Issuu on Google+

6

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

| Terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 |

Poder Judiciário do Estado do Paraná- Comarca de Curitiba 21ª Vara Cível – Av. Cândido de Abreu, 535, Ed. Montepar – 11º andar, Centro Cívico – CEP: 80.530-906, Fone (41) 3352-1762, Curitiba –PR. EDITAL DE CITAÇÃO – EXECUÇÃO. Processo: 0049267-68.2010.8.16.0001. Classe Assunto: Execução de Título Extrajudicial – Cédula de Crédito bancário. Exeqüente: BANCO BRADESCO S/A. Avalista Executado: RACHEL ALVES DE LIMA DE MACEDO e outro, DIREÇÃO COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO LTDA. Prazo: 20. Edital de citação e intimação dos executados: Direção Comércio e Representação Ltda e Rachel Alves Lima de Macedo, com o prazo de 20 (vinte) dias. O Doutor Rogério de Assis- Juiz de Direito da Vigésima Primeira Vara Cível da Comarca de Curitiba – Capital do Estado do Paraná. FAZ SABER que por este edital com o prazo de 20 (vinte) dias, ficam citados os executados DIREÇÃO COMERCIO E REPRESENTAÇÃO LTDA, inscrita no CNPJ sob nº 04.123.883/0001-88 e RACHEL ALVES DE LIMA DE MACEDO, inscrita no CPF/MF sob nº 963.374.199-87, para no prazo de 03 (três) dias, procederem ao pagamento do valor de R$ 140.100,84 (cento e quarenta mil, cem reais e oitenta e quatro centavos), valor este de outubro/2013, sendo que neste caso os honorários advocatícios serão devidos na proporção 50% (cinqüenta por cento) do fixado pelo MM Juiz, bem como ficam INTIMADOS os executados supra mencionados, para querendo no prazo de 15 (quinze) dias (contados a partir da finalização da data do prazo do presente edital) apresentarem embargos, ciente de que no prazo para embargos, em reconhecendo o crédito exeqüente e comprovado nos autos o depósito de 30% (trinta por cento) do valor da execução, inclusive custas e honorários advocatícios poderão requerer o pagamento do débito restante em até 06 (seis) parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e juros de 1% ao mês, nestes autos de Execução de Títulos Extrajudicial – Cédula de Crédito Bancário sob nº 0049267-68.2010.8.16.0001 proposta por BANCO BRADESCO S.A. contra DIREÇÃO COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO LTDA e outro, no qual o exeqüente alega que conforme Cédula de Crédito Bancário nº 3.070.139, emitida pela primeira executa em favor da ora exeqüente em 15 de junho de 2009, no importe de R$ 94.700,00(noventa e quatro mil e setecentos reais) e avalizada pela segunda executada oportunidade em que o credor, ora exeqüente promoveu um empréstimo na modalidade “Capital de Giro” e que deveria ser pago pela primeira executada em 48 (quarenta e oito) parcelas mensais e consecutivas, vencendo-se a primeira em 15/08/2009 e a última em 15/07/2013. Ocorreu, entretanto que adveio a inadimplência da 1ª executada que deixou de pagar o empréstimo desde a 1ª parcela, vencida em 15/08/2009, ensejando o vencimento antecipado da cédula, com espeque no disposto no item 7 da cédula sob o titulo VENCIMENTO ANTECIPADO e especificamente em seu sub-item 7.1, letra “a” permitindo concomitantemente a exigibilidade imediata e integral do crédito do ora exeqüente. Requer: a citação da parte executada para pagar o débito em 3 (três ) dias sob pena de penhora, ou apresentar embargos no prazo de 15 (quinze) dias ou ainda caso não sejam encontrados para citação, sejam-lhes arrestados, prosseguindo-se na mesma até o final do pagamento do principal e acessórios, como de direito.DESPACHO: “... Entendo possível o deferimento da citação por edital (v.fls.24) conforme pugnado às fls 260. 2 – Fixo prazo de 20 (vinte) dias para o edital, o qual correrá da data da primeira publicação... Curitiba (PR) 03 de fevereiro de 2014 (a) Rogério de Assis – Juiz de Direito.E para que chegue ao conhecimento dos interessados e não possam de futuro alegar ignorância, mandou o presente edital que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e Passado nesta cidade de Curitiba – Capital do Estado do Paraná, aos quatorze dias do mês de fevereiro do ano de dois mil e quatorze. (a) Rogério de Assis. Juiz de Direito.

