Page 1

O Metro Jornal é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela gráfica Belo Horizonte Gráfica e Editora.

BELO HORIZONTE Quarta-feira, 19 de outubro de 2016 Edição nº 1.246, ano 6 MÍN: 24°C MÁX: 33°C

www.metrojornal.com.br | leitor.bh@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_BH

PARA MATAR A SAUDADE AINDA SUMIDO, BELCHIOR É RESGATADO EM BOX ESPECIAL COM 3 DISCOS PÁG. 11

Ministro da saúde promete R$ 119 mi para o Estado Contrato de repasse é assinado e verba deve ser destinada para 56 entidades filantrópicas e seis unidades de pronto-atendimento PÁG. 03

A 20 dias da eleição, Hillary e Trump fazem último debate Imagens de alguns filmes que serão exibidos na mostra

Com R$ 702 milhões, Fies será destravado Congresso aprovou crédito suplementar para quitação de taxas a bancos PÁG. 04

PF desarticula grupo que fraudou a Caixa Quadrilha de BH embolsou R$ 22 mi usando documentos falsos PÁG. 02 WASHINGTON ALVES/LIGHT PRESS

A CAPITAL DO CINEMA

Será o encontro final entre candidatos à presidência dos Estados Unidos; Bandnews TV transmitirá ao vivo PÁG. 09

Copa do Brasil

FOTOS: DIVULGAÇÃO

CineBH começa amanhã com a exibição de 57 filmes pela cidade PÁG. 11

BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Cruzeiro e Galo contam com hermanos para avançarem às semifinais PÁGS. 15 E 16


02|

1 FOCO

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

PF investiga fraude milionária na Caixa Em Belo Horizonte. Polícia Federal desarticula quadrilha que usava empresas de fachada para conseguir empréstimos e financiamentos imobiliários. Esquema contaria com a participação de três gerentes do banco e até de um cartório Uma quadrilha que aplicava golpes por meio de empréstimos e financiamentos imobiliários na Caixa Econômica Federal foi presa ontem em Belo Horizonte pela Polícia Federal (PF). O prejuízo causado pelos criminosos chega a R$ 22 milhões. Batizada de “Água Limpa”, a investigação dos estelionatos teve início em 2014, a partir de indícios de fraudes levantados por uma auditoria interna do próprio banco, que foi encaminhada para a Polícia Federal. De acordo com a PF, os estelionatários assinavam contratos e empréstimos em nome de empresas de fachada. Sócios fictícios eram criados para essas firmas e os envolvidos apresentavam certidões dos imóveis com registros falsificados como garantia. O esquema fraudu-

R$ 22 mi é o valor estimado do prejuízo causado pelos golpes praticados pela quadrilha, segundo a PF. lento foi cometido em várias agências de Belo Horizonte e Contagem, na região metropolitana da capital. Cartório e gerentes Ao todo, 12 pessoas são suspeitas de participar da quadrilha, seis delas já foram presas, segundo a PF. Entre os detidos estão advogados, empresários e comerciantes. Três gerentes da Caixa também estão sendo investigados. Um cartório extrajudicial responsável pelo reconhecimento das firmas de pessoas físicas inexisten-

tes, que eram utilizadas para aplicar o golpe, também é alvo da polícia. Além das prisões, foram realizados bloqueios de contas bancárias e sequestro de imóveis de parte dos envolvidos na fraude. Os acusados devem responder por vários crimes, entre eles, associação criminosa, estelionato e falsificação de documentos públicos, entre outros. Somadas, as penas podem chegar a 100 anos de prisão. Por meio de nota, a Caixa afirmou “que continua contribuindo com as investigações dos órgãos competentes”, mas não informou se os funcionários investigados no caso foram afastados de suas funções. PEDRO NASCIMENTO METRO BELO HORIZONTE

Presos foram conduzidos para sede da PF em BH | UARLEN VAÉRIO/O TEMPO/FOLHAPRESS

Carandiru

Denúncia ao CNJ O desembargador Ivan Sartori, que classificou o massacre do Carandiru como legítima defesa e votou a favor da absolvição de 74 policiais, foi denunciado ontem ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Entidades de direitos humanos querem a abertura de um processo disciplinar contra o magistrado. O pedido foi levado à presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, que também preside o CNJ.

Cotações Dólar - 0,81% (R$ 3,183) Bovespa + 1,73% (63.782 pts) Euro - 0,450% (R$ 3,498) Selic (14,25% a.a.)

Salário mínimo (R$ 880)

Polícia prende quadrilha que explodiu 30 caixas eletrônicos A Polícia Civil confirmou ontem a prisão de sete suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em explodir e roubar caixas eletrônicos de agências bancárias em Minas. O grupo seria responsável por cerca de 30 ataques a bancos e postos de gasolina e teria causado um prejuízo estimado em R$ 1,5 milhão. De acordo com o delegado João Prata, os suspeitos são de Contagem e Betim, na região metropolitana de BH, mas foram detidos em Oliveira, na região Centro-Oeste do Estado. Com eles foram apreendidos toucas-ninja, luvas, explosivos, rádio-comunicadores, armas e materiais usados nos roubos. “Quando a explosão não é suficiente para abrir os caixas eletrônicos,

Suspeitos foram detidos no último dia 13 | POLÍCIA CIVIL/DIVULGAÇÃO

os suspeitos arrombam a tesouraria da agência bancária e subtraem o cofre por inteiro. Por isso, carregavam sempre ferramentas apropriadas para esse tipo de arrombamento”, explicou o delegado. FALE COM A REDAÇÃO leitor.bh@metrojornal.com.br 031/3508.5719 COMERCIAL: 031/3508.5720

O Metro Jornal circula em 23 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, ABC, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Grande Vitória e Maringá, somando 505 mil exemplares diários.

A operação policial foi batizada de “4M” em alusão à uma gíria comum entre os criminosos que significa: música, mulher, maconha e malote (dos bancos) adquiridos durante os roubos. METRO BH

Em Tóquio. Ministro prevê volta da Samarco em 2017 Em evento na cidade de Tóquio, no Japão, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou ontem que a Samarco pode voltar a operar no começo de 2017. A empresa está de licença após o rompimento da barragem da mineradora, em Mariana, região Central de Minas, que matou 19 pessoas e devastou o Rio Doce, em novembro de 2015. O ministro defendeu a retomada da Samarco para que se recupere os empregos e os impostos gerados. Em junho deste ano, a mineradora colocou em prática um Programa de Demissão Voluntária (PDV) com o objetivo de reduzir em 40% o quadro de funcionários, o que corresponde a cerca de 1,2 mil dispensas. Ontem, o diretor executivo

“No Brasil, ainda há muito preconceito com a atividade da mineração” FERNANDO COELHO FILHO, MINISTRO

de Sustentabilidade da Vale, uma das donas da Samarco, Clovis Torres, afirmou que a retomada da mineradora em meados de 2017, é viável. “Estamos trabalhando para que volte o mais rápido possível”, disse Torres. METRO BH

EXPEDIENTE Metro Jornal. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Jornal Belo Horizonte. Gerente executivo: Cássio Mota. Editor-Executivo: Juvercy Júnior (MTB: 12.331) Editor de Arte: Cleber Machado e Pablo Tavares Grupo Bandeirantes de Comunicação Minas Diretor Geral: José Saad Duailibi. Chefe de Jornalismo: André Vasconcelos

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Raja Gabáglia, 2221, São Bento, CEP 30350-453, Belo Horizonte, MG. Tel.: 031/3508.5720. O Metro Jornal Belo Horizonte é impresso na Belo Horizonte Gráfica e Editora. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 40.000 exemplares


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

03|

Governo anuncia R$ 119 mi para saúde pública no Estado Polêmica. Em visita a Belo Horizonte, ministro da saúde Ricardo Bastos garante que PEC 241 não irá prejudicar investimentos no setor Em evento em Belo Horizonte, o ministro da saúde, Ricardo Bastos, autorizou o repasse de R$ 119 milhões para saúde pública de Minas. O recurso será destinado a seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e 56 hospitais e entidades filantrópicos do Estado. O anúncio feito pelo ministro surge em meio ao acalorado debate sobre a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que atrela os gastos públicos com saúde e educação à taxa de inflação pelos próximos 20 anos. A medida criticada por muitos foi aprovada pelos deputados da Câmara, em Brasília, em primeiro turno. Durante sua visita à capital ontem, o ministro Ricardo Bastos garantiu que a saú-

