Issuu on Google+

DOUTOR

BLUES

HUGH LAURIE MOSTRA O OUTRO LADO DE ‘HOUSE’ PÁG. 16 CAMPINAS Sexta-feira, 28 de março de 2014 Edição nº 963, ano 4 MÍN: 19°C MÁX: 30°C

www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps

BRT aguarda em banho-maria Viário em xeque. Transportes diz que projeto básico fica pronto em breve e que, então, os R$ 400 mi serão liberados. Câmara desconfia que eleição trará problemas PÁG. 04

‘ABRAÇAÇO’ Verdão espanta zebra, despacha o Bragantino e encara o Ituano na semifinal do Paulistão PÁG. 22

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DILMA

43%

36%

ÓTIMO E BOM

AVALIAÇÃO 36% 43% DA MANEIRA DE GOVERNAR RUIM E PÉSSIMO CONFIANÇA 47% NA PRESIDENTE 4 1 % DILMA NÃO CONFIA NOVEMBRO/2013

MARÇO/2014

F

E: PEA CNI/IB

Dilma tem queda em sua avaliação Segundo pesquisa do Ibope, impostos, segurança, inflação e saúde são as áreas com pior desempenho PÁG. 06

Senado cria CPI para investigar Petrobras Instalação será após leitura de pedido no plenário. 28 assinaram PÁG. 08

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Procon e MP juntos para defender o consumidor Palmeirenses comemoram vitória por 2 a 0 no Pacaembu | RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS

Ação conjunta obrigará empresas de telefonia a cumprirem regras PÁG. 02

Velocidade. Dois brasileiros correm em busca do título PÁG. 20


|02|

1 FOCO

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

FOCO

Empresas de tefefonia na mira do Procon e MP Serå? Segundo diretora do órgão de defesa do consumidor em Campinas, serão exigidas soluçþes definitivas para problemas mais frequentes, como cobranças indevidas. Em último caso, serå pedida suspensão das vendas O Procon e o MP (MinistÊrio Público) preparam uma ação civil pública para ser ingressada atÊ o início do segundo semestre contra as empresas de telefonia de Campinas, líderes no ranking de reclamaçþes dos consumidores da cidade. De acordo com dados do órgão, em 2013 a telefonia móvel recebeu 3.911 queixas, seguida das financeiras com 3.744, dos bancos com 3.495, magazines com 2.905, telefonia fixa com 2.800 e comÊrcio eletrônico com 2.800 reclamaçþes. Segundo disse na Câmara ontem a diretora do órgão de defesa do consumidor de Campinas, Lúcia Helena Magalhães, que depôs à CPI (Comissão Parla-

mentar de InquĂŠrito) das Antenas, a ação exigirĂĄ das empresas solução definitiva para os problemas mais frequentes relatados pelos consumidores. Na lista das queixas estĂŁo a cobrança de ligaçþes desconhecidas (quando o cliente alega nĂŁo ter realizado a ligação ou ĂŠ cobrado retroativamente), descumprimento de ofertas, cobranças em duplicidade, falta de um sistema eficiente de atendimento ou queda abrupta de sinal. Segundo LĂşcia Helena, “se as empresas nĂŁo atenderem a essa determinação, poderemos propor, numa segunda etapa, uma ação para que sejam impedidas de comercializarem novas

linhas atĂŠ que esses problemas estejam resolvidosâ€?, explicou. O Procon-Campinas e o MP se espelham na ANS (AgĂŞncia Nacional de SaĂşde), que, de acordo com LĂşcia Helena, fez isso com os planos de saĂşde. “Isso pode muito bem ocorrer com o setor de telefoniaâ€?, argumentou ela. A ação que vem sendo elaborada deverĂĄ ser a primeira deste tipo impetrada pelo Procon. A diretora explicou que a ação civil ĂŠ consequĂŞncia de um comportamento errĂĄtico das empresas, que nĂŁo investem em sistemas de atendimento, compelindo o cliente a procurar o Procon. METRO CAMPINAS

“NĂłs (Procon) viramos um balcĂŁo de atendimento dessas empresas. Tanto que, depois de acionadas por nĂłs, elas resolvem perto de 90% dos casos.â€? Queixas se avolumam | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

