Page 1

PUB

PORTUGAL quinta-feira 23 maio 2013 ano 6, nº 1881 Lisboa 13° | 25°

37.728

Porto 11° | 23°

pessoas like

www.readmetro.com Diretor: Diogo Torgal Ferreira

Cura da tuberculose pode passar pela vitamina C Mundo. Testes em laboratório abrem boas perspetivas para as estirpes da doença contagiosa resistente aos medicamentos. Condição afeta mais de 650.000 pessoas no planeta. Vitamina C é barata, acessível e de utilização segura pág. 07 Nacional

Finanças. Banco de fomento alemão pode ajudar PME portuguesas Ministro das Finanças revelou hipótese de concessão de linhas de crédito ou participação no capital das Pequenas e Médias Empresas (PME). Governante germânico elogia progressos no ajustamento. pág. 04

Culto

JP e o seu império romano Entrevista com o talentoso JP Simões à volta do novo disco “Roma” pág. 10

Cronista

Ana Rita Clara Naufrágio de barco xávega fez ontem dois mortos a sul da praia do Furadouro, em Ovar pág. 05 FOTO: LUSA

Lugar para o amor nas nossas vidas pág. 02 PUB


1

JORNAL

Maradona

“Escolheram o Papa menos mau. Se Francisco tivesse de vender tudo aquilo que tem para os pobres seria uma festa” Palavras da sempre polémica lenda do futebol argentino e mundial, em entrevista a uma rádio daquele país, lançando críticas ao recém-eleito Papa sul-americano. GETTY IMAGES

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

02

Opinião

ONLINE

ANA RITA CLARA APRESENTADORA DE TV NA SIC E SIC MULHER PROGRAMA ‘MAIS MULHER’ 2.ª A 5.ª 17H30, SIC MULHER | WWW.FACEBOOK.COM/ANARITACLARAOFICIALTV | ANARITAGRAM

“A Causa das Coisas” A tentação de agarrar nesta expressão reconhecida conseguiu levar a melhor. Existem autores que nos inspiram e que representam um sangue vivo de inteligência que a minha geração precisa. Contamos com esses. Com aqueles que viram e viveram, que saborearam Portugal num outro tempo, que identificaram tendências quando estas apareceram, que criaram a dita “imprensa de opinião e que conduziram milhares na descoberta de batidas e novos ritmos da Europa. Mas falar do contemporâneo Miguel Esteves Cardoso é falar de um universo demasiado extenso para estas linhas. Será sem dúvida falar das suas criações literárias, dramatúrgicas e acutilantes. Mas será, sobretudo, discutir o lugar do amor nas nossas vidas. E a sua última obra provoca esse turbilhão de emoções, ao qual já estávamos habituados. O livro “Como é Linda a P* da Vida”, apresenta-se como um espelho vivo daquilo que sofre uma família e um amor, com um diagnóstico inesperado. Com um casamento de 13 anos, a sua mulher Maria João Pinheiro

depara-se com um quadro clínico difícil e oncológico. E neste livro, essa realidade fica registada no papel. Este livro apresenta-se como uma alma disponível para partilhar, quase que imaginamos Miguel Esteves Cardoso, a escrever compulsivamente e com o coração na caneta. Falar com as palavras e a emoção, conseguir transportar cada um de nós, para um quadro realista terrível. Conseguimos sentir as lágrimas na sua pele. Conseguimos visualizar cada uma das consultas do casal. E saímos desta leitura com novas certezas, ou com a confirmação de tantas outras coisas. Descobrimos dessa maneira que o amor faz todo o sentido e que continua a guiar os nossos caminhos. Miguel Esteves Cardoso disse numa entrevista que “... aprendeu a amar, com este amor. Com esta forma personalizada de se dedicar a algo.” Como quando plantamos algo na terra e aguardamos pacientemente à janela que floresça. Que existam sempre páginas destas a serem alimentadas. Que nos inspirem em cada ato. Em tantos momentos.

facebook www.facebook.com/gigwise “A polícia inglesa ainda não conseguiu falar com George Michael, apesar de o seu acidente ter sido há seis dias. O cantor, a recuperar no hospital, caiu do carro após tentar fechar a porta que estava mal fechada em andamento.”

twitter @RyanSeacrest “Últimas horas com o meu iPhone 4… a transferir agora a minha tralha para um 5. Vou ter saudades tuas, velho amigo.”

vídeo do dia

Veja o vídeo do novo single de Will.i.am, “Bang Bang”, uma das músicas da banda sonora do filme “The Great Gatsby”. Venha escrever connosco. Entre em facebook.com/metroportugal

Boa notícia do dia

Fundação Ricardo Espírito Santo a norte A Fundação Ricardo Espírito Santo Silva, fundada em 1953 e que atualmente gere um museu, um instituto e 18 oficinas de artes decorativas em Lisboa, vai alargar as suas atividades ao resto do País, criando um centro de formação em São João da Madeira. Segundo anunciou ontem fonte da autarquia, o projeto partiu da própria câmara municipal, ao convidar a fundação a instalar um novo polo de atividade na Oliva Creative Factory – o centro de artes criativas que está em construção na cidade, nas antigas instalações da metalúrgica que ficou conhecida pelas suas banheiras e máquinas de costura.

Mundo da arte reúne em Hong Kong Em Hong Kong, território da República Popular da China, uma visitante observa calmamente uma das salas da mega-feira Art Basel, um certame que todos os anos reúne centenas de obras e artistas provenientes de todo o mundo em representação de cerca de 180 galerias de arte. GETTY IMAGES


PUB


www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

04

Fomentar as PME e combater o desemprego Finanças. Hipótese de o banco de fomento alemão conceder linhas de crédito ou participar no capital das PME portuguesas em estudo. Combate ao desemprego jovem na União Europeia também na agenda.

