Page 1

EDIÇÃO GLOBAL ESPECIAL DIRETOR KARL LAGERFELD terça-feira, 7 Fevereiro 2012 ano 6, nº 1596 www.readmetro.com Diretor: Diogo Torgal Ferreira


02

o mundo segundo karl

KARL LAGERFE

O último grande “couturier” vivo (e que também filmou um anúncio para os gelados Magnum) recusa ser definido Agora, com 7 bebe Coca-Cola diet, cita Percy Bysshe Shelley e continua a deixar as mulheres loucas com as suas roupas Senhoras e senhores,

O NOSSO DIRETOR GLOBAL KARL LAGERFELD

Kenya Hunt Metro World News São 17h00 e Karl Lagerfeld era esperado às 15h30. Assim, a sua equipa de imprensa e eu, sentados no seu escritório privado na margem esquerda de Paris, degustamos barras de gelado Magnum, uma marca para a qual realizou alguns anúncios. Consulto cuidadosamente biografias de Chagall, Duchamp e Dalí, alguns dos títulos que preenchem as quatro paredes brancas cheias de livros incrivelmente organizados. Um empregado oferece-me uma garrafa cor-de-rosa de Coca-Cola diet na qual está presente a imagem em miniatura de um Lagerfeld de rabo de cavalo, desenhada pelo próprio. Verto o refrigerante para dentro de um elegante e quadrado copo Orrefors criado pelo artista em questão e sorvo-o sob um candeeiro em cristal gigantesco e antigo. Por fim, Lagerfeld chega com o seu aspecto impenetrável, de óculos escuros e cabedal, mas com o nariz algo entupido. Sejam bem-vindos ao mundo de Karl, uma mistura contraditória do antiquado com o absolutamente moderno, o rarefeito e o mercado de massas, intocável e o surpreendentemente vulnerável.

É bom vê-lo novamente. Leu todos estes livros?

Sim, mas a maioria são só fogo de vista. Esta não é uma biblioteca com livros de leitura. Os meus livros de leitura estão noutro local. Não olhei para cada um dos livros. Não os compro ao metro para criar um

a reuniões, aborrecem-me até à morte. Nunca compareço. Sabe o que chamo às reuniões?

papel de parede, não é? Mas pode-se passar horas a olhar para estes. Assim, quando estou atrasado, penso que as pessoas têm tanto para admirar, para aprender, que deixo de me sentir tão culpado. Mas sabe, a culpa não é minha pois, quando a primeira marcação do dia se atrasa, o resto do planeamento sofre com isso. Tinha uma marcação às 11h e chegaram às 12h30. O que se pode fazer?

O quê?

Justificação de ordenados. É por isso que as pessoas se reúnem durante horas. Sempre que querem falar comigo, reúnem-se... Como responde a pessoas que dizem que realiza demasiadas colaborações?

Nem lhes dou importância. Depende se conheço ou não as pessoas. Se forem desconhecidos a dizê-lo, deveriam enviar-me uma nota a explicar o porquê. Eu é que decido qual o limite.

É bom saber que é humano.

Assim o pareço. Mas não sou assim tão humano, não é? Mas nunca vão encontrar alguém mais terra-a-terra que eu. É impossível.

É famoso por estar sempre a evoluir e a capturar o momento atual, mas existem alguns momentos do passado que lhe sejam queridos?

Está prestes a relançar a sua marca Karl Lagerfeld em duas coleções, ambas a serem vendidas online e uma das quais a preços muito acessíveis. Porquê agora?

Hoje em dia, é mais fácil utilizar tecidos decentes por menos dinheiro. É muito bom. Quando trabalhei para a H&M, há sete anos – mal acredito – tinha uma espécie de apelo para as pessoas que compram a preços acessíveis. Não digo “barato”, porque as pessoas são baratas, mas as roupas não o devem ser – devem ser bem desenhadas e não caras. É uma grande diferença, não é? Assim, [o lançamento Karl Lagerfeld] tem artigos de topo e estão no topo do acessível. Não digo que estão a preços baixos, porque nada é baixo. Quando trabalhei com a H&M todos me disseram para não o fazer. E funcionou. Quando tomei conta da Chanel, to-

Não sou um especialista em vintage. Em nada. Seja na minha vida, no meu trabalho, em nada. Não guardo arquivos. Talvez as casas o façam. Não tenho interesse no que fiz. Apenas me interessa o que estou a fazer, o que pode ser inspirado.

“Não quero ser da geração dos pais ou avós de ninguém. Não sou de qualquer geração e sou de todas as gerações”

dos me disseram para não o fazer, que a marca estava morta, que não funcionava. Os resultados foram surpreendentes. É melhor não dar ouvidos às pessoas e seguir os meus instintos. Passa muito tempo na Internet?

Sim. Passo muito tempo – não, o tempo passa tão depressa que nem se sente.

Faz compras online?

Não pessoalmente, sabe? Não a utilizo pessoalmente com esse fim, mas todos à minha volta o fazem por mim. Se quiser comprar, compro coisas na Internet, mas não para mim. Não dou o número do meu cartão de crédito nem nada do género.... peço desculpa.

Influenciou muitas pessoas. O que o influenciou a si?

Porque temos um visitante? Não sabia que íamos ter visitas. [Fala em Francês]... é por isto que me atraso, está a ver? Há pessoas que aparecem e dizem que tinham uma marcação, quando não a têm. É a vida com Karl Lagerfeld.

Sim, mas não devia ser, percebe? [Risos] Não vou

Influência não é algo que se meça em palavras. Tem outro nome, cópia. Está a ver? Está no ar, não sei. Sou como uma antena de televisão. Costuma ver muita TV?

Gosto de lá aparecer, mas não vejo muita. Não tenho tempo. Essa é outra das coisas, sabe? Quando estou sozinho em casa, detesto ouvir vozes. Gosto


03

www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

LD

73 anos de idade, apresentamos...

L de música ou de canto, mas detesto vozes e histórias. Parece que entram na minha vida. Adoro estar sozinho para ler e desenhar com música, mas não gosto de imagens prontas. Prefiro viver na minha imaginação.

Não sei. Gosto da liberdade.

Vive em seis locais diferentes – quais são?

Se tivesse um filho, ou alguém a quem tivesse de transmitir valores pelos quais viver, o que lhe transmitiria?

Tenho um onde vivo e desenho, é o meu escritório privado, depois tenho uma casa na cidade para entretenimento, o meu estúdio fotográfico, tenho tudo isto aqui no canto e dois apartamentos que são casas de hóspedes, porque não quero pessoas na minha casa. Não me importo muito, mas eles têm de ir para outra casa. Não quero promiscuidade. Não me agrada. Por falar em promiscuidade, tem um grande apetite sexual?

Como? Tem um grande apetite sexual?

Não, isso não me interessa muito. Mas não é uma questão de tempo, as pessoas podem dar uma rapidinha. [Risos] É a resposta que se dá a uma pergunta deste género [Risos.] As rapidinhas podem ser divertidas.

Boa, boa, boa! Vejo que fala como um europeu [Risos.] Penso que o sexo é algo sobrevalorizado. Mas à maneira francesa...

Mas sabe, eu não sou francês. Sou alemão. Quando foi a última vez que esteve apaixonado?

Considera as relações demasiado limitativas?

As relações acontecem entre todos, nunca podem ser um problema. Mas não é o que mais me importa.

