Page 1

LISBELA E O PRISIONEIRO

MUSICAL COM ARES DE ESPETÁCULO CIRCENSE RECONTA A HISTÓRIA PÁG. 12

CURITIBA Sexta-feira, 18 de setembro de 2015 Edição nº 1.096, ano 5 MÍN: 16°C MÁX: 30°C

www.metrojornal.com.br | leitor.ctb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_CTB

SÁBADO DE RAP

CIRCUITO DE RIMAS CHEGA À 4A ETAPA PÁG. 14

ROCK IN RIO

FESTIVAL COMEÇA HOJE NO RJ PÁG. 16

Por 8 a 3, STF veta doação de empresas a campanhas Inconstitucional. Maioria dos ministros vê interferência desigual nas eleições e chance de abuso de poder econômico com a manutenção do financiamento empresarial. Posição dá amparo para a presidente Dilma Rousseff vetar decisão da Câmara de permitir as contribuições PÁG. 06

PARECIA O COUTO Coxa não se intimida com 67 mil torcedores, derrota o Flamengo no Mané Garrincha e sai da zona de rebaixamento PÁG. 20 Equipe alviverde comemora o gol de pênalti de Kleber Gladiador, que abriu o caminho da vitória do Coritiba | FELIPE COSTA / FUTURA PRESS

Entidades reclamam do Terremoto no Chile provocou 11 mortes aumento de impostos

Reitoria é desocupada depois de 18 dias

Instituições como OAB, Fecomércio, Sinduscon, Fiep e Faep fazem campanha por menos tributos PÁG. 02

Conciliação entre UFPR e estudantes garantiu a saída de cerca de 100 ocupantes do prédio PÁG. 03

Mais de 1 milhão de pessoas foram retiradas de casa após o tremor de quarta-feira à noite PÁG. 10

Saída dos alunos foi pacífica | DIVULGAÇÃO / APUFPR


|02|

1 FOCO

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

17 entidades se unem contra pacote de Richa Menos impostos. OAB, sindicatos e organizações empresariais pedem revisão das ‘bondades’ do governo. Eles também são contra a CPMF Um grupo de 17 representantes de entidades paranaenses esteve ontem na Assembleia Legislativa para pedir que os deputados não coloquem em votação o chamado “pacote anticrise’, que chegou nesta semana à Casa. Apesar de ter sido apresentado como uma série de ‘bondades’, as organizações avaliam que haverá um aumento de impostos sobre as heranças e desconfiam que as mudanças no ICMS também subam as taxas. “O governo está repetindo o que fez no pacotaço de dezembro, tentando fazer mudanças de alto impacto na economia sem debater com a sociedade”, falou o presidente da OAB-PR, Juliano Breda.

“Se o governo diz que é um ‘benefício’ mas a sociedade não quer, é só eles retirarem.” LUIZ CARLOS BORGES DA SILVA, VICE PRESIDENTE DO SECOVI

Participam do movimento, chamado “Menos Impostos, Mais Respeito”, organizações como a Fiep, Ocepar, Fecomércio, Fetranspar ACP, Sinduscon-PR, UGT (União Geral dos Trabalhadores), Movimento Pró-Paraná, entre outros. “Estamos pedindo o fim do regime de urgência, justamente porque cada entidade ainda precisa avaliar qual o real impacto nos seus setores”, diz Breda. O Secovi (Sindicato da

Centro Calmo

Limite de 40 km/h A prefeito Gustavo Fruet (PDT) assina hoje o decreto que cria uma ‘Área Calma’, no Centro de Curitiba. Na região, o limite de velocidade não será maior do que 40 quilômetros por hora em quaisquer trechos e a previsão é de que a redução comece a valer em novembro. As ruas Inácio Lustosa, André de Barros, Visconde de Nacar e Mariano Torres delimitam o polígono, que deve receber novos radares para a fiscalização.

Cotações Dólar + 1,25% (R$ 3,882) Bovespa 0,00% (48.551 pts) Euro + 1,50% (R$ 4,402) Salário Selic (14,25% a.a.) mínimo (R$ 788)

Habitação e Condomínios), alerta que as mudanças no ITCMD, o imposto sobre as heranças, vai afetar a maioria das classes sociais. “Qualquer imóvel acima de R$ 375 mil vai pagar mais, e a maioria custa mais do que isso hoje”, diz o vice presidente de planejamento, Luiz Carlos Borges da Silva. O deputado estadual Plauto Miró (DEM) recebeu ontem o grupo, que também é contra medidas anunciadas pelo governo federal, como a volta da CPMF. O movimento será lançado oficialmente hoje, às 8h30, em evento na sede da OAB-PR. THIAGO MACHADO METRO CURITIBA

CIC

Urbs. Empresas querem receber R$ 180 milhões A disputa da prefeitura com as empresas de ônibus já gerou sete ações judiciais, com pedidos de R$ 180 milhões, contou ontem o presidente da Urbs, Roberto Gregório. Ontem a Justiça notificou oficialmente o município do oitavo processo, em que os empresários pedem que a tarifa técnica seja reajustada para R$ 3,40; hoje o valor é R$ 2,93. Normalmente o preço é reajustado em fevereiro, mas neste ano não houve um novo cálculo, segundo Gregório, por pedido das próprias empresas. “Eles pediram para que não fosse reajustado e tentaram um acordo mediado com o MP”, disse. Entre os pedidos das ações judiciais estão ressarcimentos por investimentos na renovação da frota e

1ª Estação para resíduos de construção será aberta

Já são oito ações contra a prefeitura | CESAR BRUSTOLIN/SMCS

o cancelamento de multas aplicadas pela Urbs. Segundo o presidente da Urbs, em setembro, a prefeitura havia dado início ao processo administrativo para ajustar tarifa técnica, mas a nova ação causa indefinição.

A prefeitura de Curitiba vai inaugurar amanhã a primeira Estação de Sustentabilidade tipo 2 da cidade. Este será o primeiro equipamento preparado para os 12 tipos de materiais recicláveis (vidro incolor e colorido, papel branco, papelão, papel colorido, embalagem longa vida, plásticos, rótulos, tampas e garrafas pet, além de latas de alumínio e outros metais) com anexo de caçambas para o recebimento de material vegetal e de restos da construção civil. A prefeitura pretende colocar uma estação em cada um dos 75 bairros da cidade. METRO CURITIBA

Movimento pede “Menos Impostos, Mais Respeito” | DIVULGAÇÃO/ PLAUTO MIRÓ

Curitiba

Matinhos

Ópera de Arame passa por ‘faxina ecológica’

Mutirão para limpeza da praia é organizado

O dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, amanhã, será comemorado com uma faxina com uso reduzido de água na Ópera de Arame. A ação está sendo organizada pela Facop (Fundação do Asseio e Conservação do Estado do Paraná) e pela Febrac (Federação Nacional das empresas e Serviços e Limpeza Ambiental). Em Curitiba, as entidades já fizeram limpezas na Praça Garibaldi e Museu Oscar Niemeyer. Desta vez, no entanto, os equipamentos vão gerar uma economia de 80 mil litros de água para a cidade – em comparação à limpeza tradicional. METRO CURITIBA

