Eclesiastes 1: 1~11

Familia à mesa. Reúna a sua família à mesa e compartilhe a comida e as percepções e aplicações do sermão do dia. Leitura bíblica 1 As palavras do Mestre, filho de

7 Todos os rios vão para o mar,

Davi, rei em Jerusalém:

contudo o mar nunca se enche; ainda que sempre corram para lá,

2 "Que grande inutilidade!", diz o Mestre. "Que grande inutilidade! Nada faz sentido!" 3 O que o homem ganha com todo o seu trabalho em que tanto

para lá voltam a correr. 8 Todas as coisas trazem canseira. O homem não é capaz de descrevê-las; os olhos nunca se saciam de ver, nem os ouvidos de ouvir.

se esforça debaixo do sol? 9 O que foi tornará a ser, o que foi 4 Gerações vêm e gerações vão,

feito se fará novamente; não há

mas a terra permanece para

nada novo debaixo do sol.

sempre. 10 Haverá algo de que se possa 5 O sol se levanta e o sol se põe,

dizer: "Veja! Isto é novo!"? Não! Já

e depressa volta ao lugar de

existiu há muito tempo; bem antes

onde se levanta. 6 O vento sopra para o sul e vira para o norte; dá voltas e mais

da nossa época. 11 Ninguém se lembra dos que viveram na antigüidade, e aqueles que ainda virão tampouco serão

voltas, seguindo sempre o seu

lembrados pelos que vierem

curso.

depois deles.

7


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra

O

mestre

Salomão

foi

uma

A

vida

se

ressume

a

viver

pessoa de muita sabedoria, fama

repetidamente, sendo tudo inútil,

e riqueza. Depois de conquistar

não há satisfação (vs.8~11).

tudo e desfrutar de tudo ele

Contudo os que creem em Deus

conclui que tudo é inútil debaixo

possuem sabedoria, portanto têm

do Sol. Ele se encontra em

esperança.

condições de afirmar tal coisa,

verdade que tudo vem de Deus e

pois chegou a desfrutar de tudo

tudo volta para Ele, eles glorificam

(vs.1~3). As normas da natureza

a sua magnitude, ao invés de

se repetem, mas não se renovam

julgar que tudo seja inútil. Por isso

(vs.4~7) . Somente as coisas pré-

não há nada na vida que seja

existentes são descobertas. As

digno

pessoas

vida

temos que nos alegrar com a

elas

sabedoria dada por Deus, aquele

desvendam as coisas já feitas por

que é a fonte da sabedoria, e

Deus. E depois que envelhecem

desfrutar da vida. Assim sendo, a

e

maior

passam

pesquisando,

morrem,

a

porém

a

outra

geração

de

Por

saberem

vanglória.

bênção

que

da

Somente

podemos

desfruta do mundo, e descobrem

desfrutar nesta vida é alegrar a

outras coisas melhores.

Deus.

8


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça

1. Qual a primeira palavra clamada pelo mestre Salomão? (v.2)

2. Por qual razão ele afirma que tudo é inútil? (vs.8~11)

3. Vamos compartilhar como podemos viver uma vida com propósito onde não há nada de novo no mundo.

Compartilhando agradecimentos

1. Relembrando a vida que teve durante a semana, vamos falar sobre o que teve para agradecer, para confessar e pedir perdão diante de Deus e da família.

2. Vamos fazer oferta como a expressão de gratidão, de arrependimento e de amor pelos próximos.

Orando juntos

Faça com que confessemos que somente em Deus a vida possui um significado, e assim sejamos uma família de fé que sempre vive em gratidão.

9


10


03 seg

A futilidade do prazer Eclesiastes 2:1~11

1 As palavras do Mestre, filho de

7 Todos os rios vão para o mar,

Davi, rei em Jerusalém:

contudo o mar nunca se enche; ainda que sempre corram para lá,

2 "Que grande inutilidade!", diz o Mestre. "Que grande inutilidade! Nada faz sentido!" 3 O que o homem ganha com todo o seu trabalho em que tanto

para lá voltam a correr. 8 Todas as coisas trazem canseira. O homem não é capaz de descrevê-las; os olhos nunca se saciam de ver, nem os ouvidos de ouvir.

se esforça debaixo do sol? 9 O que foi tornará a ser, o que foi 4 Gerações vêm e gerações vão,

feito se fará novamente; não há

mas a terra permanece para

nada novo debaixo do sol.

sempre. 10 Haverá algo de que se possa 5 O sol se levanta e o sol se põe,

dizer: "Veja! Isto é novo!"? Não! Já

e depressa volta ao lugar de onde

existiu há muito tempo; bem antes

se levanta. 6 O vento sopra para o sul e vira para o norte; dá voltas e mais

da nossa época. 11 Ninguém se lembra dos que viveram na antigüidade, e aqueles que ainda virão tampouco serão

voltas, seguindo sempre o seu

lembrados pelos que vierem depois

curso.

deles.

11


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

12


Orientações

Os prazeres da vida não têm sentido Eclesiastes 2:1~11

Análise do conteúdo

Percepção

1. Após desfrutar das coisas boas da vida, a que conclusão chega o mestre? (vs.1~4) 2. O que o mestre compreende, após alcançar a prosperidade? (v.11)

4. A humanidade insiste em não abandonar as coisas inúteis, acabando por frustrar-se ao perceber que essa maneira de viver torna a vida vazia de sentido. Como você se sente em relação à insensatez humana?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Uma vida bem-sucedida pode levar à insensatez, no entanto, como mestre mantém a mente sábia? (v.9)

5. Se você traçasse um gráfico de tempo, dinheiro e esforços na sua vida, onde se concentraria o de maior e o de menor empenho? Consciente de que a vida humana e seus objetivos são fúteis e sem sentido, se não levar a Deus em consideração, como devo viver meu dia a dia?

Anotação

13


Análise do conteúdo A fim de experimentar as coisas boas da vida, Salomão desfrutou das alegrias e prazeres recebendo-as como recompensa pelo seu esforço. Tornou-se mais poderoso do que qualquer um de Jerusalém sem perder a sabedoria. No entanto, Salomão, que desfrutara de todos esses prazeres, declara-os inúteis e que não há nenhum proveito no que se faz debaixo do sol.

No entanto, conclui que tudo era como correr atrás do vento pois nada valia a pena fazer debaixo do sol (v.11). Finalmente, conclui que tudo que se esforçara tanto para realizar fora em vão pois nada é eterno neste mundo. Percepção Salomão desfrutou de todas as coisas do mundo aliado ao dom da sabedoria que Deus lhe deu, fazendo com que declarasse ao mundo o quanto tudo que ele realizara e possuíra fora inútil. Deus fala-nos através do mestre que nada há de esperançoso sob a terra. Absolutamente tudo que está na terra é inútil e fadado a desaparecer. Por isso nossa única esperança neste mundo está Naquele que se tornou nossa vida eterna e no Seu Reino. Este ensinamento é essencial para mim, porque ainda hoje me vejo abalado diante de pequenos ou grandes fatos da vida. Oro para que me permita tranquilidade e paz daquele que só tem olhos para o Senhor e não se abala diante das tentações do mundo.

Estudo e Reflexão 1. Por qual motivo Salomão desejou entregar-se à extravagância? (v.1) - Salomão afirma ter-se entregado aos prazeres da vida, para descobrir como se divertir sem deixar de ser guiado pela sabedoria e para ver o que valeria a pena realizar debaixo do céu, dentro dos limites da vida (v.3). Mesmo consciente de que usufruía das posses que Deus proveu, ao convidar a si mesmo que “experimente”, concluo que Salomão afastou-se de Deus para experimentar como era uma vida de prazer egoísta através da sua sabedoria e poder.

Decisão e aplicação 1. Para ficar desperto em espírito e não me abalar diante do sucesso ou tentações do mundo, reestabelecerei o culto matinal que faltei com a desculpa de estar cansado e atarefado.

2. O que Salomão conclui após fazer muitas coisas para seu próprio prazer? - Quando olhou para trás e avaliou muitas coisas que havia alcançado, descobriu que era loucura e que de nada valia (vs.1~2). Salomão desfrutou de tudo que podia e assim prosperou mais do que outros, guiado pela sabedoria.

2. Para compreender a vontade do Senhor em mim, focarei nos devocionais e aplicarei obedientemente, ao menos um dos Seus ensinamentos lidos naquele dia.

14


esforço (v.9): fazer mais do que é capaz para atingir seu objetivo.

O mestre experimentou todas as coisas boas da vida, porém isso também se revelou inútil. Do mesmo modo riso e alegria revelaram-se sem sentido. Em suas realizações, o mestre ultrapassou os demais predecessores de Jerusalém (v.9). Convicto ser essa a recompensa de todo seu esforço (v.10), não negou a si mesmo nenhum tipo de prazer. Contudo quando olhou para trás, avaliando tudo que havia alcançado, compreendeu que tudo era sem sentido (v.11). Não abandonamos a ilusão de que há “proveito no que se faz debaixo do sol” até experienciarmos o contrário. Procurando um propósito de vida, percorremos vários caminhos e buscamos perspectivas, entretanto, só passando pela experiência própria é que nos conscientizamos do vazio da vida, para os que não levam em consideração a existência de Deus. Jesus declarou que são “Felizes os que não viram e creram” (Jo 20:29). Como você administra seu tempo, dinheiro e esforço? Avalie a prioridade que você estabelece para futilidades na sua vida e analise se não está sucessivamente indo naquela direção. ORAÇÃO

Permita-me a fé dos que não viram e creram, com meus olhos voltados somente a Ti, Senhor. Anotação

15


04 ter

A vida daquele que sabe a resposta certa Eclesiastes 2: 12~17

12 Então passei a refletir na

15 Então pensei comigo mesmo: O

sabedoria, na loucura e na

que acontece ao tolo também me

insensatez. O que pode fazer o

acontecerá. Que proveito eu tive

sucessor do rei a não ser repetir o

em ser sábio? Então eu disse no

que já foi feito?

meu íntimo: Isso não faz o menor sentido!

13 Percebi que a sabedoria é melhor que a insensatez, assim como a luz é melhor do que as trevas.

16 Nem o sábio, nem o tolo, serão lembrados para sempre; nos dias futuros ambos serão esquecidos. Como pode o sábio morrer como

14 O homem sábio tem olhos que enxergam, mas o tolo anda nas trevas; todavia, percebi que ambos têm o mesmo destino.

morre o tolo? 17 Por isso desprezei a vida, pois o trabalho que se faz debaixo do sol pareceu-me muito pesado. Tudo era inútil, era correr atrás do vento.

16


Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual a certeza que o mestre possui acerca de sua sabedoria e obras? (v.12) 2. Apesar de aceitar que a sabedoria é melhor que a insensatez (v.13), a que conclusão chega o mestre? (vs.14~16).

4. O que você sente diante o fato em que tanto o sábio como o tolo não são eternos, mas ambos têm a morte como destino?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Como o mestre comprova que tanto o sábio como o tolo têm o mesmo destino? (vs. 16~17)

5. Se dissermos que perante a morte a verdade do mundo não tem nenhum sentido, o que poderia mostrar a Deus? Assim como a devoção de Maria, que derramando óleo a Jesus foi eternamente lembrada, vamos decidir ter uma vida, onde possamos dar frutos valiosos diariamente a Deus.

Anotação

17


Tolo (v.16): não se refere apenas a alguém teimoso e insensato, mas aquele que tem propensão a fazer escolhas erradas no aspecto ético.

O mestre afirma com convicção que as ações daquele que irá sucedê-lo são ações já realizadas pela geração passada. É certo que assim como a luz se sobressai às trevas, a sabedoria se sobressai à insensatez. Porém tanto o sábio quanto ao tolo, independente da sua sabedoria, suas riquezas conquistadas, suas realizações, no final acabam morrendo. Por isso a sabedoria é inútil. Tanto o sábio quanto o insensato depois de morrerem não serão lembrados eternamente. O mestre entendeu que tanto o sábio quanto o insensato são comuns e desgostou-se de viver. Tudo debaixo do sol era agonia para ele, era tão inútil quanto segurar o vento. Há diferentes tipos de vida: uma vida que busca algo na terra incessantemente; uma vida de ódio à vida, ao descobrir que tudo que buscava era inútil; uma vida de busca por coisas eternas, após entender a futilidade da vida. Será que você está vivendo uma vida sem ter do que se envergonhar, quando estiver diante de Deus? ORAÇÃO

Sabendo como será o meu final, que eu possa viver buscando as coisas eternas. Anotação

18


05 qua

A futilidade do esforço debaixo do Sol Eclesiastes 2: 18~26

18 Desprezei todas as coisas

22 Que proveito tem um homem de

pelas quais eu tanto me esforçara

todo o esforço e de toda a

debaixo do sol, pois terei que

ansiedade com que trabalha

deixá-las para aquele que me

debaixo do sol?

suceder. 19 E quem pode dizer se ele será sábio ou tolo? Contudo, terá domínio sobre tudo o que realizei com o meu trabalho e com a

23 Durante toda a sua vida, seu trabalho não passa de dor e tristeza; mesmo à noite a sua mente não descansa. Isso também é absurdo.

minha sabedoria debaixo do sol.

24 Para o homem não existe nada

Isso também não faz sentido.

melhor do que comer, beber e encontrar prazer em seu trabalho. E

20 Cheguei ao ponto de me desesperar por causa de todo o

vi que isso também vem da mão de Deus.

trabalho em que tanto me esforcei debaixo do sol.

25 E quem aproveitou melhor as comidas e os prazeres do que eu?

21 Pois um homem pode realizar o seu trabalho com sabedoria, conhecimento e habilidade, mas terá que deixar tudo o que possui como herança para alguém que não se esforçou por aquilo. Isso também é um absurdo e uma grande injustiça.

26 Ao homem que o agrada, Deus recompensa com sabedoria, conhecimento e felicidade. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Isso também é inútil, é correr atrás do vento.

19


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que o mestre também afirma que é inútil? (vs.18, 23) 2. O que verdadeiramente alegra a alma do homem? (v.24)

4. O que você sente ao ver que o mestre, que desfrutou do sucesso obtido com seus esforços, afirma que todo seu esforço fora em vão?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que o mestre afirma que todos os seus esforços debaixo do sol são inúteis? (vs. 23~25).

5. Apesar de todo o esforço feito, alguma vez você já sentiu um vazio por ter fracassado? O resultado do esforço não nos garante a felicidade. A verdadeira felicidade está na fé na fé em Deus. Vamos refletir sobre isso.

