Issuu on Google+

Terça-feira

Ano 15 | Nº 3513 | 25 de março de 2014

Presidente: Ary Leonel da Cruz

Diário de Circulação Nacional

Milhares de pessoas participaram da 28ª edição da Festa da Colheita Milhares de pessoas prestigiaram a 28ª edição da tradicional Festa da Colheita, realizada no último domingo (23), na Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Organizada pelos moradores da Colônia Murici, com o apoio da Prefeitura de São José dos Pinhais. “A Festa da Colheita é uma festa de ação de graças, de agradecimento pelos produtos colhidos, onde São José dos Pinhais se destaca em ser o maior produtor de hortifrutigranjeiros da Região Metropolitana Página 3 de Curitiba”, disse o prefeito Setim. »

Foto: Silvio Ramos

Pinhais comemora 22 anos com o maior show popular de sua história

A festa começou com a tradicional missa seguida dos desfiles de carroças enfeitadas e cavalgada

Piraquara: 25ª Festa do Carneiro bate recorde de público O domingo (23) foi de muita festa e recorde de público na 25ª Festa do Carneiro no Rolete de Piraquara. Mais de 15 mil pessoas passaram pelo Parque Trentino, e aproveitaram o dia de diversão e entretenimento no belíssimo cenário da Colônia Santa Maria do Novo Tirol. A tradicional festa do município, considerada também o maior evento gastronômico da região, atraiu milhares visitantes de diversas cidades. Página 3 »

Foto: Bruno Oliveira

ções públicas no município. Artistas de renome nacional, além de bandas locais, deram o tom desta grande festa que encerrou as festividades em alusão aos 22 anos de emancipação política de Pinhais. Página 9

Paraná lança ação educativa sobre a água para a rede de ensino » As secretarias estaduais do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, da Educação e da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior lançaram nesta segunda-feira (24), durante a reunião do

Conselho Estadual de Recursos Hídricos, o “Ano pedagógico da água”, ação educativa para debater o tema água nas escolas da rede pública de ensino. Página 3

Prefeitura de SJP cria dois novos pontos de feiras livres O prefeito Marcus Tesserolli ressaltou o valor histórico e tradicional da Festa do Carneiro no Rolete de Piraquara

ADC Intelli/Orlândia vence Torneio Internacional de Futsal

» Com o objetivo de aumentar o incentivo à produção da agricultura familiar em São José dos Pinhais e estimular o consumo de alimentos mais saudáveis trazendo os produtores

mais perto da população, começam a funcionar nesta semana dois novos pontos de Feiras de Abastecimento nos bairros Costeira e Cidade Jardim. Página 4

Richa anuncia implantação de sistemas de água

Foto: PMSJP

» O Ginásio Poliesportivo Max Rosenmann, no bairro Afonso Pena, foi palco da grande decisão do Torneio Internacional de Futsal de São José dos Pinhais, que teve o seu encerramento na noite do último sábado (22), com um grande público que compareceu para aplaudir a rodada dupla final entre as equipes River Plate e Racing (Argentina) e as equipes brasileiras ADC Intelli/ Orlândia e Sorocaba Brasil Kirin – do craque Falcão. A competição do quadrangular internacional começou na quarta-feira (19). Página 4

» Alegria e animação. Estas duas palavras resumem bem o ritmo dos grandes shows que marcaram as comemorações do aniversário de Pinhais. Durante três dias, milhares de pessoas, juntas, atingiram o maior público já reunido em atra-

Vencedores comemoram a conquista do quadrangular internacional de futsal

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) vai investir mais R$ 2,5 milhões para garantir o fornecimento de água para mais 24 localidades rurais, de 18 municípios paranaenses. Serão instalados mais de 170 mil metros de rede de distribuição de água, beneficiando 3.300 pessoas das comunidades. Os convênios que viabilizam os empreendimentos foram assinados pelo governador Beto Richa, pelo presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, e os prefeitos, nesta segunda-feira (24), no Palácio Iguaçu. Página 3


2

| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

Editorial

Guindado ao primeiro escalão do governo petista, o ministro da Secretaria Especial da Micro e Pequena empresa, Guilherme Afif Domingos, é um desses políticos inconsequentes, que se mantém como rolha na superfície das águas calmas ou revoltas; não afunda. Não é novidade. Ele faz parte dos políticos conservadores da paulicéia desvairada; que vivem à sombra dos interesses dos oligopólios. Durante reunião do Conselho Temático da Micro e Pequena Empresa, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), ele teve a oportunidade de falar sobre o tema da sua pasta. Defendeu a adoção de regras aduaneiras mais simples para estimular as pequenas empresas a buscarem mercados internacionais. Segundo ele, as regras atuais para exportação inviabilizam a participação das pequenas empresas. O Simples Nacional não proíbe as exportações, mas a burocracia é proibitiva, no seu entender. Ou seja: as MPE não têm como enfrentar a burocracia aduaneira, que foi feita para as grandes estruturas. “Só elas [grandes] têm como arcar com as exigências e as barreiras. Hoje temos que ter sistemas simplificados de aduana, que permitam termos operadores logísticos voltados, exclusivamente, para as micro e pequenas empresas”, disse Domingos. As micro e pequenas, frisou o ministro, não conseguem, por exemplo, fechar um contêiner de produtos ou de encomendas, o que impede a remessa para fora do país. “Então, tem que ter quem, logisticamente, possa organizar isso, de tal forma que possa levar [os produtos] para outro país em um só contêiner e fazer a entrega ponto a ponto. Portanto, temos que estimular esse tipo de organização”, observou. O ministro Afif está muito longe da realidade das micro e pequenas empresas no mundo globalizado. Não se trata apenas de impedimentos ou questões aduaneiras. Para enfrentar a competitividade dos mercados abertos, as micro e pequenas empresas terão de se transformarem em empresas globais. Demanda inserir esses empreendimentos na modernidade dos sistemas de gerenciamento e gestão e dotá-los de tecnologias que permitam a equalização da produção: o binômio qualidade/produtividade. Observa-se, portanto, que ao defender benefícios fiscais, o ministro Afif leva para a sua pasta e para a política do governo de respaldar o segmento das micro e pequenas empresas o ranço do conservadorismo que ao longo do tempo vem transformando a indústria brasileira em um arremedo de competitividade. Essa é a cultura (as benesses) da origem do ministro no grande cartório da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiep). Perante uma plateia pouco ou quase nada preocupada com os avanços da modernidade para os empreendimentos menores, o ministro argumentou - sobre mudanças nas regras do Simples Nacional para adoção de faixas de transição, antes de as empresas deixarem o programa para ter tributação normal - que istoficará para um segundo momento das discussões. “Essa escadinha do escalonamento é um estudo que vai ser feito a posteriori, depois que trouxermos todo o mercado para o Simples. Hoje, o programa fica apenas para atividades de comércio, indústria e algumas áreas de serviço, e vamos colocar todas de serviço [no Simples]. Depois vemos a escada”. O Simples Nacional é um regime de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos que diminui a carga tributária para empresas com faturamento anual até R$ 3,6 milhões. “Desta vez, ainda não [haverá a faixa de transição]. Estamos estudando primeiro a inclusão de todos os setores e a correção do limite, depois a faixa de transição”, acrescentou Domingos. A proposta que altera as regras do Simples está em tramitação na Câmara dos Deputados. A expectativa do governo era que ela fosse aprovada no ano passado, o que não ocorreu. Uma nova tentativa de votação da proposta deve ocorrer, segundo o ministro, no final de abril. É claro, vai para as calendas.

Foto: José Fernando Ogura/Vice-governadoria

O abandono continua

Modelo de progressão continuada na escola deve ser revisto, propõe sindicato

O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, e o secretário do Esporte e Turismo, Evandro Rogério Roman, lançam o projeto Taekwondo nas UPS Sociedade em movimento para a cultura da paz

Projeto do Governo do Estado leva esporte e cidadania às UPS O projeto irá fazer parte de cinco unidades do programa de segurança pública do estado do Paraná, em três diferentes cidades: Curitiba, Londrina e Cascavel O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns; e o secretário do Esporte e Turismo, Evandro Rogério Roman, lançaram nesta segunda-feira (24) o projeto Taekwondo nas UPS – Sociedade em movimento para a cultura da paz. A iniciativa promove a arte marcial como uma maneira de desenvolver a cidadania de jovens que moram em regiões com altos índices de criminalidade, onde estão instaladas Unidades Paraná Seguro (UPS). O lançamento aconteceu no Colégio Estadual Alfredo Parodi, região onde está instalada a UPS do Uberaba – Zona Leste da capital paranaense. O projeto irá fazer parte de cinco unidades do programa de segurança pública do estado do Paraná, em três diferentes cidades: Curitiba, Londrina e Cascavel. Nesta primeira fase, pelo menos 500 jovens vão ser beneficiados pelo projeto. “Chegamos à conclusão de que poderíamos utilizar o esporte para desenvolver os jovens. E o taekwondo nas UPS visa implantar a arte marcial como forma de cidadania. O programa também vai oferecer atividades para os jovens, evitando que eles tenham contato com drogas e a criminalidade”, destacou o secretário Evandro Rogério Roman. Além de uma atividade para os jovens, o projeto pode revelar talentos para o esporte. “A ideia é essa: criar o espírito da paz e da cidadania e, ao mesmo tempo, podemos descobrir talentos que podem representar o nosso estado em muitos eventos”, apontou Flavio Arns. O convite veio da Secretaria de Esportes para a Federação de Taekwondo. “Cada escola pode atender aproximadamente 100 crianças. De início, 500 a 600 crianças vão ser atendidas. O taekwondo passa valores como respeito e disciplina. E junto com a educação e com as famílias podemos desenvolver as crianças do nosso estado e criar uma sociedade de

paz e cidadania”, explicou o professor Rodrigo Ferla. O Projeto Taekwondo nas UPS é uma iniciativa do Governo do Estado do Paraná, por meio da Secretaria Estado do Esporte e do Turismo, Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Secretaria de Estado da Educação e da Federação de Taekwondo, juntamente com o Comitê Gestor do Programa de Ações integradas de Desenvolvimento e Cidadania. O projeto atenderá alunos de cinco comunidades do Paraná. Em Curitiba, além do Uberaba, será instalado nas UPS do Sítio Cercado e na Cidade Industrial, na região do Caiuá. Em Cascavel, serão atendidos alunos do Jardim Interlagos. O projeto já foi implantado em Londrina, em dezembro de 2013, no Colégio Estadual Professora Vani Ruiz Viesse, Jardim União da Vitória, e beneficiou 150 crianças e adolescentes com idades entre 6 e 17 anos. SEGURANÇA As bases de policiamento comunitário foram instaladas em localidades que, historicamente, registravam altos índices de criminalidade. O modelo aproxima a polícia da população, contribuindo para resgate da cidadania local. Os primeiros resultados já constatados são redução das taxas de homicídio, furto e roubo. Já são 14 Unidades Paraná Seguro no Estado. Em Curitiba, as UPS estão instaladas nos bairros Uberaba, Parolin, Sítio Cercado (Vila Osternack), Tatuquara (Vila Ludovica), Cajuru (Vila Trindade) e CIC (vilas Sabará, Verde, Sandra, Nossa Senhora da Luz e Caiuá). Na Região Metropolitana de Curitiba, uma unidade atende as Vilas Zumbi dos Palmares e Liberdade, em Colombo, e outra os bairros Guatupê, Cristal e Ipê, em São José dos Pinhais. No interior do Estado, as UPS estão instaladas no Jardim Interlagos, em Cascavel, e no Jardim União da Vitória, em Londrina.

Agência Brasil Apesar de os integrantes do corpo escolar terem manifestado, em pesquisa do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), forte rejeição ao modelo de progressão continuada, a entidade avalia que ele não deve ser descartado, mas, sim, revisto. O estudo, que avalia a qualidade da educação nas escolas do estado paulista, aponta que 94% dos pais, 75% dos alunos e 63% dos professores criticam o sistema pedagógico formado por ciclos, nos quais os estudantes passam automaticamente para a etapa seguinte. “Nós não temos como ser a favor desse [modelo de progressão continuada] que está aí. Ele vai ao encontro do que foi mostrado na pesquisa: quase 800 mil alunos passam sem saber da matéria”, apontou a presidenta da Apeoesp, Maria Izabel Azevedo Noronha. Ela critica o foco desse modelo no ato de aprovar ou reprovar os alunos. “Ele [modelo] deve ser entendido como um conjunto de medidas que caminham para a progressão”, declarou. Segundo o estudo, 46% dos alunos da rede estadual admitiu ter passado de ano sem aprender a matéria. Izabel avalia que a mudança anunciada no ano passado pelo governo estadual, que ampliou os ciclos de dois para três, aumentando a possibilidade de reprovação, não são suficientes. “Junto com essas alterações tem que ter um conjunto de medidas para chegar a um desenvolvimento pleno desses jovens em cada ciclo”, apontou. Ela destaca ainda a necessidade de compor conselhos de classe para que a avaliação dos alunos seja feita conjuntamente com professores de diferentes disciplinas. O estudo, encomendado pelo sindicato ao Instituto Data Popular, utilizou metodologias quantitativa e qualitativa. Foram feitos oito grupos de discussão e 2,1 mil entrevistas, divididas em três grupos: professores de escolas estaduais de ensino fundamental e médio, alunos de 14 anos ou mais dessas escolas e os respectivos pais ou mães. A pesquisa revela que a falta de segurança é o principal problema da rede estadual de ensino, tendo sido citada por 32% dos professores, 37% dos pais e 25% dos alunos. A progressão continuada (11%) aparece em segunda posição entre os educadores e, em terceiro, a falta de estrutura (8%). Para os responsáveis, os alunos desrespeitosos (14%) e a falta de professores (10%) foram os itens considerados mais problemáticos. Já os estudantes citaram os alunos desrespeitosos (23%) e a falta de interesse dos alunos (10%). Sobre o fator que mais interfere na qualidade da educação, os entrevistados indicaram, em primeiro lugar, a qualificação e preparo dos professores. Esse item foi destacado por 39% dos professores, 34% dos pais e 40% dos alunos. “Há uma necessidade de se ter essa valorização, no que diz respeito a salário, condições de trabalho, infraestrutura. Sem professores, não é possível avançar na qualidade do ensino”, avaliou a presidenta da Apeoesp. A pesquisa destaca ainda, como principal papel da escola, a tarefa de formar cidadãos. O item foi citado por 48% dos pais e 28% dos alunos. O estudo também apurou a presença de casos de discriminação nas escolas. O preconceito contra homossexuais foi citado em maior proporção por professores (36%) e alunos (35%). Entre os pais, a discriminação racial foi a mais citada, com 19%. Ao serem questionados se tinham conhecimento ou se tinham presenciado alguma situação de discriminação contra alunos, também foram relatados casos de preconceito contra nordestinos, pobres, deficientes físicos e mulheres. A Secretaria de Educação do estado disse, por meio de nota, que acredita em uma atuação conjunta, envolvendo polícia, comunidade escolar e família, para o enfrentamento à violência nas escolas. Informou que a pasta conta com 2.688 professores especializados em prevenir conflitos, que são capacitados para criar ações preventivas nas escolas e aproximar a comunidade das unidades de ensino. Sobre a valorização dos professores, o órgão destacou que até julho deste ano o governo pretende conceder aumento escalonado de 45%. Destacou ainda que o valor do piso pago em São Paulo é 42% acima do nacional.