AVISO DE ADIAMENTO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 095/2013 O MUNICÍPIO DE PIRAQUARA torna público, para conhecimento dos interessados, que a abertura do PREGÃO PRESENCIAL nº. 095/13, que tem por objeto o registro de preços para aquisição de materiais agregados a serem utilizados na execução de base para pavimentação asfáltica, manutenção das vias não pavimentadas e fabricação de tubos para drenagem do Município de Piraquara, pelo período de 12 (doze) meses, fica ADIADA para o dia 13/03/2014, às 09h00, no mesmo local indicado inicialmente. MOTIVO: Esclarecimentos do edital, que estarão à disposição dos interessados na Divisão de Compras e Licitações da Prefeitura, na Av. Getúlio Vargas, 1990 – Centro – Piraquara-PR, das 08h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00, ou no site: www.piraquara.pr.gov.br. Piraquara, 24 de fevereiro de 2014. Emerson Antonio Zapchau Pregoeiro Municipal

AVISO DE ALTERAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL nº. 074/2013

JUÍZO DE DIREITO DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA – PARANÁ FORO REGIONAL DE COLOMBO -1ª VARA CÍVEL E ANEXOS. E D I T A L DE CITAÇÃO DE RÉUS AUSENTES, INCERTOS, DESCONHECIDOS E EVENTUAIS INTERESSADOS BEM COMO SEUS HERDEIROS E SUCESSORES, PRAZO: 30 (trinta) dias. O Dr. RAFAEL LUIS BRASILEIRO KANAYAMA, MM. Juíza de Direito da Vara da Comarca de Colombo, faz saber a todos quanto os presentes virem ou dele conhecimento tiverem que perante este Juízo e Cartório se processam os autos de USUCAPIÃO sob nº 001.326//2011, Nº unificado 0005783-82.2011.8.16.0028, em que é (são) requerente(s) IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR e requerido(s) JOANA KAFKA, tendo a presente à finalidade de CITAR: RÉUS AUSENTES, INCERTOS, DESCONHECIDOS E EVENTUAIS INTERESSADOS BEM COMO SEUS HERDEIROS E SUCESSORES, para que no prazo legal de 15 (quinze) dias, contados após o decurso do prazo do presente edital, querendo, ofereça(m) contestação, sob pena de revelia e de serem aceitos como verdadeiros os fatos articulados pela parte autora (art. 285 e 319 do CPC), tudo em conformidade com a resenha da inicial a seguir transcrita: A ora requerente é entidade religiosa sem fins lucrativos, estabelecida no mesmo endereço desde o ano de 1998, qual seja, rua Duque de Caxias, n.º 140, Colombo-Paraná, conforme ATA n.º 02, datada de 14.03.1998.Desde o início das atividades religiosas prestadas à comunidade de Colombo, a ora requerente se utiliza de terreno situado na rua Duque de Caxias, defronte à sede da requerente, sob o n.º 139, para fins de estacionamento para os fiéis que frequentam os cultos e para a realização de diversas atividades culturais e religiosas direcionadas aos fiéis, seus familiares e à comunidade em geral. Tal afirmação é comprovada pelas declarações de vizinhos ao terreno, dando conta de que a requerente se utiliza do terreno como se seu fosse desde o início de suas atividades, em 1998.Mister se faz destacar que a ora requerente não só se utiliza do terreno objeto da presente demanda como local de extensão de suas atividades, como também o mantêm em condições de uso e gozo desde 1998, quando iniciou suas atividades religiosas naquela localidade. Inclusive é a requerente quem custeia a manutenção de rede elétrica no local de estacionamento, conforme faz prova a fatura de energia elétrica com vencimento em janeiro de 2011, onde consta que o número 140 da Rua Duque de Caxias está vinculado ao número 139 da mesma rua.Dessa forma, a requerente sempre usufruiu do imóvel como seu próprio, com ânimo de proprietária, dando finalidade social do bem. DESCRIÇÃO DO IMÓVEL: Lote n.º 04 da quadra “F” da Planta Carrano Junior, município de Colombo, com área de 399,02 m.², medindo 11,75 metros de frente a rua duque de caxias, medindo 33,95 metros do lado direito de quem da Rua Duque de Caxias olha o terreno confrontando-se com o lote 03, medindo 33,90 metros do lado esquerdo de quem de frente para a Rua Duque de Caxias olha o terreno confrontando-se com o lote 05, medindo 11,76 metros de fundos confrontando-se com o lote 32. Imóvel registrado no cartório de registro de imóveis da comarca de colombo sob a matrícula n.º 3054 do Livro 3- B, fls.209. A requerente utilizase do imóvel há muito tempo, há mais de 10 anos, de forma mansa e pacífica, ininterruptamente e sem oposição, para estacionamento aos fiéis e local de realização de eventos religiosos” DESPACHO: “1.Citem-se, por oficial de justiça, os requeridos e confrontantes do imóvel objeto da presente ação e, por edital, com prazo de 30 (trinta) dias, os eventuais interessados, para contestar a ação, no prazo legal de 15 (quinze) dias. 2.Intime-se via postal, para que manifestem interesse na causa os representantes das Fazendas Públicas da União, do Estado e do Município. 3.Abra-se vista ao Ministério Público. 4.Intimações e diligências necessárias. Em 23 de setembro de 2011 - SIMONE TRENTO. Juíza de Direito “. Colombo, 10 de dezembro de 2013. Eu, (JOAO PEDRO GHIGNONE COSTA) Escrivão, que o fiz digitar e subscrevo.RAFAEL LUIS BRASILEIRO KANAYAMA Juiz de Direito Substituto.

