Issuu on Google+

Ano 15 | Nº 3485 | 10 de fevereiro de 2014

Segunda-feira

Presidente: Ary Leonel da Cruz

Diário de Circulação Nacional

1,3 milhão de alunos voltam às aulas nas escolas estaduais nesta segunda Foto: Giuliano Gomes/SEED (arquivo)

As 2.500 escolas estaduais do Paraná recebem nesta segunda-feira (10) seus 1,3 milhão de alunos do ensino básico e ensino especial, de todo o Estado. O ano letivo de 2014 será aberto pelo governador Beto Richa, que estará em Sarandi, no Noroeste, para, junto com o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, entregar o novo prédio do Colégio Estadual Jardim Universitário, com capacidade para 2 mil estudantes. Em São José dos Pinhais, as aulas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Especial terão início hoje, dia 10 de Fevereiro de 2014. Páginas 3 e 4

Semel reforma quadras dos ginásios de esportes de SJP Alunos da Escola Estadual Milton Carneiro

Com um calendário extenso de eventos esportivos para 2014, a Prefeitura de São José dos Pinhais, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), finalizou no final do mês passado, os trabalhos de lixamento e verniz nas quadras internas dos ginásios Ney Braga I (Centro), Borda do Campo e São Marcos. Página 4

Banda Marcial abre préinscrições de novos alunos

Indústria do PR teve o segundo maior crescimento do País O setor industrial paranaense apresentou o segundo maior crescimento do País em 2013, conforme indica a Pesquisa Industrial Mensal Regional - Produção Física (PIM-PF), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Página 3

Foto: PMSJP

Banda Marcial de São José dos Pinhais

Foto Gustavo Oliveira/CAP

Referência nacional e campeã em diversas apresentações, a Banda Marcial de São José dos Pinhais iniciou nesta semana os ensaios e as pré-inscrições para os futuros alunos. Os interessados devem comparecer na Usina do Conhecimento da Música para realizar sua inscrição acompanhados pelo responsável. A Banda Marcial atende a inúmeras crianças e jovens criando oportunidade de aprendizado em instrumentos de sopro e metais. Página 4

Furacão quebra o jejum e goleia o Coritiba por 3 x 0 na Vila Capanema

Atlético desencanta e derrota o Coxa na V. Capanema Em jogo válido pela quinta rodada do Paranaense 2014, o Furacão goleou o Coritiba ontem (9), na Vila Capanema, pelo placar de 3 x 0. Aos 38 do primeiro tempo, Bruno Mendes abriu o placar, Marcos Guilherme aos 10 minutos do segundo tempo e Bruno Furlan fecha a goleada em 3 x 0, aos 26 da etapa final. Esta foi a primeira vitória na competição e, com isso, o Furacão chega a cinco pontos. O próximo compromisso é contra o Cianorte, domingo (16), no Estádio Albino Turbay, em Cianorte.


2

| Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 |

Editorial Delegado espera que Raposo indique segundo suspeito de ataque no Rio

Governo investe R$ 2,5 bilhões em infraestrutura para escoar safra recorde

Obras em rodovias e portos somam R$ 2,5 bi para escoamento da safra As ações e investimentos nos modais são para atender os produtores rurais e cooperativas e também para aumentar e promover a produção paranaense A operação safra 2013/14 já começou e o Governo do Paraná se prepara para exportar cerca de 16,4 milhões de toneladas de soja. A expectativa é que essa safra seja recorde do Estado, superando o número recolhido em 2013, que foi de 15,83 milhões de toneladas. Para atender à demanda, o governo estadual está investindo R$ 2,5 bilhões na melhoria de estradas rurais, rodovias estaduais, nos portos e na Ferroeste. O secretário estadual de infraestrutura e Logística, José Richa Filho, explica que as ações e investimentos nos modais são para atender os produtores rurais e cooperativas e também para aumentar e promover a produção paranaense. “Este governo sabe do impacto que a infraestrutura tem no Custo Brasil e, por isso, investe da porteira ao Porto”, disse Richa Filho. Richa Filho explicou que a Secretaria de Infraestrutura trabalha com o conceito de corredores de produção. A primeira ação direta acontece nas áreas produtoras com a readequação de estradas rurais. Hoje, as 30 Patrulhas do Campo já melhoraram mais de 1.200 quilômetros de estradas vicinais, com um investimento anual de R$ 42 milhões. RODOVIAS Para agilizar o transporte dos produtos do campo, os investimentos nas rodovias do Estado chegam a R$ 2,2 bilhões. Deste valor, R$ 1,7 bilhão está sendo aplicado em obras de duplicações em nove trechos estratégicos da malha rodoviária estadual e no Anel de Integração. Esses recursos são do governo estadual, destinados por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) ou em parceria com as concessionárias. As obras somam 118,2 quilômetros de implantação de pistas duplas. Os trechos em obras estão localizados nas rodovias PR 445 (dois trechos), PR 323, BR 376 (dois trechos), BR 369/BR 376, PR 417, PR 317 e BR 277 (quatro trechos). Além disso, em 2013, já foi entregue a duplicação de 14 quilômetros entre Medianeira e Matelândia (BR 277), no Oeste do Estado. E, neste domingo (9), o governo liberou os primeiros sete quilômetros do contorno de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Com esta obra, o governo retira o tráfego pesado de Campo Largo e acaba com um gargalo rodoviário no escoamento da safra, facilitando a chegada dos caminhões ao Porto de Paranaguá. Os outros R$ 537 milhões foram investidos

em 2013 para recuperar e conservar quase 12 mil quilômetros de estradas paranaenses. O resultado é que o Paraná tem hoje a terceira melhor malha rodoviária do Brasil. O Estado fica atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, de acordo pesquisa da Confederação Nacional de Transporte. “Os investimentos possibilitam um tráfego mais rápido e seguro pelas rodovias paranaenses, o que aumenta a produção e diminui o tempo dos caminhões para chegar até os portos do Estado”, disse Richa Filho. FERROVIAS Para a operação safra 2013/2014, a Ferroeste tem ações em andamento para melhorar o escoamento da produção. A primeira é a operação de carga de grãos feita integralmente pela empresa, entre Cascavel a Guarapuava, o que acelera o transporte dos produtos das regiões Oeste e dos Campos Gerais. A segunda é a ampliação da operação, que no segundo semestre de 2014 chegará até Ponta Grossa. A última ação é referente à compra de duas novas locomotivas que começam a operar ainda neste trimestre. As locomotivas vão possibilitar a ampliação de cerca de 50% da capacidade de transporte para 2014. PORTOS Nos Portos do Paraná, o investimento chegou a R$ 247 milhões em 2013, beneficiando toda a operação safra deste ano. Entre as ações está a consolidação do sistema Carga Online, de gerenciamento do fluxo de caminhões na descarga de grãos no Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. Outra ação foi a assinatura do maior contrato de dragagem, onde mais de R$ 114 milhões foram investidos, medida que oferece mais segurança e melhores condições operacionais e de manutenção. Também foram adquiridos quatro novos carregadores de navios (shiploaders ) para modernizar e expandir o Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. Esta etapa representará um aumento de 33% da produtividade. Este processo, com valor de R$ 59,5 milhões, encontra-se em execução, com o término previsto em 2015. Outra ação importante é a revitalização do Porto de Antonina. Depois de 40 anos sem qualquer tipo de investimento na melhoria da infraestrutura, o terminal público do Porto está passando por uma ampla reforma. O prédio administrativo e a guarita de controle já foram revitalizados. Ao todo, foram investidos R$ 614 mil para recuperar os prédios.

Agência Brasil Rio de Janeiro - O delegado titular da 17ª Delegacia Policial de São Cristóvão, Maurício Luciano, aguarda para qualquer momento a adesão do jovem universitário Fábio Raposo ao instituto da delação premiada. Fábio, de 22 anos, foi preso na manhã de hoje (9) na casa dos pais, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. Ele foi indiciado como coautor do atentado que feriu no último dia 6, na Central do Brasil, o cinegrafista Santiago Andrade, da Rede Bandeirantes de Televisão, durante manifestação popular contra o aumento da passagem de ônibus. Luciano disse, em entrevista coletiva no início da tarde, que o rapaz está sendo convencido pelo advogado Jonas Tadeu Nunes e pela própria polícia a colaborar com as investigações. “Está entre ele e o advogado. Estão decidindo o que é melhor para a situação do Fábio”. O delegado explicou que a delação consiste em Fábio admitir que conhece o principal suspeito de ter acionado a bomba que feriu o cinegrafista e dar meios para a sua identificação. Luciano informou que a delação premiada poderá contribuir, mais à frente, para que a prisão possa ser revogada, de acordo com critério da Justiça, podendo levar também a uma redução da pena. Ele explicou que a prisão decorreu da necessidade de uma custódia cautelar. “Se o juiz entender, mais à frente, que essa prisão não é necessária, ele pode revogar”. Hoje, por enquanto, ele permanecerá preso e deve ser encaminhado a uma unidade do sistema prisional do estado. O mandado de prisão é temporário, pelo período de 30 dias, prorrogáveis por mais 30. Logo após a detenção do jovem, o delegado fez uma busca na residência dele, no Méier, zona norte da cidade, onde apreendeu as roupas que Fábio usava por ocasião da manifestação popular – uma bermuda preta e uma camiseta cinza, além de vários celulares. No local, um vizinho disse ter visto Fábio pichar no playground o nome do grupo black bloc, além de uma frase ofensiva à polícia. A polícia tirou fotos da pichação e deverá disponibilizá-las para a imprensa. Caso fique comprovado que Fábio Raposo pertence a qualquer organização, como os black bloc, ele irá responder por mais um crime, além de tentativa de homicídio qualificado e crime de explosão. “Se ele integrar essa organização e a gente verificar que ele já praticou outros atos de maneira estável e duradoura, associado a outras pessoas, ele poderá ser indiciado no crime de organização criminosa”, informou Luciano. O delegado acrescentou que isso aumentará a pena de Fábio Raposo. A pena para o crime de organização criminosa é até cinco ou seis anos. A polícia vai investigar também a ameaça que Fábio diz ter sofrido para que assumisse sozinho o atentado contra o cinegrafista. Acrescentou que caso ele delate o principal suspeito do crime, a polícia necessitará de uma ordem judicial para prendê-lo. Mesmo que decida apontar o outro elemento, Fábio terá de aguardar uma possível revogação da custódia cautelar na prisão.

