Issuu on Google+

w w w. m e t r o p o l e j o r n a l . c o m . b r

Ano 14 | Nº 3334 | 27 de junho de 2013

Quinta-feira

Presidente: Ary Leonel da Cruz

Diário de Circulação Nacional

Paraná vai colher safra recorde de 38,2 milhões de toneladas Foto: ANPr (Arquivo)

» Mesmo com a intensificação das chuvas nas últimas duas semanas, que começam a afetar a qualidade dos grãos das lavouras ainda em campo, o Paraná segue com a expectativa de colher 38,2 milhões de toneladas de grãos entre as safras de verão e de inverno 2012/13, uma produção recorde e que representa um crescimento de 23% sobre o ano anterior. A safra caminha para o período final da colheita e a tendência é novamente de boa safra e de bons preços na hora da comercialização. Página 7

Prefeita de Colombo doa terreno para instalação do IFPR » Foi realizada na ter-

A tendência é novamente de boa safra e de bons preços na hora da comercialização

Educação profissional na área de hotelaria

Foto: PMSJP

Secretários municipais durante a visita ao Centro de Educação Profissional (CEP) Os Pinhais

Brasil está na final da Copa das Confederações venceu a equipe do Uruguai em partida válida pela Copa das Confederações, na tarde de ontem (26), no Estádio Mineirão, pelo placar de 2 x 1. Com o resultado, a equipe do técnico Felipão carimbou a vaga para a grande final da competição. Os gols brasileiros foram marcados por Fred e Paulinho. Cavani descontou para o Uruguai. Página 13

Página 6

Página 4

Posto Integrado dos Bombeiros de Pinhais será inaugurado » Pinhais irá inaugurar na próxima terça-feira, dia 2 de julho, o Posto Integrado dos Bombeiros. A nova estrutura concilia, num mesmo local, o trabalho dos Bombeiros Comunitários da cidade e do Corpo de Bombeiros do Paraná. O prédio foi erguido na região central do municí-

pio, ao lado do destacamento da Polícia Militar e da sede da Guarda Municipal, próximo à Delegacia de Polícia. Resultado da parceria entre Município e Estado, o local tem 21 ambientes, distribuídos em quase 400 metros quadrados de área útil - investimento de cerca de meio milhão de reais. A ideia é que as equipes trabalhem de modo integrado, garantindo assim mais eficiência e rapidez no atendimento às ocorPágina 11 rências.

Empresários defendem mais empréstimos ao PR

Foto Rafael Ribeiro/CBF

» A Seleção Brasileira

» A secretária Municipal de Educação, Neide Setim, o secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Valdir Furlan, e a diretora da Secretaria de Assistência Social Claudia Lorena visitaram na manhã desta quarta-feira (26), ao Centro de Educação Profissional (CEP) Os Pinhais. O Centro oferece cursos na área de hotelaria e possui instalações para o desenvolvimento de aulas práticas e treinamento real no seu Hotel Escola.

ça-feira (25) uma reunião na Prefeitura de Colombo para a assinatura da doação de um terreno da prefeitura para o Instituto Federal do Paraná (IFPR), que irá construir um campus na cidade. A assinatura da doa-

ção do terreno de 55 mil m² foi o segundo passo que a prefeitura deu para a instalação do instituto no município, processo que começou com a compra da área, na rua Antônio Chemin, próximo a Rodovia da Uva.

Página 2

Dólar fecha abaixo de R$ 2,20 pela primeira vez Página 7

Corrupção é crime hediondo, aprova Senado Seleção Brasileira agradece o público depois da suada vitória

Página 3


2

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

Editorial Câmara aprova redução a zero a alíquota do PIS/ Pasep e Cofins para transporte coletivo

Governador Beto Richase reúne com os membros do Grupo G7, formado pelos presidentes das seguintes entidades: ACP, FECOMÉRCIO, FAEP, FACIAP, FIEP, OCEPAR e FETRANSPAR

Empresários querem liberação de empréstimos ao Paraná O documento será direcionado à ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann Portal Agência de Notícias do Paraná O governador Beto Richa recebeu nesta terça-feira (26), durante reunião com entidades do setor produtivo paranaense, que compõem o G7, uma cópia de um requerimento que será enviado ao Governo Federal solicitando mais agilidade na liberação dos processos de financiamentos feitos pelo Paraná a agências de fomento nacionais e internacionais, que somam aproximadamente R$ 3,5 bilhões. “Agradeço o apoio do setor produtivo do nosso Estado. Esses recursos são fundamentais para investirmos em ações prioritárias do povo paranaense. É muito importante que essa discussão saia do campo político”, afirmou o governador Beto Richa. O documento será direcionado à ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e foi assinado pelos presidentes da Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio); Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep); Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Paraná (Fetranspar); Associação Comercial do Paraná (ACP); Federação das Associações Comerciais e Empresarias do Estado do Paraná (Faciap); da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep); e da Federação das Cooperativas do Estado do Paraná (Fecoopar). Os empréstimos do Paraná aguardam liberação do governo federal, especificamente na Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Na carta, o grupo apresenta uma série de argumentos que demonstram a necessidade de novos recursos para manter a capacidade de investimento do Paraná. O documento lembra ainda as recentes perdas de receitas que o Estado vem sofrendo em razão da queda das transferências federais. Os valores ultrapassam R$ 1 bilhão, provocando dificuldades financeiras para o Estado. Hélio Bampi, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), disse que o setor produtivo está solidário ao governo estadual quando a ne-

cessidade dos empréstimos internacionais e nacionais. “Os estados brasileiros estão com reduzida capacidade de investimento e as demandas da população são crescentes. Precisamos com urgência desses investimentos, por isso, iremos a Brasília pedir que a União aprove os empréstimos”, disse ele. Darci Piana, da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), destacou a boa relação com o governo estadual e disse que o setor comercial do Estado apoia a liberação dos empréstimos ao Paraná. “Todos os outros estados da Federação têm problemas financeiros semelhantes e obtiveram os empréstimos. Para o Paraná esses recursos são fundamentais, então iremos até Brasília tentar agilizar essa liberação”, garantiu ele. INFRAESTRUTURA A reunião com o G7, Richa reforçou que o governo do Estado quer estreitar as relações com o setor produtivo. “Queremos compartilhar com os setores os nossos planos de investimentos para o Paraná”, disse Richa. Sérgio Malucelli, presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Paraná (Fetranspar), disse que a grande prioridade do setor continua sendo a infraestrutura viária. A mesma preocupação foi demonstrada pelo presidente da Federação da Agricultura do Paraná (Faep), Ágide Meneguetti. Meneguetti afirmou ainda que as Parcerias Público-Privada (PPPs) são uma boa alternativa para a execução de obras prioritárias nas estradas paranaenses. “Precisamos urgente de novos investimentos no setor. A economia está estagnada com a falta de uma infraestrutura mais eficiente”, disse ele. O governador citou os investimentos e as dificuldades financeiras do governo na área. Ele convidou os integrantes do grupo para outra reunião, daqui um mês, com o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, e integrantes da Agência Reguladora, para uma nova exposição sobre os projetos do Estado para o setor.

Iolando Lourenço Repórter da Agência Brasil Brasília – A Câmara dos Deputados aprovou ontem (26) o projeto de lei que reduz a zero as alíquotas das contribuições para o PIS/ Pasep e a Cofins incidentes sobre os serviços de transporte público coletivo rodoviário municipal, metroviário, ferroviário e aquaviário de passageiros. A proposta será analisada pelo Senado. O projeto original, de autoria do deputado Mendonça Filho (DEM-PE), propunha a isenção das contribuições somente para o transporte coletivo público terrestre. No entanto, um acordo entre as lideranças ampliou a abrangência da proposta e os deputados aprovaram uma emenda substitutiva que estendeu a desoneração ao transporte aquaviário. Com o intuito de reduzir o preço das passagens, a presidenta Dilma Rousseff editou no final do mês de maio a Medida Provisória (MP) 617, que reduz a zero as alíquotas da contribuição para o PIS/Pasep e Cofins incidentes sobre a receita decorrente da prestação de serviços de transporte coletivo. A redução a zero das contribuições está em vigor com a edição da MP, que não começou a ser analisada pela comissão mista do Congresso. O texto aprovado pelos deputados deixa em aberto o prazo de validade da isenção fiscal. Inicialmente, o projeto de Mendonça Filho, apresentado no final de 2011, limitava a redução do benefício pelo prazo de cinco anos. Relator do projeto na Comissão de Viação e Transportes, o deputado Milton Monti (PR-SP) disse que a redução fiscal contribuirá para a melhoria do transporte público e que ela vai ao encontro das reivindicações das ruas. “Estamos dando uma importante contribuição para que qualquer prefeito de capital ou de regiões metropolitanas não possa usar qualquer argumento de não redução de tarifas”, disse o líder do PT, José Guimarães (CE). Segundo ele, a aprovação do projeto é uma “importante contribuição” da Câmara para a diminuição ou congelamento das tarifas. Em são Paulo, o prefeito Fernando Haddad anunciou ontem (26) o cancelamento do processo de licitação para a contratação de empresas de ônibus, que vão prestar o serviço nos próximos 15 anos. De acordo com o prefeito, os contratos atuais serão prorrogados até que a “sociedade tenha segurança de que [a nova licitação] vai ser um contrato bom para a cidade”. Segundo Haddad, o conselho poderá abrir as planilhas de custos do transporte público da cidade, “para que as pessoas tenham consciência dos custos que estão sendo enfrentados, com a presença do Ministério Público para que fique tudo em pratos limpos”. A licitação que estava em andamento, e foi cancelada, substituiria os contratos de concessão a empresas de ônibus e de permissão para cooperativas de micro-ônibus, assinado em 2003. De acordo com informações publicadas no site da prefeitura, o valor total dos contratos chega a cerca de R$ 46 bilhões, sendo R$ 35 bilhões para empresas de ônibus pelo período de 15 anos e R$ 11 bilhões para as cooperativas permissionárias por sete anos.

Luís Roberto Barroso toma posse no STF

Foto: José Cruz Abr

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, participou de audiência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados e assegurou que a inflação encontra-se em queda e sob controle. Para justificar esse mundo de otimismo, Mantega disse que há dados que indicam essa tendência. Depois criticou parlamentares de oposição que rejeitaram as medidas do governo para o controle da inflação. "A dona de casa pode verificar isso no supermercado. Fizemos uma desoneração da cesta básica e todos podem observar [os resultados]. [Há] gente maximizando a situação. Parece que quer levar proveito dela", disse. Segundo o ministro, a inflação nos últimos anos vem se mantendo dentro da meta pela equipe econômica e que em alguns momentos houve pressão devido à elevação do preço das commodities no mercado internacional e às condições climáticas no Brasil. O otimismo (crônico) do ministro levou uma ducha de água gelada. O Índice de Confiança da Indústria (ICI), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), recuou 1,1% entre maio e junho, passando de 105 para 103,8 pontos. A sondagem feita com empresários da indústria de transformação no país mostra uma piora tanto das avaliações relacionadas ao momento presente quando das expectativas para os meses seguintes. O resultado é o menor nível desde julho de 2012. De acordo com a FGV, o resultado geral demonstra um ritmo moderado na atividade na passagem do primeiro para o segundo semestre. No início do ano, o movimento observado era de aceleração no setor. De abril a maio, o índice registrou avanço de 0,8%. O Índice da Situação Atual (ISA) passou de 105,7 para 104,8 pontos, um recuo de 0,9%. Na última apuração, em maio, a avaliação do setor em relação ao momento atual havia melhorado, quando passou de 103,5 para 105,7 pontos, uma elevação de 2,1%. O item nível de estoques teve maior influência no ISA. A proporção de empresas que se consideram com estoques excessivos passou de 7,7% para 8,2%. Os que consideram os estoques insuficientes, por outro lado, diminuíram de 6,2% para 5,7%. O Índice de Expectativas (IE) também apresentou queda de 1,3%. O índice passou de 104,2 para 102,8 pontos em junho. O principal fator para esse decréscimo foi a variação negativa de 2,6% no quesito que mede as expectativas em relação à situação dos negócios nos próximos seis meses. Ele apresentou a quarta queda consecutiva e ficou em 142,3 pontos. A pontuação, no entanto, é superior à média histórica recente, de 138,9 pontos. A proporção de empresas que espera melhora do ambiente de negócios diminuiu de 53,3% para 47%. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) recuou 0,2 ponto percentual, atingindo 84,4%, que é o mesmo nível registrado em janeiro. Em maio, o nível de utilização havia avançado 0,4 ponto percentual. Ao final da sua exposição para os deputados, Mantega não deixou por menos: "O Brasil está preparado para enfrentar as turbulências do mercado financeiro internacional".

Ricardo Almeida / ANPr

Otimismo cauteloso

O advogado Luís Roberto Barroso toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Débora Zampier Repórter da Agência Brasil Brasília – O advogado Luís Roberto Barroso tomou posse ontem (26) como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele ocupa a vaga deixada pelo ministro Carlos Ayres Britto, aposentado em novembro de 2012 ao completar 70 anos. Com a chegada de Barroso, a Corte volta a ficar completa, com 11 ministros, o que não ocorria desde agosto do ano passado, com a aposentadoria de Cezar Peluso. A posse foi prestigiada por representantes dos três poderes. Do Legislativo, compareceram os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O Executivo foi representado pelos ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e pelo advogado-geral da União, Luís Inácio Adams. Do Judiciário, vieram atuais e ex-ministros de vários tribunais, representantes do Ministério Pú-

blico e integrantes de conselhos de Justiça. Além da composição atual do STF, estavam presentes os exministros Ayres Britto, Cezar Peluso, Nelson Jobim, Ilmar Galvão, Carlos Velloso, Francisco Rezek e Aldir Passarinho. A cerimônia começou às 14h40 e durou 15 minutos. O hino foi executado à capela pela cantora brasiliense Ellen Oléria. Em seguida, Barroso entrou no plenário acompanhado pelo decano Celso de Mello e pelo ministro Teori Zavascki, que tomou posse em novembro de 2012, para fazer o juramento. “Prometo bem e fielmente cumprir meus deveres no cargo de ministro do STF em conformidade com a Constituição e as leis da República”, disse. Depois de assumir seu lugar, ao lado da ministra Rosa Weber, Barroso foi saudado pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa. “Meus cumprimentos e votos de boasvindas. Tenho certeza de que Vossa Excelência terá nessa Corte um excepcional desempenho. Seja

bem-vindo”. A cerimônia foi encerrada em seguida e todos se dirigiram para a fila de cumprimentos. Cerca de três mil pessoas foram convidadas e 1,4 mil confirmaram presença. As comemorações da posse continuarão pela noite, em coquetel custeado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pela Associação dos Procuradores do Estado do Rio. Barroso tem 55 anos e fez carreira como advogado especialista em causas constitucionais e procurador do Rio de Janeiro. Terceiro indicado pela presidente Dilma Rousseff ao STF herdará o gabinete deixado por Ayres Britto, formado em grande parte pelos processos deixados pelo ministro Joaquim Barbosa. “Estou feliz e concentrado no meu trabalho novo. Espero ser capaz de desempenhálo bem”, disse, ao chegar para a posse.


| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

3

Senado aprova projeto que transforma corrupção em crime hediondo Foto Agência Brasil (Arquivo)

O autor do projeto, senador Pedro Taques (PDT-MT), justifica que esses crimes são delitos graves praticados contra a administração pública que "violam direitos difusos e coletivos e atingem grandes extratos da população"

Senador Álvaro Dias foi o relator do projeto que agora vai para a Câmara dos Deputados

Vereadores pedem solução imediata para enchentes A chuva constante que tem atingido todo o estado e, consequentemente, várias regiões de São José dos Pinhais, foi motivo de debate na sessão ordinária da Câmara Municipal dessa terça-feira (25). Os vereadores cobraram soluções imediatas e definitivas para o problema. Abriu a discussão o vereador Onildo, que lembrou das enchentes ocorridas em 2009 e defendeu a prevenção a esses desastres. "A situação se repete porque as medidas são paliativas, temos que nos organizar para prevenir os alagamentos, pois no momento do ocorrido não há muita coisa que se possa fazer". O vereador pediu a retirada imediata de famílias residentes em áreas de risco nos jardins Carmen e Fabíola, região do São Marcos. Ainda, segundo Onildo, é necessária a construção de novo canal extravasor na localidade. Ele citou como exemplo o bairro Cidade Jardim, que sofreu durante anos com enchentes e teve o problema resolvido definitivamente com a construção desses canais. O vereador Gilberto Mello, que atua na mesma região de Onildo, também demonstrou preocupação com a situação das famílias. "Dependemos muito da ajuda das secretarias e da vigilância sanitária, pois a comunidade tem sofrido muito. Nós, vereadores, conhecemos o problema de perto, pois estamos mais próximos ao povo", disse. A população do Guatupê e Ipê também foi bastante atingida pela chuva e o vereador professor Abelino visitou várias famílias em situação de risco. Segundo ele, algumas casas que nunca haviam sido atingidas estavam alagadas e, de acordo com moradores, o motivo é o lixo jogado por empresas de Piraquara nas margens do rio Itaqui. "Vamos visitar a prefeitura desse município e pedir a limpeza das margens do rio", disse. Abelino também comentou que já havia apontado necessidade de solução para enchentes em seu primeiro mês de mandato e não foi atendido. Ainda fizeram uso da palavra o vereador Leandro da Nifer, para cobrar efetividade dos secretários municipais, e a vereadora Nina Singer que pediu ações solidárias por parte da população para ajudar as famílias atingidas. Por fim, a vereadora Mari Temperasso comentou o protesto realizado na Borda do Campo para exigir solução aos alagamentos que atingem a região todos os anos.

André Vargas comenta votação da PEC 37 na Câmara O deputado André Vargas - vice-presidente da Câmara dos Deputados - comentou ontem a rejeição pela Casa da PEC 37, que teve 430 votos contrários, 9 favoráveis e 2 abstenções: "Durante meses tramitou na Câmara dos Deputados, a PEC 37, que dava privativamente à polícia a capacidade de fazer a investigação criminal. Portanto, a polêmica se estabeleceu e ela foi muito boa, pois dela geramos o Projeto de Le i5776/2013, da deputada Marina Santanna (PTGO), que foi fruto de uma

proposta do Ministério Público de autorregulação para evitar os excessos. Excessos de publicidade, a presunção da culpa e também a seletividade que às vezes alguns promotores se comportam em relação a administradores públicos, prefeitos e a sociedade em geral. Portanto, ao final, ao ser derrotada aqui na Casa com uma larga margem de voto eu inclusive votei com meu Partido, votei contra a PEC votamos por transformar esta PEC na regulamentação que vai tramitar através do proje-

to da Marina Santanna. Então esta foi uma vitória, foi importante e o debate não termina agora, na verdade ele se inicia a partir desta votação, com uma votação no segundo semestre desse projeto de regulamentação para que nós tenhamos investigações criminais feitas pelas polícias, pelo Ministério Público, pelos órgãos do COAF, Ministério Público do Trabalho, órgãos da Receita Federal e acima de tudo, que se garanta a transparência no Brasil dentro da legalidade. Portanto, foi uma grande vitória" .

Leopoldo Meyer destaca a aprovação de royalties do petróleo para educação e saúde

O deputado Leopoldo Meyer destacou a destinação de 75% dos royalties do petróleo para educação e 25% para saúde

O deputado federal Leopoldo Meyer (PSB-PR) destacou a aprovação na madrugada desta quarta-feira (26) do projeto de lei que destina à educação e saúde pública os recursos obtidos com os royalties do petróleo e do gás natural. O texto aprovado estabelece que seja obrigatória a aplicação dos recursos dos royalties na educação (75%) e

na saúde (25%) pela União, estados e municípios. A proposta também determina que 50% dos recursos do Fundo Social do Pré-Sal sejam aplicados na educação até que se atinja o percentual de 10% do Produto Interno Bruto (PIB). "Considero que os recursos dos royalties do petróleo devem ser sim investidos na educação, entretanto a saúde pública também necessita de

mais recursos urgentemente. Por isso acredito que a destinação de 25% do arrecadado com o pré-sal para o SUS também é um grande passo para o Brasil, já que teremos as duas principais áreas que necessitam de mais investimentos atendidas pela nova lei", disse Leopoldo Meyer. O texto do projeto segue agora para apreciação do Senado em caráter de urgência.

Mariana Jungmann Repórter da Agência Brasil Brasília - O plenário do Senado aprovou ontem (26) projeto de lei que inclui as práticas de corrupção ativa e passiva, concussão, peculato e excesso de exação na lista dos crimes hediondos. Com isso, as penas mínimas desses crimes ficam maiores e eles passam a ser inafiançáveis. Os condenados também deixam de ter direito a anistia, graça ou indulto e fica mais difícil o acesso a benefícios como livramento condicional e progressão do regime de pena. O projeto agora segue para a Câmara. O autor do projeto, senador Pedro Taques (PDT-MT), justifica que esses crimes são delitos graves praticados contra a administração pública que "violam direitos difusos e coletivos e atingem grandes extratos da população". "É sabido que, com o desvio de dinheiro público, com a corrupção e suas formas afins de delitos, faltam verbas para a saúde, para a educação, para os presídios, para a sinalização e construção de estradas, para equipar e preparar a polícia, além de outras políticas públicas", diz o autor do projeto. O texto original de Taques, contudo, previa a qualificação como hediondo apenas para os crimes de corrupção ativa e passiva e de concussão (obter van-

ARTIGO

tagem indevida em razão da função exercida). O relator do projeto, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), incluiu em seu parecer também os crimes de peculato (funcionário público que se apropria de dinheiro ou bens públicos ou particulares em razão do cargo) e excesso de exação (funcionário público que cobra indevidamente impostos ou serviços oferecidos gratuitamente pelo Estado). "Sem a inclusão do peculato e do excesso de exação, a proposição torna o sistema penal incoerente, pois não há razão justificável para considerar crimes hediondos a corrupção e a concussão e não fazê-lo em relação ao peculato e ao excesso de exação", alega Dias. O relator também acatou emenda do senador José Sarney (PMDB-AP) para incluir homicídio simples cometido de maneira qualificada na categoria de crimes hediondos. Sarney alegou que um crime praticado contra a vida está entre os mais graves e não poderia ficar fora da lista. Foi aprovada ainda emenda do senador Wellington Dias (PT-PI) que aumenta a pena do crime de peculato em até um terço quando ele for considerado qualificado, ou seja, cometido por autoridades e agentes políticos.

* Dr. Amadeu Garrido de Paula

AS MANIFESTAÇÕES E OS ARQUÉTIPOS Talvez a psicologia anseie por interpretar as ocorrências das ruas do Brasil. Outros ramos do pensamento certamente se abalaram: a sociologia, o direito, a história. Entre os conceitos junguianos, avultam em importância os arquétipos e suas configurações mitológicas. Provavelmente, o principal é o arquétipo do herói. Para compreendermos seu valor, o melhor é recorrer ao antípoda do desvalor do covarde. Deterministas, oprimem. As gerações passadas, deitando suas raízes nas profundezas da mitologia greco-romana, pregariam em nossa psique os comportamentos trespassados ao longo secular das gerações. Nada seria novo em nossa conduta consciente e no depósito de nosso renitente inconsciente. Marx disparou que a lembrança das gerações mortas oprime qual um pesadelo a consciência dos vivos. Talvez, se não encontramos o caminho do desvencilhamento. O trespasse inevitável e pesado dos genes conforma nossas condutas obrigatórias e o ramerrão do conformismo. Para garantir a opressão da minoria mais apta, foram criados o estado e suas instituições dentro das quais os homens nascem, tornam-se jovens inconformados, adultos inseguros, opressores e oprimidos, envelhecem e bufam pelas ladeiras da senectude. Tudo é platitude e os costumes nacionais diversos se assemelham, uns mais, outros menos felizes. Como observou Nietzsche, as manhãs são invariáveis, os homens pacatos ruminam de acordo com as posições postas por seus maiores - sem se saber com que legitimidade. A ordem é necessária e a desordem inviabiliza a sociedade. Não se vislumbra e legitima a desordem criativa, distinta das agressões, que procuram ampliar e arejar os cubículos estreitos da burocracia e das fábricas cinzentas e melancólicas. Assim caminhou a humanidade, até o momento que começou a conversar, sem introduções, delongas e a tempo real, ainda que superficialmente. Os genes opressores da psique começaram a se debilitar. As gerações mortas começam a deixar em paz os vivos. As sociedades são questionadas e seus políticos dominantes impugnados por palavras ou por projéteis. Alguns ditadores terminam como ratos de esgoto e outros se socorrem de mercenários para sobreviver a duras penas. As primaveras livres se espalham pelo mundo, ainda que terminem, por ora, com a chegada dos invernos resistentes. E substituem o invariável das útópicas caminhadas espirituais ou históricas. Conforme observou Fernando Gabeira em recente artigo no jornal o Estado de São Paulo, em 1968 o marxismo tomou o lugar do existencialismo. Hoje, nas manifestações do Brasil, a vida toma o lugar da economia, e o existencialismo, embora sem a companhia de Sartre e Simone nas passeatas públicas, avança: a existência antes da essência não tem propostas, líderes e partidos. E o anarquismo deixa atônitos os iluministas. Os donos do poder, destacadamente os corruptos, com razões, estremecem. Jovens desprovidos de ciência política se encontram com a Presidente da República e a criticam, por não indicar os caminhos concretos que os conduziriam à estrada ampla da liberdade. Esta toma o lugar da igualdade e, numa metáfora, lembra o direito de ir e vir. Sem catracas, lenços e documentos. O dinheiro surrupiado pela corrupção dificulta a ida à escola, ao trabalho, ao cinema ou às tertúlias. Nem mesmo as baladas são seguras e uma tragédia sem precedentes abalou o sul desenvolvido. O Estado é tudo, principalmente arrecadador, menos o que o jurista alemão Konrad Hesse cunhou de "estado do cuidado assistencial". As explicações avidamente buscadas não serão encontradas no direito, na sociologia ou na história contemporânea, mas na psicologia e na filosofia que se imaginavam mortas. Os jovens não se conformam mais em ser uma camada de semoventes a caminho da engorda, da vidinha descolorida, da visão diuturna das tragédias e do caminho inexorável da extinção. Têm consciência da factibilidade de um mundo melhor, espiritualizado e feliz. Sem esquemas adrede preparados com sua triste inclusão comportamental. Quem os enfia nas drogas são os adultos, traficantes "limpos", endinheirados e organizados, não raro sob os braços do estado, valendo-se de sua criticidade incipiente. Não esperem dessa juventude arquiteturas e silogismos propositivos, apenas o vôo do imaginário de nossa existência. E tratemos de criar as condições para viabilizá-la. * Dr. Amadeu Garrido de Paula é advogado.


| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

Crédito: Bruno do Carmo/PMC

4

Prefeita assina escritura de doação para instalação do instituto no município que irá oferecer cursos profissionalizantes

Beti Pavin recebe em seu gabinete autoridades do IFPR parceiros da prefeitura na realização deste projeto

Prefeita Beti Pavin doa terreno para instalação do IFPR Campus do instituto será construído na antiga associação Banestado, no bairro Roça Grande; previsão é que sejam atendidos cerca de 1200 alunos Foi realizada nesta terçafeira (25) uma reunião na Prefeitura Municipal de Colombo para a assinatura do acordo que selou a doação do terreno para o Instituto Federal do Paraná (IFPR), que irá instalar um campus na cidade, na região do Roça Grande, antiga associação Banestado. A escritura foi assinada pela prefeita Beti Pavin, pela secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tânia Mara Tosin, pelo reitor do IFPR, professor Irineu

Mario Colombo, pela professora Zita de Castro Machado, assessora de Expansão do Instituto e pelo diretor, já empossado, do campus IFPR Colombo, professor Vicente Sandeski. “Este momento representa a chegada de desenvolvimento e de uma educação de qualidade para a nossa população, seja ela para iniciar a sua formação profissional ou para se qualificar e enriquecer o seu currículo se preparando cada vez mais para o mercado de trabalho,

tão competitivo nos dias de hoje”, destacou a prefeita. A assinatura da doação do terreno de 55 mil m² foi o segundo passo que a prefeitura deu para a instalação do instituto na cidade, processo que começou com a compra da área, na rua Antônio Chemin, próximo a Rodovia da Uva. A partir de agora, acontecerá um processo licitatório para contratação da empresa que construirá o primeiro prédio do campus, um Bloco Administrativo composto por

salas de aula multi-uso e ambientes administrativos, como secretaria, coordenações de curso e espaços de convivência para professores e estudantes. Porém o zoneamento do campus prevê a existência de seis setores: um administrativo (com 2.800 m²); um didático (3.500 m²); um setor de apoio didático (que consistirá em laboratórios técnicos e terá cerca de 600 m²); um setor de convivência, com refeitório e espaços de lazer (1.300 m²); espaços

de uso múltiplo, com auditório e centro de convenções, além de um núcleo esportivo, com quadra coberta poliesportiva e ginásio. No local, está estimado a oferta de cursos de nível médio profissionalizante, cursos de graduação e pósgraduação, para aproximadamente 1200 alunos. Atividades começam com cursos do Pronatec As atividades do IFPR no município de Colombo serão iniciadas com a oferta de

seis cursos de formação inicial e continuada (FIC) nas áreas de Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Pessoal, Recepcionista, Vendedor, Inglês Básico e Cuidador de Idoso. Enquanto a sede definitiva do campus não fica pronta, os cursos acontecerão na Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima. As inscrições já se encontram abertas. A previsão é de que os cursos tenham início no dia 5 de agosto. Mais informações 41-3666.6066 / 3666.4150.