O MUNICÍPIO DE PIRAQUARA torna público, para conhecimento dos interessados, que a abertura do PREGÃO PRESENCIAL nº. 074/2013, Processo Administrativo nº 448/2013, que tem por objeto registro de preços para contratação de empresas especializadas para o fornecimento de material médico hospitalar e odontológico relacionados a seguir, para atender as necessidades das 9 (nove) Unidades Básicas de Saúde, Centro de Especialidades (CESP), Casa de Extensão, CAPS AD E II e Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPA) desta Secretaria, fica ADIADA para o dia 14 de março de 2014, às 09h00, em virtude da necessidade de alteração no instrumento convocatório, nos seguintes termos: - O Item 73 do Termo de Referência passa a constar com a seguinte redação: Seringa 10ml com dispositivo de segurança, sem agulha, uso único, atóxica, estéril, livre de pirogênio, validade impressa na embalagem, bico luer-lock, escala precisa e indelével, apresentação: caixa com 50 ou 100 unidades. Deverá conter dados de identificação, procedência, data de fabricação, validade e número do lote. Conforme nr 32, apresentar cbpf. Registro no Ministério da Saúde e ANVISA. - As demais disposições do instrumento convocatório e termo de referência permanecem inalterados. Piraquara, 24 de fevereiro de 2014. EMERSON ANTONIO ZAPCHAU Pregoeiro Municipal

SÚMULA DE REQUERIMENTO DE AUTORIZAÇÃO FLORESTAL SOCIEDADE EDUCACIONAL OPÇÃO LTDA, torna público que irá requerer ao IAP, a Autorização Florestal para corte raso de mata nativa em imóvel situado na Rua Dr. Motta Júnior, município de São José dos Pinhais/PR.

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ Comarca de Curitiba 21ª Vara Cível Avenida Candido de Abreu, 535, ED. MONTEPAR - 11º andar, Centro Cívico - CEP 80530-906, Fone: (41) 3352-1762, Curitiba-PR EDITAL DE INTIMAÇÃO Processo nº: 0014227-59.2009.8.16.0001 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Moral Requerente: ANTONIO ROBERTO CRUZ Requerido: TRANSPORTADORA MADEOURO LTDA. e outros Prazo: 20 EDITAL DE CITAÇÃO DO REQUERIDO: JOÃO ARRANDO DOS SANTOS FILHO, COM O PRAZO DE 20 (VINTE) DIAS. A DOUTORA JÚLIA BARRETO CAMPÊLO – JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA VARA CÍVEL DA COMARCA DE CURITIBA – CAPITAL DO ESTADO DO PARANÁ F A Z S A B E R, que por este edital com o prazo de 20 (vinte) dias, fica CITADO o requerido: JOÃO ARRANDO DOS SANTOS FILHO, inscrito no CPF/MF sob nº ignorado, para, no prazo de 15 (quinze) dias, proceder ao pagamento do valor de R$ 22.818,62 (vinte e dois mil, oitocentos e dezoito reais e sessenta e dois centavos), atualizado até dezembro/2013, sob pena de incidir multa de 10% sobre o valor da condenação (art. 475-J, do CPC), nestes autos de Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Moral sob nº 0014227-59.2009.8.16.0001, proposta por ANTONIO ROBERTO CRUZ contra TRANSPORTADORA MADEOURO LTDA. e outros. DESPACHO: “...3.Sobrevindo o cálculo, expeçase edital intimando a parte ré para que, no prazo de 15 dias, cumpra o julgado efetuando o pagamento do valor apontado, pena de incidir multa de 10% e penhora forçada....Curitiba (PR), 02 de dezembro de 2013. (a) Júlia Barreto Campêlo - Juíza de Direito Substituta”. E, para que chegue ao conhecimento dos interessados e não possam de futuro alegar ignorância, mandou o presente edital que será publicado e afixado na forma da lei. DADO E PASSADO nesta Cidade de Curitiba – Capital do Estado do Paraná, aos nove dias do mês de janeiro do ano de dois mil e quatorze. (a)Júlia Barreto Campêlo Juíza de Direito Substituta.

IPIRANGA PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ/MF: 09.254.457/0001-05 - NIRE 41300074160 BALANÇO PATRIMONIAL - Encerrado em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais ATIVO Circulante Caixa Bancos Contas Movimento Dividendos a Receber Juros sobre capital próprio a receber Imposto a recuperar Não Circulante Direitos a receber de empresas ligadas Emprestimos Investimentos

31/12/2013 979.982,81 8.873,26 6.575,14 515.784,41 439.450,00 9.300,00 65.286.285,77 271.414,84 127.901,68 64.886.969,25

31/12/2012 886.093,66 859,99 4.253,04 432.230,63 439.450,00 9.300,00 70.458.039,98 271.506,62 127.901,68 70.058.631,68

PASSIVO Circulante Obrigações fiscais Dividendos a Pagar Não Circulante Obrigações Pessoas Fisicas Patrimônio Líquido Capital social Reserva de Capital Ajustes de Avaliação Partrimonial Reservas de Lucros

31/12/2013 4.410.040,85 2.373,00 4.407.667,85 386.283,89 386.283,89 61.469.943,84 4.029.660,00 54.162.819,70 4.064.369,11 (786.904,97)