Amanhã, a partir das 13h30, está sendo organizado um mutirão para a limpeza da praia de Matinhos, no litoral do Paraná. Será a 3ª vez que o trabalho irá acontecer, sempre organizado pelo Instituto Corpore, em parceira com a população, alunos e os grupos de escoteiros da região. “A praia é nossa, e o compromisso de manter ela limpa é nosso também”, diz a consultora ambiental do instituto, Camila Alves. O ponto de encontro será em frente à D’Vicz, na Avenida Atlântica. A organização procura voluntários para a limpeza. METRO CURITIBA

METRO CURITIBA

FALE COM A REDAÇÃO leitor.ctb@metrojornal.com.br 041/3069-9189 COMERCIAL: 041/3069-9191

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Campinas e Grande Vitória, somando 495 mil exemplares diários.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Gerente Executivo: Ricardo Adamo Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Curitiba. Gerente Executivo: Rodrigo Afonso. Editora-Executiva: Martha Feldens (MTB: 071) Editora de Arte: Priscila S. Belavenute. Grupo Bandeirantes de Comunicação Curitiba - Diretor Geral: André Aguera.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Santa Cecília, 802, Pilarzinho, CEP 80820-070, Curitiba, PR. Tel.: 041/3069-9191 O Metro jornal é impresso na Gráfica RBS – Zero Hora Editora Jornalística S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

|03|◊◊

Eventos. IPC inicia hoje Alunos deixam reitoria semana comemorativa após 18 dias de ocupação UFPR. Estudantes deixaram o prédio ontem de manhã após acordo na Justiça. Reitoria já retomou pagamentos a bolsistas, colaboradores terceirizados e fornecedores da instituição O grupo de cerca de 100 estudantes da UFPR (Universidade Federal do Paraná) que ocupava a reitoria da instituição desde 31 de agosto deixou o prédio ontem pela manhã. Na quarta-feira à tarde, uma audiência de conciliação na 4ª Vara da Justiça Federal de Curitiba condicionava a saída do alunos para a retomada das negociações com a universidade. Após a desocupação, por volta das 9h, três oficiais de Justiça e representantes dos estudantes, da associação do professores e dos servidores técnico-administrativos fizeram a vistoria no local junto com o pró-reitor de administração, Edelvino Razzolini Filho. Segundo a UFPR, três portas foram arrombadas e estavam com a tramela que-

declarou o reitor. As punições vão desde advertência até expulsão. Em reunião ontem à tarde, reitoria e comando geral de greve dos estudantes retomaram as negociações. Entre as reivindicações mais urgentes estão a não criminalização da ocupação, abono de faltas e a operação do ônibus intercampi à noite. Alunos deixaram o local limpo e a desocupação foi pacífica | DIVULGAÇÃO/UFPR

brada, inclusive a do gabinete do reitor e a do acesso ao arquivo, que guardam documentos importantes. De acordo com o reitor Zaki Akel Sobrinho, em até 30 dias uma perícia técnica – que já constatou estragos em computadores – vai levantar todos ao danos materiais.

“Os responsáveis pela invasão serão punidos. Estamos apurando quem são e abriremos sindicância contra essas pessoas, sejam alunos, funcionários ou professores. Eles serão tratados sem revanchismo, mas tudo dentro das normas do estatuto e regimento da universidade”,

Pagamentos Com a retomada do prédio, a UFPR informou que desde ontem já começou a regularizar o pagamento de 2.374 bolsas estudantis e repasse para as empresas terceirizadas, que não puderam ser feitos no 5º dia útil do mês (9). BRUNNO BRUGNOLO METRO CURITIBA

De hoje até a próxima sexta-feira o IPC (Instituto Paranaense de Cegos) promove a semana “Seis Primaveras do Novo IPC – a vida com um sentido diferente”, em referência aos 6 anos de intervenção judicial do MP-PR e o e ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, na próxima segunda-feira. Entre os eventos estão atividades gratuitas, palestras, seminário, inauguração de obras e atrações culturais para toda a comunidade (veja ao lado), além de um jantar beneficente. No período de intervenção, o IPC resolveu questões trabalhistas, pagou dívidas de INSS e FGTS, voltou a pagar contas de água e luz, além de investir em infraestrutura e atendimento às pessoas com deficiência visual. A semana começa hoje com palestras na sede do IPC e termina na sexta que vem, com um jantar no Restaurante Madalosso, às 19h. Convites antecipados e mais informações dos eventos pelo 3342-6690. METRO CURITIBA

Calendário

Ʉ Hoje. 14h - “Uma abordagem do processo de audiodescrição”, palestra para cegos 18h - “Os caminhos da acessibilidade” - palestra para profissionais da área cultural. Ambas na sede Ʉ NåûıĒáÑȩ 14h - na sede Coquetel de balanço dos seis anos da intervenção Ʉ SåĤÞÑȩ 14h30 - na sede Inauguração da 1ª fase de obras do prédio histórico e da Escola Professor Osny Macedo Saldanha Ʉ IıÑĤĮÑȩ 13h30 - na sede Tarde recreativa com o Projeto Amigo Bicho e a Banda da Aeronáutica Ʉ IıÿĒĮÑȩ 13h - no TRT-PR Seminário “A Lei Brasileira de Inclusão: desafios e perspectivas”, em parceria com o TRT-PR e o MP-PR. Inscrições gratuitas na hora


|04|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

Dono da UTC confirma que fez caixa 2 a Argôlo Lava Jato. Ricardo Pessoa diz que doou R$ 600 mil a ex-deputado, para campanhas de políticos baianos. Dinheiro não era propina da Petrobras O empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, confirmou ontem à Justiça que doou R$ 600 mil ao ex-deputado Luiz Argôlo, entre 2011 e 2012, para que o político auxiliasse campanhas de prefeitos e vereadores na Bahia. Preso pela Lava Jato desde abril, Argôlo teria se aproximado de Pessoa através do doleiro Alberto Youssef. Além do repasse não declarado, feito em “três ou quatro parcelas”, Pessoa diz ter doado também R$ 150 mil à campanha de Argôlo em 2012 pelas vias oficiais. Em delação premiada, Pessoa havia dito que foram R$ 300 mil oficialmente, mas corrigiu ontem seu

depoimento. Pessoa afirmou que o dinheiro não era propina da Petrobras. O dono da UTC disse ter feito a doação por ter “uma relação de futuro” com Argôlo. A defesa diz não ter conhecimento desse pagamento. O advogado Sidney Peixoto, que defende o ex-deputado, perguntou se ele também recebia do esquema da Petrobras, e Pessoa disse não saber. A corrupção, segundo as investigações, favorecia o PP, e as doações ocorreram quando Argôlo já tinha passado para o Solidariedade. “Ele não era um parlamentar prestigiado no partido [PP]. Pelo menos era isso

que eu entendia”, disse Pessoa. Segundo o MPF, Argôlo recebeu R$ 1,25 milhão desviados da Petrobras e teve despesas pagas por Youssef também com dinheiro ilícito. Bebê Johnson Pessoa confirmou também que ele e Youssef apelidavam Argôlo, hoje com 35 anos, de ‘Bebê Johnson’, pelo fato de ser um deputado jovem e promissor. O dono da UTC diz ter criado laços com Argôlo porque ele “tinha um reduto eleitoral interessante e boas relações no Congresso”. RAFAEL NEVES METRO CURITIBA