Assembleia Legislativa aprova projeto do Quadro Próprio dos Peritos Oficiais do Estado Os deputados aprovaram na sessão plenária desta segunda-feira (24), na Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 33/14, que trata do Quadro Próprio dos Peritos Oficiais do Estado do Paraná (QPPO), de autoria do Poder Executivo. O projeto passou em primeira discussão com 45 votos favoráveis e retorna à pauta nesta terça-feira (25), quando será votado em segunda discussão. Conforme o Poder Executivo, a adequação proposta tem o objetivo de “minimizar os prejuízos que os servidores do QPPO absorveram por permanecerem por mais de treze anos sem possibilidade de desenvolvimento na carreira e, ainda, para possibilitar a gestão técnica e administrativa da Polícia Científica, no que tange aos recursos humanos e prestação de serviços à comunidade, autoridades policiais, judiciárias e atendimento pleno dos contratos de gestão do Governo do Estado”. Segundo o Governo, através da Emenda à Constituição do Estado do Paraná nº 10, de 16 de outubro de 2001, foi criada a Polícia Científica, que congrega os Institutos de Criminalística e Médico-Legal. O Executivo lembra ainda que em abril de 2005, por meio da Lei estadual nº 14.678, surgiu o Quadro Próprio dos Peritos Oficiais, que absorveu os cargos próprios da Polícia Civil destinados aos dois institutos. A referida lei apontava a regulamentação imediata das promoções por merecimento, com o estabelecimento de critérios para tal finalidade. No entanto, essa regulamentação só começou a ser discutida recentemente. O deputado Mauro Moraes (PSDB), presidente da Comissão de Segurança Pública, que deu parecer favorável à medida, afirmou que a proposição significa um grande avanço para a carreira desses servidores, que dessa forma estão sendo reconhecidos pelo Governo. Durante a votação o deputado Bernardo Ribas Carli (PSDB) fez um breve relato sobre a luta desses funcionários para garantir a

estruturação da carreira. Ele também assinalou que a readequação do quadro dos peritos valoriza o trabalho desses profissionais, lembrando que eles têm uma atuação fundamental na segurança pública. Carreiras – O Quadro Próprio dos Peritos Oficiais do Estado do Paraná é composto por servidores da Polícia Científica, incumbidos das perícias de criminalística, médico-legais e de outras atividades congêneres, organizadas em duas carreiras, estruturadas com dois cargos de quatro classes e onze referências. Uma das carreiras é a de Perícia Oficial, com o cargo único de perito oficial, de provimento efetivo, compreendendo as funções de médico legista, odontolegista, perito criminal, químico legal e toxicologista. A outra carreira, de Auxiliar de Perícia Oficial, com o cargo único de agente auxiliar de perícia oficial, também de provimento efetivo, compreende as funções de auxiliar de necrópsia e auxiliar de remoção de cadáveres. Alienação – Na sessão desta segunda-feira também passaram, em primeira discussão, quatro projetos de decreto legislativo (de números 06/13, 07/13, 08/13 e 09/13), todos de autoria dos deputados Valdir Rossoni (PSDB) e Plauto Miró (DEM), que versam sobre autorização ao Poder Executivo para a alienação de diferentes imóveis. Por outro lado, em redação final, última etapa do processo legislativo em Plenário, foi aprovado o projeto de resolução nº 01/14, de autoria da Comissão Executiva da Assembleia, que denomina como “Espaço Affonso Camargo” a sala de entrada no piso térreo do Edifício Tancredo Neves – prédio anexo do Legislativo estadual onde estão localizados os gabinetes dos deputados, no Centro Cívico, em Curitiba. A maioria das demais proposições aprovadas nesta sessão revoga ou altera leis que concedem títulos de utilidade pública a entidades diversas que não desenvolvem mais as suas atividades, e de outras que apresentam algum tipo de irregularidade. Jornalista: Nádia Fontana


| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

3

Milhares de pessoas participaram da 28ª edição da Festa da Colheita

Fotos: Silvio Ramos

A festa é realizada para agradecer a boa safra que foi obtida durante o ano e resgatar aspectos da cultura dos imigrantes poloneses

Milhares de pessoas prestigiaram a 28ª edição da tradicional Festa da Colheita, realizada no último domingo (23), na Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Organizada pelos moradores da Colônia Murici, com o apoio da Prefeitura de São José dos Pinhais, a festa é realizada para agradecer a boa safra que foi obtida durante o ano e resgatar aspectos da cultura dos imigrantes poloneses. “A Festa da Colheita é uma festa de ação de graças, de agradecimento pelos produtos colhidos, onde São José dos Pinhais se destaca em ser o maior produtor de hortifru-

O prefeito Setim participou das festividades e posou ao lado dos organizadores do evento

tigranjeiros da região metropolitana de Curitiba”, disse o prefeito Setim. Para a secretária da Agricultura e Abastecimento, Daniella Setim, a Festa da Colheita mostra a toda população as variedades de produtos que a cidade tem. “São José dos Pinhais é a maior fornecedora de alimentos para a CEASA de Curitiba e além de produzir alimentos para a região, ela abastece outros estados como Amazonas e o Rondônia”, disse. Com muito lazer e diversão, as famílias que foram ao evento puderam aproveitar o domingo com comida típi-

Piraquara: 25ª Festa do Carneiro bate recorde de público O domingo (23) foi de muita festa e recorde de público na 25ª Festa do Carneiro no Rolete de Piraquara. Mais de 15 mil pessoas passaram pelo Parque Trentino, e aproveitaram o dia de diversão e entretenimento no belíssimo cenário da Colônia Santa Maria do Novo Tirol. A tradicional festa do município, considerada também o maior evento gastronômico da região, atraiu milhares visitantes de diversas cidades. Após uma semana de chuva e tempo fechado, o domingo amanheceu ensolarado e foi mais um atrativo para o passeio até a festa. A missa na igreja Nossa Senhora da Assunção deu início a festividade, que seguiu durante todo o dia com o almoço, show de prêmios, atrações de recreação para as crianças e a

apresentação da dupla sertaneja Willian e Renan. Os visitantes, que chegavam em vários grupos e famílias, se acomodavam na estrutura montada no Parque Trentino. Com seus pratos, talheres e os acompanhamentos, eles aguardavam o prato principal, o carneiro. “Nós frequentamos a festa há anos e a cada edição ela está evoluindo. O carneiro está maravilhoso, bem temperado e gostoso”, destacou o piraquarense, Adelar Andersen, que aproveitou a festa com a esposa, Carmem Andersen. Além dos frequentadores assíduos, também compareceram os visitantes de primeira viagem. A curitibana, Cristiane Anita Leite, aprovou o evento e já promete voltar nos próximos anos. “Foi a primeira vez que eu

vim e adorei muito a festa, com certeza voltarei nas próximas”, enfatizou a visitante. O Prefeito de Piraquara, Marcus Tesserolli, o Marquinhos, ressaltou o valor histórico e tradicional da Festa do Carneiro no Rolete de Piraquara, e o apelo popular que a festividade possui. “A cada ano a festa atrai mais pessoas para o nosso município. Quero agradecer a presença de todos e o empenho dos envolvidos na organização. A festa já tem 25 anos, e a cada ano buscamos trazer as experiências anteriores para receber cada vez melhor os nossos visitantes”, explicou o prefeito. Também prestigiaram a festa, representando o Governador Beto Richa, o presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, o

Vice Prefeito de Piraquara, Professor Antunes, a Primeira Dama, Ana Mazon Tesserolli, o Prefeito de Pinhais, Luizão Goulart, a Vice Prefeita de Pinhais, Marli Paulino, os deputados estaduais, Ney Leprevost, Mauro Moraes e Reinhold Stephanes Jr, e vereadores de Piraquara e Pinhais. A festa foi organizada pela Prefeitura de Piraquara em conjunto com a Associação Trento Transforma, o Círculo Trentino, Rotary Club de Piraquara, Comatur e ACIAP. A Policia Militar do Paraná esteve presente e garantiu a tranquilidade. Assim como nas edições anteriores, foram comercializadas toneladas de carneiro, o prato típico da festa, e também carne bovina, risoto, saladas, bebidas, e produtos artesanais.

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) vai investir mais R$ 2,5 milhões para garantir o fornecimento de água para mais 24 localidades rurais, de 18 municípios paranaenses. Serão instalados mais de 170 mil metros de rede de distribuição de água, beneficiando 3.300 pessoas das comunidades. Os convênios que viabilizam os empreendimentos foram assinados pelo governador Beto Richa, pelo presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, e os prefeitos, nesta segunda-feira (24), no Palácio Iguaçu. “Estes investimentos respondem aos compromissos assumidos pelo nosso governo de fortalecer e incentivar a participação das empresas públicas no desenvolvimento econômico e social do Estado. Em três anos foram investidos mais de R$ 2 bilhões em saneamento, garantindo uma vida melhor a todos os paranaenses”, afirmou Beto Richa. Ele ressaltou que a Sanepar tem o maior investimento da sua história. “Além da Sanepar, a Copel investe mais R$ 5 bilhões, em todos os municípios de todo Paraná”, afirmou Richa na solenidade, com a presença do presidente da Assembleia

Arnaldo Alves/ANPr

Richa anuncia implantação de sistemas de água em mais 24 comunidades rurais

Governador Beto Richa e o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, assinam convênios com prefeitos de 18 municípios paranaenses

Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni. Para o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, os investimentos resgatam um passado onde muito pouco foi feito no saneamento em comunidades rurais. “Já são mais de 199 comunidades atendidas em 112 municípios, com volumes expressivos de investimentos.

Cada real investido em saneamento representa quatro reais economizados em saúde. Para essas comunidades, o benefício se estende na economia local baseada na agricultura”, afirmou Ghignoni. Além da Sanepar, as comunidades rurais são atendidas com sistemas de abastecimento de água implantados, também, pelo Instituto Águas do

Paraná, autarquia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Cerca de 19 mil pessoas já foram beneficiadas com a perfuração, pelo Instituto, de 160 poços artesianos. As obras de todos os empreendimentos devem ser iniciadas em junho deste ano. Os recursos são próprios da Sanepar, com contrapartida das prefeituras.

ca polonesa, churrasco, muita música e atrações. A festa começou com a tradicional missa de abertura seguida dos desfiles de carroças enfeitadas e cavalgada, exposição de máquinas, equipamentos agropecuários, produtos e serviços.

Paraná lança ação educativa sobre a água para a rede de ensino José Fernando Ogura/Vice-Govenadoria

A festa começou com a tradicional missa de abertura seguida dos desfiles de carroças enfeitadas e cavalgada

O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns os secretário do Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

As secretarias estaduais do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, da Educação e da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior lançaram nesta segunda-feira (24), durante a reunião do Conselho Estadual de Recursos Hídricos, o “Ano pedagógico da água”, ação educativa para debater o tema água nas escolas da rede pública de ensino. A medida faz parte da implementação da Lei 17.505/2013, inédita no Paraná, que institui a Política de Educação Ambiental e o Sistema de Educação Ambiental nas escolas da rede pública e particular de ensino. O secretário do Meio Ambiente, Luiz Eduardo Cheida, o vice-governador e secretário de Educação, Flávio Arns, e o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, assinaram o ato de instalação e que regulamenta o órgão gestor da política de educação ambiental do Paraná. O órgão gestor é composto pelos titulares, além das pastas já mencionadas, das secretarias da Saúde, Agricultura e Abastecimento. O órgão gestor terá 15 dias para elaborar o regimento interno e para início do cumprimento de suas atribuições. “O ano pedagógico da água é apresentado juntamente com o livro ‘O Paraná e suas Águas’, que será distribuído para toda a rede pública estadual de ensino”, declarou Flávio Arns. Segundo ele, em 2014, quase três milhões de alunos trabalharão a educação ambiental em suas atividades diárias, tendo como tema norteador a água. “A qualidade da água, a importância das nascentes, aquíferos e rios serão abordados pelos professores com os alunos, a partir de um cronograma e com metas a serem cumpridas. Juntos, faremos com que a educação ambiental seja um tema transformador no Paraná e no Brasil”, completou Arns. A educação ambiental no ensino formal fará parte dos currículos das instituições de ensino públicas e privadas, da educação básica, educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, incluindo a educação superior, educação especial, educação profissional, a educação de jovens e adultos e a educação de comunidades tradicionais. O diferencial da Lei do Paraná está em uma deliberação aprovada pelo Conselho Estadual de Educação que determina a implantação da educação ambiental no espaço físico da escola, em seu projeto político e pedagógico e na organização curricular. O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, disse que o compromisso com a sustentabilidade tem sido prioridade também nas universidades. “É uma ação conjunta do Governo do Paraná para que a proteção do meio ambiente seja abordada de forma transversal”, explicou. O secretário do Meio Ambiente e presidente do Conselho de Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida, falou sobre as conquistas obtidas em 2013 na área ambiental e, especialmente, na política de recursos hídricos. “É uma gestão solidária, construída por várias mãos e que coloca o Paraná em uma posição de vanguarda no país”. Como exemplos, ele citou a ampliação da participação social no processo de gestão dos recursos hídricos, com a instalação de onze comitês de bacias hidrográficas, o que inclui a participação de 365 representantes da sociedade civil, dos usuários de recursos hídricos e governo, o equadramento das águas da bacia hidrográfica do Alto Iguaçu, a implementação da cobrança pelo uso da água e o fato do Paraná ter passado a compor o Conselho Mundial da Água e a Rede Latino-americana de Organismos de Bacias Hidrográficas.


4

| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

Prefeitura cria dois novos pontos de feiras livres Com o objetivo de aumentar o incentivo à produção da agricultura familiar em São José dos Pinhais e estimular o consumo de alimentos mais saudáveis trazendo os produtores mais perto da população, começam a funcionar nesta semana dois novos pontos de Feiras de Abastecimento nos bairros Costeira e Cidade Jardim. Em São José dos Pinhais o comércio nas Feiras Livres, estimulado pela Prefeitura Municipal, já acontece a aproximadamente 25 anos, em cinco pontos diferentes da cidade: Praça do Verbo Divino, conjunto Júpiter no Afonso Pena, Pedro Moro, Jardim Cruzeiro e São Marcos. Com esta ampliação nos pontos de atendimento, mais 20 novos feirantes poderão oferecer seus produtos para população. Na Costeira a inauguração da

Roberto Dziura Jr

Abastecimento acontece na quarta-feira (26) na Rua Padre Damião de Veuster

Vinte novos feirantes poderão oferecer seus produtos para população

ra (27) é a vez inaugurar o novo ponto na Cidade Jardim, na Rua Coronel Quadros.

Feira de Abastecimento acontece na quarta-feira (26) na Rua Padre Damião de Veuster. Já na quinta-fei-

Em ambos os locais, os feirantes atenderão a população no período das 16h às 22h.

Torneio Internacional de Futsal de SJP termina com festa da ADC Intelli/Orlândia placar de 3 x 2 . Na sexta-feira (21), o time de Orlândia conquistoumais uma vitória e, destavez, sobre o Racing da Argentina por 8 x 4. Na final, realizada neste sábado (22), o Ginásio do Afonso Pena sacudiu com a presença de um grande público, quelotou as arquibancadas para aplaudir o quadrangular internacional. Na primeira partida, o Racing venceu o “el time hermano” River Plate peloplacar de 2 x 0. A disputa final, valendo o troféu do TorneioInternacional de Futsal, foidisputada entre brasileiros. A equipe do craqueFalcão, Brasil Kirin fez umabelaapresentação, mas nãoconseguiupassar pelo ADC Intelli de Orlândia e foi derrotada nos minutos finais pelo placar de 2 x 1.

receber as quatro equipes, com atletas nacionais e internacionais e que fazem parte das seleções de futsal de ambos os países, Brasil e Argentina. “Foi uma grande festa para o nosso futsal e que, mais uma vez, mostra que São José dos Pinhais está a caminho de se tornar a cidade brasileira do futsal”, comemorou o secretário municipal de Esporte e Lazer, Thiago Bührer. Para o prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim, foi uma festa inesquecível para o esporte do município. Ele parabenizou os atletas pela brilhante apresentação e saudou o grande público que compareceu no

Ginásio Afonso Pena. “Nossa administração vai continuar apoiando eventos como este, que tem grande aceitação do público e continuar também apoiando competições de outras modalidades esportivas, através dos projetos que estão sendo desenvolvidos pela Secretaria de Esporte e Lazer.” Além do grande público, o evento também foi prestigiado pelo deputado estadual Francisco Bührer, representantes da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) e da HMG Cup, do diretor de Esporte e Lazer de São José dos Pinhais, Alessandro Hendler, e do secretário de Comunicação Eduardo Azevedo.

Escola da Cultura abre inscrições para os cursos gratuitos de música

ORGANIZAÇÃO O evento foi uma promoção da HMG Cup, com apoio da Prefeitura de São José dos Pinhais, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) e foi considerado o maior torneio de futsal em 2014 já realizado no Sul do País. O município de São José dos Pinhais se preparou para

Foto: PMSJP

O Ginásio Poliesportivo Max Rosenmann, no bairro Afonso Pena, foi palco da grande decisão do Torneio Internacional de Futsal de São José dos Pinhais, que teve o seu encerramento na noite do último sábado (22), com um grande público que compareceu para aplaudir a rodada dupla final entre as equipes River Plate e Racing (Argentina) e as equipes brasileiras ADC Intelli/Orlândia e Sorocaba Brasil Kirin – do craque Falcão. A competição do quadrangular internacional começou na quarta-feira (19), porém, na segunda-feira (17), aconteceu um amistoso entre as equipes São José dos Pinhais Futsal e Sorocaba Brasil Kirin, jogo que marcou a reinauguração do Ginásio do Afonso Pena e a equipe sãojoseense foi derrotada por 5 x 2 pelo time do craque Falcão. Na quarta-feira, a estreia da competição foi marcada pela vitória do Brasil Kirin sobre o time argentino River Plate, que perdeu pelo placar de 4 x 2. No dia 20, o River Plate sofreu novo revés, ao perder nos pênaltis para o ADC Intelli/Orlândia pelo

O período de matrículas é de 24 de março a 4 de abril

A Escola da Cultura da Prefeitura de São José dos Pinhais iniciou o período de inscrições para os cursos gratuitos de música, que incluem aulas de violão, musicalização infantil, canto de coral infanto juvenil e de técnica vocal para canto de coral adulto. O período de matrículas para os interessados é de 24 de março a 04 de abril, até serem preenchidas todas as vagas. Os alunos interessados em fazer sua inscrição devem comparecer a sede da Escola da Cultura no período estipulado, (menores devem estar acompanhados dos pais) com os respectivos documentos: 1 (uma) foto recente 3×4; Cópia do RG ou certidão de nascimento; Cópia de comprovante de residência atualizado; Declaração ou atestado médico liberando para atividade física (para inscritos em dança e capoeira); Cópia do RG e do CPF dos responsáveis legais (quando o aluno for de menor); A Escola da Cultura está localizada na Rua Joaquim Nabuco, 3.136, Centro. O horário de atendimento para matrículas é das 08h às 12h e 13h às 17h.

Inscrições para o curso de marketing pessoal terminam nesta quinta-feira (26) A Associação Comercial, Industrial, Agrícola e de Prestação de Serviço de São José dos Pinhais (Aciap) está com vagas abertas para um curso de marketing pessoal. As inscrições devem ser feitas até quinta-feira (26). O curso começa na sexta (27) e é oferecido pelo Sistema Integra. De acordo com a coordenadora de cursos e capacitação da Aciap, Silvana do Nascimento Ferreira, “a turma quase cheia. São poucas as vagas, e é melhor não deixar para a última hora”. O curso é sobre a melhora da linguagem pessoal, exposição das habilidades, das competências profissionais e de como obter visibilidade pessoal diante de empresas, parceiros de negócio e projetos. O Sistema Integra foi criado pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), junto à Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap). E parceiras do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae/PR). Será dia 27 de março, às 19h, no auditório da Aciap (Rua Joaquim Nabuco, 1869, no Centro). As inscrições devem ser feitas pessoalmente, na sede, ou pelo e-mail silvana@aciapnet.com.br. Mais informações pelo telefone (41) 3525-0801. (Elias Leschewitz – São José dos Pinhais)


5

| Terça-feira, 26 de março de 2014 |

Tente mover o mundo - o primeiro passo será mover a si mesmo. Platão Parcialmente nublado

TOME NOTA

Máx. 22º Mín. 13º

Dia 28: Mín. 14º e Máx. 22º Dia 29: Mín. 14º e Máx. 23º Dia 30: Mín. 15º e Máx. 25º

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA DO SHOPPING SÃO JOSÉ

Valter e Angela fazem jogadas de mestre e surpreendem Marcelo O primeiro lance foi de Valter Slim. Vencedor da prova do líder feita às pressas depois da eliminação de Cassio, o rapper foi convocado por Pedro Bial a indicar alguém para o paredão imediatamente. Pensou um pouco, disse que tinha dois nomes para indicar e, surpreendendo todos que esperavam ouvir o nome de Marcelo, mandou Tatiele. O objetivo final de Slim era um paredão entre Marcelo e Tatiele. Ele não disse, mas certamente pensou que a chance de alcançar seu objetivo seria muito maior se indicasse a Miss Cianorte. Deu um xeque-mate. O segundo lance inteligente foi de Angela. Ela vislumbrou a possibilidade de um paredão entre Marcelo e Tatiele, mas não queria conviver com o peso de votar no sujeito com quem teve um caso no programa. Sua solução foi engenhosa: em vez de votar em Clara, como se imaginava que faria, indicou Vanessa. Dessa forma, Clara recebeu apenas dois votos (de Marcelo e Tatiele), enquanto o paranaense ganhou outros dois (de Clara e Vanessa). Empate. Slim, o líder, desempatou, formando o paredão dos seus sonhos. O “BBB” é um jogo. Com participantes cada vez mais escolados, o programa se torna cada vez mais previsível e menos surpreendente. Neste domingo, Valter e Angela conseguiram tirar o reality da rotina. A revolta de Marcelo, que passou a madrugada reclamando e protestando, é um sinal disso.

