Page 1

DIVULGAÇÃO

Jean Luc Ponty é um dos astros

O jazz invade Santa Teresa Festival reúne astros do jazz e da Bossa Nova

PÁG 10

O MELHOR TRABALHO

JULIA ROBERTS FALA AO METRO SOBRE O FILME ‘ÁLBUM DE FAMÍLIA’ PÁG. 11 GRANDE VITÓRIA

MÍN: 19°C MÁX: 29°C sunny

snow

rain

partly

www.readmetro.com | leitor.gv@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrogv sunny

AGORA hazy

cloudy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

JASON MERRITT/GETTY IMAGES

Segunda-feira, 2 de junho de 2014 Edição nº 43, ano 1

showers

É ESPERAR A BOLA ROLAR

A partir de hoje, jogo oficial só na Copa. A Austrália (foto) treina por aqui. Fla, Flu e Fogão tentam ajustar times para a segunda fase do Brasileirão PÁGS. 13 A 16

Superpôster do Metro traz curiosidades e a evolução das bolas oficiais de todas as Copas do Mundo PÁGS. 14 e 15

RECICLE A INFORMAÇÃO: NÃO JOGUE ESTA PUBLICAÇÃO NAS VIAS PÚBLICAS. PASSE ESSE JORNAL PARA OUTRO LEITOR.

Brazuca da final: a bola que será usada no Maracanã JUSSARA MARTINS/FUTURA PRESS

As armas do governo e da oposição para a CPI Briga eleitoral deve prevalecer na CPI da Petrobras. Governo e oposição definem estratégias PÁG. 04

Dilma é alvo de vaias A frota nas nossas em visita ao Rio ruas está velhinha... Presidente foi ao Rio para inaugurar obras da Copa e enfrentou dois protestos de professores PÁG. 06

Ao menos 40% dos carros da Grande Vitória têm mais de 10 anos. Frota antiga causa problemas no trânsito PÁG. 03

Carro antigo precisa ser bem cuidado | CHICO GUEDES/METRO GV


1 FOCO

Galeão

“O fato de algumas obras não estarem concluídas não significa que elas não serão concluídas depois da Copa” MOREIRA FRANCO, MINISTRO-CHEFE DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, SOBRE AS OBRAS INACABADAS NO AEROPORTO DO GALEÃO, APESAR DE TEREM SIDO INAUGURADAS ONTEM

|02|

Goiabeiras faz faxina para combater dengue Bota fora. Moradores colocaram nas ruas móveis e entulhos para a prefeitura levar Pneus, móveis velhos, ferragens e outros entulhos são alguns objetos que os moradores de Goiabeiras estão tirando de casa para eliminar os possíveis focos de dengue no bairro. O terceiro mutirão contra a dengue foi realizado ontem e contou com a participação de 40 moradores. O recolhimento do que foi descartado será feito entre hoje e amanhã por uma equipe de garis da Prefeitura de Vitória. Segundo o presidente da associação dos moradores de Goiabeiras, Denner Januário da Silva, 31 anos, a ação comunitária começou no ano passado, quando os moradores do bairro sofreram com um surto de dengue. “Em uma rua da comunidade, tivemos pelo menos 25 pessoas doentes. Foi aí que veio a ideia de criar o mutirão”. A moradora Andreza Moreira de Barro Sales, 36, aproveitou o mutirão para fazer uma limpeza completa no quintal de sua casa. “Aprovo esta ação de limpeza, afinal de contas, em Goiabeiras, tivemos muitos casos de dengue. É preciso redobrar os cuida-

Fala, cidadão

GUSTAVO VARELLA CABRAL

Cotações Dólar + 0,76% (R$ 2,24)

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Gustavo Varella Cabral é advogado, professor, especializado em Direito Empresarial e mestre em Direito Constitucional.

Chapéu

Ação Cidade Limpa ganha reforço Mais seis fiscais reforçam, a partir de amanhã, a Ação Cidade Limpa, que faz rondas por Vitória para flagrar descarte irregular de lixo nas ruas. Amanhã, a ronda será nas Ilhas de Santa Maria e Monte Belo, e na quinta, em Bento Ferreira. Desde o início do projeto, em maio, já houve 42 episódios de descarte irregular, e quatro multas, de R$ 254. Andreza Moreira aproveitou para limpar o quintal da casa| CHICO GUEDES/METRO GV

dos para não ter focos dentro de casa”, afirma. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram registrados 1.477 notificações nos primeiros quatro meses de 2014. No mesmo período de 2013, foram 14.789 casos de dengue. Segundo a Secretaria de

Serviços de Vitória, quem se interessar pelo mutirão pode procurar a prefeitura ou fazer um chamado pelo Fala Vitória, por meio do telefone 156. VINICIUS ARRUDA METRO GRANDE VITÓRIA

QUE FIQUE CLARO: EU NÃO SOU DOUTOR O escritor Eça de Queiroz, quando D.Pedro II esteve em Portugal em 1871, ironizou um costume que já àquela época grassava no Brasil: “...a nação inteira se doutorou. Do norte ao sul, no Brasil, não encontrei senão doutores”. Um século e meio depois essa situação continua cada vez mais firme. “Doutor” nunca foi forma ou pronome de tratamento, mas uma distinção ou um título acadêmico legítimo tão somente aos que concluem o doutoramento, ou doutorado. Mas por aqui foi e é usado como uma espécie de muro divisório entre o “populacho e a excelência”, como ria ao dizer Machado de Assis. Os fazendeiros do império, alguns analfabetos, enviavam seus filhos à Corte, e estes, junto aos seus iguais ou no retorno esporádico à casa paterna, ostentavam e exigiam tal tratamento. Evoluímos muito em termos de acesso aos bancos de estudo desde aqueles tempos, mas em termos sociais alguns hábitos permanecem arraigados. Dia desses um juiz recebeu um puxão de orelhas do CNJ porque insistia em exigir que o porteiro de seu prédio o chamasse por “doutor”. Ora, forma de tratamento de quem não tem referido título acadê-

METRO

156

O telefone do Fala Vitória é o caminho para acionar o serviço Papa-Móvel. A partir de um agendamento, uma equipe vai ir até a residência do morador.

Serra. Óleo de cozinha será recolhido em residências Óleo de cozinha usado por moradores vai ganhar um tratamento especial na Serra. O material, altamente poluente, será recolhido nos bairros para que não chegue a córregos, lagoas, lençóis freáticos e solo. O projeto De Olho no Óleo será apresentado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente amanhã, às 18h, no Centro de Vivência de Caçaroca. Embora o objetivo seja implantar o sistema em todo o município, neste primeiro momento o projeto será desenvolvido na região de Serra-Sede, onde 21 dos 28 bairros já aderiram à ideia. A perspectiva é coletar 4,2 mil litros de óleo vegetal só neste ano. Já para 2015, a meta é superar os 12 mil litros nessa região e ainda chegar a outra área da Serra. A ação será feita com auxílio das associações de moradores, que vão determinar os horários e o modo de recolhimento. Antes, haverá um mutirão educacional nos bairros para explicar a importância da destinação correta do óleo vegetal, que normalmente é jogado na pia pelas pessoas. Uma vez recolhido, o material deve ser transformado em sabão. METRO

mico é Senhor(a) ou Excelência, este último mais para funcionários, militares ou outros que exercem cargos públicos de “alta patente”. Pode-se até agregar um rapapé mais pomposo como o Ilustríssimo, Digníssimo etc. Mas “doutor”, não, senhor. Só para quem escalou a montanha acadêmica respectiva. E veja-se que ninguém reclama de ser chamado de mister (senhor) na Inglaterra, mas “Sir”, indevidamente usado por quem não tem esse título de nobreza, pode render dor de cabeça para o empavonado cidadão. Muito embora conste no manual de redação da Presidência da República a indicação de uso do doutor para “médicos” e “advogados”, isso só se explica pela falta de coragem de enfrentar esse vício cultural. Banidas as cartolas, pela moda, e as costeletas, pelo desuso, o doutor ficou meio que como uma sobrecapa, uma embalagem a diferenciar os dignatários da admiração social dos eternos condenados ao servilismo. E não se diga que isso é costume e não afeta a ninguém! Basta, só como simples exemplo, ir a uma delegacia à noite para ver o efeito que faz o termo “doutor” no contexto da prisão de um filho de um “notável” e outro não tão bem nascido. Ambos são cidadãos iguais perante a lei, mas certamente dormirão em locais distintos. Respeitabilidade, definitivamente, não está no pronome de tratamento. Eu não fiz doutorado. Não sou doutor. O tratamento de senhor, nas situações formais, já basta para demonstrar respeito se eu assim o fizer por merecer.