Por Nádia Fontana Os deputados votam na sessão plenária desta segunda-feira (10), na Assembleia Legislativa, o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que averiguou a situação dos grandes devedores de tributos no Paraná. Investigações realizadas pela CPI não evidenciaram a existência de irregularidades e verificaram que os “órgãos de arrecadação e controle do Estado estão tomando providências cabíveis com o intuito de recuperar os consideráveis valores devidos ao erário”. Visão lateral O relatório completo está publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa de nº 568 (do dia 17 de dezembro de 2013), e é assinado pelos deputados Douglas Fabrício (PPS), presidente da CPI, e Edson Praczyk (PRB), relator. Também participaram dos trabalhos da comissão os deputados Caíto Quintana (PMDB), Alexandre Curi (PMDB), Wilson Quinteiro (PSB), Francisco Bührer (PSDB) e Tadeu Veneri (PT). A CPI foi instalada por proposição do ex-deputado Reni Pereira (PSB), posteriormente eleito prefeito de Foz do Iguaçu. Utilidade pública Oito projetos – nº 676, 677, 678, 679, 680, 681, 682 e 683,

da Assembleia Legislativa do Paraná todos de 2013 – propondo a revogação de dezenas de leis de utilidade pública também estão na pauta dos trabalhos do Plenário de segunda-feira. A discussão e votação dessas proposições representa uma nova etapa do trabalho iniciado pela Comissão Especial criada na Assembleia Legislativa para averiguar os títulos de utilidade pública concedidos pelo Estado desde 1950. Muitas dessas entidades, conforme se tem apurado, não desenvolvem mais suas atividades originais, enquanto outras apresentam algum tipo de irregularidade. Fonte: Assessoria de Imprensa (41) 3350-4188 ou 4049

Foto: Nani Gois/Alep

Nove proposições estão na pauta da sessão plenária desta segunda-feira (10)

Foto: Nani Gois/Alep

Passou o tempo em que as principais reservas de um país eram guardadas nos cofres fortes da Casa da Moeda, em forma de barras de ouro. Hoje, são dólares. Oscilam ao sabor das cotações da moeda americana e provocam transtornos quando há uma desvalorização como resultado de estratégias em todo o mundo globalizado. Apontadas como o principal fator que ajuda a segurar o dólar em torno de R$ 2,40, em um cenário em que moedas de países emergentes, como a Turquia e a Argentina, têm despencado nas últimas semanas, as reservas internacionais custam caro para o Brasil. Em média, o governo deixa de ganhar R$ 65 bilhões por ano com a manutenção das reservas em torno de US$ 375 bilhões. De autoria do economista Reinaldo Gonçalves, professor titular de economia internacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a estimativa considera dois fatores. O primeiro é o custo cambial, o que o país deixa de obter ao aplicar os recursos no exterior contra o que os estrangeiros obtêm aplicando no Brasil. O segundo é o custo fiscal, a diferença entre o custo médio da dívida pública brasileira e a remuneração internacional das reservas. Na verdade, a manutenção das reservas não representa um gasto direto, mas sim o custo de oportunidade, aquilo que o governo deixou de conseguir ao usar os dólares que entraram no país nos últimos dez anos para engordar as reservas. Segundo Gonçalves, o custo cambial está estimado em R$ 16 bilhões por ano. Já o custo fiscal é ainda maior e atinge R$ 49 bilhões por ano. Como os valores representam uma média de vários anos, Gonçalves adverte que atualmente o custo de manutenção das reservas está ainda maior. “Com o aumento dos juros no Brasil e a disparada do dólar desde meados no ano passado, o retorno dos investidores estrangeiros que aplicam no Brasil ficou ainda maior, o que aumenta ainda mais o custo de oportunidade”, explica o professor da UFRJ. Desde o início da escalada do dólar, em maio do ano passado, o Banco Central (BC) tem optado por não mexer nas reservas internacionais e segurar o câmbio apenas por meio de operações diárias de swap cambial, que equivalem à venda de dólares no mercado futuro. De agosto a dezembro, o BC vendeu US$ 500 milhões por dia no mercado futuro. As injeções caíram para US$ 200 milhões diários em janeiro. Apesar do custo elevado de o Banco Central não mexer nas reservas, especialistas consideram essa a melhor opção para segurar o dólar. “As reservas internacionais são como um colchão que protege o país de ataques externos. Como são maiores que a dívida externa [atualmente em torno de US$ 312 bilhões], elas tornam o país credor líquido externo”, diz o professor de economia internacional da Universidade Federal Fluminense (UFF), André Nassif. Embora reconheça a importância de as reservas internacionais superarem as contas externas, Gonçalves considera que esse argumento leva em conta apenas uma parte da discussão. A dívida externa representa uma pequena porção do passivo externo brasileiro, atualmente em torno de US$ 1,5 trilhão. A maior fatia do passivo externo corresponde aos investimentos de estrangeiros no mercado financeiro. É capital especulativo que pode fugir do Brasil a qualquer momento.

Foto: Jorge Woll/DER

A conta das reservas


| Segunda-feira 10 de fevereiro de 2014 |

3

1,3 milhão de estudantes voltam às aulas nas escolas estaduais nesta segunda As 2.500 escolas estaduais do Paraná recebem nesta segunda-feira (10) seus 1,3 milhão de alunos do ensino básico e ensino especial, de todo o Estado. O ano letivo de 2014 será aberto pelo governador Beto Richa, que estará em Sarandi, no Noroeste, para, junto com o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, entregar o novo prédio do Colégio Estadual Jardim Universitário, com capacidade para 2 mil estudantes. “A volta às aulas é sempre especial para os estudantes e suas famílias, para os professores e toda a comunidade escolar. Marcar esse momento com a entrega de mais uma nova escola demonstra que o governo está presente, participando e valorizando a educação, que é um dos pilares do desenvolvimento da sociedade”, afirma o governador. Ele lembra que o plano de obras da Secretaria Estadual da Educação inclui, para o período de 2011 a 2014, cerca de 70 novas escolas, entre expansão da rede e substituição de antigas estruturas por novos e modernos prédios, além de reformas realizadas pelo estado e melhorias feitas com os recursos descentralizados. “A melhoria da infraestrutura é uma das ações da nossa política para garantir uma educação de qualidade”, afirma Richa. MAIS ALUNOS O novo prédio do Colégio Estadual Jardim Universitário, de Sarandi, que será inaugurado pelo governador, às 10 horas, fica na avenida Conceição Aparecida Magalhães, 673, no bairro Parque Alvamar II. A escola recebeu R$ 3,2 milhões em investimentos do Governo do Estado. Até então, o colégio funcionava em prédio alugado, só fun-

cionava pela manhã e tinha 400 alunos. Com a nova estrutura, o colégio já começa o ano com 800 alunos já matriculados, de acordo com o diretor colégio, Juliano Castro Gabriel. “Temos lista de espera e pedidos para abrirmos novas turmas. Todos nós estamos com muita expectativa e ansiosos para começar as aulas na escola nova”, afirmou o diretor. “Os alunos e os pais deles estão bastante empolgados com a nova escola”, disse o diretor Juliano Castro Gabriel. O novo colégio foi construído em uma área de 3.400 metros quadrados e conta com 20 salas de aula, salas administrativas, laboratórios de Química, Biologia e Informática, cozinha, depósito e refeitório. O prédio tem banheiros adaptados para alunos com necessidades especiais, elevador e rampa, pista tátil e corrimão para alunos cegos, além de saídas de emergência. A chefe do núcleo regional da Educação de Maringá Maria Inês Teixeira Barbosa disse que o novo colégio equaciona a demanda de vagas na educação básica (ensino fundamental e médio) em Sarandi. “A nova sede está melhor localizada e o governo ainda terá economia de recursos que eram utilizados na locação do antigo espaço”, destacou Maria Inês. Com o novo Colégio Estadual Jardim Universitário, o filho da dona de casa Cleide Odenike, Felipe, do 9° ano, vai ficar mais perto de casa em uma escola com quadra coberta, laboratórios e refeitório. “Eu estou muito feliz porque agora o meu filho vai estudar em uma escola completa. Ele sempre reclamava da escola antiga”, conta a mãe.