LĂšCIA HELENA MAGALHĂƒES, DIRETORA DO PROCON CAMPINAS

Petrobras

AĂŠcio critica Graça Foster O prĂŠ-candidato do PSDB Ă s eleiçþes presidenciais AĂŠcio Neves afirmou ontem que a presidente da Petrobras, Graça Foster, perdeu a “capacidade de comandarâ€? a estatal. (Leia mais na pĂĄgina 12)

Cotaçþes Dólar - 1,73% (R$ 2,26) Bovespa + 3,5% (49.647 pts) Euro - 1,58% (R$ 3,13) Salårio Selic (10,75% a.a.) mínimo (R$ 724)

Prefeitura gastarĂĄ R$ 7,4 mi de gasolina e fecha posto do Deti A Prefeitura de Campinas vai fechar o posto de gasolina que funciona dentro do Deti (Departamento de Transportes Interno) e adotar cartĂľes corporativos para o abastecimento da frota oficial da adminitração direta e indireta. O custo previsto com combustĂ­vel por ano ĂŠ de R$ 7,4 milhĂľes. Segundo o secretĂĄrio de Administração Silvio Bernardin, a mudança ĂŠ necessĂĄria porque, com o crescimento da cidade, hĂĄ necessidade de se ter novos pontos de abastecimento dos veĂ­culos oficiais. “A licitação irĂĄ contratar uma

Posto de combustĂ­vel funcionava dentro do Deti | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO

empresa para fazer o gerenciamento do combustível. TambÊm teremos cerca de 10 postos credenciados�. Entre os que receberão o

cartão de gasolina estão os vereadores. A Câmara gastarå R$ 375 mil por mês de gasolina para abastecer os carros oficiais. METRO CAMPINAS

Xadrez. Prefeito de Vinhedo renuncia ao cargo amanhã O prefeito de Vinhedo, Milton Serafim (PTB), deixa o cargo amanhã para ser candidato a deputado estadual nas eleiçþes deste ano. Assume a cadeira mais importante da cidade o vice-prefeito Jaime Cruz (PV), que ficarå atÊ o fim do mandato (2016). A desincompatibilização de candidatos de cargos públicos deve ser feita seis meses antes das eleiçþes. O pleito estå marcado para o dia 5 de outubro. A dança das cadeiras na cidade deixou algumas viúvas pelo caminho. Pelo menos seis vereadores e três secretårios tinham a esperança de serem indicados

FALE COM A REDAĂ‡ĂƒO

EXPEDIENTE

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

Metro Brasil.   ClĂĄudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) E  Luiz Rivoiro (MTB 21.162).       !" Carlos Eduardo Scappini    #  Sara Velloso.    $ "  %& '( Luiz Mendes Junior )  *+,- Ricardo Adamo C   .'Â? Irineu Masiero. E -E+,-  /  Vitor Iwasso

COMERCIAL: 019/3779-7421

O jornal   circula em 24 países e tem alcance diårio superior a 20 milhþes de leitores. No Brasil, Ê uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diårios.

Metro Campinas. E0123456 E789:21;5< ZezÊ de Lima (MTB: 16.231) E  /  Gustavo Moura. =848>28 ?3@84915A: Simone Monfardini Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas 6 B148234 =845A< Rodrigo V. P. O. Neves

Milton Serafim, prefeito de Vinhedo | DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

como sucessores do petebista. Muitos apostam que Cruz terĂĄ de refazer a base de governo. METRO CAMPINAS

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, Jardim São Gabriel, CEP 13045-541, Campinas, SP. Tel.: 019/3779-7421. O jornal  Ê

impresso na Plural Editora e Gråfica Ltda. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


|04|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Obras do BRT ficam para o fim do ano Atrasou. Nem ao menos o projeto básico para a implantação dos corredores exclusivos do BRT foi concluído Que o BRT (Bus Rapid Transport) vai atrasar, não há mais dúvidas. No início do ano passado, o governo Jonas Donizetti (PSB) prometeu o início das obras para maio e, como não há projeto básico pronto e nem canteiro de obras montado, a resposta é clara: não vai começar. No entanto, o atraso já nem incomoda tanto. O que tem provocado discussões na Câmara é a possibilidade de não ter BRT. A Secretaria de Transportes descarta e diz que começa a construir os dois corredores no fim deste ano. Só que, em ano de eleição, a situação fica um pouco mais complicada, pois os recursos têm de estar liberados até 7 de junho. Depois disso, só depois do fim do processo eleitoral. O projeto básico do BRT