“A saúde não perde recursos com a PEC 241, não há risco nenhum disso acontecer” RICARDO BASTOS, MINISTRO DA SAÚDE

de e a educação não serão prejudicadas pelo limite de gastos proposto pelo presidente Michel Temer. “A PEC vai colocar o país de volta ao crescimento. Isso vai permitir mais arrecadação e mais recursos para aplicar em todas as áreas, inclusive na saúde”, afirmou Bastos. Para onde vai Em Belo Horizonte, serão beneficiados pela nova verba anunciada pelo ministério o Hospital Sofia Feldman (R$ 246 mil), a Associação Bene-

ficente Paulo Tarso (R$ 168 mil) e a Santa Casa de Misericórdia (R$ 12 mil), além de uma UPA da capital (R$ 3 milhões). A maior parte do repasse (R$ 106,9 milhões) irá para as 56 entidades filantrópicas do Estado. O recurso, segundo o ministério, será anual, tendo como única contrapartida que os hospitais realizem o atendimento pelo SUS de procedimentos de média e alta complexidade. De acordo com o ministério, a ampliação dos serviços é resultado da economia de R$ 1 bilhão nos 100 primeiros dias do governo Michel Temer. “Vamos fazer uma gestão mais eficiente e vamos melhorar a saúde e aperfeiçoar o SUS”, concluiu o ministro. METRO BH

João Leite visita creches; Kalil vê problema de saneamento ELEIÇÕES

2016

João Leite recebeu integrantes do Movimento Pró-Creche

GUSTAVO BAXTER/NITRO

Alexandre Kalil foi à Bacia do Onça e conversou com moradores da região

AMIRA HISSA/DIVULGAÇÃO

Faltando doze dias para o segundo turno das eleições municipais, o candidato do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite, se reuniu ontem com integrantes do Movimento Pró-Creche, que representa 194 creches conveniadas e atende 24 mil crianças na capital. O candidato ouviu relatos das dificuldades vivenciadas pelo segmento e prometeu melhoria e ampliação do atendimento às crianças de zero a seis anos, nas creches conveniadas com a Prefeitura. Ainda ontem, Alexandre Kalil (PHS) visitou a Bacia do Onça, entre as regionais Nordeste e Norte de BH. Ao lado do vice, Paulo Lamac (Rede), o ex-presidente do Atlético reforçou a preocupação com saneamento básico na cidade. O candidato falou ainda que a equipe já está empenhada em mapear os pontos críticos de poluição e áreas de alagamento em Belo Horizonte. METRO BH

Distribuição de repelente para grávidas em dezembro

Ministro da saúde, Ricardo Bastos | WESLEY RODRIGUES/HOJE EM DIA/FOLHAPRESS

Pampulha. Conselho tenta impedir remoção de capivaras da orla da lagoa Em reunião realizada ontem, o Conselho Municipal de Saúde de Belo Horizonte (CMS-BH), decidiu que irá recorrer ao Ministério Público de Minas (MPMG) para impedir a retirada das capivaras na orla da Lagoa da Pampulha. A remoção dos animais do local foi determinada pela Justiça Federal após a confirmação de casos de febre maculosa em frequentadores da orla da lagoa. A prefeitura ainda não definiu a data em que o procedimento será realizado. As capivaras são hospedeiras do carrapato-estrela, transmissor da doença,

e que foram detectados em diversos pontos no entorno do cartão-postal. Para o conselho, composto inclusive por especialistas da UFMG, a retirada dos roedores pode fazer com que os carrapatos busquem outros hospedeiros na orla como cães, gatos e os próprios humanos. Além de convencer a Justiça sobre isso, o CMS-BH terá que discutir o assunto com a Asssociação de Moradores do bairro Bandeirantes (Apibb), que é a favor da retirada das capivaras e acionou o MPMG. METRO BH

Capivaras viraram polêmica no cartão-postal | EDSON SILVA/FOLHAPRESS

Durante sua visita a BH, o ministro da saúde também prometeu para dezembro o começo da distribuição gratuita de repelente para grávidas cadastradas no Bolsa Família. A medida já tinha sido anunciada pelo governo em janeiro deste ano. A ação visa proteger as gestantes do zika vírus, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, e que pode causar microcefalia em bebês. Até o último dia 14, 2.033 casos da malformação tinham sido confirmados no país neste ano. METRO BH Clima

Calor na cidade deve continuar até domingo Os termômetros em BH atingiram 33,5ºC ontem e a previsão é que o calor continue forte com a temperatura ultrapassando a casa dos 30ºC, sobretudo no início da tarde, pelo meons até o próximo domingo. METRO BH Ocupação Izidora

Estado fará cadastro social das famílias As 8.000 famílias da ocupação Izidora, na região Norte de BH, devem passar por um cadastro social feito pelo governo do Estado. A iniciativa foi definida ontem após reunião dos moradores da área invadida com representantes da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. A reintegração de posse do terreno foi determinada pela Justiça, mas ainda não há data marcada para acontecer. METRO BH


04|

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Congresso enfim aprova R$ 702,5 mi para o Fies Educação. Após quatro meses de atraso, repasses às instituições de ensino superior particulares e 1,5 milhão de contratos inadimplentes serão normalizados em até uma semana Em votação simbólica, o Congresso aprovou ontem o projeto que libera R$ 1,1 bilhão para a Educação – R$ 702,5 milhões para o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e R$ 400,9 milhões para uso na organização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), marcado para 5 e 6 de novembro. A demora em aprovar o projeto deixou em atraso, desde agosto, os pagamentos das taxas de administração dos bancos públicos responsáveis pelos contratos do Fies. Em razão disso, em torno de 1,8 milhão de estudantes estavam ameaçados de não concluírem o ano letivo e ficarem impossibilitados de renovar a matrícula no ano que vem. O projeto deve ser san-

Congresso tinha adiado a votação por duas vezes | JONAS PEREIRA/AGÊNCIA SENADO

cionado pelo presidente da República em exercício, Rodrigo Maia, que ficará no cargo até quinta-feira. O MEC (Ministério da Educação) diz que a priorida-

de é regularizar em até uma semana os 1,5 milhão de contratos que estavam com pagamentos atrasados. “Todos eles serão preservados nos seus direitos e terão a

garantia de que os contratos serão honrados”, afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho, que acompanhou pessoalmente a sessão. As instituições avaliam que os recursos solucionarão problemas no fluxo de caixa. “Nas universidades menores, principalmente, há atraso no pagamento de salários de professores e servidores”, afirmou o presidente da ABMES (Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior), Janguiê Diniz O Fies é um programa que financia a educação superior em instituições a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O prazo para quitar o empréstimo é de até três vezes a duração do curso. O universitário só começa a pagar depois da formatura. METRO BRASÍLIA

Investigação. PT repassou fundo à Pepper O PT repassou R$ 6,4 milhões do fundo partidário do ano passado à agência de publicidade Pepper Comunicação Interativa, que atuou na assessoria de imprensa do partido. A empresa é investigada na operação Lava Jato e na operação Acrônimo, que apura desvios em Minas Gerais. Os repasses foram feitos entre fevereiro e dezembro de 2015, mas a prestação de contas encaminhadas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) não especifica os serviços prestados pela Pepper ao PT, segundo reportagem do portal “Uol”. A Justiça Eleitoral ainda julgará as contas do partido e apura a legalidade das despesas. O PT nega irregularidades na contratação da agência. A Pepper não se manifestou. O TSE também deve investigar o uso de recursos do fundo partidário para financiar viagens ao exterior e da comitiva do Instituto Lula. Segundo o “Uol”, dirigentes e militantes gastaram R$ 115,7 mil em viagens para Cuba e França. Além disso, R$ 1.572 foram usados para hospedar 3 pessoas da equipe de comunicação do ex-presidente Lula, em viagem a Montes Claros. METRO BRASÍLIA

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

PARTIDOS DE ‘ESQUERDA’ DEVEM PERDER NO 2º TURNO. Enfraquecidos pelas

urnas no primeiro turno, dia 2 de outubro, os partidos de esquerda devem sofrer novo revés no segundo turno das eleições municipais. É o que apontam as pesquisas sobre as disputas nas capitais e nas 15 cidades brasileiras mais populosas. PSOL e PT não elegerão qualquer prefeito. PDT vencerá só em Fortaleza. Já os partidos da “centro-direita” se fortaleceram. PSDB é o favorito em seis capitais e o PMDB, em três. PSD lidera em Curitiba e Campo Grande. VADE RETRO. No Rio,

57,6% dos cariocas rejeitam Marcelo Freixo (PSOL), segundo o Paraná Pesquisa, reforçando o favoritismo de Marcelo Crivella (PRB).