Foto Jonas Oliveira/ANPr (arquivo)

O ano letivo de 2014 será aberto pelo governador Beto Richa, que estará em Sarandi, no Noroeste

As 2.500 escolas estaduais do Paraná recebem nesta segunda-feira (10) seus 1,3 milhão de alunos do ensino básico e ensino especial

Indústria do Paraná teve o segundo maior crescimento do País, em 2013 O setor industrial paranaense apresentou o segundo maior crescimento do País em 2013, conforme indica a Pesquisa Industrial Mensal Regional Produção Física (PIM-PF), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A produção industrial do Estado evoluiu 5,6% de janeiro a dezembro, contra evolução de apenas 1,2% para a indústria nacional. Foi a segunda maior taxa do país neste indicador. Especificamente em dezembro de 2013, o setor industrial paranaense evoluiu 5,4% na comparação com o mesmo mês de 2012, enquanto que o complexo nacional apresentou retração de 2,3%. Na comparação do último trimestre do ano de 2013 com o mesmo período do ano anterior, a evolução foi de 10,5% - segunda maior taxa do País, enquanto o resultado nacional foi de -0,3%. Conforme a pesquisa IBGE, o único indicador negativo foi da passagem de novembro para dezembro, em que o setor industrial paranaense apresentou recuo de 7,3%, frente queda de 3,5% para o Brasil. Onze dos quatorze locais investigados apontaram redução. “As estatísticas do IBGE revelam consistente recuperação dos níveis da produção fabril do Paraná, desde o mês de abril de 2013, em sentido oposto ao baixo crescimento registrado pela indústria nacional”, afirma a economista Ana Silvia Martins Franco, do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES). Segundo ela, tal performance vem sendo determinada por diversos fatores, especialmente o agronegócio, fruto da

safra recorde e dos preços ainda elevados no mercado internacional, além do bom desempenho dos setores de química, bens de capital e insumos para a construção civil. “Ressalte-se ainda, a interferência positiva dos primeiros efeitos dos investimentos das empresas que se instalaram no Estado desde o início de 2011, atraídas pelo Programa Paraná Competitivo, com aportes de cerca de R$ 26 bilhões, da vitalidade do mercado de trabalho regional e das obras de infraestrutura, em execução pelo governo estadual”, diz Ana Sílvia. NOVE POSITIVOS O crescimento de 5,6% registrado no acumulado ficou atrás apenas do Rio Grande do Sul (6,8%). O resultado paranaense foi determinado pelo bom desempenho de nove dos 14 setores pesquisados. As principais contribuições sobre a média global vieram dos setores de veículos automotores (18,3%), impulsionado, especialmente, pela maior produção dos itens caminhões e caminhão-trator para reboques e semirreboques; máquinas e equipamentos (13,7%); máquinas e aparelhos e materiais elétricos (8,9%); minerais não-metálicos (7,9%), especialmente pela maior fabricação de cimentos “Portland”; produtos químicos (4,3%); madeira (4,3%); mobiliário (3,2%) e alimentos (1,4%), com elevação produção na de carnes e miudezas de aves congeladas. AUMENTO CONSECUTIVO O avanço de 5,4% registrado em dezembro de 2013 sobre o mesmo mês de 2012 constituiu-se na nona taxa positiva consecutiva nesse tipo de comparação, com dez das quatorze ati-

Indústria do Paraná teve o segundo maior crescimento do País, em 2013

vidades pesquisadas apontando maior produção. Os principais destaques foram observados nos setores de veículos automotores (48,8%), impulsionado pela maior fabricação de caminhões, automóveis e caminhão-trator para reboques e semirreboques; edição, impressão e reprodução de gravações (19,0%), com maior produção de livros, brochuras ou impressos didáticos; celulose, papel e produtos de papel (12,8%); com aumento na fabricação de papel-cartão ou cartolina de outros tipos, papel utilizado na escrita, impressão e outros usos gráficos e papel “kraft” para embalagem; minerais não metálicos (7,0%); máquinas e equipamentos (6,0%); e alimentos (4,7%), devido à maior produção de açúcar cristal, carnes e miudezas de aves congeladas, café solúvel e preparações utilizadas na alimentação de animais. Em bases trimestrais, o crescimento de 10,5% do setor industrial paranaense teve como principal influência a atividade de edição e impressão, que apresentou maior aumento de ritmo (de 43,8% para 62,0%). PARALISAÇÃO Os ramos que mais contribuíram para o recuo de 7,3% na produção física industrial em novembro para dezembro foram refino de petróleo e álcool, edição e impressão, veículos automotores, metal, borracha e plástico, e alimentos. A economista Ana Silvia menciona, também, a forte influência exercida pela paralisação da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), da Petrobrás, em Araucária, por quase um mês, por conta de uma explosão que ocasionou um incêndio na unidade.

Comissão de Constituição e Justiça volta a se reunir na próxima terça-feira (11) Por Sandra C. Pacheco A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa retoma seus trabalhos na terça-feira (11) com pauta composta por 38 proposições, entre elas o projeto de lei nº 802/2013, do Poder Executivo, que dispõe sobre a adequação das carreiras, cargos e vencimentos dos servidores na estrutura organizacional do Instituto Agronômico do Paraná – IAPAR. A sessão acontece na Sala das Comissões, a partir das 13h30. Entre as matérias a serem analisadas está também a proposição de veto parcial do governador nº 30/2013, aposta ao projeto de lei nº 538/2013, dos deputados Caíto Quintana (PMDB), Pedro Lupion (DEM), Tadeu Veneri (PT), Tercílio Turini (PPS), André Bueno (PDT) e Rose Litro (PSDB), que trata da concessão e manutenção do título de utilidade pública concedido a entidades no estado. Combate à erosão Voltam a ser apreciados pela CCJ o projeto de lei nº 762/2013, do Poder Executivo, instituindo o Programa Estadual de Ressocialização e Combate à Erosão Urbana – PROCEU, e o Programa Estadual de Combate à Sede e Acesso à Água – Água no Campo; o projeto de decreto legislativo nº 02/2013, de autoria dos deputados Valdir Rossoni (PSDB) e Plauto Miró (DEM), tratando de autorização ao Poder Executivo para efetuar a alienação de imóveis; e o projeto de lei nº 801/2013, do Tribu-

nal de Justiça, que altera a redação do artigo 82 da Lei estadual nº 14.277, de 30 de dezembro de 2003 (Código de Organização e Divisão Judiciárias). Retornando de diligências, serão submetidos ao crivo da comissão os projetos de lei nº 548/2013, de autoria do deputado Antonio Carlos Belinati (PP), obrigando a instalação de elevador que comporte uma maca em edifícios públicos e privados, de uso residencial, comercial ou misto; o projeto de lei nº 533/2013, do deputado Wilson Quinteiro (PSB), estabelecendo procedimento para recuperação extrajudicial do consumidor inadimplente; e o projeto de lei nº 269/2013, do deputado Anibelli Neto (PMDB), instituindo o passe livre estudantil para alunos do ensino fundamental, médio e superior. Entre os projetos em primeira discussão está o de nº 765/2013, de autoria do deputado Douglas Fabrício (PPS), dispondo sobre a proibição do ingresso de torcedores nas praças esportivas do Paraná portando vestimentas, bandeiras, faixas ou quaisquer objetos e materiais que identifiquem ou façam alusão às torcidas organizadas. Quinze das 38 proposições constantes na pauta tratam de alterações em leis que concederam o título de utilidade pública a entidades. Todas elas são assinadas pelos membros da Comissão Especial criada na Casa para estudar e dar nova regulamentação ao assunto.

Receita abre consulta a lotes residuais do IRPF na segunda-feira Agência Brasil A Receita Federal liberou até agora 18,14% das declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) retidas na malha fina em 2013. O segundo lote residual estará disponível para consulta na segunda-feira (10) no site do Fisco ou por meio do ReceitaFone (146). A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS que facilitam a consulta. Em 2013 foram retidas em malha 711,309 mil declarações. Em janeiro foram liberadas 61,566 mil no primeiro lote residual e, agora, são mais 67,480 mil. Para fugir da malha, os contribuintes devem enviar uma declaração retificadora caso detectem o problema. O extrato da declaração está disponível no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), onde se encontram outras informações relativas ao IRPF. Além do lote de 2013, foram liberados da malha restituições de declara-

ções de 2008 a 2012. A consulta desses lotes também será disponibilizada na segunda-feira e o crédito bancário feito no dia 17. Normalmente a Receita libera o dinheiro no dia 15, mas como a data cai em um fim de semana, o depósito ficou para o primeiro dia útil subsequente. A Receita reitera que a restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerer por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da Dirpf. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento pelos telefones 4004-0001 (capitais) e 0800-729-0001 (demais localidades) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome e em qualquer banco.


