Page 1

NERVOS À FLOR DA PELE TENSÃO ENTRE PALMEIRAS E SANTOS MARCA FINAL DA COPA DO BRASIL PÁG. 15 Fernando Prass (Palmeiras) e Ricardo Oliveira (Santos) travam um duelo à parte hoje no Allianz Arena

GRANDE VITÓRIA Quarta-feira, 2 de dezembro de 2015 Edição nº 416, ano 2 MÍN: 24°C MÁX: 34°C

www.metrojornal.com.br | leitor.gv@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_VIX

TEATRO SEM FIM

Tropa de choque de Eduardo Cunha manobra e consegue adiar votação sobre avanço de processo de cassação PÁG. 08

Poço da Petrobras no Estado vai ser vendido À venda. Para reforçar o caixa, a Petrobras decidiu vender dois poços que já produzem petróleo. Um deles é o de Golfinho, no litoral do Estado. A empresa ainda não anunciou oficialmente a decisão PÁG. 06

RECICLE A INFORMAÇÃO: NÃO JOGUE ESTA PUBLICAÇÃO NAS VIAS PÚBLICAS. PASSE ESSE JORNAL PARA OUTRO LEITOR.

Confira o que mudou na nova lei da meia-entrada

Ibama afirma que lama não chegou ao fundo do oceano

Direito foi estendido a jovens de baixa Ao contrário do que ocorreu no rio renda. Beneficiados terão de apresentar Doce, sedimentos têm ficado suspensos documentos específicos PÁG. 02 pouco abaixo da superfície PÁG. 04

Deputados contra Cunha levaram cartazes pedindo o afastamento do presidente da Câmara | RENATO COSTA/FRAME PHOTO/FOLHAPRESS

Obama, agora, adota tom mais duro sobre o clima

Tombo do PIB no 3º trimestre, de 1,7%, assusta analistas

Presidente dos EUA, um dos maiores poluidores do mundo, disse que ação contra aquecimento deve ser lei PÁG. 12

A queda da economia brasileira foi mais elevada do que o mercado esperava. Consumo familiar cai 1,5% PÁG. 10


02|

1 FOCO

Maurício de Oliveira

Homenagem Maurício de Oliveira, violonista que faleceu em 2009 e é ícone cultural do Espírito Santo, receberá em breve uma homenagem em Vitória. Ontem, foi divulgado o resultado parcial do edital para criação de uma estátua do músico, em bronze, a ser instalada na praia de Camburi. A seleção apontou o artista Fernando José Poletti como o vencedor, que receberá R$ 160 mil. Agora, outros participantes do edital têm o prazo de 48 horas para apresentar o pedido de reconsideração.

O que muda com a nova lei da meia-entrada Regras. Beneficiados terão de apresentar documentos específicos, mas as leis municipais e estadual continuam a valer Jovens de baixa renda, estudantes, idosos e pessoas com deficiência estão contemplados na nova lei da meia-entrada, que entrou em vigor ontem em todo o país e prevê a reserva de 40% dos ingressos pela metade do valor em eventos artísticos, culturais, esportivos ou de lazer. Mas, para isso, essas pessoas têm um dever: apresentar documentos específicos, além da carteira de identidade. Mas é importante destacar: a Lei 12.933/2013, do governo federal, não anula as regras municipais e estaduais, e os beneficiados nessas esferas continuarão pagando metade do valor do ingresso. Segundo a lei federal, estudantes terão que apresentar uma carteira padronizada, expedida por instituições como a UNE (União Nacional dos Estudantes) ou por Diretórios Acadêmicos. Jovens de baixa renda terão que mostrar a Identidade Jovem, documento que será emitido pela Secretaria Nacional de Juventude, que integra a Secretaria

Fala, cidadão

FERNANDO CARREIRO

Cotações Dólar - 0,81% (R$ 3,855) Bovespa - 0,16% (45.046 pts) Euro + 0,28% (R$ 4,103) Selic (14,25% a.a.)

Salário mínimo (R$ 788)

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{FOCO

Fernando Carreiro é jornalista especializado em comunicação eleitoral e marketing político.

A NORMA FEDERAL

de Governo. Já pessoas com deficiência, por sua vez, têm que ter em mãos o cartão do INSS, por exemplo. A norma também determina que nos pontos de venda de ingressos estejam, de forma visível, informação sobre a quantidade total de bilhetes e de meias-entradas disponíveis. “A nova lei federal é complementar, vem para somar e consertar problemas anteriores”, afirma o gerente do Procon de Vitória, Carlos Magno Pimentel Junior. Isso ajudará a inibir a apresentação de falsas carteirinhas de estudantes. No Espírito Santo, doadores regulares de sangue com carteira expedida pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) ainda têm direito ao benefício. O mesmo vale para jornalistas e radialistas em Vitória e Cariacica. Professores da rede pública e privada em Vitória, Cariacica e Serra também têm direito; e em Vila Velha, o benefício da meia-entrada abrange os professores da rede pública municipal. METRO

Quem tem direito? Estudantes, jovens de 15 a 29 anos com renda familiar mensal de até dois salários mínimos, pessoas com deficiência e idosos com mais de 60 anos Como será aplicada? As bilheterias, física ou on-line, terão de avisar “de forma clara, precisa e ostensiva” quantos ingressos estão à venda no total, qual a proporção exata de meias-entradas e quando os ingressos se esgotam. Caso contrário, o consumidor poderá pagar metade do preço

Sobram lamentações e palpites; faltam ações e cobranças de verdade. Já se vai um mês do rompimento da barragem em Mariana (MG), e o que temos até agora? 1) Dezenas de cidades, de Minas Gerais e Espírito Santo, devastadas pelo rio (e agora mar) de lama; 2) um rio Doce estéril; 3) três empresas dos mercados brasileiro e internacional notoriamente perdidas e perceptivelmente morosas na prestação de contas dos prejuízos causados à sociedade; 4) governos federal, estadual e municipais pouco firmes em seus posicionamentos, fazendo festa com paliativos e aplicando multas ambientais que sequer cobrem o prejuízo físico das cidades; 5) duas comissões representativas de deputados – uma aqui e outra em território mineiro – com pouco trabalho efetivo para mostrar, afinal, distribuição de garrafas d’água, registros fotográficos e sobrevoos em helicópteros devem ficar a cargo da comunidade, de fotógrafos e de membros da defesa civil (ou artistas). Não são tarefas para deputados e deputadas, vigilantes da lei e fiscalizadores dos compromissos ambientais firmados por empresas poluidoras. Por fim: 6) temos milhares de pagadores de impostos – que costumam receber a alcunha de ‘cidadãos’ FALE COM A REDAÇÃO COMERCIAL: 027/3334-1749

O Metro jornal circula em 23 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Campinas e Grande Vitória, somando 495 mil exemplares diários.