Dono da UTC incriminou políticos na delação | LUCIO BERNARDO JUNIOR / CÂMARA

Presidente da WTorre nega propina em estaleiro O empresário Walter Torre Junior, dono da construtora WTorre, negou ontem à CPI da Petrobras que tenha havido propina na construção do Estaleiro Rio Grande (RS). A denúncia havia sido feita pelo ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, que afirmou em delação premiada ter recebido ‘de R$ 400 mil a R$ 600 mil’ pelo negócio quando já trabalhava na Setebrasil, empresa que nasceu de um projeto da Petrobras para construir sondas. A WTorre construiu o estaleiro Rio Grande e depois o vendeu para a Engevix. Torre disse que a empresa dele não participou da fase em que o estaleiro foi contratado pela Petrobras. “Nós construímos o estaleiro para alugar para a Petrobras, mas nosso negócio foi sempre com a Rio Bravo, um fundo privado que propôs o negócio, nunca com a Petrobras”, disse o empresário. METRO CURITIBA


|06|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Supremo proíbe empresas de financiar campanhas Vale para 2016. Julgamento do STF deve influenciar decisão da presidente Dilma sobre veto à alterações recém-aprovadas na lei eleitoral O financiamento de campanhas eleitorais por empresas privadas foi considerado inconstitucional pelo STF (Supremo Tribunal Federal), em julgamento que começou em 2013 e terminou ontem, com placar de 8 votos a 3. A decisão derruba a legislação em vigor, que permite que empresas doem a partidos e candidatos até 2% de seu faturamento bruto no ano anterior, sem limite nominal, e subsidia o provável veto da presidente Dilma Rousseff a uma alteração que foi aprovada na semana passada pela Câmara, que limita as doações privadas a partidos e estipula um limite de R$ 20 milhões por pessoa jurídica. Como já ocorreu em outros escândalos de corrupção, as doações privadas têm sido alçadas ao posto de vilãs

MINISTRA ROSA WEBER

Placar Votaram a favor da tese defendida pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que entrou com a ação, o relator, Luiz Fux, e os ministros Joaquim Barbosa, Dias Toffoli e Roberto Barroso (os três em dezembro de 2013); Marco Aurélio e Ricardo Lewandowski (em abril do ano passado); Rosa Weber e Cármen Lúcia (votaram ontem). Os contrários foram os ministros Gilmar Mendes, Teori Zavascki e Celso de Mello.

vios na estatal: “Não há almoço de graça. Não existe doação de empresas que depois essas empresas não queiram recuperar o que foi doado. Se ele doa R$ 5 milhões, ele vai querer recuperar, na frente, R$ 20 milhões”, afirmou.

Ataques grosseiros’ A recusa do ministro Gilmar Mendes em ouvir, na sessão de quarta-feira, o representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) após indicar, em seu voto, que a ação votada seria fruto de desejo do PT e “asfixiaria” a oposi-

“Não há sistema [de financiamento] que possa afastar a possibilidade de fraude, mas a Constituição quis proibir a influência do poder econômico, que transforma o processo eleitoral em jogo político de cartas marcadas.” Supremo concluiu julgamento iniciado em 2013 | CARLOS HUMBERTO/STF

do processo eleitoral durante os desdobramentos da Operação Lava Jato. Delatores do esquema de corrupção na Petrobras, como o dono da empreiteira UTC, Ricardo Pessoa, têm insistido em seus depoimentos que mesmo doações registradas na con-

tabilidade são, em boa parte dos casos, uma maneira de lavar o pagamento de propina a partidos e políticos. Em maio, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa foi direto, em depoimento à CPI que investiga os des-

ção provocou uma reação enérgica da entidade. Em nota, o Colégio de Presidentes de Conselhos Seccionais da Ordem classificou como “grosseira, arbitrária e incorreta” a postura do ministro, que deixou o plenário em meio à discussão. “Comportamento como o adotado pelo ministro Mendes é incompatível com o que se exige de um magistrado, fere a Lei Orgânica da Magistratura e está na contramão dos tempos de liberdade e transparência. Não mais é tolerável o tempo do poder absoluto dos juízes”, diz a nota. O ministro não comentou o assunto. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Extintor deixa de ser obrigatório em carros

Resolução levou a disputa no comércio | LUCAS LACAZ RUIZ/FUTURA PRESS

Após um ano e dois meses de divulgação de prazos e, em seguida, de adiamentos para obrigatoriedade da adoção de extintores do modelo ABC por veículos fabricados até 2005, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) decidiu ontem tornar facultativo o uso de qualquer modelo do equipamento em carros de passeio. O órgão federal justifi-

R$ 127 é o valor da multa para quem não tem extintor em veículos utilizados em transporte de passageiros. Neles, o aparelho ainda é exigido. ca a decisão alegando que a evolução da indústria automobilística resultou em

maior segurança para motoristas e passageiros. Presidente do órgão de trânsito, Alberto Angerami declarou que, nos últimos 90 dias, técnicos do Denatran acompanharam testes realizados na Europa. Neles, foi diagnosticado que a manutenção de um extintor dentro do veículo pode aumentar os riscos de fraturas em caso de acidente.