31/12/2012 5.115.279,71 5.115.279,71 529.268,68 529.268,68 65.699.585,25 4.029.660,00 54.162.819,70 9.585.636,66 (2.078.531,11)

Despesas administrativas Despesas (-) receitas financeiras Outras receitas/despesas operacionais Resultado antes do Imposto de Renda Provisão IRPJ e CSL Prejuízo Líquido do Exercício Prejuízo/Lucro Líquido por Ação

TOTAL DO ATIVO

66.266.268,58

71.344.133,64

TOTAL DO PASSIVO

66.266.268,58

71.344.133,64

Fluxo de caixa prov. das Operações 31/12/2013 Lucro líquido do exercício 1.304.014,28 Ajustes p/ reconciliar o lucro do exercício com recursos prov. de ativ. operac.: Equivalência Patrimonial (1.325.111,18) Total (21.096,90) (Aumento) redução de ativos Dividendos Recebidos (83.553,78) Impostos a recuperar Direitos a Receber 91,78 Total (83.462,00) (Aumento) redução de passivos Dividendos a Pagar 975.506,06 Obrigações a Pagar 2.373,00 Total 977.879,06 Recursos Líquidos Prov. das Operações 873.320,16 Atividade de financiamentos Dividendos pagos (720.000,00) Encargos de Empréstimos (142.984,79) Total de ingressos de Recursos (862.984,79) Total de ingressos de Recursos 10.335,37 Caixa e equiv. no início do exercício 5.113,03 Caixa e equiv. no final do exercício 15.448,40 Variação líquida de caixa e equivalentes 10.335,37

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Encerrado em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais Reserva de Capital Capital Social

Saldos em 31.12.2011 Entradas: Lucro Líquido do Exercício Destinações: Dividendos a Pagar Saldos em 31.12.2012 Entradas: Lucro Loquido do Exercicio Destinações: Reserva Legal Dividendos Propostos Reversão do Ajuste valor Patrimonial Res.Lucro à Disposição da Assembléia Saldos em 31.12.2013

4.029.660,00

Reserva de Lucros

Ágio na Emissão

Ajuste Valor

de ações

Patrimonial

54.162.819,70

9.585.636,66

Reserva Legal

439.808,73

Reserva de Lucros

Lucros/Prejuízos

à Disp. Assembléia

Acumulados

331.584,38

-

Totais

68.549.509,47

-

-

-

-

-

(2.518.339,84)

(2.518.339,84)

4.029.660,00

54.162.819,70

9.585.636,66

439.808,73

(331.584,38) -

(2.518.339,84)

(331.584,38) 65.699.585,25

-

1.304.014,28

1.304.014,28

-

-

-

-

-

-

-

65.200,71

(65.200,71) (12.388,14)

5.521.267,55) 4.029.660,00

54.162.819,70

4.064.369,11

505.009,44

-

(1.291.914,41)

(12.388,14) (5.521.267,55) 61.469.943,84

DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS DOS EXERCÍCIOS Encerrados em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais 31/12/2013 (21.096,90)

31/12/2012 (9.546,06)

1.325.111,18 1.304.014,28 1.304.014,28 0,3236

(2.508.793,78) (2.518.339,84) (2.518.339,84) (0,6250)

As Notas Explicativas integram o conjunto de Demontrações Financeiras DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA Encerrados em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais 31/12/2012 (2.518.339,84) 2.508.793,78 (9.546,06) 595.000,00 68.250,00 (1.068,00) 662.182,00 31.584,38 (116.072,50) (84.488,12) 568.147,82 (331.584,54) (238.499,90) (570.084,44) (1.936,62) 7.049,65 5.113,03 (1.936,62)

AS NO AS EXPLICA AS INTEGRAMFINANCEIRAS O CONJUNT O DE DEMONTRAÇÕES FIN ANCEIRAS NOT EXPLICATIV TIVAS CONJUNTO FINANCEIRAS AS NOTAS EXPLICATIVAS INTEGRAM OTCONJUNTO DETIV DEMONTRAÇÕES 1. ATIVIDADES OPERACIONAIS a) A Sociedade de Capital Fechado tem como atividade holding não financeira. 2. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS b) As demonstrações financeiras foram feitas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, com base em um plano de contas em formato compatível com os princípios de contabilidade e com a norma legal brasileira, visando atender às necessidades de informação da administração da Companhia que tem como objetivo a harmonização com as normas internacionais de contabilidade. c) As demonstrações financeiras de 31.12.2013 e 31.12.2012 estão apresentadas em reais . 3. PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS a) Os ativos e passivos circulantes estão representados pelos seus valores de realização e liquidação. b) Os demais ativos e passivos estão apresentados ao valor de custo ou realização, incluindo, quando aplicáveis os rendimentos e as variações monetárias. c) Ajuste a valor presente - A sociedade não apresentou ativos e passivos não circulantes, sequer ativos ou passivos circulantes que em seu conjunto provocassem ajustes relevantes se aplicadas os procedimentos previstos na Resolução CFC nº 1.151 de 23 de janeiro de 2009. d) Valor recuperável de ativos - A sociedade avaliou seus ativos monetários e não monetários, não tendo detectado nenhuma perda de recuperação para seus bens os quais se apresentam em sua totalidade por valores iguais ou inferiores ao que são capazes de produzir de caixa líquido, pela sua venda ou sua utilização.