É por isso que não tenho filhos, não é? Não há nada a transmitir, porque todos têm de inventar algo próprio. Não acredito muito nisto, pois o que aprendi vi, e tudo o que aconteceu noutros períodos, e o próprio mundo, é diferente hoje. Tenho um afilhado pequeno, de três anos e meio, um génio. Tem uma grande personalidade e os seus pais não têm qualquer autoridade. Adora roupas. Quer tudo como eu. Dorme de luvas postas e vai para a escola de óculos escuros. É tão

engraçado. Mas acredito que é preciso encontrar um caminho próprio. Não quero ser da geração dos pais ou avós de ninguém. Não sou de qualquer geração e sou de todas. Alguma vez teve um animal de estimação?

Sim, mas morrem, por isso não gosto deles. O drama é que tive dois dos quais gostei muito e, depois de morrerem, não quis ter outros. É demasiado deprimente. Tem medo da morte?

Pouco me importa. [Percy Bysshe] Shelley disse que morrer pode ser como acordar do sonho que é a vida. Mas, na minha opinião, penso que é como um sono do qual não se acorda. Não nos lembramos do antes nem do depois. A única coisa que quero é não ser visto morto, percebe? Do género, acabou o espetáculo. A bateria esgotou-se, acabou.


04

o mundo segundo karl


05

www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

Onde toda a

magia acontece Quando não está no atelier a trabalhar com a sua legião de assistentes, ou num estúdio a tirar fotografias, podemos encontrar o Karl no seu escritório a desenhar Tivemos direito a uma visita privada ao seu espaço criativo Tina Chadha metro world news

Ferramentas Karl é um autoproclamado campeão de desenho no iPad. “Não é fácil para quem não souber fazer esboços. É preciso descobrir a técnica… É um pouco como talhar algo”, disse. Mas continua a ser leal ao papel. Raramente lhe falta um conjunto de lápis de cor.

Sonhar com dias longos Sem ser a moda e a fotografia, Karl adora mobília, que coleciona há décadas. No seu escritório em Paris mistura artigos do início e metade do século com peças modernas, como a secretária em cima, que pertenceu ao famoso arquiteto francês Michel Roux-Spitz, que fez carreira nos anos 20. “O edifício é de 1853/1860, mas os painéis no meu escritório foram feitos na década de 20, o que me fez pensar que a secretária de Roux Spitz encaixava perfeitamente”, explica. Não que sinta que alguma vez tem tempo para lá passar. “Com cada livro que se compra, devia-se comprar juntamente o tempo para o ler. O problema é que o tempo não está à venda.” “Quero simplesmente trabalhar em condições perfeitas, viver da forma que vivo e olhar muito pouco para o relógio”, acrescentou.

Regresso ao passado “As cadeiras são de José Emilio Terry, dos finais dos anos 30”, diz. “E o resto da mobília é americana, das décadas de 30 e 40. A montagem com as borboletas [por trás da secretária] foi feita pelo conde Étienne de Beaumont na década de 20.”

Artigos de Karl O escritório de Karl está repleto de miniaturas à sua imagem em todas as formas, incluindo um globo de neve de edição limitada que criou em parceria com a Sephora.


06

o mundo segundo karl

9 mulheres, 9 cid PHIL OH

KARL SOBRE

TINKO CZETWERTYNSKI

Tina Chadha, Editora Metro, Nova Iorque

Escolhemos nove mulheres “fas uma peça da nova co

Vanessa Thuault-Balboni, “girl about town”, Paris

...

Moda rápida “Hoje em dia, uma pessoa pode-se vestir muito bem a preços baixos. T-shirts, calças de ganga não são muito caras e podem ter qualidade. O que é horrível é roupa elegante que não é cara, mas mal fabricada.”

As modas de outras décadas “Não tenho etiquetas de ideias. Do género, hoje isso é mau. Agora há a década de 70, 80 e 90 e depois voltamos aos anos 20. Isso acontece porque alguns editores não são lá grande coisa e precisam de etiquetar as coisas. Não sabem o que fazer. Porque nos anos 60 e 70 – lembro-me porque já andava por aí – ninguém falava do que se tinha passado nos anos 50 porque era diferentes. Agora têm cem anos de décadas a que voltar e que voltam mesmo a toda a hora. De certa maneira é triste. Estão perdidos.”

O seu roupeiro “O meu roupeiro é uma vergonha. Sou uma pessoa muito desorganizada com roupa e livros. [Onde eu moro] é uma casa grande, maior que esta, e mal podemos andar, pois está cheia de pilhas de livros, e nos quartos de vestir há só o espaço suficiente para lá chegar pois está tudo pendurado em cabides e coisas assim. Mas adoro. Não há cozinha, apenas um sítio para aquecer coisas. Se quiser comer, tem que trazer a comida. Não quero cheiros de cozinha pela casa. Não, não, não, não, não.”

Natalia Bogomolova, contabilista, Moscovo

Eleonora, Milão AND REY SVI TAY LO

Vanessa, Paris

GIIA , TON ICS

Linn, Estocolmo ERT YNS TIN KO CZE TW

KI

JOHANNES HELJE

Marian Ki blogger, Lo


www.readmetro.com

07

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

dades – a usar KARL JOHANNES HELJE

GIIA, TONICS

hionistas” por todo mundo e pedimos-lhes que usassem oleção KARL de uma forma única e pessoal

Eleonora Carisi, dona de loja, Milão

Kenya Hunt metro world news TINKO CZETWERTYNSKI

Linn Asplund, blogger, Estocolmo

Marie Tromborg Petterson, jornalista, Copenhaga

Tina, Nova Iorque Bianca Brasser, escritora, Amsterdão

Natalia, Moscovo

Fatima Lara, Cidade do Méxiico

PHIL OH

O VISUAL

DER KLA AUW RIC HAR D VAN

A coleção KARL é um pouco “à rocker”, um pouco chique parisiense e “trés, trés” boa onda. Mais ou menos como o próprio criador. Visite o site netaporter.com e esteja atento às novidades nos próximos meses em karl.com.

hogo, ondres

PATRICK MARKS

CAM ILL A STE PHA N

ANDREY SVITAYLO

NIC OLA S COR TE


08

o mundo segundo karl STEPHANE FEUGERE

CATWALKING

Kenya Hunt Metro World News

“Não sei qual era a sua intenção, mas creio que era dizer: ‘Pessoal, talvez devessem dar uma olhadela para este gajo’”, diz Haider Ackermann. “Foi uma forma de me atirar aos lobos. Pelo menos é como eu gosto de ver as coisas.” O estilista fala do momento em que passou de ser o criador de eleição de Tilda Swinton e de um grupo de “insiders” do mundo da moda para passar a ser a sensação dos media da especialidade. Estávamos no outono de 2010 e houve um conjunto de acontecimentos que conduziram a esta situação. Nomeadamente, uma entrevista de Karl Lagerfeld à revista Numéro

forte linguagem poética. Chamaram-lhe “O Novo Romântico”. O seu papel como o novo príncipe do mundo da moda estava garantido. Ackermann está nas nuvens. “Quando acontecem algumas coisas é que nós percebemos o poder que certas pessoas têm. É difícil termos pessoas que admirámos a nossa vida toda a reparar em nós...”, diz. Durante a conversa ao telefone com o metro consegue ouvir-se, claramente, o sorriso na sua voz, porque, à primeira impressão, Ackermann parece ser um homem muito sério, fechado e enigmático. As suas roupas revelam mistério e inteligência semelhantes. Não são roupas para as Kardashians desta vida. Ele é mais adorado

de novo), o uso de jóias, tons ricos que evocam o deserto e viagens a lugares como Marrocos, Etiópia ou Índia. Ackermann chama assim, até si, a “criação do mapa do seu passado”. Nascido na Colômbia, é filho de pais franceses e cresceu em vários pontos de África e Europa. “A primeira coisa que me seduziu em miúdo, ainda em África, foi a ideia de uma única peça de vestuário que as mulheres pudessem usar enrolada à sua volta. O tecido estava sempre ao sabor do vento e via essas mulheres a correrem pelas medinas como se fossem fantasmas. E isso emocionou-me. E desde sempre, o vestuário só me interessa se tiver movimento”, explica. Ainda assim, ultimamente, o estilista olha me-

Primavera-Verão’11

HAIDER ACKERMANN Lagerfeld diz que é “ótimo”, Tilda Swinton usa as suas roupas e este homem faz os editores de revistas chorar! Conheça Haider Ackermann, a nova estrela da moda!

