Issuu on Google+

14

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

| Sexta-feira, 18 de novembro de 2011 |

PREFEITURA DE COLOMBO ESTADO DO PARANÁ 2ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

3ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Processo n° Licitação Ata de nº Valor

Processo N° Licitação Ata de nº. Valor

Paço Municipal de Colombo

1070651/2011 Pregão Presencial - 54/2011 266/2011 R$ 903.557,36 (Novecentos e três mil quinhentos e cinquenta e sete reais e trinta e seis centavos). Objeto: Aquisição de materiais de expediente. Contratante Todas as secretarias da Prefeitura Municipal de Colombo Contratado COMERCIAL CRONUS LTDA, CNPJ nº. 11.975.632/ 0001-97. Vigência: 21 de julho de 2011 a 20 de julho 2012. Preços Registrados Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações. Data da 2ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Assinatura: Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli, Gilson Luis da Silva, Cícero Alves da Silva.

1063799/2010 Pregão Presencial - 003/2011 148/2011 R$ 108.092,35 (Cento e oito mil e noventa e dois reais e trinta e cinco centavos). Objeto Aquisição de materiais de limpeza e higiene para os diversos órgãos da Prefeitura Municipal de Colombo. Contratante Diversas secretarias do município. Contratado LENINE TONIOLO, CNPJ nº. 82.435.900/0001-26. Vigência 03 de maio de 2011 a 02 de maio de 2012. Preços Registrados Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações. Data da 3ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Secretários Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli e Gilson Luis da Silva.

3ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 2ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo n° 1070651/2011 Licitação Pregão Presencial - 54/2011 Ata de nº. 267/2011 Valor R$ 353.399,60 (Trezentos e cinquenta e três mil trezentos e noventa e nove reais e sessenta centavos). Objeto: Aquisição de materiais de expediente. Contratante Todas as secretarias da Prefeitura Municipal de Colombo Contratado SILVIA REGINA TOSIN BANDEIRA DE ASSIS ME, CNPJ nº. 85.499.218/0001-95. Vigência: 21 de julho de 2011 a 20 de julho 2012. Preços Registrados Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações. Data da 2ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Assinatura: Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli, Gilson Luis da Silva, Cícero Alves da Silva.

2ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo n° Licitação Ata de nº. Valor Objeto: Contratante Contratado

Vigência: Preços Registrados

1070651/2011 Pregão Presencial - 54/2011 268/2011 R$ 5.810,00 (Cinco mil oitocentos e dez reais). Aquisição de materiais de expediente. Todas as secretarias da Prefeitura Municipal de Colombo. AQUINPEL SUPRIMENTOS PARA ESCRITÓRIO, INFORMÁTICA E PAPELARIA LTDA, CNPJ nº. 00.147.109/0001-56. 21 de julho de 2011 a 20 de julho 2012. Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações.

Data da 2ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Assinatura: Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli, Gilson Luis da Silva, Cícero Alves da Silva.

Processo N° Licitação Ata de nº. Valor Objeto Contratante Contratado Vigência Preços Registrados

1063799/2010 Pregão Presencial - 003/2011 149/2011 R$ 93.675,00 (Noventa e três mil seiscentos e setenta e cinco). Aquisição de materiais de limpeza e higiene para os diversos órgãos da Prefeitura Municipal de Colombo. Diversas secretarias do município. NELSON NATALÍCIO MOREIRA - ME, CNPJ nº. 10.287.392/0001-75. 03 de maio de 2011 a 02 de maio de 2012. Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações.

Data da 3ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Secretários Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli e Gilson Luis da Silva.

3ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo N° Licitação Ata de nº. Valor Objeto Contratante Contratado Vigência Preços Registrados

1063799/2010 Pregão Presencial - 003/2011 150/2011 R$ 24.850,00 (Vinte e quatro mil oitocentos e cinquenta reais). Aquisição de materiais de limpeza e higiene para os diversos órgãos da Prefeitura Municipal de Colombo. Diversas secretarias do município. PAPEL MASTER SUL LTDA, CNPJ nº. 04.368.522/ 0001-00. 03 de maio de 2011 a 02 de maio de 2012. Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/ PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações.

Data da 3ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Secretários Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli e Gilson Luis da Silva.

Em 16 de Novembro de 2011 JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

ERRATA A Prefeitura Municipal de Colombo, vem pela presente corrigir a Portaria nº 1340/2011, publicada no Jornal Metrópole edição nº 2844 de 27/09/2011, onde lê-se: Art. 1º - Designar os Servidores JOÃO MARCOS CREMASCO, RG nº 4.025.837-0, LORIVETE DE FÁTIMA STRAPASSON, RG nº 1.917.537, ARILDO CARDOSO DA SILVA, RG nº 3.276.605-6 e CARLOS ANTÔNIO DALLASUANNA, RG nº 3.764.316-5, para sem prejuízo de suas funções, sob a Presidência do primeiro, constituírem a Comissão de Processo Administrativo Disciplinar referente ao Processo nº 1098284, que apurará o fato narrado, dando-se o prazo de 60 (sessenta) dias para conclusão dos trabalhos, contados da instalação da comissão. Leia-se: Art. 1º - Designar os Servidores JOÃO MARCOS CREMASCO, RG nº 4.025.837-0, LORIVETE DE FÁTIMA STRAPASSON, RG nº 1.917.537 e CARLOS ANTÔNIO DALLASUANNA, RG nº 3.764.316-5, para sem prejuízo de suas funções, sob a Presidência do primeiro, constituírem a Comissão de Processo Administrativo Disciplinar referente ao Processo nº 1098284, que apurará o fato narrado, dando-se o prazo de 60 (sessenta) dias para conclusão dos trabalhos, contados da instalação da comissão. Fica revogada a ERRATA de 03/10/2011, publicada no Jornal Metrópole Edição nº 2851 de 05/10/2011. Dê-se publicidade, esta Errata produz efeitos desde o dia 27/09/2011. Paço Municipal de Colombo Em 16 de novembro de 2011. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1515/2011 O PREFEITO MUNICIPAL DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE: I – Designar o Sr. ALEXANDRE DE OLIVEIRA RAMOS, RG. 6.130.136-4, como fiscal do Contrato nº 365/2011 e o Sr. EDUARDO AKIO UEDA, RG. 968.998/PR, como fiscal de obra, referente a Tomada de Preço nº 15/ 2011, cujo objeto é a contratação de empresa especializada para implantação de academias ao ar livre, para atender as necessidades da Secretaria Municipal da Educação, Cultura e Esportes, conforme quantidade e especificação constante no anexo que integra o presente edital. Dê-se publicidade, Paço Municipal de Colombo Em 16 de novembro de 2011. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1516/2011 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, resolve: I – Nomear o Sr. PAULO CEZAR GOMES, RG. 781.773-8, para ocupar o Cargo em Comissão de Diretor do Departamento de Assuntos Comunitários, vinculado a Secretaria Municipal de Ação Social e Trabalho, a partir de 16/11/2011; Dê-se publicidade. Paço Municipal de Colombo

3ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Em 16 de novembro de 2011. 2ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo n° Licitação Ata de nº. Valor Objeto: Contratante Contratado Vigência: Preços Registrados

1070651/2011 Pregão Presencial - 54/2011 269/2011 R$ 30.117,60 (Trinta mil cento e cento e dezessete reais e sessenta centavos). Aquisição de materiais de expediente. Todas as secretarias da Prefeitura Municipal de Colombo MARCELO JACOB, CNPJ nº. 11.774.132/0001-97. 21 de julho de 2011 a 20 de julho 2012. Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações.

Data da 2ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Assinatura: Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli, Gilson Luis da Silva, Cícero Alves da Silva.

Processo n° Licitação Ata de nº. Valor Objeto:

Contratante Contratado

Vigência: Preços Registrados

1076241 PREGÃO PRESENCIAL - 31/2011 174/2011 R$ 150.000,00 (CENTO E CINQUENTA MIL REAIS) Realização de exames de A - Z de média e alta complexidade conforme edição atualizada da Revista da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) publicada pela Associação Médica Brasileira (AMB). Secretaria Municipal de Saúde FACILMED - Encaminhamentos Médicos e Especialidades Ltda. Me. - CNPJ n.º 07.203.384/ 0001-99 13 de maio de 2011 à 12 de maio de 2012. Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/ PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações.

Data da 3ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Assinatura: Ivonne Cecília R. Solano

DECRETO Nº 2412/2011 Súmula: “Autoriza o Executivo Municipal a abrir Crédito Adicional Especial no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais).”

3ª PUBLICAÇÃO DO EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo N° Licitação Ata de nº. Valor

Objeto:

Contratante Contratado Vigência: Preços Registrados

1063799/2010 Pregão Presencial - 003/2011 147/2011 R$ 343.629,82 (Trezentos e quarenta e três mil seiscentos e vinte e nove reais e oitenta e dois centavos). Aquisição de materiais de limpeza e higiene para os diversos órgãos da Prefeitura Municipal de Colombo. Diversas secretarias do município. MARCELO JACOB, CNPJ nº. 11.774.132/0001-97. 03 de maio de 2011 a 02 de maio de 2012. Encontram-se a disposição no Setor de Contratos, sito à Rua XV de Novembro, 105 Centro Colombo/PR ou pelo site www.colombo.pr.gov.br no link licitações.

Data da 3ª Publicação: Colombo, 17 de novembro de 2011. Secretários: Rita de Cássia Camargo Gonçalves, Maria Amélia Camargo, Gilmar de Oliveira Santini, Milton Peter Hopker, Moacir Jose Kretschmer, Maria Micheli Mocelin, Ivonne Cecilia Restrepo Solano, Alcione Luis Giaretton, Denise Helena Giffhorn Camargo, Claudia Polli Rodrigues, Pedro Ademir Cavalli e Gilson Luis da Silva.

José Antonio Camargo, Prefeito Municipal, Estado Paraná, usando de suas atribuições legais, com base na Lei Federal nº. 4.320/64 e na Lei Municipal nº. 1201/2010, decreta: Art. 1º. Fica o Poder Executivo Autorizado a abrir Crédito Adicional Suplementar junto ao Orçamento Geral do corrente exercício para Autarquia Municipal Colombo Previdência, a saber: 14 COLOMBO PREVIDÊNCIA 02 ADMINISTRAÇÃO 04.122.0002.2024 OUTROS BENEFÍCIOS ASSISTÊNCIAIS 33.90.08 Outros Benefícios Assistenciais 0.1.001 Recursos do Tesouro (Descentr.)-Exercício Corrente R$ 1.000,00 Art. 2º. Para dar cobertura ao crédito aberto no artigo anterior, serão utilizados recursos em conformidade com as disposições da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, artigo 43, § 1º, item III – anulação parcial de dotação orçamentária, sendo: 14 COLOMBO PREVIDÊNCIA 02 ADMINISTRAÇÃO 04.122.0002.2014 OUTROS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS 33.90.05 Outros Benefícios Previdenciários 0.1.001 Recursos do Tesouro (Descentr.)-Exercício Corrente R$ 1.000,00

JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

PORTARIA N.º 1517/2011 O PREFEITO MUNICIPAL DE COLOMBO, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por lei, RESOLVE: Art. 1º - Designar os Servidores abaixo relacionados, para sem prejuízo de suas funções, constituírem a “Comissão Especial para Avaliação e Análise de Amostras referente ao Projeto Solução de Interação Digital Integrada (lousa digital) (Processo nº 1099207), objetivando atender as necessidades da Secretaria Municipal da Educação, Cultura e Esportes: - Joelma do Carmo Ceccon Araújo, RG nº 4.487.796-1; - Luciano Ferreira dos Santos, RG nº 7.040.826-0; - Narcelis Quinsler, RG nº 7.289.092-2. Dê-se publicidade, Paço Municipal de Colombo Em 16 de novembro de 2011. JOSÉ ANTONIO CAMARGO Prefeito Municipal

Aviso de Licitação Edital – Pregão Presencial Nº. 102/2011 Objeto: Aquisição de veículos automotores, espécies misto e passageiro e veículos automotores, espécie motocicleta, por meio do SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, para diversas Secretarias do Município de Colombo, conforme quantidades e especificações constantes no Termo de Referência (Anexo VII), que integra o Edital. Data: 02 de dezembro de 2011, às 09:00 Horas. Local de Abertura: Sede da Prefeitura Municipal de Colombo. Preço Máximo: Constante no Edital. Critério de Julgamento: Menor Preço Por Item. Informações Complementares poderão ser obtidas na Secretaria Municipal da Administração, sito a Rua XV de Novembro Nº. 105, Centro, Colombo - Paraná, ou pelos fones: (041) 3656–8002 ou 3656–8112 ou pelo site: www.colombo.pr.gov.br. Colombo, 17 de novembro de 2011. José Antonio Camargo Prefeito Municipal


| Sexta-feira, 18 de novembro de 2011 |

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

15

COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ – COHAPAR CNPJ Nº 76.592.807/0001-22 Diretoria de Projetos

CÂMARA DE COLOMBO

A COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ – COHAPAR, torna público que RECEBEU do IAP, a Licença de Instalação n.º 15618 para implantação do empreendimento JARDIM DO CONTORNO – ÁREA II, com 38 unidades, relativo ao PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) localizado no município de Colombo, Estado do Paraná.