Exigência mantida Os extintores ABC ainda serão obrigatórios para os veículos utilizados par transporte de passageiros e de carga (caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus e ônibus). A multa para quem for flagrado sem o equipamento ou com data e uso vencida é de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira de habilitação. METRO


|08|

Imóveis. Venda de consórcio cresce mais de 50% no ano Com o crédito mais restrito, mais consumidores estão aderindo ao consórcio. Nos sete primeiros meses do ano, foram vendidas 135,9 mil novas cotas do consórcio somente de imóveis, uma alta de 50,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Além do aquecimento na área de imóveis, as adesões referentes a veículos leves (automóveis, caminhonetes e utilitários) também registraram um crescimento expressivo. Foram 551,5 mil cotas comercializadas entre janeiro e julho deste ano, um crescimento de 17% sobre igual período de 2014. Segundo dados da Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios),

o sistema de consórcios como um todo avançou 5,4% no ano, com a venda de 1,36 milhão cotas. Com essa alta, o número de participantes ativos consolidado em julho também aumentou e atingiu 7,15 milhões, 4,4% mais que o registrado em igual mês do ano passado. Para o presidente da Abac, Paulo Roberto Rossi, o crescimento do setor, em meio à crise, decorre do planejamento que passou a ser adotado pelo consumidor. “Mesmo em meio a um momento econômico difícil, o consumidor tem redobrado sua atenção nos comprometimentos financeiros de médio e longo prazos”, disse Rossi. METRO

Greve. Correios vão aplicar plano emergencial de entrega Os Correios adotarão o Plano de Continuidade de Negócios nos locais afetados pela greve. Segundo a empresa, o plano inclui ações como deslocamento de empregados entre as unidades, apoio de pessoal administrativo e realização de horas extras. “Caso haja necessidade, a empresa também pode promover mutirões para entrega de correspondências nos fins de semana”, informou. Os trabalhadores entraram em greve na noite de terça-feira em diversas cidades e Estados, que são representados por sindicatos locais e regionais. Segundo os Correios, 19 sindicatos decretaram greve: Amazonas; Bahia; Ceará; Maranhão; Mato Grosso; Pará; Paraíba;

Centro de Tratamento de Encomendas no Rio | FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL

Piauí; Rio de Janeiro; Santa Catarina; Tocantins; Brasília (DF); regiões metropolitanas de Belo Horizonte, de Porto Alegre e de São Paulo; Bauru, Campinas, São José do Rio Preto e Vale do Paraíba, em São Paulo. A categoria pede reposição da inflação de 9,56% mais reajuste real de 10%. METRO

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA}

BC dos EUA decide manter taxa de juros perto de zero Mercados. Mesmo com decisão, dólar fecha em alta de 1,25%, a R$ 3,88. Crise política interna pressiona cotação. Para Fed, recentes riscos globais podem frear alta da atividade econômica O Fed (Federal Reserve) deixou ontem inalterada a taxas de juros, em um sinal de preocupações sobre a fraqueza da economia mundial. A decisão do banco central dos Estados Unidos de manter os juros num nível historicamente baixo – entre zero e 0,25% ao ano – não impediu a valorização do dólar no Brasil, com preocupações com o cenário político e fiscal pressionando a cotação da divisa norte-americana. O dólar avançou 1,25%, a R$ 3,8822 na venda, o maior valor de fechamento desde 23 de outubro de 2002 (R$ 3,915). Antes do anúncio do Fed, a divisa chegou a subir 1,96%, a R$ 3,9092 na máxima da sessão. Na mínima, foi a R$ 3,8314. “Manter os juros favorece emergentes, mas o motivo por trás da decisão é negativo”, disse à Reuters o economista da 4Cast Pedro Tuesta. “Soa bastante improvável que o Fed aumente os juros neste ano”, acrescentou. A alta dos juros nos EUA pode levar os investidores a acharem mais vantajoso aplicar o dinheiro na maior economia do mundo. Isso provocaria a migração de recursos que hoje estão aplicados nos mercados

Presidente do Fed, Janet Yellen, após decisão

emergentes, como Brasil. Mas os motivos que levaram o BC dos EUA a manter os juros também geraram incertezas no mercado. O Fed informou que uma variedade de riscos globais e outros fatores convenceram a adiar o que seria o primeiro aumento de juros desde 2006. Em entrevista após anunciar a decisão, a presidente do Fed, Janet Yellen, disse que os desenvolvimentos econômicos e financeiros globais recentes podem exercer ainda

| JONATHAN ERNST/REUTERS

mais pressão para baixo sobre a inflação no curto prazo. Durante a entrevista de Yellen, o dólar chegou a recuar sobre o real, mas logo retomou a trajetória ascendente. O câmbio também sofre pressão dos temores com a cena política e econômica local conturbada. Notícia publicada no jornal “Valor Econômico” trouxe que o Instituto Lula e o PT estariam defendendo a flexibilização das políticas fiscal e monetária. Isso implicaria

a redução da taxa de juros “na marra” e o afrouxamento do gasto público. Investidores avaliaram que esse cenário poderia precipitar a perda do selo de bom pagador brasileiro por outras agências de classificação de risco além da Standard & Poor’s, provocando fuga de capital do país. Além disso, a crise política cada vez mais intensa fazia investidores adotarem posturas ainda mais defensivas. METRO

Volks adere ao programa da União para manter empregos Depois da Mercedes-Benz, no dia 31 de agosto, ontem foi a vez dos trabalhadores da Volkswagen, também em São Bernardo, aderirem ao PPE (Programa de Proteção ao Emprego), do governo federal, para evitar demissões na fábrica. Em troca da estabilidade dos empregos, os trabalhadores aceitaram reduzir a jornada de trabalho e os salários em 20%. O acordo vale por

seis meses – prorrogáveis por mais seis – e não incidirá sobre férias e 13º. O desconto nos vencimentos, na prática, será de 10%, já que a União irá compensar metade da perda por meio do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). A proposta, negociada nas últimas semanas entre a direção da montadora e o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, foi aprovada ontem em as-

sembleia pelos empregados. Em nota, a Volkswagen confirmou a adesão. A medida beneficiará 11,6 mil trabalhadores da fábrica, que tem atualmente 2,6 mil afastados em lay-off. Para reduzir ainda mais o quadro, a empresa abrirá um PDV (Plano de Demissão Voluntária). ANDRÉ VIEIRA METRO ABC


|10|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

Terremoto no Chile deixa 11 mortos Passou. Abalo foi o mais forte desde 2010, quando morreram 800 Onze pessoas morreram e mais de um milhão foram retiradas de casa após o tremor de magnitude 8,4 ocorrido na costa chilena, no Oceano Pacífico, na noite de quarta, que provocou ondas de até 4,5 metros em cidades litorâneas. Dois dos mortos viviam na região de Coquimbo. Uma das mortas, Lisette Araya, de 35 anos, vivia na localidade de Illapel e morreu devido à queda de um muro. Victoria Flores, de 20 anos, faleceu atingida por uma rocha em Montepatria. Um homem, cuja identidade é desconhecida, tinha 86 anos e morreu de ataque cardíaco em Maipú. O governo suspendeu na manhã de ontem o alerta de tsunami emitido após o tremor, sentido até em algumas cidades das regiões Sul e Sudeste do Brasil. “O alerta de tsunami está suspenso para todo território nacional”, informou o Escritório Nacional de Emergências, pelo Twitter. “O porto de Coquimbo sofreu grandes danos no terremoto, o mais forte do mundo este ano”, disse o ministro do Interior, Jorge Burgos. O governo declarou estado de emergência na região. A presidente Michelle Bachelet anunciou que planeja viajar para as áreas mais afe-