O NOVO KARL? que elegeu Haider Ackermann como o estilista que gostaria de o ver suceder na Chanel. Muitos dias de re-Tweets e meses de “Quem é Haider Ackermann?” na blogosfera que levaram muitos editores quase às lágrimas. Depois veio a capa da revista americana Vogue, uma grande reportagem na Newsweek e uma resma de artigos em várias outras revistas a esmiuçar a vida de Haider em que os jornalistas começaram a escrever sobre Ackermann com uma

pelos amantes de moda mais ardentes, estilo mais duro, mais hardcore. “Não me sinto muito atraído pelas mulheres que querem ser o centro das atenções. Não é o meu tipo de pessoa. É violento como as pessoas se põem lá fora, nos reality shows, não deixando nada para as zonas da imaginação ou das dúvidas”, diz. Saias de seda, vestidos e casacos que envolvem o corpo como sinais de fumo (cá está a linguagem poética

A sua história A história: Depois de se licenciar na Holanda, Ackermann estudo na prestigiada Academy of Fine Arts, de Antuérpia. A linha: Ackermann estreou-se depois de sair da escola e completar o estágio com John Galliano.

A imagem: Corte masculino “meets” silhuetas coladas ao corpo. As mulheres: Tilda Swinton é a sua fã mais leal. Mas dos seus seguidores fazem também parte Penélope Cruz e Janet Jackson.

nos para o passado. “Só podemos desenhar aquilo de que somos feitos. Mas agora há muitas coisas a acontecer. Olho muito mais para o futuro do meu trabalho”, admite, numa alusão à constante excitação à volta do seu trabalho. Ackermann fica particularmente entusiasmado quando recorda o encontro com o seu herói, Martin Margiela, um dos ícones da moda mais escondidos, mas também mais elogiados. “Ele quis conhecer-me”, conta, incrédulo, Ackermann. “Eu costumava ter todo o tipo de inseguranças na minha cabeça. Mas este homem levou-me muito a sério. Tive de o encarar e também me levar a sério.” Ackermann tem a noção que pode ser sol de pouca dura. “A ideia de ser apenas um momento sempre me assustou. Apresentei a minha primeira coleção em 2003 e não poderia ter chegado aqui se não fosse tudo o que construí até hoje.”

Outono-Inverno’11

Primavera-Verão’12


www.readmetro.com

09

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

CARINE ROITFELD A antiga editora-chefe da edição de Paris renunciou há um ano, e agora tem um livro com Lagerfeld, entre outros projetos. “Não tenho saudades”, diz

LIVRE DEPOIS DA “VOGUE” Kenya Hunt Metro World News Carine Roitfeld, a antiga editora-chefe da Vogue Paris, pediu a demissão há um ano. Depois de uma década, a revista tornara-se sinónimo de uma mulher com uma imagem ao melhor estilo ousado parisiense. Mas a sua estrela ainda brilha. Agente livre, Roitfeld, 57 anos, escreve livros e colabora em campanhas de casas de moda e empórios – surreal numa indústria onde as pessoas se definem pela marca luxuosa ou título para o qual trabalham. “Sou livre”, diz. Conversámos sobre o que tem feito, incluindo um livro com o amigo Karl Lagerfeld e a sua própria revista. Lembra-se da primeira vez que conheceu Karl? Claro,

não é possível esquecer. Ele convidou-me para almoçar e pensei, “Oh la la! Que poderei dizer-lhe?” É tão incrível e sabe tantas línguas. Estava insegura, mas foi divertido e fácil. O meu pai cresceu na Alemanha. Karl estava entusiasmado por falar de um cantor alemão que o meu pai gostava. Sabe tudo. No dia seguinte enviou-me discos desse cantor. O Karl é assim – se me encontrar numa festa envia-me um desenho no dia seguinte. Têm trabalhado muito em conjunto ultimamente. Vol-

tei a trabalhar com ele co-

mo editora. Acabámos recentemente um livro sobre o pequeno casaco preto da Chanel. Vesti muitas pessoas com o casaco – por vezes fica grande, outras pequeno. Anna Wintour, Sarah Jessica Parker e outras pessoas, até uma menina de três anos. Será lançado em março. Recentemente fez editar um livro, “Irreverent”, que cruza três décadas da sua carreira. Que sensações tem ao olhar para trás nesta fase da vida?

É estranho porque era suposto que o livro saísse um ano antes. Mas o momento preciso, que foi após eu deixar a Vogue, não podia ter sido melhor. Escrever um livro é como ir ao psicólogo. Descobres muito sobre ti próprio e não queres repetir o que fizeste durante 30 anos. Dizem que sou a rainha do ‘porno chique’. Quero ser chique, irreverente e especial, mas porno já não. Foi difícil regredir no tempo. É muito emocional? Quando chorou pela última vez? An-

do a chorar muito. Acho que é do meu sangue russo. Se for ver o “Bambi”, choro. E acabei de receber más notícias. Morreu uma editora da Elle francesa de quem gostava muito. Fiquei arrasada. A vida esvai-se rapidamente. Costuma lamentar a sua passagem pela Vogue Paris? Não

sinto falta. Estive lá dez anos e foi ótimo. Deixei a Vogue francesa a 31 de janeiro de 2011 e não tive saudades – saltei logo para um novo projeto. Não tive tempo para ficar triste. Descobri e aprendi lá muito, mas agora é tempo de fazer algo diferente. Ainda lê a Vogue? Qual a sua opinião sobre a atual?

Honestamente não a leio. É como um divórcio – não olhas para trás. E não temos filhos em comum. Sem ressentimentos?

Lamento não ajudar mais os jovens designers. Podemos mudar destinos. Adorava criar um lugar para jovens designers em Paris. Lembro-me de conhecer Riccardo Tisci, que está na Givenchy. Foi em Milão, depois de um evento da Gucci. Depois do evento fui ao backstage e ele quase chorou. A Givenchy procurava jovens designers e disse-lhes para ficarem atentos a ele. Fui a ligação. Está a trabalhar no seu próprio título. Vai competir com a Vogue? Vou começar

por fazer dois por ano, a começar em Setembro. Venho da Vogue e por isso é difícil fazer outra revista depois da Vogue com menos dinheiro. Quero fazer algo diferente. Quero ser a Joana d’Arc da moda. Quero ligar a passerelle às mulheres reais.

KARL SOBRE... Moda e auto-estima

Vestir

“A moda é uma expressão do seu tempo. Ninguém foi morto pela moda, mesmo que sejam vítimas dela. É ridículo [quando as pessoas dizem que a moda promove imagens pouco saudáveis da mulher]. Não podes desistir e a roupa é uma terapia saudável. Tenho uma perceção das coisas muito terra-a-terra.”

“Normalmente é na noite anterior que penso no visual que pretendo ter. Tenho um fraco por roupas novas. Compro muita roupa nova. Afinal de contas, faço dinheiro com isso. É normal que compre muita roupa nova para que outros também se possam sustentar.”


