Page 1

Entrevista Conversa exclusiva com Daniel Ek, o senhor todo-poderoso do Spotify pág. 06

Música Ermo: dupla bracarense falou-nos sobre o álbum de estreia, “Vem por Aqui” pág. 08 PORTUGAL sexta-feira 7 fevereiro 2014 ano 6, nº 2032 Lisboa 7° | 14°

Porto 9° | 12°

www.readmetro.com Diretor: Diogo Torgal Ferreira

Fumadoras duplicam em cinco anos Nacional. Percentagem subiu de 9 para 17% entre 2008 e 2013. Alerta para fatores de risco vasculares pág. 04 Economia

Mundo

Sinais de recuperação Perspetiva de crescimento para o mercado tecnológico pág. 05

Sport

Portugal fora do Europeu Seleção nacional de futsal eliminada pela Itália nas meias-finais pág. 14

Cronista

Inquérito do Alvim Começou ontem mais uma edição do Festival de Cinema de Berlim pág. 09 EPA

Nuno Vieira, da Triciclo, é o senhor da vez pág. 02

GETTY IMAGES

Iniciativa. Coletivo “all-star” de 200 escritores contra a Rússia antigay de Putin Carta aberta condena leis russas recém-aprovadas e contrárias à liberdade de expressão. Vários prémios Nobel nos signatários. pág. 07

PUB


1

www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

02

Nuno Vieira, joint CEO da Triciclo Uma aventura: Abrir uma empresa num país onde o governo é liderado por Passos Coelho e Paulo Portas e que ainda tem Cavaco Silva como Presidente. É uma aventura maior do que procurar o Santo Graal com os Monthy Python.

JORNAL

Um segredo: Calço o 43. Pode não parecer grande segredo, mas deve ser das poucas coisas que ninguém sabe sobre mim.

“Uma aventura? Abrir uma empresa num país onde o governo é liderado por Passos Coelho e Portas” Umas férias: Fazer a Route 66 a pé. Pensem bem, é coisa para demorar uns três meses. Quando foi a última vez que tiveram três meses de férias?? Uma ideia: Acrescentar dois dias aos fins de semana. Como os dias de produção desciam para quase metade, era preciso contratar o dobro das pessoas, resolvendo-se o problema do desemprego. Além disso, ficávamos com quatro dias livres para gastar dinheiro, estimulando assim a economia. Uma asneira: As marcas não estarem presentes nas redes sociais por terem medo do que

Elizabeth Hurley

“Ridícula e patética a história sobre mim e o Bill Clinton. Totalmente mentira. Já nas mãos dos meus advogados” Na sua conta pessoal do Twitter, a ex-modelo inglesa reagiu assim às notícias publicadas em vários tablóides ingleses nas suas edições de ontem, em que estes deram conta de um alegado caso amoroso entre Hurley e o ex-presidente dos EUA durante os anos 90 (e enquanto Clinton estava a Casa Branca), relação que terá durado um ano. GETTY IMAGES

possam escrever nas suas páginas. Devem ter produtos ou serviços muito maus, para terem receio da opinião dos clientes... Uma paixão: Vinho. E é uma paixão tão séria que entre branco e tinto nem sempre prefiro cheio.

Uma invenção: Frascos de alcaparras com abertura maior para caber um garfo ou colher. Um desabafo: Como é possível o “Rocky” ter ganhado o Óscar de Melhor Filme em 1976, quando o “Taxi Driver” também estava nomeado?

Uma pergunta: Porque é que ser prostituta é ilegal e ser atriz porno é legal? Se a única diferença é as filmagens, basta oferecer um smartphone a cada prostituta.

Inquérito do

FERNANDO ALVIM DIRETOR DA WWW.SPEAKYTV.TV | WWW.ESPEROBEMQUENÃO.BLOGSPOT.COM

Boa notícia do dia

UE financia fábrica de gelo na Guiné-Bissau Uma fábrica de gelo financiada pela União Europeia (UE) entrou em funcionamento na Guiné-Bissau para melhorar a conservação de peixe, atacar a falta de alimentos e promover a atividade económica. A unidade industrial foi instalada no âmbito de um projeto a quatro anos no valor de um milhão de euros, financiado a 90% pela UE em parceria com a organização não-governamental guineense Ação para o Desenvolvimento. O projeto “Nubanale di Batcharabu: vamos acabar com a fome” prevê outras ações com o objetivo de diversificar e aumentar a produção de produtos alimentares agropecuários e da pesca, e reforçar as capacidades dos agricultores.

Seattle celebra Super Bowl nas ruas Ontem a cidade de Seattle, EUA, saiu à rua para celebrar os seus Seahawks, os grandes vencedores da edição deste ano do mediático Super Bowl, a final da NFL (liga profissional de futebol americano dos EUA). Depois da vitória sobre os Denver Broncos, agora a hora é de festejar. © GETTY IMAGES


PUB

NACIONAL | 03

Portugal ficará mais seguro se optar por um programa cautelar e deve aproveitar a indefinição que existe sobre estes programas para daí retirar vantagens, defende Cardoso. © MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Reestruturação é “má” ideia Dívida. A presidente do Conselho de Finanças Públicas e economista, Teodora Cardoso, considera uma eventual reestruturação da dívida pública uma ideia má e perigosa. A responsável disse ainda que não é verdade que os atuais níveis da dívida a tornem impagável. A ideia de uma reestruturação da dívida “não só é má como é perigosa”, disse em entrevista à agência Lusa, apontando várias razões. “Desde logo íamos perder o esforço que fizemos”, salienta. “Depois de termos feito o esforço que fizemos e depois de termos conseguido reduzir o nível das taxas de juro, irmos avançar nesse sentido era péssimo, voltavam a subir as taxas de juro e o prémio de risco do País e íamos ter outro problema com os bancos, porque os nossos bancos no início pratica-

AICEP

Fitch

A agência de notação financeira Fitch Ratings diz que o País deve pedir um programa cautelar, tenha ou não acesso a financiamento de mercado. mente não tinham dívida pública, mas agora têm, portanto iam sofrer aí uma pancada muito forte que ia exigir outra vez financiamento do Estado porque não iam conseguir financiar-se no mercado”, refere Teodora Cardoso.

www.pordata.pt

Pedro Reis deixa presidência

Sabia que...

O presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Pedro Reis, cujo mandato terminou em dezembro, confirmou hoje à agência Lusa que não vai continuar à frente da instituição. Questionado pela Lusa sobre a sua continuidade na presidência da AICEP, Pedro Reis confirmou a informação de que tomou a decisão de apenas cumprir um mandato.