1) Quirino foi personagem do ator Aílton Graça em qual dessas produções da Globo? a) “Flor do Caribe” b) “Malhação” c) “Guerra dos Sexos” d) “Salve, Jorge” 2) Rafael era personagem de Luís Melo em qual dessas novelas? a) “Paraíso Tropical” b) “Maria Esperança” c) “Eterna Magia” d) “Luz do Sol” 3) Na novela “Eterna Magia”, qual dessas atrizes interpretou a personagem Matilde? a) Rita Guedes b) Ana Carolina Godoy c) Anna Rita d) Eliane Giardini 4) Qual dessas duplas interpretou dois anjos em “Sete Pecados”? a) Cláudia Raia e Aílton Graça b) Cláudia Jimenez e Erik Marmo c) Cláudia Jimenez e Aílton Graça d) Cláudia Raia e Rafael Calomeni 5) Em qual dessas novelas Wolf Maya fez par romântico com Ângela Vieira? a) “Uga Uga” b) “Cobras & Lagartos” c) “Senhora do Destino” d) “Barriga de Aluguel”

Os benefícios do goji Berry vão além da perda de peso. Saiba tudo sobre a fruta da moda As garotas mais antenadas com certeza já ouviram falar do goji berry. Isso porque a frutinha vermelha, originária Sul da Ásia, virou sensação entre as brasileiras que fazem dieta. Mas os benefícios vão muito além da perda de peso. O consumo do goji berry regularmente pode melhorar o bom-humor, a pressão sanguínea, ajuda a controlar o colesterol e, acredite, ela é usada até no tratamento de impotência sexual. Tudo isso porque o goji berry é extremamente rico aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes. Para desvendar tudo sobre esta frutinha que faz tão bem a saúde, e ainda ajuda a emagrecer, o blog Moça Bonita conversou com a nutricionista Juliana Morais de Almeida, Mestre em Ciência dos Alimentos e especialista em obesidade e emagrecimento. Benefícios Conforme a médica, os benefícios estão associados aos nutrientes do goji berry, inclusive bioativos da fruta. O goji berry contém cerca de 15% de proteínas, sendo 19 aminoácidos, dos quais oito essenciais, como a isoleucina e triptofano - precursor de serotonina. Pra quem não sabe, esses hormônios estão associados ao bomhumor, alegria e satisfação. Além disso, a nutricionista informou que o goji berry possui diversos minerais, incluíndo o zinco, ferro, cobre, cálcio, selênio e o fósforo. É rico também em antioxidantes, dos quais se destacam o beta-caroteno (maior concentração até que a cenoura), zeaxantina, luteína (protetores dos olhos) e antocianidinas (anti-inflamatórios e cardio protetor). A fruta se destaca, ainda, pela alta concentração em vitaminas: contém 2500 mg de vitamina C por 100 gramas. São ricas também em vitaminas B1, B2 e B6 e vitamina E. Dentre os compostos biotivos do goji berry, alertou Juliana Almeida, estão o beta-sisterol, que tem ação anti-inflamatória e ajuda a equilibrar os níveis de colesterol, além de ser usado no tratamento de impotência sexual e equilíbrio da próstata; o cyperone, que traz benefícios ao coração e à pressão sanguínea; o physalin, fito-nutriente usado nos transtornos da hepatite B; e a betaína, precursora de colina, que auxilia na redução dos níveis de homocisteína, um fator de risco para pessoas com problemas cardíacos, além de proteger a célula em nível de DNA.

© Coquetel/Ediouro Publicações 2005

- Esta sessão será exibida SOMENTE Sábado (22/03). - Esta sessão será exibida SOMENTE Sábado (22/03) e Domingo (23/03). - Sessão CineMaterna - Sessão Cine Cult - Sessão Replay

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Barco de portos Golpe financeiro

Aldeão das Esopo cercanias Galã de node Lisboa velas dos (Portugal) anos 70

O noivo da Vani, em “Os Normais” (TV) O sonho República do órfão africana

Filho adotivo da Mãed’Água (Folcl.) Feira anual realizada em São Paulo

Autor do balé “Dafne e Cloé” Período cósmico na concepção iogue

Antigo romance em verso Trama

Qualidade do que não é eclesiástico Número de dígitos da Informática

Transfere Foi salvo para uma da destruidata ção de posterior Sodoma Sucessor de Lênin no governo da URSS Elemento que previne o bócio Pequena Amolgadura enseada

Tecido em relevo usado outrora por nobres Um milésimo de milímetro (pl.)

Refletem Merlin, por sua atividade (?) Pitanguy, cirurgião plástico Imposto Sobre Serviços (sigla)

Gambá (Zool.) Desanimado (gíria)

Opulento São transportadas pelo míssil Ampère (símbolo) BANCO

Solução

R L U E I VA R O D E O O I N

A C CM CC SR

M O S S A

Legendas

Ingredientes: Massa: 1 pacote de Biscoito Leite e Mel 100g de manteiga em temperatura ambiente 1 caixa de Biscoito Calipso Recheio: 1/2 lata de Creme de Leite 3 colheres (sopa) de açúcar 1/2 pote de Sorvete de Creme (1 litro) Cobertura: 1/2 lata de Creme de Leite 1/2 tablete de Chocolate Meio Amargo Modo de Preparo: Bata o Biscoito no liquidificador até obter uma farofa fina; Coloque esta farofa em uma tigela, junte a manteiga e misture até obter uma massa homogênea. Reserve Coloque os Biscoitos Calipso em toda lateral de uma fôrma de aro removível (26cm de diâmetro), forre o fundo com a massa e reserve; Bata o Creme de Leite com o açúcar e o Sorvete na batedeira e coloque o recheio sobre o fundo de massa reservado; Cubra com papel de alumínio e leve ao freezer por cerca de 12 horas; Coloque o Creme de Leite em um recipiente refratário e leve ao banho-maria, mexendo sempre até que a água ferva; Desligue o fogo e misture o Chocolate picado, mexendo até formar um creme homogêneo; Espere esfriar, cubra a superfície da torta e sirva.

A N S A

Rua Izabel Redentora, Nº 1434 Loja 206 São José dos Pinhais PR Fone: (41) 3081-9049 "A Cinemark reserva o direito de alterar a programação sem prévio aviso". "Estréias de filmes ou conteúdos alternativos podem ter preços diferenciados. Favor consultar os valores em nossos cinemas" 300: A Ascensão do Império (dublado) - 16 Anos 12h00C - 14h15 300: A Ascensão do Império 3D 3D (dublado) - 16 Anos 15h50 - 18h20 - 20h50 - 23h10A Alemão - 16 Anos 11h40C - 14h00 - 16h20 - 18h40 - 21h00 - 23h20A As Aventuras de Peabody e Sherman 3D 3D (dublado) - Livre 11h30C - 13h50 16h30 - 19h10 - 21h50 Need For Speed - O Filme (dublado) - 12 Anos SOS Mulheres ao Mar - 12 Anos 12h40C - 14h50 - 17h10 - 19h25 - 21h30 - 23h45A Sala Fechada - Livre

R F D E S F A L Q B A R B AR U EN S O L A U C O N L U I L A I C I D A D O I S O S T A L B R O C A D O C O G I T M I C R A S A R U E I G O G I V B O R OC O X O

Shopping Sao Jose

Torta Holandesa Especial

5/ravel — solau. 6/saloio. 7/brocado. 9/laicidade. 10/barba ruiva.

Programação de Bolso 20/03 a 26/03

65

(Respostas: 1-a / 2-c / 3-a / 4-b / 5-c)


6

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

EXTRATO HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL nº. 090/13 O PREFEITO MUNICIPAL DE PIRAQUARA, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais com base na Lei no. 8.666/93 e suas alterações, Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002, que institui a modalidade Pregão e Decreto nº. 3.931/01, de acordo com o procedimento licitatório e julgamento das propostas apresentadas ao Pregão presencial nº. 090/13 – processo 508/13 – Objeto: Registro de preços para aquisição de medicamentos para suprir as necessidades da farmácia Central e dos postos de saúde do Município de Piraquara, pelo período de 12 (doze) meses. HOMOLOGA o referido processo licitatório, adjudicando seu resultado as empresas: Dimaci/PR Material Cirúrgico Ltda, com sede na rua Anita Ribas, nº 410 – Bacacheri – Curitiba/PR, CEP: 82.520-610 e CNPJ sob nº. 00.656.468/0001-39, vencedor dos Itens: 05, 15, 17, 30, 43, 70, 71 e 83. Pelo valor (Global) de R$ 149.790,00 (Cento e quarenta e nove mil, setecentos e noventa reais). Dimaster Comércio de Produtos Hospitalares Ltda, com sede na Rodovia BR 480, nº 180 – Barão de Cotegipe – Rio Grande do Sul/RS, CEP: 99.740-000 e CNPJ sob nº. 02.520.829/0001-40, vencedor dos Itens: 02, 03, 45 e 69. Pelo valor (Global) de R$ 143.100,00 (Cento e quarenta e três mil e cem reais). Promefarma Representações Comerciais Ltda, com sede na rua Professor Leônidas Ferreira da Costa nº 847 – Parolin – Curitiba/PR, CEP: 80.220-410 e CNPJ sob nº. 81.706.251/0001-98, vencedor dos Itens: 10, 21, 26, 28, 29, 31, 33, 49, 59, 65, 66, 82, 86, 87, 92, 93, 97, 102, 105 e 111. Pelo valor (Global) de R$ 170.585,00 (Cento e setenta mil, quinhentos e oitenta e cinco reais). Centermedi Comércio de Produtos Hospitalares Ltda, com sede na Rodovia BR 480, nº 795 – Barão de Cotegipe – Rio Grande do Sul/RS, CEP: 99.740-000 e CNPJ sob nº. 03.652.030/0001-70, vencedor dos Itens: 11, 24, 84, 85, 91, 101 e 115. Pelo valor (Global) de R$ 90.165,00 (Noventa mil, cento e sessenta e cinco reais). Comercial Cirúrgica Rioclarense Ltda, com sede na rua da Saudade, nº 45 – Letra A – Poços de Caldas – Minas Gerais/MG, CEP: 37.701331 e CNPJ sob nº. 67.729.178/0004-91, vencedor dos Itens: 13, 14, 20, 22, 23, 32, 35, 36, 38, 39, 44, 47, 52, 57, 76, 79, 88, 90, 94, 95, 96, 104, 109 e 112. Pelo valor (Global) de R$ 495.166,00 (Quatrocentos e noventa e cinco mil, cento e sessenta e seis reais). Altermed Material Médico Hospitalar Ltda, com sede na Estrada Boa Esperança, nº 2320 – Fundo Canoas – Rio do Sul – Rio do Sul/SC, CEP: 89.163-554 e CNPJ sob nº. 00.802.002/0001-02, vencedor dos Itens: 04, 08, 09, 16, 25, 41, 42, 48, 58, 60, 61, 75, 78, 98, 99, 106, 107, 110, 113 e 114. Pelo valor (Global) de R$ 154.964,37 (Cento e cinquenta e quatro mil, novecentos e sessenta e quatro reais e trinta e sete centavos). Prosaude Distribuidora de Medicamentos Ltda-EPP, com sede na rua Uruguaia, nº 1538 – Bairro Maria Goretti – Chapecó/SC, CEP: 89.801-447 e CNPJ sob nº. 85.247.385/0001-49, vencedor dos Itens: 50, 56, 62, 67, 77, 89 e 108. Pelo valor (Global) de R$ 72.322,40 (Setenta e dois mil, trezentos e vinte e dois reais e quarenta centavos). Wam-Med Distribuidora de Medicamentos Ltda, com sede na rua Irmão Félix Roberto, nº 181 – Bairro Humaitá – Porto Alegre/RS, CEP: 90.250-170 e CNPJ sob nº. 08.725.154*0001-52, vencedor dos Itens: 06, 34, 37 e 68. Pelo valor (Global) de R$ 123.900,00 (Cento e vinte e três mil e novecentos reais). Prefeitura Municipal de Piraquara, em 20 de Março de 2014.

EXTRATO DA ATA DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 090/13 Contratante: Prefeitura Municipal de Piraquara - Objeto: Registro de preços para aquisição de medicamentos para suprir as necessidades da farmácia Central e dos postos de saúde do Município de Piraquara, pelo período de 12 (doze) meses. ATA Nº 15/2014 - Contratada: Dimaci/PR Material Cirúrgico Ltda, CNPJ sob nº. 00.656.468/0001-39, vencedor dos Itens: 05, 15, 17, 30, 43, 70, 71 e 83. ATA Nº 16/2014 - Contratada: Dimaster Comércio de Produtos Hospitalares Ltda, CNPJ sob nº. 02.520.829/0001-40, vencedor dos Itens: 02, 03, 45 e 69. ATA Nº 17/2014 - Contratada: Promefarma Representações Comerciais Ltda, vencedor dos Itens: 10, 21, 26, 28, 29, 31, 33, 49, 59, 65, 66, 82, 86, 87, 92, 93, 97, 102, 105 e 111. ATA Nº 18/2014 - Contratada: Centermedi Comércio de Produtos Hospitalares Ltda, CNPJ sob nº. 03.652.030/0001-70, vencedor dos Itens: 11, 24, 84, 85, 91, 101 e 115. ATA Nº 19/2014 - Contratada: Comercial Cirúrgica Rioclarense Ltda, CNPJ sob nº. 67.729.178/0004-91, vencedor dos Itens: 13, 14, 20, 22, 23, 32, 35, 36, 38, 39, 44, 47, 52, 57, 76, 79, 88, 90, 94, 95, 96, 104, 109 e 112. ATA Nº 20/2014 - Contratada: Altermed Material Médico Hospitalar Ltda, CNPJ sob nº. 00.802.002/0001-02, vencedor dos Itens: 04, 08, 09, 16, 25, 41, 42, 48, 58, 60, 61, 75, 78, 98, 99, 106, 107, 110, 113 e 114. ATA Nº 21/2014 - Contratada: Prosaude Distribuidora de Medicamentos Ltda-EPP, CNPJ sob nº. 85.247.385/0001-49, vencedor dos Itens: 50, 56, 62, 67, 77, 89 e 108. ATA Nº 22/2014 - Contratada: Wam-Med Distribuidora de Medicamentos Ltda, CNPJ sob nº. 08.725.154*0001-52, vencedor dos Itens: 06, 34, 37 e 68. Prefeitura Municipal de Piraquara, em 20 de Março de 2014.

EXTRATO DO TERMO DE ANULAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL SRP - Nº 035/2013 Marcus Maurício de Souza Tesserolli, Prefeito Municipal de Piraquara, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, que lhe são conferidas pela legislação em vigor e considerando o constante no Art. 49 da Lei Federal nº 8.666/93, resolve: ANULAR o Processo Licitatório nº 227/2013, Edital de Pregão nº. 35/ 2013, que tem por objeto o registro de preços para prestação de serviços de vigilância armada e desarmada nas dependências dos prédios públicos do Executivo Municipal. A presente anulação tem como fundamento os argumentos arrazoados no Parecer nº 348/2013 exaurido pela Procuradoria Geral do Município de Piraquara. O referido processo será encaminhado para a Comissão de Licitação para as devidas providências, para ciência aos interessados, observados as prescrições legais pertinentes. Piraquara, 20 de Março de 2014.

| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

EXTRATO DO TERMO DE ANULAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL SRP - Nº 068/2013 Marcus Maurício de Souza Tesserolli, Prefeito Municipal de Piraquara, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, que lhe são conferidas pela legislação em vigor e considerando o constante no Art. 49 da Lei Federal nº 8.666/93, resolve: ANULAR o Processo Licitatório nº 404/2013, Edital de Pregão nº. 68/2013, que tem por objeto a contratação de empresa para fornecimento de sistema de registro ponto de horário de trabalho contemplando software e hardware através de biometria e por proximidade de cartão RFID. A presente anulação tem como fundamento os argumentos arrazoados no Parecer nº 419/2013 exaurido pela Procuradoria Geral do Município de Piraquara. O referido processo será encaminhado para a Comissão de Licitação para as devidas providências, para ciência aos interessados, observados as prescrições legais pertinentes. Piraquara, 20 de Março de 2014.

A Naciopetro Distribuidora de Petróleo Ltda, CNPJ: 00.230.384/ 0001-39 torna público que requereu ao IAP, a L.O – Licença de Operação, para atividade de TRR, cita a Rua Rosália Cubis Weigert, n.º 315, bairro Roça Grande, município de Colombo, Estado do Paraná.

