Issuu on Google+

IT’S ONLY ROCK ’N ROLL,

MAS ELE GOSTA!

NCISCO SOLTA A FR PA PA , M U LB Á O V EM NO PROGRESSIVO PÁG. 12 O A P O P O D I A V E Z O AV GRANDE VITÓRIA Terça-feira, 1º de dezembro de 2015 Edição nº 415, ano 2 MÍN: 22°C MÁX: 26°C

www.metrojornal.com.br | leitor.gv@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_VIX

Eleição de 2016 será com voto no papel, diz Justiça Cortes. Depois de saber de um corte de RS 1,74 bilhão nas suas verbas, cúpula do Judiciário anunciou que faltará dinheiro para as eleições municipais e que a votação do ano que vem terá de ser feita em papel. Governo anunciou redução de R$ 11 bi no orçamento PÁGS. 07 E 10

DONOS DA BOLA Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo são os melhores do mundo

PÁG. 16

RECICLE A INFORMAÇÃO: NÃO JOGUE ESTA PUBLICAÇÃO NAS VIAS PÚBLICAS. PASSE ESSE JORNAL PARA OUTRO LEITOR.

Após oito anos, um brasileiro volta a se r finalista no Bola de Ouro da Fifa. Venc edor será conhecido no dia 11 de janeiro de 2016

Suspeitas de microcefalia sobem 68,8% No país, o número de registros em análise entre 21 e 28 de novembro avançou de 739 para 1.248 PÁG. 06

‘Ação irresponsável’ causou a tragédia em Mariana, diz Dilma No primeiro dia da cúpula do clima COP 21, presidente acusou empresas e falou em ‘punições severas’ PÁG. 11

Cariacica: doentes esperam até no chão por atendimento ALBERT GEA E JUAN MEDINA/ REUTERS / DAVID RAMOS/GETTY IMAGES

Pouco mais de um mês depois de ser inaugurado, PA de Alto Lage está superlotado e com filas enormes PÁG. 02


02|

1 FOCO

Vitória

Feira é cancelada A tradicional Feira do Verde, que no ano passado teve a sua 25a edição, foi cancelada neste ano pela Prefeitura de Vitória. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, a queda de arrecadação e a falta de patrocínio motivaram a suspensão do evento, que, nos anos anteriores, teve custo de cerca de R$ 4 milhões. Uma nova edição só vai acontecer no ano que vem, entre os dias 5 e 12 de junho, na Semana Mundial do Meio AMbiente. A ideia é reformular o evento, para ser mais didático e voltado para educação ambiental, segundo Zouain.

Cotações Dólar + 1,65% (R$ 3,887) Bovespa - 1,64% (45.120 pts) Euro + 0,34% (R$ 4,089) Selic (14,25% a.a.)

Salário mínimo (R$ 788)

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

Cariacica: doente encara fila de espera até no chão Alto Lage. Unidade concentra os atendimentos dos PAs Infantil e de Itacibá. Pacientes afirmam que local é pequeno para a quantidade de pessoas que buscam uma consulta. Até as sombras do jardim são disputadas durante a espera Em pouco mais de um mês desde que foi inaugurado, o PA (Pronto-Atendimento) do Trevo de Alto Lage, em Cariacica, já apresenta superlotação. A demora no atendimento é a principal reclamação de quem busca o serviço. Ontem, por exemplo, por volta das 14h, a fila estava longa e pacientes disputavam até mesmo as sombras das árvores no chão do jardim da unidade. Na porta da unidade, duas pacientes conversavam sobre a superlotação do PA. Uma delas preferiu não dar entrevistas; a segunda, uma vendedora de 26 anos, pediu apenas para não ser identificada. “Fecharam o PA de Itacibá pra isso?”, perguntou a paciente, referindo-se à fila. “A única coisa que mudou de lá para cá foi a distância que tenho que andar em busca de um atendimento médico. A demora para ser atendida ainda é a mesma”, afirmou a vendedora. A auxiliar de serviços gerais Luzimei Tavares, 42, também reclama da situação e desabafa. “A saúde pública

“A saúde pública de Cariacica está um caos. Há 2 dias estou fazendo exames e ainda não fiz uma consulta” LUZIMEI TAVARES, 42, AUX SERVIÇOS GERAIS

PA de Alto Lage foi inaugurado há mais de um mês em Cariacica |CHICO GUEDES / METRO GV

em Cariacica está um caos, só por Deus”, diz. De acordo com o diretor técnico do PA do Trevo de Alto Lage, Sander Ruela, a superlotação já é de conhecimento da direção da unidade. “Cerca de 70% dos nossos atendimentos dizem respeito a questões ambulatoriais e casos de gripe e dores crônicas. Por isso, temos orientado os médicos a indicarem os postos de saúde para a população”, disse o diretor técnico da unidade.

Questionado sobre o tempo que os paciente passam no chão em espera pelo atendimento, Sander disse que o procedimento não é o ideal. “Não gostaríamos que isso acontecesse. Por isso, peço à população que busque acomodações dentro da própria unidade”. Concentração de serviços O PA do Trevo de Alto Lage concentra hoje os atendimento dos PAs de Itacibá e Infantil, que foram fechados

em outubro para reformas. Em nota, a prefeitura afirma que planeja a adequação dessas antigas unidades de saúde para transformá-las em centro de especialidades e Farmácia Popular, respectivamente. No entanto, o órgão não informou prazos ou valores de investimento.

“Estou com suspeita de dengue e não consegui antedimento. Um amigo que trabalha na unidade que me ajudou” JÉSSICA MATIAS FERREIRA, 20, DONA DE CASA

VINICIUS ARRUDA

“São duas horas de espera para dois minutos de atendimento. É um ‘chá de cadeira’. A unidade não suporta essa demanda”

METRO GRANDE VITÓRIA

VANIA LÚCIA CESATTI, 48, VENDEDORA

Vitória é capital com mais médicos Vitória possui 11,26 médicos para cada mil habitantes, a maior taxa do Brasil, que tem média de 4,84 profissionais para o mesmo número de pessoas em capitais. Esse dado foi apontado na Demografia Médica 2015, divulgado ontem pelo CFM (Conselho Federal de Medicina). O número é menor quando todo o Estado é levado em consideração: a

relação é de 2,23 médicos por mil habitantes, estando entre os quatro estados com mais médicos proporcionalmente no país. O registro total é de 8.581 médicos. Já no Brasil, o registro é de 432.870 profissionais, o que representa 2,11 médicos para cada mil pessoas. Pediatras são a maioria dos profissionais no Espírito Santo, com 911 especialistas. Em segundo lugar es-

FALE COM A REDAÇÃO leitor.gv@metrojornal.com.br 027/2124-3426 COMERCIAL: 027/3334-1749

O Metro jornal circula em 23 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Campinas e Grande Vitória, somando 495 mil exemplares diários.

tão os clínicos gerais (696) e em seguida os ginecologistas e obstetras (708) e cirurgia geral (696). No geral, os médicos especialistas representam 68% dos registrados no Estado, enquanto os generalistas são 32%. No Espírito Santo, grande parte dos profissionais tem até 39 anos: 3.703. A média de idade é de 45 anos e 19 anos de tempo de formado. METRO

Demografia Médica Dados de desigualdade de concentração no país

• Sudeste. Responde por 42% da população e por 55% dos médicos.

• Norte. Nos estados moram 8,4% da população, nela trabalham 4,4% dos médicos.

• Sul. Abriga 14,3% da população e 7,5% dos profissionais de medicina.

• Nordeste. Concentra 27,8% de brasileiros e 17,4% dos médicos.