... os trabalhadores de Alcochete (€1.517) são os que, em média mensal, recebem melhor em Portugal? Depois seguem-se os trabalhadores de Oeiras (€1.436) e de Lisboa (€1.286). Caminho: Pordata > Municípios > Emprego e Mercado de Trabalho > Salários

SAIBA MAIS SOBRE PORTUGAL E A EUROPA NA BASE DE DADOS PORDATA.PT


www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

NACIONAL | 04

Cinco anos e quase o dobro de fumadoras Saúde. Uma investigadora do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP) considera “preocupantes” dados sobre o aumento do consumo de tabaco pelas mulheres. “Se tivermos em conta que, em 2008, os estudos da Direção-Geral de Saúde [DGS] apontavam que havia 9,5% de mulheres fumadoras, agora estamos a falar de uma percentagem de 17%. O consumo de tabaco tem dados assustadores”, disse à agência Lusa a coordenadora do estudo “E-Cor” desenvolvido pelo INSP, Mafalda Bourbon. O estudo, que é hoje apresentado, no Porto, revela ainda que as mulheres na região centro do País fumam menos do que em qualquer uma das outras regiões portuguesas: 12% no centro, 20% em Lisboa e 18% no norte. O estudo alerta ainda para o perigo cardiovascular nas mulheres. “Os dados do tabaco são preocupantes porque, por exemplo, o fumar associado ao

Com este estudo, Mafalda Bourbon pretende fazer um diagnóstico geral do País em relação aos fatores de risco vasculares, mas também lançar alertas. © GETTY IMAGES

Amostra O estudo prevê a análise de uma amostra nacional de 1.700 pessoas, 340 por região, mas, para já, das 1.040 pessoas cujos

dados já são conhecidos, só 22% são fumadores. Por enquanto – ainda que o “E-Cor” se vá estender a Algarve e Alentejo – o estudo de Mafalda Bourbon tem por base as regiões do norte, centro e

consumo da pílula, é explosivo e aumenta muito o risco de ter um AVC em idade jovem (...). E um AVC é muito debilitante”, salientou. Outro dado “alarmante” para Mafalda Bourbon é a prevalência de excesso de peso/obesidade. “No geral, 65% da população tem excesso de peso ou obesidade, o que quer dizer que das cerca de 1.000 pessoas inquiridas, 650 pessoas têm excesso de peso ou obesidade”, descreveu a especialista. Com este estudo, Mafalda Bourbon pretende fazer um diagnóstico geral do País em relação aos fatores de risco vasculares, mas também lançar alertas. Outros dados do “E-Cor” dão nota de que no norte há um menor número de pessoas com colesterol elevado. Lisboa, de acordo com o mapa NUTS II de Portugal Continental. O estudo é hoje apresentado no 8º Congresso do Acidente Vascular Cerebral (AVC) organizado pela Sociedade Portuguesa do AVC.

Santuário de Fátima

Mais 160 mil fiéis do que em 2012 nas missas Mais 160 mil fiéis participaram no ano passado nas missas oficiais celebradas no Santuário de Fátima, num total de 3,489 milhões de pessoas, quando em 2012 esse número foi de 3,328 milhões de peregrinos, segundo as contas da instituição.

Prostituição

Nove anos de prisão para líder de rede O Tribunal de Sintra condenou ontem a nove anos de prisão o chefe de uma rede de prostituição de jovens, duas delas menores, forçadas a orgias em Lisboa e no Algarve. A mulher do angariador da rede foi condenada a pena suspensa de três anos de prisão.

Mapa judiciário. Especialização Fatura da é “a marca forte” da reforma sorte. Sorteio A ministra da Justiça, Paula Teixeira semanal vai da Cruz, afirmou ontem que “a especialização é a marca forte” da atribuir carros reforma da Organização Judiciária, que divide o País em 23 comarcas e cria 390 secções de justiça especializada. A ministra falava após o Conselho de Ministros ter aprovado ontem, na generalidade, um diploma que procede à regulamentação da Lei da Organização Judiciária e que define “as sedes, a área de competência e a conformação das novas 23 comarcas judiciais, que correspondem a outros tantos tribunais de primeira instância”. Sever do Vouga, Fornos de Algodres, Monchique e Ferreira do Zêzere são quatro das 20 localidades que vão perder tribunais, de acordo com a nova Lei de Organização do Sistema Judiciário, que extingue 20 tribunais.

Ministra diz que Justiça será “mais célere”, de “maior qualidade”, e de maior proximidade aos cidadãos”. © JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

O sorteio ‘Fatura da Sorte’, cuja criação foi ontem aprovada em Conselho de Ministros, vai ser semanal, com sessões extraordinárias no verão e no Natal, e atribuirá automóveis, anunciou o ministro da Presidência. “Os sorteios vão ser semanais, com dois episódios diferentes no verão e no Natal, que acrescerão aos semanais”, afirmou Luís Marques Guedes. “Quanto aos bens que vão ser sorteados, são automóveis”, acrescentou. O ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares disse ainda que este sorteio “é para todas as faturas” relativas a “qualquer despesa realizada por qualquer cidadão”.


www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

Mercado Puro

A bola exporta FILIPE GARCIA ECONOMISTA DA IMF

Numa sessão de perguntas e respostas online, perguntei ao mayor de Londres que conselhos daria ao Porto. Talvez por estar em Davos, Boris Johnson respondeu, num tom bem-humorado, que esteve na cidade e que não hesitaria aconselhar uma “cidade fabulosa” como o Porto, que até exportou Mourinho para Londres. Não deixa de ser curioso que um britânico, conhecedor da tradição da cidade e do seu famoso vinho, tenha preferido esta associação “top of mind”, espontânea, entre a cidade, o clube e Mourinho. Despreza-se muitas vezes o impacto que o futebol, os seus clubes e personagens famosos têm, algo a ser mais usado como alavanca de negócio ou relacionamento.

$ 107,19 (+ 0,88%)

Euribor 6m

0,385 (-0,26%)

Sinais de recuperação no mercado tecnológico Conjuntura. Consultora IDC apresentou ontem o “Predictions 2014”, em que perspetivou que o mercado português de tecnologias de informação (TI) vai voltar a crescer este ano. Depois de cinco anos com quebras de investimento, o mercado português de TI vai voltar a crescer, ainda que ligeiramente. Segundo a IDC, a despesa vai ultrapassar os 3,25 mil M€, num crescimento de 0,9% face ao ano passado. Mas ainda “não vamos voltar aos números de há cinco anos”, afirmou o diretor-geral da IDC Portugal. Gabriel Coimbra, citado pelo JdN, lembrou que “estamos mil milhões de euros abaixo do registado há quatro ou cinco anos e esse valor não vai ser recuperado tão cedo”. “O crescimento é ligeiro, mas já não estamos a decrescer o que é uma boa notícia”, sublinhou o responsável.