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA FORO REGIONAL DE COLOMBO - PARANÁ 2ª SECRETARIA CÍVEL e ANEXOS EDITAL DE CITAÇÃO DOS RÉUS AUSENTES, INCERTOS, DESCONHECIDOS E EVENTUAIS INTERESSADOS Autos nº 0003884-15.2012.8.16.0028 Prazo 30 (trinta) dias Edital de CITAÇÃO do requerido LUCIANO ROLÃO, brasileiro, solteiro, portador da CIRG n° 805.477.731-6 SSP/PR e do CPF/MF n° 551.307.20091, por estar em lugar incerto e não sabido, referente aos autos tombados sob o nº 0003884-15.2012.8.16.0028 de AÇÃO ORDINÁRIA ora em fase de conhecimento, em que é autor ALPHALOTES EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA e réu LUCIANO ROLÃO, que tramita na 02ª. Secretaria Cível de Colombo. Para querendo apresentar defesa escrita ou oral e produzir provas na forma da lei atinente á matéria, sob pena de revelia, isto é, não contestada a ação presumir-se-ão verdadeiros os fatos contra si articulados. Sendo a petição inicial resumida o seguinte: “A autora, na condição de legítima proprietária, através de instrumento particular de compromisso de compra e venda comprometeu-se a vender ao requerido o lote de terreno urbano sob lote n° 22, quadra 40, da planta Parque dos Lagos. Ficou combinado no contrato que o preço do lote seria pago através de uma entrada e mais 108 prestações periódicas. Também ficou expresso no contrato que, caso o requerido deixasse de pagar uma prestação ou o inadimplemento de qualquer cláusula, importaria na rescisão do contrato e aplicação de penalidade e encargos previstos, trinta dias após o autor ser constituído em mora mediante notificação por escrito ou publicada em jornal da região - Cláusula Décima. No decorrer do contrato o requerido deixou de pagar algumas prestações, sendo sempre procurado pela autora para negociá-las. Esta, primando pelo cumprimento e continuidade do contrato, sempre propiciou ao requerido formas para saldar seu débito.Mesmo assim, após inúmeras tentativas de continuidade contratual, o réu não paga mais as prestações desde 30/07/2009, sendo frustrada a notificação extrajudicial através do Cartório de Títulos e Documentos em 12/07/2010, foi realizado a notificação por edital com publicação em 20/03/2012 e 23/03/2012 para, em trinta dias, acertasse o débito, conforme art. 49 da Lei 6.766/1979. Mesmo assim, deixou de comparecer a imobiliária para negociar as prestações atrasadas, caracterizando desta forma em 23/04/2012 a rescisão contratual de pleno direito e, conseqüentemente o esbulho possessório autorizando a reintegração da autora na posse do imóvel.” Juiz de Direito. O presente será fixado no lugar de costume e publicado na forma da lei. Colombo/ PR, aos 09/11/2013.,.Dr.Wilson José de Freitas Júnior-Juiz de Direito.Colombo,18 de fevereiro de 2014.Eu,(a) Andrezza Attuy Schmitt,Técnica Judiciária ,digitei e subscrevi. WILSON JOSÉ DE FREITAS JUNIOR Juiz de Direito.

VERGILIO CASTAGNOLI S.A. - AGROPECUÁRIA CNPJ/MF Nº 78.714.326/0001-78/NIRE Nº 41300004901 ATA DA TRIGÉSIMA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E DÉCIMA SEXTA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA: 28 de fevereiro de 2014. HORÁRIO: 09:00horas. LOCAL: Sede Social da Companhia, na rua Padre Ladislau Kula, nº 800, Bairro Santo Inácio, Curitiba, Paraná. CONVOCAÇÃO: Anúncios dispensados pela presença da totalidade do capital social com direito à voto, conforme disposto no Parágrafo 4º do Artigo 124 da Lei nº 6.404/1976. QUORUM: 100% (cem por cento) do capital social. PRESIDENTE e SECRETÁRIO DA ASSEMBLÉIA: Luiz Manoel de Quadros e Guilherme Brito de Quadros, respectivamente.ORDEM DO DIA: (I) Em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA: (a) Tomar as contas dos administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações financeiras do exercício social encerrado em 31/12/2013; e (b) Deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício e a distribuição de dividendos. (II) Em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA:(a) Deliberar e aprovar a distribuição de dividendos complementares. DELIBERAÇÕES: (I) Em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA: PRIMEIRA DELIBERAÇÃO: (1) Por unanimidade de votos, foram aprovadas as contas da Diretoria, relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2013, consubstanciadas no Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício, Demonstração do Fluxo de Caixa, Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido e Notas Explicativas, publicados no Jornal Metrópole, edição de 24/01/2014 (p. 6), e no Diário Oficial do Estado do Paraná, edição de 24/01/2014 (p. 47), cujos documentos foram dispensados de transcrição. (2) A comunicação exigida pelo artigo 133 da Lei nº 6.404/1976 foi dispensada, face à publicação dos documentos a que se refere este artigo, com antecedência de mais de um (01) mês da data da realização da Assembléia Geral Ordinária.SEGUNDA DELIBERAÇÃO: Por unanimidade de votos, foi aprovada a destinação do lucro líquido do exercício de 2013, no montante de R$ 165.893,52 (cento e sessenta e cinco mil, oitocentos e noventa e três reais e cinqüenta e dois centavos), da seguinte forma: (a) para reserva legal de 5% (cinco por cento), o valor de R$ 8.294,67 (oito mil, duzentos e noventa e quatro reais e sessenta e sete centavos) e (b) para a distribuição de dividendos estatutários (25%), o valor de R$ 39.399,71 (trinta e nove mil, trezentos e noventa e nove reais e setenta e um centavos), que será creditado aos acionistas, na proporção das ações possuídas, até o dia 30/12/2014, ficando, desde já, a Diretoria autorizada a tomar todas as providências e medidas necessárias para o futuro pagamento. (2) Por unanimidade de votos, foi determinado que o saldo de lucros do exercício, no valor de R$ 118.199,14 (cento e dezoito mil, cento e noventa e nove reais e catorze centavos), seja transferido para a Reserva de Lucros, para posterior deliberação em Assembléia Geral. (II) Em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: DELIBERAÇÃO ÚNICA: Após deliberação, por unanimidade de votos, foi aprovado o pagamento de dividendos complementares no montante líquido de R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil reais), por conta de lucros acumulados em exercícios sociais anteriores e à disposição dos acionistas, que será creditado até o dia 30/12/2014, ficando, desde já, a Diretoria autorizada a tomar todas as providências e medidas necessárias para o futuro pagamento. ENCERRAMENTO: Nada mais a tratar, a sessão foi suspensa pelo tempo necessário para a lavratura da Ata, que lida e achada conforme, foi aprovada pela unanimidade dos presentes, autorizada a Diretoria a extrair cópias para serem arquivadas na Junta Comercial do Paraná. Curitiba, 28 de fevereiro de 2014. ASSINATURAS: Luiz Manoel de Quadros (Presidente) e Guilherme Brito de Quadros (Secretário), Luiz Manoel de Quadros, Álvaro de Quadros Neto, Guilherme Brito de Quadros, e Andréa Brito de Quadros Hammoud. CERTIFICO que a presente é cópia fiel da ata lavrada em livro próprio às fls. 74 a 76, registrado perante a Junta Comercial do Paraná sob nº 8074, em 13/06/1985. Curitiba, 28 de fevereiro de 2014. GUILHERME BRITO DE QUADROS - (Secretário). REGISTRO NA JUCEPAR nº 14/030429-0 em 13/03/2014.

OLGA S. QUADROS PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS S.A. CNPJ/MF Nº 00.630.967/0001-57/NIRE Nº41300017387 ATA DA DÉCIMA QUINTA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E DÉCIMA SEGUNDA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA: 28 de fevereiro de 2014. HORÁRIO: 08:00 horas. LOCAL: Sede Social da Companhia, na rua Padre Ladislau Kula, nº 800, Bairro Santo Inácio, Curitiba, Paraná. CONVOCAÇÃO: Anúncios dispensados pela presença da totalidade do capital social com direito à voto, conforme disposto no Parágrafo 4º do Artigo 124 da Lei nº 6.404/1976. QUORUM: 100% (cem por cento) do capital social. PRESIDENTE e SECRETÁRIO DA ASSEMBLÉIA: Luiz Manoel de Quadros e Guilherme Brito de Quadros, respectivamente. ORDEM DO DIA:(I) Em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA: (a) Tomar as contas dos administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações financeiras do exercício encerrado em 31/12/2013; e (b) Deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício e a distribuição de dividendos. (II) Em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: Deliberar e aprovar a distribuição de dividendos complementares.DELIBERAÇÕES:(I) Em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA: PRIMEIRA DELIBERAÇÃO:(1) Por unanimidade de votos, foram aprovadas as contas da Diretoria, relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2013, consubstanciadas no Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício, Demonstração do Fluxo de Caixa, Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido e Notas Explicativas, publicados no Jornal Metrópole, edição de 24/01/2014 (p. 6), e no Diário Oficial do Estado do Paraná, edição de 24/01/2014 (p. 48), cujos documentos foram dispensados de transcrição. (2) A comunicação exigida pelo artigo 133 da Lei nº 6.404/1976 foi dispensada, face à publicação dos documentos a que se refere este artigo, com antecedência de mais de um (01) mês da data da realização da Assembléia Geral Ordinária.SEGUNDA DELIBERAÇÃO:(1) Por unanimidade de votos, foi aprovada a destinação do lucro líquido do exercício de 2013, no montante de R$ 247.979,47 (duzentos e quarenta e sete mil, novecentos e setenta e nove reais e quarenta e sete centavos), da seguinte forma: (a) para reserva legal de 5% (cinco por cento), o valor de R$ 12.398,97 (doze mil, trezentos e noventa e oito reais e noventa e sete centavos) e (b) para a distribuição de dividendos estatutários (25%), o valor de R$ 58.895,12 (cinqüenta e oito mil, oitocentos e noventa e cinco reais e doze centavos), que será creditado aos acionistas, na proporção das ações possuídas, até o dia 30/12/2014, ficando, desde já, a Diretoria autorizada a tomar todas as providências e medidas necessárias para o futuro pagamento.(2) Por unanimidade de votos, foi deliberado que o saldo de lucros do exercício, no valor de R$ 176.685,37 (cento e setenta e seis mil, seiscentos e oitenta e cinco reais e trinta e sete centavos) seja transferido para Reserva de Lucros, para posterior deliberação em Assembléia Geral. (II) Em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: DELIBERAÇÃO ÚNICA: Após deliberação, por unanimidade de votos, foi aprovado o pagamento de dividendos complementares no montante líquido de R$ 340.000,00 (trezentos e quarenta mil reais), por conta de lucros acumulados em exercícios sociais anteriores e à disposição dos acionistas, que será creditado até o dia 30/12/2014, ficando, desde já, a Diretoria autorizada a tomar todas as providências e medidas necessárias para o futuro pagamento. ENCERRAMENTO: Nada mais a tratar, a sessão foi suspensa pelo tempo necessário para a lavratura da Ata, que lida e achada conforme, foi aprovada pela unanimidade dos presentes, autorizada a Diretoria a extrair cópias para serem arquivadas na Junta Comercial do Paraná. Curitiba, 28 de fevereiro de 2014.ASSINATURAS: Luiz Manoel de Quadros (Presidente) e Guilherme Brito de Quadros (Secretário), Luiz Manoel de Quadros, Álvaro de Quadros Neto, Guilherme Brito de Quadros, e Andréa Brito de Quadros Hammoud. CERTIFICO que a presente é cópia fiel da Ata lavrada em livro próprio às fls. 31, 31-v. e 32, registrado perante a Junta Comercial do Paraná sob nº 99/062559-1, em 15/10/1999. Curitiba, 28 de fevereiro de 2014. GUILHERME BRITO DE QUADROS – Secretário. REGISTRO NA JUCEPAR nº 14/030431-2 em 13/03/2014.

Comarca da Região Metropolitana de Curitiba – 1ª Vara Cível do Foro Regional de São José dos Pinhais - Rua João Ângelo Cordeiro s/n — Fórum CEP 83.005-570 telefone/fax: 041-3283-2676 - CNPJ: 03.675.198/ 0001-00 - consulta processual: http://www.assejepar.com.br. EDITAL DE INTIMAÇÃO DE INDÚSTRIA DE LICOR E GÊNEROS ALIMENTÍCIOS MEDITERRÂNEO PRAZO DE 20 (VINTE) DIAS. A Doutora Danielle Nogueira Mota Comar, Juíza de Direito da Primeira Vara Cível da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, Foro Regional de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, etc., FAZ SABER a todos quantos virem o presente edital ou conhecimento dele tiverem, que encontra-se tramitando perante este Juízo e Cartório os autos sob o n° 0011780-64.2007.8.16.0035 - 1.639/2007 de Ação de Execução de Título Executivo Judicial, em que é exequente Arnildo Schmidt e executado Indústria de Licor e Gêneros Alimentícios Mediterrâneo. Estando o executado em lugar incerto e no sabido, ficam os mesmos através do presente edital INTIMADO, na pessoa de seu representante legal, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, efetue o pagamento do montante do débito, no valor de R$ 44.307,89 (quarenta e quatro mil, trezentos e sete reais e oitenta e nove centavos), sob pena de fixação de multa no percentual de 10% (dez por cento) sobre o valor (art. 475-J, do CPC). Nada mais. Para constar lavrou-se o presente. São José dos Pinhais, 22 de janeiro de 2014. Eu (a) (Daniele Pereira de Oliveira) Juramentada que o digitei e subscrevi. Subscrição autorizada pelo MM, Juiz — Portaria 02/2010.

EDITAL DE PROCLAMAS CARTÓRIO DISTRITAL DE SÃO CASEMIRO DO TABOÃO. Rua Mateus Leme nº 1425 Centro Cívico – CEP: 80.530-010 - Fone: (41) 3352-3212 Fax: (41) 33523222 – CURITIBA –PR. Faço saber que pretendem casar-se os contraentes: DIEGO ARTIGAS KASEKER e VANESSA DOS SANTOS KUCAL Sabendo alguém de qualquer impedimento, oponha-o na forma da Lei. Curitiba, 24 de Março de 2014. JOSÉ MARCELO LUCAS DE OLIVEIRA

PODER JUDICIARIO. JUIZO DE DIREITO DA PRIMEIRA VARA CIVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLIATANA DE CURITIBA DO ESTADO DO PARANA. EDITAL DE INTIMAÇAO DE PROBEC DELTA CURSOS DE COMPUTAÇAO E COMERCIO DE LIVROS LTDA, COM O RAZOh DE VINTE (20) DIAS. A Doutora MICHELA VECHI SAVIATO, Juíza de Direito Substituta da Primeira Vara Cível do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, Capital do Estado do Paranà, na forma da leL F A Z. S A B E R aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que tem curso neste Juízo e Cartório da Primeira Vara Cível desta Capital, situada na Avenida Cândido de Abreu, 535, 10 andar, uma ação DE REINTEGRAÇAO DE POSSE C/C PERDAS E DANOS sob o n°. 71.122/2001 movida por XEROX COMERCIO E INDUSTRIA LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob no. 02.773.629/0001-08, em face de PROBEC CURSOS DE COMPUTAÇAO E COMERCIO DE LIVROS LTDA, inscrito no CNPJ no. 00.855.756/ 0001-12. - Encontrando-se o requerido atualmente em lugar incerto e não sabido, tem este edital a finalidade de INTIMAÇÂO de PROBEC CURSOS DE COMPUTAÇAO E COMERCIO DE LIVROS LTDA - na pessoa de seu representante legal, para que no prazo de 15 (quinze) dias, decorridos vinte (20) dias a partir da primeira publicação, cumpra voluntariamente a sentença, pagando o montante da condenação, sob pena de decorrido o prazo fixado, acrescer-se multa de 10%, com imediata expedição de mandado de penhora, avaliação e remoção, tudo consoante disposição do artigo 475-] do Código de Processo Civil”. - O presente edital será afixado no lugar de costume, no Fórum e publicado na forma da Lei. - Dado e passado nesta cidade de Curitiba aos quatorze (14) dias do mês de janeiro do ano de dois mil e quatorze (2014). Eu, (a) (Bárbara Cardoso) E. Juramentada, o subscrevi e digitei. (a)MICHELA VECHI SAVIATO Juíza de Direito Substituta.