Quem fiscalizará? “Orgãos públicos competentes federais, estaduais, municipais e distrital, conforme área de atuação”

Documentos exigidos Para estudantes, a carteira estudantil, expedida pela UNE (União Nacional dos Estu-

LAMA PARA TODO LADO

leitor.gv@metrojornal.com.br 027/2124-3426

dantes) e por diretórios acadêmicos, será padronizada. Jovens de baixa renda deverão apresentar a Identidade Jovem, e pessoas com deficiência terão de mostrar o cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social ou o do INSS

VestUfes. Candidato já pode saber local de prova Os candidatos ao VestUfes 2016 já podem imprimir o cartão de inscrição e saber seu local de provas, que serão aplicadas deste domingo, dia 6, até a próxima terça-feira, dia 8. As informações podem ser acessadas por meio do site da Comissão Coordenadora do Vestibular da Ufes (www. ccv.ufes.br). O cartão é um dos documentos exigidos no dia do vestibular, assim como um documento oficial de identificação com foto. As provas compõem a segunda etapa do VestUfes, já que na primeira etapa do processo seletivo serão utilizadas as notas das provas objetivas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015. No VestUfes 2016, estão inscritos 23.579 candidatos para concorrer a 3.834 vagas em 73 cursos da universidade. Desses, 11.037 candidatos optaram pelo sistema de reserva de vagas, que destina 50% das vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, e 688 participarão do processo seletivo na condição de treineiros, ou seja, não concorrerão às vagas ofertadas. METRO

–, assistindo a um espetáculo, com direito a cenas ensaiadas, corpo técnico, plateia e palhaços. A cargo do eleitor ficam as devidas ligações entre esses grupos. Em Brasília, o cenário não é muito diferente. A lama, que por lá começou a escoar pelos cofres públicos em 2005, com o mensalão, e teve sua foz inundada pelo óleo preto do petrolão em 2014, continua a jorrar cachoeira abaixo. Já fez vítimas (?) ilustres: deputados, senadores, empresários da construção civil, banqueiros e até filho de ex-presidente da República. Pela primeira vez, presidentes do Senado, da Câmara e da República, ao mesmo tempo, correm risco de perder seus postos. Também pela primeira vez um senador foi preso no exercício do cargo. O Brasil pode dar um passo atrás (bem, neste caso, não é a primeira vez): o corte de despesas pode fazer com que o TSE deixe de lado as urnas eletrônicas e volte a usar, nas próximas eleições, cédulas de papel. É, são tempos estranhos... Às empresas envolvidas no maior acidente ambiental brasileiro de que se tem relato e aos nossos políticos ficam os ensinamentos de Benjamin Franklin, autor da Declaração de Independência norte-americana: “Pessoas que são boas em arranjar desculpas raramente são boas em qualquer outra coisa”.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Gerente Executivo: Ricardo Adamo Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Grande Vitória. Diretor de Jornalismo: Antonio Carlos Leite (MTB: 20074-82). Editora-Executiva: Zainer Silva. Editora: Luciana Raymundo. Coordenadora Comercial: Scheila Ramos. Editor de Arte: Cleber Machado. Diretor-geral: Carlos Canelas Magalhães.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Avenida Presidente Costa e Silva, 60, Bairro República, CEP 29070-150, Vitória (ES). O Metro Grande Vitória é impresso na Gráfica Metro

EM PROCESSO DE FILIAÇÃO


04|

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

FOCO

Vista até pela Nasa, lama não chega ao fundo do mar Desastre ambiental. Sedimentos de mineração que desceram o rio Doce agora boiam no oceano, diz Ibama. Material foi registrado por satélite A lama de rejeitos da Samarco já atingiu uma área de 80 km2 no mar do Estado, mas os sedimentos não estão se depositando no fundo do oceano, como era esperado. Segundo o Ibama, diferente do observado no rio, os sedimentos permanecem boiando na “meia água”, ou seja, pouco abaixo da superfície. Imagens de satélite, inclusive da Nasa, mostram o andamento da mancha, que já atinge 5,7 km de praias do norte, 4,1 km de praias do sul e 1,6 km para dentro do mar. Ela também se dirigiu 17,9 km para o sul, distante da costa. A analista ambiental do Ibama Cinthia Masumoto explica que os sedimentos têm se diluído facilmente ao chegar ao mar, o que deve minimizar os impactos. “Em épocas de chuvas intensas, a turbidez chega a ser maior que a observada agora. Mas é preciso avaliar as análises físico-químicas da água para saber se há risco de contaminação por metais pesados”, diz. Em imagens de satélite da Nasa feitas em dezembro de 2013, período de enchentes no Estado, é possível ver o aumento no número de sedimentos na foz do rio. Em registros feitos ontem, vê-se a lama despejada após rompimento da barragem. Na última segunda-feira, os órgãos ambientais e a Samarco definiram uma metodologia única de monitoramento da mancha, que será realizada diaria-

Água à população Chapéu

Colatina tem que provar qualidade

Curso do rio estava com cor normal em junho deste ano

Registro da foz em dezembro de 2012, antes de período de enchentes

mente por meio de sobrevoo, com a ajuda de GPS. “A extensão que consideramos é a soma da primeira mancha, que tem a mesma cor do rio, com a segunda mancha, que é menos concentrada”, diz. Existe ainda uma terceira mancha, cuja extensão é impossível mensurar devido à diluição no ambiente. “Ela tem uma concentra-

ção tão baixa que é quase imperceptível, e pode chegar a lugares mais distantes”, explica. Essa terceira mancha é a que teria atingido a APA (Área de Proteção Ambiental) Costa das Algas, em Aracruz, no último domingo. A APA cobre uma área de mais de 17,7 mil hectares em alto mar. Cinthia explica, ainda, que não há

Imagem, ontem, mostra lama visível no leito e na foz do rio Doce | IMAGENS NASA

Sedimentos na foz em dezembro de 2013, depois de chuvas fortes

lama no mar, mas uma pluma de turbidez. “Ela não tem a coloração e a textura da lama, como no rio. No mar, esses sedimentos formam uma pluma, que são carregados pela maré e pelos ventos”, diz. Justiça cobra informação Ontem, a Justiça Federal determinou que a Samarco apresente, em até dois dias,

todos os relatórios de monitoramento disponíveis, incluindo os de movimentação dos sedimentos no mar, sob pena de multa diária de R$ 10 milhões. A Justiça quer, ainda, que o MPF (Ministério Público Federal) se manifeste sobre os resultados da reunião ocorrida na última segunda-feira com a Samarco para definir aditivos ao

A prefeitura de Colatina tem três dias para se pronunciar sobre a qualidade da água fornecida à população. A decisão é da Justiça Federal, diante da ação ajuizada pelos Ministérios Públicos Federal, Estadual e do Trabalho, que pedem a suspensão da captação da água do rio Doce para abastecimento da população. Os órgãos alegam divergências nos laudos sobre a qualidade da água fornecida. METRO Termo de Compromisso Socioambiental. O procurador de Justiça do Ministério Público Estadual, Alexandre Guimarães, explicou que os aditivos só devem ser definidos na próxima semana. “Ele vai tratar das indenizações de todos os prejudicados, como pescadores e agricultores, além da recuperação do meio ambiente afetado e dos compromissos com os funcionários da empresa”, explicou. PRISCILLA THOMPSON METRO GRANDE VITÓRIA

Parquímetros começam a funcionar hoje na Vila Rubim Praia Legal na Praia da Costa Um dia inteiro de praia está garantido a pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção em Vila Velha. O Praia Legal agora funciona diariamente, das 8h às 17h, na Curva da Sereia. Na ação, o público-alvo curte banho de mar com boias, cadeiras e pranchas, acompanhado de guardas-vidas e outros profissionais. | CHICO GUEDES

Começam a funcionar hoje os parquímetros instalados na região da Vila Rubim, em Vitória. Ao todo, serão ofertadas 150 vagas nas ruas Jair de Andrade, Horácio Loureiro e Orlando Rocha, além das travessas Alziso Anjos, Eutalio Rangel, Jair Miranda e Bloco 06. Assim como na Praia do Canto, em Santa Lúcia e no Centro -- onde o sistema já funciona há um ano --, o rotativo custará de

150 vagas 4 bairros serão ofertadas pelo sistema de rotativo na Vila Rubim.

pelo menos terão esse tipo de estacionamento em Vitória.

