Page 1

ALINE CANTA CLARA NUNES

DIVULGAÇÃO

Francês ‘The swimming trunks’ está na Mostra Competitiva de Curtas

Filmes em competição 3º Olhar de Cinema divulga selecionados

PÁG. 13

CARIOCA ALINE CALIXTO FAZ TRIBUTO HOJE NO PROJETO ‘SAMBA DE BAMBA’ PÁG. 11 CURITIBA Terça-feira, 6 de maio de 2014 Edição nº 754, ano 4 MÍN: 13°C MÁX: 23°C sunny

snow

rain

partly sunny

cloudy

sleet

www.readmetro.com | leitor.ctb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metroctb

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Emergência volta a fechar na cidade hazy

showers

Problema recorrente. Superlotação levou Hospital do Trabalhador e Evangélico a reduzirem a entrada de pacientes com traumatismos na urgência e emergência no domingo à noite PÁG. 03

Surto ocorre em pelo menos 10 países | SESA

Alerta de pólio é emitido pela OMS Poliomielite é declarada emergência sanitária pela primeira vez na história da entidade global PÁG. 07

Eduardo Campos diz que país vive crise de valores Ao programa Canal Livre, da Band, précandidato do PSB à presidência diz que população quer mudança PÁG. 06

Congresso terá duas CPIs da Petrobras Governo defende investigações só no Senado, sem apuração na Câmara PÁG. 05 Rebouças é citado como bairro com vocação para cultura | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

Começam os debates do novo plano diretor

Câmara Municipal. Economia criativa e cultura foram temas da primeira de 10 audiências públicas sobre o plano, que será definido até o final deste ano PÁG. 02

Thiago Humberto estreia contra Ponte Meia que veio do Criciúma é a novidade do jogo decisivo PÁG. 14


1 FOCO

Segurança

ACP pede ação contra roubos

O presidente da ACP (Associação Comercial do Paraná), Edson José Ramon (foto) se reuniu ontem com o secretário estadual da Segurança Pública, Leon Grupenmacher, para alertar sobre o aumento de roubos a casas de comércios em todo o Estado. “Em 2014 aumentaram os casos em relação a 2013, principalmente de arrombamentos. O setor farmacêutico está sofrendo no Paraná todo”, disse. A secretaria e os comerciantes fizeram acordo para criar um plano de ações para minimizar o problema.

Cotações Dólar + 1,26 (R$ 2,24) Bovespa + 0,88% (53.446 pts) Euro + 0,42% (R$ 3,09) Selic (11% a.a.)

Salário mínimo (R$ 724)

|02|

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Audiência abre debate sobre o plano diretor Urbanismo. Primeira de dez audiências públicas debateu economia criativa e cultura. Curitiba tem bom potencial, mas agrega pouco valor no PIB com estes setores, avalia a prefeitura Ocorreu ontem, na Câmara Municipal, a primeira audiência pública para debater o novo plano diretor municipal, que vai ser atualizado até o final deste ano. O tema escolhido foi economia criativa e cultura, com palestras de empresários e de representantes do poder público. A diretora-presidente da Agência Curitiba, Gina Paladino, lembrou que a capital ocupa a 12ª posição no ranking nacional do índice de criatividade das cidades, divulgado pela Fecomércio-SP (Federação do Comércio). “Analisando esse indicador, vemos que aqui há uma alta capacidade criativa, mas baixa capacidade de transformar isto em PIB (Produto Interno Bruto)”, afirmou. Entre os setores que são considerados como os da economia criativa, estão por exemplo Arquitetura, Audiovisual, Moda, Publicidade, Arte e Editorial. “Nós concorremos com Florianópolis, Campinas, Belo Horizonte e Porto Alegre para atrair os investimentos. São Paulo e Rio de Janeiro estão em outro patamar”,citou. Em Curitiba, os envolvi-

Confira as datas das outras audiências publicas agendadas na Câmara Municipal • 22/05. Meio ambiente e sustentabilidade. • 05/06. Mobilidade cicloviária. • 07/08. Mobilidade urbana e transporte. • 21/08. Habitação de interesse social. • 04/09. Paisagem urbana e áreas de lazer e esporte.

Câmara recolheu sugestões de empresários e agentes culturais | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

dos nestes setores têm que aumentar de escala, receitou. “A economia tem que vir antes da criatividade, senão não dá para competir”, falou. O presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordioli, citou alguns pontos da cidade que já se destacam, como o Pólo das Malhas, no Boqueirão, os restaurantes da rua

Itupava, na gastronomia, e o do edifício Tijucas, no centro. “Temos que identificar áreas com essa vocação, que podem se destacar na economia criativa”, disse. Já o vereador Jonny Stica (PT) lembrou da região do bairro Rebouças, que tem concentração desses setores. ‘É uma área que pode inclusive se tornar de economia verde’ destacou. Transporte

Sicoob. Aplicações voltam até o fim do ano, diz Junta A Jucepar (Junta Comercial do Paraná) vai receber, até o final deste ano, os recursos que estão aplicados no Sicoob (Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil). O TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) determinou que os recursos fossem colocados em um banco público, o que já está sendo feito, afirma o presidente da Junta, Ardisson Naim Akel. Segundo ele, há uma lei

Calendário

Carteiros podem perder passe livre em coletivos

estadual que permitiria a aplicação das verbas em bancos privados, mas a regra foi considerada inconstitucional pelo TCE. “Eu herdei essas aplicações. Com essa nova interpretação, negociamos um cronograma para a devolução, o que foi aprovado pelo Banco Central. Nossa situação é regular”, explica. No total, as aplicações no Sicoob somaram R$ 17 milhões. METRO CURITIBA

Vereadores da comissão de economia questionaram ontem a isenção do pagamento de passagens para carteiros. “Os Correios têm condição de pagar pelo transporte, já que cobram do município os serviços que prestam”, justificou Bruno Pessuti (PSC). A sugestão de cobrança será levada à prefeitura. METRO CURITIBA

Ricardo Dória, empresário fundador da Aldeia Coworking, defendeu que o poder público garanta condições estruturais para as empresas funcionarem, mas se disse contra incentivos fiscais, que impediriam a competitividade. THIAGO MACHADO

• 23/10. Uso do solo e zoneamento urbano. • 06/11. Planos regionais e setores especiais.

TCE. Fazenda sofre mais uma ressalva por falta de repasses Pelo quarto ano consecutivo, o TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) fez uma ressalva às contas da Sefa (Secretaria de Estado da Fazenda). Desde 2009 o executivo não vem fazendo os repasses integrais para os fundos especiais do governo do Estado. Entre outras contas, o governo estadual tem que manter o Fundo Especial de Reequipamento Policial e o Fundo Especial de Seguran-

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 041/3069-9191

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos, Campinas e Grande Vitória, somando 510 mil exemplares diários.

• 09/10. Segurança e cidades digitais.

METRO CURITIBA

FALE COM A REDAÇÃO

leitor.ctb@metrojornal.com.br 041/3069-9189

• 18/09. Região Metropolitana

Metro Curitiba. Gerente Executivo: Rodrigo Afonso. Editora-Executiva: Martha Feldens (MTB: 071) Diagramação: Luana Santana. Grupo Bandeirantes de Comunicação Curitiba - Diretor Geral: André Aguera. Grupo J. Malucelli - Presidente: Joel Malucelli

ça Pública do Estado do Paraná. No processo, o Executivo alega que recém criou o Sigerfi (Sistema de Gestão Integrado dos Recursos Financeiros do Estado do Paraná), que vai centralizar em só uma conta bancária os fundos estaduais, além de outras verbas. O TCE aceitou a justificativa e adiantou que fará a fiscalização a partir deste novo sistema. METRO CURITIBA

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Santa Cecília, 802, Pilarzinho, CEP 80820-070, Curitiba, PR. Tel.: 041/3069-9191 O jornal Metro é impresso na Gráfica RBS – Zero Hora Editora Jornalística S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

|03|◊◊

Hospitais voltam a ter restrição na emergência Fim de semana. Demanda acima da capacidade levou HT e Evangélico a reduzir a entrada de pacientes vítimas de traumas Curitiba voltou a viver, no fim do feriadão, o caos na urgência e emergência. Dois dos três maiores hospitais públicos que atendem trauma foram obrigados a impor restrições porque operavam acima de sua capacidade. No Evangélico, o atendimento no sábado e domingo chegou a ser quatro vezes mais alto, segundo o chefe da equipe de ortopedistas Flamarion Batista. Em duas horas no sábado à noite, disse, chegaram 15 ambulâncias, quando normalmente são duas. No mesmo dia, devido ao alto número de entrada de vítimas de acidentes das 18h às 23h, o hospital pediu à Central de Regulação para priorizar pacientes em estado grave. No domingo, o problema se repetiu e a normalização veio por volta da meia-noite. “Não sabemos o que houve, porque a cidade estava vazia, mas o número de acidentes foi alto. Do Pronto-Socorro ao Centro Cirúrgico, estávamos trabalhando a todo vapor e não era suficiente”, comenta. Segundo Batista, a situação é comum aos finais de semana e em início de mês. “No passar dos anos observamos que no começo de mês sempre tem fluxo maior porque as pessoas têm dinheiro

Hospital da Equipamentos Zona Norte ainda quebrados só pioram situação está em projeto

