Page 1

PUB

Televisão National Geographic mostra excelência da década de 1980 pág. 08

Festival Curta-metragem francesa “The Final Bell” vence Black & White pág. 10 PUB

PORTUGAL terça-feira 28 maio 2013 ano 6, nº 1884 Lisboa 13° | 18°

Porto 10° | 15°

www.readmetro.com Diretor: Diogo Torgal Ferreira

Flexibilização do défice sinalizada Nacional. Governo admite pedir revisão das metas orçamentais se as “circunstâncias o vierem a tornar necessário” pág. 05 Sport Esta fotografia dos Blur já tem cerca de 20 anos, mas a banda britânica continua bem viva. Leia a entrevista antes do muito aguardado concerto no Primavera Sound, no Porto. pág. 09 DR

Seleção. Operação Rússia já tem os seus eleitos André Martins é a novidade nos convocados. Paulo Bento lembra que se “esgotou margem de manobra” na qualificação para o Mundial. pág. 15

Mundo

Guerra comercial a evitar Negociação de Acordo sobre tarifas de importação entre China e UE pág. 06

Economia

Aumento da energia Eurostat revela subida dos custos do gás e eletricidade na UE pág. 07

Cronista

Manuel Falcão Fugir ao essencial na política pág. 02 PUB


1

JORNAL

www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

Tiro ao alvo

“Os reformados estão hoje entre os críticos mais vociferantes. Mas seria bom que notassem que não descontaram o suficiente para as reformas que agora gozam” Excerto da crónica semanal do professor de Economia da Universidade Católica, publicada na edição de ontem do Diário de Notícias. GETTY IMAGES

ONLINE

MANUEL FALCÃO WWW.TWITTER.COM/MFALCAO WWW.FACEBOOK.COM/MFALCAO

No reino das experiências

facebook www.facebookcom/gigwise

Quando olho para a atividade do principal partido do Governo e para a do principal partido da oposição, tenho a estranha sensação que os respetivos líderes se esqueceram de que o seu trabalho devia ser desenvolver políticas e discutir política. Em vez disso, vou assistindo a umas discussões, muitas vezes bizantinas, um a dizer que tem de se fazer, o outro a dizer que não se pode fazer. Estes dois líderes são hábeis na resposta, prolixos na guerrinha de “soundbytes”, mas muito fraquinhos na construção de políticas – o que, necessariamente, passa pela construção de acordos e de pontes. Fico com a sensação que os dois, Pedro Passos Coelho e António José Seguro, preferem a intriga palaciana para a manutenção do poder ao exercício de facto da ação política, no sentido da resolução dos problemas e da construção de soluções.

João César das Neves

02

É desesperante ver como estes políticos dos dois maiores partidos preferem escudar-se atrás

de receitas, do que pensarem um pouco na realidade e construírem propostas objetivas a partir de dados objetivos. O desfasamento que ambos mostram frente à realidade das pessoas e do País é confrangedor – um porque acha que a solução está em evitar a mudança, o outro porque segue instruções para uma mudança tão rápida e tão grande que

“Lana Del Rey atuou no clube Vicar Street, em Dublin, onde pelo menos uma fã irlandesa se deixou levar pelas emoções e atirou as cuecas para o palco, na direção da estrela. Lana não pareceu ficar incomodada (...).”

twitter @ParisHilton

“Fico com a sensação que Passos e Seguro preferem a intriga palaciana ao exercício de ação política” qualquer dia acaba com as pessoas. A atividade política é suposta evitar situações destas, não é suposta proteger experiências ditadas, sabe-se lá de onde. Por estes dias, Rui Zink postou no Facebook uma frase que resume na perfeição a situação que vivemos: “Povo, à beira-mar plantado, e bem amestrado, aluga-se para experiências científicas. Sigilo assegurado.”

“Em casa na cama a relaxar com os meus cachorros e a ver novos episódios do ‘Family Guy’, ‘American Dad’ e ‘The Simpsons’. Sinto-me tão feliz em casa.”

vídeo do dia

O ator Will Smith participou numa ação de promoção ao futebol e marcou, provavelmente, o pior penalty da história. Venha escrever connosco. Entre em facebook.com/metroportugal

Boa notícia do dia

CTT entregam hoje 122 bicicletas a carteiros Os Correios de Portugal (CTT) vão entregar hoje 122 bicicletas a carteiros, totalizando 208 bicicletas, a maioria das quais elétricas, a circular ao seu serviço, uma aposta ecológica e que visa aumentar a eficiência na distribuição do correio. As 122 bicicletas vão ser distribuídas pelo País e prevê-se que, no conjunto, venham a percorrer diariamente uma média de 1.400 quilómetros, o que poderá significar uma “poupança de 50 toneladas de dióxido de carbono por ano, bem como uma maior eficiência na distribuição do correio e conforto e segurança dos carteiros”, refere a empresa em comunicado.

O penoso regresso ao quotidiano A destruição, entre outras coisas, de uma escola em Moore, no Oklahoma, deixou Barack Obama comovido e o presidente dos EUA não conteve as lágrimas, no passado domingo, durante uma visita à cidade. Entretanto, é tempo de tentar, dentro do possível, voltar à “vida normal”. GETTY IMAGES


PUB


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

04

Diuréticos podem afetar medicação Saúde. Especialistas dizem que os diuréticos usados para eliminar água do organismo com a “falsa ilusão de que emagrecem” contribuem para expulsar os medicamentos. O alerta parte do Observatório de Interações Planta-Medicamento (OIPM/FFUC) e surge no âmbito da campanha “Aprender Saúde entre as Plantas e os Medicamentos”. Em causa estão diuréticos como o dente-de-leão e a alcachofra. O alerta dirige-se à população saudável que, de vez em quando, consome alguns medicamentos (antibióticos, anti-inflamatórios, diuréticos, laxantes) juntamente com produtos naturais (incluindo certos alimentos ou chás).

O OIPM/FFUC dá como exemplo a cafeína no café, chá verde ou preto, guaraná ou bebida de cola, que pode ter “um efeito estimulante moderado, mas usada em elevada quantidade pode ter efeitos tóxicos graves”. Uma chávena de chá verde e preto contém a mesma quantidade de cafeína do que um café. “Esta planta aparece nos mais variados produtos e programas de perda de peso, atribuindo-lhe poder diurético”, diz Fernando Ramos, do OIPM/FFUC e docente/investigador na Faculdade de

Farmácia na área da Nutrição, alertando que o “consumo excessivo pode mesmo induzir morte súbita”. O especialista adianta ainda que cuidados se devem ter quando, por exemplo, à toma de aspirina se adiciona concentrados de frutos vermelhos, chá de camomila ou produtos que contêm angelica, gingko, ginseng, aloé. “O risco nestas associações é de hemorragias ou aparecimento de nódoas negras”, disse. No caso dos psicofármacos, uma vez que alguns são compostos químicos como a cafeína ou outras substâncias estimulantes, o efeito destes produtos sobre o organismo pode ser de ansiedade, conduzindo a insónia e outras alterações do sistema nervoso central.

