Issuu on Google+

8

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

| Segunda-feira, 9 de julho de 2012 |

PREFEITURA DE COLOMBO ESTADO DO PARANÁ 2ª Publicação do Extrato da Ata de Registro de Preços Processo n°. 1105949/2012 Licitação Pregão n°. 24/2012 Ata de n°. 068/2012 Valor Total R$ 610.050,00 (Seiscentos e dez mil e cinquenta reais). Objeto Fornecimento de Combustíveis - Etanol e Gasolina comum, para os veículos da Frota Pública Municipal na região da sede do município e na região do Guaraituba. Contratante Município de Colombo - Todas as Secretarias Municipais. Contratado Auto Posto Mediterrâneo LTDA., CNPJ n°. 03.455.338/0011-06. Preços Registrados Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, n°. 105, Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações. Vigência 21 de março de 2012 a 20 de março de 2013. Data da 2ª publicação Colombo, 06 de julho de 2012. Assinaturas Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir José Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luiz Giaretton, Myron Pereira de Almeida, Claudia Polli Rodrigues, Hortêncio Aleir Schneider, Gilson Luis da Silva.

2ª Publicação do Extrato da Ata de Registro de Preços Processo n°. 1105949/2012 Licitação Pregão n°. 24/2012 Ata de n°. 069/2012 Valor Total R$ 487.840,00 (Quatrocentos e oitenta e sete mil, oitocentos e quarenta reais). Objeto Fornecimento de Combustíveis - Etanol e Gasolina comum, para os veículos da Frota Pública Municipal na região da sede do município e na região do Guaraituba. Contratante Município de Colombo - Todas as Secretarias Municipais. Contratado R. A. PUPPI & CIA LTDA., CNPJ n°. 72.529.423/ 0001-04. Preços Registrados Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, n°. 105, Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações. Vigência 21 de março de 2012 a 20 de março de 2013. Data da 2ª Publicação Colombo, 06 de julho de 2012. Assinaturas Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir José Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luiz Giaretton, Myron Pereira de Almeida, Claudia Polli Rodrigues, Hortêncio Aleir Schneider, Gilson Luis da Silva.

2ª Publicação do Extrato da Ata de Registro de Preços Processo n°. 1083312/2011 Licitação Pregão Presencial n.° 15/2012 Ata de n°. 095/2012 Valor Total R$ 664.000,00 (seiscentos e sessenta e quatro mil reais). Objeto Equipamentos de informática diversos para o atendimento das necessidades do Executivo Municipal de Colombo e suas unidades administrativas. Contratante Município de Colombo - Todas as Secretarias do Município e Gabinete. Contratado Sisterpel Suprimentos para Informática LTDA. CNPJ n.° 01.429.437/0001-08. Preços Registrados Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, n°. 105, Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações. Vigência 23 de março de 2012 a 22 de março de 2013. Data da 2ª. Publicação Colombo, 06 de julho de 2012. Assinaturas Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir José Kretschmer, Cícero Alves da Silva, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luiz Giaretton, Myron Pereira de Almeida, Claudia Polli Rodrigues, Hortêncio Aleir Schneider, Gilson Luis da Silva, Cícero Alves da Silva.

Extrato do Contrato Processo: Contrato: Licitação: Partes:

Objeto:

Valor: Prazo: Data: Assinatura:

1100474/ 2012 Nº. 208/2012. Pregão nº. 033/2012 SIGCORP Tecnogia da Informação Ltda., CNPJ sob nº. 07.876.589/0001-35 e Prefeitura Municipal de Colombo Contratação de empresa especializada de licenciamento de uso de sistema para a modernização da administração tributária municipal, com ênfase na implantação de nota fiscal eletrônica (modelo SPED) e controle da ação fiscal incluindo implantação, conversão, treinamento e suporte. R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) 02 de julho de 2012 a 01 de julho de 2013. 02 de julho de 2012. Maria Amélia Camargo

Extrato de rescisão contratual Contrato: nº 107/2011 Processo: Dispensa de Licitação nº 029/2012 Partes: Município de Colombo e SIGCORP Tecnologia da Informação Ltda. Objeto: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços incluindo a licença de uso de sistema informatizado de gestão de ISSQN e Nota Fiscal Eletrônica, tendo em vista que a dispensa referida estava condicionada a conclusão do processo licitatório pregão presencial nº 033/2012, o qual teve o contrato nº 208/2012, emitido na presente data. Data: Colombo, 02 de julho de 2012. Assinatura: Maria Amélia Camargo - Secretária Municipal da Fazenda

Extrato do Empenho N° Empenho: Data: Valor do Empenho: Inexigibilidade n°: Contratado: Contratante: Objeto:

5279/2012 05/07/2012 R$ 52.450,00 (cinqüenta e dois mil quatrocentos e cinqüenta reais). 22/2012 Dutty - Editora e Comércio de Livros - ME Prefeitura Municipal de Colombo Referente aquisição de Cadernos Brasilidade e Identidade e Coleção Brasil Colorido a serem utilizados como material de apoio pedagógico por professores e alunos do Ensino Fundamental.

Órgão Responsável:

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte

Extrato de inexigibilidade de licitação. Processo Nº: 01116008 Inexigibilidade 22/2012. Partes: Município de Colombo/PR e Dutty Editora e Comércio de Livros - ME Objeto: Aquisição de Cadernos Brasilidade e Identidade e Coleção Brasil Colorido a serem utilizados como material de apoio por professores e alunos do Ensino Fundamental. Valor: O valor máximo da Inexigibilidade será de R$ 52.450,00 (cinquenta e dois mil quatrocentos e cinquenta reais). Embasamento Legal: Artigo 25. Lei nº. 8.666/93. Data 06/07/2012

Extrato de dispensa de licitação. Processo Nº: 01113161 Dispensa 52/2012. Partes: Município de Colombo/PR e Pinheiro de Campos & Cia Ltda Objeto: Aquisição de expurgo em inox a ser instalado no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). Valor: O valor máximo da dispensa será de R$ 1.360,00 (hum mil trezentos e sessenta reais) Embasamento Legal: Artigo 24 - Inciso II - Lei nº. 8.666/93. Data 06/07/2012

Extrato do Empenho N° Empenho: Data: Valor do Empenho: Dispensa n°: Contratado: Contratante: Objeto: Órgão Responsável:

5322/2012 06/07/2012 R$ 1.360,00 (hum mil trezentos e sessenta reais). 52/2012 Pinheiro de Campos & Cia Ltda Prefeitura Municipal de Colombo Referente aquisição de expurgo em inox a ser instalado no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) Secretaria Municipal de Saúde

Adjudicação Processo Administrativo nº. 1105499 O Pregoeiro, designado pela Portaria nº. 407/2012 do Prefeito Municipal de Colombo adjudica o procedimento licitatório Pregão Presencial Nº. 082/2012, que tem por objeto a contratação de empresa especializada por meio do SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS para realização de serviços de manutenção preventiva e corretiva, incluindo mão de obra na execução dos serviços e o fornecimento de peças originais ou genuínas para Motocicletas em mecânica, lanternagem, hidráulica, elétrica, funilaria, pintura e estofamento, conforme quantidades e especificações constantes no Termo de Referência (Anexo VII), que integra o Edital. Proponente: RR Comércio de Motos e Peças Ltda – Lote 001 – R$ 41.500,00 (quarenta e um mil e quinhentos reais). Desconto de 37% (trinta e sete por cento) para mão de obra e 13% (treze por cento) para peças. Serviços / Produtos: Constantes no edital. Prazo de entrega / execução: Conforme edital. Pagamento: até 30 (trinta) dias após a solicitação do fiscal de contratos e a apresentação das notas fiscais emitidas, acompanhada dos documentos, conforme Anexo X, deste edital. Colombo, 5 de julho de 2012. Dê-se publicidade; Jose Carlos Vieira Pregoeiro

