Issuu on Google+

O Metro Jornal é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável.

Padre Omar no ‘Samba de Fé’ Show do reitor do Santuário do Cristo será hoje no Vivo Rio PÁG. 13

GLP PRODUÇÃO/ DIVULGAÇÃO

Padre Omar canta sambas de Arlindo Cruz e Jorge Aragão

MÃO SANTA NA NBA OSCAR PARTICIPA DE JOGO DE CELEBRIDADES NA LIGA DOS EUA PÁG. 16

RIO DE JANEIRO Sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 Edição nº 1.566, ano 7 MÍN: 21° C MÁX: 40° C

www.metrojornal.com.br | leitor.rj@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_RJ

Polícia Civil garante ter planos B e C para atender ocorrências no Carnaval. Campeã Mangueira fecha o último fim de semana de ensaios técnicos na Sapucaí. Nas ruas, 121 blocos desfilam PÁG. 03

CORRA PARA A AVENIDA

Marquês de Sapucaí recebe os últimos retoques: amanhã tem ensaio técnico de graça da Imperatriz e, no domingo, é a vez da Mangueira |

DONATAS DABRAVOLSKAS/FUTURA PRESS

em cela Pezão enfrenta Preso lotada terá o 4 pedido de indenização impeachment RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Supremo decide que o Estado é obrigado a pagar compensação por danos morais a detentos PÁG. 06

Responsabilidade fiscal. Deputados acusam governador e o vice de não terem investido em Saúde o mínimo de 12% do orçamento previsto em lei. Matéria será analisada pelo presidente da Alerj, que já descartou outros três pedidos. Assembleia aprova reajuste de piso regional em 8% PÁG. 04

Fernanda foi atingida no peito | REPRODUÇÃO/ BAND

FGTS vai passar a bancar imóvel de R$ 1,5 milhão

Fernanda, 7 anos, é a 17a vítima de bala perdida neste ano

Teto vale para unidade comprada do dia 20 deste mês a 31 de dezembro PÁG. 09

Menina foi baleada enquanto brincava na laje de casa de amiga na Maré PÁG. 02


02|

1 FOCO

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

Bala perdida mata criança de 7 anos que brincava em laje Violência. Atingida no peito, vítima não teve aula devido a tiroteios na região da Maré

Novo Ensino Médio

‘Ousadia’ O presidente Michel Temer sancionou ontem a lei que fixa novas regras do Ensino Médio. As mudanças começam a partir de 2019, quando forem definidas as disciplinas do currículo básico comum. A proposta prevê aumento progressivo da carga horária até 1,4 mil anuais; apenas português, matemática, inglês, artes, educação física, filosofia e sociologia serão disciplinas obrigatórias. “É interessante salientar que nos dias atuais mais do que coragem para governar, é preciso ousadia. Por isso que cumprimento a ousadia do ministro da Educação ao dizer vamos fazer por meio de uma MP (Medida Provisória), porque essa matéria está sendo debatida há mais de 20 anos no Congresso”, discursou.

Uma menina de 7 anos que morreu vítima de bala perdida na favela Parque União, no Complexo da Maré, na zona norte, não tinha ido à escola por causa de confrontos na comunidade, que levaram à suspensão das aulas. Fernanda Adriana Caparica Pinheiro convenceu a mãe a deixá-la a ir brincar na casa de uma amiga antes do jantar. As duas estavam na laje quando Fernanda foi atingida por um tiro no peito, na noite de quarta-feira. Os pais da amiga ainda correram com a menina para o Hospital Federal de Bonsucesso, mas ela não resistiu. Os médicos contaram que a bala perfurou o ombro e saiu pelas costas. O enterro será hoje, às 10h, no Cemitério de Irajá, mas a família ainda não sabe como lidar com a dor. “Ela era alegre e vaidosa, não me abandonava hora nenhuma. Era sonhadora a minha filha e queria ser veterinária quando crescesse. Não sei como eu vou conseguir viver sem ela”, lamentou, chorando muito, a mãe de Fernanda, Thayana Santos. Os investigadores da Di-

visão de Homicídios investigam a morte da criança e aguardam o depoimento da colega da vítima, que consideram fundamental para apurar o caso. A família da menina já foi ouvida. De acordo com a Polícia Militar, que informou não ter feito nenhuma operação no local na quarta-feira, o tiroteio foi entre traficantes rivais que disputam o controle do tráfico de drogas na comunidade. O Disque Denúncia já lançou um cartaz e oferece R$ 1 mil de recompensa por informações que ajudem a identificar os responsáveis pela morte de Fernanda. A Secretaria Municipal de Educação confirmou que as aulas foram suspensas na quarta-feira devido ao intenso tiroteio, o que deixou quase 6 mil alunos sem aulas na região. Ontem, as escolas também não funcionaram. Com esse caso, chega a 17 o número de vítimas de balas perdidas no Rio só neste ano, segundo levantamento da BandNews FM. Desse total, oito morreram. METRO RIO COM BAND

se nos dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), revela que, só no ano passado, o prejuízo chegou a R$ 619 milhões. Doze delegacias registram mais da metade das ocorrências, de um total de 139 no Estado. De 2011 a 2016, foram registradas mais de 33 mil ocorrências, média de uma a cada 1h35. “O Sistema Firjan ressalta que estes locais ficam no entorno das principais rodoFALE COM A REDAÇÃO leitor.rj@metrojornal.com.br 021/2586-9565 COMERCIAL: 021/2586-9570

O Metro Jornal circula em 23 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, ABC, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Espírito Santo e Maringá, somando 505 mil exemplares diários.

Quem passar trote por telefone para serviços de emergência, como o 193 dos Bombeiros ou o 190 da Polícia Militar PM, poderá ser multado em até R$ 2 mil. É o que garante a Lei 7.478/2016, sancionada em outubro de 2016, pelo Governo do Estado. Somente em janeiro, a central 193 do Centro Integrado de Comando e Controle dos Bombeiros (CICC) registrou 16.094 trotes, das 74.339 ligações recebidas. A lei determina que as operadoras passem os dados cadastrais das linhas usadas para trotes. Caso haja reincidência na ação, os serviços de telefonia do usuário poderão ser bloqueados. Segundo o coronel Marcus Vinicius Machado de Oliveira, diretor de Comando e Controle Operacional do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, essa medida é importante. Os trotes sobrecarregam o serviço de atendimento de socorro”, diz o coronel. METRO RIO Após 7 dias

Ato de parentes de PMs chega ao fim

Disque Denúncia pede informações sobre morte da menina Fernanda | DIVULGAÇÃO

Rio teve prejuízo de R$ 2,1 bi com roubo de carga Pelo terceiro ano seguido, o Rio de Janeiro registrou recorde de roubo de cargas, chegando a 9.862 casos em 2016. Em seis anos, o aumento foi de 220,9%, com prejuízos calculados em R$ 2,1 bilhões no período. Os dados estão em um levantamento sobre o impacto econômico desse tipo de crime no Estado, divulgado ontem pela Federação das Indústrias do Rio (Firjan). A pesquisa, feita com ba-

Central 193. Quem passar trote será multado

vias (Avenida Brasil, BR-040, BR-101-Norte e BR-116) e possuem trechos dominados pelo crime organizado, notadamente o tráfico de drogas”, afirma o estudo. Do total de ocorrências registradas nos últimos seis anos, 94,8% concentram-se na região metropolitana, com destaque para o aumento de 2.600% em Guapimirim; de 1.700% em Japeri; de 1.031% em Mesquita; e de

1.000% em Itaguaí. Para a Firjan, é necessário o aumento do efetivo policial nos locais identificados e a punição ao crime de receptação, armazenamento e venda de produtos roubados. No fim de janeiro, o superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio, José Roberto de Lima, afirmou que já foram adotadas medidas de cerco para coibir o roubo de carga nas áreas mais críticas. METRO RIO

Após sete dias, chegou ao fim a mobilização de parentes de policiais militares nas portas dos batalhões, informou o Governo do Estado. Ontem, a última unidade com a entrada ocupada, a do Batalhão de Choque, no Centro, foi liberada pelas mulheres. METRO RIO De folga

PM é baleado na Avenida Brasil A Polícia Civil tenta identificar o bandido que baleou um PM na Avenida Brasil, ontem. Ele estava de folga e ficou ferido na mão ao entrar em confronto com três homens armados. Um deles foi baleado e os outros fugiram. METRO RIO

EXPEDIENTE Metro Jornal. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Gerente Executivo: Ricardo Adamo Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Jornal Rio de Janeiro. Editora-Executiva: Ana Lúcia do Vale. (MTB: 18.892) Editora de Arte: Cláudia Lorena. Gerente Comercial: Tatiana Vilela Grupo Bandeirantes de Comunicação RJ. Diretor Geral: Daruiz Paranhos Diretor de Jornalismo: Rodolfo Schneider. Diretor Comercial: Tuffy Habib

Filiado ao

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Rua Álvaro Ramos, 350, 1º andar, Botafogo, CEP 22280-110, Rio de Janeiro, RJ. Tel.: 021/2586-9570. O Metro Jornal Rio de Janeiro é impresso pelo Parque Gráfico da Infoglobo. Tel: 21/2534-9579 (comercialpg@infoglobo.com.br)


RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

03|

Polícia Civil tem planos B e C para a folia se greve continuar Carnaval. Corporação trabalha com a possibilidade de ter apenas 30% do efetivo, devido à paralisação dos agentes que já dura um mês. Uma das alternativas é concentrar atendimentos na Cidade da Polícia. Trens e metrô funcionarão 24 horas e VLT terá interrupções temporárias para blocos Em meio à paralisação dos policiais civis, que já dura um mês, o planejamento da Polícia Civil para o Carnaval poderá ser alterado. Ontem, durante a apresentação do esquema especial de trânsito, transportes e segurança para a folia, na prefeitura, o assessor da Subchefia Operacional da corporação, delegado Marcus Maia, afirmou que tem planos B e C, caso a greve continue. No cenário ideal, haverá reforço de pessoal e de equipamentos em toda a região metropolitana, principalmente nas delegacias entre o Leblon, na zona sul, e Praça da Bandeira, no Centro, onde se concentram a maior parte dos eventos. Mas, diante da situação, a polícia trabalha com outros dois cenários. “Passamos por um período complicado com greves. Então, temos um plano B para poder contar com apenas 30% do efetivo, que seria ter agentes integrados trabalhando no CICC [Centro Integrado de Comando e Controle] junto com outras forças de segurança, como PM e Guarda Municipal, que podem garantir a flexibilidade do deslocamento dos policiais para áreas de maior demanda. Mas, caso haja uma demanda muito gran-

Hoje, cinco camarotes no Sambódromo irão à leilão

de, temos um plano C, que é descentralizar os atendimentos, transferindo-os das delegacias para a Central de Garantias, na Cidade da Polícia”, explicou Maia. Ontem, policiais civis em greve fizeram um protesto no aeroporto Tom Jobim (Galeão). Com faixas e cartazes e distribuindo panfletos, eles recebiam os turistas anunciando que a segurança na cidade está prejudicada e que farão greve no Carnaval. Transportes Os trens e o metrô vão circular 24 horas. A operação ininterrupta na SuperVia começa às 4h da sexta-feira de Carnaval e vai até as 23h da Quarta-feira de Cinzas. No metrô, será a partir das 5h do dia 24 até as 23h de terça-feira (28). Em seu primeiro Carnaval, o VLT sofrerá interrupções temporárias para a passagem de blocos. “Pedimos que os passageiros não circulem pelos trilhos, para evitar acidentes”, alerta o diretor de operações do VLT, Paulo Ferreira. Para o público do Sambódromo, dois pontos de táxi serão criados, no setor par e ímpar. A prefeitura recomenda que os foliões usem os transportes públicos. METRO RIO

Funcionários da prefeitura fazem os últimos ajustes para deixar a Sapucaí pronta para os desfiles | DONATAS DABRAVOLSKAS/FUTURA PRESS

1,1 milhão de turistas devem vir para o Rio de Janeiro passar o Carnaval e gerar uma renda em torno de R$ 3 bilhões somente no segmento de turismo, de acordo com estimativas da Riotur. Na hotelaria, a expectativa é bater 80% de ocupação.