“Em termos empresariais, a melhoria das condições da atividade económica tem reflexos nas prioridades de negócio das organizações nacionais o que influencia diretamente o investimento em tecnologia”, refere a consultora. A IDC sustenta que a melhoria da eficiência operacional passou para primeiro lugar das preocupações dos executivos apesar de a redução de custos ainda estar no topo das prioridades. A consultora antecipa ainda que os mercados ligados aos serviços de mobilidade, cloud, tecnologias sociais e Big Data, vão crescer, “até 2017, mais de 15% a nível mundial e em Portugal”.

A IDC antevê que o mercado das telecomunicações continue a decrescer numa média de 1,5% nos próximos três a quatro anos. © 123RF PUB

O dia a dia dos mercados Petróleo

ECONOMIA | 05

Psi-20

6.888,40 (+2,47%)

Euro para: Dólar 1,359; Libra 0,832; Real 3,245

Auteuropa

Pagamento de prémio A Autoeuropa deverá pagar 2,1 M€ de prémio anual aos trabalhadores de Palmela, o que corresponde a uma média de €660 para cada um. Em 2013, a fábrica não atingiu os 100.000 veículos de produção.

Sony. Supressão de 5.000 pessoas, 3.500 no estrangeiro O gigante japonês Sony anunciou ontem a supressão de 5.000 efetivos, dos quais 3.500 no estrangeiro, até março de 2015 no âmbito de um plano de medidas drásticas para pôr fim aos prejuízos. O diretor executivo da Sony, Kazuo Hirai, não deu mais pormenores sobre a repartição das supressões de postos de trabalho. No final de março de 2013 a Sony tinha 146.300 efetivos. Além da supressão dos empregos, o plano inclui a cedência da divisão do negócio dos portáteis VAIO ao fundo nipónico Japan Industrial Partners e a transformação da atividade das Televisões em filiais. A Sony vai abandonar os portáteis Vaio porque o negócio não é rentável e assim retirar-se do mercado, onde entrou há quase 20 anos.

Novabase Prejuízos

Diminuição de lucros A tecnológica Novabase obteve 7,5 M€ de lucros o ano passado, menos 5% face a 2012. A empresa acrescentou que vai distribuir um dividendo de 20 cêntimos por ação.

801 M€ A Sony anunciou ontem que o seu exercício de 2013, que termina a 31 de março, vai fechar com perdas de cerca de 110.000 milhões de ienes (801 M€), embora nos três primeiros trimestres tenha ganho 81 M€.


www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

ENTREVISTA | 06 AGATA NOWICKA/ILLO.PL

editoras são grandes parceiras, e o próprio artista pode disponibilizar música no Spotify por iniciativa sua. Estamos concentrados em ter mais música para que mais pessoas possam desfrutar. Um dos membros da sua equipa pôs uma cantora desconhecida chamada Lorde na playlist do Spotify, tornando-a de imediato numa estrela. Quer formalizar este processo do Spotify como um “fazedor” de estrelas? Sim, queremos ajudar os

artistas, mas não queremos ser “fazedores” de estrelas. Queremos democratizar a indústria da música para que os seus amigos sejam os seus “fazedores” de música. A criatividade – fazer música – não está em risco de vida se nos habituarmos a fazer o download em vez de a fazermos? Discordo.

Havia um tempo em que se tinha de pagar a música ou fazer o download ilegal. Agora já não, graças ao “streaming” online de música. Desde 2008 que o Spotify permite aos utilizadores que façam “streaming” de música para aparelhos digitais de graça. Ótimas notícias para os fãs, mas os detratores olham para o Spotify como uma ameaça ao sustento dos artistas; Thom Yorke, dos Radiohead, chamou-lhe há pouco tempo “o último pum desesperado de um cadáver moribundo”. mas o conteúdo livre é a chave da sobrevivência da indústria diz ao metro o co-fundador e CEO do Spotify, Daniel Ek. Hoje em dia a sua função é diferente da que tinha quando lançou o Spotify?

É a mesma. Fundámos a empresa porque vimos que as pessoas estavam a ouvir mais música do que nunca, mas ao mesmo tempo, a indústria estava em queda. Estava a implodir por causa da fotografia. Como é que se ultrapassa a pirataria? Tentou-se legislação, processando os utilizadores individuais. Mas a única solução que resultaria a longo prazo seria criar um produto melhor que a pirataria. Por isso, quando começámos a nossa tarefa, era criar esse produto, porque acreditávamos que assim conseguíamos pôr música nas mãos de todas as pessoas do mundo, e, ao mesmo tempo, fazer da indústria da música aquilo que era e melhorá-la. As editoras ainda não são grandes fãs do Spotify. Tem simpatia por elas?

Não acho que nenhuma editora tenha algum problema connosco.

DANIEL EK O co-fundador e CEO do Spotify, o serviço de “streaming” de música mais falado do mundo, põe o ouvinte no centro de uma indústria da música em constante evolução.

“QUEREMOS QUE SEJA O ‘FAZEDOR’ DE MÚSICA” Trabalhamos juntos há quase cinco anos e tenho a certeza que não seriam nossas parceiras se não gostassem do nosso trabalho. Neste momento somos o segundo maior gerador de receitas depois do iTunes. E os artistas que perdem receitas porque as pessoas os ouvem em serviços como o Spotify? Estamos

no início do “streaming”. Ainda não encontrámos o modelo ideal, mas as coisas vão mudar. Tivemos este mesmo debate na Suécia há uns anos. Esmoreceu um pouco porque o Spotify cresceu – contabilizamos neste momento 70% de todas as receitas de venda de discos no país – e a indústria da música tem crescido. Isto significa que as editoras estão a pagar mais aos artistas.

O diretor de conteúdos do YouTube, Robert Kyncl, disse-me que a sua visão para o YouTube é ser uma fábrica de talento para gente comum. Quer que o Spotify faça o mesmo? Não que-

remos ser criadores de música. As

Biografia • Nascimento. 21 de fevereiro de 1983 em Estocolmo. • Formação. Fundou a sua primeira empresa aos 14 anos. Em 2006, com Niklas Zennström, criou o Spotify; ficou online em 2008. • Atualidade. O Spotify levanta as restrições ao conteúdo gratuito de subscrição, permitindo aos utilizadores acesso sem o limite de 10horas/mês.