Estado do Paraná

COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ – COHAPAR CNPJ Nº 76.592.807/0001-22 Diretoria de Projetos

SÚMULA DE EMISSÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A empresa CERAMICA WOSNIAK LTDA, inscrita no CNPJ sob nº 75.146.340/ 0001-24 torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental de Operação nº 11000230, válida até 06/11/2012 para a Fabricação de Artefatos de Cerâmica e Barro Cozido para uso na Construção, exceto azulejos e pisos, situada à Rua Nicola Pellanda nº 8985 Umbará Curitiba Paraná CEP 81.930-360.

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO DE REGULARIZAÇÃO Nodusoja Indústria e Comércio Ltda torna público que requereu ao IAP, a Licença de Operação de Regularização-LOR, para Importação e Exportação, Indústria e Comércio de Produtos Inoculantes, Adubos, Fertilizantes e Corretivos do Solo situada no município de Colombo/PR.

A COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ – COHAPAR, torna público que REQUEREU ao IAP, a Licença de Instalação para implantação do empreendimento C.H. Morro da Formiga (5ª Etapa), com 80 unidades, relativo ao Plano de Aceleração do Crescimento - PAC II, localizado no município de Campo Magro, Paraná. (LP 28121)

COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ – COHAPAR CNPJ Nº 76.592.807/0001-22 Diretoria de Projetos

A COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO PARANÁ – COHAPAR, torna público que RECEBEU do IAP, a Licença Prévia n.º 28121 para implantação do empreendimento C.H. Morro da Formiga (5ª Etapa), com 80 unidades, relativo ao Plano de Aceleração do Crescimento - PAC II, localizado no município de Campo Magro, Paraná.

COMARCA DE CURITIBA – PARANÁ EDITAL DE NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL Pelo presente vem a Agência de Fomento do Paraná S/A, criada pela Lei Estadual 11.741/97, na qualidade de gestora dos Ativos do Banestado adquiridos pelo Estado do Paraná, conforme Decreto Estadual nº 3764/2001, na forma do permissivo do artigo 160 e parágrafos da Lei nº 6015/73 notificar ARMANDO VISTOCHI, na qualidade de AVALISTA E FIEL DEPOSITÁRIO, para que no prazo de 30 (trinta dias), contados da publicação deste, efetue o pagamento da importância de R$ 104.492,86 (cento e quatro mil, quatrocentos e noventa e dois reais e oitenta e seis centavos) atualizado até 30/11/2011, representado pelo saldo devedor total, decorrente da Cédula de Crédito Industrial Bom Emprego/Urbano, Operação Bep nº 24627-1, datada de 30/06/1993, emitida por MODENA TUBOLLARE DO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA, a favor do Banco do Estado do Paraná, cujo saldo total será corrigido monetariamente, acrescido dos encargos contratuais e despesas de praxe até a data do efetivo pagamento, ficando desde logo constituída a vossa “mora solvendi”, nos termos do art. 394 e seguintes do Código Civil em vigor, bem como, em não sendo efetuado o pagamento no prazo estabelecido, ensejará a imediata propositura das medidas judiciais cabíveis, através da Douta Procuradoria Geral do Estado do Paraná.

PORTARIA n° 114/2011 O COLOMBO PREVIDÊNCIA – PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE COLOMBO, Pelo Chefe do Poder Executivo e pela Diretora Previdenciária, no uso das atribuições que lhes são conferidas pela lei n. 960/2006, RESOLVE: Conceder Aposentadoria Por Invalidez, na forma da Lei 960/2006 a Servidora Pública Municipal JOANA SIMIONI, RG: 1.221.379-4/PR, CPF: 358.365.479-04, no cargo de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, sob matrícula n° 3996, com fulcro no Art. 40, §1º, inc. I da Constituição Federal e Artigo 30 da Lei Municipal 960/2006, conforme Processo Administrativo sob n° 164/2011, percebendo proventos mensais de acordo com Planilha de Cálculo de Proventos anexa ao Processo. Sendo garantido reajustamento do benefício para manter o valor real de acordo com o Art. 40º § 8º da Constituição Federal. Dê-se publicidade Colombo, 11 de Novembro de 2011. JOSÉ ANTONIO CAMARGO PREFEITO MUNICIPAL

ALEKSANDRA DO CARMO ULLMANN DIRETORAPREVIDENCIÁRIA

PORTARIA n° 115/2011 O COLOMBO PREVIDÊNCIA – PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE COLOMBO, Pelo Chefe do Poder Executivo e pela Diretora Previdenciária, no uso das atribuições que lhes são conferidas pela lei n. 960/2006. RESOLVE: Conceder Aposentadoria Voluntária Especial de Magistério, na forma da Lei 960/2006 a Servidora Pública Municipal VERA LUCIA MOCELIN, RG: 3.401.170-2/PR CPF: 561.631.269-04, no cargo de PROFESSORA, sob matrícula nº. 2187, como dispõe o art. 6º da Emenda Constitucional nº. 41/2003, conforme Processo Administrativo sob n° 166/2011, percebendo proventos mensais de acordo com Planilha de Cálculo de Proventos anexas ao Processo. Sendo garantida a isonomia e paridade com o servidor na atividade. Dê-se publicidade Colombo, 11 de Novembro de 2011. JOSÉ ANTONIO CAMARGO PREFEITO MUNICIPAL

ALEKSANDRA DO CARMO ULLMANN DIRETORA PREVIDENCIÁRIA

EDITAL DE PRAÇA, ARREMATAÇÃO E INTIMAÇÃO DA EXECUTADA: MYLENE HIDEKO KURIKI HOSSAKA e s/m se casada for. PRIMEIRA PRAÇA: Dia 13 de JANEIRO de 2012, às 14:00 horas, por preço não inferior a avaliação. SEGUNDA PRAÇA: Dia 23 de JANEIRO de 2012, às 14:00 horas, a quem mais der, exceto preço vil. LOCAL: CARTÓRIO DA VIGÉSIMA PRIMEIRA VARA CÍVEL DA COMARCA DE CURITIBA, SITO NA AV. CÂNDIDO DE ABREU, 535 11 ° ANDAR - EDIFÍCIO MONTEPAR CENTRO CÍVICO PROCESSO: SUMARIA DE CORRANCA sob n° 687/2002, proposta por CONDOMINIO RESIDENCIAL VILLAFRANCA contra MYLENE HIDEKO KURIKI HOSSAKA. BEM: Apartamento nº.02, do tipo “E”, localizado no andar térreo ou 1° pavimento, do bloco B, parte integrante do RESIDENCIAL VILLAFRANCA, situado na rua Mauã, 266, nesta capital, - com a área construída de utilização exclusiva de 59,42m2, área de uso comum de 16,39m2, área de estacionamento comum coletivo de 26,67m2, localizada no subsolo, para estacionamento de um veiculo de passeio de porte pequeno, vaga essa sob n°. 09, perfazendo a área correspondente ou global construída de 102,48m2, correspondendo-Ihe a fração ideal do solo e partes comuns de 0,00935 95 do lote de terreno n. 3-E/3-F, oriundo da unificação dos lotes 3-E e 3-F da planta Gutmann e croqui 6064 da PMC, medindo unificados 33,40m de frente para a rua Mauá, pelo lado direito de quem da rua olha o imóvel confronta com o lote fiscal 11.000 e mede 97,00m de extensão da frente ao fundo, pelo lado esquerdo confronta com os lotes fiscais 29.000 e 31.000, 32.000 e 33.000 e mede 111,00m de extensão da frente ao fundo, tendo de largura na linha de fundo a extensão de 30,80m, onde confronta com os lotes fiscais 18.000 e 36.000, perfazendo a área de 3.346,70ma. Indica- ção fiscal 32-097041.047-6., MATRÍCULA SOB N° 34.374, DA 3ª C.R.I. DESTA CAPITAL”. VALOR DA AVALIAÇÃO: R$ 231.000,00 (duzentos e trinta e um mil reais), em data de 13/08/2011. VALOR DA DÍVIDA: R$ 138.954,71 (Cento e trinta e oito mil, novecentos e cinquenta e quatro reais e setenta e um centavos) em data de outubro/2011. ÔNUS: credor hipotecário: BANCO DO ESTADO DO PARANÁ. ARRESTO: Autos n° 28.549/98 de Executivo Fiscal - 4a Vara da Faze Pública, Falências e Concordatas da Comarca de Curitiba/Pr; - ARRESTO.: autos n° 33.849 – 3ª Vara da Fazenda Pública, Falências e Concordatas da Comarca de Curitiba/Pr.- ARRESTO: autos n° 75.747/2008, autos n°59.221/2005 de Execução Fiscal e autos n° 52.709/2004 de Execução Fiscal, todos da 2ª Vara da Fazenda Pública, Falências e Concordatas da Comarca de Curitiba/Pr.- ARRESTO: autos n° 44.037/ 2001 de Execução Fiscal da 1ª Vara da Fazenda Pública, Falências e Concordatas da Comarca de Curitiba/Pr. IPTU: exercícios de 1997 a 2010, inscritos em dívida ativa cujo valor do débito para o mês de MAIO de 2011 é de R$ 10.659,73 (Dez mil, seiscentos e cinquenta e nove reais e setenta e três centavos). O IPTU para o exercício de 2011 lançado na origem encontrase em aberto, cujo valor do débito é de R$ 378,21 (trezentos e setenta e oito reais e vinte e um centavos).OBS.: Havendo terceiro arrematante, deve ser feito o depósito do valor da arrematação S/A. no ato do leilão. INTIMAÇÃO: Fica desde logo INTIMADO a executada: MYLENE HIDEKO KURlKI HOSSAKA, e s/m se casada for, com endereço em lugar incerto e não sabido, para querendo acompanhar os leilões, caso não seja encontrado/a pessoalmente pelo Oficial de Justiça. E, para que chegue ao conhecimento dos interessados e não possam de futuro alegar ignorância, mandou passar o presente edital que será publicado e afixado na forma da lei. E, na eventualidade de não haver expediente forense fica o ato supra designado para o primeiro dia útil subsequente. Curitiba, 27 de Outubro de 2011. (a) Sylvia Castello Branco Gradowski – Escrivã (a) ROGÉRIO DE ASSIS - Juiz de Direito.


