Page 1

w w w. m e t r o p o l e j o r n a l . c o m . b r

Ano 12 | Nº 2627 | 8 e 9 de janeiro de 2011

Presidente: Ary Leonel da Cruz

Sábado/Domingo

Diário de Circulação Nacional

Lojas de São José dos Pinhais realizam queima de estoque com bons preços

PM prende motoqueiro com seis quilos de maconha

» Um cenário diferente tomou conta do Calçadão da Rua XV de Novembro, no centro de São José dos Pinhais, desde o início da madrugada de ontem (7), quando a maioria das grandes lojas de rede resolveu fazer a queima total do estoque de fim de ano simultaneamente em horários diversificados. Grande parte dos clientes já ocupava os primeiros lugares da fila desde as 4h30 da madrugada. Quando o dia clareou, as portas foram abertas. Página 7

Quando o dia clareou já era grande o número de pessoas na frente do Magazine Luiza

TRANSPORTES

Beto Richa anuncia início de obras emergenciais de dragagem no Porto

Gestão integrada para fortalecer modais

» O governador Beto

Richa anunciou ontem (7) em Paranaguá, após reunião com sindicalistas e trabalhadores portuários, o início das obras emergenciais de dragagem dos 20 berços de atracação do cais do Porto de Paranaguá. O investimento nas obras, que devem se iniciar até 20 de janeiro e durar em torno de 10 dias, é de R$

Orlando Kissner

» Os dirigentes dos modais de transportes que integram a Secretaria de Infraestrutura e Logística DER, Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e Ferroeste S/A - participaram ontem (7) em Curitiba de reunião com o secretário José Richa Filho, quando anunciadas as metas da nova pasta. "Gestão integrada, gestão por resultados e desenvolvimento dos colaboradores é o nosso desafio", destacou o secretário. O desenvolvimento dos funcionários foi lembrado como fundamental para alavancar as ações estratégicas. Página 6

LIXO

» O Prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues participou ontem de reunião na Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba com os prefeitos dos municípios de Fazenda Rio Grande, Pinhais, Piraquara, Araucária e Colombo. O objetivo do encontro é encontrar uma solução alternativa para o problema enfrentado na coleta de lixo com o fechamento do Aterro da Caximba. Página 4

CONCURSO

Secretaria da Educação tem 250 mil inscritos » Duzentos e cinquenta mil professores e profissionais da educação já se inscreveram no Processo de Seleção Simplificada (PSS) até esta sexta-feira (7). O processo foi aberto no último dia 27 para suprir a necessidade de cerca de 30 mil professores e sete mil funcionários de serviços gerais e administrativos do quadro de funcionamento das escolas. Página 4

O governador Beto Richa anunciou o início das obras de dragagem de manutenção dos 20 berços de atracação do cais do Porto de Paranaguá

Paulo Bernardo: político não deve ter concessão de rádio e TV

Faisal Saleh assume Secretaria de Turismo Página 3

Revisão do mínimo é consenso no Congresso Página 3

Receita abre consulta a lotes do Imposto de Renda Página 6 O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, concede entrevista coletiva à imprensa

» O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou ontem (7) que é contra a concessão de emissoras de rádio e televisão para políticos. Bernardo reconheceu que esse é um tema sensível e que ainda precisa de regulamentação. "Tem uma restrição colocada na Constituição, mas não está regulamentada. Todos sabem que tem um monte de políticos que tem rádio e televisão e acho que não deveria ser permitido", afirmou ele, após reunião com a presidenta Dilma Rousseff para tratar do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Página 3

Suspeito de matar agente penitenciário é preso na RMC Página 9

Segurança para veranistas é prioridade do Governo Página 9

2,5 milhões. Richa também autorizou o início dos estudos para a dragagem da bacia de evolução e do canal da Galheta, de entrada na baía de Paranaguá. Também serão feitos estudos para ampliação de 20 para 32 do número de berços no cais, o que aumentará em 60% a capacidade de movimentação de carga no Porto. Página 3

Câmara de SJP lança selo comemorativo » A partir de segundafeira, 10, toda correspondência postada pela Câmara Municipal terá selo comemorativo pelos 158 anos de emancipação política do município. Segundo o presidente do órgão, Assis Manoel Pereira, o lan-

çamento do selo é em razão de no dia 08 de janeiro de 1853 ter sido instalado o município de São José dos Pinhais, fato que estabeleceu um poder político institucionalizado, com a criação da Câmara de Vereadores. Página 4

Assalto deixa vítimas em supermercado Um assalto frustrado contra um supermercado terminou de forma trágica para dois clientes, na tarde de ontem (7), no bairro Cajuru, em Curitiba. Luiz Antônio de Freitas, 48 anos, que fazia compras na »

Wilson Dias/ABr

Ivan Rodrigues participa de reunião para uma solução

» Uma abordagem rotineira feita por policiais militares da Rondas Tático Motorizadas (Rotam), do 17º Batalhão Metropolitano, na madrugada de ontem (7), resultou na prisão de Vagner Teixeira de Góes, 25 anos, flagrado com seis quilos de maconha, no bairro Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Segundo a polícia, Góes pilotava a sua motocicleta com uma mochila suspeita nas costas. Página 9

hora do roubo, acabou sendo baleado e morreu no local. Outro freguês, Oldemir Fernandes Martins, levou um tiro nas costas e teve que ser encaminhado ao hospital sem gravidade. Página 9

Agências do Trabalhador ofertam mais de 15 mil vagas » As Agências do Trabalhador do Paraná ofertaram nesta sexta-feira (07) mais de 15 mil vagas de emprego. No início da semana o total de vagas disponíveis era de cerca de 9 mil, o que representa um aumento de mais de mil vagas por dia. "A

expectativa é que este número aumente ainda mais na próxima semana, pois várias empresas retornam das férias coletivas", afirmou o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Luiz Claudio Ro Página 7 manelli.


2

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

Editorial

Política & Poder

Preços estão nervosos Inflação é a questão. Após um período de tranqüilidade durante os oito anos do governo Lula, há um nervosismo no núcleo da inflação. O novo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, apressou-se em comunicar via imprensa que a autoridade monetária está preparada para enfrentar surtos inflacionários, obviamente, utilizando-se da taxa Selic, ou seja, com a elevação do juro básico da economia. Deveras, há uma pressão em particular no setor de alimentos, onde se concentram boa parte dos famigerados oligopólios. A situação é preocupante. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, fechou o ano de 2010 em 5,91%. A taxa, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é a mais elevada desde 2004, quando o índice alcançou 7,6%. O resultado também ficou acima do centro da meta de inflação do governo para o ano, de 4,5%. A principal pressão, de acordo com o IBGE, partiu dos alimentos, que ficaram, em média, 10,39% mais caros, contribuindo com 2,34 pontos percentuais na formação do IPCA de 2010, o que representa 40% do índice. Em dezembro, o IPCA diminuiu em relação a novembro, e ficou em 0,63%, depois de ter registrado 0,83%. Em dezembro de 2009, o índice alcançou 0,37%. É bom destacar o que falou a respeito o novo presidente do BC. Tombini Disse que o controle da inflação é um dos principais fatores para assegurar o poder de compra da moeda. “A instabilidade do poder de compra, a perda do poder de compra tem um efeito nocivo à população de baixa renda”. Ele ressaltou que a estabilidade foi uma conquista da sociedade brasileira e que o poder de compra da população será viabilizado pelo cumprimento da meta de inflação que, em 2011, é de 4,5%. Esse percentual foi estabelecido como meta também para 2012. “Ninguém mais acredita que haja credibilidade na afirmação de que um pouco mais de inflação traga crescimento”, afirmou. Tombini esclareceu que as metas de inflação foram testadas e que esse é um processo transparente, simplificado, fácil de ser entendido. Lembrou ainda que o ambiente internacional apresenta um momento de grande volatilidade e que caberá à autoridade monetária atuar na busca por restabelecer a credibilidade da política econômica. Segundo ele, a situação econômica internacional, em países desenvolvidos, tem levado a uma “política acomoditícia”. Tombini explicou que um dos efeitos dessa política é o aumento da liquidez em outros países e que o desafio do Brasil é saber como encarar essa dinâmica. “O Brasil usará seus instrumentos e não vê essa realidade de uma maneira passiva”, observou. Tombini enfatizou que o Brasil tomou medidas prudenciais para garantir a estabilidade financeira e para que se possa usar os fluxos financeiros internacionais em benefício próprio. Outro ponto destacado por Tombini, em entrevista concedida hoje na sede do BC, foi a inclusão financeira. Ele acredita que é necessário haver uma expansão do crédito. “O BC precisa incorporar mais brasileiros ao sistema de crédito e de poupança”, avaliou.Deveras, Tombini tem dois obstáculos de grande proporção. O primeiro e o mais perverso, os oligopólios, predadores históricos da economia brasileira. O segundo, a recusa sistemática dos políticos em promover as reformas estruturais visando ajustar as instituições do país à realidade e aos valores da nova era, a modernidade do industrialismo.

11

A MÁQUINA ANDA Diz o secretário de Estado da Administração, Luiz Eduardo Sebastiani, que a demissão dos cargos de confiança no governo do Estado, feita na segunda-feira 3, pelo governador Beto Richa (PSDB), não tem afetado a administração da máquina pública nem prejudicado os trabalhos. Se não está afetando, imagina-se que por um breve período, então significa que o novo governo pode cortar, talvez, metade dos 3,5 mil cargos comissionados. Seria uma verdadeira demonstração de que Richa está disposto mesmo a dar o tal "choque de gestão" de que tanto fala e até a superar os 15% de redução de gastos com a 'máquina' anunciados também no início da semana. Vale registrar que a contratação de educadores, necessidade urgente já para estarem nas escolas estaduais no início de fevereiro, não pode ser contestada. O secretário Sebastiani anunciou que o governo irá contratar ao longo deste ano cerca de 28 mil educadores, a maioria professores. Se na Educação não dá para economizar, nos cargos em comissão, sim. Já o ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), embora tenha achado natural a demissão dos comissionados, comentou que alguns cargos chaves para o bom andamento da máquina pública estavam entre os exonerados. BLOCO DE 7 Os partidos que elegeram poucos deputados estaduais em 2010 foram rápidos para esta nova legislatura. PSC, PRB e PSB se juntaram e conseguiram formar uma expressiva bancada da Assembléia Legislativa. Formaram bloco com sete deputados. Formalizado no início dos trabalhos em fevereiro, o bloco terá mais força que DEM, PT e PPS. FAZ DIFERENÇA Os três partidos resolveram se unir e formar este novo bloco para ter mais força política nas decisões dentro da Assembléia e em relação ao governo do Estado, naturalmente. A bancada PSC/ PRB/PSB cria uma nova força política na Assembléia, ficando atrás apenas do PMDB e PSDB. Em tese, o bloco democratiza o debate dentro da Casa e descentraliza o poder de decisão. E AGORA... Terminou ontem o prazo concedido à defesa do exdeputado estadual Fernando Ribas Carli Filho pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba para a apresentação das alegações finais. De acordo com o advogado criminalista Elias Mattar As-