“Discutimos isso na semana passada [no Eurogrupo] e não há derrapagem orçamental, não há nenhuma base real para se dizer isso”, disse Wolfgang Schäuble relativamente a Portugal. GETTY

Dívida pública

UE/Cimeira. Alargamento da base fiscal é prioridade O primeiro-ministro assegurou ontem, em Bruxelas, que, a par da consolidação orçamental, o Governo aposta forte no alargamento da base fiscal, através do combate à fraude e evasão fiscal, que deseja ver travado à escala europeia. Falando no final de uma cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia consagrada a questões de fiscalidade, além de energia, Passos Coelho sublinhou a importância de uma verdadeira estratégia ao nível europeu no combate à evasão fiscal, defendendo que os esforços que Portugal tem desenvolvido “com relativo sucesso” devem ser acompanhados de uma ação europeia. O primeiro-ministro disse que se trata de “garantir maior justiça na forma como os impostos chegam a todos”.

“Podemos beneficiar da colaboração alemã, em particular do banco alemão de desenvolvimento, que se chama KfW, que estará disponível para explorar a possibilidade de estender linhas de crédito a Portugal ou participar no capital das Pequenas e Médias Empresas (PME)”, afirmou ontem o ministro das Finanças no fim de uma reunião em Berlim com o homólogo alemão. Vítor Gaspar disse ainda, citado pela agência Lusa, que “essa colaboração do KfW está desde já a ocorrer na área técnica” e agradeceu o apoio germânico na criação do chamado “banco de fomento” (ou instituição

Marinha

Subida para 127% do PIB

Sagres reduz guarnição

A dívida pública portuguesa subiu para os 127,3% do Produto Interno Bruto (PIB) na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, no final do primeiro trimestre deste ano, segundo o Banco de Portugal. Os dados divulgados ontem demonstram um aumento de 3,7% do PIB face ao final de 2012 – subiu de 204,2 mil M€ para 208,1 mil M€.

O navio-escola Sagres vai reduzir a sua guarnição devido à instalação de um novo sistema de comunicações e logística, poupando mais de 24 mil euros por mês se estiver em navegação, disse à agência Lusa o porta-voz da Marinha. Segundo o comandante Alexandre Santos Fernandes, a redução do número de militares a bordo da Sagres foi feita em 2012 a título experimental e a partir deste ano será definitiva, passando o efetivo de 139 para 128 elementos.

Parlamento

Ministra felicita aprovação da co-adoção A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, saudou hoje o parlamento por ter aprovado na generalidade a co-adoção de crianças por casais do mesmo sexo. A ministra da Justiça cumprimentou o plenário para felicitar a decisão “histórica” que permite a co-adoção de crianças “atendendo às condições de cada um e não às orientações”.

financeira de desenvolvimento para o Governo). Por seu lado, Wolfgang Schäuble destacou os progressos alcançados por Portugal no seu programa de ajustamento. “Tivemos oportunidade de abordar a nossa política comum na Europa e na Zona Euro (...) os progressos que Portugal tem vindo a alcançar no seu programa de ajustamento dispensam que os enumeremos todos”, afirmou. O ministro alemão das Finanças salientou, por outro lado, a necessidade de “acelerar os esforços” a nível nacional e europeu no combate aos “altos níveis de desemprego”, especialmente aquele que afeta os jovens. Isto porque, frisou, a Europa “não pode deixar uma geração inteira à espera”. “Temos de ser mais bem-sucedidos nesses esforços”, vincou Schäuble. Esforços esses que, segundo Schäuble, vão ser coordenados a nível europeu e bilateral, mas que também competem aos ministros da pasta em cada Estado-membro.

Economia. Ajuda ao mercado de capitais com as privatizações O ministro da Economia disse ontem que o mercado de capitais nacional “tem que se desenvolver mais com as privatizações”, e que, para isso, o Estado deve e “vai dar o exemplo”. Álvaro Santos Pereira anunciou ainda que o Governo está a preparar um pacote de incentivos à dinamização do mercado de capitais nacional.

Visita. Eurogrupo estará em Lisboa O presidente do Eurogrupo e ministro holandês das Finanças, Jeroen Dijsselbloem, estará em Lisboa no domingo e na segunda-feira e na agenda da visita tem previstos encontros com o Presidente da República, o primeiro-ministro e o ministro das Finanças.


PUB

NACIONAL | 05

A construção deste complexo hidroelétrico foi adjudicada à empresa Iberdrola, representa um investimento de 1.700 milhões de euros e faz parte do Plano Nacional de Barragens. FOTO: LARA MELO

Quercus contra barragens Ambiente. A Quercus recorreu ao Tribunal Constitucional para impedir a construção de três barragens no rio Tâmega, avançou o vice-presidente da direção nacional da associação. João Branco explicou que, depois de um processo com decisões e recursos nos tribunais administrativos, a Quercus avançou para o Constitucional para que seja “feita justiça”. A construção do empreendimento hidroelétrico do Alto Tâmega, no distrito de Vila Real, causará, disse, “enormes e irreversíveis” impactos ambientais ao nível dos ecossistemas florestais, biodiversidade, campos agrícolas e água. Os benefícios, frisou, serão “muito poucos”. Atualmente, as obras de construção das barragens, que integram a denominada Cascata do Tâmega, estão suspensas devido a uma providência cautelar interposta pela associação para que a Declaração de Impacte Ambiental seja conside-

Custos

“Os custos das barragens, centenas de milhões de euros, vão ser pagos pelo consumidor na conta da eletricidade e não pela promotora do projeto” João Branco, Quercus

rada nula. Além do ambiente, João Branco considerou que o desenvolvimento socioeconómico da região também será “fortemente afetado”, nomeadamente o turismo da natureza, a prática da pesca desportiva, da canoagem e da atividade balnear nas praias fluviais.