“O BRASIL PRENDE MUITO, MAS PRENDE MAL” MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES (JUSTIÇA) SOBRE A LEGISLAÇÃO PENAL BRASILEIRA

Calheiros (PMDB-AL), é “falta do que fazer”. “Isso tem como endereço enfraquecer o combate aos crimes do colarinho branco”, acusa o capixaba.

PSB SE GARANTE. O PSB deve manter o controle do Recife, onde Geraldo Júlio lidera contra João Paulo (PT), e deverá vencer também em Aracaju. ADEUS, PT. Em Belo Horizonte, João Leite (PSDB) deve vencer Alexandre Kalil (PHS). O PT, que governa o Estado, nem sequer foi ao segundo turno.

Renan Calheiros (PMDB-AL) | FABIO RODRIGUES POZZEBOM/ABR

ACERTO COM DELCÍDIO.

José Andrade Neto é citado na Lava Jato por participar de uma reunião com Delcídio do Amaral para suposto acerto de propinas. NÃO PASSARÃO. Para o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), o projeto que altera a lei de abuso de autoridade, de Renan

CRUELDADE À BRASILEIRA.

Vídeo de presídio cearense mostra presos jogando pelada com a cabeça de um homem. A crueldade dos bandidos brasileiros supera, assim, a de terroristas islâmicos, que covardemente cortam cabeças de reféns, mas ao menos não fazem piada das próprias atrocidades.

PODER SEM PUDOR

O brilho de Fruet O depoimento de Marcos Valério já durava quase 14 horas quando chegou a vez de o deputado Gustavo Fruet (PR), na época filiado ao PMDB, formular mais perguntas. O presidente da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), exausto, fez um

apelo para que sua intervenção fosse “objetiva”. Rápido no gatilho, Fruet lembrou o bom humor e a inteligência do pai, o saudoso deputado Maurício Fruet: - Será uma intervenção minissaia, presidente: curta, justa e provocante...

COM ANDRÉ BRITO, GABRIEL GARCIA E TIAGO VASCONCELOS WWW.DIARIODOPODER.COM.BR


06|

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Empreiteira denuncia Picciani e familiares Lava Jato. Firma Agrobilara, da família do ministro do Esporte, teria sido usada pela Carioca Engenharia para pagar propinas Uma ex-diretora da Carioca Engenharia afirmou à força-tarefa da Lava Jato que a empresa Agrobilara, da família do ministro do Esporte, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), foi usada para gerar dinheiro em espécie que seria usado para pagar propina. A afirmação é de Tania Fontenelle, ex-diretora administrativa da Carioca, que fez um acordo de leniência – espécie de delação para empresas -– em que os executivos confessam os crimes. Fontenelle citou 11 empresas que fizeram contratos falsos ou superfaturados com a Carioca. No caso da família Picciani, a Ca-

rioca teria comprado gado por valor acima do mercado. “Os animais (vacas) foram efetivamente entregues, porém parte do valor pago foi devolvido em espécie à Carioca”, diz trecho do depoimento da ex-diretora. Na última segunda, Fontenelle depôs ao juiz federal Sérgio Moro em processo que investiga R$ 20 milhões em propinas por contratos do Cenpes (Centro de Pesquisas da Petrobras), no Rio de Janeiro, pagas a ex-diretores da estatal e ao PT. Segundo ela, a tática – de gerar dinheiro em espécie para pagar propinas – foi usada até em corri-

Picciani: empresa deve ser investigada | ROBERTO CASTRO / MNINISTÉRIO DO ESPORTE

das da Stock Car. Destes R$ 20 milhões de propina, R$ 2 milhões foram produzidos em espécie pelo do-

leiro Adir Assad. Em troca, Assad estampou o nome da Carioca em um carro patrocinado pela empresa de-

le, a Rock Star. A Agrobilara é controlada por Picciani, pelo pai dele, o deputado estadual Jorge Picciani, e pelo irmão, Rafael Picciani, que chefia uma secretaria na prefeitura do Rio, todos do PMDB fluminense. O ministro Leonardo Picciani não quis se manifestar. A Agrobilara, por meio de Jorge Picciani, informou que “todas as vendas [de gado] feitas seguiram os preços praticados no mercado”, e que vai processar Fontenelle pela “improcedência das afirmações”. RAFAEL NEVES

Presidiu CPI

Deputado nega saber de conta de Cunha O deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB), que foi presidente da CPI da Petrobras em 2015, disse ontem não saber das contas no exterior que, segundo denúncia, receberam propinas para o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele depôs ontem ao juiz Sérgio Moro como testemunha de defesa de Cláudia Cruz, mulher de Cunha. METRO CURITIBA

METRO CURITIBA

Polícia investiga Aviões do Forró e mais três bandas A PF (Polícia Federal) deflagrou ontem a operação For All, que revelou um esquema de sonegação do Imposto de Renda de R$ 500 milhões, entre 2012 e 2014, cometidas por bandas de forró em Fortaleza e na Paraíba. O alvo é a A3 Entretenimento, produtora de quatro grupos musicais, entre elas, a Aviões do Forró. Segundo as investigações, a empresa declarava apenas 20% do valor arrecadado e usava dados falsos ou omitia valores recebidos e os gastos com bens, como veículos. Para descobrir a fraude, a PF investigou cachês pagos em eventos públicos e a agenda de shows do grupo. “Só com as bandas, com shows, houve uma omissão de rendimentos tributados na casa dos R$ 120 milhões. Isso exclui vendas de CDs, cotas de patrocínio e ganhos com publicidade”, declarou a delegada Dora Lúcia Oliveira. Foram cumpridos 76 mandados judiciais: 32 de condução coercitiva e 44 de busca e apreensão.

Os músicos Solange e Xand prestaram depoimento | DIVULGAÇÃO/FACEBOOK

Os agentes apreenderam R$ 600 mil em dinheiro, 69 veículos e bloqueados 163 imóveis de pessoas ligadas à produtora. Os vocalistas da banda Aviões do Forró, Solange Almeida e Xand Avião, foram ouvidos e depois liberados. Em nota, a Aviões do Forró afirmou que está à

disposição para prestar esclarecimentos. A A3 Entretenimento não quis se pronunciar. A investigação continuará. Os acusados podem responder por crime tributário, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e associação criminosa. METRO BRASÍLIA


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

Casa própria. Caixa promove 1º Salão de Imóveis em BH O Minas Shopping recebe de amanhã até domingo o 1º Salão de Imóveis e Oportunidades Caixa Aqui. O evento vai reunir construtoras, incorporadoras, loteadoras, imobiliárias e correspondentes Caixa Aqui. O evento será promovido das 10h às 22h, no segundo piso do estacionamento do Minas Shopping. Serão 56 mil ofertas de imóveis novos e usados entre apartamentos, casas, condomínios de lotes, salas comerciais, espaços corporativos e lojas, que estarão distribuídos entre os estandes de mais de 45 empresas entre construtoras e imobiliárias. A expectativa é de que 150 mil pessoas passem pelo evento ao longo dos quatro dias do evento. Mais detalhes e informações sobre o 1º Salão de Imóveis pelo site www.salaodeimoveiscaixaaqui.com.br. METRO BH

{ECONOMIA}

Lojistas do Barreiro fazem megaliquidação Comércio. Liquida Barreiro oferece até o próximo domingo descontos de até 50% em produtos e serviços em mais de 400 lojas. Iniciativa do Sindilojas-BH visa divulgar a região e atrair clientes Quem está de olho no Natal e quer economizar nos presentes tem até o próximo domingo para participar da Liquida Barreiro 2016. Com descontos de até 50% em produtos e serviços de mais de 400 lojas da região, a campanha é um projeto do Sindilojas-BH com apoio dos lojistas e tem como objetivo incentivar os consumidores a fazerem compras e apoiar o comércio do Barreiro. Quem comprar em qualquer uma das lojas participantes da megaliquidação vai concorrer a cinco prêmios, que serão sorteados pelos lojistas. São eles: duas TVs de LED, de 40 polegadas, um notebook, um Iphone 5C e um Camaro Infantil movido à bateria. O centro

4.190 comércios varejistas foram catalogados pela prefeitura na região do Barreiro, a segunda mais movimentada de BH.