4. DIREITOS A RECEBER Direito de dividendos a receber da Empresa Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A,totalizaram em R$ 515.784,41. 5. INVESTIMENTOS Participações Controladas (Investimentos) Valor em 2013 Valor em 2012 Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A 64.886.969,25 70.058.631,68 Total 64.886.969,25 70.058.631,68 Os investimentos estão sendo avaliados pelo método de equivalência patrimonial, entretanto a empresa Distribuidora Curutiba de Papeis e Livros S/A, investiu na Ipiranga Construções Ltda, através de imóveis, o qual houve uma reversão do ajuste ao valor patrimonial de R$ 5.521.267,55. 6. EMPRÉSTIMOS Empréstimo concedido a Food Land Administração e Participação S/A., na importância de R$ 127.901,68. 7. POLÍTICA DE DIVIDENDOS Os dividendos foram calculados conforme o Estatuto da Sociedade, disponibilizando aos acionistas o montante de R$ 12.388,14. 8. PROVISÃO PARA IMPOSTO DE RENDA A empresa reconheceu no exercício os tributos com base no Lucro Real. 10. CAPITAL SOCIAL O capital social no valor de R$ 4.029.660,00, está representado por 4.029.660 ações ordinárias nominativas.

MARCOS PEDRI DIRETOR

ERNANI LUIZ PEDRI DIRETOR

11. RESERVA LEGAL Foi constituída em 31/12/2013, mediante a apropriação de 5% do Lucro Líquido do Exercício, em coformidade com o disposto no artigo 193 da Lei das Sociedades Anônimas. 2. RESERVA DE CAPITAL Representado pela Reserva do Ágio na Emissão de Ações no montante de RS 54.162.819,70. 13. AJUSTE DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL O Ajuste de avaliação Patrimonial realizado na conta do Imobiizado na Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A através da equivalência patrimonial refletiu no patrimônio Líquido desta Sociedade na importância de R$ 9.585.636,66. Foi revertido parte deste valor devido ao investimento na sociedade Ipiranga Construções Ltda, pela Sociedade Distribuidora Curitiba de Papeis e LIvros S/A, pelo valor contábil no montante de R$ 5.521.267,55. Ficando como resultado o valor de R$ 4.064.369,11. 14. PARTES RELACIONADAS A sociedade efetuou transações com a Sociedade controlada Distribuidora Curitiba de Papéis e Livros S/A, sendo a controladora com 100% do capital social. 15. EVENTOS SUBSEQUENTES Dentro do processo de convergências das práticas contábeis adotadas no Brasil para as Normas e Padrões Internacionais de Contabilidade (IFRS), a Sociedade segue avaliando os potenciais efeitos relativos a essas medidas e quais poderão ter impacto nas demonstrações contábeis dos próximos exercícios.

DIRETORIA DALTON REVA CRC/PR - 022981/O

Projeto de prevenção ao câncer faz atendimentos Pelo menos 200 mulheres de Ladário foram atendidas ao longo deste sábado (22) pelo projeto de prevenção ao câncer desenvolvido pelo “Ônibus da Saúde”, da Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems). Equipado com aparelhos hospitalares de última geração e composto por uma equipe multiprofissional, o serviço oferece consultório para atendimento do paciente; centro cirúrgico; mamografia digital e coleta do preventivo. O ônibus tem dois andares. No primeiro deles fica o alojamento de toda a equipe médica – 12 profissionais. No segundo, são realizados os atendimentos. O secretário Municipal de Saúde, Cleber Colleone, disse que o serviço oferecido pelo projeto é fundamental para a rede de saúde pública e diante da procura, o Município já avalia a possibilidade de retorno futuro do ônibus a Ladário. “Podemos ver uma segunda etapa futura aqui. É a primeira vez e não tínhamos a noção de como seria essa resposta de público. O ônibus atende servidores que têm convênio com a Cassems e também ao público do SUS”, ressaltou.


Bom para a cidade, bom para a saúde Natureza e esportes unidos em prol de Curitiba e dos curitibanos Uma combinação perfeita: natureza com esporte. A capital paranaense, rica em belezas naturais, com seus diversos parques, espalhados pelos quatro cantos de Curitiba, sediou no último domingo (23) a 8ª Corrida de Revezamento entre Parques. Com realização da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude, e apoio da Procorrer, a corrida só tem motivos a ser comemorada porque bateu recorde de participantes, três mil atletas. Eles percorreram os 23,4 quilômetros, que passaram pelo Bosque do Papa, Parque São Lourenço, Parque Tanguá, Parque Tingui e Parque Barigui. O balanço final foi de 554 quartetos e 380 duplas. Além dos competidores, estiveram presentes o Prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, o Presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Paulo Salamuni, e a apoiadora, Procorrer, que com um estande montado, esperando os atletas cruzarem a linha de chegada, incentivou ainda mais quem estava por lá a sair da rotina, com cupons que no final seriam sorteados e se transformaram em brindes.