Evangélico chegou a receber 15 ambulâncias em apenas duas horas. O normal são duas | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

e saem mais à noite, bebem e dirigem, e os acidentes aumentam”, aponta o médico. No HT (Hospital do Trabalhador), houve duas restrições a pacientes graves no domingo em razão de lotação para esse tipo de vítima, conforme informou a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde. A situação, diz, se repete em feriados e finais de semana, e pode durar de 15 minutos a até duas horas, por exemplo. Região metropolitana Por causa das restrições, a Central de Regulação chega a encaminhar pacientes para a região metropolitana, e no

feriado não foi diferente. “Do dia 1º ao dia 5, fizemos quase 300 atendimentos a mais, totalizando 3.200. Pedimos apoio a Campo Largo (Hospital Nossa Senhora do Rocio) e ao Angelina Caron (Campina Grande do Sul)”, conta Fernanda Pohl Ceschin, coordenadora do Samu em Curitiba. O diretor-médico do Siate em Curitiba, Edison Teixeira, comenta que outro problema é o atendimento de moradores da região metropolitana na capital. “Domingo era volta de feriado, mas todos os finais de semana têm sido bastante complicados. Tem sobrecarga porque, além dos acidentes,

a violência interpessoal tem aumentado”, afirma ele. Outro fator, apontado pela gerente médica do Cajuru, Maria Inês Loursso, é a procura direta. “Aqui, 50% é de procura direta, de pacientes que poderiam ser atendidos até em unidade básica. Isso sobrecarrega o atendimento e um Pronto-Socorro fechado afeta o de outros hospitais”, explica. Segundo ela, o Cajuru não teve restrições nesse feriado. “Mas fechamos por algumas vezes nas duas últimas semanas”. CAMILA CASTRO METRO CURITIBA

Fernanda Ceschin comenta que equipamentos quebrados nos hospitais dificulta ainda mais o atendimento. “No caso de dor torácica, não encaminhamos ao Evangélico há duas semanas porque eles estão com problema na hemodinâmica, que faz estudo da dor e pode apontar infarto. Por isso, uma demanda que era dividida entre cinco hospitais agora é entre quatro e sobrecarregamos as instituições”, afirma Fernanda. O Evangélico também está com o aparelho de tomografia desligado, aguardando uma peça importada chegar – o que deve ocorrer na próxima semana. Por isso, contou Teixeira, pacientes são encaminhados para exame em outros hospitais e, depois, levados ao Evangélico. “Exceto no caso de vítimas graves, que são levadas diretamente para onde há o equipamento funcionando”, frisa.

Apontado como uma possibilidade de fôlego para a rede de urgência e emergência, o prometido Hospital da Zona Norte ainda está em fase de projetos, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. As obras devem começar no fim deste ano e devem ficar prontas no início de 2016. O hospital será construído no Tarumã – em frente ao Detran, com 23 mil metros quadrados de área construída. Terá dez centros cirúrgicos (entre eles um destinado à hemodinâmica), 170 leitos de internamento, 30 de UTI, 27 de emergência, 56 leitos de urgência (50 adultos e 6 pediátricos) e 20 consultórios ambulatoriais. Os recursos de R$ 52,5 milhões para sua construção foram garantidos em contrato com a Caixa Econômica Federal.

“Todos os finais de semana têm sido bastante complicados. Além dos acidentes, a violência interpessoal tem aumentado.” EDISON TEIXEIRA, DIRETOR-MÉDICO DO SIATE EM CURITIBA

Vacinação contra a gripe PR garante palivizumabe para vacinar os bebês prematuros termina na sexta-feira Crianças que têm entre seis meses e cinco anos incompletos, gestantes, pessoas com 60 anos ou mais, mulheres até 45 dias após o parto (em puerpério), indígenas, presidiários, profissionais de saúde, além de pessoas portadoras de doenças crônicas podem receber até a sexta-feira, gratuitamente, a vacina contra a gripe. Esse é o prazo da campanha nacional, que na capital já imunizou 210 mil pessoas. As doses podem ser tomadas nas unidades básicas de saúde, no horário de funcionamento de cada uma delas. METRO CURITIBA

Doses são gratuitas para grupo de risco | DIVULGAÇÃO

O governo do Paraná anunciou ontem que vai garantir a vacina palivizumabe a bebês prematuros em oito polos de aplicação: Campo Largo, Curitiba, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Cascavel, Maringá, Londrina e Foz do Iguaçu. O medicamento passou a integrar o SUS em fevereiro e tem aplicação entre abril e agosto, mas não chegou ao Estado. “(...) o Paraná vai disponibilizar imediatamente as doses enquanto aguarda o envio do lote a que o Estado tem direito pelo Ministério da Saúde”, publicou ontem a Secretaria de Estado da Saúde. A vacina previne contra in-

fecções pelo VSR (Vírus Sincicial Respiratório) em bebês prematuros, com cardiopatia congênita ou doença pulmonar crônica da prematuridade de acordo com protocolo nacional. Ele é prescrito pelo médico da criança, que pode receber de uma a cinco doses. O medicamento era conseguido por via judicial devido ao seu alto custo: o tratamento com cinco doses têm valor de R$ 30 mil, segundo o Estado. “Os pedidos protocolados nas regionais de saúde serão encaminhados ao Centro de Medicamentos do Paraná para análise e os pacientes que atenderem os

Tratamento chegava a custar R$ 30 mil | SESA

critérios de inclusão serão agendados para receber a aplicação em um dos oito polos”, disse a superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria da Saúde, Márcia Huçulak. METRO CURITIBA


|04|

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Fumaça de incêndio se espalha por Curitiba Susto. Cheiro de plástico queimado foi percebido a mais de 30 quilômetros da origem em Colombo Um incêndio em três barracões de materiais recicláveis de 2,5 mil m² em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, provocou uma fumaça densa que se espalhou por 20 bairros da capital e pelo menos outros quatro municípios ontem, entre 3h e 16h. O barracão armazenava 80 toneladas de materiais de fibra de vidro e plástico polipropileno. Oito caminhões dos Bombeiros foram enviados para combater o fogo e conter a fumaça. Duas casas vizinhas ao barracão foram isoladas, mas segundo os bombeiros, ninguém se feriu. “Alguns agentes tiveram irritação nos olhos, mas isso é normal no procedimento de combate a incêndios”, afirma o major Garcia Veloso, do Corpo de Bombeiros.

As chamas foram controladas às 9h e os bombeiros fizeram o trabalho de rescaldo até o início da noite de ontem. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a fumaça dissipada não é considerada tóxica, apenas se inalada em grande quantidade. O diretor de Urgência e Emergência da Secretaria de Saúde, Ilmir Leão, garante que não ouve intoxicação. “O movimento nos postos de saúde não teve alteração. Tivemos queixas de pessoas com ardência nos olhos, mas nada grave”, afirma. O diretor orienta que se alguém apresentar sintomas, como tontura, dores nos olhos e irritação nas vias respiratórias, deve procurar a unidade de saúde. O polipropileno é o plástico comum, como o de embalagens de alimentos. A fuma-

ça produzida em incêndio é tóxica se inalada em grande quantidade. “É como uma grande fogueira de lixo, só causa problemas se inalada diretamente”, explica Ilmir Leão. O barracão fica na Rua Leonilda da Cruz Rambo, na Vila Zumbi, em Colombo, mas a fumaça pôde ser percebida em vários pontos da Grande Curitiba. O Instituto Simepar informou que uma corrente de vento carregou a fumaça de Colombo até Fazenda Rio Grande, passando pela região norte, leste e sul de Curitiba, O cheiro de plástico foi sentido a até 30 quilômetros de distância do incêndio. NARLEY RESENDE METRO CURITIBA

Feriado termina com 17 mortes nas rodovias do PR O Feriado prolongado do Dia do Trabalho terminou com 17 mortes nas rodovias que cortam o Paraná. A soma dos balanços das polícias rodoviárias Federal e Estadual mostra que 324 acidentes foram contabilizados nas estradas, entre o dia 30 de abril e o dia 4 de maio. Nas rodovias federais, foram 195 acidente com 145 feridos e oito mortes, enquanto nas estaduais houve 129 acidentes, com 90 feridos e nove mortes. A Polícia Rodoviária Federal emitiu 4.019 multas por infrações diversas. Também foram registradas 6.018 imagens de radar por excesso de velocidade. Já nas rodovias estaduais, foram 1.727 autuações e 2.093 imagens de radar por excesso de velocidade. No ano passado não houve operação, já que o dia 1º de maio caiu em uma quarta-feira. Crimes A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 1,3 tonelada de maconha durante a

34 foram presos por dirigir alcoolizados nas BRs | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

operação Dia do Trabalho, em 11 situações. A principal ocorrência foi na quinta-feira, dia 1º de maio, em Santa Terezinha de Itaipu, no oeste do Paraná. Foram 744 quilos de maconha apreendidos em um veículo roubado. Uma denúncia levou até o carro, mas o motorista abandonou o automóvel em uma plantação de mi-

lho, antes da chegada dos agentes. Nas rodovias estaduais, 1.181 pessoas foram abordadas e 15 foram presas, além de um adolescente apreendido. Além dos presos, a Polícia Rodoviária Estadual a apreendeu um revólver, quatro munições, 125 kg de maconha, e 280 gramas de crack. METRO CURITIBA

Incêndio durou seis horas | JOÀO CARLOS FRIGÉRIO / FOLHAPRESS

Rodoferroviária

Assaltante é espancado no Centro de Curitiba Um homem foi espancado por pelo menos três pessoas depois de quebrar a clavícula de uma mulher grávida em frente à Rodoferroviária, no domingo à tarde. Ele teria tentado roubar a bolsa da mulher grávida de cinco meses. Ela não entregou os objetos e o homem teria puxado a bolsa, fraturando o ombro dela. Dois funcionários de uma empresa de entrega viram o homem derrubar a grávida no chão e correram atrás dele, O assaltante foi espancado pelas pessoas que passavam pelo cruzamento da Rua Mariano Torres com a Avenida Presidente Affonso Camargo. Uma ambulância do Siate passava pela Avenida e os socorristas pararam para atender à mulher e o assaltante. Os dois foram encaminhados ao hospital. O assaltante chegou a ficar inconsciente e deve ser preso assim que receber alta. METRO CURITIBA

Curitiba

Ganhador da Mega Sena não retirou o prêmio O ganhador do prêmio de R$ 2 milhões da Mega Sena do último sorteio, nº 1.596, ainda não retirou a bolada. A aposta foi feita no último sábado em Curitiba, na lotérica Pinheirão, na Avenida Prefeito Erasto Gaertner, no bairro Bacacheri. A Caixa Econômica Federal divulgou que o único vencedor do prêmio não se apresentou até às 17h de ontem, O ganhador tem 90 dias para retirar o dinheiro no horário de funcionamento das casas lotéricas. Se aplicado na poupança, o valor pode render até R$ 14 mil por mês. As dezenas sorteadas no último sábado foram 02-05-08-42-46-59. Caso não seja retirado, segundo a Caixa, o valor do prêmio será repassado ao Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior). METRO CURITBA