Bovespa - 1,91% (51.239 pts) FALE COM A REDAÇÃO

Euro + 0,85% (R$ 3,05) Selic (11% a.a.)

Salário mínimo (R$ 724)

leitor.gv@metrojornal.com.br 027/2124-3426 COMERCIAL: 027/3334-1749

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos, Campinas e Grande Vitória, somando 510 mil exemplares diários.

EXPEDIENTE

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Grande Vitória. Diretor de Jornalismo: Antonio Carlos Leite (MTB: 20074-82). Editora-Executiva: Zainer Silva. Editora: Luciana Raymundo. Coordenadora Comercial: Scheila Ramos. Diagramação: Nathália Halcsik. Sá Comunicação. Presidente: Waltinho Cavalcante. Diretor-geral: Antonio Carlos Lima.

Endereço da Redação: Avenida Presidente Costa e Silva, 60, Bairro República, CEP 29070-150, Vitória (ES) O jornal Metro é impresso na Gráfica Metro A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

40% dos veículos têm mais de 10 anos de uso

Grande Vitória. Pouco mais de 308 mil automóveis e motos foram fabricados entre os anos de 2004 e 1925 Pelo menos um a cada três veículos que circulam na Grande Vitória têm 10 anos ou mais de uso. Dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) mostram que, dos quase 762 mil carros e motocicletas que rodam hoje na Região Metropolitana, 40% foram fabricados entre os anos de 2004 e 1925 (um pouco mais de 308 mil). O percentual é considerado expressivo pelo diretor de Habilitação e Veículos do Detran-ES, Cláudio Thiago. Ele pontua que veículos antigos, além de poluírem mais, podem apresentar falhas mecânicas com mais frequência, comprometendo o fluxo do trânsito e até gerando risco maior de acidentes. Cláudio Thiago diz que é obrigação do proprietário fazer manutenção no veículo e deixá-lo em condições de trafegar. Ele destaca que o Detran não tem como garantir que todos esses carros e motos sejam vistoriados. “Seria muito caro”, explica. O diretor, contudo, garante que o Detran, juntamente com a Polícia Militar, faz intensa fiscalização para evitar que veículos sem condição de uso continuem circulando. “Nos nossos pátios, sempre chegam unidades sem condições de trafegar. Nossa fiscalização é contínua.” Thiago afirma que a Polícia Rodoviária Federal também faz um trabalho intenso de abordagem e retenção de carros e motos (quando necessário) nas estradas. “Até veículo sem seta po-

Kombi antiga circula pela Rodovia Serafim Derenzi, em São Pedro, Vitória

de ser apreendido caso o policial ou agente considere que representa risco ao trânsito. O número de acidentes causados por carros mais velhos não é tão alto justamente por causa da fiscalização”, diz. Vistoria Em relação à poluição causada por esses modelos mais antigos, o diretor diz que já está sendo feito, junto da Secretaria de Meio Ambiente, um projeto para exigir, em breve, a vistoria ambiental. Ele acredita que há uma tendência a diminuir o número de veículos antigos na Grande Vitória. “O número de veículos novos que entram no Estado a cada

| FOTOS: CHICO GUEDES/METRO GV

ano é superior à média nacional”, pontua. Quem tem carro mais antigo, no entanto, não concorda com esse critério basta para classificar seu veículo como poluidor e perigoso para o trânsito. O motorista Luiz Carlos da Silva, 52 anos, tem uma caminhonete S-10 ano 1977 e diz que o veículo está em dia. “Meu veículo é ‘velho’, mas está em bom estado de conservação”, afirmou ele, sobre o veículo que usa para fazer frete, em Vitória. FABRÍCIA KIRMSE

prietários abandonam seus carros velhos na rua. De acordo com o diretor, somente neste ano foram leiloados 6 mil veículos, incluindo carros apreendidos e abandonados. Leilão “Temos uma política ecológica de leilões, em que esses veículos, depois de 90 dias nos pátios, são leiloados e, posteriormente, descartados.” Para arrematar os lotes

Hoje, circulam na Grande Vitória, 762 mil veículos • 10 anos ou mais. Cerca de 308 mil veículos (40%) • Com 10 a 15 anos. Aproximadamente 102.220 veículos • De 15 a 20 anos. Cerca de 85.800 • Mais de 20 anos. Pouco mais de 119.800 Fonte: Detran-ES

METRO GRANDE VITÓRIA

Frota antiga causa perda de IPVA e até abandono Veículos com mais de 15 anos de uso não pagam o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores). E o fato de muitos carros e motocicletas que circulam na Grande Vitória terem mais de 10 anos de fabricação implica naturalmente numa perda de arrecadação”, afirma o diretor de Habilitação e Veículos do Detran-ES, Cláudio Thiago. Outro ponto destacado por ele é que alguns pro-

Números

de veículos ofertados em leilões realizados pelo departamento, as empresas têm de se comprometer a realizar os seguintes procedimentos: descontaminação, prensagem ou descaracterização, trituração e reciclagem dos materiais presentes nos automóveis. Para isso, essas firmas deverão ser qualificadas e possuir todas as licenças que garantem a capacidade técnica para realização dos serviços. METRO

Uma frota de carros antiga nas ruas é um risco quando o proprietário não cuida do seu veículo. Carros com manutenção em dia, porém, podem circular por muitos anos. Mas, infelizmente, o que vemos na prática é que muitos motoristas não tomam os cuidados necessários para continuar garantin-

|03|◊◊

Sanguinello. Acusados têm prisão prorrogada A prisão temporária dos empresários suspeitos de fazer parte de um esquema de fraude de compra e venda de bebidas, sobretudo vinho, foi prorrogada por mais cinco dias. O prazo para quem eles deixassem a cadeia terminou ontem. Em nota, o MPES (Ministério Público do Estado do Espírito Santo), por meio Gaeco (Grupo Especial de Combate ao crime Organizado), informou que com a manutenção da prisão, Ricardo Lúcio Corteletti, Frederico de Lima e Cristiano da Silva prestarão depoimentos nos próximos dias, com datas e horários a serem definidos. Eles, além de Silva Leone, continuam detidos no Centro de Detenção Provisória de Viana II. Por decisão da Justiça, Sandra Corteletti, esposa de Ricardo, foi liberada na última sexta-feira. De acordo com o MPES, a decisão foi tomada com base em dois motivos: ela não ser a principal gestora da empresa e ter dois filhos adolescentes. As prisões foram feitas durante operação “Sanguinello”. METRO

Cariacica. “Meu veículo é ‘velho’, mas está em bom estado de conservação, porque faço as manutenções no tempo certo” LUIZ CARLOS DA SILVA, 52, MOTORISTA DONO DE CAMINHONETE ANO 1977

Análise

Veículo exige cuidado do proprietário

{FOCO}

do a sua segurança e a dos outros. Todas as peças de um veículo têm uma vida útil. Até por volta dos seis anos, elas vão bem se feita a manutenção. Depois, a substituição fica mais frequente, e o custo começa a não compensar. É aí que muitos deixam de manter seus veículos em dia e continuam circulando normalmente. Além de riscos maiores de acidentes e panes, carros assim emitem mais poluentes. ELIAS DALVI

Engenheiro mecânico, professor da Ufes

Policial reage a assalto e deixa dois baleados Uma tentativa de assalto terminou em dois baleados em Cariacica. Pablo Rodrigues Chaves Vieira, de 21 anos, e Thiago Nascimento Vitório, também de 21 anos, tentaram assaltar um policial do Batalhão de Missões Especiais (BME) na BR 262, em Cariacica. O policial estava à paisana na motocicleta, quando os dois homens fingiram estar armados e gritaram para o policial descer do veículo. A vítima desceu já atirando e acertou os dois jovens. Eles foram socorridos e levados ao Hospital São Lucas, em Vitória. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o quadro de Pablo é estável. Já Thiago estava em estado grave até o fechamento desta ediçao. O policial foi encaminhado 4ª Delegacia Regional de Cariacica para prestar depoimento. METRO


|04|

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

As armas de cada um na CPI

Tropas de choque. Governo e oposição definem estratégias para comissão mista. Briga eleitoral deve prevalecer sobre investigação da Petrobras PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO

José Pimentel, líder do governo no Senado

Vanessa Grazziotin, aliada do governo PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO

WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO

Humberto Costa, líder do PT no Senado

Sibá Machado, defensor ferrenho do governo VIOLA JUNIOR/AGÊNCIA CÂMARA

Governo

CPMI do Cartel do Metrô é a carta na manga Uma eventual perda do controle da CPI mista da Petrobras terá como resposta imediata a abertura de investigações com foco direcionado ao PSDB. A CPI do Cartel do Metrô de São Paulo, destinada a apurar denúncias de combinação de preços entre as empresas para frau-

dar licitações, aguarda apenas a indicação dos 22 integrantes. Ao menor risco de as denúncias contra a Petrobras ganharem corpo, uma lista de nomes governistas será levada ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), para o início imediato dos trabalhos. O excesso de CPIs simultâneas, no entanto, deixa o escândalo do Metrô como um plano B. METRO BRASÍLIA

Com os holofotes da política desviados para as mais diversas direções, a CPI mista da Petrobras começa oficialmente amanhã sob desconfiança. Os trabalhos estarão dividindo a atenção com interesse diversos. O calendário estará achatado por Copa do Mundo, recesso parlamentar, convenções partidárias para a formalização de candidaturas, início das campanhas eleitorais e até mesmo as festas juninas, que atraem as atenções das bancadas do Nordeste. Se tivesse sido criada em 2 de abril, quando o pedido de aberturas das investigações foi feito, haveria pelo menos 40 dias de trabalho -- tempo hábil para alguns avanços. O cenário, porém, é de pessimismo. Tropas de choque A base governista e os partidos de oposição esperam colocar em prática estratégias com um mesmo objetivo: desgastar o adversário e colher os frutos nas urnas em outubro. A execução do plano exigiu a nomeação de integrantes que formaram verdadeiras tropas de choques. Do lado governista, os senadores José Pimentel (PT-CE), relator da CPI do Senado; Humberto Costa (PT-PE), líder do partido; Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM); e o deputado Sibá Machado (PT-AC). Pela oposição, atuarão os senadores Álvaro Dias (PSDB-PR), homem de confiança do pré-candidato tucano à presidência da República, Aécio Neves; Mário Couto (PSDB-PA), que tem perfil provocador; além dos deputados Carlos Sampaio (PSDB-SP) e Rubens Bueno (PPS-PR). Para evitar surpresas, haverá uma espécie de revezamento de expediente em Brasília para não deixar a

MARCOS OLIVEIRA/AGÊNCIA SENADO

trincheira descoberta. Titulares e suplentes do governo e oposicionistas terão a missão não de investigar as denúncias contra a Petrobras, mas vigiar para que, ao menor descuido, seja possível aprovar pedidos de convocações de testemunhas que possam incomodar. CPIs simultâneas Com o controle das duas CPIs, os partidos aliados ao Palácio do Planalto agirão para impedir que polêmicas ganhem destaque na comissão mista. Para isso, contam com 28 dos 36 titulares da comissão. As investigações das denúncias da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, por exemplo, receberá pedidos de compartilhamento sob o argumento de que novos depoimentos da presidente da Petrobras, Graça Foster, do ex-presidente da estatal Sérgio Gabrielli e do ex-diretor Nestor Cerveró dificilmente trariam novidades. A oposição -- que tem apenas oito integrantes -promete insistir em ouvi-los, e conta com o chamado “blocão”, grupo de deputados que têm atuação independente e podem trair a maioria. A reação, porém, está preparada. A primeira ameaça foi investigar o acidente da plataforma P-36, ocorrido em 2001, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. O relator da CPI mista da Petrobras, deputado Marco Maia (PT-RS), apresentará hoje como será o cronograma de trabalho. Os trabalhos devem durar 120 dias, com o relatório final sendo apresentado depois do segundo turno das eleições, já em novembro. MARCELO FREITAS

Álvaro Dias, vice-líder do PSDB no Senado

Rubens Bueno, líder do PPS na Câmara LEONARDO PRADO/AGÊNCIA CÂMARA

DIOGENIS SANTOS/AGÊNCIA CÂMARA

Carlos Sampaio, vice-líder do PSDB na Câmara

Mário Couto, crítico ferrenho da presidente Dilma LIA DE PAULA/AGÊNCIA SENADO

Oposição

Férias só depois da análise do orçamento O recesso tem data marcada: a partir de 18 de julho. Mas as férias de deputados e senadores estão condicionadas à votação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). O regimento só libera os parlamentares para o descanso após a análise do rascunho do Orçamento.

Para não dar folga a ninguém e evitar que a CPI mista da Petrobras sofra com o esvaziamento, a oposição fará obstrução da votação da LDO no plenário. Sempre que a lei for pautada, os oposicionistas dificultarão que o quórum seja atingido. Neste caso, será missão da base governista ter o número mínimo de parlamentares presentes para votar a proposta. METRO BRASÍLIA

METRO BRASÍLIA

Câmara pretende votar 38 projetos nesta semana

Plenário cheio será um desafio | GUSTAVO LIMA/AGÊNCIA CÂMARA

Em apenas quatro dias, a Câmara tentará votar 38 projetos. Os deputados foram convocados para um esforço concentrado antes do recesso parlamentar, previsto para a semana que vem. Haverá sessões de hoje até quinta-feira e o desafio será ter quórum para as votações. Pelo calendário, a Câmara não terá expediente nos dias de jogos em Brasília do Brasil na Copa do Mundo. Nas semanas seguintes, só deve haver sessões para debates, e as

faltas não serão consideradas. Em julho, nas duas primeiras semanas, as sessões serão apenas nas terças e quartas-feiras. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pediu compromisso dos colegas para estarem em Brasília. O Senado ainda não divulgou como fará seu esforço concentrado. Mesmo pelos dias parados, os parlamentares receberão o salário normalmente. METRO

Pauta Veja algumas propostas que estão na pauta da Câmara • Plano Nacional de Educação. Votação dos destaques ao texto principal. • Orçamento impositivo. Obriga a União a pagar as emendas parlamentares. • Cassação.

Torna a perda de mandato automática após condenação de crimes contra a administração pública. • Microempresas. Revisão dos limites de adesão ao Simples nacional. • Laboratórios. Proíbe pesquisa e testes com animais.


|06|

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Dilma vai ao Rio e enfrenta protestos ‘Mais educação’. Durante visita da presidente, que inaugurou obras inacabadas, professores fizeram dois protestos e criticaram os gastos com a Copa do Mundo A visita da presidente Dilma Rousseff ao Rio para inauguração de obras para a Copa foi marcada ontem por protestos de professores das redes municipal, estadual, que estão em greve. Eles criticam os gastos públicos com a Copa e pedem mais investimentos na educação. O primeiro ato foi realizado na solenidade de inauguração do corredor de ônibus expresso BRT Transcarioca, que vai ligar o Galeão à Barra da Tijuca. Trabalhadores que estavam na plateia aplaudindo Dilma disseram ao jornal “Folha de S. Paulo” que receberam uma diária de R$ 140 de empreiteiras para ir ao evento. No Galeão, Dilma inaugurou uma obra inacabada no terminal 2. Apenas o embarque internacional do terminal está pronto. O setor de desembarque está com obras inacabadas e não ficará pronto para a

Cerimônia, em Madureira, foi acompanhada por sambistas | DANIEL MARENCO/FOLHAPRESS

Copa do Mundo. Durante o evento, a presidente pediu hospitalidade aos turistas e ressaltou que o evento deixará um legado de obras

para a população. Depois, Dilma seguiu para o conjunto de favelas de Manguinhos, onde aconteceu a cerimônia de entrega de 564 unidades

habitacionais que estão inacabadas. Lá um outro protesto foi realizado. A PM impediu que os manifestantes tivessem acesso à área do evento. METRO

SP tem metade da chuva prevista São Pedro não colaborou com São Paulo para o aumento do volume do sistema Cantareira no mês passado. Segundo medição da Sabesp, em maio, choveu apenas 44,8% da média histórica para o período na região metropolitana. Por causa disso, o nível do Cantareira tem registrado sequências de queda, mesmo com o uso do chamado volume morto. A reserva técnica de 400 milhões de metros cúbicos que fica no fundo dos reservatórios começou a ser usada no último dia 16. O reservatório fica situado abaixo das comportas das represas do sistema e acrescentou 18,5 pontos porcentuais ao volume útil. Ontem, mesmo com o uso do volume morto, o nível do Cantareira caiu de 24,9% para 24,8%. Segundo a Sabesp, desde o início da utilização da reserva, o nível do Cantareira, que abastece mais de 8 milhões de pessoas na Grande São Paulo, caiu 1,9 ponto percentual. A crise hídrica também afetou o nível dos reservatórios de outros sistemas que fornecem água para a região metropolitana. O índice do sistema Alto Tietê, que abastece a zona leste e outros municípios da Grande

Água do volume morto começou a ser usada no dia 16 de maio | LUIS MOURA/FOLHAPRESS

400

milhões de metros cúbicos é o volume da reserva técnica utilizada para abastecer o sistema Cantareira. São Paulo, registrou ontem 30,8% de sua capacidade. Na mesma data em 2013, esse índice era de 63,4%. Já o Guarapiranga, responsável pela zona sul, atingiu 74,1% de sua capacidade. No dia 1º de junho de 2013, o re-

servatório tinha 84,6%. Segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB), 1,6 milhão de pessoas que eram abastecidas pelo Cantareira agora estão recebendo água dos sistemas Guarapiranga e Alto Tietê. Até setembro, serão 2,1 milhões. Previsão Depois de um final de semana com temperaturas mais altas, uma frente fria que chegou ontem à cidade poderá causar recordes negativos de temperatura.