• Centro-Oeste. Concenta 15% da população do país e 7,9% dos médicos.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Gerente Executivo: Ricardo Adamo Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Grande Vitória. Diretor de Jornalismo: Antonio Carlos Leite (MTB: 20074-82). Editora-Executiva: Zainer Silva. Editora: Luciana Raymundo. Coordenadora Comercial: Scheila Ramos. Editor de Arte: Cleber Machado. Diretor-geral: Carlos Canelas Magalhães.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Avenida Presidente Costa e Silva, 60, Bairro República, CEP 29070-150, Vitória (ES). O Metro Grande Vitória é impresso na Gráfica Metro

EM PROCESSO DE FILIAÇÃO


04|

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

Samarco: Minas apura negligência em licenças Barragens em Mariana. Controladoria-Geral do Estado investiga possíveis ilegalidades e negligência de servidores na concessão permissões ambientais à mineradora Três servidores de órgãos ambientais de Minas Gerais foram ouvidos ontem pela CGE (Controladoria-Geral do Estado), que apura se houve negligência ou omissão dos responsáveis pelo licenciamento ambiental da mineradora Samarco. A empresa é responsável pela barragem Fundão, que se rompeu no último dia 5, em Mariana (MG), causando um desastre ambiental sem precedentes no país, citado inclusive pela presidente Dilma Rousseff na Conferência do Clima da ONU, em Paris (leia mais na página 11). De acordo com a CGE de Minas Gerais, o procedimento visa a averiguar ile-

galidades na concessão de licença de atuação das minas de Germano e Santarém, que permanecem em pé, mas correm o risco de se romper segundo a própria Samarco. A comissão de apuração é formada por funcionários da própria controladoria. Estão sendo verificadas as responsabilidades de órgãos estaduais na concessão de licenças, como a Semad (Secretaria de Meio Ambiente), o Igam (Instituto de Gestão de Águas), a Feam (Fundação Estadual do Meio Ambiente) e o IEF (Instituto Estadual de Florestas). Caso sejam constatadas irregularidades, a controla-

doria pode tomar uma série de medidas, que vão desde advertências até a expulsão do servidor. Até o momento, sete funcionários públicos foram ouvidos. Documentos também estão sendo analisados para apurar se houve irregularidades nos processos licitatórios. Porém, a investigação corre em sigilo. Validade A barragem do Fundão, que se rompeu, tinha licença válida até 2019, mas a mina Germano e a barragem de Santarém, ambas em Mariana, estavam com as licenças de operação vencidas desde 2013. Ambos os pedidos de

renovação da licença estavam sendo analisados pelo Estado. No momento da ruptura, a barragem do Fundão passava por uma obra de alteamento para ampliar sua capacidade. O Ministério Público investiga se a obra tem alguma relação com o incidente, que resultou na morte de 11 pessoas até o momento. Oito pessoas ainda estão desaparecidas, sendo cinco funcionários da Samarco e três moradores do vilarejo de Bento Rodrigues. Dois corpos aguardam identificação de familiares. PEDRO NASCIMENTO METRO BELO HORIZONTE

Lama avança para o sul e atinge área de preservação em Aracruz A lama de rejeitos, que percorreu quase 800 km no rio Doce e chegou ao mar, em Linhares, no Norte capixaba, continua avançando para o litoral sul do Espírito Santo. A enxurrada já atingiu uma área de preservação, em Aracruz: a APA (Área de Proteção Ambiental) Costa das Algas, que ocupa mais de 17,7 mil hectares no mar, entre

os municípios de Serra e Aracruz, e atua na preservação da fauna marinha. O material pode chegar a outra área de preservação, o Refúgio da Vida Silvestre de Santa Cruz, em Aracruz, que fica próximo à APA. De acordo com o coordenador nacional do Centro Tamar, João Carlos Tomé, o Joca, ainda não há

riscos de a enxurrada chegar às praias de Aracruz e da Serra. Nos próximos dias, os ventos voltam a carregar a lama para o norte, afirma o especialista. Abrangência A mineradora Samarco informou que a lama atinge uma área de 73 km2 na região da foz do rio Doce, em Regência, município de Li-

nhares, sendo 20 km ao Sul, 8,5 km a sudoeste e 1 km mar adentro. Já a informação da Marinha é outra: segundo a instituição, a lama está 20 km mar adentro e cerca de 12 km ao sul -- ao norte, segundo a Marinha, não foi possível precisar a abrangência do material, que contém resíduos de mineração. METRO

Licenças da Samarco estavam atrasadas | MARIELA GUIMARÃES/O TEMPO/FOLHAPRESS

Rio Doce

MPs querem que Colatina deixe de captar água Os Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho entraram com nova ação pedindo a suspensão da captação de água do rio Doce em Colatina devido a suspeitas quanto à qualidade da água. No dia 21, a captação chegou a ser suspensa por liminar, mas foi derru-

bada um dia depois. Os órgãos também se reuniram, ontem, com a Samarco para definir novas medidas a serem adotadas pela empresa para reparar danos do desastre ambiental. Em Brasília, também ontem, procuradores da União, de Minas Gerais e do Espírito Santo protocolaram a ação civil pública em que cobram a criação de um fundo de R$ 20 bilhões para recuperar os prejuízos do rompimento da barragem em Mariana. METRO

Vale participa da gestão de navio de pesquisa O navio da Marinha que monitora o impacto ambiental da lama da Samarco na costa do Espírito Santo, além de ter sido comprado pelo governo federal em parceria com a Petrobras e a Vale, é gerido por um comitê composto pelas duas empresas, que também arcam com os custos operacionais e de manutenção da embarcação. Comandante da Capitania dos Portos do Espírito Santo, o capitão dos portos Marcos Aurélio de Arruda afirma que

a participação da Vale – dona da Samarco junto da mineradora anglo-australiana BHP Billiton – não influencia nos resultados. “O navio foi adquirido em um sistema de cooperação para pesquisas em prol dos ministérios da Defesa e da Ciência, Tecnologia e Inovação e das duas empresas. Esse não é o primeiro navio que a Marinha em parceria com as empresas.” O Navio Hidroceanográfico de Pesquisa Vital de Oliveira foi adquirido em 2013

por R$ 162 milhões. Desse total, a maior quantia, de R$ 70 milhões, foi paga pela Petrobras. A Vale financiou R$ 38 milhões, e os ministérios pagaram, cada um, R$ 27 milhões. O custo operacional da embarcação é de R$ 250 mil por dia, e as despesas anuais são divididas entre as quatro partes envolvidas. Estudos Ontem, o navio retornou ao Porto de Vitória, onde foi apresentado o relatório pre-

250 mil é custo operacional da embarcação, em reais, por dia liminar da primeira etapa do monitoramento da costa. Foram coletadas, entre 26 e 30 de novembro, 391 amostras – 350 litros de água e 65 quilos de sedimentos. De acordo com Lohengrin Fernandes, pesquisador

do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira e chefe científico de bordo, há uma concentração maior de sedimentos próximo à foz do rio Doce, chegando a dez metros de profundidade. À medida que se afasta mar adentro, porém, a camada fica mais fina. Fernandes acrescenta não ser possível, agora, afirmar se a água está contaminada. “Saber o que tem na água depende de análises, e isso demanda tempo. Seria importante

também uma análise comparativa entre a lama em Minas Gerais e o que chegou à foz. Ainda não dá para saber de imediato os impactos sobre os seres vivos”, afirma. O pesquisador disse que foram encontrados microorganismos como zooplâncton, microalgas e microcrustáceos com vida em todas as amostras. Animais como peixes e golfinhos também foram vistos na área. Hoje, o navio retorna para Linhares, onde fica até sábado. METRO


GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

06|

Microcefalia: número de casos cresce 68,8% em uma semana 13 Estados e Distrito Federal. Em apenas uma semana, governo federal registra 509 novas notificações de malformação que atinge bebês O Ministério da Saúde divulgou ontem novo boletim epidemiológico que revela 1.248 casos suspeitos de microcefalia, um aumento de 68,8% em relação ao último número informado, de 739. Os levantamentos têm uma semana de diferença: foram finalizados em 21 e 28 de novembro. As ocorrências foram registradas em 311 cidades de 13 Estados -- o Espírito Santo não consta nas listas -- e do Distrito Federal. Pernambuco segue como a unidade da federação com maior incidência. O governo confirmou, no último sábado, a relação entre a malformação, que pode afetar o desenvolvimento das crianças, e o vírus zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue. Seis mortes de bebês identificados com microcefalia estão sendo investigadas pelo Ministério da Saúde. O diagnóstico dessa malformação ainda é difícil. Em princípio, considera-se que crianças não prematuras com 33 cm ou menos de circunferência no crânio têm suspeita de microcefalia. A condição em si não tem tratamento. Tratam-se os possíveis problemas cognitivos e motores decorrentes dela. O monitoramento dos casos de microcefalia tornou-se prioridade para o governo, o que explica, em parte, o salto na contagem. As pesquisas continuam para identificar a atuação do vírus e o período de maior vulnerabilidade paPUBLICIDADE

AP

Causa e efeito

MAPA DA MICROCEFALIA

Governo muda visão sobre o zika

79 MA

CE

12

PA

248

25 RN

PI

PB

36

646

PE

TO

12

Por ter sintomas bem mais brandos do que a dengue ou a chikungunya, outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, o zika não ganhou muita atenção das autoridades de saúde até a confirmação de sua relação com o aumento de casos de microcefalia. Estudos nos tecidos e no sangue de um bebê nascido com microcefalia que morreu no Ceará, feitos pelo Instituto Evandro Chagas, encontraram traços do vírus zika. A notícia foi divulgada no último sábado pelo Ministério da Saúde. O órgão informou ainda que os repelentes de insetos vendidos no Brasil podem ser utilizados com segurança por mulheres grávidas. O vírus zika tem provável origem na África, mas há muitos casos registrados na Ásia. As autoridades suspeitam que o aumento de casos no Brasil tenha relação com o turismo durante a Copa do Mundo de 2014.

AL SE BA

MT

59

37 GO

DF

2

1

77 TOTAL DE CASOS SUSPEITOS*

1.248

MG ES

MS

1 SP

13

RJ

PR

SC

153 139 175 167 147 2010

2011

2012

2013

2014

2015

Há casos suspeitos em 13 estados e no DF — cinco unidades da federação a mais do que na semana passada —, um aumento de 509 registros suspeitos (68,8% a mais em sete dias) FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE

*ATÉ 28 DE NOVEMBRO

“Teremos que ter uma intensificação muito grande no combate ao mosquito e com um chamamento da sociedade. Os prefeitos devem intensificar a limpeza. Estamos em uma emergência de saúde pública.” CLÁUDIO MAIEROVITCH, DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

ra a gestante -- a princípio, acredita-se que sejam os três primeiros meses de gravidez. Além disso, o governo federal iniciou uma campanha de conscientização pela erradicação dos focos de Aedes aegypti e, segundo o Mi-

nistério da Saúde, haverá recursos emergenciais para o combate ao inseto transmissor de doenças. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Combate ao Aedes aegypti deve aumentar | GABRIEL JABUR/AGÊNCIA BRASÍLIA

METRO BRASÍLIA

Gestante de Vitória é notificada sob suspeita de ter o vírus Uma gestante de Vitória foi notificada com zika vírus, durante uma viagem no Rio de Janeiro. De volta à capital capixaba, a mulher, que está com 22 semanas de gravidez, passou a ser acompanhada pela rede municipal de saúde e foi submetida a exame laboratorial a fim de confirmar se, de fato, é portadora do vírus. Ela é a única gestante entre os 131 pacientes notificados com zika em Vitória,

de acordo com a secretária municipal de Saúde, Daysi Koehler Behning. Desse total, quatro casos já foram confirmados por exames laboratoriais. Diferença Os números diferem dos últimos divulgados pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde): três casos confirmados de zika e outros 126 sob suspeita em todo o Espírito Santo. Desses três confirma-

dos, dois são de Vitória, o outro de Vila Velha. “A população é o principal agente para que possamos fazer a mudança no município, pois os principais criadouros do mosquito Aedes aegypti estão dentro das casas. O poder público não dá conta de resolver o problema sozinho”, afirma Daysi. Segundo ela, apesar de todo o trabalho que vem sendo feito para combater

o mosquito, como carros-fumacê e visitas dos agentes de combate a endemias, a média geral em toda a cidade é de alto risco de transmissão de dengue e zika. Não há casos registrados de febre chikungunya. Entre os bairros com maior número de focos de Aedes aegypti na Capital estão Jardim Camburi, Bairro da Penha, a região de Maruípe, Santo Antônio, Maria Ortiz e Centro. METRO


GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

2016 terá votação em papel, ameaça cúpula da Justiça ‘Não há dinheiro’. Inconformados com contingenciamento de verbas feito pelo governo federal, presidentes de tribunais superiores afirmam que eleições municipais do próximo ano não terão urnas eletrônicas No que depender da Justiça, a crise financeira enfrentada pelo governo federal vai levar o Brasil de volta ao passado nas eleições municipais do ano que vem, quando mais de 140 milhões de brasileiros devem votar para prefeito e vereador. Atingido por um corte de R$ 1,74 bilhão pelo contingenciamento de gastos da União -- provocado pela demora na votação da revisão da meta fiscal pelo Congresso (leia mais na página 10) --, o Poder Judiciário avisou que não será possível fazer a votação em urnas eletrônicas. Elas começaram a ser introduzidas nas eleições de 1996, e o sistema foi universalizado em 2000. Cédulas de papel só eram utilizadas quando a urna eletrônica

428 mi reais foi o corte determinado pelo governo federal no orçamento da Justiça Eleitoral quebrava e não havia outra para substituir. A decisão, encarada no governo como uma forma de pressão contra o contingenciamento, foi comunicada em uma portaria publicada ontem no Diário Oficial da União, com as assinaturas dos presidentes de todos os tribunais superiores do país. No texto, o motivo é explicado secamente: “O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabiliza-

rá as eleições de 2016 por meio eletrônico”. O dinheiro não dá Por nota, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou que o corte de R$ 428 milhões em seus recursos “prejudicará a aquisição e a manutenção de equipamentos necessários para a execução do pleito do próximo ano”. Segundo a Corte, já está em andamento uma licitação de R$ 200 milhões para a compra de urnas. O governo federal não se manifestou oficialmente sobre a ameaça de eleições com cédulas de papel. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Ex-craque e deputado, Jardel é acusado de corrupção A trajetória de Jardel na política do Rio Grande do Sul pode ter chegado ao fim. Uma investigação do Ministério Público, deflagrada ontem, apurou que o deputado estadual Mário Jardel (PSD), eleito com 41.277 votos, teria montado um esquema de corrupção para embolsar verbas públicas. Em dois meses de investigação, tendo o ex-jogador como principal alvo, o MP verificou indícios de crimes como peculato, concussão, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro. O MP apresentou à imprensa provas como diárias falsificadas, recibos, vídeos, fotos e transcrições de conversas grampeadas. Em um dos vídeos, um assessor aparece contando um maço de notas de R$ 100 na frente do parlamentar. Em seguida, Jardel ordena que a quantia seja entregue para seu chefe de gabinete, Roger Antônio Floresta. A operação, intitulada Gol Contra, proveu os indícios necessários para que o MP conseguisse na Justiça uma ordem de afastamento de Jardel das funções parlamentares por 180 dias, visto que um parlamentar só pode ser preso por crime inafiançável. Segundo Marcelo Dornel-

Vídeo mostra assessor com notas de R$ 100 que seria para Jardel | MP/ DIVULGAÇÃO

“Compra de drogas era feita de maneira rotineira, principalmente cocaína” MARCELO DORNELLES, PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA

les, procurador-geral, foram identificados pelo menos quatro funcionários-fantasmas, sendo que um deles seria a mulher do homem que fornecia drogas para Jardel. Além disso, há indícios de que Jardel extorquia cerca de R$ 3 mil dos salários dos funcionários do seu gabinete e da bancada do PSD (Partido Social Democrático). Com o esquema, Jardel lucraria entre