Caso Tayná. Testemunhas de acusação de tortura são ouvidas em audiência As primeiras testemunhas do processo que apura a denúncia de tortura contra os quatro primeiros suspeitos do Caso Tayná foram ouvidas ontem na primeira audiência de instrução. Quatro suspeitos de matar a adolescente de 14 anos em junho do ano passado acusam 21 pessoas de tortura. 16 são policiais civis, um é policial militar, dois são guardas municipais e dois são considerados “presos de confiança”, que estavam nas mesmas carceragens por onde passaram os suspeitos de matar a jovem na época. Um dos acusados é o delegado Silvan Ródney Pereira, que trabalhava na Delegacia do Alto Maracanã e foi o primeiro a assumir as investigações do caso Tayná. Os policiais são acusados de abuso de autoridade, falso testemunho, tortura, estupro e lesão corporal contra os quatro suspeitos. O advogado dos 11 policiais da delegacia do Alto Maracanã, Marluz Dalledone, acredita que as audiências podem durar mais de

Os quatro que teriam sido torturados depuseram ontem | DIVULGAÇÃO

duas semanas. “Primeiro são ouvidas as testemunhas de acusação, depois as da defesa, e o juiz pode pedir para ouvir a mesma mais de uma vez”, explica, O inquérito sobre a morte de Tayná foi aberto há 11 meses. O processo passou por quatro delegados que pediram seis vezes a prorrogação do prazo de conclusão. Hoje, o responsável pela investigação é o delegado Cristiano Quintas. O caso tramita em segredo de Justiça. METRO CURITIBA


CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Congresso terá duas CPIs Petrobras. Temendo uso político das investigações, governistas defenderão apenas os trabalhos no Senado. A oposição, porém, vai cobrar uma apuração feita pela Câmara e pelo Senado. PT e PMDB ficarão com presidência e a relatoria A falta de acordo entre governistas e a oposição levará o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), a determinar hoje a criação de duas CPIs para investigar a Petrobras: uma mista, formada por deputados e senadores, e uma exclusiva do Senado. Para barrar manobras com fins eleitorais, a base governistas focará a CPI do Senado, onde terá ampla maioria, 10 das 13 cadeiras, e o controle total dos trabalhos. O PMDB indicará o presidente e o PT já confirmou o senador José Pimentel (PT-CE), líder do governo no Congresso, para o cargo de relator. Com um papel de coadjuvante, a oposição insistirá na comissão mista. A avaliação é de que, embora a cúpula também seja governista, haverá maior número de integrantes, o que dificultaria manobras para evitar determinadas investigações. “A

oposição quer que funcione uma CPI mista, com deputados e senadores, porque terá muito mais força política e institucional, além de mais autoridade para averiguar os fatos e identificar culpados”, argumentou o líder do PSDB, senador Aloysio Nunes (SP). Tentativa de acordo Renan reunirá os líderes partidários hoje. Oficialmente, o encontro é para tratar do cronograma do trabalho, que não deverá se chocar com as semanas de esforços concentrados de votações que serão feitos em julho, agosto e setembro. A missão, porém, é tentar demover as duas partes da ideia de fazer duas investigações simultâneas. A última vez que houve duas CPIs aos mesmo tempo foi em 2007. Câmara e Senado criaram comissões próprias para apurar a crise no setor áereo. METRO BRASÍLIA

Violência. Morre mulher espancada em São Paulo A dona de casa Fabiane de Jesus, 33, morreu na madrugada de ontem em decorrência de um espancamento ocorrido na noite de sábado, no Guarujá (SP). Ela foi agredida por moradores do bairro de Morrinhos, onde vivia, por supostamente ter ligação com sequestros de crianças para rituais de magia negra. Fabiane estava internada na UTI em estado de saúde gravíssimo desde que foi socorrida. Segundo o hospital, ela não resistiu aos ferimentos. Ela era mãe de duas meninas, de 12 anos e 1 ano. O advogado da vítima, Airton Sinto, afirmou à rádio BandNews FM que o caso ocorreu após a página do Facebook “Guarujá Alerta” veicular a informação de que mulheres estariam sequestrando crianças na comunidade para os rituais, fato desmentido tanto pela polícia

“A página diz que sempre falou aos curtidores que não se passava de um boato. Então por que divulgou as imagens?” AIRTON SINTO, ADVOGADO

militar quanto civil. “Postaram fotos de mulheres e até retrato falado. Essa atitude irresponsável terminou em tragédia”, afirmou o advogado. Após apagar as publicações, a página, que tem mais de 50 mil curtidores, afirmou, em nota, que jamais divulgou as imagens afirmando que fossem verídicas. “Temos as mensagens de seguidores, alguns perguntando, outros afirmando [sobre o fato de existir uma sequestradora] e sempre respondíamos que era boato.” METRO

A DIVISÃO DO PODER

Como deverá ser feita a distribuição dos cargos na CPI, de acordo com o tamanho das bancadas:

CPI EXCLUSIVA DO SENADO

CPI MISTA

32

PARLAMENTARES

13

PARLAMENTARES

10

BASE ALIADA

3

OPOSIÇÃO

BLOCO DA MAIORIA

BLOCO DA MINORIA

quatro vagas

três vagas

PMDB, PP, PSD e PV BLOCO DO GOVERNO

cinco vagas PT, PDT, PSB, PCdoB e PSOL

24

8

BASE ALIADA

OPOSIÇÃO

VAGAS DO SENADO

VAGAS DA CÂMARA

BLOCO DA MAIORIA

BLOCO DA MINORIA

PT, PMDB e PSD

PSDB e DEM

cinco vagas

três vagas

duas vagas cada

BLOCO UNIÃO E FORÇA

PMDB, PP, PSD e PV

PSDB, DEM e SDD

BLOCO DO GOVERNO

BLOCO INDEPENDENTE

duas vagas

cinco vagas

duas vagas

PTB, PR, PSC e PRB

PT, PDT, PCdoB e PRB

PTB, PR e PSC

PSDB, PP, PR, PSB, DEM, SDD, PTB, PROS, PDT, PV e PPS

uma vaga cada

FONTE: MESAS DIRETORAS DA CÂMARA E DO SENADO

Caso Santiago Andrade tem segunda audiência Cerca de quatro meses depois de um rojão ter atingido a cabeça do cinegrafista Santiago Andrade, o juiz da 3ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Murilo Kieling, ouviu ontem mais cinco testemunhas na segunda audiência de Fábio Raposo Barbosa e Caio Silva de Souza, acusados de terem provocado a morte do cinegrafista da Band. A defesa da dupla também teve o pedido de habeas corpus negado pelo ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça. Presos preventivamente desde o dia 20 de fevereiro, Fábio, de 23 anos, e Caio, 22, são acusados de homicídio triplamente qualificado e crime de explosão.

A dupla é acusada de homicídio triplamente qualificado | ERBS JR./FRAME/FOLHAPRESS

Os jovens também são os responsáveis, de acordo com o MP (Ministério Público), por acender o rojão que atingiu Santiago, quando ele fazia as imagens para uma reportagem sobre uma manifestação no dia 6 de fevereiro. Atingido pelo artefato, Santiago teve afundamento de crânio e morreu quatro dias depois.

A professora Marise Raposo, mãe de Fábio, afirmou que o jovem tem sido torturado no complexo penitenciário de Gericinó. O suspeito chorou durante o depoimento. A audiência será retomada no dia 16. A estratégia de defesa tenta desqualificar a acusação de homicídio doloso. METRO RIO

|05|◊◊

RS. Pai de Bernardo quer se separar de madrasta O advogado de Leandro Boldrini, pai do menino Bernardo, 11 anos, morto há um mês, anunciou que entrará com um pedido de separação do casamento com Graciele Ugolini. Embora o casal não tenha oficializado a união, ela é considerada estável. Graciele era madrasta de Bernardo e é acusada de planejar e participar da morte dele. A enfermeira Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele, confessou que a ajudou a enterrar o corpo do garoto. As duas, assim como Boldrini, estão presas temporariamente. O médico também pretende abrir mão de seus bens para que a madrasta não tenha direito a nada depois do processo de separação. Segundo o advogado, Boldrini vai deixar todos os bens em favor da avó materna, mãe de sua ex-esposa, que morreu há quatro anos. METRO PORTO ALEGRE

EUA. Trapezista brasileira é operada após acidente A trapezista Stefany Neves, de anos 19, passou por uma cirurgia no fêmur ontem nos EUA. Ela faz parte do grupo de oito artistas que caiu de uma altura de 10 metros durante apresentação no circo americano Ringling Brothers and Barnum & Bailey, em Provence. A trapezista caiu de pé e fraturou os calcanhares e o fêmur e teve o fígado perfurado por uma costela. Além de Stefany, as brasileiras Dayana Florentino e Widny Neves também ficaram feridas com a queda. METRO


|06|

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

EDUARDO CAMPOS ELEIÇÕES

2014

Na segunda entrevista da série com os pré-candidatos à presidência, o Canal Livre, da Band, recebeu o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB). Entrevistado pelos jornalistas Ricardo Boechat, Fernando Mitre, Fábio Pannunzio e Rafael Colombo , ele defendeu a independência do Banco Central e uma meta de 3% para a inflação até 2019. O senhor fez parte da base de Lula. Sua candidatura é um rompimento com o modelo do atual governo? Minha candidatura é uma busca pela superação do atual ciclo de governo. Pre-

TSE. Oposição acusa Dilma de campanha antecipada Os partidos de oposição entraram ontem com duas ações no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a presidente Dilma Rousseff argumentando que ela teria cometido propaganda eleitoral antecipada. O DEM e o PSDB acusam a presidente de ter usado na véspera do Dia do Trabalho, a cadeia nacional de rádio e TV para anunciar medidas, de olho em sua reeleição ao Palácio do Planalto. Os oposicionistas também vão ingressar com outra ação contra Dilma na PGR (Procuradoria-Geral da República), em que vão acusá-la de improbidade administrativa. Os partidos pedem uma multa entre R$ 5 mil e R$ 25 mil contra Dilma. METRO

25 mil

reais é o valor mais alto que os partidos pedem em multa contra Dilma. O mais baixo é 5 mil reais.