LEI Nº 1.265/2012 SÚMULA: "Fixa os subsídios dos Vereado-res, do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais para o período da Legislatura de 2013 a 2016 e dá outras providências correlatas." A Câmara Municipal de Colombo, Estado do Paraná, aprovou, e eu, José Antonio Camargo, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei, Art. 1º. O subsídio dos Vereadores para a Legislatura de 2013 a 2016, fica fixado em parcela única de R$ 10.021,00 (dez mil e vinte e um reais) mensais. Art. 2º. O subsídio do Presidente do Poder Legislativo Municipal para o período de 2013 a 2016, fica fixado em parcela única de R$ 15.031,00 (quinze mil, trinta e um reais) mensais. Art. 3º. Os subsídios fixados nos artigos 1º e 2º, destinam-se à cobertura pelo desempenho de todas as atividades parlamentares, que incluem as sessões ordinárias, as sessões deliberativas extraordinárias e sessões extraordinárias do período de recesso parlamentar e as reuniões de comissões permanentes, provisórias e especiais. Parágrafo único. A falta às sessões e às reuniões implicará no desconto proporcional do subsídio. Art. 4º. O subsídio do Prefeito Municipal para o período de 2013 a 2016 fica fixado em parcela única de R$ 19.168,00 (dezenove mil, cento e sessenta e oito reais) mensais. Art. 5º. O subsídio do Vice-Prefeito Municipal para o período de 2013 a 2016 fica fixado em parcela única de R$ 10.021,00 (dez mil e vinte e um reais) mensais. Art. 6º. O subsídio dos Secretários Municipais para o período de 2013 a 2016 fica fixado em parcela única de R$ 10.021,00 (dez mil e vinte e um reais) mensais Parágrafo único. Os Secretários Municipais farão jus, anualmente, a um 13º subsídio, a título de gratificação natalina, e a trinta dias de férias remuneradas, com o acréscimo de um terço de gratificação previsto no artigo 7º, inciso XVII, combinado com o artigo 39, § 3º, ambos da Constituição Federal. Art. 7º. Ao Vice-Prefeito no exercício do cargo de Secretário Municipal fica facultado optar pelo subsídio de um dos cargos. Art. 8º. Os subsídios fixados por esta Lei serão atualizados com base no mesmo índice de reajuste concedido aos servidores públicos municipais. Parágrafo único. A recomposição dos subsídios dos Vereadores só poderá ocorrer após decorrido o primeiro ano da Legislatura. Art. 9º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos financeiros a partir de 1º de janeiro de 2013. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.010/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos a Servidora Pública Municipal Beatriz dos Santos, Matrícula nº 8307, RG nº 5.382.664-4, no período de 01/07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 02 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.033/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos ao Servidor Público Municipal Paulo Roberto Schinemann, Matrícula nº 8330, RG nº 4.501.414-2, no período de 05/07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo.

Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.034/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos ao Servidor Público Municipal Antonio Domingos Neto, Matrícula nº 6098, RG nº 9.519.240, no período de 05/ 07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.035/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos ao Servidor Público Municipal Luiz Pedro Molena, Matrícula nº 8305, RG nº 2.218.494, no período de 05/07/ 2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.036/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos ao Servidor Público Municipal José Vagner Tuchinski Leopoldino, Matrículas nº 4697 e 7478, RG nº 3.981.6466, no período de 05/07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.037/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos ao Servidor Público Municipal Alceu Borges de Lima, Matrícula nº 9000, RG nº 3.153.368-6, no período de 05/ 07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.038/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos a Servidora Pública Municipal Aedila Maria Dragitch, Matrícula nº 0041, RG nº 5.598.774-2, no período de 07/07/ 2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.039/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos a Servidora Pública Municipal Clair Rodrigues Amaro, Matrícula nº 0374, RG nº 4.407.858-9, no período de 05/ 07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.040/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos a Servidora Pública Municipal Evanir Gross, Matrículas nº 0648, RG nº 5.259.351-4, no período de 05/07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 05 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.044/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos ao Servidor Público Municipal Fábio Schueler Pinto, Matrícula nº 0650, RG nº 3.821.980-4, no período de 05/07/ 2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 06 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.045/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei,


| Segunda-feira, 9 de julho de 2012 |

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

9

PREFEITURA DE COLOMBO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos a Servidora Pública Municipal Nilva Volpi, Matrículas nº 1680 e 4433, RG nº 7.324.578-8, no período de 05/07/ 2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 06 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.046/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE I - Conceder licença com vencimentos a Servidora Pública Municipal Márcia Regina Schena dos Santos, Matrícula nº 1267, RG nº 4.623.591-6, no período de 06/07/2012 até 07/10/2012 para concorrer ao período eleitoral, devendo após esta data retornar para sua função na Administração Pública Municipal de Colombo. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 06 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.047/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE: I - Exonerar a pedido a Servidora Pública Municipal MÁRCIA REGINA SCHENA DOS SANTOS, RG. 4.623.591-4-PR, da função de Chefe da Seção do CRAS Sede, vinculada a Secretaria Municipal de Ação Social e Trabalho, a partir de 06/07/2012; Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 06 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1.048/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE: I - Exonerar a pedido o Sr. RIOLANDO FRANSOLINO JUNIOR, RG. 1.540.671, do cargo em Comissão de Diretor do Departamento de Análise Contábil Financeira, vinculado a Controladoria Geral do Município, a partir de 06/07/2012; Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 06 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ - COHAPAR CNPJ N.º 76.592.807/0001-22

AVISO EDITAL de VENDA PÚBLICA Nº 06 / 2012 A Companhia de Habitação do Paraná – COHAPAR, torna público que realizará venda pública, pela maior oferta, no estado de ocupação e conservação em que se encontra o imóvel localizado no Lote 05, Quadra 16 C do Conj. Residencial Daniel L. Nichele , Lote Urbanizado com 207,00 m², no município de Campina Grande do Sul - Pr. Valor Mínimo do Imóvel R$ 6.755,00 (Seis mil, setecentos e cinqüenta e cinco reais); Valor mínimo de entrada R$ 675,50(Seiscentos e setenta e cinco reais e cinqüenta centavos). Valor Financiado: Será o valor total da proposta, deduzido o valor de entrada . Data: 20/07/2012, às 14:00 horas (entrega de propostas até 13:50hs). Local: Escritório Regional da COHAPAR em CURITIBA, rua Doutor Faivre, 480,Centro Fundamento Legal: Lei Estadual 15.608/2007.

COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ - COHAPAR CNPJ N.º 76.592.807/0001-22 AVISO EDITAL de VENDA PÚBLICA Nº 07 / 2012

A Companhia de Habitação do Paraná – COHAPAR, torna público que realizará venda pública, pela maior oferta, no estado de ocupação e conservação em que se encontra o imóvel localizado no Lote 05, Quadra 17 D do Conj. Residencial Daniel L. Nichele , Lote Urbanizado com 292,50 m², no município de Campina Grande do Sul - Pr. Valor Mínimo do Imóvel R$ 9.320,00 (Nove mil, trezentos e vinte reais); Valor mínimo de entrada R$ 932,00(novecentos e trinta e dois reais). Valor Financiado: Será o valor total da proposta, deduzido o valor de entrada . Data: 20/07/2012, às 14:00 horas (entrega de propostas até 13:50hs). Local: Escritório Regional da COHAPAR em Curitiba, na Rua Doutor Faivre, 480, Centro. Fundamento Legal: Lei Estadual 15.608/2007.