VERGILIO CASTAGNOLI S.A. - TERRAPLANAGEM E CONSTRUÇÕES CNPJ/MF Nº 75.802.520/0001-17/ NIRE Nº 41300051763 ATA DA QUADRAGÉSIMA SEGUNDA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E QUADRAGÉSIMA OITAVA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA: 28 de fevereiro de 2014. HORÁRIO: 10:00horas. LOCAL: Sede Social da Companhia, na rua Padre Ladislau Kula, nº 800, Bairro Santo Inácio, Curitiba, Paraná. CONVOCAÇÃO: Anúncios dispensados pela presença da totalidade do capital social com direito à voto, conforme disposto no Parágrafo 4º do Artigo 124 da Lei nº 6.404/1976. QUORUM: 100% (cem por cento) do capital social. PRESIDENTE e SECRETÁRIO DA ASSEMBLÉIA:Luiz Manoel de Quadros e Guilherme Brito de Quadros, respectivamente. ORDEM DO DIA: (I) Em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA: (a) Tomar as contas dos administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações financeiras do exercício encerrado em 31/12/2013; (b) Deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício e a distribuição de dividendos e (c) eleger os administradores, com a fixação do montante da remuneração. (II) Em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: Deliberar e aprovar a distribuição de dividendos complementares. DELIBERAÇÕES: (I) Em ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA: PRIMEIRA DELIBERAÇÃO:(1) Por unanimidade de votos, foram aprovadas as contas da Diretoria, relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2013, consubstanciadas no Balanço Patrimonial, Demonstração de Resultado do Exercício, Demonstração do Fluxo de Caixa, Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido e Notas Explicativas, publicados no Jornal Metrópole, edição de edição de 24/01/2014 (p. 6) e no Diário Oficial do Estado do Paraná, edição de 24/01/2014 (p. 46), cujos documentos foram dispensados de transcrição. (2) A comunicação exigida pelo artigo 133 da Lei nº 6.404/1976 foi dispensada face à publicação dos documentos a que se refere este artigo, com antecedência de mais de um (01) mês da data da realização da Assembléia Geral Ordinária. SEGUNDA DELIBERAÇÃO:(1) Por unanimidade de votos, foi aprovada a destinação do lucro líquido do exercício de 2013, no montante de R$ 305.337,09 (trezentos e cinco mil, trezentos e trinta e sete reais e nove centavos), da seguinte forma: (a) para reserva legal de 5% (cinco por cento), o valor de R$ 15.266,85 (quinze mil, duzentos e sessenta e seis reais e oitenta e cinco centavos) e (b) para a distribuição de dividendos estatutários (25%), o valor de R$ 72.517,56 (setenta e dois mil, quinhentos e dezessete reais e cinqüenta e seis centavos), que será creditado até o dia 30/12/2014, ficando, desde já, a Diretoria autorizada a tomar todas as providências e medidas necessárias para o futuro pagamento.(2) Por unanimidade de votos, foi determinado que o saldo de lucros do exercício, no valor de R$ 217.552,68 (duzentos e dezessete mil, quinhentos e cinqüenta e dois reais e sessenta e oito centavos) seja transferido para a Reserva de Lucros, para posterior deliberação em Assembléia Geral. TERCEIRA DELIBERAÇÃO: (1) Por unanimidade de votos, foi aprovada a eleição dos membros da Diretoria, com mandato de 01 (um) ano, expirando-se na data da Assembléia Geral Ordinária a ser realizada em 2015, da seguinte forma: (a) Diretor Presidente: Guilherme Brito de Quadros, brasileiro, casado, empresário, residente e domiciliado em Curitiba, Paraná, na rua Carlos de Carvalho, nº 1.922, portador da cédula de identidade RG nº 3.988.716-9-SSP-PR, inscrito no CPF sob nº 809.363.269-72 e (b) Diretor Técnico: Andréa Brito de Quadros Hammoud, brasileira, casada, empresária, residente e domiciliada em Curitiba, Paraná, na rua Carlos de Carvalho, nº 1.922, portadora da cédula de identidade RG nº 2.084.105-2SSP-PR, inscrita no CPF sob nº 596.274.179-04. (2) Os Diretores eleitos declararam, para todos os fins e efeitos de direito e sob as penas da lei, não estarem impedidos de exercer a administração da Companhia em virtude de impedimento por lei especial, ou condenação à pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato; ou contra a economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra as normas de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, a fé pública ou a propriedade.(3) Por unanimidade de votos, foi aprovada e fixada uma remuneração anual e global da diretoria em até R$ 100.000,00 (cem mil reais), a ser rateada em reunião própria. (II) Em ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: DELIBERAÇÃO ÚNICA: Após deliberação, por unanimidade de votos, foi aprovado o pagamento de dividendos complementares no montante líquido de R$ 250.000,00 (duzentos e cinqüenta mil reais), por conta de lucros acumulados em exercícios sociais anteriores e à disposição dos acionistas, que será creditado até o dia 30/12/2014, ficando, desde já, a Diretoria autorizada a tomar todas as providências e medidas necessárias para o futuro pagamento. ENCERRAMENTO: Nada mais a tratar, a sessão foi suspensa pelo tempo necessário para a lavratura da Ata, que lida e achada conforme, foi aprovada pela unanimidade dos presentes, autorizada a Diretoria a extrair cópias para serem arquivadas na Junta Comercial do Paraná. Curitiba, 28 de fevereiro de 2014. ASSINATURAS: Luiz Manoel de Quadros (Presidente) e Guilherme Brito de Quadros (Secretário), Luiz Manoel de Quadros, Álvaro de Quadros Neto, Guilherme Brito de Quadros, e Andréa Brito de Quadros Hammoud. CERTIFICO que a presente é cópia fiel da ata lavrada em livro próprio às fls. 57 a 59, registrado perante a Junta Comercial do Paraná sob nº 16.799, em 04/10/1983. Curitiba, 28 de fevereiro de 2014. GUILHERME BRITO DE QUADROS –Secretário. REGISTRO NA JUCEPAR nº 14/030430-4 em 13/03/2014.


| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

ASSOCIAĂ‡ĂƒO DE EDUCAĂ‡ĂƒO FAMILIAR E SOCIAL DO PARANĂ CNPJ nÂş 76.586.585/0001-35 Rua Bento Viana, 765, Bairro Ă gua Verde Curitiba / PR BALANÇO PATRIMONIAL (R$)

DEMONSTRAĂ‡ĂƒO DO RESULTADO DO PERĂ?ODO (R$)

ATIVO CIRCULANTE CAIXA E EQUIV. DE CAIXA Caixa Bancos cta mov. sem restrição Bancos cta mov. com restrição $SOLFDo}HV¿QDQFVHPUHVWULomR $SOLFDo}HV¿QDQFFRPUHVWULomR CRÉDITOS A RECEBER Clientes e contas a receber Adiant.para fornec/funcion.outros Seguros a apropriar

Notas 4 4, 16

NĂƒO CIRCULANTE REALIZ.A LONGO PRAZO Contas a receber INVESTIMENTOS Investimentos IMOBILIZADO Imobilizado (-) Depreciaçþes INTANGĂ?VEL Softwares e Sistemas (-) Amortização Acumulada TOTAL DO ATIVO

  4 13 15 3 4, 5 4, 6 4 4, 7 4

PASSIVO 2013 2.559.940,64 1.756.827,62 5.755,08 255.213,65   803.113,02 647.652,88 149.669,36 5.790,78

2012 2.883.290,53 2.028.221,20 4.652,64 82.247,15 16,39   855.069,33 725.124,04 124.462,49 5.482,80

14.458.440,16 39.600,00 39.600,00 14.400.665,12 14.920.394,56 (519.729,44) 18.175,04 26.433,40 (8.258,36) 17.018.380,80

14.744.828,26 58.018,19 58.018,19 31.000,00 31.000,00 14.643.430,55 14.876.947,95 (233.517,40) 12.379,52 16.621,00 (4.241,48) 17.628.118,79

CIRCULANTE Obrigaçþes com empregados Obrigaçþes c/empreg. aprendiz Encargos sociais Fornecedores ,QVWLWXLo}HV¿QDQFHLUDVDSDJDU Outros imp.contribuiçþes Provisþes trabalhistas Adiantamentos a aplicar

2013 998.125,75 93.119,21 256.792,68 72.340,19 32.649,06  18.811,99 455.554,72 63.212,21

2012 1.127.379,45 84.263,62 305.250,20 68.491,87 54.051,33  14.574,20 429.855,00 167.544,69

16.020.255,05 2.620.587,16 (4.727,21)    13.593.250,14

16.500.739,34 2.642.063,02 22.295,13  

13.880.152,18

17.018.380,80

17.628.118,79

 4 20

PATRIMÔNIO L�QUIDO Patrimônio social Ajustes de exerc.anteriores 6XSHUiYLW'p¿FLWDFXPXODGR Ajustes de avaliação patrimonial

9 

TOTAL DO PASSIVO

* As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

DEMONSTRAĂ‡ĂƒO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS 1. ORIGENS DOS RECURSOS Redução do realizĂĄvel a longo prazo Depreciaçþes Ajustes de avaliação patrimonial Aumento do patrimĂ´nio TOTAL DAS ORIGENS 2. APLICAÇÕES DE RECURSOS Aumento de imobilizado Aumento de investimentos Aumento do intangĂ­vel 'pÂżFLWGRH[HUFtFLR Ajustes de exercĂ­cios anteriores TOTAL DAS APLICAÇÕES

2012

58.018,19 286.371,75 344.389,94

193.209,46 13.995.380,72 22.295,13 14.210.885,31

39.589,44 8.600,00 9.812,40  4.727,21 538.486,13

3. VARIAĂ‡ĂƒO DO CCL (ORIGENS-APLICAÇÕES) (194.096,19) DEMONSTRAĂ‡ĂƒO DAS VARIAÇÕES DO CCL Ativo Circulante no InĂ­cio do PerĂ­odo 2.883.290,53 Ativo Circulante no Final do PerĂ­odo 2.559.940,64 AUMENTO/DIMINUIĂ‡ĂƒO ATIVO CIRCULANTE (323.349,89) Passivo Circulante no InĂ­cio do PerĂ­odo 1.127.379,45 Passivo Circulante no Final do PerĂ­odo 998.125,75 AUMENTO/DIMINUIĂ‡ĂƒO PASSIVO CIRCULANTE (129.253,70) 4. AUMENTO/DIMINUIĂ‡ĂƒO DO CCL

DEMONSTRAĂ‡ĂƒO DO VALOR ADICIONADO - DVA

2013

(194.096,19)

14.032.122,11 3.000,00 4.790,00  14.306.391,98 (95.506,67)

2.768.799,98 2.883.290,53 114.490,55 917.382,23 1.127.379,45 209.997,22 (95.506,67)

1 - RECEITAS a. Receitas de doaçþes, contribuiçþes e subsídios b. Receitas da prestação de serviços c. Outras receitas

2013 8.459.295,24 115.449,75 8.316.990,25 26.855,24

2012 8.057.701,13 217.055,50 7.812.153,01 28.492,62

624.627,42 553.951,59 12.127,35 58.548,48

502.722,69 469.687,47 27.688,89 5.346,33

7.834.667,82

7.554.978,44

286.371,75 286.371,75

193.209,46 193.209,46

7.548.296,07

7.361.768,98

2 - INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS a. Despesas administrativas b. Serviços de terceiros c. Outras despesas 3 - VALOR ADICIONADO BRUTO ( 1 - 2 ) 4 - RETENÇÕES a. Depreciação/Amortização 5 - VALOR ADICIONADO L�QUIDO ( 3 - 4 )

6 - VALOR ADICIONADO RECEBIDO EM TRANSFERĂŠNCIA 129.748,87 D5HFHLWDVÂżQDQFHLUDV 

136.645,86 

7 - VALOR ADICIONADO TOTAL A DISTRIBUIR ( 5 + 6 ) 7.678.044,94

7.498.414,84

8 - DISTRIBUIĂ‡ĂƒO DO VALOR ADICIONADO a. SalĂĄrios e encargos E(QFDUJRVÂżQDQFHLURVWULEXWiULRVHRXWURV F6XSHUiYLWRXGpÂżFLWGRH[HUFtFLR

7.498.414,84 7.704.875,25   

* As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

2013

NOTAS

Notas 4, 8

7.678.044,94 8.093.152,52    

* As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

2012

RECEITAS DA ASSISTĂŠNCIA SOCIAL 4, 12, 17 8.458.813,13 8.052.629,98 RECEITAS OPERACIONAIS ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 56.421,53 22.822,40 RECEITAS OPERACIONAIS EPHETA 29.362,20 172.760,22 RECEITAS OPERACIONAIS VILA GUAĂ?RA 29.666,02 26.668,18 RECEITAS OPERACIONAIS ACOLHIM.IDOSAS 26.373,13 23.048,57 RECEITAS OPERACIONAIS MENOR APRENDIZ 8.316.990,25 7.807.330,61 CUSTOS DA ASSISTĂŠNCIA SOCIAL 4, 11, 12 (7.518.918,22) (7.253.775,04) CUSTOS OPERACIONAIS EPHETA (197.074,39) (225.578,87) CUSTOS OPERACIONAIS VILA GUAĂ?RA (86.774,37) (94.298,69) CUSTOS OPERACIONAIS ACOLHIM.IDOSAS (157.571,01) (130.214,66) CUSTOS OPERACIONAIS MENOR APREDIZ (7.077.498,45) (6.803.682,82) RESULTADO BRUTO 939.894,91 798.854,94 DESPESAS OPERACIONAIS 4, 11, 12 (1.415.651,99) (1.065.334,81) DESPESAS OPERACIONAIS ADMINISTRAĂ‡ĂƒO (1.251.213,50) (987.438,23) DESPESAS OPERACIONAIS EPHETA (22.644,00) (41.364,86) DESPESAS OPERACIONAIS VILA GUAĂ?RA (39.497,86) (33.145,61) DESPESAS OPERACIONAIS ACOLHIM.IDOSAS (83.875,52) (65.269,24) DESPESAS OPERACIONAIS MENOR APREDIZ (29.454,11) (20.819,10) OUTRAS RECEITAS/DESPESAS OPERACIONAIS 11.033,00 82.702,23 RECEITAS FINANCEIRAS ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 122.547,26 133.020,42 OUTRAS RECEITAS ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 71,96 5.071,15 RECEITAS FINANCEIRAS EPHETA 7.201,61 3.312,80 RECEITAS FINANCEIRAS VILA GUAĂ?RA 312,64 OUTRAS RECEITAS MENOR APRENDIZ 410,15 DESPESAS FINANCEIRAS ADMINISTRAĂ‡ĂƒO (60.052,22) (53.443,33) OUTRAS DESPESAS ADMINISTRAĂ‡ĂƒO (58.548,48) (5.346,33) DESPESAS FINANCEIRAS EPHETA (550,80) (132,85) DESPESAS FINANCEIRAS VILA GUAĂ?RA (13,36) (64,67) DESPESAS FINANCEIRAS ACOLHIM. IDOSAS (33,12) (27,60) SUPERĂ VIT OU DÉFICIT DO PERĂ?ODO 10 (475.757,08) (266.479,87) * As notas explicativas sĂŁo parte integrante das demonstraçþes contĂĄbeis

DEMONSTRATIVO DOS FLUXOS DE CAIXA CORRESPONDENTE AOS EXERC�CIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012. MÉTODO INDIRETO Fluxos de Caixa das Atividades Operacionais:  6XSHUiYLW'p¿FLWGR3HUtRGR Ajustes p/conciliar resultado às disponib. geradas nas atividades (+/-)Depreciaçþes (+/-)Ajustes de Exercícios Anteriores (+/-)Ajustes de Avaliação Patrimonial 6XSHUiYLWRX'p¿FLW$MXVWDGR Variaçþes nos ativos e passivos circulantes (+/-)Variação nos clientes (+/-)Variação de outras contas a receber (+/-)Variação de despesas antecipadas (+/-)Variação adiantamentos (+/-)Variação nos crÊditos diversos (+/-)Variação no realizåvel a longo prazo (+/-)Variação obrigaçþes trabalhistas e tributårias (+/-)Variação com outras obrigaçþes (+/-)Variação de repasses a aplicar (+/-)Variação fornecedores (=)Caixa líquido obtido/(aplicado) das/nas atividades operacionais

2013

2012

  

 

286.371,75 (4.727,21)   

193.209,46 22.295,13 13.995.380,72 

77.754,46 (283,30) (307,98) (25.206,87) 58.018,19 (5.816,10) 2.297,15 (104.332,48) (21.402,27)

(209.136,05) 9.827,71 (280,78) 20.513,19 4.209,95 81.941,62 (95,30) 98.941,58 29.209,32

(213.391,74)

13.979.536,68

(58.532,13) 530,29

(14.060.871,57) 20.959,46

(58.001,84)

(14.039.912,11)

-

-





DEMONSTRAĂ‡ĂƒO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS   Saldo em 01/01/2012 Transf.saldo resultado exerc.2011 Transf.do valor de ajustes de 2011 $MXVWHVUHWLÂżFDomRGHHUUR  Transf. das doaçþes Patrimoniais Ajustes de avaliação patrimonial Realização de ajustes de avaliação 'pÂżFLWGRH[HUFtFLRGH  Saldo em 31/12/2012 Saldo em 01/01/2013 Transf.saldo resultado exerc.2012 Transf.de ajustes do exercĂ­cio de 2012 $MXVWHVUHWLÂżFDomRGHHUUR  Realização de ajustes de avaliação 'pÂżFLWGRH[HUFtFLRGH  Saldo em 31/12/2013

3DWULP6RFLDO 2.552.921,56 34.736,58 24.902,18  29.502,70  2.642.063,02 2.642.063,02 (43.770,99) 22.295,13   2.620.587,16

$MXVWHV $MXVWHV$YDO3DWU 'RDo}HVSDWULP 24.902,18 107.480,34 29.502,70 (24.902,18)    (29.502,70) 13.995.380,72 (222.708,88)    22.295,13 13.880.152,18 22.295,13 13.880.152,18 (22.295,13)      (286.902,04)    (4.727,21) 13.593.250,14 -

6XSHUiYLW'pÂżFLW 3DWULP/tTXLGR 34.736,58 2.749.543,36 (34.736,58)   13.995.380,72 222.708,88     

(43.770,99) 16.500.739,34 (43.770,99) 16.500.739,34 43.770,99   

286.902,04     

(188.855,04) 16.020.255,05

Fluxos de Caixa das Atividades de Investimento (-)Aquisição de imobilizado/investimentos/intangível (+)Venda/baixa de imobilizado/investimentos (=)Caixa líquido obtido/(aplicado) das/nas atividades de investimentos Fluxos de Caixa das Atividades de Financiamento (+)EmprÊstimos obtidos (-)EmprÊstimos pagos (=)Caixa líquido obtido/(aplicado) das/nas DWLYLGDGHVGH¿QDQFLDPHQWR Aumento/(diminuição) do Caixa e Caixa Equivalente do Período

(271.393,58)

(60.375,43)