7

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

| Terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 |

DISTRIBUIDORA CURITIBA DE PAPÉIS E LIVROS S/A CNPJ/MF: 79.065.181/0001-94 BALANÇO PATRIMONIAL - Encerrado em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais ATIVO Circulante Caixa e Bancos Contas Movimento Aplicações financeiras Contas a receber – clientes Estoques Impostos a recuperar Outros créditos Despesas antecipadas

31/12/2013 102.663.557,96 2.160.158,47 14.427.240,89 28.495.132,87 56.649.495,42 189.604,52 650.601,51 91.324,28

31/12/2012 110.952.701,71 3.551.295,25 9.385.132,20 31.277.197,94 64.491.924,50 2.133.557,50 51.295,44 62.298,88

69.327.906,04 7.324.784,07 60.998,21 3.084.449,00 23.615.504,22 35.242.170,54

63.981.501,92 6.257.297,06 9.702,77 275.000,00 22.197.331,55 35.242.170,54

Não Circulante Direitos a Receber PJ / PF Depósito Judicial Investimentos Imobilizado Intangível

Total do Ativo

171.991.464,00

174.934.203,63

PASSIVO Circulante Fornecedores Empréstimos e Financiamentos Obrigações Fiscais e Sociais Obrigações Trabalhistas Adiantamentos de Clientes Dividendos a Pagar Outras Contas a Pagar Provisões Trabalhistas Não Circulante Títulos a Pagar Empréstimos de Pessoa Juridicas Empréstimos e Financiamentos Obrigações Pessoas Físicas Juros sobre Capital Próprio a Pagar Patrimônio Líquido Capital social Ajuste valor Patrimonial Reservas de Lucros Total do Passivo

31/12/2013 74.659.109,64 42.152.716,19 19.807.197,59 420.326,28 2.241.327,18 1.210.493,21 4.126.354,57 1.752.235,34 2.948.459,28 32.445.385,11 6.321.793,46 711.846,64 24.870.907,68 101.387,33 439.450,00 64.886.969,25 54.614.624,00 4.064.369,11 6.207.976,14 171.991.464,00

31/12/2012 72.708.953,52 49.329.699,41 12.244.796,50 488.996,97 1.925.889,96 616.853,07 4.469.541,50 1.336.040,15 2.297.135,96 32.166.618,43 6.868.782,26 711.938,42 24.585.897,75 70.058.631,68 54.614.624,00 9.585.636,66 5.858.371,02 174.934.203,63

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Encerrado em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais Reserva de Lucros Capital Social

Saldos em 31.12.2011 Entradas: Lucro Liquido exercicio

Ajuste Avaliação

Reservas para

Reservas para

Reserva Legal

Reserva de Lucro à Lucros Acumulados

Patrimonial

Investimentos

Consequências

54.614.624,00

9.585.636,66

4.279.403,38

3.199.771,31

551.600,55

336.389,56

-

-

-

-

-

-

-

1.037.220,69

Totais

Desp. Assembléia

72.567.425,46

1.037.220,69 Destinações: Reserva legal Dividendos propostos Reserva para Contingência Res. Lucro à Disposição da Assembléia Saldos em 31.12.2012 Entradas: Lucro Liquido exercicio Destinações: Reserva legal Dividendos propostos Dividendos a Pagar Reversão do ajuste ao valor patrimonial Res. Lucro à disposição da Assembléia Saldos em 31.12.2013

-

-

-

-

54.614.624,00

9.585.636,66

4.279.403,38

(336.389,56) -

-

-

-

-

-

-

-

-

(5.521.267,55)

-

4.064.369,11

4.279.403,38

54.614.624,00

51.861,03

(9.853,60)

(51.861,03)

603.461,58

975.506,06

75.506,06 -

(9.853,60) (3.536.160,87) (975.506,06) 70.058.631,68

-

-

1.337.820,47

1.337.820,47

66.891,02 -

(975.506,06)

(66.891,02) (12.709,29)

1.258.220,16 1.258.220,16

-1.258.220,16 -

-

670.352,60

(12.709,29) (975.506,06) (5.521.267,55) 64.886.969,25

DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS DOS EXERCÍCIOS Encerrados em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais Receita Bruta Impostos e deduções Receita Operacional Líquida Custo das mercadorias vendidas Lucro Bruto Despesas administrativas Despesas (-) receitas financeiras Outras receitas operacionais Resultado antes do Imposto de Renda Provisão IRPJ e CSL Lucro Líquido do Exercício Lucro Líquido por Ação

31/12/2013 275.380.953,25 (28.029.647,82) 247.351.305,43 (161.372.642,09) 85.978.663,34 (81.226.478,81) (2.875.914,59) 322.114,92 2.198.384,86 (860.564,39) 1.337.820,47 0,0245