R$ 30 mil e R$ 50 mil por mês. De acordo com o promotor Flávio Duarte, até as despesas do cartão de crédito da mulher de Jardel seriam pagas com o dinheiro extorquido dos funcionários. “O gabinete pagava quase todo o salário ao deputado. A denúncia partiu de pessoas próximas, que não aguentavam mais aquela situação”, ressaltou o promotor. Jardel também fraudaria diárias de viagem e valores de indenização veicular, a partir da falsificação de estadias em hotéis e da quilometragem dos carros utilizados por Jardel e seus assessores. O deputado não se manifestou sobre o assunto. METRO

Eleitor usa cédula de papel em 2002, em Brasília | MÁRCIA GOUTHIER/FOLHAPRESS

07|

IBGE. Número de casamentos gay cresce Depois da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo em 2013, o número de uniões desse tipo cresceu 31% no ano passado no Brasil. Foram 4.854 registros no país e tanto homens quanto mulheres oficializaram a união com seus parceiros com 34 anos, em média. No Espírito Santo, o crescimento foi superior à media nacional, com aumento de 46% em 2014. Em 2014, foram realizados 63 casamentos gays no Estado, contra 43 no ano anterior. Os dados são do levantamento Registro Civil 2014, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). As uniões homoafetivas, como são chamadas pelo instituto, representaram 0,4% dos mais de 1,1 milhão de casamentos no país no ano passado – alta de 5,1% sobre 2013. O divórcios também subiram: 161% em dez anos e 5% sobre 2013. Para a advogada Priscila Fonseca, a facilidade em conseguir o divórcio é uma das explicações. METRO


08|

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Conselho decide hoje se processa Eduardo Cunha Votação. Conselho de Ética vota hoje, às 14h30, parecer de Fausto Pinato, que pode levar à cassação do mandato de Cunha Sob a pressão de novas notícias negativas envolvendo o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o Conselho de Ética da Casa vota hoje, a partir das 14h30, o parecer elaborado pelo deputado Fausto Pinato (PRB-SP), sugerindo que o colegiado dê prosseguimento ao processo que pode resultar na cassação do mandato do peemedebista. Cunha se defendeu ontem da denúncia de que teria recebido R$ 45 milhões em propina do BTG Pactual, do baqueiro André Estevez, preso desde a semana passada, para beneficiar a instituição com uma emenda a uma Medida Provisória (a MP 608), que tratava de regras fiscais para bancos. “A

R$ 45 mi é o valor que o deputado federal Eduardo Cunha é acusado de receber em propina do BTG Pactual, de André Estevez emenda que eu fiz prejudicou o interesse que estão colocando”, disse Cunha a jornalistas, em Brasília. Outro revés para o carioca foi a revelação, pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, de que a Justiça da Suíça o multou em 6 mil francos suíços (R$ 22,3 mil) por tentativa de obstrução, já que ele teria tentado evitar, com manobras judiciais, que extratos de contas suas no

país fossem enviados a autoridades brasileiras. Cunha continua guardando na manga, como arma de barganha, a decisão de acatar ou não um pedido de abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Lava jato O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ontem ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquéritos para investigar os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA) e Delcídio do Amaral (PT-MS) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. METRO

Eduardo Cunha tenta se livrar de processo | MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Zelotes. MPF denuncia 16 por compra de medidas O Ministério Público Federal denunciou ontem, à Justiça, 16 pessoas, entre servidores públicos e executivos de empresas, por um esquema de pagamento de propina para beneficiar alguns setores em medidas provisórias que tramitaram no Congresso. De acordo com os procuradores da República, montadoras de veículos pagaram intermediários para ver aprovados textos que aumentaram seus lucros ou evitaram um endurecimento de regras. Além da condenação dos investigados, o MPF pede o pagamento de, no mínimo, R$ 879,5 milhões como reparação aos cofres públicos. A ação é resultado de uma investigação paralela da Operação Zelotes, da Polícia Federal, que apura fraudes bilionárias no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais). METRO BRASÍLIA


10|

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA}

Governo faz corte de R$ 11 bi no Orçamento No vermelho. Cidades e Transportes são as pastas mais atingidas. Contingenciamento total pode chegar a R$ 89,6 bilhões neste ano O governo federal bloqueou R$ 11,2 bilhões de despesas do Orçamento da União. O Ministério das Cidades teve o maior corte, com R$ 1,651 bilhão, seguido de Transportes (R$ 1,446 bilhão) e Integração Nacional (R$ 1,099 bilhão). Foram preservadas as despesas obrigatórias, como salário dos servidores e Bolsa Família. O governo tinha até ontem para publicar o decreto, já que o Congresso ainda não votou a alteração da meta de fiscal para este ano. A mudança reduz o superavit primário de R$ 66,3 bilhões para um deficit que pode chegar a R$ 119,9 bilhões, caso haja pagamento das chamadas pedaladas fiscais. Com isso, o Executivo se viu obrigado

a indicar cortes para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. A votação, prevista para a última quarta-feira, foi adiada para hoje devido à prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS). Reunião Diante do impacto do corte, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, realizou ontem reunião com os secretários-executivos de todos os ministérios para orientar sobre medidas operacionais. Com o novo corte, o contingenciamento total do Executivo, em 2015, poderá atingir R$ 89,6 bilhões, disse o Ministério do Planejamento. Em maio, foi anunciado um corte de R$ 69,9 bilhões na peça orçamentária, valor que

foi acrescido de outros R$ 8,6 bilhões em julho. O valor de R$ 10,7 bilhões, segundo o ministério, corresponde ao total ainda disponível no Orçamento de 2015 para despesas discricionárias. Essas despesas incluem gastos destinados ao investimento e à manutenção dos órgãos do governo federal. Viagens da presidente Dilma ao Japão e ao Vietnã foram canceladas. Segundo a Secretaria de Comunicação, “o governo não pode mais empenhar novas despesas discricionárias, exceto as essenciais ao funcionamento do Estado e do interesse público”. Diante da queda nas receitas e nos gastos maiores na Previdência, o setor público brasileiro registrou pela pri-

MAIORES CORTES Em R$ milhões CIDADES

1.651,3 1.446,5 1.099,6 885,5 696,7 591,8 TOTAL 481 10.652,2 448,4 448 327,7 2.575,7

TRANSPORTES INTEGRAÇÃO NACIONAL DESENV. SOCIAL E COMBATE À FOME DEFESA JUSTIÇA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO ESPORTES SECRETARIA DA AVIAÇÃO CIVIL FAZENDA OUTROS FONTE: MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

meira vez deficit primário para outubro, de R$ 11,530 bilhões – o pior patamar da série histórica do Banco Central, iniciada em dezembro

de 2001. No ano, o resultado saiu de um deficit de R$ 8,4 bilhões até setembro para um rombo de R$ 19,9 bilhões até outubro. METRO

BlaBlaCar. App de viagens de carro chega ao Brasil

Câmbio. Dólar sobe por turbulências políticas Os investidores reagiram às preocupações com o impacto da prisão do ex-presidente do BTG Pactual, André Esteves, sobre o mercado doméstico e com possíveis desdobramentos para o quadro político brasileiro. O dólar avançou ontem 1,65%, a R$ 3,8865 na venda, maior nível de fechamento desde 28 de outubro, quando ficou em R$ 3,9201. Com isso, a moeda americana anulou o recuo acumulado em novembro e terminou o mês com alta de 0,61%. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou com queda de 1,64%, a 45.120,36 pontos. É a menor pontuação de fechamento desde 30 de setembro. No fim de semana, Esteves renunciou a todos os seus cargos no BTG após o Supremo Tribunal Federal mantê-lo preso por tempo indeterminado por suspeita de obstrução da operação Lava Jato. A preocupação é de que mais denúncias possam surgir no campo político ou que o próprio BTG seja muito atingido, o que poderia obrigá-lo a desmontar posições no mercado e, assim, afetar a liquidez. Novas denúncias contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também se somaram ao quadro de incertezas. METRO

Focus. Previsão de inflação é elevada pela 11ª semana Aplicativo de empresa francesa oferece caronas pagas | REPRODUÇÃO

A empresa que desenvolveu o aplicativo que conecta pessoas interessadas em viajar de carro para outras cidades, BlaBlaCar, lançou ontem suas operações no Brasil. A companhia foi fundada na França em 2006 e recebeu desde o ano passado US$ 300 milhões em duas rodadas de investimentos para fomentar sua presença internacional, que com o Brasil passa a ser de 20 países. A BlaBlaCar avalia que seu serviço não vai enfrentar oposição no país, uma vez que tem por objetivo permitir redução de custo de viagens de carro entre cidades e não criar um serviço de motoristas remunerados.