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 1209/12 Objeto: Aquisição de Equipamentos de Telemetria. Recurso: BNDES. Limite de Acolhimento de Propostas: 20/07/12 às 09h. Data da Disputa de Preços: 20/07/12 às 14h por meio de sistema eletrônico no site http: // www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 1.200.000,00. Informações Complementares: Podem ser obtidas na Sanepar, à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 – Curitiba/PR, Fones (41) 3330-3910 / 3330-3128 ou Fax (41) 3330-3901/ 3330-3200, ou no site acima mencionado. Antonio Hallage - Diretor Administrativo

JUÍZO DE DIREITO DA QUINTA VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - ESTADO DO PARANÁ. EDITAL DE CITAÇÃO DA REQUERIDA DAGMAR CECILIA KARPINSKI, COM PRAZO DE 20 (VINTE) DIAS, POR ESTAR EM LUGAR INCERTO. O Doutor Paulo Cezar Carrasco Reyes, MM Juiz de Direito desta Quinta Vara Cível, faz saber a todos, quanto ao presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que este Juízo da Quinta Vara Cível, se processam os termos da ação de DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO C/C COBRANÇA, autuados sob n.º 1258/2009, em que é requerente Nadia Francisca Schurtz, em desfavor de Luiz Karpinski e outro, e por este CITAR - com o prazo de 20 (vinte) dias, contados da primeira publicação deste - a fiadora requerida Dagmar Cecília Karpinski, devidamente inscrita no CPF/MF sob o n.º 354.942.399-34, atualmente em lugar incerto - no seguintes termos : “trata-se a presente demanda de ação de Despejo por falta de pagamento cumulado com cobrança, tem o presente edital a finalidade de dar conhecimento a Requerida Dagmar Cecília Karpinski, para que no prazo de 15 dias, contados do término do prazo do presente Edital, querendo, conteste a presente demanda, podendo ainda no mesmo prazo purgar a mora. Inicial: as partes firmaram contrato de locação do imóvel situado na Rua Caetano Marchesini, nº 957 - casa 03, Nesta Capital, sendo que a requerida não cumpriu com a obrigação de pagar os aluguéis e demais encargos, desde 15/06/2008, ensejando a propositura da presente demanda. Deu a causa o valor de R$ 8.358,73 (oito mil trezentos e cinqüenta e oito reais e setenta e três centavos).” Sob minuta apresentada. Decorrido o prazo sem apresentação de defesa serão admitidos como verdadeiros os atos narrados na inicial, decretando-lhe a revelia. E para que chegue ao conhecimento dos interessados e não possam no futuro alegar ignorância, mandou expedir o presente que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e Passado nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos 22 de junho de 2012. Eu (a)(UBIRAJARA BINHARA), Escrivão que o subscrevi e assino por ordem do MM. Juiz de Direito - Portaria nº. 001/87.(a)UBIRAJARA BINHARA. Escrivão. Por ordem do MM. Juiz de Direito.

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 1210/12 Objeto: Aquisição Material de PVC e Polietileno. Limite de Acolhimento de Propostas: 20/07/12 às 09h. Data da Disputa de Preços: 20/07/12 às 14h30 por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 574.137,66. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 1211/12 Objeto: Contratação de Serviços de Substituição de Piso. Limite de Acolhimento de Propostas: 20/07/12 às 09h. Data da Disputa de Preços: 20/07/12 às 14h15 por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 23.362,04. Informações Complementares: Podem ser obtidas na Sanepar, à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 – Curitiba/PR, Fones (41) 3330-3910 / 3330-3128 ou Fax (41) 3330-3901/ 3330-3200, ou no site acima mencionado.

PODER JUDICIÁRIO - JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE REGISTROS PÚBLICOS, ACIDENTES DE TRABALHO E PRECATÓRIAS CÍVEIS DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA PARANÁ. Rua Mauá, nº 920, Alto da Glória, CEP 80.030-200 Eliane Leocadia Porrat Ivanoski – Escrivã. Edital para conhecimento de terceiros, expedido dos autos de RETIFICAÇÃO DE REGISTRO CIVIL, sob nº 0028556-08.2011.8.16.0001, em que é Requerente GESICLEIA FERNANDA DE LIMA OLIVEIRA. PRAZO DE VINTE DIAS. O Doutor Irajá Pigatto Ribeiro, Meritíssimo Juiz de Direito Titular da Vara de Registros Públicos, Acidentes de Trabalho e Precatórias Cíveis do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, faz saber aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, expedido dos autos acima mencionados, que se processam por este Juízo e Cartório, que pelo presente cientifica terceiros interessados do pedido de retificação do nome da Requerente que, nos termos da sentença prolatada nos autos em 15/05/2012, passa a se chamar “FERNANDA DE LIMA OLIVEIRA”. - E, para que chegue ao conhecimento dos interessados e ninguém possa alegar ignorância mandou expedir o presente edital que será AFIXADO e PUBLICADO, na forma da Lei. Dado e passado nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos Treze dias do mês de Junho do ano Dois Mil e Doze. Eu, (a) Jeferson Rodrigues Granato da Silva, Escrevente Juramentado, que o digitei e subscrevi. (a) IRAJÁ PIGATTO RIBEIRO - Juiz de Direito.

JUIZO DE DIREITO DA SÉTIMA VARA CÍVEL.Cartório da 7ª. Vara Cível. Comarca de Curitiba - Estado do Paraná EDITAL DE CITAÇÃO DE GOES IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE FERRAMENTAS LTDA ME, ATRAVÉS DE SEU REPRESENTANTE LEGAL, COM O PRAZO DE TRINTA (30) DIAS, NA FORMA ABAIXO: Edital de Citação do executado GOES IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE FERRAMENTAS LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrito no CNPJ/MF. sob nº. 81.268.682/ 0001-10, atualmente em lugar incerto e não sabido, para, no prazo de 03 (três) dias, efetuar o pagamento da quantia reclamada R$ 42.675,04 (Quarenta e dois mil, seiscentos e setenta e cinco reais e quatro centavos) (19/05/2010), acrescido de juros e correção monetária, ou indicar bens passíveis de penhora, sob pena de realizar-se tantos quantos bastem à satisfação do crédito, e para, querendo, apresentar embargos no prazo de 15 (quinze) dias. Fixado os honorários advocatícios a serem pagos pelo executado em 10 (dez) por cento. Para o caso de pronto pagamento reduzido os honorários para 5 (cinco) por cento, nos autos de EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL, sob nº. 31.811/2010, que tramita na 7ª. Vara Cível de Curitiba, sito na Av. Cândido de Abreu, nº. 535, 4º. andar, Edifício Fórum Cível, Centro Cívico, movido por BANCO BRADESCO S/A que em síntese aduz o seguinte: “Conforme o Instrumento Particular de Contrato de Financiamento - Capital de Giro em anexo, o exeqüente concedeu ao executado um empréstimo, o qual deveria ser restituído nas datas e condições estabelecidas no contrato mencionado.” DESPACHO DE FLS. 118: “I. Defiro o requerimento para citação do requerido por edital. Expeça-se edital de citação, com prazo de 30 (trinta) dias, tendo em vista que a parte acostou aos autos a minuta fl.116/117, conforme determina o Código de Normas da Corregedoria Geral da Justiça, em seu item 5.4.3.1. II. Após retirar o edital, deverá a parte autora comprovar que procedeu à publicação do mesmo em jornal local, conforme dispõe o artigo 232, III do Código de Processo Civil. IV. Intime-se. Curitiba, 14 de maio de 2012. (a) João Luiz Manasses de Albuquerque Filho - Juiz de Direito”. E para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém no futuro alegue ignorância, expedi o presente edital (sob minuta), que será publicado e afixado no local de costume (art. 232, II e III, do CPC). Curitiba, 19 de junho do ano dois mil e doze. E Eu(a) (Katya de Araújo Carollo)Escrivã, que o fiz digitar, conferi e subscrevo. (SOB MINUTA) JOÃO (a) LUIZ MANASSÉS DE ALBUQUERQUE FILHO Juiz de Direito.