31/12/2012 236.224.230,31 (21.627.873,95) 214.596.356,36 (145.790.350,23) 68.806.006,13 (66.679.388,07) (2.449.792,64) 2.063.675,26 1.740.500,68 (703.279,99) 1.037.220,69 0,0190

As Notas Explicativas integram o conjunto de Demontrações Financeiras DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA Encerrados em 31.12.2013 e 31.12.2012 - Valores em Reais Fluxo de caixa prov. das Operações 31/12/2013 Lucro líquido do exercício 1.337.820,47 Ajustes p/ reconciliar o lucro do exercício com recursos prov. de ativ. operac.: Reversão do ajuste valor Patrimonial (5.521.267,55) Depreciação / Amortização 2.477.255,95 Total (1.706.191,13) (Aumento) redução de ativos Contas a receber - clientes 2.401.207,81 Estoques 7.842.429,08 Impostos a recuperar 1.943.952,98 Depósito judicial Despesas pagas antecipadamente (29.025,40) Outros (269.744,25) Total 11.888.820,22 (Aumento) redução de passivos Fornecedores (7.176.983,22) Obrigações sociais e fiscais 898.089,85 Adiantamento de clientes 593.640,14 Outros 416.195,19 Total (5.269.058,04) Recursos Líquidos Prov. das Operações 4.913.571,05 Atividade de financiamentos Dividendos pagos (891.952,28) Empréstimos 6.334.230,76 Total 5.442.278,48 Total de ingressos de Recursos 10.355.849,53 Atividade de investimentos Investimentos (2.809.449,00) I mobilizado (3.895.428,62) Variação líquida de caixa e equivalentes 3.650.971,91 Caixa e equiv. no início do exercício 12.936.427,45 Caixa e equiv. no final do exercício 16.587.399,36 Variação líquida de caixa e equivalentes 3.650.971,91

31/12/2012 1.037.220,69

2.992.970,09 4.030.190,78 1.948.394,00 14.085.582,44) (1.305.901,14) 41.592,67 (21.324,74) 11.994,33 (13.410.827,32) 4.829.487,39 1.070.719,37 (1.470.941,74) 3.552.121,85 7.981.386,87 (1.399.249,67) (3.546.014,47) 8.003.107,86 4.457.093,39 3.057.843,72 3.200.435,52) (142.591,80) 13.079.019,25 12.936.427,45 (142.591,80)

AS NOTAS EXPLICATIVAS INTEGRAM O CONJUNTO DE DEMONTRAÇÕES FINANCEIRAS 01. ATIVIDADES OPERACIONAIS A Sociedade de Capital Fechado tem como objetivo social o ramo de importação, comércio de livros, jornais e revistas; artigos de papelaria; artigos de escritório; áudio e vídeo; brinquedos e artigos recreativos. 02. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS a) As demonstrações financeiras foram feitas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, com base em um plano de contas em formato compatível com os princípios de contabilidade e com a norma legal brasileira, visando atender às necessidades de informação da administração da Companhia, que tem como objetivo a harmonização com as normas internacionais de contabilidade. b) As demonstrações financeiras de 31.12.2013 e 31.12.2012 estão apresentadas em reais. 03. PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS a) As aplicações financeiras correspondem a aplicações em renda fixa, acrescidos dos rendimentos auferidos até 31/12/2013. b) Os ativos e passivos circulantes estão representados pelos seus valores de realização e liquidação. c) Os estoques estão demonstrados ao custo médio de aquisição ou produção e não excedem os seus custos de reposição ou valores de realização. d) O imobilizado está demonstrado pelo custo de aquisição reduzido por depreciação acumulada calculadas considerando a vida útil efetiva dos bens. e) Os demais ativos e passivos estão apresentados ao valor de custo ou realização, incluindo, quando aplicáveis os rendimentos e as variações monetárias. f) Ajuste a valor presente - A sociedade não apresentou ativos ou passivos não circulantes, sequer ativos e passivos circulantes que em seu conjunto provocassem ajustes relevantes se aplicadas os procedimentos previstos na Resolução CFC nº 1.151 de 23 de janeiro de 2009. g) Valor recuperável de ativos - A sociedade avaliou seus ativos monetários e não monetários e foi constituída a provisão para perdas em estoques de livros no montante de R$ 10.296.249,66. Quanto aos outros ativos não foi detectado nenhuma perda de recuperação para seus bens, os quais se apresentam em sua totalidade por valores iguais ou inferiores ao que são capazes de produzir de caixa líquido, pela sua venda ou sua utilização. 04. DIREITOS A RECEBER Direito a receber da empresa Sul América Comércio de Livros Ltda., totalizaram em R$ 665.403,72 e Libris Editora Ltda no valorde R$ 5.525.175,46. 05. INVESTIMENTO Valores Líquidos - Em Reais 31/12/2013 31/12/2012 Imóveis 775.000,00 275.000,00 Ipiranga Construções Ltda 2.309.449,00 0,00 Total 3.084.449,00 275.000,00

