Page 1

10

Chico Lustosa - e-mail: composicao@metropolesjp.com.br / lustosa@onda.com.br

| 22 e 23 de janeiro de 2011 |

Jeep lança quarta geração do Grand Cherokee A Jeep, marca lameira do grupo Chrysler, apresentou (20) a quarta geração do Grand Cherokee, seu utilitárioesportivo topo de linha. Segundo a própria fábrica norte-americana de jipões, trata-se do veículo mais luxuoso de sua história. O SUV grande já está à venda no Brasil em duas versões: a básica Laredo (R$ 154.900) e a “top” Limited (R$ 174.900). Por esses valores, ambas são muito bem equipadas, repletas de itens de segurança e entretenimento, entre outras sofisticações. A idéia é brigar com modelos como Toyota Hilux SW4, Mitsubishi Pajero Full, Hyundai Vera Cruz, Kia Mohave e, mais de longe, com Land Rover Discovery 4 – este deve ficar para a versão superior Overland, com motor V8, que chega em breve. Por enquanto, o Jeep Grand Cherokee é empurrado apenas pelo novíssimo motor 3.6 litros V6 Penstastar, aspirado e com comando variável de válvulas (VVT). O bloco a gasolina vem acoplado a um câmbio automático de cinco marchas e produz energéticos 286 cv de potência, além de 35,4 kgfm de torque

máximo, despejado por inteiro aos 4.300 giros. Segundo a fábrica, este conjunto mecânico é 33% mais potente que o anterior e oferece um torque 11% maior. Para completar, a montadora diz que o consumo é 11% menor e que o jipão urbano de luxo tem autonomia de cerca de 700 km – muito por conta do generoso tanque de combustível de 94 litros. A aceleração de zero a 100 km/h ocorre em 9,1 segundos e a máxima é de 206 km/h. Na parte de engenharia, a principal novidade é o conjunto de suspensão, que pela primeira vez é independente nos dois eixos – com braços múltiplos atrás. Já o sistema de tração 4X4 Quadra-Trac II (com reduzida) ganhou um seletor, batizado de Select-Terrain. Há cinco configurações possíveis: automático (Auto), Sport, Sand/ Mud (areia e lama), Snow (neve) e Rock (pedra) – este só funciona com o modo 4X4 Low (reduzida) acionado. Chamam a atenção ainda os recursos eletrônicos de segurança. Um deles é o sistema de alerta de frenagem, que prepara os freios quando o condutor solta bruscamente o pedal do acelerador. Outro é o sistema de auxílio em chuva, que encosta regularmente as pastilhas nos discos de freio quando o limpador do para-brisas está ligado.

Dia do Fusca no Brasil 20 de janeiro, o Brasil e a cidade de São Paulo celebram o Dia Nacional do Fusca e o Dia do Fusca Municipal. O modelo, considerado um ícone da indústria automobilística mundial, deixou saudades entre os brasileiros. Afinal, foram mais de 3,1 milhões de unidades do carrinho vendidas no Brasil, segundo a Volkswagen. Ele desembarcou por aqui em 1950. Ao todo foram importados 30 exemplares encomendados pela empresa Brasmotor, que viria a montar o modelo meses depois, em um pequeno galpão alugado no bairro do Ipiranga, na capital paulista. Os carros vinham da Alemanha e eram produzidos em regime CKD (CompletelyKnocked-Down, ou completamente desmontados). No fim da década de 50, o carro passava a ser produzido integralmente no País. A primeira unidade do Fusca fabricada com 54% de peças genuinamente brasileiras deixou a linha de produção da Fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, no dia 3 de janeiro de 1959, e foi comprada pelo empresário Eduardo Andrea Matarazzo. Na época ele era conhecido como Volkswagen de Passageiros. Após 27 anos de produção ininterrupta, sendo 24 deles na liderança de vendas do mercado nacional (de 1959 a 1982), o Fusca parou de ser montado em 1986 - o nome Fusca foi adotado oficialmente em 1984. Em 1993, a pedido do então presidente da República Itamar Franco, o modelo voltou a ser produzido, tendo sua produção encerrada definitivamente três anos depois. O Dia Nacional do Fusca foi instituído no fim dos anos 1980, com o apoio da VW do Brasil e do Sedan Clube. Em 1996, a Prefeitura Municipal de São Paulo, oficializou o dia 20 de janeiro como o Dia Municipal do Fusca, insti-