R$ 1 (por meia hora) a R$ 3 (por três horas). Além disso, mais vias da Praia do Canto passarão a ter o sistema de estacionamento até o final deste mês: serão mais 194 vagas

nas ruas Constante Sodré e Chapot Presvot. No próximo ano, está prevista a implementação do rotativo perto do Parque Moscoso (192 até o final de janeiro), nas ruas de aces-

so à avenida Leitão da Silva (500 vagas até o final de fevereiro) e na região da Cidade Alta (500 vagas também até o final de fevereiro). O entorno da praça João Chrisóstomo Beleza, na Praia do Suá, também contará com 500 vagas até o final de março; e o bairro Bento Ferreira terá cerca de 270 vagas no sistema em 2016, de acordo com informações do município. METRO


06|

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

BRASIL

Petrobras vai vender poço produtivo do litoral do Estado Golfinho e Baúna. Empresa abandona estratégia de oferecer áreas em exploração e vai colocar à venda dois poços que estão produzindo, um no Espírito Santo e outro na bacia de Santos A Petrobras quer colocar à venda um dos campos de exploração de petróleo localizados na bacia do Espírito Santo: o campo de Golfinho, que fica a 74km da costa da Capital. Não seria a única área a ser vendida pela estatal, que quer reforçar seu caixa e tem encontrado dificuldade para atrair compradores: o campo de Baúna, na bacia de Santos, também seria disponibilizado em breve. As informações são do jornal Folha de S. Paulo. Ambos os campos situam-se em águas profundas, de pós-sal, e ficam entre os 20 maiores do Brasil, de acor-

do com informações da ANP (Agência Nacional do Petróleo). O campo de Golfinho produz uma média 23 mil barris de petróleo por dia, segundo dados de setembro. Já o de Baúna chegou à ordem de 55 mil barris por dia. A Petrobras ainda resiste em negociar áreas de pré-sal que já estejam produzindo e seguia, até então, a estratégia de vender grandes áreas em fase de exploração que ainda não têm produção e exigem muitos investimentos. Sobre a venda de Golfinho e Baúna, a estatal não comentou o assunto, nem na página oficial.

A estatal já havia colocado seis blocos à venda: Pão de Açúcar, Sagitário, Lebre, Carcará e Júpiter (todos no pré-sal) e Tartaruga Verde (no pós-sal), com estimativa de obter um montante de US$ 4 bilhões (cerca de R$ 15 bilhões). Os campos podem ser vendidos em um só pacote ou separadamente. Até então apenas um bloco de pré-sal estaria prestes a ter a negociação fechada, e de Tartaruga Verde teria interessados. Lentidão Chamadas de processo de desinvestimento, as negocia-

ções com os campos da Petrobras têm caminhado de forma mais lenta do que o mercado supunha: a estatal planejava vender US$ 13,7 bilhões em ativos entre 2015 e 2016, mas até agora pouco foi concretizado. Abalada pelas denúncias (já comprovadas) de corrupção, alvo de investigação da operação Lava Jato, a empresa precisa fazer caixa com urgência, necessidade agravada pela desvalorização do real. Além dos campos de petróleo, a Petrobras estuda vender parte da TAG e BR Distribuidora e termelétricas. METRO

Confronto em São Paulo Decretada ontem, a reorganização do ensino no Estado de São Paulo foi alvo de novos protestos. O projeto divide os colégios em ciclos únicos (anos iniciais e finais do fundamental e o médio) e fecha 92 escolas. Vias da capital paulista foram bloqueadas por estudantes, e houve confronto com policiais. | ALICE VERGUEIRO/FOLHAPRESS

CPMF. Governo quer cobrança em setembro O governo projeta para setembro de 2016 o início da cobrança da CPMF. Numa articulação do Palácio do Planalto, o novo imposto sobre as movimentações financeiras foi incluído pela Comissão Mista do Orçamento no relatório final do Orçamento de 2016. A decisão partiu de uma emenda, elaborada pela equipe econômica, e apresentada pelo deputado Paulo Pimenta (PT-RS) e contrariou o parecer do relator da proposta, se-

nador Acir Gurgacz (PDT-RO), que não havia incluído a receita, uma vez que o tributo sequer foi criado. Para que a projeção do governo dê resultado, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da CPMF precisa ser aprovada na Câmara e no Senado até o início de junho para entrar em vigor 90 dias depois de promulgada. A previsão é de uma arrecadação líquida de R$ 10,1 bilhões com o imposto. METRO PUBLICIDADE

Kiss. Sócio diz que não sabia de show pirotécnico Sócio da boate Kiss na época do incêndio que matou 242 pessoas e feriu cerca de 600 em 2013, Elissandro Callegaro Spohr, o Kiko, negou ontem que soubesse do show pirotécnico dentro do estabelecimento. No depoimento, ele contradisse a fala do ex-vocalista da banda Gurizada Fandangueira. Marcelo de Jesus dos Santos havia relatado que o uso de artefatos pirotécnicos na casa noturna tinha o consentimento de Kiko. Confrontado sobre as contradições entre os dois depoimentos, Kiko disse que foi ele que contratou a banda, mas que em nenhum momento foi falado sobre show pirotécnico. Os réus são acusados de homicídio qualificado por motivo torpe e emprego de fogo, asfixia ou outro meio insidioso ou cruel que possa resultar perigo comum. Após os interrogatórios, será aberto prazo para que acusação e defesas apresentem por escrito alegações finais, último passo antes de o juiz decidir se os réus serão levados a júri popular. Todos respondem ao processo em liberdade. METRO


08|

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

BRASIL

Tropa de choque de Cunha adia votação Teatro. Aliados do presidente da Câmara manobram e impedem que processo que pode cassálo entre na 1ª fase. Só discussão sobre ‘fura-fila’ durou duas horas. Sessão será retomada hoje Numa demonstração de força, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), montou uma tropa de choque no Conselho de Ética e conseguiu ontem adiar a sessão destinada a votar o relatório de Fausto Pinato (PRB-SP), pedindo a continuidade das investigações do processo que pode resultar na cassação de mandato. A manobra para adiar a sessão foi capitaneada por um conjunto de manobras do regimento. Nova reunião foi marcada para hoje. A primeira intervenção questionava o fato de Onix Lorenzoni (DEM-RS) -- a favor da continuidade do processo -- ter furado a fila de inscrições. Houve bate-boca. “O deputado veio dando uma de malandro”, acusou Sérgio Moraes (PTB-RS). “Tem gente que prometeu e não tem o que entregar”, rebateu Lorenzoni, numa crítica à manobra. A discussão durou duas horas. No segundo ato, Manoel Junior (PMDB-PB) -- que é a favor de uma pena branda a Cunha -- questionou a presença de Eliziane Gama (Rede-MA), também a favor do processo. Ela é suplente no

Dilema

PT orienta voto contra

Sessão durou seis horas, mas não houve votação | ANTONIO ARAÚJO/AGÊNCIA CÂMARA

colegiado e assumiu o cargo quando era filiada ao PPS. “Ela é membro do Conselho, com mandato de dois anos. Só deixamos o Conselho se morrer ou se renunciar. Como não pretendo morrer, e Vossa Excelência também não, vamos ter que esperar acabar o mandato”, ironizou o presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PSD-BA). Wellington Roberto (PR-PB) também atuou, com um voto em separado pedindo o arquivamento da representação. Araújo afirmou que o voto em separado só será analisado se a representação de Pinato for derrotada.