10

o mundo segundo karl

GALERIAS

COMPRAS

A Paris de Karl

La Galerie Kreo 31 rue Dauphine, 75006 galeriekreo.fr “É a melhor galeria do mundo de mobiliário moderno”, diz. “A margem esquerda é uma coisa que, para mim, as outras zonas de Paris não têm. Vivi toda a minha vida aqui. Não conseguiria viver noutro lado – morrer talvez, viver não.” É a escolha indicada para um designer, ver como era antes considerado o “porto” boémio dos artistas e escritores como Pablo Picasso, Henri Matisse e Ernest Hemingway.

Comece na rua de Saint-Honoré, depois atravesse a cidade até Saint-Germain, parando em todas as lojas , galerias e cafés favoritos pelo caminho Richard Peckett metro world news

Colette 213 rue Saint-Honoré colette.fr “Vou às livrarias e lojas de joalharia antigas”, diz o auto-assumido viciado em compras. “E adoro a Colette. Faz um embrulho excelente para um presente, mesmo que este seja de apenas €20 – e acho que é genial.” Lagerfeld mudou-se para Paris nos anos 50 para estudar e desde então que tem uma casa na cidade. “Mas já não vou muito à rua por causa dos telemóveis. Não se pode fazer nada. Não se pode olhar para as montras porque há sempre pessoas a querer tirar uma foto”, acrescenta.

A Galeria Kreo A GALERIA KREO JARDIIM DO LUXEMBURGO CAFÉ DE FLORE

Colette

RUA SAINT-HONORÉ

SAIR PARA COMER Café de Flore 172 Boulevard Saint-Germain cafedeflore.fr “Tenho vindo aqui toda a minha vida – nunca mudou nada e é perfeito tal como é”, diz. Lagerfeld recomenda o salmão nórdico, o prato com três corações de salmão. “Poderia viver de salmão fumado. Parece que é muito bom para a pele, mas também gosto do sabor”, acrescenta.

Jardim do Luxemburgo

PARQUES Jardim do Luxemburgo 75006 gardenvisit.com Lagerfed diz que o segundo maior parque de Paris “é lindíssimo”. Estende-se por mais de 22 hectares e tem a famosa Fonte dos Medici. Quer dizer que há muito espaço para tirar as fotografias de recordação.

Café de Flore

KARL SOBRE... Anonimato

Autobiografias

“As pessoas que dizem querer ser anónimas são mentirosas. Trabalham demasiado para serem famosos para quererem o oposto. A vida é mais fácil se formos famosos e se as pessoas nos conhecerem. Não é preciso um passaporte. Algumas vezes [no aeroporto] nem mo pedem. Veem que sou eu e chega.”

“… De facto, a maior parte das pessoas que conheci quando era jovem tornaram-se famosas... Há pessoas de quem era muito amigo e depois fui menos. Não quero que se escreva um livro sobre mim para que estas pessoas não tenham o prazer de ler um livro em que tenham sido vagamente importantes.”


www.readmetro.com TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

11


12

www.readmetro.com

o mundo segundo karl

MANGO

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

1

óculos de sol olhos de gato €30, mango.com

2

O TOQUE DE LAGERFELD

HENRY HOLLAND para Le Specs solares €94 asos.com

TOPSHOP

3

óculos de sol

Da alta costura a curtas-metragens sobre gelados, olhamos para tudo o que tornou o homem conhecido Coca-Cola Diet O elixir mágico para a vida Karl. Peçam ao seu staff na sede de Paris. Existe à pressão.

€29, topshop.com

Trabalhe as armações Faça como o Karl e veja o mundo através de óculos de cores escuras Richard Peckett metro world news

O fato em tweed Lagerfeld transformou o padrão da Chanel à sua imagem quando tomou conta da casa em 1983. E este tem evoluído desde então.

4

A esconder alguma coisa Karl? Nos anos 80 era raro ver o designer sem uma das suas imagens de marca: o leque oriental.

Supers

óculos de sol armações borboleta €295, net-a-porter.com

Inès de la Fressange, Claudia Schiffer e Freja Beha Erichsen são algumas das modelos que sofreram um “boom” na carreira graças a Karl.

5

CUTLER & GROSS

6

Não os come, mas graças às suas curtas-metragens para os gelados Magnum, tornou-se numa cara familiar do doce favorito de toda a gente.

Leques

PRADA

LINDA FARROW

Gelado

H&M Foi uma das primeiras grandes colaborações high-low da H&M. “Toda a gente me disse para não o fazer” recorda Karl.

armações 1051 Mango

Macy’s

€330, cutlerandgross.com

Lagerfeld foi outra vez para a rua, desta vez para a Macy’s.

Volkswagen Afinal de contas é alemão. Karl foi o realizador de vários filmes publicitários para a marca automóvel.

óculos de sol luxe 38

Pirelli

€520, lindafarrow.co.uk

Lagerfeld fotografou “Mitologia”, o sensual calendário da Pirelli com modelos vestidos em tecidos de estilo grego dourados muito reduzidos.


PUB


PUB


www.readmetro.com

16

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

1 jornal

Não perca hoje!

CONCERTO SEI MIGUEL Teatro Municipal Maria Matos, Lisboa Bilhetes €6-€12, 22h00 O conceituado trompetista, eventualmente a figura mais original e transgressora do jazz “made in Portugal”, apresenta no teatro lisboeta o seu último projeto, “Prelúdio e Cruz de Sala”.

metro online

Veja alguns dos melhores anúncios do concorrido intervalo da Super Bowl deste ano.

Tiro ao alvo

MANUEL FALCÃO WWW.TWITTER.COM/MFALCAO | WWW.FACEBOOK.COM/MFALCAO

CORRIDA AUTÁRQUICA ara o ano as autarquias irão a votos, lá para o fim do ano. Mas mesmo a esta distância é engraçado ver como já existem movimentações diversas. Parte destas movimentações nasce da necessidade de substituir presidentes de Câmara que estão no fim do seu terceiro mandato e outras partem das oposições que querem desafiar nos votos quem detém o poder. No caso dos autarcas que não poderão renovar mandato está a criar-se um curioso fenómeno, de substituições antecipadas, para de certa forma designar o sucessor e permitir que ele tenha um tempo de treino e aquecimento antes das eleições, para que os eleitores já possam conhecer o seu estilo e forma de actuar. Mas noutros casos desenha-se um vazio de poder, com muita gente a assobiar para o lado a pensar que para o fim do ano o atual presidente já não estará lá. É a prática bem portuguesa de não fazer ondas até se perceber de que lado vai soprar o vento. Em termos práticos

P

muitas autarquias vão viver uma situação de semi-paralisia durante meses. Nas principais cidades as disputas eleitorais vão ser duras: Lisboa e Porto vão estar no centro das atenções – mas na realidade mais de metade dos presidentes de câmara (161 dos 308) vai ter que ser substituída por atingirem o número máximo dos mandatos.

www.facebook.com/ gigwise “Paul McCartney falou, recentemente, sobre o tempo que passou com os The Beatles. Em entrevista ao metro de Londres, o músico afirmou: ‘Penso muitas vezes se vivi mesmo aquele período, se estive mesmo na banda. Valha-me Deus!’” www.facebook.com/ hollywoodgossip “A Internet esteve a fervilhar com a notícia de que Eddie Murphy morreu. Mas é mentira. O Twitter não é fonte de notícias! Eddie Murphy está 100% vivo! Foi apenas mais um boato.”

www.facebook.com/ HuffPostCelebrity “Estará Zac Efron a namorar com ex-namorada de Taylor Lautner? De acordo com o site X17online.com Efron, foi visto a passear com a atriz de ‘Mirror, Mirror’, Lily Collins, no sábado à noite.”