Inicialmente, as viagens arranjadas pelo aplicativo não incorrerão em taxas cobradas pela empresa no Brasil. A tarifa que será cobrada pela BlaBlaCar futuramente dos passageiros no país será equivalente a 10% a 15% do custo estimado da viagem para cada passageiro. A empresa, por exemplo, calcula atualmente o custo da viagem de carro entre São Paulo e o Rio de Janeiro em R$ 180, considerando combustível e pedágios. Assim, no caso de o motorista levar dois passageiros, o custo para cada um será de R$ 60, mas a tarifa a ser cobrada para remunerar a BlaBlacar incidirá apenas sobre a parcela de cada passageiro. METRO

A projeção de instituições financeiras para a inflação deste ano subiu pela 11ª semana seguida. A estimativa passou de 10,33% para 10,38%, segundo o boletim semanal Focus, divulgado ontem. Para 2016, a estimativa para o IPCA segue em 6,64%, acima do limite da meta do governo, 6,5%. Diante das pressões inflacionárias, a perspectiva para a taxa básica de juros no final de 2016 passou a 14,13% na mediana das projeções, contra 13,75% antes. Na semana passada, o Banco Central manteve a Selic em 14,25% ao ano pela terceira vez seguida, mas a decisão foi dividida, com dois membros defendendo a sua elevação, em um sinal de que um futuro aumento pode vir já no início de 2016. METRO


GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{MUNDO}

11|

Brasil vai punir, diz Dilma COP21. Presidente condenou ‘ação irresponsável de algumas empresas’ que provocou a ‘maior tragédia ambiental da história do país’ A presidente Dilma Rousseff disse ontem, em Paris, que uma ação irresponsável causou o rompimento de barragens na bacia hidrográfica do Rio Doce e que empresas serão duramente punidas por isso. “A ação irresponsável de umas empresas provocou o maior desastre ambiental na história do Brasil, na grande bacia hidrográfica do rio Doce”, afirmou. “Estamos reagindo pesado, com medidas de punição, apoio às populações atingidas, prevenção de novas ocorrências e punindo severamente os responsáveis por essa tragédia”, frisou. O rompimento da barragem de Fundão, da empresa de mineração Samarco, liberou mais de 30 milhões de m³ de rejeitos no último dia 5 de novembro, destruindo o distrito de Bento Rodrigues (MG) e contaminando o rio Doce. Dilma e outros cerca de 180 chefes de governo e de Estado estavam em Paris ontem para a abertura da 21ª Conferência do Clima (COP21), que vai até o próximo dia 11 de dezembro. Os países estão sendo desafiados a apresentar propostas para evitar o aquecimento global acima de 2ºC até 2100. O Brasil apresentou a meta de di-

43%

1

é a redução de emissões de gases de efeito estufa pretendida pelo Brasil até 2030, tendo 2005 como ano-base. minuir as emissões de gases de efeito estufa em 37% até 2025 e em 43% até 2030, tendo 2005 como ano-base. Para isso, o país propõe acabar com o desmatamento ilegal da Amazônia, restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de florestas, recuperar 15 milhões de hectares de pastagens degradadas, integrar 5 milhões de hectares de lavoura, pastagem e pecuária, alcançar 45% de energias renováveis na composição da matriz energética e aumentar 10% sua eficiência energética. Para o secretário-executivo do Observatório do Clima, Carlos Rittl, porém, o país tem capacidade para fazer muito mais. “O nível de redução de emissão é insuficiente”, disse, contando que hoje o Brasil emite em torno de 1,5 bilhão de toneladas de gases. METRO Leia mais no metrojornal.com.br

Expectativa

O 1º dia

3

Líderes estão diante de iniciativa ambiciosa

4

2 5

1- François Holland, presidente da França, e Barack Obama, presidente dos EUA | C.HARTMANN/REUTERS 2- Ségolène Royal, ministra da França, e Dilma Rousseff | CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS 3- Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia | STEPHANE MAHE/REUTERS 4- Mensagem de artista de rua em ponto de ônibus de Paris | BENOIT TESSIER/REUTERS 5- Xi Jinping, presidente da China, país que mais polui no mundo | STEPHANE MAHE/REUTERS

Planos dos mais pobres vão custar US$ 1 tri, diz pesquisa Presidente da França: grandes desafios globais à frente | PHILIPPE WOJAZER/REUTERS

Hollande relaciona luta pelo clima com terrorismo As lutas contra o terrorismo e o aquecimento global têm uma ligação forte, disse ontem o presidente da França, François Hollande, duas semanas após ataques de militantes islâmicos na capital francesa. Hollande também reiterou que qualquer acordo para tentar manter o aumento das temperaturas globais abaixo de 2ºC precisaria ser “universal, diferenciado e obrigatório”, com países ricos contribuindo mais do que os pobres.

“Não posso separar a luta contra o terrorismo da luta contra o aquecimento global”, disse o presidente da França, durante a abertura das conversas. “Esses são dois grandes desafios globais que temos que enfrentar, porque temos que deixar para nossas crianças mais do que um mundo livre do terror. Também devemos a elas um planeta protegido de catástrofes. A paz mundial está no centro das conversas”, disse. METRO

Os 48 países mais pobres do mundo vão precisar de cerca de US$ 1 trilhão entre 2020 e 2030 para efetivarem seus planos de enfrentamento às mudanças climáticas. Esses projetos deveriam ser uma prioridade no financiamento internacional, destacaram pesquisadores. Estimativas baseadas em planos entregues pelos países menos desenvolvidos (LDCs, na sigla em inglês) para um novo acordo da ONU mostram que esses projetos custarão cerca de US$ 93,7 bilhões por ano a partir de 2020. Este valor inclui US$ 53,8 bilhões anuais para reduzir as emissões de poluentes e US$ 39,9 bilhões para lidar com eventos climáticos mais extremos e com a elevação do nível dos mares, de acordo com um relatório do IIED (Instituto Internacional para o Meio Ambiente e

US$ 93,7 bilhões por ano é de quanto precisarão os 48 países mais pobres do mundo para cumprirem seus planos até 2030 o Desenvolvimento), sediado em Londres. Maiores impactos Os países menos desenvolvidos – da Etiópia à Zâmbia, do Iêmen aos Estados-ilhas do Pacífico – abrigam algumas das comunidades mais pobres e que estão sofrendo os piores impactos das crescentes secas, enchentes, tempestades e costas sob efeito da erosão. Ao mesmo tempo, essas nações produzem tão somente uma pequena fração dos gases de efeito estufa, catalisadores da mudan-

ça climática. Esse grupo de países é vítima de uma falta de recursos e de conhecimento generalizados para enfrentarem essa mudança. Contudo, quase todas essas nações redigiram as assim chamadas INDC para um novo acordo climático global. Financiamento Apesar da necessidade evidente de fundos para os países mais pobres combaterem a mudança climática, a maior parte do financiamento governamental tem ido para as nações mais ricas, enfatizou o relatório do IIED. Dos US$ 11,8 bilhões anuais de governos doadores remetidos aos LDCs em 2013 e 2014, a maior fatia -- de US$ 10 bilhões -foi destinada a ações para conter as emissões de poluentes. METRO