Anotação

20


O autor, Salomão, fala que todos os seus esforços na terra foram inúteis (vs.18~23). Ele exerceu muitas coisas como rei, porém quem irá desfrutar dos resultados não será ele, mas a geração futura. Ninguém consegue desfrutar devidamente dos resultados de seus esforços quando está vivendo nesse mundo. Portanto tudo é inútil: preocupar-se para conquistar algo, entristecer-se algumas vezes, não descansar a noite. Em suma, Salomão encoraja-nos a viver nesse mundo sem muitas cobiças, mas sim, viver satisfeitos com as coisas cotidianas (vs. 24~26). A alegria proveniente das coisas cotidianas também são graça de Deus. Será que você não está cobiçando o sucesso e fama, a ponto de esquecer a graça de Deus dada a você, isto é, esquecendo-se da verdadeira felicidade em Deus? ORAÇÃO

Que eu possa viver em alegria, compreendendo a graça de Deus no dia-a-dia concedido a mim. Anotação

21


06 qui

Há tempo para tudo Eclesiastes 3:1~8

1 Para tudo há uma ocasião, e

5 tempo de espalhar pedras e

um tempo para cada propósito

tempo de ajuntá-las, tempo de

debaixo do céu:

abraçar e tempo de se conter,

2 tempo de nascer e tempo de

6 tempo de procurar e tempo de

morrer, tempo de plantar e tempo

desistir, tempo de guardar e tempo

de arrancar o que se plantou,

de lançar fora,

3 tempo de matar e tempo de

7 tempo de rasgar e tempo de

curar, tempo de derrubar e tempo

costurar, tempo de calar e tempo

de construir,

de falar,

4 tempo de chorar e tempo de rir,

8 tempo de amar e tempo de odiar,

tempo de prantear e tempo de

tempo de lutar e tempo de viver em

dançar,

paz.

22


Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual é o requisito da expressão “para tudo”? (v.1) 2. Qual é o requisito da expressão “cada propósito debaixo do céu”? (v.1)

4. O que você sente nas palavras que dizem que neste mundo não existe nenhum ser ou fato eterno?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual é o significado de “para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu”?

5. Atualmente o que você está enfrentando como povo de Deus? Mesmo para a obra de Deus, há um tempo certo. Como você está se esforçando para desempenhar bem o chamado de Deus?

Anotação

23


“Para tudo há uma ocasião certa” significa que todas as coisas deste mundo são efêmeras e limitadas pelo tempo. Na realidade, não existe vida que seja eterna nesta terra. E nenhum objeto que seja eterno. E “há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu” significa que os acontecimentos e os fenômenos na terra são transitórios e que duram somente um tempo previamente determinado. Qualquer acontecimento ou fenômeno pode ser interrompido ou mudado a qualquer momento. Neste mundo nada é eterno. Portanto o autor nos aconselha a não nos apegarmos às coisas do mundo que podem desaparecer a qualquer momento, ou a qualquer esforço, pois este será passageiro. Nós devemos pensar na vida eterna que vamos ganhar no reino de Deus e não na curta vida que teremos aqui na terra. Será que você não está esquecendo-se da vida eterna no reino de Deus, apegando-se demais às coisas do mundo, desobedecendo à vontade de Deus?

ORAÇÃO

Como um filho de Deus, que possa cumprir plenamente o chamado de Deus, no tempo certo. Anotação

24


07 sex

O valioso presente de Deus Eclesiastes 3:9~15

9 O que ganha o trabalhador com

13 Descobri também que poder

todo o seu esforço?

comer, beber e ser recompensado

10 Tenho visto o fardo que Deus

pelo seu trabalho, é um presente

impôs aos homens.

de Deus.

11 Ele fez tudo apropriado a seu

14 Sei que tudo o que Deus faz

tempo. Também pôs no coração

permanecerá para sempre; a isso

do homem o anseio pela

nada se pode acrescentar, e disso

eternidade; mesmo assim este não consegue compreender

nada se pode tirar. Deus assim faz para que os homens o temam.

inteiramente o que Deus fez. 15 Aquilo que é, já foi, e o que será 12 Descobri que não há nada melhor para o homem do que ser feliz e praticar o bem enquanto

já foi anteriormente; Deus investigará o passado.

vive.

25


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que Deus pôs no coração do homem?(v.11) 2. O que é o presente de Deus?(v.13)

4. O que você sente através das palavras “poder comer, beber e ser recompensado pelo seu trabalho é um presente de Deus”?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que motivo Deus colocou o anseio pela eternidade no homem?

5. Qual seria o conteúdo da oração de uma pessoa que pode agradecer de verdade o presente de Deus? Vamos agradecer o presente de Deus e planejar com quê postura e oração podemos servir à igreja, o corpo do Senhor.

Anotação

26


O fardo do homem aqui na terra não é eterno (v.9), mas o que Deus faz permanecerá para sempre (v.14). Porque Deus pôs na vida dele o anseio pela eternidade. Por isso, mesmo aqueles que não conhecem Deus, imaginam numa vida eterna após a morte. Aqueles que acreditam de verdade na vida eterna que Deus preparou vivem sem ter ambição pelas coisas do mundo (v.12). Aqueles que vivem com ambição pelas coisas do mundo não conseguem ser felizes e praticar o bem enquanto vivem. Mas aqueles que vivem pensando no eterno deixam a ganância de lado e sentem prazer em fazer bem aos outros. E sabem que a alegria do dia a dia é um valioso presente de Deus e sentem-se satisfeitos. Será que você não vive esquecendo-se da benção de Deus na sua vida pelo fato de o seu coração estar nas coisas efêmeras da vida?

ORAÇÃO

Que possa lembrar os valiosos presentes que Deus me concedeu, pensando na vida eterna no reino de Deus. Anotação

27


08 sáb

O motivo pelo qual devemos ser fiéis ao dia de hoje Eclesiastes 3:16~22

16 Descobri também que debaixo

Todos têm o mesmo fôlego de

do sol: No lugar da justiça havia

vida; o homem não tem vantagem

impiedade, no lugar da retidão,

alguma sobre o animal. Nada faz

ainda mais impiedade.

sentido!

17 Pensei comigo mesmo: O

20 Todos vão para o mesmo lugar;

justo e o ímpio, Deus julgará a ambos, pois há um tempo para

vieram todos do pó, e ao pó todos retornarão.

todo propósito, um tempo para

21 Quem pode dizer se o fôlego do

tudo o que acontece.

homem sobe às alturas e se o fôlego do animal desce para a

18 Também pensei: Deus prova terra? os homens para que vejam que são como os animais.

22 Por isso concluí que não há nada melhor para o homem do que

19 O destino do homem é o mesmo do animal; o mesmo

desfrutar do seu trabalho, porque esta é a sua recompensa. Pois,

destino os aguarda. Assim como

quem poderá fazê-lo ver o que

morre um, também morre o outro.

acontecerá depois de morto?

28


Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual é o problema deste mundo e qual é o resultado disso? (vs.16~17) 2. Qual é a semelhança e a diferença entre os homens e os animais? (vs.18~21)

4. O que você sente no fato de que o homem nasceu para morrer um dia e que desconhece quando será a sua morte?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. O que você pensa ser o motivo pelo qual o homem deve desfrutar do seu trabalho? (v.22 vide Mt 6:3)

5. Será que você não está desperdiçando tempo preocupando-se com o amanhã? Qual é a preocupação que você deve deixar de lado como filho de Deus? A quê você deve ser fiel?

Anotação

29


O mestre enfatiza que acontecerá o julgamento moral de Deus. No mundo, a justiça e a maldade coexistem. E por causa disso, aparentemente parece não existir o julgamento moral, porém o Deus da justiça julgará ambos (vs.16~17). Caso o homem que foi criado como um ser com moral praticasse maldades e assim corrompesse a moral, este não seria diferente de um animal sem a graça de Deus. Assim como o animal, o homem está destinado a morrer. Não somente isso, ele desconhece a hora da sua morte (vs.19~20). Somente Deus conhece o destino do espírito do homem após a sua morte (v.21). Portanto não devemos nos preocupar com o que irá acontecer no dia de amanhã. Devemos desfrutar da nossa situação, alegrando-nos, agradecendo e vivendo com fidelidade (v.22). Sejamos cristãos fiéis ao dia que nos foi dado, sem ficar preso à preocupação sobre amanhã.

ORAÇÃO

Que eu possa fazer o melhor de mim no dia de hoje, sem desperdiçar tempo preocupando-me com o amanhã. Anotação

30


09

Há tempo para tudo

dom

Culto no Lar - Eclesiastes 3:1~13

Familia à mesa. Reúna a sua família à mesa e compartilhe a comida e quais são as coisas que mais ferem o coração. Leitura bíblica 1 Para tudo há uma ocasião, e um

8 tempo de amar e tempo de odiar,

tempo para cada propósito

tempo de lutar e tempo de viver em

debaixo do céu:

paz.

2 tempo de nascer e tempo de

9 O que ganha o trabalhador com

morrer, tempo de plantar e tempo

todo o seu esforço?

de arrancar o que se plantou, 10 Tenho visto o fardo que Deus 3 tempo de matar e tempo de

impôs aos homens.

curar, tempo de derrubar e tempo de construir,

11 Ele fez tudo apropriado a seu tempo. Também pôs no coração do

4 tempo de chorar e tempo de rir,

homem o anseio pela eternidade;

tempo de prantear e tempo de

mesmo assim este não consegue

dançar,

compreender inteiramente o que

5 tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de se conter,

Deus fez. 12 Descobri que não há nada melhor para o homem do que ser

6 tempo de procurar e tempo de

feliz e praticar o bem enquanto

desistir, tempo de guardar e

vive.

tempo de lançar fora,

13 Descobri também que poder

7 tempo de rasgar e tempo de

comer, beber e ser recompensado

costurar, tempo de calar e tempo de falar,

pelo seu trabalho, é um presente de Deus.

31


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra Pela experiência da própria vida e

mas

também

cometida,

pelo

conhecimento

devido o

à

desobediência

homem

caiu

em

adquirido a partir da vida dos

pântanos de sofrimentos

outros, Salomão argumenta que

(Gn 3:1-21; Ec 3:9~10).

há tempo certo para tudo. Não há

E Deus “criou tudo apropriado para

somente alegria na vida, mas

seu tempo, e colocou no homem o

também não há tristeza eterna

anseio pela eternidade” (vs.11~12).

(vs.1~8).

Qualquer um pode

Por isso, vida apropriada é viver

encontrar

angústias

vida

agradecendo e se esforçando ao

própria

máximo com alegria no coração

pode

diante de Deus. Deus preencherá

alcançar a felicidade através da

abundantemente a vida dele e o

escolha certa. Esse é o presente

levará a alcançar o melhor para ele.

dado

todos

Portanto, homem de fé não se

humanos chamado “oportunidade”

desanima em qualquer que seja a

Deus

circunstância, e vive reconhecendo

independentemente vontade,

como

por

perfeitamente,

da

também

Deus

criou

na

para

o

homem

que tudo é dádiva de Deus (v.13) .

32


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça

1. O que seria o tempo apropriado que o mestre está falando, e quem decide isso segundo ele?

2. Em que tempo você está agora?

3. Oremos para que lembremos que os momentos da nossa vida são presentes de Deus, e que não esqueçamos de agradecer este presente.

Compartilhando agradecimentos

1. Reflita a sua vida da semana passada e converse acerca dos agradecimentos, confissões e pedido de perdão perante Deus e família.

2. Como expressão de agradecimento, de arrependimento e de amor ao próximo, façamos ofertas.

Orando juntos Que a nossa família seja cheia de graça, vivendo todos os momentos da vida com gratidão.

33


10 seg

Inveja e ciúmes inúteis Eclesiastes 4:1~6

1 De novo voltei a minha atenção

4 Descobri que todo trabalho e toda

e vi toda a opressão que ocorre

realização surgem da competição

debaixo do sol: Vi as lágrimas dos

que existe entre as pessoas. Mas

oprimidos, mas não há quem os

isso também é absurdo, é correr

console; o poder estava do lado

atrás do vento.

dos seus opressores, e não há 5 O tolo cruza os braços e destrói a quem os console. própria vida. 2 Por isso considerei os mortos, 6 Melhor é ter um punhado com mais felizes do que os vivos, pois tranqüilidade do que dois punhados estes ainda têm que viver! à custa de muito esforço e de correr 3 No entanto, melhor do que

atrás do vento.

ambos é aquele que ainda não nasceu, que não viu o mal que se faz debaixo do sol.

34


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

35


Orientações

Chamado para consolar e esforços que valem a pena

Eclesiastes 4:1~6

Análise do conteúdo

Percepção

1. Que aspecto do poder mundano leva o mestre a lamentar-se? (v.1) 2. Que aspecto do relacionamento humano é alvo de lamento do mestre? (v.4)

4. O que se sente da palavra que diz que é melhor ter um punhado com paz do que buscar a encher as duas mãos esforçando como se fosse correr atrás do vento?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Que burrice comete aquele que inveja e tem ciúmes dos outros? (vs.5~6)

5. Você tem inveja ou ciúme de alguém recentemente? Se sim, qual seria o motivo? Peça a Deus sabedoria para abandonar invejas e ciúmes fúteis e levar uma vida de bênção e gratidão.

Anotação

36


Análise do conteúdo Observando as lágrimas dos oprimidos que não podem contar com seu consolador, Salomão diz que aquele que não nasceu é mais feliz que os próprios oprimidos ou daqueles que vivem presenciando a opressão. Diz ainda que todos os esforços e as realizações se resultam em nada, mas os que nem se esforçam são mais tolos ainda. E que é melhor se satisfazer com um punhado do que tentar em vão alcançar os dois punhados com muito esforço. Estudo e reflexão 1. Por que o mestre disse que melhor é aquele que não precisa enxergar as opressões que acontecem nesse mundo? - Salomão diz que o sofrimento dos oprimidos é tanto que é preferível nem ter nascido para não precisar se presenciar desta opressão. Da mesma forma, em todo tempo há os oprimidos sofrendo as circunstâncias indesejáveis. Reflita se você está sendo um consolador com chamado para beneficiar os oprimidos ou apenas está mergulhado em seus problemas esperando que alguém venha a lhe consolar. 2. O que significa o versículo que diz “todo trabalho e toda realização não passam de correr atrás de vento”? - Salomão percebeu que a motivação de trabalhos e realizações está em inveja das pessoas, e que isso não passa de correr atrás de ventos.