Venha escrever connosco, entre em facebook.com/metroportugal

Em termos práticos muitas autarquias vão viver uma situação de semi-paralisia durante meses Numa eleição de proximidade, em que a figura do candidato é muito importante, como acontece nas autarquias, esta situação vai inevitavelmente produzir mudanças no mapa político. Muita gente já não votava num partido, mas numa pessoa. Se a pessoa sai, em que sentido se mantém o voto? – no sucessor designado pelo partido, ou noutro candidato que mereça mais confiança pessoal?

@JessicaSimpson “Fiquei acordada para lá da minha hora. Agora é hora de vestir as minhas cuecas e soutien para meninas grandes!!”

http://artsbeat.blogs. nytimes.com “Abel Ferrara diz que está a trabalhar num filme sobre Dominique Strauss-Kahn.”

Ver para crer

Boa notícia do dia

SPA homenageia Fernando Alvim O músico Fernando Alvim, 76 anos, foi ontem homenageado pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) que lhe entregará a Medalha de Honra da cooperativa. Nota da SPA salienta que esta é uma “forma de reconhecimento pelo trabalho de décadas ao serviço da dignificação da música portuguesa”. Fernando Alvim tem-se destacado no fado, mas o seu percurso evidencia referências do jazz e da bossa-nova. Nos últimos anos tem desenvolvido o proje-

to que há muito acalentava, intitulado “A Guitarra Portuguesa encontra o Jazz”. Na sua autobiografia, o músico natural de Cascais conta o seu encontro com o fado e a guitarra clássica: “O fado entrou na minha vida aos 14 anos quando assisti a um espetáculo de fados ao vivo no Café Luso e ouvi pela primeira vez a Amália Rodrigues a cantar. O fascínio que senti levou-me a aprender a acompanhar fado à viola com um violista de Lisboa.”

GETTY

Militares saúdam a sua rainha Iniciadas que estão as comemorações do Jubileu de Diamante da rainha Isabel II, em Edimburgo, Escócia, membros do 105 Regimento Real de Artilharia dispararam os canhões para celebrar os 60 anos da subida ao trono da monarca inglesa.

Metro Portugal Arruamento D à Rua José Maria Nicolau, nº3 1549-023 LISBOA - PORTUGAL

www.facebook.com/metroportugal

METRO Portugal Título licenciado a Transjornal – Edição de Publicações, SA pertencente à Propriedade Metro International, SA, Editora: Transjornal – Edição de Publicações, SA., Capital Social: €4.048.845,00, Contribuinte: 505338602, registada na C.R.C de Cascais nº 505338602, Principal acionista: Metro News – Publicações, S.A (100%) CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Francisco Pinto Barbosa, Luís Santana, Pedro Araújo e Sá, Gonçalo Sousa Uva e António Zilhão. Depósito Legal: 220825/04, ERC nº 124635, Periodicidade: Diária, Distribuição: Gratuita, Impressão: Sogapal- Sociedade Gráfica de Paiã, Lda., Av. dos Cavaleiros, 35-35ª, Portela da Ajuda, 2795-625 Carnaxide DEPARTAMENTO COMERCIAL DIRETOR COMERCIAL Ricardo Branco Coordenadoras Agências Ana Silveira e Joana Santana Agências Adriana Macedo, Margarida Rego, Paula Tavares, Raquel Pinto, Daniel Barata; Diretos Luís Filipe (coordenador), Eva Oliveira, Filomena Mestre, João Rodrigues, Luís Farinha, Ricardo Afonso, Sónia Andrade; Planeamento Maria da Luz Veiga Tel.: 21 049 40 00 Fax: 21 049 31 34 Porto Coordenador Comercial: Tiago Medeiros; Diretos: Vitor Machado; Agências: Ivone Pinheiro; Tel.: 22 532 23 10 Fax: 22 532 23 99 E-mail: publicidade@metroportugal.com Design gráfico Rui Gonçalves, Joana Túlio Diretor de Marketing Luís Rebola Gestor de Produto João Aleixo Passatempos Ana Barbado, Marta Tavares (passatempos@metroportugal.com) Chefe de Distribuição José Magalhães Distribuição António Caldeira, Hugo Castanheira (assistente), Orlando Lopes (Porto) | DIRETOR Diogo Torgal Ferreira Editor Executivo Magalhães Afonso Coordenador Bruno Martins Redação Luís Carmo, Patrícia Tadeia, Rui Alexandre Coelho, Raquel Madureira (Porto) Editora gráfica Sónia Santos Gráfica Filipa Rosa Fotografia Laura Haanpää Assistente Ana Rodrigues Revisão Catarina Poderoso.


www.readmetro.com

notícias

Ensino na Boa Hora

Grande Lisboa

Escola do primeiro ciclo e jardim infantil em edifício do Tribunal SXC.HU

A Câmara de Lisboa vai transformar numa escola do primeiro ciclo e num jardim de infância o edifício contíguo ao Tribunal da Boa Hora, que será assim separado do imóvel judicial vendido ao Estado. “O Governo comprou o edifício pelo mesmo preço que a câmara o tinha comprado, mas a câmara ficou com o edifício mais pequeno, onde funcionava a antiga sala de imprensa”, revelou a autarquia à agência Lusa. O edifício “vai ser adaptado para uma escola do primeiro ciclo e jardim de infância”, cujas obras estão em fase de projeto.

Local vai mudar e muito

O Executivo vai pagar à cidade 6,15 M€ pelo edifício do Tribunal da Boa Hora e transferir para lá o Centro de Estudos Judiciários. Em cima da mesa está igualmente a intenção de preservar a memória histórica da Justiça, criando na Boa Hora um museu judiciário e, eventualmente, um tribunal superior.

Premiado em Londres HOTEL. O Bairro Alto

Hotel foi premiado nos International Hotel Awards 2011 que decorreu em Londres. O hotel recebeu dois galardões, nas categorias de Best Small Hotel em Portugal e Best Small Hotel na Europa.

Jardim da Luz recuperado CARNIDE. A Câmara de

Lisboa está a requalificar o Jardim Teixeira Rebelo (Jardim da Luz). As obras devem estar concluídas até à próxima edição da Feira da Luz, em setembro.

Massacre de civis em Homs Vários bairros da cidade de Homs foram ontem bombardeados pelo exército sírio, com fontes da oposição a estimar a morte de, pelo menos, 50 civis. O regime de Bashar al-Assad continua a impedir a entrada no país da imprensa estrangeira e, como tal, é impossível confirmar o real número de vítimas de forma independente. As autoridades negam o massacre à própria população e atribuem o banho de sangue de ontem, tal como os dos últimos 11 meses, a “grupos terroristas”.

Gregos não se entendem

LUÍS ANICETO

Nacional

Fim excecional CARNAVAL. O primeiro-

-ministro voltou ontem a justificar a decisão de não dar tolerância de ponto no Carnaval. “Não é um feriado. Criou-se um hábito de o Governo dar essa tolerância de ponto. Mas não estamos num ano qualquer. Estamos numa emergência nacional”, defendeu Pedro Passos Coelho.

Cavaco sugere bolsa única CPLP. O Presidente da Re-

pública sugeriu ontem a criação de “uma bolsa única de recursos humanos e financeiros” na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para apoiar a promoção da língua portuguesa. Na inauguração da nova sede da CPLP, Cavaco Silva reiterou que o português é “um idioma que há muito justifica a elevação a língua oficial” nos organismos internacionais.