16

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

| Sexta-feira, 18 de novembro de 2011 |

VitĂłrias sinalizam potencial em 2012

M AGIUS METALĂšRGICA INDUSTRIAL S.A. CNPJ/MF: 81.312.894/0001-57 - NIRE 41.3.0002361-1 ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINĂ RIA DA MAGIUS METALĂšRGICA INDUSTRIAL S.A. REALIZADA EM 09 DE NOVEMBRO DE 2011 DATA E HORA: 09 de novembro de 2011, Ă s 13:00. LOCAL: Sede da empresa, na Cidade de SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais, Estado do ParanĂĄ, na Rua David Campista, nÂş 188, Bairro Afonso Pena, CEP 83.045-060. CONVOCAĂ‡ĂƒO: Dispensada, nos termos do artigo 124, parĂĄgrafo 4Âş, da Lei 6.404/76, tendo em vista o comparecimento de todos os acionistas da Companhia. PRESENÇA: Acionistas representando a totalidade do capital social com direito a voto, sendo: (a) ADILTON BOFF CARDOSO, brasileiro, casado sob o regime de comunhĂŁo universal de bens, engenheiro agrĂ´nomo, residente e domiciliado na Cidade de Curitiba, Estado do ParanĂĄ, na Rua Padre Oswaldo Gomes, nÂş 467, Guabirotuba, CEP 81.510-100, portador da cĂŠdula de identidade nÂş 501.581-2 SSP/PR e inscrito no CPF/MF sob o nÂş 027.686.669-04; (b) ADALBERTO BOFF CARDOSO¸ brasileiro, casado sob o regime de comhunhĂŁo universal de bens, administrador de empresas, residente e domiciliado na Cidade de Curitiba, Estado do ParanĂĄ, na Rua Alferes Ă‚ngelo Sampaio, nÂş 1.151, apto. 101, Batel, CEP80.250-120, portador da cĂŠdula de identidade nÂş 890.197-0 SSP/PR e inscrito no CPF/MF sob o nÂş 152.588.239-20; e (c) MAGIUS PARTICIPAÇÕES LTDA., sociedade limitada, com sede na Cidade de SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais, Estado do ParanĂĄ, Rua David Campista, nÂş 188, Bairro Afonso Pena, CEP 83.045-060, inscrita no CNPJ/MF sob o nÂş 07.286.664/0001-08, sob o NIRE 41205411006, neste ato representada pelos Srs. Adilton Boff Cardoso e Adalberto Boff Cardoso, ambos jĂĄ anteriormente qualificados. Estiveram presentes, ainda, os Srs. Adilton Boff Cardoso e Adalberto Boff Cardoso ambos diretores da Companhia. MESA: Presidente: Adilton Boff Cardoso SecretĂĄrio: Adalberto Boff Cardoso ORDEM DO DIA: Discutir e deliberar: (i): acerca da redução do capital social da Companhia, com fulcro no artigo 173 da Lei 6.404/76, tendo em vista o capital social ser excessivo em relação ao objeto social realizado pela Companhia; (ii): caso seja aprovado o item (i) da ordem do dia, discutir e deliberar acerca do valor e forma de restituição aos acionistas do valor equivalente Ă  redução do capital social; e (iii) caso aprovados os itens (i) e (ii) acima, autorizar a administração da Companhia a praticar todos e quaisquer atos necessĂĄrios Ă  restituição aos acionistas do valor equivalente Ă  redução do capital social. DELIBERAÇÕES: ApĂłs discutidas as matĂŠrias constantes da ordem do dia, os acionistas representando a totalidade do capital social da sociedade decidiram, por unanimidade: DELIBERAĂ‡ĂƒO NÂş 1: a)Aprovar a redução do capital social da Companhia, com fulcro no art. 173 da Lei 6.404/76, passando de R$ 31.320.002,00 (trinta e um milhĂľes, trezentos e vinte mil e dois reais) para R$27.832.980,77 (vinte e sete milhĂľes, oitocentos e trinta e dois mil, novecentos e oitenta reais e setenta e sete centavos), com uma redução efetiva, portanto, de R$ 3.487.021,23 (trĂŞs milhĂľes, quatrocentos e oitenta e sete mil, vinte e um reais e vinte e trĂŞs centavos); b)Em razĂŁo da aprovação da redução do capital social mencionada na Deliberação nÂş 1-a) acima, serĂŁo canceladas 3.487.021 (trĂŞs milhĂľes, quatrocentas e oitenta e sete mil e vinte e uma)) açþes ordinĂĄrias, sendo: b.1) 56 (cinqĂźenta e seis) açþes ordinĂĄrias de propriedade do acionista Adilton Boff Cardoso; b.2) 56 (cinqĂźenta e seis) açþes ordinĂĄrias de propriedade do acionista Adalberto Boff Cardoso; e b.3) 3.486.909 (trĂŞs milhĂľes, quatrocentos e oitenta e seis mil, novecentas e nove) açþes ordinĂĄrias de propriedade da acionista Magius Participaçþes Ltda.; DELIBERAĂ‡ĂƒO NÂş 2: a)Tendo em vista aprovação da redução do capital social, conforme Deliberação nÂş 1 acima, ocorrerĂĄ restituição aos acionistas do valor equivalente a redução, que se realizarĂĄ da seguinte forma: a.1) R$ 56,00 (cinqĂźenta e seis reais) ao acionista Adilton Boff Cardoso, mediante o depĂłsito em conta corrente a ser indicada pelo acionista; a.2) R$ 56,00 (cinqĂźenta e seis reais) ao acionista Adalberto Boff Cardoso, mediante depĂłsito em conta corrente a ser indicada pelo acionista; e a.3) R$ 3.486.909,23 (trĂŞs milhĂľes, quatrocentos e oitenta e seis mil, novecentos e nove reais e vinte e trĂŞs centavos) Ă  acionista Magius Participaçþes Ltda.,mediante a transferĂŞncia dos bens abaixo descritos: a.3.1) ImĂłvel: Terreno designado Lote D663, com ĂĄrea total de 801,58 m², perĂ­metro de 113,66 metros lineares, dentro das seguintes medidas e confrontaçþes: Inicia-se a descrição desse perĂ­metro pelo vĂŠrtice 0=PP, situado na esquina das Ruas Alexandre Foggiatto (antiga Rua C) e Tijucas do Sul (antiga Rua I); deste, segue medindo 30,83 metros atĂŠ o vĂŠrtice1, de frente para a Rua Tijucas do Sul; deste, faz deflexĂŁo de 90Âş Ă  esquerda e segue medindo 26,00 metros atĂŠ o vĂŠrtice 2, confrontando com o lote 12; deste, deflete 90Âş Ă  esquerda e segue medindo 30,83 metros atĂŠ o vĂŠrtice 3, confrontando com o lote 15; deste, faz deflexĂŁo de 90Âş Ă  esquerda e segue medindo 26,00 metros atĂŠ o vĂŠrtice 0=PP, defronte Ă  Rua Alexandre Foggiato; ponto inicial da descrição deste perĂ­metro. Lote este situado no lado par da Rua Alexandre Foggiatto, na esquina formada com a Rua Tijucas do Sul. Obs.: ImĂłvel esse oriundo da unificação dos lotes nrs. 13 (treze) e 14 (quatorze) da quadra nÂş 01 (um) da Planta Jardim Curitibano 2ÂŞ parte, situada no lugar denominado ColĂ´nia Afonso Pena, quadro urbano desta Cidade. ImĂłvel este que ĂŠ objeto da matrĂ­cula n.° 63.618 da 1ÂŞ Circunscrição do Registro de ImĂłveis de SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais, Estado do ParanĂĄ. Referido imĂłvel foi adquirido pela sĂłcia Magius MetalĂşrgica Industrial S.A., nos termos do R.2 das matrĂ­culas nrs. 39.128 e 39.129 do livro 2, em 08.06.1988. ImĂłvel este com construção comercial em alvenaria, com a ĂĄrea total de 874,92 m², com 02 pavimentos, sob nÂş 380 da Rua Tijucas do Sul. Indicação Fiscal sob o nÂş 05.049.0025.000.01, averbado sob Av.1 da matricula n.° 63.618 Para efeitos da presente redução ĂŠ atribuĂ­do ao imĂłvel o valor de R$ 1.106.220,00(um milhĂŁo, cento e seis mil, duzentos e vinte reais); a.3.2) ImĂłvel: Terreno designado LOTE D542, com ĂĄrea de 29.260 m², perĂ­metro: 684,80 metros lineares, dentro da seguinte descrição: Inicia-se a descrição desse perĂ­metro pelo vĂŠrtice 0=PP, situado na esquina da rua David Campista com a rua Alexandre Foggiatto (antiga rua C); deste, segue com rumo 15°58"43"SE e distância 164,20 metros atĂŠ o vĂŠrtice 1, defronte a rua David Campista; deste segue com rumo 74°01’17"NE e distancia 178,20 metros atĂŠ o vĂŠrtice 1ÂŞ, confrontando com terras da Companhia de Saneamento do ParanĂĄ – SANEPAR e com Polan Jorge Gayer, deste segue com rumo 15°58’43"NW e distância 164,20 metros atĂŠ o vĂŠrtice 3ÂŞ, confrontando com o lote D543 da mesma subdivisĂŁo; deste segue com rumo 74°01’17"SW e distância 178,20 metros atĂŠ o vĂŠrtice 0=PP, confrontando com a rua Alexandre Foggiatto (antiga rua C); ponto inicial da descrição deste perĂ­metro. Lote este situado no lado par da rua David Campista na esquina formada com a rua Alexandre Foggiatto, perfazendo uma ĂĄrea de 29.260,00 m². Benfeitorias: - PavilhĂŁo nÂş 1 industrial em alvenaria, com a ĂĄrea de 1.058,81 m². Um escritĂłrio com a ĂĄrea de 310,08 m²; PavilhĂŁo nÂş 2 com ĂĄrea de 1.422,56 m².; uma residĂŞncia com a ĂĄrea de 72,90 m²; PavilhĂŁo nÂş 3, com a ĂĄrea de 1.422,56 m²; Um refeitĂłrio com 405,00 m² e uma sala de engenharia com a ĂĄrea de 75,00 m². Todos os projetos perfazendo um ĂĄrea total de 4.766,91 m². Obs.: A rua David Campista possui largura atual de 10,00 metros com Diretriz de Alargamento para 18,00 metros (9,00 metros do eixo), situando-se sobre este lote, a projeção de Futuro Alinhamento Predial. Lote esse oriundo da SubdivisĂŁo do Lote D541 com a ĂĄrea de 49.260,00 m², situado na ColĂ´nia Afonso Pena, quadro urbano desta Cidade. ImĂłvel este que ĂŠ objeto da matrĂ­cula n.° 63.316 da 1ÂŞ Circunscrição do Registro de ImĂłveis de SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais, Estado do ParanĂĄ. Referido imĂłvel foi adquirido pela sociedade Magius MetalĂşrgica Industrial S.A., sob o nÂşs 59.195 fls.219 do livro 3-AE em 13/06/1975; 59.684 fls. 22 do livro 3-AF em 19/09/1975 e matriculado sob os nÂşs 48.789 em 07/07/1995 e 63.315 em 14/12/2006 ambas do livro 2. Para efeitos da presente redução ĂŠ atribuĂ­do ao imĂłvel o valor de R$ 49.104,20 (quarenta e nove mil, cento e quatro reais e vinte centavos); a.3.3) Edificaçþes diversas e benfeitorias realizadas no imĂłvel da sede da Companhia, cujo valor atribuĂ­do para efeitos da presente redução ĂŠ de R$ 2.005.543,29 (dois milhĂľes, cinco mil, quinhentos e quarenta e trĂŞs reais e vinte e nove centavos); e a.3.4) Unidade-padrĂŁo – UP representativas dos crĂŠditos escriturais detidos pela Companhia da Centrais ElĂŠtricas Brasileiras S.A. – Eletrobras, cujo valor atribuĂ­do para a presente redução ĂŠ de R$ 326.041,74 (trezentos e vinte e seis mil, quarenta e um reais e setenta e quatro centavos); b)Em razĂŁo das deliberaçþes acima tomadas, o Artigo 5° do Estatuto Social, passa a vigorar com a seguinte redação: “ARTIGO QUINTO – DO CAPITAL SOCIAL O capital social da Sociedade ĂŠ de R$ 27.832.980,77 (vinte e sete milhĂľes, oitocentos e trinta e dois mil, novecentos e oitenta reais e setenta e sete centavos), representado por 27.832.981 (vinte e sete milhĂľes, oitocentos e trinta e dois mil,novecentas e oitenta e uma) açþes ordinĂĄrias, nominativas e sem valor nominal.â€? Diante da redução de capital social ora aprovada serĂĄ providenciada a publicação do ato, conforme dispĂľe o 174 da Lei 6.404/76. ApĂłs respeitado o prazo legal tal deliberação serĂĄ refletida no Estatuto Social. DELIBERAĂ‡ĂƒO NÂş 3: Os acionistas resolveram autorizar a administração da Companhia a praticar todos e quaisquer atos necessĂĄrios para a realização das transferĂŞncias dos bens mencionados na Deliberação NÂş 2 – a) acima. ENCERRAMENTO: Nada mais havendo, foi dada a palavra a quem dela quiser fazer uso; como ninguĂŠm se manifestou, foram encerrados os trabalhos para a lavratura da presente ata que, apĂłs lida, foi aprovada por todos os acionistas presentes. SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais, 09 de novembro de 2011. ASSINATURAS: Mesa: ADILTON BOFF CARDOSO – Presidente, ADALBERTO BOFF CARDOSO – SecretĂĄrio; Diretores: ADILTON BOFF CARDOSO, e ADALBERTO BOFF CARDOSO; Acionistas: ADILTON BOFF CARDOSO, ADALBERTO BOFF CARDOSO, e MAGIUS PARTICIPAÇÕES LTDA.