4

| Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 |

A Agência do Trabalhador de São José dos Pinhais registra recorde de atendimentos No ano passado, a Agência do Trabalhador bateu o recorde histórico de colocações no mercado de trabalho presarial e por isso existe uma grande procura de emprego. “O nosso mercado de trabalho é muito vasto, e por isso existe muita procura de emprego por aqui: devido à diversidade na segmentação de empresas e na qualidade das nossas produções”. No ano passado, a Agência do Trabalhador bateu o recorde histórico de colocações no mercado de trabalho. Em 25 anos de história, foi a primeira vez que o SINE bateu o recorde estipulado pelo Ministério do Trabalho, colocando cerca de 5.200 cidadãos no mercado de trabalho. Segundo Miguel, o sucesso se deve ao trabalho de qualidade que a equipe da Secretaria oferece. “Nosso atendimento é realizado de forma personalizada, com funcionários fixos só para atender as empresas, identificar

A Agência do Trabalhador de São José dos Pinhais é o primeiro na colocação de pessoas no mercado de trabalho no Paraná, segundo os dados divulgados pelo Ministério do Trabalho, em relação ao mês de janeiro de 2014. Mais de 400 pessoas foram empregadas. “Nos últimos cinco anos, São José dos Pinhais cresceu muito e com isso o número de trabalhadores aumentou consideravelmente”, declarou o Secretário de Trabalho, Emprego e Economia Solidária Miguel Ferreira de Paula. No início do ano, a Agência do Trabalhador da Secretaria de Trabalho, Emprego e Economia Solidária atendeu cerca de 9.400 pessoas, superando a mesma época em 2013, quando atendeu 7.400 e também a mesma época em 2012, quando atendeu 6.600 pessoas. Para Miguel, o município é vasto no setor em-

Emprego e Economia Solidária, oferece também cursos profissionalizantes para os munícipes. “A partir do momento que São José dos Pinhais apresenta um grande segmento de empregos, a administração pública não pode deixar de oferecer essa qualificação para os nossos cidadãos”, disse Miguel. Em 2013, dos 64 foram realizados e capacitaram mais de 1200 trabalhadores. Serviço SETRAB Na Agência do Trabalhador (SINE) de São José dos Pinhais o cidadão encontra além do serviço de busca de emprego, o serviço de seguro desemprego, cursos de qualificação e Programa de Economia Solidária. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3283-6800 ou compareça no endereço Avenida Rui Barbosa, nº 9244 – Centro.

as necessidades e angariar as vagas, além de oferecer a própria estrutura da agência quando a empresa necessita de local para realizar as entrevistas. Por outro lado, também atendemos o trabalhador de maneira personalizada, ligando pessoalmente quando surge alguma vaga com o perfil que ele atende”. A SETRAB informa aos munícipes que, para o mês de fevereiro, estão abertas 1.990 vagas. Para candidatar-se às vagas, é necessário comparecer à Agência do Trabalhador portando a Carteira de Trabalho (CTPS) e o número do PIS. Além disso, é possível ver as vagas disponíveis para cada perfil pela internet – basta fazer a atualização e habilitação do cadastro na Agência do Trabalhador. Qualificação A Secretaria de Trabalho,

Foto: PMSJP

Banda Marcial abre pré-inscrições de novos alunos

Banda Marcial de São José dos Pinhais

Referência nacional e campeã em diversas apresentações, a Banda Marcial de São José dos Pinhais iniciou nesta semana os ensaios e as pré-inscrições para os futuros alunos. Os interessados devem comparecer na Usina do Conhecimento da Música para realizar sua inscrição acompanhados pelo responsável. A Banda Marcial atende a inúmeras crianças e jovens criando oportunidade de aprendizado em instrumentos de sopro e metais. O período de pré-matrículas para novos alunos acontece até o dia 28 de Fevereiro e no dia 10 de março serão iniciadas as aulas. Nesta segunda (10), começam as aulas para quem já era aluno em 2013. A Usina do Conhecimento da Música está localizada na Rua Veríssimo Marques, 299, Centro. O horário de atendimento para matrículas é das 08h às 12h e 13h às 17h.

Com um calendário extenso de eventos esportivos para 2014, a Prefeitura de São José dos Pinhais, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), finalizou no final do mês passado, os trabalhos de lixamento e verniz nas quadras internas dos ginásios Ney Braga I (Centro), Borda do Campo e São Marcos. O secretário municipal de Esporte e Lazer, Thiago Bührer, explica que os trabalhos foram realizados no mês de janeiro por se tratar de um período em que a maioria dos atletas está em férias e, com as quadras vazias, os trabalhos puderam ser realizados com mais segurança e eficiência.

Foto: PMSJP

Semel reforma quadras dos ginásios Ney Braga I (Centro), Borda do Campo e São Marcos

Os trabalhos foram realizados no mês de janeiro por se tratar de um período em que a maioria dos atletas está em férias

“Era necessária a reforma no piso das quadras e nós tínhamos que escolher um período de pouco movimento. A partir de agora, três importantes ginásios de São José dos Pinhais estão preparados para receber eventos de grande porte neste ano”, explica o secretário. Segundo ele, a grande preocupação da SEMEL é com a segurança dos atletas e alunos que praticam diversas modalidades nos locais de treinamento. “Isso evita que ocorram acidentes que possam colocar em risco a vida dos atletas, como aconteceu no município de Guarapuava recentemente, onde um atleta perdeu a vida por causa de uma madeira solta no piso”, disse.

Foto: PMSJP

O SINE de SJP realizou cerca de 9.400 atendimentos, superando os anos de 2012 e 2013.

Técnicas de negociação e mediação são temas do próximo curso da Aciap (São José dos Pinhais) O empresário que sabe negociar com clientes, fornecedores ou na vida pessoal, ganha mais eficiência e agilidade no desenvolvimento de projetos. Além disso, a mediação ajuda a trabalhar a comunicação na gestão das diferenças de percepção e interpretação. Sobre esse tema, a Associação Comercial, Industrial, Agrícola e de Prestação de Serviço (Aciap) realiza o curso de negociação e mediação na próxima quinta-feira (13). Quem faz esse curso é o sistema Integra. Que é realizado pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), junto à Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap). E parceiras do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae/PR). Em uma conversa profissional é fundamental o bom relacionamento com o outro. O que pode levar a outras futuras transações. No mesmo contexto, existe a mediação que é utilizada para aliviar uma situação de impasse. O curso irá abordar técnicas e conceitos desse área. Além de estilos existentes no meio, as estratégicas, a ética na mediação, a comunicação e as técnicas para chegar a um acordo. Será dia 13 de fevereiro, às 19h, na sede da Aciap (Rua Joaquim Nabuco, 1869, no bairro Centro). O investimento é de um quilo de alimento não perecível. As inscrições são feitas pessoalmente na Associação, pelo site (www.aciapnet.com.br) ou pelo e-mail silvana@aciapnet.com.br. Mais informações pelo telefone (41) 3525-0801. (Elias Leschewitz – São José dos Pinhais)


5

| Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 |

Dedica-se a esperar o futuro apenas quem não sabe viver o presente. Sêneca Máx. 32º Parcialmente nublado com chuvas e trovoadas Mín. 18º

TOME NOTA

Dia 11: Mín. 17º e Máx. 32º Dia 12: Mín. 18º e Máx. 32º Dia 12: Mín. 17º e Máx. 33º

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA DO SHOPPING SÃO JOSÉ

Pamonha de Milho Verde Ingredientes: 4 colheres (sopa) de açúcar ½ lata de leite 1 lata de leite condensado 12 espigas médias de milho verde bem novo Modo de Preparo: Corte a base das espigas e descasque o milho. Limpe e lave as espigas e as folhas. Rale as espigas bem rente aos sabugos. Bata o milho ralado no liqüidificador com o Leite Moça, o açúcar e o leite. Reserve. Afervente rapidamente as folhas do milho em uma panela funda para amolecerem. Separe as menores e desfie formando tiras estreitas. Segure a folha no sentido do comprimento e faça duas dobras sobrepostas. Dobre ao meio, unindo as extremidades abertas. Segure o pacote pela extremidade e enchao com o creme de milho, deixando bastante espaço vazio na borda. Feche o pacote, amarrando com a tira reservada. Cozinhe em água fervente, até que a palha amarele e as pamonhas fiquem firmes. Retire da água e escorra. Sirva quente ou fria

A do índio é o arco

(?) Maia, cantor Segunda via

6

Parte de um filme Prefixo de "subtítulo"

5+5 Causa aflição

Indivíduo que limpa as ruas

Engenho espacial

Lodo; limo

Grupo teatral Muito (apócope)

O retorno da doença

Teimosia; zanga A primeira hora Fã; admiradora

(?) das Rocas, reserva biológica

201, em romanos

Juntar; ligar (?)-de-ló, bolo fofo sem margarina

Meiguice Material do antigo LP Sílaba de "anel" Alcoólicos Anônimos (sigla) Rogar; implorar

Nitrogênio (símb.)

Até esse momento

Vogais de "pano"

Solução

P L A I N A

A R M A

BANCO

G A R I

5) Maria do Carmo, Dirceu, Giovanni e Naldo eram personagens de qual dessas produções? a) “O Cravo e a Rosa” b) “Senhora do Destino” c) “Presença de Anita” d) “Laços de Família”

Niveladora

Acabar A seda, por sua textura

P A O

4) Como se chamava a personagem vivida por Yoná Magalhães na novela “A Próxima Vítima”? a) Lélia b) Giovana c) Ana d) Carmela

Código telefônico Compreender

R E C A I D A

3) Lúcia Helena foi personagem de Helena Ranaldi em qual novela? a) “Mulheres Apaixonadas” b) “Presença de Anita” c) “Laços de Família” d) “Começas De Novo”

Carolina Ferraz, por sua arte Adora

É dada pelo médico ao paciente

Espécie de salame

D A D E M I N A T C E S O ND U P E B I R A E C Ç U R N A I N A R

2) Qual era o personagem de Thiago Fragoso em “Senhora do Destino”? a) Jacques b) Leonardo c) Leandro d) Alberto

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Percebido

N A M O R T T E R M A C I D E Z D O I T R LA M A U M A T I E T D O N I L E C C L A M

1) Como se chamava o personagem do ator mirim Cauê Campos, na novela “Lado a Lado”? a) Zé b) Elias c) Bonifácio d) Gustavo