“Os dias mais críticos para o trânsito serão a sexta e o sábado de Carnaval, quando teremos desfiles na Sapucaí e megablocos nos Centro. É importante que o público opte pelo transporte público.”

715 mil preservativos masculinos e femininos serão distribuídos pela Secretaria Municipal de Saúde, em especial nos blocos, além de mais de 140 mil sachês de lubrificantes. Metade deles está disponível nos quiosques da orla, hotéis, bares e restaurantes.

JOAQUIM DINIZ, DIRETOR DA CET-RIO

A prefeitura vai leiloar hoje, às 10h, cinco camarotes do setor 9A da Sapucaí. O edital de leilão para a cessão do espaço foi publicada ontem no Diário Oficial do município. O lance mínimo é de R$ 600 mil. A utilização dos espaços será concedida a partir de hoje mesmo até 15 de março, o que compreende os dias de desfiles das escolas de samba e mais um período anterior e posterior ao Carnaval para a montagem, desmontagem e entrega dos camarotes. Caso não haja nenhum vencedor, será realizado um novo leilão, às 12h, no qual serão admitidos lances inferiores, porém, respeitado um piso de 40% do valor mínimo anterior, ou seja, R$ 260 mil. Bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, o prefeito Marcelo Crivella pretende viajar durante o Carnaval e ainda não confirmou se entregará a chave da cidade ao Rei Momo, como é tradição. METRO RIO

MAIS DE 120 BLOCOS DE HOJE A DOMINGO

Para minimizar os impactos dos eventos carnavalescos na cidade, todo o gerenciamento de informações e operações de trânsito será monitorado do Centro de Operações Rio (COR), como foi durante a Olimpíada de 2016. Mais de 100 câmeras serão posicionadas no Centro e nas principais vias de acesso à região. O esquema especial de trânsito para a folia começa às 22h da próxima quinta-feira, quando o túnel Rio450 e a via Binário serão fechados no sentido Avenida Brasil para a retirada das alegorias na Cidade do Samba. À meia-noite, será a vez da pista central da avenida Presidente Vargas, no sentido Praça da Bandeira. No mesmo horário, a via Binário também será bloqueada no sentido Centro. Com a chegada dos carros alegóricos perto do Sambódromo até as 6h da próxi-

O Carnaval oficial ainda não chegou, mas, a uma semana da folia, o Rio já vive intenso clima de confetes, serpentinas e purpurinas. De hoje a domingo, 121 blocos desfilarão por todas as regiões da cidade. Veja, ao lado, alguns que o Metro Jornal selecionou. Já quem prefere cair no samba na Sapucaí, e sem pagar ingresso, a última chance é neste fim de semana, quando acontecem os últimos ensaios técnicos das escolas de samba. Amanhã, será a vez da Unidos de Padre Miguel, do grupo de acesso Série A, às 20h, e a Imperatriz, do grupo especial, às 21h30. No domingo, a Mangueira, atual campeã do Carnaval, fará o teste de luz e som da Avenida, às 20h, e depois fará seu ensaio às 21h30. Antes, às 19h, haverá a tradicional cerimônia de lavagem da pista. METRO RIO

MÁRIO FILLIPPO JÚNIOR, GESTOR DE CARNAVAL DA RIOTUR E RIOEVENTOS

ma sexta-feira, a via Binário e o túnel Marcelo Alencar vão ser abertos. Enquanto isso, a região da Passarela do Samba será totalmente fechada às 19h30, com o bloqueio parcial da rua Frei Caneca, sentido Centro; da avenida Presidente Vargas, pista lateral e central, sentido Candelária; e do elevado 31 de Março, em direção ao túnel Santa Bárbara. A liberação total do tráfego está prevista para às 5h da Quarta-feira de Cinzas. METRO RIO

HOJE

IH, É CARNAVAL! Urca, zona sul 19h – Praça da Medalha Milagrosa BADALO DE SANTA TERESA Santa Teresa, região central 20h – Largo das Neves

AMANHÃ

CÉU NA TERRA Santa Teresa, região central 8h – Largo dos Guimarães IMAGINÔ? AGORA AMASSA! Leblon, zona sul 10h – Rua José Linhares, esquina com rua Conde de Bernadote BLOCO BRASIL Leme, zona sul 14h – Praça Almirante Julio de Noronha SIMPATIA É QUASE AMOR Ipanema, zona sul 16h – Praça General Osório

DOMINGO

CORDÃO DO BOITATÁ (CORTEJO) Centro 9h – Arcos da Lapa ALEXANDRE MACIEIRA/RIOTUR

“Temos demanda maior na cidade com a abertura da zona portuária. Por isso, precisamos trabalhar integrados e estar atentos o tempo todo.”

FOTOS TATA BARRETO/RIOTUR

Trânsito será gerenciado no COR, como nos Jogos Olímpicos

ESCRAVOS DA MAUÁ Saúde, região central 9h30 – Largo de São Francisco da Prainha

FOGO E PAIXÃO Centro 9h30 – Largo de São Francisco BLOCO DA PRETA Centro 10h – Rua Primeiro de Março, entre as ruas Buenos Aires e do Rosário

GIGANTES DA LIRA Laranjeiras, zona sul 9h – Praça Jardim Laranjeiras Rua General Glicério

SUVACO DO CRISTO Jardim Botânico, zona sul 10h – Rua Jardim Botânico, esquina com rua Faro


04|

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

Deputados fazem pedido de impeachment de Pezão Alerj. Bancada do PSOL acusa governador e vice de não terem investido o mínimo exigido por lei em Saúde. Análise da matéria será feita pelo presidente da Casa, Jorge Picciani, do mesmo partido do governo, o PMDB Um dia após o Governo do Estado ter publicado no Diário Oficial que gastou mais do que o previsto com o pagamento de pessoal, ferindo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a bancada do PSOL protocolou ontem na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) um pedido de impeachment do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e do vice, Francisco Dornelles (PP). Os fundamentos para a medida são a prática de crime de responsabilidade pelo descumprimento da aplicação do mínimo constitucional na área de saúde (12%), descumprimento de decisões judiciais, por crime contra a guarda e do emprego do dinheiro público na conservação do patrimônio do fundo de previdência dos servidores estaduais, o Rioprevidência. O pedido seguirá para

“Ele investiu 10% [em Saúde]. Isso é crime de responsabilidade e tem uma consequência social profunda na fila dos hospitais, com as pessoas morrendo.” MARCELO FREIXO, DEPUTADO DO PSOL

apreciação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), que tem a palavra final sobre admitir a abertura do processo de impedimento. Os deputados do PSOL afirmam que, caso Picciani não receba a matéria, poderão recorrer à Justiça. Outros três pedidos de impeachment já foram protocolados contra o governador Pezão na Alerj, todos por ser-

vidores públicos. Nenhum deles seguiu adiante. O mais recente foi protocolado no mês passado pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado (Muspe), que citou os mesmos motivos. Para Paulo Melo (PMDB), da base do governo, dificilmente a iniciativa de impeachment vai prosperar na Alerj, embora isso complique ainda mais o clima político na Casa, que já é turbulento. “O PSOL faz o papel dele. O impeachment é uma atitude política, antes de tudo. A Dilma perdeu o [processo de] impeachment porque não tinha base política no Congresso”, resumiu Paulo Melo. A chapa de Pezão foi cassada recentemente pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio e recorre no Tribunal Superior Eleitoral contra a decisão. METRO RIO

Piso regional é aprovado na Alerj com reajuste de 8% A Alerj aprovou ontem, em discussão única, o texto base do projeto de lei 2.344/17, que estabelece o reajuste de 8% no piso regional de mais de 170 categorias de trabalhadores da iniciativa privada. Assim, as seis faixas salariais terão valores entre R$ 1.136,53 e R$ 2.899,79. A norma terá efeito retroativo a 1º de janeiro. Foram incluídas novas profissões como catadores de materiais recicláveis (faixa I); mototaxistas, merendeiras, auxiliares de creche e artesãos (II); agentes de saúde e endemias, monitores escolares e guarda-parques com curso de formação (III). O projeto voltará para o plenário, ainda sem data prevista por conta das emendas que não foram votadas por falta de quórum. METRO RIO

7,53% PSOL promete ir à Justiça caso o pedido não seja aceito | FERNANDO FRAZÃO/ABR

era a proposta inicial do Governo do Estado, reajuste acima da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 6,29%.

BRASIL

Horário de verão acaba amanhã... Uma hora a mais. À meia-noite, as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul devem atrasar os relógios. Adaptação pode durar uma semana Querido por alguns, odiado por outros, o horário de verão termina amanhã, à meia-noite, quando os moradores dos Estados das regiões Centro-Oeste, Sudeste, Sul e do Distrito Federal deverão atrasar seus relógios em uma hora (veja quadro). Assim, a noite de amanhã terá uma hora a mais nesses Estados. E, a partir de domingo, começar a acostumar o relógio biológico. Segundo a clínica geral e geriatra do Hospital Edmundo Vasconcelos em São Paulo, Rossana Maria Russo Funari, é comum que essa adaptação dure, em média, sete dias. Sonolência, enxaqueca, dor de estômago e até alteração do apetite são alguns dos sin-

tomas que podem aparecer nesse período, até o corpo se acostumar de novo. O Ministério de Minas e Energia estima que o horário de verão deste ano dê ganhos de R$ 147,5 milhões ao sistema elétrico e economize o equivalente ao consumo mensal de energia da cidade de Brasília, com 2,8 milhões de habitantes. Voos Quem tem voo marcado para amanhã à noite precisa prestar atenção. A Gol informou que vai valer o horário local para o embarque. A Avianca e a Latam disseram que seus bilhetes foram emitidos com horários adaptados. METRO

Até quinta-feira. Forças Armadas deixam o Espírito Santo antes do Carnaval

ACERTE O SEU RELÓGIO A partir da meia-noite de sábado, a população deve atrasar o relógio em uma hora nas seguintes Unidades da Federação AC