O melhor da última década é que deixou de ser preciso fazer discos caros para partilhar as ideias. No entanto, também acho que as pessoas deveriam demorar mais tempo a pensar em novas ideias. Mas o que a Internet faz é democratizar a indústria musical de forma a que toda a gente partilhe ideias. Como, exatamente? Uma analogia:

conheci um amigo há dez anos. Tem uns pés muito grandes e grandes dificuldades em encontrar sapatos. Por isso, há uns anos, disse-lhe que talvez devesse fazer os seus próprios sapatos, e ele assim o fez. Costumavam dizer que era tonto porque as pessoas não tinham aquele tamanho de pés. Mas colocou o negócio online e agora é um grande negócio. Há pessoas em todo o mundo que também têm pés muito grandes. A melhor coisa da Internet é que ter uma boa ou má ideia é indiferente, porque chega a todo o mundo. Há um meracdo para tudo. Veja a música country na Suécia. Chegar a um mercado tão pequeno teria sido impossível há 30 anos. Agora pode-se fazê-lo e chegar também a um mercado ELISABETH BRAW, MWN global.


www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

MUNDO | 07

Escritores dão as mãos contra diploma antigay Rússia. Mais de 200 autores famosos de 30 países assinaram uma carta aberta, ontem divulgada, que condena as leis russas recém-aprovadas e contrárias à liberdade de expressão. Em causa estão duas leis em específico, aprovadas no parlamento russo, em junho de 2013. Uma delas, antigay, proíbe a “propaganda a relações sexuais não tradicionais, incluindo a distribuição de materiais sobre os direitos dos homossexuais”. A lei introduz multas para indivíduos e grupos de comunicação social considerados culpados de a violar, e prevê também multas especiais para estrangeiros. A outra lei, de cariz religioso, prevê penas de prisão até três anos para os autores de “ofensa a sentimentos religiosos” – iniciativa lançada na sequência do julgamento contra uma banda antiKremlin, as Pussy Riot.

A missiva denuncia que as leis “põem especificamente em risco os escritores”, que por isso não podem “ficar parados enquanto assistem ao silenciamento, perseguição e, frequentemente, punição drástica de escritores e jornalistas pelo mero ato de comunicarem pensamentos”. Entre os signatários estão os Nobel da Literatura Gunter Grass (1999), Wole Soyinka (1986), Elfriede Jelinek (2004) e Orhan Pamuk (2006). O anglo-indiano Salmon Rusdhie e a romancista contemporânea russa Lyudmila Ulitskaya, primeira mulher a receber o equivalente russo ao Booker Prize, também R.A.C. subscreveram a carta.

Divulgação do protesto contra leis do país governado por Putin coincidiu com primeiras provas dos Jogos de Inverno, em Sochi. © EPA

Itália. Mais de mil imigrantes resgatados no Mediterrâneo Cerca de 1.100 imigrantes, a maioria de origem subsaariana, foram resgatados na quarta-feira e na madrugada de ontem pelas autoridades italianas perto da costa da ilha de Lampedusa, no mar Mediterrâneo, informou a Marinha Militar italiana. Navios da marinha e helicópteros do dispositivo de socorro Mare Nostrum participaram na operação de resgate dos 1.123 imigrantes, entre os quais 47 mulheres, incluindo quatro grávidas, e 50 menores, indicou-se em comunicado. Os imigrantes estavam distribuídos por oito barcaças e um navio, que foram localizados numa área entre as 120 e as 130 milhas a sudeste de Lampedusa, considerada a porta de entrada da imigração africana na Europa. Os resgatados receberam assistência no navio “San Marco”, que deverá chegar hoje de manhã à Sicília. PUB

Refugiados sírios já vão às compras Foram abertos os dois primeiros hipermercados no campo de refugiados de Zaatari (Jordânia), que alberga mais de 100.000 sírios em fuga da guerra civil no seu país. Também ontem, Damasco e a ONU acertaram a entrada de ajuda humanitária na cidade de Homs (centro) e a saída de civis. © GETTY IMAGES

Ucrânia

Cabo Verde

Obrigado a dizer que espiava para os EUA

Ministro aponta falhas a universidades africanas

O opositor ucraniano de 35 anos Dmitro Bulatov, sequestrado e torturado em Kiev e atualmente em tratamento na Lituânia, disse ontem que os seus raptores o “crucificaram” para o obrigar a dizer que espiava para os EUA.

O ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação de Cabo Verde afirmou, na Cidade da Praia, que as universidades africanas não produzem profissionais com conhecimento e que não respondem às necessidades económicas.


2

www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

08

“Vem Por Aqui”, dos Ermo, está disponível para download grátis em www.optimusdiscos.com.

CULTO

ERMO Como é que se dá o encontro entre o Bernardo e o António? Começaram a tocar em 2011, certo?

Pussy Riot

“Aderimos à ideologia da esquerda anticapitalista e nunca aceitamos dinheiro. Sobretudo nunca vendemos bilhetes para os espetáculos. Perdemos duas amigas, duas camaradas de combate ideológico” Numa carta assinada e difundida por seis elementos das Pussy Riot, as artistas acusam duas das suas companheiras, Nadejda Tolokonnikova e Maria Alekhinade, de trair a ideologia do grupo ao aparecerem em palco num concerto de Madonna em Nova Iorque. GETTY

António Costa e Bernardo Barbosa rompem conceitos e classificações na música portuguesa com o disco “Vem Por Aqui”: eletrónica-conventual em jeito “spoken word” para descobrir no festival Sons de Vez, em Arcos de Valdevez.

A FRONTEIRA DO SAGRADO

Sim, já mesmo no final do ano. Fizemos um concerto mais discreto, na Casa Amarela, no Porto. Ainda não tínhamos nome, sequer. Conheci o António pouco antes de começar o projeto, mas sentimos logo que tínhamos gostos semelhantes e alguma cumplicidade musical. Apesar dessa cumplicidade, creio que estavam em pontos quase opostos: o Bernardo mais ligado à eletrónica e o António ao universo do black metal...

Mas em termos de gostos somos muito abrangentes e, assim, aconteceu essa deslocação (risos). Mas era sobretudo uma questão de recursos que tínhamos à disposição: gosto de produzir quase todos os géneros musicais. Aquilo que tínhamos não era nada de muito complexo: eram projetos de quarto que guardávamos só para nós. Então e que abordagem musical pensaram em ter? O que combinaram?

Não foi muito combinado, foi de forma natural. Mas as bases para o que fazemos já lá estavam. Era

muito diferente, porque não era tão eletrónico e o António também tocava guitarra. Era dependente de estruturas mais lineares: não havia tanto a preocupação que houve no álbum, de criação de estruturas mais pop. Mas a identidade já lá estava e vai-se mantendo. Em comparação com o primeiro EP, como é que define este disco, “Vem Por Aqui”? Em termos de conceito,

é um disco mais livre: não nos referimos tanto a um assunto específico como no primeiro EP, que gira muito à volta do Quinto Império. Este acaba por ser mais divertido para nós enquanto criadores musicais: para mim, gira mais à volta da eletrónica, deu-me mais liberdade para fazer o que queria. Sinto que é mais divertido de ouvir, o que não significa, necessariamente, que seja melhor ou pior. Mas creio que, para quem ouve, torna-se mais acessível.

Braga é conhecida como a Cidade dos Arcebispos. O ambiente da própria cidade também influencia a vossa música? Mesmo que não seja uma música ecuménica, por vezes parece que vocês estão a cantar dentro de um mosteiro...