ELECTROLUX DO BRASIL S.A. CNPJ/MF N° 76.487.032/0001-25 NIRE 4130004964-5 ATA DA 101ÂŞ ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINĂ RIA LAVRADA EM FORMA DE SUMĂ RIO Data: 20 de outubro de 2011. Hora: 10:00 horas. Local: Sede social da Companhia, na Rua Ministro Gabriel Passos, 360, na Cidade de Curitiba, Estado do ParanĂĄ. Convocação: Dispensadas as formalidades de convocação, nos termos do § 4Âş do art. 124 da Lei 6.404/76, diante da presença da totalidade dos acionistas. Presenças: A totalidade dos acionistas, conforme assinaturas constantes do Livro de Presença de Acionistas. Mesa: Ruy Roberto Hirschheimer, Presidente, procurador da totalidade dos acionistas, e Adriano Rudek de Moura, SecretĂĄrio. Ordem do Dia: 1) deliberar quanto Ă  possibilidade de que os mandatĂĄrios “ad-negotiaâ€? e “ad-juditiaâ€? sejam constituĂ­dos por instrumento de procuração, pĂşblico ou particular, assinado conjuntamente por quaisquer dois membros da Diretoria da Companhia, com a conseqĂźente alteração do artigo 20 do Estatuto Social. Deliberaçþes: ApĂłs analisar e discutir a matĂŠria constante na ordem do dia, os acionistas da Companhia aprovaram, por XQDQLPLGDGHGHYRWRVDPRGLÂżFDomRGRDUWLJRGR(VWDWXWR6RFLDOSDUDSHUPLWLUTXHRVPDQGDWiULRVÂłDGQHJRWLD´HÂłDG juditiaâ€? sejam constituĂ­dos por instrumento de procuração, pĂşblico ou particular, assinado conjuntamente por quaisquer dois membros da Diretoria da Companhia. O artigo 20 do Estatuto Social passa a ter a seguinte redação: “Artigo 20 - Os membros da Diretoria terĂŁo amplos poderes de gestĂŁo dos negĂłcios sociais para a prĂĄtica de todos os atos e realização de todas as operaçþes que se relacionem com o objeto da Companhia, observadas as disposiçþes do artigo 16 supra, podendo contrair emprĂŠstimos, adquirir, alienar e de qualquer forma constituir Ă´nus reais sobre bens da Companhia. ParĂĄgrafo Primeiro - Os membros da Diretoria terĂŁo representação ativa e passiva da Sociedade, competindo-lhes executar e fazer executar, dentro das respectivas atribuiçþes, as deliberaçþes da AssemblĂŠia Geral e do Conselho de Administração. ParĂĄgrafo Segundo – A UHSUHVHQWDomRGD&RPSDQKLDHP-Xt]RSDUDUHFHEHUFLWDomRRXQRWLÂżFDomRSUHVWDUGHSRLPHQWRSHVVRDORXDWRVDQiORJRVFDEHUi DTXDOTXHUPHPEURGDGLUHWRULDRXDLQGDHDOWHUQDWLYDPHQWHD XP SURFXUDGRUFRPSRGHUHVHVSHFLDLVSDUDWDOÂżQDOLGDde. ParĂĄgrafo Terceiro - A Companhia somente poderĂĄ assumir obrigaçþes mediante a assinatura conjunta: a) - de 02 (dois) membros da Diretoria; b) - de 01 (um) membro da Diretoria e 01 (um) procurador com poderes especiais, ou, ainda; c) - de 01 (um) procurador com poderes especiais, obrigando-se, neste Ăşltimo caso, o outorgado a prestar contas dos atos praticados no prazo determinado no instrumento de procuração respectivo. ParĂĄgrafo Quarto - Nas AssemblĂŠias Gerais de Sociedade em que a Companhia seja detentora de participação societĂĄria, ou de alguma forma tenha efetivo poder de voto, a representação da Companhia serĂĄ feita pelo membro da Diretoria indicado pelo Conselho de Administração, ou, ainda, por procurador com poderes especiais, obedecidas as demais disposiçþes estatutĂĄrias. ParĂĄgrafo Quinto - Os mandatĂĄrios “ad-negotiaâ€? da Companhia serĂŁo sempre constituĂ­dos por instrumento de procuração, pĂşblico ou particular, com prazo nĂŁo superior a 01 (um) ano, devendo a representação da Sociedade fazer-se mediante a assinatura conjunta de quaisquer 2 (dois) membros da Diretoria da &RPSDQKLDQDTXDOVHUmRHVSHFLÂżFDGRVRVSRGHUHVRXWRUJDGRVDWHQGLGRVRVSUHFHLWRVFRQWLGRVQRDUWLJRGHVWH(VWDWXWR Social, podendo tais mandatĂĄrios exercer seus poderes individualmente ou em conjunto, conforme os termos do respectivo insWUXPHQWRGHSURFXUDomR3DUiJUDIR6H[WRÂą2VPDQGDWiULRVÂłDGMXGLWLD´GD&RPSDQKLDVHUmRVHPSUHSURÂżVVLRQDLVKDELOLWDGRV para o foro em geral, constituĂ­dos por instrumento de procuração, pĂşblico ou particular, devendo a representação da Sociedade ID]HUVHPHGLDQWHDDVVLQDWXUDFRQMXQWDGHTXDLVTXHU GRLV PHPEURVGD'LUHWRULDGD&RPSDQKLDQDTXDOVHUmRHVSHFLÂżFDGRV RVSRGHUHVRXWRUJDGRVDWHQGLGRVRVSUHFHLWRVFRQWLGRVQRDUWLJRGHVWH(VWDWXWR6RFLDOSRGHQGRWDLVPDQGDWiULRVH[HUFHU seus poderes individualmente ou em conjunto, conforme os termos do respectivo instrumento de procuração, e podendo tal procuração ser outorgada por prazo indeterminado.â€? Com a alteração promovida pela deliberação havida na presente AssemblĂŠia Geral ExtraordinĂĄria, o Estatuto Social da Companhia passarĂĄ a vigorar com a seguinte nova redação: (/(&752/8;'2%5$6,/6$&13-0)(67$787262&,$/&$3Ă‹78/2,'(120,1$Ă‡ĂƒO, SEDE, OBJETO E PRAZO - Artigo 1° - A ELECTROLUX DO BRASIL S.A. ĂŠ sociedade anĂ´nima que se rege pelo presente Estatuto e pelas disposiçþes legais aplicĂĄveis. Artigo 2° - A Companhia tem por objeto explorar a fabricação, a exportação, a importação, a industrialização e a comercialização de aparelhos, mĂĄquinas, motores, componentes e correlatos para refrigeração e aquecimento, de fogĂľes e fornos a gĂĄs e de aparelhos eletrodomĂŠsticos e industriais em geral, suas partes, peças e componentes, tais como refrigeradores, lavadoras de roupas, condicionadores de ar, eletroportĂĄteis, aspiradores de pĂł, enceUDGHLUDVPiTXLQDVGHODYDUHMHWRUDVGHDOWDSUHVVmRSDUDOLPSH]DGHLQVWDODo}HVLQGXVWULDLVSHoDVSDUWHVHSURGXWRVDÂżQV artefatos de plĂĄstico e de metal, materiais e artigos elĂŠtricos, estamparia, fundição e mecânica; suas partes, peças, componentes HDFHVVyULRVSURGXWRVFODVVLÂżFDGRVSHOR0LQLVWpULRGD6D~GHFRPRVDQHDQWHVRXFRVPpWLFRVTXHVHMDPGLUHWDRXLQGLUHWDPHQte aplicados ou relacionados aos