Em entrevista ao Canal Livre, da Band, o pré-candidato à presidência pelo PSB diz que modelo de presidencialismo de coalizão está vencido e que país precisa de uma nova agenda

‘A ATUAL CRISE NÃO É SÓ ECONÔMICA, É UMA CRISE DE VALORES’ cisamos de um novo modelo de gestão para os serviços públicos, para o desenvolvimento econômico. A atual crise não é apenas financeira, ela é uma crise de valores. Queremos atender a esse pedido de mudança por parte da população. Quais são as medidas que irão permitir a superação desse ciclo petista? Vamos trabalhar em duas

linhas: corrigir os desequilíbrios gerados nos últimos anos e, em seguida, criar um ambiente seguro para investimentos de longo prazo. É preciso oferecer regras seguras e estabilidade jurídica para o investidor. Quais as ações efetivas para reverter a desconfiança na economia nacional? Instituir o Conselho de Responsabilidade Fiscal, dar autonomia ao Banco Cen-

tral e adotar mecanismos que impeçam que as despesas correntes subam acima das receitas correntes. Que modelo de independência do BC irá adotar? Estamos avaliando. O ponto principal é evitar que o BC fique submetido às idas e vindas da política. O presidente terá um mandato. Recentemente, o senhor declarou que é possível

chegar a 2019 com a inflação em 3%. Como isso será feito? Reformulando as instituições, adotando novos paradigmas de governança e de transparência. Hoje, existe um sentimento de repúdio à política. É possível reverter esse quadro? É possível. Para isso temos que superar esse modelo vencido de presiden-

Os jornalistas Rafael Colombo, Fernando Mitre, Ricardo Boechat e Fábio Pannunzio entrevistam Eduardo Campos

ANDRÉ PORTO/METRO

cialismo de coalização. Ele está contaminado pelo fisiologismo e pelo patrimonialismo. A confiança será reconquistada com um novo caminho, que prioriza a qualidade técnica, uma nova agenda estratégica. O PSB apoiou a CPI da Petrobras. O senhor também é favorável a investigação do porto de Suape, no Recife? Sou favorável. Que se investigue tudo. Se o ex-presidente Lula disputar a eleição, o senhor revê sua candidatura? Nossa candidatura não tem volta. Rompemos com o atual governo em fevereiro de 2013. METRO

Laboratório de Youssef importava SP. MTST ‘importa’ sem-teto para ocupar bebida em vez de medicamentos terreno em Itaquera Foram precisos apenas três dias para que 1,5 mil barracos (cerca de 5 mil pessoas) feitos de bambu e lona fossem erguidos em um terreno particular de 150 mil metros quadrados, na zona leste de São Paulo. A área foi ocupada no sábado por 300 famílias ligadas ao MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto). Embora membros do movimento afirmem que a invasão foi feita por moradores da zona leste, líderes disseram à reportagem do Metro Jornal que, na verdade, os 15 ônibus usados na ação trouxeram famílias de outras sete ocupações. Sete ônibus vieram da comunidade Nova Palestina, na zona sul, considerada a maior ocupação do movimento no Estado. Só após a chegada dessas famílias, os membros do movimento saíram com carros de som pelas comunidades carentes da zona leste para “alistar” novos membros para a ocupação. A nova invasão, batizada de “Copa do Povo”, foi realizada para pressionar os vereadores a incluírem o terreno em frente ao parque do Carmo na lista de Zeis (Zona Es-

pecial de Interesse Social) do Plano Diretor. De acordo com Gildásio Souza, um dos coordenadores do MTST, o planejamento dessas ocupações é o maior “trunfo” do movimento. “Todos os detalhes já estavam decididos na segunda-feira. Não precisamos de mais do que cinco ou seis reuniões e tudo já estava planejado”. As famílias que montaram suas barracas no acampamento recebem alimentação do MTST e água potável. O movimento tem um grupo encarregado de mapear terrenos onde podem ser feitas novas ocupações. A estratégia O fato de as invasões acontecerem durante a madrugada de sábado não é coincidência. O dia é escolhido porque os Fóruns do Estado estão fechados, impedindo a concessão de liminares para retirá-los do local. Isso porque o flagrante da invasão só é configurado até 72 horas após a ocupação. MÁRCIO ALVES METRO SÃO PAULO

Investigações da PF (Polícia Federal) revelam que o laboratório “Labogen Química Fina”, controlado em 2009 pelo doleiro Alberto Youssef - alvo da “Operação Lava Jato”, da PF - foi usado para importar bebidas alcoólicas em vez de medicamentos. As investigações, divulgadas ontem pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, mostram ainda que Youssef executou centenas de transações ilícitas para atender encomendas de executivos brasileiros. O esquema funcionava da seguinte forma: clientes do doleiro compravam vinho de uma empresa na Europa. O valor da compra, em reais, era entregue a Youssef, que falsificava as faturas em nome do laboratório como se estivesse fechando uma importação de remédios. Mas o dinheiro não era usado na compra de insumos farmacêuticos, e sim para o pagamento da compra de vinhos. O rastreamento foi feito por meio de faturas emitidas por outros países que detalhavam o bem adquirido. A PF constatou

O doleiro Alberto Youssef | DIVULGAÇÃO

que eram inseridos dados falsos sobre medicamentos para que o Banco Central registrasse as operações do Labogen como “legais”. A polícia descobriu também que as faturas eram emitidas em nome de fornecedores que não têm nenhuma atuação no setor farmacêutico e vai

rastrear os empresários brasileiros que usaram serviços do doleiro. A Procuradoria da República fez um requerimento a Justiça solicitando ao Banco Central que recolha nas corretoras todas as faturas relacionadas aos contratos de câmbio do Labogen nos últimos cinco anos. METRO


CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

OMS emite alerta global por pólio Surto. É a primeira vez na história que a entidade declara emergência sanitária em função da poliomielite; alerta ocorreu apenas uma vez, em 2009, por causa da gripe A A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou emergência sanitária ontem em função do surto de poliomielite em ao menos dez países da África, Ásia e Oriente Médio. Esta é a segunda vez na história que a entidade declara emergência global devido a uma doença. Em 2009, o alarme foi dado em razão da gripe A. “Até que seja erradicada, a poliomielite vai continuar a se espalhar internacionalmente, provocando paralisia em crianças vulneráveis”, disse ontem o coordenador dos esforços contra a doença na OMS, Bruce Aylward. A pólio afeta principalmente crianças menores de 5 anos e não tem cura específica, mas há diversos tipos de vacina.

Criança é vacinada contra a pólio na capital do Iêmen | KHALED ABDULLAH/REUTERS

Paquistão, Síria e Camarões foram identificados pela entidade como países que permitiram que o vírus se espalhasse para além de suas fronteiras, especialmente devido a conflitos. Refugiados A Síria chegou a ser considerada exemplo de erradicação da doença, sem nenhum

caso registrado em 14 anos. Mas a guerra no país mudou o cenário e a OMS reconhece que muitos dos portadores da pólio podem já estar fora do país, entre os centenas de milhares de refugiados espalhados por nações vizinhas e distantes. No Paquistão, que registrou 59 dos 74 casos conhecidos nos quatro primeiros

meses de 2014, a temporada de vacinação ainda não foi iniciada. No ano passado, mais de 20 médicos envolvidos na campanha foram assassinados, além de 9 policiais que faziam a segurança de centros de imunização. O país tem um obstáculo inusitado a mais: o governo dos EUA usou um agente disfarçado de médico para descobrir o esconderijo de Osama Bin Laden, morto em 2011. A OMS recomendou aos governos dos três países que os cidadãos comprovem ter sido vacinados contra a pólio antes de viajar. O número de casos confirmados em 2014, 68, é quase o triplo dos 24 registrados no primeiro quadrimestre de 2013. METRO

{MUNDO}

|07|◊◊

Nigéria. Grupo assume rapto de meninas e promete ‘vendê-las em mercado’ O grupo islâmico Boko Haram assumiu ontem a autoria do sequestro de mais de 200 meninas em abril em uma escola da Nigéria. Em um vídeo, o líder do grupo, Abubakar Shekau, ameaçou “vender” as crianças, disse a AFP. “Eu sequestrei as suas meninas. Vou vendê-las no mercado, por Deus”, disse Shekau. Nenhuma exigência foi feita pelo grupo. METRO

Protesto em Lagos pede retorno de crianças | AKINTUNDE AKINLEYE/REUTERS

Maduro. Pesquisa aponta queda de popularidade Uma pesquisa divulgada ontem aponta que 59,2% dos venezuelanos avaliam de forma negativa o governo do presidente Nicolás Maduro. O estudo mostra ainda que 59,1% dos entrevistados dizem que ele deveria deixar o cargo antes do fim do mandato, em 2019. A pesquisa foi realizada em abril pelo Datanáli-

sis, um dos mais conhecidos grupos de pesquisa de opinião da Venezuela, e publicado no jornal “El Universal”. De acordo com o levantamento, 79,5% dos venezuelanos classificam a situação no país como “negativa”, citando falta de produtos de consumo, insegurança e o elevado custo de vida como principais problemas. METRO


|08|

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Preço do m sobe menos em abril 2

Imóveis. Valor do metro quadrado tem alta de 0,49% e mantém tendência de desaceleração. Em 15 das 16 cidades pesquisadas pela Fipe, aumento foi inferior à inflação prevista

Foram emplacadas mais de 1 milhão de unidades no ano | MARCELLO CASAL JR./ABR

Carros. Vendas acumulam queda de 4,5% no ano A venda de carros e comerciais leves recuou 4,5% no primeiro quadrimestre de 2014 em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a Fenabrave (federação das concessionárias), foram emplacadas pouco mais de 1 milhão de unidades de janeiro a abril. Em abril, foram vendidos 279,7 mil automóveis e comerciais leves, que tiveram parte dos descontos no IPI retirada na virada do ano, uma queda de 11,67% sobre os 316.670 em igual mês de 2013. Já em relaEleições