Acredito que a cidade influencia. Se não for diretamente, é indiretamente. Depois Braga é uma cidade onde tudo é sagrado, logo os bracarenses gostam de ser profanos, logo é o que fazemos, de certa forma. Se influenciou é porque também queremos combatê-lo, despir-nos de preconceitos que existem à volta da religião: não como provocação, mas como resposta irónica à cidade onde vivemos. Na próxima semana, dia 15, vão estar no Festival Sons de Vez (começa este fim de semana), em Arcos de Valdevez. O que poderemos esperar?

Esforçamo-nos sempre para dar o melhor concerto possível. Tentamos sempre trazer para o palco uma carga mais teatral, que existe em nós: e sem ela a música não vive da mesma maneira. Por vezes, há músicas que até são proB.M. duzidas a pensar nesse fim.


09

“Tudo podia ser samplado” Hip hop. Um fim de semana para celebrar um dos maiores nomes da história do rap: se hoje fosse vivo, James Dewitt Yancey, aka J-Dilla, faria 40 anos. Morreu há oito. De todos os quadrantes do hip hop há um nome consensual quando se fala na categoria de mestres do género. É certo que há referências históricas, como Afrika Bambaataa, Grandmaster Flash ou Beastie Boys. Mas Dilla mexeu com a forma como se produzem instrumentais. Este mês, celebra-se o nascimento (7/2/1974) e a morte (10/2/2006) de James Dewitt Yancey, hoje elevado à categoria de mito. “Dilla é um mito, uma inspiração e, como tal, a sua importância é desmedida. Mas Dilla era apenas um homem, carregado de talento. Nada contra os mitos, mas convém não esquecer a sua dimensão humana”, vinca o jorna-

lista Rui Miguel Abreu. “A sua influência alastrou-se até para lá da esfera do hip hop, marcando muitos nomes dos lados mais indie de vários quadrantes, da pop e do R&B à eletrónica.” Marko Roca, conhecido na música como D-Mars ou Rocky Marsiano, tem a mesma opinião: “Trouxe à música a capacidade de transcender as barreiras estilísticas do hip hop e levar o seu som para outros universos”, caraterizando-se por “beats com uma alma muito própria”. Isilda Sanches, da rádio Oxigénio, acrescenta: “[Nos seus beats] Há um certo descompasso, apesar de precisos, não são clínicos e isso torna-os quentes e verdadeiros.” Rui Miguel Abreu carateriza o músico natural de Detroit como “um repentista, como se soubesse que não tinha muito tempo pela frente”. O seu estilo, “apesar de refinado, era também intuitivo e dado ao improviso. Os seus beats não quantizados deram um novo swing ao hip hop, permitindo espaço para

J-Dilla produziu “beats” para A Tribe Called Quest, The Roots, Q-Tip ou D’Angelo. © DR

o erro, para uma dimensão mais humana”. Quem conheceu Dilla, fala da dedicação aos discos. Passava muito tempo à procura do “beat” perfeito: “Tinha uma largueza de vistas no que aos samples dizia respeito: para Dilla tudo podia ser samplado”, conta Rui Miguel Abreu.

A discografia é extensa. Muito extensa, entre álbuns e mixtapes. A mãe do rapper, Ma Dukes, criou uma fundação de apoio às vítimas de lupus – doença que vitimou o filho, com apenas 32 anos. E, amiúde, são editados “lost tapes” ou material não-editado que funciona como brinde para os fãs. A descoberta de Dilla continua a acontecer todos os dias – os fãs costumam dizer, orgulhosamente, “J-Dilla Saved My Life”. Tanto Rui Miguel Abreu, como Rocky Marsiano e Isilda Sanches têm dificuldades em eleger, claramente, a sua obra favorita. O jornalista da Blitz e do site 33-45.org diz que “hoje talvez seja ‘Donuts’”. O produtor e rapper aponta “Welcome to Detroit” – que “consegue captar as várias facetas do Dilla: desde a cena mais crua, à mais soulful”. Apesar de encontrar a obra do músico tão “dispersa por tantos discos de outras pessoas e dele próprio”, a radialista aponta “os dois primeiros álbuns de Slum BRUNO MARTINS Village”.

Festival

Cinema. Já arrancou mais um Berlinale

Optimus Alive com palco dedicado à comédia O festival de música Optimus Alive terá na edição deste ano um novo palco no Passeio Marítimo de Algés, dedicado a atuações de comédia e humor. Este será o sexto palco de atuações do festival, que decorrerá de 10 a 12 de julho, e nele atuarão humoristas portugueses e estrangeiros, contando com curadoria do artista Jel (Os Homens da Luta). “Temos obrigação de ter novidades e de ir renovando e este é um ano de viragem”, disse Álvaro Covões. LUSA

Começou ontem, na capital alemã, mais uma edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim. O certame arrancou com a exibição de “The Grand Budapest Hotel”, de Wes Anderson e, na competição oficial de curtas-metragens, estão dois filmes portugueses: “As Rosas Brancas”, de Diogo Costa Amarante, e “Taprobana”, de Gabriel Abrantes. A 64.ª edição da Berlinale, como também é conhecido o evento germânico, decorre até 16 de fevereiro. A competição de longas-metragens conta com 20 filmes, entre eles “Aimer, Boire et Chanter”, de Alain Resnais, a produção brasileira “Praia do Futuro”, de Karim Aïnouz, e “Boyhood”, de Richard Linklater. No total, em 11 dias, serão projetados mais de 400 filmes.

Cinema

Distribuidora encerra escritório em Lisboa

Orçamento

21 milhões de euros é o valor do orçamento disponibilizado para a edição deste ano do festival germânico – em 2013, 300 mil pessoas estiveram no evento. O troféu, o Urso de Ouro, pesa 3,2 quilos.

