Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pelo Grupo Sinos S/A.

LIANE NEVES/DIVULGAÇÃO

‘Eles passarão, eu passarinho’ Espaços culturais lembram 20 anos da morte do poeta Mario Quintana PÁG. 10

20 ANOS SEM KURT COBAIN LIVRO TENTA DECIFRAR VIDA E OBRA DO LÍDER DO NIRVANA PÁG. 12 PORTO ALEGRE Segunda-feira, 5 de maio de 2014 Edição nº 619, ano 3 MÍN: 18°C MÁX: 24°C

www.readmetro.com | leitor.poa@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metropoa

ALEXANDRE LOPS/INTERNACIONAL

D’Alessandro e Aránguiz, com Rafael Moura ao centro, marcaram os gols da vitória

85% acham estádio um lugar violento Exclusivo. Pesquisa do Instituto Methodus mostra que moradores de Porto Alegre consideram inseguros os locais dos jogos de futebol. Dos entrevistados, 41% afirmam que não vão a estádios por conta da violência e 50% já presenciaram atos racistas PÁG. 16

Na briga pela liderança Inter faz 2 a 1 no Sport, em Recife, e divide topo com Corinthians, Cruzeiro e Goiás PÁG. 20

Câmara pode ter de Portabilidade de retirar crucifixos créditos já vale hoje Projeto quer tirar símbolos religiosos do Legislativo de Porto Alegre PÁG. 04

Cliente pode transferir dívidas para outros bancos e reduzir juros PÁG. 06

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

GRANDES CRAQUES METRO

BONITO DE VER... JOGAR!

> COM MUITO MAIS TALENTO DO QUE BELEZA, RIBÉRY COMANDA A FRANÇA NA BUSCA PELO BICAMPEONATO PÁGS. 18 E 19


|04|

1 FOCO

Mercado de trabalho

Emprego A Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego, do secretário Pompeo de Mattos (foto), apresenta hoje um estudo sobre o comportamento do mercado de trabalho da capital, com ênfase nos fatores que influenciaram a taxa de desemprego de 2000 a 2013. O estudo foi produzido pelo Observatório do Trabalho com o tema “Desemprego de longo prazo e condições de trabalho em Porto Alegre”.

Cotações Dólar - 0,49% (R$ 2,22)

Proposta a retirada de crucifixos na Câmara Legislativo laico. Vereador Marcelo Sgarbossa apresenta projeto de resolução que pretende retirar símbolos religiosos do plenário e de espaços públicos do Legislativo Municipal. Iniciativa deve enfrentar resistência A apresentação de um projeto que prevê a retirada de crucifixos e outros símbolos religiosos da Câmara de Vereadores de Porto Alegre reacende um debate no Rio Grande do Sul sobre o estado laico. A última polêmica relacionada ao tema no Estado ocorreu em 2012, quando o Judiciário gaúcho retirou crucifixos após decisão favorável a pedido da Liga Brasileira de Lésbicas e outras entidades. Agora, o projeto de resolução, de autoria do vereador Marcelo Sgarbossa (PT), proíbe afixar qualquer símbolo religioso nas dependências públicas e determina, especificamente, a retirada do crucifixo localizado no alto da parede atrás da cadeira do presidente. A capela da Câmara, de acordo com o projeto, deverá ser transformada em um espaço inter-religioso, sem a presença material e visual de qualquer símbolo ou imagem sacra. O autor da proposta explica que o objetivo é “garantir a laicidade da Poder Legislativo Municipal”. Na justificativa do projeto, Sgarbossa diz que se baseia na Constituição Federal, em que o Brasil se Acidente fatal

Euro - 0,65% (R$ 3,08) Selic (11% a.a.)

Salário mínimo (R$ 724)

“A defesa da permanência dos crucifixos em recintos estatais se sustenta na condição majoritária do catolicismo no Brasil.” M CO  AOA (PT), VEREADOR

Autor da proposta argumenta que Legislativo não deve assumir oficialmente nenhuma religião | LEANDRO CONTURSI/CÂMARA

constitui num estado laico, “já que é vedado aos entes federativos manter relações de dependência ou aliança com quaisquer religiões”. O vereador entende que o Poder Público não deve assumir oficialmente nenhuma religião, tratando de forma igual as diversas crenças e descrenças, sem deixar que as fundamentações religiosas Canoas

influam nos rumos políticos e jurídicos dos órgãos públicos. Judiciário retirou Em 2012, o Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul acatou pedido da Liga Brasileira de Lésbicas e retirou crucifixos de plenários, salas de audiências e demais espaços públicos da Justiça. No voto, o relator Trânsito fechado

da matéria, o desembargador Cláudio Baldino Maciel, escreveu: “Resguardar o espaço público do Judiciário para o uso somente de símbolos oficiais do Estado é o único caminho que responde aos princípios constitucionais republicanos de um estado laico, devendo ser vedada a manutenção dos crucifixos e outros símbolos religiosos em ambientes públiSaúde do bebê

cos dos prédios”. Procurado ontem à tarde pelo Metro Jornal para comentar o assunto, o vereador João Carlos Nedel (PP), ligado à Igreja Católica, não foi localizado. Há dois anos, durante a polêmica da retirada dos símbolos religiosos do Judiciário, ele disse que a família cristã gaúcha estava de luto pela decisão do Conselho da Magistratura. Nedel classificou de “alegação quase pueril” a de que o Estado é laico para justificar a medida. “Por que esses símbolos incomodam tanto alguns grupos?”. O parlamentar ressaltou que os crucifixos ultrapassam o simbolismo cristão, pois significavam o amor ao próximo.

MAICON BOCK METRO PORTO ALEGRE

Caso Bernardo

Jovem que caiu da ponte do Guaíba é homenageado

Avançam obras de acesso à Rodovia do Parque

Frederico Mentz tem bloqueio a partir de hoje

Hospital melhora Teste do Pezinho em Porto Alegre

Madrasta é transferida para presídio de Guaíba

Familiares e amigos de Yuri Cabral Bottaro, 24 anos, que morreu ao cair do vão móvel da ponte do Guaíba na quarta-feira passada, foi homenageado ontem à tarde no local. Familiares e amigos lançaram flores nas águas no sentido interior-capital. Ele morava em Charqueadas.

Avançam as obras dos acessos provisórios à BR-448 realizadas pela Prefeitura de Canoas. Serão asfaltados 1.100 metros da rua Dona Maria Isabel e 300 metros da rua Elizabeth Finkler, no bairro Mato Grande. Não deve ocorrer o bloqueio das vias. Os trabalhos devem estar concluídos até o fim do mês. METRO POA

A rua Frederico Mentz ficará bloqueada ao tráfego de veículos para obras, no sentido Centro-bairro, esquina com a rua Dona Teodora, de hoje até o dia 15. Haverá alteração nos itinerários dos ônibus: 701-Vila Farrapos/Voluntários e 703-Vila Farrapos, apenas no sentido Centro-bairro. METRO POA

A partir de hoje, o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, na capital, que é considerado serviço de referência no Estado no Teste do Pezinho, irá implantar a quarta fase do exame em solo gaúcho. O objetivo é a realização de exames diagnósticos para a detecção precoce de doenças. METRO POA

A madrasta de Bernardo Boldrini, uma das suspeitas da morte do garoto de 11 anos, no norte gaúcho, foi transferida por decisão da Justiça para a Penitenciária Feminina de Guaíba, no sábado. Gracieli Ugulini está no mesmo local que a amiga Edelvânia Wirganovicz, também suspeita do crime. BANDNEWS

BANDNEWS

Bovespa + 2,62% (52.980 pts)

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

FALE COM A REDAÇÃO leitor.poa@metrojornal.com.br 051/2101.0471 COMERCIAL: 051/2101.0302

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos, Campinas e Grande Vitória, somando 510 mil exemplares diários.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro. (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio Editor Executivo: Maicon Bock (11.813 DRT/RS). Diagramação: Keila Casarin Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor-Geral: Leonardo Meneghetti

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, CEP 90660-120, Porto Alegre, RS. Tel.: (051) 2101-0302 O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 40.000 exemplares


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Rawell. Leão furtado em SP é achado em Maringá O leão Rawell, furtado em Monte Azul Paulista (SP), foi localizado em Maringá, no norte do Paraná, no sábado. A Polícia Civil cumpriu o mandado de busca e apreensão do animal no criadouro do ex-dono do leão, Ary Marcos, que abriga mais de dez tigres. O leão, de 9 anos e 300 kg, foi furtado na quinta-feira. O médico Oswaldo Gar-