aprovada em 2008 pelo Congresso, mudou o cálculo do tamanho das Câmaras Municipais. No caso de Curitiba, tem direito a mais uma vaga. PELA LEI A PEC de 2008 permitiu a abertura de cerca de sete mil vagas de vereadores em todo o país. A direção da Câmara de Curitiba está elaborando proposta para criar a 39ª cadeira de vereador, disputada em 2012 para mandato a partir do ano seguinte, como as demais. Para atender as exigências legais, o projeto tem de ser aprovado por todos os vereadores. DA-SE UM JEITO Espaço físico, inclusive, é um dos problemas para mais um vereador curitibano. O plenário da Câmara tem capacidade para 40 parlamentares, mas a instalação de mais um gabinete é que complica. São mais 40 metros quadrados no prédio da Câmara. A estimativa é de que o projeto seja votado em plenário até a metade do ano. RICHA E O PORTO Voltando ao Richa e ao porto. "Com menos de uma semana de governo, minha primeira viagem foi a Paranaguá, para demonstrar a importância do Porto em nosso Plano de Governo", afirmou o governador. "Vamos fazer o possível para acelerar a modernização do Porto, vamos dar a volta por cima e colocar o Porto como referência nacional", prometeu. OBRAS PROMETIDAS Ele anunciou ontem também, após reunião com sindicalistas e trabalhadores portuários, o início das obras emergenciais de dragagem dos 20 berços de atracação do cais do Porto de Paranaguá. O investimento nas obras, que devem estar prontas até o final do mês, é de R$ 2,5 milhões. E MAIS OBRAS O mais importante, porém, é que Richa autorizou o início dos estudos para a dragagem da bacia de evolução e do canal da Galheta, de entrada na baía de Paranaguá. Também serão feitos estudos para ampliação de 20 para 32 do número de berços no cais, o que aumentará em 60% a capacidade de movimentação de carga no Porto. DÁ-LHE MINISTRO O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, defendeu que políticos não deveriam receber concessões de rádio e televisão. Bernardo declarou ser favorável ao projeto do antecessor, Franklin Martins, que prevê a proibição, mas admitiu que ela tem pouca ou nenhuma chance de ser aprovada pelo Congresso porque muitos parlamentares são donos de emissoras de rádios e TVs.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, admitiu ontem (7) que “setores minoritários” das Forças Armadas ainda resistem às iniciativas para esclarecer as mortes e os desaparecimentos políticos ocorridos durante o regime militar (1964-1985). Segundo Jobim, os militares que se opõem a projetos como a criação da Comissão da Verdade estão na reserva e integram o mesmo grupo que discorda das recentes mudanças no âmbito da Defesa, mas são em número menor do que aqueles favoráveis à apuração dos fatos. “Não há nenhuma dificuldade em relação às Forças Armadas [quanto à apuração dos crimes contra os direitos humanos]. Eventuais bolsões de resistência sobre a memória podem se encontrar em algum setores muito minoritários. Alguns militares mais tradicionalistas da reserva não veem com bons olhos as mudanças que fizemos no Ministério da Defesa, como a subordinação das Forças Armadas ao poder civil democrático”, disse Jobim logo após participar do programa de rádio Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços. Jobim lembrou que a proposta de criação da comissão precisa ser aprovada no Congresso. “Esse projeto teve o absoluto apoio do ministério e meu. Houve uma divergência inicial com o então secretário de Direitos Humanos [Paulo Vannuchi] sobre a natureza do projeto, que era unilateral, prevendo a análise da memória histórica somente por um lado enquanto nós queríamos que a análise fosse completa. Não há nenhuma divergência com a atual secretária Maria do Rosário”, disse, durante a entrevista a emissoras de rádio. Jobim voltou a afirmar que o país necessita conhecer a verdade histórica dos fatos, mas que isso não deve ter caráter punitivo. “O conhecimento da verdade tem todo o apoio do ministro e de toda a estrutura do Ministério da Defesa, mas, considerando a decisão do Supremo Tribunal Federal [STF] em relação à Lei da Anistia, o que não podemos ter é a pretensão da retaliação ao passado, ou seja, tentar instaurar processos criminais que possam atingir os eventuais envolvidos, quer os que estavam ao lado do Exército, quer os que estavam do lado dos grupos subversivos que se rebelavam contra a ditadura militar ”, disse. “O importante é que esse conhecimento sirva para construção do futuro e não meramente para retaliar o passado”, reforçou. Perguntado sobre as declarações do novo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general do Exército José Elito Siqueira, Jobim disse que o assunto está “absolutamente superado”. Elito foi chefe do Estado-Maior do Ministério da Defesa antes de assumir o GSI, na última segunda-feira (3). Na transmissão de cargo, ao falar sobre a possibilidade de se criar a Comissão da Verdade, ele afirmou que o Brasil não deve ficar olhando para trás nem se envergonhar ou se vangloriar pelos seus desaparecidos políticos.

Agora secretário do Trabalho, ele conversa com sindicalistas, mas cauteloso, não afirma claramente que será mantido Roseli Valério, de Curitiba

As matérias opinativas, que venham assinadas, não expressam necessariamente a opinião deste jornal

sad, que representa a família Yared como assistente do Ministério Público, caso a defesa não entregasse o processo até o vencimento do prazo, ele irá ingressar com pedido para que o juiz determine a imediata restituição do processo denominado "cobrança de autos". CARLI FILHO? Segundo Mattar Assad, em caso de não ser apresentada a defesa final, o juiz poderá tomar várias providências, entre elas, a remessa do processo para um defensor público. Carli Filho é acusado de duplo homicídio com dolo eventual pela morte de dois jovens na madrugada de 7 de maio de 2009, em Curitiba. Ele é acusado de dirigir em alta velocidade, embriagado, e com a carteira de motorista suspensa. DIRETORES DA APPA Ontem em Paranaguá, o governador Richa anunciou mais quatro nomes que farão parte da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. O novo diretor do Porto de Antonina será Paulo Scalco. No Porto de Paranaguá a direção técnica ficará sob responsabilidade de Paulinho Dalmaz. Lourenço Fregonese, profundo conhecedor do porto, será o novo diretor empresarial e Carlos Alberto Frisoli ficará com a diretoria administrativa e financeira. SEI NÃO Não repercutiu bem em Curitiba a iniciativa do deputado federal eleito Fernando Francischini (PSDB-PR). Alegando danos a economia do Brasil, ele ajuizou ação popular no Supremo Tribunal Federal para extraditar o ex-ativista italiano Cesare Battisti e anular o ato da presidência que nega a extradição. FAZ PARTE Alguns políticos e internautas não aprovaram a medida. A reação foi de que o deputado poderia esperar a posse em fevereiro na Câmara e atuar no Parlamento em relação à questão. Outra crítica é de que Francischini teria interesse em reaparecer no noticiário, aproveitando o tema do momento. DA CRISE Contra o italiano Battisti pesam acusações de assassinato, mas ele se diz inocente. Fracischini argumenta que a decisão da presidência pode causar danos irreparáveis ao patrimônio público e à economia nacional, uma vez que abriu uma crise diplomática. Ele argumentou também descontentamento da população em relação à negativa do Brasil à extradição. 39 EM CURITIBA A Câmara Municipal de Curitiba já discute a criação de mais uma vaga de vereador. A adição de uma cadeira é justificada pelo aumento da população na cidade, que foi verificado pelo Censo de 2010, do IBGE. E para reforçar, uma polêmica emenda constitucional

Jobim reconhece resistência “minoritária” contra apuração de crimes da ditadura

Romanelli acredita que Richa irá manter o piso

Home Page: www.metropolejornal.com.br Diário de propriedade da Editora Interbairros Ltda - CNPJ 97.465.900/000227 Diretor Presidente: Ary Leonel da Cruz E-mail presidente: arycruz@metropolesjp.com.br Editor Chefe: Ary Laurindo - MTB 417 - Fone: (41) 3383-0421 Contatos Redação: redacaometropole@metropolesjp.com.br jornalmetropole@metropolesjp.com.br Redação: Rua Dr. Manoel Ribeiro de Campos, 937, esq. Visconde do Rio Branco Centro - São José dos Pinhais-PR - CEP 83005-310 Telefone Administração: (41) 3383-6650 Departamento Comercial: buturimetropole@hotmail.com Gerente Comercial: Maurício Orlando Mosson Fones: (41) 3024-6766 • 9973-1492 - cial@ctbametropole.com.br Publicações Legais: Representante - Edital Center Ltda. - Tel. (041) 3024-6766 cial@ctbametropole.com.br Filiado: Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Estado do Paraná ADI - PR - Associação dos Diários do Interior Representante em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília: Central de Comunicação - SCS QD 02/Bl. D/Salas 1002/1003 - Edif. Oscar Niemayer CEP 70316-900 • Brasília • Distrito Federal Fones: (61) 3323-4071 • 8133-3400

Correspondência para roselivalerio@gmail.com

Experiente em como lidar com a questão do salário mínimo regional por ter sido líder do governo Roberto Requião (PMDB) na Assembléia Legislativa desde que o piso foi adotado, o peemedebista Luiz Cláudio Romanelli , secretário estadual do Trabalho e Emprego, disse ontem que o governo do tucano Beto Richa “deve manter” a mesma política. Pela lei, cabe ao Executivo enviar a proposta de reajuste anual do piso regional para apreciação e votação do Legislativo. Desde que foi implantado o mínimo regional, o governo do Estado conseguiu a aprovação para os valores propostos às categorias que não têm representação sindical, mas a questão sempre provocou polêmica por-

que a oposição na Assembléia Legislativa insistia em apresentar emenda fixando o mesmo percentual para os servidores públicos do Estado. Acusavam o governo de “fazer cortesia com o chapéu alheio”, como dizia o líder da oposição na legislatura passada, deputado Élio Rush (DEM). A parte da bancada tucana na Casa que era adversária do governo peemedebista, fazia coro aos democratas. TRÂMITE O secretário Romanelli conhece bem essa situação. Teve de defender a proposta do governo Requião entre 2007 e 2010, este último no governo de Orlando Pessuti (PMDB), dando suporte ao líder do novo governo, deputado Caíto Quintana (PMDB). Romanelli usou os mesmos argumentos todos os anos, apesar das pressões da oposição. O jogo no

Legislativo era manter as centrais sindicais atenta à tramitação do projeto e lotar as galerias quando das votações em plenário. Nesse aspecto, nada vai mudar para o peemedebista. Ele terá mais facilidade para conduzir o processo do que se o titular da pasta fosse outro. Como o salário mínimo regional tem de estar em vigor dia 1º de maio, é praxe que o Executivo envie a proposta no máximo até o final de março. Até lá, de acordo com o secretário do Trabalho, haverá debates do governo do Estado com as centrais sindicais, o setor patronal e unidades técnicas como Ipardes e Dieese. Romanelli explicou que a inflação e o PIB são índices que fazem parte da definição do valor do salário mínimo. A importância e a polêmica em torno do piso regional não é por conta dos trabalhadores di-

retamente beneficiados (os sem sindicato), mas porque ele serve como parâmetro para negociação de reajustes e acordos salariais para os sindicatos da indústria, comércio e serviços, de todo o Paraná, com acompanhamento das centrais sindicais. O salário mínimo do Paraná é o maior salário regional do país. Foi instituído em 2006 e hoje seus valores oscilam entre R$ 663,00 e R$ 765,00 para quatro categorias de empregados que não têm acordo coletivo de trabalho. Trabalhadores do campo, do comércio, da produção de bem, da indústria e domésticas são beneficiados pelo piso. Romanelli começou a discussão em torno do tema ontem, em reunião com integrantes da Coordenação Federativa dos Trabalhadores (CFTPR), que representa cerca de 500 mil trabalhadores.


3

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

Para Paulo Bernardo, político não deve ter concessões de rádio e TV O ministro das Comunicações deu entrevista coletiva à imprensa, em Brasília

“Tem uma restrição colocada na Constituição, mas não está regulamentada. Todos sabem que

tem um monte de políticos que tem rádio e televisão e acho que não deveria ser permitido”, afirmou ele, após reunião com a presidenta Dilma Rousseff para tratar do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). Paulo Bernardo lembrou uma entrevista que deu esta semana sobre o assunto. “Fiz uma avaliação realista, pragmática, de que acho um tema difícil, sensível, por que tem que ser aprovado no Congresso. Até brinquei que é mais fácil votar o impeachment de um presidente do que a revogação de uma concessão de rádio e TV”, disse.