Administração realiza obras e diminui alagamentos em diversos pontos da cidade Serviço emergencial promoveu a limpeza de bueiros, das galerias de águas pluviais, desassoreamento de caixas de captação e alargamento do rio Atuba Em algumas cidades do Estado do Paraná foram registrados diversos problemas com inundações devido as constantes chuvas registradas nos últimos dias. Mas em Colombo, em função das várias obras que a prefeitura municipal tem feito desde janeiro, muitas famílias estão aliviadas, e comprovaram que suas casas não sofrerão mais com os constantes alagamentos e enchentes em épocas como esta. E para isso, muito trabalho foi feito, passando pelas desobstruções de bueiros, limpeza de galerias de águas pluviais, desassoreamento de caixas de captação, alargamento do rio Atuba, entre outros serviços. “Fizemos no começo do ano, um cronograma emergencial, para atender quem tanto sofria com as enchentes e alagamentos”, contou o secretário de Obras e Viação, João Maria Rodrigues. Segundo recente levantamento feito pela secretaria, houve uma redução de 40% no número de pontos de alagamentos e inundações tradicionamente registrado no município em outros anos. “Temos conhecimento de que já aconteceram 50 pontos de enchentes em Colombo em outros momentos de fortes chuvas como estas. Então isto

nos mostra que estamos no caminho certo, o da prevenção”, pontuou o secretário. Mesmo assim, com toda a equipe voltada para a precaução, algumas regiões como o Jardim das Graças, Vila Cesar Augusto, Guaraituba e duas localidades da área rural, no Bacaetava e no Morro Grande foram registrados pontos de alagamentos nestes últimos dias, nos quais as equipes da prefeitura estão trabalhando e restabelecendo a normalidade nestas localidades desde as primeiras horas dos fatos ocorridos. “Com as condições limitadas de mão de obra e equipamentos com a qual nos deparamos, estamos desempenhando um grande trabalho para atender estas situações emergenciais e ainda dar sequencia aos serviços que já se encontravam em andamento. Depois que adquirirmos novas máquinas todos estes trabalhos serão ampliados”, destacou João Maria. Pesquisa As chuvas intensas registradas nos últimos dias foram suficientes para o surgimento de pontos de alagamentos. Entre as medidas tomadas pela administração, está a chegada de um engenheiro especializado em Hidrologia, na secretaria do

Rua Padre Domingos Marini, no Itajacuru foi danificada pelas chuvas e recebe saibro e nivelamento

Meio Ambiente, que permitiu uma pesquisa destes pontos que passam a ter as soluções tratadas em parceria com o Instituto das Águas do Governo do Estado. O secretário lembrou da determinação da prefeita Beti Pavin, que tratam dos trabalhos que devem ser feitos para evitar as enchentes e alagamentos registradas no início deste ano. “Até o próximo verão, Colombo não poderá passar por estes problemas, e para isso, a prefeita determinou uma série de ações que devem ser feitas e concluídas até dezembro”, enfatizou. Entre as obras de manutenção emergencial, estão acontecendo o ensaibramento das seguintes ruas que ficaram danificadas por conta das últimas chuvas: Padre Domingos Marini, no Itajacuru, Luiz Gulin, no Campo Pequeno e Júlio de Souza, no Jardim Osasco, além da limpeza de bueiros e valetas que ficaram entupidos em função do lixo acumulado nas ruas. Por isso, a prefeitura por meio das secretarias de Obras e Viação e do Meio Ambiente pede a colaboração dos moradores. Ao flagrar alguém jogando lixo as margens de ruas, terrenos e rios denuncie através dos telefones 413663.2244 (Obras) e 41-3656.4849 (Meio Ambiente).

Máquinas e equipes restabelecem a normalidade das vias em diversas regiões do município


5

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

“A filosofia não passa de uma poesia sofisticada.“ (Michel de Montaigne)

Céu com muitas nuvens, e chuvas rápidas puntuais

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA DO SHOPPING SÃO JOSÉ

Hospital Erasto Gaetner inicia campanha Mc Dia Feliz

Máx.20º Mín. 12º

Dia 28: Mín. 14º e Máx. 21º Dia 29: Mín. 14º e Máx. 21º Dia 30: Mín. 11º e Máx. 22º

Bolo Cremoso de Chocolate com Maçã

Foi dada a largada para transformar sanduíches em sorrisos em Curitiba. O Hospital Erasto Gaertner participa, pela 19ª vez consecutiva, do McDia Feliz, evento coordenado pelo Instituto Ronald McDonald e que comemora 25 anos no Brasil em 2013. A campanha é a maior em território nacional no combate ao câncer infantojuvenil. O Erasto Gaertner, referência no diagnóstico e tratamento de câncer no sul do país, por meio do trabalho voluntário da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC), já deu início à venda de tíquetes antecipados. Além do sanduíche, a RFCC também comercializará produtos promocionais com a marca McDia Feliz, como camisetas (R$15), canecas (R$5), squeeze (R$5), bonecos Wilson e Wendy (R$10), Kit Churrasco (avental, luva e pegador) (R$15) e avental (R$15). O dinheiro arrecadado com a campanha será utilizado para a manutenção da UTI Pediátrica do Hospital Erasto Gaertner. Para ajudar na divulgação, siga o Twitter @ErastoGaertner, curta a página do no Facebook (www.facebook. com/HospitalErastoGaertner) e acesse o Youtube da Instituição. Mais informações para comprar tíquetes e produtos ou se tornar uma empresa parceira pelos telefones (41) 32669303.

Ingredientes 3 maçãs médias Suco de 1 limão 1 embalagem de mistura para bolo Dona Benta Chocolatyíssimo Chocolate Cremoso 1 ½ xícara (chá) de leite 3 ovos Para polvilhar:3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro Para acompanhar: bolas de sorvete de creme Modo de Preparo Descasque as maçãs, corte-as ao meio, retire as sementes, corte em fatias finas, coloque em um recipiente e misture com o suco do limão. Reserve. Prepare o bolo DONA BENTA CHOCOLATÍSSIMO conforme as instruções da embalagem, coloque em uma assadeira redonda, disponha as fatias de maçã no sentido do comprimento formando um circulo. Asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos ou até, que espetando um palito, este saia limpo. Deixe amornar e sirva morno polvilhado com o açúcar de confeiteiro e acompanhado de bola de sorvete de creme.

Adoçante estévia ganha popularidade e vendas avançam

Conteúdo da escrita Malu Mader, atriz Farinha de mandioca escaldada V 4

48 A vogal do pingo Herege; incrédulo

Descansar no sono Imaginário A “arte” da bruxa Peça; coisa Direção; caminho Fábrica de tijolos

Ivo Pitanguy, cirurgião brasileiro

Produção derivada do leite

Sem importância

Entrada; ingresso

Local de venda de material escolar O sentido do toque Espaço no navio Alimento líquido preferido pelo urso

É cuidado pelo oftalmologista Ginástica praticada pelos indianos

Marília (?), atriz O verbo do consumidor

Fatia de carne bovina Gerar

A flor da pureza

Sobras do tecido de costura Principal item da cozinha

Solução

OB

DO R

A L T A R

E R R A

F E D O

A C E S A G R I A O

BANCO

L A M A N T E V I S T A S R T E O M I R M A G I R U M O E P L A R I A TO O R A O I L I

© Coquetel/Ediouro Publicações 2005

Registro Geral (sigla) Levantar

Pequenas manchas no rosto

J E T O

5) Quem interpretou Bina e Tavinho, na novela “Torre de Babel”? a) Adriana Esteves e Marcos Palmeira b) Cláudia Jimenez e Victor Fasano c) Toni Ramos e Maitê Proença d) Karina Bacchi e Danton Mello

Encontro jornalístico

ET A L H O S R F O GA O

4) Qual dessas duplas interpretava a música “Vamos Pular”? a) Zezé Di Camargo & Luciano b) Chitãozinho & Xororó c) Bruno & Marrone d) Sandy & Junior

Unidade de medida de comprimento Erva européia usada em saladas

Perdoar; desculpar

I S D E I A P L P F E R I A

3) Na novela “O Clone”, qual desses atores deu vida ao personagem Miro? a) Marcelo Novaes b) Sérgio Marone c) Victor Fasano d) Raul Gazolla

Mesa da Limpa missa com água Mau cheiro

Incorretos

E E N S P I N D O S Q U P M E R B I O C R

2) Como se chamava o personagem vivido por Rodrigo Santoro em “Mulheres Apaixonadas”? a) Téo b) Miguel c) Fernando d) Diogo

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Animal É aplicado que univerproduz o nas sidades marfim

4/bife. 5/criar — ideal — ímpio — pirão. 6/acesso — objeto.

1) Tessália foi personagem da atriz Debora Nascimento em qual dessas novelas? a) “Cheias de Charme” b) “Avenida Brasil” c) “Balacobaco” d) “Máscaras”

Adoçantes extraídos da estévia estão rapidamente se tornando uma sensação especialmente nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, países onde ainda são uma novidade, apesar de a planta ser usada há séculos na região do Brasil. Apenas em 2008 o governo americano deu seu aval para a venda de produtos com o adoçante. Na União Europeia, a autorização foi concedida em 2011. Refletindo isso, entre 2008 e 2012 houve um aumento global de 400% na venda de novos produtos à base de estévia, com uma elevação de 158% apenas entre 2011 e 2012, segundo a Mintel, consultoria internacional do setor de alimentos. A rede britânica de lojas de vitaminas e suplementos alimentares Holland & Barrett diz ter detectado um aumento de 50% nas vendas de produtos com o adoçante no último mês, em comparação com o mesmo período do ano passado. A Coca-Cola chegou a alterar a receita do refrigerante Sprite na Grã-Bretanha, relançando uma versão com stevia que supostamente teria uma redução de 30% de calorias. Segundo os fabricantes, o “adoçante milagroso” não tem calorias nem carboidratos e não aumenta os níveis de glicose. Mas será que isso é bom demais para ser verdade? Produto “natural” David Turner, da analista de alimentos e bebidas da consultoria Mintel, diz que atualmente pode-se encontrar no mercado uma variedade de iogurtes, chocolates e até cervejas adoçadas com estévia e que a mídia tem cada vez mais ligado o açúcar refinado à obesidade, que é descrita atualmente como uma epidemia mundial. Somente no Brasil, mais de 65 milhões de pessoas estão com excesso de peso, enquanto que dez milhões são tidos como obesos. A estévia tem o potencial de ajudar a controlar do peso, a manter a saúde dos dentes e combater o diabetes, diz a nutricionista Laura Wyness, da Fundação Britânica de Nutrição. Esses possíveis benefícios médicos já seriam válidos para os adoçantes artificiais de baixa caloria que estão no mercado há muitos anos, como o aspartame e a sacarina, mas a estévia tem uma vantagem. “A grande questão da estévia é que ela tem uma fonte natural”, diz Stefan Gates, apresentador de TV e autor de livros sobre gastronomia e alimentos. “Isso não significa que ela já não esteja altamente processada quando chega à sua comida ou bebida... mas é isso (produtos ‘naturais’) que todos querem agora.”

(Respostas: 1-b / 2-d /3-d /4-d /5-b)


6

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

A secretária municipal de Educação, Neide Setim, o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Valdir Furlan, e a diretora da Secretaria de Assistência Social Claudia Lorena, representando a Prefeitura de São José dos Pinhais, fizeram uma visita, na manhã desta quarta-feira (26), ao Centro de Educação Profissional (CEP) Os Pinhais. O Centro oferece cursos na área de hotelaria e possui instalações para o desenvolvimento de aulas práticas e treinamento real no seu Hotel Escola. Os professores que atuam no Centro são voluntários e o CEP Os Pinhais possui parcerias com estabelecimentos da rede hoteleira de Curitiba. Durante o curso também são realizadas visitas técnicas e estágios. "Nós encontramos aqui no Centro de Educação Profissional Os Pinhais, uma estrutura física

Foto Divulgação/PMSJP

Prefeitura visita centro de educação profissional hoteleiro em São José dos Pinhais

Neide Setim e secretários durante visita ao Centro de Educação Profissional Os Pinhais

magnífica, excelentes profissionais e uma oferta de qualificação muito interessante. Em São José dos Pinhais existe uma procura grande desse tipo de qualificação, até mesmo, porque o nosso município possui um potencial hoteleiro muito grande", disse a Secretária Neide Setim. Localizado na Colônia

Murici, o CEP Os Pinhais foi inaugurado em janeiro de 2000 e possuí uma área construída que perfaz um total de 5 mil metros quadrados. A escola tem em anexo, instalações com capacidade para 25 pessoas e trabalha com o objetivo de qualificar jovens entre 16 e 23 anos na área de gastronomia e hospedagem, com

uma formação completa - profissional, ética e moral. O Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Valdir Furlan, explicou que é importante para o município aproveitar todas as ofertas de qualificação profissional que sejam oferecidas aqui. "São José dos Pinhais não pode perder a oportunidade de formar profissionais, com tanta qualidade, aqui mesmo no município, por isso nós estamos estudando maneiras de construir uma parceria com O Centro de Educação Profissional Os Pinhais". Na visita, os representantes da Prefeitura Municipal foram recebidos pelas senhoras Aida Diretora do Centro -, Virginia Coordenadora de Curso -, Bali secretária do CEP Os Pinhais -, Beti - coordenadora de Práticas Profissionais - e Ana Maria Coordenadora de Comunicação da ASEC (Associação de Promoção Social, Educação e Cultura).

SETRAB em parceria com a Tigre oferece curso de sistema hidráulico A Secretaria de Trabalho, Emcedeu o espaço para a realização prego e Economia Solidária do mesmo. (SETRAB) da Prefeitura de São O encerramento do curso José dos Pinhais está realizando, acontece nesta quinta-feira (27) no Ginásio Ney Braga, um curso e os participantes receberão da profissionalizante gratuito de insSETRAB o certificado de conclutalação hidráulica, em parceria são do curso. com a Tigre e é abordado SERVIÇO O curso aborda todo o sistema Na Agência do Trabalhador de hidráulico - água quente, água fria, São José dos Pinhais o cidadão enesgoto e pluvial -, tem duração de contra cursos profissionalizantes quatro dias e é dividido em dois gratuitos o ano inteiro, além do turnos: tarde - das 13 horas às 16 serviço de busca de emprego, o serhoras - e à noite - das 18 horas às viço de seguro desemprego e o Pro21 horas. Cerca de 50 pessoas esgrama de Economia Solidária. tão participando da qualificação - Cerca de 50 pessoas participam do curso de qualificação na Setrab Toda semana é publicado um boentre esses, 10 são servidores púletim com a relação de vagas e blicos - que preencheram uma ficha de inscrição na sede da SETRAB. cursos disponíveis na Agência do Trabalhador. As aulas - teóricas e práticas - acontecem dentro de uma carreta SETRAB - Endereço: da própria Tigre, e que percorre o Brasil todo em busca de parceria Agência do Trabalhador (SINE) - São José dos Pinhais com órgãos públicos e espaço para ofertar o curso e divulgar seus Avenida Rui Barbosa, nº 9244 - Centro - Telefone: (41) - 3283produtos. O município foi agraciado com o curso, e a Prefeitura 6800.