ção a março, quando o setor foi prejudicado pelo feriado de Carnaval, houve crescimento (22,3%). O mercado continua sendo liderado pela Fiat, que fechou abril com 21,5% de participação, seguida por Chevrolet (17,9%), Volkswagen (16,9%), Ford (9,4%) e Hyundai (6,9%). O VW Gol voltou à liderança (16,9 mil unidades), ultrapassando os Fiat Palio (15,4 mil) e Strada (13,3 mil), enquanto o Chevrolet Onix (13,2 mil) encostou nos líderes. METRO Pnad Contínua

Bolsa atinge maior nível em 5 meses

IBGE volta atrás e retoma divulgação

O Ibovespa fechou em alta de 0,88% aos 53.446,17 pontos – maior patamar desde 18 de novembro, quando encerrou aos 54.307,04 pontos. Investidores, que estão descontentes com a atual política econômica do país, reagiram com otimismo à pesquisa eleitoral divulgada no fim de semana que mostra uma disputa mais acirrada na corrida presidencial. O Instituto Sensus apontou que a presidente Dilma Rousseff (PT) conta com 35% das intenções de voto, contra 24% do senador Aécio Neves (PSDB) e 11% do ex-governador Eduardo Campos (PSB). Os destaques de alta do Ibovespa foram as ações de estatais e bancos. METRO

Após o órgão passar por uma crise institucional, a direção do IBGE voltou atrás e decidiu manter o calendário original da Pnad Contínua, nova pesquisa sobre emprego em âmbito nacional. A divulgação deve ocorrer em 3 de junho. METRO Petrobras

Plano de demissão atrai mais de 12% A Petrobras informou ontem que as inscrições para o programa de desligamento voluntário encerradas em 31 de março chegaram a 8.298 empregados, o que representa 12,4% do efetivo total da companhia. METRO

O valor do metro quadrado do imóvel anunciado desacelerou no mês passado. Segundo o índice FipeZap Ampliado, os preços em 16 cidades do país subiram 0,49%, abaixo da inflação prevista pelo mercado para o período, 0,80%. No mês anterior, a alta havia sido de 0,64%, e, em abril de 2013, de 1,07%. “Houve uma queda mais acentuada do ritmo de alta neste mês. É uma tendência que a pesquisa já havia apontado”, afirma a economista da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) Priscila Fernandes Ribeiro. Na sua avaliação, as condições de crédito e emprego, dois impulsionadores do mercado imobiliário, não mudaram de forma significativa para justificar a forte desaceleração de preços. Para a economista, a redução das taxas de aumento de preços está associada a uma demanda menos vigorosa por imóveis em comparação aos anos anteriores, quando a forte procura fez os preços dispararem. “Talvez, os consumidores queiram esperar o final

1,35%

EVOLUÇÃO DE PREÇOS 1.5

foi a queda de preços registrada em Porto Alegre. O valor também caiu em Curitiba e Florianópolis da Copa do Mundo para ver o que vai acontecer. O evento foi apontado em muitas das justificativas para a valorização dos imóveis”, diz. Segundo o levantamento, apenas em Fortaleza o aumento mensal em abril foi maior do que a variação de 0,80% esperada para o IPCA. Nas outras quinze cidades, a variação mensal foi menor do que o aumento esperado para os demais preços da economia, o que significa que houve uma queda de preços em termos reais (descontada a inflação). Nas três capitais da região Sul do país, houve queda nominal nos preços. A maior queda foi registrada em Porto Alegre (-1,35%). Em Curitiba e Florianópolis, o metro quadrado anunciado ficou 0,57% e 0,13% mais barato, respectivamente. METRO

Variação mensal em 16 locais 1,31%

1.2

1,07%

0.9

0.6

0,49%

0.3

Abril/13 Média nacional Rio de Janeiro Brasília São Paulo Niterói Recife Belo Horizonte São Caetano do Sul Fortaleza Florianópolis Curitiba Porto Alegre Santo André Vitória São Bernardo do Campo Salvador Vila Velha

0,49% 0,67% 0,52% 0,75% 0,76% 0,67% 0,25% 0,55% 1,38% -0,13% -0,57% -1,35% 0,63% 0,78% 0,66% 0,45% 0,46%

12,2% 14,2% 3,8% 12,9% 11,0% 16,1% 6,2% 12,1% 12,8% 13,0% 29,3% 7,1% 12,3% 16,1% 10,3% 10,0% 12,9%

Abril/14 R$ 7.455 R$ 10.538 R$ 8.155 R$ 8.003 R$ 7.351 R$ 5.751 R$ 5.424 R$ 5.398 R$ 5.322 R$ 5.217 R$ 5.084 R$ 4.751 R$ 4.683 R$ 4.634 R$ 4.435 R$ 4.341 R$ 3.937

FONTE: FIPEZAP

Mundo terá um celular para cada habitante em 2014

Crédito. Maioria não sabe quanto paga de juros

Até o final do ano, o número de celulares no mundo chegará perto do número de habitantes no planeta, segundo dados divulgados ontem pela UIT (União Internacional de Telecomunicações), órgão ligado à ONU (Organização das Nações Unidas). Até dezembro, a quantidade de linhas vai chegar perto dos 7 bilhões, o representará 96% dos habitantes. Mais da metade delas (3,6 bilhões) estará na região Ásia-Pacífico, segundo a UIT. O crescimento ocorre devido ao aumento de linhas nos países em desenvolvimento, onde estarão cerca de três em cada quatro delas no mundo até o fim do ano. Nessas nações, a penetração das linhas celulares cresce o do-

Os brasileiros estão fazendo dívidas sem saber quanto terão que pagar por elas. Segundo pesquisa feita pelo instituto de pesquisas Ilumeo, em parceria com a Ricam Consultoria, 69% das pessoas que entram no cheque especial não sabem quanto pagam de juros. Entre os que devem ao cartão de crédito, 66% não sabem as taxas que pagam. O levantamento, feito com 1.155 brasileiros entre 18 e 60 anos, em 255 municípios, mostra que 32% dos endividados sequer planejam em quanto tempo pretendem quitar os débitos. Apenas 32% anotam todos os seus gastos. 36% anotam somente as maiores compras, e 32% nunca anotam o que gastam. METRO

Número de celulares chegará até o fim do ano a 7 bilhões

bro, em média, do que nos desenvolvidos. Além da região Ásia-Pacífico, com penetração de linhas celulares que chegará perto de 89%, a África terá forte crescimento, com 69% de penetração, também até o final de 2014. As demais

| GETTY IMAGES

regiões (Américas, Europa, Estados Árabes e Comunidade dos Estados Independentes), onde a penetração de linhas celulares já ultrapassou 100% (há mais de uma linha por habitante), terão crescimento de apenas 2% no mesmo período. METRO


CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

|09|◊◊

Frota de carros flex cresce 145% em 5 anos no PR Bicombustível. Apesar do aumento, mais da metade dos veículos cadastrados no Estado ainda funciona apenas com gasolina O Detran (Departamento de Trânsito) do Paraná divulgou ontem um levantamento que mostra um aumento de 145% no número de veículos que funcionam tanto com álcool como com gasolina nos últimos cinco anos no Paraná. Os veículos flex, de acordo com esse levantamento, já são 28% da frota total do Estado, ou 1,8 milhão de veículos. Destes, 80% são carros, 10% caminhonetes e 5% motos. A fabricação desse modelo de combustão no país começou em 2003. O diretor-geral do Detran, Marcos Traad, diz que “o crescimento é reflexo da busca do usuário por opções mais baratas de combustíveis”. De 2009 a 2014, a frota do Paraná cresceu 33%. “São mais de 6,2 milhões de veículos em circulação”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. Mesmo com esse crescimento, mais da metade dos veículos cadastrados no Estado ainda funciona apenas com gasolina: são 3,2

No país, crescimento foi de 88,5% | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

28%

da frota do Estado é composta por carros flex, segundo o levantamento apresentado ontem pelo Detran milhões de automóveis, motos e caminhonetes. O número de veículos a diesel que entraram em circulação no Paraná nos últimos cinco anos também teve aumento. Ficou atrás apenas do flex em crescimento (31%) e chegou a 583 mil unidades.

Hoje, a frota a diesel representa 9% do total, e é formada por caminhões em sua maioria (41%) e caminhonetes (27%). Os veículos que usam apenas álcool variou só 0,7% nos últimos cinco anos. Atualmente são 403 mil veículos, sendo 90% carros e 5% caminhonetes. Os veículos movidos a gasolina e GNV tiveram aumento de 6% entre 2009 e 2014. Hoje, esses veículos somam 23 mil e estão cadastrados metade na capital e metade no interior do Estado. METRO CURITIBA

Jucepar fixa prazo para empresa atualizar registro A Jucepar (Junta Comercial do Paraná) está em campanha para que as empresas façam a atualização de seus registros. A empresa que ficar sem atualizar os dados por mais de 10 anos corre o risco de ser considerada inativa e perder o direito ao nome. O edital de lançamento da campanha, publicado ainda em abril, prevê o prazo de 30 de julho para a atualização dos registros. De acordo com Ardisson Ackel, presidente da Jucepar, a lei determina a necessidade de atualização. Caso não tenha havido qualquer alteração no contrato social, basta ao empresário protocolar uma declaração de atividade informando isso.

No Paraná Estado tem 1.051.226 empresas em atividade, segundo a Jucepar. Veja as principais cidades onde elas estão: • Curitiba. 38% • Londrina. 4,7% • Maringá. 4,1% • Cascavel. 2,6% • Ponta Grossa. 2,5%

“Manter uma empresa ativa pode proporcionar inúmeros benefícios ao em-

Ardisson Ackel | ANTONIO COSTA/ANPR

presário, como a proteção do nome empresarial, que deixa de existir no caso de empresas inativas”, lembrou Ackel. METRO CURITIBA


+

|10|

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{SAÚDE E BEM-ESTAR}

Eles trocam o dia pela noite “A exposição ao sol é a fonte primordial de vitamina D (90%). A alimentação corresponde a 10% do valor diário recomendado de ingestão do nutriente.”