Fabiano Santos era procurado da Polícia | DIVULGAÇÃO/DISQUE-DENÚNCIA

Sucessor de chefe do tráfico é preso no Rio Complexo da Maré. Fabiano Santos de Jesus, irmão do traficante Menor P, foi encontrado ontem após operação da Polícia Federal com as Forças Armadas em conjunto de favelas O traficante Fabiano Santos de Jesus. irmão do Menor P um dos comandantes do tráfico no Conjunto de Favelas da Maré no Rio de Janeiro, foi preso ontem em uma ação realizada pela Polícia Federal e pelas Forças Armadas. Segundo nota divulgada pela Força de Pacificação, Fabiano seria o “natural sucessor de seu irmão e vinha sendo procurado por diversos órgãos de seguranças e ordem pública”. Mais conhecido como Zangado, o criminoso já havia sido preso em 2006. Três anos depois foi mandado para o regime semiaberto. No dia 2 de janeiro de 2009, saiu do Instituto Penal Plácido Sá de Carvalho, onde cumpria pena, e

não voltou mais. Zangado foi encontrado em um apartamento no Conjunto Nova Esperança com outros dois suspeitos, que foram detidos para averiguação. A polícia apreendeu também duas pistolas, cartuchos de munição, mais de R$ 2 mil em dinheiro e uma motocicleta sem placa de identificação. Menor P, foi preso em março. Ele é acusado de chefiar o tráfico de drogas na Maré e de ter agredido o jogador Bernardo, do Vasco, por um envolvimento do atleta com Daiane Rodrigues, que seria a “namorada número 1” do criminoso. Na mesma época as polícias do Rio e as Forças Armadas ocuparam o complexo. METRO

cia Junior, dono do criadouro onde o animal estava, diz que homens arrombaram o portão do centro de reabilitação, abriram a jaula e sequestraram o felino. Anteontem, um funcionário do criadouro de Maringá foi preso por desobediência porque não permitiu que os policiais entrassem no local. METRO

Política

|05|◊◊

Comparação com Aécio

Novo governador do Tocantins é eleito

Campos diz ter projetos distintos

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Sandoval Cardoso (Solidariedade), foi eleito ontem, governador do Estado. A eleição indireta, com 15 votos de deputados, foi realizada devido à renúncia de Siqueira Campos (PSDB) e do vice João Oliveira. METRO

O pré-candidato à presidência pelo PSB, Eduardo Campos, disse ontem que o projeto de governo dele é distinto ao de Aécio Neves (PSDB). A declaração foi feita dois dias depois de o tucano afirmar que os dois poderiam estar juntos no mesmo governo em 2015. METRO


|06|

Empreendedorismo

BRUNO CAETANO BRUNO.CAETANO@METROJORNAL.COM.BR

ESTOQUE SOB CONTROLE É DINHEIRO EM CAIXA Você já ouviu a máxima de que estoque é dinheiro, certo? Em excesso, representa recursos parados. Se for insuficiente, significa perda de vendas ou problemas na produção por falta de matéria-prima. Sendo assim, a calibragem desse quesito refletirá nas finanças do negócio. Infelizmente, entretanto, tal controle é falho em muitas micro e pequenas empresas. O gerenciamento eficiente começa com a previsão de demanda. Calcular bem as quantidades é muito importante, principalmente quando se trata de produtos perecíveis ou dependentes de moda. Para fazer o cálculo, você pode partir do seguinte raciocínio: suponha que sua loja venda, em média, cinco unidades de um produto por dia e o tempo de reposição do fornecedor é de dois dias. O pedido para recompor o estoque deverá ser feito quando houver dez unidades no estabelecimento. Você pode trabalhar com mais mercadoria como margem de segurança para casos de atraso ou procura extra pelo consumidor. Lembre-se de que o espaço físico é determinante, já que interfere no volume e nas condições de armazenamento. Deve estar organizado por tipo de artigo, com seus lugares definidos e uma lógica para facilitar a visualização, acesso e monitoramento. Com tudo em ordem, os espaços podem ser mais bem aproveitados, inclusive para outras finalidades. Além do controle visual, o estoque deve ser acompanhado com a utilização de fichas ou de um sistema informatizado. É fundamental que os registros espelhem o que existe fisicamente. Não pode haver saída ou entrada sem contabilização. A precisão dessas informações evita que se enfraqueça a noção da necessidade de capital de giro e da demanda por algum item. Outro ponto crucial é fazer inventários periódicos para identificar perdas ou furtos; quando aparecerem diferenças, deve-se investigar a causa. Além disso, é muito útil para as finanças e planejamento de gastos constar o custo de aquisição das mercadorias. Outro princípio que você pode adotar: quando o dinheiro disponível estiver baixo, o estoque não deve estar alto. Gerenciar bem esta área só trará benefícios para o caixa da empresa. Cuide disso. Você tem uma história de empreendedorismo para contar? Escreva para mim (bcaetano@sebraesp.com.br). Este espaço também é seu. Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. O Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em www.sebraesp.com.br

Estudo. Copa deve gerar 700 mil novos empregos A expectativa de novos empregos no período da Copa do Mundo, que começa em 12 de junho, é otimista. Segundo dados de uma pesquisa realizada pela consultoria Man Power, 24% dos empregadores brasileiros pretendem aumentar as contratações até junho. Os números colocam o Brasil entre as vinte maiores expectativas de emprego no mundo. Os setores com maior previsão de con-

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

tratações são finanças, seguros e imobiliário, transportes e serviços públicos e comércio, todos com crescimento previsto de 16%. Segundo o Ministério do Esporte, ao menos 700 mil empregos diretos e indiretos estão sendo gerados no país desde 2010. A vinda de turistas e a alta na demanda por serviços favorecem setores como comércio, restaurantes, hotelaria e agências de turismo. METRO

Devedores já podem obter juros menores Portabilidade. Novas regras para transferência de créditos entre instituições financeiras passam a valer hoje; para professor de finanças, bom relacionamento pode ajudar cliente Começam a valer hoje as novas regras para a portabilidade de crédito, recurso que permite transferir dívidas de uma instituição financeira a outra, renegociando débitos com juros mais baixos. As regras valem para vários tipos de débitos, como empréstimo pessoal, financiamento para a compra da casa própria ou de veículos, e dívidas de cartão de crédito ou de cheque especial. Aprovada em 2006, a portabilidade ganhou regulamentação do Conselho Monetário Nacional no ano passado. Em março, o Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) também aprovou a portabilidade de financiamentos imobiliários concedidos com recursos do fundo. Faltava só a Caixa Econômica Federal definir as regras para esses casos. Segundo a nova regulamentação, apenas a taxa de juros poderá ser alterada em contratos novos. As garantias da dívida original e o número de parcelas devem ser mantidos. Os bancos passam a ter prazo de cinco dias para fazer uma contraproposta na tentativa de manter o cliente. O prazo é o mesmo para a realização da transferência. Custos Se o consumidor decidir pela troca, a instituição que compra o débito fica responsável pelos custos envolvidos na operação, que não podem ser repassados. “Em

A VANTAGEM DA PORTABILIDADE Simulação mostra diferença entre contratos de crédito imobiliário PREMISSAS: DÍVIDA R$ 300 ESTIMADA: mil

PRAZO RESTANTE:

240 meses (20 anos)

CÁLCULOS: ORIGINAL

O ANO AO MÊS TAXA DE JUROS

10% 0,797%

PORTABILIDADE AO ANO

AO MÊS

9%

0,72%

AMORTIZAÇÃO MENSAL (R$)

2.808,97

2.630,11

SEGURO (R$)

150

150

TAXA DO CONTRATO (R$)

25

25

TOTAL DA PRESTAÇÃO

2.983,97

2,805,11

Diferença total no contrato (240 meses) >>

DIFERENÇA 1% ao ano 178,86 – – 178,86

42.926,40

OBS: OS VALORES DO SEGURO E TAXA DO CONTRATO FORAM ESTIMADOS COM BASE EM CONSULTA AOS BANCOS E FORAM MANTIDOS FIXOS FONTE: GILBERTO BRAGA (IBMEC)

alguns casos, as taxas altas envolvidas na transferência podem inviabilizar a portabilidade”, ressalta Gilberto Braga, professor de finanças do Ibmec, no Rio de Janeiro. Segundo ele, “os custos que o cliente terá ou não de arcar ao barganhar podem fazer a diferença na decisão”. A pedido do Metro Jornal, Braga fez uma simulação de portabilidade de crédito imobiliário com recursos do FGTS. Segundo os cálculos do professor, a diferença total em um contrato de 20 anos por uma dívida imobiliária de R$ 300 mil renegociada a juros de 9% ao ano (contra originais de 10%) pode chegar perto de R$ 43 mil. Burocracia O mecanismo da portabilidade, que não é novo, re-

“Não acho que mude muito rápido, mas acredito que o brasileiro se renderá no futuro” GILBERTO BRAGA, PROFESSOR DE FINANÇAS

presenta menos de 5% das operações de empréstimos e financiamentos em instituições bancárias no país. Na opinião de Braga, isso pode mudar com as novas regras. “Não acredito que mude de maneira muito rápida, mas acho que o brasileiro se renderá no futuro”, diz o professor. “Para não ter aborrecimentos, o brasileiro prefere até pagar mais caro, porque a burocracia hoje é muito grande”, diz o professor. Para ele, será preciso en-

contrar uma maneira de reduzir essa burocracia no futuro para estimular o uso do benefício. Como fazer Para encontrar taxas de juros menores, o correntista precisa se dirigir aos bancos e renegociar a dívida. “O devedor deverá fazer uma pesquisa nos bancos”, explica. Na opinião do professor, a obtenção de melhores condições para o pagamento da dívida dependerá dos relacionamentos bancários que o cliente tem com outras instituições. “Para quem não é correntista ou não tem um relacionamento anterior com outro banco, vai ser difícil conseguir diminuir o custo, alerta. Entretanto, com eventuais mudanças na situação financeira e no relacionamento com os bancos desde o tempo da aquisição da dívida, o cliente pode ter chances melhores de conseguir condições vantajosas. “Minha sugestão para o consumidor é que ele faça uma pesquisa inicial em bancos nos quais já tem um relacionamento, em que as chances de conseguir taxas melhores serão maiores”, diz. Embora não se arrisque a dizer se as instituições estão preparadas para lidar com as novas regras, Braga diz que o mecanismo será uma boa alternativa de negócios. “As empresas bancárias gostam desse tipo de operação. Acho que vamos entrar numa era interessante”. METRO