Belas-Artes contra cedência Os alunos e a direção da Universidade de Belas-Artes, em Lisboa, fecharam ontem o espaço em protesto contra a cedência ao Museu do Chiado. “A Faculdade de Belas-Artes de Lisboa não foi oficialmente informada e tem uma enorme necessidade de espaço”, disse o diretor. © PEDRO NUNES/LUSA

A distribuidora cinematográfica Columbia Tristar Warner encerrará a 31 de março o escritório em Portugal, por questões de “rendibilidade” e de “quebras no mercado”, levando à saída de 14 trabalhadores. A empresa, que desde 1972 distribuía em Portugal os filmes dos estúdios Warner Brothers e Sony Pictures Entertainment estreará até essa data mais três filmes: “Winter’s Tale Uma História de Amor”, “O Filme Lego” e “300: Início de um Império”.


www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

Comic Con chega a Portugal

CULTO | 10

STORYBOARD PARA O SEU FIM DE SEMANA

1

Festival. Em dezembro, um dos maiores certames dedicados à cultura pop é apresentado, pela primeira vez, em Portugal. O Comic Con vai realizar-se na Exponor, em Matosinhos, nos dias 5, 6 e 7 de dezembro. Em Portugal, já se verificaram alguns eventos destas temáticas, mas que tem abrangido apenas alguns nichos ligados ao universo da videojogos, banda desenhada, filmes, séries, ou televisão. Nos EUA, a Comic Con já se realiza

Mais informações através do site www.comic-con-portugal.com. © GETTY IMAGES

desde 1970, em San Diego. Nos últimos anos, têm sido cerca de 120.000, 140.000 espetadores durante os quatro dias do festival. “Os estudos efetuados ao mercado potencial para este evento em Portugal abrangem mais de 100.000 potenciais visitantes”, diz a organização, CITY – Conventions in the yard. Ainda é prematuro falar nos convidados que vão passar pela Exponor, mas a organização afiança já estar a trabalhar no sentido de tornar o evento o mais atrativo possível. “O evento contará com exibição de materiais inéditos, lançamentos, exposições, concurso de cosplay, entre mais atrações que serão anunciadas nos próximos meses. Em Portugal temos grandes artistas, ilustradores, produtores de videojogos, produtores de filmes e webseries, onde, além de apresentarmos as novidades internacionais, iremos evidenciar o que se faz de melhor nestas AGÊNCIA LUSA áreas no nosso país.”

Música

GIRA-DISCOS DO METRO “Alligator” (2005) The National Há discos razoáveis que seriam EP excelentes – só metade das faixas interessa. Depois há “Alligator”. Que privilégio ser surpreendido por cada um destes 13 temas, melancolia indie em êxtase, implosiva, narrada com passagens como, “You Know You Have a Permanent Piece of my Medium-Sized American Heart” (canção: ‘Kooking For Astronauts’).

Música. Beady Eye cancelam concerto O concerto do grupo rock britânico Beady Eye, agendado para segunda-feira, em Lisboa, foi cancelado por “imprevistos na agenda” da banda, revelou a promotora Everything is New. O concerto da banda de Liam Gallagher, que abriria a digressão europeia com o álbum “Be”, estava marcado para o Coliseu de Lisboa. Os portadores de bilhetes poderão pedir “o reembolso no prazo máximo de 30 dias, a contar do dia do espetáculo, período que termina a 12 de março”, esclarece a promotora. Os Beady Eye surgiram em 2009, depois de os irmãos Liam e Noel Gallagher se terem separado dos Oasis, tendo editado desde então dois álbuns de estúdio: “Different Gear, Still Speeding” (2011) e “Be” (2013). O calendário de concertos da banda publicado na Internet ainda inclui a data em Lisboa, assim como a restante digressão europeia.

2 4 3 TELMO MILLER

5 Mercado em 2.ª mão: “Flea Market” ruma à capital 1assenta Sábado é dia de mercado – o “Flea Market” vem do Porto e arraiais no salão de festas da Voz do Operário, Lisboa. Sabores: tenha um fim de semana mais doce 2claro, “O Chocolate em Lisboa” oferece workshops e palestras e, muitos doces no Campo Pequeno – decorre até domingo. Stand-up comedy: Reis do humor em Alcântara 3António Esta sexta-feira, às 22h30, há uma AXE Comedy Night, com Raminhos e Luís Filipe Borges, no Vinyl, em Alcântara. Arte urbana: Projeto ARTworx em plena Rua do Carmo 4 Vá dar um passeio pelo Chiado e aproveite para apreciar a obra do ‘street artist’ João Samina, no n.º 69 da Rua do Carmo. Exposição: “Downtown Chiado”, na meetiNG Art 5 A mostra internacional de pintura estará patente até 15 de fevereiro – a presença de artistas do México é o destaque.


PUB


www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

Metro Portugal Arruamento B à Rua José Maria Nicolau, nº3 1549-023 LISBOA - PORTUGAL

METRO PORTUGAL Título licenciado a Transjornal – Edição de Publicações, SA pertencente à PROPRIEDADE Metro International, SA, EDITORA Transjornal – Edição de Publicações, SA., Capital Social €50.000,00, Contribuinte 505338602, registada na C.R.C de Cascais _nº 505338602, Principal acionista Metro News – Publicações, S.A (100%) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Francisco Pinto Barbosa, Luís Santana, Pedro Araújo e Sá, Gonçalo Sousa Uva e António Zilhão. Depósito Legal: 220825/04, ERC nº 124635, Periodicidade Diária Distribuição Gratuita Impressão Lisgráfica, Impressão e Artes Gráficas S.A. Rua Consiglieri Pedroso 90, Casal de Santa Leopoldina, 2730-053 Queluz de Baixo. DEPARTAMENTO COMERCIAL DIRETOR COMERCIAL Ricardo Branco Diretora Adjunta Ana Silveira Agências Adriana Macedo, Margarida Rego, Paula Tavares, Raquel Pinto, Daniel Barata; Diretos Andreia Carolino, Fátima Guerreiro, Filomena Mestre, João Rodrigues, Luís Farinha Planeamento Maria da Luz Veiga Tel. 210494204/210494815; Fax 21 049 31 34 PORTO Tiago Medeiros, Gabriela Raposo Tel. 22 532 23 09 Fax 22 532 23 99 E-mail publicidade@metroportugal.com DESIGN GRÁFICO Rui Gonçalves MARKETING João Aleixo, Elizabeth Shipeio Passatempos Marta Tavares (info@clubedepassatempos.pt) Ativações e Eventos João Aleixo (coordenador) Joana Gil, Rita Costa CHEFE DE DISTRIBUIÇÃO José Magalhães Distribuição António Caldeira, Orlando Lopes (Porto) DIRETOR Diogo Torgal Ferreira Editor Executivo Magalhães Afonso Coordenador Bruno Martins Redação Luís Carmo, Patrícia Tadeia, Rui Alexandre Coelho, Raquel Madureira (Porto) Editora gráfica Sónia Santos Grafismo Filipa Rosa, Rita Alves, Túlio Vasco Fotografia Laura Haanpää Assistente Ana Rodrigues Revisão Catarina Poderoso.

Correio do leitor

Horizontais: 1. Gostar muito de. Apesar de. 2. Desprezível.

Palavras cruzadas

Untar com óleo. 3. Escola secundária oficial (ant.). Biscoito com a forma de S. 4. Contr. da prep. a com o art. def. o. Sagrado. 5. Recitar. Facho ou luzeiro que se usa na pesca noturna ou na caça de noite. 6. Mover-se de um sítio para outro. A minha pessoa. Imposto Automóvel (abrev.). Graceja. 7. Trejeitos. Móvel onde se dispõem e guardam bebidas com ou sem álcool. 8. Tratamento dado às freiras. Filho de burro e égua ou de cavalo e burra. 9. Sorteio de objetos por meio de bilhetes numerados. Exceto. 10. Conserva de uvas. Inflamação da íris. 11. Vagaroso. Acolá.