Líderes de todo o globo lançaram ontem uma iniciativa ambiciosa para conter o aumento das temperaturas da Terra, e o presidente da França, François Hollande, disse que o mundo está em um “ponto de ruptura” na luta contra o aquecimento global. Cerca de 180 chefes de Estado e governo, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; o líder chinês, Xi Jinping; e a presidente Dilma Rousseff, incitaram uns aos outros a abraçar a causa comum nas duas semanas de negociações de forma a distanciar a economia global da dependência de combustíveis fósseis. Os líderes chegaram para a Cúpula do Clima em Paris acompanhados de grandes expectativas e armados com promessas de ação. METRO

Para Moon, ‘precisamos ir mais rápido e mais longe’ O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Ban ki-Moon, pediu a líderes mundiais que acelerem ações para evitar o perigoso aumento de temperaturas. O apelo foi feito no começo de encontro sobre o clima em Paris, evento que terá duas semanas de duração. Promessas nacionais de cortes de emissões de mais de 180 nações foram um bom começo, disse o secretário-geral. Mas não foi o suficiente para conter o aquecimento global em, no máximo, 2ºC, limite que, segundo cientistas, vai evitar piores consequências. “Paris precisa marcar um ponto de mudança decisivo”, disse ki-Moon. “Precisamos ir mais rápido e mais longe para limitar o aumento da temperatura global em menos de 2 graus Celsius”, afirmou. METRO


12|

2 CULTURA

Roman Polanski

A salvo Promotores poloneses anunciaram que não vão questionar a decisão de um juiz de rejeitar o pedido de extradição do diretor para os Estados Unidos. Polanski agora está livre para trabalhar e residir em seu país natal.

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Te cuida, padre Marcelo! Lançamento. Papa Francisco coloca nas lojas seu primeiro disco, com mensagens da igreja católica mesclados a elementos de rock progressivo e outros ritmos musicais. Há até uma mensagem/canção em português Esse senhor de 78 anos não para de surpreender o mundo. Carismático, pop, com boas intenções de abertura da igreja católica, argentino e agora rockeiro. É isso aí. O papa Francisco acaba de lançar um disco que o rock é referência, “Wake Up!”. Na verdade está mais para rock progressivo, com sons contemplativos e passagens instrumentais que lembram o gênero. A abertura, “Annuntio Vobis Gadium Mangum”, utiliza um trecho de um discurso de Francisco em italiano, e algumas das partes musicais poderiam ser pano de fundo de cenas da “Game of Thrones”. Curioso como os arranjos de cada música se aproximam com diferentes estilos musicais do mundo. “Salve Regina” tem um estilo de música árabe, e “Laudato Sie…” passa por uma cumbia pop, dançante, cantada em espanhol. É preciso deixar uma coisa

bem clara: o papa Francisco não foi a estúdio e cantou. Sua voz aparece nas faixas através de discursos pelo mundo, em diferentes línguas. A partir disso, letras cheias de mensagens da igreja católica são cantadas por outras vozes. O primeiro single, “Wake Up! Go! Go! Forward!, essa sim um rock progressivo, com solos de guitarras, sopros e cordas, foi produzida a partir de um sermão em inglês, feito na Coreia do Sul. A referência ao estilo não é à toa, já que Tony Pagliuca, fundador da banda progressiva Le Orme nos anos 1970, compôs a maioria das músicas do disco. Para fechar, uma mensagem/canção em português, “Fazei o que Ele Vos Disser”. Não, não espere samba ou bossa nova. Parece uma versão católica de Enya. METRO Ouça “Wake Up! Go! Go! Forward!” no metrojornal.com.br

“WAKE UP!” PAPA FRANCISCO SAN PAOLO R$ 30

Pop é pouco para o papa Francisco | ALEX WONG/GETTY IMAGES


GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

13|

VIVIANE ANSELMÉ E-MAIL: ACONTECEMETRO@GMAIL.COM

ARQUIVO PESSOAL

#DEZEMBROLARANJA

WANDERSON LOPES

A beleza da Grande Vitória mundo afora: foto, de Victor Lima, foi eleita a imagem do dia pela National Geographic

Depois do Outubro Rosa e o Novembro Azul, a Sociedade Brasileira de Dermatologia vai pedir apoio para a campanha #dezembrolaranja. O objetivo é alertar para os perigos de se expor ao sol sem controle, algo, aliás, bem comum em cidades litorâneas, como Vitória, Vila Velha, Serra...

‘MORENO HILL’

Uma linda cena do pôr do sol na Grande Vitória foi eleita a imagem do dia pelo National Geographic no último dia 25. Feita por Victor Lima, de Brasília, a foto foi tirada a partir do Morro do Moreno, em Vila Velha, ou “Moreno Hill”, como traduziu a equipe do site internacional.

Vanuza e Patricia Botti, sempre elegantes

ARQUIVO PESSOAL

BÁRBARA MACHADO

CURTAS Verão. Tradição no ve-

SEGREDOS DE XUXU

rão do Multiplace Mais, o show de Lulu Santos tem data marcada: 16 de janeiro. Será a 11ª vez que Lulu sobe ao palco principal da casa, desta vez com a turnê Clube Lux.

Xuxu Neffa lança amanhã, no Centro de Convenções de Vitória, o seu livro “Sete Pecados Empresariais”. Quem já teve oportunidade de ler textos de Xuxu garante que ela escreve bem. O subtítulo do livro revela que a obra vai muito além das questões de negócios. As páginas vão trazer “relatos próprios e impróprios de uma herdeira”. Ramon, Flavia Rodrigues e Léo Magalhães na comemoração de um ano da Ópera Filmes

CCVV 2016

Por falar em Centro de Convenções: Ariane Oliveira e Rico Garcia apresentaram ontem, numa grande festa, as atualizações para 2016, do Centro de Convenções Vila Velha. Entre as novidades estão cardápio contemporâneo e programação visual. Na festa, os sócios homenagearam chefs renomados, como Alessandro Eller, Cleuza Costa, Jonathan Nery e Juarez Campos.

WANDERSON LOPES

Black Friday Fail. Teve loja que expôs na vitrine desconto de 7% nos produtos nessa Black Friday. Aí prejudica a relação...

ROUBOU A CENA

Na festa de um ano da Ópera Filmes, no restaurante Domus Itálica, quem roubou a cena foi a cantora lírica Natalia Hubner. A moça (linda, diga-se de passagem) soltou o vozeirão e deixou convidados, como Gustavo Varella e Marcelo Netto, boquiabertos. Aliás, a menina talentosa ganhou aplausos e a admiração da “plateia”.

Delícia refrescante. Flavia Gama e a irmã Francine Gama lançaram a linha (deliciosa) de picolés artesanais Originalle. Cada mordida é um sorriso de satisfação. #ficadica

O fim de semana, cheio de amor, do apresentador de TV Walfredo Zamprogno com a esposa, Fernanda, e a linda Antonella

Viviane Anselmé é jornalista e apresentadora do programa Acontece da TV Capixaba/ Band

Sonia Frizera, Marlene Sathler e Ana Maria Casteglione em almoço beneficente

Canga redonda. As marcas capixabas Riviera, Afago e Raquel Brandão já lançaram o que promete ser a moda nas areias neste verão: a canga redonda. O formato virou febre, e cada gata bronzeada quer uma para chamar de sua.


14|

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{PUBLIMETRO}

Site ‘ajuda’ a terminar relação via internet

Leitor fala

Os invasores

Árvores Acho um absurdo que, numa época de calor crescente, se cortem árvores. Parece que sempre fazem isso quando o verão está chegando. Precisa ser mesmo assim? Enquanto isso, a gente “frita”, porque a sensação térmica só fica mais quente.