O frio vai ficar mais intenso a partir hoje na capital. As temperaturas variam entre 11ºC e 18ºC e pancadas de chuva e trovoadas podem atingir a cidade de forma isolada. Amanhã não há previsão de chuva, mas a temperatura cai ainda mais. A mínima deve ficar em torno dos 9ºC e a máxima não deve passar dos 17ºC. O recorde de frio do ano ocorreu em 27 de maio, quando o Inmet registrou 11,5ºC. METRO

‘Nenhum legado é da Copa. Todos são do povo’ O prefeito Eduardo Paes e a presidente Dilma Rousseff assinaram ontem, na cerimônia de inauguração do BRT Transcarioca, a liberação de R$ 3,017 bilhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para obras de infraestrutura na cidade. Esse valor será usado em projetos que integram o legado dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016: corredor BRT Transolímpica; ligação entre os BRTs Transolímpica e Transbrasil; trecho Alvorada-Jardim Oceânico do BRT Transoeste; duplicação e ciclovia do Elevado do Joá; ciclovia da avenida Niemeyer; túnel da Via Expressa, ligando a atual avenida Rodrigues Alves à Praça XV; e urbanização dos acessos e do entorno do Parque Olímpico e do estádio do Engenhão.

Segundo Dilma, as obras que estão sendo inauguradas agora, como o BRT e as reformas de aeroportos, não são para a Copa, mas para o povo. “Diziam que a Copa do Mundo não tinha legado nenhum. Eu pessoalmente acho que nenhum legado é da Copa. Todos os legados são do povo brasileiro. Não estamos fazendo aeroportos para a Copa, mas para todos os brasileiros. Por acaso, eles serão usados na Copa.” O Transcarioca começa a operar hoje, entre as estações Alvorada, na Barra, e Tanque, em Jacarepaguá, das 10h às 15h. A linha, que ligará o terminal Alvorada, na Barra, ao Galeão, começa a operar na quarta-feira, das 5h às 23h, e fará parada em quatro estações, entre elas, Vicente de Carvalho, para integração com o metrô. METRO COM AGÊNCIAS

MA. Greve de Santa Teresa. ônibus pode Quase 3 anos continuar hoje sem Bondinho A greve de ônibus em São Luís, no Maranhão, chegou ontem ao 11º dia de paralisação. Como ainda não houve acordo entre os grevistas, empresários e a prefeitura, a previsão é de que a frota continue 100% paralisada hoje, segundo o presidente do sindicato dos rodoviários do Maranhão Gilson Coimbra. A frota de ônibus na capital do Estado corresponde a 1.185 veículos que atendem a 740 mil usuários por dia. O movimento grevista começou no dia 22 de maio, após uma série de reuniões entre os sindicatos do setor. Apesar da mediação do MPT-MA (Ministério Público do Trabalho) do Maranhão, não houve consenso sobre o reajuste salarial de 11% reivindicado pela categoria. Os empresários e a prefeitura afirmam não ter condições de fazer o reajuste. Pelo descumprimento da decisão do TRT-MA de manter 70% da frota em circulação, o sindicato da categoria já acumula mais de R$ 672 mil em multas pelos dias em que não circulou o mínimo estabelecido pela Justiça. METRO

O bonde de Santa Teresa descarrilou, tombou, matou cinco e feriu mais de 50 pessoas. Parece que foi ontem, mas esse acidente já aconteceu há dois anos e dez meses. Até hoje, as obras do bondinho não terminaram O bairro é muito procurado por turistas, o que agrava a situação, ainda mais às vésperas da Copa. No início das obras, em novembro do ano passado, a Secretaria de Estado da Casa Civil disse que o bondinho voltaria a funcionar em junho, antes da Copa do Mundo, mas depois mudou o prazo para julho. Mais uma vez a data foi prorrogada. Em nota, a secretaria informou que o sistema de bondes voltará a Santa Teresa em agosto, de modo experimental, com o primeiro trecho de apenas 1.330 metros. A secretaria afirma ainda que o governo disponibiliza uma van, 24 horas por dia, para transportar os moradores e os turistas. Outro problema presente no cotidiano dos moradores de Santa Teresa é a violência. De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública, em março, houve 604 casos de roubos na região. METRO RIO


GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

Feira traz opções para quem quer empreender Oportunidade. Setor de franquias cresceu 11,9% em 2013 e gerou 1 milhão de empregos Um setor que empregou diretamente mais de 1 milhão de pessoas em 2013, as franquias terão esta semana em São Paulo (SP) um espaço de busca de oportunidades para quem planeja empreender. Com mais de 480 expositores filiados à ABF (Associação Brasileira de Franchishing), a feira ocorre em um momento favorável ao setor. O faturamento no ano passado bateu R$ 115,6 bilhões, um crescimento de 11,9% em relação a 2012. O número de redes em operação aumentou 11,4%, para um total de 2.703, com o surgimento de 277 novas marcas. Os dados colocam o Brasil na frente dos EUA e na terceira posição mundial, atrás apenas de China e Coreia do Sul.

Número de visitantes cresceu 20% com relação a 2013

Entre as microfranquias, aquelas com investimento inicial de até R$ 80 mil, o crescimento em 2013 foi de 14%, segundo a entidade.

| STUDIOF/DIVULGAÇÃO

‘Trabalhe muito’ A quem planeja investir no setor, o diretor de microfranquias da ABF, Edson Ramuth, aconselha: “É im-

portante escolher um negócio com o qual se identifique, não apenas pela lucratividade”. Apesar dos números favoráveis, Ramuth explica que nenhuma franquia dá garantia certa de rentabilidade. “Tem mais a ver com o desempenho, é preciso trabalhar muito”, diz. “É diferente de aplicar dinheiro no banco”, adverte. Ele também sugere um cuidado adicional: verificar se o negócio é filiado à ABF. Segundo ele, as empresas associadas passam por uma comissão de ética, precisam apresentar documentação e estar adequadas à lei de franquias. A ABF espera um crescimento de 10% no faturamento em 2014. O evento ocorre entre quarta e sábado no Expo Center Norte. METRO

Crise. Governo pode injetar Aposentadoria. Brasileiro R$ 5 bilhões para estimular quer seguir trabalhando aquisição de veículos novos A maioria dos brasileiros O número inclui profisEm função da crise decorrente da queda nas exportações e nas vendas, um pacote do governo pode incluir a injeção de R$ 5 bilhões para financiar a compra de carros novos no país. De acordo com o jornal “Folha de S.Paulo”, a ideia é usar parte do dinheiro que os grandes bancos são obrigados a reter no BC, o chamado “compulsório”, e direcioná-lo para que bancos de montadoras ampliem seus

empréstimos. A maior parte das montadoras é dona de instituições financeiras e responde por 60% do crédito para veículos. Queda O licenciamento de veículos novos no Brasil recuou 6,7% em maio, até o dia 29, com relação ao mesmo período de abril. A média de emplacamentos por dia útil caiu 10% sobre 2013. METRO

não planeja deixar de trabalhar depois da aposentadoria, segundo um estudo global que entrevistou 16 mil pessoas em 15 países. O levantamento, realizado pela Transamerica Institute, organização sem fins lucrativos, em parceria com a seguradora Aegon e a consultoria Cicero, aponta que 51% dos brasileiros pensam em seguir trabalhando depois da idade limite em regime de meio período ou com contratos temporários.

sionais que planejam seguir trabalhando de forma temporária (30%) e os que pensam em fazer isso ao longo de todo o período da aposentadoria (21%). Outros 16% disseram que continuarão a trabalhar da mesma maneira que fazem hoje após a idade de aposentadoria. Só 24% dos brasileiros disseram que planejam parar completamente de trabalhar. O estudo ouviu 900 profissionais e 100 aposentados no Brasil. METRO