Defesa Civil coleta donativos para vítimas de alagamento peza, roupas, móveis e eletrodomésticos, basta deixá-los nos três pontos de arrecadação em São José dos Pinhais: Sede da Guarda Municipal: Rua Veríssimo Marques, 500. Bombeiros Centro: Visconde do Rio Branco, esquina Alcídio Vianna, próximo ao Supermercado Muffato.

Bombeiros Afonso Pena: Av. Rui Barbosa, nº. 4995 ao lado do Terminal Afonso Para aperfeiçoar o atendimento da Defesa Civil do município e comunicar situação de alagamentos basta ligar 153, informando a situação e localidade que as equipes irão prestar todo o atendimento necessário.

Coral Melodia completa 11 anos Prefeitura e Defesa Civil trabalham para prestar apoio aos atingidos pelas chuvas

Desde a última sexta-feira (21), a equipe de Defesa Civil Municipal, Corpo de Bombeiros e demais secretarias municipais da Prefeitura de São José dos Pinhais estão trabalhando em socorro e auxilio às vítimas dos alagamentos decorridos das fortes chuvas dos últimos dias. Muitas famílias atingidas preferiram ir para a casa de parentes e amigos até poder retornar para suas residências. Na maior parte dos locais atingidos (Borda do Campo, Guatupê, São Judas Tadeu, Miringuava e Independência) a água já baixou e aos poucos as pessoas estão voltando para suas

casas. Porém, com o retorno da chuva, a Defesa Civil continua monitorando estas regiões. A Prefeitura está trabalhando para prestar apoio aos atingidos, através de fornecimento de alimentação pronta, além da identificação de necessidades e encaminhamentos de donativos. Toda a doação arrecadada está sendo entregue, a partir da tarde desta quarta-feira (26), nos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), dos bairros atingidos. Quem quiser ajudar os atingidos com alimentos não perecíveis, colchões, cobertores, roupas de cama, material de lim-

O grupo regido pelo maestro Roberval Barbosa, fundado em 24 junho de 2002, conta com o apoio da Prefeitura de São José dos Pinhais, através da Secretaria de Cultura, e possui aproximadamente 40 integrantes que compõem vozes mistas como sopranos, contraltos, tenores e baixos. A comemoração de aniversário do Coral Melodia contou com uma missa solene na Catedral de São José dos Pinhais no domingo (23/06) e um jantar festivo com todos os integrantes na segunda-feira (24), no Caminho do Vinho em São José dos Pinhais. Segundo o Secretário Municipal de Cultura, Amarildo Rosa, o Coral Melodia é referência dentro e fora de nossa cidade. "O Coral Melodia e o maestro Roberval estão de parabéns, hoje o grupo é reconhecido em nosso município e em outras cidades por seu repertório e profissionalismo", afirmou o Secretário. O repertório do Coral Melodia é composto por músicas eruditas, populares e sacras, apresentadas em eventos como encontro de corais, homenagens, missas, hospitais e celebrações festivas.

Empresários encerraram capacitação em busca de crédito

Após curso na entidade, começará a consultoria técnica para empréstimo

A Associação Comercial (Aciap) apoiou a organização de curso de capacitação gratuita do programa Bom Negócio Paraná. Por meio da Fomento Paraná, o crédito com juros subsidiados, do governo do Estado, é aplicado no município pela Prefeitura de São José dos Pinhais, representada via a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo (Sictur). Na sede da Aciap, foram 15 dias de qualificação, encerrados na última terça (25). Os participantes assistiram aulas sobre empreendedorismo, gestão, marketing e vendas. Nas próximas semanas, ocorrem as consultorias particulares. O Bom Negócio Paraná disponibiliza linhas de crédito com taxas de juros reduzidas, encontradas a partir de 0,58%. Os valores dos financiamentos oferecidos vão de R$ 1 mil a R$ 300 mil. Informações na Sictur (41) 3381-5802/5804.

FALECIMENTOS  Elvira Graciema Bellardi Tavares, 85 anos. Sepultamento hoje, às 17 horas, no Cemitério Memorial da Vida.  José Osmar de Oliveira, 40 anos. Sepultamento hoje, às 17 horas, em cemitério a ser definido por familiares.  Cecília Gonçalves da Silva, 81 anos. Sepultamento hoje, às 17 horas, no Cemitério Padre Pedro Fuss.  Adão de Lima, 76 anos. Sepultamento hoje, em horário a ser definido, no Cemitério de Barro Preto, São José dos Pinhais.  Osmar de Auda Leal, 45 anos. Sepultamento hoje, em horário a ser definido, em cemitério de Guarapuava (PR).  Simone Alves do Santos, 26 anos. Sepultamento hoje, às 9h30, no Cemitério de Colônia Muricy.  Benedito Alcebíades Francisco, 53 anos. Sepultamento hoje, às 10 horas, no Cemitério Parque Senhor do Bonfim.  Roberval Ramalho dos Santos, 35 anos. Sepultamento hoje, às 9 horas, no Cemitério Parque Senhor do Bonfim.  Tereza Gomes de Lima Xavier, 76 anos. Sepultamento hoje, às 10 horas, no Cemitério Padre Pedro Fuss.  Adelina Salata Montini, 88 anos. Sepultamento hoje, às 11 horas, no Cemitério Memorial da Vida. Serviço Funerário Municipal - São José dos Pinhais Rua Ângelo Zem, 55 Centro - Fone : 3382 1271


7

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

TR, POUPANÇA E TBF TR MENSAL % mar abr 0,00 0,00

Paraná vai colher safra recorde de grãos de 38,2 milhões de toneladas Não fossem os problemas de clima, a previsão inicial apontava para uma colheita inicial acima de 11 milhões de toneladas para o milho safrinha Mesmo com a intensificação das chuvas nas últimas duas semanas, que começam a afetar a qualidade dos grãos das lavouras ainda em campo, o Paraná segue com a expectativa de colher 38,2 milhões de toneladas de grãos entre as safras de verão e de inverno 2012/13, uma produção recorde e que representa um crescimento de 23% sobre o ano anterior. A safra caminha para o período final da colheita e a tendência é novamente de boa safra e de bons preços na hora da comercialização. A previsão consta da pesquisa de campo do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria estadual da Agricultura e do Abastecimento, referente ao mês de junho e que está sendo divulgada nesta quartafeira (26). De acordo com o diretor do Deral, Francisco Carlos Simioni, a pesquisa foi feita antes das chuvas se agravarem e o reflexo na produtividade das lavouras ou na qualidade dos grãos será conhecida depois que os técnicos conseguirem ir a campo. “Os técnicos da Secretaria, de cooperativas, da Emater e das empresas de planejamento da iniciativa privada não estão conseguindo ir a campo para fazer os acompanhamentos necessários em função das chuvas que caem de forma intermitente sobre o Estado”, disse. Segundo Simioni, o fato é que as lavouras de grãos, principalmente o milho da segunda safra e o feijão, vêm

sofrendo os efeitos da irregularidade do clima que acontece desde o início do ano, com períodos alternados de excesso de chuvas, seguidos de estiagem e até mesmo geadas como ocorreram no início de maio. De acordo com a engenheira agrônoma do Deral, Juliana Tieme Yagush, as chuvas estão atrasando a colheita do milho safrinha, mas ainda não é possível mensurar qualquer impacto sobre a produtividade das lavouras e qualidade dos grãos. Conforme o relatório, com o avanço da colheita até meados de junho foi feita uma reavaliação da área plantada com milho safrinha, que é um pouco maior do que se esperava. A área plantada cresceu 6% acima do plantio realizado em igual período do ano passado e a produção deverá crescer em torno de 10%, alcançando o volume de 10,93 milhões de toneladas do grão. Não fossem os problemas de clima, a previsão inicial apontava para uma colheita inicial acima de 11 milhões de toneladas para o milho safrinha, comparou a técnica. FEIJÃO Outra lavoura que está sofrendo os efeitos do clima é o feijão da seca, que está com 88% da área colhida e já apresenta uma quebra de 20%, que corresponde a uma perda de 93 mil toneladas na segunda safra. A previsão inicial era colher 466 mil toneladas e a projeção atual aponta para uma colheita de 373 mil toneladas.

Segundo o engenheiro agrônomo, Carlos Alberto Salvador, entre as três safras de feijão plantadas no Estado deverão ser colhidas aproximadamente 707 mil toneladas. Não fossem os problemas de clima poderiam ser colhidos 150 mil toneladas a mais, calculou o técnico do Deral. Segundo ele, o Paraná se destaca como o maior estado produtor de feijão e nesse período predomina plantio do feijão de cor que abastece o mercado estadual e nacional. “Portanto, os efeitos do clima estão influenciando no aumento dos preços do feijão no varejo”, afirmou. Em consequência da menor oferta de feijão no mercado, o preço do feijão preto, que era inferior ao de cor, agora atingiu quase a equiparação. O feijão de cor está sendo comercializado em torno de R$ 145,00 a saca com 60 quilos e o feijão preto está sendo vendido em torno de R$ 144,00 a saca, praticamente o dobro do preço mínimo, que é de R$ 72,00. SOJA - O plantio de soja da segunda safra também foi afetado pelo clima, embora a produção seja pequena em relação à safra principal, já colhida, e que rendeu 15,78 milhões de toneladas, volume recorde. Na segunda safra, a projeção inicial de colheita de 168 mil toneladas foi reduzida pra 134.770 toneladas. TRIGO Também houve reavaliação na área plantada com trigo no Paraná. A previsão de

Produtividade no comércio cresce 3,9% entre 2007 e 2011, diz pesquisa do IBGE Cristina Índio do Brasil Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro - Entre 2007 e 2011, a produtividade do trabalho no comércio registrou crescimento de 3,9% na média anual. No mesmo período, o crescimento real anual médio de valor adicionado ficou em 10,7%, acima do aumento médio anual do número de pessoas ocupadas, que foi de 6,5%. O valor adicionado das empresas inclui as várias receitas (bruta, liquida, financeira) e gastos, inclusive despesas operacionais. As informações constam da Pesquisa Anual do Comércio (PAC), divulgada hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na avaliação da técnica de informação da Coordenadoria de Serviços e Comércio, Clician Oliveira, a atividade foi favorecida no período, entre outros fatores, pela valorização do salário mínimo. “Em média, o comércio brasileiro teve crescimento real do valor adicional acima do número de pessoas ocupadas. Isso significa que, de 2007 a 2011, houve valorização do salário mínimo e políticas de transferência de renda. É um período que se observa o aumento do rendimento médio do brasileiro”, disse. O comércio varejista registrou elevação acima da média da PAC (6,3%). Segundo a técnica, dentro do varejo, as atividades que se destacaram foram as dos hiper e super-

mercados e, dentro destes o item eletrodomésticos. “No varejo o pano de fundo é o mesmo. Aumento da renda, valorização do salário mínimo, aumento do crédito, melhores condições do mercado de trabalho. O varejo neste período sempre teve comportamento melhor do que o do atacado. Dentro do varejo há comportamento diferenciados: os destaques são os equipamentos de informática e itens de farmácia. Esses dois setores tiveram comportamento mais dinâmico”, disse. Para o IBGE, o comércio varejista, entre 2007 e 2011, “assegurou um desempenho positivo ao total do comércio brasileiro. No período, o consumo das famílias apresentou significativa contribuição às fases de crescimento da economia e representou importante instrumento para enfrentar a crise e a desaceleração do crescimento, principalmente ao ser associado a medidas de desoneração fiscal”, informou a nota técnica da Pesquisa Anual do Comércio. No atacado, os destaques ficaram com produtos alimentícios, bebidas e fumo, combustíveis e lubrificantes. No período, a pesquisa apontou que houve dinamismo heterogêneo entre as atividades, que em grande parte teve variação do valor adicionado maior do que a de pessoas ocupadas e, portanto, indicou diferentes intensidades no crescimento da produtividade. O cadastro da pesquisa tem um universo de 2 milhões de empresas.

plantio avançou de 900 mil hectares para 914 mil hectares, que devem ser plantados no Estado. Cerca de 80% da área já foi plantada, sendo que nas regiões Norte e Oeste o plantio já foi concluído e está em fase de conclusão na região Centro-Oeste. A colheita poderá superar 2,6 milhões de toneladas, volume 27% maior do que a colheita da safra passada. Segundo o engenheiro agrônomo Carlos Hugo Godinho, essa projeção também pode ser afetada pelo clima, com a possibilidade de recuo na qualidade e quantidade do trigo, mas ainda não foi mensurada. De acordo com Godinho, o produtor está animado com a comercialização do trigo, cujo preço está em torno de R$ 40,00 a saca, o maior preço dos últimos cinco anos. Esse valor é superior ao preço mínimo do trigo, que é de R$ 31,86 a saca, comparou. COMERCIALIZAÇÃO Novamente, o mercado está favorável ao produtor na hora da comercialização com bons preços para todos os grãos, exceto para o café. Segundo Simioni, o produtor paranaense vem se capitalizando há seis safras consecutivas considerando os plantios de verão e inverno. Com o aumento na renda, o produtor está investindo de forma mais agressiva no campo, comprando mais máquinas e recorrendo à aplicação de tecnologia no plantio, sinalizando um período positivo para o agronegócio.