Caixa e Caixa Equivalente no InĂ­cio do PerĂ­odo

2.028.221,20

2.088.596,63

Caixa e Caixa Equivalente no Final do PerĂ­odo

1.756.827,62

2.028.221,20

* As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

* As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

NOTAS EXPLICATIVAS Ă€S DEMONSTRAÇÕES CONTĂ BEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012. NOTA 01 – CONTEXTO OPERACIONAL A ASSOCIAĂ‡ĂƒO DE EDUCAĂ‡ĂƒO FAMILIAR E SOCIAL DO PARANĂ , fundada HP  GH MDQHLUR GH  p XPD$VVRFLDomR GH ÂżQV QmR HFRQ{PLFRV GH FDUiWHU EHQHÂżFHQWH UHOLJLRVR DVVLVWHQFLDO FXOWXUDO HGXFDFLRQDO H SURÂżVVLRQDOL]DQWH declarada de Utilidade PĂşblica Estadual pela Lei nÂş 3.195 de 17 de julho de 1957, de Utilidade PĂşblica Federal pelo Decreto nÂş 52.645 de 10 de outubro de 1963, Inscrita QR &13- VRE Qž  H FHUWLÂżFDGD FRPR (QWLGDGH %HQHÂżFHQWH GH $VVLVWrQFLD 6RFLDO7HP SRU ÂżQDOLGDGH SURPRYHU D DVVLVWrQFLD VRFLDO UHIRUoDQGR RV valores da Instituição familiar, promovendo a inclusĂŁo de pessoas em situação de pobreza e vulnerabilidade social e atua ainda nas ĂĄreas da educação especial, saĂşde e promoção humana, cultura, esporte e lazer. 3DUDRFXPSULPHQWRGHVXDVÂżQDOLGDGHVDHQWLGDGHPDQWpPD(VFRODGH(GXFDomR (VSHFLDO (SKHWD SDUD GHÂżFLHQWHV DXGLWLYRV H R &HQWUR 6RFLDO GD 9LOD *XDtUD SDUD atendimentos as pessoas carentes. MantĂŠm ainda, em cumprimento aos objetivos estatutĂĄrios, um ĂłrgĂŁo suplementar para o desenvolvimento do programa permanente GHSUHSDUDomRHFRORFDomRGRPHQRUDSUHQGL]HPDWLYLGDGHVSURÂżVVLRQDLVDWUDYpVGH convĂŞnios com instituiçþes pĂşblicas e privadas. NOTA 02 – APRESENTAĂ‡ĂƒO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTĂ BEIS Na elaboração das demonstraçþes contĂĄbeis de 2013, a Entidade adotou a Lei 11.638/2007, a Lei 11.941/09 que alteraram os artigos da Lei 6.404/76 em relação aos aspectos relativos Ă  elaboração e divulgação das demonstraçþes contĂĄbeis. Essas demonstraçþes foram elaboradas em observância Ă s prĂĄticas contĂĄbeis adotadas no Brasil, caracterĂ­sticas qualitativas da informação contĂĄbil, Resolução CFC NÂş 1.374/11 1%&7* TXHWUDWDGD(VWUXWXUD&RQFHLWXDOSDUDD(ODERUDomRH$SUHVHQWDomRGDV 'HPRQVWUDo}HV&RQWiEHLV5HVROXomR&)&1ž 1%&7* TXHWUDWDGD Apresentação das Demonstraçþes ContĂĄbeis, Resolução CFC nÂş 1.305/2010, que DSURYRXD1%&7*Âą6XEYHQomRH$VVLVWrQFLD*RYHUQDPHQWDLV'HOLEHUDo}HVGD ComissĂŁo de Valores MobiliĂĄrios (CVM) e as Normas emitidas pelo Conselho Federal GH&RQWDELOLGDGH &)& HPHVSHFLDOD5HVROXomR&)&1žTXHDSURYRXD,7* TXHUHYRJRXD5HVROXomR&)&1žÂą1%&7ÂąSDUDDV(QWLGDGHV VHP )LQDOLGDGH GH /XFURV TXH HVWDEHOHFH FULWpULRV H SURFHGLPHQWRV HVSHFtÂżFRV GH avaliação, de registros dos componentes e variaçþes patrimoniais e de estruturação das demonstraçþes contĂĄbeis, e as informaçþes mĂ­nimas a serem divulgadas em nota H[SOLFDWLYDGDVHQWLGDGHVVHPÂżQDOLGDGHGHOXFURV NOTA 03 – FORMALIDADE DA ESCRITURAĂ‡ĂƒO CONTĂ BIL RESOLUĂ‡ĂƒO CFC NÂş 1.330/11 (NBC ITG 2000) A Entidade mantĂŠm um sistema de escrituração uniforme dos seus atos e fatos administrativos, por meio de processo eletrĂ´nico. O registro contĂĄbil contĂŠm o nĂşmero GH LGHQWLÂżFDomR GRV ODQoDPHQWRV UHODFLRQDGRV DR UHVSHFWLYR GRFXPHQWR GH RULJHP externa ou interna ou, na sua falta, em elementos que comprovem ou evidenciem fatos e a prĂĄtica de atos administrativos. As demonstraçþes contĂĄbeis, incluindo as notas explicativas, elaboradas por disposiçþes legais e estatutĂĄrias, serĂŁo transcritas no “DiĂĄrioâ€? da Entidade e posteriormente registrado no CartĂłrio de Registros de Pessoas JurĂ­dicas. A documentação contĂĄbil da Entidade ĂŠ composta por todos os documentos, livros, papĂŠis, registros e outras peças, que apĂłiam ou compĂľem a escrituração contĂĄbil. A documentação contĂĄbil ĂŠ hĂĄbil, revestida das caracterĂ­sticas intrĂ­nsecas ou H[WUtQVHFDVHVVHQFLDLVGHÂżQLGDVQDOHJLVODomRQDWpFQLFDFRQWiELORXDFHLWDVSHORV “usos e costumesâ€?. A Entidade mantĂŠm em boa ordem a documentação contĂĄbil. NOTA 04 – PRINCIPAIS PRĂ TICAS ADOTADAS a) Caixa e Equivalentes de Caixa: Conforme determina a Resolução do CFC NÂş  1%&7* Âą'HPRQVWUDomRGR)OX[RGH&DL[DH5HVROXomRGR&)&1ž  1%& 7*   Âą $SUHVHQWDomR GDV 'HPRQVWUDo}HV &RQWiEHLV RV YDORUHV contabilizados neste sub-grupo representam moeda em caixa e depĂłsitos Ă  vista em conta bancĂĄria, bem como os recursos que possuem as mesmas caracterĂ­sticas de liquidez de caixa e de disponibilidade imediata ou atĂŠ 90 (noventa) dias e que estĂŁo VXMHLWRVDLQVLJQLÂżFDQWHULVFRGHPXGDQoDGHYDORU b) Aplicaçþes de liquidez imediata:$VDSOLFDo}HVÂżQDQFHLUDVHVWmRGHPRQVWUDGDV pelos valores originais aplicados, acrescidos dos rendimentos prĂł-rata atĂŠ a data do balanço. c) Ativos e passivos circulantes: os ativos e passivos circulantes estĂŁo sendo demonstrados pelos valores conhecidos ou calculĂĄveis acrescidos, quando aplicĂĄvel, dos correspondentes encargos incorridos atĂŠ a data do balanço patrimonial. Quando aplicĂĄvel, os ativos e passivos circulantes sĂŁo registrados com base em taxas de juros TXHUHĂ€HWHPRSUD]RDPRHGDHRULVFRGHFDGDWUDQVDomR d) Investimentos: Os investimentos estĂŁo contabilizados pelos valores originais conhecidos, atualizados, quando aplicĂĄvel, atĂŠ o encerramento do exercĂ­cio. e) Imobilizado: Os ativos imobilizados foram avaliados ao valor justo em exercĂ­cios anteriores e as aquisiçþes posteriores ou construçþes estĂŁo contabilizados pelo seu valor de aquisição, deduzida a depreciação. Outros gastos sĂŁo capitalizados apenas quando hĂĄ um aumento nos benefĂ­cios econĂ´micos desse item do imobilizado. Qualquer outro gasto ĂŠ reconhecido como despesa quando incorrido. f) IntangĂ­vel: Os ativos intangĂ­veis sĂŁo registrados pelo custo de aquisição deduzida da amortização. g) Depreciaçþes e Amortizaçþes: foram calculadas e estĂŁo sendo apresentadas pelo mĂŠtodo linear mediante a aplicação de taxas admitidas pelas normas brasileiras. h) ProvisĂŁo para fĂŠrias e encargos: As fĂŠrias bem como os seus encargos foram provisionados com base nos direitos adquiridos pelos empregados atĂŠ a data do balanço. i) As receitas e as despesas: Foram apropriadas pelo regime de competĂŞncia. As receitas e despesas sĂŁo reconhecidas, respeitando todos os princĂ­pios contĂĄbeis. j) Apuração do resultado: O resultado foi apurado segundo o regime de competĂŞncia. Os rendimentos e encargos incidentes sobre os Ativos e Passivos e suas realizaçþes estĂŁo reconhecidos no resultado. k) Prazos: os ativos realizĂĄveis e os passivos exigĂ­veis, atĂŠ o encerramento do H[HUFtFLR VHJXLQWH VmR FODVVLÂżFDGRV FRPR FLUFXODQWH 2V YDORUHV H[LJLGRV DSyV R H[HUFtFLRVHJXLQWHIRUDPFODVVLÂżFDGRVFRPRORQJRSUD]R NOTA 05 – ATIVO NĂƒO CIRCULANTE (INVESTIMENTOS) O saldo apresentado de R$ 39.600,00 em 2013 e R$ 31.000,00 em 2012, refere-se a LQYHVWLPHQWRVHPWtWXORVGHFDSLWDOL]DomRMXQWRDLQVWLWXLo}HVÂżQDQFHLUDV NOTA 06 – ATIVO NĂƒO CIRCULANTE (IMOBIIZADO) A entidade iniciou, no ano de 2011, o processo de avaliação de seus bens a valor justo WHQGRVLGRFRQFOXtGRHP$HQWLGDGHQmRPRGLÂżFRXRVFULWpULRVXWLOL]DGRVSDUD a determinação da vida Ăştil dos bens do ativo imobilizado. Procedida a revisĂŁo dos EHQV D DGPLQLVWUDomR MXOJRX TXH DV DWXDLV WD[DV DSOLFiYHLV UHĂ€HWHP R DSUR[LPDGR tempo de vida Ăştil dos bens. As aquisiçþes e incorporaçþes ocorridas posteriormente ao processo de avaliação foram reconhecidas pelo custo de aquisição, tendo sido

depreciadas, conforme demonstramos no quadro abaixo: DESCRIĂ‡ĂƒO DOS BENS

Taxa

2012 Residual

Aquisiçþes

Móveis e utensílios Måq.e equipamentos Veículos Equip. comunicação Instalaçþes Equip. de informåtica Imóveis - terrenos Imóveis benfeitorias

10% 10% 20% 10% 10% 20% 4%

150.072,73 62.905,68 74.782,18 963,24 20.600,81 59.872,46 9.010.000,00 5.264.233,45

6.333,01 1.242,00 36.561,60 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

Totais

14.643.430,55

2013 Baixas Depreciação

392,04 138,25 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

18.850,14 7.848,10 21.887,40 135,00 2.340,00 19.711,31 0,00 215.599,80

Residual

137.163,56 56.161,33 89.456,38 828,24 18.260,81 40.161,15 9.010.000,00 5.048.633,65

44.136,61 530,29 286.371,75 14.400.665,12

NOTA 07 – ATIVO NĂƒO CIRCULANTE (INTANGĂ?VEL) Os bens componentes do IntangĂ­vel foram registrados pelo custo de aquisição e estĂŁo sendo amortizados de acordo com a legislação, conforme demonstramos no quadro abaixo: DESCRIĂ‡ĂƒO DOS BENS

Direito de uso de software Marcas e patentes Totais

Taxa

2012 2013 Residual Aquisiçþes Baixas Depreciação Residual

20% -

10.809,52 1.570,00

9.812,40 0,00

0,00 0,00

4.016,88 16.605,04 0,00 1.570,00

-

12.379,52

9.812,400

0,00

4.016,88 18.175,04

NOTA 08 – DAS OBRIGAÇÕES A CURTO PRAZO (PASSIVO CIRCULANTE) As obrigaçþes foram cumpridas nos prazos e as provisionadas estĂŁo representadas SHOR VHX YDORU QRPLQDO RULJLQDO H UHSUHVHQWD R VDOGR GH REULJDo}HV ÂżVFDLV empregatĂ­cias, tributĂĄrias, fornecedores, adiantamentos a aplicar e instituiçþes ÂżQDQFHLUDVDSDJDUEHPFRPRDSURYLV}HVVRFLDLV NOTA 09 – PATRIMĂ”NIO LĂ?QUIDO Com saldo inicial de R$ 16.500.739,34 passou a R$ 16.020.255,05, tendo ocorrido, no GHFRUUHUGRH[HUFtFLRjVVHJXLQWHVPRGLÂżFDo}HV a)Ajustes de Avaliação Patrimonial: Com saldo inicial de R$ 13.880.152,18, passou para R$ 13.593.250,14, mediante as seguintes operaçþes: realização de parte deste valor pela depreciação e pela baixa de bens no montante de R$ (286.902,04). E 6XSHUiYLWRX'pÂżFLWGR([HUFtFLR&RPVDOGRLQLFLDOGH5  SDVVRXSDUD R$ (188.855,04) mediante as seguintes operaçþes: transferĂŞncia do saldo desta conta para o patrimĂ´nio social no valor de R$ (43.770,99), realização do ajuste de avaliação patrimonial pela depreciação e/ou baixa de bens no valor de R$ 286.902,04 e pela DEVRUomRGRGpÂżFLWGRH[HUFtFLRGHQRPRQWDQWHGH5   c)PatrimĂ´nio Social: Com saldo inicial de R$ 2.642.063,02 passou para R$ DWUDYpVGDDEVRUomRGRVDOGRGDFRQWD6XSHUiYLWRX'pÂżFLWGR([HUFtFLR no valor de R$ (43.770,99) e pela transferĂŞncia dos ajustes de exercĂ­cios anteriores UHODWLYRVDUHWLÂżFDomRGHHUURQRYDORUGH5 d)Ajustes: Com saldo inicial de R$ 22.295,13 passou para R$ (4.727,21) mediante a transferĂŞncia do saldo da conta de ajustes de exercĂ­cios anteriores para o patrimĂ´nio social no valor de R$ 22.295,13 e pela absorção de novos ajustes correspondentes a diferenças nas conciliaçþes feita pelo poder pĂşblico nas prestaçþes de contas de 2012 dos projetos recebidos pela instituição, sendo que neste perĂ­odo ocorrem glosas em notas de despesas, ocasionando o ajuste de (4.727,21). NOTA 10 – RESULTADO DO EXERCĂ?CIO 2GpÂżFLWGRH[HUFtFLRGHIRLHRGHVHUiDEVRUYLGRSHODFRQWDSDWULP{QLR social em conformidade com as exigĂŞncias legais, estatutĂĄrias e de acordo com a UHVROXomRTXHDSURYRXD,7*Âą(QWLGDGHVVHPÂżQDOLGDGHGHOXFURV em seu item 15. NOTA 11 – DOS RECURSOS 2V UHFXUVRV GD HQWLGDGH IRUDP DSOLFDGRV QDV ÂżQDOLGDGHV LQVWLWXFLRQDLV FRQIRUPH R estatuto e demonstrados pelas despesas e investimentos patrimoniais. NOTA 12 – RECEITAS E DESPESAS As receitas e despesas da entidade foram segregadas de acordo com os serviços de assistĂŞncia social desenvolvidos pela instituição. NOTA 13 – PROVISĂƒO PARA PERDAS $ HQWLGDGH HIHWXRX D SURYLVmR SDUD SHUGDV HP PRQWDQWH FRQVLGHUDGR VXÂżFLHQWH pela administração para suprir as eventuais perdas na realização dos crĂŠditos, conforme preconiza a Resolução CFC nÂş 1.409/2012, item 14. Em 2013, o montante provisionado foi de R$ 201,44. Em 2012, o montante provisionado foi de R$ 160,00. NOTA 14 – PROVISĂƒO DE PASSIVOS CONTINGENTES Em atendimento a Resolução CFC 1.180/09 e respaldados por relatĂłrios recebidos das DVVHVVRULDVMXUtGLFDVFRQVWDQGRRVSURFHVVRVDGPLQLVWUDWLYRVHRXMXGLFLDLV ÂżVFDLV trabalhistas e tributĂĄrios), que a entidade possui e a situação de cada processo, nĂŁo foram registradas contingĂŞncias ativas e/ou passivas destes processos, seja como executor ou como executado, por nĂŁo existir, atĂŠ a data do balanço, processos que necessitasse a realização de registros contĂĄbeis de contingĂŞncia ativa e/ou passiva. NOTA 15 – SEGUROS CONTRATADOS A entidade mantĂŠm seguros para os bens do imobilizado, em montante considerado VXÂżFLHQWHSHODDGPLQLVWUDomRSDUDFREULUHYHQWXDLVULVFRVHQYROYLGRVGHFRUUHQWHVGH suas atividades. NOTA 16 – DEMONSTRAĂ‡ĂƒO DOS FLUXOS DE CAIXA $GHPRQVWUDomRGRVĂ€X[RVGHFDL[DIRLHODERUDGDHPFRQIRUPLGDGHFRPDUHVROXomR GR&RQVHOKR)HGHUDOGH&RQWDELOLGDGH&)&QžTXHDSURYRXD1%&7Âą Demonstração dos Fluxos de Caixa e tambĂŠm de acordo com a resolução 1.152/09 que aprovou a NBC T 19.18. A entidade elaborou essa demonstração atravĂŠs do mĂŠtodo indireto. NOTA 17 – DOAÇÕES E CONTRIBUIÇÕES RECEBIDAS A entidade recebeu em 2013 e 2012 doaçþes e/ou contribuiçþes de pessoas fĂ­sicas e ou jurĂ­dicas no valor de R$ 115.449,75 e R$ 217.055,50 respectivamente. NOTA 18 – AJUSTE A VALOR PRESENTE Em cumprimento a Resolução 1.151/09 e a Lei 11.638/07 a Entidade nĂŁo efetuou o ajuste de valor presente das contas de Ativos e Passivos Circulantes (saldos de curto prazo), pois a sua administração entendeu que tais fatos nĂŁo representam efeitos relevantes. Ainda, em atendimento a legislação supracitada, a Entidade deve efetuar o Ajuste a Valor Presente (AVP) em todos os elementos integrantes do ativo e passivo quando decorrentes de operaçþes de longo prazo. O valor presente representa o valor de um direito ou obrigação e descontadas as taxas, possivelmente de mercado, implĂ­citas em seu valor original, buscando-se registrar essas taxas como despesas RX UHFHLWDV ÂżQDQFHLUDV (P DQiOLVH HIHWXDGD QRV VDOGRV FRQWiEHLV GRV LWHQV TXH estĂŁo compondo os ativos e passivos nĂŁo circulantes da Entidade, a administração entendeu nĂŁo ser necessĂĄrio efetuar o Ajuste a Valor Presente, pois estas rubricas nĂŁo se enquadram nos critĂŠrios de aplicação e mensuração da Resolução 1.151/09.

