Page 6

06|

Caso Yoki. Elize teve ajuda, afirma testemunha Elize Matsunaga, 32, ré confessa de assassinar e esquartejar o marido, Marcos Matsunaga, em 2012, não teria desmembrado o corpo do herdeiro do grupo Yoki sozinha. A declaração foi dada pelo médico-legista Jorge Pereira de Oliveira ontem, no decorrer do 3º dia de julgamento do caso, no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo. De acordo com perito do IML, o corte no pescoço do empresário seria diferente do realizado nos membros inferiores, o que indicaria a participação de ‘pelo menos uma outra pessoa’ no crime. O júri continua hoje e não tem dia para acabar. METRO

32 anos tem Elize Matsunaga, ré confessa de assassinar e esquartejar o marido, Marcos Matsunaga, em 2012. Ontem foi o terceiro dia do julgamento do caso

CAMPINAS, QUINTA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Ano que vem terá pelo menos quatro ‘feriadões’ Calendário 2017. Serão nove feriados nacionais e quatro pontos facultativos – um deles no sábado, prevê portaria divulgada ontem pelo governo federal

PROGRAME-SE

Calendário do ano que vem prevê alguns feriadões

Quem gosta de folgas do trabalho terá um bom 2017. Nenhum dos nove feriados nacionais do ano que vem cai durante o fim de semana e apenas um dos quatro pontos facultativos cai num sábado – o Dia do Servidor Público, em 28 de outubro. E a portaria do Ministério do Planejamento que foi publicada ontem, com o calendário de dias de folga, proíbe que esse ponto facultativo seja antecipado pelos órgãos públicos. Em 2016, Dia do Trabalho e Natal caíram no domingo. Além de caírem durante a semana, pelo menos quatro feriados dão a possibilidade de emenda com o fim de semana. Além da tradicional Sex-

ta-Feira Santa, o feriado de Tiradentes (21 de abril) também cai no último dia útil da semana. O Dia do Trabalho (1º de maio) e o Natal (25 de dezembro) serão em segundas-feiras. Há ainda quatro quintas no feriado de folgas, três delas no segundo semestre: além de Corpus Christi (15 de junho), que sempre cai nesse dia, a Independência (7 de setembro), Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), e Finados (2 de novembro) oferecem a possibilidade de “enforcar” a sexta-feira. Além dessa lista nacional, cidades e Estados também têm feriados locais observados por órgãos públicos e pelo setor de comércio e serviços. METRO BRASÍLIA

FEVEREIRO

JANEIRO Dom Seg

Ter

Qua

Qui

4

5

6

7

11 12

13

14

1

2

3

8

9

10

15

16

22

23

17 24

29 30

Dom Seg

Sex Sab

15

16 23

26

28

Qua

9

10

14

15

16

21 22

23

17 24

4

Sex Sab

5

Dom Seg

11 12 13

4

milhão em propina é o valor que Cunha é acusado de receber da] foi indicado. Passa pelo Congresso, bancadas, partidos, Casa Civil, GSI [Gabinete de Segurança Institucional] e a exigência é que a pessoa seja tecnicamente competente e tenha história na Petrobras”. Lula também afirmou que PT, PMDB e PP faziam indicações aos cargos de diretoria da estatal, quanto questionado pelo MPF. Também convocado para depor ontem na ação, o pecuarista José Carlos Bumlai disse não saber responder às perguntas. Nesta ação penal, Cunha é acusado de receber US$ 1,5 milhão em propina de um contrato de exploração de petróleo no Benin e lavar o dinheiro na Suíça. Ele nega. BRUNNO BRUGNOLO METRO CURITIBA

8

13

14

15

16

19 20

21 22

23

25

14

15

16

21 22

23

26

28

26

28

17 24

29 30

Corpus Christi (pf)

Dom Seg

Qua

Qui

1

2

3

4

5

6

7

8

9

8

9

10

11 12

13

14

11 12

13

14

17

18

19 20

21 22

25

26

28

15

16

22

23

15 16 23

29 30

Independência do Brasil

29 30

17 24

29 30

Ter

Qua

2

3

9 16

4

Sex Sab

25

26

28

23 24

Dom Seg

15

20

25

26

28

27

28

27

29

15

16 23

9

10

11

3

18 25

15

16

21 22

23

26

28

31

27

29 30

17 24

Sex Sab

4

5

11 12 18

19

25

26

31

DEZEMBRO 4

12

10

21 22

Sex Sab

19 20

9

14

3

21

3

13

2

28

Qui

2

8

Qui

19 20

Qua

1 7

1

26

Ter

6

Qua

18

Nossa Senhora Aparecida Dia do Servidor Público (pf)

29

AGOSTO Sex Sab

21 22

14

27

Paixão de Cristo Tiradentes

30

14

13

15

21 22

31

Qui

25

27

14

19 20

13

8

13

11 12 18

19 20

7

8

17

11 12

6

7

10

18

5

6

9

17

Ter

5

16

10

Dom Seg

4

18

8

31

Sex Sab

25

7

24

Qui

1

6

23

Qua

3

5

30

Ter

2

NOVEMBRO

Ter

2

10

17 24

Dom Seg

1

OUTUBRO Dom Seg

1 7

11

13

10

7

11 12

6

10

12

9

6

18

5

9

19 20

3

19 20

Sex Sab

4

18

2

26

Qui

3

25

1 5

27

2

8

27

Sex Sab

1 7

Sex Sab

18

27

ABRIL

Qui

JULHO

Qui

25

31

27

Qua

Qua

Cinzas (até às 14h) (pf)