R$ 338 milhões é o valor total estimado para a implantação do sistema do BRT (Bus Rapid Transport). ainda não foi concluído. Este só deve ficar pronto no final de abril. A justificativa da Emdec é que ocorreram alguns atrasos no processo licitatório para a contratação da empresa responsável. Após a conclusão dessa primeira etapa, será feito o projeto Executivo e a licitação para a execução das obras, que ainda não têm data de início definida. Segundo fonte do Metro junto, os projetos deverão ser assinados até o dia 7 de junho com a Caixa Econômica Federal. A licitação para as obras, por sua vez, po-

de ser feita mesmo durante o período eleitoral, após a liberação da verba. O projeto do BRT prevê a construção do Corredor Ouro Verde, com 14,4 quilômetros de extensão, saindo do Terminal Central até o Terminal Vida Nova, estimado em R$ 145 milhões; Corredor Campo Grande, com 17,8 quilômetros de extensão, partindo da Nova Rodoviária até o Terminal Itajaí, estimado em R$ 155 milhões; e o corredor de interligação entre os dois, com quatro quilômetros de extensão. Para este último, será utilizado o antigo leito do VLT, ligando a Vila Aurocan e o Campos Elíseos, com preço estimado em R$ 30 milhões. JULIANA EWERS METRO CAMPINAS

BRT na avenida John Boyd Dunlop | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

Verba de convênios será debatida na Câmara Na próxima sexta-feira, o coordenador de Convênios da prefeitura, Jair Roberto Cassiani, dará esclarecimentos sobre a liberação das verbas de convênios do governo federal para Campinas. A ida de Cassiani é resultado de um acordo entre a oposição e os governistas após a crítica do vereador Artur Orsi (PSDB), que acusou o governo federal de segurar recursos empenhados para Campinas por motivações políticas. O tucano afirmou que, após o partido do prefeito Jonas Donizette, o PSB, ter anunciado que iria lançar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como candidato a presidente da República, o governo federal, hoje comandado por Dilma Rousseff (PT), deixou de falar sobre os repasses. Após a acusação do tucano, o vereador Angelo Barreto (PT) quer ouvir Cassiani porque ele desconfia que o envio de verbas, inclusive do BRT, está parado por erros dos técnicos da prefeitura. METRO CAMPINAS

Construção causa rachadura na rua General Osório e trecho é isolado Parte da rua General Osório está interditada por causa de rachaduras que surgiram no pavimento em função do muro de arrimo de uma construção que começou a ceder. A área, que foi cercada por cavaletes da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), está sendo monitorada pela Defesa Civil e técnicos das secretarias de Infraestrutura e Urbanismo. Os vizinhos temem que a rua ceda, como aconteceu com a rua Gustavo Armbrust, no Cambuí. “Na segunda-feira, os homens da obra vieram aqui e passaram alguma coisa ali em cima. Agora, apareceram mais essas rachaduras”, relatou um morador próximo ao Metro. “A gente que trabalha no comércio fica com medo. Imagine só se eles fecham a rua por completo? Vai ser um prejuízo muito grande para nós”, disse uma comerciante que também preferiu não se identificar. O Urbanismo informou que, após a vistoria feita

10 é o número de pavimentos previstos no projeto do empreendimento no local, a empresa Plano Macieira Empreendimentos Imobiliários, responsável pela construção, foi intimada a colocar o imóvel em condições de segurança e estabilidade, conforme preconiza o artigo 45 da Lei Complementar 09/03. Em vez de embargar a obra, ficou decidido que a empresa terá de apresentar um plano de trabalho e laudos técnicos semanais ao Urbanismo sobre as condições do terreno para que seja feito o monitoramento constante da situação da área. Sobre o risco das rachaduras reproduzirem cenário parecido ao da cratera que se abriu no Cambuí no ano passado, a pasta informou que não há a possibilidade. “O método de construção é diferente e mais seguro.