Caixa quer financiar R$ 155 bi em 2014

Caixa quer financiar R$ 20 bi com evento | FERNANDO NEVES/FUTURA PRESS

Com 83 construtoras e 57 imobiliárias participantes, a 10a edição do Feirão Caixa da Casa Própria terminou ontem em São Paulo. O banco espera chegar a R$ 155 bilhões em concessão de crédito imobiliário em 2014, ante quase R$ 135 bilhões no ano passado. Só no evento, a Caixa espera financiar R$ 20 bilhões, valor menor que os R$ 28 bilhões de 2013. O Feirão da Caixa acontece entre os dias 16 e 18 de maio em Fortaleza (CE),

Salvador (BA), Brasília (DF), Recife (PE), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Belém (PA). Nos dias 23 a 25 de maio o evento será realizado em Campinas (SP), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS) e Uberlândia (MG). Segundo a Caixa, o número de imóveis ofertados nos três finais de semana e nas 13 cidades que recebem o evento deve superar 300 mil, com cerca de 560 construtoras e 340 imobiliárias e mais de mil novos empreendimentos.

Os interessados em adquirir crédito para a casa própria devem levar ao evento documento de identidade, CPF e comprovante de renda. O prazo para o financiamento é de até 35 anos, com taxas de juros a partir de 4,5% a.a, de acordo com a renda do tomador e o valor financiado. Quem contratar o financiamento imobiliário nos Feirões da Caixa poderá optar por começar a pagar as parcelas apenas em janeiro de 2015. METRO


|08|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

| MICHELLE TROMBELLI/BANDNEWS FM

Brasil não tem data para sair do Haiti Dez anos de Minustah. Missão de Paz da ONU reduziu violência no país, mas fome ainda afeta um terço da população Em meio a uma crise nacional com a chegada em massa de haitianos ao Brasil, a Missão de Paz da ONU para a estabilização do país caribenho completa 10 anos sem data para ser encerrada. Em abril de 2004, o Conselho de Segurança aprovou a criação da Minustah para tentar conter uma guerra civil promovida por gangues políticas no Haiti. O Brasil assumiu o comando militar da missão e já investiu mais de R$

2 bilhões, dos quais a ONU reembolsou apenas 30%. Hoje, 1.450 membros das Forças Armadas trabalham no Haiti. Os contingentes se revezam a cada seis meses. Em 10 anos, 31.832 brasileiros já atuaram na Missão. Violência Os dados indicam que o Haiti tem números melhores que o de algumas cidades brasileiras. As mortes violentas, por exemplo, não chegam a 30 por mês em todo o país. “Os números são frágeis e podem se deteriorar rapidamente por uma falha institucional”, avalia o general brasileiro José Luiz Jaborandy Junior. “Para sair daqui, precisamos ter certeza de que o governo do Haiti saberá conduzir os destinos do país”. Um dos principais objetivos da Minustah é fortalecer a polícia haitiana, que hoje

tem 11 mil homens, o dobro de 2004. “Temos visto progresso na atuação da polícia e nossa meta é chegar a ter 15 mil homens”, diz Sandra Honoré, representante da ONU em Porto Príncipe. Se a segurança é considerada estável, pobreza e falta de emprego ainda são problemas latentes na capital. É no distrito de Cité Soleil que o Haiti faz jus ao título de país mais pobre das Américas. A carência salta aos olhos e contrasta com o azul do Mar do Caribe. Nesse cenário, tomado de favelas e um forte odor devido ao lixo e à falta de saneamento, o pequeno Mansler, de oito anos, segura nos braços a irmãzinha, de apenas dois. “Eu cuido dela para minha mãe buscar a vida”, diz. A expectativa de vida é de 56 anos e praticamente não há idosos nas ruas.

Soldado brinca com crianças e lixo acumulado em Porto Príncipe

A ausência do poder público faz com que 80% da população viva abaixo da linha da pobreza, com apenas um dólar por dia. Em construção Mais de quatro anos após o terremoto que matou 220 mil pessoas, Porto Príncipe é uma cidade em construção. Um dos símbolos disso são

os milhares de caminhões que tomam as ruas da capital e tornam o trânsito ainda mais caótico. Dos mais de 1,5 milhão de desabrigados, 90% já deixaram os campos de deslocados, mas ainda há cerca de 300 desses acampamentos pelo país. A fome ainda é uma realidade para um terço da população. Segundo o Programa Mundial de Alimentos da ONU, uma em cada cinco crianças sofre de desnutrição crônica. Para tentar driblar o problema, a família da jovem Délange Nicolas criou há mais de 20 anos o biscoito de barro: “Usamos manteiga, água, terra e sal

e vendemos nos mercados. Quando a gente come com água, diminui a fome”. Mesmo com tantas dificuldades, a maioria dos haitianos vive com sorriso no rosto. Chamam a atenção as roupas sempre impecáveis, não importa a classe social, principalmente o uniforme escolar. Para o tradutor Chamin Ajan, isso tem a ver com a colonização. “É a presença da França na cultura, gostamos de estar sempre bem vestidos”. MICHELLE TROMBELLI BANDNEWS FM Ouça a série de reportagens sobre o Haiti no Metro www.metrojornal.com.br

Kiev acusa Rússia de ter um ONU acusa Damasco de plano para ‘destruir Ucrânia’ barrar ajuda humanitária O premiê interino da Ucrânia, Arseny Yatseniuk, acusou a Rússia ontem de estar por trás do incêndio que matou mais de 40 pessoas em Odessa na sexta-feira, colocando o país mais perto de uma guerra civil. Segundo Yatseniuk, o incidente, o que mais causou mortes desde a deposição do premiê Viktor Yanukovich, faz parte de “um plano russo para destruir a Ucrânia”. “O que ocorreu em Odessa faz parte do plano da Federação Russa para destruir a Ucrânia e seu Estado”, disse o premiê em uma entrevista coletiva que concedeu em Odessa, depois de se reunir com autoridades locais e representantes da sociedade civil na cidade, a terceira maior do país. Yatseniuk também atacou as forças policiais de Odessa, sugerindo que os agentes estavam mais interessados nos frutos da corrupção do que em manter a ordem. “Se houvessem feito seu trabalho, essas organizações terroristas teriam sido frustradas”, acusou. Slaviansk Um porta-voz dos separatis-

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse ontem que “a resistência burocrática” do governo de Bashar al-Assad impede a chegada de ajuda a milhões de sírios necessitados, em meio ao conflito que já dura três anos. Em entrevista a um canal de TV saudita, Ban disse que deixou de manter contato direto com Assad depois de meses em que o ditador sírio “não manteve suas promessas”. Em Acidente 1

Incêndio em Odessa matou mais de 40 pessoas | YEVGENY VOLOKIN/REUTERS

tas pró--Moscou disse ontem que o exército da Ucrânia bloqueou a principal estrada de acesso a Slaviansk, cidade no leste do país que se tornou reduto de ativistas. A ofensiva, parte da chamada operação “antiterrorista” de Kiev, ocorre uma semana antes do referendo previsto para 11 de maio para a criação de uma república autônoma. Segundo analistas, a incursão do Exército seria uma forma de impedir a votação.

Diplomacia e gás Ontem, o ministro alemão de Exterior, Frank-Walter Steinmeier, pediu a realização de uma segunda conferência internacional em Genebra para pôr fim à crise na Ucrânia. Por telefone, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente russo, Vladimir Putin, discutiram ontem a crise e destacaram a importância de uma “ação efetiva internacional” para reduzir a tensão, segundo o Kremlin. METRO

abril, Ban disse que nenhuma das partes envolvidas no conflito estava cumprindo as exigências da ONU sobre acesso de ajuda humanitária. Ontem, ele retomou o tema e disse que uma resolução do Conselho de Segurança aprovada em fevereiro exigindo acesso rápido, seguro e sem impedimentos “não ajudou muito”. Segundo Ban, há 3 milhões de pessoas em áreas em Acidente 2

que a ONU não consegue acesso para entregar a ajuda humanitária. “Não falta material para entregar, trata-se apenas de resistência burocrática do governo sírio”, disse. O regime e os rebeldes são acusados de impedir a entrega de alimentos e medicamentos a 250 mil pessoas, em áreas sitiadas, fazendo com que a fome force os adversários a se entregar. METRO Acidente 3

Descarrilamento na Índia mata 19

Choque no metrô fere 170 em Seul

Acidente fere 19 no metrô de NY

Ao menos 19 pessoas morreram ontem quando um trem de passageiros descarrilou no oeste da Índia. Segundo a polícia, mais de 130 pessoas ficaram feridas. O acidente aconteceu a cerca de 100 quilômetros ao sul de Mumbai, capital financeira do país. O motor e alguns dos vagões do trem saíram dos trilhos. A causa do acidente não foi revelada.