A inveja cria ambiente de competição excessiva e constantes comparações, resultando em preocupações e insatisfações. Consequentemente, acaba correndo atrás de valores mundanos para encher as duas mãos ao invés de se sentir feliz com o que está preenchendo uma mão. Percepção Os oprimidos que Salomão observou no passado, ainda existem hoje em dia muito perto de nós. O povo norte coreano e os fugitivos do regime norte coreano estão sofrendo dia após dia. Mas pelo fato de não enxergar isso diretamente, faço de conta que não existem, distanciando os meus ouvidos e olhos, a partir dos fatos verídicos. Sendo filho de Deus, deveria ter me esforçado para enxugar as lágrimas desses irmãos, mas negligenciei o meu papel de consolador. Oro para que o meu coração seja o coração do Pai que está voltado para o sofrimento deles. Decisão e aplicação 1. Participarei mais frequentemente da reunião de oração para a unificação das Coreias, me interessando mais pelas informações dos irmãos norte-coreanos. Espero e oro para que Deus abra novos caminhos para que o meu pequeno gesto de consolação possa chegar até eles. 2. Oro para que Deus possa levantar grande multidão para a corrente de oração pela Coréia do Norte, dando o coração misericordioso para os cristãos sul-coreanos.

37


Oprimidos (v.1): Indica aqueles que sofrem dos seus opressores, e os principais oprimidos que a bíblia se trata são os órfãos e viúvas. A bíblia dá ordens para que eles possam ter os seus direitos devidamente protegidos.

Versículos 1 a 3 começam falando “de baixo do sol” e terminam com as mesmas palavras “ de baixo do sol”. Isto é, o autor está lamentando das maldades que ocorrem no mundo. O poder corrupto e distorcido do mundo está oprimindo e maltratando as pessoas, no entanto elas não têm a quem recorrer. Observando as injustiças praticadas pelos que têm poder, o mestre lamenta da sociedade competitiva que transborda de invejas e ciúmes. (v.4) O problema das invejas e ciúmes é que resulta em auto destruição, deixando cair em preguiça (v.5), e impede que a paz verdadeira seja instalada devido a incessante busca pelo sucesso e cobiças(v.6). Deve-se lembrar que a busca pelo poder e possessão é igual a querer correr atrás do vento. Que tipo de inveja está tomando o lugar no seu coração? Abandone o costume de comparar com os outros e seja verdadeiro cristão que fica satisfeito somente por Deus.

ORAÇÃO

Que eu possa deixar a inveja e os desejos de busca pelas coisas mundanas, satisfazendo-me apenas com a presença de Deus na minha vida. Anotação

38


11 ter

Por que é melhor ter companhia do que estar sozinho? Eclesiastes 4:7~16

7 Descobri ainda outra situação absurda debaixo do sol: 8 Havia um homem totalmente solitário; não tinha filho nem irmão. Trabalhava sem parar! Contudo, os seus olhos não se satisfaziam com a sua riqueza.

11 E se dois dormirem juntos, vão manter-se aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho? 12 Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade.

Ele sequer perguntava: "Para quem estou trabalhando tanto, e por que razão deixo de me divertir?" Isso também é absurdo. É um trabalho muito ingrato! 9 É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas.

13 Melhor é um jovem pobre e sábio, do que um rei idoso e tolo, que não mais aceita repreensão. 14 O jovem pode ter saído da prisão e chegado ao trono, ou pode ter nascido pobre no país daquele rei. 15 Percebi que, ainda assim, o povo que vivia debaixo do sol seguia o jovem, o sucessor do rei.

10 Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!

16 O número dos que aderiram a ele era incontável. A geração seguinte, porém, não ficou satisfeita com o sucessor.

39


Análise do conteúdo

Percepção

1. Que aspecto do relacionamento deixa o mestre inconformado? (v.8) 2. Que aspecto do poder e da fama do mundo faz o mestre lamentar-se? (vs.13~16)

4. O que você percebe do versículo que diz que é melhor ter companhia do que estar só?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Em sua opinião, qual é a importância da cooperação e da harmonia? (vs.9~12)

5. Você tem pessoas com quem pode compartilhar o seu coração? Faça uma lista com os nomes dessas pessoas e pesquise o que você poderia fazer hoje para enviar o sentimento de gratidão a elas.

Anotação

40


O mestre está relatando a triste realidade de solidão que facilmente pode ser observada na sociedade (v.8). Por outro lado, a harmonia e a união podem trazer recompensas(v.9), ajudas (v.10), consolação (v.11) e proteção do perigo (v.12). Enfim, ele afirma que estar acompanhado é melhor do que estar só (v.9) e melhor ainda se for grupo de três (v.12). E ainda ele mostra brevidade e efemeridade do poder e da fama do mundo (vs.13~16) através de parábola. Havia um jovem que saiu da prisão e se tornou o rei daquele país. Que história inacreditável! Porém, ao ser coroado o próximo rei, as suas conquistas e seus feitos serão logo esquecidos. Em nossa sociedade é raro ver alguém morrer de fome, mas é muito fácil ver gente gemendo atingido pela solidão. Você é uma pessoa que valoriza o relacionamento? Que possamos reconhecer a grande importância de ter relacionamento em Cristo, e que possamos cultiva esse relacionamento cristão cada vez mais.

ORAÇÃO

Que eu possa perceber a efemeridade do poder e da fama deste mundo, valorizando assim, as pessoas que Deus me deu, e usufruindo da grande alegria da união em Cristo. Anotação

41


12 qua

Obediência que é melhor que o sacrifício Eclesiastes 5:1~9

1 Quando você for ao santuário de

6 Não permita que a sua boca o

Deus, seja reverente. Quem se

faça pecar. E não diga ao

aproxima para ouvir é melhor do

mensageiro de Deus: "O meu voto

que os tolos que oferecem

foi um engano". Por que irritar a

sacrifício sem saber que estão

Deus com o que você diz e deixá-lo

agindo mal. 2 Não seja precipitado de lábios, nem apressado de coração para fazer promessas diante de Deus. Deus está nos céus, e você está

destruir o que você realizou? 7 Em meio a tantos sonhos, absurdos e conversas inúteis, tenha temor de Deus.

na terra, por isso, fale pouco.

8 Se você vir o pobre oprimido

3 Das muitas ocupações brotam

numa província e vir que lhe são

sonhos; do muito falar nasce a

negados o direito e a justiça, não

prosa vã do tolo.

fique surpreso; pois todo oficial está subordinado a alguém em posição

4 Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os

superior, e sobre os dois há outros em posição ainda mais alta.

tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto. 5 É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir.

9 Mesmo assim, é vantagem a nação ter um rei que a governe e que se interesse pela agricultura.

42


Análise do conteúdo

Percepção

1. Como deve ser a atitude de quem vai diante de Deus? (vs.1~2) 2. Por qual motivo não devemos ficar surpresos com a injustiça do mundo, e sim apenas temer a Deus? (vs.8~9)

4. O que você sente quando a Bíblia diz que é melhor não fazer voto do que fazer voto e não cumprir?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Quais cuidados deve ter aquele que faz um voto e qual é a razão disso? (vs.3~7)

5. Tem algo que você prometeu a Deus e não cumpriu? Qual é o motivo mais frequente do seu arrependimento? Se há algo que pese na sua consciência, arrependa-se e obedeça a Deus.

Anotação

43


Seja reverente (v.1): pedido para que se aja com prudência em tudo Voto (v.4): pode-se traduzir como uma promessa de oferta para agradecer uma graça recebida

O mestre ensina-nos como deve ser a atitude de quem serve a Deus. Primeiro, pede para ser reverente. Isso significa para refletir sobre os seus próprios atos quando estiver diante de Deus. A razão disso é que a obediência agrada mais a Deus do que sacrifício (v.1). Segundo, pede para ser mais cauteloso com as falas (v.2). Especialmente, enfatiza os cuidados que devemos tomar quando se faz um voto diante de Deus e explica o motivo disso. Devemos tomar cuidado para não fazer um voto motivado por razões pessoais (v.3), ou uma promessa que não podemos cumprir (v.4). O motivo é que a obediência a Deus começa na sinceridade das palavras. Depois de ensinar as atitudes que devemos tomar quando formos diante de Deus, o mestre aponta o paradoxo da política dos homens (vs.8~9). Aquele que oprimiu os pobres e negou justiça será julgado por Deus, a autoridade máxima. O quanto você cumpre as suas falas e atitudes perante Deus?

ORAÇÃO

Faça com que eu abandone minha falsidade e que agrade a Deus com minha sinceridade e a vida correta. Anotação

44


13 qui

Uma vida desfrutando a alegria Eclesiastes 5:10~20

10 Quem ama o dinheiro jamais

De todo o trabalho em que se

terá o suficiente; quem ama as

esforçou nada levará consigo.

riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. 11 Quando aumentam os bens, também aumentam os que os consomem. E que benefício trazem os bens a quem os possui,

16 Há também outro mal terrível: Como o homem vem, assim ele vai, e o que obtém, de todo o seu esforço em busca do vento? 17 Passa toda a sua vida nas trevas, com grande frustração, doença e amargura.

senão dar um pouco de alegria aos seus olhos?

18 Assim, descobri que o melhor e o que vale a pena é comer, beber,

12 O sono do trabalhador é

e desfrutar o resultado de todo o

ameno, quer coma pouco quer

esforço que se faz debaixo do sol

coma muito, mas a fartura de um

durante os poucos dias de vida que

homem rico não lhe dá

Deus dá ao homem, pois essa é a

tranqüilidade para dormir.

sua recompensa.

13 Há um mal terrível que vi

19 E, quando Deus concede

debaixo do sol: riquezas

riquezas e bens a alguém, e o

acumuladas para infelicidade do

capacita a desfrutá-los, a aceitar a

seu possuidor.

sua sorte e a ser feliz em seu trabalho, isso é um presente de

14 Se as riquezas se perdem num

Deus.

mau negócio, nada ficará para o filho que lhe nascer.

20 Raramente essa pessoa reflete no fato de que a sua vida é curta,

15 O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai.

porque Deus o mantém ocupado com a alegria do coração.

45


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que o autor considera que não tem sentido? (v.10) 2. Como é a vida de desfrutar a alegria? (vs.18~19)

4. O que você sente quando o autor diz que a alegria na vista está em “como desfrutar” e não em “quanto tem”?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual razão o esforço para acumulara riqueza não traz benefício? (vs.11~12, 14, 16)

5. Por acaso, você não concentra todo o seu esforço para acumular a riqueza e não para desfrutar o momento atual? Reflita se não está perdendo algo importante que nunca voltará e procure o presente de Deus que você pode desfrutar neste momento.

Anotação

46


O autor de Eclesiastes não está dizendo que “a riqueza é a fonte da maldade”. Ele está dizendo que é inútil ficar esforçando para acumular mais riqueza, ao invés de ficar satisfeito com o que tem. O tamanho da riqueza material não é a condição suficiente para a felicidade. A nossa riqueza não traz um sono tranquilo (v.12), ela pode desparecer com facilidade (v.14), além de não poder levá-la quando morremos. Portanto ele aconselha a ficarmos satisfeito com aquilo que conseguimos com o nosso esforço. Isso é um presente de Deus. Você está satisfeito com o que tem e agradece isso? Ou vive preocupado para ter mais riqueza material? A melhor maneira de desfrutar a alegria da vida é compartilhar. Procure na sua vida o que pode ser compartilhado e desfrutado com os outros.

ORAÇÃO

Senhor, faça com que eu tenha uma vida de compartilhar a alegria com os outros, ao invés de esforçar-me para ter mais riqueza material. Anotação

47


14 sex

A felicidade mundana que não traz satisfação Eclesiastes 6:1~6

1 Vi ainda outro mal debaixo do

digo que uma criança que nasce

sol, que pesa bastante sobre a

morta e nem recebe um enterro

humanidade:

digno, tem melhor sorte do que ele.

2 Deus dá riquezas, bens e honra

4 Ela nasce em vão, e parte em

ao homem, de modo que não lhe

trevas, e nas trevas o seu nome

falta nada que os seus olhos

fica escondido.

desejam; mas Deus não lhe 5 Embora jamais tenha visto o sol permite desfrutar tais coisas, e ou conhecido qualquer coisa, ela outro as desfruta em seu lugar. tem mais descanso do que tal Isso não faz sentido; é um mal homem. terrível. 6 Pois, de que lhe valeria viver dois 3 Um homem pode ter cem filhos mil anos, e não poder desfrutar a e viver muitos anos. No entanto, sua prosperidade? Afinal, não vão se não desfrutar as coisas boas todos para o mesmo lugar? da vida,

48


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que é mais importante do que riquezas, bens e honra? (vs.2~3) 2. Qual é a característica de alguém que nasce em vão? (vs.4~5)

4. O que você sente quando o autor diz que uma pessoa que nascida em vão é melhor do que alguém que não fica satisfeito, mesmo tendo riquezas, bens, honra, filhos e longevidade?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que o autor diz que alguém que nasce em vão é melhor do que aquele que não desfruta as coisas boas da vida?

5. Onde você procura a felicidade e como está desfrutando isso? O que você tem que buscar e o que você tem que abandonar para obter a verdadeira felicidade em Deus?

Anotação

49


O autor de Eclesiastes, citando as bênçãos mais desejadas, diz que podemos receber de Deus riquezas, bens, honra, filhos e a longevidade. Entretanto se não desfrutarmos da riqueza que temos, o autor afirma que isso é pior que uma criança que nasce morta. A verdadeira felicidade na vida não está em realizar os nossos desejos ou ter algo que outros invejam, mas está em desfrutar o que Deus nos deu e procurar a felicidade nisso. Esta é a sabedoria do autor de Eclesiastes para as pessoas que vivem no mundo moderno, correndo para o sucesso como um trem sem freio. Refletia sobre a vida que você tem atualmente, sinta-se grato pelas coisas que já possui e pense na atitude que você deve ter de agora em diante.

ORAÇÃO

Faça com que eu agradeça a Deus o que Ele me deu, em vez de ficar reclamando por julgar que tenho poucas posses. Anotação

50


15 sáb

Vivendo para quem? Eclesiastes 6:7~12

7 Todo o esforço do homem é

10 Tudo o que existe já recebeu um

feito para a sua boca, contudo, o

nome, e já se sabe o que o homem

seu apetite jamais se satisfaz.

é; não se pode lutar contra alguém mais forte.

8 Que vantagem tem o sábio em relação ao tolo? Que vantagem tem o pobre em saber como se portar diante dos outros?

11 Quanto mais palavras, mais tolices, e sem nenhum proveito. 12 Pois, quem sabe o que é bom para o homem, nos poucos dias de

9 Melhor é contentar-se com o que os olhos vêem do que

sua vida vazia, em que ele passa como uma sombra? Quem poderá

vaguear o apetite. Isso também

lhe contar o que acontecerá

não faz sentido, é correr atrás do

debaixo do sol depois que ele

vento.

partir?

51


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que o mestre afirma ser é em vão? (vs.7, 9) 2. Como ele avalia o resultado de um trabalho feito com grande esforço e sabedoria? (v.11)

4. O que você sente na palavra do mestre que diz que a vida voltada para o próprio homem é em vão e encoraja-o a seguir a vontade de Deus? (v.12)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que o mestre diz que o esforço e sabedoria do homem são em vão? (v.10)

5. Pense no propósito de Deus haver enviado você nesse mundo. Até onde você julga que esse propósito tenha sido realizado? O que você deve fazer no lar, na igreja e na sociedade para viver uma vida por Deus?