tuído pela Lei Municipal de número 12.202/96. No mundo, o Dia do Fusca é celebrado em 22 de junho, data em que foi assinado o contrato que deu início ao desenvolvimento do Volkswagen Sedan, por Ferdinand Porsche, em 1934. Encontro de raridades Os Dias Nacional e Municipal do Fusca serão celebrados neste domingo (23) nas instalações da planta Anchieta, em São Bernardo do Campo, local onde o modelo foi fabricado durante 30 anos. O encontro está sendo organizado pelo Fusca Clube do Brasil e pretende reunir cerca de 500 exemplares do Fusca e de variantes criadas em várias épocas. O evento, que contará inclusive com uma feira de peças de reposição e acessórios, começa às 9h e tem previsão de encerramento para às 17h. A festa é aberta ao público e pretende reunir donos de modelos da VW refrigerados a ar. A entrada é gratuita, mas os organizadores pedem que os visitantes levem 2 quilos de alimentos não-perecíveis a serem doados às vítimas das enchentes na região serrana do Rio de Janeiro. Serviço O que: “Dia Nacional do Fusca” Quando: 23 de janeiro (domingo), das 9h às 17h Onde: Pátio da fábrica Volkswagen Anchieta, Via Anchieta Km 23,5 - São Bernardo do Campo - São Paulo Quanto: Grátis, mas aproveite para doar 2 kg de alimentos não-perecíveis Mais informações: Fusca Clube do Brasil www.fuscaclube.com.br ou pelo telefone (11) 3207-1950 *Fotos: Alexander Gromow, autor do livro “Eu Amo Fusca” e divulgação

Ford anuncia recall de 300 mil Fiesta Rocam e Ecosport A Ford anunciou (21) um recall envolvendo 300.860 unidades dos modelos Fiesta Rocam, nas versões hatchback e sedã, e do utilitário esportivo Ecosport. A ação foi motivada por problemas detectados na trava de segurança das portas traseiras, além de orientações incorretas publicadas no manual do proprietário do veículo a respeito do acionamento do mecanismo. As unidades do Fiesta envolvidas no chamamento foram fabricadas em 2008 e 2009. Já os modelos Ecosport afetados foram produzidos entre 2007 e 2009. De acordo com a montadora, estes veículos podem apresentar variações dimensionais do mecanismo da trava de segurança das portas traseiras. Diante disso, existe a possibilidade de as portas traseiras se abrirem caso os puxadores internos sejam acionados acidentalmente, oferecendo risco à segurança dos ocupantes do carro. A orientação da Ford é de que os proprietários dos veículos envolvidos no recall entrem em contato com a rede de assistência autorizada para agendar a inspeção da peça. Durante a verificação, será avaliada a necessidade de substituição da fechadura da porta traseira. Ainda de acordo com a montadora, o manual da linha 2011 do Ecosport pode conter instruções incorretas sobre o acionamento da trava de segurança. A rede de concessionárias Ford fará a conferência dos dados do manual e, se houver necessidade, providenciará a correção da informação. O atendimento aos veículos convocados terá início nesta segunda-feira (24). Para mais informações sobre o recall , a Ford disponibiliza aos clientes o telefone 0800 703 3673 e o site www.ford.com.br. Confira os chassis envolvidos ECOSPORT 2007/2008/2009 de 500004 até 999999 ECOSPORT 2011 de 575295 até 598749 FIESTA ROCAM 2008/2009 de 107522 até 423122

Venda de veículos no País cai na primeira quinzena do ano As vendas de automóveis e comerciais leves nos primeiros quinze dias de 2011 comprovaram a expectativa do mercado de que haveria retração frente aos emplacamentos de dezembro. De acordo com o balanço da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos), foram comercializadas 114.015 unidades na primeira quinzena de janeiro, total 35,5% inferior às 176.715 entregas realizadas no mesmo período do mês passado. No entanto, se comparadas ao volume registrado nos primeiros quinze dias de janeiro do ano passado, as vendas de carros no País avançaram 15,84% – foram 98.426 unidades, na época. A queda expressiva em relação a dezembro é considerada normal pela indústria, já que muitas das vendas costumam ser antecipadas com a chegada do 13º salário. Mas no caso de dezembro passado, a própria Fenabrave, por meio do seu presidente, Sérgio Reze, admitiu haver influência do chamado “rapel” – prática que consiste em emplacar veículos zero-quilômetro em nome de terceiros para revender depois como modelos seminovos e, assim, elevar o volume de vendas das montadoras. Só para comparar, a variação entre dezembro de 2009 e do ano passado foi de 30% para mais, percentual quase três vezes superior ao crescimento no acumulado de 2010 frente ao do ano retrasado.

automoveis22-01  

automoveis22-01

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you