RR

AP

AM

PA

MA TO

RO MT

GO CENTRO-OESTE Distrito Federal (DF) Mato Grosso (MT) Mato Grosso do Sul (MS) Goiás (GO) REGIÃO SUL Rio Grande do Sul (RS) Santa Catarina (SC) Paraná (PR) FONTE: MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA

CE PI

MS

SE

BA

DF MG

ES

SP RJ

PR SC RS

REGIÃO SUDESTE São Paulo (SP) Rio de Janeiro (RJ) Minas Gerais (MG) Espírito Santo (ES)

RN PB PE AL

Apesar de o governo do Espírito Santo ter solicitado a permanência das Forças Armadas por mais 20 dias, o Governo Federal só liberou a tropa por mais sete dias, contados a partir de ontem. Com isso, os 3.454 militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica deixarão o Espírito Santo na próxima quinta-feira, dia 23, antes do Carnaval. No sul do Estado, um município já anunciou que cancelou sua programação no feriado, entre os dias 24 e 1º de março, devido a questões de segurança. As Forças Armadas, que começaram a chegar ao Estado no dia 7, compõem, junto da Força Nacional de Segurança e das polícias Civil e Militar, a Forca-Tarefa Conjunta Capixaba ou Operação Capixaba. Hoje, ela estará de prontidão, por exemplo, no Carnaval de Vitória, no Sambão do Povo. Ontem à noite, uma reunião foi realizada com o obje-

PMs e familiares fizeram passeata ontem | CHICO GUEDES/METRO ES

tivo de definir a saída das tropas do Espírito Santo e outras questões relacionadas à atuação delas. Já a Força Nacional de Segurança -- formada por 300 integrantes de polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e profissionais de perícia de todos os Estados do país -continuará no Espírito Santo até 7 de março, após decreto publicado nesta semana que autorizou sua permanência por mais 20 dias. METRO ES


06|

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

STF condena Estado a pagar presos em condições cruéis Justiça. Ministros decidem que presidiários mantidos, por exemplo, em celas superlotadas têm direito a indenização em dinheiro Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram ontem, por unanimidade, que o Estado tem a obrigação de dar condições dignas de saúde e higiene às pessoas que estão presas e deve indenizá-las quando falhar nessa obrigação. Por maioria (7 a 3), os magistrados da Corte decidiram que esse ressarcimento deve ser em dinheiro – uma quantia estipulada a cada caso. O Supremo julgava um caso específico, mas a decisão tem repercussão geral, ou seja, deve ser seguida em casos semelhantes. Como há presídios municipais, estaduais e federais, todos os níveis de governo serão afetados pela decisão. O caso específico é de um preso que foi condenado por latrocínio (roubo seguido de morte) no Mato Grosso do Sul e ficou preso em regime fechado por sete anos em um presídio estadual (hoje ele está no semiaberto). O detento entrou na Justiça pedindo indenização por maus tratos, justificando que foi encarcerado com mais de 100 pessoas numa cela onde Oeste de SP

Ônibus batem de frente, matam 8 e ferem 50 Colisão frontal entre dois ônibus lotados deixou 8 pessoas mortas e 50 feridas na madrugada de ontem na rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo, entre as cidades de Teodoro Sampaio e Mirante do Paranapanema, no oeste paulista. Um dos ônibus transportava estudantes universitários que estudam em Presidente Prudente e o outro retornava do Paraguai trazendo sacoleiros que viajaram para fazer compras e tinha Minas Gerais como destino final. Em cada veículo, quatro pessoas morreram. As vítimas têm entre 23 e 63 anos. METRO

R$ 2 mil mais a inflação desde 2006 é quanto vai ganhar, por decisão do STF, um condenado por latrocínio que passou sete anos preso numa cela com mais de 100 detentos no MS. deveriam caber 12. Ele alegou que era obrigado a dormir com a cabeça em um vaso sanitário e que teve diversos problemas de saúde enquanto esteve preso. O caso chegou ao STF em 2011. O pedido de indenização era de um salário mínimo por mês passado na cadeia, mas o STF firmou em R$ 2 mil o ressarcimento integral por danos morais. Dinheiro ou pena menor? A questão do valor da indenização, aliás, foi o único ponto de discordância entre os ministros. O relator da ação, ministro Teori Zavascki, morto em acidente aéreo em janeiro, defendeu o pagamento em dinheiro (o julgamento havia começado em 2014, mas

estava suspenso por pedido de vista) e foi acompanhado pela maioria dos colegas. Os ministros Roberto Barroso, Luiz Fux e Celso de Mello, porém, defenderam indenizar presos mantidos em condições desumanas com reduções no período de pena. “Se a população carcerária como um todo entrar com ação, vai criar situação muito onerosa para os entes federados e pouco eficiente”, defendeu Fux. “No Código Civil, o mais importante é o ser, e não ter”, completou, num voto elogiado pelos pares, mas vencido. Sem previsão de custos Como o detento precisa entrar na Justiça para reclamar, ainda não é possível calcular o impacto da decisão judicial sobre os cofres públicos. Para os ministros do Supremo, a multa é uma forma de obrigar os gestores públicos a investir em melhores condições nas cadeias, evitando os processos de indenização por danos morais. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Cela superlotada no presídio de Pedrinhas, no Maranhão, um dos símbolos do caos penitenciário | MARLENE BERGAMO/FOLHAPRESS

“Temos um tratamento degradante e desumano em relação aos presos. É hora de o Estado acordar para essa situação. Se o Estado tem o indivíduo sob custódia, tem a obrigação de lhe garantir a dignidade – ou de lhe indenizar.”

“O sentenciado sofre punições que a própria Constituição proíbe, mas a entrega de dinheiro, além de não resolver o problema, drena recursos escassos, que poderiam ser empregados na melhoria das condições de encarceramento.”

“Em minhas visitas aos presídios, vi que grande parte do problema não vem do descumprimento da Lei de Execuções Penais, mas da corrupção que há nesses lugares. Troca-se a saída de alguém que não tinha direito por algum benefício.”

MINISTRO MARCO AURÉLIO

MINISTRO CELSO DE MELLO

MINISTRA CÁRMEN LÚCIA, PRESIDENTE DO STF

Justiça Eleitoral. Partidos perdem tempo de TV por não darem espaço a mulheres

TRE: julgamento de Liliane Roriz é adiado pela 3a vez

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cassou ontem tempo de propaganda obrigatória em rádio e TV de nove partidos. Para a Corte, eles descumpriram lei que prevê a utilização de pelo menos 10% de seu tempo de propaganda para incentivar a participação das mulheres na política. “O objetivo da lei é acabar com o sistema em que os homens se autointitulam representantes naturais da mulher”, argumentou o relator da ação, ministro Herman Benjamim, ao desqualificar argumento das defesas, de que os partidos destacam assuntos referentes às mulheres, como o assédio sexual. Também denunciados, DEM, PP e PTB foram inocentados. METRO BRASÍLIA

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do DF adiou ontem, pela terceira vez, o julgamento contra a deputada distrital Liliane Roriz (PTB). Liliane é acusada de compra de votos durante a eleição para a Câmara Legislativa do DF em 2010. Cinco desembargadores já votaram a favor da condenação da deputada. Faltando um voto para a conclusão, contudo, o julgamento foi suspenso – primeiro porque um dos desembargadores pediu vista, depois porque houve problemas técnicos na sessão. Até a conclusão do assunto, os magistrados podem mudar o voto. Ontem, a defesa da distrital alegou que a deputada já foi condenada no ano passado pelos mesmos crimes,

Quem foi punido Penas devem ser cumpridas com menos tempo em inserções no 1º semestre de 2017 Ʉ GSȩ 25 minutos Ʉ G7ȩ 20 minutos Ʉ GJȩ 20 minutos Ʉ GNȩ 20 minutos Ʉ GNȩ 20 minutos Ʉ GNȩ 20 minutos Ʉ Gáėȩ 20 minutos Ʉ GJȩ 20 minutos Ʉ G&Nȩ 10 minutos

mo que as pessoas que teriam sido “subornadas” sejam diferentes.

Liliane Roriz é acusada de compra de votos | ANDRESSA ANHOLETE/METRO ARQUIVO

mas em outro processo. Nesta primeira acusação, Liliane recorreu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Os advogados alegaram que, como o primeiro processo já foi concluído, não faz sentido condenar a parlamentar novamente, mes-

Entenda No caso do processo analisado ontem, Liliane, filha mais nova do ex-governador do DF, Joaquim Roriz, foi acusada de ter prometido cargos no GDF a cabos eleitorais, durante a disputa de 2010. Ela ainda teria deixado de prestar contas de apoio recebido. Na condenação anterior, a deputada também foi acusada de ter prometido cargos públicos, mas para aliados diferentes. Caso seja condenada mais uma vez, a deputada pode ter pena de até quatro anos em regime fechado, com possibilidade de conversão em perda de direitos políticos. METRO BRASÍLIA


08|

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

DNIT DÁ CONTRATO DE MEIO BI A EMPREITEIRA INIDÔNEA. O DNIT, órgão

do Ministério dos Transportes que cuida de rodovias, contratou por quase meio bilhão (R$ 419 milhões) um consórcio para finalizar a duplicação da BR-101, em Alagoas. A licitação, de 2016, definiu o consórcio vencedor formado inclusive pela empreiteira PACS (Planejamento Assessoria Consultoria em Sistemas), declarada inidônea e proibida de contratar com poder público, no país, até 2018.

TUTTI BUONA GENTE. As demais integrantes do consócio contratado pelo DNIT são Comsa e Constran, da UTC de Ricardo Pessoa, acusado de afanar a Petrobras.

“A MELHOR SOLUÇÃO É QUE O PLENÁRIO (DO STF) DECIDA.” PRESIDENTE DA CÂMARA, RODRIGO MAIA, E O ANDAMENTO DO PACOTE ANTICORRUPÇÃO

cia do governo atesta que a PACS é inidônea, mas certidão do Sicaf apresentada pelo DNIT indica o contrário. LUTA DO PC DO B AGORA É PARA MANTER BOQUINHAS. O PCdoB se agarra

Ricardo Pessoa | WILSON DIAS /AGÊNCIA BRASIL

ESCONDENDO O JOGO.

O Ministério dos Transportes omitiu a PACS, declarada inidônea em novembro de 2016, no extrato do contrato publicado no Diário Oficial. CONTRATO NÃO CUMPRIDO. A empreiteira PACS

foi declarada inidônea após ser acusada de descumprimento de contrato pelo Banco do Brasil. REGISTROS CONFLITANTES.

O Portal da Transparên-

como carrapato às boquinhas da Agência Nacional de Cinema (Ancine) e a seu orçamento de R$ 1,2 bilhão. Diretores e produtores de cinema regiamente financiados com dinheiro público retribuem defendendo interesses do partido, que “aparelha” a Ancine desde 2005. Em Berlim, protestaram contra a saída de Manoel Rangel Neto da presidência e de Rosana Alcântara da diretoria, prevista para maio. Estão aboletados nos cargos há 12 anos. Rangel integra o comitê central do PCdoB. FIM DA BOCA LIVRE. Ci-

neastas de festival dizem estar “apreensivos” com a substituição de diretores da Ancine. Eles estão apreensivos é com o fim da “boca livre”.