Anotação

52


Como uma sombra (v.12): está comparando a vida do homem a uma sombra

A vida é como sombra que é intangível e desaparece facilmente. Vivendo uma vida parecida como a da sombra, nós desejamos possuir muitas coisas e pensamos que podemos viver por muito tempo. Assim sendo vivemos uma vida, onde a satisfação não tem fim, onde não conseguimos tudo que desejamos. Uma vida de sombra passageira, a qual passa sem deixar nenhuma coisa útil, é uma vida em vão. Nesse sentido o mestre diz que o esforço e a sabedoria do homem são em vão, e que toda essa futilidade não traz nenhum valor à vida. Todavia aqueles que se alegram de Deus, mesmo tendo uma vida curta e breve, para Deus estes têm uma vida proveitosa. Não se trata de viver comandando as rédeas da sua vida, mas sim viver obedecendo a Deus, o senhor. Esforcemo-nos hoje também, compartilhando e amando uns aos outros para viver uma vida dotada de significados aos olhos de Deus. ORAÇÃO

Que eu possa me esforçar mais para viver uma vida voltada a Deus e não às coisas do mundo. Anotação

53


16

A riqueza nunca trará satisfação

dom

Culto no Lar - Eclesiastes 5:10~20

Familia à mesa. Reúna a família à mesa e compartilhe a comida e converse sobre a sua melhor e mais feliz recordação já vivenciada. Leitura bíblica 10 Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido. 11 Quando aumentam os bens, também aumentam os que os consomem. E que benefício trazem os bens a quem os possui, senão dar um pouco de alegria aos seus olhos? 12 O sono do trabalhador é ameno, quer coma pouco quer coma muito, mas a fartura de um homem rico não lhe dá tranqüilidade para dormir. 13 Há um mal terrível que vi debaixo do sol: riquezas acumuladas para infelicidade do seu possuidor. 14 Se as riquezas se perdem num mau negócio, nada ficará para o filho que lhe nascer. 15 O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai.

De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo. 16 Há também outro mal terrível: Como o homem vem, assim ele vai, e o que obtém, de todo o seu esforço em busca do vento? 17 Passa toda a sua vida nas trevas, com grande frustração, doença e amargura. 18 Assim, descobri que o melhor e o que vale a pena é comer, beber, e desfrutar o resultado de todo o esforço que se faz debaixo do sol durante os poucos dias de vida que Deus dá ao homem, pois essa é a sua recompensa. 19 E, quando Deus concede riquezas e bens a alguém, e o capacita a desfrutá-los, a aceitar a sua sorte e a ser feliz em seu trabalho, isso é um presente de Deus. 20 Raramente essa pessoa reflete no fato de que a sua vida é curta, porque Deus o mantém ocupado com a alegria do coração.

54


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra No coração do homem existe

Por isso para obter bons frutos na

anseio pela eternidade (Cl 3:11).

nossa vida é preciso evitar a

Nem os bens materiais, nem a

ganância excessiva e saber se

riqueza

contentar.

e

a

satisfazer

nobreza

podem o

A vida mais maravilhosa vista por

Porque

Salomão é a que cumpre o seu

independente de ter muito ou

dever e alegra-se com isso. A

pouco o homem sempre anseia

verdadeira riqueza não é aquela

possuir mais. Abençoado é aquele

guardada

que mesmo sendo um simples

verdadeira alegria vinda de Deus.

trabalhador tem sono ameno e

Esse é o verdadeiro presente de

coração

completamente do

homem.

tem a consciência tranquila, ao contrário do rico cuja fartura não lhe dá tranquilidade para dormir (vs.10~12). Salomão diz que todo

no

cofre,

e

sim

a

Deus (vs.17~20). Os filhos de Deus devem ser administradores de bens materiais.

Devem

trabalhar

duramente

se e

esforçar, usar

o

rendimento para o agrado de Deus. homem nasce de mãos vazias, e Se vive somente da ganância pelos como veio, assim vai. Às vezes, algumas

dificuldades

da

vida

podem levar grandes riquezas de uma só vez (vs.13~14).

bens materiais, não estará salvo das grandes tentações. Vivamos sempre em agradecimento, sendo bons administradores.

55


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça 1. Segundo o autor de Eclesiastes, por que a riqueza não consegue satisfazer o homem? (vs.11, 14)

2. Pensemos em quem postura devemos ter perante as riquezas, focando-nos no versículo 15.

3. Liste as coisas que você pensa que são suas, e planeje como usá-las e compartilhá-las. Ponha esse plano em execução.

Compartilhando agradecimentos 1. Reflita a sua vida da semana passada e converse acerca dos agradecimentos, confissões e pedido de perdão perante Deus e família.

2. Como expressão de agradecimento, de arrependimento e de amor ao próximo, façamos ofertas.

Orando juntos Faça com que a minha família seja de fé, sempre sendo administradores de riqueza.

56


17 seg

A diferença entre o sábio e o tolo Eclesiastes 7:1~10

1 Um bom nome é melhor do que

6 Tal como o estalo de espinhos

um perfume finíssimo, e o dia da

debaixo da panela, assim é o riso

morte é melhor do que o dia do

dos tolos. Isso também não faz

nascimento.

sentido.

2 É melhor ir a uma casa onde há

7 A opressão transforma o sábio

luto do que a uma casa em festa,

em tolo, e o suborno corrompe o

pois a morte é o destino de todos;

coração.

os vivos devem levar isso a sério! 8 O fim das coisas é melhor do que 3 A tristeza é melhor do que o

o seu início, e o paciente é melhor

riso, porque o rosto triste melhora

que o orgulhoso.

o coração. 9 Não permita que a ira domine 4 O coração do sábio está na

depressa o seu espírito, pois a ira

casa onde há luto, mas o dos

se aloja no íntimo dos tolos.

tolos, na casa da alegria. 10 Não diga: "Por que os dias do 5 É melhor ouvir a repreensão de

passado foram melhores que os de

um sábio do que a canção dos

hoje?" Pois não é sábio fazer tais

tolos.

perguntas.

57


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

58


Orientações

O sábio e o tolo Eclesiastes 7:1~10

Análise do conteúdo Ao comparar uma casa onde há luto e uma casa em festa, o mestre enfatiza que a morte é o destino de todos, e todos devem levar isso a sério. O sábio pensa na morte, mas o tolo pensa somente na alegria que está diante dele. É melhor ouvir a repreensão do sábio do que a canção do tolo. Devemos tomar cuidado com a cobiça e o suborno, e não permitir que a ira domine depressa o nosso espírito. O mestre diz também que não se deve fazer perguntas tolas, as quais comparam o passado com o presente. Estudo e reflexão 1. Segundo o autor de Eclesiastes, por que a tristeza é melhor do que o riso? - A morte é o destino de todos, e é dessa forma que o homem percebe como a vida é fútil e se preocupa com a vida pós-morte. É nesse sentido que o mestre diz que é melhor ir a uma casa onde há luto do que a uma casa em festa, pois percebemos novas coisas através da tristeza (v.2). - O mestre fala das coisas que devem ser lembradas durante a vida, comparando uma casa em luto e uma casa em festa. Ele diz que se deve evitar casas em festa e ter novas percepções por meio da tristeza. Devemos entender que todas essas percepções vêm de Deus (2:24) 2. O que faz do sábio um tolo e corrompe o seu coração?

- Os olhos do homem nunca se saciam em ver e nem os ouvidos de ouvir (1:8), e todo esforço dedicado para conseguir algo de comer jamais satisfaz o seu apetite (6:7). Essa cobiça transforma o sábio em tolo e o suborno corrompe o seu coração. Desejo ruim faz parte da idolatria, portanto deve ser mantido distante (Cl 3:5) Percepção Tanto o homem como o animal voltam a ser pó, ou seja, estão destinados a morrer. Mas Deus me salvou e me escolheu para fazer parte da criação do mundo, e me fez desfrutar da grande sorte. O meu desejo ruim é o dinheiro. Na primeira vez quando a minha prima havia me pedido um empréstimo devido à crise financeira, eu emprestei de boa vontade, mas na segunda hesitei. Jesus havia dito que não se deve recusar o pedido de empréstimo àqueles que pedem. Por isso sinto que o meu coração não pertence completamente a Jesus. Assim como o autor de Eclesiastes confessa que tudo o que comemos, desfrutamos e nos satisfazemos são “presentes de Deus”, eu também devo viver agradecendo os presentes de Deus e deixar de lado a inútil ganância. Decisão e aplicação 1. Devo me esforçar mais todos os dias na oração e meditação para controlar a ganância dentro de mim. 2. Ao invés de prender-me ao dinheiro que não é nosso eternamente, oremos pedindo que nos dê o coração de Jesus.

59


Análise do conteúdo

Percepção

1. Comumente onde está a coração do tolo? (v.4) 2. Qual é a característica do tolo? (vs.7~10)

4. O que você sente ao ouvir a exortação às pessoas que buscam o prazer real?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo é melhor ir a casa onde há luto que ir a uma casa em festa? (v.2)

5. Você consegue confessar que é diferente das pessoas que vivem à favor da alegria e sentimentos que estão diante dos próprios olhos? Entre a imagem do sábio em busca séria do significado e propósito da vida, e o tolo fiel à alegria e sentimentos imediatos, qual imagem está mais próxima da sua vida?

Anotação

60


Perfume finíssimo (v.1): refere-se ao azeite e era usado como perfume ou aromatizador, e simbolizava a bênção abundante de Deus ou prosperidade

A passagem da Bíblia enfatiza a soberania de Deus ao comparar o sábio e o tolo. A maioria das pessoas estão interessados na riqueza, alegria e riso imediato, mas o sábio sugere que as pessoas pensem seriamente na glória, dia da morte, tristeza, preocupação, repreensão, entre outras coisas que são eternas para Deus e ao homem. As pessoas desconsideram a morte inevitável e dão maior destaque à vida, evitam conversar sobre as questões mais profundas da vida. A realidade nos induz a viver uma vida prazerosa dizendo “Aproveite o presente”, porém nesse meio o quanto e com que frequência pensamos na nossa morte e no verdadeiro desejo existente após a morte? Deixemos de lado todo essas atitudes fúteis da vida e tenhamos uma vida mais responsável diante de Deus.

ORAÇÃO

Que eu não caia no prazer do mundo e possa desejar somente Deus, o único Senhor da vida e da morte. Anotação

61


18 ter

Sabedoria para viver dias sem sentido Eclesiastes 7: 11~18

11 A sabedoria, como uma

15 Nesta vida sem sentido eu já vi

herança, é coisa boa e beneficia

de tudo: um justo que morreu

aqueles que vêem o sol.

apesar da sua justiça, e um ímpio

12 A sabedoria oferece proteção,

que teve vida longa apesar da sua

como o faz o dinheiro, mas a

impiedade.

vantagem do conhecimento é esta: a sabedoria preserva a vida de quem a possui.

16 Não seja excessivamente justo nem demasiadamente sábio; por que destruir-se a si mesmo?

13 Considere o que Deus fez: Quem pode endireitar o que ele

17 Não seja demasiadamente

fez torto?

ímpio e não seja tolo; por que

14 Quando os dias forem bons, aproveite-os bem; mas, quando forem ruins, considere: Deus fez

morrer antes do tempo? 18 É bom reter uma coisa e não abrir mão da outra, pois quem

tanto um quanto o outro, para evitar que o homem descubra qualquer coisa sobre o seu

teme a Deus evitará ambos os extremos.

futuro.

62


Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual é a vantagem da proteção da sabedoria em relação ao dinheiro? (v.12) 2. Quando os dias forem bons, aproveite-os bem, porém qual é o conselho para quando os dias forem ruins? (v.14)

4. O que podemos perceber ao pensarmos na intenção do mestre inserida na expressão “demasiadamente”?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual será o verdadeiro significado de “não seja excessivamente justo e nem demasiadamente ímpio”? (vs.15~18)

5. De quem a sua atitude recebe mais influência? Da palavra de Deus ou das outras pessoas (família, colegas de trabalho, chefes, amigos)? Está preparado para seguir a orientação do Senhor com fé, temendo a Deus mais que o olhar das pessoas?

Anotação

63


sabedoria (v.12): refere-se à sabedoria para discernimento religioso e espiritual, e não à sabedoria mundana

A sabedoria é muito importante, mas a sabedoria que se refere continuamente aqui não é a sabedoria do mundo. É uma sabedoria que vem de cima, através de Deus, que é valiosa como uma herança de um antepassado e útil e real como o dinheiro do mundo, e que no fim, nos ensina a maneira de viver sob a soberania de Deus. Assim, nós que vivemos alternando dias bons, dias ruins, dias sem sentido, não devemos teimar demasiadamente nossa posição e sabedoria, mas temer totalmente a Deus e reconhecê-Lo. É muito importante não se desviar nem para direita nem para esquerda (Jz 1:7). Devemos lembrar que o verdadeiro caminho da vida não vem por mim, somente pode vir de Deus. Vamos também pedir para que, diante dos importantes problemas da minha vida hoje, Deus nos conceda o bom discernimento que vem Dele, deixando meus pensamentos de lado.

ORAÇÃO

Permita que não viva conforme minha teimosia, mas inclinando meus ouvidos à palavra de Deus e tomando decisão conforme a palavra. Anotação

64


19 qua

Sabedoria para viver neste mundo pecador Eclesiastes 7:19~29

19 A sabedoria torna o sábio mais

para compreender a insensatez da

poderoso que uma cidade

impiedade e a loucura da

guardada por dez valentes.

insensatez.

20 Todavia, não há um só justo na

26 Descobri que muito mais

terra, ninguém que pratique o bem

amarga do que a morte é a mulher

e nunca peque.

que serve de laço, cujo coração é

21 Não dê atenção a todas as palavras que o povo diz, caso contrário, poderá ouvir o seu próprio servo falando mal de você;

uma armadilha e cujas mãos são correntes. O homem que agrada a Deus escapará dela, mas ao pecador ela apanhará.

22 pois em seu coração você

27 "Veja", diz o Mestre, "foi isto que

sabe que muitas vezes você

descobri: Ao comparar uma coisa

mesmo também falou mal de

com outra para descobrir a sua

outros.

razão de ser,

23 Tudo isso eu examinei

28 sim, durante essa minha busca

mediante a sabedoria e disse:

que ainda não terminou, entre mil

Estou decidido a ser sábio; mas

homens, descobri apenas um que

isso estava fora do meu alcance.

julgo digno, mas entre as mulheres não achei uma sequer.