Lojas da região estão com preços reduzidos e ofertas até dia 23

comercial do Barreiro fez da região a segunda mais movimentada de Belo Horizonte. A região tem 161 anos e é mais antiga do que a pró-

| DIVULGAÇÃO

pria capital. São mais de 9 mil empresas de comércio e prestação de serviços, bem como profissionais autônomos, indústrias de pequeno,

médio, e grande porte, shopping e variadas instituições que dão um perfil de cidade à região, que fica a 15 km do Centro de Belo Horizonte. Uma estatística feita pela Prefeitura de Belo Horizonte, em 2013, constatou 9.747 atividades (comercial, industrial e de serviços) no Barreiro, com 4.190 comércios varejistas, 404 atacadistas e 3.901 empresas de prestação de serviços. METRO BH

07|

Superminas. Amis projeta Natal superior ao de 2015 A Associação Mineira de Supermercados (Amis) revisou para cima a projeção de crescimento do setor em 2016. No início deste ano, a entidade previa expansão de 0,5% nas vendas diante do cenário de retração econômica. Agora, a expectativa é de fechar o ano com crescimento real de 1,8%. No Natal, a previsão é que haja um crescimento de 4,5% nas vendas em relação a 2015 com a geração de 3 mil empregos temporários, 500 a mais do que no ano passado. Com a revisão, o setor deve encerrar 2016 com faturamento de R$ 34,1 bilhões em 7.095 lojas e gerando 179 mil postos de trabalho. As projeções foram divulgadas ontem pela Amis durante a abertura da 30ª edição da Superminas, no Expominas, o maior evento supermercadista do Estado, que deve reunir 53 mil participantes até amanhã. METRO BH


08|

Juros. Copom anuncia hoje Selic; mercado espera queda O Copom (Comitê de Política Monetária) do BC (Banco Central) iniciou ontem a penúltima reunião do ano para definir a taxa básica de juros, a Selic. O anúncio da decisão será feito hoje, por volta de 18h, após a segunda parte da reunião. Ontem pela manhã, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, e os diretores fizeram uma análise de mercado. À tarde, uma análise de conjuntura. Hoje, após análise da perspectiva para a inflação e das alternativas para a Selic, a diretoria do BC define a taxa e a anuncia. Desde julho de 2015, os juros básicos estão em 14,25% ao ano, no maior nível desde outubro de 2006. Pelas expectativas de instituições financeiras pesquisadas pelo BC, a Selic deve cair para 14% ao ano, nesta reunião, e de novo na reunião de novembro, terminando o ano em 13,5%. METRO Varejo

Vendas recuam 0,6% em agosto As vendas no varejo brasileiro recuaram 0,6% em agosto na comparação com julho e caíram 5,5% sobre um ano antes, informou ontem o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A expectativa em pesquisa da Reuters era de queda de 0,6% na comparação mensal e de recuo de 5% sobre um ano antes. METRO Projeto-piloto

Mastercard testa cartão em ônibus A Mastercard anunciou ontem o início de um projeto-piloto que permite o uso de cartões da bandeira para pagar o transporte público. O projeto, ainda em fase de teste, começa em três regiões: São Paulo (na linha Diadema/Berrini), no Rio de Janeiro (Central do Brasil, principais estações do ramal Deodoro), ambos em outubro, e em Curitiba, onde o piloto está previsto para novembro em ônibus da região metropolitana. METRO

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA}

Lançamentos de imóveis para morar crescem 70% Brasil. Resultado compara agosto de 2016 com mesmo mês de 2015

Vendas também voltaram a crescer, após 13 meses | FOTOS PÚBLICAS

Energia. Aneel aprova redução em contas de luz A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou ontem reduções acentuadas de tarifas em grandes distribuidoras de energia do Sudeste e Centro-Oeste do país, inaugurando uma tendência declinante para as contas de luz nessas regiões. “É uma tendência das distribuidoras das regiões Sudeste e Centro-Oeste”, afirmou o diretor da Aneel André Pepitone, quando votava a redução média de 9,53% nas tarifas da goiana Celg-D. Além da Celg, a Aneel aprovou ainda ontem outras substanciais reduções em tarifas de empresas paulistas. A CPFL Piratininga, do grupo CPFL, terá uma re-

dução média de 24,18%, enquanto a Bandeirante Energia, do grupo EDP, terá uma queda média de 23,53% em suas contas de luz. Segundo o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, há uma tendência de queda de tarifa nas duas regiões por conta da redução do preço da energia, em dólares, de Itaipu e do fato de que, neste ano, o montante a ser recolhido a título de CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) é inferior ao que foi cobrado em 2015. Essas duas contas, a do encargo e a de Itaipu, influenciam particularmente no Sudeste e Centro-Oeste do país. METRO

ALÍVIO NO BOLSO Uma conta de R$ 100 vai cair para...

RESIDÊNCIAS

INDÚSTRIAS

REDUÇÃO MÉDIA

CPFL Piratininga

R$ 80,52

R$ 69,78

(-19,48%)

(-30,22%)

-24,18%

Celg-D

R$ 91,15

R$ 89,23

(-8,85%)

(-10,77%)

Bandeirante

R$ 80,49

R$ 71,36

(-19,51%)

(-28,64%)

FONTE: ANEEL

-9,53% -23,53%

Em agosto, o número de lançamentos de imóveis residenciais no Brasil foi 70% maior do que no mesmo mês de 2015, segundo levantamento mensal divulgado ontem pela Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), em parceria com a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), da USP (Universidade de São Paulo). Em agosto deste ano foram lançadas 4,6 mil unidades residenciais no país, ante as 2,7 mil lançadas doze meses atrás. No acumulado de 2016, os lançamentos totalizaram 38,6 mil unidades, volume 18,5% superior ao observado no mesmo período de 2015. Considerando os últimos 12 meses, o total lançado (70 mil unidades) representa um avanço de 4,3% sobre o

116.211 imóveis residenciais estavam à venda em todo o Brasil zno final de agosto, quando o levantamento foi feito período anterior. Os números surpreenderam o setor. Grandes construtoras e incorporadoras, como MRV e Cyrela, haviam divulgado recentemente retração de dois dígitos no número de seus lançamentos no terceiro trimestre deste ano. As vendas também avançaram, crescendo 1,4% sobre o mesmo período do ano passado. De acordo com a pesquisa, em agosto foram vendidos 9,3 mil imóveis residenciais –

primeiro avanço do indicador desde junho de 2015. Ao final de agosto de 2016, as empresas disponibilizavam 116,2 mil unidades para compra. No mesmo período, foi vendido o equivalente a 7,7% da oferta do mês, leve queda em relação ao calculado para agosto de 2015 (8,2%). Com isso, estima-se que a oferta final de agosto seja suficiente para garantir o abastecimento do mercado durante 13 meses, mantido o ritmo de vendas do mês (9,3 mil unidades por mês). “Esperamos que esse movimento seja consistente”, afirmou o vice-presidente executivo da Abrainc, Renato Ventura. “Mas reforçamos que ainda não se trata de uma tendência ou de uma retomada do setor.” METRO