Uma batida entre dois trens no metrô de Seul, capital da Coreia do Sul, deixou ao menos 170 feridos na sexta-feira. O choque foi provocado por falha na sinalização, segundo autoridades. O acidente aconteceu pouco mais de duas semanas depois do naufrágio de uma balsa em que cerca de 300 pessoas morreram ou desapareceram na costa sudoeste do país. METRO E AGÊNCIAS

Um trem do metrô de Nova York com cerca de mil passageiros descarrilou na sexta-feira deixando 19 feridos, quatro deles em estado grave. Seis dos oito vagões descarrilaram, segundo a polícia. No último incidente do tipo na cidade, em 1991, na Union Square, seis pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas. O maquinista estava alcoolizado e foi condenado. METRO

METRO E AGÊNCIAS


|10|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

2 CULTURA

DULCE HELFER/DIVULGAÇÃO

Programe-se A foto histórica mostra o poeta na Casa de Cultura Mario Quintana

Saudades do

Brasil e Argentina

‘El Ardor’ em Cannes Coprodução entre o Brasil e a Argentina, o longa ‘El Ardor’, com a brasileira Alice Braga e o mexicano Gael García Bernal (foto), será exibido na mostra Special Screenings do Festival de Cannes. A competição vai de 14 a 25 de maio.

poeta

* “Saudade: 20 anos sem Mario Quintana” – exposição com imagens e documentos do Acervo do Poeta Na Sala Radamés Gnattali da Casa de Cultura Mario Quintana (r. dos Andradas, 736). Visitação até 30 de junho. * “Nas Asas do Poeta – Itinerário Interativo”, com a atriz Deborah Finocchiaro Hoje, a partir das 19h, pelas dependências da CCMQ

* “Quintana, 20 Anos Depois”, com palestras e atividades infantis Hoje e quarta-feira, às 15h e 19h, no Centro Municipal de Cultura (av. Erico Verissimo, 307)

Homenagem. Morto há 20 anos, Mario Quintana será lembrado em exposições O poeta de Porto Alegre e das frases marcantes ganha homenagens a partir de hoje, quando são lembrados os 20 anos de sua morte. Mario Quintana viveu 88 anos (Alegrete, 30/7/1906 - Porto Alegre, 5/5/1994) e dedicou sua longa existência à literatura, como escritor, tradutor e cronista – mas foi na poesia que

encontrou seu público e se tornou um dos autores mais populares do Brasil. As secretarias da Cultura de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul prepararam, para esta semana, programações que resgatam a trajetória de Quintana e sua memória. Na Casa de Cultura que

recebeu o seu nome, abre hoje a exposição “Saudade: 20 anos sem Mario Quintana”, com uma seleção de poemas, fotos, manuscritos e textos que pertencem ao Acervo do Poeta. Hoje também será realizada uma visita poética na CCMQ, com mediação da arte-educadora Cristiane Cubas e a leitura

de poemas da atriz Deborah Finocchiaro. A cada andar visitado, serão propostas atividades interativas como encenações e exibições de vídeos. O legado de Quintana será tema de encontros hoje e quarta-feira no Centro Municipal de Cultura. As convidadas são as fotógrafas Dulce Helfer (que hoje divide a con-

versa com o jornalista Juarez Fonseca) e Liane Neves (na quarta), que conviveram com o poeta e são autoras dos seus principais retratos. A atividade no CMC ainda inclui contação de histórias para o público infantil, com Hermes Bernadi Jr. e Gislene Rodrigues. METRO POA


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Tramas gaúchas Palco. Três espetáculos locais são atração hoje no Palco Giratório A programação do Palco Giratório recebe hoje três espetáculos porto-alegrenses, marcando o destaque que as companhias gaúchas terão nesta edição do festival. A Cia. Stravaganza apresenta, às 14h e 16h, no Teatro Sesc Centro (av. Alberto Bins, 665), o espetáculo

infantil “Príncipe e Princesas, Sapos e Lagartas”, que adapta para o teatro um texto de Flavio de Souza. Às 17h, será a vez do teatro de rua da Cia. Rústica, que encena “Desvio em Trânsito”, na Praça da Alfândega. Hoje, também volta a

cartaz “Medeia Vozes”, do grupo Ói Nóis Aqui Traveiz. Com uma visão feminina do mito grego de Medeia, o espetáculo foi o grande vencedor do Prêmio Açorianos de 2013. Encenações de hoje a quarta, às 19h, na Terreira da Tribo (r. Santos Dumont, 1.186). METRO POA

‘Medeia Vozes’ entra hoje em cartaz na Terreira da Tribo | PEDRO LUGAS/DIVULGAÇÃO

|11|◊◊


|12|

Lançamento. Em ‘Kurt Cobain, A Construção do Mito’, o jornalista americano Charles R. Cross, que acompanhou toda a trajetória do Nirvana, faz uma análise de como a obra e a vida do líder da banda, morto há duas décadas, aos 27 anos, influenciou a cultura

Literatura

Sarau Erótico recebe Ismael Caneppele A edição de maio do Sarau Erótico recebe hoje o roteirista e escritor Ismael Caneppele. Ele vai ler seus textos eróticos preferidos e trechos inéditos de futuros trabalhos. As coordenadoras Nanni Rios e Monique Guimarães ainda recebem uma amostra do trabalho performático-fotográfico de Carina Sehn. O sarau começa às 20h30, no Bar do Nito (Lucas de Oliveira, 105). R$ 10.

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

DOUG MANELSKI PHOTO/ DIVULGAÇÃO

“Existiam três fatores centrais que influenciavam a escolha de roupas usadas por Kurt: o clima na região oeste de Washington, onde ele vivia; sua situação financeira [ruim]; e a vergonha por ser magro [usava camadas de roupas para disfarçar seu físico].”

METRO POA

Cancelado

Banda The Afghan Whigs não vem mais O show da banda The Afghan Whigs, que seria realizado no dia 23 de maio no Opinião, foi cancelado pela produtora Time for Fun por problemas de logística do grupo. Quem já adquiriu os ingressos pode trocá-los no ponto de venda ou solicitar o reembolso pelo e-mail sac@tic ketsforfun.com.br.

CHARLES R. CROSS

“Kurt e Courtney sempre estavam encrencados com a gerência [de hotéis chiques] – por fumarem, causarem danos, usarem drogas e não pagarem as contas – e acabavam expulsos.”

Você foi um dos primeiros da imprensa a ouvir o antológico disco ‘Nevermind’. O quanto isso o marcou? Foi um trabalho de música poderoso. É um grande álbum. Mas, pessoalmente, eu gosto mais do ‘In Utero’ [lançado em 1993].

METRO POA

Cinema

Gramado garante premiações em dinheiro O Festival de Gramado vai finalmente honrar o compromisso de dar prêmios em dinheiro para os filmes vencedores. A edição 2014 vai distribuir um total de R$ 280 mil para as categorias principais, valor bancado pela Prefeitura de Gramado. METRO POA

Lançamento “O QUINTO BEATLE” VIVEK J. TIWARY EDITORA ALEPH R$ 59,90

A fabulosa história do quarteto de Liverpool se deve principalmente ao empresário Brian Epstein, que descobriu os garotos num porão de um bar em Liverpool. O livro tem lançamento no formato de graphic novel e já está em adaptação para o cinema. www.oquintobeatle.com.br

O que mais o impressionou, ao longo dos anos, acompanhando a trajetória do Nirvana? De verdade, ainda não apareceu nada como o Nirvana desde a morte do Kurt. É por isso que eu o considero a última estrela do rock dos novos tempos. Como você vê essa importância do Kurt até hoje no cenário musical e cultural? Ele viveu em um período que agora não existe mais, quando um artista de rock podia ser tocado em todas as rádios, quando o rock era o ritmo musical dominante. Na era da internet, as celebridades surgem aos montes. Mas há pouquíssimas estrelas de verdade. Kurt, na minha mente, é o último rockstar que existiu, porque seu nível artístico, seu carisma e sua habilidade para compor ainda não foram superados desde sua morte. Como um fã de música, eu ainda espero que surjam outros grandes nomes na linha de estrelas do rock. Mas, até então, a influência de Kurt permanece colossal. METRO RIO