Passagem de carros e pedestres ficou comprometida | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO

Não existe esse risco”, informou a assessoria de imprensa do Urbanismo. No local está sendo construído um prédio que terá dez pavimentos: subsolo, térreo e sete andares. O Urbanismo não soube informar se o prédio será comercial ou residencial. O Metro tentou contato com a empresa, mas ninguém foi localizado para comentar o assunto.

Cratera do Cambuí Em junho do ano passado, o muro de arrimo de uma obra da GNO Empreendimentos e Construções cedeu, provocando a abertura de uma cratera na rua Gustavo Armbrust, no Cambuí, que “engoliu”, além de um trecho da via, um pedaço da calçada e de uma praça próxima. A rua está bloqueada desde então. JULIANA EWERS

4 anos depois, nada mudou Quatro anos após a implosão da antiga rodoviária, o terreno de 8 mil m2 continua à espera das obras. A Cem Empreendimentos, empresa que comprou a área, ainda não apresentou o projeto, segundo Silvio Bernardin, secretário de Administração. A área vai receber um mall, um hotel, um prédio pequeno e salas comerciais | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO


|06|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Cai a popularidade da presidente Dilma CNI/Ibope. Índice de aprovação tem queda de 43% para 36% e só é superior ao registrado na época das manifestações de junho do ano passado A seis meses das eleições, a presidente Dilma Rousseff vê recuar, pela primeira vez desde setembro do ano passado, o índice de popularidade. É o que aponta a pesquisa Ibope encomendada pela CNI (Con-

federação Nacional da Indústria) e divulgada ontem. A queda foi de sete pontos percentuais em relação a dezembro: de 43% para 36%. No mandato, o índice só é superior ao de julho, auge das manifestações que fizeram a popularidade da presidente despencar de 55% para 31%. Houve redução também na confiança em Dilma, de 52% para 48%, e na maneira de governar, de 56% para 51%. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios no país entre 14 e 17 deste mês. A margem de erro é de

QUEDA GERAL AVALIAÇÃO DO GOVERNO DILMA 43%

dois pontos percentuais. Por setores A maioria dos entrevistados manifestou desaprovação com as políticas econômicas e sociais. Os impostos e a saúde têm os piores indicadores: 77% de reprovação -- seguidos de segurança pública, combate à inflação e educação. O combate à fome e à pobreza, que desde março de 2011 registrava avaliação positiva superior à negativa, ficou num empate técnico: 49%, desaprovam e 48%, aprovam. A pesquisa também demonstra um aumento do per-

20%

ÓTIMO E BOM

NOVEMBRO/2013

27%

MARÇO/2014

AVALIAÇÃO DA MANEIRA DE GOVERNAR 56% 51% 43% 36% RUIM E PÉSSIMO

CONFIANÇA NA PRESIDENTE DILMA 52% 48% 47% 41% CONFIA

NÃO CONFIA

CCDpEração com o governo Lula

Viagens da presidente

Melhor

11% 49%

*CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA

Igual

9%

2%

18%

Economia e Programas Sociais 6%

6%

NOTÍCIAS MAIS LEMBRADAS

POR ÁREA DE ATUAÇÃO

APROVA

Educação

39 % 32% 58 % 65%

Manifestações contra a corrupção

Saúde

26 % 21% 72% 77%

Segurança pública

27% 22% 70 % 76 %

Obras da Copa do Mundo

Combate à fome e à pobreza 53% 48 % 45% 49 %

Réus do mensalão absolvidos do crime de formação de quadrilha

Combate ao desemprego

47% 40 % 49 % 57%

Meio Ambiente

47% 41% 47% 54%

46% 34%

CERVERÓ, O HOMEM-BOMBA, AVISA QUE QUER FALAR. Acusado pelo Palácio

24% 18 % 71% 77%

Pior

42%

Combate à inflação

% Taxa de juros

31% 24% 63% 71% 28 % 21% 65% 73%

FONTE: PESQUISA CNI/IBOPE

Propina. TCE investigará conselheiro O TCE-SP abriu processo interno para investigar o conselheiro Robson Marinho, suspeito de receber propina da Alstom para beneficiar a empresa em licitações do Metrô e da CPTM. A comissão deve analisar ato de Marinho de junho de 2001 , julgando regular um contrato de extensão de garantia de equipamentos fornecidos pela Alstom à EPTE ( Empresa Paulista de Transmissão de Energia). METRO