“Cautela” com o goji O observatório aconselhou ainda os portugueses que fazem medicação a terem “cautela no consumo” de bagas de goji, conhecidas como “bagas antienvelhecimento”. Segundo o observatório, “não há estudos devidamente estruturados que comprovem a suposta forte atividade antioxidante [do produto] em humanos”. O observatório conta que em 2001 e em 2008 foram publicados dois estudos de caso que relacionam diretamente o consumo de chá de bagas de goji com o aumento do efeito de um medicamento anticoagulante (varfarina).

PUB

Ambiente. Quercus quer mudar diretiva de aparelhos elétricos A Quercus defendeu ontem que Portugal devia antecipar a transposição da diretiva comunitária relativa à recolha de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos para corrigir o “aparente descontrolo” de substâncias perigosas que as compõem. As soluções propostas responderiam à preocupação, consequência da crise económica, que é “a recolha por sucateiros ilegais destes equipamentos, que contêm substâncias perigosas, como os frigoríficos, para retirar o cobre”, prática que afeta o ambiente e a saúde pública, explicou fonte da Quercus.

Época balnear

Equipamentos elétricos e eletrónicos podem ser problemáticos. GETTY IMAGES

Apoio psicológico

Crise traz dificuldades aos concessionários

Utentes deixam terapia por falta de dinheiro

A crise está a causar dificuldades financeiras nos concessionários de praia, alertou a Federação de Concessionários de Praia. Ainda assim, as praias têm a vigilância assegurada, pois a crise “empurrou” muita gente para os cursos de nadadores salvadores, revelou a Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores.

Os portugueses acham útil, mas procuram menos a ajuda dos psicólogos ou reduzem o tempo da terapia devido à crise, diz um estudo da Deco Proteste. O estudo, que sai na próxima edição da revista Proteste, refere que os médicos de família acabam por ser o recurso mais procurado: 19% pedem ajuda ao seu clínico.


PUB

NACIONAL | 05

A flexibilização das metas orçamentais do País foi um dos temas tratados pelo presidente do Eurogrupo. Mas só será analisada se o desempenho da economia for pior do que o previsto. LUSA

Flexibilização é uma hipótese Défice. O Governo não fez nenhum pedido de flexibilização da meta para o défice de 2014, mas poderá vir a fazê-lo. “Não foi feito nenhum pedido nesse sentido”, disse ontem o primeiroministro, que referiu nunca ter colocado “valores para o défice nesta altura, isso não está em discussão nesta altura”. Pedro Passos Coelho acrescentou que “quis sinalizar apenas, e quis sinalizá-lo perante as instituições europeias também, que não excluímos a possibilidade de vir a pedir uma flexibilidade adicional em matéria de défice para o próximo ano, se as circunstâncias o vierem a recomendar”. Já o ministro das Finanças defendeu que primeiro é “crucial” Portugal “cumprir” e “reforçar a implementação” do programa de ajustamento, pois foi assim que o País conseguiu flexibilizar metas do défice no passado. “Não podemos excluir que seja necessária mais fle-

Debate

“... se for necessário dar mais tempo a Portugal, então esse tema será debatido” pelo Eurogrupo Jeroen Dijsselbloem Presidente do Eurogrupo

xibilidade no futuro, mas apenas se houver circunstâncias que o tornem necessário”, disse Vítor Gaspar, realçando que “depende de nós cumprirmos a nossa parte do acordo”. Por seu lado, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, considerou “prudente” admitir hipótese de “no momento próprio e na circunstância certa, flexibilizar certos objetivos”.

www.pordata.pt

Sabia que... ... 7% das despesas das famílias portuguesas foram para lazer, recreação e cultura e que este é dos valores mais baixos dos países da UE? Pordata>Europa>Condições de Vida e Rendimento das Famílias>Despesas>Consumo dos agregados domésticos por tipo (%). http://www.pordata.pt/Europa/Despesas+de+consumo+final+dos+agregados

SAIBA MAIS SOBRE PORTUGAL E A EUROPA NA BASE DE DADOS PORDATA.PT

AR. Debates têm sido mais agressivos Os debates na Assembleia da República (AR) estão mais “agressivos”, com intervenções mais “musculadas” às quais o “contexto” de crise não será alheio, concluiu uma investigadora da Universidade do Minho. A análise de Aldina Marques ao discurso parlamentar revela que a presidente da AR, Assunção Esteves, “permite bastante tolerância” e aponta ainda que o atual Governo construíram uma “imagem de contenção emocional” no parlamento.


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

MUNDO | 06

Merkel põe água na fervura Alemanha. A perspetiva de uma guerra comercial entre China e UE foi ontem rejeitada pela chanceler alemã, que pretende mediar um acordo entre as partes sobre tarifas de importação. Angela Merkel, que ontem recebeu pela primeira vez o novo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, quer fazer uso do seu poder dentro da União Europeia (UE) para garantir que as conversações entre as partes resultem produtivas. “Devemos usar os próximos seis meses de forma intensa”, referiu, em Berlim, a jornalistas. Mas há um problema conhecido: Bruxelas está a investigar equipamentos de telecomunicações e painéis solares feitos na China, consequência de uma queixa de prática de “dumping” – venda de bens abaixo do custo de produção. Nesse sentido, a Comissão Europeia propôs recentemente a aprovação de uma taxa média provisória de 47% sobre os painéis solares importados

TPI

da China, para proteger as empresas europeias do setor. Ao invés, Merkel é da opinião que a aplicação de tarifas não iria ajudar as partes. Berlim e Pequim “rejeitam” o protecionismo, fez já saber a chanceler germânica. Naquela que foi a única paragem dentro da UE na sua primeira viagem oficial ao estrangeiro, o primeiro-ministro chinês criticou a postura de Bruxelas. Para Keqiang, “os processos sobre estes dois tipos de produtos vão penalizar as indústrias chinesas, negócios, empregos e também penalizar os interesses vitais dos utilizadores europeus e dos consumidores”. E acrescentou: “Exprimimos firme oposição” às R.A.C. acusações de “dumping”.

China quer Europa forte Li Keqiang, primeiro-ministro chinês, expressou a sua vontade de que a Europa recupere das “dificuldades [financeiras] temporárias” que de momento enfrenta. Sobre a moeda comunitária,

1entende Keqiang que um euro sólido “também é uma coisa boa para o desenvolvimento da própria China – e boa para todo o mundo.” O chefe do governo de Pequim

2destacou igualmente o facto

de só a Alemanha ter merecido a sua visita no périplo internacional que está a fazer. Tal, explicou aos jornalistas em Berlim, reflete o seu apoio à região e os laços “muito, muito importantes” preservados entre China e Alemanha.