Dólar fecha abaixo de R$ 2,20 pela primeira vez em uma semana Wellton Máximo* Repórter da Ag. Brasil Brasília – Em um dia sem intervenções do Banco Central, o dólar voltou a cair pela quarta sessão consecutiva. A moeda norte-americana encerrou o dia vendida a R$ 2,1894, com queda de 1,02%. Foi a primeira vez, desde o dia 19, que o câmbio fechou abaixo de R$ 2,20. A moeda operou em baixa durante todo o dia. Por volta das 16h, chegou a atingir R$ 2,1865, o menor valor registrado no dia, mas desacelerou a queda nos minutos finais da sessão. Hoje, o Banco Central não fez operações de venda de dólares no mercado futuro como nos últimos dias. Na última quinta-feira (20), o dólar comercial fechou em R$ 2,258, maior valor desde 1º de abril de 2009. Há um mês, o mercado financeiro global enfrenta turbulências por causa da perspectiva de que o Fed, o Banco Central dos Estados Unidos, reduza os estímulos monetários para a maior economia do planeta.

mai 0,00

jun 0,00

ano 0,00

12 m 0,02

POUPANÇA MENSAL % mar abr mai 0,50 0,50 0,50

jun 0,50

ano 3,04

12 m 6,20

ÍNDICES DIÁRIOS Período 25/5 a 25/6 26/5 a 26/6 27/5 a 27/6 28/5 a 28/6 29/5 a 29/6 30/5 a 30/6 31/5 a 1/7 1/6 a 1/7 2/6 a 2/7 3/6 a 3/7 4/6 a 4/7 5/6 a 5/7 6/6 a 6/7 7/6 a 7/7 8/6 a 8/7 9/6 a 9/7 10/6 a 10/7 11/6 a 11/7 12/6 a 12/7 13/6 a 13/7 14/6 a 14/7 15/6 a 15/7 16/6 a 16/7 17/6 a 17/7

TR 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000

TBF 0,5499 0,5775 0,6104 0,5950 0,5782 0,5702 0,5885 0,5739 0,6027 0,6463 0,6365 0,6394 0,6170 0,5828 0,5640 0,5923 0,6306 0,6370 0,6493 0,6267 0,6005 0,5733 0,6021 0,6325

CONSTRUÇÃO em % mar abr CUB/PR 0,37 0,21 CUB (Maio/2013): R$ 1.087,41

mai 0,11

Poupança 0,4273 0,4273 0,4273 0,4273 0,4273 0,4273 0,4273 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551 0,4551

ano 1,13

12 m 8,14

FAJ-TR / TR-FATOR

25/6 26/6 SELIC Mai/12 Jun/12 Jul/12 Ago/12 Set/12 Out/12 Nov/12

2,76809740 2,76809740

0,74% 0,64% 0,68% 0,69% 0,54% 0,61% 0,55%

0,01240190 0,01240190

Dez/12 Jan/13 Fev/13 Mar/13 Abr/13 Mai/13 * Jun/13

0,55% 0,60% 0,49% 0,55% 0,61% 0,60% 1,00%

* No mês corrente o valor da Selic é sempre 1,00% IR - MAIO * IR 2013: A terceira parcela do IR 2013 vence em 28/06. Para pagamento desta parcela há juros Selic de 1,60%. ** Para pagar atrasado um tributo cujo vencimento foi no mesmo mês, será cobrada a Selic do mês corrente (1,00%). Para atrasos que extrapolem o mês em curso, será cobrada taxa equivalente à soma da Selic dos meses em atraso, mais multa. PREVIDÊNCIA Competência: MAIO As empresas têm prazo para pagar até 20/6 e as pessoas físicas até 17/6. A partir desses prazos há multas de 4% a 100%, além de juros pela taxa Selic. EMPRESÁRIO/EMPREGADOR Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 678,00 (R$ 74,58) e R$ 4.159,00 (457,49), através de GPS. AUTÔNOMO 1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 678,00 (R$ 135,60) a R$ 4.159,00 (R$ 831,80). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% até o máx. de R$ 4.159,00 (R$ 457,49) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre o que recebe de jurídicas, até R$ 4.159,00 (R$ 457,49). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 4.159,00. FACULTATIVO Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 678,00 (R$ 135,60) e R$ 4.159,00 (R$ 831,80), através de carnê. ASSALARIADOS Salário Contribuição (R$) Até 1.247,70 De 1.247,71 até 2.079,50 De 2.079,51 até 4.159,00

Alíquota 8,00% 9,00% 11,00%

EMPREGADOS DOMÉSTICOS Empregado Empregador Total

Alíquota % 8 a 11 12 20 a 23

R$ mín 54,24 81,36 135,60

SALÁRIO FAMÍLIA – MAIO/2013 Salário de até R$ 646,55 Salário de R$ 646,56 a 971,78

R$ máx 457,49 499,08 956,57

R$ 33,16 R$ 23,36

OUTROS ÍNDICES BTN + TR TJLP Sal. Mínimo FGTS UPC

Mar 1,570040 5,00 678,00 0,2466 22,31

Abr 1,570040 5,00 678,00 0,2466 22,31

IR – TABELA DE JUNHO Desconto na fonte e carnê-leão Base (R$) Alíquota Até 1.710,78 isento 1.710,79 a 2.563,91 7,5% 2.563,92 até 3.418,59 15,0% 3.418,60 até 4.271,59 22,5% Acima de 4.271,59 27,5%

Mai 1,570040 5,00 678,00 0,2466 22,31

Jun 5,00 678,00 0,2466 22,31

Dedução – R$ 128,31 R$ 320,60 R$ 577,00 R$ 790,58

Deduções: a) Assalariados: 1) - R$ 171,97 por dependente; 2) - pensão alimentícia; 3) - contribuição à Prev. Social; 4) - R$ 1.710,78 por aposentado a partir de 65 anos; 5) - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carnê Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.


8

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

Urbs publica diretrizes para licitação que amplia número de táxis em Curitiba Estão disponíveis no site da Urbs as diretrizes para a audiência pública que dará início, no próximo dia 4, ao processo para ampliação da frota de táxis de Curitiba. O documento, que pode ser localizado na página inicial do site www.urbs.curitiba.pr.gov.br, prevê licitação para concessão onerosa, por 35 anos, de até 750 novas autorizações para serviços de táxi na cidade. A proposta prevê a ampliação da frota atual, de 2.252 táxis, para até 3.002 táxis. O limite de autorizações é estabelecido por lei municipal que determina a existência de no mínimo um táxi para cada 700 habitantes e no máximo um táxi para cada 500 habitantes. O lote a ser licitado poderá ser dividido em sub-lotes, destinados a táxi convencional, compartilhado, elétrico e para motoristas com deficiência. O valor de outorga proposto é o equivalente a 500 quilômetros rodados por ano o que, na tabela atual, representa R$ 1.000,00, a serem recolhidos, anualmente, entre 1° de janeiro e 30 de junho. Estarão impedidos de participar da licitação, conforme previsto na lei federal 8.666/ 1993, integrantes da diretoria ou administradores que estejam no exercício do cargo ou função pública na administração municipal ou na Câmara Municipal de Curitiba. Também ficam legalmente impedidos de concorrer a uma concessão taxistas permissionários ou condutores que tiveram

Luiz Costa/SMCS

Limite de autorizações é estabelecido por lei municipal que determina a existência de no mínimo um táxi para cada 700 habitantes e no máximo um táxi para cada 500 habitantes

Proposta prevê a ampliação da frota atual, de 2.252 táxis, para até 3.002 táxis

a permissão ou registro de condutor cassados nos últimos dois anos; profissionais detentores de autorização, permissão ou concessão de táxi; ex-permissionários; e empresas, consórcios, associações ou cooperativas. Entre os requisitos constantes nas diretrizes para os interessados em obter uma autorização estão: possuir um veículo com ano de fabricação superior a 2009; apresentar o veículo no prazo de 60 dias, prorrogáveis por mais 60 dias, além de participação em curso Táxi Tour, previsto em lei federal. As diretrizes propostas preveem também a permissão de uma única transferência de concessão, o que só poderá ocorrer três anos depois da outorga. Aquele que receber a autorização transferida terá que completar o prazo restante da concessão.

AUDIÊNCIA A exemplo do que ocorreu em março, para discussão da tarifa do transporte coletivo, esta será a primeira vez que se realiza em Curitiba uma audiência pública para discutir concessões de autorização para operação de serviços de táxi. Ela será realizada no próximo dia 4 de julho, a partir das 19 horas, no Salão de Atos do Parque Barigui. Além de participar da audiência, a população poderá contribuir com a elaboração do edital de licitação oferecendo contribuições por escrito. O formulário para apresentação de sugestões, além de críticas e esclarecimento de dúvidas também estará disponível no site da Urbs, para conhecimento da população, a partir desta quartafeira (26). O envio do formulário, que poderá ser feito por email, deve ser feito a partir da audiência, até as 18 horas do dia 8.

Wilson Czerski wilson@adepr.org.br

ARTIGO

Parábola dos talentos nos dias de hoje (parte II - O dinheiro) Concluímos o artigo da semana passada explicando que o apego às coisas materiais é o maior empecilho à libertação do espírito recém-desencarnado. O indivíduo que cultiva intensamente durante a vida o amor às posses, que não aprende a dividir e até mesmo usálas para si, ao separar-se delas pelo fenômeno da morte biológica, permanece como que imantado às mesmas. Desespera-se com a forma como os herdeiros ou aproveitadores gastam o dinheiro que, segundo seu entendimento, continua a lhe pertencer. Contorce-se raivoso, injuriado e impotente, embora muitas vezes consiga transformar todos estes sentimentos em projetos de vingança pessoal, com perseguições espirituais violentas, podendo induzir até ocorrências funestas aos gastadores incautos. Só será refreados se for contido a tempo por via do esclarecimento de outros espíritos empenhados na prevenção e combate ao mal. É como dizia o próprio Cristo: "onde estiver o teu tesouro, aí também estará o teu coração". Se passamos a vida inteira supervalorizando o dinheiro e as coisas materiais que nos rodeiam, se não nos educamos e aprendemos a desapegar, reconhecendo nelas somente o que de fato são, recursos em espécie ou objetos criados e adquiridos para nos servir e tornar a vida material mais confortável, fatalmente, ao desencarnar sentiremos a falta delas e iremos nos mortificar por isso. Os Instrutores Espirituais nos ensinam que a riqueza, por ser algo transitório, aliás, como todas as coisas materiais, acabam mudando muito de mãos, às vezes, numa única existência. E por constituir uma ferramenta importante para testar as intenções e o caráter do ser humano, é preciso que todas as pessoas, ou melhor, todos os espíritos, em algum momento, venham a ter

posse dela. "Quem não a tem, a teve ou terá", dizem. Se por um lado, a prova da riqueza é mais perigosa que a da pobreza, deve ficar claro que não devemos abominá-la. Não é o dinheiro em si que é a fonte de sofrimento, mas, conforme as palavras do apóstolo Paulo, "porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda espécie de males". São os excessos que ele inspira, é a ambição de não se contentar nunca com o que já possui, é a apropriação de modo ilícito, à custa do prejuízo de terceiros, individuais ou coletivos. Eis a razão de Jesus ter afirmado ser mais fácil passar um camelo (fosse o animal ou um cabo grosso conforme certas traduções) no buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino do céu. Os alertas do Cristo são muitos. Em outra parábola, a dos celeiros cheios, o fazendeiro, devido à generosa safra não consegue mais armazenar neles toda a colheita e resolve colocá-los abaixo e construir outros maiores. Depois disso planeja refestelar-se e aproveitar a vida sem pensar nos que passam fome. E Jesus pondera que este acumulador de recursos, insensato e egoísta, mal sabe que a morte ronda-lhe a existência e de um momento para outro poderá perder tudo aquilo que sofregamente acumulou. De fato, ao migrar para o mundo espiritual, de que valerão nossas posses? Ao aportarmos do lado de lá da fronteira, não nos perguntarão quem fomos ou quanto acumulamos, mas o que fizemos dos "talentos" que nos foram colocados à disposição. Devemos nos apiedar desses pobres loucos que, agindo assim, julgando-se espertos, enganam, corrompem, agridem e matam. "Pai, perdoa porque não sabem o que fazem", clamou o Jesus crucificado. Acontece que Jesus é um ser todo especial, espírito de altíssimo valor moral e espiritual, capaz de um gesto de nobreza suprema para perdoar seus algozes. E Deus mais ainda por ser

absolutamente perfeito e bom. Mas Deus também comporta a absoluta justiça. Se os homens de hoje e de sempre até agora não aprenderam nada, se teimam em não querer aprender e demoram-se no caminho do erro, Deus não irá perdoálos. Há leis perfeitas pelas quais os infratores serão apanhados e terão que expiar com muita dor por suas atitudes de orgulho, egoísmo e maldade. No "Evangelho Segundo o Espiritismo", capítulo XVI, esclarece-se que os homens não são igualmente ricos porque também não o são igualmente inteligentes, ativos e laboriosos para adquirir a riqueza nem moderados e previdentes para a conservar. A desigualdade envolve dois aspectos: mérito e necessidade. Uns possuem mais recursos materiais porque demonstraram saber bem administrá-los na escassez ou mesmo em outra reencarnação quando já foram ricos. E outros porque talvez tenham abusado deles e estejam procedendo reajustes com as leis divinas ou sendo experimentados pela primeira vez nesta área. As teorias econômicas e os sistemas políticos comprovam que a igualdade absoluta, com a total distribuição da riqueza em dado momento a todos os indivíduos, não perduraria. O equilíbrio logo se desfaria justamente por conta de uns serem mais diligentes do que outros que se acomodariam como, aliás, temos visto acontecer em nosso país quando o estado se excede em práticas paternalistas. Ademais, de onde viriam os recursos para os investimentos, para as pesquisas, geração de empregos, o desenvolvimento da tecnologia? Os "talentos" da parábola evangélica não nos são oferecidos para ficarmos sentados em cima deles. Devemos torná-los produtivos, multiplicá-los e dividi-los com os menos aquinhoados.


| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

“Seremos firmes na proteção do cidadão, do patrimônio e serviços públicos”, diz governador O governador Beto Richa afirmou, na manhã do último sábado (22), que as polícias Civil e Militar estão trabalhando para identificar os responsáveis pela depredação e será firme na proteção dos cidadãos, do patrimônio e serviços da comunidade. Manifestação na região do Centro Cívico, em Curitiba, na sexta-feira à noite, terminou em vandalismo, quebra-quebra de estaçõestubo, orelhões, lixeiras, placas e saques ao comércio, bancos e prédios públicos. “Lamento que a maioria dos manifestantes, que tem o foco de mudar o Brasil com diálogo, de forma pacífica e democrática, tenha sido usada por uma minoria que tem outros objetivos”, disse Richa. Antes da coletiva, o governador se reuniu com a cúpula da Segurança Pública para avaliar a situação. O governador afirmou que a polícia paranaense vai coibir, firmemente, os crimes e abusos. “Vimos ontem cenas chocantes, de selvageria. Não vamos permitir que criminosos e bandidos infiltrados em qualquer movimento possam fazer o quebra-quebra que assistimos ontem, com depredação de patrimônio público e privado”, afirmou o governador. Na noite da última sextafeira (21), aproximadamente

Orlando Kissner/AEN

Beto Richa afirmou que policiais civis e militares trabalham para identificar responsáveis por depredações

Governador afirma que a polícia será firme na proteção dos cidadãos de bem

15 mil pessoas se reuniram para uma grande manifestação no centro de Curitiba. Dessas, grande parte se concentrou em frente ao Palácio Iguaçu e, no fim da noite, um grupo de 200 pessoas, segundo a Polícia Militar, começou a promover ataques contra a polícia, depredação de patrimônio público e saques a comércios na Avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico. “A polícia agiu com competência e equilíbrio, sem excessos. Estamos em alerta para coibir badernas e vandalismo”, disse o governador. Richa pediu celeridade no trabalho de identificação de outros criminosos. O secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, destacou que a estratégia de ação da polícia nas manifestações que vem ocorrendo na capital é discutida em reuniões

periódicas na Secretaria da Segurança Pública. “A orientação é reprimir com rigor qualquer tipo de atividade criminosa, com uso proporcional da força, resistência passiva, tolerância, prisão e identificação de qualquer ato de vandalismo”, disse ele. A partir da identificação de outras pessoas envolvidas nos atos de vandalismo, mais pessoas podem ser presas, de acordo com o secretário da Segurança Pública. Nas próximas horas, será disponibilizado um link no site oficial da Polícia Civil (www.policiacivil.pr.gov.br) para que pessoas que participaram da manifestação e registraram ações criminosas possam contribuir com o trabalho de identificação. BALANÇO A Polícia Militar registrou

três policiais feridos, cinco bombas caseiras lançadas contra as forças policiais e 28 pessoas detidas. Dessas, 14 foram presas e oito adolescentes apreendidos. Seis pessoas foram liberadas ainda no local da ocorrência. “É importante destacar que a PM só agiu a partir do lançamento de bombas caseiras, que atingiram os policiais”, declarou o comandante da PM, coronel Roberson Luiz Bondaruk. A Polícia Civil está colhendo depoimentos de testemunhas e acionou o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). “Esses marginais estão sendo investigados por formação de quadrilha. São grupos organizados para a prática de crimes, inclusive furtos”, completou o delegadogeral da Polícia Civil, Marcus Vinícius da Costa Michelotto Laudo emitido na sextafeira (21) pelo Instituto de Criminalística do Paraná aponta que a causa mais provável para um vidro estilhaçado no terceiro andar do Palácio Iguaçu, próximo aos elevadores, tenha sido o disparo de uma arma de fogo, de uma distância aproximada de 20 metros entre o disparo e o ponto atingido. O disparo não chegou a atravessar a parte interna da janela. O dano foi causado na primeira manifestação realizada em Curitiba.