17

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

Multas ilegais cobradas Seguranças privados autuam utentes dos transportes públicos A Associação Nacional de Agentes de Segurança Privada (ANASP) denunciou ontem que, nos últimos anos, milhares de utentes dos transportes públicos foram multados ilegalmente por seguranças privados sem habilitação para esta fiscalização. O presidente da ANASP, Ricardo Vieira, disse à agência Lusa que os utentes fo-

ram autuados pelas seguranças privadas por questões relacionadas com o título de transporte, mas esta atividade tem que ser efetuada pelas empresas de transporte público. Ricardo Vieira defendeu uma alteração ao regime jurídico da segurança privada, caso se pretenda que esta função seja desempenhada pelos vigilantes.

Divisões em Atenas adiaram para hoje as negociações sobre a aplicação de um novo plano de rigor tendo em vista o segundo pacote de ajuda à Grécia. Apesar dos vários ultimatos europeus para que o acordo seja alcançado, os líderes dos partidos que formam a coligação governamental não se entendem sobre as medidas impostas pela troika e ministros das Finanças do euro – corte no salário mínimo e funcionários públicos incluído. Líder do Eurogrupo, Jean Claude Juncker prevê que, sem acordo, Grécia entre em incumprimento em março.

EUA encerraram embaixada na Síria por “falta de condições de segurança” Os ataques surgem após o veto russo e chinês a uma resolução da ONU contra o regime de Damasco. Em defesa própria, Pequim lembrou que “não tem interesses egoístas na Síria e não dá abrigo a ninguém.” Já Moscovo considerou que “a reação das vozes do Ocidente foram indecentes R.A.C. e quase histéricas”.

Trocos

Aeroportos privatizados BRASIL. Empresas privadas

foram contratadas para expandir e operar nos terminais de três dos maiores aeroportos. O governo espera que as concessões, de 24,5 mil milhões de reais (10,8 mil M€), melhorem quer a procura quer as infraestruturas para o Mundial de 2014 e os Jogos de 2016.

Planisfério

Sismo de 6.8 mata dezenas FILIPINAS. Um sismo

de magnitude 6.8, seguido de uma réplica de 6.2, matou 43 pessoas. A maioria das vítimas vivia na ilha de Negros.

Breivik exige ser libertado NORUEGA. Responsável pela morte de 77 pessoas num duplo atentado, em 2011, Anders Breivik quer ser “libertado e condecorado”.

nomia chinesa a crescer apenas metade (de 8,2% para 4,2% do que está previsto para este ano, de acordo com um relatório o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O dia-a-dia dos mercados Petróleo

Euribor 6m

$116.05 (+1.27%)

1,391 (-0,36%)

Psi-20

Metade do crescimento CHINA. Uma recessão na

Europa pode levar a eco-

5.481,31 (-0,17%)

Euro para: Dólar 1,311 Libra 0,829 Real 2,261 PUB


www.readmetro.com

18

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

GETTY

2 culto

Madonna em Coimbra Coimbra vai acolher concerto da rainha da pop a 24 de junho ... e pode vir a haver dose dupla A rainha da pop está de volta a Portugal. Madonna tem concerto marcado para Portugal, no dia 24 de junho, no Estádio Cidade de Coimbra. A revelação foi feita pela própria autarquia da cidade, numa declaração ao Jornal de Notícias do vereador do Desporto e Lazer, Luís Providência, que é também presidente do Conselho de Administração da empresa municipal Turismo de Coimbra. Além da data, o vereador deixa no ar a hipótese de, à semelhança do que aconte-

Madonna vem mostrar o novo “MDNA”. Domingo, no Super Bowl, deu a ouvir o novo tema “Give Me All Your Luvin’” ceu com os U2 há uns anos, ser realizada uma segunda data, caso a primeira esgote rapidamente. A notícia do regresso de Madonna – que esteve por cá pela última vez em 2008 – surge depois de uma impressionante atuação de 13 minutos no intervalo da

final do campeonato do mundo de futebol americano, o Super Bowl, um dos eventos com mais audiência televisiva do mundo. Entrou no Estádio Lucas Oil, em Indianápolis, a interpretar “Vogue”. Com um impressionante espetáculo de luz e cor, esteve acompanhada de M.I.A. e Nicki Minaj, com quem cantou o novo “Give Me All Your Luvin” – a inevitável polémica estalou quando M.I.A. esticou o dedo do meio para as câmaras... –, os LMFAO e Cee METRO Lo Green.

Doze minutos impressionantes em Indianápolis

PUB

Telex

posição a partir de 9 de fevereiro nas instalações da leiloeira, na Avenida Elias Garcia.

Orelha Negra no Rock in Rio

Canadian Week em risco

CONCERTO. Os Orelha Ne-

EVENTO. A presença de

gra são mais uma confirmação para o festival Rock in Rio. A banda irá tocar no palco Sunset Rock in Rio no dia 1 de junho. A banda, que lança um novo disco em abril, estará em palco com dois convidados: os brasileiros Hyldon e Kassin, que consideram duas das suas grandes referências.

cerca de 20 artistas portugueses no Canadian Music Week, em março, em Toronto, poderá estar em risco por falta de apoio financeiro para custear deslocações e alojamento.

Leilão de Paula Rego LISBOA. Quadros de Paula Rego, Vieira da Silva e Andy Warhol, entre outros artistas portugueses e estrangeiros, num total de 250 obras, vão a leilão a 13 de fevereiro, em Lisboa, pela Veritas Art Auctioneers. O leilão de arte moderna e contemporânea, com obras de pintura, escultura e fotografia, realiza-se a partir das 21h00, mas as obras vão estar em ex-

Guggenheim fecha portas ALEMANHA. O Museu Guggenheim em Berlim, uma das cinco instituições do género existentes em todo o mundo, encerrará em dezembro, após 15 anos em atividade. O anúncio foi feito pelo Deutsche Bank, um dos patrocinadores.

Battles vão ao Meco Battles, The Horrors, Pete Doherty, Apparat e Little Dragon são os primeiros nomes já confirmados para a edição deste ano do festival Super Bock Super Rock, que acontece de 5 a 7 do próximo mês de julho no Meco. A confirmação foi ontem feita na página oficial do festival. Os bilhetes de um dia custam €45 euros. O passe de três dias custa €80.

“Não penso noutro álbum” Lana Del Rey já está no primeiro lugar do top de vendas de discos no Reino Unido. “Born To Die” vendeu mais de 117 mil cópias numa só semana. Mas nem assim a rapariga parece estar satisfeita. Em entrevista à revista Vogue, Del Rey disse que sente já ter dito tudo o que tinha a dizer: “Não penso que vá fazer outro álbum. Que teria para dizer?”


PUB

www.readmetro.com

lazer

19

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

Palavras Cruzadas Correio

Horizontais 1. Eventualidade. Piso.

2. Lance no jogo do xadrez. Fictício. 3. Parte inferior ou pendente de certas peças de vestuário. Lugar no rio ou no mar, cuja profundidade permite que se atravesse a pé ou a cavalo. Espécie de albufeira. 4. Dar prazer a. Assume expressão alegre. 5. Glutão. Aquelas. 6. Vertigem. Parente por afinidade. 7. Contr. da prep. a com o art. def. o. Aspirar. 8. Contr. da prep. em com o art. def. o. Debandada. 9. Ovário dos peixes. Doçura (fig.). Veículo de transporte público ou colectivo. 10. Terreno onde se cultivam plantas de adorno. Invólucro de um produto. 11. Untar com óleo. Grande exaltação de ânimo.