PODER SEM PUDOR

Bons de dança A pirotécnica “Força Nacional de Segurança” fez lembrar ao jornalista Arael Costa, professor da UFPb, a adesão de uma tropa de cavaleiros gaúchos ao “movimento pela legalidade” chefiado pelo governador Leonel BriCOM ANDRÉ BRITO E TIAGO VASCONCELOS WWW.DIARIODOPODER.COM.BR

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

zola. Após ordenar sua incorporação à Brigada Militar, Brizola indagou ao líder: - Então, sua tropa é mesmo boa de briga? - Bom – respondeu o homem – de briga não sei, não. Mas de dança, tchê...

Ex-senador e filho de Lobão são alvo de operação da PF Lava Jato. Investigação aponta pagamento de propina por consórcio da obra da hidrelétrica de Belo Monte. Dinheiro teria sido distribuído em campanhas do PMDB e PT Com base em depoimentos de delatores da Lava Jato, a PF (Polícia Federal) deflagrou ontem a operação Leviatã, que apura pagamento de propina pelo consórcio responsável pela construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Os principais alvos foram o ex-senador Luiz Otávio (PMDB-PA) e o presidente da BrasilCap (empresa que cuida dos títulos de capitalização do Banco do Brasil), Márcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), que tiveram residências e escritórios vasculhados. A operação foi autorizada pelo relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), Edison Fachin, que comanda o caso do ‘Eletrolão’ desde maio de 2016. Não houve prisões, mas os agentes cumpriram seis mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro (RJ), em Belém (PA) e em Brasília (DF). Divisão de recursos Segundo a denúncia, 1% do valor do contrato foi distribuído entre PT e PMDB nas campanhas de 2010 e 2014. Otávio Azevedo e Flávio Barra, ex-executivos da Andrade Gutierrez, e Luis Carlos Martins, da Camargo Corrêa, faziam os repasses ao PMDB, segundo a denúncia.

Ex-senador é do grupo de Lobão

| ALAN MARQUES/FOLHAPRESS

R$ 140 mi teriam sido distribuídos pelo consórcio responsável por Belo Monte para as campanhas do PT e do PMDB em 2010 e 2014 Então ministro de Minas e Energia, Edison Lobão seria o intermediário e teria recebido R$ 600 mil, por meio do filho, pedidos numa mensagem de What-

Márcio preside a BrasilCap há 10 anos | DIVULGAÇÃO/BRASILCAP

sApp. Outro pagamento, de R$ 2 milhões, teria sido feito por falsos contratos de consultoria. Pelo lado petista, a propina seria paga para o ex-ministro Antonio Palocci e o ex-tesoureiro João Vaccari e foram confessados por Dalton Avancini, ex-presidente da construtora Camargo Corrêa. As fraudes em contratos no setor elétrico foram reveladas na delação do ex-senador Delcídio do Amaral (MS).

O inquérito no STF está sob sigilo, mas apura o envolvimento dos senadores Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA), todos do PMDB. A investigação do PT está na Justiça Federal do Paraná porque não inclui investigados com foro privilegiado. Em nota, Márcio Lobão considerou a ação ‘drástica’ e negou irregularidades. O ex-senador não se manifestou. METRO BRASÍLIA

Bolsistas da UFPR seriam ‘laranjas’ Os 27 beneficiários do dinheiro tirado das bolsas de pesquisa da UFPR (Universidade Federal do Paraná) já prestaram depoimento à PF (Polícia Federal) após o esquema de desvio de R$ 7,35 milhões revelado na última quarta, e boa parte disse ter sido usada como ‘laranja’ no esquema. Entre 2013 e 2016, os recebedores tiveram depositados em suas contas valores que vão de R$ 17 mil a R$ 739 mil. Alguns deles disseram à PF que o dinheiro

foi pagamento por serviços que eles prestaram a Conceição Mendonça, Chefe da Seção de Controle e Execução Orçamentária da PRPPG (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação). Há pelo menos três depoimentos neste sentido: um homem diz ter prestado serviços advocatícios a Conceição e duas mulheres afirmam terem vendido joias a ela. Os valores recebidos pelas duas supostas vendedoras de joias somam R$ 359,5 mil. Para a advogada que defende

uma delas, isso pode significar que Conceição usou parte dos envolvidos para pagar despesas pessoais. “No caso das joias, isso serve para ocultar patrimônio”, disse ela. O Metro Jornal tem tentado ouvir a versão de Conceição desde a última quarta. Ontem, a informação era de que ela ainda não constituiu defesa. De fato, ainda não há advogados registrados para ela no processo eletrônico. Pelo menos outros 10 beneficiários, porém, afirmaram ter sido usados como

‘laranjas’: cederam suas contas bancárias para uso do esquema, em troca de pequenos pagamentos – cerca de R$ 300 –, mas nunca ficaram com o ‘grosso’ do dinheiro. Um cruzamento de dados dá força a essa versão: apesar de terem recebido aportes de milhares de reais, estes 10 beneficiários tinham, juntos, menos de R$ 1 mil em suas contas na data da operação. RAFAEL NEVES METRO CURITIBA


RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA}

09|

FGTS poderá financiar imóvel de R$ 1,5 mi Mercado imobiliário. Novo teto aprovado pelo governo valerá para todas as regiões do país, mas somente para financiamentos contratados entre 20 de fevereiro e 31 de dezembro de 2017 Até o fim do ano, será possível financiar imóveis mais caros com recursos do FGTS. O CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou ontem a elevação para R$ 1,5 milhão do valor máximo das unidades habitacionais que podem ser adquiridas pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação), que cobra juros menores que os demais financiamentos de mercado. O novo limite valerá para financiamentos de imóveis residenciais novos contratados entre a próxima segunda-feira (20) até 31 de dezembro. Concedidos com recursos do FGTS, os empréstimos pelo SFH têm juros de até 12% ao ano. Acima do teto do SFH, valem as normas do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), com taxas mais altas e definidas livremente pelo mercado. Essa foi a segunda elevaLíder em ativos

Itaú ultrapassa Banco do Brasil O Itaú Unibanco passou a ser o maior banco brasileiro por ativos, superando o Banco do Brasil, segundo dados dos balanços publicados pelas instituições. Ontem, o BB anunciou ter fechado 2016 com R$ 1,401 trilhão de em ativos, queda ante os R$ 1,448 trilhão do fim de setembro. Já os ativos do Itaú subiram de R$ 1,399 trilhão para R$ 1,426 trilhão no período. METRO Combustíveis

Consumo recua 4,5% em 2016 A retração da economia levou o consumo de derivados de petróleo no país a cair 4,5% no ano passado em relação a 2015, segundo ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). As vendas de gasolina C, com adição de etanol, subiram 4,6%, enquanto as de diesel B, com adição de biodiesel, caíram 5,1%. Já o consumo de etanol hidratado recuou 18,3%. METRO

Ao menos 150 mil pessoas devem visitar a feira neste ano | PATRÍCIA CRUZ/SEBRAE-SP

Novo limite é restrito a imóveis residenciais novos, segundo o Ministério do Planejamento | RAFAEL NEDDERMEYER/FOTOS PÚBLICAS

lhão valerá para todas as regiões do país. Para o Ministério do Planejamento, a medida ampliará o acesso dos mutuários a financiamentos mais baratos. “Com a mudança, os mutuários terão acesso não só às taxas de juros aplicáveis ao SFH, em geral mais baixas do que aquelas vinculadas a outros tipos de ope-

ção do limite nos últimos três meses. Em novembro do ano passado, o CMN tinha reajustado o teto de financiamento de imóveis de R$ 650 mil para R$ 800 mil, na maior parte do país, e de R$ 750 mil para R$ 950 mil no Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo. O novo teto de R$ 1,5 mi-

PIB. Economia encolheu 4,55% em 2016, diz BC EVOLUÇÃO

Câmbio. Dólar fecha em alta e vai a R$ 3,08

Variação do IBC-Br em relação ao mês anterior, em %*

0,36 0,07

-0,1

-0,01

-0,26

-0,11 -0,35

-0,51

-0,73 DEZ

JAN

0,1

0,02

FEV

MAR

ABR

MAI

2015 FONTE: BANCO CENTRAL

A economia brasileira registrou tombo recorde em 2016, marcando o segundo ano consecutivo de recessão. Especialistas indicam que a recuperação virá neste início de 2017, mas ainda será tímida. O IBC-Br, índice de atividade econômica do Banco Central, caiu 4,55% no ano passado. Em 2015, o indicador, considerado uma espécie de sinalizador do PIB, havia recuado 4,07%. O IBGE divulga o resultado oficial do PIB de 2016 dia 7 de março. A projeção de economistas consultados pelo BC é de queda de 3,5%. Só no quarto trimestre, o IBC-Br mostrou retração de 0,36% sobre os três meses anteriores. Em dezem-

-0,26

-0,74 JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

rações imobiliárias, mas à possibilidade de movimentar os recursos de suas contas vinculadas do FGTS para o pagamento de parte das prestações ou para a amortização dos financiamentos, desde que observados os demais requisitos legais e regulamentares que regem o fundo”, destacou a nota. METRO

DEZ

2016 *SÉRIE COM AJUSTE SAZONAL

bro, o índice caiu 0,26% ante novembro. A expectativa do Bradesco para o primeiro trimestre é de alta ainda modesta, de 0,1%, sobre os últimos três meses de 2016, puxada pelo desempenho positivo do setor agropecuário. Para este ano, a projeção do mercado é de expansão de 0,48% do PIB, mas bancos e consultorias já começaram a melhorar suas previsões diante das boas surpresas vindas da inflação, que tem desacelerado mais do que o esperado e alimentado expectativas de cortes agressivos de juros. O Santander, por exemplo, vê expansão de 0,7% do PIB neste ano, mas com viés de alta. METRO

O dólar interrompeu ontem dois dias seguidos de queda e avançou 0,56%, a R$ 3,0841 na venda. Durante a manhã, a moeda chegou a cair e bater R$ 3,0390, mas o dólar mais barato atraiu mais compradores, o que fez com que a divisa avançasse à tarde. A trajetória do dólar segue de baixa, segundo a Reuters, com expectativas de entrada de recursos vindos do exterior devido, entre outros, às recentes captações feitas por empresas. A Câmara aprovou ainda o projeto para nova rodada de repatriação de recursos mantidos ilegalmente no exterior. A matéria precisa passar pelo Senado. O Banco Central também fez ontem o terceiro leilão seguido de swaps tradicionais (venda futura de dólares). Para quem compra dólar, a recomendação é aproveitar o momento. “Janelas são sempre importantes para um bom preço médio, mas a queda não deve persistir. A partir de agora, o Banco Central deve diminuir o ritmo das operações”, afirma Alexsander Queiroz, da Aware Investments. METRO