Angola. Polícia carrega sobre manifestantes A polícia angolana carregou à bastonada sobre os manifestantes na vigília convocada para ontem à tarde, em Luanda, para recordar dois ativistas desaparecidos há um ano. O protesto foi interrompido às 17h30, após uma intervenção de elementos da polícia montada e com cães e também da força de intervenção rápida, que varreram a rotunda que rodeia o Largo da Independência.

Iraque. Bombas continuam a matar na capital Bagdade Cerca de 60 pessoas perderam ontem a vida na capital do Iraque, vítimas de vários atentados com explosivos, divulgou a polícia local. Os ataques atingiram zonas de maioria xiita em Bagdade, concretamente áreas comerciais. O Iraque regista uma onda de violência sectária desde o início do ano, e receia-se que o país resvale para uma escalada idêntica à de 2006 e 2007 – morreram dezenas de milhares de pessoas.

Austrália

Racismo rejeitado

Igreja escondeu abusos

O Tribunal Penal Internacional (TPI) rejeitou ontem as acusações de racismo contra si apresentadas pela União Africana (UA) e anunciou que vai ignorar um recurso desta para a transferência dos julgamentos dos dois principais dirigentes quenianos para o respetivo país. O presidente em exercício da União Africana (UA), o primeiro-ministro etíope, Hailemariam Desalegn, disse que o mandato do TPI se tornou numa “caça racial”.

A Igreja Católica da Austrália encobriu acusações internas de pedofilia desde os anos 1930, admitiu o principal cardeal do país. “A primeira motivação foi proteger a reputação da Igreja”, declarou George Pell, que aproveitou para pedir perdão. “Sinto muito”, disse, durante um inquérito no parlamento em Victoria, aberto pelo governo daquele Estado.

Itália

Políticos a julgamento Teve ontem início, na Sicília, o julgamento sobre alegadas ligações entre políticos e representantes da máfia, após ataques à bomba e assassínios cometidos nos anos de 1990. De acordo com a acusação, em troca do fim dos ataques, membros de antigos governos como Nicola Mancino, um ex-ministro do Interior, concordaram em aliviar o número de detenções e melhorar condições de prisão para elementos da máfia.

Banguecoque é o destino preferido A capital da Tailândia foi a cidade mais visitada do mundo em 2012, indicou o Global Destination Cities Index 2013 da MasterCard. Banguecoque recebeu 15,98 milhões de visitantes estrangeiros, superando Londres que, em ano olímpico, acolheu 15,96 milhões. Lisboa é a 39.ª cidade do ranking. GETTY IMAGES


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

ECONOMIA | 07

Fatura de energia entre as mais caras da Europa Eurostat. No final de 2012, os preços da energia doméstica subiram em quase todos os países europeus. Portugal teve o quarto maior aumento na eletricidade e o terceiro no gás. Portugal registou a quarta maior subida na União Europeia (UE) em matéria de preços domésticos de eletricidade, entre a segunda metade de 2011 e igual período de 2012. De acordo com dados divulgados ontem pelo Eurostat, apenas Chipre (21%), Grécia (15%) e Itália (11%) tiveram um aumento maior do que Portugal, onde o custo doméstico de eletricidade subiu 9,7% no período indicado. A subida foi de €20,6 por 100 quilowatts (kWh), superior à da UE (€19,7/100 kWh). Já o preço do gás para os consumidores doméstico em Portugal subiu 15,6% entre a segunda metade de 2011 e igual período de 2012, su-

perior às verificadas na UE (10,3%). O País registou um crescimento de €8,5 por 100 kWh, superior à subida de €7,2 na UE. Em comentário aos dados, o presidente executivo da EDP afirmou que as estatísticas do Eurostat mostram que os preços da eletricidade em Portugal estão “abaixo da média” da União Europeia (UE). “Se não tivermos em consideração os impostos”, a eletricidade é em Portugal mais barata do que na média dos países membros da União Europeia. O custo da energia “está relacionado com os outros combustíveis, não com a eletricidade”, sublinhou.

Alemanha

Iniciativa. Formação gratuita para desempregados Começa hoje em Lisboa a “Formação Comercial e de Liderança para Desempregados”. Esta é uma iniciativa da Ideias & Desafios (I&D), dirigida a todos que se encontrem numa situação de desemprego e tem como objetivo principal dar aos participantes novas ferramentas de trabalho especializadas, ou potenciar a criação de um negócio. “O projeto funciona apenas com fundos próprios da I&D e dos parceiros que a ela se associam. No caso desta edição, contamos com o apoio da Quidgest, que disponibiliza a sua tecnologia e investe, regular e ativamente, em ações de responsabilidade social”, explica José de Almeida, responsável pelo projeto, em nota enviada ao metro.

Capacidade

200 pessoas, durante três dias, terão a oportunidade de fazer a 11.ª edição da iniciativa, que este ano conta com o apoio da Quidgest, multinacional tecnológica portuguesa que desenvolve software de gestão.

Aeroporto de Berlim vai custar 20 M€ por mês O futuro aeroporto internacional de Berlim é a infraestrutura mais cara da Alemanha. Um estudo revela que o aeroporto, em fase final de construção, custará cerca de 20 M€ por mês. O dinheiro é para limpeza, segurança, manutenção, reparações e, principalmente, energia.

Tecnologia

Apple 1 vendido em leilão por €500.000 Um computador Apple 1, de 1976, foi vendido em leilão, na Alemanha, e a um comprador asiático, por 650 mil dólares (€502.468), noticiou ontem a BBC. O exemplar faz parte dos seis Apple 1 que funcionam, entre os 46 que ainda existem. No total, foram fabricadas duzentas unidades daquele modelo.

Subidas dos preços do gás e da eletricidade são em parte explicáveis pelo agravamento do IVA. GETTY IMAGES

Galp. Taxa da UE reflete-se no preço dos combustíveis A Galp Energia está preocupada com a nova legislação da União Europeia (UE) sobre a criação de uma taxa de CO2 às refinarias. O presidente da empresa disse ontem que o pacote legislativo que a UE está a preparar-se para aprovar “é difícil de entender no contexto atual em que a Europa vive” e que “não tem sentido porque penaliza as exportações”. Para Ferreira de Oliveira, ao aplicar a taxa de CO2 à produção na Europa, a UE não a aplica a produtos petrolíferos importados “e penaliza produtos petrolíferos exportados”. “É absurdo, simplesmente absurdo”, afirmou citado pela agência Lusa, dando um exemplo: “Um gasóleo produzido na Europa está sujeito a uma taxa de CO2, mas se for produzido fora da Europa e consumido na Europa, não paga essa taxa”, o que vai contra a intenção de iniciar “um processo de industrialização” no continente. PUB


2 CULTO

www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

08

80s: a década que nos fez? Televisão. O National Geographic Channel começou, no domingo, a emissão do documentário que mostra porque é que os anos 80 são considerados uma década de excelência.