{ECONOMIA}

|07|◊◊

Empreendedorismo

BRUNO CAETANO BRUNO.CAETANO@METROJORNAL.COM.BR

PARA LUCRAR COM COPA E DIA DOS NAMORADOS Não é nenhuma novidade o comércio aproveitar datas comemorativas e eventos para impulsionar as vendas. No entanto, este ano ocorre uma situação singular: 12 de junho, além de ser o Dia dos Namorados, é o início da Copa do Mundo. Surge então a dúvida: para qual acontecimento direcionar esforços e organizar a loja? É possível encontrar o equilíbrio e chamar a atenção do público investindo nas duas paixões, ou seja, namorados e futebol. Isso vale para a variedade de produtos, decoração do estabelecimento e cálculo do estoque. Com a Copa, o verde-amarelo domina. Já o Dia dos Namorados exige clima de romantismo, com corações e flores, por exemplo. Oferecer artigos com esses dois motivos é uma boa opção e a vitrine pode exibir uma mescla de itens com tais ideias e que se complementem. É interessante também fazer alusão a outras seleções por meio de camisetas, bótons, lenços ou aventais usados pelos funcionários ou elementos que enfeitem o estabelecimento. Porém, lembre-se de mudar o visual às vésperas da data, assim a loja se renova e surpreende o cliente. Uma outra estratégia é apostar na venda cruzada. Significa oferecer um mix de produtos em que a compra de um induza à compra do segundo e terceiro como calça, sapato e camisa. No setor de serviços de beleza, por exemplo, o pacote formado por corte de cabelo, escova, mão e pé é bem-vindo. Como datas especiais costumam alterar a rotina do estabelecimento, é preciso dar atenção ao estoque. Não pode faltar nem sobrar mercadoria, por isso é importante estimar qual será a demanda. Analise o histórico de vendas de anos anteriores, veja se convém só manter o catálogo ou fazer acréscimos (itens sazonais). Além de comparar com a mesma data do ano anterior, estude como está o movimento desde janeiro. É uma forma de saber se houve mudança de tendência. Divulgue seu negócio. A internet é eficiente e tem baixo custo. Ative o banco de dados, use e-mail marketing e redes sociais. Tenha uma pessoa preparada para cuidar disso, postando conteúdo e interagindo com o público com rapidez e tato. Assim o resultado na web será melhor. Essas são apenas algumas dicas. Com criatividade, bom senso e foco na qualidade, o varejista pode explorar de maneira proveitosa os dois eventos. Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. O Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em www.sebraesp.com.br

Xangai. Banco do Brasil abre agência na China O Banco do Brasil inaugurou em Xangai, na China, a primeira agência de um banco latino-americano no país asiático. De acordo com o BB, o banco foi o primeiro

da América Latina a obter licença para atuar na China. O banco tem um escritório de representação desde 2004 na cidade chinesa. METRO


|08|

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO

Preso suspeito de ataque na Bélgica A polícia francesa prendeu em Marselha um homem de 29 anos suspeito de envolvimento no ataque que matou quatro pessoas no Museu Judaico de Bruxelas no dia 24 de maio, disseram autoridades ontem. O presidente da França, François Hollande, disse que o homem, um francês identificado como Mehdi Nemmouche, foi preso ao chegar ao país de Amsterdã, na Holanda. A Justiça belga confirmou a detenção. Segundo Hollande, a FranPalestina

ça está determinada a fazer tudo o que puder para impedir ataques. “Vamos monitorar esses jihadistas e nos certificar de que, ao voltar de uma luta que não é deles e definitivamente não é nossa, eles não façam mal algum”. Nemmouche esteve durante 2013 na Síria com grupos jihadistas, de acordo com uma fonte próxima à investigação, e já havia sido fichado pelos Serviços de Inteligência e preso cinco vezes. O promotor francês Tailândia 1

François Molins disse que na última vez em que foi preso, Nemmouche revelou “proselitismo (islâmico) extremista”. Segundo ele, “três semanas após ser libertado, em dezembro de 2012, o homem viajou para a Síria”. Ele foi detido sob suspeita de “homicídio e tentativa de homicídio em conexão com ato terrorista”. Ao ser preso, ele levava armas e usava roupas semelhantes às usadas no ataque em Bruxelas. METRO Tailândia 2

Netanyahu critica governo palestino

Governo sufoca protestos

Golpe derruba reservas aéreas

O premiê israelense, Binyamin Netanyahu, fez um apelo ontem para que os países não reconheçam o novo governo palestino. “A comunidade internacional não deve abraçar (o Hamas, que compõe o governo). Isso não reforça a paz”, disse. METRO

Cerca de 5,7 mil soldados e policiais foram mobilizados para sufocar protestos contra o golpe ontem em Bancoc, capital da Tailândia. O exército tailandês, que assumiu o país em 22 de maio, baniu reuniões políticas de 5 ou mais pessoas no país. METRO

O golpe militar na Tailândia provocou uma queda no número de reservas de passagens aéreas para o país. Um dia após o golpe houve 5 mil cancelamentos de reservas. O setor de turismo representa cerca de 10% da economia tailandesa. METRO

EUA interceptam fotos, diz jornal Vigilância. Segundo reportagem do ‘New York Times’, NSA obtém imagens de e-mails, mensagens de texto e redes sociais A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos EUA intercepta diariamente uma enorme quantidade de fotografias pessoais em trocas de mensagens, segundo reportagem publicada ontem pelo jornal norte-americano “The New York Times”. De acordo com “documentos ultra-secretos” mencionados pelo “Times”, a NSA usaria as imagens obtidas em programas sofisticados de reconhecimento facial. Os documentos revelam ainda que as imagens são obtidas em e-mails, mensagens de texto, redes sociais, videoconferências e outros tipos de comunicação. Após anos tendo como foco comunicações escritas e verbais para identificar suspeitos e alvos de inteligência,

Sede da NSA: agência coleta ‘milhões de fotos’ todos os dias | DIVULGAÇÃO

a NSA dá, segundo os documentos, a mesma importância agora a fotos de rostos, impressões digitais e outros tipos de identificação. Do total de “milhões de fotos” coletadas diariamente, 55 mil têm qualidade suficiente para o uso em téc-

nicas de reconhecimento facial, segundo os documentos de 2011 vazados pelo ex-analista da agência Edward Snowden. Essas imagens representariam “um enorme potencial inexplorado”, como revelam os documentos. METRO


GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{BELEZA

|09|◊◊

Make up liberado?

Crianças. Uso de maquiagem nos pequenos requer cuidados. Veja quais produtos devem ser usados e quais devem ser evitados

Produtos inadequados podem causar alergias | PATRICIA STAVIS/FOLHAPRESS

O uso de maquiagem em crianças é sem dúvida, um tema muito polêmico. Ao ver a mãe usando os produtos, a menina logo quer imitar, mas o uso de rímel, sombra, gloss, blush e batom ultrapassam o aspecto visual e podem ter sérios impactos na saúde das crianças. Segundo o dermatologista João Paulo Junqueira Magalhães Afonso, o uso de maquiagem não é recomendado para crianças com menos de 6 anos devido à falta de entendimento delas quanto aos cuidados de não esfregar os olhos

com o produto aplicado ou até mesmo de ingeri-los. A partir dessa idade, maquiagens “recreativas” desenvolvidas para este público podem ser utilizadas com cautela. “Deve-se sempre evitar substâncias muito próximas aos olhos, como rímel e sombras. Elas oferecem grandes riscos de irritações”, explica. Ainda de acordo com o médico, a pele das crianças, assim como todo seu organismo, não está plenamente desenvolvida e não tem uma barreira de defesa completa. Isso a torna mais sensível e facilita o surgimento

de alergias que podem, inclusive, ser definitivas. Entre as opções menos nocivas, estão às linhas desenvolvidas para o público infantil compostas por diferentes fórmulas com substâncias hipoalergenas e de fácil remoção, oferecendo assim menos riscos que as maquiagens comuns. Contudo, sempre se deve valorizar produtos registrados e com selos de certificação de órgãos governamentais competentes. Estes produtos terão a indicação de idade segura para sua utilização e contraindicações. PORTAL DA BAND

+ PLUS

Saúde

Fique atento

Crianças não podem usar batom de adulto. Elas podem desenvolver algum tipo de reação alérgica ao produto


2 azz |10|

No ritmo do

CULTURA

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Festival. Santa Jazz animará as noites frias de Santa Teresa de 6 a 8 de junho. Uma das atrações mais esperadas é o violonista e compositor de jazz Jean Luc Ponty, que se apresenta no sábado

bossa e da

nova

FOTOS: DIVULGAÇÃO

A MÚSICA VAI ROLAR • Data: 6 a 8 de junho (de sexta-feira a domingo) • Local: Centro de Eventos, Santa Teresa

• Entrada: R$ 20 (sexta e sábado à noite). Entrada franca no sábado e domingo durante o dia • PROGRAMAÇÃO: Sexta-feira 20h - Abertura Oficial 21h - Wagner Tiso e Osquestra Sinfônica do ES (MG/ES) 22h30 - Paulo Simonassi e Robson Fernandes 24h - Bryan Lee e Mitch Kashmar com participação de Igor Paulo Blues Band (USA/BRA)

On-line

Por Spike Lee O diretor americano vai dirigir um show do cantor Pharrell Williams (foto), que vai acontecer amanhã. A apresentação terá transmissão ao vivo na internet, através do YouTube.