9

Paraná tem 90 mil vagas para cursos profissionalizantes O Paraná tem 90 mil vagas para cursos técnicos profissionalizantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os cursos são levados à população paranaense pelo Governo do Estado e parceiros como as instituições do “Sistema S” (Senai, Senac e Senat) e o Instituto Federal do Paraná. Para informar a população, o Governo do Estado criou o Comitê Gestor Interinstitucional Qualifica Paraná que percorre o estado com fóruns regionais de Apoio à Formação e Qualificação Profissional. Além dos cursos, o comitê apresenta aos prefeitos a importância do programa e os benefícios da formação técnica para a população. “O comitê tem como principal função, coordenar as ações de qualificação profissional no estado e levar as informações sobre os cursos e modalidades disponíveis ao maior número de pessoas”, explica Fabiana Campos Skrobot, diretora do Departamento de Educação e Trabalho, da Secretaria de Estado da Educação. Durante os fóruns são apresentados estandes com o catálogo dos 37 cursos técnicos e dos outros 83 de formação inicial e continuada disponíveis e as informações para as matrículas. Os fóruns já percorreram as regiões de Jacarezinho, Cornélio Procópio, Londrina e Maringá. Hoje e amanhã (27 e 28) será a vez de Paranavaí e Umuarama, que reunirão representantes de 60 municípios do Noroeste do Estado. Segundo a Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, a qualificação profissional de trabalhadores exige trabalho integrado entre todos os segmentos. ACESSO Nos fóruns, os técnicos das secretarias que compõe o comitê apresentam as possibilidades de qualificação profissional específicas para cada região. “Antes, essas informações estavam dispersas e disponíveis apenas em sites, com divulgação e acesso limitado. Agora, o Estado está levando a informação regionalizada para os municípios e para a população”, diz Fabiana. Os encontros reúnem prefeitos, secretários municipais, agentes de qualificação profissional representados pelas instituições do Sistema Nacional de Aprendizagem (Senai, Senac e Senat), Instituto Federal do Paraná (IFPR) e Secretarias da Educação; do Trabalho, Emprego e Economia Solidária; da Família e Desenvolvimento Social, da Indústria e Comércio, da Justiça e do Turismo. Dentro do Pronatec, a Secretaria de Estado da Educação conta com 19 mil vagas em cursos de qualificação profissional. As vagas são destinadas a estudantes do 2° e 3°anos do ensino médio, com idade entre 16 e 18 anos.


10

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

MANDIRITUBA

PIRAQUARA

Atividades esportivas contam com apoio da Prefeitura

Órgão municipal foi criado para otimizar o trabalho dos servidores que trabalham na vigilância patrimonial

A Prefeitura Municipal de Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, vem desenvolvendo várias atividades esportivas no município e apoiando as equipes amadoras. Na semana passada, o prefeito Onildo Gelatti recebeu em seu gabinete, o treinador da equipe feminina do Mandirituba Futebol Clube, Bruno, conhecido como Índio. Na oportunidade ele representava o presidente da entidade Amarildo Fernandes Castagin. O desportista entregou um oficio ao prefeito Onildo Gelatti, solicitando apoio da Prefeitura para a sua equipe que atualmente disputa o campeonato Intermunicipal de Futsal Feminino. Gelatti parabenizou a iniciativa de toda equipe em estar representando o município nessa competição e colocou a Prefeitura a disposição do clube, dentro de suas possibilidades e do que a lei de responsabilidade fiscal permite.

Prefeito Marquinhos orienta servidores sobre importância do patrimônio público

tor administrativo, veículo, e em breve terá sistema de rádio HT. “Dividimos as equipes de trabalho e definimos as rotinas dos servidores. São realizadas ronda de monitoramento e o acompanhamento do serviço de cada vigia. Em breve todos receberão uniformes e equipamentos de segurança e proteção pessoal.” destacou o diretor do Setor, Antônio Sinque. CAPACITAÇÃO A atividade de vigilância patrimonial requer preparo e treinamento dos servidores, por isso, no último sábado

(22) teve início o Curso de Segurança Patrimonial, ofertado para os 120 vigias no Parque Trentino. Divididos em duas turmas, eles participam da capacitação com carga horária de 20 horas, com as seguintes disciplinas: Relações Interpessoais, Noções Elementares de Direito Penal, Técnicas Operacionais, Segurança Física das Instalações, Noções de Prevenção, Combate a Incêndio e Primeiros Socorros e Noções de Defesa Pessoal. O curso está sendo ministrado pela empresa MBHR Segurança do Trabalho, e no

final cada participante vai receber o certificado de conclusão, que poderá ser utilizado para progressão de carreira. O prefeito Marcus Tesserolli, o Marquinhos, prestigiou o primeiro dia de aula. “Pela atividade que eles desempenham a capacitação é extremamente importante. Existem servidores que trabalham há anos na função, mas nunca tinham recebido um treinamento específico. A partir de agora eles terão melhores condições de exercerem esse importante trabalho de guarda do patrimônio municipal”, ressaltou o prefeito.

QUATRO BARRAS

Duas grandes festas realizadas na última sexta-feira (21) e nesta segunda-feira (24) movimentaram o espaço do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Caca), em Quatro Barras. A primeira delas foi preparada para os Grupos da Melhor Idade, concentrando mais de 70 participantes do Centro, Borda do Campo, Jardim Menino Deus e Palmital, que dançaram ao som das músicas típicas. Além de interagir na quadrilha e no baile caipira, os grupos aproveitaram as barracas de pinhão, cachorroquente, canjica, doces típicos, pipoca e quentão sem álcool preparadas exclusivamente para o evento, além de participar de brincadeiras como a pescaria e o correio elegante. “Estamos gostando muito da programação”, contou o casal de moradores do Jardim Menino Deus, Rosa Bianco, de 66 anos, e Pedro Benato, de 70, que pela primeira vez vieram caracterizados à festa. Maria de Lourdes dos Santos, de 69, também aprovou. “Dancei muito e estou gostando de tudo”, disse. Na última segunda-feira (24) o clima festivo continuou com a programação dirigida aos alunos do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Caca),

Divulgação/PMQB

Grupos da Melhor Idade participam de festa junina

Crianças curtiram a festa dançando ao som da música caipira

que também vieram caracterizados à festa. Mais de 60 crianças estiveram presentes e dançaram músicas típicas coreografadas e a tradicional quadrilha. Também aproveitaram as barracas de guloseimas. CACA E OS GRUPOS Hoje mais de 70 crianças frequentam diariamente o Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente, segundo a coordenadora Célia do Rocio Creplive Cordeiro. Eles participam de oficinas e aulas de música, dança, informática, educação física, ca-

poeira, artesanato e reforço pedagógico nos períodos de contraturno escolar. Quanto aos Grupos da Melhor Idade, já são mais de 150 integrantes, que também frequentam as atividades periódicas oferecidas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), entre elas ginástica orientada, dança, aulas de inclusão digital, além de comparecer aos grupos de convivência nos bairros, bailes, passeios e atividades culturais. Nesta segunda-feira (24), por exemplo, mais de 80 idosos foram a um baile em

Contenda. “Ambos são belos trabalhos”, disse a secretária de Ação Social, Daniela Ribeiro. “Com relação aos grupos da Melhor Idade, queremos deixar nosso profundo agradecimento à coordenadora Luciane Dellatre Cecon, que por razões de saúde está deixando os grupos, mas que desenvolveu um belíssimo trabalho, com empenho e total dedicação”, disse. Agora, quem passa a coordenar as atividades é a funcionária Sandra Cordeiro, que também recebe as boas vindas.

Divulgação/PMM

Com o objetivo de preservar e resguardar o patrimônio público municipal, a Prefeitura de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, por meio da Secretaria de Administração, implantou o novo Setor de Segurança Patrimonial. A nova estrutura presta o serviço de guarda e monitoramento dos prédios públicos, e é composta por um diretor, supervisores, fiscais de trabalho e 120 vigias. No último sábado (22), parte destes servidores participaram de uma capacitação no Parque Trentino. O novo Setor foi criado para otimizar o trabalho dos servidores que trabalham na vigilância patrimonial. Divididos em escalas, eles atuam em 55 prédios e equipamentos públicos espalhados pela cidade. “Organizamos o trabalho e as atribuições destes servidores com o intuito de garantir a segurança do patrimônio da Prefeitura. Agora estamos capacitando os vigias e disponibilizando uma estrutura adequada para eles desempenharem um trabalho seguro e de qualidade”, explica o Secretário de Administração, Rafael de Araújo Mazepa. O Setor de Segurança Patrimonial de Piraquara conta com uma sede própria, se-

Bruno Oliveira/PMP

Prefeitura implanta novo Setor de Segurança Patrimonial

Treinador Índio, prefeito Onildo Gelatti e o vereador Silvio Galvan

Santuário Nossa Senhora de Guadalupe promove 24 horas de oração Viajar milhares de quilômetros, por horas ou até mesmo dias, seja em família, caravana ou sozinho. E como destino: o Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, em Curitiba, onde neste final de semana, serão realizadas “24 Horas em Oração na Presença do Senhor”. Esta é a programação de mais de 1.600 fiéis já confirmados de diferentes regiões do país e também do Paraguai na capital paranaense. O evento, promovido e conduzido pelo pároco reitor, padre Reginaldo Manzotti, é aberto ao público. A abertura deste encontro, que será em intenção a todos os jovens que vão participar da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e daqueles que foram às ruas pacificamente nas últimas semanas em manifesto por um Brasil melhor, será no sábado (29), às 19h, com a Santa Missa presidida pelo sacerdote. Logo depois, durante 24 horas, sem interrupção, haverá uma programação intensa e diversificada, com missas, momentos de oração e adoração, palestras e muita música. O encerramento se dará com a celebração eucarística no domingo (30), às 18h, e a renovação da parceria “Abracei”, realizada entre Associação Evangelizar é Preciso e Pastoral da Criança. A iniciativa prevê que a instituição conduzida pelo padre Manzotti fique responsável por manter dez mil crianças/mês que são atendidas pela entidade. Entre as caravanas confirmadas para participar do evento estão pessoas vindas de Fortaleza (CE), São Paulo (SP), Florianópolis (SC), Martinho Campos (MG), Foz do Iguaçu (PR), Santa Rita (Paraguai) entre outras. Mais informações sobre a programação no site www.padrereginaldomanzotti.org.br/agenda. SERVIÇO: “24 Horas em Oração na Presença do Senhor” no Santuário Nossa Senhora de Guadalupe em Curitiba Data: 29 e 30 de junho de 2013 (sábado e domingo) Horário: das 19 horas do sábado (29) às 19 horas de domingo (30) Local: Santuário Nossa Senhora de Guadalupe (Praça Senador Correia, 128 – centro de Curitiba-PR). Informações: (41) 3233-4884.


| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

11

Posto Integrado dos Bombeiros será inaugurado Pinhais irá inaugurar na próxima terça-feira, dia 2 de julho, o Posto Integrado dos Bombeiros. A nova estrutura concilia, num mesmo local, o trabalho dos Bombeiros Comunitários da cidade e do Corpo de Bombeiros do Paraná. O prédio foi erguido na região central do município, ao lado do destacamento da Polícia Militar e da sede da Guarda Municipal, próximo à Delegacia de Polícia. Resultado da parceria entre Município e Estado, o local tem 21 ambientes, distribuídos em quase 400 metros quadrados de área útil - investimento de cerca de meio milhão de reais. A ideia é que as equipes trabalhem de modo integrado, garantindo assim mais eficiência e rapidez no atendimento às ocorrências. Para o prefeito Luizão, a implantação do posto in-

tegrado de atendimento faz parte de uma série de ações da administração municipal em prol da melhoria na segurança pública. “Temos trabalhado muito com ações de prevenção aqui em Pinhais, e esse projeto representa um passo a mais nessa direção”, argumenta. “Estamos certos de que evitar riscos é sempre melhor do que dirimi-los. Por isso, esse posto dos bombeiros é mais que uma simples parceria, mas uma conquista para toda a população”, conclui. Bombeiros Comunitários Instituído por lei há dois anos, o Bombeiro Comunitário de Pinhais é um programa estadual que prevê a parceria com os Municípios no custeio dos investimentos em infraestrutura e dos equipamentos necessário para a prestação desse tipo de serviço nas re-

giões, além do repasse de um veículo especial para o combate a incêndios. Os agentes, selecionados e contratados pelas prefeituras de cada cidade, atuam com base nos treinamentos específicos oferecidos pelo Corpo de Bombeiros do Paraná. Em Pinhais, a diferença é que os bombeiros comunitários trabalharão em conjunto com um destacamento do Corpo de Bombeiros do Paraná - o que certamente irá garantir ainda mais eficiência e rapidez no atendimento à população. Serviço A inauguração da sede do Corpo de Bombeiros integrado de Pinhais será realizada, como já dito, no dia 2 julho às 09h30, na rua Europa, número 241 (em frente a Copel), no Centro da cidade.

Prefeitura firma convênio com o CREA-PR A ação tem a finalidade de promover o intercâmbio de informações entre o município e a entidade, otimizando o trabalho de ambas as partes Na última sexta-feira (21), a Prefeitura de Pinhais assinou convênio com o Conselho Regional de Agronomia e Engenharia do Paraná (CREA-PR). A ação tem a finalidade de promover o intercâmbio de informações entre o município e o CREA-PR, relativas a diversos fatores, no que diz respeito, por exemplo, aos alvarás de construção e demais ações que poderão ser realizadas em conjunto com a entidade. Dentre as atuações e trocas de informações possíveis a partir da assinatura do convênio, estão: as ART - Anotação de Responsabilidade Técnica, firmadas pelo CREA-PR; os dossiês das fiscalizações realizadas pelo CREA-PR no município; os alvarás de construção expedidos pela Prefeitura; a identificação dos prestadores e tomadores de serviços de engenharia executados em Pinhais, por

profissionais e empresas filiadas ao CREA-PR. Bem como a possibilidade de realizar ações de fiscalização em conjunto CREA-PR, Secretaria Municipal de Urbanismo e Departamento de Rendas Mobiliárias de Pinhais (DEMOB). Participaram do evento, representando o executivo de Pinhais, o prefeito Luizão Goulart, os secretários municipais de Administração, José Martins e de Urbanismo, Emerson Bento; o diretor do Departamento de Rendas Mobiliárias (DEMOB), Edilberto Mazon, o qual representou o secretário de Finanças, Francisco Xavier, e ainda o analista fiscal de tributos, Mario Machado da Silva Junior. Do CREA-PR, estiveram presentes o presidente da entidade, Joel Krüger e Vivian Baeta de Faria, gerente da Assessoria de Relações Institucionais.