Scott Weiland

“Não sei como posso ser ‘despedido’ por uma banda que fundei, liderei e de cujos maiores êxitos sou co-autor. Isso é algo que os meus advogados vão tentar descobrir” O ex-vocalista dos Stone Temple Pilots – cujo despedimento foi anunciado pelos restantes três elementos da banda – não se conforma com o facto de o grupo estar a gravar com Chester Bennington, dos Linkin Park, e a manterem o mesmo nome. GETTY IMAGES

Dez anos que hoje são considerados atípicos: depois de uma década marcada por guerras, conflitos políticos e movimentos civis a apelar à paz, os anos 80 ficaram marcados por uma nova cara geopolítica e cultural do globo: “desporto, política, moda, tecnologia...” E, claro, música. Darryl McDaniels pode não ser um nome que chame a atenção à primeira audição. Mas se falarmos nos Run-DMC rapidamente nos vem à memória um coletivo fundamental no nascimento e crescimento do hip hop. Darryl fundou a banda em 1981, juntamente com “Jam Master Jay” e “DJ Run”. Em 1986 abriram as portas do hip hop ao mundo, ao colaborarem com os Aerosmith na mítica versão de “Walk This Way”. Razões mais do que suficientes para ser um dos convidados deste documentário dividido em dez episódios: “Os Anos 80”. “Aceitei o convite por ser um trabalho enorme: é história, é cultura, é sobre a nossa vida. Para mim é mais importante do que ganhar um Grammy ou qualquer outro prémio de música! A década de 80 está na fundação de tudo o que foi marcadamente criativo: da política, passando pela religião, moda ou música. Nunca mais ninguém vai fazer o que fizemos nos anos 80 porque fomos os primeiros a fazê-lo. Agora as coisas são mais efémeras. Nos anos 80 as coisas eram feitas com entusiasmo, com es-

tilo, com inspiração... vamos estar a falar dos anos 80 daqui a um milhão de anos.” O músico acredita que os anos 80 foram buscar “inspiração a todas as outras décadas passadas”. E pega no exemplo da sua arte para o demonstrar: “Se olharmos para o hip hop, fizemos ‘samples’ de toda a música! Do

rock, do jazz, do funk, do R&B e até disco: pegámos no que já estava feito e acrescentámos o nosso feeling, a nossa forma de expressão, mas mantendo a atitude.” Hoje, com 48 anos, Darryl recorda que a atitude contava muito. “90% dos artistas de hip hop de hoje são celebridades. Já ninguém se preocupa em fazer música que seja divertida, mas que fale dos problemas de quem está a ouvir!” “Vintage” é uma palavra que hoje está muito em voga. Seja na moda, seja na música. Seja nos filtros do Instagram. Mas será que o regresso ao passado é só moda ou há saudosismo? Talvez mais a primeira opção: “A verdade é que o que foi criado nos anos 80 não era só destinado para elevar o bem-

-estar da pessoa que criava! Hoje fazem-se discos para enriquecer.” “Os Anos 80” vai estar em exibição à noite no National Geographic Channel até sexta-feira, sempre com episódios duplos, em que participam nomes como Ted Turner, Oliver Stone, Jane Fonda, Calvin Klein, Michael J Fox, Joan Collins ou David Hasselhoff. Mais informações em natgeotv.com/pt/osBRUNO MARTINS anos-80.

A marca

“A década de 80 está na fundação de tudo o que foi marcadamente criativo” Darryl “DMC” McDaniels

Darryl está quase a lançar um novo disco: o primeiro single já está no YouTube (“Attention Please”) e o segundo single sai no fim deste mês. DR


09 LINDA BROWNLEE

Nos últimos anos, os Blur têm feito reuniões aos bochechos. Entre os concertos de 2009; depois a atuação do ano passado para os Jogos Olímpicos e agora esta. Como é que é voltar ao trabalho com os rapazes e recomeçar a ensaiar as canções?

BLUR A banda de Damon Albarn, Alex James, Dave Rowntree e Graham Coxon regressa a Portugal dez anos depois para atuar, sexta-feira, no Porto, no festival Optimus Primavera Sound. Um regresso ao passado com olhos postos no futuro: pelo menos, Alex mostra-se entusiasmadíssimo com esta fase da vida. Novo disco à vista?

Há uns dias celebraram-se os 20 anos de “Modern Life Is Rubbish”. Como é que ouve este disco e se relaciona com essas canções hoje em dia?

Tenho um grande orgulho nesse disco. É talvez o meu disco favorito dos Blur e é aquele em que crescemos muito como músicos, o Damon tornou-se aí um escritor de canções extraordinário. É o nosso primeiro álbum que não podia ter sido escrito por outra banda: era completamente diferente de tudo o que se estava a passar na altura. Tinha um som muito inglês... o nosso legado terá começado aí. Naquela altura éramos... como dizer... pobres! (risos) Não tínhamos dinheiro e vivíamos em casas abandonadas!

‘FELIZMENTE AINDA HÁ INTERESSE EM NÓS’

É como voltar a casa. Em 2009 foi brilhante: foram, provavelmente, os nossos melhores concertos, em sítios incríveis. O ano passado, nos Jogos Olímpicos, era impossível dizer que não, era um dever cívico, uma honra. Foi tudo brilhante! Nós adorámos, o público adorou e percebemos: “Devíamos fazer isto mais vezes!” Tínhamos de regressar nem que fosse para dizer obrigado a todos por serem tão dedicados e um enorme apoio. E aí a Portugal já há dez anos que não vamos! [Banda apresentou o último “Think Tank” no Coliseu dos Recreios a 5 de novembro de 2003]. Tem boa memória, Alex!

Pois! E nestes dez anos eu tive cinco filhos. E isso é uma coisa maravilhosa: agora todos adoramos tocar nos Blur porque não há agenda nenhuma, não há pressões... é como no início. É fantástico! Que bom perceber tanto entusiasmo seu, Alex. Só por ouvi-lo deixa-me quase com certezas de que os Blur vão mesmo editar um novo disco.

Estivemos em Hong Kong. Éramos para ir para Tóquio e Taiwan, mas cancelaram os concertos... decidimos ficar por Hong Kong e alugar um estúdio. E correu bem como o caraças! Não sei bem o que temos, com o que é que ficámos, mas qualquer hipótese para fazer música será sempre bem-vinda e especial. Se fizermos um disco novo serás o primeiro a saber, prometo! (Risos) E como têm sido os ensaios para este regresso? Entretanto já tocaram em Espanha, Barcelona.

Tem sido muito divertido! Aparecemos no primeiro dia de ensaios e tocámos o set completo e pareceu-nos tudo bem (risos). Tudo sem esforço! Acho mesmo que nunca tocámos tão bem. Eu ter tocado com orquestras, o Damon também ter experimentado uma variedade enorme de estilos de música, tornou-nos melhores músicos.