24 A realidade está bem distante e é muito profunda; quem pode

29 Assim, cheguei a esta

descobri-la?

conclusão: Deus fez os homens

25 Por isso dediquei-me a aprender, a investigar, a buscar a

justos, mas eles foram em busca de muitas intrigas."

sabedoria e a razão de ser das coisas,

65


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que a sabedoria faz ao sábio? (v.19) 2. Que benefício traz não dar atenção a todas as palavras que os outros dizem? (v.21)

4. Deus criou um mundo honesto, mas o próprio ser humano tornouse mal e preso a intrigas, gemendo em todo tipo de sofrimento. O que podemos perceber com isto?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Onde podemos encontrar o motivo de não haver nenhum justo no mundo, que pratique o bem e não peque? (v.29)

5. Se temos sofrimento e fardo pesado que nos oprimem, onde começou a causa disto? Que âmbito da sua vida deve ser restaurada com prioridade perante Deus, que conduz nossa vida com bondade?

Anotação

66


A passagem de hoje está explicando e comparando o poder da sabedoria oriunda da Palavra e a corrupção do ser humano. Está dizendo que um sábio tem mais poder do que vários poderosos, no entanto o homem se degradou e assim está preso a inúmeras limitações e sofrimentos. O motivo é que Deus criou um homem justo, mas ele próprio foi atrás de muitas intrigas, resultando em um mundo cheio do pecado do homem e todo seu coração, planos e pensamentos são sempre perversos (Gn 6:5). Assim, se amaldiçoam, não consegue obter sabedoria, tornando-se difícil encontrar um sábio. Ao vermos todos estes acontecimentos, devemos admitir, antes de tudo a nossa limitação e ir urgente diante de Deus e receber a sua perfeita luz de sabedoria. O único caminho para nós, que estávamos presos ao pecado, restaurarmos a sabedoria perdida, é somente pela fé em Jesus Cristo (Ef 1:6-10). Vamos admitir nosso pecado e fragilidade e tomar a decisão de ir perante Deus, com humildade.

ORAÇÃO

Perdoe todos os pecados ocultos em mim, tornando-me humilde novamente para experimentar a graça perfeita perante Deus. Anotação

67


20 qui

Deus, o Rei Eclesiastes 8:1~8

1 Quem é como o sábio? Quem

5 Quem obedece às suas ordens

sabe interpretar as coisas? A

não sofrerá mal algum, pois o

sabedoria de um homem Alcança

coração sábio saberá a hora e a

o favor do rei e muda o seu semblante carregado. 2 Este é o meu conselho: obedeça

maneira certa de agir. 6 Pois há uma hora certa e também uma maneira certa de agir para cada situação. O sofrimento de um

às ordens do rei porque você fez um juramento diante de Deus. 3 Não se apresse em deixar a

homem, no entanto, pesa muito sobre ele, 7 visto que ninguém conhece o

presença do rei, nem se levante

futuro. Quem lhe poderá dizer o

em favor de uma causa errada,

que vai acontecer?

pois o rei faz o que bem entende. 8 Ninguém tem o poder de conter o 4 Pois a palavra do rei é

próprio espírito; tampouco tem

soberana, e ninguém lhe pode

poder sobre o dia da sua morte, e

perguntar: "Que é que estás

de escapar dos efeitos da guerra;

fazendo?"

nem mesmo a maldade livra aqueles que a praticam.

68


Análise do conteúdo

Percepção

1. Que mudanças a sabedoria traz ao sábio? (v.1) 2. Qual é a atitude correta perante o rei, uma vez que não conhecemos o futuro? (v.5)

4. O que podemos perceber no conselho que diz que devemos, antes de tudo, obedecer e confiar no poder de Deus, que é rei, sabendo discernir e julgar como pessoas sábias?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo devemos obedecer às ordens do rei e agir com bons modos perante o rei? (vs.3~4)

5. Se tiver algo muito importante na sua vida que deva ser entregue nas mãos de Deus, o que seria isso? Qual é o benefício recebido ou a receber, quando entregamos tudo perante Deus , o rei?

Anotação

69


rei (v.2): refere-se a Deus, o Criador

Ao vermos no texto a postura do sábio perante o rei, devemos antes de tudo, ter uma compreensão correta sobre o rei. Este rei não é simplesmente uma pessoa poderosa, com força especial, mas devemos olhar um referimento a Deus, rei eterno e que é soberano da nossa vida. Assim, podemos comparar várias palavras de exortação ao rei em outros versículos de Eclesiastes (vs.7:11~14). O homem deve finalmente admitir que Deus é o seu rei neste mundo, devendo ter uma atitude de obediência total diante Dele. Deus pode fazer tudo que deseja, a sua palavra tem poder, por isso o único caminho para vivermos é obedecer ao comando de Deus, com discernimento acerca da hora e maneira certa de agir. Somos homens que não conhecem nada, que não podem fazer nada, assim sendo devemos estar determinados a buscar diariamente a vontade de Deus, o soberano da nossa vida. Vamos analisar se continuamos com preocupações, planos e insegurança que ainda não conseguimos entregar a Deus, o rei, e vamos esperar que Deus resolva tudo a partir de agora.

ORAÇÃO

Deus é o rei do mundo e também meu rei; permita que eu viva confiando completamente nele. Anotação

70


21 sex

Viver pela verdade este mundo contraditório Eclesiastes 8:9~17

9 Tudo isso vi quando me pus a refletir em tudo o que se faz debaixo do sol. Há ocasiões em que um homem domina sobre outros para a sua própria infelicidade. 10 Nessas ocasiões, vi ímpios serem sepultados e gente indo e vindo do lugar onde eles foram enterrados. Todavia, os que haviam praticado o bem foram esquecidos na cidade. Isso também não faz sentido.

14 Há mais uma coisa sem sentido na terra: justos que recebem o que os ímpios merecem, e ímpios que recebem o que os justos merecem. Isto também, penso eu, não faz sentido. 15 Por isso recomendo que se desfrute a vida, porque debaixo do sol não há nada melhor para o homem do que comer, beber e alegrar-se. Sejam esses os seus companheiros no seu duro trabalho durante todos os dias da vida que Deus lhe der debaixo do sol!

11 Quando os crimes não são castigados logo, o coração do homem se enche de planos para fazer o mal. 12 O ímpio pode cometer uma centena de crimes e até ter vida longa, mas sei muito bem que as coisas serão melhores para os que temem a Deus, para os que mostram respeito diante dele. 13 Para os ímpios, no entanto, nada irá bem, porque não temem a Deus, e os seus dias, como sombras, serão poucos.

16 Quando voltei a mente para conhecer a sabedoria e observar as atividades do homem sobre a terra, daquele cujos olhos não vêem sono nem de dia nem de noite, 17 então percebi tudo o que Deus tem feito. Ninguém é capaz de entender o que se faz debaixo do sol. Por mais que se esforce para descobrir o sentido das coisas, o homem não o encontrará. O sábio pode até afirmar que entende, mas, na realidade não o consegue encontrar.

71


Análise do conteúdo

Percepção

1. Entre as reflexões do mestre, quais são as coisas que não faziam sentido? (vs.9~10, 14) 2. Qual era a verdade enfatizada pelo mestre entre as coisas contraditórias e inúteis? (vs.12~13)

4. O que você sente ao ler a Palavra que diz que a vida do ímpio será sem sentido tal como sombra, embora pareça que ele viverá muito?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo o cristão deve sempre temer a Deus (vs.12~13), mesmo na realidade onde o ímpio vive muito e os justos recebem o que o ímpio merece (vs.12, 14)?

5. Quais são as coisas incompreensíveis a você neste mundo atual? Quando alguém criticar a sua fé pela irracionalidade, sendo você um cristão, como irá interpretar isso e reagir?

Anotação

72


Os seus dias serão como sombras (v.13): significa que a bonança do ímpio é momentânea

Após refletir tudo sobre o que ocorre debaixo do sol, o mestre descobre duas coisas sem sentido. Primeiro, os ímpios dominam sobre as pessoas, mas após serem sepultados, estes são logo esquecido e tudo isso era sem sentido (vs.9~10). Se os ímpios soubessem que o seu domínio perverso era inútil, não cometeriam a tolice de abusar do seu poder. Segundo, há casos em que os justos recebem o que os ímpios merecem e ainda casos em que o ímpio recebe a recompensa que o justo merece receber, e tudo isso é também sem sentido (v.14). Isso significa que há casos onde o justo não obtém o sucesso merecido, e casos onde o ímpio obtém sucesso sem merecer. E vivemos nesta realidade debaixo do sol, onde a contradição ocorre com frequência (v.12). E então o mestre revela um princípio importante em que o cristão deve se apoiar, ao viver nesta realidade contraditória e inútil: no fim o ímpio terá o que merece, e aquele que teme a Deus receberá uma recompensa (vs.12~13). Qual é a força e o motivo pelo qual você deve superar a futilidade do mundo e a sua realidade contraditória, e assim viver em perseverança?

ORAÇÃO

Mesmo neste mundo irracional onde o ímpio tem sucesso, faça com que eu viva amparado no Senhor, que é a verdade. Anotação

73


22 sáb

Uma vida nas mãos de Deus Eclesiastes 9:1~10

1 Refleti nisso tudo e cheguei à conclusão de que os justos e os sábios, e aquilo que eles fazem, estão nas mãos de Deus. O que os espera, se amor ou ódio, ninguém sabe. 2 Todos partilham um destino comum: o justo e o ímpio, o bom e o mau, o puro e o impuro, o que oferece sacrifícios e o que não oferece. O que acontece com o homem bom, acontece com o pecador; o que acontece com quem faz juramentos, acontece com quem teme fazê-los. 3 Este é o mal que há em tudo o que acontece debaixo do sol: O destino de todos é o mesmo. O coração dos homens, além do mais, está cheio de maldade e de loucura durante toda a vida; e por fim eles se juntarão aos mortos. 4 Quem está entre os vivos tem esperança; até um cachorro vivo é melhor do que um leão morto! 5 Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem;

para eles não haverá mais recompensa, e já não se tem lembrança deles. 6 Para eles o amor, o ódio e a inveja há muito desapareceram; nunca mais terão parte em nada do que acontece debaixo do sol. 7 Portanto, vá, coma com prazer a sua comida, e beba o seu vinho de coração alegre, pois Deus já se agradou do que você faz. 8 Esteja sempre vestido com roupas de festa, e unja sempre a sua cabeça com óleo. 9 Desfrute a vida com a mulher a quem você ama, todos os dias desta vida sem sentido que Deus dá a você debaixo do sol; todos os seus dias sem sentido! Pois essa é a sua recompensa na vida pelo seu árduo trabalho debaixo do sol. 10 O que as suas mãos tiverem que fazer, que o façam com toda a sua força, pois na sepultura, para onde você vai, não há atividade nem planejamento, não há conhecimento nem sabedoria.

74


Análise do conteúdo

Percepção

1. Nas mãos de quem está tudo que fazemos? (v.1) 2. Qual é o destino de todos (v.3) e como deve agir enquanto estiverem vivos? (vs.7~10)

4. O que você sente ao ouvir que a morte é certa para todos, e todos os atos, tanto dos sábios como o dos justos, estão nas mãos de Deus?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Apesar do futuro incerto e da morte certa, por qual motivo o mestre nos aconselha a fazermos as coisas com toda a nossa força? (vs.1, 7, 10)

5. Como você encara a morte que espera igualmente a todos nós? Que preparativos você deve fazer para a morte, e o que você pode fazer hoje, ou em que deverá se esforçar mais?

Anotação

75


O mestre diz que tanto o justo como o ímpio terão o mesmo destino (vs.1~3). Neste caso, o mesmo destino refere-se ao fato de não sabermos quem será amado ou odiado (v.1), ao fato de não haver grande diferença entre as coisas que os ímpios e justos enfrentam neste mundo (v.2), e ao fato de a morte ser um denominador comum, tanto para os ímpios como para os justos (v.3). Perante este destino comum, o mestre aconselha-nos a comer e beber com prazer, vestir com roupas boas, desfrutar da vida com a esposa e fazer tudo com o máximo de esforço (vs.7~10). Este conselho não está ensinado o hedonismo, ou seja, a comer e desfrutar de tudo antes de morrer. Está dizendo que nos dias debaixo do sol que temos, devemos viver com alegria na fé, sem nos ansiarmos com nada e trabalharmos conforme a verdade. Isto pois o mestre já afirmou claramente que a vida do cristãos está nas mãos de Deus (v.1). Creia em que a vida e morte estão nas mãos do Senhor e entregue ao Senhor o seu cotidiano, e enquanto tiver vida, você deve amar, esforçar-se e exalar um bom aroma.

ORAÇÃO

Creio em que a vida e a morte estão nas mãos do Senhor, e que eu viva, valorizando o dia de hoje que me concedeu. Anotação

76


23

Não há nenhum justo

dom

Culto no Lar - Eclesiastes 7:23~29

Familia à mesa. Reúna a sua família à mesa e compartilhe a comida e as percepções e aplicações do sermão do dia. Leitura bíblica 23 Tudo isso eu examinei

O homem que agrada a Deus

mediante a sabedoria e disse:

escapará dela, mas ao pecador ela

Estou decidido a ser sábio; mas

apanhará.

isso estava fora do meu alcance. 27 "Veja", diz o Mestre, "foi isto que 24 A realidade está bem distante

descobri: Ao comparar uma coisa

e é muito profunda; quem pode

com outra para descobrir a sua

descobri-la?

razão de ser,

25 Por isso dediquei-me a

28 sim, durante essa minha busca

aprender, a investigar, a buscar a

que ainda não terminou, entre mil

sabedoria e a razão de ser das coisas, para compreender a insensatez da impiedade e a loucura da insensatez. 26 Descobri que muito mais amarga do que a morte é a mulher

homens, descobri apenas um que julgo digno, mas entre as mulheres não achei uma sequer. 29 Assim, cheguei a esta conclusão: Deus fez os homens

que serve de laço, cujo coração é

justos, mas eles foram em busca de

uma armadilha e cujas mãos são correntes.

muitas intrigas."

77


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra O já sábio Salomão queria ser

onde fez a escolha insensata de

ainda mais sábio. Quis saber

trair

sobre um mundo misterioso e

idólatras a fim de agradar as suas

profundo

mil concubinas e princesas

que

os

outros

desconheciam, porém a sabedoria estava fora do seu alcance. Ele expressou isso: “mas isso estava fora do meu alcance” (vs.23~24). Salomão

sabia

que

a

sua

Deus

e

construir

altares

(1Re 11:4~8). Uma família que agrada a Deus é formada por um marido e uma esposa, um lar que serve somente a Deus (Gn 1:27). Mesmo tendo recebido tudo de Deus, no fim

sabedoria não vinha de si mesmo, Salomão dedicou-se a satisfazer os mas um mundo aberto por Deus. Munido

da

sua

sabedoria,

Salomão investigou e estudou sobre a impiedade e insensatez e

seus desejos, ao invés de ter uma vida que agrade a Deus, assim sendo deixou uma mácula aos descendentes. No entanto Salomão

ele chegou à conclusão de que “a

confessou: “Deus fez os homens

mulher é muito mais amarga que

justos, mas eles foram em busca de

a morte” (Pv 2:12; Ec 7:25~28).

muitas intrigas.” (Gn 3:5; Ec 7:29).