Sábado 11h - Abertura dos portões 12h - Alma Capixaba, Pedro Alcântara e Banda da Polícia Militar 13h30 - Duofeel

19h30 - Dudu Lima e Carlos Malta (MG/RJ) 21h - Raul de Souza (RJ) 22h30 - Jean Luc Ponty (França) 00h30 - Blues Etílico

Os clássicos da música invandem Santa Teresa comandado por músicos experientes. O fim de semana do Santa Jazz, que rola de 6 a 8 de junho no município da região Serrana, será regado a muita música, boa gastronomia e vinho. Este ano, o festival de jazz e bossa nova, que vem se consolidando como um dos eventos mais importantes do gênero no Estado, espera um público recorde de cerca de 24 mil visitantes durante os três dias. Entre as 12 atrações previstas, o destaque fica por conta do francês Jean Luc Ponty, violinista e compositor de jazz reconhecido mundialmente, que se apresenta na noite de sábado. “Esse deve ser o ponto alto do festival, mas vale destacar que todas as atrações são de alta qualidade, teremos grandes nomes todos os dias”, afirmou o organizador do evento, José Olavo Médici. Médici assinalou que, na edição deste ano, um outro destaque é a infraestrutura, que, segundo ele, será muito melhor do que nos dois anos anteriores. “As pessoas elogiaram as estruturas anteriores, mas vão se surpreender ainda mais com a deste ano”, garante. Segundo ele, haverá pelo menos 1.320 lugares nos 11 restaurantes disponíveis para os visitantes, uma área coberta com mil cadeiras de frente para o palco, uma loja de vinho e uma chopperia dentro do espaço do evento, e serão instalados mais banheiros. “Tudo para oferecer conforto ao público que frequenta o festival”. O organizador ressalta que o Santa Jazz tem um objetivo muito maior do que ser um evento de música. “É um instrumento de fortalecimento do turismo na região dos imigrantes, especificamente Santa Teresa. Por meio da boa música e de uma ótima estrutura, queremos cada vez mais atrair também gente de fora do Estado, ganhar reconhecimento nacional e gerar movimento na economia da cidade”. Para o prefeito de Santa Teresa, Claumir Zamprogno, o evento tem tudo para atrair cada vez mais gente interessada em boa música e em curtir também as atrações da cidade. “O Festival chegou para ficar e a comunidade de Santa Teresa o recebeu de braços abertos. Além de ser uma grande oportunidade de termos música de altíssima qualidade em nossa cidade. O público do Santa Jazz é diferenciado e movimenta a economia do nosso município”, ressalta o prefeito municipal. FABRÍCIA KIRMSE METRO GRANDE VITÓRIA

Toques de maestria

Domingo 11h - Abertura dos portões 13h - Brasilidade Geral e Chico Pinheiro 14h30 - Marcos Valle (RJ)

Muito música no palco principal

Um dos destaques do Santa Jazz este ano, Jean Luc Ponty é um músico, violinista e compositor francês de jazz. Estudou como violinista clássico profissional no Conservatoire National Supérieur de Musique de Paris. Sua atração pelo jazz surgiu com as músicas de Miles Davis e de John Coltrane. Trabalhou com Stephane Grappelli, a Mahavishnu Orchestra de John McLaughlin, Frank Zappa, e lançou diversos discos nos anos 70, 80 e 90. Foi pioneiro na utilização de um violino elétrico a cinco cordas, equipado de uma corda baixa afinada em Dó. Utilizou também um violino elétrico a seis cordas chamado Violectra, com baixos em Dó e em Fá. METRO


GETTY IMAGES

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

JULIA ROBERTS Respeitada em Hollywood, a atriz ganha cada vez mais admiração dos críticos com suas atuações. Uma delas é a de Barbara Weston no filme ‘Álbum de Família’, que acaba de ser lançado em DVD e Blu-ray

‘FOI MINHA MELHOR EXPERIÊNCIA’ Se há uma celebridade em Hollywood que é querida e respeitada, essa é Julia Roberts, que conseguiu demonstrar pelo seu trabalho um crescimento constante em sua carreira. Desde “Magnólias de Aço”(1989) e “Uma Linda Mulher”(1990) até “Álbum de Família” – que lhe valeu uma nomeação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante e chega agora em DVD e Blu-ray – ela vem demonstrando sua maturidade como atriz na tela grande. Um filme consegue te deixar esgotada? Nunca em toda a minha vida eu havia trabalhado tão duro, e isso porque já dei à luz a três filhos. Me lembro que na primeira vez que pude ver a obra original no

teatro simplesmente me apaixonei. Quando me sentei na cadeira e vi a peça, pensei: “Minha vida nunca mais será a mesma”. Depois de um tempo, posso dizer que o trabalho do elenco para transformar isso num filme foi incrível. Como não se sentir minimizada com tantos atores de primeira linha? Esse é um ponto interessante. Cada um teve que trabalhar muito em seus personagens para estar no mesmo patamar. Meryl (Streep) não apenas é sublime em seu trabalho, é também uma mulher muito charmosa. Além de saber o que precisa para ser uma grande atriz, ela também sabe ser uma grande pessoa.

Esse é seu melhor filme? Creio que foi a melhor experiência como atriz na minha vida. Como espectadora, qual foi a sua cena favorita? A que se passa na estação de ônibus, quando Benedict Cumberbatch (Little Charles) chega ao povoado e é recebido por seu pai, que é interpretado por Chris Cooper. É uma cena muito dramática sobre o que significa o amor de um pai frente aos fracassos de seu filho. Há uma ternura combinada com muita testosterona, mas delicadamente interpretada por grandes atores. GABRIELA ACOSTA SILVA

gabriela.acosta@publimetro.com.mx


|12|

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES}

Aplicativo faz celular virar aparelho auditivo

Os invasores

Leitor fala

Ética

Tenho acompanhado quase todas as edições do Metro e parabenizo a toda equipe que com ética, responsabilidade e compromisso com a verdade tem agregado muito aos leitores da Grande Vitória. ANDERSON ROCHA

Cruzadas

Fim de semana

Tenho aproveitado, todo fim de semana, as dicas que vocês do Metro dão. Fica mais fácil de ler e de se programar. CARLINHOS ITÁLIA

Ferramenta. App uSound foi desenvolvido por estudantes de Engenharia argentinos A utilidade dos aplicativos, definitivamente, não tem limites. Com eles, é possível até transformar o telefone celular em aparelho necessário a pessoas com problemas de audição. A invenção é de estudantes argentinos, e o app uSound já está disponível para usuários do sistema Android. De acordo com os universitários, o objetivo foi ajudar as pessoas que têm esse tipo de deficiência e que não podem compra um aparelho auditivo. E eles pesquisaram: só uma em cada 40 pessoas pode fazer essa aquisição. Com o aplicativo, o smartphone, fones de ouvido, Bluetooth ou cabo, a

Cigarro

Bom ler, no Metro, que as prefeituras têm ajudado os cidadãos a deixarem de fumar. Já separei a página para entregar ao meu cunhado. Valeu!

pessoa consegue potencializar a audição a um custo aproximado de US$ 30 (pouco mais de R$ 60) por ano. Já um um aparelho real pode custar até US$ 2 mil, segundo os próprios pesquisadores. Os desenvolvedores estudam na Universidade Católica de Santiago del Estero, localizada em San Salvador de Jujuy, a 1.500 km ao norte da capital, Buenos Aires. Depois da criação do uSound, o grupo já participou de uma competição internacional (Cup da Microsoft) e foi selecionado. O aplicativo já está disponível na Google Store e pode ser usado gratuitamente por 30 dias. METRO

ZILDA BARCELLOS

Metro Pergunta

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metrogv Qual é sua principal reivindicação para a Grande Vitória? Conte para a gente!