Delação torturada O advogado Marcelo Nobre, que defende Cunha, afirmou que o processo é ‘natimoro’. “Não podemos politizar a Justiça usando uma denúncia que não traz prova de nada”, disse. “Delação torturada não faz prova.” Nobre falou também que não houve mentira na CPI e que a manutenção de patrimônio num truste não precisa ser declarada à Receita Federal. “Meu cliente está correto”, declarou. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Justiça aceita denúncia do eletrolão A Justiça Federal do Rio de Janeiro aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra 13 réus, entre os quais o

ex-presidente da Eletronuclear almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso em julho deste ano, na 16ª fase da

O PT decidiu enfrentar a ameaça de Eduardo Cunha de abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A decisão estaria condicionada aos votos dos três petistas do Conselho de Ética na votação da continuidade do processo. “Confio em nossos deputados no Conselho de Ética. Votem pela admissibilidade”, escreveu o presidente do PT, Rui Falcão. Um manifesto de 31 dos 60 deputados já marcava a posição. Zé Geraldo (PT-PA), porém, já falava a favor do arquivamento da ação ‘em nome da governabilidade’. A orientação veio do ministro Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo). Há uma preocupação do governo de a Câmara ser paralisada comprometendo medidas de ajuste fiscal. METRO BRASÍLIA

Operação Lava Jato, além do executivo da Andrade Gutierrez Flávio David Barra. A ação se refere à Operação Radioatividade, que investiga esquema de corrupção nas obras da Usina Nuclear Angra 3. Além de corrupção ativa e passiva, os crimes investigados incluem lavagem de dinheiro e concussão - quando um funcionário público exige vantagem indevida, direta ou indiretamente, para si ou para outra pessoa. No despacho, o juiz Marcelo Bretas determinou a realização de três audiências para que as testemunhas de acusação possam ser ouvidas. A primeira está marcada para o dia 14 deste mês. Procurada, a Eletronuclear comunicou que todas as informações envolvendo o ex-presidente da estatal deveriam ser obtidas com seu advogado. AGÊNCIA BRASIL

Lava Jato. Teori autoriza novos inquéritos Relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Teori Zavascki autorizou ontem a abertura de novo inquérito para investigar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), os senadores Delcídio do Amaral (PT-MS) e Jader Barbalho (PMDB-PA) e o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE). A PGR (Procuradoria Geral da República) aponta que os quatro políticos devem ser investigados por suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção ativa. A nova frente de investigação tem como foco as denúncias de desvio de recursos da compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, para pagamento de propina ao esquema. METRO BRASÍLIA

Delcídio segue preso numa sala da Polícia Federal | PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO

Decoro. PPS e Rede pedem cassação de Delcídio Preso após ser flagrado numa suposta tentativa de obstruir as investigações da Lava Jato, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) responderá a processo de cassação de mandato no Conselho de Ética do Senado. Diante da resistência do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), de acionar o colegiado por ofício, o PPS e a Rede entregaram ontem a representação. O presidente do conselho, João Alberto de Souza (PMDB-MA), que votou pela revogação da prisão de Delcídio, terá cinco dias para decidir pela continuidade do processo ou pelo arquivamento. Mantida a ação, será dado prazo de 10 dias para a defesa e, em seguida, sorteado um relator, que terá 30 dias úteis para fazer investigação. O processo só deverá ser concluído no fim do primeiro semestre de 2016. Delcídio é acusado de prometer uma mesada de R$ 50 mil à família do ex-

“Ninguém, em segundo nenhum; nem advogado, nem familiar; ninguém nunca cogitou ou propôs a ele que fizesse delação premiada.” EDUARDO MARZAGÃO, ASSESSOR DE DELCÍDIO DO AMARAL

-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e fazer um plano de fuga dele para o exterior. O senador afirma que só deu palavras de conforto a Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor. Liberdade negada A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Rosa Weber rejeitou ontem pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do senador. Ela alegou que não poderia julgar sobre decisões de Turma e que o advogado que aparece na ação não é o que foi informado à Corte como representante legal. METRO BRASÍLIA

CPI do BNDES. Bumlai decide ficar em silêncio O pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, optou por manter silêncio ontem durante depoimento à CPI do BNDES. “O fato de estar sendo investigado em Curitiba me faz ter que resguardar uma série de respostas que poderia ter dado na semana passada”, justificou Bumlai. “Vou me manter em silêncio.” Ele teve a prisão decretada em 30 de outubro, justamente quando iria depor à CPI. Bumlai é acusado por dois delatores da Lava Jato de contrair empréstimos de R$ 12 milhões com o banco Schain. O dinheiro seria usado para quitar dívidas do PT. A postura do investigado provocou protestos dos deputados. “Sua postura é covarde e antipatriótica. O senhor apostou na impunidade

Preso em Curitiba, Bumlai foi à CPI com habeas corpus | ALEX FERREIRA/CÂMARA

por ser amiguinho de autoridade. Seu silêncio é ensurdecedor”, protestou o deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA). “A minha vida foi construída com trabalho, com muito suor, morando em porões, construindo parte deste Brasil que ninguém sabe”, afirmou Bumlai, ao fim da sessão. A CPI pedirá a prorrogação dos trabalhos por 30 dias. METRO BRASÍLIA


10|

Pesquisa. Consumidor está mais otimista com o Estado do que com a União Dados apresentados pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Vitória apontam que o consumidor do Estado está mais confiante com a economia capixaba do que com o cenário nacional. O estudo foi apresentado ontem pela FlexConsult, empresa de Pesquisa e Levantamento Estatístico, que entrevistou mil pessoas em todo o Espírito Santo em abril e novembro de 2015. O cientista político e diretor da FlexConsult, Fernando Pignaton, explica que, na visão dos capixabas, o governo federal perdeu a capacidade de animar as pessoas em relação aos investimentos. Ainda de acordo com a pesquisa, os cortes da administração pública estadual no início do ano contribuí-

ram para esse cenário de confiança no Espírito Santo. “No início muita gente reclamou. Mas, hoje, 33% dos capixabas recomendam um ajuste de contas como esse que foi feito no Estado a nível nacional”, disse o cientista político. Recuperação de créditos Com o objetivo de recuperar o crédito da população e aquecer a economia, as CDLs de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica iniciam hoje a 5ª edição do Feirão Recupere seu Crédito. A ação vai permitir que o consumidor quite suas dívidas com condições especiais de pagamento. As negociações vão até o domingo na Fábrica de Ideias, em Jucutuquara, em Vitória. METRO

Participe Saiba mais sobre o Feirão Recupere seu Crédito: Ʉ =ĒáååģıÑĒáėȤ Começa hoje e vai até domingo na Fábrica de Ideias, em Jucutuquara, em Vitória. Ʉ IıåđġėáåġÑĤĮÿÝÿġÑĤȤ Pessoas físicas e jurídicas com os nomes negativados junto às empresas participantes. Ʉ đġĤåĨÑĨġÑĤĮÿÝÿġÑĒĮåĨȩ

O feirão reúne 26 empresas e instituições que oferecerão condições especiais de pagamento. Entre elas estão: Avon/Fast, Banestes, Casas Bahia, Cesan e EDP Escelsa. Lista completa em www.cdlvitoria.com.br. Ʉ 7ÿĒÿġÑČåĨĮĤÑĨȩ Durante o evento serão apresentadas minipalestras sobre planejamento financeiro familiar e controle de gastos.