6

SETEMBRO

24

Ter

Ter

6

JUNHO

Qui

Dia do Trabalho

Qua

17 24

Dom Seg

5

Carnaval (pf)

17 24

29 30

Dom Seg

Ter

Qua

Qui

1

2

5

6

7

8

9

10

11 12

13

14

15

16

17

18

19 20

21 22

23

25

26

28

24

Finados Proclamação da República

4

27

Sex Sab

29 30

31

Natal PF: PONTO FACULTATIVO

Tríplex

US$ 1,5

14

21 22

Lula afirma não saber sobre participação de Eduardo Cunha Mesmo orientado pela defesa para não responder as perguntas do MPF (Ministério Público Federal) e dos advogados de Cunha, o ex-presidente Lula Inácio Lula da Silva falou ontem em seu primeiro depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, pois disse ser o ‘maior interessado na verdade’. Lula afirmou desconhecer uma suposta participação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tanto na nomeação de Jorge Zelada para a diretoria Internacional da Petrobras quanto na compra de direitos de exploração de um campo de petróleo de Benin, na África. O petista foi convocado pela defesa de Cunha no processo da Lava Jato no Paraná contra o ex-deputado. A audiência foi feita por videoconferência de São Bernardo do Campo-SP. Questionado pelos advogados do peemedebista sobre quem teria indicado Zelada, Lula respondeu: “Eu acredito que tenha sido o PMDB, da mesma forma que o [Nestor] Cerveró [antecessor de Zela-

13

12

8

4

11

19 20

7

3

10

8

21

3

Ter

9

7

28

2

Dom Seg

4

19 20

1

29 30

3

6

MAIO

28

2

5

27

Sex Sab

1

26

27

MARÇO

Qui

18

31

Ter

Qua

25

Confraternização Universal

Dom Seg

Ter

‘Senti que Marisa ficou espantada’, diz sócio de construtora

vista linda”, declarou. Para a defesa de Lula, o relato corrobora o depoimento prestado anteriormente ao MPF, de que Marisa não era e nem agia como proprietária. Esta foi a segunda e última vez que ela esteve no local – Lula foi Mais oito testemunhas de apenas uma, segundo os advogados. acusação contra Lula, a No total já foram ouvidas ex-primeira dama Marisa 19 testemunhas neste proLetícia e outros seis réus, depuseram ontem ao juiz cesso da Lava Jato – apenas o ex-deputado Pedro Corrêa Sérgio Moro na ação do (PP) fez acusações contra o tríplex do Guarujá-SP. O sócio da Talento Cons- ex-presidente, embora não tivesse conhecimento do trítrutora – contratada para reformar o apartamento plex. METRO CURITIBA pela OAS –, Armando Dagri Magri, disse que visitou a obra apenas uma vez na fase final junto com Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, o engenheiro Paulo Gordilho, Marisa Letícia e um dos filhos do ex-presidente Lula. Lula e “Ela entrou e falou da visMarisa Letícia ta. Na hora eu senti que ela ficou espantada. ‘Nossa que BETE MARQUES/BRAZIL PHOTO PRESS/FOLHAPRESS

Decisão. Congresso diverge sobre aborto A decisão da 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) de autorizar o aborto até o terceiro mês de gestação sem que a prática seja considerada crime provocou reações opostas ontem dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Maia avalia o caso como uma invasão das funções do Congresso e anunciou a criação de uma comissão especial para decidir se o entendimento dos ministros deverá ser mantido. “Nosso papel é legislar, seja ratificando ou retificando a decisão do Supremo”, afirmou, pedindo prioridade aos líderes para indicar os integrantes do colegiado. Em lado oposto, Renan avaliou que houve uma postura correta do STF ao decidir sobre um tema polêmico, que enfrenta dificuldades de análise pelo Congresso. “Não acho ruim o STF deliberar”, sustentou. Direito da mulher Por unanimidade, cinco ministros da 1ª Turma avalizaram o voto do ministro Roberto Barroso, que entendeu

“Às vezes, o STF legisla. Entendemos que há um prerrogativa que foi usurpada do Congresso. Sempre que isso acontecer vamos deliberar.” RODRIGO MAIA, PRESIDENTE DA CÂMARA

“Quando o Congresso tem dificuldade para deliberar sobre tema complexo, não acho ruim que o Supremo delibere. Democracia é isso.” RENAN CALHEIROS, PRESIDENTE DO SENADO

que criminalizar o aborto no início da gestão viola a autonomia da mulher, o direito à integridade física e psíquica, os direitos sexuais e reprodutivos da mulher, a igualdade de gênero, além de provocar discriminação social e um impacto desproporcional da criminalização sobre as mulheres pobres. Não se trata da liberação do aborto. A decisão vale apenas para o caso julgado, mas sinaliza posição do STF sobre o tema. METRO

20161201_br_metro campinas  
Advertisement