SAÚDE

LEILA FROEDER, NUTRICIONISTA

Dica

Sonolência

Pessoas que ficam com sonolência diurna excessiva devem tirar um pequeno intervalo de sono (cochilo de 45 min.) antes de realizarem tarefas importantes.

Notívagos. Especialistas explicam por que adotar hábitos noturnos pode prejudicar tanto a saúde de jovens e adolescentes e dão dicas simples que ajudam a mudar a rotina Eles adoram inverter as regras e, cada vez mais, adotam hábitos noturnos estimulados pela presença de amigos nas redes sociais ou em ambientes de jogos on-line. Assim, adolescentes deixam o convívio social e se dedicam a um mundo virtual sem avaliar as consequências desse comportamento em curto ou em médio prazos. Não é só a privação do sono durante o período noturno que pode acarretar problemas. A própria rotina alterada pode resultar em consequências negativas também para a alimentação, para o crescimento e para o ambiente familiar. “Jovens que ficam muito tempo no computador ou vídeogame acabam se isolando socialmente, falam com amigos só por mensagens ou por meio dos jogos. Isso não é bom, muitos acabam evitando o contato real pois se acostumam a se comunicar dessa maneira, e quando se encontram acabam tendo dificuldade em se comunicar”, alerta a psicanalista da USP, Priscila Gasparini Fernandes. Outro problema de transformar a rotina tão radicalmente está na dificuldade de manter os horários para se alimentar e na escolha desses alimentos, já que os jovens costumam priorizar as guloseimas. “A escolha de alimentos não saudáveis podem favorecer o aparecimento de doenças, ainda na juventude, como obesidade,

Adolescentes costumam se esquecer de tudo para ficarem on-line

pressão alta, anemia e diabetes. Já a privação do sono em duas horas por semana provoca considerável aumento de mediadores inflamatórios, acelerando o envelhecimento, levando à baixa da imunidade, a doenças cardiovasculares e também ao aumento de peso, pois elevam o cortisol, hormônio do estresse”, explica a doutora pela Unifesp, Leila Froeder. Os riscos podem ser ainda maiores se associados ao fato de que a exposição ao sol fica prejudicada, conta Leila. “A falta de sol leva à falta de vitamina D. Isto é preocupante, já que a vitamina D é importantíssima na adolescência, época em que há um maior desenvolvimento ósseo, pois é aí que ocorre o chamado estirão, período que define a estatura de um indivíduo, já que a vitamina D retém e armazena cálcio e fósforo no sangue. Ela atua no intestino, onde regula a absorção daqueles minerais. Assim, o corpo não precisa buscá-los nos ossos, poupando o esqueleto e mantendo-o forte”. E a dificuldade não fica limitada a quem optou pela mudança. André Felício, neurologista e médico pesquisador do Hospital Albert Einstein, afirma “alterações no ciclo sono-vigília podem levar a uma série de problemas que vão desde deficit de atenção, alterações de humor, fadiga, sonolência excessiva diurna, abuso de substâncias

estimulantes do SNC [Sistema Nervoso Central] entre outros”. Entre as principais substâncias estimulantes do SNC estão a cafeína, a nicotina, anfetaminas e cocaína. Para evitar que o comportamento chegue a este extremo, os especialistas apostam na retomada da rotina. “O ideal é tentar fazer isto gradualmente, corrigindo um dia após o outro o ciclo de sono e vigília, aproximando-o dos hábitos anteriores”, afirma Felício. “É importante que esses jovens marquem atividades, como por exemplo combinar com a turma um passeio em um parque, um cinema, ir tomar um sorvete, para manter o vínculo pessoal”, aconselha a psicanalista Priscila Gasparini Fernandes, que indica que tudo seja feito em consenso familiar. “Saber ouvir o filho, suas prioridades e seus desejos, para poderem juntos estipular limites e horários que sejam bons para ambos. Por exemplo, se houver um campeonato on-line de um jogo que o filho e os amigos jogam em um horário noturno, se for conversado com o pai sobre a importância de participar desse evento, e o pai permitir, a confiança e amizade serão reforçadas, já que o pai entendeu seu desejo e o respeitou. Depois disso, o pai poderá dar limites, aos quais ele também irá entender e respeitar, contribuindo para uma boa relação familiar”. METRO


CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Tributo a Clara Nunes

embala o ‘Samba de Bamba’ Caixa Cultural. Projeto traz a Curitiba a carioca Aline Calixto, que também apresenta músicas de seu segundo disco, ‘Flor Morena’

Aline apresenta clássicos da inesquecível cantora, morta em 1983 | HENRIQUE FALCI

Fotografia. Imagens de viagens compõem mostra

Da artista curitibana Constance Pinheiro pelo mundo | CONSTANCE PINHEIRO

16 e 17 de maio

Com inauguração hoje, às 19h30, na Fnac (ParkShopping Barigui), a exposição ‘Mercúrio’ acompanha em imagens as viagens da curitibana Constance Pinheiro pelo Brasil, Europa e América Latina. A artista estará presente para um bate-papo, contando sobre os dois anos em que passou fotografando suas aventuras. O evento e a exposição, que vai até 31 de maio, têm entrada gratuita. “Esta não é uma exposição de viagem, mas uma criação imagética do que Mercúrio (deus romano da velocidade, considerado mensageiro dos deuses) representa como força e símbolo profundos”, explica Pinheiro. METRO CURITIBA Música

Ingressos estão à venda para shows do Roupa Nova

Semana começa com Bossa Nova Urbana no +55

Já estão à venda os ingressos para o show ‘Cruzeiro Roupa Nova’, gravado em um transatlântico, que o sexteto apresenta nos dias 16 e 17 de maio no Teatro Positivo. Os valores vão de R$ 91 a R$ 196. Depois do sucesso no ano passado, o grupo retorna a Curitiba com sucessos de 30 anos de carreira. METRO CURITIBA

Para começar a semana, a banda Bossa Urbana leva ao palco do bar +55 (R. Vicente Machado, 866) muita música brasileira, hoje, a partir das 21h30. O grupo mostra releituras de clássicos nacionais e internacionais. O show faz parte do projeto semanal “Na sala do 55”. Informações pelo 33220900. METRO CURITIBA

Ao lado dos músicos Thiago Delegado e Robson Batata, a cantora Aline Calixto apresenta hoje um tributo à inesquecível Clara Nunes (1943-1983), em show dentro do projeto ‘Samba de Bamba’, na Caixa Cultural. Fã declarada de Clara Nunes, uma das vozes mais importantes do país, Calixto apresenta ao público de Curitiba canções marcantes da cantora mineira como “Morena de Angola”, “As Forças da Natureza”, “O Mar Serenou”, entre outros.

Agraciada com o prêmio Disco do Ano da Associação Paulista dos Críticos de Arte, em 2009, por seu primeiro CD, ‘Conto de Areia’, Aline Calixto conquistou muitos fãs no mundo do samba, entre eles Martinho da Vila, Sérgio Lorozza e Flavio Renegado, que lhe confiaram composições para seu segundo álbum, ‘Flor Morena’. Aline Calixto nasceu no Rio de Janeiro, mas se mudou para Viçosa (MG) ainda pequena. Voltou ao Rio já adulta, para se afir-

mar como uma das revelações da MPB. Em seu segundo CD – com músicas que fazem parte do repertório do show – os ritmos latinos se encontram com violão, moringa e efeitos em “Conversa Fiada”, única composição do disco em que letra e melodia levam a assinatura de Aline.

2 CULTURA

METRO CURITIBA

Na Caixa Cultural (R. Cons. Laurindo, 280) Hoje, às 20h R$ 5 e R$ 10 Informações: 2118-5111

‘Piscina’, de Mark Ravenhill, é apresentada no MON Apresentada a partir de amanhã na Sala Araucária, dentro do “olho” do MON (Museu Oscar Niemeyer), a peça ‘Piscina’, de Mark Ravenhill (traduzida e dirigida por Alvaro Bittencourt) propõe um questionamento sobre a posição do artista em relação a seus objetivos e sua produção artística. Com texto estruturado em um bloco narrativo único – sem personagens ou divisões de falas –, Bittencourt opta por uma montagem absolutamente essencial, focada no texto e nos atores, com trilha sonora realizada ao vivo, valorizando a ambiência do espaço e dos corpos. Em cena, estão os atores Anna Zétola, Julian Barg,

De quarta a domingo, temporada vai até 1º de junho | ELENIZE DEZGENISKI

Rosana Stavis, Luiz Carlos Pazello e Sandra Gutierrez. A temporada vai até 1º de junho, com sessões de quarta a sexta, às 19h, nos

sábados, às 18h30 e 20h30, e nos domingos, às 18h30. Com classificação de 16 anos, os ingressos vão de R$ 10 a R$ 20. METRO CURITIBA

Crônicas visuais em cena A Caixa Cultural (R. Cons. Laurindo, 280) apresenta amanhã, às 20h, no projeto Cena HQ, a leitura do quadrinho ‘Almas Públicas’, de Marcello Quintanilha. A direção da encenação é de Mauro Zanatta, que participa do projeto a convite dos curadores José Aguiar e Paulo Biscaia Filho. O autor da HQ estará presente para bate-papo após a apresentação, com entrada franca. Premiado com o HQMix de melhor desenhista nacional por ‘Sábado dos Meus Amores’, o quadrinista cario-

Pequenos momentos da vida cotidiana compõem um retrato de um Rio de Janeiro atual, que se mescla ao Rio nostálgico de meados do século 20, no HQ ‘Almas Públicas’ ca oferece na HQ novas crônicas visuais do Brasil e, em especial, do Rio de Janeiro. Pequenos momentos da vida de uma costureira, de um jogador de futebol, de um fo-

lião, de um sambista, de um motorista de lotação, entre outros, compõem um retrato de um Rio de Janeiro atual que se mescla ao Rio nostálgico de meados do século 20. Nascido em Niterói, em 1971, Marcello Quintanilha estreou nos quadrinhos em 1988, com histórias de terror e artes marciais. Ao longo da década seguinte, publicou HQs em revistas como General, Nervos de Aço, Metal Pesado e Zé Pereira, além da americana Heavy Metal. METRO CURITIBA