Feira do Empreendedor. Evento do Sebrae começa amanhã em São Paulo Começa amanhã, em São Paulo, o maior evento de empreendedorismo do Brasil. Com a expectativa de receber um público de 150 mil pessoas, a Feira do Empreendedor 2017, do Sebrae-SP, segue até a próxima terça-feira, dia 21. A edição 2017 contará com 40 mil m² para receber o público e comportar 424 estandes de expositores e mais de 15 atrações. A entrada é gratuita. A novidade para este ano é que pela primeira vez o evento contará com um tema, definido como “Cidade Empreendedora”. No local, estarão reproduzidos diversos tipos de negócios, existentes em qualquer cidade, montados da maneira ideal. “A ideia da versão temática de 2017 surgiu do sucesso que as lojas temáticas fizeram nos anos anteriores. Isso significa que o público se identifica com tais espaços porque vê refletidos neles os negócios que querem montar, ou no caso dos que já atuam naquele segmento, a fonte de inspira-

ção para melhorias e, consequentemente, aumento de ganhos”, diz o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano. Os visitantes poderão participar ainda de palestras e consultorias abrangendo temas como marketing, finanças, tendências, inovação, exportação etc. Entre os palestrantes com presença confirmada estão o chef Olivier Anquier, Robinson Shiba, da rede China in Box, Caito Maia, da Chilli Beans, e Rony Meisler, da Reserva. METRO Serviço Feira do Empreendedor 2017 Quando. 18 a 21 de fevereiro, das 10h às 21h Onde. Parque de Exposições Anhembi (avenida Olavo Fontoura, 1029, São Paulo) Inscrições e informações. feiradoempreendedor. sebraesp.com.br ou 0800 570 0800

ANS. Planos de saúde perdem 192 mil clientes Pelo quinto mês consecutivo, os planos de saúde registraram queda do número de beneficiários. Segundo a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), o total de beneficiários em janeiro ficou em 47.592.368, uma queda de 192,2 mil beneficiários, ou 0,4%, sobre dezembro. Desde agosto de 2016, os planos vêm perdendo clientes. Já em relação aos planos exclusivamente odontológi-

cos, o levantamento mostra que houve aumento de 169 mil beneficiários, totalizando 22.209.112 beneficiários, alta de 0,77% sobre dezembro de 2016. Os planos coletivos (38.007.221) lideram o total de contratações dos planos de saúde, seguido pelos coletivo empresarial (31.534.854), individual ou familiar (9.364.517) e os coletivos por adesão (6.463.205). METRO


10|

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{MUNDO}

Trump desiste de decreto e fará nova lei para imigrantes Ataque em Bagdá foi o pior do ano | STRINGER/REUTERS

Estado Islâmico. Ao menos 120 morrem em atentados no Paquistão e Iraque O Estado Islâmico assumiu ontem a autoria de atentados no Paquistão e no Iraque que deixaram aos menos 120 mortos e 205 feridos. No episódio com mais vítimas, um homem-bomba atacou um santuário sufi lotado no sul do Paquistão. De acordo com as agências de notícia, 72 pessoas morreram e 150 ficaram feridas. Muitas vítimas foram levadas em estado grave para os hospitais locais. O ataque ao santuário de Lal Shahbaz Qalandar na cidade de Sehwan Sharif é o maior numa onda de atentados a bomba no país nesta semana, num momento em que o radicais islâmicos realizam Austrália

ameaças de nova ofensiva. “Cada gota de sangue da nação será vingada, e imediatamente”, disse o chefe do Exército, general Qamar Javed Bajwa. Em Bagdá, 48 pessoas morreram e 55 ficaram feriados depois da explosão de um carro-bomba. O atentado ocorreu no bairro de Bayaa, no sul da cidade, onde na terça-feira quatro pessoas morreram em outro incidente. Autoridades disseram que a bomba tinha como alvo concessionárias de automóveis. O veículo estava parado em uma rua movimentada, cheia de garagens e revendedoras de carros usados. METRO Tensão

Igreja pagou US$ 213 mi em indenizações

Maduro diz que responderá com firmeza a Trump

A igreja católica pagou 276 milhões de dólares australianos, o equivalente a US$ 213 milhões, em indenizações a vítimas de abusos sexuais desde 1980 na Austrália. A informação foi fornecida por uma comissão de inquérito do governo. O relatório aponta que 3.066 vítimas receberam alguma forma de reparação até 2015. Os pagamentos representaram média de 91 mil dólares australianos por pessoa. O tempo médio entre o abuso e a apresentação da queixa foi de 33 anos, disse a procuradora Gail Furness no relatório, acrescentando que “muitos sobreviventes enfrentam barreiras que os desestimulam a relatar o abuso.” METRO

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse ontem que responderá com firmeza a qualquer agressão do governo norte-americano ao país. “Se nos agredirem, calados não vamos ficar. A Venezuela vai fazer barulho e muito barulho. O imperialismo chegou a um nível de desprestígio jamais visto”, afirmou. Anteontem, Maduro ordenou a suspensão do sinal da CNN em espanhol no país, acusando a emissora de distorcer a verdade em sua cobertura. A rede irritou o governo socialista recentemente com matéria sobre passaportes e vistos que estavam sendo vendidos ilegalmente na embaixada da Venezuela no Iraque. METRO

Mudança. Presidente dos Estados Unidos não vai recorrer da decisão que derrubou o veto aos cidadãos de sete países com maioria muçulmana, mas prometeu ontem ação reformulada O Departamento de Justiça dos Estados Unidos disse ontem que o governo desistiu de apresentar um novo recurso contra a decisão da Corte de Apelações de São Francisco que derrubou o veto a imigrantes de sete países de maioria muçulmana e a refugiados. Na decisão da semana passada, o tribunal considerou que a ordem do presidente feria direitos individuais. Havia expectativa que Donald Trump fosse levar o tema até a Suprema Corte, mas ele parece ter optado por reformular a proposta e com isso acelerar o processo. “Fazendo isso, o presidente vai abrir caminho para proteger o país imediatamente, em vez de continuar com um litígio que pode consumir tempo”, afirmou o Departamento de Justiça após anunciar a decisão.

Reuters que Trump poderia mudar o decreto original para excluir moradores permanentes.

Placa de apoio ao Dia Sem Imigrantes nos EUA | JIM BOURG/REUTERS

Trump disse ontem que prepara nova ação para os próximos dias. “Vamos emitir um decreto novo e muito abrangente para proteger nosso povo. Ele vai ser bastante formatado para o que

eu considero ter sido uma decisão muito ruim (da Justiça)”, afirmou o presidente em entrevista coletiva. Na semana passada, um assessor parlamentar disse à agência de notícias

Dia Sem Imigrantes Restaurantes e pequenos comércios fecharam ontem em adesão ao “Dia Sem Imigrantes” em cidades dos Estados Unidos, com apoio inclusive de brasileiros que vivem por lá. Escolas também precisaram cancelar as aulas por falta de estudantes. Em Massachusetts, um museu resolveu se manifestar retirando de exposição as obras de autoria de imigrantes. O principal objetivo foi chamar a atenção para a importância deles na economia norte-americana. Além de estabelecimentos de portas fechadas, o país registrou uma marcha contra Trump em Washington. METRO

Embaixadora defende 2 Estados Um dia após Donald Trump declarar não ter objeções em se manter apenas um Estado em Israel, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU (Organização das Nações Unidas), Nikki Haley, disse ontem que o país ainda apoia uma solução de dois Estados para o conflito

com a Palestina. “Em primeiro lugar, a solução de dois Estados é o que nós apoiamos. Qualquer um que queira dizer que os Estados Unidos não a apoiam, isso seria um erro”, disse Haley a repórteres na ONU. Ela confirmou, porém,

que o país discute outras alternativas para o conflito. “Estamos pensando fora da caixa também”, afirmou. Anteontem, em visita do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, à Casa Branca, Trump deu declaração contrária ao posicionamento dos últimos

presidentes norte-americanos. “Estou considerando dois Estados e um Estado, e eu gosto daquela que as duas partes gostarem”, afirmou. O posicionamento gerou repercussão negativa entre os que apoiam acordo de paz no conflito. METRO

Equador escolhe presidente domingo Os equatorianos vão às ruas no domingo para escolher novo presidente em eleição pautada por escândalos de corrupção. O socialista Rafael Correa tenta manter seu partido no comando do país com o nome de Lenín Moreno ao mesmo tempo em que se defende da acusação de que membros de seu governo tenham recebido US$ 33,5 milhões em propinas para

facilitar os negócios da Odecrecht no país. Os crimes teriam ocorrido entre 2007 e 2016. A construtora brasileira admitiu ter pago propina em 12 países. Além do Equador, aparecem na lista Colômbia, Peru, Venezuela e Panamá. A pesquisa sobre intenção de votos mais recente realizada pela consultoria Cedatos mostra mesmo assim Moreno na lideran-

ça da disputa, com 32%, o ex-banqueiro conservador Guillermo Lasso em segundo, com 21,5%, a ex-deputada de direita Cynthia Viteri em terceiro, com 14%, e o ex-militar Paco Moncayo em quarto, com 7,7%. Para vencer o primeiro turno, o candidato mais votado precisa de 40% dos votos e uma diferença de 10 pontos sobre o segundo candidato. METRO

Lenín Moreno é cadeirante | MARIANA BAZO/REUTERS


RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Carnaval. ‘Rei das marchinhas’, João Roberto Kelly apresenta sua nova canção, ‘Ele Não Sabia de Nada’, e conversa com o Metro Jornal sobre a polêmica com as suas letras Compositor e músico carioca, João Roberto Kelly, o ‘rei das marchinhas’, 78 anos, está de música nova para o Carnaval 2017, “Ele Não Sabia de Nada”. A composição, feita em parceria com Pedro Ernesto, presidente do Cordão da Bola Preta, será gravada pela banda do bloco para o desfile no Carnaval de rua, no dia 25 de fevereiro. João Roberto vai apresentar a nova canção em um show no domingo, no Beco das Garrafas, no qual irá homenagear outros grandes compositores de marchinhas carnavalescas, como Chiquinha Gonzaga, Haroldo Lobo, Lamartine Babo, Braguinha, Zé da Zilda, além do seu próprio repertório. Ele também fala sobre a polêmica deste Carnaval: blocos como Mulheres Rodadas, Céu na Terra e Charanga do França vão tirar as clássicas marchinhas de sua autoria, “Cabeleira do Zezé”, “Maria Sapatão” e “Mulata bossa nova”, do repertório deste ano, por considerarem as letras politicamente incorretas. Marchinha ‘Ele Não Sabia de Nada’ “Ah, vocês vão ter que adivinhar de quem se trata! [risos] Mas não, não é sobre político algum. Foi uma brincadeira que fiz há um tempo e é uma história engraçada, de um namorado que não sabia de nada. Brincamos que ele tinha uma namorada que era muito dadivosa. O circo pegando fogo e ele não sabia de nada. Comecei a cantar essa marchinha num show na Lapa, o pessoal gostou e começou a ligá-la a alguns políticos. A música tem essa coisa. Às vezes você faz com uma intenção, e ela leva a outra. Mas, a grande realidade, é que essa música foi feita para um sujeito que não sabia de nada. Ele tinha uma namorada muito sapeca. É uma pegadinha de Carnaval para este ano. Mas, para quem eu fiz, ele sabe muito bem... [risos]” “Cabeleira” de 1964 “A maior alegria que tenho na vida é ver minhas marchinhas passando de geração em geração. “A Cabeleira do Zezé”, que fiz no Carnaval de 1964, olha quantos anos ela tem, por quantas gerações já passou! “Mulata bossa nova” ,

11|

2

João Roberto Kelly é o ‘rei das marchinhas’

CULTURA

‘Essa polêmica é descabida!’ “‘O teu cabelo não nega mulata’ como pode não cantar? Só porque a letra diz que a cor não pega? Para com isso. Está ridículo.”