“AGORA NÃO HÁ MAIS O QUE FAZE.”

do Planalto de redigir um “parecer falho” que teria “induzido a erro” a presidenta Dilma Rousseff, no caso da compra superfaturada da velha refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, o ex-diretor Internacional da Petrobras Nestor Ceveró adicionou mais um elemento ao clima de pânico no governo: ele fez chegar a políticos de oposição que tem “todo interesse” de falar aos deputados federais.

RENAN CALHEIROS, PRESIDENTE DO SENADO, RENDENDO-SE À PRETENDIDA CPI DA PETROBRAS

O OPERADOR. Cerveró é

PERGUNTA NA REFINARIA.

Se não indicou Nestor Ceveró para uma diretoria da Petrobras, como diz, por que o senador Delcídio Amaral (PT-MS) não assinou a CPI?

DESAPROVA

Manifestações pelo Brasil

$ Impostos

14%

9%

14%

Copa do Mundo 4%

CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

Corrupção não ligada ao governo 21%

24%

CLÁUDIO HUMBERTO

apontado como o operador do negócio em que a Petrobras pagou US$ 1,18 bilhão por uma refinaria que valia US$ 42,5 milhões.

ASSUNTOS MAIS LEMBRADOS SOBRE O GOVERNO DILMA

RUIM E PÉSSIMO

ÓTIMO E BOM

Governo minimiza Para o governo, as oscilações são normais numa pesquisa e trazem até motivação. “É uma motivação a mais para a gente trabalhar, trabalhar e trabalhar ainda mais duro para melhorar o Brasil e a vida do nosso povo”, minimizou o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. METRO BRASÍLIA

Confira os principais resultados da pesquisa Ibope encomendada pela CNI*

Manifestações

36%

centual de pessoas que consideram o atual governo pior na comparação ao governo Lula, que passou de 34% para 42%. Para 46%, os desempenhos são semelhantes.

Política

Delcídio Amaral | DIVULGAÇÃO

MEA MAXIMA CULPA. No

Congresso, PT e PMDB se dividem entre os que rejeitam a CPI da Petrobrás por obediência ao Planalto e os que temem a investigação.

VINGANÇA. O PT prometeu dar o troco ao PSDB pela criação da CPI da Petrobras. O deputado Vicentinho (SP), líder da bancada, jurou que CPI da Alstom, abafada em São Paulo, será aberta na Câmara dos Deputados. LANTERNAS PARA TODOS.

Com o país à beira do racionamento, Lula deu palestra na espanhola Iberdrola, no País Basco, elogiando o programa “Luz para todos”. PÂNICO NO PLANALTO. A pesquisa CNI/Ibope, mostrando queda vertiginosa de 7 pontos na avaliação de Dilma, representou uma ducha de água gelada. Além de nervosos, os petistas ficaram tão borocoxôs, ontem, que nem sequer tentaram convencer parlamentares a retirar apoio à CPI da Petrobras. BEM... ...pelo apego a lanchas e a viagens em jatinhos e helicópteros oficiais, a quase ex-ministra Ideli Salvatti deveria virar Secretária do Mar e Ar.

PENSANDO

PODER SEM PUDOR

Completo controle Em agosto de 1961, o jornalista Newton Pedrosa trabalhava na Gazeta de Notícias, de Fortaleza, e foi pautado por Tarcísio Holanda para entrevistar o cearense Adahil Barreto, líder do Jânio Quadros na Câmara dos Deputados. Durante a entrevista, per-

guntou como ia o presidente Jânio Quadros, e o líder respondeu: - O presidente está muito bem, tem completo controle das Forças Armadas, e reina calma em todo o país. No dia seguinte, Jânio renunciaria.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