Dólar cede 0,81% e encerra o dia a R$ 3,183 na venda O dólar teve queda firme ante o real ontem e terminou na casa de R$ 3,18, influenciado pelo movimento da moeda no exterior e expectativa de ingresso de recursos no país por conta da repatriação de ativos de brasileiros no exterior. A moeda recuou 0,81%, a R$ 3,183 na venda. “O dólar acompanhou de perto o mercado externo”, disse o sócio-diretor da gestora Jive Asset Management, Leo-

nardo Monoli, ao justificar o comportamento da divisa. “O giro foi um pouco melhor nesta sessão, mas ainda baixo, o que significa que qualquer operação influencia mais as cotações. O ambiente do Brasil está melhor, então isso potencializou a queda aqui”, disse Monoli. A moeda norte-americana iniciou a sessão em queda e assim permaneceu, acompanhando a busca por

risco no exterior. O mercado doméstico de câmbio também aguarda o resultado da reunião do Copom, que deve cortar a taxa Selic. Os investidores têm avaliado que, ao dar o primeiro passo para reduzir a taxa básica do Brasil, o Banco Central atestará as condições melhores do país e isso poderá atrair recursos estrangeiros e fazer o dólar ceder ainda mais ante o real. METRO

Pesquisa. Mais de metade dos idosos compra pela internet Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) com idosos acima de 60 anos mostrou que mais da metade (53,9%) das pessoas da terceira idade acessa a internet, sendo que 39,3% a utilizam diariamente, e 19,1% usam a rede para fazer compras on-line. METRO

Idosos interagem diante de um notebook | REPRODUÇÃO/PSICOQUE


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{MUNDO}

09|

Hillary e Trump fazem último debate Eleição nos Estados Unidos. Democrata e republicano se enfrentam hoje na reta final da disputa pela presidência do país. Bandnews transmitirá evento a partir das 22h Os dois candidatos que lideram a disputa pela Casa Branca, Hillary Clinton, do Partido Democrata, e Donald Trump, do Partido Republicano, se encontram hoje à noite para o terceiro e último debate televisivo antes das eleições presidenciais de 8 de novembro. A Bandnews transmitirá o evento a partir das 22h. O formato será o mesmo do debate anterior: seis segmentos de 15 minutos, totalizando 1h30 sem intervalo, com o apresentador do debate escolhendo um tema para os candidatos. A ordem então será: 1) candidato responde à pergunta do apresentador 2)rival comenta a resposta 3) candidato responde ao co-

Hillary aparece à frente de Trump nas pesquisas eleitorais | RICK WILKING/REUTERS

mentário do oponente. Os seis temas predefinidos são imigração, titularidade e dívidas, a Corte Suprema, a economia, política interna e a capacidade de cada candidato de ser eleito presidente do país.

O primeiro debate na TV entre Hillary e Trump, em 26 de setembro, bateu recorde de audiência: 84 milhões de espectadores nos EUA. O recorde anterior era do debate entre Ronald Reagan e Jimmy Carter, em

1980, assistido por 80,6 milhões de espectadores. Para efeito de comparação, o evento televisivo mais assistido dos EUA é o Super Bowl, final da NFL, que atrai todo ano pouco mais de 100 milhões de espectadores. Nenhum dos outros candidatos à presidência dos EUA obteve o mínimo de 15% de intenção de votos para participar do debate. As últimas pesquisas eleitorais, divulgadas pelas TVs “CNN” e “NBC News”, mostram Hillary na frente. Na da “CNN”, a democrata tem 47% das intenções de voto, e Trump, 39%; na da “NBC News”, feita com eleitores latinos, 67% declaram voto em Hillary, e só 17% no candidato republicano. METRO

Ataques aéreos destruíram prédios de Aleppo | ABDALRHMAN ISMAIL/REUTERS

Síria. ONU exige garantias a agentes humanitários antes de mandar ajuda a Aleppo A ONU (Organização das Nações Unidas) disse ontem que o plano de cessar-fogo da Rússia não significa que suprimentos chegarão a Aleppo, cidade sitiada na Síria, porque russos, sírios e outros grupos que lutam na localidade ainda não deram garantias de segurança para os agentes humanitários. “Precisamos de garantias de todas as partes do con-

flito, não só de um anúncio unilateral de que isso irá acontecer”, disse o porta-voz da ONU, Jens Laerke. A Rússia disse que forças russas e sírias pausarão seus ataques a Aleppo por oito horas amanhã, para evacuação da cidade e envio de ajuda humanitária. A Cruz Vermelha diz que não está claro se todos os lados do conflito concordaram com o cessar-fogo. METRO


10|

2 CULTURA

Red Dead Redemption 2

Anúncio oficial A empresa Rockstar Games anunciou ontem que lançará no ano que vem a continuação do clássico de faroeste Red Dead Redemption, cuja última versão saiu em 2010 e é considerada um dos melhores jogos do gênero.

Espaço X

{CULTURA}

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

JADER KALID JADER.KALID@METROJORNAL.COM.BR

JADER KALID É SÓCIO-DIRETOR DA REVISTA EXCLUSIVE

FEIRA BILIONÁRIA NO EXPOMINAS A SuperMinas Food Show entra na sua 30ª edição. Um casamento bilionário que reúne a feira supermercadista com a da panificação, o evento começou ontem (18), no Expominas, em BH, e segue até o dia 20. A Associação Mineira de Supermercados (Amis) e a Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão) pretendem movimentar 53 mil pessoas, rendendo cerca de R$ 1,5 bi em negócios. A SuperMinas comemora um crescimento de 4% em relação ao ano passado, sendo considerada a feira mais completa do país. São 430 expositores nacionais e internacionais, 25 mil metros quadrados de área, mais de 50 palestras, fóruns e workshops. Os dois segmentos reúnem na Superminas representantes de 21 mil pontos de vendas no Estado. Em faturamento, os dois setores representam R$ 41,7 bilhões, o segundo maior segmento brasileiro e aproximadamente 10% do Produto Alexandre Poni, Interno Bruto (PIB) presidente da AMIS de Minas Gerais.

FOTOS: DIVULGAÇÃO INTERNET


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

11|

Programe-se

Que cenário melhor para se discutir o panorama do cinema contemporâneo do que BH? Considerada uma das mais importantes vitrines do cenário nacional para filmes independentes, a cidade recebe a partir de amanhã a 10ª edição da CineBH (Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte). Durante sete dias estarão em cartaz 57 filmes rodados em 13 países e nove estados brasileiros, em pré-estreias e retrospectivas. A efervescente produção cinematográfica de Portugal ganha destaque neste ano, com a exibição de importantes produções portuguesas e uma retrospectiva em homenagem a João César Monteiro (1939-2003), um dos grandes nomes do cinema luso. Além de filmes, o festival contará também com premiações, oficinas, workshops e seminários. Toda a programação é gratuita. Para mais informações, veja o box ao lado.

A CineBH acontece de amanhã a 27 de outubro e tem programação gratuita. Ʉ =ĒáåÝėĒîåĤÿĤėĨîÿČđåĨȩ No Cine Humberto Mauro, Cine 104, MIS Santa Tereza, Sesc Palladium e Teatro Sesiminas.

CineBH. Produções de 13 países ganham destaque durante a 10ª edição da mostra internacional, que a partir de amanhã vai ocupar cinco espaços culturais da cidade

“Recordações da Casa Amarela”, do português João César Monteiro

“Memórias de Izidora”

Cena do documentário “Sobre Carnavais e Revoluções”, do mineiro Fred França

Alessandra Negrini em cena do longa “Beduíno”, de Júlio Bressane

Filme norte-americano, “CertasMulheres”

METRO BH

Ʉ åÜÑĮåĨÝėđÝėĒĺÿáÑȿ áėĨȩ O crítico italiano Adriano Aprà é um dos convidados desta edição e vai apresentar três sessões de filmes que ele mesmo selecionou, seguidas de bate-papo com o público. Ʉ GĤėûĤÑđÑÞÕė'ĒîÑĒĮÿČȩ O público infantojuvenil tem programação garantida com a realização da Mostrinha de Cinema, que vai exibir os filmes “O que Queremos para o Mundo?” e “Tudo que Aprendemos Juntos”. Ʉ åĮÑČþåĨȩ Programação completa da mostra pode ser acessada pelo site cinebh.com.br.