Vinagre

Sudoku

•••••

Verticais 1. Querida. Enjoo. 2. Pêlos que crescem na cabeça do ser humano. Do feitio de ovo. 3. Sentinela. Unidade das medidas agrárias equivalentes ao decâmetro quadrado. 4. A si mesmo. Erro, culpa. Contr. da prep. de com o art. def. a. 5. Exclamação de aplauso, de felicitação. Título dado aos chefes de certas tribos muçulmanas e aos descendentes de Mafoma. 6. Embarcação de recreio, de motor ou de velas. Parcela. 7. Desumana. O m. q. índigo. 8. O espaço aéreo. Gastar com o uso. A tua pessoa. 9. Recitar. Soletrar por sílabas. 10. Tombar. Amadurecido. 11. Árvore leguminosa cesalpinácea. Nivelar.

Solução

Solução

Sudoku

Cruzadas HORIZONTAIS: 1. Acaso, Calco. 2. Mate, Irreal. 3. Aba, Vau, Ria. 4. Deleitar, Ri. 5. Alarve, As. 6. Oira, Afim. 7. Ao, Inalar. 8. No, Retirada. 9. Ova, Mel, Bus. 10. Jardim, Tara. 11. Olear, Furor. VERTICAIS: 1. Amada, Enojo. 2. Cabelo, Oval. 3. Atalaia, Are. 4. Se, Error, Da. 5. Viva, Emir. 6. Iate, Item. 7. Crua, Anil. 8. Ar, Rafar, Tu. 9. Ler, Silabar. 10. Cair, Maduro. 11. Olaia, Rasar.

Não é com vinagre que se apanham moscas… diz o velho ditado popular. E é verdade. Isto para definir a forma muito pouco popular como o primeiro-ministro Passos Coelho está a encarar o facto de não dar tolerância de ponto na terça-feira dia de Carnaval, que este ano calha a 21 de fevereiro (...) Quanto a mim esta é mais uma forma inadmissível com que este Governo presenteia os trabalhadores (...). (...) não é com decisões antipopulares (...) que se cativam e incentivem os trabalhadores, a darem o seu melhor e contribuirmos todos e com vontade, em prol do progresso de Portugal. (...) MÁRIO DA SILVA JESUS, ODIVELAS

Física. Água à prova de bala

DENNIS HAVEL / NEWSTEAM

Bala apanhada pela máquina fotográfica Eis a Miss Fotogenia das balas! Esta é uma foto fantástica tirada por um polícia reformado que apanhou uma bala a passar por uma gota de água. Dennis Havel, 63 anos, tirou esta foto impossível depois de um amigo ter apostado com ele 50 dólares em como não o conseguia fazer.

260

metros por segundo – a velocidade de uma bala disparada. Depois de uma válvula disparar a bala através de um sensor de infravermelhos que acciona a arma e o flash, todo o processo demora 28 milésimos de segundos.

Quer uma imagem perfeita? Saque da régua! Não foi logo à primeira que Havel conseguiu esta foto. Teve que calcular quanto tempo levaria à bala fazer 33 cm desde que foi disparada. “Tenho um temporizador que aciona o flash umas quantas vezes por segundo depois de a gota e da bala serem lançadas”, contou-nos o avô de dois netos.


pequenos anúncios

A PROFISSÃO DO PRESENTE COM FUTURO CIATE

Seja um Técnico Profissional Estude: · Electrónica Analógica e Digital · Hardware de Computadores · Hi-Fi/TV(Lcd/Plasma) e Vídeo (DVD) · Microcontroladores (Assembly e C) · Elect. Industrial (Automação/Domótica)

Centro Integral de Adestramento Tecno-Electrónico

Aprovação do Min. da Educação N.º 12/93

Rua Carolina Michaelis de Vasconcelos, 12A • 1500-144 Lisboa • Tlf. 217783160 • ciateportugal@ciate.com Protocolos de estágio com Empresas líderes do mercado

CORREIAS DE RELÓGIOS

Avaliador Oficial da Casa da Moeda

COMPRA - OURO 2.ª MÃO - VENDA

Sócia Gerente Maria Barbosa E

COMPRA - VENDA

COMPRA E VENDA DE

OURO • PRATA • JÓIAS • MOEDAS • RELÓGIOS ETC. (NOVO E 2.ª MÃO) Rua dos Sapateiros, 115 - 1.º Esq. 1100-557 LISBOA E-mail: geral@apj.com.pt (saída do metro baixa/chiado)

Válido exclusivamente na loja de São Sebastião da Pedreira

Pessoal I Consolidado I Habitação

NÃO PERCA MAIS TEMPO, LIGUE-NOS JÁ! 919 654 417 I 217 272 432 I 919 011 621 EX. C/ Pessoal 15.000,00€ a 84 Meses = 283,02€/mês, Total de 23.807,88€ TAEG 16.714%, TAN 13.50% (C/ Seguro) Crédito Concedido Por Instituições Autorizadas

Compramos

OURO E PRATA COMPRAMOS cautelas de penhor Avenida António Augusto de Aguiar, 181

COBRIMOS QUALQUER

RTA OFE UNCIADA AN

Telef. 21 386 87 03 / Tlm.: 96 194 96 01 Horário: Seg. a Sex. 9h-19h | Sáb. 9h-13h

www.accredito.com.pt DESDE 1930 UMA EMPRESA DE CONFIANÇA

NÃO NECESSITA VENDER! O OURO VALORIZA-SE, RENTABILIZE-O!

COMPRA • EMPRÉSTIMOS • VENDA GARANTIMOS: as melhores avaliações! • Av.ª Almirante Reis, 190 C (à Alameda)  218 463 224 • Rua Francisco Sanches, 158 A (à Praça do Chile)  218 121 929 • Av.ª da República, 51 B  217 974 328

Ex: 50€ x 1 mês/1,5€ = 51,50€ TAEG 36%

OURO • PRATAS • JÓIAS • RELÓGIOS • ARTE

(Para todas as Marcas)

Ourivesaria Butinel R. João das Regras, 3-A (Metro Rossio) – 21886 56 51

PENHORES

Tem dívidas? Problemas Bancários? Penhoras? Tem imóvel a dar como garantia? Temos solução para si Tratamos de todo o tipo de Créditos.

E COMPR ÇA! A DIFEREN

AZEVEDO, PINHO & JESUS, LDA. DESDE 1951 SOMOS UMA EMPRESA DE CONFIANÇA

PRECISA DE CRÉDITO?

OS VISITE-N OVE

Tels.: 21 346 54 11 21 321 93 35 Fax: 21 321 14 97

OURO - PRATAS JÓIAS - RELÓGIOS

AO LADO DO HOSPITAL DAS BONECAS PRAÇA DA FIGUEIRA, 7-B - Lisboa • Telef.: 213 428 304 / 915 772 064


pequenos anúncios

part-time LISBOA (M/F)

COMERCIAIS/PROMOTORAS/ES Horário: Das 17:00 às 22:00 horas Disponibilidade imediata, com ou sem experiência Oferecemos: Contrato de trabalho e plano de carreira Ordenado base, prémios de produção e comissões, com rendimento médio mensal de 750,00€.

Marca entrevista para o n.º 929 023 345

CURSO TÉCNICO-PROFISSIONAL COM CARTAS PROFISSIONAIS DE ELETRICISTA DE BAIXA TENSÃO, DE TÉCNICO DE ELETRÓNICA, RÁDIO, TELEVISÃO E DE ENERGIAS ALTERNATIVAS.