Parece que hoje em dia todo mundo sabe de pelo menos uma mulher que tem ou teve alguma alteração na tireoide. A mais conhecida é o hipotireoidismo, doença que incomoda muito porque causa aumento de peso, cansaço e desânimo. A atriz Deborah Secco, que já sofreu com o problema, conta que, durante a crise, nem tinha vontade de sair de casa. Trata-se de um mal predominantemente feminino: para cada sete mulheres com essa alteração, há apenas um homem. O número de casos vem aumentando nos últimos anos. Uma pesquisa realizada entre 2001 e 2002 na Grande São Paulo, com mulheres de 20 a 78 anos, mostra que cerca de 10% das participantes apresentavam sinais clínicos e laboratoriais da doença. “Os valores esperados eram de 5%. Hoje, percebemos mais casos devido a três fatores: diagnóstico mais preciso, mais pedidos de exames e o fato de sabermos que algumas doenças da tireoide são hereditárias”, diz Geraldo Medeiros- Neto, professor de endocrinologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), presidente do Instituto da Tireoide, em São Paulo, e coordenador da pesquisa citada acima. Por que o hipotireoidismo engorda? A tireoide uma das nossas maiores glândulas e tem o formato de uma borboleta. Segue os comandos da hipófise, uma espécie de glândula mestra que secreta hormônios que atuam em todo o organismo, entre eles o TSH, que aciona o funcionamento da tireoide. Ela, por sua vez, fabrica os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que regulam o metabolismo e atuam em órgãos vitais como coração e rins. Quando a tireoide está trabalhando num ritmo abaixo do esperado, há um quadro de hipotireoidismo e o corpo todo sente. Uma das principais causas dessa alteração é a tireoidite de Hashimoto, uma doença autoimune, ou seja, o próprio organismo fabrica anticorpos para destruir as células da glândula. Como consequência, a tireoide funciona num ritmo mais lento. O problema é hereditário: se sua mãe, tia ou avó sofrem com ele, é necessário investigar se você também produz esses anticorpos.

VI

tos de urbanismo, interiores e arquitetônicos. Jovens e cheias de ideais as duas buscam atenção aos detalhes e desejos dos clientes para oferecer projetos funcionais, personalizados e agradáveis visualmente. Erika Fukunishi está formada desde 2010 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo e é especialista em Construções Sustentáveis pela Universidade Tecnológica do Paraná. Thalita Miyawaki, também formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo, desde 2001, é especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pela mesma universidade.

© Coquetel/Ediouro Publicações 2005

Se dietas e exercícios não estão adiantando, fique de olho: sua tireoide pode estar desregulada

4/atol. 5/sonda — tiete — trupe — vinil. 6/clamar — plaina. 9/mortadela.

(Respostas: 1-b / 2-d / 3-b / 4-d / 5-b)

Do Japão para o Brasil Não é difícil perceber porque o estilo japonês de decorar tem conquistado cada vez mais adeptos no mundo ocidental. Quando se adentra um ambiente com referências nipônicas bem aplicadas, a sensação que se tem é de tranquilidade. Isso porque as características mais marcantes da decoração japonesa são a simplicidade e a harmonia na utilização dos elementos que compõem cada espaço. Para as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miura Miyawaki, da EFTM Arquitetura, no Japão o foco é o equilíbrio dos ambientes, utilizando apenas o que é realmente necessário e essencial. “Conceitualmente, a frase de Mies Van Der Rohe “Less is more”, ou seja, Menos é Mais, descreve perfeitamente a decoração oriental do Japão. Sem exageros porque cada metro quadrado é valioso e deve ser bem aproveitado. Os traços são sutis e a simplicidade é a sofisticação do ambiente”, explicam. Seguindo um estilo minimalista, a decoração japonesa é marcada por móveis baixos, almofadas, futons, estampas discretas e materiais naturais como madeira, bambu, linho e algodão. “No mundo ocidental, os biombos estão entre os móveis nipônicos mais utilizados. Versáteis, separam ambientes ou cobrem paredes. Os futons também estão em alta, mas diferente do Japão, onde são usados como cama, no ocidente, aparecem mais em salas, onde viram sofás”, compara Thalita. Tanto para áreas externas, quanto para as internas, a presença da beleza e da tranquilidade é constante. “No jardim cada elemento possui um significado, há o uso de pedras e areia. Dentre as plantas floridas encontramos as azaleias e pinheiros do tipo Matsu, que requerem conhecimento e técnicas para serem podados. Tanto dentro quanto fora de casa não existe o exagero. A harmonia entre os componentes é o que torna o ambiente belo e apreciado pelos detalhes”, afirma Erika. As arquitetas explicam ainda que utilizar elementos japoneses na decoração requer cuidado ao inserir certas cores e objetos. “Os tons neutros, como offwhite, bege e creme, dominam o ambiente, aparecendo nas paredes e fundos. As cores mais fortes remetem à natureza e são utilizadas em pontos estratégicos e em objetos decorativos. O azul lembra água, o vermelho, o fogo, e o amarelo ou o dourado, o sol. Porém, nunca deixe de pensar no jogo de contrastes e proporções. O espaço deve ser versátil, prático e clean, sempre”, concluem. Sobre a EFTM Arquitetura: Em 2013, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki se uniram e fundaram a EFTM Arquitetura, escritório especializado em proje-


6

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

| Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 |

CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS CNPJ/MF N.º 76.487.222/0001 42 AVISO Comunicamos aos Senhores Acionistas desta Empresa que se acham à sua disposição, em nossa Sede Social, sita à Rua João Negrão, 2226, nesta Capital, os documentos a que se refere o artigo n.º 133 da Lei N.º 6404, de 15 de dezembro de 1976, relativos ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013. Curitiba, 05 de fevereiro de 2014.

EDMUNDO TALAMINI FILHO DIRETOR PRESIDENTE

EDITAL DE CITAÇÃO DOS REQUERIDOS EM LUGAR INCERTO E OS EVENTUAIS INTERESSADOS NA AÇÃO DE USUCAPIÃO MOVIDA POR MARCOS AURÉLIO BASSO, COM PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS.A Doutora Daniele Miola, Juíza de Direito Substituta da 08ª Vara Cível desta Comarca de Curitiba, Capital do Paraná, na forma da lei: F A Z S A B E R a quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que tem em curso neste Juízo de Direito da 08ª Vara Cível, situado na Avenida Cândido de Abreu, nº535, 4º andar, Centro Cívico, nesta Capital, a USUCAPIÃO autuada sob o n° 0060251-43.2012.8.16.0001, movida pelo Sr. MARCOS AURÉLIO BASSO em face de LUIZ RIBEIRO FRANÇA, referente ao seguinte imóvel: “O lote de terreno nº 23 - Planta Menin, em Área Urbana, com 13 metros de frente para rua projetada por 29,80m de fundos com área de 367,68m com benfeitorias, de matrícula sob nº 17.304.” Tem o presente edital a finalidade de proceder a CITAÇÃO DOS REQUERIDOS EM LUGAR INCERTO E OS EVENTUAIS INTERESSADOS, na forma do art. 942 do Código de Processo Civil, para que, querendo oferecer(em) contestação, através de advogado, no prazo legal de 15 (quinze) dias, sob pena de revelia e confissão. E assim não o fazendo, presumir-se-ão aceitos, como verdadeiros, os fatos afirmados pela autora. E para que chegue ao conhecimento dos interessados, bem como no futuro não se possa alegar ignorância, mandou expedir o presente edital, que será devidamente publicado e afixado na forma da lei. Curitiba, 05 de fevereiro de 2014. Eu, (a) Luiz Henrique Langemann de Almeida - Escrevente Juramentado, o subscrevi.Daniele Miola.Juíza de Direito Substituta.

EXTRATO DO 8º ADITIVO DE CONTRATO Nº 007/2012 Contratante: Município de Piraquara - Contratada: Transportes Coletivos Vale Real Ltda. Objeto: prorrogação de prazo do contrato administrativo nº 007/2012, com fundamento no inciso II, do artigo 57, da Lei 8.666/93, aplicando-se o índice de correção monetária IGP-M (FGV), acumulado pelo período de fevereiro de 2012 a janeiro de 2014 (14,03%). Modalidade: Pregão nº 001/2012. Prazo de Vigência: 12 (Doze) meses. Prazo de Execução: 05/02/2014 á 04/02/2015. Data de Assinatura: 05/02/2014.

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 078/2013 SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Objeto: Registro de preços para aquisição de cestas básicas para atender as necessidades das famílias carentes do município de Piraquara, ofertar provisões materiais à população atingida por situações de emergência e/ou calamidade pública, conforme resolução nº 109 de 11 de novembro de 2009 do Conselho Nacional de Assistência Social, pelo período de 12 (doze) meses. Abertura: 25 de Fevereiro de 2014, às 09:00 horas, na Sala de Licitações da Prefeitura Municipal de Piraquara, na Av. Getúlio Vargas, 1990 – Centro – Piraquara - PR. Critério de Julgamento: Menor preço por item. Edital: estará à disposição dos interessados na Divisão de Licitações e Contratos, ao preço de R$ 5,00 (cinco reais), no horário das 08h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00 ou gratuitamente no site: www.piraquara.pr.gov.br. Valor máximo: R$ 404.200,00 (Quatrocentos e quatro mil e duzentos reais). Piraquara, 07 de Fevereiro de 2014. Emerson Antonio Zapchau Pregoeiro Municipal

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO

PELO PRESENTE EDITAL, POR ESTAR(EM) EM LUGAR IGNORADO, fica(m) notificado(s) os abaixo relacionados, de que estamos, na qualidade de Agente Fiduciário designado pelo HSBC BANK BRASIL S/A – BANCO MULTIPLO, na forma da Lei (Decreto-Lei nº 70, de 21 de novembro de 1.966, e regulamentação complementar), a promover a execução extrajudicial da hipoteca que onera os imóveis em favor do HSBC BANK BRASIL S/A – BANCO MULTIPLO, a seguir descritos. Fica(m) cientificado(s), outrossim, de que têm o prazo de 20 (vinte) dias, contados da data da primeira publicação deste (10/02/2014) para, querendo, purgar(em) o débito e evitar a execução, o que poderá ser feito na Agência do HSBC onde foi assinado o contrato. Qualquer informação poderá ser obtida através dos telefones (041) 3387-6077 e 0800-5413227, diariamente, exceto sábados e domingos, no expediente das 9:00 horas às 18:00 horas. Juliane Mara Dornbusch Nunes, brasileira, casada sob o regime de comunhão parcial de bens, gerente, RG nº 6.446.864-2/PR, CPF nº 022.655.469-41 e seu marido Jandre Augusti Genius Nunes, brasileiro, adm. De empresa, RG nº 6.226.203-6/PR, CPF nº 017.190.649-70. Rua Urbano Lopes, nº 190, ap 303, bl A, Curitiba/PR. Valor do débito em atraso para purga de mora R$ 4.359,58. O valor será atualizado na época do pagamento - SED 7017939.