No seu caso, a ligação às orquestras; no caso do Damon numa infinidade de projetos musicais (do rock ao hip hop passando pela eletrónica e afro-beat). Só podemos esperar uma mistura bombástica num novo disco de Blur!

Isso é ótimo e graças a Deus por isso. Sabes que o ano passado, quando começámos a preparar as caixas com a discografia da banda, chegámos a cassetes antigas, com os nossos primeiros ensaios. E lembro-me de ouvir uma jam de nove minutos em que já se ouvia a “She’s So High”: percebi que não podia ser mais ninguém, já estava a soar “à Blur”. E temos muita sorte por ter essa química entre nós os quatro. Claro que precisamos de fazer outras coisas, estarmos a sós no mundo, crescer espiritualmente... houve uma altura em que pensei que já não ia voltar a acontecer e isso deixou-me triste. Felizmente ainda há interesse em nós!

As canções de “Modern Life Is Rubbish” também estarão presentes neste concerto do Optimus Primavera que vocês vão dar no Porto. Vai ser um bom regresso?

Vai ser ótimo. Adoro Portugal, costumo ir aí passar férias. Há uns anos fui para o sul do País, para aprender a fazer surf. Estou ansioso para ir beber algum vinho do Porto e comer um queijinho. Ah, e comer um pastel de nata – “Yeah, man”, é incrível! E desta vez também quero experimentar umas “Tripas” [à moda do Porto]! BRUNO MARTINS


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

CULTO | 10

Letras

3

LIVROS DE CABECEIRA “A Mulher do Legionário” CARLOS V. FERRAZ Casa das Letras Um casamento de conveniência com uma mulher que quebrou as regras. Haverá vingança. “E As Montanhas Ecoaram” KHALED HOSSEINI Editorial Presença Um drama no Afeganistão: um pai que é obrigado a vender a filha mais nova para a família sobreviver. “Segredos da Descolonização de Angola” ALEXANDRA MARQUES D. Quixote Dissertação sobre um tema ainda tabu.

PUB

Arte urbana de primeira água numa carruagem perto de si A moda de pintar comboios com graffiti já tem alguns anos, mas a CP – Comboios de Portugal decidiu elevá-la ao estatuto de arte pública. A empresa de transporte convidou seis artistas plásticos para redecorarem o interior de carruagens de norte a sul para o projeto JANELA, dirigido pela associação sem fins lucrativos P28. FOTO: JOSÉ COELHO/LUSA

Óbito

Tia de Angelina Jolie morre vítima de cancro Uma tia da atriz Angelina Jolie – Debbie, a irmã mais nova da falecida mãe de Jolie – morreu no domingo, vítima de cancro na mama. Há poucas semanas, a atriz anunciou ter-se submetido a uma dupla mastectomia para prevenir o risco de desenvolver um tumor.

Cinema

“La Vie d’Adèle” estreia-se em novembro O filme “La Vie d’Adèle”, do cineasta tunisino Abdellatif Kechiche, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, estreia-se a 21 de novembro em Portugal, revelou a Leopardo Filmes. Esta história de amor lésbico valeu ainda a Kechiche o prémio da crítica.

Festival. “The Final Bell” vence B&W O Festival Audiovisual Black & White (B&W), no Porto, atribuiu o seu Grande Prémio à curta-metragem “The Final Bell”, do francês Lionel Michaud, e o prémio de melhor fotografia para “Awake”, do português Fábio Roque. Organizado pela Escola de Artes da Universidade Católica do Porto o festival admitiu a concurso obras de cinema, fotografia e áudio, mas que têm de ser todas a preto e branco.

Ao vivo. Chet Faker dá concerto no Lux O australiano Chet Faker tem concerto marcado para a discoteca Lux, em Lisboa, no dia 6 de junho. Além de Faker, também o rapper norte-americano Mykki Blanco vai marcar presença nessa noite. Nicholas James Murphy, “aka” Chet Faker, é um dos nomes em crescendo nas redes sociais. O ano passado editou o álbum “Thinking In Textures”. Daniel Avery fará a segunda parte dos espetáculos, em formato DJ set.


PUB


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

Horizontais: 1. Ave palmípede, espécie de pato. Respeitante

Palavras cruzadas

à uva. 2. Árvore ou arbusto da família das leguminosas (pl.). 3. Tubo próprio para a condução de gases ou líquidos. Servir-se. 4. Espaço de 12 meses. Variedade de carbonato de cálcio, usado especialmente para escrever no quadro preto. Deseje. 5. Batráquio anfíbio aquático, anuro, da família dos ranídeos. Erro, culpa. Lamento. 6. Idiota. Desmoronar-se. 7. Contr. da prep. em com o art. def. a. Presentemente. Dirigia-se para. 8. Jornada. Ovário dos peixes. Um certo. 9. O modo por que. Qualquer instrumento de ataque ou defesa. 10. Variedade de anfíbola actinolítica. 11. Produzir som. Ramificação.

Verticais: 1. Esvaziar. Ninharia, frioleira, bagatela. 2. Parecido com um anão. 3. Prejuízo. Agastamento. 4. Repercussão. Sétima letra do alfabeto grego correspondente ao e longo dos latinos. Além disso. 5. Cânhamo-da-índia ou cânhamo-de-manila. Relativo à Grécia. O espaço aéreo. 6. Tombar. Curral de ovelhas. 7. Designa dor, admiração, repugnância (interj.). Pessoa muito vagarosa (fig.). Caminhar. 8. Baixio. Caminho orlado de casas dentro de uma povoação. Fruto da ateira. 9. Dizia-se dos filhos de negros que eram alvos e de cabelos louros. Qualquer carruagem. 10. Gostariam muito. 11. Rebanho de gado miúdo. Dar asas a.

Sudoku

•••••

Solução cruzadas Verticais: 1. Ocar, Nica. 2. Anãzado. 3. Dano, Amuo. 4. Eco, Eta, Ora. 5. Má, Grego, Ar. 6. Cair, Ovil. 7. Ui, Zorra, Ir. 8. Vau, Rua, Ata. 9. Assa, Trem. 10. Amariam. 11. Grei, Alar. Horizontais: 1. Adem, Uval. 2. Acácias. 3. Cano, Usar. 4. Ano, Giz, Ame. 5. Rã, Error, Ai. 6. Zote, Ruir. 7. Na, Agora, Ia. 8. Ida, Ova, Tal. 9. Como, Arma. 10. Uralite, 11. Soar, Ramo.