Com isso ficamos sabendo que

É por essa razão que Jesus teve de

Salomão lembra o seu passado,

vir ao mundo pelos pecadores.

78


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça 1. A que conclusão o mestre chegou, após investigar e estudar minuciosamente? (vs.25, 29) 2. O que você sente através da palavra „não há nenhum justo no mundo‟? (vide Ec 7:19~22; Rm 3:10~20) 3. Dialoguem entre si acerca do que cada um precisa fazer, a fim de restaurar a sua imagem, tal como Deus o criou. Ec 719~22 ... não há ninguém que pratique o bem e nunca peque... Rm 3:10~20 Com está escrito: não há nenhum justo... portanto ninguém será declarado justo diante dele baseando-se na obediência à Lei, pois é mediante a Lei que nos tornamos conscientes do pecado.

Compartilhando agradecimentos 1. Reflita a sua vida da semana passada e converse acerca dos agradecimentos, confissões e pedido de perdão perante Deus e família. 2. Como expressão de agradecimento, de arrependimento e de amor ao próximo, façamos ofertas.

Orando juntos Que a nossa família sempre agradeça a Deus, por ter nos enviado Jesus ao mundo pelos nossos pecados.

79


24 seg

A sabedoria de Deus é preciosíssima Eclesiastes 9:11~18

11 Percebi ainda outra coisa

Um rei poderoso veio contra ela,

debaixo do sol: Os velozes nem

cercou-a com muitos dispositivos

sempre vencem a corrida; os

de guerra.

fortes nem sempre triunfam na guerra; os sábios nem sempre

15 Ora, naquela cidade vivia um

têm comida; os prudentes nem

homem pobre mas sábio, e com

sempre são ricos; os instruídos

sua sabedoria ele salvou a cidade.

nem sempre têm prestígio; pois o

No entanto, ninguém se lembrou

tempo e o acaso afetam a todos.

daquele pobre.

12 Além do mais, ninguém sabe

16 Por isso pensei: Embora a

quando virá a sua hora: Assim

sabedoria seja melhor do que a

como os peixes são apanhados

força, a sabedoria do pobre é

numa rede fatal e os pássaros

desprezada, e logo já não se dá

são pegos num laço, também os

atenção às suas palavras.

homens são enredados pelos tempos de desgraça que caem inesperadamente sobre eles.

17 As palavras dos sábios devem ser ouvidas com mais atenção do que os gritos de quem domina

13 Também vi debaixo do sol este

sobre tolos.

exemplo de sabedoria que muito me impressionou.

18 A sabedoria é melhor do que as armas de guerra, mas um só

14 Havia uma pequena cidade, de

pecador destrói muita coisa boa.

poucos habitantes.

80


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

81


Orientações

A sabedoria de Deus que vence o mundo Eclesiastes 9:11~18

Análise do conteúdo

Percepção

1. Por que os homens não são assim tão diferentes dos peixes ou pássaros? (v.12) 2. Qual foi o exemplo usado pelo mestre para falar sobre a importância da sabedoria? (vs.13~16)

4. O que você sente ao ver que às vezes as palavras de um sábio pobre são desprezadas, embora estas possam salvar uma cidade e sejam melhores que a força?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que a sabedoria é melhor que os gritos e as armas de guerra? (vs.17~18).

5. Você não aceita o conselho de alguém conforme a aparência ou o prestígio do mesmo? Qual é a intensidade da sua emoção e alegria neste dia em que veio ao mundo Jesus, o sábio dos sábios, apesar de Ele ter vindo de forma humílima?

Anotação

82


Análise do conteúdo Objetivamente nem sempre uma pessoa capaz e sábia alcança sucesso. Isto pois ela não sabe qual será o seu tempo ou o acaso, e assim a sua capacidade não coincide com o tempo. Pelo contrário, a sua capacidade em que ela tanto confiava pode se tornar uma armadilha e então gerar uma desgraça. A sabedoria obtida ao temer a Deus que controla o „tempo e o acaso‟ é a arma mais poderosa para vencer o mundo. Estudo e reflexão 1. Qual é a arma do triunfo? - Temer a Deus que concede o „tempo e o acaso‟ e obter a sabedoria de Deus que é melhor que qualquer arma é o caminho para o triunfo absoluto. “No temor do Senhor está a sabedoria.”(Jó 28:28). “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” (Tg 1:5). 2. O que seria a „sabedoria do pobre‟ (v.16)? - Pobre é aquele que aceita não ter capacidade de salvar a si mesmo e somente confia em Deus (Sl 70:5). É aquele que confessa o seu pecado perante Deus (Sl 51:17) e louva o Senhor (Sl 74:21). Ou seja, „pobre‟ é aquele que crê em Jesus, que tem a plenitude da sabedoria e graça de Deus, como seu salvador e serve a Ele. Além disso, Jesus Cristo que foi crucificado é justamente a „sabedoria‟ de Deus (1Co 1:23~24).

3. Qual é o significado da palavra „mas um só pecador destrói muita coisa boa‟ (v.18)? - Um pecador que não teme a Deus (Sl 1:1) pode destruir muitos cristãos bons, e um cristão que é criticado pelo mundo pode desonrar toda a igreja. Percepção Para alcançar o sucesso no mundo, quanto esforço tenho feito para conseguir o poder do mundo? Vejo que tenho perseguido coisas vãs e não essenciais, sem saber que tudo ocorre no „tempo e acaso‟ certo, dentro da autoridade e providência de Deus. Analisando sob o ponto de vista de Deus, percebo que o verdadeiro vitorioso é o pobre em espírito que confia em Deus, do que aquele que é forte e habilidoso. Aquele que vive focado em Deus possui a sabedoria abundante dada por Ele e a paz que o mundo não pode lhe dar. Decisão e aplicação 1. Ao invés de dedicar-me a esforços do mundo, que eu declare que o meu poder e esperança estão no Senhor, e então suplique a sabedoria para conhecer Deus, que é a garantia do triunfo. 2. Que eu não julgue as pessoas pelo poder que aparenta ter. Vamos orar para que o líder desta nação tema a Deus e tenha sabedoria para servir ao povo e à nação.

83


Tempo (v.11): hora adequada determinada por Deus

O mestre está explicando o caráter universal do tempo e do acaso a que nossa vida está sujeita (v.1). Aqui tempo significa a „hora‟ e o acaso significa „um fato inesperado‟. Assim sendo, podemos interpretar como fatos que ocorrem devido à interferência de Deus, os quais não podem ser explicados pelo homem (v.12a). O mestre afirma que o tempo e o acaso são iguais a todos, porém não se sabe a hora em que isso ocorrerá, portanto isso nada difere dos peixes e pássaros sendo pegos por uma armadilha (v.12). Ademais, para explicar os pontos fortes da sabedoria, que é melhor que a força ou armas de guerra, o mestre cita a sabedoria de um sábio pobre que salvou uma cidade (vs.13~15, vide 2Sm 20:14~22). Aqui a sabedoria refere-se à sabedoria de conhecer Deus, ou atos corretos por conhecer Deus, portanto há um caráter ético da religião. No entanto o mestre lamenta que a sabedoria do homem pobre seja esquecida facilmente pelas pessoas, só pelo fato de tratar-se de uma pessoa pobre (v.16). Você está agindo com sabedoria, discernindo bem o tempo e o acaso da vida, sem confiar nas pessoas que têm mais poder ou bens materiais?

ORAÇÃO

Que eu tenha discernimento sobre o tempo e o acaso, e que aceite a sabedoria de Jesus com humildade. Anotação

84


25 ter

Afaste-se da tolice Eclesiastes 10:1~11

1 Assim como a mosca morta

6 Tolos são postos em cargos

produz mau cheiro e estraga o

elevados, enquanto ricos ocupam

perfume, também um pouco de

cargos inferiores.

insensatez pesa mais que a sabedoria e a honra. 2 O coração do sábio se inclina para o bem, mas o coração do tolo, para o mal. 3 Mesmo quando anda pelo caminho, o tolo age sem o

7 Tenho visto servos andando a cavalo, e príncipes andando a pé, como servos. 8 Quem cava um poço cairá nele; quem derruba um muro será picado por uma cobra. 9 Quem arranca pedras, com elas

mínimo bom senso e mostra a

se ferirá; quem racha lenha se

todos que não passa de um tolo.

arrisca.

4 Se a ira de uma autoridade se

10 Se o machado está cego e sua

levantar contra você, não

lâmina não foi afiada, é preciso

abandone o seu posto; a

golpear com mais força; agir com

tranqüilidade evita grandes erros.

sabedoria assegura o sucesso.

5 Há outro mal que vi debaixo do

11 Se a cobra morder antes de ser

sol, um erro cometido pelos que

encantada, para que servirá o

governam:

encantador?

85


Análise do conteúdo

Percepção

1. A que se compara um pouco de insensatez, ou seja, a tolice? (vs.1, 10) 2. O que acontece por causa da insensatez? (vs.2~3, 6~7)

4. O que você sente ao ver que há pessoas que, apesar do seu esforço, caem em poços, são picadas pela cobra, são feridas pela pedra e pelo machado, tudo por falta de sabedoria?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo chega-se a um resultado ruim, mesmo tendo esforçado por uma realização? (vs.8~11)

5. Alguma vez você esteve em perigo, embora estivesse trabalhado muito para alcançar o sucesso? Quais são as coisas que você deve corrigir ou complementar, a fim de triunfar no trabalho a que está se dedicando atualmente?

Anotação

86


Perfume (v.1): termos usado para se referir a um óleo sagrado guardado por Moisés para as cerimônias especiais Encanto (v.11): fazer uso de forças sobrenaturais para adivinhar a sorte e pedir a restauração

Um pouco de insensatez é como deixar uma mosca morta num frasco de perfume, a qual produz mau cheiro (v.1); ou como um machado cego, cuja lâmina não foi afiada, assim sendo, requer mais força para usá-la (v.10). Segundo o texto de hoje, o coração do tolo inclina-se para o mal (v.2), e o tolo mostra a todos a sua insensatez por meio de suas falas (v.3); por erro dos governantes, os tolos são postos em cargos elevados (vs.5~6), enquanto os ricos ocupam cargos inferiores (v.6); os servos andam a cavalo e príncipes andam a pé como servos (v.7). Além disso, aquele que tem insensatez cairá no poço ao cavá-lo, será picado por uma cobra ao derrubar um muro, ao arrancar pedras será ferido pelas mesmas e poderá ficar em perigo ao cortar lenha (vs.8~9). Em virtude disso, o nosso coração deve se inclinar para o bem (v.2), devemos ter tranquilidade (v.4) e possuir sabedoria para obter sucesso (v.10). A nossa insensatez é menor que a nossa sabedoria, mas você não está negligenciando essa insensatez? Qual é a insensatez que você deve abandonar?

ORAÇÃO

Faça com que eu triunfe pela sabedoria dada pelo Senhor, e que eu não fracasse devido à minha tolice. Anotação

87


26 qua

O fim do tolo é a tragédia e do sábio é a bênção Eclesiastes 10:12~20

12 As palavras do sábio lhe

17 Feliz é a terra cujo rei é de

trazem benefícios, mas os lábios

origem nobre, e cujos líderes

do insensato o destroem.

comem no devido tempo, para recuperar as forças, e não para

13 No início as suas palavras são

embriagar-se.

mera tolice, mas no final são loucura perversa.

18 Por causa da preguiça, o telhado se enverga; por causa das

14 Embora o tolo fale sem parar,

mãos indolentes, a casa tem

ninguém sabe o que está para vir;

goteiras.

quem poderá dizer a outrem o que lhe acontecerá depois?

19 O banquete é feito para divertir, e o vinho torna a vida alegre, mas

15 O trabalho do tolo o deixa tão

isso tudo se paga com dinheiro.

exausto que ele nem consegue achar o caminho de casa.

20 Nem em pensamento insulte o rei! Nem mesmo em seu quarto

16 Pobre da terra cujo rei é jovem

amaldiçoe o rico! Porque uma ave

demais e cujos líderes fazem

do céu poderá levar as suas

banquetes logo de manhã.

palavras, e seres alados poderão divulgar o que você disser.

88


Análise do conteúdo

Percepção

1. Como são as palavras do tolo? (vs.12~15) 2. Qual é a diferença entre a morada do pobre (vs.16, 18) e a morada do feliz (vs.17, 19)?

4. O que você sente ao ver que até mesmo „as palavras secretas de maldição em pensamento ou no quarto‟ são reveladas pelas aves ou animais alados (v.20)?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que nem mesmo em pensamento, ou no quarto podemos amaldiçoar o rei ou o rico? (v.20)

5. Por acaso você está furioso como um familiar, colega ou político ou empresário? Se estiver criticando alguém com veemência, medite profundamente se você realmente não tem pecado algum.

Anotação

89


Nos lábios do insensato há palavras que o destroem (v.12), as palavras tolas do insensato tornam-se loucura perversa (v.13), o insensato fala sem parar (v.14), e o seu trabalho o deixa muito exausto e ele nem consegue achar o caminho de casa (v.15). Entretanto os lábios do sábio só proverem palavras de graça (v.12). O rei de uma nação cheia de tolos é jovem, e os seus líderes fazem banquete logo de manhã e sofrem desgraça (vs.16); por causa da sua preguiça o telhado se enverga e a casa tem goteiras (v.18). Contudo a nação onde o rei é de origem nobre, os líderes não se embriagam e comem no tempo devido para recuperar forças é abençoada (v.17), possui diversão e alegria e paga-se tudo com dinheiro (v.19). O mestre explica assim a diferença entre o insensato e o sábio, e a seguir ordena que não amaldiçoe o rei nem em pensamento e nem amaldiçoe o rico no quarto (v.20). Será que você não é um insensato que amaldiçoa um líder ou um rico? Quais são as atitudes e as palavras que você deve seguir do texto de hoje para se tornar um sábio?

ORAÇÃO

Faça com que eu abandone a maldição que trará a desgraça e encha-me com palavras de graça que irão me abençoar. Anotação

90


27 qui

Se prepare com toda a dedicação Eclesiastes 11:1~8

1 Atire o seu pão sobre as águas,

nem como o corpo é formado no

e depois de muitos dias você

ventre de uma mulher, também não

tornará a encontrá-lo.

pode compreender as obras de Deus, o Criador de todas as coisas.