Domésticos. Receita atualiza site do eSocial A Receita Federal atualizou site do eSocial para permitir que os empregadores paguem os tributos relativos à primeira parcela do 13º salário e liberou a guia para o pagamento dos tributos de novembro. O prazo para o pagamento nos dois casos é 7 de dezembro. O pagamento da segunda parcela do 13º aos trabalhadores deverá ser feita até 20 de dezembro, e o

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA

recolhimento dos tributos está previsto para 7 de janeiro. O empregador que perdeu o prazo para o recolhimento de outubro deve acessar o aplicativo de emissão da guia no site do eSocial e indicar a data em que deseja fazer o pagamento. O sistema já calcula e emite o documento com os acréscimos legais para a data indicada. METRO

PIB encolhe 1,7% no 3º trimestre Crise. Tombo da economia brasileira foi o maior desde 1996 e mais forte que o esperado pelo mercado. Investimentos despencaram 4%, indicando que atividade está longe de uma retomada A economia brasileira encolheu 1,7% de julho a setembro em relação aos três meses anteriores, informou ontem o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Foi a 2 terceira contração trimestral seguida do PIB e a mais intensa para o período desde o 1 início da série histórica, em 1996. Sobre o terceiro trimestre de 2014, o PIB caiu 4,5%, 0 também o maior tombo histórico na comparação anual. O recuo foi mais forte que-1 o esperado por analistas. Pesquisa da Reuters apontava-2 que a economia teria quedade 1,2% entre julho e setembro na comparação trimestral-3 e de 4,1% sobre um ano antes. No terceiro trimestre, a atividade encolheu em praticamente todos os setores. O destaque foi a forte queda dos investimentos produtivos, sinalizando que a recuperação da economia está distante. Os investimentos despencaram 4% sobre os três meses anteriores – nono trimestre seguido de queda. Com a piora do mercado de trabalho, o consumo caiu 1,5%. Já o consumo do governo teve leve crescimento de 0,3%. Diante do resultado, o economista-chefe do banco Fibra, Cristiano Oliveira, piorou suas estimativas para o PIB deste ano e do próximo, projetando agora quedas de 3,8% e de 3,1%, respectivamente. “Não há nada que permita visualizar cenário positivo. O atual quadro recessivo deve prolongar-se ao longo do res-

BRASIL EM RECESSÃO

PELO MUNDO

Variação trimestral do PIB, em %

1,5 0,5

0,6

0,6 0,1 -0,1

-0,2

-0,8 -1,3 -2,1

-1,7

1º TRI 2º TRI 3º TRI 4º TRI 1º TRI 2º TRI 3º TRI 4º TRI 1º TRI 2º TRI 3º TRI 2013 2014 2015

SETORES AGROPECUÁRIA INDÚSTRIA SERVIÇOS INVESTIMENTOS CONSUMO DAS FAMÍLIAS CONSUMO DO GOVERNO PIB

-2,4 -1,3 -1 -4 -1,5 0,3 -1,7

INDONÉSIA CHINA NORUEGA COREIA DO SUL FILIPINAS TAILÂNDIA HONG KONG POLÔNIA ESPANHA SUÉCIA MALÁSIA UCRÂNIA ISRAEL EUA HUNGRIA REINO UNIDO CHILE ALEMANHA FRANÇA ITÁLIA ÁFRICA DO SUL PORTUGAL DINAMARCA -0,1 JAPÃO -0,2 TAIWAN -0,3 ESTÔNIA -0,5 GRÉCIA -0,9 BRASIL -1,7

3,2 1,8 1,8 1,2 1,1 1 0,9 0,9 0,8 0,8 0,7 0,7 0,6 0,5 0,5 0,5 0,4 0,3 0,3 0,2 0,2 0

FONTE: IBGE E FMI

tante do ano e do próximo”. A indústria caiu 1,3% no terceiro trimestre sobre o anterior, já serviços e agropecuária mostraram recuo de 1% e de 2,4%, respectivamente. A disparada do dólar sobre o real, de 45% neste ano, levou à contribuição positiva externa ao PIB do terceiro trimestre. Para analistas, no entanto, a balança comercial contribuiu positivamente muito mais pela forte queda

das importações do que pela alta das exportações O cenário ainda deve piorar, já que mais de um milhão de pessoas perderam o emprego formal nos últimos 12 meses, no início do que deve ser a recessão mais longa do Brasil desde a década de 1930. Fazenda defende ajuste O Ministério da Fazenda creditou a forte contração do PIB a incertezas econômicas

e “não econômicas”, e classificou o ajuste fiscal como “indispensável para a reversão do cenário menos favorável”. O Ministério ressaltou que a queda dos investimentos no Brasil foi motivada, entre outros fatores, por efeitos diretos e indiretos da redução dos gastos de capital da Petrobras e destacou a importância do combate à inflação para manter o poder de compra da população. METRO

Expectativa de vida reduz aposentadoria Com o aumento da expectativa de vida do brasileiro de 74,9 para 75,2 anos, quem for se aposentar pelo fator previdenciário terá de trabalhar por mais tempo para que o

valor inicial do benefício não seja reduzido. O IBGE divulgou ontem a Tábua de Mortalidade de 2014, que será usada para calcular os benefícios até 30 de novembro de 2016.