Metro web Para falar com a redação:

leitor.gv@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Sudoku

Recurso pode ser usado de graça por 30 dias

Horóscopo

| REPRODUÇÃO/INTERNET

A expressão de sentimentos estará mais intensa. Cuide para que impulsos não atrapalhem as convivências. Diversões estarão acentuadas.

por isso.

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Situações da família são propensas a tomar sua atenção com mais intensidade. Cuide para não se desligar de outros assuntos

nas relações.

manter-se apegado.

individualistas.

A Lua está em seu signo, o que intensifica sua espontaneidade e mesmo alguns impulsos ao se expressar. Evite posturas Ponderações serão essenciais antes definir assuntos profissionais. Dê tempo e seja estratégico antes de certas ações.

Propensões para dedicar mais empenho a novos estudos e para dobrar a atenção aos que já se dedica. Evite a desatenção

Retomar contato com os amigos será essencial. Evite implicar com manias sem importância que fazem parte da conduta de certas pessoas.

Este é um bom momento para refletir sobre as coisas que são realmente úteis e aquelas que não têm a necessidade de

O dia recomenda paciência para lidar com costumes que - mesmo sendo antiquados - não mudarão da noite para o dia em certas pessoas.

exercitar sua fé.

Período positivo para desenvolver conhecimentos capazes de auxiliá-lo, mesmo a longo prazo. Momento para

Momento especial para se dedicar à terapias, espiritualidade, exercícios físicos, artes, meditação e o que possa revitalizar energias. Compreender as diferenças de opiniões é sempre um primeiro passo para lidar com pessoas que convivemos e menos difícil do que parece.

na vida afetiva.

Nunca é demais surpreender quem gostamos com romantismo, retomada de hábitos especiais e ações prestativas

Soluções


GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|13|◊◊

Felipão: ‘Não gostei de nada’ Coletivo. Técnico diz que time titular deu muita liberdade ao reserva no treino. Seleção está em Goiânia, onde enfrenta o Panamá, amanhã Sem Thiago Silva, Paulinho e Fernandinho, poupados para aprimorar a forma física na Granja Comary, em Teresópolis, a Seleção Brasileira seguiu ontem para Goiânia, onde enfrenta o Panamá, amanhã, às 16h, no Serra Dourada, no primeiro dos dois amistosos preparatórios para a Copa. O técnico Luiz Felipe Scolari criticou o time após o coletivo, que acabou com a vitória dos titulares por 3 a 2: “Não gostei de nada. Muita liberdade, muito contra-ataque, uma série de detalhes que não é o normal da Seleção”, disse o treinador ao Esporte Espetacular, da Globo. Hernanes foi confirmado no lugar de Paulinho e o Brasil deve enfrentar os panamenhos com: Julio Cesar; Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz

“Não gostei do treino, não gostei nada. Tudo errado. Muita coisa errada. Muita liberdade, muito contra-ataque, uma série de detalhes que não é o normal da Seleção.”

3 ESPORTE

FELIPÃO

Gustavo, Hernanes e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. O treino da tarde foi cancelado e os jogadores participaram de um churrasco ao lado dos familiares, ontem, na Granja, antes do embarque para Goiás, às 19h. Depois do Panamá, o Brasil enfrenta a Sérvia, sexta-feira, no Morumbi, no último amistoso antes da esteia na Copa, dia 12, contra a Croácia, no Itaquerão. METRO RIO

Fórmula indy

Castroneves vence a 1ª O brasileiro foi o ganhador da segunda prova da rodada dupla no circuito de Detroit. Com o resultado, Helinho é o 3º na classificação geral. Fred e Jefferson: os ‘cariocas’ no time de Felipão, que reprovou a atuação da equipe no coletivo | RAFAEL RIBEIRO /DIVULGAÇÃO


1954

1950

1938

1934

1930

Os pôsteres das Copas (1930-1974)

14

Uma revolução. Feita em 6 camadas, contendo bexiga de látex natural e impressão com tinta de poliuretano resistente, a bola também foi criticada por ser leve. Além da estampa, tinha a base perolizada, deixando de lado o padrão branco

FEVERNOVA

Cafu foi o responsável por erguer a taça do quinto título brasileiro

ESPORTE

o e Co ã p

02 - Ja 6 - Méx

O bicampeonato dos argentinos tem um culpado: Diego Maradona. ‘El D10s’ anotou contra a Inglaterra o que, para muitos, foi o gol mais antológico das Copas

M 0 éx

Foi a primeira bola totalmente sintética, o que a tornou à prova de água. A decoração era feita com desenhos triangulares inspirados na arte asteca

AZTECA

198

nh ma a

Lato, da Polônia, foi o artilheiro com 7 gols

O modelo era uma evolução da bola da Copa anterior, porém mais impermeável. Continuava com 32 gomos – 12 pentágonos (pretos) e 20 hexágonos (brancos)

TELSTAR DURLAST

África

Também com 32 painéis, o estilo decorativo que criou um padrão de doze círculos e virou a queridinha da molecada

TANGO

- Argen

Revestida com espuma de polietileno, recebeu queixas de goleiros por conta da instabilidade em superfícies úmidas. O nome partia do termo “quest”, que indicava a busca por estrelas

QUESTRA

E 4 U 9

A instabilidade no momento do chute gerou queixas dos boleiros. Com 8 gomos soldados pelo calor, foi decorada com 11 cores – simbolizava o número de jogadores de uma equipe e, também, de idiomas oficiais do país anfitrião

JABULANI

Com nome e desenho que tiveram inspiração na história antiga da Itália, a bola também foi usada na Euro de 1992

ETRUSCO UNICO

- Itá 0 9

Com 14 gomos em formato orgânico, uma novidade, o nome da bola do Mundial alemão significa “espírito de equipe”. Quem se deu bem nesse espírito foi a campeã Itália

TEAMGEIST

- Alem

2010 -

19

2006 19

19

ico

ident c O al

l 20 Su

do a i e r tina

197

lia

1978

O artilheiro Kempes, 6 gols, ajudou a Argentina a conquistar seu primeiro título

Na ‘Era dos smartphones’, a Brazuca é a convidada de honra da Copa da tecnologia, que terá sensor na linha do gol e chip na bola

8 - Fr a

Além de ser a primeira colorida, também era feita com um novo material sintético: uma espuma feita de microcélulas de gás, que distribuíam energia igualmente quando chutada

TRICOLORE

Romário conduziu o Brasil ao tetra, acabando com um jejum de 24 anos

- Br 4 1

Espa 2

Paolo Rossi conduziu a Itália ao tri e, para isso, fez os 3 gols que eliminaram o poderoso time do Brasil

1994

1990

1986

1982

1978

Os pôsteres das Copas (1978-2014)

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

Pela primeira vez na história, os torcedores puderam ajudar a escolher o nome da bola e Brazuca ganhou das concorrentes Bossa Nova e Carnavalesca. A bola da Copa brasileira tem 6 painéis em forma de hélices, unidos por um processo que utiliza calor e dispensa costuras. Também usa material que a deixa mais estável

BRAZUCA

20

A

198

ha n a

74 - Ale

Sul o d

1 99

il s a a ç n

a h n

ico


S 54 - uí

Marcou a nova geração das bolas. Fabricada pela Adidas, usava 32 gomos que deixava a bola mais redonda. Foi também a primeira a receber um nome especialmente para a Copa do Mundo e, de presente, ganhou o tri do Brasil

Urug 0

Kocsis, da Hungria, anotou 11 gols

195 - It 34 ál

uai

História

O segundo Mundial também teve modelo de couro e 12 gomos, com câmara de ar. Esta foi a primeira Copa com eliminatórias. O motivo foi a alta procura de inscrição das seleções

FEDERALE-102

Era muito parecida com as das outras Copas, com 12 gomos. Leônidas da Silva foi o artilheiro, com sete gols. Um deles, contra a Polônia, ele fez sem chuteira, que rasgou no lance por conta da chuva

ALLEN

8 - Fr a

- Inglat

TANGO ESPAÑA

Foi a última com couro para um Mundial. Era feita de uma mistura de material sintético com costuras especiais para minimizar o aumento de peso na chuva. O desenho era similar à anterior

Ora, bolas!