Acidente. Naufrágio de barco xávega faz dois mortos Uma embarcação da arte xávega naufragou ontem a sul da praia do Furadouro, Ovar, causando duas vítimas mortais, de 43 e 64 anos, disse à agência Lusa o Comando Distrital de Operações de Aveiro. O alerta foi dado cerca das 07h30. “A embarcação ‘Jovem’, com cinco pessoas a bordo, virou-se no momento

da saída da praia para o mar, devido a um golpe fortíssimo de mar”, disse o comandante da Capitania do Porto de Aveiro, Luciano Oliveira. Os restantes três tripulantes foram assistidos no local. O comandante adiantou que na altura do acidente as condições do mar e do vento “não eram gravosas”.


PUB


www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

MUNDO | 07

Vitamina C pode matar bactéria da tuberculose Saúde. Para já os testes apenas foram feitos em laboratório, mas abrem boas perspetivas face às estirpes da doença infeciosa que são resistentes aos medicamentos. A descoberta foi feita por acaso e ainda não saiu do tubo de ensaio, todavia, caso as experiências em seres humanos tenham sucesso, podem tornar os medicamentos de combate à tuberculose muito baratos e seguros. “Este é um estudo a ter em atenção pois, neste momento, temos estirpes de tuberculose resistentes aos medicamentos. E agora podemos matar essas estirpes em laboratório com vitamina C”, explica William Jacobs, professor na Albert Einstein College of Medicine, um dos membros da equipa de cientistas que fez a descoberta na Yeshiva University, em Nova Iorque.

“Também ajuda saber que a vitamina C é barata, encontra-se com facilidade e é segura de usar. Pelo menos este trabalho demonstra um novo mecanismo que vamos explorar para atacar a tuberculose”, acrescenta. Estimam-se que existam 650.000 pessoas no planeta cujos organismos são resistentes aos medicamentos para a tuberculose. Recorde-se que a vitamina C faz parte da dieta normal das pessoas. As laranjas são o alimento de excelência da vitamina C, no entanto, também as groselhas e os brócolos são ricos na supracitada LUÍS CARMO vitamina.

Alemanha. Angela Merkel foi eleita a mais poderosa A revista Forbes escolheu Angela Merkel como a mulher mais poderosa do mundo. A chanceler alemã conseguiu também o 2.º lugar – atrás de Barack Obama, presidente dos EUA – na lista das pessoas mais poderosas do ano passado. Merkel fica à frente de Dilma Rousseff, presidente do Brasil, e Melinda Gates, da fundação Bill e Melinda Gates.

Angola. UNITA quer inquérito à morte de um secretário

Cientistas confessaram ao jornal online Nature Communications que, no início, nem acreditavam nos resultados. GETTY IMAGES

A UNITA vai exigir à Assembleia Nacional angolana o envio “urgente” de uma comissão parlamentar de inquérito para averiguar o assassínio de um dirigente daquele partido, na província do Huambo, noticiou ontem o Jornal de Angola. Francisco Epalanga morreu dia 11 deste mês, no município de Londuimbali. PUB

Suécia. Estocolmo vive outra noite de violência urbana Pelo menos oito pessoas foram detidas ontem em Estocolmo, na sequência dos motins que já duram há três dias nos arredores da capital da Suécia.

Os distúrbios começaram após a polícia ter morto a tiro um homem de 69 anos – a polícia diz que o homem os atacou com um machado. Os subúrbios onde têm acontecido os motins e o incêndio de carros, Husby, tem uma população 80% imigrante ou descendentes de imigrantes. As razões apontadas para a violência são o racismo e uma taxa de desemprego jovem de 20%.

A estrela em Hollywood foi Garcetti Eric Garcetti comemora com os apoiantes no The Hollywood Palladium a sua eleição como presidente da câmara de Los Angeles. O ex-vereador democrata, de 42 anos, bateu Wendy Greuel e sucede no cargo a Antonio Villaraigosa, presidente da maior cidade da Califórnia desde 2005. GETTY IMAGES


www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

ECONOMIA | 08

Sumol+Compal abre fábrica em Moçambique Consumo. A Sumol+Compal inaugurou ontem a sua primeira fábrica fora de Portugal, em Moçambique, um investimento de 10,4 milhões de dólares (8 M€), anunciou a empresa. A nova unidade industrial, em Boane – arredores da capital, Maputo–, “é a primeira que a empresa possui fora de Portugal” e “marca o início da atividade industrial no continente africano”, revela a empresa em comunicado. Esta aposta “concretiza o desejo” da Sumol+Compal “de iniciar a atividade industrial no continente africano, uma das áreas prioritárias nos esforços de internacionalização da empresa”. A escolha de Moçambique prende-se com o facto de o país “reunir as condições essenciais oferecidas a um investidor estrangeiro e pela sua posição geoestratégica na África Austral”. PUB

A fábrica de Boane terá uma capacidade instalada de 30 milhões de litros anuais, para servir um mercado de 170 milhões de habitantes. “A Sumol+Compal congratula-se pelo facto de ter agora a capacidade de produzir em Moçambique, o que lhe permitirá tirar partido do enorme potencial de crescimento do consumo em Moçambique e na região da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral”, refere o presidente executivo da empresa, Duarte Pinto, citado pela Lusa. Em 2012, o resultado líquido da empresa caiu 78,5%, fixando-se nos €900.000 e já este ano houve o despedimento coletivo de 70 pessoas.

A Sumol+Compal é a terceira maior produtora de bebidas em Portugal, atrás da Unicer e da Central de Cervejas. GETTY IMAGES

Mercado Puro

Testes de adivinhação PEDRO TUNA ADMINISTRADOR ROOMDIMENSIONS

Um pequeno filme de pouco mais do que um minuto, em que se detalham algumas das principais caraterísticas previstas para o iPhone 6, depressa gerou acesos debates nos fóruns da especialidade. Sendo certo que grande parte destas antevisões mais não são do que meros exercícios de adivinhação e futurologia, sem qualquer sustentação com a realidade, as conclusões que as marcas visadas podem retirar destes debates são preciosas para o desenho de futuros modelos. Que melhor forma haverá para testar uma ideia do que aquelas que não custam dinheiro?