PORTARIA N.º 1.050/2012 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE Art 1º - Prorrogar a validade da Portaria nº 687/2012, por mais 30 (trinta) dias, para continuidade do Processo de Sindicância nº 1115089. Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo Em 06 de julho de 2012. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

EXTRATO TERMO DE CESSÃO DE USO Nº 74/2012 ENTRE A PREFEITURA MUNICIPAL DE COLOMBO E O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. OBJETO: uso gratuito do imóvel com área total de 253,70m², localizado na Rua Durval Ceccon nº 664 2º andar, bairro Nossa Senhora de Fátima, município de Colombo/PR, para uso da Secretaria dos Juizados Especiais. CEDENTE: Prefeitura Municipal de Colombo CESSIONÁRIO: Tribunal de Justiça do Estado do Paraná INÍCIO DA VIGÊNCIA: 03/07/2012 FIM DA VIGÊNCIA: 03/07/2017

AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 226/2012 Objeto: Execução de obra de reforma na ETA Borda do Campo, na cidade de Quatro Barras, com fornecimento total de materiais. Recursos: Próprios. Preço Máximo Admitido: R$ 98.186,56. Disponibilidade do Edital: de 10/7/2012 até o dia 16/7/2012. Abertura da Licitação: 17/7/2012 às 15h. Informações complementares: Podem ser obtidas na Sanepar à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 - Curitiba/PR, Fones (41)3330-3910/33303128 ou Fax (41)3330-3174/3330-3200, ou pelo site http://licitacao.sanepar.com.br/.

EDITAL DE CITAÇÃO DE ESPÓLIO DE ALEXANDRE FRANCO E ESPÓLIO DE MARTIMIANO FURQUIM, INTERESSADOS AUSENTES, INCERTOS OU DESCONHECIDOS E DAQUELE EM CUJO NOME PORVENTURA ESTEJA TRANSCRITA A ÁREA USUCAPIENDA, BEM COMO OS CÔNJUGES DOS QUE FOREM CASADOS E EVENTUAIS HERDEIROS OU SUCESSORES DOS FALECIDOS, COM O PRAZO DE TRINTA (30) DIAS. Edital de citação do ESPÓLIO DE ALEXANDRE FRANCO E ESPÓLIO DE MARTIMIANO FURQUIM, interessados ausentes, incertos ou desconhecidos e daquele em cujo nome porventura esteja transcrita a área usucapienda, bem como os cônjuges dos que forem casados e eventuais herdeiros ou sucessores dos falecidos, para, querendo, no prazo de lei, contestarem a ação de Usucapião n.º 0011077-36.2007.8.16.0035 (1490/2007) promovido por PEDRO SUOTA e sua mulher ELIANE VALENGA SUOTA em face de ESPÓLIO DE ALEXANDRE FRANCO E ESPÓLIO DE MARTIMIANO FURQUIM, em trâmite perante o Juízo e Cartório da 2ª Vara Cível da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba – Foro Regional de São José dos Pinhais - PR, que tem por objeto o reconhecimento do domínio sobre o imóvel constituído por uma área de terras denominada “área 3”, situada no lugar denominado Nhoaíva, neste município de São José dos Pinhais, com 67.772,51m², que confronta com imóveis de propriedade de Felipe Suota, Paulo Suota, Casemiro Valaski, Nelson Mikos e Eloir Zanoncine e Rua Francisco Burakowski. Os cartórios de registros de imóveis desta cidade forneceram certidões, dizendo não ser possível saber se a área usucapienda está, ou não, transcrita em nome de alguém. O prazo de quinze (15) dias para contestação, através de advogado, fluirá da data da primeira publicação do presente edital. ADVERTÊNCIA: Presumem-se aceitos como verdadeiros os fatos alegados, se não contestados no prazo de lei (art. 285 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento dos interessados e não possam alegar ignorância, foi expedido o presente edital a ser afixado no lugar de costume do Juízo e publicado pela imprensa, na forma da lei. São José dos Pinhais, 19 de junho de 2012. Eu __Fábio Franchetto - Auxiliar de Justiça Juramentado, que o digitei e subscrevi. ELIANA SILVEIRA DA ROSA – Escrivã. Assinatura Autorizada pela Portaria 01/2011.

A Doutora Danielle Nogueira Mota Comar, Juíza de Direito da Primeira Vara Cível da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, Foro Regional de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, etc., FAZ SABER a todos quantos virem o presente edital ou conhecimento dele tiverem, que encontra-se tramitando perante este Juízo e Cartório os autos sob o n° 8334-58.2004.8.16.0035 - 597/2004 de Ação de Monitória, em que são requerentes Triunfante Paraná Alimentos Ltda e requerido Mini Mercado Econômico Ltda. nos termos a seguir transcritos : Estando o requerido Mini Mercado Econômico Ltda, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 01.468.027/0001-76, atualmente em lugar incerto e não sabido, fica o mesmo através do presente edital CITADO, para pagar no prazo de quinze (15) dias, a quantia de R$ 20.511,98 (vinte mil, quinhentos e onze reais e noventa e oito centavos), mais os acréscimos legais que houverem, inclusive juros, correção monetária, custas processuais e honorários advocatícios, ou no mesmo prazo de quinze (15) dias, oferecer embargos, sob pena de se constituir de pleno o título executivo e conversão do mandado inicial em mandado executivo. Advertindo-o de que, se cumprindo o mandado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, conforme prevê o § primeiro do artigo 1.102c do Código de Processo Civil, e se não forem embargados presumir-se-ão aceitos pelo (a) mesmo (a) como verdadeiros os fatos articulados pelo (a) autor (a). Artigos 285 e 319 ambos do Código de Processo Civil. Para constar lavrouse o presente. São José dos Pinhais, 15 de junho de 2012. Eu(a) (Daniele Pereira de Oliveira) Juramentada que o digitei e subscrevi.Subscrição autorizada pelo MM. Juiz - Portaria 02/2010.

EDITAL DE CITAÇÃO DE DOCPAR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO E SONIA MARIA VALENTE C.R. DA SILVA, com prazo de 30 (trinta) dias. A Dra Renata Estorilho Baganha, MMª Juíza de Direito da 11ª Vara Cível da Comarca de Curitiba, Estado do Paraná. FAZ SABER a todos quantos o presente edital com prazo de trinta (30) dias, virem, ou dele conhecimento tiverem, que pelo mesmo ficam citados as executadas DOCPAR AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO, na qualidade de devedora principal, inscrita no CNPJ nº 04.077.610/0001-44. E na qualidade de interveniente garantidor solidário e avalista e SONIA MARIA VALENTE C.R. DA SILVA inscrita no CPF nº559.499.599-49, atualmente em lugar incerto e não sabido, dos termos da ação de execução de titulo extrajudicial nº 1185/2009 em que é requerente BANCO BRADESCO S/A neste ato por seu advogado para que dentro de 03 (três) dias paguem a importância em execução no valor total de R$ 51.705,42 (cinqüenta e um mil, setecentos e cinco reais e quarenta e dois centavos), atualizados ate 04/ 06/2009, acrescida de correção monetária de acordo com a lei 6.899/81 e juros de mora de 1% (um por cento) ao mês mais custas processuais e honorários advocatícios fixados em 10% (dez por cento) sobre o valor atualizado do débito, ou para querendo e no prazo de quinze dias, embargarem a execução que deverá prosseguir em caso de não pagamento, com a expropriação dos bens dos devedores suficientes para a integral satisfação do credito do exeqüente, comprometendo o principal e os acessório descritos nos termos e de acordo com a inicial cujo resumo diz: Pelo anexo Instrumento particular de Contrato de financiamento(empréstimo – capital de giro) nº 1392202, firmada em 08/07/2005 emitida pela primeira executada e avalizada pela segunda executada, o exeqüente concedeu à executada o empréstimo no valor de R$ 22.800,00 (vinte e dois mil e oitocentos reais) representada pela garantia – nota promissória em anexo – os quais deveriam ser restituídos nas datas e condições estabelecidas no contrato mencionado. Advertência:Decorridos os prazos acima referidos sem o pagamento ou oposição de embargos dar-se-á prosseguimento a execução até integral satisfação do credor. Dado e passado nesta cidade de Curitiba-PR aos trinta e um (31) dias do mês de maio do ano de dois mil e doze (2.012). Eu (a) Renata Ferreira, Escrevente Juramentada o digitei, conferi e subscrevo. (a) Renata Estorilho Baganha. Juíza de Direito.