06. IMOBILIZADO Valores Líquidos - Em Reais Custo Corrigido

Depreciações Acumuladas

31/12/2013

31/12/2012

Terrenos 12.149.280,35 Edificações 33.349,00 Instalações 403.356,23 Máquinas / Acess. 2.370.687,64 Móveis e Utensílios 1.326.483,75 Veículos 664.581,74 Equip. de Informática 4.923.764,07 Central Telefônica 294.904,99 Direito Uso Software 2.904.214,71 Benf. Prop. Arrend. 14.785.198,96 Direito de Uso de Loja Comercial 2.467.500,00 Total 42.323.321,44

(268.543,33) (1.955.850,46) (1.083.968,36) (456.233,65) (4.540.104,35) (273.616,59) (2.268.578,12) (6.469.755,65) (1.391.166,71) (18.707.817,22)

12.149.280,35 33.349,00 134.812,90 414.837,18 242.515,39 208.348,09 383.659,72 21.288,40 635.636,59 8.315.443,31 1.076.333,29 23.615.504,22

11.608.066,39 1.404.018,50 169.713,28 343.589,02 23.777,51 320.169,25 337.837,75 26.557,19 504.160,36 6.939.317,30 520.125,00 22.197.331,55

07. INTANGÍVEL Critério de amortização do Ágio: A Amortização do Ágio contabilizado na conta do diferido representa um percentual do lucro antes da amortização e do IRPJ e CSSL, de acordo com a Instrução CVM 247/96 art. 14º parágrafo 2º e 3º e com nova redação dada pela Instrução CVM 285/98, limitado a 20% ao ano conforme determina o artigo 7º e 8º da Lei 9532/97. A companhia optou por não amortizar o ágio em 2012 e 2013. Ágio Incorporação Controladora Corrigido Acumuladas 31/12/2013 31/12/2012 117.373.498,96 82.131.328,42 35.242.170,54 35.242.170,54 08. OUTRAS CONTAS A PAGAR Provisão de aluguéis e condomínios a Pagar na impotância de R$ 1.752.235,34. 9. EMPRÉSTIMOS DE CURTO PRAZO Empréstimos para capital de giro totalizam R$ 19.807.197,59 conforme abaixo: Empréstimos e financiamentos Valor R$ Banco do Brasil S/A .......................................................................................................... 12.478.923,92 Banco HSBC S/A ................................................................................................................ 3.397.359,34 Contratos de Empréstimos Diversos ................................................................................. 3.930.914,33 Total .................................................................................................................................. 19.807.197,59

10. EMPRÉSTIMOS DE LONGO PRAZO Empréstimos para capital de giro totalizam R$ 24.870.907,65 conforme segue: Empréstimos e financiamentos Valor R$ Banco do Brasil S/A ............................................................................................................ 8.796.234,53 Banco HSBC S/A ................................................................................................................ 5.677.988,56 Contratos de Empréstimos Diversos ............................................................................... 10.396.684,56 Total .................................................................................................................................. 24.870.907,65 11. PROVISÃO PARA IMPOSTO DE RENDA A empresa reconheceu no exercício, com base no Lucro Real, o montante de R$ 626.414,98 de provisão para Imposto de Renda e R$ 234.149,41 de Contribuição Social Sobre o Lucro. 12. POLÍTICA DE DIVIDENDOS Os dividendos foram calculados conforme o Estatuto da Sociedade, disponibilizando aos acionistas o montante de R$ 12.709,29. 13. CAPITAL SOCIAL O capital social subscrito e integralizado em 31 de dezembro de 2013 é de R$ 54.614.624,00 dividido em ações ordinárias nomativas no valor de R$ 1,00 cada. 14. RESERVA LEGAL Foi constituída em 31 de dezembro de 2013, mediante a apropriação de 5% do lucro líquido do exercício, em conformidade com o disposto no artigo 193 da Lei das Sociedades Anônimas. 15. RESERVA PARA LUCROS A DISPOSIÇÃO DA ASSEMBLÉIA O lucro líquido do exercício de 2013 depois das destinações da reserva legal e dividendos propostos no valor de R$ 1.258.220,16 será destinado quando da realização da Assembléia Geral Ordinária. 16. AJUSTE DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL A Companhia reconhece esta rubrica o efeito do custo atribuído (deemed cost) referente ao valor justo do imóvel classificado no ativo imobilizado. Foi revertido parte deste valor devido ao investimento na sociedade Ipiranga Construções Ltda, pelo valor contábil no montante de R$ 5.521.267,55. Ficando como resultado o valor de R$ 4.064.369,11. 17. PARTES RELACIONADAS A sociedade efetuou transações com a Sociedade controladora Ipiranga Participações S/A e com a Ipiranga Construções Ltda. 18. EVENTOS SUBSEQUENTES Dentro do processo de convergências das práticas contábeis adotadas no Brasil para as Normas e Padrões Internacionais de Contabilidade (IFRS), a Sociedade segue avaliando os potenciais efeitos relativos a essas medidas e quais poderão ter impacto nas demonstrações contábeis dos próximos exercícios.

DIRETORIA MARCOS PEDRI DIRETOR

ERNANI LUIZ PEDRI DIRETOR

DALTON REVA CRC/PR - 022981/O


Edis