Carros se amontoaram sobre os destroços |IVAN ALVARADO/REUTERS

Navios subiram a rua na cidade litorânea de Coquimbo | IVAN ALVARADO/REUTERS

tadas. “Mais uma vez estamos tendo que lidar com outro duro golpe da natureza”, disse ela na TV. “Foi horrível. Corremos para fora de casa com os nossos netos e agora esta-

mos em uma colina na esperança de que vá acabar logo”, disse María Angelica Leiva, da cidade costeira de Navidad. “Só esperamos que o mar não tenha alcançado nossa casa.” METRO EUA 2016

Debate tem audiência recorde

Da rasteira para a Espanha Osama Abdul Mohsen, o refugiado sírio que levou uma rasteira de uma cinegrafista húngara e foi ao chão com o filho Zaid no colo, recebeu asilo na Espanha, onde vai trabalhar em um centro de formação de treinadores em Barcelona | REUTERS

O debate entre os pré-candidatos presidenciais republicanos na CNN atraiu uma média de 22,9 milhões de telespectadores, informou a rede de TV, o que fez dele o programa mais assistido em 35 anos de história do canal. O estilo sem papas na língua do bilionário Donald Trump aumentou o interesse nas primárias republicanas. METRO


|12|

2 CULTURA

Obituário

Carlos Manga O diretor de TV e cinema Carlos Manga, um dos principais nomes da Atlântida, nos anos 1950, e posteriormente de longa carreira na Rede Globo morreu ontem, aos 87 anos. A causa da morte não foi divulgada.

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Lisbela e o Prisioneiro em música e circo Musical. O amor de Leléu e Lisbela ganha vida neste domingo, no Teatro Positivo. A história de Osman Lins, adaptada pela escritora Francisca Braga, chega ao público com elementos do universo circense O musical Lisbela e o Prisioneiro chega a Curitiba neste domingo, no Teatro Positivo. O público vai poder conferir o texto de Osman Lins, que já ganhou as telas do cinema e da TV, numa adaptação para os palcos que celebra o universo circense. Na trama Leléu é um artista mambembe que chega na cidade de Vitória de Santo Antão com seu circo, após se engraçar com a mulher de um matador de aluguel, o vilão Vela de Libra. Na cidade Leléu conhece Lisbela, que está de casamento marcado. A história, adaptada pela escritora Francisca Braga, vai ganhar ritmo através de canções de nomes como Zé

Ramalho, Pixinguinha, Dominguinhos, Filipe Catto, Caetano Veloso e João Pernambuco, que serão interpretados com uma levada pop rock, por meio da mescla de instrumentos regionais e eletrônicos. O clima circense fica ainda mais forte com a apresentação de números como trapézio, corda indiana, malabares e acrobacias durante a peça. Ingressos estão disponíveis no site www.diskingressos.com.br METRO CURITIBA No Teatro Positivo, Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300. Domingo, às 19h30 Ingressos de R$ 32 a R$ 90

O musical mistura canções regionais com a batida do pop rock

| DIVULGAÇÃO


CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Vem aí o Metro Photo Challenge 2015 Click. Prepare suas câmeras para o maior concurso de fotografia amadora do mundo, que vem com novidades este ano

Concurso que descobre os novos talentos em fotografia e compartilha com o mundo, o Metro Photo Challenge 2015 já está pronto para começar. Em 2014 o tema foi “A Vida na Cidade” e a premiação foi uma expedição fotográfica para Nova York, uma visita exclusiva na sede da ONU, além de câmeras fotográficas Nikon e a foto vencedora publicada no Metro Jornal. Para se ter uma ideia da importância brasileira no concurso, 44% das fotos recebidas foram do Brasil, de um total de 56.747 imagens. E esse número deve crescer em 2015. Este ano as novidades são incríveis e elas serão divulga-

“Fuga Urbana”, de Nario Barbosa

|13|◊◊

“Visão”, de Daniel Genis Mourão

“Olfato”, de Enrico De Luca

“Eu sou Cidadão”, de Vanessa Acioly Lopes de Vasconcelos

das na edição da próxima terça-feira, dia 22. Fique atento! E enquanto as novidades do MPC 2015 não chegam,

fiquem com os vencedores do júri oficial das competições de 2013 e 2014 no Brasil. METRO

“Tato”, de Ricardo Martinelli

“Paladar”, de Thiago Lontra FOTOS: DIVULGAÇÃO


|14|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

Circuito CWB de Rimas continua neste sábado Duelo. A quarta etapa do projeto vai reunir apreciadores do rap no Parque dos Menonitas. Público é quem escolhe o melhor desempenho Acontece neste sábado a quarta etapa do ‘Circuito CWB de Rimas’. O projeto, que teve início em agosto, tem como objetivo integrar as diversas vertentes do Rap em Curitiba. A partir das 15h o público confere um campeonato de batalhas entre MCs no Parque dos Menonitas, localizado no Boqueirão. Os desafiantes podem se inscrever gratuitamente no local. O vencedor de cada etapa é escolhido através do voto do público. Batalha de rimas

Cada etapa pode contar com, no máximo, oito MCs. A rima na ponta da língua é quem decide o ganhador de cada round, que dura 30 segundos, entre ataques e defesas.

O circuito ainda passará por cinco regionais de Curitiba. | DIVULGAÇÃO

O público pode votar no final de cada duelo, elegendo ao fim o ganhador da etapa. A grande final acontece no dia 7 de novembro, nas Ruínas de São Francisco. O vencedor do Circuito CWB de Rimas vai ga-

nhar a gravação de uma faixa musical, mixada pelo DJ KBC, e a produção de um vídeo clipe. METRO CURITIBA

Na Praça dos Menonitas, Rua Paulo Setúbal, Hauer Amanhã, às 15h

O Metro indica

Cinema

‘Filme sobre um Bom Fim’. Documentário será exibido na Cinemateca. A produção retrata o movimento jovem que ocorreu em Porto Alegre no final dos anos 70 e começo dos anos 80. Na Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174), domingo às 18h. Ingressos R$10 e R$5.

Música

‘Oriente Acústico’. O grupo Oriente apresenta seu mais recente trabalho, “Oriente Acústico”, que traz uma pegada mais intimista com novas releituras para suas músicas. Ingressos pelo site www. diskingressos.com.br. No Curitiba Mater Hall (Rua Itajubá, 143), amanhã, às 22h. Ingressos de R$ 50 a R$ 150. ‘Orun Aye’. O grupo Paranambuco chega a Curitiba com o show de lançamento do disco “Orun Aye”.  O novo DIVULGAÇÃO trabalho da banda é um registro das músicas autorais com influências de coco, samba, baião e maracatu. Ingressos no local. No Teatro Paiol, domingo às 20h. Ingressos R$ 20 e R$ 10.

‘Camerata Antiqua de Curitiba’. Grupo fará apresentação com a presença de seus fundadores. O carioca Roberto de Regina, maestro emérito do coro, será responsável pela regência do grupo, sob o tema ‘Bach e os Mestres da Renascença’. No Capela Santa Maria, hoje, às 20h, e amanhã às 18h30. Entrada franca.