FOTOS: REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO

Box faz reencontro de Belchior com fãs Na última década, as notícias sobre o cantor Belchior se desviaram de seu talento na música para informações sobre seu paradeiro. Após uma série de sumiços, dívidas, bens abandonados e esporádicos encontros com fãs, o cantor segue com destino desconhecido desde 2013 – quando completou 20 anos sem lançar novas composições. Em meio à preocupação e à curiosidade em torno da figura do cearense, um relançamento joga o foco da discussão de volta às canções. A coletânea “Três Tons de Belchior” coloca discos do artista em formato remasterizado e com o encarte original de volta às prateleiras e nos principais serviços de streaming de música, como o Deezer e o Spotify. O relançamento celebra 70 anos de vida de Belchior e os 40 anos de gravação de seu quarto disco, o cultuado “Alucinação” (1976). É nesse álbum da Polygram, sua primeira grande gravadora, que ele lançou alguns dos maiores clássicos de seu repertório, como “Apenas um Rapaz Latino-Americano”. Após passar por outras gravadoras nos anos seguintes, Belchior retornou à

O cantor em divulgação de disco de 1978 | IVAN CARODOSO/DIVULGAÇÃO/WARNER

‘TRÊS TONS DE BELCHIOR’ BELCHIOR UNIVERSAL MUSIC R$ 50

Polygram para gravar seus penúltimos discos de inéditas: “Melodrama” (1987) e “Elogio da Loucura” (1988). Esses dois álbuns completam o box que está sendo lançado pela Universal. Apesar de “Alucinação” ser um dos álbuns mais reverenciados pelos fãs, os outros dois conseguem provar a qualidade sonora de Belchior – que à época inovava ao flertar com o eletrônico. Nessas obras o cantor mostra a razão de seu su-

cesso: composições ferozes, sempre atentas às dificuldades sociais do país e às contradições das classes dominantes. São exemplos dessa inteligência “Os Derradeios Moicanos” e “Todo Sujo de Batom”, presentes em “Melodrama”; e “No Maior Jazz” e “Kitsch Metropolitanus”, do álbum seguinte. Vivendo em um autoexílio, Belchior passa a impressão de já ter dito tudo que queria dizer com sua obra – o problema é que muita gente não lhe deu ouvidos. Essa é uma oportunidade de ouvir de novo “Velha Roupa Colorida”, por exemplo, e encontrar o veneno que ele esconde sob as rimas. METRO BRASÍLIA


12|

{PUBLIMETRO

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

Leitor fala

Os invasores

Financiamento privado O financiamento privado quebra o equilíbrio na democracia. Este sistema privilegia mais a empresa do que o cidadão. O Congresso Nacional precisa de renovação. Proposta como repatriação, lista fechada e financiamento privado, é bom para quem pensa tirar proveito do Brasil.

no

japracozinha@omelete.com.br

ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM É MAIS DO QUE UM DERIVADO DE HARRY POTTER

Cruzadas

FERNANDO BRASIL – BELO HORIZONTE, MG

Preço da gasolina No Brasil só teremos resultados positivos sobre essa questão do preço dos combustíveis se houver uma mobilização popular semelhante a do impeachment! O preço praticado é abusivo e isso ocorre porque o consumidor não tem outra saída! Se a demanda continua, os preços também continuam a subir. Há um cartel por trás da distribuição de combustíveis em Minas Gerais, e a morte do promotor José Lins do Rego mostrou isso!

DIVULGAÇÃO

“Animais Fantásticos e Onde Habitam” não tem uma missão simples. Expandir o universo de “Harry Potter” é mexer com anseios e expectativas de toda uma geração. Felizmente, pelo que foi mostrado em evento especial para fãs na última semana, muito do que foi visto nos filmes anteriores estará de volta. Teremos de novo um protagonista carismático, questões sobre preconceito, a guerra do bem contra o mal e, claro, muita magia. David Yates, que dirigiu os últimos 4 filmes da série, resgata todo o clima de inocência e transporta para a figura de Newt Scamander (Eddie Redmayne), um bruxo inglês que desembarca em Nova York. Magizoologista, ele

carrega uma maleta mágica com diversos animais fantásticos que ele capturou ao redor do mundo. Nos EUA, o personagem apresentará um novo mundo mágico ao público e ainda explicará as diferenças entre a cultura bruxa inglesa e americana. Se no início da divulgação o filme despertou receio em alguns fãs, a desconfiança sumiu após os últimos trailers e, principalmente, depois dos dez minutos exibidos. A expansão do universo de Rowling está em pleno curso e parece ter muito mais em comum com Hogwarts do que se imaginava. Essa mistura de personagens inéditos com referências e ligações diretas à mitologia é a receita para o sucesso.

EDSON CONCEIÇÃO – BELO HORIZONTE, MG

Correção Ao contrário do que foi publicado na edição de ontem na matéria “Passagens ficam 5% mais baratas”, a TGO era um dos componentes da receita do FUNTRANS - Fundo Estadual de Desenvolvimento de Transportes, e não ao Departamento de Obras Públicas do Estado.

Quer mais?

Clique metrojornal.com.br para acessar conteúdo exclusivo, atualização de nossas reportagens, todos os nossos colunistas e galerias com as melhores imagens do dia.

FRASE DA SEMANA

“Eu acho que ele [Gray] veio fazer esse filme com um pouco de ressentimento, falando ‘ah, é? Agora vou pegar a maior saga no mundo, e eu vou jogar Oscars em você,’”

Para falar com a redação:

leitor.bh@metrojornal.com.br

VIN DIESEL FALANDO SOBRE O TRABALHO DO DIRETOR F. GARY GRAY EM VELOZES E FURIOSOS 8

Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

NERDÔMETRO

Sobe: ‘Red Dead Redemption 2 - Rockstar Games’ surpreendeu o mundo dos games e anuncia a continuação do seu famoso jogo baseado no faroeste para o terceiro trimestre de 2017 para PS4 e Xbox One

Sudoku

Desce: PlayStation 4 - Pelo terceiro mês consecutivo, o Xbox One, da Microsoft, foi o console da nova geração mais vendido nos Estados Unidos.

Criado em maio de 2000, o Omelete.com.br é hoje o maior site de entretenimento e cultura pop do país

Horóscopo

Está escrito nas estrelas POR: GUILHERME SALVIANO

www.estrelaguia.com.br

Alguns cuidados com o corpo e a saúde farão bem ao dia, especialmente com hábitos diferentes que possa acrescentar a sua rotina.

Este é um dia para cautela e de evitar riscos com assuntos financeiros. Tendências a imprevistos e necessidade de organizar planos.

O jeito de se expressar será determinante – para ajudar ou atrapalhar – em assuntos importantes e nas relações mais diversas.

Marte e Plutão formam conjunção em seu signo, o que aponta ações definitivas e que ponham fim a assuntos que incomodavam.

Dedicação a pesquisas contribuirá para descobertas no trabalho.  Procure conter despesas e priorizar o necessário.

Atente-se para não resolver assuntos familiares de maneira individualista. Cuide para não intervir demais em assuntos dos entes.

Momento para recompor energias de desgastes recentes. Evite querer fazer mais coisas do que pode ou ajudar mais do que deve.

Momento importante para decisões associadas a parcerias. Esclarecimentos importantes marcarão a vida amorosa.

A conjunção entre Marte e Plutão – planetas que regem seu signo – aponta mudanças de pensamento sobre pessoas e projetos.

Atente-se para não querer resolver todos os assuntos ao seu modo, especialmente se há pessoas que possam contribuir.

Marte – que rege seu signo – faz conjunção com Plutão, condição capaz de movê-lo a esclarecer ou transformar projetos a longo prazo.

profissionalmente.

Tendências a se envolver com atividades que tragam conhecimento ou aperfeiçoar o que sabe

Soluções


14|

+

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{VINHOS}

O Liderato, vinho espanhol com a uva Tempranillo, é uma das sugestões de Flávio Bin de vinhos tintos que combinam com pratos mais leves

Le Rosé de Floridene, francês elaborado pelo produtor Denis Dubourdie. Este rosé tem aroma intenso de groselha, maracujá e morango selvagem FOTOS: DIVULGAÇÃO

PLUS

o, ã ç sta mais e da icar nhos a d a a f os vi esa g e m m h a c meça ndo, e aço à om s co uda esp C s. ente ão m ham o h u v n Vin dias q ratos os ga d os , os p e áci es scos t n e s fre u q fre mai

A D O Ã T S E G SU O Benjamin Nieto Rosé Suave tem aroma que remete a frutos vermelhos maduros

Tinto

Mais opções Para quem não fica sem o vinho tinto, o consultor Flávio Bin (foto) indica as bebidas mais jovens para a primavera. “Podem ser servidos os vinhos tintos frutados, de corpo leve a corpo médio”. Para eles, geralmente são usadas uvas como Sangiovese, Dolcetto, Tempranillo e Pinot Noir, explica Bin.