Mãe coragem (...) Quero transmitir a minha simples homenagem para essa enorme, brava, corajosa, sofredora e heroína, que chamo de “Mãe coragem”, que é, sem dúvida, e tem demonstrado que tem conseguido, sabe-se lá com que esforço e sacrifício, suportar esta espera inglória, com a coragem própria das verdadeiras vencedoras, sobrevivendo ao sofrimento e ansiedade em esperar todos estes anos e não ver uma pequena luz no fundo do túnel (...). Tem sido uma autêntica e “louca” maratona de esperança, misturada com algumas incertezas de anos vividos de tristeza, angústia, saudades e, acima de tudo, uma enorme resignação de esperança, lutando sempre na esperança de um dia poder voltar a ter o seu “menino” Rui Pedro de regresso, e poder abraçá-lo (...). Nestes longos anos de “procura” onde andou a polícia? Onde estão o(s) culpado(s)? Filomena Teixeira, atrevo-me de a apelidar de autêntica “Mãe Coragem” (...). MÁRIO JESUS

Verticais: 1. O espaço aéreo. Voz imitativa do sino, do choque de moedas, etc.. Bebida alcoólica, proveniente da destilação do melaço. 2. Doçura (fig.). Corrosivo. 3. Combinar. Escarnecer. 4. Porco (prov.). Eira. 5. A si mesmo. Ave trepadora da família dos cuculídeos. Aquelas. 6. Serve-se de. Época notável. 7. Contr. do pron. pess. compl. me e do pron. dem. o. Planta apiácea conhecida por erva-doce. 21.ª letra do alfabeto grego. 8. Sulfureto de zinco natural. Dilação. 9. Poente. Espécie de cinzel para gravar trabalhos finos. 10. Tudo o que nivela. Designa o fim de tempo, distância (prep.). 11. Unidade de medida agrária. Vertigem. Sobre (prep.).

Sudoku

•••••

Solução cruzadas Horizontais: 1. Amar, Embora. 2. Reles, Olear. 3. Liceu, Esse. 4. Ao, Santo. 5. Ler, Candeio. 6. Ir, Eu, IA, Ri. 7. Momices, Bar. 8. Soror, Mu. 9. Rifa, Afora. 10. Uvada, Irite. 11. Moroso, Além. Verticais: 1. Ar, Tlim, Rum. 2. Mel, Erosivo. 3. Aliar, Mofar. 4. Reco, Eirado. 5. Se, Cuco, As. 6. Usa, Era. 7. Mo, Anis, Fi. 8. Blenda, Mora. 9. Oeste, Buril. 10. Rasoira, Até. 11. Are, Oira, Em.

Ficha técnica

LAZER | 12

Solução sudoku

Bem-vindo ao futuro Las Vegas, Nevada, EUA

Feira de tecnologia elege as melhores inovações Bailarinos com uma vestimenta futurista atuam na influente CES – Consumer Electronics Show, a feira de tecnologia de Las Vegas, Nevada, EUA. Esta feira é a maior do género a nível mundial e terminou no passado dia 10 de janeiro. O evento teve mais de 150.000 visitantes e 3.200 expositores mostraram as últimas no mundo dos gadgets que vão invadir as nossas vidas em breve.

Top+ da CES 2014 • Impressora de comida 3D: a ChefJet consegue imprimir chocolate, açúcar e doces com uma imensa variedade de sabores e cores. • TV curva: a grande novidade da LG é a 4K OLED, uma TV flexível (com 1,96cm) que permite ajustar a sua curvatura através de um comando de TV. • Escova de dentes inteligente: a Kolibree, uma escova de dentes elétrica, analisa os hábitos do utilizador e mostra os resultados... no smartphone. JUSTIN SULLIVAN/GETTY IMAGES


PEQUENOS ANÚNCIOS

CRÉDITOS MEDI FINANCE A GARANTIA DO SEU CRÉDITO… RESPOSTA NA HORA!!!

COM/SEM PROBLEMAS BANCÁRIOS EMPRESA REGISTADA / ANÁLISES GRATUITAS

geral.medifinance@sapo.pt 213 150 620 / 962 491 939 / 915 789 254 Ex: 5000€ = 63,61€ - 120 meses TAEG: 13,5% - Taxa Juro: 8,75% = 7.633,20€ Med. Indep. Cred. Concedido p/ Entidades Autoriz.

Problemas Bancários? A Multicredit tem a Solução ideal para si!

ANÁLISE GRÁTIS

COBRIMOS QUALQUER OFERTA!

211 310 381 www.lxmulticredit.com 911 085 507 Faça o seu Crédito: 968 851 452

MULTICREDIT

• Empresarial • Habitação EX: 5.000€ - 100,47 em 60M total 6,628€ Taxa de Juro 11,25 TAEG 17,9 EMPRESA REGISTADA PARA O DEVIDO EFEITO • Pessoal

PAGAMOS O VALOR MÁXIMO

COMPRAMOS

OURO E PRATA ATA ESTAMOS ABERTOS O ANO INTEIRO

Segunda a Sexta das 9h às 19h • Sábados das 9h às 13h Avenida António Augusto de Aguiar, 181 (próximo do El Corte Inglês e Praça de Espanha)

Tel.: 21 386 87 03 • Tel.: 96 194 96 01

PROCURAMOS SENHORAS (m/f) ZONA DE LISBOA Com incontinência moderada/severa, para estudo de mercado, com remuneração. Respostas – 91 192 96 63


3

www.readmetro.com SEXTA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2014

14

SPORT

“Besta negra” afasta Portugal da final do Europeu A Itália bateu ontem Portugal (4-3) nas meias-finais do Europeu de futsal que está a decorrer em Antuérpia, Bélgica, e apurou-se para a final. Os golos da Itália foram apontados por Lima, que bisou, Romano e Fortino. Ricardinho, Arnaldo e Joel Queirós fizeram os tentos portugueses. Refira-se que Portugal nunca venceu a Itália em jogos oficiais. A final, amanhã, será entre os transalpinos e a Rússia, que ontem bateu a Espanha (4-3). © GETTY

Ricardo Carvalho

“Dizem que tenho qualidade para jogar no Mundial, mas há um problema com o selecionador. Seria uma honra representar Portugal, mas se não há respeito...” Palavras do defesa do Monaco, em entrevista ao L’Équipe. Ricardo Carvalho, 35 anos, não defende as cores da Seleção Nacional desde 2011, altura em que se desentendeu com Paulo Bento. GETTY IMAGES