Humor

‘Paulinho Gogó’. . O humorista Maurício Manfrini chega a Curitiba com a apresentação “No Gogó do Paulinho”. Ingressos podem ser adquiridos pelo site www.diskingressos.com.br. No Teatro Bom Jesus (Rua 24 de Maio, 135), amanhã às 21h e domingo às 20h. Ingressos de R$30 a R$66.

Literatura

‘64 peças’. Professor e tradutor curitibano Ivan Justen Santana apresenta seu primeiro livro de poemas. Na Livraria Arte & Letra ( Al. Pres. Taunay), hoje às 19h. Entrada franca.

Artes

‘Onde para aonde’. Abre neste domingo a exposição da artista plástica Marilene Zanchet. Instigantes, sutis e originais, as obras da artista vêm se destacando no cenário das artes. Na Galeria de Arte do Solar do Rosário (Rua Duque de Caxias, 4), domingo a partir das 11h. Entrada franca.


|16|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

DE REPENTE...

Adam Lambert

Partiu! Rock in Rio completa três décadas reunindo 150 atrações nos sete dias do festival E já se passaram 30 anos desde o primeiro Rock in Rio... De hoje a domingo e de 24 a 27 de setembro, a Cidade do Rock, no Rio de Janeiro, vai receber gerações de fãs do festival, que chega à sua 16ª edição e dá início à maratona de sete dias de música. Serão 91 horas de festa nos cinco palcos do evento e muitos desafios que o RiR, agora trintão, vai enfrentar para receber o público de 85 mil pessoas, para cada dia de show. A começar pela crise econômica, refletida na programação desta edição, que traz atrações menos badaladas do que nos anos anteriores. Outra constatação disso é a sobra de ingressos. Apesar dos 185 mil esgotados na venda oficial, parceiros do evento ainda têm ingressos à venda, como o Hotel Urbano, que oferece pacotes para quem é de fora do Rio.

DICA!

Para curtir os brinquedos da Cidade do Rock – montanha-russa, tirolesa, roda gigante e X-treme –, a novidade é que o horário para usá-los pode ser agendado no app: www.bloom.im/ rockinrio. E mesmo quem não baixar o app, haverá um totem de agendamento no local. A boa notícia vem do Climatempo. O primeiro final de semana do RiR deve ser de muito calor, noites abafadas e temperatura média de 37oC. “Quando envolve multidão, tem um planejamento de crise. A gente planeja muito para não precisar usar. Está funcionando tudo superbem, estamos trabalhando com a Secretaria Municipal de Obras.

Aquela é uma área que está em revolução. O fato de ser bloqueada já facilita. Impossível é gerir carros ali”, destaca Roberta Medina, vice-presidente do RiR. Atrações mais comentadas Primeiras atrações a terem os ingressos esgotados, Rihanna, Queen e Katy Perry também são mais comentadas do festival na internet. Um estudo sobre o RiR nas redes sociais, feito pelo Scup by Sprinklr, com dados do Twitter e Instagram, mostra que Rihanna sai na frente com 28,99% dos comentários, seguida por Queen, 25,35%; Katy Perry, 15,91%; Metallica, 6,79%; System of a Down, 4,35%; e Rod Stweart, 2,77%. Vamos ver o poder deles no palco!

30

LINE-UP MUNDO 18 DE SETEMBRO, 6ª FEIRA

GISLANDIA GOVERNO

Metallica promete incendiar

METRO RIO

19h - Especial Rock in Rio 30 Anos 21h - The Script 22h30 - OneRepublic 0h - Queen + Adam Lambert

19 DE SETEMBRO, SÁBADO Mike Patton, do Faith no More

19h - Gojira 21h - Royal Blood 22h30 - Mötley Crüe 0h - Metallica

20 DE SETEMBRO, DOMINGO 19h - Paralamas do Sucesso 21h - Seal 22h30 - Elton John 0h - Rod Stewart Elton John é atração neste domingo

24 DE SETEMBRO, 5ª FEIRA 19h - CPM 22 21h - Hollywood Vampires 22h30 - Queens of the Stone Age 0h - System of a Down

25 DE SETEMBRO, 6ª FEIRA 19h - De La Tierra 21h - Mastodon 22h30 - Faith no More 0h - Slipknot

26 DE SETEMBRO, SÁBADO Rihanna em noite pop

Kate Perry encerra o RiR no dia 27

19h - Lulu Santos 21h - Sheppard 22h30 - Sam Smith 0h - Rihanna

27 DE SETEMBRO, DOMINGO 19h - Cidade Negra 21h - AlunaGeorge 22h30 - A-Ha 0h - Katy Perry


CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Canções do rock nacional se tornam livros infantis Novidade nas livrarias. Editora acaba de lançar os primeiros dois volumes da coleção “Músicas para Ler”, idealizada por Danilo Belchio Depois da febre dos discos de rock com orquestração de instrumentos especialmente pensada para agradar os ouvidos das crianças, chegou a hora do gênero invadir outra praia, mas ainda com foco no mesmo público: a dos livros infantis. A editora Salamandra acaba de lançar os primeiros dois volumes da coleção “Músicas para Ler”. Idealizado por Danilo Belchio, o projeto editorial transpõe

letras de hits absolutos (e nada óbvios) da música pop brasileira para páginas ricamente ilustradas de liros, propondo assim novas leituras em torno daquelas obras musicais.

“FAMÍLIA” TONY BELLOTTO E ARNALDO ANTUNES ED. SALAMANDRA R$ 39

Títulos Um dos volumes que estão chegando às livrarias agora é “Família”, com texto baseado na faixa gravada em 1986 pelos Titãs e que descreve de forma bem humorada e crítica situa-

“OITO ANOS” PAULA TOLLER ED. SALAMANDRA R$ 39

ções da rotina de qualquer lar, tudo retratado a partir do traço de Loro Verz. O outro livro dessa primeira leva da coleção da Salamandra é “Oito Anos”, que traz ilustrações de Bruna Assis Brasil, e que tem por base para o seu texto a música homônima escrita por Paula Toller na qual ela descreve perguntas difíceis que seu filho Gabriel fazia para ela quanto tinha essa idade. METRO

|17|◊◊

Bruna Assis Brasil deu cara à música “Oito Anos”, de Paula Toller

REPRODUÇÃO

Desenhos de Loro Vez ilustram livro baseado em ‘Família’, dos Titãs


|18|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{PUBLIMETRO

Leitor fala

Os invasores

Receita Minuto

Onde vai o dinheiro Governos federal e estadual aumentam impostos. Mas conhecemos o roteiro: daqui a algum tempo isso não será mais suficiente para bancar a máquina. E aí terão que imaginar outras fontes, mais e novos impostos. O custo do Estado ficou muito grande, a corrupção leva muito embora. Mas o que cresce sempre é a folha de pagamento. Gente demais para trabalho de menos. E não adianta fazer média reduzindo ministérios se isso não for acompanhado de uma redução drástica no número de servidores. E não só nos comissionados. Tem que cortar servidores de carreira que não trabalham. Hoje é quase impossível mandar um servidor de carreira embora, mesmo que seja fantasma ou trabalhe muito pouco, que ocorre muito no serviço público. O corporativismo dos setores de RH do serviço público é grande.