REPRODUÇÃO

ÍDOLO DECIFRADO Era a manhã de 8 de abril de 1994. O jornalista Charles R. Cross, então editor-chefe da revista “The Rocket”, de Seattle, recebe a ligação do DJ de uma rádio com uma pergunta de indícios bombásticos: “Você acha que existe a possibilidade de Kurt Cobain estar morto?” Cross descartou o possível boato: “Simplesmente não pode ser ele”. Mas, sim, o líder do Nirvana tinha morrido. Três dias antes, aos 27 anos. Suicídio. Tiro de espingarda no crânio. Foi-se o ídolo, nasceu o mito. Vinte anos após sua morte, torna-se ainda mais interessante a leitura do recém-lançado “Kurt Cobain, a Construção do Mito”, de autoria do jornalista americano que acompanhou toda a trajetória do Nirvana. Cross também foi um dos primeiros da imprensa a ouvir o álbum “Nevermind” (1991), que revolucionou a carreira da banda, com 35 milhões de cópias vendidas. Narrado em primeira pessoa, o livro de Cross faz uma análise sobre o impacto

de “Nevermind” e busca decifrar como a vida e a obra do roqueiro afetaram a música, a moda – que popularizou o rótulo “grunge”, com jeans rasgados, camisa de flanela e botas –, além da forma de lidar com o suicídio e o vício em drogas (Cobain era viciado em heroína). “Sem dúvida foi o suicídio mais famoso de todos os tempos e, ainda que terrível, teve um impacto sobre quem nós, como parte da cultura, somos agora”, relata. Dividido em seis capítulos, o volume não deixa de fora o relacionamento conturbado de Kurt com Courtney Love, então vocalista da banda de pós-punk Hole. A conclusão do autor é que o músico foi o último astro do rock: “Nenhum artista desde Kurt teve a mesma combinação de talento, carisma, ambição e, mais importante, genialidade para compor.” GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

“Kurt Cobain não foi só um dos músicos mais influentes da sua geração: foi também um dos viciados mais famosos da história.” TRECHOS DO LIVRO ‘KURT COBAIN: A CONSTRUÇÃO DO MITO’

“KURT COBAIN: A CONSTRUÇÃO DO MITO” CHARLES R. CROSS ED. AGIR, 176 PÁGS. R$ 25


|14|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Pedestres em Porto Alegre

CIRO & BERNARDO

VOLTA, LULA? RESSUSCITA, JUSCELINO!

Cruzadas

Caros e baratos leitores, bom dia! Está no ar o PÂNICO NO JORNAL, o seu Prozac Impresso! A Dilma disse que não vai fazer discurso na abertura da Copa, pois tem medo que joguem banana nela. BANANA DE DINAMITE! Kkkk! Volta, Lula! Volta pra escola! Aliás, não volta não! Ressuscita, Juscelino! Muito melhor! Que saudades do Juscelino, do Senna, da Elis e da Garota de Ipanema! Hoje é Dilma, Massa, Valesca e Lepo Lepo! Ninguém mereceee! ONTEM TEVE PARADA GAY EM SÃO PAULO! Teve até casamento na Paulista! Vocês viram duas fãs da Daniela Mercury casando de velcro e grinalda? Aliás, sabe qual é a posição sexual preferida da Daniela Mercury? Mamãe e mamãe. E uma gordinha sexy me perguntou: “Você sabe ONDE FICA O PONTO G da mulher gorda?” Sei, fica na ETIQUETA! Hehehehe! FALTAM 48 DIAS PARA A COPA DO MUNDO! E veja as previsões deprecívicas do Polvo Vidente! Primeira Previsão: o Brasil vai ganhar a Copa com um gol de bunda do Hulk. Brasil sil sil. Segunda Previsão: o Cristiano Ronaldo vai machucar a cutícula na manicure e vai ser cortado no primeiro jogo. Terceira Previsão: o Ronaldo vai sentar na arquibancada e o Itaquerão vai desmoronar! Kkkk! Não vai ter Copa! Volta, Lula! Volta pra escola! Volta pro boteco e pede a saideira! Aliás, não volta não! Ressuscita, Juscelino! Por falar em futebol, um amigo meu estava trocando de canal na TV. Ele botava no futebol, depois mudava pro filme pornô. Futebol, filme pornô, futebol, filme pornô, até que a mulher gritou: “Deixa no filme! Jogar futebol você já sabe!” hehehehe!

Parabéns à leitora Claudia Meira e Silva (Metro de 30/4) pela lembrança da campanha da mãozinha, pois muita gente já esqueceu dela. Gostaria de lembrá-la também que as cidades existem desde 6800 a.C. enquanto carros foram inventados nos anos 1800. Em algum momento recente, passamos a acreditar, equivocadamente, que quem se locomove de carro tem mais direitos ou tem a preferência sobre quem vai a pé. O que acontece muita vezes em nossa cidade é que o pedestre aguarda até 5 minutos pelo sinal verde para atravessar uma via. Por isso, muitos tentam atravessar antes deste período, o que provoca problemas como os que a senhora mencionou. A questão, porém, é outra, por que o cidadão a pé tem que esperar 5 minutos para percorrer 10m enquanto o cidadão no carro não pode parar por 20 segundos para que aquele que espera 5 minutos tenha a chance de continuar seu trajeto? As cidades são para todos, é assim há centenas de anos, todos devem ter o mesmo direito de ir e vir. JOSÉ SILVA SANTOS – PORTO ALEGRE, RS

Metro pergunta

Um rolezinho causou Siga o Metro tumulto em um no Twitter: @jornal_metropoa shopping da zona norte. O que você acha desse tipo de evento? @mauriciotrilha

Rolezinho para procurar emprego ninguém quer dar. Dá medo pensar no futuro do Brasil com a juventude que temos hoje.

Sudoku

@debypoars

E pra terminar! Três Piadas bombásticas e sensacionais do Jornal dos Dois Echás! 1) Sabe qual é a ferramenta que não está mais aqui? Foice!

Uma junção de adolescentes mal criados que só querem fazer baderna! Na idade deles nem pensava em beijo na boca como a organizadora fez.

2) Sabe qual é o lanche preferido do Edir Macedo? Cachorro-crente.

@Jpierri_50

3) Sabe por que o Chile é um saco? Porque fica embaixo do Peru! Kkkkkkk! Pânico no Jornal também é cultura! E agora, com licença, que vou assistir Bananas do Woody Allen! Yes, we have bananas!

Eu fico incomodado. Não sou rico nem nada, mas gosto de ir a shoppings com minha família, é um lugar seguro. Aí um bando de gente colocando em risco a integridade física de outras pessoas não dá, né?

Por hoje é só! Ciro Botelho e Bernardo Penteado! Os Colunáticos! Direto da redação do Pânico na Band! Twitter: @ciraobotelho / @bernardpenteado

Metro web Para falar com a redação:

Ciro Botelho e Bernardo Penteado são redatores de humor no programa ‘Pânico na Band’, autores de sátiras como ‘Video Soul’, ‘Jornal dos Dois Echás’, ‘Jô Suado’, entre outros. Juntos há dez anos na TV, lançaram os livros ‘Piadas Fantárdigas de Tiririca’ e As Melhores Piadas de Bêbado’ (ed. Matrix). Também escrevem o blog ‘Colunáticos’ no site do ‘Pânico na Band’ (paniconaband.band.uol.com.br)

Horóscopo

leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Momento propício para abandonar alguns métodos convencionais e lidar com mais criatividade na área profissional.

Possibilidades maiores para se voltar a assuntos de outras pessoas. Cuide para que tal postura não sobrecarregue demais suas energias.

Questões que envolvam burocracias estão mais propensas no trabalho e em temas materiais, áreas para agir com estratégia e menos risco.

O empenho em estudos e atividades culturais que façam bem a sua mente será uma ótima alternativa para iniciar a semana revitalizado.

Há uma tendência para empenho a novos projetos. Evite que os desgastes que percebeu em outras situações afete e atrapalhe sua motivação.

Perceberá pontos de vista diferentes ou que não percebia com tanta intensidade nas relações, algo benéfico para lidar melhor com elas.

Assuntos financeiros ocuparão a atenção para ajustar pendências. Estará mais suscetível a demonstrações de afeto na vida a dois.  

O dia é indicado para situações em grupos e mesmo um fim de tarde de lazer com amigos para amenizar desgastes.

Sacrifícios ou desgastes maiores tendem a marcar o trabalho para agilizar projetos no futuro. Vida afetiva propensa a esclarecimentos.

A Lua em seu signo pela manhã tende a deixar suas emoções acentuadas. Pondere antes de decisões que envolvam relacionamentos.

Tendências a dedicar o foco em projetos a longo prazo. Procure vivenciar com mais otimismo situações que os envolvam.

Sua solidariedade estará acentuada a quem mais gosta. Atente-se para que tal postura não faça esquecer de você mesmo.


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{BEM-ESTAR E SAÚDE}

|15|◊◊

Previna-se das doenças respiratórias no outono

PLUS ESPECIAL PLUS

Saúde. Deixar janelas abertas e evitar aglomerações ajuda a prevenir doenças. Coriza nasal e tosse são principais sintomas O clima seco e mais frio característico do outono chegou e é nesta época que a incidência de doenças respiratórias aumenta. No outono e no inverno a qualidade do ar sofre intensas alterações, chove menos, a temperatura diminui e as partículas de poluentes aumentam. Além disso, são retirados do armário blusas e edredons há muito tempo guardados e repletos de ácaros, que desencadeiam alergias respiratórias. “Por causa da diminuição de temperaturas, as pessoas fecham as janelas e a corrente de ar diminui, o que facilita a transmissão de bactérias e vírus e atinge o aparelho respirató-

rio”, explica o infectologista Paulo Olzon, presidente da Associação dos Médicos da Escola Paulista de Medicina. Segundo Olzon, é muito importante tomar alguns simples cuidados como umidificar o ar com toalhas molhadas, para prevenir as doenças que se manifestam mais nesse período, como resfriado, gripe, sinusite, pneumonia, além de asma, bronquite e rinite. Também é essencial observar os primeiros sintomas, como coriza nasal, espirros e garganta inflamada, e procurar auxílio profissional para evitar que um simples resfriado possa se tornar algo mais grave. METRO

+

Prevenção Dicas para fugir das doenças respiratórias: Manter-se hidratado Umidificar o ar

Alimentação Evitar locais muito cheios e com pouca circulação de ar

Vitamina C A laranja pode ser velha conhecida como fonte de vitamina C, mas as frutas como o abacaxi, a acerola, a goiaba e até o morango também são ótimas fontes.