Curitiba, 10 de fevereiro de 2014. AGENTE FIDUCIÁRIO

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO PELO PRESENTE EDITAL, POR ESTAR(EM) EM LUGAR IGNORADO, fica(m) notificado(s) os abaixo relacionados, de que estamos, na qualidade de Agente Fiduciário designado pelo HSBC BANK BRASIL S/A – BANCO MULTIPLO, na forma da Lei (Decreto-Lei nº 70, de 21 de novembro de 1.966, e regulamentação complementar), a promover a execução extrajudicial da hipoteca que onera os imóveis em favor do HSBC BANK BRASIL S/A – BANCO MULTIPLO, a seguir descritos. Fica(m) cientificado(s), outrossim, de que têm o prazo de 20 (vinte) dias, contados da data da primeira publicação deste (10/02/2014) para, querendo, purgar(em) o débito e evitar a execução, o que poderá ser feito na Agência do HSBC onde foi assinado o contrato. Qualquer informação poderá ser obtida através dos telefones (041) 3387-6077 e 0800-5413227, diariamente, exceto sábados e domingos, no expediente das 9:00 horas às 18:00 horas. Juliana Ingrett Brustolin, brasileira, casada sob o regime de comunhão parcial de bens, vendedora, RG nº 6.861.962-9/PR, CPF nº 024.557.849-83 e seu marido Antonio Carlos Brustolin Junior, brasileiro, vendedor, RG nº 5.90.476-2/PR, CPF nº 876.007.149-49. Rua Prof. Pedro V. P. de Souza, nº 1.100, ap 603, bl 2, Curitiba/PR. Valor do débito em atraso para purga de mora R$ 3.934.06. O valor será atualizado na época do pagamento - SED 7017938. Curitiba, 10 de fevereiro de 2014. AGENTE FIDUCIÁRIO Publicações no Jornal Metrópole dias 10/02/2014, 11/02/2014, 12/02/2014.

EDITAL DE CITAÇÃO (PRAZO 30 DIAS) Autos n.0012984-91.2012.8.16.0028 EDITAL DE CITAÇÃO COM O PRAZO DE TRINTA (30) DIAS, O RÉU EM LUGAR INCERTO, BEM COMO OS RÚS AUSENTES, INCERTOS, DESCONHECIDOS E DE SEUS RESPECTIVOS CÔNJUGES SE CASADOS FOREM OU HERDEIROS OU SUCESSORES, E DAQUELE CUJO NOME ENCONTRA-SE TRANSCRITO/ COMPROMISSADO O AUTOMOVEL USUCAPIENDO. FAZ SABER a todos que o presente edital, virem ou dele conhecimento tiverem, com o prazo de TRINTA dias, que por parte de EDVAL NERY ALVES, foi proposta a ação de USUCAPIÃO DE BEM MÓVEL autuada sob n. 0012984- 91.2012.8.16.0028, neste Juízo - 2° Vara Cível de Colombo - Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba - Paraná - na qual alega ser possuidor há mais de oito anos, pacífica, notória, pública, justa e de boa fé, sem interrupção e nem oposição, o veiculo: de marca FORD, ano de fabricação 1951, 2 portas, que é identificado pela numeração de chassi nº. B1SBX103947. 1.Citem-se os Réus ausentes e desconhecidos, em lugar incerto, através de edital com prazo de 30 (trinta) dias, como pleiteado, para que querendo ofereça resposta que tiver no prazo de 15 (quinze) dias (art. 297/CPC), observando-se as normas contidas nos arts. 300-301, do Código de Processo civil, sob pena de revelia e confissão ficta, consoante o disposto no art. 285, fine c/c 319, do mesmo diploma legal, presumindo-se verdadeiros os fatos não impugnados (art. 302/CPC). 2. Citem-se, ainda, por edital - com prazo de 30 (trinta) dias, que deverá ser publicado no Diário Oficial e, por duas vezes, ao menos, em jornal de ampla circulação local, no prazo previsto no inciso III, do art. 232/CPC, eventuais interessados, mencionados ou não na inicial, que se encontram em lugar incerto (art. 942/CPC), para que, querendo, também ofereçam resposta no mesmo prazo e com as mesmas advertências mencionadas no item anterior. Eu(a) Andrezza Attuy Schmitt, Técnica Judiciária, digitei e subscrevi Colombo, 29 de janeiro de 2014. (a) WILSON JOSÉ DE FREITAS JUNIOR Juiz de Direito.

JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA – PR EDITAL DE CITAÇÃO DE ABRANGE SERVIOS E TRANSPORTES LTDA. (CNPJ N° 00.088.465/0001-46) E FERNANDO COSTA MEIRELES (CPF N° 694.054.331-72) COM PRAZO DE 20 DIAS. A doutora Danielle Maria Busato Sachet, MM. Juíza de Direito da 2ª Vara Cível do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba-PR, na forma da Lei, etc. Faz Saber a todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que por este juízo e cartório, com sede na Avenida Cândido de Abreu, 535 - 1.º andar, Curitiba-PR, tramitam os autos nº. 0038811-25.2011.8.16.0001, movida por J. MALUCELLI SEGURADORA SIA em face de ABRANGE SERVIOS E TRANSPORTES LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob n°. 00.088.465/0001-46; e FERNANDO COSTA MEIRELES, brasileiro, solteiro, empresário, inscrito no CID F/MF sob o n°. 694.054.331-72, ambos atualmente em lugar incerto e não sabido, por melo do presente, ficam devidamente CITADOS, para os termos da ação em referência, para que PAGUEM no prazo de quinze (15) dias a importância de R$ 7.264,55 (sete mil duzentos e sessenta e quatro reais e cinquenta e cinco centavos), atualizada ate outubro/2013, acrescido de juros e correção monetária ate o efetivo pagamento, podendo, no mesmo prazo, oferecer(em) embargos, querendo. ADVERTENCIA: Não sendo embargada a ação, presumir-se-äo aceitos pelos réus, como verdadeiros, os fatos articulados pela autora (art. 285 e 319 do CPC) e será constituído titulo executivo (art. 1.102-C do CPC), bem como CIENTIFICADOS de que, caso efetive desde logo o pagamento, ficarão isentos das custas e honorários advocatícios (art. 1102-C, § 10 do CPC). Para completa ciência de Vossas Senhorias, segue adiante o despacho proferido, pelo MM. Juiz de Direito da 2a Vara Cível do Foro Central da Comarca de Curitiba, Estado do Paraná: “Os documentos que instruem a inicial dão respaldo a pretensão monitoria deduzida pelo(a) credor(a), razão pela qual defiro a expedição do competente mandado de pagamento, no valor descrito na inicial, no prazo de quinze dias, ou oferecimento de embargos, nos moldes do art. 1102, “b” e “c” do Código de Processo Civil (Lei n°9.079195).” Ainda, segue o despacho que deferiu a citação por edital aos réus: “Comprovado o recolhimento das custas, cite-se o réu por edital, com prazo de 20 dias, para que apresente contestação, querendo, nos termos do art. 285 do CPC”, 0 presente edital será afixado no lugar de costume no fórum e publicado na forma da lei. Curitiba, 21 de janeiro 2014. Eu,(a)(Edno Francisco Ribeiro), juramentado, que o digitei (sob minuta) e subscrevi. (a) DANIELLE MARIA BUSATO SACHET JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA.

Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba Parana / Cartorio da 16°Vara Civel .EDITAL DE CITAÇÃO de EVENTUAIS INTERESSADOS AUSENTES, INCERTOS E DESCONHECIDOS, COM PRAZO DE TRINTA (30) DIAS. EDITAL DE CITAÇÃO DOS SUPRA MENCIONADOS, para contestarem o USUCAPIÃO nº 742/2008, que tramita nesta 16ª Vara Cível de Curitiba (Avenida Cândido de Abreu, n.º 535, 8º Andar, Ed. Fórum Cível, Centro Cívico, Curitiba-PR), movida por HECTON CARLOS FARIAS DE JESUS, em cujo requerimento inicial, o autor em síntese aduz: “Afirma o requerente que adquiriu o imóvel do Espólio de Aracy Falcão da Frota, em 04/02/2005, através de Instrumento Particular de Promessa de Compra e Venda de Bem Imóvel, mas não consegue registrar, porque o imóvel é constituído por duas metades de imóveis diferentes, 50% do lote 45 e 50% do lote 46, ambos da quadra 4, Planta Vila Tupy, bairro Santa Cândida, com área de 692,00 metros quadrados objeto das matrículas 45.771 e 45.772, da 2ª Circunscrição de Curitiba, Paraná. Tem-se o que o autor possui o imóvel constituído pelo lote de terreno 45-A/46-A, constituído por 50% do lote sob n. 45 da quadra 04 matrícula 45771 e 50% do lote 46 da quadra 04 matrícula 45772, todos da 2ª Circunscrição de Curitiba-Paraná, distante 41,65 da Rua Arnoldo Wolff Gaensly, situado no lado impar da Estrada das Olarias, com os seguintes características: mede 23,04 metros de frente para as Estrada das Olarias, do lado direito de quem da Estrada das olarias olha o imóvel mede 31,11 metros, onde confronta com Ademar Luis de carvalho, Espólio de Aracy Falcão da Frota e Odair Ribeiro, do lado esquerdo de quem da estrada das Olarias olha o imóvel mede 27,79 metros onde confronta com a Construtora Parati Ltda e na linha de fundos mede 23,82 metros onde confronta com Espólio de Miguel Bento Barbosa, fechando o perímetro e perfazendo uma área de 644,98 metros quadrados, contendo três casas de alvenaria e uma de madeira.” Tem o presente edital a finalidade de proceder a CITAÇÃO de EVENTUAIS INTERESSADOS AUSENTES, INCERTOS E DESCONHECIDOS, para querendo, oferecerem contestação, através de advogado, no prazo de 15 (quinze) dias, que passará a fluir após trinta dias contados da primeira publicação do presente edital. A citação é válida para todos os atos do processo e que na falta de defesa, reputam-se como verdadeiros os fatos alegados pelo autor na inicial, conforme disposto nos arts. 285, 942, parágrafo 1º e 943, do CPC. Curitiba, 021 de novembro de 2013. Eu, (a.), Reginiel Lopes, E. Juramentado, o digitei e subscrevo. (a.)CRISTIANE SANTOS LEITE - Juíza de Direito.

SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A, CNPJ 08.343.492/000200 torna público que recebeudo IAP, a Licença de Operação para Conjunto Residencial Spazio Cantareira, sito Rua Adir Pedroso, nº 570, São José dos Pinhais- PR..

Publicações no Jornal Metrópole dias 10/02/2014, 11/02/2014, 12/02/2014.

SÚMULA DE RECEBIMENTO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO A Vetor Tecnologia Ltda, torna público que recebeu do IAP a Renovação de Licença de Operação para fabricação de estruturas metálicas sem tratamento de superfície, a ser implantada naRua JoroslauSochaki, 1433, em São José dos Pinhais.


| Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 |

ALMIRANTE TAMANDARÉ

LAPA

CREAS e Adolescentro: cursos gratuitos

Município realiza Seminário de Educação Infantil

Foto Divulgação/PML

Foto Divulgação/PMAT

Evento reuniu aproximadamente 300 pessoas, entre diretoras, educadoras, atendentes, merendeiras e auxiliares de serviços gerais Foi iniciado na semana passada um evento que ficará para a história da educação infantil de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. A abertura do seminário foi realizada no salão principal da Igreja Paróquia Nossa Senhora da Conceição. Apesar do calor, o clima era de animação entre os presentes, que assistiram a apresentação de brincadeiras por parte de alguns alunos, representando as crianças de todos os CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) do município. Além disso, foram expostos trabalhos feitos pelas crianças, projetos criados pelos pequenos que impressionaram os visitantes. A decoração do local também chamou atenção, fazendo qualquer adulto sentir saudades da infância. O seminário constitui-se como uma oportunidade para integração entre os profissionais e troca de experiências práticas na área educacional, através de palestras e atividades recreativas. O prefeito Aldnei Siqueira cumprimentou os presentes e agradeceu o empenho de cada um. “É aqui que o futuro começa, pois cada um dos profissionais aqui presentes tem a responsabilidade de educar os futuros cidadãos tamandareenses e tenho certeza que vocês amam o que fazem e por isso o trabalho vem sendo realizado de maneira exemplar”, concluiu o prefeito. A secretária da Educação e Cultura, Adriana Siqueira, festejou a tão esperada realização do seminário. “Agradeço a cada um de vocês, todos são muito importantes. Vocês valem ouro”, con-

A Prefeitura Municipal da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e do Adolescentro, está promovendo nesse início de ano diversos cursos profissionalizantes gratuitos. As atividades tem o objetivo de preparar e auxiliar os jovens a ingressarem no mercado de trabalho. Os cursos têm a duração total de 40h, divididos em 4h semanais e estão sendo realizados no Adolescentro. Os alunos que concluírem as atividades receberão diplomas. Um dos cursos oferecidos

é o de pizzaiolo, ministrado pelo chefe de cozinha Luis Henrique Padilha. O curso acontece todas as quartas-feiras. Os alunos aprendem noções de segurança na cozinha, higiene e maneiras de como preparar um bom molho e uma boa pizza. Ao todo são 15 alunos participando das aulas que vão até o fim do mês de março. Outro curso que está sendo realizado no Adolescentro é o de Martelinho de Ouro. Todas as terças-feiras o professor Emerson Danielski ensina aos 12 participantes, dentre outras coisas, a técnica de desamassar chapas sem danificar a pintura.

Prefeito Aldnei Siqueira durante Seminário da Educação Infantil

cluiu a secretária. “Há 20 anos estamos buscando realizar um evento desse tamanho e hoje o sonho se tornou realidade. Queremos destacar a importância do brincar e da comunicação afetiva para nossas crianças”, comemorou a diretora de educaçãoinfantil, Marcia Correa. “Estou muito orgulhosa, acredito que esses eventos deveriam acontecer sempre para quem trabalha na área da educação, pois seremos a base para a maioria dessas crianças”, disse Oliete de Souza, coordenadora pedagógica do CMEI Octacilia Betes Chimelli. O Presidente da Câmara de Vereadores, Amauri Lovato, tam-

bém prestigiou o evento. “Tenho certeza que nossos profissionais são capacitados e estarão conduzindo nossos alunos ao caminho do bem, formando seu caráter e inspirando essas crianças positivamente”. “Investimentos como esse transformarão Almirante Tamandaré em uma cidade educada e cada vez mais preocupada com o ensino de qualidade”, reiterou Ângela Siqueira, secretária da Família e Desenvolvimento Social. Também estiveram presentes os vereadores João Marcelo Bini, Polaco, Carlão Stresser e a vereadora Cida Sabadin, além do secretário de Esporte e Lazer, Vitor Roberto Lovato; a secretária do

Trabalho, Anna Karina Brandt; o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Eduardo Teixeira; a secretária da Fazenda, Sheila Hibner e o chefe de gabinete, Marcos Antônio de Souza. Capacitação Paralelo ao seminário, a Secretaria de Educação e Cultura, realizou cursos de capacitação para os professores. As atividades que abordaram autonomia, lealdade, sensibilidade e brincadeira, aconteceram na Escola Municipal Alvarenga Peixoto. Já na Associação dos Servidores Públicos de Almirante Tamandaré (ASSEMAT), foi aplicado o curso de Psicomotricidade Relacional.

ARAUCÁRIA

Foto Carlos Poly/ACS

Prefeito assume compromisso e garante 7% de aumento em fevereiro Cumprindo o compromisso assumido com sindicatos que representam os servidores municipais de Araucária, o prefeito Olizandro Ferreira autorizou um aumento salarial (reposição) de 7% agora em fevereiro. O acordo entre Prefeitura e sindicatos em setembro de 2013 pôs fim a 13 dias de paralisação parcial dos servidores e o reajuste foi um dos termos acordados. A Prefeitura reafirma que os salários estão sendo pagos em dia e o 13º salário dos servidores em 2013 foi pago dentro do prazo legal. A impossibilidade de aumentar gastos que geram impacto na folha de pagamento continua porque o índice da Folha de Pagamento consolidado continua acima do limite prudencial de 51,3%. No 1º quadrimestre de 2013, ele fechou em 52,83%,no 2º ficou em 51, 57% e, mesmo com as ações da Prefeitura para reduzir gastos, no 3º quadrimestre o índice foi para 51,97%. É importante destacar que o pagamento do 13º salário ajuda a explicar o aumento no último quadrimestre de 2013. As progressões por tempo de serviço, os chamados triênios e

7

Aumento salarial e pagamentos de triênios e quinquênios foram os itens acordados em 2013

quinquênios, também estão sendo pagas em dia, conforme acertado com os sindicatos. Quanto às progressões por certificação, o acordo aceito pelos sindicatos foi de implementálos a partir do início deste ano, mas desde que houvesse disponibilidade financeira com a redução do índice para abaixo do nível prudencial, o que não ocorreu. Responsabilidade A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF - Lei Complementar nº 101, de 04/05/2000) norteia órgãos públicos sobre o equilíbrio das contas públicas. Isso se dá mediante o cumprimento de metas de resulta-

dos entre receitas e despesas e a obediência a limites e condições relacionadas, entre outros temas, a geração de despesas com pessoal e seguridade social. Esta mesma lei determina que o executivo (que inclui a Prefeitura), não ultrapasse os 54% com gasto com pessoal (artigo 20). Já o artigo 22 da Lei de Responsabilidade Fiscal lista uma série de ações que são vedadas caso a despesa total com pessoal exceda a 95% do limite (ou seja, ultrapassar 51,3%). Entre elas estão a concessão de vantagens e aumentos, criação de cargos, alteração de estrutura de carreira que implique aumento de

despesa; admissão ou contratação de pessoal e contratação de hora extra. Chegar aos 54%, além de exigir medidas extremas para redução de gastos, impede que a Prefeitura firme convênios com os governos Estadual e Federal. A Prefeitura reconhece as progressões como um direito adquirido e, mais uma vez, afirma que nenhum servidor perdeu ou vai perder qualquer item já garantido. Quando houver condições financeiras e legais (índice da folha determinado por lei), é compromisso da administração atualizar e regularizar esta situação com os servidores; o mais breve possível e respeitando todos os trâmites legais. Fartura seguida de crise Com a obra de ampliação da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) em 2010, Araucária entrou para um seleto grupo de municípios brasileiros destaques no Índice Firjan 2012 de Desenvolvimento Municipal. A cidade foi uma das duas a apresentarem nota máxima na área de emprego e renda. Com as obras na Repar, a arrecadação de ISS atingiu o valor histórico de R$ 112 milhões em 2011 e R$ 92 milhões em 2012.