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

PIZZA DE PÃO

Cruzadas

LINA OTTE, CURITIBA, PR

Charge de mau gosto O jornal francês Charlie Hebdo acha normal fazer graça com o menino morto na praia. Não é normal. É de um mau gosto horrível. De uma falta de humanidade sem tamanho. De uma insensibilidade quase nunca vista. MARY HEIFEL, CURITIBA, PR

Quer mais?

INGREDIENTES 10 fatias de pão italiano 250 gramas de Mussarela 1 colher (chá) de orégano ½ xícara (chá) de molho de tomate 6 rodelas de tomate 8 azeitonas

Clique metrojornal.com.br para acessar conteúdo exclusivo, atualização de nossas reportagens, todos os nossos colunistas e galerias com as melhores imagens do dia.

Para a Pizza Havaiana: 20 fatias de pães franceses 350 gramas de presunto ralado ½ xícara (chá) de molho de tomate 250 gramas de abacaxi ½ xícara (chá) de queijo parmesão

Para falar com a redação:

leitor.ctb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Modo de Preparo: Corte os pães em rodelas e coloque-os em uma bandeja que possa ir ao forno. Coloque o molho de tomate a a mussarela, o tomate e o orégano a gosto em cada rodela. Leve a forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos a 180°C. Para a Pizza Havaiana: Corte os pães em rodelas e coloque-os em uma bandeja que possa ir ao forno. Coloque na ordem molho de tomate , orégano, presunto, abacaxi, queijo parmesão. Leve a forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos a 180°C.

Sudoku

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 9h, na Band

Horóscopo

Está escrito nas estrelas

www.estrelaguia.com.br

Bom momento para planejar viagens e ter foco mais intenso com estudos ou conhecimento que queira aperfeiçoar.

Na vida afetiva são boas as chances para consolidar planos a longo prazo com quem se relaciona, mas sem querer apressar situações.

Saturno ingressa em seu signo, onde permanecerá por quase três anos, uma influência determinante para direcionar planos de longo prazo.

Será essencial repensar algumas metas materiais e lidar com a reestruturação de interesses que deixou de lado por algum imprevisto.

Assuntos do lar são propensos a tomar empenho em função de novos costumes ou por nova disciplina diante de algum projeto a longo prazo.

Regente de seu signo, Saturno passa a influenciar Sagitário, fato capaz de refletir na forma de exercitar crenças e costumes.

Momento para reestruturação em suas relações e observar com mais seriedade convivências que precisam de sua atenção.

Terá mais foco a um determinado objetivo, seja ele profissional, de estudos ou com hobbies. Boas conversas marcarão convívios em grupo.

Momento importante para vivenciar responsabilidades diante de grupos ou em causas importantes que leva em consideração.

O trabalho tomará envolvimento mais sério com responsabilidades que almeja e uma sensação de desafio, mas com desejo por realização.

Saturno sai de seu signo depois de alguns assuntos, apontando uma fluência melhor para alguns assuntos antes estagnados.

Tendências para lidar com novas responsabilidades profissionais. Um momento importante também para projetos em parcerias.

Soluções


CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

|19|◊◊

Com surpresas, Dunga convoca para Eliminatórias Sem Neymar. Renato Augusto e Rafinha são as novidades para os primeiros dois jogos da competição, em outubro O técnico Dunga realizou ontem a primeira convocação da Seleção Brasileira para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O Brasil inicia a disputa contra Chile, em Santiago, e Venezuela, em Fortaleza, nos dias 8 (quinta-feira, às 20h30) e 13 de outubro (terça-feira, às 22h), respectivamente. O capitão Neymar não está entre os 23 nomes chamados pelo treinador. O jogador do Barcelona está suspenso por duas partidas na competição por conta da expulsão contra a Colômbia na última Copa América. As principais novidades da lista do treinador são os corintianos Gil e Renato Augusto, chamados pela primeira vez pelo comandante. Além dos dois, o Timão também cede-

Os convocados Ʉ #ėČåÿĤėĨȩ Jefferson (Botafogo), Marcelo Grohe (Grêmio) e Alisson (Inter) Ʉ eÑûıåÿĤėĨȩ David Luiz (PSG), Miranda (Inter de Milão), Marquinhos (PSG) e Gil (Corinthians) Ʉ 2ÑĮåĤÑÿĨȩ Fabinho (Monaco), Rafinha (Bayern), Filipe Luis (Atlético de Madrid) e Marcelo (Real Madrid)

rá o volante Elias. Ao lado do PSG – com três representantes: Marquinhos, David Luiz e Lucas –, o alvinegro é o clube com mais atletas convocados.

Ʉ _ėČÑĒĮåĨȩ Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City) e Elias (Corinthians) Ʉ 7åÿÑĨȩ Renato Augusto (Corinthians), Douglas Costa (Bayern de Munique), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea), Coutinho (Liverpool) e Oscar (Chelsea) Ʉ ĮÑÝÑĒĮåĨȩ Lucas (PSG), Hulk (Zenit) e Roberto Firmino (Liverpool)

Outra surpresa entre os chamados por Dunga é o lateral-direito Rafinha, do Bayern. Há algumas semanas, o jogador manifestou o desejo de

solicitar a cidadania alemã, o que abriria a possibilidade de atuar pela Alemanha. “Renato Augusto e Lucas Lima estão se destacando muito. Lucas foi bem nos amistosos com a Seleção. Mostrou que está se adaptando ao que pedimos. Já o Renato está muito bem no Corinthians, tem uma boa dinâmica e qualidade”, explicou o treinador. Os jogadores dos clubes brasileiros – Jefferson (Botafogo), Marcelo Grohe (Grêmio) e Alisson (Internacional) também fazem parte dessa lista – não desfalcarão suas equipes no Campeonato Brasileiro. A apresentação será no próximo dia 5, um dia após a rodada do fim de semana. Os jogadores retornam aos clubes um dia antes do reinício da competição.