|08|

Espírito Santo. Metro chega à Grande Vitória O Metro Jornal estreia hoje sua 10ª edição no Brasil com o início das operações em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica, no Espírito Santo. Serão 30 mil exemplares distribuídos gratuitamente de segunda a sexta por 40 pontos espalhados pela região metropolitana. Com Metro Grande Vitória, o jornal passa a entregar 510 mil exemplares. O Metro Grande Vitória é resultado da parceria entre o Grupo Bandeirantes e a TV Capixaba (empresa do Grupo Sá Cavalcante) e abre o modelo de franquia da marca no Brasil “O Metro chega para ajudar a realizar o nosso sonho de transformar o Espírito Santo”, afirma Waltinho Cavalcante, presidente da Sá Comunicação. O modelo de franquias é o mesmo que trouxe da Suécia ao Brasil o maior jornal do mundo em 2007. “A integração do jornal ao Grupo Bandeirantes em todas as praças é a base do sucesso do Metro no Brasil. O início da rede de franquias obedece à mesma lógica: aproveitar o conteú-

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Oposição cria CPI da Petrobras no Senado Irregularidades. Pedido com 28 assinaturas de senadores é apresentado. Investigação se concentrará na compra da refinaria de Pasadena, aprovada com laudo considerado falho

510 mil é o número de exemplares distribuídos gratuitamente em 10 cidades do Brasil do nacional e internacional já instalado, e se integrar ao grupo afiliado Band de cada praça”, diz Cláudio Bianchini, presidente do Metro Brasil Além da Grande Vitória, o Metro Jornal circula em São Paulo, Santos, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília e no ABC paulista. METRO

A criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar irregularidades na Petrobras depende somente da leitura do pedido no plenário do Senado. A oposição conseguiu 28 assinaturas de senadores - uma a mais do que o mínimo necessário - e entregou ontem o requerimento para abrir as investigações. A CPI terá três denúncias como foco: a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, aprovada com laudo considerado falho e causando prejuízos à empresa; o suposto pagamento de propina a funcionários da estatal por uma offshore da Holanda; e o suposto superfaturamento da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco. “O objetivo não é atacar a Petrobras, mas responsa-

bilizar quem está dilapidando o patrimônio da empresa”, afirmou o vice-líder do PSDB, senador Álvaro Dias (PR). A Secretaria-Geral do Senado fará a checagem das assinaturas e depois o presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), decidirá quando fará a criação formal da comissão. A expectativa é a de que a CPI seja criada na próxima semana. O tempo criará um prazo para que tanto governo quanto oposição possam pôr em prática suas estratégias. PSDB, DEM e PPS seguem o movimento de coleta de apoio para criação de uma CPI mista, que envolva também a Câmara. São necessárias 171 assinaturas. O governo tentará invia-

bilizar as investigações. A aposta é na regra que prevê que após a leitura do pedido de CPI em plenário, qualquer parlamentar poderá retirar as assinaturas. O alvo são os senadores

de partidos da base aliada que contrariam a posição do Palácio do Planalto: Clésio Andrade (PMDB-MG), Eduardo Amorim (PSC-SE) e Sérgio Petecão (PSD-AC). METRO BRASÍLIA

Secretaria-geral do Senado recebe assinaturas | LEONARDO SUSSUARANA/AGÊNCIA SENADO

Para 65%, mulher com roupa curta ‘merece’ ser atacada Os brasileiros são machistas e acreditam que o comportamento das mulheres influencia casos de estupro. Pesquisa divulgada ontem pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostra que 65% acreditam que “mulheres que mostram o corpo merecem ser atacadas”. E 58,5% dos entrevistados afirma que, “se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros no Brasil”.

A pesquisa, que ouviu 3.810 pessoas, de ambos os sexos, em todos os Estados do país, foi divulgada em meio à onda de casos de violência contra mulheres no metrô de São Paulo. “Por trás da afirmação, está a noção de que os homens não conseguem controlar seus apetites sexuais. Então, as mulheres, que os provocam, é que deveriam saber se comportar, e não os estupradores”, afirmam

os pesquisadores. Para confirmar ainda mais o machismo da sociedade brasileira, 64% concordaram com a ideia de que “homens devem ser a cabeça do lar”. E 79% também acham que “toda mulher sonha em se casar”. Mesmo quando há violência, a maioria entende que o assunto deve ficar dentro de casa: 63% concordam que casos de violência devem ser discutidos somente entre a família. METRO


CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

De Viracopos para Miami Nova rota. Gol pediu à Anac anteontem autorização para operar um voo para os Estados Unidos de três frequências semanais, com escala em Santo Domingo, na República Dominicana. Expectativa é ter a opção até o fim de julho A Gol entrou anteontem com pedido na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar do Aeroporto Internacional de Viracopos um voo para Miami, nos Estados Unidos, com escala em Santo Domingo, na República Dominicana, de três frequências semanais. A companhia aérea aguarda a resposta da agência para passar informações como valores de tarifa. A Gol informou por meio da sua assessoria de imprensa que o pedido foi feito para realizar os voos às segundas, às quartas e aos sábados, com a frota padronizada de aeronaves Boeing 737 Next Generation. A expectativa é iniciar a operação no final de julho. Ontem, a assessoria de imprensa da concessionária Aeroportos Brasil – que administra Viracopos – informou que o pedido foi feito pela empresa aérea, mas que não se pronunciaria até que a autorização seja concedida pela Anac. Sobre as negociações com outras companhias para in-

28 pontes de embarque e 35 novas vagas para aeronaves terá Viracopos após a primeira fase de ampliação crementar os voos internacionais no aeroporto – hoje há apenas um para Lisboa, Portugal, com três frequências semanais –, a assessoria de Viracopos informou que estão em andamento para mais destinos na Europa, nos Estados Unidos e América do Sul. No entanto, ainda segundo a assessoria, esse tipo de negociação, intensificada no final do ano passado, é demorada. A concessionária acredita que as empresas esperarão a inauguração do novo terminal para avaliarem a operação e baterem martelo. O novo terminal a ser inaugurado em maio próximo ampliará a capacidade do aeroporto de 7 para 14 milhões de passageiros ao ano. METRO CAMPINAS

3,5%. Bolsa tem a maior alta em quase 7 meses Os investidores foram às compras com a queda da aprovação do governo Dilma Rousseff em março. Com isso, a Bovespa fechou ontem com a maior alta em quase sete meses, em um pregão de grande volume financeiro. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, encerrou em alta de 3,5%, a 49.646,79 pontos. É o maior ganho percentual diário desde 2 de setembro, quando o índice subiu 3,65%. A alta foi puxada, principalmente, pelo bom desempenho das ações das estatais Petrobras, Eletrobras e Banco do Brasil. Os investidores analisaram a divulgação de pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) em parceria com o Ibope, que mostrou que o índice de aprovação ao governo da presidente Dilma Rousseff caiu de 43% para 36%.

O mercado tem desaprovado as interferências do governo na administração das estatais. E uma possível derrota de Dilma nas eleições deixou os investidores mais otimistas. Das 72 ações que compõem o índice, apenas duas fecharam em queda: Oi (-0,31%) e Dasa (-0,07%). No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 1,75%, cotado a R$ 2,268 na venda, menor patamar desde o início de novembro. Ainda não está claro para os analistas, no entanto, se a moeda norte-americana deve se acomodar nesses níveis mais baixos. Os papéis preferenciais da Petrobras, mais negociados e sem direito a voto, avançaram 8,12%. Já as ações ordinárias da companhia, menos negociadas e com direito a voto, tiveram ganho de 7,55%. METRO

Aeroporto com nova estrutura será inaugurado em maio | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

|11|◊◊


|14|

Anti-russos. Peça sugere greve de sexo Uma campanha inusitada de protesto contra a anexação da Crimeia pela Rússia foi criada por duas jornalistas ucranianas esta semana. Camisetas com os dizeres “Não ‘dê’ a um russo” estão sendo vendidas no país. A verba, segundo elas, é destinada ao Exército da Ucrânia. Cada peça custa cerca de R$ 60. Com a mensagem “É preciso lutar contra o inimigo de qualquer forma”, a página da campanha no Facebook tinha ontem mais de 4 mil seguidores. A campanha faz parte de um boicote à Rússia realizado na Ucrânia, com cartazes espalhados por ruas e estradas de todo o país. METRO