0 - Br

DUPLO T

A bola era de fabricação nacional. Também era de couro e tinha 12 gomos, mas o seu diferencial era uma câmara inflada como as de hoje, com válvula para enchimento, dispensando abertura e cadarço

A última antes da “Era Adidas”, a bola de 24 gomos também marcou o adeus dos modelos com circunferência irregular

CHALLENGE 4-STAR

Protagonista. Da pelota de couro com câmara de ar usada no Uruguai, em 1930, à Brazuca hi-tech de 2014, conheça a evolução da bola ao longo das Copas

Sim, os dois modelos foram usados na final entre Uruguai e Argentina. Cada time tinha a sua e cada bola participou de um tempo do jogo. Eram de couro, com 12 gomos e câmara de ar

TIENTO E T-MODEL

A bola de 18 gomos apareceu nesta edição. Também foi a primeira com padrão Fifa, que regulamentou peso e diâmetro dos modelos usados em suas competições

SWISS WC MATCH BALL

O Mundial ficou marcado por ser o primeiro transmitido para mais de 60 países. No Brasil, a ‘novidade’ chegaria 14 anos depois

MR. CRACK

Foi com ela que o Brasil conquistou o segundo troféu. Mas a bola chilena, com dez gomos, não agradou, porque absorvia água. Após o jogo inicial entre Chile e Suíça, modelos europeus chegaram e foram usados na Copa

- Ch 2 6

19 A bola do primeiro título brasileiro era de couro com os 24 gomos costurados em ziguezague para diminuir a tensão na linha

TOP STAR

ia

As chuteiras eram de couro e pesavam cerca de 600g

S u é 8

Aos 17 anos, Pelé brilhou: fez 6 gols, 2 na final contra os donos da casa

a ç n

1974

1970

1966

1962

1958

19

193

1966

1

TELSTAR

ça 1 93

c ia

19

ile 195

o a err il s a 2014

2010

2006

2002

1998


|16|

{ESPORTE}

Austrália treina para definir corte

GRANDE VITÓRIA, SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JUNHO DE 2014 www.readmetro.com

Disputa. Seleção joga hoje contra Paraná Clube, no Arena Unimed Sicoob, em Cariacica. Jogo vai definir os 23 jogadores que irão disputar a Copa do Mundo Com foco na Copa do Mundo, os jogadores australianos se preparam para mostrar no jogo de hoje tudo que sabem fazer em campo. A disputa rola às 13h na Arena Unimed Sicoob, em Cariacica, contra o Paraná Clube. É a última oportunidade que os 27 jogadores terão para mostrar ao técnico Ange Postecoglou que merecem uma vaga no elenco para disputar o mundial. Depois da disputa de hoje, 23 jogadores serão escolhidos e quatro devem voltar para a Austrália logo após o jogo oficial contra o Chile, marcado para dia 13. Ontem, o dia foi de treino intenso. Os jogadores, como de costume, fizeram aquecimento e muito toque de bola, mas pela primeira vez des-

Na rede dos socceroos

de que chegaram ao Estado, a seleção realizou um treino coletivo, que durou cerca de 15 minutos. O destaque da partida foi atacante Josh Kennedy, que marcou o único gol durante o treino. No entanto, a maior surpresa do dia foi a ausência do craque Tim Cahill, que teve o do dia de folga. Questionado sobre a ansidade entre os jogadores a respeito de quem poderá voltar para casa, o atacante Adam Taggart, que completa hoje 21 anos, disse que a disputa dentro do próprio time é positiva. “Acho válido, uma competição saudável, principalmente por estarmos tão perto da Copa”. VINICIUS ARRUDA METRO GRANDE VITÓRIA

A repórter Hanna Sarte, da TV Capixaba, afiliada da Band, foi convidada para ser repórter por um dia da TV oficial dos Socceroos. Na gravação (veja no link http://migre.me/jxENr), Hanna fez elogios aos australianos e desejou boa sorte à equipe, que estreia na Copa dia 13 contra o Chile, em Cuiabá. /VINICIUS ARRUDA

Amistoso

Jogadores fizeram primeiro treino coletivo | CHICO GUEDES/ METRO GV

CLASSIFICAÇÃO SÉRIE A P V GP SG 1º CRUZEIRO

19 6 18 8

2º FLUMINENSE

16 5 14 6

3º CORINTHIANS

16 4 11 6

4º SÃO PAULO

16 4 16 4

5º INTER

16 4 12 3

6º GRÊMIO

15 4 7 2

7º GOIÁS

15 4 7 0

8º ATLÉTICO-MG

14 4 11 2

9º SANTOS

14 3 10 5

10º PALMEIRAS

13 4 8 -2

11º ATLÉTICO-PR

13 3 15 3

12º SPORT

11 3 7 -3

13º CRICIÚMA

11 3 4 -7

14º BOTAFOGO

9 2 13 1

15º BAHIA

8 2 7 -2

16º CHAPECOENSE

8 2 7 -3

17º CORITIBA

7 1 8 -2

18º VITÓRIA

7 1 8 -3

19º FLAMENGO

7 1 6 -7

20º FIGUEIRENSE

4 1 3 -11

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

Equipe embarca para Salvador

Em obras, estádio é inaugurado

Antes da estreia na Copa do Mundo, contra o Chile, dia 13, em Cuiabá, os Socceroos enfrentam a Croácia em um amistoso marcado para sexta-feira (dia 06) em Salvador. METRO

Amanhã é dia de festa no estádio Kléber Andrade. Para comemorar o fim da primeira fase das obras, foi marcado um jogo entre o Rio Branco e Seleção Capixaba. Os ingressos já estão esgotados. METRO

Itaquerão. Fogo arranca empate no fim do jogo

Em Macaé. Fluminense fica na cola do Cruzeiro

11

11

CORINTHIANS

Defesa do Flamengo não conseguiu parar Ricardo Goulart, do Cruzeiro

| CELIO MESSIAS/FOLHAPRESS

Fla perde e vai passar a Copa na zona da degola 30 O Flamengo foi derrotado pelo Cruzeiro, ontem, por 3 a 0, em Uberlândia, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, e vai passar os próximos 45 dias na zona de rebaixamento. Por causa da pausa para a Copa do Mundo, o time da Gávea só volta a jogar dia 16 de julho, contra o Atlético-PR, no Maracanã, pela 10ª rodada. Com o resultado, o time

CRUZEIRO

FLAMENGO

mineiro se garantiu na liderança isolada na tabela, com 19 pontos, enquanto o rubro-negro caiu para a penúltima colocação, com

apenas 7, em 9 partidas. A goleada foi construída no primeiro tempo, com Ricardo Goulart, Everton Ribeiro e Borges. Ainda assim, o goleiro Paulo Victor – que substitui Felipe, afastado pelo técnico Ney Franco por indisciplina – fez grandes defesas e evitou um vexame maior no Parque do Sabiá. METRO RIO

Estádio novo

BOTAFOGO

No jogo que marcou o último teste do Itaquerão antes da abertura da Copa do Mundo – dia 12, no confronto entre Brasil e Croácia –, o Corinthians, dono do estádio, esteve perto da vitória, mas cedeu o empate e segue sem vencer na sua nova casa. O time paulista havia sido derrotado pelo Figueirense, por 1 a 0, na inauguração do estádio, há duas semanas. Ontem, o Botafogo arrancou um empate aos 41 minutos do segundo tempo, com Edilson. O Corinthians abriu o placar aos 23 minutos da primeira etapa, com Jadson. O alvinegro é 14º colocado, com 9 pontos. O Botafogo, assim como os demais times, só volta a jogar dia 16 de julho, uma quarta-feira, contra o Sport, na Ilha do Retiro. METRO RIO

FLUMINENSE

INTER

O Fluminense empatou com o Internacional em 1 a 1, ontem, em Macaé, pela 9ª rodada do Brasileiro e vai passar as “férias” forçadas no calendário por causa da Copa do Mundo na segunda colocação, com 16 pontos, atrás apenas do líder Cruzeiro, que tem 19. Os dois gols foram marados no 1º tempo. Jorge Henrique marcou para o Colorado aos 21 e o tricolor empatou aos 30, com Jean. O tricolor só volta a jogar dia 16 de julho, contra o Criciúma, no sul. Antes, no entanto, o time do técnico Cristóvão Borges tem um compromisso de gala: enfrenta a Itália, domingo, às 17h, em Volta Redonda, em amistoso preparatório da Azzurra antes da estreia na Copa. O atacante Walter levou o terceiro cartão amarelo e desfalcará o Flu na próxima rodada. METRO RIO

20140602_br_vitoria  
Advertisement