NOTA 19 – REDUĂ‡ĂƒO AO VALOR RECUPERĂ VEL DE ATIVOS Conforme a Resolução 1.292/10, a entidade, atravĂŠs de deliberação de diretoria, entendeu a nĂŁo necessidade de testar a recuperabilidade dos ativos nos exercĂ­cios de 2013 e 2012, pois o mesmo foi amplamente discutido e constatou-se que esses ativos encontram-se registrados contabilmente por um valor inferior aquele possĂ­vel de ser recuperado por uso ou por venda, uma vez que, recentemente, foi efetuada a avaliação patrimonial a valor justo de todos os bens integrantes do ativo imobilizado da entidade, nĂŁo demonstrando assim, distorçþes em seu patrimĂ´nio. Portanto, a entidade adotou o critĂŠrio da nĂŁo realização do Teste de Recuperabilidade neste exercĂ­cio. Para o exercĂ­cio de 2014 a entidade poderĂĄ realizar o diagnĂłstico da QHFHVVLGDGHGHUHDOL]DomRGD3URYLVmRSDUD3HUGDVÂą,PSDLUPHQWYLVDQGRDWHQGHUD Lei 11.638/07 e os Pronunciamentos ContĂĄbeis TĂŠcnicos CPC 01, CPC 04 e CPC 27. NOTA 20 – SUBVENÇÕES E ASSISTĂŠNCIAS GOVERNAMENTAIS No exercĂ­cio de 2013, a entidade recebeu recursos PĂşblicos oriundos dos projetos e Instituiçþes ou Ă“rgĂŁos PĂşblicos, cujos valores foram aplicados nas atividades previstas no plano de ação. Ficam demonstrados no quadro abaixo os valores recebidos, bem como os valores aplicados atĂŠ o encerramento do balanço. TambĂŠm ÂżFDPHYLGHQFLDGRVRVVDOGRVGHFDGDSURMHWRTXHGHYHUmRVHUDSOLFDGRVQRGHFRUUHU o exercĂ­cio de 2014. Saldo Ă“rgĂŁo PĂşblico em Valor ResponsĂĄvel 01/01/2013 Recebido Projeto FAS SAC PPD EPHETA - Prefeitura Municipal de Curitiba 0,00 45.541,20 Projeto Projeto Menor Aprendiz - Prefeitura Municipal de Curitiba 74.701,18 605.769,65 Projeto Educacional Especial SEED - Secretaria Estadual de Educação 2.411,75 184.289,76 Projeto Confomi 1.194,62 2,28 Projeto CRAS Vila Guaira 1.685,48 26.459,19 Projeto Secret.Municipal Finanças 24.536,09 87.653,50 Projeto Fas Adolescentes Inseridos 62.863,53 271.497,17 Projeto Telhado Vila Guaira 4,21 0,00 Projeto E.P. Computadores Epheta 11,76 0,00 Projeto E.P. Melhorias Atendimento Epheta 74,54 0,00 Projeto Reforma Calçada AEFSPR 61,53 0,00 TOTAL 167.544,69 1.221.212,75

Valor Devolvido /Glosas

Saldo Valor em Aplicado 31/12/2013

(6.471,69)

(39.069,51)

0,00

(74.701,18)

(585.871,45)

19.898,20

(7.319,84) (179.381,67) (2,28) (1.194,62) (4.497,03) (23.647,64) (43.429,37) (61.408,14) (26.478,06) (271.920,71) (4,21) 0,00 (11,76) 0,00 (74,54) 0,00 (61,53) 0,00 (163.051,49) (1.162.493,74)

0,00 0,00 0,00 7.352,08 35.961,93 0,00 0,00 0,00 0,00 63.212,21

NOTA 21 – APLICAĂ‡ĂƒO EM ASSISTĂŠNCIA SOCIAL A Entidade tem como atividade preponderante a AssistĂŞncia Social e presta estes serviços de forma totalmente gratuita, continuada e planejada para os usuĂĄrios que dela necessitar, sem qualquer discriminação de acordo com a Lei nÂş 12.101 de 27 de novembro de 2009, alterada pela Lei nÂş 12.868 de 15 de outubro de 2013, Decreto nÂş 7.237 de 20 de julho de 2010, resolução nÂş 16 de 5 de maio de 2010, IN 01 de 30 de dezembro de 2010 e Portaria MDS nÂş 353 de 23 de dezembro de 2011. Os serviços, programas, projetos e benefĂ­cios socioassistenciais estĂŁo inscritos no respectivo Conselho Municipal de AssistĂŞncia Social da Cidade de Curitiba/PR. Os valores e as aplicaçþes em assistĂŞncia social estĂŁo registrados por seu valor original e de acordo com a sua competĂŞncia. Os custos da entidade aplicados em AssistĂŞncia Social, nos anos de 2013 e 2012, foram: a) Despesas com AssistĂŞncia Social - projetos DESCRIĂ‡ĂƒO 2013 2012 (GXFDomRHVSHFLDOÂą(VFROD(SKHWD   &HQWUR6RFLDO9LOD*XDtUD   Menor Aprendiz 7.106.952,56 6.824.501,92 Totais 7.453.507,34 7.218.889,95 b) Total dos custos da Entidade - AssistĂŞncia social – projetos e administração DESCRIĂ‡ĂƒO 2013 2012 (GXFDomRHVSHFLDOÂą(VFROD(SKHWD   &HQWUR6RFLDO9LOD*XDtUD   Menor Aprendiz 7.106.952,56 6.824.501,92 Despesas administrativas e de apoio 1.611.293,85 1.241.936,91 Total das despesas 9.064.801,19 8.460.826,86 c) Demonstrativo do percentual da aplicação dos recursos em assistĂŞncia social DESCRIĂ‡ĂƒO 2013 2012 Total das aplicaçþes em assistĂŞncia social 7.453.507,34 7.218.889,95 Total da despesa de manutenção da entidade 1.611.293,85 1.241.936,91 Custo total 9.064.801,19 8.460.826,86 Receita total 8.589.044,11 8.194.346,99 % das despesas aplicada em projetos sociais, totalmente gratuitos para os seus usuĂĄrios. 100,00% 100,00% d) BenefĂ­cios obtidos com a isenção das contribuiçþes sociais DESCRIĂ‡ĂƒO 2013 2012 &RQWULEXLomRSUHYLGHQFLiULDÂąFRWDSDWURQDO   Contribuição de terceiros 372.347,01 350.410,28 6HJXURDFLGHQWHGRWUDEDOKRÂą5$7   &RÂżQV   Totais dos benefĂ­cios 2.097.299,65 1.978.431,21 AssistĂŞncia social aplicada 9.064.801,19 8.460.826,86 Valor aplicado a maior 6.967.501,54 6.482.395,65 NOTA 22 – IMUNIDADE TRIBUTĂ RIA $ $VVRFLDomR GH (GXFDomR )DPLOLDU H 6RFLDO GR 3DUDQi p XPD $VVRFLDomR GH ÂżQV QmR HFRQ{PLFRV GH FDUiWHU EHQHÂżFHQWH UHOLJLRVR DVVLVWHQFLDO FXOWXUDO HGXFDFLRQDO H SURÂżVVLRQDOL]DQWH e LPXQH D LQFLGrQFLD GH LPSRVWRV SRU IRUoD GR DUWLJR  LQFLVR 9, alĂ­nea “câ€? e seu parĂĄgrafo 4Âş e artigo 195 parĂĄgrafo 7Âş da Constituição Federal de 05 de outubro de 1988, e, para tanto: a) nĂŁo distribui qualquer parcela de seu patrimĂ´nio ou de VXDVUHQGDVDTXDOTXHUWtWXORE DSOLFDLQWHJUDOPHQWHQRSDtVRVUHFXUVRVQDPDQXWHQomR GRVVHXVREMHWLYRVLQVWLWXFLRQDLVHF PDQWpPDHVFULWXUDomRGHVXDVUHFHLWDVHGHVSHVDV em livros revestidos de formalidades capazes de assegurar sua exatidĂŁo. Curitiba/PR, 31 de dezembro de 2013. IVANILDES DIVINA DO CARMO PRESIDENTE CPF N. 194.542.871-68 ILDO BENINCĂ CONTADOR CRC RS 025471/O-3 S-PR CPF 094.288.449-34

RELATĂ“RIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Ilma. Sra. Presidente da ASSOCIAĂ‡ĂƒO DE EDUCAĂ‡ĂƒO FAMILIAR E SOCIAL DO PR CURITIBA - PR ([DPLQDPRVDVGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVGDASSOCIAĂ‡ĂƒO DE EDUCAĂ‡ĂƒO FAMILIAR E SOCIAL DO PARANĂ , que compreendem o Balanço Patrimonial em 31 de Dezembro de 2013 e DVUHVSHFWLYDVGHPRQVWUDo}HVGR6XSHUiYLWRX'pÂżFLWGDV0XWDo}HVGR3DWULP{QLR6RFLDOHGRV )OX[RVGH&DL[DSDUDRH[HUFtFLRÂżQGRQDTXHODGDWDDVVLPFRPRRUHVXPRGDVSULQFLSDLVSUiWLFDV contĂĄbeis e demais notas explicativas. RESPONSABILIDADE DA ADMINISTRAĂ‡ĂƒO SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2.A Administração da ASSOCIAĂ‡ĂƒO DE EDUCAĂ‡ĂƒO FAMILIAR E SOCIAL DO PARANĂ ĂŠ UHVSRQViYHOSHODHODERUDomRHDGHTXDGDDSUHVHQWDomRGDVGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVGHDFRUGR com as prĂĄticas contĂĄbeis adotadas no Brasil, e pelos controles internos que ela determinou FRPRQHFHVViULRVSDUDSHUPLWLUDHODERUDomRGHGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVOLYUHVGHGLVWRUomR relevante, independentemente se causada por fraude ou por erro. RESPONSABILIDADE DOS AUDITORES INDEPENDENTES 1RVVDUHVSRQVDELOLGDGHpDGHH[SUHVVDUXPDRSLQLmRVREUHHVVDVGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDV com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigĂŞncias ĂŠticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoĂĄvel de que as GHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVHVWmROLYUHVGHGLVWRUomRUHOHYDQWH 4.Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidĂŞncia D UHVSHLWR GRV YDORUHV H GDV GLYXOJDo}HV DSUHVHQWDGRV QDV GHPRQVWUDo}HV ÂżQDQFHLUDV 2V procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos ULVFRV GH GLVWRUomR UHOHYDQWH QDV GHPRQVWUDo}HV ÂżQDQFHLUDV LQGHSHQGHQWHPHQWH VH FDXVDGD

por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos o auditor considera os controles internos relevantes SDUDDHODERUDomRHDGHTXDGDDSUHVHQWDomRGDVGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVGD(QWLGDGHSDUD planejar os procedimentos de auditoria que sĂŁo apropriados nas circunstâncias, mas nĂŁo para H[SUHVVDU XPD RSLQLmR VREUH D HÂżFiFLD GHVVHV FRQWUROHV LQWHUQRV GD (QWLGDGH 8PD DXGLWRULD inclui, tambĂŠm, a avaliação da adequação das polĂ­ticas contĂĄbeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contĂĄbeis feitas pela Administração, bem como a avaliação da apresentação das GHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVWRPDGDVHPFRQMXQWR $FUHGLWDPRV TXH D HYLGrQFLD GH DXGLWRULD REWLGD p VXÂżFLHQWH H DSURSULDGD SDUD IXQGDPHQWDU nossa opiniĂŁo. OPINIĂƒO (P QRVVD RSLQLmR DV GHPRQVWUDo}HV ÂżQDQFHLUDV DQWHULRUPHQWH UHIHULGDV DSUHVHQWDP DGHTXDGDPHQWH HP WRGRV RV DVSHFWRV UHOHYDQWHV D SRVLomR SDWULPRQLDO H ÂżQDQFHLUD GD ASSOCIAĂ‡ĂƒO DE EDUCAĂ‡ĂƒO FAMILIAR E SOCIAL DO PARANĂ em 31 de Dezembro de RGHVHPSHQKRGHVXDVRSHUDo}HVHRVVHXVĂ€X[RVGHFDL[DSDUDRH[HUFtFLRÂżQGRQDTXHOD data, de acordo com as prĂĄticas contĂĄbeis adotadas no Brasil. OUTROS ASSUNTOS 7.Demonstração do Valor Adicionado Âą ([DPLQDPRV WDPEpP D GHPRQVWUDomR LQGLYLGXDO GR YDORU DGLFLRQDGR '9$  UHIHUHQWH DR H[HUFtFLR ÂżQGR HP  GH 'H]HPEUR GH  FXMD apresentação ĂŠ requerida pela legislação brasileira e Normas ContĂĄbeis Brasileiras, e como informação suplementar pelas IFRS que nĂŁo requerem a apresentação da DVA. Essa demonstração foi submetida ao mesmo procedimento de auditoria descrito anteriormente e, em nossa opiniĂŁo, estĂĄ adequadamente apresentada, em todos os seus aspectos relevantes em UHODomRjVGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVWRPDGDVHPFRQMXQWR 8.Conforme demonstrada a Nota “21â€? das “Notas Explicativasâ€? Ă s Demonstraçþes ContĂĄbeis e HPFRQMXQWRFRPVHX%DODQoR3DWULPRQLDOQRVJUXSRVÂł$WLYRH3DVVLYR&RPSHQVDGRV´ *UXSR

Extra-Patrimonial), e na Demonstração do SuperĂĄvit do ExercĂ­cio, a Entidade demonstra ter aplicado em Gratuidades durante o ano de 2013, valor superior a 20% (vinte por cento) de sua UHFHLWDEDVHSDUDÂżODQWURSLDHPDWHQGLPHQWRD/HLTXHGLVS}HVREUHDFRQFHVVmR H PDQXWHQomR GR &HUWLÂżFDGR GH (QWLGDGH %HQHÂżFHQWH GH $VVLVWrQFLD 6RFLDO Âą &(%$6 $V Gratuidades Concedidas e constantes desses documentos contĂĄbeis expressam valor superior Ă  Isenção UsufruĂ­da da Quota Patronal de Contribuição para a Seguridade Social. 9.Auditoria dos valores correspondentes ao exercĂ­cio anteriorÂą2VYDORUHVFRUUHVSRQGHQWHV DR H[HUFtFLR ÂżQGR HP  GH 'H]HPEUR GH  DSUHVHQWDGRV SDUD ÂżQV GH FRPSDUDomR IRUDP por nĂłs auditados, conforme relatĂłrio datado de 11/03/2013, o qual nĂŁo conteve qualquer PRGLÂżFDomR *** Porto Alegre, 07 de março de 2014 NILTON ANTONIO TIELLET BORGES CONTADOR – CRC/RS “Sâ€? “PRâ€? 015.233/O-8 – CNAI NÂş 81 CPF 005.449.140-15 REGISTRO CVM ATO DECLARATĂ“RIO NÂş 5417, DOU 14.5.99- CĂ“D. CVM 7722 CRISTINA STRYCHAZ BARCELLOS CONTADOR – CRC/RS “Sâ€? “PRâ€? 068.645/O-2 TSA AUDITORES ASSOCIADOS S.S. CRC/RS “Sâ€? “PRâ€? 4.240