10

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

| Segunda-feira, 9 de julho de 2012 |

Ações da Volkswagen têm alta de 7% em Frankfurt após fusão com a Porsche Fusão deixa grupo alemão acima da crise europeia e intensifica busca pelo primeiro lugar mundial A compra da Porsche pela Volkswagen, que agora detém 100% das ações da marca de Stuttgart, já movimentou o mercado financeiro. O conglomerado alcançou alta de 7% na bolsa de valores de Frankfurt, da Alemanha, uma das mais influentes em todo o mundo. Com o objetivo de desbancar a GM na liderança mundial do setor automotivo, o grupo de Wolfsburg registra bons resultados ano após ano, tendo fechado 2011 com o recorde de 11,3 bilhões

IGUAÇU CELULOSE, PAPEL S/A CNPJ/MF 81.304.727/0001-64 NIRE 4130001022-6 ATA DA 58ª ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA, HORÁRIO, LOCAL: 18 de junho de 2012, às 09:00 horas, na sede social da Companhia, na Cidade de Curitiba, Paraná, na rua Alfred Nobel, nº 635, CIC. QUORUM/PRESENÇAS: Acionistas representando 86,10% do capital social, conforme assinaturas apostas no "Livro de Presença de Acionistas". CONVOCAÇÃO: Edital de Convocação publicado no Diário Oficial do Estado do Paraná, edições de 31/05/2012 (p. 54), 1º/06/2012 (p. 53) e 04/06/2012 (p. 50), e no Jornal Metrópole, edições de 31/05/2012 (p. 18), 1º/06/2012 (p. 12) e 04/06/2012 (p. 08), cujos jogos, sob nºs 01 e 02, autenticados pela Mesa, ficam arquivados na sede da Companhia. PRESIDENTE e SECRETÁRIO: Paulo Roberto Pizani e Raimar Sternadt, respectivamente, aclamados pelo plenário. DIRETORES PRESENTES: Paulo Roberto Pizani, José Eduardo Nardi, José Felipe Mata de Rangel Moreira Cavalcanti e Raimar Sternadt. ORDEM DO DIA: Deliberar sobre a homologação do aumento do Capital Social da Companhia, no montante de R$ 30.471.203,53 (trinta milhões, quatrocentos e setenta e um mil, duzentos e três reais e cinquenta e três centavos), passando de R$ 8.693.274,04 (oito milhões, seiscentos e noventa e três mil, duzentos e setenta e quatro reais e quatro centavos), para R$ 39.164.477,57 (trinta e nove milhões, cento e sessenta e quatro mil, quatrocentos e setenta e sete reais e cinquenta e sete centavos), em dinheiro ou através de capitalização de Adiantamento para Futuro Aumento do Capital Social (AFAC), com a emissão de 17.715.816 (dezessete milhões, setecentas e quinze mil, oitocentas e dezesseis) ações ordinárias nominativas, sem valor nominal, ao preço de emissão de R$ 1,72 (um real e setenta e dois centavos), cada uma, com base no valor do patrimônio líquido da ação em 31.12.2011. (2) Deliberar e aprovar a alteração do Artigo 5º, Capítulo II - Capital e Ações -, em face do aumento do capital social e emissão de novas ações ordinárias nominativas, sem valor nominal; e (3) Aprovar a consolidação do Estatuto Social da Companhia. DELIBERAÇÕES: PRIMEIRA DELIBERAÇÃO: (1) Após exame e discussão, os senhores acionistas aprovaram, por unanimidade de votos dos presentes, a homologação do aumento do capital social da Companhia, no montante de R$ 30.471.203,53 (trinta milhões, quatrocentos e setenta e um mil, duzentos e três reais e cinquenta e três centavos), passando de R$ 8.693.274,04 (oito milhões, seiscentos e noventa e três mil, duzentos e setenta e quatro reais e quatro centavos), para R$ 39.164.477,57 (trinta e nove milhões, cento e sessenta e quatro mil, quatrocentos e setenta e sete reais e cinquenta e sete centavos), com a emissão de 17.715.816 (dezessete milhões, setecentas e quinze mil, oitocentas e dezesseis) ações ordinárias nominativas, sem valor nominal, ao preço de emissão de R$ 1,72 (um real e setenta e dois centavos), cada uma, com base no valor do patrimônio líquido da ação em 31.12.2011, conforme deliberado na 57ª Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas, ocorrida em 30.04.2012. (ii) As novas ações ordinárias da Companhia foram totalmente subscritas pela acionista Imaribo S/A - Indústria e Comércio, com sede na cidade de Curitiba, estado do Paraná, na Rua Alfred Nobel, 635, CEP 81170-280, bairro Cidade Industrial de Curitiba - CIC, inscrita no CNPJ/MF nº 76.486.463/0001-77, uma vez que exerceu o direito de preferência que lhe é atribuído para a subscrição do aumento de capital e registrou pedido firme de subscrição de sobras de ações. A integralização ocorreu mediante a utilização de créditos de Adiantamento para Futuro Aumento do Capital Social (AFAC) detidos pela acionista contra a Companhia, nos termos do Boletim de Subscrição que integra a presente ata como Anexo I. SEGUNDA: Em decorrência do aumento de capital, após deliberação, por unanimidade de votos dos acionistas presentes, foi aprovada a alteração do artigo 5º do Estatuto Social, que passa a ter a seguinte redação: "Artigo 5º - O capital social, inteiramente subscrito e integralizado, é de R$ 39.164.477,57 (trinta e nove milhões, cento e sessenta e quatro mil, quatrocentos e setenta e sete reais e cinquenta e sete centavos), divididos em 224.007.192 (duzentas e vinte e quatro milhões, sete mil, cento e noventa e duas) ações ordinárias, todas nominativas, sem valor nominal.". TERCEIRA: Após deliberação, por unanimidade de votos dos acionistas presentes e sem qualquer ressalva, reserva ou condição, foi aprovada a sua consolidação do estatuto social da Companhia, que passa a fazer parte integrante e indivisível desta Ata, como Anexo II, ficando, desta forma, dispensada a sua transcrição no corpo da presente. ENCERRAMENTO: Nada mais a tratar, a sessão foi suspensa pelo tempo necessário para a lavratura da Ata, que lida e achada conforme, foi aprovada e firmada pelos presentes, autorizada a Diretoria a extrair cópias para serem arquivadas na Junta Comercial do Paraná. Curitiba, 18 de junho de 2012. ASSINATURAS: Paulo Roberto Pizani - Presidente da Mesa; Raimar Sternadt - Secretário. ACIONISTAS: Agro Florestal Ibicuí S/A (ass.) Paulo Roberto Pizani e Raimar Sternadt; Imaribo S/A Indústria e Comércio (ass.) Paulo Roberto Pizani e Raimar Sternadt; e Paulo Roberto Pizani. DIRETORES PRESENTES: Paulo Roberto Pizani, José Eduardo Nardi, José Felipe Mata de Rangel Moreira Cavalcanti e Raimar Sternadt. CERTIFICO que a presente é cópia fiel e integral da ata lavrada em livro próprio. Curitiba, 18 de junho de 2012. Raimar Sternadt Secretário Registrada na JUCEPAR em 28/06/2012, sob nº 20124188400 - Sebastião Motta - Secretário-Geral. ANEXO I Boletim de subscrição de 17.715.816 ações ordinárias nominativas, sem valor nominal, valorada em R$ 1,72, cada uma, correspondente ao aumento de capital aprovado pela 58ª Assembleia Geral Extraordinária, realizada em 18 de junho de 2012. SUBSCRITOR

VALOR DAS AÇÕES SUBSCRITAS

VALOR TOTAL DA SUBSCRIÇÃO - R$

VALOR E FORMA DE INTEGRALIZAÇÃO

Imaribo S/A, CNPJ/MF nº 76.486.463/0001-77, com sede na Rua Alfred Nobel, 635, bairro Cidade Industrial de Curitiba - CIC, Curitiba - PR, representada por seu Diretor-Presidente Paulo Roberto Pizani.