A nova marchinha do Carnaval 2017 ‘Ele Não Sabia de Nada’

Ele Não Sabia de Nada

Ele Não Sabia de Nada Ele Não Sabia de Nada Ele Não Sabia de Nada Ele Não Sabia de Nada

Ele Não Sabia de Nada Ele Não Sabia de Nada Ele Não Sabia de Nada Ele Não Sabia de Nada

JOÃO ROBERTO KELLY

O circo pegando fogo

“A Colombina”... Elas me dão muita alegria, porque vou à um bloco infantil, como o Gigantes da Lira, e eles cantando ‘ô colombina onde vai você’... Acho uma gracinha, me toca profundamente. É meu maior troféu do Carnaval!”

A jaula arrombada Procuraram pelo dono

O circo pegando fogo A jaula arrombada Procuraram pelo dono Ele Não Sabia de Nada

Polêmica das letras “Até pensei que era uma brincadeira isso [polêmica dos blocos que consideram as letras machistas, homofóbicas e racistas], viu? Depois vi que não, estavam falando sério. Acho isso bastante descabido, porque em nenhum momento as marchinhas tiveram intenção de ofender alguém, porque o Carnaval é uma grande brincadeira. No Carnaval, você mexe com barrigudo, com careca, é o grande faz de conta da vida o Carnaval, principalmente o brasileiro, o carioca no caso. E é um faz de conta que acho que se você ficar analisando letra por letra, vê que não tem nada a ver uma coisa com a outra. Estamos gozando, brincando um contra o outro. “Olha a cabeleira do Zezé, será que ele é, será que ele é” é sobre um garçom, numa ocasião em que fui to-

DIVULGAÇÃO

“Estamos vendo uma coisa maravilhosa que é a volta do Carnaval de rua em todo o Brasil. Ele está mais aceso do que nunca.” JOÃO ROBERTO KELLY

mar um chope, na década de 60, e era a influência dos Beatles no mundo inteiro, não apenas na música, mas nos costumes. Então esse garçom, que se chamava José Antônio, estava vestido parecia um beatlezinho e achei tão engraçado, meio fora dos padrões da época. Então disse para ele que, seu eu fosse um desenhista, faria uma caricatura dele, mas, como sou músico, faria uma marchinha. Aí nasceu “Cabeleira do Zezé”. Mas ele não era bicha, nada disso. Era o jeito que ele estava se vestindo dentro da influência da onda jovem que surgia no mundo inteiro, os transviados, os beatniks. É uma sátira aos novos costumes dos cabeludos. O ‘bicha’ quem pôs foi o povo, não eu. O povo bota uns cacos nas músicas que, às vezes, até comprometem a letra, já que não foi feita com aquela intenção. Mas acho normal, interessante, e o povo tem direito de falar o que quiser. Tem que blocos que dizem que não vão cantar. Tem dois,

ou três... Mas todo mundo está cantando normalmente e vai cantar sempre. “O teu cabelo não nega mulata”: como pode não cantar? Só porque diz que a cor não pega, para com isso! Está ridículo.” Segredo do sucesso “A marcha não pode ser uma coisa simplória, uma melodiazinha. Tem que ser original, curiosa. O segredo é a originalidade da melodia e ser sucinto. Você não pode desenvolver o tema de forma muito grande. É a síntese da letra, que tem que dizer muita coisa em poucos versos. Por isso que não é fácil fazer marchinhas de Carnaval, vemos que o repertório é pouco. A machinha tem que ser jornalística: uma reportagem curta e grossa! [risos]” 78 Carnavais “Eu me sinto como me sentia quando tinha 20 anos: a mesma alegria, o mesmo entusiasmo. Carnaval é uma oportunidade que tem para o povo se divertir, se dis-

trair. Sou muito empolgado com essa coisa de Carnaval, dos blocos. E agora estamos vendo uma coisa maravilhosa que é a volta do Carnaval de rua em todo o Brasil. Ele está mais aceso do que nunca. Os blocos espontâneos criados aí, a garotada saindo às ruas, um encontro de gerações. É muito bonito isso.” Show no Beco das Garrafas “Fiz uma pesquisa com as marchas mais famosas de todos os tempos e será algo muito curioso e gostoso, pois é uma homenagem que faço aos bailes de Carnaval, que tocavam muito essas músicas e tocam até hoje, são imortais. É um show para pessoa de 8 a 80 anos. E quero fazer um grande coro, uma grande folia cultural!” GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

Show No Bottle’s – Beco das Garrafas (rua Duvivier, 37, Copacabana. Inf.: 98617-7293). Dom, a partir das 18h30. R$ 40. Livre.

metrojornal.com.br

Eleições do terror Criador da série de sucesso “American Horror Story”, o produtor Ryan Murphy revelou que a sétima temporada terá como inspiração a eleição norte-americana de 2016, que resultou na vitória de Donald Trump (foto). A estreia acontece no segundo semestre, ainda sem data definida.


12|

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Vidas perfeitas desmontadas Estreia domingo. Baseada em best-seller, ‘Big Little Lies’ convoca estrelas femininas para compor trama que mistura drama e suspense A minissérie “Big Little Lies”, que estreia domingo, às 23h, no canal pago HBO é um misto de “Desperate Housewives” com “Pretty Little Liars”. Nela, Reese Whiterspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley vivem donas de casa abastadas conectadas por um crime cujas pistas são reveladas pouco a pouco, alternando drama e suspense. A mãe solteira Jane (Woodley) acaba de chegar à região e logo se une a Madeline (Whiterspoon) ao descobrir

que seus filhos são colegas de turma. A elas se junta Celeste (Kidman), melhor amiga de Madeline e mãe de gêmeos. No primeiro dia de aula, o suposto assédio de um dos garotos a uma colega perturba a aparente cordialidade reinante entre os pais das crianças. O grande trunfo da série está na montagem, que dá destaque aos coadjuvantes. Eles prestam depoimentos para tentar esclarecer um assassinato ocorrido durante uma badalada festa.

Essas cenas são intercaladas por episódios do passado que mostram os encontros entre as mães e vão desembocar no crime. A vítima não é revelada de cara, e tudo dá a entender que o trio tem algum envolvimento com ela. Dirigida por Jean-Marc Vallée (“Clube de Compras Dallas”), a série inspirada no best-seller homônimo de Liane Moriarty traz ainda no elenco Laura Dern e Alexander Skarsgard e conta com sete episódios de uma hora. METRO

Judd Apatow aposta em nova série Reese Whiterspoon, Shailene Woodley e Nicole Kidman estrelam produção | DIVULGAÇÃO

Após “Girls” e “Love”, o produtor Judd Apatow se volta para as agruras de um comediante perdido em “Crashing”, que estreia à 0h30 de domingo para segunda a HBO.

Repleta de humor autodepreciativo, a série conta a história de Pete (Pete Holmes), que passa a reavaliar suas escolhas de vida após descobrir a traição da esposa.

As situações apresentadas provocam um riso nervoso. Afinal, aos 30 e tantos anos, Pete não tem carreira estável, sendo o retrato triste e direto de toda uma geração. METRO

Filme revê a doída saga dos negros nos Estados Unidos O documentário “Eu Não Sou Seu Negro”, em cartaz nos cinemas, não é para ser assistido enquanto se come pipoca. Não é entretenimento o que está na tela: é política – e muito bem envolvida por uma capa de poesia. O filme faz uma coleção de imagens cruas da violência e do preconceito racial nos EUA, costurando estas cenas com textos e entrevistas do escritor e ativista negro James Baldwin. O trabalho minucioso de junção de palavra e imagem tornou a produção uma das favoritas ao Oscar de Melhor Documentário – que ela dis-

puta com outros quatro filmes, dois deles também sobre a questão racial nos EUA. Baldwin, mesmo morto há 30 anos, é creditado como o roterista do filme. Não é para menos: toda a narrativa criada pelo diretor haitiano Raoul Peck é baseada em uma carta que Baldwin escreveu para seus editores explicando a trama de um livro que nunca chegou a publicar: “Remember this house” (“Lembre-se desta casa”, em tradução livre). Neste texto, Baldwin reconta a história do negro nos EUA a partir dos assassinatos de

três renomados ativistas dos direitos civis nos anos 1960: Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King. O documentário é narrado por Samuel l. Jackson, que lê os textos de Baldwin – mesmo tendo sido escritos há tantos anos, eles ainda aparentam estar à frente de seu tempo. “Se um branco diz ‘liberdade ou morte’, ele é herói. Se um negro faz isso, é uma ameaça”, resume o autor. Na análise do filme, nem mesmo Hollywood escapa. Baldwin se demora ao pensar sobre o papel inferiorizado de negros no cinema de

1960 – reflexão muito atual ainda hoje, quando premiações, incluindo o Oscar, ainda se mantém excluindo negros. Apesar de manter grande parte de sua força argumentativa nas frases de efeito do escritor, o documentário já seria chocante apenas pela coleção de imagens que ele faz: passeatas de brancos contra a miscigenação e forças policiais abusando da violência contra os negros são uma constante. Na tela e nas ruas. BRUNO BUCIS METRO BRASÍLIA

INDICADO A MELHOR Ʉ Documentário em longa-metragem Carta de James Baldwin une as diferentes histórias do filme | DIVULGAÇÃO

O Metro indica AMANDA NUNES/ DIVULGAÇÃO

Peça reconta trajetória de Santos Dumont

Evento ‘Um Voo com Santos Dumont’. No último fim de semana da exposição “O Poeta Voador, Santos Dumont”, que se encerra no domingo, a programação educativa do Museu do Amanhã inclui sessão do espetáculo teatral “Um Voo com Santos Dumont” (foto), que

reconta a trajetória do inventor, oficinas com material reciclado e contação de histórias. No Museu do Amanhã ( Amanhã, contação de histórias a partir das 14h; peça às 15h e às 17h. Grátis). Oficinas no Espaço Educativo a partir das 14h (atividade incluída no valor do ingresso do museu, R$ 20, inteira; R$ 10, meia no www.museudoamanha.org.br). Livre.

Exposição ‘Modernidades Fotográficas, 19401964’. Com mais de 160 imagens, mostra apresenta a obra de quatro grandes fotógrafos brasileiros num período crucial para a formação da fotografia moderna no país. No Instituto Moreira Salles (rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Tel.: 3284-7400).Ter. a

dom., das 11h às 20h. Grátis. Livre. Até 5/3. ‘A Biomimética e o Design de Produto’. Produzida pelo Laboratório de Biomimética da Escola Superior de Desenho Industrial/Uerj, a mostra traz exemplos de como a natureza serviu de inspiração para vários produtos criados pelo homem. No Museu da Vida – Fiocruz (Av. Brasil, 4.365, Manguinhos – sala 307, Castelo Mourisco. Tel.: 2590-6747). Ter. a sex., das 9h às 16h30; sáb., 10h às 16h. Grátis. Livre. Até 27/5.