Liderança joga-se na Luz Liga. Benfica e Sporting defrontam-se no domingo. Os dois primeiros medem forças, um cenário ao qual não se assistia há algumas épocas. O FC Porto espreita para o clássico do Dragão. A favor do Benfica está o fator casa, a liderança da Liga e, olhando para as estatísticas, o facto de ter ganho os últimos cinco jogos que fez contra o Sporting na Luz a contar para o campeonato. Mais: nestes cinco jogos no recinto do seu histórico rival, os leões não marcaram qualquer golo. Uma nota ainda que, em teoria, favorece o Benfica: William Carvalho, eventualmente o jogador mais influente do Sporting, não joga por se encontrar castigado – o lateral esquerdo Jefferson, lesionado, também não conta para o treinador leonino, Leonardo Jardim. O Sporting, segundo classificado na Liga, tem do seu lado o facto de esta temporada ter um registo im-

18.ª JORNADA AMANHÃ

NACIONAL-BELENENSES (18H00, SPTV) V. SETÚBAL-V. GUIMARÃES (20H00, SPTV) DOMINGO

RIO AVE-AROUCA (16H00) OLHANENSE-MARÍTIMO (16H00) BENFICA-SPORTING (18H00, BENFICA TV) FC PORTO-P. FERREIRA (18H45, SPTV) SP. BRAGA-GIL VICENTE (20H45, SPTV) SEGUNDA-FEIRA

ACADÉMICA-ESTORIL (20H00, SPTV)

pressionante fora de Alvalade – seis vitórias, um empate e apenas uma derrota. Os leões têm neste item o melhor registo de todas as formações da Liga. Face à ausência de William, o escolhido para jogar ao lado de

Adrien deverá ser Dier, que irá ocupar uma posição no meio-campo que já conhece desde a temporada passada. O paraguaio Piris deverá jogar no lugar de Jefferson. No Benfica só Salvio e André Almeida não entram nas contas de Jorge Jesus, que, caso vença o Sporting, vê a sua equipa ficar com mais cinco pontos do que o rival. O árbitro será Marco Ferreira. Já o FC Porto terá, à partida, um encontro com um grau de dificuldade bem menor. Os dragões recebem o P. Ferreira, penúltimo da Liga, e, caso triunfem, podem ascender ao 2.º lugar da classificação, desde que o Sporting perca com o Benfica. Se o resultado na Luz for um empate e os azuis e brancos ganharem, estes ficam na vice-liderança ex-aequo com os leões. No que toca aos restantes jogos, destaque para o derby minhoto que opõe Sp. Braga ao Gil Vicente, L.C. na “Cidade dos Arcebispos”.


15

Em Sochi já se começou a quebrar o gelo Jogos Olímpicos de Inverno. Só hoje decorre a cerimónia de abertura, todavia, ontem já se deram os primeiros “passos” de algumas modalidades. Portugal está representado na Rússia. O britânico Billy Morgan assinalou ontem o início da 25.ª edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia, ao ser o primeiro atleta nas eliminatórias de “slopestyle” de snowboard, modalidade que se estreia na competição. Apesar de a cerimónia de inauguração estar marcada apenas para hoje, algumas provas já arrancaram, entre elas uma variante do snowboard que integra pela primeira vez o programa olímpico. Registe-se que Portugal tem dois representantes na Rússia: o esquiador lusodescendente Arthur Hanse e Camille Dias. Hanse vai ser o porta-estandarte de Portugal na cerimó-

nia de abertura, o que considera ser “uma honra”. “Tenho um grande orgulho nas minhas raízes e foi por isso que preferi correr por Portugal, sei que é uma enorme responsabilidade e sei que tenho muitas pessoas (...) a torcer por mim e pela Camille, para que possamos honrar a história de Portugal, mas também abrir portas para o futuro dos desportos de inverno no País”, afirmou, citado pelo Comité Olímpico de Portugal. Camille Dias vai disputar as provas de slalom gigante, a 18, e de slalom, a 21. Arthur Hanse entra em competição a 19, slalom gigante, e 22, slalom.

Billy Morgan, 24 anos, fez história nestes Jogos que acabam a 23 de fevereiro. © GETTY

Taça. Sp. Braga e Rio Ave nas “meias” O Sp. Braga derrotou ontem o Aves, por 3-1 e apurou-se para as meias-finais da Taça de Portugal. Os arsenalistas inauguraram o marcador por Alan, numa grande penalidade aos 3m. O árbitro Bruno Paixão também viu penalty na área bracarense convertido pelo avense Pedro Pereira, aos 31m. O jogo não teve mais golos no tempo regulamentar e teve de ir a prolongamento, período em que apareceram Rusescu e Santos, fazendo os golos que apuraram o Sp. Braga aos 94m e 103m, respetivamente. Os minhotos vão defrontar o Rio Ave, que ontem derrotou, em Vila do Conde, a Académica, por 1-0, com um golo de Braga, aos 77m. A outra meia-final da competição será disputada entre as equipas do FC Porto e do Benfica. Note-se que a primeira mão das meias-finais se disputa a 26 de março e a segunda a 16 de abril. PUB

Ténis

Gaël Monfils afasta João Sousa em França O português João Sousa, 50º do ranking mundial, perdeu ontem com o gaulês Gaël Monfils, 30º do ATP, e foi eliminado do torneio ATP 250 de Montpellier, França. Sousa foi batido na segunda ronda da prova, com os parciais de 6-3 e 6-2, numa partida que durou 1h04m.

Ciclismo

Rui Costa é o melhor dos portugueses O campeão do mundo Rui Costa, da Lampre-Mérida, permanece na 24ª posição da Volta ao Dubai, após a segunda etapa, vencida ontem ao sprint pelo alemão Marcel Kittel, da Giant-Shimano. O norte-americano Taylor Phinney, da BMC, manteve a liderança da corrida. Rui Costa é o melhor entre os portugueses.

Taça da Liga. Sporting acusa FC Porto de “zombaria” O Sporting entregou um documento à Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga de Clubes no qual acusa o FC Porto de “dolo direto” no atraso de quase três minutos no início do jogo com o Marítimo, para a Taça da Liga. Segundo a argumentação leonina, houve intenção portista “em não cumprir as regras”, o que faz transparecer uma “zombaria indisfarçada da credibilidade da Liga, mas também dos adversários”, lê-se. O Sporting considera ainda necessário, “com a fatualidade em causa e a inequívoca prova do dolo – falta de justificação cabal e perentória, com a devida comprovação inequívoca –, condenar a Porto SAD na pena de derrota, conforme os regulamentos em vigor”.

Adiado

5 EPA

dias: eis quanto deveria faltar para o Benfica jogar em casa de FC Porto ou Sporting, na meia-final da prova, mas a Liga adiou o encontro, há uma semana, por decorrer o processo disciplinar sobre o caso do Dragão.


PUB

20140207_pt_lisbon  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you