Solução sudoku

LAZER | 12

Correio do leitor

Resposta ao leitor André Levy sobre greves no metro Oh Sr. André que pena! Concluírem que é por aqui que têm de obter o que – ainda acham – faltar-vos. Já conseguiram tanto! Desde trajes ao resto, que a maioria de nós não recebe. Porém, têm sido os maiores grevistas dos últimos tempos e depois queixam-se que não têm dinheiro… Mas o mais grave disto é não se ralarem NADA connosco, passageiros. Põem-nos doentes e deixam-nos com grandes prejuízos, o que é crime… Somos nós que pagamos o vosso salário. Depois, a crise é de todos e para nós, passageiros, já basta essa… Por favor coloquem nos vossos jornais. Pelos vistos querem continuar a causar-nos este grande MAL.

M.ª J. RODRIGUES ODIVELAS

Um turbilhão de cores

Saturno

O que veste a Filio Metsi? “Estou com uma pele da Greece, sapatos H&M, casaco Zara e mala, calças e óculos da ASOS.” KARL-EDWIN GUERRE

Fotografia pioneira

Rosa de “cores falsas” fotografada no espaço

Sol serve de flash para a câmara da NASA

A NASA batizou este vórtex com o bem escolhido nome “A Rosa”, mas por trás desta fachada bonita esconde-se um tornado que fica no polo norte de Saturno. Esta fantástica fotografia, captada pela sonda da NASA Cassini, recebeu “cores falsas” para denotar as nuvens baixas (a vermelho) e as nuvens altas (a verde).

Esta imagem está entre as primeiras tiradas pela Cassini iluminadas pelo Sol no polo norte de Saturno. Quando a sonda chegou ao sistema Saturniano, em 2004, era inverno e o polo norte estava às escuras. O polo norte de Saturno foi visto pela primeira vez com luz do sol durante a expedição Voyager 2 da NASA, em 1981. No entanto, a observação geométrica não permitiu uma visualização clara dos polos. MWN

Distância

419.000 quilómetros era aproximadamente a distância a que a sonda Cassini-Huygens se encontrava de Saturno quando tirou esta fotografia. A escala da imagem são 1.6 quilómetros por píxel.

Fala quem sabe

“Esta visão só é possível porque a Cassini está num curso mais desportivo, com órbitas inclinadas para repetir a nave espacial acima e abaixo do plano equatorial de Saturno” Scott Edgington, cientista da NASA responsável pelo projeto Cassini no Jet Propulsion Laboratory NASA/JPL-CALTECH/SSI

Street Fashion Paris

Em números • 2.000 quilómetros... é o comprimento do olho da tempestade – são 20 vezes o tamanho do olho de uma tempestade na Terra. • 540 km/h... ou 150 metros/segundo é a velocidade dos ventos desta tempestade – quatro vezes mais rápidos que os de uma tempestade na Terra. • 6... o furacão circula dentro de um padrão de seis lados, conhecido como “hexágono”.


PEQUENOS ANÚNCIOS

COMPRAMOS OURO - PRATA - MOEDAS - RELÓGIOS R CAUTELAS DE PENHOR

Pa AV. ALMIRANTE REIS - N.º 173 B (Passeio Café Império) 50 gam € o os RUA D. ESTEFÂNIA - N.º 147 A gr até am RESTAURADORES - Loja N.º 8 (Metro Restauradores) a AV. DE MOSCAVIDE - N.º 53 B (Em frente à Caixa G. Depósitos) AV. SÃO JOÃO DE DEUS - Paralela Av. Roma (frente estação Roma - Areeiro)

Licenciado pela CASA DA MOEDA | Avaliador Oficial

EXPLICAÇÕES

CURSOS DE APRENDIZAGEM São cursos de formação profissional inicial, em alternância, dirigidos a jovens, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos.

Professor profissionalizado dá explicações de PORTUGUÊS, FRANCÊS E INGLÊS do 5.º ao 12.º Ano, assim como prepara alunos para exames nacionais. 92 507 80 90

Curso a iniciar em Junho de 2013 (mediante autorização do I.E.F.P.):

• Técnico/a de Informática - Instalação e Gestão de Redes

AZEVEDO, PINHO & JESUS, LDA

Destinatários(as): Jovens até aos 24 anos (inclusive) com o 9.º ano de escolaridade completo (ou ensino secundário incompleto)

Desde 1951 Somos uma empresa de confiança Avaliador Oficial credenciado pela Casa da Moeda

Duração: 2 Anos e meio Certificado atribuído: 12.º Ano e Nível 4 de Qualificação Profissional

PENHORES E COMPRA E VENDA DE

Horário: Laboral/ Diurno Subsídios: Bolsa de profissionalização, subsídio de refeição e de transporte, de acordo com as normas em vigor.

OURO • PRATA • JÓIAS • MOEDAS • RELÓGIOS

Local: Escola Profissional Magestil Avenida Almirante Gago Coutinho, n.º 95 e 96 - Lisboa Telefone: 218 474 029/31 E-mail: lurdes@magestil.pt www.magestil.pt

COMPRAMOS CAUTELAS DE PENHOR

Rua dos Sapateiros, 115 - 1.º esq.º, Lisboa (saída do metro da Baixa/Chiado)

Tels.: 21 346 54 11 • 21 342 94 83 • 21 321 93 46 Fax: 21 321 14 97 | E-mail: geral@apj.com.pt

Problemas Bancários? A Creditok tem a Solução ideal para si!

218 479 195 Faça o seu Crédito: 912 277 988 Pessoal 968 851 452 Habitação Análise Grátis

Empresarial

EMPRESA REGISTADA PARA O DEVIDO EFEITO

www.creditok.webs.com EX: 5.000€ - 100,47 em 60M total 6,628€ / Taxa de Juro 11,25 TAEG 17,9

CREDIFAST ANÁLISES GRÁTIS

www.credifast.webs.com

• Crédito Pessoal • Crédito Consolidado • Crédito Habitação • Crédito Automóvel • Crédito Empresarial EMPRESA REGISTADA PARA O DEVIDO EFEITO

Com problemas bancários, dizemos que sim!

EX: 5.000€ - 100,47 em 60M total 6,628€ / Taxa de Juro 11,25 TAEG 17,9

LIGUE JÁ!

218 481 496

911 540 899 • 961 552 743

Med. Indep. Cred. Concedido p/entidades autoriz.

CREDITOK

LIGUE JÁ! - 924 347 215

MASSAGISTA UMA PROFISSÃO COM FUTURO. Curso de

MASSAGEM de RECUPERAÇÃO (10 meses + estágio curricular garantido) Formação organizada em parceria com CFP-COL

Sindicato Nacional de Massagistas de Recuperação e Cinesioterapeutas Lisboa 213 649 439 | Porto 222 087 453 Coimbra 239 722 764 | www.simac.com.pt

Acreditação DGERT na área da Saúde 40% de desconto na inscrição contra apresentação do jornal !! desconto válido até 31 de Maio!!