O benefício solicitado no mês de novembro, quando ainda vigorava a Tábua 2013, tem uma redução de 0,65% em relação ao pedido em dezembro. Ao solicitar em

dezembro o benefício será menor, mas se o segurado solicitar em fevereiro de 2016, conseguirá voltar ao nível de benefício que teria em novembro de 2015. METRO


12|

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

MUNDO

Obama endurece e cobra ações reais COP21. Declaração do presidente mostra que maior potência industrial e econômica do planeta mudou o discurso segundo o qual o meio ambiente é ‘inimigo’ do desenvolvimento Em sua última declaração na COP21 (21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas), em Paris, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, defendeu que um acordo sobre o clima deve ter força de lei, ao menos no que diz respeito à transparência e a uma revisão periódica dos objetivos de diminuição de emissão de gás carbônico. Obama disse também que as ações para evitar o aquecimento global são essenciais para a economia e a segurança mundiais e devem ser realizadas o quanto antes. Segundo o presidente norte-americano, esta deve ser uma prioridade mundial, e, se algo não for feito rapidamente, “vamos ter que direcionar cada vez mais recursos não para oportunidades de crescimento, mas para nos adaptarmos às várias consequências da mudan-

Amazônia

Príncipe elogia combate ao desmatamento

Obama: EUA já aceitam reduzir emissão de poluentes | KEVIN LAMARQUE/REUTERS

ça climática”. A declaração de Obama sinaliza uma mudança de discurso de seu país, já que até hoje os Estados Unidos vinham se negando a participar de acordos que de alguma forma re-

freiam o desenvolvimento econômico. “Será difícil alcançar um acordo entre 200 países, mas estou convencido de que faremos grandes coisas.” METRO Leia mais no metrojornal.com.br

O príncipe Charles, ativista da luta pela proteção de florestas tropicais, elogiou ontem em Paris a política do governo brasileiro de combate ao desmatamento da Amazônia. Segundo o herdeiro da coroa do Reino Unido, o Brasil demonstra que tudo é possível quando vontade política e liderança se somam à mobilização da iniciativa privada e da sociedade civil. Charles também citou a ministra do Meio Ambiente, Izabela Teixeira, que esteve em Londres em 2014. METRO

Turquia

Argentina

Explosão perto do metrô fere 5 em Istambul

Ex-presidente Menem é condenado

Cinco pessoas ficaram feridas quando uma bomba caseira explodiu ontem em um viaduto em Istambul, na Turquia. O país tem estado em alerta elevado desde que mais de cem pessoas foram mortas por dois homens-bomba na capital, Ancara, em outubro, três meses depois que um ataque parecido em uma cidade perto da fronteira com a Síria deixou 33 mortos. O país tem enfrentado o Estado Islâmico e militantes curdos. METRO

O ex-presidente da Argentina Carlos Menem (1989-1999) foi condenado ontem a quatro anos e meio por um caso de corrupção durante seu governo, no qual também foi sentenciado seu ex-ministro da Economia, Domingo Cavallo. Os dois foram acusados de pagar propina a altos funcionários do governo. Nenhuma das penas será efetivada até que se dite a sentença final. METRO

Acidente. Avião da AirAsia caiu por falhas diversas Problemas crônicos com um sistema de leme avariado e a forma como os pilotos tentaram responder estão entre a série de fatores que contribuíram para a queda do Airbus A320 da AirAsia no mar de Java, em 28 de dezembro do ano passado, matando todas as 162 pessoas a bordo. Os investigadores indonésios não apontaram um único motivo para que o voo QZ8501 desaparecesse do radar, mas estabeleceram

várias causas, com destaque para defeito em equipamentos, problemas de manutenção e falhas da tripulação. A investigação concluiu que o clima tempestuoso não está relacionado com as causas da tragédia. Ainda segundo a investigação, o sistema de manutenção da companhia aérea não era “ótimo”, e, depois do acidente, a companhia aérea implementou 51 medidas para melhorar as condições de segurança. METRO

No Japão, baleeiros zarpam para a caça A frota baleeira japonesa partiu ontem para a Antártida para retomar, depois de ficar um ano parada, a caça aos mamíferos. O Japão pretende capturar mais de 300 baleias mink antes do término da caça, no próximo ano, e cerca de 4 mil nos próximos 12 anos, como parte de um programa que define como “pesquisa científica de baleias”. A CIJ (Corte Internacional de Justiça) decidiu no ano passado que o Japão tem de parar com a ação dos baleeiros no oceano

“No ano passado, infelizmente, não pudemos caçar baleias. Mas, agora, não há dia mais feliz do que hoje” TOMOAKI NAKAO, PREFEITO DE SHIMONOSEKI

Austral, e um painel da CBI (Comissão Baleeira Internacional) assinalou em abril que o Japão ainda não demonstrou a necessidade de matar baleias. Pouco antes do meio-dia os navios foram lançados ao mar sob um céu

Baleias são içadas para dentro de baleeiro de ‘pesquisa’ | WIKIPEDIA

azul claro em Shimonoseki, enquanto os familiares da tripulação e funcionários acenavam da costa. A

previsão é de que a caça se estenda até março. O Japão alega há tempos que a maioria das espécies de baleias não está ameaçada de extinção e que comer esses cetáceos é parte de sua cultura alimentar. O país iniciou em 1987 o que define como “caça científica”, um ano depois de entrar em vigor uma moratória baleeira internacional. No entanto, a carne acaba nas prateleiras das lojas, embora já não seja mais consumida pela maioria dos japoneses. METRO

Um dia de smog em Pequim Moradores de Pequim, na China, saem para trabalhar usando máscaras para se protegerem do ‘smog’ (smoke + fog), névoa baixa causada pela densa fumaça de poluentes emitida sobre a capital da China, país que mais polui o planeta | D.SAGOLJ/REUTERS


GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

Homenagem. Livro reúne crônicas inspiradas nas Cobras, personagens criados há 40 anos pelo escritor Luis Fernando Verissimo O humor afiado e certeiro das Cobras inspirou uma turma de cronistas a mostrar seu estilo de escrita e o seu olhar sobre o cotidiano. O livro “Cobras na Cabeça – Crônicas Ir(reverentes)”, organizado pelo escritor Rubem Penz, também homenageia o criador dos personagens, Luis Fernando Verissimo. A antologia reúne 72 crônicas assinadas por 18 autores. Cada um dos 12 capítulos é baseado em uma tirinha, que pode ter um tom mais político, comportamental ou filosófico (a que ilustra esta página é a do primeiro capítulo). O que todos têm em comum é o humor. “A ideia era contagiar a turma com essa visão ácida

{CULTURA

REFLEXÃO com as

Cobras

2 CULTURA

metrojornal.com.br

Nana Caymmi e por vezes tragicômica do Verissimo. No final, são vários pontos de vista sobre uma mesma tirinha”, completa Penz. Comemoração O livro chega no ano em

“COBRAS NA CABEÇA” RUBEM PENZ (ORG.) ED. BUQUI R$ 30

Saiba quem é a mulher por trás da Mulher-Maravilha JORNAL OFICIAL

Por trás de uma Mulher-Maravilha existe, veja só, uma grande mulher. Ela é Meredith Finch, roteirista da série da amazona atualmente em curso no selo Os Novos 52. Ao lado do marido, David Finch – responsável pelos traços da personagem –, Meredith participa nesta sexta, às 18h, de um painel na Comic Con Experience, evento que será realizado em São Paulo. Formada em Ecologia e Educação, a roteirista ingressou tardiamente no mundo dos quadrinhos, há apenas dois anos, publicando histórias independentes. Dez meses depois, em 2014, já assumia a saga da Mulher-Maravilha com David. “Acho que ajuda não ter 40 anos de HQs na cabeça. Significa que posso ter mais chances de arriscar com um personagem por não ter noções preconcebidas de como ele ou ela deva se comportar. Li toda a incrível série de