Zeca Pagodinho

Premiado

O sambista foi homenageado no fim de semana, em Miami, na edição do Brazilian Internacional Press Awards. Zeca foi premiado pela apresentação no Brazilian Day, em setembro de 2013, na categoria de “Melhor Show Brasileiro nos EUA.”


|12|

Check-in que é parceiro da boa paquera Cupido. Aplicativo mostra quem está disponível para conversas no ambiente Sair para paquerar em baladas, festivais, barzinhos e afins pode parecer uma boa ideia. Mas, a timidez, a empolgação de estar com os amigos ou a falta de prática podem atrapalhar a missão. Para essas e outras dificuldades da vida, a resposta, pelo menos atualmente, está em um aplicativo. Como funciona Recentemente lançado também para Android, além de sua versão para iOS, o AppHere é uma opção para quebrar o gelo. O usuário faz check-in no estabelecimento em que está e olha em volta, se o seu alvo de interesse também estiver usando o aplicativo, é

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Atendimento pago no SUS

Cruzadas

só começar a conversar pelo chat. Rapidinha O app pode ser visto como uma versão mais rápida e casual do WhatsApp, o aplicativo para conversar que substitui quase totalmente os torpedos nas conversas entre contatos já existentes no smartphone. Distância Por outro lado, quem costuma frequentar os mesmos lugares do ex-namorado(a) e não quer abrir mão da rotina, o app também serve para verificar se o ambiente está seguro para não correr o risco de encontrar o ex. Gratuito. METRO

Repugnante a discussão instaurada no Supremo Tribunal Federal a respeito do pagamento para se obter um bom e digno atendimento no SUS (edição de ontem). Isso beira as raias do “absurdo dos absurdos”, joga na sargeta da avenida da corrupção o direito constitucional dos milhões de usuários do Sistema Único de Saúde, dilacera a vigente Carta Magna (vide artigos 6º e 196°) e humilha os cidadãos e cidadãs de todo o país. Não bastasse a falta de medicamentos nos postos de saúde, aliás sem qualquer explicação plausível por parte dos responsáveis pelas unidades, ainda teremos que pagar para ter um atendimento de qualidade? Onde está o dinheiro dos impostos que, em tese, deveria ser canalizado para o acesso universal e igualitário à saúde, em contraprestação de excelência à monumental carga tributária suportada pela população? Em que curva dessa estrada de sucessivos escândalos ficou o senso de decência pública do nosso sofrido povo brasileiro? RICARDO NOGUEIRA RAMOS - CURITIBA

Metro pergunta

Sudoku

Proposta em discussão Siga o Metro no STF quer dar no Twitter: acomodações @jornal_metroCTB diferenciadas no SUS a quem pagar. O que você acha? @tisantoscx

Isto é uma vergonha, saúde pública é para todos. Que gerenciem melhor as receitas para aplicar num todo e dar dignidade a todos. @Fernandocker

Não acho que seja justo, pois o SUS é um sistema público de saúde. Não pode haver diferença no atendimento.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.ctb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

AppHere brasileiro mantém as instruções em inglês

Horóscopo

www.facebook.com/metrojornal

| DIVULGAÇÃO/APPHERE

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

A expressão de sentimentos estará mais intensa. Cuide para que impulsos não atrapalhem as convivências. Diversões estarão acentuadas.

O Sol – que rege seu signo – faz bom aspecto com Júpiter, influência propícia para negociações. Favorece viagens e contatos distantes.

Um bom aspecto do Sol com Júpiter – regente de seu signo – aponta um bom momento para buscar mais prazer e alegria profissional.

Período propício para adquirir novos conhecimentos que acrescentarão aos seu trabalho. Priorize mais conversas na vida amorosa.

Período especial para valorizar crenças, terapia, assuntos espirituais – ou conhecidos como “zens” – que revitalizem energias.

Momento que recomenda mais cautela com negociações e temas financeiros. Tendências a desvendar assuntos junto com as suas relações.

Propensões para dedicar mais empenho a novos estudos e para dobrar a atenção aos que já se dedica. Evite a desatenção nas relações.

Retomar contato com os amigos será essencial. Evite implicar com manias sem importância que fazem parte da conduta de certas pessoas.

A Lua faz bom aspecto com Urano, regente de seu signo, influência para bons momentos sociais. Favorece quem trabalha com o público.

Terá motivação especial para tratar assuntos profissionais, especialmente pela oportunidade de ampliar contatos e fazer algo diferente.

O dia recomenda paciência para lidar com costumes que - mesmo sendo antiquados - não mudarão da noite para o dia em certas pessoas.

Dia oportuno para surpreender quem gostamos com romantismo, retomada de hábitos especiais e ações prestativas na vida afetiva.


CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|13|◊◊

Olhar de Cinema divulga selecionados da 3ª edição Festival. Com 95 filmes de 17 países, Festival Internacional de Curitiba acontece de 28 de maio a 5 de junho. Confira os competidores Chegando a sua terceira edição, que acontece de 28 de maio a 5 de junho, o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba anunciou ontem os 95 filmes que serão exibidos este ano. Na mostra, estão representadas as cinematografias de 17 países: Brasil, Argélia, Espanha, França, EUA, Portugal. Filipinas, Tailândia, Japão, Itália, Grécia, Ucrânia, Romênia, Rússia, Canadá, Índia e Alemanha. Ao todo, foram inscritos 2.525 filmes (594 longas e 1.931 curtas), de onde saíram os 45 longas e 50 curtas da edição. Entre os concorrentes, se destacam os brasileiros ‘A vizinhança do tigre’, de Affonso Uchoa, e ‘Branco sai, preto fica’, de Adirley Queiróz, que compõem a Mostra Competi-

As mostras

Ucraniano ‘The Green Jacket’ está na Mostra de Longas... | FOTOS DIVULGAÇÃO

tiva de Longas (veja ao lado). Na mostra Novos Olhares, dedicada a primeiros filmes, seis longas internacionais serão exibidos pela primeira vez no Brasil. A mostra Olhar Retrospectivo trará uma edição especial dedicada ao cineasta Stanley

Kubrick, com dez de seus treze longas apresentados em cópias recém restauradas. A novidade da edição fica por conta das mostras competitivas, que antes separavam filmes nacionais de internacionais e agora reúnem todos. “A possibilidade de ver os fil-

... assim como o brasileiro ‘Branco sai, preto fica’, de Adirley Queiróz

mes nacionais à luz daqueles que vêm de outros cantos contribui para a reflexão acerca do quê e do como estamos produzindo no país, por isso decidimos que haveria somente uma mostra competitiva”, diz o diretor do festival, Aly Muritiba. METRO CURITIBA

Mostra Competitiva Longas: • ‘A vizinhança do tigre’ (BR) • ‘Branco sai, preto fica’ (BR) • ‘E Agora? Lembra-me’(PT) • ‘Forma’(Japão) • ‘How to disappear completely’ (Filipinas) • ‘Mary is happy, Mary is happy’ (Tailândia) • ‘My Class’ (Itália) • ‘September’ (Grécia) • ‘Sheep’(França) • ‘The green jacket’(Ucrânia) • ‘The kidnapping of Michel Houellebecq’ (França) • ‘Zanj revolution’ (Argélia) Mostra Competitiva Curtas: • ‘A Chamada’ (BR) • ‘A Rã e Deus’ (BR)

‘À espera’, no Mirada Paranaense

‘Coice no peito’ (BR) ‘Laborat’ (Alemanha) • ‘Master Blaster’ (BR) • My sense of modesty (FR) • ‘Taprobana’ (Portugal) • ‘That I’m Falling’ (França) • ‘The Incomplete’ (Alemanha) • ‘The swimming trunks’ (FR) • ‘Verona’ (BR) • •

Outros Olhares (Longa e Curta) Novos Olhares (estreias no BR) Mirada Paranaense


3 2 CULTURA ESPORTE

|14|

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Meia deve estrear hoje contra a Ponte Ponte Preta. Em meio a uma sequência de jogos fora de casa, o Tricolor precisa vencer por dois gols no jogo de volta em Campinas (SP) O Paraná Clube pode contar com um reforço para o jogo de hoje contra a Ponte Preta pela Copa do Brasil. O meia Thiago Humberto, de 28 anos, que jogava no Criciúma, é o novo contratado do time paranista. O jogador treinou com a equipe e pode ser a surpresa na escalação do técnico Claudinei Oliveira. O atacante Gabriel Barcos fez a estreia na sexta-feira passada contra o Santa Cruz, em Recife (PE), pela Série B do Campeonato Brasileiro, mas ainda não marcou. Ele está confirmado na escalação de Oliveira. O jogo de hoje é às 21h50 no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). A primeira partida contra a Ponte, na Vila Capanema,

terminou em 1 a 1, no dia 22. O Paraná tem que vencer ou empatar com resultado acima de dois gols para se classificar. O resultado de 1 a 1 leva o jogo para os pênaltis. A partida vale uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na próxima sexta-feira, o Paraná vai para Forataleza (CE) para o jogo contra o

Ceará, também pela Série B. Ponte Preta O volante Elton da Ponte Preta, ex-Paraná Clube, não pode atuar no jogo de hoje por já ter vestido a camisa paranaense na competição. Outro que reencontra o Paraná é o técnico Dado Cavalcanti que ainda não venceu com a Ponte. METRO CURITIBA

PONTE PRETA Roberto, César, Neílson, Diego Sacoman, Magal, Adilson Goiano, Fernando Bob, Alef, Adrianinho, Alexandro, Edno. Técnico: Dado Cavalcanti

PARANÁ CLUBE Marcos, Carlinhos Miranda, Brinner, André Vinicius, Rodrigo Mann, E. Sitta, Cambará, Lúcio Flávio, Marcos Serrato, Barcos, Giancarlo. Técnico: Claudinei Oliveira

Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Transmissão. BandaB, CBN, Transamérica.