Alunas do município participam ativamente do curso de pizzaiolo

MANDIRITUBA

Gelatti anuncia construção de mais uma unidade do Creas Na semana passada, a coordenadora regional do Programa Família Paranaense, Deise Mara Berno, esteve visitando o município de Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, para conhecer o terreno onde será construído a nova Unidade do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). De acordo com o prefeito Onildo Gelatti, é mais um espaço físico que será disponibilizado para que os profissionais da Secretaria de Assistência Social possam atender todos os projetos oferecendo conforto às pessoas que são beneficiadas pelos Programas Sociais.

O prédio será construído ao lado da Previdência onde também será construído a Unidade do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), centralizando os atendimentos naquela região. Frisou o prefeito. Para a secretária de Ação Social, Arlete Ribeiro, essa obra chega na hora certa, e, com mais espaço físico será possível ampliar o número de projetos prestado pela secretaria. Essa obra terá inicio nos próximos dias e será custeada e executada com recursos do governo do estado. O município em contra partida cedeu o terreno.

Prefeito Gelatti durante reunião que definiu a construção do Creas


8

| Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 |

Pinhais é referência em projetos da agricultura familiar Cerca de 50 alunos da Universidade Federal Fronteira Sul, estiveram em Pinhais para conhecer o trabalhos executado pelo município no âmbito da agricultura familiar. Mesmo se tratando de um município essencialmente urbano, ele é tido como referência pelos projetos desenvolvidos e incentivos à produção agroecológica. A visita, realizada na última quinta-feira (6) teve início na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, sendo finalizada na Central de Recebimento e Distribuição de Alimentos Agroecológicos da Alimentação Escolar (CEAPA). A Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) tem sua sede em Chapecó, Santa Catarina, e outros quatro campi, sendo que os estudantes da unidade de Laranjeiras do Sul estiveram em Pinhais. Os acadêmicos são de três diferentes cursos, Agronomia com ênfase em Agroecologia; Educação do Campo; Ciências Econômicas, os quais foram acompanhados pelos professores Julian Perez Cassarino e Tiago da Costa. Segundo Ari Frozza, do Departamento de Agricultura e Abastecimento, a indicação de Pinhais foi feita por organizações ligadas à agroecologia, o que é um reflexo da atuação do município que, na execução de projetos, visa, entre outras coisas, valorizar a agricultura familiar. “Durante a compra dos produtos que serão destinados às unidades de ensino de Pinhais, se prioriza que estes sejam orgânicos, garantindo assim a qualidade da alimentação dos alunos”, explica. Frozza acrescenta que antes de conhecerem a CEAPA, todos tiveram acesso, ainda nas dependências na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, às informações sobre a temática da Segurança Alimentar e Nutricional no que tange ao município. Superação das expectativas. Este é o resultado da visitação. Para o professor Julian Perez a cidade é completa no que se refere, por exemplo, à organização e distribuição dos alimentos, se tornando assim um referencial. “Pinhais é uma das cidades mais organizadas quando o assunto é agricultura familiar, além de ter um ótimo contato com os

agricultores”, declarou. De acordo com o docente a visita foi muito agregadora, já que se buscou aliar a prática àquilo que se estuda em sala de aula. Agricultura Urbana Dentre os programas executados pela Prefeitura, o Projeto Horta no Quintal de Casa é destaque quando o assunto é produção orgânica. Voltado para famílias moradoras de Pinhais, participantes do cadastro único, o programa beneficia famílias com renda de até três salários mínimos, que recebem mudas de hortaliças e adubo orgânico. A iniciativa é de responsabilidade do Departamento de Agricultura e Abastecimento, e atualmente atende mais de 450 famílias do município. CEAPA A Central de Recebimento e Distribuição de Alimentos Agroecológicos da Alimentação Escolar – CEAPA é um local apropriado para a logística dos alimentos orgânicos, fornecidos por agricultores familiares – que são em sua maioria da Região Metropolitana de Curitiba – para compor a alimentação de aproximadamente 13 mil alunos da rede municipal de ensino. A CEAPA está localizada no pátio da Secretaria Municipal de Educação e, conta com espaço próprio para a recepção e distribuição dos produtos orgânicos, que são entregues semanalmente pelos produtores. O local serve também para o armazenamento temporário dos produtos, preservando a qualidade e o frescor, principalmente das folhas e frutas mais delicadas; uma vez que o barracão conta com câmara frigorífica que conserva os alimentos refrigerados, livres dos danos do clima. Proposta Agroecológica A proposta agroecológica defende técnicas e formas de cultivo em harmonia com o meio ambiente. Com uma abordagem consciente na dinâmica da natureza, a agroecologia permite a recuperação da fertilidade dos solos sem o uso de fertilizantes minerais, assim como o cultivo sem o uso de agrotóxicos. A agroecologia permite uma atividade economicamente viável mesmo que ecologicamente sustentável. (Informações www.agroecologica. com.br)

“Mulheres Mil”de Pinhais abre inscrições na próxima segunda-feira Programa do Governo Federal visa à capacitação de mulheres em condições de vulnerabilidade social A partir desta segunda-feira (10) estarão abertas as inscrições para o programa do governo federal “Mulheres Mil”, que visa à capacitação de mulheres em condições de vulnerabilidade social. As interessadas deverão se dirigir ao CRAS Oeste, até o dia 28 de fevereiro, e preencher uma ficha de pré-inscrição. Para participar do programa, são necessários alguns requisitos: mulheres comidade mínima de 18 anos completos;ensino fundamental incompleto; renda familiar de até dois salários mínimos;residir no Bairro Alto Tarumã ou Jardim Cláudia, e ter disponibilidade de 10 horas semanais para a participação nas atividades. Em Pinhais, o Programa é fruto

da parceria entre as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social com o Instituto Federal do Paraná (IFPR). O intuito é proporcionar a inclusão social, a melhoria da qualidade de vida, o aumento da escolaridade e o exercício da cidadania para as mulheres em risco social por meio da qualificação profissional. “Neste primeiro momento, atenderemos 35 mulheres desta região específica da cidade. Elas participarão de várias atividades que buscam a valorização da mão de obra feminina nos mais diversos segmentos”, afirma a coordenadora da comissão de implantação do projeto, Cleusa Maria de Lima.

No dia 18 de fevereiro, no Centro Esportivo Pedro Arizona, será realizada uma palestrapara explicar às mulheres,pré-selecionadas, de que forma funcionará o projeto no município. O início das atividades, a serem desenvolvidas aqui em Pinhais, está previsto para o mês de março.As participantes receberão uma bolsa auxílio para custeio das despesas na participação do projeto. Sobre o Programa De acordo com o Ministério da Educação, o Programa Mulheres Mil tem como objetivo oferecer as bases de uma política social de inclusão e gênero, para que, mulheres em situação de vulnerabilidade social, tenham acesso à educação profissional, ao

emprego e renda. Os projetos locais são ordenados de acordo com as necessidades da comunidade e segundo a vocação econômica regional. O programa faz parte das ações do programa Brasil Sem Miséria, articulado com a meta de erradicação da pobreza extrema, estabelecida pelo governo federal. É uma proposta de aliar a educação ao trabalho, visando à diminuição de problemas sociais em comunidades com baixo índice de desenvolvimento humano. Serviço O CRAS Oeste está localizado na Rua Jacob Macanhan, 3363, bairro Jardim Cláudia. Mais informações pelotelefone: (41) 3912-5662.

Acadêmicos da UFFS visitam Pinhais para conhecer projetos,realizadosno município, referentes à agricultura familiar

DIA A DIA OBRAS

Rua Artur Nehring, no bairro Atuba, recebe obras de drenagem devido a problemas com a galeria obstruída

Rua Artur Nehring recebeu serviços de drenagem Equipes da Secretaria de Obras Públicas executaram serviços de drenagem na Rua Artur Nehring, no bairro Atuba. A extensão da intervenção equivale a 49 metros. A obra foi necessária devido a problemas com a galeria obstruída na quadra entre as Ruas Alcides Jazar e José Leite de Souza e em meia quadra entre as Ruas José Leite de Souza e Antônio Taborda Ribas. Nestes locais foram substituídos os tubos de 40cm de diâmetro por outros de 60 cm, por motivo de entupimento a intervenção principal foi feita em frente a três lotes.


Metropole