(Wilson Dias/ABr)

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou ontem (7) que é contra a concessão de emissoras de rádio e televisão para políticos. Bernardo, no entanto, reconheceu que esse é um tema sensível e que ainda precisa de regulamentação.

Jonas Olivera (SECS

Revisão de reajuste do mínimo é praticamente consenso no Congresso

Posse do secretário de Estado do Turismo e presidente do Conselho Consultivo de Turismo do Paraná , Faisal Saleh

Faisal Saleh assume Turismo e garante integração do setor no PR O empresário Faisal Saleh assumiu anteontem (6), em Curitiba, a Secretaria de Estado do Turismo e a presidência do Conselho Consultivo de Turismo do Paraná. A cerimônia de transmissão de posse foi durante a reunião do Conselho, no Hotel Mabu, centro da capital. Saleh recebeu os cargos do ex-secretário Herculano Lisboa e destacou suas metas e principais ações para o início do ano. Ele afirmou que o turismo no Paraná necessita de gestão integrada e que articule a relação com a iniciativa privada, instituições públicas e de ensino da atividade turística paranaense. “Nos próximos três meses trabalharemos na elaboração do Plano de Desenvol-

vimento do Turismo para os anos de 2011 – 2014. Para construirmos e aplicarmos esse plano é necessário haver articulação e integração com os diferentes setores”. Em discurso, Saleh enfatizou que pretende promover o diálogo e a integração entre todos os seguimentos do turismo, para que o Paraná tenha maior expressão no cenário nacional e internacional. “Precisamos transformar o Paraná numa força turística, para isso iremos incentivar o turismo interno, retomar o investimento e atuar de maneira criativa. O turismo é feito com pessoas e temos que fazê-las trabalhar em conjunto”, afirmou. O secretário destacou que todas as metas da Secretaria de Turismo estão

alinhadas com o Plano de Governo do governador Beto Richa e afirmou estar confiante no desenvolvimento do setor turístico no Paraná. “Temos todas as ferramentas necessárias para que esse grande momento do turismo paranaense aconteça, temos um campo fértil e muito importante para desenvolver a atividade”, afirmou. Saleh reside no município de Foz do Iguaçu, onde implantou diversos projetos e programas relacionados ao turismo. Ele nasceu em Ponta Grossa e tem 51 anos. A secretária-executiva do Conselho Consultivo de Turismo do Paraná, Deise Bezerra, disse que a função do Conselho é articular a iniciativa privada e o poder público para o desenvolvimen-

to do turismo no estado. Ela esclarece que o presidente da entidade é sempre o secretário de Estado que assume a pasta. “Faisal tem ampla experiência no setor privado e público com relação ao turismo. O nome dele foi bem aceito por todos os segmentos do Conselho, pois acreditamos que ele conhece as causas e fará uma gestão bastante profícua”. Participaram também da solenidade de transmissão de cargo o deputado federal Eduardo Sciarra, o prefeito de Foz do Iguaçu Paulo Mac Donald Ghisi, o vice-governador e secretário de Educação Flávio Arns e os secretários de Estado Jonel Iurk, Paulino Viapiana, Mário Celso, José Richa Filho, Reinaldo Almeida, Cid Vasques e Ricardo Barros.

Brasília - Independentemente da postura do PMDB de debater melhor a proposta do governo de aumentar o salário mínimo para R$ 540, a revisão do reajuste é praticamente um consenso entre os parlamentares a começar pelo próprio líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). Segundo ele, o ideal é que os partidos deixem de lado “disputas políticas” e discutam o assunto tecnicamente, com base no princípio que o salário mínimo é parte de uma política de desenvolvimento para o país. Vaccarezza disse à Agência Brasil que, por força dessas discussões, é praticamente impossível aprovar a medida provisória em fevereiro. Para ele, a votação da matéria deve ocorrer em meados de março. O também petista Paulo Paim (RS), que construiu sua história parlamentar – na Câmara e no Senado – com a bandeira de defesa de aumento real do salário mínimo e das aposentadorias, tem conversado informalmente com a bancada do partido no Senado. “A visão que tenho sentido nessas conversas é a de que somente o entendimento e o diálogo [com os partidos] é que vai definir o valor do salário mínimo.” Paim considera possível aumentar o reajuste e alcançar os R$ 550. “Os R$ 540 nós sabemos que não vai ficar, uma vez que é inconstitucio-

nal porque não corrige o salário nem pela inflação do período [no caso em questão, o ano de 2010].” O senador quer inserir nos debates que serão travados no Congresso a partir de fevereiro, a troca do fator previdenciário pela revisão da idade mínima de aposentadoria. O senador considera injusto que o servidor público da administração federal se aposente com 55 anos, no caso de mulheres, e 60 para os homens, enquanto, para os trabalhadores do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), essas idades são de 60 e 65, respectivamente. A cúpula do PMDB, que nesta semana antecipou o debate de revisão do salário mínimo proposto pelo Executivo, evita, agora, discutir o assunto antes de fevereiro. O receio é que a mídia continue vinculando a decisão à disputa do partido com o PT por cargos no segundo escalão do governo. Entretanto, é comum entre os parlamentares que comandam as decisões do partido que será muito difícil para o Congresso aprovar um salário mínimo apenas com a correção da inflação. Os peemedebistas ressaltam que a política em vigor de recuperação do poder de compra do salário mínimo foi construída no Congresso a partir de conversas entre as lideranças e centrais sindicais.

Ministro Luiz Sérgio nega crise entre PT e PMDB na disputa por cargos Rio de Janeiro - O ministro da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Luiz Sérgio, disse ontem (7) que não há crise entre o PT e o PMDB por causa da ocupação de cargos no governo federal. Segundo ele, o processo de disputa por cargos é “um processo natural” em um governo de coalizão. “Este é um governo de coalizão. Num governo de coalizão, é normal que partidos queiram participar [do governo]. Num primeiro momento, sempre há uma movimentação [em busca de cargos], o que pode dar uma sensação de crise. Na verdade, não há crise. Este é um processo natural”, disse.

Quanto à cobrança do deputado federal Henrique Alves (PMDB/RN) por um assento do PMDB na articulação política do governo, o ministro disse que o comentário do parlamentar é “indevido” e não expressa o sentimento do partido. “A participação e o papel que o PMDB desempenha [dentro do governo] é muito importante e é compatível, levando em consideração os outros partidos e as outras forças que foram fundamentais para que esse processo [a eleição da presidenta Dilma Rousseff] fosse vitorioso”, afirmou o ministro.

Cândido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo na Câmara


4

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

Ivan Rodrigues participa de reunião em Curitiba para definir questão do lixo Promovendo parcerias para o crescimento empresarial

Ardisson Akel é indicado para a Junta Comercial do Paraná Silvio Ramos

O Prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Ro drigues, e a secretária municipal do Meio Ambiente, Edilaine Vieira, e o procurador-geral do município, Luiz Carlos da Rocha, estiveram reunidos ontem na Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba com os prefeitos dos municípios de Fazenda Rio Grande, Pinhais, Piraquara, Araucária e Colombo para arranjar uma solução alternativa para o problema enfrentado na coleta de lixo. "As consequências do fechamento do aterro da Caximba estão sendo sentidas agora por todas as cidades da Região Metropolitana e, sobretudo, por Curitiba. Não queremos, de maneira nenhuma, prejudicar a população e não estamos poupando esforços para regularizar essa situação, que é desagradável para todos. Tenho certeza que, em breve, iremos encontrar uma maneira de solucionar isso", diz Ivan. O atraso na coleta do lixo tem sido sentida pela população desde o final de dezembro, mês em que a produção de lixo aumenta. Como solução paliativa ao fechamento do aterro da Caximba, um aterro particular em Fazenda Rio Grande está sendo utilizado para o despejo do lixo.

Diversos municípios se reuniram com o intuito de encontrar uma alternativa que ponha fim ao atraso na coleta

Para isso, as empresas responsáveis pela coleta de cada município têm que realizar o transporte pela BR-376, concessionada pela OHL. Durante o trajeto, a concessionária possui uma balança de pesagem que autoriza o transporte de somente 5 mil quilos de carga (2 mil quilos no eixo dianteiro e 3 mil quilos no eixo traseiro), determinado por lei. O veículo que exceder esse limite pode pagar de R$ 100 a R$ 3 mil de multa por eixo. O peso normal de um caminhão transportador de lixo varia de 9 a 15 mil quilos, o que acarreta no atraso da

coleta, uma vez que cada caminhão tem que fazer diversas viagens para realizar o despejo, seguindo a nova determinação. Na reunião de ontem, os prefeitos tentaram encontrar uma rota alternativa e, como isso não foi possível, duas medidas serão tomadas. "Iremos entrar com um requerimento administrativo solicitando à ANTT [Agência Nacional de Transporte Terrestre] a dispensa ou a diferenciação da pesagem dos caminhões, por se tratar de uma carga atípica", explica Edilaine. Além disso, o Consórcio Metropolitano do Lixo

irá, a partir de segunda-feira, iniciar a busca de áreas que possam ser licenciadas para realizar o transbordo do lixo das cidades afetadas pelo problema, aumentando assim a capacidade de transporte. "Estamos realizando uma força-tarefa para colocar a coleta em dia. Mas enquanto as soluções não são colocadas em prática, solicitamos a colaboração da população no sentido de colocar o lixo em sacolas reforçadas e em locais mais elevados, para evitar que os cachorros revirem os resíduos, piorando ainda mais a situação", complementa a secretária.

Câmara Municipal lança selo comemorativo pelos 158 anos de emancipação política A data é comemorada no dia 08 de janeiro, quando no ano de 1853 foi criada a Câmara de Vereadores A partir de segunda-feira, 10, toda correspondência postada pela Câmara Municipal terá selo comemorativo pelos 158 anos de emancipação política do município. Segundo o presidente do órgão, Assis Manoel Pereira, o lançamento do selo é em razão de no dia 08 de janeiro de 1853 ter sido instalado o município de São José dos Pinhais, fato que estabeleceu um poder político institucionalizado, com a criação da Câmara de Vereadores. Esta data, disse ainda Assis, é de suma importância para os vereadores, pois com a instalação da Câmara de Vereadores, passou-se a construir o embrião da administração pública da cidade de São José dos Pinhais. Ele lembra também que a Câmara manteve muitas das características da organização política portuguesa, as quais, inclusive, são mantidas até hoje, apesar de ter surgido em 1853, quando o Brasil já era independente. "Antes da emancipação política, durante o século XVIII e primeira metade do século XIX, a população que vivia na então Freguesia de São José era representada junto à Câmara Municipal de Curitiba", acrescentou o presidente Assis.