Lavar as mãos Tomar vacina contra a gripe Expor lençóis e roupas ao sol

Resfriado e gripe são doenças mais comuns no outono | IMAGE SOURCE/DAVID GOLDMAN


|16|

3 ESPO RT E

Alvo de racismo

DanielAlves Casos de racismo ocorrem com frequência no futebol. Na semana passada, Daniel Alves foi vítima de preconceito quando um torcedor do Villareal arremessou uma banana ao campo. O lateral brasileiro comeu a fruta em repúdio ao ato, que ganhou grande repercussão a favor do atleta do Barcelona nas redes sociais. Antes disso, Neymar, Roberto Carlos, Tinga e, recentemente, o árbitro gaúcho Márcio Chagas e o zagueiro colorado Paulão também foram vítimas de preconceito.

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE

Violência afasta 41% dos torcedores dos estádios Futebol. Pesquisa mostra que locais são considerados violentos por 85% dos entrevistados, moradores de Porto Alegre. Apesar de apenas 2,7% das pessoas considerarem aceitáveis atos racistas, 50% já observaram essa situação em jogos A sensação de insegurança nos estádios está afastando os torcedores. Levantamento do Instituto Methodus, obtido com exclusividade pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, aponta que 41,2% dos entrevistados não vão aos jogos dos seus clubes em função da violência. A pesquisa também abordou o racismo no futebol. O instituto ouviu, nos dias 23 e 24 de abril, 300 moradores da capital maiores de 18 anos. Dos participantes que acompanham futebol, 79,1% revelaram que preferem assistir aos jogos de casa e apenas 11% gostam de ir ao estádio. A explicação está no sentimento dos torcedores em relação aos estádios: para a grande maioria (85,3%), o ambiente nos locais de jogo é violento. Racismo Entre os entrevistados, 48,7% se identificaram como torcedores do Grêmio e 40,3% do Inter. Para 83,7% dos participantes, de ambos clubes, o uso da expressão “macaco” é considerado um ato racista. Tal xingamento já foi presenciado por 50,3% dos porto-alegrenses, no entanto 2,7% a consideram aceitável. Chama a atenção que 3,5% admitem já ter utilizado o xingamento, mesmo boa parte considerando-o inaceitável.

83,7% consideram racismo utilizar a expressão “macaco” em cânticos. Para Margrid Sauer, diretora de pesquisa do Instituto Methodus, uma postura politicamente correta sempre é esperada em pesquisas. “As pessoas dizem que já presenciaram, mas não se colocam como alguém que faz parte disso. Porém, sabemos que dentro do estádio as coisas acontecem de forma diferente”, comenta. Xingamentos homofóbicos ao árbitro, jogadores e torcedores adversários também foram questionados. A maioria dos entrevistados revelou já ter visto tais atitudes em estádios, chegando a 84% quando o xingamento é chamar o juiz de ladrão. Segundo a socióloga Beatriz Morem da Costa, a impunidade no Brasil agrava o problema: “No Brasil, geralmente esses atos ficam impunes ou demoram muito a ser punidos. Nos países com processos civilizatórios mais avançados esta não é a regra, como mostrou o Villareal reprimindo imediatamente o torcedor que atirou a banana no Daniel Alves”, conclui. METRO POA

A PESQUISA

BEATRIZ MOREM DA COSTA, SOCIÓLOGA

Por que não vai a estádio?

Você considera o estádio um lugar violento? SIM

NÃO

85,3% 0

NÃO SABE

14,3% 20

40

0,3%

60

80

VIOLÊNCIA

41,2% INGRESSO CARO

100

20,6%

Você acha que violência e preconceito se intensificaram no futebol? SIM, SE INTENSIFICOU

CONTINUA IGUAL

80,2% 0

20

18,5%

40

60

TUMULTOS

NÃO SABE

1,3%

80

9,1%

SIM

NÃO

83,7%

NÃO SABE

15,7%

OUTRAS RESPOSTAS

29,1%

100

Nos cânticos, você acha racismo usar a palavra "macaco"?

Situações vivenciadas JÁ FEZ

0,6%

JÁ VIU

ACHA ACEITÁVEL

CHAMAR O JUIZ DE LADRÃO 0

20

40

60

80

100

 %

84%

  %

Já presenciou violência e preconceito no futebol? SIM

NÃO

44%

XINGAR A MÃE DO JUIZ/JOGADOR

56%

 % 0

20

40

60

80

76%

 %

100

XINGAR TORCIDA ADVERSÁRIA

Já foi vítima de violência/preconceito? SIM

 %

NÃO

11,4%

86,6%

  %

19%

USAR XINGAMENTOS HOMOFÓBICOS 0

20

40

60

80

100

 %

 %

7%

Onde assiste a jogos? CASA

ESTÁDIO

79,1%

“Hoje em dia ninguém ousa dizer ser racista, mas no conforto propiciado pelo anonimato das multidões você pode dar vazão ao preconceito recalcado.”

Instituto Methodus ouviu 300 porto-alegrenses sobre violência e racismo em estádios e locais onde torcedores acompanham futebol

OUTROS LOCAIS

11%

4,4%

NÃO ASSISTE

USAR XINGAMENTOS RACISTAS

5,5%

 % 0

20

40

60

80

100

FICHA TÉCNICA>> FORAM ENTREVISTADAS 300 PESSOAS ACIMA DE 18 ANOS, EM PORTO ALEGRE, EM 23 E 24 DE ABRIL. A MARGEM DE ERRO DA PESQUISA É DE 5,6 PONTOS PERCENTUAIS, PARA MAIS OU PARA MENOS

 %

 %


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

CLASSIFICAÇÃO SÉRIE A 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

CORINTHIANS CRUZEIRO INTERNACIONAL GOIÁS FLUMINENSE BAHIA SÃO PAULO ATLÉTICO -PR FLAMENGO SPORT VITÓRIA GRÊMIO CRICIÚMA PALMEIRAS CORITIBA SANTOS ATLÉTICO-MG CHAPECOENSE BOTAFOGO FIGUEIRENSE

P 7 7 7 7 6 6 5 4 4 4 4 4 3 3 3 3 1 1 1 0

V 2 2 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1 1 1 0 0 0 0 0 0

GP SG 3 4 6 2 5 2 2 2 5 3 4 2 6 3 5 0 4 0 4 0 4 0 2 0 2 -1 4 -2 2 0 1 0 1 -2 2 -2 2 -4 0 -6

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

538 minutos é o tempo em jogo que o atacante Barcos não vai às redes. O último gol foi marcado no dia 10 de abril, contra o Nacional.

{ESPORTE}

Empate apático De dar sono. Grêmio e Santos produziram pouco e ficaram no 0 a 0, sábado, na Vila Belmiro Nos duelos entre Grêmio e Santos há sempre a expectativa de um grande jogo. Ainda mais quando os paulistas estão invictos em casa neste ano e os gaúchos buscam se reabilitar após eliminação da Libertadores. A grande partida, no entanto, ficou apenas nas expectativas: Grêmio e Santos fizeram um duelo sonolento e não saíram do 0 a 0, sábado, na Vila Belmiro. Logo no início, os 7.934 torcedores que foram à Vila até se entusiasmaram. Aos 4 minutos, Dudu arrancou, driblou dois marcadores santistas, mas pecou na hora de concluir e jogou à esquerda do gol defendido por Aranha. Seria um golaço. O Santos, envolvido pela marcação do time de Enderson Moreira, não conseguia chegar. Por isso, abusava das bolas levantadas à área. Aos 14, a cabeçada de Jubal obrigou Marcelo Grohe a uma defesa difícil, após bate e rebate dentro da área gremista.