Cruzadas

MARIA HELENA M. SUAVE

Pecados

Modernidade. Por meio do ‘The Breakup Site’ você pode acabar com seu namoro via Snapchat, SMS, telefone e mais Começar um relacionamento é relativamente fácil: as pessoas mais românticas dão flores, as mais modernas mandam Whatsapp ou SMS, e as mais tradicionais fazem o velho e eficaz pedido formal... Mas, quando as coisas se complicam, e o término é inevitável, muitos fogem da responsabilidade de colocar um ponto final na relação. Pensando nessa dificuldade, dois irmãos canadenses criaram o “The Breakup Shop”, um novo serviço on-line que termina o seu relacionamento indesejado por apenas alguns dólares. O Breakup Shop oferece aos amantes descontentes um leque de opções para terminar o namoro de maneiras não muito ortodoxas: por US$ 5, seu “quase ex” receberá um snapchat de alerta sobre o término. Também pode-se optar por um tele-

Parabéns pela matéria “Os pecados da Samarco”, publicada hoje (ontem) no Metro. A reportagem resume a questão da tragédia e da sucessão de erros que, por mais que a empresa busque justificar, são injustificáveis.

fonema a US$ 29 ou pagar US$ 48 para acabar com tudo via mensagem de texto e entrega de flores. O combo mais esquistito do site se chama “breakup gift pack” (pacote de presentes para términos) que, por US$ 80, inclui uma caixa de biscoitos, um cartão presente Netflix e vinho para beber e afastar a tristeza. “O serviço é direcionado àquelas pessoas muito tímidas ou às que preferem evitar o estresse de um término”, afirma Mackenzie Keast, 28, um dos irmãos canadenses criadores do serviço. Ele explica que o serviço também é alvo de brincadeiras. “Já terminamos mais de 60 relacionamentos. Alguns são piadas entre amigos, mas já recebemos pedidos bem sérios”, explica. Conheça o serviço pelo site http://breakupshop.com. METRO

LUIZ ANTUNES

Instagram Adorei a matéria sobre o livro “Um cartão”. Muito legal saber que produções dessas novas mídias cada vez mais ganham o meio literário. CARLA GIANÓRDOLI

Distribuição Parabéns por sua equipe de entrega dos jornais. Sempre alegre e eficiente. Continuem assim! JOSÉ CARLOS LOSS

Quer mais?

Clique metrojornal.com.br para acessar conteúdo exclusivo, atualização de nossas reportagens, todos os nossos colunistas e galerias com as melhores imagens do dia. Para falar com a redação:

leitor.gv@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Sudoku

Terminar o namoro pode se tornar uma tarefa mais simples | FOLHAPRESS

Está escrito nas estrelas

POR: GUILHERME SALVIANO

www.estrelaguia.com.br

Horóscopo Tanto no trabalho quanto nos negócios, ideias criativas irão contribuir para a superação de desafios.

Cuide para que assuntos que despertem sua vaidade ou mesmo caprichos não afastem de pessoas especiais.

Bom momento para incrementar a sua rotina estudos, interesses religiosos e o exercício de sua fé.

Uma dedicação extra a assuntos do lar tomará sua atenção com mais ênfase. Boa hora para conversas com familiares.

Bom momento para exercitar crenças e identificar um pouco mais as coisas que realmente valoriza espiritualmente.

Examinar detalhes será de grande auxílio para evitar contratempos relacionados a negociações e assuntos profissionais.

Mercúrio – que rege seu signo – faz bom aspecto com Urano, influência especial para se adaptar a inovações e se desprender de padrões.

O espírito de grupo e a troca de informações serão essenciais para concluir assuntos importantes no seu dia.

O bom aspecto de Mercúrio com Urano – regente de seu signo – é positivo para estudos e atividades culturais em boas companhias.

Momento para perceber com mais nitidez alguns valores importantes para as pessoas com que mais se relaciona.

O trabalho traz tendências para priorizar novas ideias, trocar informações e agir com mais interação diante de novos interesses.

Valorizar sua autenticidade é essencial para se sentir mais feliz, tanto nos objetivos como em suas relações.

Soluções


GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

15|

do Brasil. Dorival Vasco expõe a Copa descarta favoritismo do crise no futebol Santos na final de amanhã do Rio de Janeiro Pelas tabelas. Se o time de São Januário cair, o Estado terá um rebaixado em cada divisão do Campeonato Brasileiro neste ano O Vasco luta pela sua sobrevivência na Série A do Brasileiro. No domingo, para não cair pela terceira vez, o time de São Januário precisa vencer o Coritiba e torcer contra Figueirense e Avaí. Tarefa difícil. Caso não consiga, o Estado do Rio terá um rebaixado em cada divisão do Brasileiro. No sábado, após perder para o Ceará por 1 a 0, o Macaé voltou para a Série C. O time disputou apenas uma temporada na segunda divisão mais importantes do país. Quem deixou a Série C foi o Madureira, rebaixado à Série D (a última). Para piorar, os times fluminenses fizeram péssimo papel na quarta divisão. Volta Redonda, Resende e Duque de Caxias não passaram da fase de grupos da competição. O único clube do Estado com êxito no Campeonato Brasileiro foi o Botafogo, campeão da Série B. Porém, este é

Torcida fez festa na vitória contra o Santos, no domingo | MARCELLO DIAS/FUTURA PRESS

um título que o próprio torcedor alvinegro preferiria não ter que disputar. Na Série A, além da péssima campanha vascaína, a dupla Fla-Flu também ocupa posições bem distantes da parte de cima da tabela. O time rubro-negro é apenas o 12o colocado, uma posição à frente do rival das Laranjeiras.

Ajuda tricolor Com 40 pontos, o time de São Januário precisa passar o Avaí (41), que enfrenta o Corinthians, e o Figueirense (40), que joga contra o Flu.Há a esperança entre os jogadores cruzmaltinos de que a rivalidade seja colocada de lado na próxima rodada. METRO RIO

Botafogo divulga lista com 11 jogadores dispensados Campeão da Série B, o Botafogo já se planeja para o ano que vem. Ontem, a diretoria alvinegra divulgou a primeira medida para 2016: a dispensa de 11 jogadores. Alisson, Bazallo, Camacho, Daniel Carvalho, Diego Giaretta, Diego Jardel, Lulinha, Pedro Rosa, Serginho, Thiago Carleto e Tomas Bastos não permanecem na equipe de General Severiano. Alguns, como Daniel Carvalho e Thiago Carleto, já estavam liberados para

negociar com outros clubes. Em nota oficial, o clube agradeceu aos 11 jogadores. Outros atletas devem se juntar aos já dispensados. “Acho que não sairão muitos jogadores do elenco. São poucos. Temos de reforçar esse grupo, mas a base será mantida”, disse o técnico Ricardo Gomes após o empate contra o América-MG, no sábado. Por outro lado, o Botafogo tenta se reforçar e renovar o contrato com outros jogado-

res, como Navarro e Willian Arão. O caso do segundo está ficando cada vez mais complicado. O clube quer fazer valer a renovação automática por mais dois anos, prevista por contrato. O Botafogo já depositou em juízo R$ 400 mil como parte do acordo de renovação. Willian Arão estaria apalavrado com o Flamengo. O clube da Gávea aguarda apenas as eleições presidenciais, em 7 de dezembro, para acertar com o jogador. METRO RIO

Se, para muitos, o Santos é o favorito para levantar a taça da Copa do Brasil, amanhã, contra o Palmeiras no Allianz Parque, a opinião não encontra coro no técnico alvinegro Dorival Júnior. Apesar da vantagem de um gol obtida semana passada na Vila Belmiro, o treinador acredita que a decisão está aberta, com chances iguais para as duas equipes. “Não existe favoritismo. São duas equipes muito regulares, os dois jogaram as finais do Paulista, brigaram por G-4 e estão na final da Copa do Brasil. Que favoritismo? Nenhum. Conseguimos uma pequena vantagem. É muito pouco. Jogaremos dentro da casa do Palmeiras, mas o Santos vai preparado para fazer um grande jogo”, destacou o comandante alvinegro. Para levantar o troféu, ao Santos basta um empate. Uma vitória alviverde por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. A desvantagem do primeiro jogo, no entanto, não tirou o otimismo do elenco palmeirense. “Nossa mentalidade é sermos campeões. Estamos conscientes de que será a partida do ano, que precisamos ser campeões. Um a zero não é 2 a 0 ou 3 a 0. Será o Flamengo?