O ex-presidente da Faciap - Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná e atual presidente do Conselho Superior da entidade, Ardisson Naim Akel, foi indicado para assumir a presidência da Junta Comercial do Paraná na última quarta-feira (05). Sua nomeação deve ocorrer pelo governador Beto Richa nos próximos dias. Akel destaca a relevância dessa nova empreitada: "é um novo desafio. Fui convidado pelo governador Beto Richa a integrar sua equipe de governo, com uma visão de que a Junta Comercial deve integrar o fomento à competitividade, fazendo surgir novas empresas, e também oferecendo apoio às já existentes, para auxiliar no seu crescimento. Nossa bagagem junto às Associações Comerciais e Empresariais ajudam a cumprir o papel de dinamização da economia paranaense. Dentro desse desafio aceitei o chamado e buscarei a integração com órgãos como a Secretaria de Indústria e Comércio e a Agência de Fomento", disse. A trajetória do novo presidente da Junta Comercial representa a luta pelo desenvolvimento da economia paranaense. Líder no movimento associativista, Akel presidiu a Faciap entre os anos de 1998 e 2002, e posteriormente entre 2006 e 2010. Durante seus mandatos, foi grande responsável pelo fortalecimento da Faciap como representante dos interesses de mais de 50 mil empresários de diferentes setores da economia em todo o Paraná, englobando 75% dos municípios do Estado. Akel também é empresário no ramo do vestuário, foi presidente da ACP - Associação Comercial do Paraná entre 1996 e 1998, vice-presidente da FIEP - Federação das Indústrias do Estado do Paraná e hoje também é presidente do Sindivest Sindicato da Indústria do Vestuário de Curitiba. Nasceu em Curitiba, tem 67 anos, é graduado em Direito pela Universidade Federal do Paraná e pósgraduado em Administração pela EASP/Fundação Getúlio Vargas.

FALECIMENTOS  Dioclecio Barbosa de Souza Neto, 49 anos. Sepultamento hoje, às 16 horas, no Cemitério Memorial da Vida.  Nestor Candido de Oliveira, 71 anos. Sepultamento hoje, às 10 horas, no Cemitério Padre Pedro Fuss. Serviço Funerário Municipal - São José dos Pinhais Rua Ângelo Zem, 55 Centro - Fone : 3382 1271

Selo comemorativo será usado a partir desta segunda-feira

Secretaria da Educação tem 250 mil inscritos para professores e profissionais temporários Duzentos e cinquenta mil professores e profissionais da educação já se inscreveram no Processo de Seleção Simplificada (PSS) até esta sexta-feira (7). O processo foi aberto no último dia 27 para suprir a necessidade de cerca de 30 mil professores e sete mil funcionários de serviços gerais e administrativos do quadro de funcionamento das escolas. A superintendente da Educação, Meroujy Cavet, relatou que o PSS é um meio emergencial para solucionar a falta de professores e funcionários nas escolas para o início das aulas. "O processo é bom, porém o número de profissionais contratados pelo PSS é grande. Isso deve diminuir com o tempo e também com a contratação de profissionais do concurso vigente de 2007", afirmou.

Ela confirmou que três mil professores aprovados no concurso de 2007 devem ser chamados para compor o quadro próprio. As inscrições para o PSS vão até o dia 12 pela internet, através do site www.grhs.pr.gov.br, e serão avaliadas de acordo com alguns critérios como licenciatura, pós-graduação e tempo de serviço. O resultado será divulgado no dia 17 desse mês, no mesmo site. Os profissionais aprovados deverão seguir as instruções dos núcleos de educação para entregar a documentação exigida e receber a informação sobre em qual escola irão trabalhar. A SEED disponibiliza o número 0800-416322, das 09 às 18 horas, para que os profissionais possam tirar dúvidas relacionadas ao processo.


5

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

Metró ole Variedades Não corrigir nossas faltas é o mesmo que cometer novos erros. (Confúcio)

Céu com muitas nuvens Máx.27º sujeito a pancadas de chuva a tarde e noite Mín. 17º

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA DO SHOPPING SÃO JOSÉ - ATÉ 13 DE JANEIRO/2011 Sala Filme

Horários

1 - Megamente (Dub) - Livre

10h30

1 - A Rede Social - 14 Anos

23h10 C

Dia 09: Mín. 18º e Máx. 25º Dia 10: Mín. 19º e Máx. 25º Dia 11: Mín. 19º e Máx. 26º

1 - As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada (Dub) - 10 Anos 12h35 - 17h50

00h00 C

5 - Enrolados 3D 3D (Dub) - Livre

12h00 - 14h20 - 16h50 - 19h20 - 21h40

TOME NOTA Novo CD

O amor e outros estranhos rumores Ao completar seus cinco anos de atividades na cena brasileira, o Grupo 3 de Teatro traz para o palco a originalidade, o humor e o fantástico que marcam a obra do escritor mineiro Murilo Rubião, autor dos três contos, adaptados por Silvia Gomez, que compõem o espetáculo O amor e outros estranhos rumores, dirigido por Yara de Novaes, estrelado por Débora Falabella, Maurício de Barros, Rodolfo Vaz (do Grupo Galpão, convidado especialmente para esse trabalho) e Priscila Jorge, a peça volta em 14 de janeiro, sexta, 21h30, no Teatro TUCA (Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes – tel.: 11. 2626-0938).

Programação musical em Caiobá e Guaratuba SÁBADO – 08 DE JANEIRO Guilherme & Santiago na Arena do Hyddra Concept Lounge, em Caiobá, PR. Rua Alvorada, 620. Fone 41 3473 4440. Banda Kaduka, logo após o show principal, no Hyddra Concept Lounge, em Caiobá, PR. Cherry Ladies da Dance Paradise no Porto Iguana, do Porto Beach Fun em Guaratuba, PR. Rua XV de Novembro, 81 - Baía de Guaratuba. Fone 41 3472 3238. Edy & Gil e Marcos & Adriano Porto Santo Canto, do Porto Beach Fun em Guaratuba, PR. Rua XV de Novembro, 81 - Baía de Guaratuba. Fone 41 3472 3238.

1) Em qual dessas produções a atriz Cláudia Ohana interpretou a personagem Camila, que dormia a maior parte do tempo? a) “A Muralha” b) “Amor Com Amor se Paga c) “Fera Ferida” d) “Canavial de Paixões” 2) Quem interpretou o padre João da Cruz na novela “O Privilégio de Amar”, que foi exibida pelo SBT? a) Guy Ecker b) César Évora c) Rick Martin d) Rodrigo Abed 3) Em qual novela a atriz Mayara Magri estreou na televisão? a) “Os Imigrantes” b) “A Gata Comeu” c) “Os Adolescentes” d) “O Salvador da Pátria” 4) Quem fez par romântico com Leonardo Vieira em “Sonho Meu”? a) Isabela Garcia b) Lídia Brondi c) Cláudia Abreu d) Patrícia França 5) Qual dessas atrizes interpretou a personagem Beatriz na novela “Quem É Você”? a) Elizabeth Savala b) Joana Fomm c) Cássia Kiss d) Paloma Duarte (Respostas: 1-c / 2-b / 3-c / 4-d / 5-c)

O Foo Fighters encerrou nesta semana as gravações de seu novo disco, ainda sem data de lançamento. Em entrevista à BBC Radio One, Dave Grohl disse que o álbum tem “11 canções e, do início ao fim, não tem uma balada sonolenta”.

Ingredientes: 1ª Etapa: Massa Requeijão cremoso tipo catupiry — 75g Manteiga — 75g Realçador de sabor — 10g Açafrão — 2g Farinha de trigo — 175g Modo de preparo: 1 — Em um recipiente junte o requeijão, a manteiga, o realçador e o açafrão. Mexa até obter um creme. 2 — Coloque a farinha de trigo e mexa com a mão até ficar uma massa firme e homogênea. 3 — Deixe descansar por 30 minutos. 2ª Etapa: Recheio Ingredientes: Mussarela ralada — 300g Tomate seco picado — 100g Tomate fresco picado — 100g Cebola picada — 50g Azeitona picada — 50g Pimentão verde picado — 40g Cheiro verde picado — 40g Modo de preparo: — Junte todos os ingredientes em uma vasilha, misture bem e reserve. Montagem: 1 — Abra a massa com um rolo e coloque em uma forma de fundo falso, previamente polvilhada farinha de trigo. Reserve um pouco da massa para decoração. 2 — Coloque o recheio, faça a decoração, abrindo o restante da massa e colocando sobre o recheio. Pincele com gemas e leve para assar com as seguintes temperaturas: Forno tipo turbo a 150ºC. Forno tipo lastro a 180ºC, por um tempo aproximado de 25 a 30 minutos.

Cigarro atrapalha a digestão e pode causar doenças gastrointestinais Quem é fumante, ou conhece um, sabe que assim que a comida do prato acaba, é um cigarro que vai à boca. “Após as refeições, pelo aumento da taxa de açúcar no sangue, todos nós temos uma sensação de moleza. Uma vez que a nicotina, assim como a cafeína, é um estimulante do Sistema Nervoso Central, ajuda a eliminar essa sonolência”, explica a psiquiatra da Associação Brasileira de Estudo do Álcool e outras Drogas (Abead), Analice Gigliotti. A especialista diz que, depois de ter repetido o ato várias vezes, ficamos condicionados e passamos a não saber mais como fazer uma refeição sem dar uma tragada em seguida. Será, então, que fumar após as refeições torna a digestão mais eficiente? A resposta é não. A nicotina no sistema digestivo provoca a diminuição da contração do estômago, justamente dificultando a digestão. Entre ele e o esôfago há uma válvula muscular que impede que o líquido estomacal volte para o órgão anterior, o chamado refluxo. Esse músculo é enfraquecido pelo uso contínuo do cigarro, aumentando o contato do ácido gástrico com a mucosa esofágica. Além disso, o tabaco altera o paladar e induz a produção de ácido clorídrico e facilita a infecção pelas bactérias Helicobacter pylori, causadores da úlcera gástrica. O cigarro ainda estimula a ida de sais biliares do intestino para o estômago, tornando suco gástrico mais nocivo. Sendo assim, o aparelho digestivo é um dos afetados por algumas das 50 doenças diferentes que o consumo de derivados de tabaco provoca, de acordo com o Ministério da Saúde. Já a Organização Mundial da Saúde (OMS), considera o tabagismo a principal causa de morte evitável no mundo. São 4,9 milhões de óbitos anuais, ou seja, mais de 10 mil por dia. Segundo a OMS, cerca de um terço da população mundial adulta, o equivalente a 1,2 bilhão, é fumante. No Brasil, de acordo com a Pesquisa Especial do Tabagismo, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em torno de 24,6 milhões de brasileiros são fumantes e, deste número, 52,1% deseja parar de fumar. Substituir o hábito de acender um cigarro depois do almoço por outra técnica que desvie a atenção é um bom começo. “Uma boa dica é o fumante levantar imediatamente da mesa e escovar os dentes”, sugere a psiquiatra.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2007

O acidente que provoca engarraPrimeiro- famentos ministro na rodovia

Tecla do televisor estéreo

O fato que fere a moral Afeiçoa

Armadura Fruto para a silvestre cabeça arroxeado

Gênero de musical

Tornado tolo Altivez; energia Cartel petrolífero (sigla) Preliminar Sufixo nominal de "quinteto" Propulsor (?) coisa: da canoa isto

Pedido do fiel, na igreja Estrondo; estampido Falar em público

Cantora de "Então É Natal" Conteúdo do texto Nadadeiras da baleia

86

Unidade de agrimensão Inerente Aveia, em inglês Hábito do idólatra

3,1416 (Mat.)

Processo de investigação do psiquismo de um indivíduo (Psican.)