17.715.816

30.471.203,53

R$ 30.471.203,53 (trinta milhões, quatrocentos e setenta e um mil, duzentos e três reais e cinquenta e três centavos), mediante a utilização de créditos de Adiantamento para Futuro Aumento do Capital Social (AFAC) detidos pela acionista contra a Companhia.

TOTAL

17.715.816

30.471.203,53

30.471.203,53

Curitiba, 18 de junho de 2012. Paulo Roberto Pizani Presidente

Raimar Sternadt Secretário Subscritor: Imaribo S/A - Indústria e Comércio Paulo Roberto Pizani

ANEXO II IGUAÇU CELULOSE, PAPEL S/A CNPJ/MF Nº 81.304.727/0001-64 NIRE Nº 4130001022-6 CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO E OBJETO SOCIAL Artigo 1º - A IGUAÇU CELULOSE, PAPEL S/A é uma sociedade por ações, regida pelo presente Estatuto, pela Lei 6.404, de 15/12/1976 (Lei das S/As), e suas alterações, e demais disposições legais aplicáveis para a espécie. Artigo 2º - A sociedade tem sede e foro na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na rua Alfred Nobel, 635, CEP 81170-280, bairro Cidade Industrial de Curitiba - CIC, podendo por deliberação do Conselho de Administração, criar ou extinguir filiais, agências, sucursais ou escritórios em qualquer localidade do território nacional ou fora do país. Parágrafo Único - A sociedade manterá filiais nos seguintes endereços: (1) Rodovia PR - 151, Km 267,500, s/n, Município de Piraí do Sul, Estado do Paraná, CNPJ nº 81.304.727/0002-45; (2) Rua Geral, s/n, Município de Frei Rogério, Estado de Santa Catarina, CNPJ nº 81.304.727/ 0006-79; (3) Rua Nelson Pizzani, s/n, Município de Campos Novos, Estado de Santa Catarina, CNPJ nº 81.304.727/0007-50; (4) Alameda Santa Mônica, 01, Município de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, CNPJ nº 81.304.727/0009-11. Artigo 3º - A sociedade tem por objeto (i) produção e comercialização de papel, celulose, pasta de madeira, cartões, madeiras, embalagens e seus correlatos, derivados e semi-produtos; (ii) agricultura, pecuária, silvicultura e afins; (iii) importação e exportação em geral de seus produtos; (iv) florestamento e reflorestamento próprios ou de terceiros; (v) produção e comercialização de sementes e mudas florestais; (vi) produção e comercialização de corretivo de acidez de solo; (vii) participação em outras sociedades como sócia quotista ou acionista. Artigo 4º - O prazo de duração da sociedade é indeterminado. CAPÍTULO II - CAPITAL E AÇÕES Artigo 5º - O capital social, inteiramente subscrito e integralizado, é de R$ 39.164.477,57 (trinta e nove milhões, cento e sessenta e quatro mil, quatrocentos e setenta e sete reais e cinquenta e sete centavos), divididos em 224.007.192 (duzentas e vinte e quatro milhões, sete mil, cento e noventa e duas) ações ordinárias, todas nominativas, sem valor nominal. Parágrafo Único - Cada ação ordinária confere direito a 01 (um) voto nas deliberações sociais. Artigo 6º - A sociedade poderá emitir ações preferenciais, respeitando o limite de 2/3 (dois terços) do capital social, sem guardar proporção com as demais espécies de ações existentes. Parágrafo Único - As ações preferenciais não terão direito a voto, mas participarão da distribuição de dividendos em igualdade de condições, gozando de preferência no reembolso do capital em caso de dissolução, sem direito a prêmio. Artigo 7º - A sociedade poderá emitir certificados múltiplos de ações, que serão assinados por 02 (dois) Diretores, sendo um deles o DiretorPresidente, permitida a chancela mecânica, conforme a legislação vigente. CAPÍTULO III - EMISSÃO DE TÍTULOS Artigo 8º - A sociedade poderá emitir debêntures, que conferirão aos seus titulares direito de crédito, nas condições constantes da escritura de emissão e do certificado. Parágrafo Primeiro - A deliberação sobre emissão de debêntures é de competência privativa da Assembleia Geral, a qual fixará a forma e condições da emissão, podendo delegar ao Conselho de Administração a deliberação sobre as condições tratadas nos incisos VI a VIII do artigo 59 da Lei 6.404/76. Parágrafo Segundo - Os Certificados de Debêntures, Certificados de Múltiplos de Debêntures deverão ser assinados por 02 (dois) Diretores, sendo um deles o Diretor-Presidente. CAPÍTULO IV - ASSEMBLEIA GERAL Artigo 9º - A Assembleia Geral, convocada e instalada na forma da Lei e deste Estatuto, tem poderes para decidir sobre todos os negócios relativos ao objeto social, e tomar as resoluções que julgar convenientes na defesa dos interesses sociais. Parágrafo Primeiro - A Assembleia Geral reunir-se-á ordinariamente nos 04 (quatro) primeiros meses seguintes após o término de cada exercício social e, extraordinariamente, sempre que exigirem a Lei e os interesses sociais. Parágrafo Segundo - A Assembleia Geral fixará o montante global da remuneração dos membros do Conselho de Administração e da Diretoria, a qual será rateada em reunião do Conselho de Administração. Artigo 10 - A Assembleia será convocada por iniciativa do Conselho de Administração ou de acionistas, conforme dispõe a Lei, inclusive no que se refere ao modo de convocação e local de realização. Artigo 11 - A Assembleia Geral instalar-se-á em primeira convocação, com a presença de acionistas que representem, no mínimo, ¼ (um quarto) do capital social com direito a voto, e, em segunda convocação, com qualquer número. Artigo 12 - As deliberações da Assembleia Geral serão tomadas por maioria absoluta de votos, não se computando os votos em branco, conforme o disposto no artigo 129 da Lei 6.404/76. Artigo 13 - A Assembleia Geral será presidida pelo Presidente do Conselho de Administração, ou, na sua falta, por um dos acionistas eleito pelos presentes. CAPÍTULO V - ADMINISTRAÇÃO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Artigo 14 - O Conselho de Administração, órgão colegiado de deliberação, compõe-se de 05 (cinco) membros, todos pessoas físicas, acionistas, residentes no País. Parágrafo Primeiro - Os membros do Conselho de Administração serão eleitos pela Assembleia Geral, com mandato de 03 (três) anos, prorrogando-se até a investidura dos novos membros eleitos, admitida a reeleição. Parágrafo Segundo - Os membros do Conselho de Administração, dispensados de prestar caução, investem-se em seus cargos por termo lançado no livro de atas de reunião próprio.

de euros em lucro operacional. O crescimento da marca nos últimos anos tem influência dos investimentos feitos pelos alemães na China. Depois de uma carga inicial no país asiático, a Volkswagen tem no mercado chinês o maior número de vendas entre todas as praças onde atua. Os números fizeram o grupo passar a Toyota, tomando a posição de segunda maior fabricante do mundo. O conglomerado planeja deixar a

GM para trás até o fechamento de 2018. A empresa de Detroit, Estados Unidos, atravessou momentos difíceis nos últimos anos, chegando à falência com a crise norte-americana de 2008. Após reestruturação, a nova General Motors voltou com força ao mercado. No entanto, a Volkswagen avançou 51% nos últimos anos. Enquanto isso, concorrentes como Toyota e Renault caíram 57 e 70 pontos percentuais, respectivamente.