12

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

CARTÓRIO DISTRITAL DE COLÔNIA MURICI JOSÉ JAVORSKI – OFICIAL Alameda Bom Pastor, 171 – Campina – São José dos Pinhais PR Fone (41) 3283-4371 – Fone/Fax (41) 3383-0588 EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar: JOSÉ MARCOS DOS ANJOS com JANETE DO CARMO DOLENY DE SOUZA RENATO HENRIQUE DA SILVA com DEBORA NOGUEIRA ARRUDA Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias. São José dos Pinhais, 26 de junho de 2.013. JOSÉ JAVORSKI Oficial

SÚMULA DE RECEBIMENTO DA LICENÇA DE INSTALAÇÃO MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A, CNPJ 08.343.492/000200 torna público que recebeudo IAP, a Licença de Instalação para Conjunto Residencial Parque Coral a ser implantado na Rua Pe. Antonio Darius, nº 100, São José dos Pinhais- PR.

SÚMULA DE RECEBIMENTO DA LICENÇA DE INSTALAÇÃO MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A, CNPJ 08.343.492/000200 torna público que recebeudo IAP, a Licença de Instalação para Conjunto Residencial Spazio Ciano a ser implantado na Rua Agudos do Sul, nº 890, São José dos Pinhais- PR.

SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIAGM - Indústria e Comércio de Artefatos de Fibra de Vidro Ltda torna público que recebeu do IAP, a Licença de Prévia para Fabricação de Artefatos de Fibra de Vidro a ser implantada à Rua Manoel Rosa, 801, Bairro Renault São José dos Pinhais - PR.

SÚMULA DE EMISSÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A SOLO VIVO INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE FERTILIZANTES LTDA, torna público que recebeu do IAP, Licença de Operação para fabricação de fertilizantes orgânicos, organomineral e minerais, implantada na Rodovia do Xisto BR 476 Km 165, Bairro Guajuvira de Cima, Município de Araucária, Estado do Paraná.

SÚMULA DE PEDIDO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A SOLO VIVO INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE FERTILIZANTES LTDA, torna público que requereu ao IAP, Renovação de Licença de Operação para fabricação de fertilizantes orgânicos, organomineral e minerais, implantada na Rodovia do Xisto BR 476 Km 165, Bairro Guajuvira de Cima, Município de Araucária/PR.

Os competidores receberam seus kits do proprietário da casa Geraldo Campelo

O Brasil bem representado A modalidade Poker Texas Hold’em está passando por uma momento de crescimento e valorização, ainda mais com o cadastro oficial no ano de 2011, em que a habilitou como atividade esportiva reconhecida pelo Ministério dos Esportes. E em Curitiba, o esporte tem um grande número de adeptos e praticantes, que marcam presença na Liga Curitibana de Texas Hold’em. A casa que diariamente realiza competições, novamente vai estar mandando para o torneio Viva Las Vegas, sete de seus fiéis e talentosos competidores, que buscam trazer na bagagem belos resultados, experiências e muita alegria. Segundo Kátia Farias, jogadora há cinco anos e única mulher na equipe, embarcar para a disputa patrocinada pela casa é um experiência que sempre sonhou. “Sempre tive a esperança de conquistar uma vaga para ir. Estou indo saEDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - RIO LINHAS AÉREAS S.A. CNPJ 01.976.365/0001-19. Convocamos os Srs. Acionistas da RIO LINHAS AÉREAS S.A. a se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada no dia 8 de julho de 2013, às 14:30 horas, na sede da Sociedade, na Avenida Rocha Pombo, s/n, Aeroporto Internacional Afonso Pena, Hangar RIO, São José dos Pinhais, Estado do Paraná, a fim de deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: 1- Instalar, na forma do § 2°, do Art. 161, da Lei das Sociedades por Ações, o Conselho Fiscal da Sociedade; 2 – Estabelecer, na forma do Art. 18, do Estatuto Social, da Sociedade, a remuneração dos Conselheiros Fiscais e seus respectivos suplentes; 3 Deliberar sobre a eleição de novos diretores da Sociedade, bem como sobre a nova formação da diretoria; e 4Outros assuntos de interesse da Sociedade. São José dos Pinhais/PR, 20 de junho de 2013.Rio Linhas Aéreas S.A. Vicente Batista de Lima - Diretor Presidente.

PODER JUDICIÁRIO - JUIZO DE DIREITO DA VIGÉSIMA SEGUNDA VARA CÍVEL - FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA – PARANÁ - Rua Lysímaco Ferreira da Costa, 355 – 1º andar - Centro Cívico - Curitiba/PR Fone/Fax: (41) 3254-8660. www.assejepar.com.br. Cândida Marnes Hugen – Escrivã - Marlene Romeiro Coleta - Karina de Souza – Elisângela Maria de Paula - Flávio Ballão de Oliveira - Empregados Juramentados - JUÍZO DE DIREITO DA VIGÉSIMA SEGUNDA VARA CIVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. Edital de intimação de ANDREIA CARDOSO DE ARRUDA, com o prazo de 20 dias. FAZ SABER/ a quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, expedido nos autos de MONITORIA, registrados sob n° 0007283-41.2009.8.16.0001, proposta por SPAIPA S/A INDUSTRIA BRASILEIRA DE BEBIDAS, CNPJ 00.904.448/0001-30 contra ANDREIA CARDOSO DE ARRUDA, CPF 042.520.619-03 e, estando o(s) requerido(s) em local incerto, fica(m) intimada para que cumpra voluntariamente a sentença, pagando o montante da condenação, no valor de R$ 35.417,33 mais acréscimos legais, sob pena de, decorrido o prazo fixado, acrescer-se multa de 10% com imediata expedição de mandado de penhora, avaliação e remoção, tudo consoante disposição do artigo 475-J, do Código de Processo Civil. Para o caso de pronto pagamento foi arbitrado em 10% os honorários advocatícios. Do que para constar lavrei o presente edital. Curitiba, 13/06/2013. Eu, (a) Marlene Romeiro Coleta, empregada juramentada o subscrevo. (a) CAROLINA MAIA ALMEIDA – Juíza de Direito Substituta.

IBEMA PARTICIPAÇÕES S.A. - NIRE: 41 3 0000939 2/ CNPJ/MF: 84.962.919/0001-56 - ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - EDITAL DE CONVOCAÇÃO. Ficam convocados os senhores acionistas da Companhia a se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária no dia 08 de julho de 2013, em primeira convocação, às 15h00, na sede da Companhia, na cidade de Araucária, Paraná, para deliberar a respeito da seguinte ordem do dia: i) Tomar as contas dos administradores, examinar, discutir e aprovar o Balanço Patrimonial, Demonstrações Financeiras e Documentos correlatos referentes ao Exercício Social encerrado em 31 de dezembro de 2012; ii) Deliberar sobre a destinação do resultado do exercício e ratificar a distribuição de dividendos antecipados aos acionistas durante o exercício de 2012; Atendendo à disposição legal prevista no art. 133 da Lei 6.404/1976, a Companhia informa que, conforme publicações já realizadas em observância ao prazo legal, encontram-se à disposição dos acionistas, no endereço da Companhia, os documentos pertinentes à ordem do dia. Araucária, 24 de junho de 2013. Nei Senter Martins - Diretor Presidente.

JUÍZO DE DIREITO DA VIGÉSIMA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA – PR .EDITAL DE INTIMAÇÃO - PRAZO DE 30 DIAS A DOUTORA MAYRA ROCCO STAINSACK, JUÍZA DE DIREITO DA VIGÉSIMA VARA CÍVEL DE CURITIBA, PARANÁ, POR NOMEAÇÃO NA FORMA DA LEI, ETC... FAZ SABER a todos quantos virem o presente edital, ou dele conhecimento tiverem que, por este Juízo e Cartório da Vigésima Vara Cível se processam nos termos da ação ordinária de abstenção de uso de direito autoral e de marca, cessação de prática de concorrência desleal com pedido de tutela inibitória antecipada inaudita altera pars cumulada com indenização por perdas, danos e lucros cessantes, sob nº. 0018051-84.2013.8.16.0001 requerida por CONSTRUTORA GUETTER LTDA., pessoa jurídica de direito privado, sociedade empresária limitada, inscrita no CNPJ/MF sob n° 77.625.796/0001-00 contra GAMALAR INCORPORADORA E CONSTRUTORA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, sociedade empresária limitada, inscrita no CNPJ/MF sob n°. 01.927.552/0001-02, que tramita através do sistema computacional PROJUDI, cujo endereço na web é https://portal.tjpr.jus.br/ projudi/, e em atendimento ao que dos autos consta, ficam INTIMADOS os terceiros interessados que a expressão utilizado pela ré GAMALAR INCORPORADORA E CONSTRUTORA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, sociedade empresária limitada, inscrita no CNPJ/MF sob n° 01.927.552/0001-02 está sub judice e que não pode ser veiculado por nenhum meio de mídia com fins comerciais e/ou publicitários. DESPACHO: “(...). Isto posto, com fundamento nos artigos 273 e 461, ambos do Código de Processo Civil, defiro a antecipação dos efeitos da tutela para determinar à ré que: a) que se abstenha imediatamente de fazer uso da expressão figurativa “G” em todo o território nacional, por todos os meios, nome empresarial, identificação ou associação em produtos, sites, materiais publicitários, notas fiscais, embalagens, letreiros relacionados a revistas e periódicos, sob pena de incidência de multa de R$ 1.000,00 por dia de descumprimento do preceito; b) abstenhase imediatamente dos atos de concorrência direta ou indireta contra a autora no território nacional, sob pena de incidência de multa no mesmo valor. Expeça-se edital a ser fixado no átrio deste Fórum Cível e publique, ao menos, dois jornais de grande circulação desta Comarca, informando terceiros interessados que a expressão utilizado pela ré está sub judice e que não pode ser veiculado por nenhum meio de mídia com fins comerciais e/ ou publicitários. Intime-se a ré pessoalmente da presente decisão, via mandado.De resto, especifique a autora, em cinco dias, as provas que pretende ver produzidas. Intimem-se. Em 13 de junho de 2013. (a) Dra. Mayra Rocco Stainsack - Juíza de Direito.” E para que chegue ao conhecimento dos interessados e não possam de futuro alegar ignorância, mandou expedir o presente que será publicado e afixado na forma da lei. Curitiba, 20 de junho de 2013. Eu,(a), empregado juramentado, que o digitei, subscrevo e assino por determinação do MM. Juiz (Portaria 001/2011).(a) Oloir Soares da Silva Junior - Empregado Juramentado.

bendo que é um torneio muito difícil, mas tenho tanta chance quanto os outros jogadores que estarão competindo”, afirma. Para o proprietário da Liga Curitibana, Geraldo Campelo é muito gratificante estar mandando jogadores pelo segundo ano ao Viva Las Vegas. “O sonho de todo jogador é jogar essa série, WSOP, em Las Vegas, eu fico muito feliz em estar contribuindo com isso.” E sobre expectativas, Campelo afirma que se os jogadores conseguirem chegar entre os premiados ele já está satisfeito. A premiação ocorre para 10% dos inscritos. Os sete competidores embarcaram na última segunda-feira (24) e eles são: Abdo Fadel, Murilo Luvizotto, Katia Farias, Claudio Lins Hooge, Edmond Fatuch, Carlos Eduardo Dutra e Rodrigo Kanu. O evento acontece no próximo domingo (30).

EDITAL DE PROCLAMAS CARTÓRIO DO PORTÃO. Av. Pres. Arthur da Silva Bernardes nº 2350/ cj. 03/09 – Portão CEP: 80.320-300 / CURITIBA - PR - Tel./ Fax: (41) 3013-1667. www.cartoriodoportao.com.br. Faz saber que pretendem casar: VINICIUS SEGANTINI DA SILVA e FERNANDA THAIS ALVES MÁRCIO FRATA e TENNYLLE CHEYENNE BRAATZ TOPPEL REINALDIM JULIANO BELEZIA DE OLIVEIRA e KARLA DE ARAUJO DIAS RICARDO COTRINO GOMES DA SILVA e GABRIELA LARISSA CORREIA THIAGO YUITI CASTTILHO MASSUDA e DENISE HONDA KITAMURA JEFFERSON LUIZ DALAVECHIA e BARBARA MARTINAZZO HENRIQUE RIOS LIMA e AMANDA CRISTINA TEIXEIRA DA SILVA JUCEMAR DE MEDEIROS e FERNANDA COUTO INOCENCIO FELIPE HUMBERTO MORENO e QUÉZIA FLORES JEFFERSON APARECIDO DOS SANTOS e MICHELLE DE ASSIS AUGUSTO FÁBIO LUIZ KIENEN e ANNA CAROLINA SIRACUSA BUENO RAFAEL DUQUE DE SOUZA BOTELHO e GABRIELA SILVA DOS REIS WELINGTON PORTELA DA SILVA e HENRIETTE RODRIGUES MACHADO JAIR PEREIRA DA SILVA JUNIOR e GLORIA NOEMI GONZÁLEZ AYALA LUCAS ANTONIO PIERIN MOLINARI e GIULIA CHAGAS LACERDA Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. O referido é verdade e dou fé. Curitiba, 26 de junho de 2013. CAROLINE FELIZ SARRAF FERRI Tabeliã e Registradora


| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

13

Brasil está na final da Copa das Confederações Foto Rafael Ribeiro/CBF

Em jogo emocionante na tarde de ontem, no Mineirão, a equipe do técnico Felipão fez a alegria dos torcedores

O craque Neymar foi um dos mais marcados pelos uruguaios em campo

Atleticanos treinam no CT do Caju para receber o Grêmio

Equipe do Furacão treina para a partida do dia 6 de julho, contra o Grêmio

Três jogos, sete gols. Média superior a dois por partida. Nenhuma equipe visitante balançou tanto as redes adversárias no Campeonato Brasileiro 2013 quanto o Atlético Paranaense. Marca responsável por fazer do Rubro-Negro o dono do ataque mais positivo da competição, ao lado do Cruzeiro, com 11 gols. Agora, a meta é trazer para casa o poder de fogo já mostrado às torcidas adversárias. A oportunidade pode ser no próximo dia 6 de julho, quando o Furacão recebe o Grêmio, pela sexta rodada do Nacional, na Vila Capanema. Quem confia é o atacante Ederson, um dos artilheiros da competição com quatro gols. "Vamos em busca disso (marcar mais gols como mandante)" - diz o camisa 77. "Estamos ansiosos por jogar na Vila Capanema" - continua Ederson. "Um estádio com gramado novo e onde estaremos próximos à nossa torcida. E neste jogo contra o Grêmio, creio que ela estará em peso lá para nos apoiar a sair com a vitória" - espera. Quem também aguarda ansiosamente por marcar e comemorar junto com o torcedor em casa é o meia Everton. Com 13 tentativas, ele é o segundo jogador com maior número de finalizações no time neste BR 2013 - Ederson é o primeiro, com 21. Marcou um gol, o terceiro do Furacão na vitória por 4 a 3 sobre a Ponte Preta, em Campinas. "Independentemente de onde atuarmos, vamos sempre jogar para frente. E essa forma de jogar do time me agrada muito", conta o camisa 22. "Temos um time de qualidade, bastante rápido e ofensivo. Esperamos que, contra o Grêmio, os gols possam novamente aparecer", encerra.