Reino Unido

FMI recomenda baixa de impostos O Fundo Monetário Internacional (FMI) recomendou hoje ao Reino Unido a implementação de um conjunto de medidas para relançar a economia, propondo uma descida dos impostos sobre os lucros das empresas e uma garantia estatal aos investimentos privados.

EUA

Ajustamento prematuro pode abrandar retoma O presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Ben Bernanke, defendeu ontem que “um ajustamento prematuro da política monetária poderia levar a subidas das taxas de juro, mas também levaria a um risco substancial de abrandar ou finalizar a recuperação económica” dos EUA.

Aviação. easyJet já ultrapassou os 4 milhões A companhia aérea easyJet anunciou ontem que ultrapassou os quatro milhões de passageiros em Portugal, dos quais metade em Lisboa, no primeiro ano da base na capital portuguesa, um balanço “muito satisfatório”, segundo o diretor ibérico da transportadora. “Estamos muito satisfeitos, cumprimos as expetativas. Alcançámos os dois milhões de passageiros de e a partir de Lisboa e os quatro milhões de passageiros em Portugal”, disse Javier Gândara aos jornalistas. O responsável afirmou ainda que a companhia aérea britânica de baixo custo “espera poder desenvolver a presença em Lisboa e Portugal”.

Negócios

400 mil passageiros são de negócios, revelou a operadora que é a segunda maior do setor, com uma quota de mercado de 20%. A easyJet adianta que o objetivo é crescer 3% em 2013 em número de passageiros.


PUB


2

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

10

CULTO

JP SIMÕES O último disco do JP já tem quatro anos. Depois fez um outro com o Afonso Pais e compôs para uma peça de teatro, “A Íntima Farsa”. Foram processos que ajudaram a construir as canções deste “Roma”?

Brad Pitt

“Sempre pensei que se era para ter uma família, queria que fosse à grande” Confidências do ator norte-americano, em entrevista à revista Esquire, referindo-se ao facto de ter uma família grande com a sua mulher, Angelina Jolie – o casal de atores tem seis filhos. GETTY IMAGES

“Roma” é o novo disco do cantautor português. O novo álbum é uma demonstração das suas referências musicais e também do brilhantismo enquanto escritor de canções. Toca hoje à noite na discoteca LUX, em Lisboa (23h).

O IMPÉRIO DAS AFINIDADES

O meu trabalho acontece em contínuo. Um disco representa sempre o fim de um processo, mais do que o começo. Quando vejo que tenho canções e estou inspirado para fazer um disco, então é porque vou fechar esse processo. Muitas das canções deste disco foram compostas de propósito para o espetáculo “A Carta Branca” que fiz no CCB. Depois disso vi que tinha algumas dezenas de canções; escolhi sete, compus mais algumas e, quando vi, tinha um disco pronto.

São universos que não são estranhos, fazem todos parte do império das minhas afinidades. É por ser um império que chamou a este disco “Roma”?

Sim: como tinha muitas culturas diferentes – uma unidade forjada, porque o imperador do disco sou eu e forjei aquelas colónias todas para se juntarem pela bandeira do meu império.

As canções têm uma unidade muito forte apesar de serem de universos distantes. Como é que se dá forma a essa unidade?

Recorre a estilos muito festivos, como o samba ou o afro-beat, para falar de temas mais preocupantes ou melancólicos – sinal dos tempos que todos vivemos.

Creio que é algo que se ganha com o passar dos anos: nem que seja pelo meu timbre de voz, pela forma de abordar as canções. O caso do glam rock, dos Belle Chase Hotel, até coisas mais brasileiras – que são uma referência para mim.

É qualquer coisa parecida com a aprendizagem das sábias enfermeiras que cantam canções aos ouvidos das crianças para as distrair e dar uma injeção que lhes faz bem (risos). Não querendo com isso dizer que a minha músi-

ca é profilática! Mas isso foi sempre uma coisa que me deu algum gozo: nunca quis colar as palavras àquilo que a música pode sugerir porque a música sugere muita coisa..

Por outro lado, há canções mais contemplativas. Em “No dia em que vi meu bem” temos uma guitarra muito etérea…

É uma canção em que existe uma ligação mais direta entre a palavra e a música – como é “lls Cassent Le Monde”, com poema de Boris Vian. A “No dia em que vi meu bem” tem que ver com algumas experiências com a guitarra, à procura de acordes bonitos e diferentes em vez da canção mais harmónica cançonetista; e também com ter escutado muito Norberto Lobo nos últimos anos. Apesar do trabalho com banda, a guitarra no colo continua a ser o método preferido para construir canções?

Claro. É sempre assim que tenho trabalhado: na calma do lar, com a guitarra e algum tempo... papel, caneta e um maço de cigarros. Vou caçando borboletas (sorriso). BRUNO MARTINS


11

Herberto Helder edita novo livro de inéditos Poesia. Poeta madeirense de 82 anos volta com poemas novos, depois de “A Faca não Corta o Fogo – súmula & inédita” (2008) e “Ofício cantante – poesia completa” (2009). O escritor Herberto Helder edita na próxima segunda-feira, dia 27 de maio, um novo livro, de poesia inédita, intitulado “Servidões”, com selo da Assírio & Alvim, anunciou ontem o grupo editorial Porto Editora. Herberto Helder, 82 anos, considerado um dos maiores poetas portugueses, volta a editar poemas inéditos, depois de ter saído em 2008 “A Faca não Corta o Fogo – súmula & inédita”. Em 2009 foi publicado “Ofício cantante – poesia completa”.