2 Reparta o que você tem com sete, até mesmo com oito, pois

6 Plante de manhã a sua semente,

você não sabe que desgraça

e mesmo ao entardecer não deixe

poderá cair sobre a terra.

as suas mãos ficarem à toa, pois você não sabe o que acontecerá,

3 Quando as nuvens estão cheias de água, derramam chuva sobre a

se esta ou aquela produzirá, ou se as duas serão igualmente boas.

terra. Quer uma árvore caia para o sul quer para o norte, no lugar em

7 A luz é agradável, é bom ver o

que cair ficará.

sol.

4 Quem observa o vento não

8 Por mais que um homem viva,

plantará; e quem olha para as

deve desfrutar sua vida toda.

nuvens não colherá.

Lembre-se, porém, dos dias de trevas, pois serão muitos. Tudo o

5 Assim como você não conhece

que está para vir não faz sentido.

o caminho do vento,

91


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que o homem não sabe? (vs.2, 5~6) 2. Quais são as atitudes ordenadas pelo mestre? (vs.1~2, 6, 8)

4. O que sente através da moral transmitida pela palavra que nos ordena a entender que vivemos uma vida sem saber o futuro e por isso devemos largar as nossas preocupações e nos prepararmos para o futuro com toda a dedicação (vs.7~8)?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que não deve deixar as mãos ficarem à toa de manhã e de noite? (v.6)

5. Dando certo ou não dando certo, você deixa tudo nas mãos de Deus e faz o melhor de si? Vamos pensar em a que devemos dedicar na nossa rotina e preparemo-nos com oração para que essa atividade seja voltada para a glória de Deus.

Anotação

92


atire o seu pão sobre as águas (v.1): significa fazer o bem sem esperar uma recompensa por este ato

No texto de hoje, o mestre proclama o futuro incerto dos homens como: não sabe que desgraça poderá cair sobre a terra (v.2) ; não conhece o caminho do vento, nem como o corpo é formado no ventre de uma mulher (v.5) ; não sabe o que produzirá (v.6). Então o mestre ordena para preparar o futuro : atirando o seu pão sobre as águas (v.1) ; repartindo o que tem com sete, oito (v.2) ; plantando de manhã a sua semente e mesmo ao entardecer não deixando as suas mãos ficarem à toa (v.6) ; lembrando-se dos dias de trevas (v.8). Devemos trabalhar diligentemente o todo tempo. Isso quer dizer que devemos depender de Deus e nos dedicarmos ao máximo. Assim, devemos ter certeza da nossa eterna esperança e vivermos alegremente a cada dia. Como está se preparando para o futuro? Vamos analisar os ordens do mestre para aplicar isso à nossa vida.

ORAÇÃO

Dê-me a coragem e a capacidade para viver o presente sabidamente e da melhor forma possível, tudo isso em prol do meu futuro. Anotação

93


28 sex

Lembre-se do seu Criador! Eclesiastes 11:9~12:2

9 Alegre-se, jovem, na sua mocidade! Seja feliz o seu coração nos dias da sua juventude! Siga por onde seu coração mandar, até onde a sua

1 Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e antes que se aproximem os anos em que

vista alcançar; mas saiba que por

você dirá: "Não tenho satisfação

todas essas coisas Deus o trará a

neles";

julgamento. 2 antes que se escureçam o sol e 10 Afaste do coração a

a luz, a lua e as estrelas, e as

ansiedade e acabe com o sofrimento do seu corpo, pois a

nuvens voltem depois da chuva;

juventude e o vigor são passageiros.

94


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que Salomão aconselha ao jovem? (vs.9~10, 12:1~2) 2. Como é Deus? (v.9)

4. O que sente ao ouvir a palavra de que devemos nos lembrar do seu Criador antes que venham os dias difíceis e se aproximem os anos em que diremos “não tenho satisfação neles”? (vs.1~2)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Como o jovem pode afastar do coração a ansiedade e acabar com o sofrimento do seu corpo? (vs.11:10~12:2)

5. Está se lembrando das graças de Deus, o Criador, nos seus dias de vida? Vamos pensar nas maneiras e nos costumes que devemos adotar para que não somente você, mas também as nossas futuras gerações possam se lembrar de seu Criador.

Anotação

95


dias difíceis (v.1): refere-se à velhice, onde há dificuldade de locomoção e suscetível a ficar angustiado

Salomão aconselha os jovens a gravarem no coração: pode fazer tudo que quiserem, ir para onde quiserem, seguir por onde o coração mandar, até onde a vista alcançar, mas que todas essas coisas trará o julgamento de Deus (v.11:9). Tanto antigamente como nos dias de hoje, muitos jovens não conseguem aproveitar o privilégio da juventude de maneira intencionada por Deus. A intimidade com Deus formada na juventude serve como um impulso de vida, desde a juventude até a velhice. Assim, os jovens devem se lembrar de Deus, o seu Criador, que inspeciona e julga todas os nossos atos. Esse é o ensinamento de Deus que afasta a ansiedade do coração e acaba com o sofrimento do seu corpo. Lembrarse de Deus, faz com que nos aproximemos mais Dele e vivamos uma vida cheia de alegria e forças da juventude mesmo na velhice. Quais são os obstáculos que impedem que nos lembremos Dele na nossa vida e o que devemos fazer para eliminar esse tipo de barreiras?

ORAÇÃO

Que eu possa me lembrar do meu Senhor, Deus, o Criador em todos os momentos da minha vida. Anotação

96


29 sáb

Para o seu lar eterno Eclesiastes 12:3~8

3 quando os guardas da casa

o gafanhoto for um peso e o desejo

tremerem e os homens fortes

já não se despertar. Então o

caminharem encurvados, e

homem se vai para o seu lar eterno,

pararem os moedores por serem

e os pranteadores já vagueiam

poucos, e aqueles que olham

pelas ruas.

pelas janelas enxergarem 6 Sim, lembre-se dele, antes que se embaçado; rompa o cordão de prata, ou se 4 quando as portas da rua forem

quebre a taça de ouro; antes que o

fechadas e diminuir o som da

cântaro se despedace junto à fonte,

moagem; quando o barulho das

a roda se quebre junto ao poço,

aves o fizer despertar, mas o som 7 o pó volte à terra, de onde veio, e de todas as canções lhe parecer o espírito volte a Deus, que o deu. fraco; 8 "Tudo sem sentido! Sem 5 quando você tiver medo de sentido!", diz o mestre. "Nada faz altura, e dos perigos das ruas; sentido! Nada faz sentido!" quando florir a amendoeira,

97


Análise do conteúdo

Percepção

1. Como Salomão está descrevendo o homem envelhecido? (vs.3~6) 2. O que Salomão fala sobre o fim do homem e o que ele aconselha? (v.7)

4. O que sente ao ver que o homem é um ser que possui o corpo fraco e que ele não pode evitar a velhice? (vs.3~6)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que ele nos aconselha a lembrarmos que o pó volta à terra e o espírito volta a Deus e diz que nada faz sentido? (v.7)

5. Você está decepcionado com a fraqueza do corpo? O que deve decidir e pôr isso em prática para abandonar as coisas da terra?

Anotação

98


pararem os moedores por serem poucos (v.3): comparação à velhice onde o homem não pode mastigar bem a comida por falta de dentes aqueles que olham pelas janelas enxergarem embaçado (v.3): comparação à perda da visão e assim não se consegue distinguir as coisas florir a amendoeira (v.5): comparação aos cabelos brancos na velhice cordão de prata, taça de ouro (v.6): representa respectivamente a força física e a vida terrena

Deus fez os homens com a terra. Como os homens foram feito a partir da terra, são seres frágeis fisicamente. Não só as crianças e os idosos, mas também os jovens, todos possuem o corpo frágil. Salomão aconselha a lembrarmos que o corpo volta à terra de onde veio, mas o espírito volta a Deus, aquele que concedeu o espírito (v.7). No entanto o versículo 8, no qual enfatiza a futilidade de todas as coisas da vida, e também o versículo 7 podem ser mal entendidos. Não está querendo dizer que o fato de o espírito voltar a Deus (v.7) é sem sentido e inútil (v.8). No versículo 8, Salomão confessou que é sem sentido a vida que foge do relacionamento com Deus, portanto não se trata de uma visão pessimista ou niilista. Principalmente, enfatizando metaforicamente o envelhecimento, Salomão alerta-nos que todas as tentativas de encontrar o sentido da vida por meio de prazer corporal e exibição são coisas tolas e vãs. Lembrando de que a nossa vida é um caminho para o lar eterno, como devemos nos preparar essa volta?

ORAÇÃO

Que possamos nos lembrar de que essa vida passageira na terra é um processo de preparo para voltarmos ao nosso lar eterno. Anotação

99


30

Vida sábia e fiel

dom

Culto no Lar - Eclesiastes 11:1~8

Familia à mesa. Reúna a sua família à mesa e compartilhe a comida e as percepções e aplicações do sermão do dia. Leitura bíblica 1 Atire o seu pão sobre as águas,

nem como o corpo é formado no

e depois de muitos dias você

ventre de uma mulher, também

tornará a encontrá-lo.

não pode compreender as obras de Deus, o Criador de todas as

2 Reparta o que você tem com

coisas.

sete, até mesmo com oito, pois você não sabe que desgraça

6 Plante de manhã a sua semente,

poderá cair sobre a terra.

e mesmo ao entardecer não deixe as suas mãos ficarem à toa, pois

3 Quando as nuvens estão cheias de água, derramam chuva sobre a terra. Quer uma árvore

você não sabe o que acontecerá, se esta ou aquela produzirá, ou se as duas serão igualmente boas.

caia para o sul quer para o norte, no lugar em que cair ficará.

7 A luz é agradável, é bom ver o sol.

4 Quem observa o vento não plantará; e quem olha para as

8 Por mais que um homem viva,

nuvens não colherá.

deve desfrutar sua vida toda. Lembre-se, porém, dos dias de

5 Assim como você não conhece o caminho do vento,

trevas, pois serão muitos. Tudo o que está para vir não faz sentido.

100


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra Deus nos fala claramente por

Devido às incertezas da vida,

meio de Salomão, que uma vida

tendemos a parar tudo até termos

sábia é regida pela mentalidade

uma

de sentinela. Ao conscientizarmo-

entanto a Bíblia aconselha-nos a

nos de que toda riqueza é um

continuar produzindo. Isto porque

presente de Deus, relacionamo-

não sabemos quando e como

nos com bens materiais de um

seremos abençoados pelo nosso

modo que agrada a Ele. Os

esforço.

versículos 1~2 fazem referência

cautelosos para não desistirmos

ao equilíbrio saudável. Devemos

na fraqueza (vs.4~6).

estar dispostos a assumir riscos

Um

prevenindo-nos sabiamente com

fugacidade e das incertezas da

a

dos

vida, porém desfruta o presente.

investimentos. Se não fizermos

Está se aproximando o amanhecer

nada, corremos o risco de perder

do Ano Novo de 2013. Dediquemo-

uma importante oportunidade. O

nos às missões, fiéis a Cristo, a fim

Senhor também desejou nossa

de construirmos um ano ricamente

fidelidade

abençoado.

diversificação

na

parábola

dos

convicção

sábio

absoluta.

Precisamos

é

talentos (Mt 25:14~30).

101

consciente

No

ser

da


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça

1. Como a Palavra orienta-nos a viver? (v.6)

2. Por que devemos viver desta maneira? (v.5)

3. Você confessa com fé que no fim, é Deus quem nos dá a recompensa do trabalho e direito para desfrutarmos dos seus frutos? Planeje como irá receber o Ano Novo que foi lhe concedido e ore uns pelos outros.

Compartilhando agradecimentos

1. Relembrando a vida que teve durante a semana, vamos falar sobre o que teve para agradecer, para confessar e pedir perdão diante de Deus e da família.

2. Vamos fazer oferta como a expressão de gratidão, de arrependimento e de amor pelos próximos.

Orando juntos

Que nossa família desfrute sabiamente o tempo que Deus nos permitiu no Ano Novo, e viva com retidão.

102


31 seg

De que vive o homem? Eclesiastes 12:9~14

9 Além de ser sábio, o mestre também ensinou conhecimento ao povo. Ele escutou, examinou e colecionou muitos provérbios.

12 Cuidado, meu filho; nada acrescente a eles. Não há limite para a produção de livros, e estudar demais deixa exausto o corpo.

10 Procurou também encontrar as

13 Agora que já se ouviu tudo, aqui

palavras certas, e o que ele

está a conclusão: Tema a Deus e

escreveu era reto e verdadeiro.

guarde os seus mandamentos, pois isso é o essencial para o

11 As palavras dos sábios são como aguilhões, a coleção dos

homem. 14 Pois Deus trará a julgamento

seus ditos como pregos bem

tudo o que foi feito, inclusive tudo o

fixados, provenientes do único

que está escondido, seja bom, seja

Pastor.

mal.

103


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

104


Orientações

De que vive o homem? Eclesiastes 9:11~18

Análise do conteúdo A vida é inútil, mas o mestre continua se esforçando para buscar e apoiar-se na Palavra da verdade de Deus. Palavras sábias são como pregos bem fixados em nós e são também como açoites. Agora só nos resta temer ao Senhor e obedecer ao Seu mandamento. A vida não é somente inútil, pois em tudo há um julgamento imparcial.

Aquele, que sentiu que não há esperanças neste mundo e ainda que nada é perfeito, tende a cada vez mais buscar coisas eternas. O fim de tudo não é inútil, Deus julga o certo e o errado de todos os atos, concede salvação e leva à ressurreição. Aquele que praticou o bem ressuscitará para a vida, e aquele que praticou o mal ressuscitará para ser condenado (Jo 5:29).

Estudo e reflexão 1. Qual foi a conclusão acerca do fim descoberta pelo mestre? (no passado) - Salomão, filho de Davi, começa Eclesiastes afirmando que tudo era uma „grande inutilidade‟. Ele tinha desfrutado de muitas coisas, porém chega à conclusão de que tudo que se faz debaixo do sol era inútil, cansativo e não havia prazer (12:8). 2. Sabendo disso, como devemos viver? - Devemos temer a Deus e obedecer aos Seus mandamentos (no presente). A verdade alcançada por Salomão depois de viver toda uma vida foi: o propósito da vida deve ser temer ao Senhor e obedecer aos Seus mandamentos. Nós devemos crer em que somente Jesus Cristo que fora crucificado é o poder e a sabedoria de Deus e então seguirmos isso. - Devemos ter esperança em Deus que julga (no futuro). A inutilidade da vida faz com que tenhamos mais esperanças na ressurreição.