7

As cirurgias plĂĄsticas e os jovens: aumento espantoso Durante o perĂ­odo da adolescĂŞncia, qualquer sinal que mostre que o jovem estĂĄ “fora dos padrĂľes de belezaâ€? convencionais, pode resultar em problemas mais sĂŠrios com o passar do tempo. Desde o comum problema com a acne atĂŠ a questĂŁo fĂ­sica – as mulheres encorpam mais, os meninos as vezes sofrem com a ginecomastia (aumento das mamas), - podem fazer com que muitos adolescentes se sintam infelizes com a sua aparĂŞncia e desejem, mesmo que de forma sutil, mudĂĄ-la. Prova disso ĂŠ o fato de o nĂşmero de cirurgias plĂĄsticas e corretivas em jovens entre 14 e 18 anos ter aumentado 141% nos Ăşltimos quatro anos. Os dados da Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia PlĂĄstica (SBCP) mostram que o nĂşmero de procedimentos nesta faixa etĂĄria passou de 6% para 10%, no mesmo perĂ­odo. Dentre as cirurgias mais procuradas, a lipoaspiração ĂŠ a preferida pelas meninas, enquanto os garotos se submetem mais Ă  redução das mamas. PorĂŠm, o Dr. Alderson Luiz Pacheco, cirurgiĂŁo plĂĄstico da ClĂ­nica Michelangelo, de curitiba – PR, lembra que antes de se submeter a qualquer cirurgia, ĂŠ preciso que os pais conversem de forma clara e franca com os filhos, entendendo a necessidade de realizar os procedimentos. “Antes da cirurgia, ĂŠ preciso entender o motivo que levou o jovem a querer optar pela cirurgia. Ela nĂŁo pode ser uma forma de mascarar um problema emocional, por exemplo – e isso ĂŠ algo comumâ€?, explica. Quando jĂĄ estĂŁo com o corpo formado – afinal, nĂŁo ĂŠ recomendado fazer uma lipoaspiração com uma menina que ainda estĂĄ com o corpo em formação, e o mesmo vale para implante de silicone, - nĂŁo hĂĄ restriçþes mĂŠdicas para a realização dos procedimentos. “Depois de aprovado pelo mĂŠdico e pelos pais do adolescente, as cirurgias sĂŁo feitas da mesma forma que sĂŁo realizadas em adultos. Do ponto de vista cirĂşrgico, pode-se dizer que os jovens sĂŁo os pacientes com o menor risco, e, em geral, tĂŞm recuperação mais rĂĄpidaâ€?, comenta. Entre as meninas, as cirurgias mais realizadas sĂŁo a lipoaspiração e as nos seios, - tanto o implante de silicone quanto a mamoplastia, que diminui o tamanho das mamas. “Lembro, novamente, que o que determina a plĂĄstica nos seios ĂŠ a total formação das mamas. E nĂŁo ĂŠ preciso se preocupar com a amamentação no futuro, pois se a tĂŠcnica for bem feita, o aleitamento nĂŁo serĂĄ prejudicadoâ€? esclarece. JĂĄ entre os meninos, o procedimento mais comum ĂŠ a ginecomastia, que corrige as glândulas mamĂĄrias demasiadamente desenvolvidas. Outras cirurgias bastante procuradas sĂŁo a correção da orelha de abano e rinoplastia, empregada para melhorar o aspecto estĂŠtico do nariz e a qualidade da respiração. Os pais tĂŞm muita dificuldade de contrariar os filhos, e isso pode gerar um grande problema para o futuro deles, para isso, ĂŠ preciso muita conversa e opiniĂľes de diferentes profissionais para que o adolescente e a famĂ­lia se sintam seguros na hora de marcar a cirurgia. A avaliação prĂŠvia evita falsas expectativas, ajuda no entendimento do procedimento e cria uma confiança mutua entre paciente e mĂŠdico, aspecto importantĂ­ssimo para a realização da cirurgia. Doutor Alderson Luiz Pacheco (CRM-Pr 15715) CirurgiĂŁo PlĂĄstico


8

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

Batatas fritas em temperatura elevada aceleram envelhecimento Os alimentos ricos em amido, como as batatas, quando cozidas a temperaturas superiores a 120°C geram uma reacção química que origina produtos tóxicos que aceleram o envelhecimento, segundo a Academia Nacional de Farmácia de França, avança o Diário Digital. Aqueles alimentos submetidos a altas temperaturas causam um processo de glicação (soma entre uma proteína e um carboidrato) avançada, conhecido como AGE, que pode acelerar o envelhecimento, segundo um estudo dirigido por Eric Boulanger, especialista em Biologia da Universidade de Lille. As partes queimadas das batatas fritas e cozidas, assim como do pão tostado, as bolachas, o pão branco e o café, contêm acrilamida, um composto comprovadamente cancerígeno e neurotóxico em células animais, embora não em seres humanos. Um recente estudo norte-americano realizado em homens e animais mostra que esses produtos podem provocar no ser humano problemas de memória semelhantes ao Alzheimer. A partir dessa pesquisa, a equipa de Boulanger estabeleceu a existência de um vínculo entre esses produtos e o envelhecimento vascular, que causa maior rigidez nas artérias e hipertensão. Para evitar consequências negativas, os investigadores franceses recomendam cozinhar os alimentos com água, vapor ou no micro-ondas, em vez de assados ou preparados na grelha.

Aplicativo auxilia usuários a verificar situação de carros Com a ajuda da tecnologia carros roubados podem ser identificados com mais facilidade. Um novo aplicativo, lançado pelo serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) está sendo muito útil para a averiguação de carros e motos. O Sinesp Cidadão auxilia na checagem da situação de um veículo, verificando se é roubado, por exemplo. O novo aplicativo está disponível para Android e iOS. O manuseio do Sinesp Cidadão é bastante simples, sendo que para fazer a verificação de um automóvel ou moto é necessário apenas digitar as letras e números da placa. Após isso o sistema faz uma consulta no banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp). Como resultado o usuário pode conferir a marca, modelo e a cor do veículo, bem como se ele está em uma situação irregular. Caso seja constatado que o veículo é roubado ou mesmo clonado o usuário pode acionar a polícia através do próprio aplicativo. Regina Miki, secretária Nacional de Segurança Pública, disse em entrevista ao G1, que o aplicativo já registrou cerca de 60 milhões de consultas até fevereiro.


| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

9

Pinhais comemora 22 anos com o maior show popular de sua história Milhares de pessoas estiveram reunidas para conferir as grandes atrações que encerraram as festividades do aniversário

No dia 20, data que oficialmente se comemora o aniversário de Pinhais, se apresentaram as bandas Nenhum de Nós e NX Zero

Alegria e animação. Estas duas palavras resumem bem o ritmo dos grandes shows que marcaram as comemorações do aniversário de Pinhais. Durante três dias, milhares de pessoas, juntas, atingiram o maior público já reunido em atrações públicas no município. Artistas de renome nacional, além de bandas locais, deram o tom desta grande festa que encerrou as festividades em alusão aos 22 anos de emancipação política de Pinhais. Ao lado do Terminal de ônibus da cidade, o palco foi erguido e por ali permaneceu de quinta-feira a domingo. Lá passaram as bandas NX Zero, Nenhum de Nós, grupos locais, além dos artistas do estilo musical gospel, Mariana Valadão e a banda Anjos de Resgate. No dia 20, data que oficialmente se comemora o aniversário de Pinhais, se apresentaram as bandas Nenhum de Nós e NX Zero. Antes de subirem ao palco, os integrantes do NX Zero conversaram com a equipe da TV Pinhais e falaram da satisfação de se apresentarem no município. Empolgados e já no clima para o show,

cantaram parabéns para a cidade e agradeceram o carinho dos fãs. Di Ferrero, vocalista do quinteto disse estar muito feliz em poder fazer parte das comemorações. “A galera está ai desde cedo, então essa festa está muito boa”, declarou. “Parabéns Pinhais, NX Zero está na área”, finalizou Di Ferrero. Os integrantes da banda Nenhum de Nós também falaram sobre a expectativa da apresentação. “Estamos super honrados pelo convite para tocar no aniversário de Pinhais, nessa grande festa”, falou Thedy Corrêa, vocal do grupo. “Ficamos felizes, pois de alguma maneira uma data que é super importante, a ideia é trazer alguém que corresponda, e a banda Nenhum de Nós foi considerada uma atração a altura”, destacou o vocalista. Fã da banda Nenhum de Nós, Thays Nunes aprendeu a gostar das músicas do grupo por influência de sua mãe, que cantava “Astronauta de mármore” para ela, quando ainda era uma criança. “Meu irmão também cantava as músicas deles, foi então que me

Shows religiosos encerram comemorações do aniversário Para a comunidade evangélica a atração principal foi a cantora Mariana Valadão. Já no domingo, o grande show da noite ficou por conta da banda católica Anjos de Resgate Momentos de oração e de louvor também fizeram parte das comemorações do aniversário de 22 anos de Pinhais. Os eventos voltados ao público religioso foram realizados ao lado do Terminal de ônibus da cidade e contaram com a participação de milhares de pessoas. Sábado, 22, foi o dia dedicado à comunidade evangélica, tendo como atração principal a cantora Mariana Valadão. Já no domingo, 23, o grande show da noite ficou por conta da banda católica Anjos de Resgate. Antes da apresentação de Mariana Valadão pastores do município realizaram um culto com louvores, e atividades culturais evangélicas também marcaram o evento. No domingo, a banda de Pinhais Tia Cecília abriu a noite de atrações, em seguida o público participou de uma missa celebrada pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Curitiba, Dom José Mário Angonese e por párocos locais. Durante o show de Mariana Valadão Isabela Martins, do

A cantora Mariana Valadão e a banda Anjos de Resgate foram as atrações principais dos shows religiosos

bairro Maria Antonieta, estava muito emocionada e falou sobre a sensação de participar desse momento. “Estou achando maravilhoso, é uma grande emoção receber artistas deste porte no nosso município, e ela é maravilhosa”, revelou. “As músicas dela tocam o coração de qualquer pessoa que as ouve”, declarou. E a emoção foi recíproca, pois após o show Mariana Valadão falou do sentimento de

se apresentar em Pinhais. “Foi muito emocionante e inesquecível. No palco disse que já estava sentindo saudade de todos, porque é um povo muito amoroso e caloroso. Nem o frio parou esta multidão, foi muito especial”, falou a cantora. O integrante da banda Anjos de Resgate, Eraldo Mattos, disse, em nome do grupo, que é sempre uma alegria voltar a Pinhais. “Retornar a uma cidade significa rever pessoas queridas,

viver momentos de reencontros, de felicidade”, destacou. “Por nós, voltaríamos todos os anos”, brincou. Nas palavras de Eraldo a mensagem que desejam passar todas as vezes que se apresentam é de que: “existe uma esperança, existe um mundo novo a se reconstruir e a construir, mas, muitas pessoas perderam a fé. A banda Anjos de Resgate pretende reanimar a fé, a vontade de viver e de lutar pelos sonhos”, finalizou. O prefeito de Pinhais Luizão Goulart ressaltou que mais uma vez as celebrações e shows religiosos marcam as festividades do aniversário. “Um grande público esteve aqui, muitas famílias, jovens, todos reunidos para um momento de fé e oração”, destacou. “Pinhais vive um momento muito especial, e este ano, assim como os demais, procuramos preparar uma festa que abrangesse todos os públicos, e a resposta foi muito positiva, pois milhares de pessoas estiveram presentes”, finalizou o prefeito.

Pinhais 22 anos: Espaço comunidade atrai participação das famílias Dando continuidade às comemorações de aniversário do município, durante a manhã e tarde da última quinta-feira (20), a população de Pinhais pôde aproveitar as atrações do Espaço Comunidade. Ao lado do terminal metropolitano foram instalados brinquedos infláveis, piscina de bolinha e cama elástica. Também estavam disponíveis para a comunidade jogos de tabuleiro e pintura facial. Nem o tempo chuvoso intimidou quem esteve presente e participoudas atividades culturais, recreativas e esportivas, disponibilizadas gratuitamente à população. Moradores de várias regiões da cidade aproveitaram o dia de folga, devido o feriado municipal relativo ao aniversário de emancipação política de Pinhais, para prestigiar o evento promovido pela prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. Este ano, as comemorações pelo aniversário da cidade procuraram contemplar diversos tipos de atividades visando atrair a participação da população. “Preparamos um calendário bastante abrangente com atrativos diversificados de modo a trazer milhares de pessoas para essa grande festa em comemoração ao aniversário de 22 anos do município”, destacou o prefeito Luizão Goulart. Mais tarde, no mesmo local, contando com a presença de um grande público houve a apresentação de shows nacionais com as Bandas Nenhum de Nós e NX Zero.

População de Pinhais aproveita feriado e participa de atividades culturais, recreativas e esportivas do Espaço Comunidade

interessei mais ainda pela banda e fui em busca da história do Nenhum de Nós”, conta Tays. A jovem disse que quase não acreditou quando soube que a banda se apresentaria em Pinhais. “Moro em Piraquara então ficou pertinho de minha casa. Estou muito emocionada por estar aqui”, compartilhou. O prefeito Luizão Goulart ressaltou que a população de Pinhais merece ter a oportunidade de participar de grandes eventos que reúnem artistas de renome nacional. “A cidade de Pinhais cresce e como toda cidade desenvolvida precisa contar com estes momentos de entretenimento que ajudam a valorizar o município e oferecem momentos inesquecíveis à nossa população”, frisou. No sábado a cidade recebeu a cantora evangélica Mariana Valadão. Já no domingo, último dia de shows, o grupo católico Anjos de Resgate se apresentou. Cabe citar que todos os eventos realizados pela passagem do aniversário de 22 anos do município, contaram com o apoio da Guarda Municipal de Pinhais e da Polícia Militar.

Pinhais participa do 20º Salão Paranaense de Turismo

Servidores do Departamento de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, representam Pinhais no 20º Salão Paranaense de Turismo

Com a participação dos servidores do Departamento de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Pinhais esteve representada na 20ªedição do Salão Paranaense de Turismo, realizado em Curitiba. Considerado um dos melhores eventos profissionais do setor no país, em três dias, a iniciativa, promovida pela Associação Brasileira de Agências de Viagens do Paraná (ABAV-PR), reuniu mais de 5 mil participantes. Os servidores puderam manter o intercâmbio com outros órgãos relacionados ao turismo, em âmbito federal e estadual, e também buscarama troca deinformações sobre a prática da promoção turística. O estande da Prefeitura de Pinhais recebeu em torno de 2 mil visitantes, que receberam informações a respeito de eventos e empreendimentos turísticos de interesse público e também sobre o turismo ecológico e de negócios, vertentes que têm apresentado crescimento expressivo no município. O Salão reuniu ainda cerca de 300 expositores, entre redes hoteleiras, operadoras, companhias aéreas, cruzeiros marítimos, receptivos, entre outros. Eventos paralelos também foram realizados durante a 20ª edição do Salão: a 10ª Mostra das Regiões Turísticas do Paraná, o 2º Encontro Paranaense de Hospitalidade, a 2ª Arena Abrasel e o Fórum Paranaense de Políticas Públicas do Turismo. De acordo com os servidores presentes na inciativa, a participação do município foi uma ótima oportunidade de promover visibilidade, tendo como objetivo firmar Pinhais como destino turístico emergente.


10

| Terça-feira, 25 de março de 2014 |

Curitiba terá festa nos bairros, parque novo e bolo para comemorar seus 321 anos A Prefeitura de Curitiba programou atividades especiais para comemorar o aniversário de 321 anos da cidade, no dia 29 de março. O próximo fim de semana, nos dias 29 e 30 de março, terá bolo gigante, entrega de área verde, reabertura da Pedreira Paulo Leminski e muita diversão em todas as administrações regionais da cidade. No dia 29, a festa começa às 9 horas, quando será entregue à cidade o Parque Guairac��, com 120 mil metros quadrados, localizado na Vila Rigoni, na Regional Portão, às margens do Rio Barigui. Também no sábado está programada uma festa no Parque Barigüi, das 10h às 17 horas, com entrada livre. São 20 brinquedos infláveis, shows culturais, música e um bolo gigante para 5 mil pessoas, que será cortado às 16 horas, após cantar o “Parabéns” à cidade de Curitiba. O palco principal apresenta o grupo de dança Guerreiros, com bailarinos de hip-hop com deficiência; e tambores de taikô do grupo Wakaba. Em todo o parque haverá recreação com monitores, campeonatos esportivos e cinema móvel. A Praça da Cidadania, montada no Parque Barigüi, oferecerá gratuitamente serviços à população. As secretarias municipais terão atividades e orientações, como cuidados para a saúde da mulher e do homem, consumo responsável, meio ambiente, coleta seletiva, orientações sobre como terem uma vida mais saudável e apresentações culturais. Para as crianças haverá atividades recreativas, como brinquedos, contadores de história, oficina de desenho infantil, pintura de rosto e brinquedos infláveis, mini quadra de vôlei com o apoio do Instituto Leões do

Vôlei – projeto patrocinado pelos jogadores Giba e Emanuel. Outros eventos de entidades particulares marcarão a data de aniversário da cidade. A pedreira Paulo Leminski será reaberta no dia 29, com o show do cantor Roberto Carlos, e Curitiba vai participar, no dia de seu aniversário, da “Hora do Planeta”, um movimento global que une pessoas para proteger o planeta. A partir das 20h30min, a cidade vai celebrar o compromisso com o planeta, desligando algumas luzes por um tempo previamente designado. Concerto Em comemoração ao aniversário da cidade, a Camerata Antiqua de Curitiba apresentará o concerto de abertura da temporada com

a peça Missa Lord Nelson, de Joseph Haydn. Na sexta, 28 de março, as 20 horas na Capela Santa Maria e 29 de março, 18h30 na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz dos Pinhais. A regência é de Luís Otávio Santos. A Fundação Cultural está com uma programação festiva preparada neste mês de março, que inclui contação de história, roda de leitura, festival de filmes na Cinemateca com temas relativos à cidade, além de um workshop teatral (Veja mais sobre a programação dos espaços culturais da cidade no site www.fundacaocultural decuritiba.com.br) A estátua do Homem Nu, na

Praça 29 de Dezembro, vai ser objeto de uma performance de arte digital na noite de 29 de março. A superfície da obra de Erbo Stenzel servirá como suporte para a projeção de grafismos e elementos 3D, fruto da parceria entre a empresa Connect Net com os artistas Pericles Victor (VJ Picles) e Emanuel (Iluminous). A in-

tervenção será realizada das 19h às 24 horas. Festa nas regionais Nas administrações regionais da cidade haverá atividades esportivas, recreativas e culturais para a comunidade, das 10h às 17 horas. As festas das regionais do Boqueirão e Pinheirinho serão realizadas nas ruas da Cidadania e, na regional Matriz, na Rua 15 de Novembro. A Administração Regional do Boqueirão comemorará 19 anos no dia 29 e para marcar a data recebe o projeto Justiça nos Bairros. Diversos serviços públicos serão oferecidos para a comunidade, além de um casamento coletivo, as 18 horas. No dia 30, domingo, das 13 às 18 horas, os festejos do aniversário de Curitiba continuam. No Bairro Novo as comemorações serão no Portal do Futuro (Ginásio do Bairro Novo). O parque Bacacheri será o ponto de encontro dos moradores da regional Boa Vista e, no Parque do Peladeiro haverá festa para a comunidade do Cajuru. A Regional CIC vai se reunir na Praça da União (Rua Senador Accioly Filho, esquina com a Rua Sebastião Ribeiro Batista). Para as crianças do Alto Boqueirão, o Circo da Cidade estará aberto no dia 29, sábado, as 15 horas, para o projeto “Trash Circus – A história da sra. Madame”, na lona Zé Preguiça (na Rua Benedicto Siqueira Branco, s/nº). O circo ainda promoverá oficinas circense com estudantes de escolas das administrações regionais.


Metropole