13|

Artista fala sobre sua obra e carreira nesta sexta, às 18h | DIVULGAÇÃO

A Diana de Finch recebe traços do marido dela, David Finch | DIVULGAÇÃO

Brian Azzarello para a Mulher-Maravilha antes de começar o trabalho. Queria ter certeza de que seria fiel à personagem e à história que ele estabeleceu no início da série Os Novos 52”, explica a roteirista ao Metro Jornal. Mais representativa heroína feminina dos quadrinhos, a Mulher-Maravilha foi muitas vezes retratada com forte apelo sexual, algo evitado pelo casal. “Sempre foi uma prioridade para nós sermos respeitosos com a personagem. Queríamos que o traje dela estivesse mais de acordo com o do resto dos personagens da DC

Comics. Não consigo imaginar nenhum herói masculino correndo em trajes de banho e não queríamos isso para Diana também.” Para Meredith, Mulher-Maravilha é uma personagem que soube evoluir com o tempo. “As experiências das mulheres em 2015 não são as mesmas das mulheres nos anos 1940, quando ela foi criada. Acho que, enquanto as histórias forem significativas, seremos fiéis ao ícone”, afirma ela, para quem um toque feminino pode significar algo de diferente na condução das histórias. METRO

que as Cobras comemoram quatro décadas. “O Verissimo começou a publicar os personagens em 1975. A produção foi diária até o início dos anos 1990”, destaca o organizador. Apesar do tempo, as tirinhas conti-

nuam atuais. “Algumas poderiam ter sido escritas hoje, tamanha a atualidade”, completa. Verissimo já viu as crônicas e, segundo Penz, ficou lisonjeado com a homenagem. MÔNICA KANITZ/ METRO POA

A cantora de 74 anos está internada no Rio desde segunda para a retirada de um tumor benigno no estômago. Ainda não foi emitido um boletim médico sobre seu estado de saúde.


{PUBLIMETRO

14|

GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

Os invasores

Leitor fala

Árvores japracozinha@omelete.com.br

Quão estarrecida fiquei ao ler no jornal Metro de hoje (30/11) que quase mil árvores foram cortadas na Grande Vitória somente neste ano. É óbvio que esse número é muito maior e, pior do que isso, deveriam estar plantando mais e mais árvores e não admitir que estão cortando. E isso é dito da forma mais natural! Será que isso não deve nos escandalizar? Dois fatos deixaram-me ainda mais chocada: 1. A prefeitura da Serra afirmar que cortou árvores a pedido de moradores. Desde quando é morador que decide o corte de árvores? Até porque a maioria da população parece que não consegue perceber o significado e a importância do “verde” para nossas cidades; 2. Prefeitura de Vila Velha afirmar que cortou 78 plantas, devendo substituí-las por 40, e que nos últimos três anos plantou 350 espécies, pretendendo ainda plantar mais 130 até o final de 2016. O que significa 480 plantas para uma cidade do tamanho de Vila Velha? Parece que estão fazendo piada... Senhores administradores municipais, melhorem suas consciências ecológicas!

no REPRODUÇÃO

RAMBO PODE GANHAR UMA SÉRIE DE TV!

John Rambo pode virar série de TV. E com a participação de Sylvester Stallone, que acompanha o projeto de perto e pode ser o produtor-executivo da série. Apesar de não confirmada ainda, espera-se também que o ator volte a interpretar um de seus papéis mais icônicos. Quem está comandando a missão é a emissora Fox, que já teria encomendado um episódio-piloto com roteiro de Jeb Stuart, de “Duro de Matar” e “O Fugitivo”, outros clássicos dos anos 1980. A ideia é explorar “a complexa relação entre Rambo e seu filho J.R, um ex-Fuzileiro Naval da Marinha”. A passagem de bastão funcionou recentemente em outro projeto de Stallone. “Creed” (fil-

Cruzadas

me derivado de “Rocky”) fez 40 milhões de dólares de bilheteria em sua estreia nos EUA. Uma série de “Rambo” parece uma continuação óbvia depois do que acontece no fim do quarto episódio no cinema, quando o veterano de guerra vivido por Sylvester Stallone retorna ao local onde cresceu. Porém, o projeto coloca um possível quinto filme da franquia de volta na geladeira sem previsão de produção. É preciso lembrar ainda que esta não seria a primeira vez de Rambo nas telinhas. Em 1986 foi criada uma série animada do personagem, que chegou a ser exibida no Brasil e levou várias crianças da época a andarem por aí com uma faixa vermelha na cabeça.

AILDA GABLER - BAIRRO GAIVOTAS/ VILA VELHA

Quer mais?

Clique metrojornal.com.br para acessar conteúdo exclusivo, atualização de nossas reportagens, todos os nossos colunistas e galerias com as melhores imagens do dia.

FRASE DA SEMANA

“Eu sabia que não podia me envolver. Eu tornaria a vida deles miserável e a minha também”

Para falar com a redação:

GEORGE LUCAS SOBRE SUA DECISÃO DE DEIXAR STAR WARS DEPOIS DA VENDA PARA A DISNEY

leitor.gv@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

NERDÔMETRO

Sudoku Batman: Seria delírio? Pesadelo? O fato é que o Bruce Wayne de Ben Affleck é desmascarado pelo Homem de Aço no teaser

Superman: No novo teaser de “Batman vs Superman” o herói aparece como o povo pedia: cascudo e de cara feia.

Criado em maio de 2000, o Omelete.com.br é hoje o maior site de entretenimento e cultura pop do país

Horóscopo

Está escrito nas estrelas

POR: GUILHERME SALVIANO

www.estrelaguia.com.br

A ansiedade em esclarecer assuntos no trabalho tende a ser maior e por isso deve aumentar o cuidado para não apressar situações.

Fique atento com as finanças e priorize despesas mais essenciais. Bom momento para refletir sobre gastos efetivamente úteis.  

Atente-se para não se preocupar demais com objetivos insolúveis e dê atenção ao que precisa ser resolvido com mais urgência.     

Procure expressar mais as emoções, investindo em hobbies ou diversões. Exercitar ou aprender alguma habilidade artística fará bem.

A característica observadora – frequente em virginianos – estará acentuada, contribuindo para auxiliar pessoas e solucionar problemas.

O envolvimento com atividades culturais, religiosas, espirituais e que enriqueçam seus conhecimentos revitalizará suas energias.

Está propenso a resgatar lembranças e antigos sentimentos que servirão de inspiração e referência em decisões.  

Possibilidades maiores para lidar com assuntos que envolvam algum tipo de cooperação e integração com outros grupos.

Período intenso para os assuntos íntimos e para a sexualidade na vida amorosa. Tenha mais cuidado e jeito para expor confidências.

Aproveite o dia para conversas com parentes e pessoas que há tempos não convive. Dia positivo para o entretenimento cultural.

Uma dedicação extra a amigos que mantinha distância será proveitosa. Também fará bem se dedicar a círculos sociais diferentes.

Tenha paciência com as diferenças nas relações. Muitas vezes divergências são capazes de aproximar mais do que afastar.

Soluções


GRANDE VITÓRIA, QUARTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

AGORA RESOLVE!