Time treina entre sequência de três jogos fora | GERALDO BUBNIAK

Atlético. Time terá dois desfalques na zaga para enfrentar o Internacional

Meia sofreu lesão na coxa e será avaliado durante a semana | DIVULGAÇÃO/ CORITIBA

Coritiba. Robinho e Gil são dúvida contra o Sport Santos

“Estou louco para fazer gols. Tenho família, pessoas que apoiam. Vou me contagiar com eles para vencer” LEANDRO DAMIÃO, ATACANTE DO SANTOS, QUE NÃO MARCA UM GOL DESDE O DIA 30 DE MARÇO

O meia Robinho e o volante Gil, que saíram com dores do jogo contra o São Paulo, podem ficar de fora da partida contra o Sport, domingo, no Couto Pereira. Ontem, o grupo ganhou folga, mas os atletas se reapresentam hoje e serão reavaliados durante a semana. Em relação ao último jogo, no entanto, o Coritiba terá dois retornos confirmados. O meia Alex está recuperado da lesão na panturrilha e já treina normalmente. Já o atacante Roni, que teve que ficar de fora por força de contrato na última rodada, volta a buscar uma

vaga no time. Apesar das boas atuações, o Coritiba conseguiu até agora só três empates no começo do Brasileirão, desempenho que o colocou próximo da zona de rebaixamento. “Nosso planejamento em relação à pontuação não está no que pensamos. Precisamos de mais”, admite o técnico Celso Roth. Ele, no entanto, não poupa elogios ao time. ”O grupo está forte, trabalhando muito. Só posso elogiar. Fizemos um jogo igual contra o São Paulo”, avaliou. METRO CURITIBA

O Furacão deverá ter dois desfalques na zaga para o jogo contra o Internacional, sábado no Beira-Rio. Dráusio foi expulso no último jogo e cumpre suspensão. Já Manoel, que segue em discussão jurídica com o clube, também deve continuar fora. Léo Pereira é o favorito para ficar com a vaga de Dráusio e deve formar dupla com Cleberson, que vem tendo atuações irregulares. No último jogo, o Furação levou a virada por 3x2 sobre o time reserva do Cruzeiro e, na avaliação do técnico Miguel Ángel Portugal, a falta de experiência vem prejudicando a equipe. “Pagamos caro pelos erros individuais. São falhas que não podem acontecer e que serão trabalhadas durante a semana”, afirmou. Ataque Se a zaga atleticana vem causando apreensão, o atacante Éderson fez, na última rodada, seu primeiro gol no Brasileirão. O atacante, que foi artilheiro do

Léo Pereira deve ficar com vaga | DIVULGAÇÃO/ SITE OFICIAL DO CAP

campeonato no ano passado, chegou aos quatro gols neste ano – os outros três foram na Libertadores. “Nosso time se destacou em 2013 e queremos repetir a dose neste ano. Conseguimos nos entender muito bem dentro de campo”, disse em entrevista para a rádio do clube. “O Brasileiro é uma competição muito difícil. Cada jogo é muito complicado. Temos que focar no Inter. Pensar como jogar lá e fazer uma grande partida”, completou. METRO CURITIBA

Copa do Brasil

Jotinha precisa de pelo menos dois gols em casa Com desfalques de Alex Fraga e Camargo, expulsos no último jogo, o Jotinha precisa vencer o Novo Hamburgo com dois gols de diferença amanhã para seguir na Copa do Brasil. O técnico Sandro Forner, do JMalucelli, vai definir os substitutos de Alex Fraga e Camargo no treino de hoje, a partir das 16h. Para o jogo de volta, o treinador deve contar com Bruno Batata e Cleiton, que se recuperaram de lesões. Na primeira partida contra o Novo Hamburgo, fora de casa, o time paranaense teve os dois jogadores expulsos nos últimos minutos do segundo tempo e perdeu por 1 a 0. O jogo de volta amanhã será no Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba, às 19h30. Os ingressos já estão à venda e custam R$ 20,00 e R$10,00 a meia entrada. METRO CURITIBA


|16|

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

INDIANÁPOLIS: PARA DIREITA E ESQUERDA Oi pessoal do Metro, tudo bom? Espero que essa terça-feira esteja sendo produtiva, de muito trabalho e realizações aí no Brasil, pois aqui nos Estados Unidos o “bicho vai pegar”. Estamos numa semana muito especial para a IndyCar. Maio chegou e, como todos vocês sabem, é mês da Indy 500. Como sempre acontece, é um período do calendário com todas as atenções para o oval mais famoso do mundo. Obviamente que nesse ano não será diferente, mas 2014 está repleto de novidades para nós pilotos, para as equipes e principalmente para os fãs. Pela primeira vez vamos correr duas vezes em Indianápolis e num intervalo de 15 dias. Para a nossa categoria será uma estreia, mas o fã do automobilismo certamente se lembra das provas da Fórmula 1 em Indianápolis, entre 2000 e 2007, no traçado misto, não é mesmo? Então, a primeira corrida será no mesmo circuito, apenas com algumas modificações. Na semana passada fizemos um treino coletivo e tenho certeza que será uma corrida muito legal. Nesta terça-feira ainda estou aqui em casa, em Ford Lauderdale, arrumando as malas e amanhã já estarei em Indianápolis. As atividades de pista começam já no dia 8, com treinos livres. Na sexta-feira, testaremos mais um pouco e teremos também o Qualifying. A nossa corrida será no sábado às 16h30 (horário do Brasil), com transmissão das emissoras da Rede Bandeirantes. De todos os pilotos que estão atualmente no grid, somente o Juan Pablo Montoya já disputou corridas nesse traçado quando corria pela Williams e McLaren. O resto nunca fez uma corrida oficial no misto de Indianápolis e para as equipes a referência é zero. Tudo isso faz dessa corrida algo realmente muito especial e, acreditem, não há maneira melhor do que começar o mês de maio em Indianápolis. Logo no dia seguinte, domingo 11, já estaremos de volta ao circuito para guiar no sentido contrário, no tradicionalíssimo oval da Indy 500. Isso quer dizer que, na terça que vem, além de ter novidades sobre o Grand Prix of Indianapolis, já vou ter condições de contar como está sendo a nossa preparação para a “500 Milhas”. Ou seja, o que não vai faltar é emoção e conto com a torcida de vocês. E há outro detalhe interessante. O dia da corrida no misto, 10 de maio, é o meu aniversário de 39 anos. Quem sabe eu não comemoro no pódio, né? Forte abraço e vamos que vamos! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Provocação animal

CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Mudança?

Edmundo: ‘joguei mais que Ronaldo’

Luis Enrique pode treinar o Barça

À revista “Playboy”, Edmundo afirmou que jogou mais do que Ronaldo em toda a carreira. METRO

O ex-jogador espanhol Luis Enrique está cotado para ser o novo técnico do Barcelona. METRO

Dilma inaugura Itaquerão na 5ª Agora vai. Presidente da República estará no palco de abertura da Copa essa semana para fazer uma ‘visita inaugural’. Estádio do Corinthians receberá 6 jogos do Mundial A presidente da República Dilma R o u s s e ff vai participar da inauguração do Itaquerão na quinta-feira. O evento está previsto para acontecer às 15h e é tratado como uma “visita inaugural” – já que, no entender do governo federal, a inauguração será só após o estádio estar 100%. A programação de Dilma no estádio do Corinthians não está definida. A agenda será finalizada hoje, após visita realizada pelo estafe da presidente. A presença do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, à sole-

nidade é praticamente certa. Um dos palcos mais problemáticos da Copa por causa de atrasos nas obras e mortes de três operários, o Itaquerão receberá seis partidas do Mundial. A principal será a abertura, entre Brasil e Croácia, no dia 12 de junho. Haverá outros três confrontos da primeira fase: Uruguai x Inglaterra (19/6), Holanda x Chile (23/6) e Coreia do Sul x Bélgica (26/6). Um jogo das oitavas de final (1º/7) e outro das semifinais (9/7) completam a participação do estádio na Copa. A primeira partida oficial ocorrerá no dia 18 deste mês, entre Corinthians e Figueirense, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. METRO

Itaquerão será palco da abertura da Copa do Mundo | NELSON ANTOINE/FOTOARENA

Felipão aguarda situação de Jô O atacante Jô, do Atlético-MG, pode forçar uma alteração na lista de convocados para a Copa do técnico Luiz Felipe Scolari. O jogador do Galo é o provável reserva de Fred, do Fluminense. Mas ele

machucou o joelho direito no domingo, durante a derrota dos mineiros para o Goiás, pela 3ª rodada do Brasileirão. O técnico da Seleção Brasileira ficou apreensivo com a situação do atleta.

“Falei com ele ontem (domingo) à noite e isso é até normal. Ele sempre quer saber da situação dos jogadores que vêm atuando pela Seleção. Falei com o Rodrigo (Lasmar, chefe do departamento médico do Atlé-

tico) e passei para o Felipe que ainda não temos uma definição”, disse o médico do Brasil, José Luiz Runco. Felipão divulga os 23 convocados da Seleção Brasileira amanhã, às 11h30, no Rio de Janeiro. METRO

Suspeito de atirar privada confessa Um homem de 23 anos, suspeito de ter atirado o vaso sanitário que matou o torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, 26, foi levado ontem para a sede do Departamento de Homicídios, onde confessou ter participado do crime. A Polícia Militar informou que capturou o suspeito pelas ligações recebidas pelo Disque-Denúncia. Everton Felipe Santiago de Santana, que trabalha como auxiliar de serviços gerais

em uma escola, foi detido em Olinda, Pernambuco. O acusado deve responder pelo crime de homicídio qualificado, O suspeito ainda revelou que outras duas pessoas estavam envolvidas na ação, mas ambas estão foragidas O caso aconteceu na última sexta-feira, após o jogo entre Santa Cruz e Paraná, no estádio Arruda. Na saída, Paulo Ricardo foi atingido por um vaso sanitário atirado de uma altura de 24 metros.

Os dois próximos jogos do Santa Cruz não terão torcedores nas arquibancadas. A decisão foi do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que puniu o clube com duas partidas com os portões fechados. Além disso, a interdição do estádio do Arruda foi mantida. O bloqueio é em caráter liminar e vai durar até a formulação de denúncia contra o clube pela procuradoria do STJD. A informação foi confirmada no site da CBF. METRO

Vaso atingiu torcedor no Arruda | CARLOS EZEQUIEL VANNONI/FOTOARENA

20140506_br_metro curitiba  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you