O espumante rosé 3B, da enóloga Filipa Pato, leva as uvas Baga e Bical

Assim como o guarda-roupa, o apetite também mostra cara nova quando a estação do ano muda. Na primavera, o gosto normalmente abandona as comidas mais calóricas e pesadas do inverno, deixando entrar pratos leves, que anunciam a chegada do verão, como os frutos do mar. Para acompanhar esta mudança, um vinho rosé. É o que explica Flávio Bin, gerente e consultor de vinhos da importadora Porto a Porto, sobre a bebida que é símbolo da primavera, junto dos espumantes e vinhos brancos. “Quem determina o vinho são os pratos. Com a estação mais amena, entram os vinhos com mais acidez e frescor, como o rosé, o espumante e o branco”, explica. A escolha da bebida, claro, não é uma regra. Mas a combinação com os pratos é bastante importante. Tanto que o vinho rosé aumentou sua comercialização no Brasil depois que os consumidores passaram a pesquisar e buscar entender o universo dos vinhos, explica Bin. “O principal objetivo do vinho é tornar o prato melhor. Por exemplo, se você comer camarão com vinho tinto, a mistura deixa um gosto metálico na boca”. Na Europa, que tem uma tradição de vinhos mais antiga, o rosé sempre foi muito consumido. “Aqui existia também um preconceito com o vinho rosé pela baixa qualidade das bebidas que chegavam ao Brasil. Há cerca de oito anos, as importadoras começaram a trazer os vinhos de qualidade”, acrescentou o consultor. Fazendo um paralelo com os brancos e

tintos, é como se os rosés estivessem no meio do caminho. Mantém a acidez e o frescor dos vinhos brancos e a estrutura dos vinhos tintos. “E ele é consumido geralmente numa temperatura de entre 8° e 12°. Mais gelado que o tinto e mais quente que o branco”, explica Bin. Além de serem bons acompanhantes para os pratos leves, o rosé e o espumante têm outra qualidade ressaltada por Bin: a versatilidade. São ótimos na harmonização de pratos, mas também servem para serem degustados sozinhos. “Simplesmente para degustar, para ser servido como aperitivo, ou no almoço ou no jantar, com pratos leves”, acrescentou. Os espumantes – vinhos com nível significativo de gás carbônico – são tradicionalmente vinhos de coloração clara. Entre as dicas de Bin, está o Espumante 3B, da enóloga portuguesa Filipa Pato. De cor salmão, a bebida é seca, frutada e possui acidez mineral. De vinhos brancos, o consultor indica o Loureiro, de João Portugal Ramos. A bebida é elaborada com as uvas loureiro e alvarinho, que conferem uma coloração mais esverdeada ao vinho. As cores dos vinhos são tão diversas justamente pela variedade de uvas. Só entre os vinhos rosés, pode haver bebidas mais avermelhadas, rosadas ou alaranjadas. Mas não é só isto. O grande determinante do tipo de vinho que se quer é o tempo que as cascas participam da produção. “Nos rosés, as cascas são tiradas mais cedo, para não virar vinho tinto. A estrutura do vinho está ligada a este tempo”, finaliza o consultor. METRO CURIITBA

Os vinhos podem ser encontrados nos sites www.querovinho.com e www.vigno.com.br

“À medida em que vamos comendo, sentimos menos o sabor da comida. O vinho limpa as papilas gustativas, sentimos o sabor novamente. Ele faz ressaltar o tempero do prato” FLÁVIO BIN, CONSULTOR DE VINHOS

Com notas cítricas e florais, o Loureiro é um vinho branco português


BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

15|

Atlético precisa de um empate para avançar Copa do Brasil. Galo superou gaúchos por 1 a 0 no primeiro jogo

Titular, Pratto garantiu triunfo do Galo no jogo de ida | BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

Enxergando um pouco mais distante o caneco do Campeonato Brasileiro, o Atlético volta as atenções novamente para outra competição importante. Precisando apenas de um empate para garantir vaga na semifinal da Copa do Brasil, o Galo encara hoje o Juventude, às 19h30, em Caxias do Sul-RS, pelo confronto de volta das quartas de final do torneio. O time alvinegro pode perder por um tento de diferença que ainda avança, desde que marque gols no Estádio Alfredo Jaconi. Na partida de ida, no Mineirão, o Atlético venceu os gaúchos por 1 a 0, com gol construído e marcado pelo atacante Pratto, que é a principal novidade e esperança de gols do Galo para o duelo

3 ESPORTE

JUVENTUDE Elias; Neguete, Micael, Ruan e Pará; Wanderson, Bruninho, Romarinho, Wallacer e Roberson; Caion. Técnico: Antônio Carlos Zago

ATLÉTICO Victor; Patric, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca e Júnior Urso; Clayton, Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira

Ʉ 2ėÝÑČȩ Alfredo Jaconi, Caxias do Sul-RS Ʉ &ėĤÓĤÿėȩ 19h30 Ʉ SĤÑĒĨđÿĨĨÕėȩ Fox Sports e Rádio Itaiaia

desta noite. Atualmente reserva nos jogos do Brasileirão desde à chegada de Fred, Lucas Pratto é titular do Atlético na Copa do Brasil e voltará atuar ao lado de Robinho. Por ter jogado pelo Fluminense na Copa do Brasil, o camisa 99 atleticano não poderá estar em campo e abre espaço para o argentino no ataque.

Outra alteração de Marcelo Oliveira será o retorno de Patric ao time. Após se recuperar de lesão, o jogador substituirá Carlos César na lateral-direita, já que o mesmo foi expulso no jogo de ida. Em caso de classificação, o Atlético pode enfrentar Santos ou Internacional na próxima fase. METRO BH

De volta =ÑĮÑÝÑĒĮåçÑûıÑĤáÑáėĒė ėĤÿĒĮþÿÑĒĨĒåĨĮÑģıÿĒĮÑ ġÑĤÑÑĨĨÿĒÑĤÝėĒĮĤÑĮėáå ĮĤèĨÑĒėĨȩGėĤçđȦÝėđėÑ ĉÑĒåČÑáåĮĤÑĒĨîåĤèĒÝÿÑĨ åĨĮÓîåÝþÑáÑȦ/ĚĺÑÿĮĤåÿĒÑĤ ÝėđÑåģıÿġåȦđÑĨĨę ġėáåĤÓÑĮıÑĤåđɵɳɴɺȩ= ĉėûÑáėĤîėÿîėĤđÑáėĒė ÝČıÜååĤåĮėĤĒÑɴɴÑĒėĨ áåġėÿĨáåĨåĤĺåĒáÿáėȩ


16|

Gol de letra!

