Page 1

| Terça-feira, 21 de dezembro de 2010 |

9

FÉRIAS: COMO APROVEITAR BEM ESTE PERÍODO! As férias em família sempre nos remetem a momentos felizes e marcantes em nossas vidas. Portanto os pais devem fazer o possível para que suas férias de trabalho coincidam com as férias escolares de seus filhos. Dessa forma, todos passam a compartilhar experiências agradáveis, intensificando o contato e a convivência familiar que, além de relaxar a criança, aumenta o sentimento de amor e respeito pelos pais, torna-a mais afetiva e proporciona seu amadurecimento e autonomia, necessários ao desenvolvimento das suas competências. Contudo, a maioria das famílias se depara com a dificuldade em administrar as férias escolares de seus filhos. Os pais saem para sua jornada diária de trabalho, apreensivos com as situações que possam surgir quando os filhos ficam em casa sozinhos, ou com a presença de uma empregada ou um parente. O que seria prazeroso acaba por se tornar um problema na rotina familiar. As possibilidades dos pais acompanharem e até supervisionarem esse período muitas vezes são limitadas. As crianças esperam ansiosas por este momento, pois associam a situações de lazer, onde desaparecem as obrigações, os horários, entre outros. Nos primeiros

dias de recesso elas recorrem a programas de televisão, jogos, computador. Entretanto deve-se limitar a utilização destes, pois as diversões passivas impedem que a criança aprenda por meio de suas experiências reais e acabam se entediando surgindo conflitos causados pela ociosidade. Como usar este tempo de modo saudável e construtivo? Há muitas possibilidades. O que não pode acontecer é a criança se sentir abandonada, sem atividades, entediadas e sem direcionamento. Existem opções que os pais encontram para resolver o problema e que podem ser uma boa alternativa, pois as crianças passam a interagir em um ambiente diferente do que estão habituadas, possibilitando o desenvolvimento da personalidade e autoconfiança como: acampamentos, as férias na casa de outros parentes, as “escolas de férias”.

Para todos os estudantes, enfim as férias escolares... Nada como ter um tempo livre para descansar, passear, se divertir, acordar mais tarde. Alguns pais nesta época ficam preocupados, pois a rotina muda totalmente neste período. Para os pais que conseguiram programar suas férias juntamente com os filhos, tranquilo... Agora, para os pais que infelizmente não conseguiram, precisarão recorrer aos avós, tios, amigos... Algumas vezes também aparece o problema do dinheiro, então, procure soluções mais baratas para entreter a criançada, por exemplo, você já fez um piquenique com seus filhos? Já acampou? Quanto tempo faz que não passeia de bicicleta com a família? Ou até mesmo um divertido banho de mangueira no quintal? Caminhar até a sorveteria e depois passar na locadora e assistirem a um filme em casa comendo uma pipoquinha, que tal? Agora, quando os filhos são maiores, a diversão acaba ficando a cargo deles mesmo, sair com amigos, fazer uma viagem, passeio no shopping, um cineminha, enfim buscar uma saudável diversão. Veja quais são os amigos com quem que ele estará saindo, os lugares aonde irão, enfim, tenha alguns cuidados básicos para que as férias iniciem e terminem com tranquilidade. Tenha ótimas férias e aproveitem seus filhos! Claudia Zarpelon Setim Diretora e Psicopedagoga do Colégio Milenium

A participação da criança no planejamento desse período de férias poderá ser organizada de uma forma equilibrada, com dias e horários reservados para atividades dirigidas e instrutivas, dentro dos limites financeiros e de tempo como, por exemplo: a leitura de um livro, anotar recados telefônicos, listar e ajudar nas compras do supermercado, arrumação de armários, material escolar, brinquedos, roupas, uniformes, etc. Os adolescentes têm a oportunidade de aprender a se cuidar nas ruas, a pegar um táxi, metrô, ônibus e já podem começar a ir e vir sozinhos, após uns dias de supervisão, como ao dentista, por exemplo, ou fazer alguma compra. O tempo livre também deve ser contemplado onde entram brincadeiras, visitas, passeios, viagens, computador, cinema, jogos, esportes, etc. Esse trabalho pode ser

combinado através de um revezamento de pais, que possuem afinidades, com os filhos da mesma faixa etária, trazendo horas de diversão e aquisição de novos conhecimentos. Assim, os pais trabalharão mais sossegados e as férias da criança serão tão instigantes e divertidas como se ela fosse a uma festa diariamente! É importante lembrar que a rotina de horários de sono, alimentação e higiene deve ser retomada uma semana antes de terminarem as férias para que a volta às aulas seja um processo tranquilo. Peça que a criança arrume o material escolar e separe o uniforme. Esse processo facilitará a identificação de algum pertence que precisa ser reposto. Lembre-a do prazer de estar novamente com os amigos e professores e da possibilidade de realizar todas as atividades que gostam de fazer juntos. BOAS FÉRIAS!!!!!! Luciana Haluch de Bastos Psicóloga CRP 08/6769, Especialista em Educação Especial Lucivani Suzilmar Totti de Bastos Psicopedagoga, Especialista em Educação Especial

Educacao 21-12-2010  

Educacao 21-12-2010