Para alunos dos 16 aos 80 anos VÁLIDAS NOS E.U.A, CANADÁ, AUSTRÁLIA, UNIÃO EUROPEIA E EM TODOS OS PAÍSES DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA., que conferem ao seu titular preferência na colocação de emprego no estrangeiro. COM INÍCIO EM 5 DE MARÇO - Duração de 12 meses - 3 horas diárias - das 9 às 12h, 14 às 17h ou das 20 às 23h. No final do curso montarás um computador e o seu sistema Operativo. PREÇO EM PROMOÇÃO – 12 PRESTAÇÕES MENSAIS DE 150€ INSCRIÇÃO - 35€ (TRAZ UM ALUNO E OS DOIS NÃO PAGARÃO A ÚLTIMA PRESTAÇÃO.)

MONTE A SUA EMPRESA E TRABALHE POR CONTA PRÓPRIA OU DE OUTRÉM.

ESCOLA LASER Formando há 36 anos - Sem subsídios Praça Bernardo Santareno, 3 B, Areeiro – Lisboa

(Eixo Areeiro - Olaias 300 metros à frente, volte à esquerda – Torre mais afastada) Ligar das 14h as 19horas.

Tel.: 21 849 12 15 - 21 840 95 57 * Tm.: 91 245 17 90 escolalaser@oninet.pt www.escolalaser.no.sapo.pt


22

www.readmetro.com

motores

+ plus

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

Uma revelação da Porsche RYAN BORROFF

Test Drive. Porsche Carrera S

Performance

METRO WORLD NEWS EM LONDRES

O bloco de 3,8 litros, de seis cilindros é de confiança. O carro acelera dos 0/100 km em 4,3 segundos. No entanto, se o carro tiver o pacote Sport Chrono e se estiver no modo Sport Plus esse tempo baixa para 4,1 segundos.

Mais comprido, mais baixo, mais largo, mais leve, mais rápido, mais potente, mais ecológico e mais económico. A Porsche fez tudo o que é possível para que o novo 911 seja o melhor de sempre – é apenas a 3.ª vez que é feito “restyling” neste desportivo lançado em 1963. Experimentámo-lo nas estradas da Califórnia, EUA. Conheça um desportivo confortável e refinado.

O melhor: Quando o botão Sport é pressionado sente-se de facto, no seu interior, as mudanças... O pior: A Porsche usava nos seus modelos 911 a direção assistida hidráulica, todavia, esta nova direção é eletro-mecânica e interage mais com o condutor. Portanto, puristas, atenção!

Os números 0-100 km/h: 4,3 segundos Vel. máxima: 302 km/h Potência: 400 cv Motor: 3.8-litros de seis cilindros Consumo: 8.7l/100km Emissões de Co2: 205g/km Estrelas: 88888

pequenos anúncios

Exterior O novo 911 tem o teto mais baixo e a distância entre os eixos aumentou dez centímetros. A frente também está mais larga. As jantes são de 20 polegadas, garantindo ao desportivo mais estabilidade, dinâmica e agilidade.

Interior O habitáculo é espaçoso. E como o interior foi inspirado nos luxuosos Porsche Panamera e Carrera GT está garantida a qualidade dos materiais. Conforto e ergonomia também não faltam, como aliás se aconselha a um carro desportivo.


www.readmetro.com

23

TERÇA-FEIRA, 7 DE FEVEREIRO DE 2012

GETTY

Dois anos de suspensão Atleta pára oito meses

Alberto Contador, que teve um controlo antidoping positivo, foi castigado e perdeu os títulos do Tour de 2010 e do Giro de 2011 Hoje reage ao castigo Alberto Contador vai falhar a próxima Volta à França, a Volta a Itália, os Jogos Olímpicos de Londres e, já este mês, a Volta ao Algarve, depois de ontem ter sido considerado culpado pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) do controlo antidoping positivo por clembuterol na Volta à França de 2010. O corredor da Saxo Bank viu ser-lhe retirados os títulos do Tour de 2010 e do Giro de 2011 e foi suspenso por dois anos, sendo que o seu castigo vai terminar a 6 de agosto, pois já cumpriu parte do mesmo.

Jogadas

Fábio Faria já teve alta FUTEBOL. Fábio Faria, joga-

dor do Benfica emprestado ao Rio Ave, recebeu ontem alta do Hospital de Guimarães, onde estava internado, desde sábado, devido a uma alteração cardíaca sentida com o Moreirense.

Giants batem Patriots FUTEBOL AMERICANO. Os New York Giants venceram os New England

Não é inédito...

Contador perdeu dois títulos, mas já venceu o Tour de 2007 e de 2009, o Giro de 2008 e Vuelta de 2008. O que aconteceu ao espanhol não é novidade. Floyd Landis também perdeu o Tour de 2006 para Óscar Pereiro; Testosterona foi o que acusou o norte-americano.

Logo, poderá participar na Volta à Espanha 2012. Contador diz-se inocente, alegando que foi vítima de contaminação alimentar. As opiniões sobre o Patriots, por 21-17, e venceram a 46.ª edição do Super Bowl, a final da Liga profissional de futebol americano.

castigo aplicado pelo TAD a Contador dividem-se. Andy Schleck, declarado vencedor do Tour 2010 pela secretaria, está “triste pelo Alberto”. “Sempre

acreditei na sua inocência”, garante o corredor da RadioShack. Michele Scarponi, da Lampre, indigitado vencedor do Giro 2011, tem “pena do Alberto”. Indignado estava o ciclista espanhol Óscar Pereiro. “Dois anos de suspensão e nada está provado. Que filhos… É inocente. Eu conheço-o. Oxalá Contador vá até ao final e afunde este bando a quem pagamos e que fazem um trabalho de m…”, escreveu no Twitter. O presidente da Federação Italiana de ciclismo, Renato Di Rocco, falou em L.C. “ato de justiça”.

sport

Danny falha Europeu Danny lesionou-se no domingo com gravidade e vai falhar o Euro2012. O avançado internacional português sofreu uma rotura completa do ligamento cruzado do joelho direito e um problema no menisco num treino do Zenit, em Florença, Itália, e vai estar sem competir, pelo menos, oito meses. O avançado, de 28 anos, vai também falhar os oitavos-de-final da Liga dos Campeões com o Benfica.

ANDEBOL. O líder, FC Porto recebe hoje, no Dragão Caixa, o Madeira SAD, na 19.ª jornada do Andebol 1, às 21h00.

TÉNIS. Frederico Gil

subiu 12 lugares no ranking e agora está no 87.º posto. Gil ganhou o torneio de pares de Vina del Mar, no Chile.

Futebol

Fórmula 1. Espanha

FC Porto recebe Madeira SAD

Gil escala 12 lugares

3

Kimi Raikkonen, ao volante, e Romain Grosjean são os pilotos da equipa inglesa GETTY

Lotus de cara lavada em Jerez

“Acho que sim [que Domingos termina a época no Sporting]. Não é em seis meses que o Domingos deixa de ser bom treinador. Há que acreditar na aposta feita, se há um projeto” OCEANO CRUZ, ANTIGO JOGADOR DO SPORTING, EM DECLARAÇÕES À RÁDIO RENASCENÇA

O finlandês Kimi Raikkonen experimentou ontem o novo Lotus E20 no circuito de Jerez, Espanha. Na pintura do monolugar sobressai o preto, a fazer lembrar as cores da escuderia nos anos 80, quando tinham Ayrton Senna como piloto. PUB


PUB

20120207_pt_lisbon  

terça-feira,7Fevereiro2012 ano6,nº1596 www.readmetro.com Diretor:DiogoTorgalFerreira

Advertisement