O aumento de 7% das ações da Volkswagen na bolsa de Frankfurt nesta quinta-feira foi uma resposta ao pacto firmado. As empresas conseguiram baixar uma carga tributária federal de 1 bilhão para cerca de 100 milhões de euros, viabilizando a negociação. Com a compra da Porsche, a Volkswagen passa a ter 13 marcas, que vão desde os caminhões MAN e Scania aos sedãs de luxo da Audi, passando pelos superesportivos Lamborghini e até motos, como a Ducati.

Parágrafo Terceiro - O Conselho de Administração, por deliberação tomada pela maioria absoluta, escolherá um Presidente, dentre seus membros, que além do próprio voto terá o de qualidade. Artigo 15 - Ocorrendo vacância de cargo, impedimento ou afastamento de qualquer um dos membros do Conselho de Administração, será convocada Assembleia Geral para eleição do substituto, o qual exercerá as funções até o final do mandato. Artigo 16 - O Conselho de Administração reunir-se-á quando convocado pelo Presidente do órgão, a seu critério, ou atendendo à solicitação de pelo menos 03 (três) Conselheiros; O Conselho de Administração reunir-se-á ordinariamente a cada período de 03 (três) meses e extraordinariamente quando do interesse social. Parágrafo Primeiro - A falta de atendimento, no prazo de 10 (dez) dias, ao pedido de convocação do Conselho de Administração, nos termos do caput deste artigo, habilita os solicitantes a proceder diretamente à convocação. Parágrafo Segundo - As reuniões serão convocadas com antecedência mínima de 05 (cinco) dias, com deliberações tomadas sempre por maioria absoluta, sendo necessário para instalação a presença de no mínimo, 03 (três) membros. Parágrafo Terceiro - As convocações para reuniões do Conselho de Administração serão feitas pessoalmente, ou por escrito, seja através de correspondência com aviso de recepção, telex, telegrama ou outro meio idôneo, devendo constar expressamente a ordem do dia. Artigo 17 - Compete ao Conselho de Administração: (i) fixar a orientação geral dos negócios da sociedade; (ii) indicar, dentre os demais Diretores, o substituto temporário do Diretor-Presidente nos casos de sua eventual ausência, impedimento e/ou afastamento temporário, não superior a 30 (trinta) dias, observado o disposto neste Estatuto; (iii) eleger e destituir os Diretores da sociedade, fixando-lhes atribuições e a remuneração, observado o disposto neste Estatuto; (iv) fiscalizar a gestão dos Diretores, examinar, a qualquer tempo, os livros e papéis da companhia, solicitar informações sobre contratos celebrados ou em vias de celebração, e quaisquer outros atos; (v) convocar a Assembleia Geral quando julgar conveniente, ou no caso do artigo 132 da Lei 6.404/76; (vi) manifestar-se sobre o relatório da Administração e as contas da Diretoria; (vii) propor a destinação de resultados do exercício social e manifestar-se, previamente, sobre matérias a serem submetidas à Assembleia Geral, inclusive planos operacionais e orçamentários; (viii) deliberar sobre a emissão de ações e bônus de subscrição nos casos previstos em Lei e no presente Estatuto; (ix) declarar dividendos intermediários; (x) autorizar a concessão, pela companhia, de avais, fianças e outras garantias em favor de empresas coligadas e/ou subsidiárias, sempre condicionadas à existência de interesse direto ou indireto da companhia; (xi) autorizar a alienação ou oneração de bens do ativo permanente e a celebração de negócios jurídicos em geral, cujo valor não ultrapasse R$ 9.000.000,00 (nove milhões de reais), corrigido pelo IGP/DI da Fundação Getúlio Vargas, a partir da data da Assembleia Geral que deliberou a presente matéria; (xii) escolha e destituição de auditoria externa; (xiii) manifestação de voto da companhia perante subsidiárias ou controladas no que se refere à aprovação de matérias dos itens deste parágrafo; (xiv) subordinar a prática de outros atos pela Diretoria à sua prévia aprovação. DIRETORIA Artigo 18 - A Diretoria, órgão de representação da sociedade, eleita pelo Conselho de Administração, será composta de 05 (cinco) membros, com prazo de gestão de 03 (três) anos, admitida a reeleição, sendo 01 (um) Diretor-Presidente; 01 (um) Diretor de Controle; 01 (um) Diretor Administrativo/Financeiro; 01 (um) Diretor Industrial/Comercial e 01 (um) Diretor de Relações com Investidores. Parágrafo Primeiro - A investidura dos Diretores constará de termo lavrado no Livro de Atas de Reunião da Diretoria, sendo que os mesmos estarão dispensados de prestar garantia de gestão. Parágrafo Segundo - Compete à Diretoria a representação da companhia, bem como a prática de todos os atos e negócios em geral, necessários ao seu funcionamento regular e ao desenvolvimento das atividades contempladas no objeto social. Artigo 19 - As reuniões da Diretoria serão realizadas, ordinariamente, a cada período de 30 (trinta) dias, e, extraordinariamente, sempre que necessário aos interesses sociais. Parágrafo Primeiro - As convocações para as reuniões de Diretoria serão feitas pessoalmente, por escrito, através de correspondência com aviso de recebimento (A.R), telegrama, fac-símile ou outro meio idôneo, devendo constar expressamente nesta correspondência, a ordem do dia. Parágrafo Segundo - As reuniões da Diretoria terão um quorum mínimo de 02 (dois) Diretores, sendo as decisões tomadas por maioria absoluta de votos, cabendo o voto de desempate ao Diretor-Presidente ou seu substituto legal. Parágrafo Terceiro - Todas as decisões serão consignadas em livro próprio, devidamente arquivado perante a Junta Comercial competente. Parágrafo Quarto - Caberá apenas o direito de 01 (um) voto para cada Diretor, mesmo quando um Diretor (ou mais) estiver acumulado cargos. Parágrafo Quinto - Em caso de acumulação de cargos, para efeito do quorum mínimo à realização das reuniões, será considerada a presença individual do Diretor, não contando o cargo acumulado. Artigo 20 - Os Diretores, de forma isolada e indistintamente de suas respectivas funções administrativas, têm, individualmente, as atribuições e poderes de representação conferidos por lei e por este Estatuto, para o funcionamento regular da companhia, com amplos poderes de administração e de gestão, podendo praticar os atos relativos ao objeto social, representando a sociedade ativa e passivamente, em Juízo ou fora dele, inclusive para receber citação inicial e prestar depoimento pessoal. Artigo 21 - Observado o disposto neste Estatuto, a representação da companhia e a prática dos atos necessários ao seu funcionamento regular competirão, isoladamente, a qualquer Diretor, na forma dos parágrafos seguintes: Parágrafo Primeiro - Ao Diretor-Presidente compete, isoladamente, além das atribuições estabelecidas em lei e neste Estatuto: (a) a direção geral e coordenação dos negócios sociais; (b) zelar pelo cumprimento e execução das diretrizes básicas estabelecidas pela Assembleia Geral e Conselho de Administração, para orientação dos negócios e cumprimento do orçamento anual de inversões em investimentos; (c) coordenação geral da ação dos demais membros da Diretoria, competindo-lhe exercer, cumulativamente, as funções dos Diretores cujos cargos vagarem ou não forem preenchidos; (d) representar a sociedade junto a outras sociedades e/ou associações de classe a que a sociedade seja afiliada, podendo indicar representantes para integrarem em nome da sociedade, conselhos, órgãos e funções em referidas sociedades e/ou associações; (e) supervisionar as atividades operacionais, administrativas, industriais, financeiras, comerciais