Neymar fora, por enquanto Apesar de não estar na lista por conta da suspensão, Neymar não está totalmente descartado. A CBF recorreu ao TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) e ainda aguarda uma resposta. Caso o tribunal aceite o recurso brasileiro, o camisa 10 ficaria apto a jogar, mas nesse caso haveria a necessidade de uma autorização do seu clube, o Barcelona. “Um dia antes somos convidados a fornecer a lista dos jogadores que vão para o jogo. Esse é o prazo. Tem o problema da obrigatoriedade dos clubes. Primeiro é feita uma convocação por telefone e depois de maneira oficial para que o clube libere o jogador fora do prazo da convocação”, explicou Dunga. METRO

3 ESPORTE

Tênis

Copa Davis O Brasil começa hoje a disputa pelo Grupo Mundial da Copa Davis. Em Florianópolis, a equipe enfrenta a Croácia pela repescagem do torneio. Hoje ocorrem 2 jogos de simples. Às 10h, Bellucci (foto) enfrenta Mate Delic, e na sequência Feijão duela contra Borna Coric.


|20|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2015 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

21h

Na raça, Coxa cala 67 mil em Brasília

X

Incrível. Alviverde faz o placar no primeiro tempo, se segura no segundo e deixa a degola

Brasileirão 27ª rodada AMANHÃ 18h30

X PALMEIRAS

GRÊMIO 18h30

X INTER

FIGUEIRENSE

PONTE PRETA FLUMINENSE DOMINGO 11h

X CORINTHIANS

SANTOS 11h

X GOIÁS

JOINVILLE 16h

X VASCO

SPORT 16h

X ATLÉTICO-MG

FLAMENGO 16h

X AVAÍ

SÃO PAULO 18h30

X CORITIBA

ATLÉTICO-PR 18h30

X

CHAPECOENSE

CRUZEIRO

BRASILEIRO - SÉRIE A 1º CORINTHIANS 2º ATLÉTICO-MG

P V GP SG 54 16 43 22 49 15 42 15

3º GRÊMIO 4º SÃO PAULO

48 14 37 15

5º FLAMENGO 6º PALMEIRAS

41 13 35 2

Diante de um time que vinha de seis vitórias e pressionado por 67 mil torcedores, o Coritiba surpreendeu o Flamengo ontem, no Mané Garrincha, e venceu por 2x0. O Alviverde abriu a vantagem no primeiro tempo e passou a segunda etapa suportando a pressão dos mandantes, mas a defesa não cedeu. Com a vitória, o Coxa vai a 30 pontos e salta para a 15ª posição, fora da zona de rebaixamento. O desafio agora é o Atletiba, no domingo, às 18h30, no Couto Pereira. O jogo O Alviverde começou frenético e quase marcou aos 40 segundos, mas Henrique Al-

0 2

meida estava impedido. Aos 8’, ele chutou a bola na mão de Pará, que fez pênalti. Kleber converteu para o Coxa. O Alviverde segurou a pressão flamenguista nos minutos seguintes e logo retomou o controle. Aos 24’, Carlinhos cruzou, Negueba cabeceou para dentro da área e Henrique, livre, ampliou. O segundo tempo torturou o torcedor do Coxa, que viu o Flamengo fazer um jogo de ataque contra defesa do início até o fim. Mas o Verdão, fechado, soube segurar o resultado.

Atletiba

Entorno do Couto terá 16 pontos de bloqueio nas ruas A PM se reuniu ontem com as torcidas organizadas e Atlético e Coritiba para definir a segurança do clássico de domingo, às 18h30, no Couto. Ficou definido que os torcedores do Furacão devem usar os ônibus até às 15h, e a partir desse horário o uso é dos torcedores alviverdes. Haverá 16 pontos de bloqueio nos arredores do estádio. METRO CURITIBA

Baixas

Paraná perde dois meias até o fim da temporada Há menos de um mês no clube, os meias Gustavo Sauer e Gabriel Leite não jogam mais este ano. Substituídos contra o Luverdense, Sauer sofreu uma fratura no dedo mínimo do pé direito e deve ficar alguns meses fora. Já Leite teve lesões no menisco e no ligamento cruzado do joelho esquerdo e não volta em menos de 6 meses. Amanhã o Tricolor visita o lanterna Mogi às 16h30.

RAFAEL NEVES METRO CURITIBA

Paulo Victor; Pará , César Martins , Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros Almir e Alan Patrick; Everton Marcelo Cirino , Paulinho Ederson e Kayke. Técnico: Oswaldo de Oliveira

FLAMENGO

Wilson; Leandro Silva , Walisson Maia, Juninho, Carlinhos; João Paulo, Alan Santos , Lucio Flavio, Negueba Rafhael Lucas , Henrique Almeida Galhardo e Kleber Paulinho Técnico: Ney Franco

CORITIBA

Ʉ #ėČĨȩ Kleber aos 8’, Henrique Almeida 26/1º T Ʉ ĤÜÿĮĤÑûåđȩ Marielson Alves da Silva (BA)

Coritiba conquista três pontos fundamentais | PEDRO LADEIRA / FOLHAPRESS

METRO CURITIBA

42 12 32 6 41 12 45 17

7º SANTOS 40 11 43 12 8º INTERNACIONAL 40 11 26 -1 9º ATLÉTICO-PR 10º SPORT

38 11 29 1

11º FLUMINENSE 12º PONTE PRETA

34 10 27 -6

13º CHAPECOENSE 14º CRUZEIRO

31 8 20 -7

15º CORITIBA 16º AVAÍ

30 7 19 -6

17º GOIÁS 18º FIGUEIRENSE

28 7 24 -1

19º JOINVILLE 20º VASCO

23 5 18 -11

Valcke leva ‘chute no traseiro’ da Fifa

37 8 35 8 34 8 27 -2 30 8 25 -3 29 8 26 -15 27 7 23 -15 20 5 14 -31

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

Francês é suspeito de participar de esquema ilegal | LAURENCE GRIFFITHS/GETTY IMAGES

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, foi afastado ontem, comunicou a entidade. O cartola é acusado de participação em negociações de ingressos da Copa do Mundo no mercado negro. A Fifa ainda anunciou que o francês será investigado. “A Fifa anuncia que o secretário-geral Jérôme Valcke foi colocado sob licença e retirado de suas funções imediatamente até novo aviso. Além disso, a Fifa recebeu uma denúncia de uma série

de acusações sobre o secretário-geral e requisitou uma investigação ao Comitê de Ética”, diz o comunicado publicado no site da entidade. O francês teria um esquema com a empresa JB Marketing, responsável pela venda de ingressos para o Mundial. A Fifa repassa as entradas para a empresa por um certo valor e ela revende. Valcke teria um acordo para que as entradas fossem vendidas com um ágio de cerca de 200% e ele ficaria com 50% desse valor.

Responsável pela organização da Copa de 2014, ele chegou a afirmar que o Brasil precisava “levar um chute no traseiro” por conta dos atrasos nas obras. O afastamento de Valcke é mais um capítulo dos escândalos vividos pela Fifa. Investigações conduzidas pelo FBI, nos EUA, culminaram em maio na prisão de sete dirigentes de peso no futebol em Zurique, na Suíça. Outras sete pessoas também foram indiciadas. METRO

20150918_br_metro curitiba  
Advertisement