CADU DONÉ LEITOR.BH@METROJORNAL.COM.BR

DONIZETE NECESSÁRIO As discussões acerca da composição do setor ofensivo do Galo têm dominado os noticiários do clube nos últimos meses. Também pudera: são muitas opções badaladas. Para além do onipresente debate “Fred e/ou Pratto”, há muito o que dizer, pensar, discutir. Os outros dois atletas mais paparicados do elenco, Robinho e Cazares, também pouco recompõem. O que fazer? Desses quatro, quantos se deve escalar, simultaneamente, entre os titulares? Três? Somente dois? Se é complicada a resposta para esta pergunta, em função desta vocação ofensiva do plantel, um ponto, hoje, me parece pacífico: Leandro Donizete precisa ser, em muitos momentos, titular no meio. Com um esquadrão que, via de regra, mesmo somente com Fred e Robinho – das 4 opções ofensivas mencionadas acima – entre os titulares, privilegiará o ataque, o jogo vertical – pensemos em Clayton, Luan, Maicosuel, Otero: ainda que estes recomponham melhor do que as estrelas já listadas, tratam-se também de alterativas, no fundo, que não carregam a veia defensiva no DNA –, frequentemente, quando a bola for perdida na frente, a retaguarda ficará um tanto vulnerável para os contragolpes. Imaginando que o conjunto estará com quatro, cinco futebolistas sufocando o oponente, pressionando-o, para a abertura no meio, o buraco entre este setor e o último terço do campo não se tornar ainda mais perigoso, é recomendável ter na cabeça-de-área um marcador cujas características combinam melhor com um tipo específico de combate: aquele em que o defensor sai à caça do adversário, em velocidade, com firmeza. Em uma equipe que se expõe tanto, é preciso ter, frequentemente, um volante que detenha boa agilidade para, saindo do centro, cobrir pontas e laterais; ou que, também apresentando ótimo dinamismo, consiga dar tiros curtos, arrancadas explosivas para bloquear as jogadas, as ações dos meias inimigos em seu nascedouro. A questão foge completamente da dualidade besta, do clichê “brucutu ou volante que sai para o jogo”; não estou defendendo a prevalência do primeiro – até porque, não vejo Donizete como um exemplar típico desta classe; é necessário aprofundar, ir além e perceber o tipo de movimentação que cada um possui – até por características físicas, corporais – e como tais atributos se encaixariam melhor em cada situação. Imaginemos os movimentos de um para-brisa: o cão de guarda do meio de uma equipe que ataca com muita gente precisa, nos contra-ataques do rival, invariavelmente, estar de prontidão no meio para realizar movimentos longinquamente análogos ao deste acessório – pendular para um lado, para o outro, ocupar espaços, cobrir lacunas. Muitas vezes, por exemplo, você pode possuir no elenco um atleta superior no desarme nos confrontos diretos e em curta distância; mas que, por carência de rapidez, celeridade, e dinamismo, funcionaria melhor num meio-campo mais preenchido, e não num time no qual com tanta assiduidade os volantes e os quatro da frente funcionam como blocos distintos, pouco compactos. Cadu Doné é comentarista esportivo da rádio Itatiaia e da TV Band Minas, filósofo e escritor

Vencer tudo. América tem missão quase impossível Para não voltar a disputar a segunda divisão no ano que vem, o América necessita agora de algo inédito para se salvar: vencer todas as partidas restantes do Campeonato Brasileiro. Na lanterna, vindo de quatro derrotas seguidas e com apenas 21 pontos, o Coelho chegaria aos 42 somados vencendo todos os jogos e, se espelhando em outras equipes na história dos pontos corri-

BELO HORIZONTE, QUARTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2016 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

dos, se livraria do descenso. E para tentar iniciar o ‘milagre’, o América já se prepara para enfrentar o Atlético-PR, na próxima segunda-feira, às 20h, no Independência, pela 32ª rodada. Contudo, os problemas persistem antes mesmo de uma eventual queda para a Série B. Sidiclei Menezes deve deixar o cargo de diretor de futebol antes mesmo do fim do ano. METRO BH

Dia de balançar as redes do Mineirão Copa do Brasil. Cruzeiro recebe Corinthians nesta noite precisando triunfar pelo placar mínimo ou mais gols para avançar à semifinal. Paulistas venceram duelo de ida por 2 a 1 Sem sofrer gols há quatro partidas, o Cruzeiro também já não estufa o barbante dos seus adversários há dois jogos consecutivos. E o time celeste precisará manter-se seguro na defesa e voltar a ser eficiente no ataque para conseguir, até então, o seu maior feito em 2016: avançar à semifinal da Copa do Brasil. Às 21h45, no Mineirão, a Raposa enfrenta o Corinthians, pelo encontro de volta das quartas de final da competição. No primeiro confronto, em 28 de setembro, a equipe paulista superou o Cruzeiro pelo placar de 2 a 1, em São Paulo. Um dos artilheiros da equipe na temporada e principal referência ofensiva do Cruzeiro no momento, Ábila precisará, assim como toda a equipe, ‘acertar a pontaria’ visando a classificação nesta noite. Diante da Chapecoense, pelo Brasileirão, o argentino perdeu pênalti, acertou bola na trave e ainda desperdiçou chances importantes. E contra o Corinthians, a história não poderá se repe-

CRUZEIRO Rafael; Lucas, Bruno Rodrigo, Léo e Edimar; Lucas Romero, Henrique, Rafinha e Robinho; Rafael Sóbis e Ábila. Técnico: Mano Menezes

CORINTHIANS Walter; Fagner, P. Henrique, Balbuena e Uendel; Camacho, G. Augusto, Rodriguinho e Marlone; Guilherme e Ángel Romero. Técnico: Oswaldo de Oliveira Ʉ 2 ėÝÑČȩ Mineirão, BH Ʉ &ėĤÓĤÿėȩ 21h45 Ʉ SĤÑĒĨđÿĨĨÕėȩ Globo Minas, Sportv 2 e Rádio Itatiaia

Ábila é uma das esperanças de gols

| WASHINGTON ALVES/LIGHT PRESS/CRUZEIRO

tir, já que uma vitória celeste por 1 a 0 ou mais gols coloca a equipe de Mano Menezes na próxima fase do torneio.

Perante o time comandado pelo técnico Oswaldo de Oliveira, o Cruzeiro, entretanto, não poderá

contar com os laterais Ezequiel e Bryan, que já disputaram o torneio por outros clubes, além de Élber, lesionado. Já Henrique, que foi poupado durante a semana, não deve ser problemas e pode ser escalado. Por outro lado, o Corinthians chega a BH precisando apenas de um empate. O classificado do confronto irá enfrentar Palmeiras ou Grêmio na semifinal. METRO BH

Tabela do Brasileirão no tapetão Oficialmente, até que seja julgado o pedido de anulação do jogo Flamengo x Fluminense, no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o rubro-negro está a sete pontos de distância do líder Palmeiras no Brasileirão. Na manhã de ontem, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) modificou a tabela de classificação do campeonato em seu site oficial, retirando os três pontos da vitória rubro-negra. Agora, o time da Gávea aparece com 57 pontos, em 30 jogos, sete pontos atrás do líder Palmeiras e com um jogo a menos. O STJD abriu processo e, como é padrão nestes casos, o resultado do jogo fica suspenso até o julgamento. O Fluminense reclama de interferência externa na anulação do gol em impedimento do zagueiro Henrique. A previsão de julgamento do recurso do tricolor é para a primeira quinzena do mês que vem.

BRASILEIRO - SÉRIE A 1º PALMEIRAS 2º FLAMENGO

Sandro Meira Ricci durante o Fla-Flu | CELSO PUPO /FOTOARENA/FOLHAPRESS

Em entrevista ao site Globoesporte.com, o presidente do STJD afirmou que existe a possibilidade de realizar uma sessão extraordinária para antecipar o julgamento. Entenda o caso O Fluminense perdia o clássico por 2 a 1 quando o zagueiro Henrique, em posição de impedimento, marcou de cabeça. O árbitro Sandro Meira

Ricci e o auxiliar Emerson Augusto de Carvalho anularam na hora o gol. Após reclamação dos tricolores, voltaram atrás. Porém, Ricci anulou de vez o gol após confusão de 13 minutos. O Flu alega que imagens de TV mostram o inspetor de arbitragem da partida, Sérgio Santos, que também invadiu o gramado, e teria dito ao árbitro: “A TV sabe que não foi gol”. METRO RIO

P V GP SG 64 19 54 26 57 17 41 13

3º ATLÉTICO 4º SANTOS

56 16 51 11

5º BOTAFOGO 6º ATLÉTICO-PR

50 15 40 5

7º CORINTHIANS 8º GRÊMIO

48 14 41 10

9º FLUMINENSE 10º PONTE PRETA

46 13 37 5

11º CHAPECOENSE 12º SÃO PAULO

42 10 43 -7

13º CRUZEIRO 14º SPORT

38 10 37 -4

15º CORITIBA 16º INTER

37 9 35 -1

17º VITÓRIA 18º FIGUEIRENSE

35 9 38 -5

19º SANTA CRUZ 20º AMÉRICA

23 6 35 -22

55 17 49 21 48 15 32 5 47 13 36 2 45 13 42 -3 39 10 30 -1 37 10 40 -8 36 10 31 -5 32 7 28 -11 21 5 19 -31

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

20161019_br_metrobh  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you