Feito ou Salto (?), Nesse (?): dito esporte entretanto novamente olímpico Civil (Mil.) Manifestação pública (?) Grael, iatista brasileiro Órgão sindical brasileiro

(?) Bello, atriz que faleceu em 2007

Big (?), atração turística de Londres

A T O (?) Rosa, atriz Escola do Exército

Que sofre de tuberculose

Sinal gráfico de nasalação (Gram.) Consertar; reparar Rádio italiana

(?) Maia, cantor brasileiro

Titânio (símbolo) Área de vegetação no deserto

Dois + três Bairro paulista

BANCO

Primeira vogal Em + ele

Solução

S A P A P R E M I E R

5 - Tron: O Legado 3D 3D (Dub) - 10 Anos

R E S T B A

13h00 - 15h10 - 17h20 - 19h40 - 21h50 - 00h10 C

A NI M A D O O P E P R E C E A G O R A R E I O AT N A S A D O T O A O R BE N A N A A R L M T I A S I S N E L E

11h30 - 13h40 - 16h00 - 18h20 - 20h40 - 23h00 C

4 - De Pernas Pro Ar - 14 Anos

E L E R M O O P F R O N E R P A T A T E R O A R T I C O A U R T I O O C A

3 - Entrando Numa Fria Maior Ainda com a Família - 12 Anos

TORTA CATARINA SALGADA

A U T O M O B I L I S T I C O

12h40 - 15h20 - 17h40 - 19h50 - 22h00 - 00h15 C

P A I S A N O

2 - Incontrolável (Dub) - 10 Anos

TR I N T R E R C I M

15h00 - 20h30

3/oat — rai. 5/inato. 6/tísico. 7/paisano — premier.

1 - Tron: O Legado (Dub) - 10 Anos


6

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

TR, POUPANÇA E TBF

Metró ole Economia

TR MENSAL % set out 0,07 0,05

nov 0,03

POUPANÇA MENSAL % set out nov 0,57 0,55 0,53

dez 0,14

ano 0,69

12 m 0,69

dez 0,64

ano 6,90

12 m 6,90

Foto: Orlando Kissner

ÍNDICES DIÁRIOS 1/12 a 1/1 0,1406 2/12 a 2/1 0,0819 3/12 a 3/1 0,0663 4/12 a 4/1 0,0587 5/12 a 5/1 0,0871 6/12 a 6/1 0,1361 7/12 a 7/1 0,1209 8/12 a 8/1 0,1997 9/12 a 9/1 0,0888 10/12 a 10/1 0,0678 11/12 a 11/1 0,0702 12/12 a 12/1 0,0892 13/12 a 13/1 0,1100 14/12 a 14/1 0,1138 15/12 a 15/1 0,1035 16/12 a 16/1 0,0954 17/12 a 17/1 0,0637 18/12 a 18/1 0,0648 19/12 a 19/1 0,0935 20/12 a 20/1 0,1135 21/12 a 21/1 0,1254 22/12 a 22/1 0,1299 23/12 a 23/1 0,0988 24/12 a 24/1 0,0506 25/12 a 25/1 0,0670 26/12 a 26/1 0,0964 27/12 a 27/1 0,1347

O governador Beto Richa anunciou em Paranaguá o início das obras de dragagem de manutenção dos 20 berços de atracação do cais do Porto de Paranaguá

Beto Richa anuncia início de obras emergenciais de dragagem no Porto O investimento nas obras, que devem se iniciar até 20 de janeiro e durar em torno de 10 dias, é de R$ 2,5 milhões O governador Beto Richa anunciou na manhã de ontem (7) em Paranaguá, após reunião com sindicalistas e trabalhadores portuários, o início das obras emergenciais de dragagem dos 20 berços de atracação do cais do Porto de Paranaguá. O investimento nas obras, que devem se iniciar até 20 de janeiro e durar em torno de 10 dias, é de R$ 2,5 milhões. Richa também autorizou o início dos estudos para a dragagem da bacia de evolução e do canal da Galheta, de entrada na baía de

Paranaguá. Também serão feitos estudos para ampliação de 20 para 32 do número de berços no cais, o que aumentará em 60% a capacidade de movimentação de carga no Porto. “Com menos de uma semana de governo, minha primeira viagem foi a Paranaguá, para demonstrar a importância do Porto em nosso Plano de Governo”, afirmou Richa. “Vamos fazer o possível para acelerar a modernização do Porto, vamos dar a volta por cima e colocar o Porto como referência nacional.”

INVESTIMENTO PRIVADO No Porto, Richa anunciou um investimento de R$ 20 milhões, a ser feito pela Cooperativa Cotriguaçu, para construção de um novo silo na área do Porto. “As empresas privadas voltaram a procurar o Estado, para investir, para criar empregos, e podem ter certeza de que encontrarão no Governo do Estado um parceiro”, disse o governador. HOSPITAL O governador visitou também o Hospital Regional de Paranaguá e anun-

ciou medidas para a ocupação adequada da obra. No hospital, a ala construída para ser uma maternidade, está sendo usado para o almoxarifado. Os 22 leitos disponibilizados para a especialidade fazem falta para clínica médica e cirurgia. A Secretaria de Estado da Saúde desenvolve projeto para a construção de um novo almoxarifado. Ainda na tarde de ontem, Richa visitou a base de Operação Verão e, no início da noite, abriu a feira Sabores do Paraná, em Matinhos.

Secretário começa gestão integrada para fortalecer modais de transportes Os dirigentes dos modais de transportes que integram a Secretaria de Infraestrutura e Logística - DER, Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e Ferroeste S/A participaram ontem (7) em Curitiba de reunião com o secretário José Richa Filho, com quem foram colocadas as metas da nova pasta. “Gestão integrada, gestão por resultados e desenvolvimento dos colaboradores é o nosso desafio”, destacou o secretário. “Só assim o trabalho terá mais qualidade e agilidade dentro de uma visão sistêmica e estratégica das áreas de atuação, permitindo acompanhamento e cobrança pelos resultados o que, junto com a valorização dos servidores, levará à consolidação das metas e objetivos.” O desenvolvimento dos

Os dirigentes dos modais de transportes na reunião com o secretário José Richa Filho

funcionários foi lembrado pelo secretário de Infraestrutura e Logística como fundamental para alavancar as ações estratégicas, destacando que o conhecimento de todos será funda-

mental na gestão do governador Beto Richa. “Os colaboradores serão a peça mais importante desta engrenagem que temos a incumbência de fazer funcionar. Nossa união, a união

de cada processo, de cada gestor, de cada colaborador é que vai permitir, por meio da qualidade e da produtividade, a melhoria contínua e a transformação desejada”, disse José Richa Filho. O comprometimento de todos com o processo foi destacado na reunião pelo diretor-geral Altair Wanderley Petry. No seu entender, só desta maneira acontecerá “o alinhamento estratégico decisivo para a consolidação dos objetivos propostos no contrato de gestão que a Secretaria de Infraestrutura e Logística vai elaborar com todos os dirigentes dos órgãos multimodais que integram a pasta”. Ao final do encontro todos receberam o formulário para o diagnóstico institucional que servirá de base para elaboração do Planejamento Estratégico.

Receita abrirá consulta aos lotes do Imposto de Renda de 2010, 2009 e 2008 Brasília – Um total de 115,2 mil contribuintes que estavam na malha fina vão receber restituição do Fisco este mês. A Receita Federal libera na segunda-feira (10) consulta ao lote residual do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2010, 2009 e 2008. A Receita desembolsará R$ 193,3 milhões com as restituições. Referente ao exercício de 2010, 79.343 contribuintes serão beneficiados. Eles receberão R$ 130,7 milhões com correção de 7,69%, equivalente à taxa Selic acumulada de maio do ano passado até este mês. O lote de 2009 pagará restituição a 20.247 contribuintes, que receberão R$ 38,7 milhões com acréscimo pela taxa Selic de 16,15% (maio de 2009 a janeiro de 2011). Em relação ao lote residual de 2008, serão creditadas resti-

tuições para 15.673 contribuintes, num total de R$ 23,8 milhões. A correção pela taxa Selic será de 28,22% (período de maio de 2008 a janeiro de 2011). A relação dos contribuintes beneficiados estará disponível na página oficial da Receita na internet, a partir das 9h de segunda ou no telefone 146. As restituições só serão depositadas no dia 17. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos). Nesse caso, o declarante terá de agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

0,8716 0,8425 0,8268 0,8091 0,8478 0,8671 0,8418 0,9107 0,8595 0,8283 0,8207 0,8599 0,8909 0,8847 0,8743 0,8616 0,8142 0,8153 0,8542 0,8944 0,9064 0,9109 0,8796 0,8010 0,8275 0,8671 0,9358

CONSTRUÇÃO em % set out nov CUB/PR 0,27 0,12 0,16 CUB (Novembro / 2010): R$ 916,34

0,6413 0,5823 0,5666 0,5590 0,5875 0,6368 0,6215 0,6303 0,5892 0,5681 0,5706 0,5896 0,6106 0,6144 0,6040 0,5959 0,5640 0,5651 0,5940 0,6141 0,6260 0,6305 0,5903 0,5509 0,5673 0,5969 0,6354

ano 8,35

12 m 8,49

FAJ-TR / TR-FATOR 27/12 28/12 29/12

2,71815732 2,71819673 2,71830270

0,01217833 0,01217880 0,01217915

SELIC Nov/09 0,66% Jul/10 Dez/09 0,73% Jun/10 Jan/10 0,66% Ago/10 Fev/10 0,59% Set/10 Mar/10 0,76% Out/10 Abr/10 0,67% Nov/10 Mai/10 0,75% Dez/10 * No mês corrente o valor da Selic é sempre 1,00%

0,86% 0,79% 0,89% 0,85% 0,81% 0,81% *1,00%

IR * IR 2010: A oitava parcela do IR 2010 venceu em 30/11. Para pagamentodeparcelas atrasadas há em dezembro juros selic de 6,76% mais multa ** Para pagar atrasado um tributo cujo vencimento foi no mesmo mês,será cobrada a Selic do mês corrente (1,00%). Para atrasos que extrapolem omês em curso, será cobrada taxa equivalente à soma da Selic dos meses ematraso, mais multa. PREVIDÊNCIA Competência: DEZEMBRO Vencimento empresas 20/01 e pessoas físicas 17/01. A partir disso há multas de 4% a 100% e juros (Selic) EMPRESÁRIO/EMPREGADOR Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 510,00 (R$ 56,10) e R$ 3.467,40 (354,08), através de GPS. AUTÔNOMO 1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 510,00 (R$ 56,10) a R$ 3.467,40 (R$ 381,41) . 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% até o máx. de R$ 3.467,40 (R$ 381,41) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre o que recebe de jurídicas, até R$ 3.467,40 (R$ 381,41). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 3.467,40 FACULTATIVO Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 510,00 (R$ 102,00) e R$ 3.467,40 (R$ 693,48), através de carnê. ASSALARIADOS Salário Contribuição (R$) Até 1.040,22 De 1.040,23 até 1.733,70 De 1.733,71 até 3.467,40

Alíquota 8,00% 9,00% 11,00%

EMPREGADOS DOMÉSTICOS Empregado Empregador Total

Alíquota % 8 a 11 12 20 a 23

R$ mín 40,80 61,20 102,00

SALÁRIO FAMÍLIA – DEZEMBRO Salário de até R$ 539,03 Salário de R$ 539,04 a 810,18 OUTROS ÍNDICES set BTN + TR 1,530928 TJLP 6,00 Sal. Mínimo 510,00 FGTS 0,3377 UPC 21,86

out 1,543410 6,00 510,00 0,3139 21,92

IR – TABELA DE OUTUBRO Desconto na fonte e carnê-leão Base (R$) Alíquota Até 1.499,15 isento 1.499,16 a 2.246,75 7,50% 2.246,76 a 2.995,70 15,00% 2.995,71 a 3.743,19 22,50% 3.743,19 em diante 27,50%

R$ máx 381,41 416,09 797,50

R$ 27,64 R$ 19,48

nov 1,544138 6,00 510,00 0,2939 21,92

dez 1,544656 6,00 510,00 0,2803 21,92

Dedução – R$ 112,43 R$ 280,94 R$ 505,62 R$ 692,78

Deduções: a) Assalariados: 1) - R$ 150,69 por dependente; 2) - pensão alimentícia; 3) - contribuição à Prev. Social; 4) - R$ 1.499,15 por aposentado a partir de 65 anos; 5) - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carnê Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas.


| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

7

Grandes lojas de São José dos Pinhais vivem o clima da liquidação Um cenário diferente tomou conta do Calçadão da Rua XV de Novembro, no centro de São José dos Pinhais, desde o início da madrugada de ontem (7), quando a maioria das grandes lojas de rede resolveu fazer a queima total do estoque de fim de ano simultaneamente em horários diversificados. Grande parte dos clientes já ocupava os primeiros lugares da fila desde as 4h30 da madrugada. Quando o dia clareou, as portas foram abertas e os clientes orientados por seguranças a seguirem grupos de oito ou dez pessoas na entrada dos estabelecimentos para não causar tumultos. Foi o caso de uma das 611 lojas da rede Magazine Luiza, localizada no centro da cidade, que promoveu a "18ª Liquidação Fantástica", com a maior queima de estoque do comércio local. Segundo o gerente, Oziel Pereira da Silva, absolutamente todos os produtos da loja foram colocados no saldão de Natal. "Abrimos a loja às 6h da manhã, mas teve gente que já estava aqui na frente desde o meio-dia de ontem. Neste saldão, pretendemos vender em apenas um dia o estoque de 30 dias de vendas", disse Silva. "Valeu a pena ter madrugado na fila, pois consegui um desconto de mais de R$ 300 na compra de uma furadeira profissional, um forno microondas e um aspirador de pó", disse o gerente de suporte, Márcio José Pelinski, morador no bairro Borda do Campo, um dos primeiros a chegar ao Magazine Luiza. De acordo com o gerente da loja, neste sábado (8) a rede ainda realiza o "Sabadão Fantástico", com os mesmos descontos. Ao lado da loja, ainda na Rua XV, a M.M Mercado Móveis não deixou por menos e desafiou a concorrência com nova queima de estoque dos produtos de mostruário, repetindo os mesmos descontos praticados na megaliquidação realizada na segunda-feira (3). O gerente Marcos Reis Teixeira disse que a empresa pretende "limpar" o estoque neste final de semana. "A nossa liquidação de queima de saldos também continua no sábado, com os mesmos descontos e promoções e ainda entregamos o produto na casa do cliente", disse Teixeira. Já o gerente da rede gaúcha de lojas Colombo, Rivaldo Galvão Filho, disse que a unidade de São José dos Pinhais iniciou a liquidação na quinta-feira (6), às

Fotos Ademar Marques

Ademar Marques

Várias lojas de São José dos Pinhais participaram da rodada de descontos com a queima de estoque

11h da manhã, com descontos que variavam entre 30% e 70% em vários produtos da loja. "Vamos continuar com a 'queima' nesta sexta e sábado com o intuito de renovar por completo o nosso estoque", disse Galvão. O público são-joseense ainda teve outras opções de escolha para adquirir produtos com preços super atrativos. A rede Multi Loja, que comanda três unidades em São José dos Pinhais, uma no bairro Afonso Pena e duas no centro da cidade, também participou da rodada de ofertas oferecendo produtos do mostruário com os mesmos descontos da concorrência. O gerente Nilso Bedim contou que as portas foram abertas por volta das 6h30 e a fila de pessoas, aguardando o horário, já era grande. Outro estabelecimento que ofereceu vantagens nos descontos para o público foi a unidade da rede de lojas Baú, onde a direção do estabelecimento mantinha a porta fechada e recolhia grupos de dez ou quinze pessoas para o interior da loja.

A maioria das lojas da cidade aderiu á queima de estoque com preços atrativos

Rivaldo: "estamos torrando todo o estoque e ainda fazemos a entrega para o cliente"

O gerente da Multi Loja, Nilso Bedim, disse que abriu as portas por volta das 6h30

Agências do Trabalhador ofertam mais de 15 mil vagas de emprego As Agências do Trabalhador do Paraná ofertaram nesta sexta-feira (07) mais de 15 mil vagas de emprego. No início da semana o total de vagas disponíveis era de cerca de 9 mil, o que representa um aumento de mais de mil vagas por dia. "A expectativa é que este número aumente ainda mais na próxima semana, pois várias empresas retornam das férias coletivas", afirmou o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Luiz Claudio Romanelli.

Oziel Pereira: "estamos vendendo em um só dia o que seria vendido em um mês"

SETORES As atividades relacionadas a serviços, comércio e indústria e construção civil são as que mais abrem vagas. A atividade com maior número de postos de trabalho a serem preenchidos é a de alimentação. Existem oportunidades para

trabalhadores de todos os perfis: homens, mulheres, com ou sem experiência, para qualquer nível de escolaridade. Mais de 50% das vagas não exigem experiência. Algumas das ofertas disponíveis: 190 vagas para auxiliar de produção (média salarial de R$ 900), 240 vagas para supermercados (média salarial de R$ 700), 15 vagas para mestre de obras (média salarial de R$ 1.700), 20 vagas para eletricista (média salarial de R$ 1.100), 60 vagas para carpinteiro (média salarial de R$ 1.100), 90 vagas para motorista (média salarial de R$ 1.200), 20 vagas para vendedor (média salarial de R$ 1.500), 6 vagas para açougueiro (salário de R$ 1.300), 2 vagas para analista contábil (salário de R$ 2.000). A Agência do Trabalhador de Curitiba é a que soma o maior número de oportunidades, hoje são 5.642. Nesta primeira sema-

na do ano 6 mil pessoas já estiveram no local em busca de um emprego. Também estão com uma grande oferta de vagas os municípios de Londrina (1.629), Maringá (1.241) e Cascavel (541). Em Curitiba, as empresas que estão precisando contratar podem entrar em contato com a Agência do Trabalhador, pelo telefone 3883-2200 ou acessar a página da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social (www.setp.pr.gov.br). Na página, existe o Portal do Empreendedor, onde as empresas podem se cadastrar e abrir as vagas, de modo rápido e prático. Os candidatos também podem fazer um pré-cadastro e reserva de vagas no site da Secretaria, através da Agência Virtual. "É uma maneira de evitar filas e possíveis demoras no atendimento", explica Romanelli.


8

PUBLICAÇÕES LEGAIS/ NACIONAL

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

México: Narcotráfico faz procura por blindagem automotiva crescer 20% A violência provocada pela guerra entre traficantes de drogas e autoridades mexicanas fez a procura por blindagem automotiva crescer cerca de 20% no México em 2010. De acordo com a Associação Mexicana da Veículos Blindados, aproximadamente 1.900 automóveis receberam, no ano passado, equipamentos para reforçar a proteção dos ocupantes. E segundo funcionários de empresas do setor de blindagem veicular e profissionais ligados a esse tipo de atividade e que atuam na Cidade do México, há cerca de dois anos a maioria dos clientes das blindadoras eram executivos, homens de negócios ricos ou famílias poderosas do país. Agora, consumidores de classe média dizem sentir os mesmos riscos com relação à segurança. Desde 2006, as autoridades mexicanas vem enfrentando dificuldades no confronto com cartéis do narcotráfico, principalmente nas cidades de Monterrey e Ciudad Juarez, ambas no norte do país, próximas da fronteira com os Estados Unidos. A polícia local afirma que a grande maioria dos casos de violência relacionados ao tráfico de drogas

não é dirigida ao cidadão comum, mas aumento dos casos de sequestro e extorsão vem alarmando a classe média daquele país. “É um fenômeno crescente”, garante o especialista em gangues de traficantes latino-americanas, Adalberto Santana, em entrevista concedida à agência de notícias Reuters. “Quando o Estado não cumpre seu papel, as pessoas comuns tem de encontrar suas próprias alternativas”, explicou Santana. Ainda de acordo com o governo mexicano,

os ataques de traficantes a funcionários públicos, prefeitos e candidatos a cargos públicos cresceram em 2010 e isso vem estimulando as vendas de veículos com blindagem para municípios e compradores que não tem o perfil típico de um consumidor desse tipo de carro. Apesar de alguns modelos blindados mais sofisticados custarem mais de US$ 120 mil, há opções mais acessíveis. A guerra do tráfico no México já fez cerca de 33 mil vítimas fatais nos últimos quatro anos.


| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

9

Cartaxo de Moura. A estrutura policial de atendimento aos veranistas foi inspecionada pelo governador, que prometeu dar mais estímulo e reconhecimento à corporação. "Farei como o meu pai (José Richa): valorizar a segurança pública. Vontade de trabalhar não falta", disse. Para o secretário da Segurança, a visita demonstra mais uma vez o reconhecimento que o governador Beto Richa tem com a polícia. "A demanda por segurança é feita pela sociedade para que tenhamos um Estado mais forte e seguro". Para isso, disse Almeida César, é preciso motivação e é o que o governador quer imprimir. "Agora, temos um governo de diálogo e bom trato", afirmou Almeida César.

Um reforço na segurança pública dos moradores, comerciantes e turistas do litoral paranaense foi a principal determinação do governador Beto Richa, na tarde de ontem (7), quando visitou o quartel do Corpo de Bombeiros e a coordenação da Operação Viva Mais o Verão, em Matinhos, no litoral do Estado. Segundo Richa, o governo que está começando significa um novo momento para a polícia. "O momento do diálogo e do respeito. Segurança deve ser prioridade e eu tenho certeza que, com um bom quadro, um bom comando e novas diretrizes, vamos avançar nesta área", disse o governador. Durante a visita, Richa estava acompanhado do secretário de Estado da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, comandante geral da Polícia Militar, Marcos Teodoro Sheremeta, delegado geral da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinicius Michelotto e do coordenador da operação, Luiz Alberto

ENCONTRO As duas primeiras reuniões de trabalho realizadas pelo governador, no início da administração, foi justamente com secretários de Segurança Pública, Rei-

naldo de Almeida César, e o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto. Richa determinou ao secretário de Segurança a adoção de medidas para reduzir os índices de criminalidade no Paraná. Segundo o secretário da Segurança, é preciso reduzir as taxas de homicídios, de latrocínios (roubo seguido de morte), de crimes violentos e crimes patrimoniais. "Para isso vamos trabalhar no sentido de integrar as forças de segurança do Estado, com as forças federais, órgãos de inteligência, forças armadas, tendo em vista a perspectiva da posição geográfica do Paraná, que exige uma atenção especial, seja com o porto de Paranaguá, e de outro pela fronteira com o Paraguai". "As ações serão norteadas com base em um planejamento que irá considerar as áreas onde os índices de criminalidade são mais altos, principalmente aqueles ligados ao tráfico de drogas", detalhou Almeida César.

Foto Sesp

Segurança para turistas no litoral é prioridade do Governo do Estado

O governador Beto Richa disse que vai valorizar a segurança pública

Um assalto frustrado contra um supermercado terminou de forma trágica para dois clientes, na tarde de ontem (7), no bairro Cajuru, em Curitiba. Luiz Antônio de Freitas, 48 anos, que fazia compras na hora do roubo, acabou sendo baleado e morreu no local. Outro freguês, Oldemir Fernandes Martins, levou um tiro nas costas e teve que ser encaminhado ao hospital sem gravidade. Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos estiveram no local e apuraram que dois elementos armados invadiram o supermer-

Foto Ademar Marques

Um cliente morto e outro ferido Polícia Militar prende a tiros em assalto a supermercado motoqueiro com seis

O delegado Vinicius Martins disse que as imagens da câmera de segurança vão auxiliar nas investigações

cado, localizado na Rua Roraima, e deram voz de assalto. Porém, segundo a polícia, os meliantes se assustarão com a movimentações de um dos clientes e dispararam os tiros que acertaram as duas vítimas. Para a polícia, as imagens da câmera de segurança do mercado vão auxiliar nas investigações e a prisão dos envolvidos é apenas uma questão de tempo. O delegado Vinicius Borges Martins disse que as diligências no sentido de localizar os criminosos já foram iniciadas.

Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e da Delegacia de Homicídios (DH) prenderam na manhã de ontem (7), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, um homem suspeito de ser o autor do crime que vitimou o exchefe de segurança do centro de Detenção Provisória (CDP), de São José dos Pinhais, Carlos Alberto Pereira, 52 anos, morto com três tiros na manhã da última terça-feira (4), em Curitiba. Segundo o delegado Rafael Viana, o suspeito é Nilson Ramos de Paula, 25 anos, que já conta com várias passagens pela polícia e é acusado de

Foto Divulgação

Suspeito de matar agente penitenciário é preso na Região Metropolitana

O delegado Rafael Viana, da DH, acredita que o crime poderá ser esclarecido nos próximos dias

envolvimento com o tráfico de drogas na região do bairro Fazendinha. Ele foi preso portando um revólver calibre 38 com numeração raspada. Os

verdadeiros motivos do crime ainda não foram apurados, mas a polícia espera chegar a uma conclusão depois que ouvir novamente os familia-

res e amigos da vítima. "A prisão deste suspeito é o resultado de uma investigação das nossas equipes e ele foi preso com uma arma e conduzindo um veículo com as mesmas características daquele que foi usado na manhã do crime", contou o policial. Ramos permanece preso no xadrez da Delegacia de Homicídios, de acordo com o delegado, até que as investigações sejam concluídas. "Vamos tomar novos depoimentos e aguardar o resultado da perícia da arma encontrada com o suspeito para sabermos se foi a mesma arma usada para matar o agente penitenciário", concluiu Viana.

quilos de maconha

Uma abordagem rotineira feita por policiais militares da Ronda Tático Motorizadas (Rotam), do 17º Batalhão Metropolitano, na madrugada de ontem (7), resultou na prisão de Vagner Teixeira de Góes, 25 anos, flagrado com seis quilos de maconha, no bairro Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Segundo a polícia, Góes pilotava a sua motocicleta com uma mochila suspeita nas costas e isso chamou a atenção dos agentes. Durante a revista pessoal, os policiais encontraram a droga e uma balança de precisão. A Polícia Militar informou que Góes já havia cumprido uma pena de quatro anos de reclusão por roubo e tráfico de drogas e, há pouco tempo, estava em liberdade. O tráfico de drogas na região do bairro Afonso Pena é uma das metas da Polícia Militar para atender as constantes reclamações de moradores do bairro. O comando do 17º BPM informou que os trabalhos para combater o narcotráfico serão intensificados no município. Góes foi encaminhado à delegacia de São José dos Pinhais onde foi autuado em flagrante pelo delegado Osmar Dechiche, que a partir de agora vai investigar a origem da droga e o envolvimento do acusado com outros comparsas.

RONDA POLICIAL DE VOLTA PRO ACONCHEGO Oséias Ferreira Martins, 23 anos, condenado por assalto à mão armada e foragido do sistema prisional desde 2007, foi recapturado na manhã de ontem (7), por policiais da Delegacia de Vigilância e Capturas (DVC), na Rua Isaac Ferreira da Cruz, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Segundo a polícia, a prisão de Martins foi possível graças a uma denúncia anônima dando conta que o foragido estava desfilando em um carro Peugeot no bairro. Diante das evidências, os policiais foram até o local, prenderam o acusado e o encaminharam de volta para o lugar de onde nunca deveria ter saído. BEBEDEIRA E MORTE Um posto de gasolina, localizado na Estrada da Ribeira, em Colombo, que costuma permitir que jovens passem a noite inteira bebendo e curtindo um som no pátio, foi palco de uma morte na madrugada de ontem (7). O empresário Luiz Fernando Lima, 22 anos, morreu com dois tiros disparados por dois elementos que chegaram ao local disparando tiros a esmo e provocando a maior confusão. Outra jovem que estava bebendo no local também foi atingida e teve que ser levada para um hospital. Policiais da DP do Alto Maracanã estão investigando o crime. TERRA DA BALA O município de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, tornou-se a cidade mais violenta da Grande Curitiba, neste início de ano. Segundo a própria polícia, nos últimos sete dias foram registrados sete crimes de mortes violentas na região, o que dá uma média de um homicídio por dia. A Polícia Civil do município está tentando se desdobrar para dar conta do recado, através de diligências feitas pelos investigadores na tentativa de esclarecer pelo menos parte dos crimes e dar uma rápida resposta à sociedade. TRAGÉDIA A diversão durante um banho em um lago, no bairro São Braz, em Curitiba, custou a vida de um rapaz de 21 anos, que morreu afogado ao cair em um buraco de aproximadamente 20 metros. Segundo o Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, Ricardo Siqueira, que nadava com mais três amigos, deve ter perecido nas águas ao se iludir com a profundidade do local, sem saber que o lago oferecia perigo. O corpo do rapaz foi retirado pelos bombeiros e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), de Curitiba.


10

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

Gazeta Press

Seleção sub-20: Ney Franco define lista para o Sul-americano

Site CBF

O treinador da seleção brasileira sub-20, Ney Franco, definiu os 20 jogadores que defenderão o Brasil no Sul-americano da categoria. A competição, que começa dia 16 de janeiro no Peru, decidirá os dois classificados da Conmebol para as Olimpíadas de Londres em 2012 e os quatro para o Mundial da categoria, na Colômbia. Depois de cortar o zagueiro Alan do Vitória, o volante João Pedro, do Palermo, e o atacate são-paulino Lucas Gaúcho, Ney Franco dispensou agora o goleiro Milton do Botafogo e o meia cruzeirense Dudu. Além desses cinco jogadores, o meia Philippe Coutinho, da Inter de Milão, também foi cortado por ainda estar se recuperando de um problema muscular. Antes de embarcar para o Peru, a seleção ainda tem dois amistosos. O Tupi será o adversário de sábado, e depois a equipe encara o Duque de Caxias dia 11. Confira a lista para o Sul-Americano: Goleiros Gabriel (Cruzeiro); Aleksander (Avaí); Laterais Danilo (Santos); Rafael Galhardo (Flamengo); Alex Sandro (Santos); Gabriel Silva (Palmeiras); Zagueiros Bruno Uvini (São Paulo); Juan (Internacional); Saimon (Grêmio); Romário (Internacional); Volantes Casemiro (São Paulo); Zé Eduardo (Parma) e Fernando (Grêmio); Meias Lucas (São Paulo); Oscar (Internacional) e Alan Patrick (Santos); Atacantes Neymar (Santos); Henrique (Vitória) Diego Maurício (Flamengo) e William (Grêmio-SP).

Ney Franco, definiu os 20 jogadores que defenderão o Brasil no Sul-americano sub-20

Rali Dakar: André Azevedo abandona competição Depois do adeus de José Hélio, o Brasil perdeu mais um representante no Rally Dakar nesta sextafeira. O caminhão de André Azevedo, Maykel Justo e Mira Martinec quebrou no quilômetro 50 da especial entre Iquique e Arica, no Chile e não conseguirá completar o trecho cronometrado. Pelo regulamento, o trio está fora da disputa. - Batemos num pequeno morro e quebrou a caixa de direção do veículo. Andar nestas condições é complicado e muito perigoso. Portanto, tentaremos retornar à cidade do ponto de partida da etapa, em Iqui-

que, para realizarmos o conserto -, afirmou o piloto. Único representante brasileiro na categoria, o

trio da Petrobras Lubrax ocupava o sexto lugar na classificação acumulada após cinco etapas. O me-

lhor resultado da equipe havia sido o quarto lugar no geral após a segunda especial.

F1: Hispania confirma saída de Bruno Senna Logo após o anúncio da contratação do Narain K a r t hikeyan, a Hispania confirmou que Bruno Senna não correrá pela equipe no Mundial de 2011. Chefe da escuderia espanhola, Colin Kolles disse que o brasileiro "definitivamente" não defenderá o time neste ano. - Definitivamente, posso dizer

que o senhor Bruno Senna não correrá pela Hispania. Com 100% de certeza, isso não irá acontecer -, declarou Kolles, à Reuters. Quando esteve no Brasil, para participar do Desafio das Estrelas de Kart, Senna disse apenas estava em negociações e que não havia nada certo para 2011. A notícia da saí-

da do brasileiro veio no mesmo dia em que a equipe confirmou a presença de Karthikeyan no cockpit do campeonato deste ano. Apoiado por uma grande montadora indiana, o piloto deve trazer patrocínio à equipe, que esteve mal das pernas durante o Mundial de 2010 da F-1.

Superliga feminina: Vôlei Futuro volta atenção para a competição Enquanto a maioria dos times de vôlei estava descansando, a equipe feminina do Vôlei Futuro estava disputando o Top Volley, torneio realizado na Suíça na última semana de dezembro. Com a medalha de prata no peito, a equipe de Araçatuba voltou aos treinos e está focada na Superliga. O primeiro desafio do Vôlei Futuro em 2011 será o Pinheiros/Mackenzie. A equipe paulistana foi campeã paulista em cima do time de Araçatuba. Na Superliga, a reedição da final do estadual será um jogo entre times invictos. O VF acumula cinco vitórias, enquanto o Pinheiros tem quatro triunfos. Para a ponteira Tandara, a experiência na Suíça foi importante para o crescimento do time. - Tivemos ótimas experiências, podemos analisar o caso da Joycinha e das americanas que estão voltando mais entrosadas com o time, vamos iniciar trabalhando a parte física e nos preparar para trazer ótimos resultados. O torneio fez com que todas tivessem a oportunidade de jogar e trazer uma experiência única dentro de quadra - disse. A partida contra o Pinheiros está marcada para às 18h do próximo dia 12, quarta-feira, no Ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP).


| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

11

Gazeta Press

Divulgação

Atlético-PR espera boa proposta por Chico

No Brasil, o Palmeiras é o principal pretendente ao futebol de Chico

A diretoria do AtléticoPR não descarta negociar o volante Chico desde que o

dinheiro seja compensador para os seus cofres. Até o momento, a equi-

pe da capital paranaense considera que os interessados pelo volante estão dei-

xando a desejar nas ofertas. No Brasil, o Palmeiras é o principal pretendente ao futebol de Chico, principalmente para a reposição da provável saída do volante Edinho ao Fluminense. No entanto, o meiocampista do Atlético-PR também poderia jogar no exterior. - A proposta ainda não chegou aos níveis desejados pelo clube -, comentou o gerente de futebol Ocimar Bolicenho. O contrato de Chico com o Atlético-PR é válido até agosto de 2011. Portanto, a partir do mês que vem, o atleta tem a possibilidade até de assinar um précontrato com outra agremiação.

Triguinho faz São Paulo: Miranda confirma acerto com fisioterapia em Atlético de Madri para o meio do ano pré-temporada A principal novidade no grupo do Coritiba que faz a pré-temporada na cidade de Foz do Iguaçu não é nenhuma contratação. Se recuperando de duas graves fraturas na perna esquerda, o lateral Triguinho foi incorporado ao elenco pelo técnico Marcelo Oliveira que, para alegria do ala, pediu que sua fisioterapia continuasse no interior paranaense. - Chego a me emocionar, todos estão me dando muito apoio. A diretoria renovou o meu contrato mesmo sabendo que ainda não posso jogar -, contou o jogador, que ainda agradeceu o apoio dado pelo grupo de atletas - Meus companheiros fizeram questão de que eu fizesse meu tratamento aqui para que todos ficassem juntos -, acrescentou. Triguinho ainda terá pelo menos mais 30 dias de reabilitação antes de fazer os exames que decidirão se está pronto para voltar aos treinos físicos, mas a proximidade com o elenco já deu mais motivação. - É gratificante ver que o meu esforço jogando pelo Coritiba valeu a pena. Estou trabalhando bastante para me recuperar e espero logo, logo estar junto com o grupo não só dividindo hotel e momentos de descontração, mas também dentro de campo , concluiu.