A partir disso, o torcedor com certeza se arrependeu de ter ido ao estádio e antes mesmo do fim da primeira etapa, vaias já surgiam na Vila. Segundo tempo Do intervalo, o Grêmio retornou com Rodriguinho no lugar de Luan. A mudança agregou nos primeiros minutos, com o camisa 27 gremista buscando o gol de Aranha. Não demorou para que o meia também caísse no ritmo burocrático da partida. Oswaldo de Oliveira mexeu na sua equipe apenas aos 16 minutos da etapa final. Colocou Geuvânio no lugar de Leandro Damião, que mais uma vez deixou o gramado sob uma chuva de vaias. O Peixe ainda tentou aos 23 minutos com Thiago Ribeiro, aos 39 com Arouca e ainda aos 43 com Geuvânio, mas nada de bola na rede. O resultado leva o Santos aos 3 pontos no Brasileirão e o Grêmio vai a 4, em 3 jogos. METRO POA

|17|◊◊

Brasileirão 3ª rodada SÁBADO SANTOS 0 X 0 GRÊMIO SÃO PAULO 2 X 2 CORITIBA ATLÉTICO-PR 2 X 3 CRUZEIRO FLUMINENSE 1 X 2 VITÓRIA DOMINGO INTER 2 X 1 SPORT BAHIA 1 X 0 BOTAFOGO CRICIÚMA 1 X 0 FIGUEIRENSE FLAMENGO 4 X 2 PALMEIRAS CHAPECOENSE 0 X 1 CORINTHIANS ATLÉTICO-MG 0 X 1 GOIÁS

Brasileirão 4ª rodada SÁBADO

Barcos não foi bem na partida | LUIZ FERNANDO MENEZES /FOTOARENA/FOLHAPRESS

0 0

Aranha; Cicinho, Jubal, David Braz e Emerson; Gabriel (Lucas Lima), Arouca, Thiago Ribeiro (Stéfano Yuri), Alan Santos e Cícero; Leandro Damião (Geuvânio). Técnico: Oswaldo de Oliveira

SANTOS

Marcelo Grohe; Pará, Werley, Pedro Geromel e Wendell; Edinho , Riveros, Alan Ruiz, Luan (Rodriguinho) e Dudu (Everton); Barcos (Lucas Coelho). Técnico: Enderson Moreira

GRÊMIO

L ca Estádio Vila Belmiro, em Santos. A bi age Ricardo Marques Ribeiro (MG), auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG).

18H30 INTER X ATLÉTICO-PR PALMEIRAS X GOIÁS 21H BOTAFOGO X CRICIÚMA DOMINGO 16H CHAPECOENSE X GRÊMIO ATLÉTICO-MG X CRUZEIRO FLUMINENSE X FLAMENGO SÃO PAULO X CORINTHIANS 18H30 BAHIA X VITÓRIA CORITIBA X SPORT FIGUEIRENSE X SANTOS

9 jogadores estão empatados na artilharia do Brasileiro com 2 gols.


18

ESPORTE

Na Seleção

76

14

jogos

gols

Atualmente, o camisa 7 é o principal jogador da França. Ao lado do atacante Benzema, tem a missão de fazer os europeus jogarem bem

o ncipal astr e ser o pri , Ribéry d r a s e p A a o Frances por da Seleçã ncia em seu país tê se is s e u re q e s fr a o s polêmic s a u ão d ç e a d tr conta oncen durante c u e lv o v n e es Bleus’ com os ‘L

Cicatriz O craque francês exibe uma enorme marca na lateral do rosto, resultado de um acidente de carro que sofreu quando tinha apenas 2 anos

Durante a Copa de 2006, ao lado do ídolo Zidane

Joga

Que beleza! Repleto de talento e nem tanto de um belo rosto, o carismático Franck Ribéry é quem carrega nos pés as esperanças do bicampeonato francês na Copa do Mundo

bonito Ele é, certamente, mais apoiado e mais amado na Alemanha” DESCHAMPS, TÉCNICO DA FRANÇA

Ribéry é a joia do futebol francês ”

“É uma honra treinar Ribéry. Franck tem um coração incrível para jogar e vontade suficiente para correr 40 metros todas as vezes que precisar” PEP GUARDIOLA, TÉCNICO DO BAYERN

“Não sei o que posso fazer mais em campo para ganhar a Bola de Ouro” RIBÉRY, QUE FICOU SEM O PRÊMIO DE MELHOR JOGADOR DE 2013, DADO A CRISTIANO RONALDO, DO REAL MADRID Pep Guardiola, técnico do Bayern e de Ribéry, é só elogios ao meia

ZIDANE, EX-JOGADOR ASSER PRETTY/GETTY IMAGES

Definitivamente, Ribéry não será eleito um dos musos da Copa do Mundo no Brasil. Mas é sério candidato a destaque da competição. Apesar de não ser exatamente bonito, o francês atrai olhares do mesmo jeito, mas pelo talento que demonstra com a bola nos pés. E pela alegria contagiante. Pelo menos é o que garantem seus companheiros do Bayern de Munique, clube multicampeão e bicho-papão da Europa do qual é peça-chave. Em campo, porém, a expressão séria que adota ganha contorno mais emblemático com a cicatriz que percorre a lateral direita do seu rosto, da sobrancelha ao queixo. Resultado de um acidente de carro que sofreu aos 2 anos, no qual foi atirado para o asfalto através do para-brisa e lhe rendeu mais de cem pontos no rosto. Poderia se submeter a

um procedimento cirúrgico e se livrar da cicatriz. Mas preferiu não fazer. Quis adotar a aparência como sua marca registrada, que simboliza todas as dificuldades enfrentadas para chegar ao topo, à glória. Ao Mundial como uma das principais atrações. Caminho duro, acidentado, repleto de obstáculos, mas que culminou com passagens de sucesso por Galatasaray, Olympique de Marselha e, especialmente, Bayern. Um dos grandes nomes do futebol mundial, camisa 7 do principal clube alemão e da Seleção Francesa é venerado por onde quer que passe. Menos na sua terra natal. Franck Henry Pierre Ribéry nasceu no dia 7 de abril de 1983 em Bologne-sur-Mer, pequena cidade ao norte da França. Quando jovem, dividia o sonho de jogar futebol com as necessi-


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

ESPORTE

19

Títulos

Feio é não fazer gol

REUTERS

MARTIN ROSE/GETTY IMAGES

ALEXANDER HASSENSTEIN/GETTY IMAGES

Copa da Turquia: 2005 Copa da Liga Alemã: 2007 Copa da Alemanha: 2008, 2010, 2013 Campeonato Alemão: 2007/08, 2009/10, 2012/13, 2013/14

Galatasaray

Olympique de Marselha

Bayern de Munique

17

89

270

jogos

jogos

jogos

‘Bilal Yusuf Mohammed’

Ao lado da esposa Wahiba

1

17

94

gol

gols

gols

guinte, voltou para seu país, para defender o Olympique e seguir encantando. Tanto que garantiu a convocação – e a titularidade – dos “Bleus” na Copa da Alemanha, em 2006. Até que, no final de 2007, o craque foi sondado por Lyon e Real Madrid, mas foi o Bayern quem resolveu investir. E começou ali um casamento feliz. Um fez bem ao outro e os frutos foram colhidos aos montes. Mas pelo selecionado francês, o drama seguia. Especialmente por conta do que foi veiculado pela televisão francesa M6: um escândalo no qual quatro jogadores da equipe estavam sendo investigados por relacionamentos com prostitutas menores de idade. Ribéry era um deles. O jogador jurava de pés juntos não saber que Zahia Dehar tinha 17 anos. O caso foi arquivado no ano seguinte, mas ele estava mal na foto

– e, dessa vez, não por causa da aparência. E ele piorou a situação ainda mais ao participar de uma greve dentro da equipe durante a Copa do Mundo de 2010, por conta da dispensa de Anelka. A França, obviamente, foi eliminada ainda na primeira fase na África do Sul. A imagem de Ribéry na França também ganhou uma cicatriz. Tanto é que uma pesquisa da “France Football” mostrou que o jogador é mais querido longe de seu país: 64% de aprovação na Alemanha, casa do Bayern, e apenas 29% em terras francesas. Para tirar todas as reticências dos conterrâneos, Ribéry só tem uma saída. Uma chance. Carregar a Seleção da França rumo ao bicampeonato, no Brasil. Pior para Suíça, Equador e Honduras, que fazem companhia aos “Bleus” no Grupo E. METRO

b

Foi em Boulogne que conheceu sua esposa, Wahiba Belhlami, com quem tem dois filhos, Hiziya e Shahinez. Ela, de origem marroquina e muçulmana, influenciou Ribéry a seguir o islamismo. E adotar o nome Bilal Yusuf Mohammed. Antes de cada partida, o meia sempre ergue os braços ao alto, em alusão a Alá. “Quando criança, eu passei todo o meu tempo com muçulmanos. É a minha escolha. Ninguém me disse para fazer isso. Eu prefiro guardar os meus motivos”, disse o jogador.

ra não c a p y h r o é Apesar da feição carrancuda que adota durante os jogos, o meia é tido pelos companheiros de Bayern como um dos mais divertidos do elenco ALEXANDER HASSENSTEIN/GETTY IMAGES

ALEXANDER HASSENSTEIN/GETTY IMAGES

r ra

dades da família, tendo até trabalhado com construção para ajudar. Também não era lá muito estudioso. Esse, inclusive, foi um dos motivos do “cartão vermelho” que levou do Lille, já que, além do mau comportamento, não cumpria os estudos obrigatórios impostos pelo clube. Se acertou, em 2003, no modesto Brest. Depois seguiu para o não menos modesto Metz, quando fez sua estreia na principal liga francesa. O meia se destacou e, após apenas seis meses, embarcou para a Turquia, em 2005. Ali, encontrou o reconhecimento e deu seu cartão de visitas ao mundo da bola. Rapidamente se tornou um dos ídolos do clube e ganhou o apelido de “Ferraribéry”, em referência à sua velocidade. A passagem pela Turquia durou só cinco meses, embora marcante. No ano se-

Ri

ALEXANDER HASSENSTEIN/GETTY IMAGES

Supercopa da Alemanha: 2010, 2012 Liga dos Campeões da Uefa: 2012/13 Supercopa Europeia: 2013 Copa do Mundo de Clubes da Fifa: 2013

Cone como chapéu. Por que não?