3 SPORT

www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

‘Rafa’ Nadal teve de acelerar para vencer Roland Garros. O tenista espanhol suou muito, mas apurou-se para a 2.ª ronda da prova depois de bater o alemão Daniel Brands, por 4-6, 7-6 (7-4), 6-4 e 6-3. A surpresa do dia foi o triunfo de Gael Monfils, que tem estado bastantes vezes lesionado, sobre o checo Tomas Berdych, n.º 6 do ranking mundial. A partida da 1.ª ronda da prova parisiense foi uma maratona de quatro horas e três minutos ganha pelo francês, 81.º mundial, por 7-6, 6-4, 6-7, 6-7 e 7-5. No quadro feminino, Maria Sharapova fez o que lhe competia e passou à 2.ª ronda após bater Hsieh Su-Wei, do Taiwan, por 6-2 e 6-1. Entretanto, a portuguesa Maria João Koehler, 105.ª posição no WTA, estreia-se hoje em Roland Garros frente à francesa Alize Cornet, 27.ª mundial. Recorde-se que o adversário do vimaranense João Sousa, 119.º da lista mundial, é o tenista espanhol L.C. Feliciano Lopez, 43.º no ATP.

Futebol

Steven Defour

“Na próxima época tenho de ser mais vezes titular. Já informei o clube. Ou dão-me a oportunidade de mostrar o meu valor ou deixam-me sair” Palavras do médio do FC Porto, ao Het Laatste Nieuws, no estágio que a seleção da Bélgica está a fazer nos Estados Unidos. GETTY IMAGES

14

A russa Maria Sharapova, n.º 2 do ranking WTA, demorou menos de uma hora a “despachar” Su-Wei Hsieh, n.º 42, e vai defrontar a canadiana Eugenie Bouchard, n.º 77. GETTY IMAGES

Ténis

Carvalho no Monaco?

Del Potro queria futebol

Ricardo Carvalho pode estar próximo de se transferir para o Monaco, avança o jornal desportivo francês L’Équipe. O defesa central, de 35 anos, não entra nos planos do Real Madrid para a próxima temporada e pode vir a tornar-se companheiro de equipa de Moutinho e James. Recorde-se que o clube monegasco está a gastar muito dinheiro para fazer uma equipa forte.

O tenista argentino Juan Martín Del Potro, vencedor do Portugal Open em 2011 e 2012, confessou gostar “mais de futebol que de ténis” e quando acabar a carreira espera “disputar um jogo oficial de futebol em algum clube”. “A verdade é que o futebol é um desporto que me encanta. Diria que um pouco mais que o ténis”, admitiu Del Potro numa entrevista ao site da FIFA.

Itália

Espanhol Benítez vai treinar o Nápoles “Rafa” Benítez é o novo treinador do Nápoles. O treinador espanhol, que esta temporada treinou o Chelsea, vai substituir no clube italiano Walter Mazzarri, que está de saída para o Inter.

NBA. Heat de novo na frente em série contra os Pacers Os Miami Heat recuperaram a liderança na final da Conferência Este da NBA (2-1), após baterem os Indiana Pacers, por 114-96, no primeiro jogo disputado em Indianápolis. Numa exibição quase perfeita, todos os elementos do cinco inicial de Miami chegaram aos dois dígitos nos pontos marcados, fechando o intervalo com 70 pontos (70-56), um registo que há seis anos nenhuma equipa conseguia no playoff. O melhor que os Heat tinham registado até agora na fase a eliminar da NBA fora 68 pontos nos dois primeiros períodos contra os Chicago Bulls, em 2006. O melhor jogador dos Heat foi LeBron James, com 22 pontos. David West, com 21 pontos, destacou-se nos Pacers.


15

FC Porto. Pinto da Costa iniciou 13.º mandato

André Martins entra no lote de Paulo Bento

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, iniciou ontem o seu 13.º mandato no cargo, no dia em que o clube celebrou o 26.º aniversário da primeira conquista da Taça dos Campeões Europeus de futebol. Os corpos sociais portistas para o triénio 2013/16 foram empossados e nos 14 vice-presidentes sobressaem três, eleitos pela primeira vez: Antero Henrique, diretor geral da SAD do futebol, Vítor Hugo, antigo campeão mundial de hóquei em patins, e o empresário José Amorim.

Seleção. O médio do Sporting é a novidade na convocatória do selecionador para o jogo contra a Rússia, no apuramento para o Mundial 2014. Portugal defronta ainda a Croácia.

Palmarés

31 anos tem Pinto da Costa à frente do FC Porto. Neste tempo o clube conquistou, no futebol, entre outros títulos, duas Ligas dos Campeões, uma Taça UEFA e uma Liga Europa ou 20 campeonatos nacionais.

Paulo Bento chamou o médio leonino porque este encaixa no modelo de jogo da seleção portuguesa. Segundo o técnico nacional, André Martins tem “qualidade técnica do ponto de vista ofensivo, muita velocidade na condução da bola e sabe dar profundidade ao jogo da equipa”. “Não é um jogador de grande envergadura física, mas a nível defensivo é muito competente”, acrescentou, recordando ainda o rendimento do atleta no fim da época. Na antevisão do jogo frente à Rússia, na sede da Federação Portuguesa de Futebol, em Lisboa, Bento afirmou que a Seleção Nacional “esgotou a margem de manobra”. “Cometemos alguns erros neste trajeto

e este jogo é extremamente importante, não há como negá-lo. Jogamos com pressão, mas temos jogadores habituados a este contexto. Vamos responder e estaremos na luta pelo nosso objetivo, que é a qualificação”, garantiu o treinador, desvalorizando ainda a eventual fadiga dos atletas. “Não se notará cansaço, há que mudar chip quanto à temporada que fizeram e estar concentrados no compromisso.” Portugal defronta a Rússia – líder do grupo F com mais um ponto que Portugal... e menos dois jogos – na qualificação para o Mundial 2014, a 7 de junho, no Estádio da Luz. O particular com a Croácia é em Genebra, na Suíça, dia 10 de junho. L.C.

O vencedor merece a sesta... O piloto brasileiro Tony Kanaan venceu as 500 milhas de Indianápolis, uma das mais importantes provas do automobilismo nos EUA, e decidiu enrolar-se na tradicional colcha que Jeanetta Pearson Holder faz para entregar ao vencedor da competição. A própria Jeanetta, de 80 anos, diverte-se bastante com a situação. Kanaan, de 38 anos, ganhou pela primeira vez a corrida. Antes de Kanaan, campeão da IndyCar em 2004, houve três brasileiros que conquistaram o troféu. A saber: Emerson Fittipaldi (1989 e 1993), Gil de Ferran (2003) e Helio Castroneves (2001, 2002 e 2009). GETTY IMAGES

Os eleitos Guarda-redes: Patrício (Sporting), Beto (Sevilha) e Eduardo (Istanbul); Defesas: João Pereira (Valência), Coentrão (Real Madrid), Bruno Alves (Zenit), Ricardo Costa (Valencia), Sereno (Valladolid) e Neto (Zenit) e Sílvio (Deportivo); Médios: Meireles (Fenerbahçe), Veloso (D. Kiev), Moutinho (FC Porto), André Martins (Sporting), Custódio (Sp. Braga), Amorim (Sp. Braga) e Rúben Micael (Sp. Braga); Avançados: Nani (Man. United), Ronaldo (Real Madrid), Varela (FC Porto), Vieirinha (Wolfsburgo), Postiga (Saragoça), Danny (Zenit), Hugo Almeida (Besiktas) e Nélson Oliveira (Deportivo).