3

Copa do Brasil. Palmeiras e Santos decidem o título nacional hoje, às 22h. Vantagem é do Peixe, que venceu o 1º jogo por 1 a 0. Além do troféu, vale a vaga na Libertadores

ESPORTE

Prass é um dos destaques do Verdão

Oliveira é o matador do Peixe

ANDERSON GORES/FRAMEPHOTO/FOLHAPRESS

Esta noite, às 22h, o Allianz Parque, novo estádio do Palmeiras, conhecerá o primeiro time que será campeão no seu gramado. A história será escrita. Para ficar com o caneco da Copa do Brasil, os donos da casa terão ninguém menos do que o Santos pela frente. É o Peixe, aliás, que chega com a vantagem para o confronto. Como venceu por 1 a 0 o primeiro confronto, na Vila Belmiro, seFluminense

15|

mana passada, o alvinegro joga por dois resultados: um empate ou qualquer vitória. Ao Palmeiras, só um triunfo interessa. Se ele acontecer por um gol de diferença, a decisão será levada para as cobranças de pênaltis – na final, o gol fora de casa não serve como critério de desempate, como acontece no restante da competição. Mas não é “apenas” o tí-

RICARDO SAIBUN/AGIF/FOLHAPRESS

tulo da Copa do Brasil que está em jogo. Como chegaram à decisão do torneio, as duas equipes passaram a poupar titulares nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, não conseguiram bons resultados, e viram as chances de chegar ao G-4 acabar. Assim, a única maneira de chegar à Libertadores de 2016 é com o título desta noite, já que o campeão leva vaga direta ao torneio continental.

No entanto, tanto para palmeirenses quanto para santista, um fator pode ser determinante além da qualidade do futebol apresentado: o equilíbrio emocional. Desde as finais do Paulistão – vencido pelo Santos sobre o próprio Palmeiras –, os times acaloram a rivalidade, com declarações de parte a parte. Nesse aspecto, ganharam destaque o goleiro alviverde Fernando Prass e o atacan-

te santista Ricardo Oliveira, que são os protagonistas das discussões entre os jogadores. Líderes e decisivos nos últimos jogos, ambos se reencontrarão mais uma vez hoje. Os dois falaram, os dois provocaram, mas apenas um vai rir por último e gritar: “É campeão”. WILSON DELL’ISOLA METRO SÃO PAULO

‘Eu acredito’

Tricolor não terá atacante Fred na última rodada

Vasco encara semana de decisão

O vice-presidente de futebol do clube, Mário Bittencourt, confirmou que o atacante Fred só volta a atuar no ano que bem. Sem treinar há sete dias, o atacante está fora do jogo diante do Figueirense, domingo, às 17h, no Orlando Scarpelli. O jogo interessa diretamente ao Vasco, que torce por um tropeço dos catarinenses. Segundo o dirigente, o camisa 9 ainda sente o problema no joelho esquerdo e será preservado para a próxima temporada. Bittencourt fez questão de afastar a responsabilidade do Flu em um eventual rebaixamento do Vasco. Para ele, se o time de São Januário cair, será pela fraca campanha que fez ao longo do Brasileiro. “Qualquer coisa que aconteça não será o Fluminense a rebaixar o Vasco, que teve um ano muito ruim e ficou na zona de rebaixamento durante quase toda a competição”, disse o dirigente. METRO RIO

A luta para permanecer na Séria A do Brasileiro só vai terminar no domingo. O Vasco precisa vencer o Coritiba, na capital paranaense, além de torcer por tropeços de Avaí e Figueirense. Ontem, os jogadores cruzmaltinos voltaram a treinar depois de ganhar um dia de folga. Para domingo, o único desfalque do técnico Jorginho é o meia Andrezinho, que tomou o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Santos. Mesmo assim, ele vai para Curitiba acompanhar a decisão. “Todos diziam que o Vasco já estava rebaixado, mas chegamos à última rodada com chances, com muito trabalho e força de vontade. Infelizmente recebi o terceiro cartão amarelo e não poderei jogar a última partida, mas estarei lá para ajudar meus companheiros da forma que der. Não deixem de acreditar, porque vamos lutar até o fim”, disse o jogador em uma rede social. METRO RIO

Muricy ou Sampaoli? Com eleições presidenciais marcada para segunda-feira, um dia após o término do Brasileirão, as chapas concorrentes tentam dar a última cartada para garantir o voto do associado rubro-negro. Ainda que os candidatos não possam assinar contratos com possíveis substitutos de Oswaldo de Oliveira, ao menos dois nomes são dado como certos pelas respectivas candidaturas: os técnicos Muricy Ramalho e Jorge Sampaoli. Ontem, a Chapa Verde deixou a entender que o atual treinador do Chile estaria já acertado caso Wallim Vasconcellos vença a eleição. A notícia foi divulgada pelo colunista Ancelmo Gois, de “O Globo”, e repercutiu nas redes sociais. O agente do técnico no Brasil, o ex-zagueiro do Fla Gélson Baresi, é quem estaria fazendo a negociação. Durante a tarde, no entanto, Sampaoli negou o acerto. Ele afirmou que pretende cumprir o contrato com a seleção chilena. “Pode ser uma intenção política para tentar ganhar eleição. Não conheço esse senhor (Gelson), não tenho representante. Tenho um

DAVID RAMOS/ GETTY IMAGES

MARCELO D. SANTS/FRAMEPHOTO/FOLHAPRESS

Sampaoli ou Muricy: eleição definirá novo presidente e novo técnico

acordo com a seleção. Não tem nenhuma verdade. Se (o Flamengo) tem uma intenção, é uma coisa. Um acordo? Impossível”, disse Sampaoli, em entrevista à Rádio 103.3 FM, do Chile. O argentino, porém, não tem garantias de que vai continuar à frente da seleção. A federação chilena também passará por eleição. Se a situação perder, ele dificilmente continuará como técnico. No fim da tarde, Wallin Vasconcellos concedeu entrevista para explicar a confusão e voltou a confirmar o acerto com o treinador. “Ele só pode confirmar após o dia 8. Ele está negando. É óbvio: está sob contrato. Estamos falando desde 14 de

setembro. Vi que não saiu em nenhuma coluna de jornal. Ninguém vaza informação do nosso grupo”, disse o candidato, que criticou a atual diretoria. “Trabalhar com as pessoas que comandam o futebol do Flamengo hoje não dá certo. Se o Muricy chegar vai durar três meses antes de ir embora.” O argentino foi indicado pela Fifa ao prêmio de melhor treinador do mundo deste ano. Concorre com os espanhóis Pep Guardiola e Luis Enrique. Já a chapa do atual presidente, Eduardo Bandeira de Mello, já estaria acertada com Muricy Ramalho. O outro concorrente é Cacau Cotta, da Chapa Branca. METRO RIO

Rasgou o verbo

Dunga sem ‘papas’ De seu jeito tradicional, o técnico soltou o verbo, em entrevista ao Fox Sports, sobre questões delicadas dentro da Seleção Brasileira, comentou a postura de Jefferson, descartou convocar Paulo Henrique Ganso e mandou um recado para Thiago Silva, que reivindica o retorno à seleção. “O Thiago é um jogador que está aí e estamos observando. Ele tem chance de voltar. Na Seleção, são 23. Para ser capitão, tem que jogar. Antes de pedir faixa, tem que jogar. O capitão é uma decisão do treinador. No futebol, não posso excluir nada, mas temos que tratar os jogadores como homens, como profissionais, e não como crianças. Não tem que ficar coitadinho, pobrezinho. É um trabalho. Não sei de onde reivindicam posto. Você não reivindica, você ganha o posto”.


20151202_br_vitoria