Ao vivo

“Servidões”, com capa assinada pela artista plástica Ilda David, reúne mais de 70 novos poemas e uma prosa inicial do autor madeirense, biográfica, de memórias, e na qual evoca a ilha onde nasceu – a Madeira –, fala de poesia, da morte e da compreensão da própria vida. Herberto Helder, um dos mais reservados e discretos poetas da literatura portuguesa, não dá entrevistas há várias décadas e em 1994 recusou o Prémio Pessoa, que lhe foi atribuído. Nasceu no Funchal, a 23 de novembro de 1930, frequentou o curso de Filologia Românica da Faculdade de Letras de Lisboa, e publicou o primeiro livro, “O Amor em visita”, em 1958. Há mais de 30 anos, o poeta decidiu remeter-se ao silêncio, deixando falar por si a obra poética. LUSA

Festival

Colleen Schott na ZDB

Festim em Aveiro

A francesa Cécile Schott, mais conhecida por Colleen, apresenta hoje, às 21h30, o seu quarto álbum, “The Weighing of the Heart”, na Igreja de St. George ao Jardim da Estrela, em Lisboa.

O Festim, Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo, vai levar a cinco municípios da região de Aveiro, de 21 de junho a 26 de julho, um total de 13 concertos, com um cartaz que prima pela diversidade cultural.

Óbito

Exposição

Morreu Henri Dutilleux

Arte em Vendas Novas

O prestigiado compositor francês Henri Dutilleux, cujo repertório de música contemporânea lhe valeu o título de “clássico moderno”, morreu ontem em Paris, França, aos 97 anos, anunciou a família.

Cerca de 180 obras de artistas de todo o mundo integram a 18.ª Exposição Internacional de Artes Plásticas de Vendas Novas. Começa domingo no Auditório Municipal e no Centro Sociocultural e dura até 23 de junho.

Daft Punk. Música nova só para o Japão Os franceses Daft Punk mostraram “Horizon”. Esta é uma nova canção que está apenas incluída, como bónus, na edição japonesa do mais recente álbum da banda. “Random Access Memories” é o quarto disco da dupla e foi editado no início desta semana. O primeiro single, “Get Lucky”, conta com as participações de Pharrell Williams e Nile Rodgers (Chic).

Lisboa. Nem a crise para a Feira do Livro A Feira do Livro de Lisboa ajuda os editores “a perceberem o que interessa à população” e a reativar o interesse em títulos que tiveram “curta vida” nas livrarias, disse à Lusa Pedro Pereira da Silva, vice-presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) e um dos responsáveis da organização. Nesta 83.ª edição do evento, que começa hoje e dura até ao dia 10 de junho, no parque Eduardo VII, a APEL espera “vendas superiores às de 2012”, e bater o recorde de visitantes, ultrapassando o meio milhão.

Pavilhões

Poeta madeirense há muito que deixou de ter uma vida mediática – inclusivamente não dá entrevistas há várias décadas. GETTY IMAGES

241 é o número total de pavilhões que estarão presentes na 83.ª Feira do Livro de Lisboa, mais três que no ano passado. O evento deste ano vai contar ainda com 480 editoras e chancelas e 30 voluntários. PUB


www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

Street Fashion Londres

Correio do leitor

LAZER | 12

Horizontais: 1. Adicionar. Grande mamífero anfíbio das regiões polares. 2. Cheiro agradável. Ir descendo pouco a pouco. 3. Crença religiosa. Pessoa ou coisa de género feminino de que se fala. Espécie de veado das regiões do Norte. 4. Fileira. Discurso. 5. Peça de carne de vaca pouco assada. Aquelas. 6. Apoderei-me de. Ovelhum. 7. Alternativa (conj.). Madraceiro. 8. Salto brusco. Família. 9. A parte do teatro onde representam os actores, palco. Modo de dizer. A minha pessoa. 10. Abatimento, perda de ânimo. Matéria corante azul de origem vegetal. 11. Encher até à borda. Por pouco.

Palavras cruzadas

Resposta ao leitor José António

Verticais: 1. Canapé estofado. Pôr touca em. 2. Designa afirmação (interj.). Batina. 3. Molibdénio (s.q.). Emissão de voz. Planta apiácea conhecida por erva-doce. 4. Unidade de medida agrária equivalente ao decâmetro quadrado. Designa carência ou ausência (prep.). Mulher que cria criança alheia. 5. Relativo aos lábios. Caminhar. 6. Contr. da prep. de com o adv. ali. Época precisa em que um facto acontece. 7. A mim. Poupança. 8. Vazia. Primeira mulher, mãe da humanidade (Bíbl.). Que exprime malvadez. 9. Crivo. Levanta. Sódio (s.q.). 10. A segunda das três pessoas cujo nome não se quer mencionar. Aqui está. 11. Arenoso. Tecido transparente de seda ou algodão.

Sudoku

•••••

Solução cruzadas Horizontais: 1. Somar, Morsa. 2. Olor, Decair. 3. Fé, Ela, Alce. 4. Ala, Oro. 5. Rosbife, As. 6. Tomei, Ovino. 7. Ou, Madraço. 8. Upa, Lar. 9. Cena, Tom, Eu. 10. Atimia, Anil. 11. Rasar, Quase. Verticais: 1. Sofá, Toucar. 2. Olé, Roupeta. 3. Mo, Som, Anis. 4. Are, Sem, Ama. 5. Labial, Ir. 6. Dali, Data. 7. Me, Aforro. 8. Oca, Eva, Mau. 9. Ralo, Iça, Na. 10. Sicrano, Eis. 11. Areoso, Tule.

O que veste a Tiany Kiriloff? “Estou com uma saia vintage da Pucci, casaco da Joseph, casacão da COS, colar da Marni, sapatos Rupert Sanderson e boné da High.” Influências? “Como trabalho na moda tento vários looks.” MICHELLE BOBB-PARRIS

No metro de 21 de maio de 2013, (o leitor) José António apela ao bom senso dos trabalhadores do Metro e que encontrem outras formas de luta, afirmando que os grandes prejudicados pela greve são os passageiros. Recordo que os trabalhadores não ganham no dia de greve, que esta implica prejuízos à empresa, e que os passageiros são sobretudo prejudicados pelos jogos financeiros da administração do Metro e pela ameaça de privatização dos serviços. E não é verdade que esta forma de luta não dê frutos: a história (recente) desmente-o. É claro que os passageiros são importunados. Mais uma razão para se solidarizarem com os trabalhadores pressionando a administração, e não virando-se contra os trabalhadores.