produtos supra referidos, bem como a importação e a exportação, a prestação de serviços de reparação, manutenção e montagem de tais produtos. ParĂĄgrafo Ăšnico - A Sociedade poderĂĄ participar de outras sociedades. Artigo 3° - A Companhia tem sede e foro em Curitiba, Estado do ParanĂĄ, na Rua Ministro Gabriel Passos, nÂş 360, podendo, SRUGHOLEHUDomRGR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRFULDURXHQFHUUDUÂżOLDLVVXFXUVDLVHVFULWyULRVDJrQFLDVRXGHSyVLWRVQRSDtV RXQRH[WHULRU$UWLJRƒ2SUD]RGHGXUDomRGD&RPSDQKLDpLQGHWHUPLQDGR&$3Ă‹78/2,,Âą&$3,7$/62&,$/($dÂŽ(6 Âą$UWLJRž2FDSLWDOVRFLDOGD&RPSDQKLDpGH55 WUH]HQWRVHRLWHQWDPLOK}HVRLWRFHQWRVHTXDUHQWDH VHWHPLOFHQWRHYLQWHHRLWRUHDLVHVHVVHQWDHQRYHFHQWDYRVGLYLGLGRHP GX]HQWRVHTXDWURELOK}HVFHQWR HVHVVHQWDPLOK}HVTXDWURFHQWDVHGXDVPLOQRYHFHQWDVHVHVVHQWDHRLWR Do}HVRUGLQiULDVH TXDWURFHQWRVH oito bilhĂľes, quinze milhĂľes, oitocentas e noventa e duas mil e noventa e cinco) açþes preferenciais, todas nominativas e sem valor nominal. ParĂĄgrafo Ăšnico – A Companhia poderĂĄ, mediante autorização do Conselho de Administração, adquirir açþes GHVXDSUySULDHPLVVmRPDQWrODVHP7HVRXUDULDFDQFHOiODVRXDOLHQiODVDWHQGLGDVDVGLVSRVLo}HVOHJDLVYLJHQWHVjRSRUWXnidade do evento caracterizador. Artigo 6Âş - As açþes preferenciais nĂŁo terĂŁo direito a voto nas deliberaçþes da AssemblĂŠia *HUDOFRQVLVWLQGRDVSUHIHUrQFLDVRXYDQWDJHQVHP L SULRULGDGHQRUHHPEROVRGRFDSLWDOVHPSUrPLRH LL GLUHLWRDRUHFHbimento, por ação preferencial, de dividendo 10% (dez por cento) maior do que o dividendo atribuĂ­do a cada ação ordinĂĄria. ParĂĄgrafo Primeiro – Ă€s açþes preferenciais serĂĄ assegurado o direito Ă  percepção, em igualdade de condiçþes com as açþes ordinĂĄrias, de dividendos mĂ­nimos nĂŁo cumulativos, de 30% (trinta por cento), calculados sobre o lucro lĂ­quido ajustado nos termos do Artigo 202 da Lei n.Âş 6.404/76. ParĂĄgrafo Segundo – As açþes preferenciais adquirirĂŁo o direito de voto se a ComSDQKLDGXUDQWH WUrV H[HUFtFLRVFRQVHFXWLYRVGHL[DUGHSDJDURVGLYLGHQGRVPtQLPRVDVVHJXUDGRVQRVWHUPRVGRSDUiJUDIR supra. Artigo 7Âş - A Companhia estĂĄ autorizada a aumentar o Capital Social, independentemente de reforma estatutĂĄria, atĂŠ o OLPLWHGH5 VHWHFHQWRVHVHVVHQWDHFLQFRPLOK}HVRLWRFHQWRVHVHWHQWDHQRYHPLOUHDLV PHGLDQWHHPLVVmR de açþes ou capitalização de lucros e reservas. ParĂĄgrafo Primeiro – Os aumentos de capital a serem realizados, dentro do liPLWHGRFDSLWDODXWRUL]DGRVHUmRGHOLEHUDGRVSHOR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRTXHÂż[DUiDVFRQGLo}HVGHVXEVFULomRHLQWHgralização respectivas. ParĂĄgrafo Segundo – A Companhia poderĂĄ, nos aumentos de capital, emitir açþes ordinĂĄrias ou preferenciais, ou somente de um tipo, sem guardar proporção entre as açþes de cada espĂŠcie ou classe, observados os limites e FRQGLo}HVFRQVWDQWHVGD/HL$UWLJRž1RVFDVRVGHDXPHQWRGHFDSLWDOSRUVXEVFULomRRVDFLRQLVWDVH[HUFHUmRVHXGLUHLWRGH SUHIHUrQFLDQRSUD]RGH WULQWD GLDVFRQWDGRVGDSXEOLFDomRGRÂł$YLVRDRV$FLRQLVWDV´FRQVXEVWDQFLDQGRDVGHOLEHUDo}HV UHVSHFWLYDV3DUiJUDIRĂ’QLFRÂą(PTXDLVTXHUHPLVV}HVGHDo}HVGHErQWXUHVRXSDUWHVEHQHÂżFLiULDVFRQYHUVtYHLVHPDo}HVH E{QXVGHVXEVFULomRFXMDFRORFDomRVHMDIHLWDQRVWHUPRVGRDUWLJRGD/HLQžRGLUHLWRGHSUHIHUrQFLDGRVDQWLJRV DFLRQLVWDVSRGHUiVHUH[FOXtGRSRUGHOLEHUDomRGRyUJmRFRPSHWHQWHSDUDDUHVSHFWLYDHPLVVmR&$3Ă‹78/2,,,$66(0%/e,$*(5$/$UWLJRƒ$$VVHPEOpLD*HUDOUHXQLUVHiRUGLQDULDPHQWHGHQWURGRV TXDWUR SULPHLURVPHVHVVHJXLQtes ao tĂŠrmino do exercĂ­cio social, e, extraordinariamente, sempre que convocada, com observância dos preceitos legais: I 3HOR3UHVLGHQWHRXSHOR9LFH3UHVLGHQWHGR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomR,,3RU WUrV RXPDLVPHPEURVGR&RQVHOKRGH Administração que tenham pedido ao Presidente do Conselho a convocação da AssemblĂŠia, se este nĂŁo promover a publicação do Aviso de Convocação dentro de 30 (trinta) dias da data do recebimento do pedido; III - Pelo Conselho Fiscal ou pelos acionistas nos casos previstos em lei. Artigo 10 - A AssemblĂŠia Geral serĂĄ instalada e presidida pelo Presidente do Conselho GH$GPLQLVWUDomRTXHFRQYLGDUiXPGRVSUHVHQWHVSDUDVHFUHWDULDURVWUDEDOKRV3DUiJUDIR3ULPHLUR1DDXVrQFLDGR3UHVLdente do Conselho, a AssemblĂŠia Geral serĂĄ instalada por qualquer um dos administradores, cabendo aos acionistas presentes eleger o Presidente da AssemblĂŠia. ParĂĄgrafo Segundo – Por ocasiĂŁo da instalação de eventos assembleares da Companhia, serĂĄ adotada a posição acionĂĄria derivada da efetiva quantidade de açþes de cada acionista existente na data da primeira publicação do edital de convocação pertinente ao evento assemblear, sem prejuĂ­zo da aplicabilidade das disposiçþes prescritas no SDUiJUDIRTXDUWRGRDUWLJRGD/HLQž&$3Ă‹78/2,9$'0,1,675$d­2'$&203$1+,$$UWLJR$ administração da Companhia competirĂĄ ao Conselho de Administração e Ă  Diretoria. Artigo 12 - O prazo de gestĂŁo dos memEURVGR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRHGD'LUHWRULDpGH WUrV DQRVDGPLWLGDDUHHOHLomR3DUiJUDIR3ULPHLUR2SUD]RGH gestĂŁo estender-se-ĂĄ atĂŠ a investidura dos novos administradores eleitos. ParĂĄgrafo Segundo - Os membros do Conselho de Administração e da Diretoria sĂŁo dispensados de prestação de garantia de gestĂŁo. - SEĂ‡ĂƒO I - CONSELHO DE ADMINIS75$d­2$UWLJR2&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRVHUiFRPSRVWRGHQRPtQLPR WUrV HQRPi[LPR VHWH PHPEURV sendo um Presidente e um Vice-Presidente, acionistas, pessoas naturais, residentes no PaĂ­s ou no Exterior, eleitos pela AssemblĂŠia Geral, sendo facultada a nomeação de atĂŠ no mĂĄximo 7 (sete) suplentes. Artigo 14 - No caso de impedimentos temporĂĄ-