Teatro ‘Ubu Rei’. Antes da estreia oficial (9 de março), o ator Marco Nanini vai apresentar o processo de produção do espetáculo, com o qual ele comemora seus 50 anos de carreira.

Com direção de Daniel Herz. No Galpão Gamboa (rua da Gamboa, 279, Gamboa. Tel: 2516-5929). Dom., às 21h; e seg., às 20h. R$ 20 e R$ 5 (moradores da Gamboa). 16 anos.

Show Gabriela Riley + Stéphane San Juan. Cantora americana e baterista francês dividem a noite no palco. No Teatro Ipanema (rua Prudente de Morais, 824 A, Ipanema. Tel.: 2267-3750). Hoje, às 20h30. R$ 40. Livre. Ivan Lins. Músico e compositor canta os grandes sucessos de seus quase 50 anos de carreira. No Imperator (rua Dias da Cruz, 170, Méier. Tel.: 2597-3897). Sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 80 www.ingressorapido.com.br. Livre.


RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

13|

PADRE OMAR Ao Metro Jornal, reitor do Santuário Cristo Redentor do Corcovado fala de seu DVD, ‘Samba de Fé’, que ele apresenta hoje, em show no Vivo Rio

‘SAMBA É DIÁLOGO’

Como foi unir samba com fé nesse DVD? Mais do que nunca, nós precisamos criar algo que é próprio. E o carioca com o samba é tudo, é cultura! Vai além de apenas uma linguagem sonora. Esse diálogo se dá em um ambiente propício dentro da religião, pelo diálogo. A melhor forma de a gente louvar a Deus é cantando. Pela música conseguimos integrar elementos de valor. Eu sempre gostei muito de cantar e, ao longo da minha formação de padre, tive a oportunidade de me aprofundar. A Igreja bancou meus cursos e eu estudei música. Minha formação musical é mais clássica, porém, fiz muitos shows através da música popular, isso me aproximou muito mais da população. É muito bom ter esse segmento que nos possibilita falar com um maior número de pessoas. Samba é diálogo e, ao mesmo tempo, eu quis trazer a fé através da musicalidade. O senhor reuniu a nata do samba nesse DVD. Foi difícil escolher o repertório? Reúno pessoas muito amigas, que ofereceram composições e várias são inéditas: tem o Jorge Aragão, o grupo Fundo de Quintal e muito outros. Quero levar coisas boas para as pessoas. É uma sequência bem escolhida, um trabalho de muita qualidade, que envolveu pessoas do meio religioso e de outros meios também. Tem até música de escola de samba! São 18 músicas, sendo nove inéditas. As músicas estão lindas! “Bênção de Deus”, o pessoal está gostando muito. Ela

faz uma homenagem a São José, pai de Jesus, e fala da Igreja de São José, na Lagoa, onde sou pároco também. É um samba que vai ficar e vai pegar, é chiclete de orelha! [risos] Também gosto muito de “Além do Campo da Visão”, de Arlindo Cruz, que fala das pessoas que têm deficiência visual e, no DVD, canto com um coral de cegos da Igreja Católica aqui do Rio. Gabrielzinho do Irajá vai cantar comigo no show. É uma música que valoriza essas pessoas. O Arlindo é muito especial. A letra é muito profunda e acho que ele fechou os olhos e se deixou levar. É umas das mais emocionantes que ele escreveu. O senhor faz algum ritual especial antes de subir ao palco para cantar? No momento do pré-show, faço minhas orações específicas. Peço a proteção de São Sebastião, padroeiro da cidade, de São Brás, o padroeiro da garganta, e de Nossa Senhora de Aparecida, pois fui ordenado padre em 12 de outubro de 2004. A banda também participa. Tem músicos de outras religiões e a gente consegue criar uma dinâmica plural e de respeito. Não adianta levar uma proposta de música que prega o amor e o respeito se internamente a gente está desintegrado. Por falar nisso, qual é a sua opinião sobre a intolerância religiosa? Infelizmente, é uma situação crescente no Brasil, mas é um problema hoje mundial. Em relação à cultura, às opções, à própria religião, à etnia. Então, o problema da intolerância e preconceito é muito amplo. Inclusive, tem uma música no nosso show chamada “Papo com Deus”. Peço tolerância a todas as religiões, que unam os corações. Tem um trecho que diz: ‘Meu Deus, o que está acontecendo? Estão fechando os olhos para a realidade. Agora a gente vê o mundo se perder entre a ganância e o poder’. É uma canção muito atual e certamente vai fazer a turma refletir.

Hoje, a Igreja está mais aberta a temas como aborto, homossexualidade? O papa Francisco está conduzindo a Igreja com muita verdade. Diria que ele está vencendo através da simplicidade da vida dele. Ele está desarticulando os males que existem dentro da estrutura da Igreja. E a gente procura seguir esse exemplo. Mais do que nunca, ele cria uma dinâmica de total acolhimento a todos. Cada fiel católico tem que refletir isso. Por isso, todos os temas fazem parte do nosso diálogo hoje, mesmo que a gente discorde em alguns pontos, a gente quer ouvir o outro. A grande conquista, hoje, é o acolhimento. A Igreja despertou para isso. Não tem mais: fulano não pode ir porque faz isso. Não, a igreja é para todos. Como está sendo a campanha ‘Amigo do Cristo Redentor’, da Arquidiocese, para custear o monumento? A campanha continua [doações podem ser feitas no site www.cristoredentoroficial.com.br]. Tivemos apoio importante da imprensa, por isso facilitou chegar ao conhecimento do povo brasileiro que a Igreja mantém o Cristo Redentor, paga a conta e não recebe nada da bilheteria. Isso é uma coisa realmente injusta. Todo mundo vai lá e a conta fica para a gente: funcionários, a parte de comunicação, da engenharia, obra, projetos sociais, estruturais. É muito dinheiro [R$ 3 milhões por ano]! Não dá. No final de março, faremos uma outra curva da campanha, e vamos mostrar os benefícios e o que estamos conseguindo manter e abrir. Estamos otimistas. GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

Padre Omar com Xande de Pilares na gravação do DVD

“SAMBA DE FÉ” PADRE OMAR RADAR RECORDS R$ 25 (DVD) E R$ 18 (CD)

Programe-se! No Vivo Rio (av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Tel.: 25311227). Hoje, às 21h. R$ 70 a R$ 140. 18 anos.

GLP PRODUÇÃO/ DIVULGAÇÃO

Padre Omar Raposo reuniu bambas como Jorge Aragão, Xande de Pilares, Mumuzinho e Fundo de Quintal para gravar o novo repertório do DVD ‘Samba de Fé’, que acaba de lançar. Em conversa com o Metro Jornal, ele também fala de assuntos como intolerância religiosa e da campanha ‘Amigo do Cristo Redentor’, para custear a manutenção do monumento símbolo do Rio.


14|

{PUBLIMETRO}

RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

Leitor fala

Os invasores

Receita Minuto

Cadê a ciclovia Tim Maia? Pois já vai completar um ano que ocorreu aquela terrível tragédia da queda do trecho da ciclovia Tim Maia, na avenida Niemeyer, matando duas pessoas, e até agora, nada de ela ser reaberta. Não é possível que, até agora, as autoridades não tenham encontrado profissionais competentes para analisar aquela estrutura e ela ser reerguida. É um absurdo e, acima de tudo, descaso.

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

ROSQUINHA DE LIMÃO

Cruzadas

CARLOS DE MORAES – RIO DE JANEIRO, RJ

Tijuca sem lei Reforço as queixas de moradores da região da Tijuca quanto à falta de policiamento eficaz naquela área, desde o Rio Comprido até o Alto da Boa Vista. Está ocorrendo uma onda de assaltos assustadora. Seja de dia ou à noite, há arrastões e roubos de veículos à mão armada. Por exemplo, na rua Barão de Itapagipe, via que dá acesso ao Rio Comprido e ao túnel Rebouças, na sexta-feira passada, um grupo fez arrastão em plena 18h, em frente ao condomínio Solar, altura do número 401. E, no sábado, de novo houve um arrastão, na esquina com a rua Delgado de Carvalho. Já na terça-feira, roubaram carros também na rua Delgado de Carvalho. Sem falar nos constantes assaltos na rua Professor Gabizo. Até vemos viaturas da polícia... mas só de passagem pela rua.

INGREDIENTES 4 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo 45 gramas de fermento biológico fresco 1 ½ xícara (chá) de água morna 1/4 xícara (chá) de açúcar 2 colheres (sopa) de leite em pó 1 colher (chá) de sal 2 colheres (sopa) de raspas de limão siciliano

2 colheres (sopa) de manteiga Farinha de trigo e óleo para untar a gosto Para a Cobertura: 2 xícaras (chá) de açúcar de confeiteiro 8 colheres (sopa) de suco de limão siciliano Raspas de limão siciliano para polvilhar

ERNESTO SENA – RIO DE JANEIRO, RJ

Quer mais?

Clique metrojornal.com.br para acessar conteúdo exclusivo, atualização de nossas reportagens, todos os nossos colunistas e galerias com as melhores imagens do dia.

MODO DE PREPARO: Em uma batedeira coloque a farinha de trigo, a manteiga, o leite em pó, o açúcar e bata. Adicione, aos poucos, as raspas de limão, o sal, a água e o fermento biológico. Deixe bater até que a massa fique homogênea e solte da batedeira. Após, coloque esta massa em um recipiente, cubra com um pano ou papel filme e deixe descansar por aproximadamente 40 minutos em um lugar aquecido. Após a massa crescer, tire pedaços da massa e em uma superfície lisa, enrole-a e dobre-a em forma de rosca. Deixe a massa crescer novamente por aproximadamente 20 minutos. Coloque em uma forma e leve para assar em forno pré-aquecido (180°C) por aproximadamente 40 minutos. Retire e banhe coma cobertura.

Para falar com a redação:

leitor.rj@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Sudoku

Para a cobertura: em um recipiente, dissolva o açúcar com o suco de limão até ficar um creme liso. Banhe as rosquinhas já assadas e polvilhe as raspas de limão. Sirva a seguir. Rendimento: 20 unidades Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta-feira, às 9h, na Band

Horóscopo

Está escrito nas estrelas POR: GUILHERME SALVIANO

www.estrelaguia.com.br

Evite correr riscos em negociações financeiras. Valorize pesquisas antes de tratar temas materiais e seja estratégico(a) no trabalho.

Tendências a mais momentos sociais e de diversões. Em relacionamentos, conversas mais francas e gestos afetuosas serão mais frequentes.

Assuntos que sirvam para resgatar energias – como temas espirituais, atividades física e temas culturais devem ser mais valorizados.

Tendências a rever procedimentos com finanças. Aspectos tensos de Vênus – que rege seu signo – apontam necessidade de cautela com elas.

Cuide para que seu senso crítico não faça ficar mais ranzinza nas relações. Observe mais e seja paciente com as diferenças.

Amigos e situações em grupo marcarão com intensidade este momento da semana. Boa ocasião para retomar contatos com pessoas especiais.