O Brasil está na final. Depois de uma sua vitória por 2 a 1 no Mineirão, na tarde de ontem (26), o time do técnico Luiz Felipe Scolari chega a decisão da Copa das Confederações com moral. Os gols foram marcados por Fred e Paulinho. Cavani fez o gol uruguaio. Foi um primeiro tempo diferente de todos os ou-

tros da Seleção Brasileira nesta Copa das Confederações. O Brasil não começou fulminante no ataque como nos outros jogos. Também, do outro lado estava uma bem postada defesa uruguaia, que dificultava o avanço. Com o jogo equilibrado e disputado no meio-campo, o primeiro lance de perigo veio de uma bola parada. David Luiz fez falta dentro da área em Lugano. Pênalti. Forlán cobrou, mas debaixo da baliza estava Júlio Cesar. O camisa 12 voou no canto esquerdo e espalmou para escanteio. O jogo seguia igual quando Fred mudou os rumos da partida. Neymar entrou na área e tentou tocar por cima do goleiro uruguaio. No rebote, o camisa 9 estava lá para conferir. Meio de raspão, mas o que interessa é a rede balançando. Brasil 1 x 0 Uruguai e intervalo de jogo! Para o segundo tempo, a Seleção Brasileira voltou sem mudanças. O Uruguai também. E com apenas dois minutos, Cavani empatou para a Celeste. Não demorou e Felipão

Sub-17 do Coritiba vence e está na final do estadual

Equipe do Sub-17 enfrenta o Atlético de Paranavaí na grande final O time Sub-17 do Coritiba goleou o São José na tarde de ontem (26) pelo placar de 6 a 0, em partida disputada no Centro de Treinamento da Graciosa e garantiu vaga na semifinal do Campeonato Paranaense Juvenil. O adversário coxa-branca será o Atlético-PR. Na outra semifinal, se enfrentarão Paranavaí e PSTC. No entanto, antes de entrar na fase decisiva do estadual, o Coritiba se concentra na Copa Espírito Santo. O elenco Sub-17 embarca para

as terras capixabas na sexta-feira (28). As semifinais do Campeonato Paranaense serão disputadas apenas no mês de agosto. O técnico do Coritiba, Allan Aal, comentou a importância da boa partida realizada pelo time alviverde diante do São José. "Voltamos a repetir o bom futebol que nos levou ao título do Torneio de Gradisca na Itália, estávamos precisando de uma atuação assim, segura e competitiva", avaliou o treinador.

chamou Bernard para substituir Hulk. Em seguida foi a vez de Hernanes entrar no lugar de Oscar. No segundo tempo, com exceção do lance do gol uruguaio, quem tomou todas as ações do jogo foi o Brasil. A posse de bola chegou a passar de 70% para a Seleção. Quando o relógio já marcava menos de cinco minutos para o fim do tempo regulamentar, Paulinho, no primeiro gol de escanteio da Seleção nesta competição, fez Brasil 2 x 1

Uruguai. Era o que faltava para a torcida explodir de vez. Classificada para a final da Copa das Confederações, a Seleção Brasileira agora espera o vencedor de Espanha x Itália para saber quem enfrenta na decisão, no domingo, às 19 horas. O técnico Felipão entrou em campo com Júlio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva (c), David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk (Bernard), Fred e Neymar.


14

| Quinta-feira, 27 de junho de 2013 |

Metró ole Saúde Profissionais de saúde alertam para males do inverno Nesse contexto, a prevenção é sempre o melhor remédio Uma das questões que se repetem praticamente o tempo todo é a ação dos fungos e bactérias, de preferência em áreas que não são tratadas com os devidos cuidados de higiene. De acordo com a pesquisa técnica realizada no Portal Medicina e Saúde, na Internet, o ácaro é o principal agente de substâncias causadoras de alergias numa casa. Ácaros, fungos e bactérias causam conjuntivite, eczema, sensação de peito fechado à noite, espirros, coceira nas mãos ou face, corrimento ou bloqueio e até mesmo asma. Camas, colchões e travesseiros mantêm microclimas cujo grau de calor e umidade são favoráveis ao surgimento de ácaros. Estudos práticos demonstraram que, após seis anos de uso, um travesseiro pode ter 10% de seu peso em ácaros, seus detritos e fragmentos de pele humana. No que se refere à poluição ambiental, é preciso diferenciar alguns tipos de poluentes. Os ácaros, que são poluentes biológicos, agridem mais as pessoas alérgicas. Eles pertencem à família dos aracnídeos e possuem quatro pares de patas como

as aranhas. Basicamente, o que fazem na vida é alimentar-se, pôr ovos e brigar com os outros ácaros. Existem mais de 30 mil espécies de ácaros. O carrapato é um deles, mas os que mais causam doenças alérgicas vivem dentro de nossas residências. São os dermatofagóides, ou comedores de pele (dérmato quer dizer pele e fagóide significa que come). Eles proliferam onde houver descamação de pele e necessitam de um ambiente escuro, úmido e quente como os fungos. Nas nossas casas, embora carpetes, estofados e armários possam abrigar muitos ácaros, o colchão é o lugar

ideal para eles. O calor e a umidade de nosso corpo, a descamação natural da pele, lençóis e colchas que mantêm o escurinho e a umidade que se mantêm mesmo durante o dia propiciam as condições de que necessitam para se desenvolverem. Em geral, o ácaro fica retido entre as fibras do colchão, não em sua superfície. O que provoca alergia é o animal morto que se solta das fibras e elimina bolotas fecais extremamente alergizantes. Quando a pessoa se senta ou se deita na cama, é como se pulverizasse essas substâncias para o ar, que voltam a cair e são inaladas.

Tudo é paliativo. O ideal é não ter ácaros. Esses pequenos animais ficam presos nas fibras dos tecidos, e os aparelhos não têm como removêlos dali. Os que produzem vapor quente conseguem matar os ácaros porque eles morrem a 60º. O problema, porém, é que umedecem o tecido e, como não se consegue secar completamente o colchão, o carpete ou o estofado, depois de algum tempo a população de ácaros aumenta muito. O ácaro vive mais ou menos cem dias e a fêmea coloca cerca de dois ovos por dia, portanto 200 durante a vida. Parentes próximos das aranhas e carrapatos, os ácaros são organismos microscópicos, transparentes e com aparência de gelatina. Sua remoção é difícil, mesmo com o uso do aspirador de pó, pois agarram-se às fibras com unhas e pinças. O que provoca alergia nos seres humanos é a enzima Der P1, liberada em suas fezes. O clima brasileiro é ideal para que essa espécie procrie, já que os ácaros precisam de temperaturas acima de 20°C e umidade relativa do ar entre 60 e 70%.

Planos de saúde aumentaram até 538% entre 2005 e 2013, diz Idec Aline Leal Repórter da Agência Brasil Brasília - Pesquisa divulgada hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) mostra que entre 2005 e 2013 houve reajustes de até 538,27% em planos de saúde coletivos. A pesquisa feita pela advogada do Idec, Joana Cruz, considerou decisões judiciais de ações que contestavam os reajustes. De acordo com o Idec, as operadoras vêm restringindo a oferta de planos individuais e estimulando a venda de contra-

tos coletivos, já que estes não têm um valor teto para os índices de reajustes regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Para Joana, a ANS é omissa por não determinar um valor máximo de reajuste para planos de saúde coletivos, que são contratados por pessoa jurídica para fornecer assistência a pessoas vinculadas, como empregados e sindicalizados. A agência reguladora só determina um teto para reajuste de planos individuais. A pesquisa identificou um aumento médio de 82,21% nos contratos de planos coletivos analisados, enquanto isso, o teto para reajuste autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para planos individuais em 2012 foi 7,93%. Dentre as decisões apuradas na pesquisa, em 82% dos casos os magistrados julgaram que o reajuste imposto pelo plano de saúde era abusivo. Em um terço destes, foi determinada a aplicação do mesmo índice regulado pela ANS para os planos individuais. “Essa ilegalidade [aumento abusivo] é constatada e corrigida pelo Poder Judiciário”, disse a advogada. “A ANS tanto pode quanto deve interferir no reajuste, o

direito do consumidor de não ter uma obrigação excessivamente onerosa aplicada e de ter a informação clara e adequada. Nós entendemos que é uma omissão regulatória a ANS não determinar um porcentual teto de reajuste por contrato coletivo”, avaliou a advogada Segundo a ANS, o índice de reajuste dos planos coletivos é determinado a partir da negociação entre a pessoa jurídica contratante e a operadora de plano de saúde. Por serem ambas pessoas jurídicas, estariam no mesmo patamar para discutir o índice mais adequado. O índice deve ser comunicado à ANS em no máximo 30 dias após o aumento do preço. A agência reguladora ressalta que as demais regras e operações para os planos coletivos são as mesmas que as dos planos individuais. Segundo dados da ANS, dos 48 milhões de consumidores de planos de saúde, 77% dos clientes são de planos coletivos, 37 milhões de pessoas. Entre estes, a maioria dos contratos, 85% (31 milhões) são contratos que têm entre dois a 30 beneficiários, chamados pelo Idec de falsos coletivos. Esse tipo de contrato, assim como os outros coletivos, não têm um índice teto de reajuste determinado pela ANS e podem

ser rescindidos pela operadora a qualquer momento depois do primeiro ano. Dos planos individuais, os falsos coletivos têm a carência a ser cumprida pelos beneficiários, que os planos coletivos não têm. Segundo a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), os planos coletivos são reajustados de acordo com o contrato, mediante livre e transparente negociação entre empresas empregadoras ou entidades de classe contratantes de planos de saúde e as operadoras de saúde. Segundo a entidade, para o cálculo do reajuste, as operadoras levam em conta a evolução das despesas com assistência à saúde – consultas, exames, terapias, internações, honorários médicos, entre outros itens. Ela defende que o reajuste deve cobrir a variação desses custos, com o objetivo de assegurar o equilíbrio financeiro das operadoras e a sustentabilidade do Sistema de Saúde Suplementar. Quanto à diminuição da oferta de planos individuais, a FenaSaúde diz que diante da estabilidade econômica, as empresas passaram a oferecer planos de saúde coletivos a seus funcionários, que muitas vezes se estendem aos dependentes dos beneficiários.

Ministério lança cartilhas de prevenção da gripe aviária Aline Leal Repórter da Agência Brasil Brasília - O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento lançou duas cartilhas na internet para alertar passageiros em aeroportos e produtores sobre os riscos da gripe aviária. O material está disponível na página do ministério. O material informa sobre sintomas da doença nas aves. Entre eles o aumento repentino da mortalidade dos animais em um período de 72 horas, e mudanças de comportamento, como “andar cambaleante” e a ave para de comer. Segundo o ministério, o vírus se propaga por meio das secreções, excreções e o contato prolongado com animais infectados. A contaminação pode ocorrer

também por meio de equipamentos, vestimentas, ração, água e outros objetos contaminados. Seres humanos podem ser afetados pelo vírus. A transmissão de uma pessoa para outra, no entanto, não foi constatada, de acordo com o ministério. Em caso de suspeita, a recomendação é que o produtor isole a área e procure um veterinário do Serviço Estadual de Defesa Sanitária Animal ou da Superintendência Federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do estado. Além disso, o produtor pode entrar em contato com a ouvidoria do ministério pelo telefone 0800 704 1995. De acordo com o ministério, o Brasil ocupa a posição de maior exportador mundial de carne de frango. Em 2012, foram vendidos US$ 7,2 bilhões do produto para mais de 140 países.

Uma em cada quatro garotas de 10 a 15 anos já usou a pílula do dia seguinte, diz pesquisa Flávia Albuquerque Repórter da Agência Brasil São Paulo – Um levantamento da Casa da Adolescente, unidade da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, mostrou que 23% das garotas já usaram a pílula do dia seguinte para evitar uma gravidez indesejada. Foram ouvidas 600 pessoas, entre 10 e 15 anos de idade. De acordo com a pesquisa, 75% das meninas e 60% dos garotos já conheciam o medicamento para impedir a gestação. A coordenadora do Programa Estadual de Saúde do Adolescente, Albertina Duarte, explicou que as adolescentes estão deixando de lado a prevenção contínua - o uso de pílulas anticoncepcionais e do preservativo - para usarem a contracepção de emergência. “Para eles, a pílula de emergência é como uma varinha mágica. Virou a pílula do fim de semana, está sendo usada como se fosse anticoncepcional, porque algumas meninas chegam a tomar seis, sete vezes em um mês”. De acordo com Albertina, a pílula de emergência é indicada em casos de estupro, quando o preservativo estoura, sai do lugar ou fica preso no corpo da mulher, ou até mesmo quando a mulher se esqueceu de tomar o anticoncepcional rotineiramente. “Há adolescentes que acham mais fácil, mas não têm conhecimento e não sabem que há 15% de chance de falha, além dos riscos de doenças sexualmente transmissíveis. De cada 20 que tomam, três engravidam”.

Entre os riscos de abusar desse método, além da possibilidade de gravidez, é o desequilíbrio hormonal, pois uma pílula do dia seguinte equivale a meia cartela do anticoncepcional comum. “É um bombardeio porque uma dose que tomaria em 15 dias, ela toma de uma vez. Pode ter hemorragia e não reconhecer mais seu organismo, podendo achar que está menstruada e que não tem risco de engravidar ”. A pílula do dia seguinte usa os mesmos hormônios utilizados no anticoncepcional convencional, porém com dosagem maior. O uso é recomendado até 72 horas após a relação sexual. A médica destacou que há 40 anos indica o método para casos específicos, e com o máximo de cautela. Segundo ela, o uso excessivo está ditando mais uma vez a submissão das mulheres, porque a responsabilidade de evitar a gravidez está novamente ficando apenas com elas. “As meninas não têm coragem de pedir que o menino use o preservativo e nem para que ele compre a pílula. Antes, o menino pelo menos bancava isso, hoje não. Está com ela o peso dos anticoncepcionais”. A médica ressaltou que desta forma a relação está desigual, pois as garotas têm medo de desagradar ou perder o parceiro e o menino, de falhar. “São duas pessoas imaturas e inseguras, mas quem paga o preço ainda é a mulher. Se engravida, fica com o bebê e ainda é culpada. Se não tomar a pílula, também é a culpada. Mudar essa relação é uma prova de carinho com ela mesma”.


Metropole27 6 13