Issuu on Google+

Editoração: Chico Lustosa - e-mail: composicao@metropolesjp.com.br / lustosa@onda.com.br

| 22 a 24 de fevereiro de 2013 |

17

Volkswagen revela Golf com motor a diesel Propulsor é capaz de gerar 183 cv de potência; lançamento oficial será no Salão de Genebra, em março Se recentemente a Volkswagen anunciou uma versão elétrica da sétima geração do Golf, hoje, a montadora apresentou uma configuração a diesel. O Golf GTD terá seu lançamento oficial no Salão de Genebra, na Suíça. A intenção da companhia alemã é vender a dinâmica de esportividade sem deixar de lado as questões ambientais. Em suma, o motor quatro cilindros de 2,0 litros entrega 183 cv de potência entre 3.500 e 4.000 rpm, além de torque máximo de 38,6 kgfm, disponível entre 1.750 e 3.250 rotações por minuto. O hatch ligeiro, no entanto, emite 109 gramas de gás carbônico por quilômetro rodado. Um ponto alto também é o baixo consumo de combustível – de 23,8 km/l – para o carro que oferece duas opções de transmissão: manual de seis velocidades ou automática com dupla embreagem de seis relações. De acordo com a Volkswagen, o Golf VII GTD é capaz de chegar a 230 km/h e atingir os 100 km/h em 7,5 segundos. Para-choques mais ousados, além de escapamento e difusor cromados dão mais tempero à configuração GTD em relação ao Golf comum.

Chinesa Geely chegará ao Brasil em agosto Montadora dona da Volvo será representada pelo Grupo Gandini, importadora da Kia Motors

3383-6650

A montadora chinesa Geely começará a vender seus carros no Brasil a partir de agosto deste ano e avalia a possibilidade de instalar uma fábrica no País devido o novo regime automotivo, que entrou em vigor recentemente, cobrar investimentos em produção local. Inicialmente, os automóveis virão do Uruguai. Os veículos da Geely serão trazidos do país vizinho pelo Grupo Gandini, responsável pelas importações da marca sul-coreana Kia. A empresa espera vender mensalmente cerca de 360 unidades do sedã EC7 e 420 do hatch LC 1.0. Os modelos custarão cerca de R$ 55 mil e R$ 35 mil, respectivamente. Além de manter uma unidade fabril no Uruguai, a Geely adquiriu a sueca Volvo no ano passado e teve um faturamento total de US$ 23 bilhões (cerca de R$ 60,3 bilhões) em 2012.


automoveis22-2-13