Solução sudoku

ANDRÉ LEVY, LISBOA

Água verde no Mar Branco

FRANCO BANFI/SOLENT

Fotografia submarina

Experiência fora do vulgar

Cor da água

Segurança

Mergulhar num gelo de cor esmeralda

Buracos no gelo são Onde a água tem portais para outros mundos muitas formas terrestres

Mesmo os peritos têm de ter cuidado

Temperaturas abaixo de zero, pouca luz e perigo eminente, foi o que dois mergulhadores tiveram que superar para explorar este fantástico mundo subaquático debaixo de camadas de gelo. Esta fantástica fotografia, tirada pelo fotógrafo Franco Banfi, revela o que se esconde debaixo do gelo do Mar Branco, na costa russa.

Para Banfi, entrar nos buracos de gelo é como ser transportado para um mundo diferente, o que, naturalmente, traz os seus riscos. “Os buracos de gelo, também conhecidos como ‘mainas’, são portais que dividem a terra gelada e o fundo marinho sombrio”, contou-nos Banfi. “Passados 30 minutos já sentia o frio nas minhas mãos.”

Mergulhar sozinho é proibido, mesmo para especialistas. “Por razões de segurança, uma corda liga cada mergulhador a outra pessoa que fica na boca do buraco, controlando as condições meteorológicas”, diz Banfi. O fotógrafo, que também é guia, afirma que visitar o Mar Branco é sempre “uma nova experiência.” MWN

Os tons verdes da água são criados pelo húmus – um componente importante na matéria orgânica do solo. Tem ainda tons amarelos e verdes onde há mais húmus. O gelo também fica colorido por algas, que providenciam uma rica fonte de comida para a vida marinha. As regiões mais a norte do planeta têm as águas mais coloridas.


PEQUENOS ANÚNCIOS

AS SUAS JANELAS E ESTORES TÊM PROBLEMAS?

EXPLICAÇÕES

Prateleiras, móveis ou varões de cortinados por montar?

Professor profissionalizado dá explicações de PORTUGUÊS, FRANCÊS E INGLÊS do 5.º ao 12.º Ano, assim como prepara alunos para exames nacionais. 92 507 80 90

Peça já o seu orçamento GRÁTIS...

Ligue hoje mesmo

93 943 75 99

OPERADORAS DE TELEMARKETING ETING LISBOA – PART-TIME M/F

• Actividade de âmbito social • Bons dividendos

SÃO NÃO DAS VEN

ENTE EXCEL TE N AMBIE Comparecer ou enviar “Curriculum” para: Lisboa: R. Professor Manuel Silva Leal, n.º 1 - C, escritório 04, freguesia de S. Domingos de Benfica, 1600-166 Lisboa (Próximo à loja do Cidadão Estação do Metro das Laranjeiras)

COMPRAMOS

AZEVEDO, PINHO & JESUS, LDA Desde 1951 Somos uma empresa de confiança Avaliador Oficial credenciado pela Casa da Moeda

OURO - PRATA - MOEDAS - RELÓGIOS R CAUTELAS DE PENHOR

PENHORES E COMPRA E VENDA DE

Pa AV. ALMIRANTE REIS - N.º 173 B (Passeio Café Império) 50 gam € o os RUA D. ESTEFÂNIA - N.º 147 A gr até am RESTAURADORES - Loja N.º 8 (Metro Restauradores) a AV. DE MOSCAVIDE - N.º 53 B (Em frente à Caixa G. Depósitos) AV. SÃO JOÃO DE DEUS - Paralela Av. Roma (frente estação Roma - Areeiro)

OURO • PRATA • JÓIAS • MOEDAS • RELÓGIOS

COMPRAMOS CAUTELAS DE PENHOR

Rua dos Sapateiros, 115 - 1.º esq.º, Lisboa (saída do metro da Baixa/Chiado)

Tels.: 21 346 54 11 • 21 342 94 83 • 21 321 93 46 Fax: 21 321 14 97 | E-mail: geral@apj.com.pt

Problemas Bancários? A Creditok tem a Solução ideal para si!

218 479 195 Faça o seu Crédito: 912 277 988 Pessoal 968 851 452 Habitação Análise Grátis

Empresarial

EMPRESA REGISTADA PARA O DEVIDO EFEITO

www.creditok.webs.com EX: 5.000€ - 100,47 em 60M total 6,628€ / Taxa de Juro 11,25 TAEG 17,9

CREDIFAST ANÁLISES GRÁTIS

www.credifast.webs.com

• Crédito Pessoal • Crédito Consolidado • Crédito Habitação • Crédito Automóvel • Crédito Empresarial EMPRESA REGISTADA PARA O DEVIDO EFEITO

Com problemas bancários, dizemos que sim!

EX: 5.000€ - 100,47 em 60M total 6,628€ / Taxa de Juro 11,25 TAEG 17,9

LIGUE JÁ!

218 481 496

911 540 899 • 961 552 743

Med. Indep. Cred. Concedido p/entidades autoriz.

CREDITOK

Licenciado pela CASA DA MOEDA | Avaliador Oficial

LIGUE JÁ! - 924 347 215

MASSAGISTA UMA PROFISSÃO COM FUTURO. Curso de

MASSAGEM de RECUPERAÇÃO (10 meses + estágio curricular garantido) Formação organizada em parceria com CFP-COL

Sindicato Nacional de Massagistas de Recuperação e Cinesioterapeutas Lisboa 213 649 439 | Porto 222 087 453 Coimbra 239 722 764 | www.simac.com.pt

Acreditação DGERT na área da Saúde 40% de desconto na inscrição contra apresentação do jornal !! desconto válido até 31 de Maio!!