No meio da torcida do Bayern com um megafone

Exibindo uma cueca de gosto duvidoso no intervalo Na banheira de relaxamento após um jogo ALEXANDER HASSENSTEIN/GETTY IMAGES

REPRODUÇÃO

Meia brinca com boneco antes da foto inicial do clube


|20|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

w O QUE ROLOU NAS COPAS

SERGIO PATRICK DA RÁDIO BANDEIRANTES

AM 640

REI DE NÁPOLES O napolitano pode até ser cidadão italiano, mas vive sua cultura e sua história próprias intensamente. Fala o dialeto, acha a sua pizza a melhor do mundo e enlouquece quando vê Diego Armando Maradona. O craque argentino chegou à Itália em 84 para fazer o Napoli duas vezes campeão nacional com jogadas geniais e muito carisma. Ele mal podia passear pelas ruas da cidade. Uma das mais bonitas histórias de paixão entre time, cidade e jogador que já se viu. Na semifinal da Copa do Mundo de 1990, contra a Itália, a torcida se dividiu no estádio San Paolo entre o ídolo do time local e a seleção do país. Mesmo com o tornozelo direito machucado, Maradona levou a Argentina à final, perdida para a Alemanha por 1x0.

BRASIL COM TRÊS ZAGUEIROS E foi justamente Maradona quem acabou com o Brasil naquela Copa. Com uma arrancada no segundo tempo, abriu espaço na defesa e lançou para Canniggia eliminar a seleção brasileira nas oitavas de final, o pior desempenho desde 1966. Quase ninguém foi poupado, mas poucos sofreram tanto quanto o técnico Sebastião Lazaroni, mesmo com o título da Copa América de 1989, e o volante Dunga, tido como exemplo do futebol feio que a equipe jogava. Quatro anos depois, no entanto, com a mesma base, Dunga levantaria a taça como capitão nos EUA.

HORA CERTA E LUGAR CERTO Não dá pra imaginar que alguém apostasse em Toto Schillaci como artilheiro da Copa de 1990. Baixinho e careca, ele começou o torneio no banco, mas logo no primeiro jogo, contra a Áustria, substitui Carnevale para marcar o gol da vitória italiana. Só virou titular na terceira partida e, com a força da torcida da casa, balançou as redes seis vezes para ser o maior goleador do Mundial. Outro que aproveitou a Copa para brilhar foi Roger Milla. Com 38 anos na Copa, ele será lembrado não só pelos quatro gols marcados, um deles roubando bola do folclórico goleiro colombiano Higuita, que adorava driblar atacantes, mas também pela alegria das suas comemorações com danças típicas de Camarões. Colaboraram Leandro Quesada, da Rádio Bandeirantes, e Arthur Covre e Fábio França, da Bandnews FM. Sergio Patrick é apresentador da Rádio Bandeirantes, que comanda a Cadeia Verde e Amarela das rádios do Grupo Bandeirantes nas transmissões da Copa do Mundo. A coluna O QUE ROLOU NAS COPAS traz histórias e personagens de todos os mundiais. Envie sua sugestão para spatrick@band.com.br .

Morte em PE. Federação oferece R$ 5 mil por pistas do suspeito A Federação Pernambucana de Futebol e o Disque-Denúncia oferecem recompensa de até R$ 5 mil para quem der informações sobre o suspeito de arremessar um vaso sanitário no estádio do Arruda, sex-

ta-feira, causando a morte de um torcedor do Sport. Ontem, no Twitter, a presidente Dilma Rousseff defendeu a abertura de delegacias especializadas nos estádios após o incidente. METRO

Na cola do líder D’Alessandro comemora com a torcida o primeiro gol do Inter sobre o Sport, marcado por ele, em chute de fora da área | GUILHERME TESTA/FOTOARENA

Apagão leve. Inter fica na terceira colocação do Brasileiro após bater o Sport por 2 a 1, ontem, no Beira-Rio. Time colorado teve novamente momentos de desatenção no 2o tempo Fica difícil parar o time de Abel Braga quando D’Alessandro e Aránguiz estão inspirados. Ontem, a dupla comandou a vitória colorada por 2 a 1 sobre o Sport, no Beira-Rio, e colocou o Inter na terceira posição do Brasileiro. A torcida, entretanto, está em alerta com as quedas de rendimento da equipe no segundo tempo. Antes de a bola rolar, Alex recebeu homenagens pelos seus 200 jogos com a camisa vermelha, completados no Gre-Nal. Com bola rolando, o Beira-Rio novamente conspirou a favor de D’Alessandro. Aos 12 minutos, o argentino bateu para o gol uma bola que não tomaria o rumo certo, mas ao desviar na zaga do Sport foi morrer no ângulo de Magrão. A partida, mesmo com o placar aberto e domínio do Inter, não empolgava. A própria torcida presente cobrava mais Copa 1

imposição da equipe de Abel. Aos 45, a bola, enfim, caiu nos pés de quem sabe, após desvio de Rafael Moura. Aránguiz, dominou, cortou a zaga e bateu para as redes. O gol do chileno só fez aumentar o coro dos torcedores que pedem sua permanência no Beira-Rio. Nova distração Assim como ocorrido na partida contra o Botafogo, ontem, o Inter se perdeu na segunda metade da etapa final. Aos 32 minutos, após falha da zaga, Patric ficou cara a cara com Dida e marcou o gol dos pernambucanos. O técnico Abel Braga mostrava-se indignado ao lado do campo, certamente temendo um novo revés. Mas desta vez ele não veio. O Inter confirmou a vitória, que lhe coloca com 7 pontos ao lado do Corinthians, o líder do Campeonato Brasileiro. METRO POA Copa 2

“Fizemos o dever de casa. Jogamos melhor que o adversário e tomamos o gol numa desatenção. Controlamos o jogo, levamos um susto no segundo tempo, mas o resultado foi merecido.”

“Estão falando que o Inter apaga no segundo tempo, mas Campeonato Brasileiro é isso! Nunca vi um clube ganhar o Brasileiro sem sofrimento. Então é isso, é dureza.”

D’ALESSANDRO, MEIA DO INTER

PAULÃO, ZAGUEIRO DO INTER

2 1

Dida; Gilberto, Paulão, Juan, Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex (Ygor), Alan Patrick (Valdívia) e D’Alessandro; Rafael Moura (Wellington Paulista). Técnico: Abel Braga

INTER

Magrão; Patric, Ferron, Durval, Renê (Renan Oliveira); Rodrigo Mancha, Rithely, Wendel (Igor), Aílton; Ananias (Leonardo) e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista

SPORT

L ca Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. G D’Alessandro aos 12’ e Aránguiz aos 45’ do 1o tempo; Patric aos 32’ do 2o tempo. A bi age Pablo dos Santos Alves (ES), auxiliado por Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES).

Vôlei de praia

Tênis

Fifa inicia distribuição dos ingressos da Copa

EPTC começa a cadastrar veículos para dias de jogos

Brasil termina com um bronze no Mundial

Bellucci perde no qualificatório do Masters de Madri

O centro de distribuição de ingressos da Fifa em Porto Alegre para a Copa do Mundo está aberto desde sábado para retirada de ingressos. O local, no BarraShoppingSul, estará disponível ao público até o dia 30 de junho, das 10h às 20h, todos os dias da semana. Mais informações sobre os centros de distribuição pode ser obtidas em www.fifa.com METRO POA

A EPTC já está cadastrando os veículos de moradores, comerciantes, funcionários e usuários de serviços nas imediações do estádio Beira-Rio, para os dias de jogos da Copa do Mundo. O cadastramento encerra-se em 10 de junho. Já a retirada das credenciais inicia-se em 19 de maio. A área de segurança, que estará restrita, compreende sete ruas próximas ao estádio. METRO POA

A dupla feminina de vôlei de praia Ágatha e Bárbara Seixas levou ontem a medalha de bronze no Grand Slam de Xangai, na China -- segunda etapa do Circuito Mundial. Elas derrotaram as também brasileiras Talita e Taiana por 2 sets a 0. No masculino, o melhor resultado foi da dupla Pedro Solberg e Emanuel, que terminou em quarto lugar. METRO

Após vencer a primeira partida, o brasileiro Thomaz Bellucci não conseguiu passar da segunda e última rodada do qualifying para o Masters 1000 de Madrid, que começou ontem na capital espanhola. Ele foi eliminado pelo holandês Igor Sijsling, por 2 sets a 1. Nos jogos de ontem, as favoritas Serena Williams e Maria Sharapova estrearam com vitória. METRO


PORTO ALEGRE - SEGUNDA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2014


20140505_br_portoalegre  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you