ULRVRXDXVrQFLDVGH&RQVHOKHLURVR3UHVLGHQWHGR&RQVHOKRLQGLFDUiRVVXSOHQWHVTXHDVVXPLUmRDVYDJDVGRVUHVSHFWLYRV titulares, e no caso de vacância do cargo, os demais Conselheiros indicarĂŁo, dentre os Suplentes, o substituto que assumirĂĄ a YDJDDWpDUHDOL]DomRGD$VVHPEOpLD*HUDOTXHHOHJHURQRYR&RQVHOKHLUR$UWLJR2&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRUHXQLU VHiSRUFRQYRFDomRGR3UHVLGHQWHRXGR9LFH3UHVLGHQWHRXDSHGLGRGH WUrV GRVVHXVPHPEURV3DUiJUDIR3ULPHLUR6H R3UHVLGHQWHGHQWURGH WULQWD GLDVGRUHFHELPHQWRGRSHGLGRGHFRQYRFDomRQmRH[SHGLURUHVSHFWLYRDYLVR WUrV RX mais membros do Conselho de Administração que tiverem pedido a reuniĂŁo poderĂŁo enviar os avisos de convocação. ParĂĄgrafo Segundo - Os avisos de convocação indicarĂŁo a ordem do dia e deverĂŁo ser entregues aos membros do Conselho de $GPLQLVWUDomRFRPQRPtQLPRGH FLQFR GLDVGHDQWHFHGrQFLDPHGLDQWHFDUWDSURWRFRODGDWHOHID[RXWHOH[6HUiGLVSHQsado este interregno quando a reuniĂŁo contar com a presença, ou representação, da totalidade dos membros titulares do Colegiado, ou quando os ausentes concordarem, por escrito, com a reuniĂŁo. ParĂĄgrafo Terceiro - A reuniĂŁo do Conselho de $GPLQLVWUDomRVRPHQWHSRGHUiLQVWDODUVHFRPDSUHVHQoDQRPtQLPRGH WUrV GHVHXVPHPEURVRXUHVSHFWLYRV6XSOHQWHV e as deliberaçþes serĂŁo tomadas por maioria absoluta de votos. ParĂĄgrafo Quarto - O Conselho de Administração reunir-se-ĂĄ, no mĂ­nimo, 04 (quatro) vezes ao ano. ParĂĄgrafo Quinto - Das reuniĂľes do Conselho de Administração serĂŁo lavradas atas no livro prĂłprio, assinadas pelos presentes. Artigo 16 - Compete ao Conselho de Administração: I - Fixar a orientação geral dos QHJyFLRVGD&RPSDQKLD,,(OHJHUHGHVWLWXLURVPHPEURVGD'LUHWRULDGD&RPSDQKLDHÂż[DUOKHVDVDWULEXLo}HV,,,$SURvar: a) - os orçamentos anuais de capital e operacionais; b) - a distribuição de dividendos intermediĂĄrios. IV - Autorizar a 'LUHWRULDDD DGTXLULUDOLHQDURXRQHUDUEHQVLPyYHLVHPYDORUHVH[FHGHQWHVj5 XPPLOKmRGHUHDLV E  DOLHQDUEHQVRXGLUHLWRVGRDWLYRSHUPDQHQWHGD&RPSDQKLDFXMRYDORUXQLWiULRH[FHGDj5 XPPLOKmRGH reais), e c) - a constituir Ă´nus reais sobre tĂ­tulos, valores mobiliĂĄrios e participaçþes societĂĄrias do ativo permanente da &RPSDQKLDHPYDORUHVH[FHGHQWHVj5 XPPLOKmRGHUHDLV 9$SURYDUDSDUWLFLSDomRGD&RPSDQKLDHP outras sociedades, bem como a escolha dos administradores a serem eleitos com voto da Companhia; VI - Deliberar sobre a HPLVVmRGHDo}HVGHQWURGROLPLWHGRFDSLWDODXWRUL]DGREHPFRPRÂż[DUTXHUHQGRSUD]RSDUDRH[HUFtFLRGRGLUHLWRGH SUHIHUrQFLDGRVDFLRQLVWDVSDUDVXEVFULomRGHDo}HVGHFRUUHQWHVGRDXPHQWRGRFDSLWDO9,, 'HOLEHUDUVREUHDV FRQGLo}HVGHHPLVVmRGH'HErQWXUHVGHTXHWUDWDPRVLQFLVRV9,D9,,,GRDUWLJRGD/HLQžSRUGHOHJDomRGD AssemblĂŠia Geral da Companhia; VIII - Deliberar sobre a emissĂŁo de Notas PromissĂłrias de distribuição pĂşblica. ParĂĄgrafo Ăšnico - Anualmente, por ocasiĂŁo da reuniĂŁo do Conselho de Administração que deliberar sobre a anĂĄlise das demonstraçþes ÂżQDQFHLUDVGRH[HUFtFLRÂżQDQFHLURUHODWLYRDRSHUtRGRDQXDOLPHGLDWDPHQWHYHQFLGRFDEHUiDRUHIHULGR&ROHJLDGRÂż[DUR Ă­ndice de efetiva atualização/variação monetĂĄria dos valores prescritos nas letras “aâ€?, “bâ€? e “câ€? do inciso IV deste artigo. 6(d­2,,',5(725,$$UWLJR$'LUHWRULDGD&RPSDQKLDVHUiFRPSRVWDGHQRPtQLPR WUrV PHPEURVHQRPi[Lmo 10 (dez) membros, sendo um Presidente e os demais Vice – Presidentes sem designação especial, acionistas ou nĂŁo, residentes no PaĂ­s, cabendo ao Conselho de Administração determinar as ĂĄreas de atuação de cada Diretor. ParĂĄgrafo Ăšnico - Os 'LUHWRUHVGD&RPSDQKLDVHUmRHOHLWRVSHOR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRQRVWHUPRVGDFRPSHWrQFLDHVWDWXWiULDHOHJDODWULEXĂ­da ao Colegiado, mediante a aplicação das seguintes condiçþes: a) - nos casos de eleição de todos os membros da Diretoria SDUDYLJrQFLDQRSHUtRGRGHGXUDomRGRPDQGDWRHVWDWXWiULRDHOHLomRGHYHUiVHUSURFHGLGDQRSUD]RPi[LPRGH GH] GLDV contados da data de realização da AssemblĂŠia Geral que eleger os membros do Conselho de Administração; e, b) - nos casos de substituição de membro da Diretoria decorrente de vacância, ou de criação de novo cargo, e havendo deliberação colegial determinando o respectivo provimento de cargo, a eleição deverĂĄ ser procedida pelo Conselho de Administração na forma HPTXHSUHVFULWDQRDUWLJRGHVWH(VWDWXWR6RFLDO$UWLJR1RVVHXVLPSHGLPHQWRVWHPSRUiULRVRXIDOWDVDVVXEVWLWXLo}HV de membros da Diretoria da Companhia deverĂŁo atender Ă s seguintes condiçþes: I - O Presidente serĂĄ substituĂ­do pelo Diretor indicado pelo Conselho de Administração; e II - Os Vice – Presidentes sem designação especial serĂŁo substituĂ­dos pelo 3UHVLGHQWH$UWLJR(PFDVRGHYDFkQFLDGHFDUJRQD'LUHWRULDR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRVHUiFRQYRFDGRQRV (dez) dias seguintes, para deliberar a continuidade da vacância ou prover o cargo vago. Neste Ăşltimo caso, o substituto eleito exercerĂĄ o cargo pelo prazo remanescente do mandato do substituĂ­do. ParĂĄgrafo Ăšnico - AtĂŠ o preenchimento pelo Conselho de Administração do cargo vago na Diretoria, observar-se-ĂĄ o disposto no artigo anterior. Artigo 20 - Os membros da Diretoria terĂŁo amplos poderes de gestĂŁo dos negĂłcios sociais para a prĂĄtica de todos os atos e realização de todas as operaçþes que se relacionem com o objeto da Companhia, observadas as disposiçþes do artigo 16 supra, podendo contrair emprĂŠstimos, adquirir, alienar e de qualquer forma constituir Ă´nus reais sobre bens da Companhia. ParĂĄgrafo Primeiro - Os membros da Diretoria terĂŁo representação ativa e passiva da Sociedade, competindo-lhes executar e fazer executar, dentro das respectivas atribuiçþes, as deliberaçþes da AssemblĂŠia Geral e do Conselho de Administração. ParĂĄgrafo Segundo – A representação da &RPSDQKLDHP-Xt]RSDUDUHFHEHUFLWDomRRXQRWLÂżFDomRSUHVWDUGHSRLPHQWRSHVVRDORXDWRVDQiORJRVFDEHUiDTXDOTXHU PHPEURGDGLUHWRULDRXDLQGDHDOWHUQDWLYDPHQWHD XP SURFXUDGRUFRPSRGHUHVHVSHFLDLVSDUDWDOÂżQDOLGDGH3DUigrafo Terceiro - A Companhia somente poderĂĄ assumir obrigaçþes mediante a assinatura conjunta: a) - de 02 (dois) membros da Diretoria; b) - de 01 (um) membro da Diretoria e 01 (um) procurador com poderes especiais, ou, ainda; c) - de 01 (um) procurador com poderes especiais, obrigando-se, neste Ăşltimo caso, o outorgado a prestar contas dos atos praticados no prazo determinado no instrumento de procuração respectivo. ParĂĄgrafo Quarto - Nas AssemblĂŠias Gerais de Sociedade em que a Companhia seja detentora de participação societĂĄria, ou de alguma forma tenha efetivo poder de voto, a representação da Companhia serĂĄ feita pelo membro da Diretoria indicado pelo Conselho de Administração, ou, ainda, por procurador com poderes especiais, obedecidas as demais disposiçþes estatutĂĄrias. ParĂĄgrafo Quinto - Os mandatĂĄrios “ad-negotiaâ€? da Companhia serĂŁo sempre constituĂ­dos por instrumento de procuração, pĂşblico ou particular, com prazo nĂŁo superior a 01 (um) ano, devendo a representação da Sociedade fazer-se mediante a assinatura conjunta de quaisquer 2 (dois) membros da DireWRULDGD&RPSDQKLDQDTXDOVHUmRHVSHFLÂżFDGRVRVSRGHUHVRXWRUJDGRVDWHQGLGRVRVSUHFHLWRVFRQWLGRVQRDUWLJRGHVWH Estatuto Social, podendo tais mandatĂĄrios exercer seus poderes individualmente ou em conjunto, conforme os termos do UHVSHFWLYRLQVWUXPHQWRGHSURFXUDomR3DUiJUDIR6H[WRÂą2VPDQGDWiULRVÂłDGMXGLWLD´GD&RPSDQKLDVHUmRVHPSUHSURÂżVVLRnais habilitados para o foro em geral, constituĂ­dos por instrumento de procuração, pĂşblico ou particular, devendo a representação da Sociedade fazer-se mediante a assinatura conjunta de quaisquer 2 (dois) membros da Diretoria da Companhia, na TXDOVHUmRHVSHFLÂżFDGRVRVSRGHUHVRXWRUJDGRVDWHQGLGRVRVSUHFHLWRVFRQWLGRVQRDUWLJRGHVWH(VWDWXWR6RFLDOSRGHQGR tais mandatĂĄrios exercer seus poderes individualmente ou em conjunto, conforme os termos do respectivo instrumento de SURFXUDomR H SRGHQGR WDO SURFXUDomR VHU RXWRUJDGD SRU SUD]R LQGHWHUPLQDGR  &$3Ă‹78/29  &216(/+2 ),6&$/ $UWLJR$&RPSDQKLDWHUiXP&RQVHOKR)LVFDOFRPDVDWULEXLo}HVGHOHLFRPSRVWRGH WUrV D FLQFR PHPEURV efetivos e de igual nĂşmero de suplentes. ParĂĄgrafo Ăšnico - O Conselho Fiscal nĂŁo funcionarĂĄ permanentemente e somente VHUiLQVWDODGRDSHGLGRGHDFLRQLVWDVQRVWHUPRVGDOHL&$3Ă‹78/29,(;(5&Ă‹&,262&,$/'(021675$dÂŽ(6 FINANCEIRAS E DESTINAĂ‡ĂƒO DO LUCRO - Artigo 22 - O exercĂ­cio social terminarĂĄ a 31 de dezembro de cada ano. $UWLJR$RÂżPGHFDGDH[HUFtFLRVRFLDOD'LUHWRULDIDUiHODERUDUDVGHPRQVWUDo}HVÂżQDQFHLUDVGRH[HUFtFLRHDVVXEPHWHrĂĄ Ă  AssemblĂŠia Geral OrdinĂĄria, juntamente com a proposta de destinação de lucro do exercĂ­cio. ParĂĄgrafo Ăšnico - O lucro GRH[HUFtFLRWHUiREULJDWRULDPHQWHDVHJXLQWHGHVWLQDomRD  FLQFRSRUFHQWR SDUDDIRUPDomRGRIXQGRGHUHVHUYDOHJDO atĂŠ atingir 20% (vinte por cento) do Capital Social integralizado; b) - pagamento de dividendo obrigatĂłrio; c) - o saldo terĂĄ a destinação que lhe der a AssemblĂŠia Geral. Artigo 24 - A Companhia distribuirĂĄ como dividendo das açþes, em cada exercĂ­cio social, 30% (trinta por cento) do lucro lĂ­quido do exercĂ­cio, ajustado nos termos do artigo 202 da Lei n° 6.404/76. Artigo $$VVHPEOpLD*HUDOSRGHUiDWULEXLUDR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRHj'LUHWRULDSDUWLFLSDomRQRVOXFURVGHVGHTXHRVHX total nĂŁo ultrapasse a remuneração anual dos administradores nem 1/10 (um dĂŠcimo) dos lucros lĂ­quidos, prevalecendo o limite que for menor. ParĂĄgrafo Ăšnico - A participação dos administradores somente poderĂĄ ser atribuĂ­da no exercĂ­cio social em relação ao qual for pago aos acionistas o dividendo obrigatĂłrio de que trata o Artigo 24 deste Estatuto. Artigo 26 - O Conselho de Administração, em reuniĂŁo especial, deliberarĂĄ sobre a forma de distribuição, aos administradores, de participação nos lucros a eles atribuĂ­da pela AssemblĂŠia Geral. Artigo 27 - A Companhia poderĂĄ levantar balanços intermediĂĄrios para TXDLVTXHUSHUtRGRV&$3Ă‹78/29,,/,48,'$d­2$UWLJR$&RPSDQKLDHQWUDUiHPOLTXLGDomRQRVFDVRVSUHYLVWRV HPOHLRXSRUGHOLEHUDomRGD$VVHPEOpLD*HUDOFRPSHWLQGRDR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRQRPHDUROLTXLGDQWHHÂż[DUDVXD remuneração. ParĂĄgrafo Ăšnico - O Conselho de Administração funcionarĂĄ durante o perĂ­odo de liquidação da Companhia. Encerramento, Lavratura, Aprovação e Assinatura da Ata: Nada mais havendo a tratar, foi dada a palavra aos presentes e na falta de manifestação, foi encerrada a sessĂŁo, da qual lavrou-se a presente ata que, apĂłs lida e achada conforme, foi assinada por todos os presentes. Curitiba, 20 de outubro de 2011. Assinaturas: Acionistas: Electrolux Canada Corp (p.p.), Keith Richard McLoughlin - Presidente do Conselho de Administração (p.p), Ruy Roberto Hirschheimer (Vice-Presidente do Conselho de Administração e Presidente da Mesa, e Karl Henrik BergstrĂśm, Conselheiro (p.p.). &HUWLÂżFRTXHDSUHVHQWHpFySLDÂżHOGDRULJLQDOODYUDGDQR/LYURGH$WDVGH$VVHPEOpLDV*HUDLV Curitiba, 20 de outubro de 2011.