V. Setúbal. José Mota permanece no Bonfim O V. Setúbal confirmou ontem que chegou a acordo com o treinador da equipa profissional de futebol, José Mota, para a renovação de contrato por uma época desportiva. A continuidade do técnico foi decidida após o termo do campeonato, em que a equipa sadina garantiu a manutenção na I Liga. Tal como em 2012/213, Mota deverá apostar na próxima época na integração de jovens oriundos da formação e contratar jogadores dos escalões secundários, pois as dificuldades financeiras do V. Setúbal a tal obrigam. PUB


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 28 DE MAIO DE 2013

Portas prefere diplomacia a enviar armas Síria. O governo português fez ontem saber que tem uma posição “restritiva” sobre a introdução de mais armas no conflito sírio. Presente em Bruxelas, o ministro português dos Negócios Estrangeiros duvidou da utilidade de “introduzir mais armas num conflito armado já extremamente duro”. Para Paulo Portas, “a posição certa” no momento atual é “favorecer [a realização de] uma conferência de paz, que poderá “dar uma esperança a uma solução política” ao país. Os chefes europeus da diplomacia tentaram ontem, em vão, alcançar um acordo sobre a revisão do pacote de sanções à Síria e ultrapassar as divergências sobre um levantamento parcial do embargo de armas, em benefício das forças

Apelo

27 Estados-membros da UE receberam ontem novo apelo da Coligação Nacional da oposição síria para o levantamento do embargo de armas, “acima de tudo” para proteção face às forças do regime.

rebeldes que combatem o regime. Após horas de conversações, o resultado das mesmas permaneceu inconclusivo. O atual embargo de armas à Síria e outras sanções da UE ao regime de Bashar al-Assad termina no sábado, R.A.C. dia 1 de junho.

16 Nacional

blog do fecho

FNE sem propostas

http://artsbeat.blogs.nytimes.com/

A Federação Nacional de Educação (FNE) decidiu ontem não enviar à tutela qualquer proposta de serviços mínimos para as greves de professores agendadas para junho, alegando que não houve negociação prévia.

“O ministro da Cultura da Tunísia – de um governo de ideologia islâmica – deu os parabéns ao realizador franco-tunisino Abdellatif Kechiche pela vitória da Palma de Ouro no 66.º Festival de Cinema de Cannes, “La Vie d’Adèle”. No entanto, o ministro Mehdi Mabrouk não fez qualquer referência à sexualidade explícita no filme.”

Mundo

Tabletcafé no Senegal Dacar, a capital do Senegal, acolhe desde ontem “o primeiro tabletcafé – cibercafé equipado com dispositivos eletrónicos tablet” do mundo, revelou a empresa tecnológica Google, parceira do negócio local.

Culto

Bolsa

O dia a dia dos mercados Petróleo

Euribor 6m Psi-20

$102,54 (-0,10%)

0,295 (+0,34%)

Camões para Mia Couto O Prémio Camões, que distingue um autor da literatura portuguesa, foi ontem atribuído no Rio de Janeiro, Brasil, a Mia Couto. O escritor moçambicano sucede ao brasileiro Dalton Trevisan.

6.064,66 (+0,76%)

Euro para: Dólar 1,292; Libra 0,856; Real 2,654

Cacilheiro “Trafaria Praia” já está decorado A ornamentação com têxteis e azulejos da artista Joana Vasconcelos do cacilheiro “Trafaria Praia” ficou ontem concluída, em Veneza, estando tudo a postos para a inauguração do pavilhão de Portugal na Bienal da cidade italiana. O “Trafaria Praia” partiu de Lisboa a 4 de maio e chegou a Veneza no dia 21. O pavilhão flutuante de Portugal abre oficialmente ao público no dia 1 de junho, na Bienal de Arte de Veneza 2013. Porém, já a partir de hoje, lá decorrerão concertos, DJ e mesas redondas. FOTO: LUÍS VASCONCELOS/LUSA

Metro Portugal Arruamento D à Rua José Maria Nicolau, nº3 1549-023 LISBOA - PORTUGAL METRO PORTUGAL Título licenciado a Transjornal – Edição de Publicações, SA pertencente à PROPRIEDADE Metro International, SA, EDITORA Transjornal – Edição de Publicações, SA., Capital Social €4.048.845,00, Contribuinte 505338602, registada na C.R.C de Cascais nº 505338602, Principal acionista Metro News – Publicações, S.A (100%) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Francisco Pinto Barbosa, Luís Santana, Pedro Araújo e Sá, Gonçalo Sousa Uva e António Zilhão. Depósito Legal: 220825/04, ERC nº 124635, Periodicidade Diária Distribuição Gratuita Impressão Sogapal – Sociedade Gráfica de Paiã, Lda., Av. dos Cavaleiros, 35-35ª, Portela da Ajuda, 2795-625 Carnaxide DEPARTAMENTO COMERCIAL DIRETOR COMERCIAL Ricardo Branco Diretora Adjunta Ana Silveira Agências Adriana Macedo, Margarida Rego, Paula Tavares, Raquel Pinto, Daniel Barata; Diretos Eva Oliveira, Filomena Mestre, João Rodrigues, Luís Farinha, Ricardo Afonso Planeamento Maria da Luz Veiga Tel. 210494204/210494815; Fax 21 049 31 34 PORTO Tiago Medeiros, Gabriela Raposo Tel. 22 532 23 00 Fax 22 532 23 99 E-mail publicidade@metroportugal.com DESIGN GRÁFICO Rui Gonçalves, António Garcia MARKETING João Aleixo, Rita Costa Passatempos Marta Tavares (passatempos@metroportugal.com) Ativações e Eventos João Aleixo (coordenador) Joana Gil, Marta Brigham CHEFE DE DISTRIBUIÇÃO José Magalhães Distribuição António Caldeira, Orlando Lopes (Porto) DIRETOR Diogo Torgal Ferreira Editor Executivo Magalhães Afonso Coordenador Bruno Martins Redação Luís Carmo, Patrícia Tadeia, Rui Alexandre Coelho, Raquel Madureira (Porto) Editora gráfica Sónia Santos Grafismo Filipa Rosa, Rita Alves Fotografia Laura Haanpää Assistente Ana Rodrigues Revisão Catarina Poderoso.

20130528_pt_lisbon  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you