e legais da sociedade; (f) organizar o relatório anual das operações e apresentá-lo ao Conselho de Administração, para que seja remetido à Assembleia Geral. Parágrafo Segundo - Ao Diretor de Controle compete, isoladamente, além das atribuições estabelecidas em lei e neste Estatuto: (a) auxiliar o Diretor-Presidente no controle e supervisão das atividades operacionais, administrativas, industriais, financeiras, comerciais e legais da sociedade; e (b) supervisionar e auxiliar os demais Diretores em suas atribuições específicas. Parágrafo Terceiro - Ao Diretor Administrativo/Financeiro compete, isoladamente, além das atribuições estabelecidas em lei e neste Estatuto, executar a política administrativa e financeira da sociedade, com a direção geral dos setores administrativo e financeiro, abrangendo, inclusive, a política de relações humanas. Parágrafo Quarto - Ao Diretor Industrial/Comercial compete, isoladamente, além das atribuições estabelecidas em lei e neste Estatuto: (a) elaborar e executar os programas técnicos de produção e industrialização da sociedade; (b) orientar e fiscalizar o controle de qualidade dos produtos fabricados e comercializados pela sociedade, e (c) executar a política de "marketing" e de comercialização dos produtos produzidos e industrializados pela sociedade. Parágrafo Quinto - Ao Diretor de Relações com Investidores compete, isoladamente, além das atribuições estabelecidas em lei e neste Estatuto, a prestação de informações aos investidores, à Comissão de Valores Mobiliários e Bolsas de Valores, bem como manter atualizado o registro da sociedade em conformidade com a regulamentação aplicável da Comissão de Valores Mobiliários - CVM. Artigo 22 - Nos limites de suas respectivas atribuições e poderes, como estabelecido neste Estatuto, é lícito aos Diretores constituir mandatários da sociedade. Na outorga dos mandatos, a sociedade será representada por 02 (dois) Diretores, devendo um deles, obrigatoriamente, ser o Diretor-Presidente ou o seu substituto legal. No instrumento de mandato deverão ser especificados os atos ou operações que os mandatários poderão praticar, com expressa menção da duração do mandato. Nos mandatos judiciais, a sociedade será representada, isoladamente, por qualquer dos Diretores, podendo as procurações "ad judicia" ser outorgadas por prazo indeterminado. Artigo 23 - É expressamente vedado e será nulo de pleno direito, o ato praticado por qualquer Diretor ou procurador que envolva a sociedade em operações estranhas ao objeto social, ou que não atendam às determinações legais e estatutárias. Artigo 24 - A sociedade deverá, obrigatoriamente, ser representada por 02 (dois) Diretores, sendo um deles o Diretor-Presidente ou o seu substituto legal, para a prática e assinatura dos seguintes atos: (a) participação da sociedade em outras sociedades ou alienação dessas participações; (b) compra ou alienação de bens móveis ou imóveis, direitos reais sobre imóveis integrantes do ativo permanente da sociedade; (c) outorga de quaisquer garantias e/ou constituição de ônus reais pela sociedade, inclusive hipoteca, alienação fiduciária, caução, penhor, aval e fiança em benefício da sociedade e/ou de suas subsidiárias, controladas e/ou coligadas; (d) emissão de Certificados de Debêntures, Certificados Múltiplos de Debêntures, Cautelas ou Certificados de Ações. Parágrafo Primeiro - A emissão de cheques e notas promissórias, os aceites de duplicatas, letras de câmbio e títulos de crédito em geral, ordens de pagamento, endossos de cheques, duplicatas, notas promissórias, letras de câmbio e os recibos de quitação deverão ser assinados, obrigatoriamente: (a) por 02 (dois) Diretores; (b) por 01 (um) Diretor em conjunto com 01 (um) procurador habilitado; ou (c) por 02 (dois) procuradores habilitados. Parágrafo Segundo - A emissão de duplicadas e letras de câmbio, o endosso de duplicatas, cheques, notas promissórias, letras de câmbio, e outros títulos à ordem para depósito, caução, desconto ou cobrança para crédito nas contas bancárias da sociedade e nos recibos de pagamentos efetuados em forma de cheques nominativos ou outros títulos à ordem da sociedade, bastará apenas à assinatura de 01 (um) Diretor ou de 01 (um) procurador habilitado. CAPÍTULO VI - CONSELHO FISCAL Artigo 25 - O Conselho Fiscal, de funcionamento não permanente, compõe-se de 03 (três) membros efetivos e 03 (três) membros suplentes, com as funções e atribuições previstas em lei, os quais serão eleitos pela Assembleia Geral, a qual fixará também seus respectivos honorários. Parágrafo Primeiro - O Conselho Fiscal será instalado quando solicitado por acionistas, na forma da lei ou do presente Estatuto, e seu funcionamento terminará na primeira Assembleia Geral Ordinária ocorrida após sua instalação. Parágrafo Segundo - O membro do Conselho Fiscal será substituído no caso de vacância do cargo, impedimentos ou faltas, pelo respectivo suplente. CAPÍTULO VII - EXERCÍCIO SOCIAL, BALANÇO, RESULTADOS, LUCROS E DIVIDENDOS Artigo 26 - O exercício social compreende-se entre o dia 1º de janeiro e 31 de dezembro de cada ano, sendo que no fim de cada exercício serão elaboradas as demonstrações contábeis com: (a) o balanço patrimonial; (b) a demonstração das mutações patrimoniais; (c) a demonstração dos resultados do exercício; (d) a demonstração do fluxo de caixa; e (e) demonstração do valor adicionado. Parágrafo Primeiro - Com as demonstrações contábeis do exercício, o Conselho de Administração apresentará à Assembleia Geral proposta para destinação do lucro líquido, observado o disposto no Estatuto e na Lei. Parágrafo Segundo - O lucro líquido apurado na forma do artigo 191 da Lei 6.404/76 terá a seguinte destinação: (a) 5% (cinco por cento) para constituição da reserva legal que não excederá a 20% (vinte por cento) do capital social; (b) 25% (vinte e cinco por cento) para distribuição de dividendos obrigatórios; (c) 5% (cinco por cento) para constituição de reserva para investimentos e capital de giro, limitada em conjunto com as demais reservas ao valor do capital social; e (d) o saldo, por ventura existente, terá a destinação que for dada pela Assembleia Geral. CAPÍTULO VIII - LIQUIDAÇÃO Artigo 27 - A sociedade entrará em liquidação, dissolução, e/ou extinção nos casos previstos em lei ou em virtude de deliberação da Assembleia Geral. Parágrafo Único - Compete à Assembleia Geral estabelecer o modo de liquidação, elegendo o liquidante e deliberando sobre o funcionamento do Conselho Fiscal, com a eleição dos respectivos membros, fixando-lhes a remuneração correspondente. CAPÍTULO IX - DISPOSIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS Artigo 28 - Os casos omissos neste Estatuto serão regulados pelas disposições contidas na Lei 6.404/76 e demais disposições legais aplicáveis à espécie. ASSINATURAS: Paulo Roberto Pizani - Presidente da Mesa; Raimar Sternadt - Secretário. ACIONISTAS: Agro Florestal Ibicuí S/ A (ass.) Paulo Roberto Pizani e Raimar Sternadt; Imaribo S/A Indústria e Comércio (ass.) Paulo Roberto Pizani e Raimar Sternadt; e Paulo Roberto Pizani. DIRETORES PRESENTES: Paulo Roberto Pizani, José Eduardo Nardi, José Felipe Mata de Rangel Moreira Cavalcanti e Raimar Sternadt. CERTIFICO que a presente é cópia fiel e integral da ata lavrada em livro próprio. Curitiba, 18 de junho de 2012. Raimar Sternadt Secretário Registrada na JUCEPAR em 28/06/2012, sob nº 20124188400 - Sebastião Motta - Secretário-Geral.


editais9-7-12