Miranda, zagueiro do São Paulo

O zagueiro Miranda confirmou nesta sexta-feira que acertou um contrato de três anos com o Atlético de Madri, da Espanha. Dessa forma, o atleta do São Paulo será jogador do clube espanhol assim que o seu contrato com o Tricolor terminar, em 30 de junho, sendo que o clube paulista não receberá nada por sua saída. O defensor havia garantido à diretoria e ao técnico Carpegiani que ainda não tinha assinado um pré-contrato com os europeus, mas confirmou via assessoria de imprensa que deixará o São Paulo, clube em que atua desde 2006 e no qual foi tricampeão brasileiro (2006, 2007 e 2008). Minutos antes do anúncio, Carpegiani já admitia que a permanência seria difícil, mas elogiou o jogador pelo "profissionalismo". De acordo com o comandante, Miranda havia prometido informá-lo sobre o andamento das negociações, mas isso acabou não acontecendo. - Sempre sonhei em voltar à Europa, mas para uma equipe de maior expressão. Acertei com o Atlético de Madri porque, além de ser um excelente contrato, é uma grande oportunidade para mim e para minha família -, declarou o defensor. Miranda atuará na Europa pela segunda vez, já que havia tido uma curta passagem pelo Velho Continente em

2005, quando atuou pelo Sochaux, da França. Sobre a saída do São Paulo, o defensor disse que se encontrou com o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, após o acerto com o Atlético, e que sai do clube de cabeça erguida. - Conversei pessoalmente com o presidente Juvenal Juvêncio e ele me agradeceu pelo que fiz aqui, me desejou muita sorte e dis-

se que as portas sempre estarão abertas. São estes sentimentos de amizade e de dever cumprido que vou levar daqui -, afirmou. - Devo muito ao São Paulo e o torcedor pode ter certeza que minha dedicação e vontade nestes seis últimos meses serão as mesmas que marcaram a minha carreira até hoje -, completou Miranda.


12

Chico Lustosa - e-mail: composicao@metropolesjp.com.br / lustosa@onda.com.br

| 8 e 9 de janeiro de 2011 |

Ford Focus GLX 2.0 Flex Automático Hatch médio ainda tem no comportamento dinâmico seu maior trunfo Desde que estreou em solo brasileiro, em julho de 2000, o Ford Focus sempre foi considerado um carro acima da média no segmento de hatches médios do mercado nacional. Tudo bem que, na época, os adversários estavam em menor número. Mas o modelo produzido na Argentina tinha uma engenharia sofisticada, que resultou em uma dirigibilidade suave e segura, com a suspensão traseira de braços múltiplos e seu comportamento firme sobre o asfalto. Essa característica sempre lhe rendeu elogios e constantes vitórias em comparativos de publicações especializadas. Em resumo, um carro acertado.

Só que o sucesso do projeto não se converteu em grandes vendagens. Nesses dez anos de presença no País, o Focus sempre foi bem comercialmente, mas nunca extraordinário – o que, para muitos, é inexplicável. Uma história que a atual geração (a segunda do modelo) chegou para tentar mudar, no fim de 2008. Mas ainda corre para conquistar. Com os sucessivos recordes de vendas do mercado brasileiro, o número de competidores no período aumentou, principalmente com os importados. Um deles é o atual líder isolado de nicho, o Hyundai i30. O modelo sul-coreano já soma quase 32 mil vendas em 2010. Já o Focus é atual terceiro colocado com aproximadamente 22 mil emplacamentos no acumulado de janeiro a novembro. Está atrás do veterano Chevrolet Astra, que se mantém em segundo com 26,4 mil unidades entregues, amparado pela boa relação custo/benefício. O segmento dos hatches médios tem ainda uma turma grande. Estão lá Volkswagen Golf, Citroën C4, Chevrolet Vectra GT, Peugeot 307, Nissan Tiida e o chi-

nês Chery Cielo. Sem falar no Fiat Bravo, sucessor do Stilo, que chegou às lojas da marca italiana há algumas semanas. Missão nada fácil, mas que o Focus tem encarado com dignidade. Dos concorrentes, o modelo da Ford é um dos poucos atualizados com os mercados desenvolvidos, em especial o europeu – ao lado do i30 e, agora, do Bravo. Mas no Brasil não basta ser o mesmo carro que se vende na Europa. Também é preciso ter preço, bom pacote de equipamentos e uma gama cheia de opções. Modelo médio tem que oferecer luxo também. E ele está lá, emparelhado com parte dos rivais e superior a outros em modernidade e sofisticação. A Ford ainda melhorou a oferta no Salão do Automó-

McDonald’s contrata

150 ATENDENTES para Curitiba e região metropolitana • •

Ensino médio concluído ou cursando Sem exigência de experiência anterior

Interessados devem comparecer de 2ª a 6ª feira, a partir das 9 horas, com RG, no restaurante McDonald’s do centro: Av. Luis Xavier, 65 Se você busca um ambiente de trabalho dinâmico, com oportunidades de construir uma rápida e promissora carreira, venha fazer parte desta equipe.

vel de São Paulo, com a reestruturação das versões disponíveis. E agora, Focus? Visual e pacote de equipamentos balanceados A estratégia de preços e equipamentos da sul-coreana Hyundai se mostrou infalível até o momento no Brasil. O i30 liderou o segmento com sobras em 2010. Mas o Focus reúne atributos com grande harmonia (inclusive superiores ao rival asiático). Um deles é o visual. O design do hatch médio da Ford é elegante e, ao mesmo tempo, robusto. Seu porte largo (1,84 metro) o deixa imponente mesmo diante de concorrentes como o novato Fiat Bravo e seus 1,79 metro de largura – cinco centímetros a menos. As linhas laterais encorpadas e a traseira chapada reforçam essa imagem de solidez. Já na dianteira, o Focus é arrojado e discreto (no bom sentido). A tomada de ar central e o vinco nas pontas do capô desenhando os faróis conversam intimamente, resultando em linhas sedutoras e modernas. Por dentro, a percepção é igual. Não se trata de um carro ousado. Na verdade, o Focus é até conservador. Porém, é atual, funcional e também moderno, com tons de cinza que se contrastam pelo painel. Visualmente, é um carro agradável, que recebe pessoas com elegância e conforto. Os comandos são bem distribuídos e intuitivos. Não há mistério, tudo fica ao alcance das mãos. Acabamento e itens de série podem melhorar Com o aumento da concorrência, a boa relação custo/benefício se torna cada vez mais fundamental nos carros. A Ford entendeu isso e buscou valorizar o Focus com melhores itens de série e preço competitivo. Mas o

modelo ainda pode melhorar. A versão intermediária GLX 2.0 Flex avaliada tem preço tabelado em R$ 66 mil, quando equipada com o (destoante) câmbio automático de quatro velocidades. Por esse valor, o modelo traz itens interessantes, como freios com ABS e EBD, airbags frontais, retrovisor eletrocrômico, chave inteligente com partida no botão e faróis com acendimento automático. A lista ainda traz rodas de liga leve de 16 polegadas, sistema My Connection com rádio/CD/MP3, conexão Bluetooth e entradas USB e auxiliar, computador de bordo, sensor de chuva e os básicos ar-condicionado, direção (eletro-hidráulica) e “trio”. Só para citar, o líder Hyundai i30 tem airbags laterais e de cortina, rodas de 17 polegadas, controle eletrônico de estabilidade e apoios de cabeça ativos. Nem a nova versão topo de linha Titanium, que chega a R$ 76,5 mil, oferece todos esses itens. Já o acabamento na versão GLX avaliada tem plástico demais. Poderia ser melhor, apesar da ótima montagem. Um carro para quem gosta de dirigir Essa é a melhor parte da avaliação – ou a mais divertida, no caso do Focus. Dirigir. O hatch médio da Ford foi construído para um público exigente, que gosta de guiar – os donos certamente não ficam atrás do volante apenas por necessidade. Há uma interação muito grande entre homem e máquina. As respostas ao acelerador e aos movimentos da direção têm grande precisão, e o hatch médio mantém uma serenidade sedutora sobre o asfalto. A sensação é de que se pode tudo. O carro é firme o tempo inteiro, sem deixar de ser oferecer conforto. A suspensão tem ajuste primoroso, sobretudo atrás. A carroceria larga e bem rígida torce muito pouco, mesmo nas manobras mais intensas. A suspensão independente nos dois eixos (McPherson na frente e Multilink, atrás) entrega ao Focus um comportamento muito seguro. Ao mesmo tempo, o conhecido motor 2.0 Duratec oferece um rendimento de alto nível, com acelerações e retomadas consistentes – e até entusiasmantes. Digamos que o hatch médio da Ford faz jus ao segmento em que se insere. Quem bus-

ca um modelo do seu porte, por vezes espera um desempenho superior ao encontrado nos compactos (populares e premium). Mas nem sempre encontra. Na versão GLX avaliada, o único ponto negativo fica por conta do câmbio automático de quatro velocidades. Apesar de oferecer modo manual para realizar as trocas pela alavanca, essa transmissão não condiz com o restante do conjunto do Focus. As mudanças de marcha não chegam a incomodar, mas poderiam ser mais ligeiras. Há uma clara limitação nas relações, embora o escalonamento aproveite bem a energia despejada pelo motor. O ponto fraco é a subida de giros quando se está a velocidades mais elevadas. Nessas situações nota-se claramente a falta de relações mais abertas. Os números do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) confirmam tal comportamento. Para arrancar da inércia e alcançar os 60 km/h, o Focus precisa de cinco segundos cravados, tempo que sobe para 11,6 segundo na aceleração do 0 (zero) aos 100 km/h. E para ir do 0 aos 120 km/h são necessários longos 16,6 segundos – é muito tempo para um motor robusto como o Duratec 2.0 Flex e seus 148 cv de potência com álcool, entregues aos 6.250 rpm. Nas retomadas, o Focus tem melhor rendimento. O câmbio joga os giros lá em cima nas reduções, pegando a faixa de torque máximo (19,4 kgfm aos 5.250 rpm). Assim, o hatch médio da Ford resgata o fôlego com agilidade. Para recuperar dos 40 km/h aos 80 km/ h o modelo leva 5,4 segundos, enquanto para ir dos 60 km/h aos 100 km/h são precisos honestos 6,9 segundos. O tempo sobe para 8,4 segundos indo dos 80 km/h aos 120 km/h. Já o consumo é melhor com gasolina que com álcool – a taxa de compressão de 10,8:1 favorece. Quando abastecido com o combustível vegetal, o Focus entrega médias apenas razoáveis. São 6,4 km/ l na cidade e 11,2 km/l na estrada. Com o combustível fóssil, as médias são bem superiores: 8,2 km/l (urbano) e 14 km/l (rodoviário). O resumo da história é que o Focus continua a ser uma referência em comportamento dinâmico e robustez dentro do segmento de hatchs médios. E seus atributos não se resumem a isso. O modelo argentino tem amplo espaço interno e acomoda com conforto cinco adultos. Já o porta-malas de bons 328 litros tem um dos melhores vãos de acesso do compartimento. O isolamento acústico é outro ponto positivo. Pouco se ouve o ronco encorpado do motor Duratec. Ao trocar de geração, o Focus se manteve acima da média. E apesar de uma ou outra falta, é um dos carros “nacionais” mais bem acertados do mercado.

Metropole08-01-11  

Metropole08-01-11

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you