Percepção Vejo que agora não passa de futilidade que tudo que construí até hoje e que tem sido motivo de orgulho para mim. Não tenho motivos para viver sonhando com a glória vã do mundo, tampouco ficar retraído com as vanglórias do mundo. Mesmo que as experiências humanas sejam inúteis, quando vejo no futuro há Deus que irá julgar tudo, consigo me erguer, sendo consolado e com a esperança viva da ressurreição. Que eu não tenha inveja do rei desta terra, mas que odore o Rei dos reis. Decisão e aplicação 1. Vejo se não estou sobrecarregando os meus filhos com pressão de estudo, boas faculdades, emprego estável e críticas alheias, e acima de tudo irei guiá-los a Deus como Seus servos humildes. 2. Antes que seja tarde, irei evangelizar minha mãe, a qual age como criança a cada dia que passa e fica lamentando a sua vida.

105


Análise do conteúdo

Percepção

1. Como era o mestre e o que ele fez? (vs.9~10) 2. A quê foi comparada a palavra do mestre e qual era a sua procedência? (v.11)

4. O que você sente ao saber que temer a Deus e obedecer aos Seus mandamentos era essencial ao homem? (v.13)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo o mestre alerta que não havia fim para a produção de livros e estudar demais deixava o corpo exausto? (v.12)

5. Neste ano, você cumpriu o dever de um cristão, ou seja, temeu a Deus e obedeceu aos Seus mandamentos? Ao terminar o ano, escreva os temas de oração de agradecimento, e acima de tudo comece o ano com o coração temente a Deus.

Anotação

106


Único Pastor (v.11): refere-se a Deus, o pastor dos cristãos

Na conclusão do livro de Eclesiastes, Salomão adverte ao dizer: “não há limite para a produção de livros, e estudar demais deixa exausto o corpo.” (v.12). Isto se refere à futilidade do esforço do homem para o acúmulo de conhecimento, independentemente à sabedoria para temer a Deus. Salomão finaliza este livro enfatizando que temer a Deus era essencial ao homem. Deus permitiu uma vida de alegria ao homem e ordenou que este vivesse com responsabilidade. Viver obedecendo ao mandamento de Deus é o dever do homem, a Sua natureza criada. O mestre está ensinando que viver conforme a lei estabelecida por Deus era a maneira mais segura de ficar perante Deus que julga todos os nossos atos. Temer a Deus e viver conforme a Sua lei era a verdadeira liberdade que uma pessoa pode desfrutar, e ainda o motivo da sua vida. Suplique diariamente a ajuda do Espírito, para temer a Deus e obedecer aos Seus mandamentos.

ORAÇÃO

Que eu me decida a temer somente ao Senhor durante toda a minha vida e assim receba a manhã do Ano Novo. Anotação

107


Estudo Bíblico da Fazenda

1 semana

Os prazeres da vida serão fúteis Eclesiastes 2:1~11

Abrindo o coração O mestre faz uma investigação a fim de buscar o sentido da vida. Paradoxalmente, o mestre já sabe claramente qual é o fim da vida „debaixo do sol‟ (vs.1~2). Embora saiba o resultado, o mestre busca os prazeres da vida para si mesmo (vs.4, 6~8). Fica embebedado, amplia os seus negócios, constrói uma casa grande, ganha muitas riquezas, contrata cantores, desfruta de prazeres carnais. Pelo seu próprio esforço, o mestre conseguiu todos os elementos prazerosos da vida. No entanto a confissão do mestre foi clara: “percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento” (v.11).

Semeando a palavra 1. Qual foi a primeira tentativa do mestre para alegrar a si mesmo? (v.3)

2. Quais foram as outras coisas tentadas pelo mestre a fim de obter alegria dotada de sentido? (vs.4~8)

3. Por qual motivo o mestre não mediu esforços para obter alegria? Quem era o alvo do seu esforço? (vs.4, 6~8)

108


4. Por qual razão o esforço do mestre na tentativa de obter prazeres carnais e alegria foi inútil? (vide Gl 5:17, 2Pe 2:10)

5. Por acaso o propósito da sua vida não está focado nos esforços para obter prazer para si mesmo? O que você sente ao ver o esforço do mestre pelos prazeres da vida?

6. Deus deseja que vivamos pela Sua glória e não pela busca dos nossos prazeres da vida. Que esforços você está fazendo pela glória de Deus? Compartilhem opiniões acerca do esforço que cada um deve fazer, ao comparar isso a uma vida de busca pelos prazeres da vida.

Colhendo os frutos da vida O mestre cedeu aos prazeres carnais a fim de obter o sentido da vida. Além disso, esforçou-se muito em prol da sua alegria. Contudo o mestre não obteve alegria e no fim sobrou apenas a futilidade. Isto porque ele não tinha entendido o propósito do Deus Criador ter nos criado. Deus deseja que nós tenhamos relacionamento íntimo com Ele, glorifique-O e façamos obras que O agradem. No entanto o mestre tinha focado a sua vida na busca do seu próprio prazer, por isso só restou confessar que a busca do prazer neste mundo era totalmente sem sentido. Qual é o propósito da sua vida? Este propósito ruma a uma direção que agrada a Deus? Você está vivendo conforme este propósito? Reveja o ano que passou e planeja o outro ano e descubra o verdadeiro propósito da sua vida.

109


Estudo Bíblico da Fazenda

2 semana

Esforço inútil Eclesiastes 4:1~6

Abrindo o coração O mestre continua observando a vida „debaixo do sol‟. Ele viu que no mundo havia pessoas sendo oprimidas e em sofrimento, mas não havia ninguém para consolá-las. Assim sendo, o mestre conclui que é melhor morrer que viver. Ademais, seguindo este mesmo raciocínio, ele diz que é mais feliz aquele que nem nasceu. Por outro lado o mestre afirma que todo o esforço na vida é inútil. Isto porque seremos alvos de inveja e ciúme dos outros, mesmo que tenhamos uma vida de sucesso, a qual fora conseguida com a nossa capacidade. Sendo assim, não teremos paz, apesar de termos feito um esforço imenso.

Semeando a palavra 1. O que o mestre descobre ao ver pessoas sendo oprimidas e em sofrimento? (v.1)

2. O que o mestre percebe ao ver as pessoas que trabalham bastante? (v.4)

3. Por qual motivo o mestre afirma que é mais feliz o morto que o vivo, e melhor ainda aquele que nem nasceu? (vs.1~3)

110


4. Por qual razão é possível ter tranquilidade aquele que tem um punhado do que aquele que tem dois punhados? (v.6, vide Sl 127:1~2)

5. Alguma vez você já sentiu que não havia consolo mesmo estando em sofrimento, não havia tranquilidade mesmo trabalhando excessivamente?

6. Deus é o nosso consolador, e cuida da nossa vida com minúcia. Assim sendo, compartilhe que papel e ajuda os cristãos devem dar uns aos outros, sendo todos nós a igreja de Cristo?

Colhendo os frutos da vida O mundo é uma sequência de sofrimento. Muitas pessoas se esforçam, mas é difícil ganhar recompensa justa ao seu trabalho. Ademais, ninguém pode dar tranquilidade a outro por meio de consolo. Todavia a pessoa que teme a Deus e Nele confia pode obter verdadeira tranquilidade e bênção. Em virtude disso, esta pessoa não se compara a outras, e também não se preocupa com o seu amanhã. Isto porque Deus constrói a sua vida e protege-a como um sentinela. Além disso, o Pai do céu preenche as nossas necessidades terrenas, por isso temos que decidir viver confiando em Deus acima de tudo, a fim de conseguir paz e descanso (Mt 6:33). Qual é a preocupação que prende o seu coração? Você não quer contar isso a Deus Pai por meio de oração?

111


Estudo Bíblico da Fazenda

3 semana

Sabedoria para pensar no fim da vida Eclesiastes 7:1~10

Abrindo o coração O mestre aconselha que o sábio vive já pensando no fim da sua vida. Em razão disso, ele afirma que todos os vivos já devem ter o seu coração na sua morte. A morte traz mais tristezas que alegrias e ainda traz ensinamentos ao invés de alegria. O sábio tem a morte sem seu coração, mas o tolo não gosta de pensar na morte. O tolo tem o seu coração nas trevas, por este estar cheio de cobiça e riquezas, não tem perseverança, é orgulhoso e a sua mente e coração estão dominados pela ira. Além disso, vive preso ao passado. Para nós, a morte nos faz lembrar do fim da vida e o julgamento de Deus e ainda da vida eterna.

Semeando a palavra 1. Em que o sábio vive pensando? (v.2)

2. Qual é a característica do tolo? (vs.7~10)

3. Por qual razão o sábio procura casa em luto ao invés de casa em festa? (v.2)

112


4. A você, por qual motivo uma pessoa que não pensa na morte torna-a orgulhosa? (v.8, vide Hb 9:27)

5. Qual é o ensinamento e o sentimento que lhe dá ao pensar em que a vida tem um fim e não se sabe quando será isso?

6. O fato de haver recompensa e julgamento de Deus após a vida neste mundo faz com que vivamos dando mais significado a momento da nossa vida. Assim sendo, qual deve ser a prioridade da sua vida para que ela tenha ainda mais valor?

Colhendo os frutos da vida Toda vida tem um fim. Esta verdade é importante porque aquele que entendeu esta verdade muda de postura perante a vida. No fim desta vida há o julgamento de Deus e a vida eterna. Deus disse a todos os homens que havia a morte, que é o seu fim no mundo, e depois disso havia o julgamento. Assim sendo, a vida dos cristãos deve ser de temor a Deus. Isso não significa ter Deus como ser temeroso, é viver tendo-O como o verdadeiro Pai da alma, um ser íntimo e assim estar sempre em Sua companhia. Neste ano que passou, você viveu temendo a Deus e em Sua companhia? Perceber corretamente a nossa deficiência do passado pode fazer com que o nosso presente e futuro tenha muito mais significado. Esperamos que a partir de agora você desfrute de um relacionamento íntimo com Deus, decida a ouvir mais a Sua Palavra toda manhã, a fim de viver conforme a Sua vontade.

113


Estudo Bíblico da Fazenda

4 semana

Uma vida com limitações Eclesiastes 9:11~18

Abrindo o coração Por meio de suas experiências „debaixo do sol‟, o mestre descobre que o homem é um ser limitado. Mesmo que uma pessoa tenha imensa probabilidade de obter sucesso, o seu sucesso de fato está intimamente relacionado à hora e à oportunidade que lhe são dadas. Contudo certas pessoas desconhecem esta hora e oportunidade. Outra descoberta do mestre: mesmo que as pessoas considerem importante a sabedoria, ninguém se lembra do „pobre‟ que usou a sua sabedoria para preservar a vida de uma cidade toda. Não há explicação detalhada, mas a razão disso está no erro das pessoas que vivem irracionalmente, e assim não o valor da sabedoria não é corretamente avaliada. Esta é a limitação de uma vida „debaixo do sol‟.

Semeando a palavra 1. Quais são as descobertas do mestre após observar a vida? (v.11)

2. De quem é o mérito da salvação de uma cidade que estava em perigo? (vs.13~15)

3. Na vida tudo tem a sua hora, assim como o sucesso, porém por qual motivo tudo isso é em vão? (v.12, vide Pv 16:3, 9)

114


4. Por qual razão aquele que salvou a cidade e a vida de seus moradores é esquecida pelas pessoas? (vs. 16, 18)

5. O mundo é irracional e as pessoas têm limitações, por isso a capacidade e a sabedoria não são corretamente avaliadas aqui na terra. O que você sente disso?

6. O homem está fadado a viver com limitações neste mundo cheio de pecado. Assim, aquele que tem a verdadeira sabedoria vive confiando na vida „acima do sol‟, ou seja, vive confiando em Deus. Há algum problema recente onde você tenha sentido a sua limitação? O que você fará para entregar este problema a Deus?

Colhendo os frutos da vida Este mundo está cheio de irracionalidade. Nem sempre o mais capacitado alcança sucesso. Mesmo que tenha sabedoria para salvar vidas, esta pode não ser revelada devido ao julgamento errado do mundo. Quanto mais observamos corretamente este mundo, passamos a entender que há limitações nesta vida „debaixo do sol‟, e não há neste mundo em que possamos confiar. As pessoas recusam a aceitar a suas limitações. Às vezes parecem aceitar, porém culpam o seu destino para tudo que acontece na sua vida. No entanto o cristão deve entregar totalmente a sua vida a Deus. Uma vida entregue a Deus pode parecer que seja uma vida fracassada ao mundo, contudo jamais irá fracassar. Você não gostaria de entregar os problemas da sua vida a Deus, a fim de entender este segredo?

115


Estudo Bíblico da Fazenda

5 semana

Ante o passar do tempo Eclesiastes 11:9~12:8

Abrindo o coração Nasceu o Ano Novo. O sol de hoje não é diferente do sol de ontem, porém a mudança de ano é um bom pretexto para renovar o coração. É uma boa oportunidade para começar o ano com novas perspectivas. No ano passado refletimos sobre o livro de Eclesiastes, e por meio da sua conclusão, pensemos nas determinações e atitudes para este ano.

Semeando a palavra 1. Com certeza o alvo do mestre são os jovens. Qual é a exortação do mestre aos jovens que julgam ter muito tempo de vida? (11:9~10)

2. O que os jovens devem lembrar, mesmo desfrutando da sua juventude? (12:1~2) Por qual motivo estes devem lembrar isso ainda na juventude?

3. O mestre expressa por meio de comparações a imagem do homem na sua velhice. Qual será o significado dessas comparações? (vs.3~5). Por que o mestre está dizendo isso aos jovens?

116


4. O mestre está enfatizando aos jovens que a morte se aproxima. Para você, com que intenção o mestre está conscientizando os jovens acerca da morte? Compartilhe as suas opiniões.

5. „Nada faz sentido‟ do Eclesiastes tem relação com a palavra „vanidade‟. Certamente este ano, também passará bem rápido, com dias „sem sentido‟. Com que meta ou princípio você iniciará este ano?

6. Ore, abençoando uns aos outros para que todos possam realizar as metas e princípios estabelecidos para este ano. Ante o tempo que corre em vão, abençoe para que neste ano possamos ter gravado no coração o fato de que poderemos achar o valor da vida ao lembrar o eterno Deus criador.

Colhendo os frutos da vida O mestre encoraja os jovens a desfrutarem a vida, porém afirma que tudo isso está no correr do tempo fútil. Para que a nossa vida não seja sem sentido, devemos viver lembrando do único e criador Deus. Para expressar a vida e a velhice, o mestre usa uma comparação muito interessante: mostra que os jovens também estarão diante da morte com o passar do tempo. Com isso o mestre visava a fixar bem isso nos jovens. Nós também devemos estar determinados a não desperdiçar o tempo, ao meditar profundamente que este ano passará como uma flecha e que a nossa vida terá um fim. Ter a visão do fim desde o início, esta é a verdadeira sabedoria para viver esta vida vã.

117


Vida Abundante Dezembro 2012