3 ESPORTE

Dorival Junior espera por partida dura | MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS

Já revertemos contra Fluminense, Internacional. Com nossa torcida, podemos fazer grande jogo e comemorar o campeonato”, declarou o atacante Lucas Barrios. Além da ausência do lateral Lucas, expulso no primeiro jogo, o Palmeiras poderá também ficar sem Gabriel Jesus, que sofreu uma luxação no ombro na Vila Belmiro. Caso o jovem atacante não se recupere, a vaga ficará com Rafael Marques. “Se o Gabriel estiver bem, se treinar, ele vai jogar normalmente. Se tiver qualquer dificuldade, já que não é uma lesão na perna, é no ombro, pode virar opção, se vier orientação médica. A princípio, temos esperança”, disse o técnico Marcelo Oliveira. METRO SP Jogo no dia 11

Muricy Ramalho já tem clube para o ano que vem

São Paulo define técnicos para o adeus de Ceni

Muricy Ramalho completou 60 anos ontem. No mesmo dia, participou do encontro da União Nacional das Entidades de Futebol, em Itu (SP), e falou de seu destino em 2016: “Após muitas conversas, defini pelo clube que precisa mais de mim”, disse Muricy, em entrevista à ESPN Brasil. Ele estaria já acertado com o Flamengo, que deve anunciá-lo após as eleições. METRO RIO

O São Paulo divulgou os técnicos para o jogo de despedida de Rogério Ceni, dia 11, no Morumbi. Muricy e Renê Santana, filho de Telê, comandarão o combinado dos campeões mundiais de 92/93. Já no time de 2005 será dirigido por Paulo Autuori e Milton Cruz. Luis Fabiano, outro que deixará o clube, é dúvida para a última partida da equipe do Brasileiro, contra o Goiás. METRO

Perto do fim

Kobe Bryant O astro do Los Angeles Lakers anunciou que encerrará a carreira ao final da temporada 2015-2016 da NBA. “Esta temporada é tudo o que tenho para dar. Estou pronto para deixar o basquete”, afirmou o jogador de 37 anos, cinco vezes campeão da NBA e terceiro maior cestinha da história da liga americana.


16|

GRANDE VITÓRIA, TERÇA-FEIRA, 1º DE DEZEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

ALBERT GEA/REUTERS

GLEB GARANICH/REUTERS

CRISTIANO RONALDO

Ele se acha, mas os números dão suporte

Ainda protagonista, mas não tanto

Que a vaidade de Cristiano Ronaldo divide espaço com seu talento e habilidade é algo conhecido. Mas o português do Real Madrid pode mesmo se exibir, porque tem números muito positivos. Nesta temporada, entre jogos pelo clube e Seleção, o CR7 balançou as redes 55 vezes em 56 partidas. Não bastasse, ainda deu 17 assistências para gol. Eleito três vezes melhor jogador do mundo, o atual detentor do título chega com moral na disputa.

Ninguém duvida da capacidade e da qualidade de Lionel Messi. Se na Seleção Argentina, pela qual levou o vice-campeonato na Copa de 2014, ele é o centro das atenções, no Barcelona ele já não tem o mesmo protagonismo de antes. Além dele, Neymar e Luis Suárez são os responsáveis por infernizar a zaga dos rivais. Nem por isso o camisa 10 deixou de fazer os seus golzinhos: “só” 57 em 60 jogos, além de 23 assistências. Para ajudar, conduziu o Barça ao título da última Liga dos Campeões. REPRODUÇÃO

NADA

NEYMAR

É dos carecas que a Fifa gosta mais

MAIS

ETTY O S/G RAM

Bola de Ouro. Pela primeira vez, Neymar é finalista do prêmio de melhor jogador do mundo. Os concorrentes? Os de sempre: Lionel Messi e Cristiano Ronaldo

IMAG

ES

JUSTO DAV ID

D

esde 2007, o Brasil não tem um jogador entre os três melhores do mundo. Este ano, no entanto, a situação será diferente. Na manhã de ontem, a Fifa anunciou os três finalistas da Bola de Ouro 2015, e Neymar está entre eles. Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, figuras frequentes na premiação, são os concorrentes. O vencedor será conhecido no dia 11 de janeiro de 2016. A expectativa era grande para saber se Neymar seria indicado, já que sua vaga era ameaçada pelo colega de Barcelona Luis Suárez. Mas o uruguaio ficou fora da disputa. Juntos, Messi e CR7 somam sete Bolas de Ouro, quatro do argentino do Barça e três do português do Real Madrid. A última vez que um deles não levou o prêmio foi em 2007, quando Kaká foi eleito o melhor jogador do ano. Desde então, nenhum brasileiro sequer concorreu ao prêmio. Neymar, aliás, é o sétimo representante do Brasil entre os finalistas. Além dos vencedores Romário (1994), Ronaldo (1996, 1997 e 2002), Rivaldo (1999), Ronaldinho (2004 e 2005) e Kaká (2007), Roberto Carlos ficou na segunda colocação em 1997. “Eu não jogo futebol visando prêmios individuais. Isso vem naturalmente. Mas só de ser nomeado, estando ao lado do Messi e sendo o primeiro brasileiro em sete anos, já é motivo de muita felicidade para mim”, disse Neymar em entrevista ao site da CBF. Os indicados ao prêmio de melhor treinador de equipe masculina foram Luis Enrique, Pep Guardiola e Jorge Sampaoli. Já o trio de melhores jogadoras do ano foi composto por Carli Lloyd, dos Estados Unidos, Aya Miyama, do Japão, e Celia Sasic, da Alemanha. A brasileira Marta, que já foi eleita a melhor do mundo cinco vezes, não apareceu na lista da Fifa. METRO

LIONEL MESSI

Quando chegou ao Barcelona, em 2013, Neymar adotou o discurso de “ajudar Messi”, de quem se tornou amigo. O tempo passou e o brasileiro não apenas fez ótima parceria com o argentino como também começou a decidir jogos e distribuir habilidade, efetividade e passes para gols. Contando os jogos pelo Brasil, Neymar mandou 44 bolas para a rede nas 60 vezes em que entrou em campo, além de 13 assistências. Também fez gol na final da Liga dos Campeões, contra a Juventus. Aos 23 anos, o atacante já divide os holofotes com Messi. A Bola de Ouro está aí, quicando para Neymar, que se despediu dos penteados cheio de estilo.

WENDELL LIRA Incluído na seleta lista dos três autores dos gols mais bonitos do ano, o até então desconhecido Wendell Lira curte a fama repentina. O jogador, que marcou o golaço pelo Goianésia contra o Atlético-GO e assinou com o Vila Nova-GO, disputa o prêmio Puskás – de gol mais bonito do ano – com Florenzi, da Roma, e Messi, do Barça. Wendell falou com o Portal da Band: “Na hora eu nem acreditei. Está sendo um grande sonho. Eu acreditei muito nisso junto com todo mundo, que me abraçou e deu certo. Não esperava mesmo ficar entre os três finalistas. Com certeza vou tirar muitas selfies e pedir autógrafos para o Neymar, Messi, Cristiano Ronaldo e tantos outros astros do futebol mundial que estarão por lá. Tem que aproveitar, pois é um fato que acontece uma vez na vida.” METRO


20151201_br_vitoria