_____________________________ Adriano Rudek de Moura SecretĂĄrio 5HJLVWUDGRQD-XFHSDU6RERQ~PHURHP

Considerados como uma das duplas de maior qualidade tĂŠcnica do grid, SĂŠrgio Jimenez e Paulo “Boniâ€? Bonifacio certamente deram seu recado no Ăşltimo final de semana (13 e 14/11), quando conquistaram as duas vitĂłrias colocadas em jogo no circuito gaĂşcho do Velopark. O duo estreava o modelo Mercedes SLS AMG e, apesar de ainda estarem conhecendo o equipamento, faturaram o primeiro lugar nas duas provas, mostrando neste final de temporada que em 2012 devem ser considerado como uma das parcerias a ser observada por quem for disputar o tĂ­tulo. “Nosso carro ĂŠ o mais pesado da categoria e tambĂŠm usa o restritor de ar (para o motor) de menor diâmetro, o que ĂŠ feito justamente para reduzir a potĂŞnciaâ€?, observou Sergio Jimenez. “Mesmo assim, o Mercedes provou ser um carro muito bom, com grande potencial para 2012. E devo dizer que eu e o Boni estamos muito bem sintonizados no que diz respeito Ă  nossa parceria. Ele certamente ĂŠ veloz, tĂŠcnico e sabe muito bem o que fazer ao volante de um carro de corridas. Certamente, o trabalho da nossa equipe, a A. Mattheis, tambĂŠm ajudou a fazer a diferença a nosso favor. Estou muito feliz por poder contar com um conjunto forte assim para a rodada dupla final, em Interlagosâ€?, disse Jimenez, referindo-se Ă  Ăşltima rodada dupla do ano, a ser disputada nos dias 17 e 18 de dezembro. Para Paulo Bonifacio, a vitĂłria nas duas provas logo na estreia foi uma surpresa relativa: “De um lado, como o carro era totalmente novo e sem desenvolvimento, jamais poderĂ­amos esperar um resultado tĂŁo forte assimâ€?, explica o piloto. “Realmente era uma incĂłgnita, atĂŠ pelo pouco conhecimento que tĂ­nhamos sobre o comportamento do carro. Mas confiĂĄvamos na nossa aposta e no trabalho que todos fizeram, dos pilotos Ă  equipe, dentro e fora da pista. Esse foi um ponto muito forte a nosso favorâ€?, destacou. As vitĂłrias - Jimenez largou em segundo na primeira corrida e assumiu a ponta logo nos metros iniciais, superando o pole Xandinho NegrĂŁo (Lamborghini Gallardo LP600). ApĂłs a troca de pilotos, Boni assumiu o volante e manteve um ritmo forte que garantiu a primeira vitĂłria da dupla com o novo carro. Na segunda prova do fim de semana foi Boni quem largou para, novamente, imprimir um forte ritmo. A boa pilotagem possibilitou a Jimenez completar a prova disputando a liderança. Com o abandono do Ford GT de Matheus Stumpf e Valdeno Brito, Sergio assumiu a ponta, passando a duelar com o Lamborghini de Xandinho eles cruzaram a linha de chegada separados por apenas 0s5. “Foram duas vitĂłrias muito batalhadas pela genteâ€?, conta Boni. “Na primeira prova, o SĂŠrgio me entregou o carro a menos de um segundo do Xandy e, na segunda, ele cruzou a linha de chegada a meio segundo do segundo colocado. Isso mostra que nĂŁo foi nada fĂĄcil. Cada membro da equipe teve mesmo que mostrar serviço, e a vitĂłria veio nos detalhes da nossa preparação e estratĂŠgiaâ€?, observa. “Foram duas corridas onde tudo deu certo para a genteâ€?, diz Jimenez. “NĂłs soubemos conviver com o comportamento do novo carro e tambĂŠm tivemos o mĂŠrito de saber administrar as ultrapassagens e os retardatĂĄrios. Acima de tudo, fomos competitivos e eficientes durante todo o fim de semana, o que motivou nossa equipe toda nas duas provas. Sei que cada corrida ĂŠ uma histĂłria diferente, mas certamente todos no time estĂŁo com uma excelente expectativa para a rodada dupla final, em Interlagosâ€?, completou Jimenez. “Acho que em Interlagos vamos estar bem novamente. Claro, repetir as duas vitĂłrias ĂŠ muita coisa, mas estamos bem confiantes no nosso potencialâ€?, concorda Boni. “Nosso carro mostrou que ĂŠ bom de tração e frenagem. Interlagos tem trechos de subida e freadas fortes, entĂŁo isso casa bem com a caracterĂ­stica do equipamento. Mas corrida ĂŠ algo difĂ­cil de prever. E a concorrĂŞncia ĂŠ forte, como vimos no Velopark. EntĂŁo, tudo aqui ĂŠ somente teoria. O que vale ĂŠ o que vamos mostrar lĂĄ na pista, no encerramento da temporadaâ€?, finaliza Paulo Bonifacio.


| Sexta-feira, 18 de novembro de 2011 |

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

17

PODER JUDICIÁRIO - Justiça do Trabalho - Tribunal Regional do Trabalho - 9.a Região - 3ª Vara do Trabalho de São José dos Pinhais-PRRUA DAS NAÇÕES UNIDAS, 1001, TÉRREO ESQ. COM JOAQUIM NABUCO – CIDADE JARDIMCEP: 85.806-390 Fone: (41) 3283-6064 e-mail: vdt03sjp@trt9.gov.br Edital de Praça e Leilão A Doutora KARLA GRACE MESQUITA IZIDIO, Juíza da 3ª Vara do Trabalho de São José dos Pinhais/PR, na forma da lei. FAZ SABER a todos quantos o presente Edital virem ou dele tomarem conhecimento, que fica designado Praça e Leilão para o dia 09 de dezembro de 2011, às 14:00 horas pelo valor de avaliação, e não havendo interessados, será oferecido pela melhor oferta LOCAL: Rua Anne Frank, nº 3971 – Boqueirão - Curitiba/PR e por meio eletrônico, mediante acesso ao site da internet: http://www.vmleiloes.com.br, podendo ser oferecido lance em tempo real e em igualdade de condições com o pregão físico, mediante a realização de um pré-cadastro no referido site. Os licitantes que desejarem participar da Hasta Pública com a utilização do sistema Leilão “on line”, deverão obrigatoriamente aderir aos termos contidos no sistema, através da página na rede mundial de computadores (www.vmleiloes.com.br), cujas regras integram este Edital de Leilão. LEILOEIRO: Sr. Jair Vicente Martins, Leiloeiro Público Oficial, relativos aos bens penhorados nos autos a seguir relacionados. Ficam as partes cientes de que, caso resulte negativa a hasta pública indicada no item precedente, fica designada nova Praça e Leilão para o dia 30 de março de 2012, às 10:00 horas pelo valor de avaliação, e não havendo interessados, será oferecido pela melhor oferta, a ser realizada no endereço à Rua Anne Frank, nº 3971 – Boqueirão Curitiba/PR e por meio eletrônico, mediante acesso ao site da internet: http:// www.vmleiloes.com.br, podendo ser oferecido lance em tempo real e em igualdade de condições com o pregão físico, mediante a realização de um pré-cadastro no referido site. Os licitantes que desejarem participar da Hasta Pública com a utilização do sistema Leilão “on line”, deverão obrigatoriamente aderir aos termos contidos no sistema, através da página na rede mundial de computadores (www.vmleiloes.com.br), cujas regras integram este Edital de Leilão. AUTOS: RTOrd 01016/2009-965-09-00-6 A. J. Nº 13/2011 AUTOR : JAIRO FERREIRA RÉU: ELZA TIYOKO INOUE SÃO JOSE DOS PINHAIS e ELZA TIYOKO INOUE B E N S : - Terreno designado LOTE M, com 1.800m², oriundo da unificação dos lotes 01 à 05 da quadra n° 05 da Planta Particular BAIRRO ZIPPIN, situada na Colônia Afonso Pena, nesta cidade, fazendo frente para a Rua Fernando Catta Preta Machado, medindo 60,00 metros; lateral direita, de quem desta rua olha o imóvel, faz esquina com a Rua Lourenço José de Paula, medindo 30,00 metros; lateral esquerda faz também esquina com a Rua Leônidas Sechi, medindo 30,00 metros e na linha de fundos, medindo 60,00 metros, faz divisa com os lotes 06 e 30, da mesma quadra e planta, registrado no 1° Registro de Imóveis de São José dos Pinhais/PR, sob o nº 45.567, que avalio em R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais). - Terreno designado LOTE A 781, com 1.440.m², oriundo da unificação dos lotes 06, 07, 29 e 30. da quadra nº 05 da Planta Particular BAIRRO ZIPPIN, situada na Colônia Afonso Pena, nesta cidade, fazendo frente para a Rua Lourenço José de Paula, medindo 24,00 metros; lateral direita, de quem da rua olha o imóvel, mede 60,00 metros e confronta com os lotes 08 e 28; lateral esquerda, mede 60,00 metros e confronta com os lotes 1, 2, 3, 4 e 5 e na linha de fundos, medindo 24,00 metros, confronta com o alinhamento predial da Rua Leônidas Sechi, registrado no 1° Registro de Imóveis de São José dos Pinhais/PR, sob o nº 50.165, que avalio em R$ 475.000,00 (quatrocentos e setenta e cinco mil reais). Sobre tais terrenos, em posições não definidas (não respeitadas as divisas), encontrei as seguintes benfeitorias: - Um barracão industrial, coberto com Eternit, de aproximadamente 1.000m², pé direito aproximado de 6 metros, construção com idade aparente entre 15 e 20 anos, com uma sala de aproximadamente 25m² e outra sala de aproximadamente 6m², com mezanino de acesso por escada em azulejos, com janelas, duas salas conjugadas (uma grande e outra pequena), uma sala isolada de aproximadamente 25m² e dois banheiros, que avalio em R$ 480.000,00 (quatrocentos e oitenta mil reais); - Uma edícula de alvenaria, frente de tijolos à vista, de aproximadamente 40m², com seis janelas, um banheiro, três salas (uma grande e duas pequenas), pé direito de aproximadamente 2,5 m, sem forro, coberto por Eternit, que avalio em R$ 20.000,00 (vinte mil reais); - Um barracão anexo de alvenaria, de aproximadamente 180m², pé direito aproximado de 4,00 metros, coberto por Eternit, dividido em quatro salas grandes, paredes rebocadas, duas janelas na frente, com porta em aço que dá acesso à Rua Leônidas Sechi e outra porta de correr que dá acesso a um pátio interno com aproximadamente 240m², que avalio em R$ 85.000,00 (oitenta e cinco mil reais); - Uma casa de madeira (casa do caseiro) de aproximadamente 50m², com dois quartos, um banheiro, uma garagem coberta e uma edícula de aproximadamente 25m², construção com idade aparente entre 15 a 20 anos, murada e com portão de correr, que avalio em R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais). AVALIAÇÃO: R$ 1.685.000,00 (um milhão seiscentos e oitenta e cinco mil reais) Ô N U S: Matricula 45.567: R-3 – HIPOTECA em favor do Banco America do Sul S/A; R-4 – HIPOTECA em favor do Banco do Brasil S/A; R-6 – ARRESTO nos autos 585/99 em tramite na 1ª Vara Cível; R7 - ARRESTO nos autos 750/99 de Execução de Titulo Extrajudicial em tramite na 1ª Vara Cível; R-8 - PENHORA nos autos 495/2002 em tramite na 1ª Vara Cível; R-9 PENHORA nos autos 101/04 de Execução Fiscal em tramite na 1ª Vara Cível e R-10 PENHORA nos autos RTOrd 06483-2009-965-09-00-2 em tramite na 3ª Vara do Trabalho desta Cidade. Matricula 50.165: R-3 – HIPOTECA em favor do Banco Bandeirantes S/A; R-4 – HIPOTECA em favor do Banco do Brasil S/A; R-5 – HIPOTECA em favor do Banco do Brasil S/A; R-7 ARRESTO nos autos 750/99 de Execução de Titulo Extrajudicial em tramite na 1ª Vara Cível; R-8 - PENHORA nos autos 76/2000 de Execução de Titulo Extrajudicial em tramite na 2ª Vara Cível; R-9 - PENHORA nos autos 101/04 de Execução Fiscal em tramite na 1ª Vara Cível e R-10 - PENHORA nos autos RTOrd 06483-2009-965-09-00-2 em tramite na 3ª Vara do Trabalho desta Cidade. DESPESAS COM EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Jair Vicente Martins AUTOS: CartPrec 05661/2010-965-09-00-1 A. J. Nº 14/2011 AUTOR : ALINE CRISTINA NEHLS RÉU: ZARANSKI CENTRO DE FORMAÇÃO LTDA, MICROFARMA EDIÇÕES CULTURAIS LTDA, MARCELO ZARANSKI e FERNANDA WEISS B E N S : “LOTE F-2” urbano, com a área de 1.562,00m2, sito de frente para a rua João Herzer lado impar, a 82,65m da esquina da rua Professor Plínio Stange lado impar, no bairro do Sitio dos Rauen nesta cidade de Rio Negro-PR. Faz frente de 22,00m para a citada rua. Divisa pelo lado direito em 75,60m com o lote “F-1” de Ervino José Zaranski. Divisa pelo lado esquerdo em 66,40m com o lote “F-3” de Ervino José Zaranski. Faz fundos de 23,85m com o imóvel de Lucila Herzer Mendes.- Cadastro Municipal:-01.14.011. 0361.001. Matricula nº 16.139 do R.I. de Rio Negro-PR. Sobre o imovel está edificada uma construção em alvenaria com aproximadamente 120m². AVALIAÇÃO: R$ 220.000,00 (duzentos e vinte mil reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Jair Vicente Martins AUTOS: RTSum 01829/2010-965-09-00-0 A. J. Nº 15/2011 AUTOR : ANTONIO CORDEIRO RÉU: SPRADA & GRAD LTDA B E N S : VEICULO VW/KOMBI lotação, ano de fabricação/modelo 2006/2007, placa DVJ-7066, flex, cor branca, RENAVAM 90.111418-9, chassi 9BWGF07X97P005091, em bom estado de conservação e em funcionamento, com lataria e estofamentos em ótimo estado, pneus novos, com os espelhos de ambos os retrovisores quebrados, com o párachoque traseiro arranhado do lado esquerdo AVALIAÇÃO: R$ 29.500,00 (vinte e nove mil e quinhentos reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Marcelo Grad Sobrinho - Rua Prof. Joao Climaco de Carvalho, 563 - São Pedro - S.J.P. AUTOS: RTOrd 00931/2009-965-09-00-4 A. J. Nº 16/2011 AUTOR : ALEXEI VOROBIEFF RÉU: JOSE LUCIO DE SOUZA ALARMES [ME] e JOSE LUCIO DE SOUZA B E N S : VEICULO GM/MONZA, ano 1996, placa ALC-9200, cor verde, em razoável estado de conservação, com amassado na lataria do teto, com a lataria esfolada no capô, renavam 64692835-0. AVALIAÇÃO: R$ 4.000,00 (quatro mil reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: José Lucio de Souza - Rua Eneas Marques, 719 - Cidade Jardim - S.J.P.

Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças Setor de Compras e Licitações

ERRATA Retificamos o aviso de licitação publicado no Diário Oficial da União – Seção 3, N° 220, em 17 de novembro de 2011, página 273: Onde se lê: Processo Administrativo n°. 16632/2011 Leia-se: Processo Administrativo n°. 4734/2011 Fazenda Rio Grande/PR, 17 de Novembro de 2011. Gerry José dos Santos Presidente da CPL

AUTOS: ExTiEx 04530/2009-965-09-00-3 A. J. Nº 17/2011 AUTOR : MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 9ª REGIÃO RÉU: J AMARAL E PINTO LTDA, JESSICA FERNANDA ARAUJO PINTO e JOSIANE DO AMARAL B E N S : um compressor de ar estacionário, diesel, marca Broomwade, 720 PCM, motor Cummins, 6 cilindros, 240 CV, revisado, em bom estado de conservação. AVALIAÇÃO: R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Josiane do Amaral – Av. das Américas, 1255 – São Jose dos Pinhais-PR AUTOS: ExFis 01098/2009-965-09-00-9 A. J. Nº 18/2011 AUTOR : UNIÃO RÉU: J AMARAL E PINTO LTDA, JESSICA FERNANDA ARAUJO PINTO e JOSIANE DO AMARAL B E N S : um compressor de ar estacionário, diesel, marca Broomwade, 720 PCM, motor Cummins, 6 cilindros, 240 CV, revisado, em bom estado de conservação. AVALIAÇÃO: R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Josiane do Amaral – Av. das Américas, 1255 – São Jose dos Pinhais-PR AUTOS: CartPrec 05189/2010-965-09-00-7

A. J. Nº 19/2011

AUTOR : SILVANO PEREIRA SILVA RÉU: TECNAUT ENGENHARIA E INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS LTDA B E N S : uma ensacadeira gravimétrica, modelo EG1000, escoamento por gravidade pneumática, com célula de carga, capacidade de pesagem de sacos valvulados 15 a 60kg, com produção de 6 a 8 sacos por minuto, com funil dosador, balança, funil acelerador, duto acelerador, prendedor de saco e bico de enchimento. Equipamento se encontra desmontado e necessita de manutenção para uso. AVALIAÇÃO: R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) Ô N U S: Penhora de primeiro grau nos autos 05188-2010-965-09-00-2 (CartPrec) DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Depósito Judicial AUTOS: CartPrec 05921/2010-965-09-00-9 A. J. Nº 20/2011 AUTOR : MARCO ANTONIO DE ABREU JUNIOR RÉU: JULIO MONTES NETO B E N S : b) 84 (oitenta e quatro) pallet’s de plástico, cor laranja, semi-novos, marca Trienda Corporation, modelo SB 23, medidas 1.000 x 1.200 x 150mm, com capacidade de peso para suportar 1.500kg, sendo que 44 peças estão no endereço de São Jose dos Pinhais e as restantes estão na Av. Pedro Bueno, 770, bairro Aeroporto – São Paulo/SP. Cada pallet está avaliado em R$ 80,00 (oitenta reais) totalizando R$ 6.720,00 (seis mil setecentos e vinte reais). AVALIAÇÃO: R$ 6.720,00 (seis mil setecentos e vinte reais) Ô N U S: Nada consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Item b) Julio Montes Neto – Rua Acre, 243 – Boneca do Iguaçu – São Jose dos Pinhais/PR AUTOS: RTOrd 03349/2009-965-09-00-0 A. J. Nº 21/2011 AUTOR : GERALDO SCHMIDT RÉU: OTIAM EQUIPAMENTOS SERIGRAFICOS LTDA e LEONARDO JOÃO DA SILVA B E N S : UMA IMPRESSORA SERIGRAFICA manual paralela, modelo Otiam, com medidas aproximadas de 3,45m x 2,00m x 1,2m. impressora para bander de grandes formatos, nº de identificação afixado no bem: 014303, bem novo e em funcionamento. AVALIAÇÃO: R$ 31.000,00 (trinta e um mil reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Leonardo João da Silva - Av. Guatupe, 2333 - S.J.P. AUTOS: RTOrd 02795/2009-965-09-00A. J. Nº 22/2011 AUTOR : DANIEL DA ROSA LIMA RÉU: USINARE USINAGEM E ESTAMPARIA LTDA B E N S : a) uma máquina laminadora, marca Zobor, tipo 30, n. de fabricação 401, ano de fabricação 2000, tensão 220V, convertida em penhora por determinação do Juízo. A referida máquina funciona, mas não está sendo utilizada para fabricação dos pinos de dobradiças de geladeiras há aproximadamente seis meses. Reavaliada em R$ 35.000,00; b) um torno mecânico, marca Nardini MS 205, modelo Diplomat 3001, tamanho mascote, código inferno: máq 040, tensão de alimentação 3PE/N 220, 60H, tensão de comando 110 VCA, 30 VCA, 24 VCC, potência instalada 4,8 km, corrente normal 20A; cabo 4x10 AWG, 4mm² diagrama elétrico 012 015 043 DE, máquina tipo série MS 205 DEB DIP 0081, convertida em penhora por determinação do Juízo. Reavaliada por R$ 20.000,00. AVALIAÇÃO: R$ 55.000,00 (cinquenta e cinco mil reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Cristiane do Santos Ehlke - Rua Pedro trevisan, 126 - Col. Rio Grande S.J.P. AUTOS: RTOrd 02575/2009-965-09-00-3 A. J. Nº 23/2011 AUTOR : LUCIO ANTONIO SZCROBUT RÉU: VERDPLAST INDUSTRIA E COMERCIO LTDA B E N S : 103 (cento e três) arvores de natal modelo alemã ramificada nº 04, com altura aproximada de 1,50m e 251 galhos, novas, na cor verde, avaliadas em R$ 73,80 cada AVALIAÇÃO: R$ 7.601,40 (sete mil seiscentos e um reais e quarenta centavos) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Daniel de Oliveira Santos - Rua Lourenço José de Paula, 2077 - Afonso Pena - S.J.P. AUTOS: RTOrd 02576/2009-965-09-00A. J. Nº 24/2011 AUTOR : TIAGO COSTA LUGESKI RÉU: VERDPLAST INDÚSTRIA E COMERCIO LTDA, TEREZA CRISTINA SANTOS e DANIEL DE OLIVEIRA SANTOS FILHO B E N S : 90 (noventa) arvores de natal modelo alemã ramificada nº 04, com altura aproximada de 1,50m e 251 galhos, novas, na cor verde, avaliadas em R$ 73,80 cada AVALIAÇÃO: R$ 6.642,00 (seis mil seiscentos e quarenta e dois reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Daniel de Oliveira Santos - Rua Lourenço José de Paula, 2077 - Afonso Pena - S.J.P. AUTOS: RTOrd 00929/2010-965-09-00-9 A. J. Nº 25/2011 AUTOR : WANDERLEIA FERREIRA FOGAÇA RÉU: DOMINGOS E TORRES LTDA (ME) B E N S : 2.700 kg (dois mil e setecentos quilos) de PE/PP Mix Color, granulado, fabricado pela executada, avaliado em R$ 5,20 o kg. AVALIAÇÃO: R$ 14.040,00 (quatorze mil e quarenta reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: José Araujo Neto - Rua Henrique Coelho Neto, 507 AUTOS: RTSum 05089/2010-965-09-00-0 A. J. Nº 26/2011 AUTOR : TATIANA DE FÁTIMA BRAZ RÉU: OSMAR VALLE B E N S : Duas (02) banheiras de fabricação do próprio réu, medindo 1,82m (diâmetro), cor branca, sem bomba, avaliado cada uma em R$ 1.700,00 AVALIAÇÃO: R$ 3.400,00 (três mil e quatrocentos reais) Ô N U S: Nada Consta nos autos DESPESAS COM REMOÇÃO, DEPÓSITO E EDITAL: a serem informados em hasta pública. DEPOSITÁRIO: Osmar Valle - Av. Rui Barbosa, 9713 - Centro - S.J.P. Ficam os interessados cientes que, arrematando os bens constantes do presente Edital, arcarão com as despesas de publicação dos mesmos na proporção 01/14 do valor total da despesa de publicação, bem como arcarão com a comissão do Leiloeiro, no importe de 5% sobre o valor da arrematação, além de despesas com remoção de bens móveis, assim como despesas com armazenagem, valores esses que serão devidamente informados aos licitantes por ocasião da hasta pública, observados os parâmetros no Provimento Geral da Corregedoria Regional da 9ª Região. Tratando-se de adjudicação, o leiloeiro oficial, bem como o depositário, receberão os valores acima mencionados calculados sobre a avaliação ou arrematação dos bens. Na hipótese de acordo entre as partes, antes da hasta publica o leiloeiro somente terá direito as despesas comprovadas nos autos, de acordo com os valores efetivamente gastos, incluído as despesas com Edital, armazenagem, remoção, guarda e conservação. Os bens móveis acima relacionados encontram-se à disposição para vistoria no endereço do Depositário Público, sita à Rua Joinville, 3555, nesta cidade. Os bens serão leiloados no estado em que se encontram, observadas as condições constantes dos autos de penhora quanto ao uso e conservação dos bens bem como quanto a eventual necessidade de regularização documental. Fica facultado ao arrematante proceder lanços de lotes individualizados ou de forma global, sendo a preferência para o arrematante que pretenda efetuar a arrematação global nos termos da lei. O arrematante não poderá alegar desconhecimento das condições e características dos bens adquiridos. Ficam os licitantes cientes de que receberão os bens móveis livres de qualquer ônus. Com relação aos bens imóveis, ficam os licitantes cientes de que arcarão com despesas condominiais eventualmente existentes, ficando isentos de eventuais tributos incidentes sobre referidos bens. Ficam os licitantes cientes de que arcarão com as despesas relativas ao imposto de transmissão dos imóveis arrematados. Serão aceitos lances em parcelas, desde que seja depositado, no mínimo, 40% do valor do lanço, e os 60% restantes deverão ser pagos em parcelas, mensais, atualizadas pela TRD, com juros de mora de 1% pro-rata-die (Lei 8.177/91) nos termos do Art. 215 do Provimento Geral da Corregedoria Regional do Trabalho da 9ª Região. O vencimento da 1ª parcela ocorrerá 30 (trinta) dias após a realização da hasta pública. O arrematante que fizer uso da prerrogativa acima fica ciente de que, caso interrompa o pagamento das parcelas, perderá os valores já depositados, em prol da execução, e deverá devolver os bens ao depositário público, sob pena do descumprimento de ordem judicial. Ficam as partes também cientes de que, caso não seja possível a intimação acerca da Hasta Pública por Diário da Justiça ou pessoalmente, o presente edital fica valendo como meio hábil à ciência do referido ato. E para que não se alegue ignorância é passado o presente Edital, o qual, devidamente assinado, será afixado em local próprio desta Vara do Trabalho e publicado no JORNAL METROPOLE. São José dos Pinhais-PR, 17 de novembro de 2011.

JAIR VICENTE MARTINS Leiloeiro Público Oficial KARLA GRACE MESQUITA IZIDIO Juíza do Trabalho


editais18-11