Propensões para mais cuidado com o corpo ou atividades que possam revigorá-lo(a), assim como amenizar o stress de desgastes recentes.

Tendências a repensar interesses materiais e valorizar novas prioridades. Em relacionamentos, não tema expressar o que sente. 

Tendências a se empenhar com mais intensidade em objetivos a longo prazo. Evite que as obrigações do dia a dia não afastem de diversões.

Situações sociais serão mais frequentes e positivas. Bom momento para quem tem filhos esclarecer assuntos especiais.

A Lua segue em seu signo, influência positiva para a sequência de projetos e mais exposição das emoções nas relações.

Bom momento para retomar contatos, planos para viagens e interesses que mudem um pouco a rotina dos últimos dias.

Soluções


RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

15|

Fla vence o América-MG e garante classificação Primeira Liga. Atuando sem nove titulares, Flamengo consegue a sexta vitória consecutiva em 2017 e se garante nas quartas de final

10 FLAMENGO

AMÉRICA-MG

Mesmo jogando com um time alternativo, o Flamengo não teve muita dificuldade para vencer o América-MG por 1 a 0, ontem à noite, no estádio Bezerrão, em Brasília. Com o resultado, o time rubro-negro garantiu classificação para as quartas de final da Primeira Liga com uma rodada de antecedência. Antes de a bola rolar, o Flamengo aproveitou para fazer uma homenagem a Paulo Henrique Filho, ex-jogador e técnico da base rubro-negra. Ele morreu na segunda-feira em decorrên-

cia de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Com a bola rolando, o técnico Zé Ricardo aproveitou para fazer observações na equipe. O lateral Renê, por exemplo, fez sua estreia ontem. E foi justamente ele que iniciou a jogada do gol, aos 10 minutos, após pressão inicial do Flamengo. O defensor rolou para Damião, que passou para Berrío. O colombiano cruzou rasteiro para Gabriel, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio. Diferentemente do time titular, os reservas não conseguiam repetir as trocas de passes e o controle de jogo no meio de campo. Em compensação, o Fla era muito veloz na transição da defesa para o ataque. No segundo tempo, o ti-

me rubro-negro voltou a campo sem Leandro Damião e Orlando Berrío, que sentiu dores musculares. Eles foram substituídos por Cafu e Adryan. A tarefa do Fla ficou mais fácil com a expulsão de Gerson Magrão, que recebeu o segundo cartão amarelo após falta dura em Rodinei logo aos 2 minutos. A partir de então, o time mineiro recuou e deu todo o campo para o Flamengo se organizar. Porém, a falta de entrosamento dos reservas falou mais alto e o time pouco criou na segunda etapa. O Flamengo volta a campo no domingo, às 17h, contra o Madureira, em Volta Redonda. A equipe rubro-negra joga por um empate para terminar na primeira posição do Grupo da Taça Guanabara. METRO RIO

ESPORTE

Poderoso

Everton foi um dos dois titulares em campo ontem | MATEUS BONOMI/AGIF/FOLHAPRESS

Torcida única divide clubes no Rio O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) entrou com uma ação civil pública no Juizado do Torcedor e Grandes Eventos pedindo que clássicos no Rio de Janeiro sejam realizados com torcida única. No domingo, um torcedor morreu antes do clássico entre Flamengo e Botafogo, no Engenhão. O promotor Rodrigo Terra ainda exigiu o fim do repasse de ingresso às torci-

das organizadas e o cadastro de torcedores. “Ao longo dos anos e, quiçá, décadas, diversos procedimentos têm sido instaurados e ações civis públicas ajuizadas para tratar de condutas graves, como a participação e o envolvimento de torcidas organizadas em brigas, atos de violência, rixas, homicídios”, escreveu o promotor na ação. Flamengo e Vasco já se posicionaram publicamen-

Flu. ‘Impressionante’, diz Fifa sobre gol de Scarpa Através de sua conta no Twitter, o Fluminense pediu à Fifa ontem para incluir o belo gol de Gustavo Scarpa, na noite de quarta-feira, na lista de candidatos ao Prêmio Puskas, que elege o tento mais bonito da temporada. A entidade máxima disse que a lista só fecha em alguns meses, mas deixou uma mensagem ao Flu: “impressionante.” O gol antes do meio de campo do camisa 10 do

Tricolor precisa ser indicado pela Fifa como um dos 10 finalistas, o que normalmente acontece em novembro. Depois, a escolha é aberta a votação popular. O Globo-RN, adversário do Flu na vitória tricolor por 5 a 2, pretende homenagear Gustavo Scarpa com uma placa no estádio Barrettão, em Ceará-Mirim, na região metropolitana de Natal. METRO RIO

te contra a medida. Em nota oficial, o Fluminense alegou que espera que a medida não seja definitiva e ressaltou que repudia qualquer episódio de violência. O Botafogo disse estar aberto a experiências que possam tornar os estádios mais seguros. Já a Ferj alegou que a medida pune o verdadeiro torcedor, o time, que deixa de arrecadar ingressos; e o clube que joga fora de casa. METRO RIO Copa do Mundo

Infantino quer mais candidaturas conjuntas O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse que vai incentivar candidaturas conjuntas para os próximos Mundiais – assim como foi Japão/ Coreia do Sul em 2002. A ideia é reunir até 4 países para receber o evento. Para a Copa de 20026, a Concacaf pretende lançar uma candidatura conjunta entre México, Canadá e EUA. METRO

3

Briga deixou um torcedor morto e sete feridos | ARMANDO PAIVA/AGIF/FOLHAPRESS - 12/02

“Sou o melhor do mundo sim! Pra alegria de muitos e tristeza de outros. Só posso dizer que logo nos vemos nos octógonos da vida” ANDERSON SILVA, EM DESABAFO PUBLICADO NO INSTAGRAM


RIO DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2017 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

16|

ACERVO PESSOAL

Enfim, Oscar ‘estreia’ na NBA

Bola ao alto. Depois de receber homenagem do Nets, o ‘Mão Santa’ completa semana especial na NBA com participação no jogo das celebridades do All-Star Game Oscar Schmidt vive um momento especial e ao mesmo tempo inusitado. Aposentado desde 2003 e vivendo de palestras – muitas –, o “Mão Santa” está nos Estados Unidos para receber homenagens pela sua carreira. Isso, sem nunca ter atuado na NBA, a liga de basquete americana. Na noite da última segunda-feira, o ex-ala esteve de volta à quadra do Brooklyn Nets, a Barclays Center, em Nova York, para uma noite de autógrafos e homenagens. Foi ovacionado. Um quadro com a camisa 14 – a que ele sempre usou nos seus 29 anos de carreira – foi entregue pelo astro argentino Luis Scola, que tinha Oscar como seu ídolo na infância. “Foi um momento muito especial para mim porque não joguei pelos Nets, nem joguei na NBA. Depois de 30 e poucos anos uma homenagem como essa não é para qualquer um”, disse Oscar, por telefone após o evento, ao Metro Jornal. Não é para qualquer um mesmo. E Oscar passa longe de ser qualquer um. Para quem não viu, saiba que ele é uma lenda. Para quem viu, desnecessário dizer. Para se ter uma ideia, até hoje ele é o maior pontuador de todos os tempos no basquete, com 49.737 pontos, e recordista olímpico, com 1.093. Com ele, o Brasil conquis-

“Eu não vou para brincar. Eu quero ser o melhor jogador do jogo. Nunca brinquei com basquete e não vai ser agora” OSCAR, PARA O METRO JORNAL

O ‘Mão Santa’ atendeu o Metro Jornal após homenagem do Nets

Oscar entrou no Hall da Fama em 2013 DIVULGAÇÃO/NBA

tou a inédita medalha de ouro no Pan-Americano de 1987, diante dos EUA, em Indianápolis, e foi bronze no Pan de San Juan, em 1979, e no Mundial das Filipinas de 1978. E foi justamente pelo Brasil que Oscar não foi para a NBA. Draftado pelos Nets em 1984, ele recusou. O motivo? As regras da Federação Internacional de Basquete da época não permitiam que atletas que jogassem na liga americana defendessem seus países em competições internacionais. Mas as honrarias ao “Mão Santa” pela NBA ainda não acabaram. A homenagem dos Nets foi só um aperitivo, já que Oscar foi para a terra do melhor basquete do mundo por outro motivo: o convite para atuar no “Jogo das Celebridades” hoje, no evento que abre o All-Star Weekend – que encerra no domingo, com o All-Star Game, duelo que conta com os melhores jogadores do ano da Conferência Leste contra os da Oeste. Veja a programação abaixo. Desde o convite, ele voltou a treinar para fazer bonito na partida. E avisou: “Se alguém me chamou pensando que eu vou lá para brincar, eu não vou. Vou para ganhar. Não brinco com basquete.” WILSON DELL’ISOLA METRO SÃO PAULO DIVULGAÇÃO/NETS

CONFERÊNCIA OESTE CONFERÊNCIA LESTE

HOJE

Ʉ 22h - Jogo das Celebridades - Com Oscar, Baron Davis (exjogador), Master P (ator e cantor), Anthony Mackie (ator), Jason Sudeikis (ator), Tom Cavanagh (ator) e Caleb McLaughlin (ator)

AMANHÃ

Ʉ 1h - Jogo dos Calouros Ʉ 15h - Anúncio dos novos indicados ao Hall da Fama do basquete Ʉ 23h - Competição de enterradas, arremessos de 3 pontos e habilidade

DOMINGO

Ʉ 22h - 66º All-Star Game TRANSMISSÃO: ESPN

Stephen Curry comanda o time do oeste

Ʉ Kawhi Leonard (San Antonio Spurs) Ʉ Kevin Durant (Golden State Warriors) Ʉ Stephen Curry (Golden State Warriors) Ʉ Anthony Davis (New Orleans Pelicans) Ʉ James Harden (Houston Rockets) Ʉ Russell Westbrook (Oklahoma City Thunder) Ʉ Klay Thompson (Golden State Warriors) Ʉ DeMarcus Cousins (Sacramento Kings) Ʉ Draymond Green (Golden State Warriors) Ʉ Gordon Hayward (Utah Jazz) Ʉ Marc Gasol (Memphis Grizzlies) Ʉ DeAndre Jordan (Los Angeles Clippers)

Ʉ DeMar DeRozan (Toronto Raptors) Ʉ Kyrie Irving (Cleveland Cavaliers) Ʉ LeBron James (Cleveland Cavaliers) Ʉ Giannis Antetokounmpo (Milwaukee Bucks) Ʉ Jimmy Butler (Chicago Bulls) Ʉ Isaiah Thomas (Boston Celtics) Ʉ Kyle Lowry (Toronto Raptors) Ʉ Paul George (Indiana Pacers) Ʉ Kemba Walker (Charlotte Hornets) Ʉ John Wall (Washington Wizards) Ʉ Kevin Love (Cleveland Cavaliers) Ʉ Paul Millsap (Atlanta Hawks)

Oscar recebeu homenagem do Nets

LeBron James é o grande nome do leste

Ala comandou a vitória do Brasil no Pan-Americano de 1987 sobre os EUA ACERVO PESSOAL


20170217_br_metro rio