3

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

14

SPORT

Theo Walcott: vida difícil... a de golfista Depois de ver o seu Arsenal garantir o acesso ao playoff da Champions League, através de um quarto lugar na Premier League, um relaxado Theo Walcott trocou as chuteiras por um taco de golfe e estreou-se num torneio realizado no clube de Wentworth, em Surrey, Inglaterra. Extremo de raiz, o internacional inglês de 24 anos teve a dada altura uma pancada menos feliz e viu-se forçado a realizar a seguinte no meio de arbustos – e os fotógrafos não perdoaram. O torneio precede o BMW PGA Championship, que hoje arranca em Wentworth. GETTY IMAGES

Não se brinca com “galinha frita” Golfe. Acabou mal uma brincadeira de Sergio García dirigida a Tiger Woods, com acusações de racismo por parte do golfista norte-americano e um pedido de desculpa do espanhol.

Jurgen Klopp

“Cristiano Ronaldo é tão rápido, tão forte, tão incrível, mas tem um problema… Messi” Opinião do treinador dos alemães do Borussia Dortmund, clube que este sábado disputa a final da Liga dos Campeões, em Londres, no estádio de Wembley, contra os também germânicos do Bayern de Munique. GETTY IMAGES

Tudo aconteceu na cerimónia de entrega dos prémios do European Tour, terça-feira, em Inglaterra. Questionado por um jornalista se convidaria Woods para jantar durante o próximo US Open (13 a 16 de junho), García, rodeado dos colegas europeus da Ryder Cup, respondeu: “Sim, todas as noites. Vamos servir galinha frita.” Se a escolha de palavras parece inocente, não é. Na verdade, galinha frita era a comida que os escravos afro-americanos habitualmente consumiam, pelo que figura como um estereótipo racista nos Estados Unidos da América, sobretudo a sul. Claro que Tiger Woods não deixou passar a piada em claro e, ontem de manhã, recorreu à rede social Twitter para a classificar de “errada, danosa e claramente inadequada”.

Surpreendido com a repercussão negativa das suas palavras, Sergio García prontificou-se a corrigi-las: “Peço desculpa por qualquer ofensa que o meu comentário possa ter causado. Respondi a uma pergunta que foi feita em jeito de brincadeira, mas de forma alguma foi um comentário com um tom racista”, declarou o golfista de 33 anos. Ontem, em conferência de imprensa, o espanhol reforçou a ideia de que a sua resposta fora “totalmente estúpida e fora de contexto”. “Sinto-me mal com isto”, partilhou. Tiger Woods, por seu lado, aceitou: “Confio que haja arrependimento sincero pelo comentário.” O fogo cruzado entre os golfistas não é de agora. Já este mês, no The Players Championship, Woods achou por bem trocar de taco en-

Piada com rasto Os comentários do espanhol trazem à memória os do golfista norte-americano Fuzzy Zoeller, em 1997. À data, depois da vitória de

1Woods no Masters de Augusta (EUA), Zoeller disse: “A coisa a fazer é dar-lhe uma palmada nas costas, felicitá-lo e pedir-lhe que não sirva galinha frita no ano que vem, ou repolho ou que diabo comem eles.” Apesar de ter pedido desculpa

2pelo comentário sobre Woods, a quem caberia escolher o menu do jantar de campeões do ano seguinte enquanto vencedor daquela edição, Zoeller perdeu patrocinadores.

quanto García preparava uma pancada. O espanhol não gostou da atitude – que viola um código de ética que o circuito preserva –, considerando-a uma falta de respeito. R.A.C.


15

NBA

Spurs voltam a vencer Os San Antonio Spurs voltaram a tirar o melhor proveito do fator casa (neste caso pavilhão) e venceram de novo os Memphis Grizzlies na final da Conferência Oeste da NBA, agora por 93-89 e após prolongamento. O base dos Spurs Tony Parker, de 31 anos, teve uma partida mais tarde recordar: acumulou 18 assistências, um novo máximo de carreira em jogos de playoff na NBA.

Ténis

Gastão e Michelle falham Roland Garros Gastão Elias perdeu na 2.ª ronda do “qualifying” de Roland Garros, diante do croata Antonio Veic, por 6-4 e 6-3, e ficou à porta do quadro principal do Grand Slam. Idêntica sorte teve Michelle Brito – perdeu na 1.ª ronda de qualificação com a ucraniana Maryna Zanevska (6-4 e 6-2). Por sua vez, João Sousa e Maria João Koehler têm entrada direta.

Benfica vira-se para a Sérvia Futebol. O avançado Lazar Markovic é o mais recente de vários sérvios que o Benfica já terá contratado para 2013/2014. Segundo a RTP, o atleta de 19 anos do Partizan assinou há um mês com as águias a troco de €10 milhões. A confirmar-se a transferência, o idioma sérvio ganha força num balneário em que já seria uma certeza. Garantidos, para já, estão os médios ofensivos Djuricic (ex-Heerenveen; custou 6 M€) e Sulejmani (ex-Ajax; sem custos) e o central Mitrovic (ex-Kortrijk; custou 1,1 M€). À Luz, a custo zero, chegará igualmente o médio Uros Matic (ex-Kosice), irmão de Nemanja Matic. Ainda sobre o mercado, James e Moutinho estiveram ontem no Mónaco, junto do agente Jorge Mendes, para acertarem a saída do FC Porto R.A.C. para o clube do principado.

Futebol. Juve de Paulo Sousa sob acusações de doping Dois cientistas italianos dizem ter provas de que a equipa da Juventus de 1996 que venceu a final da Liga dos Campeões contra o Ajax, e que incluía o médio português Paulo Sousa, estava dopada. Giuseppe d’Onofrio e Alessandro Donati tiveram acesso às análises ao sangue dos futebolistas da Juve, realizadas antes do jogo, e revelaram que estes continham “claros indícios da presença da substância ilegal EPO”. A televisão NOS mostra a investigação completa no domingo.

Final

1 Internacional de 24 anos, o esquerdino Miralem Sulejmani será um dos representantes do clã sérvio na Luz. GETTY IMAGES

golo para cada lado foi o resultado da final entre Juventus (Ravanelli, 12m) e Ajax (Litmanen, 40m) ao fim de 120 minutos, no Olímpico de Roma. Na decisão através das grandes penalidades, a sorte sorriu à formação italiana por 4-2. PUB


www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 23 DE MAIO DE 2013

Amnistia Internacional critica polícia Relatório. O “uso excessivo da força” por parte da polícia contra manifestantes e ciganos em Portugal é assinalado pela Amnistia Internacional (AI). O relatório da organização de defesa dos direitos humanos, com dados de 2012 e citado pela agência Lusa, enumera casos como a manifestação em Lisboa a 22 de março, dia de greve geral. A polícia terá usado “força excessiva contra manifestantes pacíficos”, refere a AI, adiantando que “dois jornalistas receberam tratamento médico depois de alegadamente espancados pela polícia”. A AI assinala também uma carga policial sobre manifestantes a 14 de novembro, junto ao Parlamento. O terceiro caso ocorreu em setembro em Vila Verde, numa busca para deter

Pelo mundo

7 milhões de sírios foram deslocados do seu país desde o conflito iniciado em 2011. O relatório da AI fala ainda em 200 mil novos refugiados do Mali e 140 mil de Myanmar.

16 Mundo

Decapitado em Londres

www.latimes.com/entertainment/

Um soldado inglês foi ontem decapitado, em Londres, por dois homens armados com machetes, facas e pistolas. Os homens, que arrastaram o cadáver pelas ruas e pediram para tirar fotografias, foram detidos.

“Sem surpresa, o novo vídeo musical de Ai Weiwei apresenta sacrilégio e uma raiva agressiva para com o partido comunista que governa a China em todos os sentidos.”

Mundo

Interrogatório mortal Ibragim Todashev, amigo de Tamerlan Tsarnaev, o responsável pelo atentado em Boston em abril, foi ontem morto a tiro pelo FBI durante uma entrevista. O FBI afirma que matou em “legítima defesa”.

Sport um homem num acampamento cigano. “Pelo menos nove ciganos, incluindo crianças, foram alegadamente espancados e abusados física e verbalmente por 30 polícias”, diz a AI, segundo a qual a violência doméstica continua a constituir uma “preocupação séria”.

blog do fecho

Bolsa

O dia a dia dos mercados Petróleo

Euribor 6m Psi-20

$102,33 (-1,52%)

0,293 (0,00%)

Partizan hexacampeão O Partizan Belgrado conquistou ontem o sexto campeonato sérvio de futebol consecutivo, após vencer no terreno do Smederevo, por 2-0. O Estrela Vermelha, do técnico Ricardo Sá Pinto, garantiu o segundo lugar.

6.041,82 (-1,81%)

Euro para: Dólar 1,284; Libra 0,853; Real 2,627

Celebrar uma das bodas dos últimos tempos sem perder nada Dezenas de milhares de judeus ultra-ortodoxos da dinastia hassídica de Belz – cidade ucraniana perto da fronteira com a Polónia – participaram ontem na cerimónia de casamento do Rabi Shalom Rokach (18 anos) em Jerusálem, Israel. O noivo, neto do principal Rabi de Belz, casou com Hana Batya Pener (19 anos) naquele que foi um dos maiores casamentos da comunidade ultra-ortodoxa judaica nos últimos anos. Foram mais de 25.000 os convidados. GETTY IMAGES

Metro Portugal Arruamento D à Rua José Maria Nicolau, nº3 1549-023 LISBOA - PORTUGAL METRO PORTUGAL Título licenciado a Transjornal – Edição de Publicações, SA pertencente à PROPRIEDADE Metro International, SA, EDITORA Transjornal – Edição de Publicações, SA., Capital Social €4.048.845,00, Contribuinte 505338602, registada na C.R.C de Cascais nº 505338602, Principal acionista Metro News – Publicações, S.A (100%) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Francisco Pinto Barbosa, Luís Santana, Pedro Araújo e Sá, Gonçalo Sousa Uva e António Zilhão. Depósito Legal: 220825/04, ERC nº 124635, Periodicidade Diária Distribuição Gratuita Impressão Sogapal – Sociedade Gráfica de Paiã, Lda., Av. dos Cavaleiros, 35-35ª, Portela da Ajuda, 2795-625 Carnaxide DEPARTAMENTO COMERCIAL DIRETOR COMERCIAL Ricardo Branco Diretora Adjunta Ana Silveira Agências Adriana Macedo, Margarida Rego, Paula Tavares, Raquel Pinto, Daniel Barata; Diretos Eva Oliveira, Filomena Mestre, João Rodrigues, Luís Farinha, Ricardo Afonso Planeamento Maria da Luz Veiga Tel. 210494204/210494815; Fax 21 049 31 34 PORTO Tiago Medeiros, Gabriela Raposo Tel. 22 532 23 00 Fax 22 532 23 99 E-mail publicidade@metroportugal.com DESIGN GRÁFICO Rui Gonçalves, António Garcia MARKETING João Aleixo, Rita Costa Passatempos Marta Tavares (passatempos@metroportugal.com) Ativações e Eventos João Aleixo (coordenador) Joana Gil, Marta Brigham CHEFE DE DISTRIBUIÇÃO José Magalhães Distribuição António Caldeira, Orlando Lopes (Porto) DIRETOR Diogo Torgal Ferreira Editor Executivo Magalhães Afonso Coordenador Bruno Martins Redação Luís Carmo, Patrícia Tadeia, Rui Alexandre Coelho, Raquel Madureira (Porto) Editora gráfica Sónia Santos Grafismo Filipa Rosa, Rita Alves Fotografia Laura Haanpää Assistente Ana Rodrigues Revisão Catarina Poderoso.

20130523_pt_lisbon