Verba de venda é destinada ao exército ucraniano | DIVULGAÇÃO

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Resolução rechaça anexação da Crimeia ONU. Assembleia Geral da ONU considera referendo ilegal; apenas 11 países votaram contra a resolução e o Brasil se absteve A Assembleia Geral da ONU aprovou ontem uma resolução declarando inválido o referendo da Crimeia sobre a secessão da Ucrânia e união com a Rússia. O referendo foi realizado no começo do mês entre moradores da Crimeia, com amplo apoio de Moscou. A resolução na ONU ainda defende “a soberania, a independência política, a unidade e a integridade territorial da Ucrânia” e invalida a anexação do território no Mar Negro. Segundo diplomatas, o número de votos favoráveis à resolução (100) foi mais alto do que o esperado, apesar do que eles chamaram de “esforços lobistas agres-

sivos” de Moscou contra a medida. Houve ainda 58 abstenções, entre elas a do Brasil, e 11 países votaram contra (Rússia, Armênia, Bielorrússia, Bolívia, Coreia do Norte, Cuba, Nicarágua, Sudão, Síria, Venezuela e Zimbábue). Por ser não vinculante, a resolução tem apenas caráter simbólico. Também ontem, o primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, disse que o preço que o país paga pelo gás russo sofrerá um aumento de 79% a partir de 1º de abril, para US$ 480 por cada mil metros cúbicos. Em discurso no Parlamento, Yatseniuk que a alta poderá levar o país a um “desastre

econômico”. “A Ucrânia está à beira da falência econômica e financeira”, disse. Kiev assinou um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) que prevê o empréstimo de US$ 18 bilhões. Yatseniuk disse que a inflação do país em 2014 será entre 12% e 14%. Segundo ele, a menos que leis sejam aprovadas para apoiar medidas de austeridade propostas pelo FMI, o PIB poderá cair 10% durante o ano. A ex-premiê Yulia Timoshenko anunciou ontem que será candidata às eleições presidenciais previstas para o dia 25 de maio na Ucrânia. “Nenhum dos políticos ucranianos que se preparam para ser candidatos à presidência se dá conta do alcance da anarquia e nem se dispõe a detê-la”, disse ela, em coletiva de imprensa em Kiev. METRO

Yulia Timoshenko apresenta candidatura em Kiev | VALENTYN OGIRENKO/REUTERS

Brasil vai mediar crise venezuelana O governo da Venezuela vai criar um conselho de direitos humanos para receber denúncias e investigar suspeitas de violações, disse ontem o vice-presidente do país, Jorge Arreaza. Segundo ele, “todas as instituições ligadas ao tema de direitos humanos e representações de organizações não governamentais poderão fazer parte do órgão”. A medida foi sugestão do grupo de 12 chanceleres da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), reunidos na capital venezuelana desde terça-feira. Há um mês, Caracas pro-

move conferências de paz para tentar solucionar a crise que teve início com protestos diários da sociedade civil e que já deixou 34 mortos. Para negociar, a oposição exige a libertação de políticos e estudantes. Os manifestantes reclamam de abusos cometidos pela Guarda Nacional na repressão aos protestos, mas o governo diz que só está reprimindo as manifestações violentas e o vandalismo de grupos de extrema direita. Os chanceleres da Unasul anunciaram ontem a criação de um grupo que

será responsável pela mediação entre o governo do presidente Nicolás Maduro e a oposição. Segundo o jornal venezuelano “El Universal”, o grupo será formado pelos chanceleres do Brasil, Luiz Alberto Figueiredo, do Equador, Ricardo Patiño, e da Colômbia, María Ángela Holguín. Os chanceleres se reuniram com quase todos os atores políticos venezuelanos, como Maduro, líderes opositores, religiosos e até estudantes, setor considerado radical. METRO

Satélite acha novos objetos no Índico Imagens de um satélite tailandês feitas na segunda-feira e entregues ao governo malaio revelaram mais de 300 objetos “de diversos tamanhos” flutuando no sul do Oceano Índico, a 2,7 mil km de Perth, na Austrália, região que concentra as buscas pelo Boeing 777200ER da Malaysia Airlines desaparecido no começo

de março. Ainda não se sabe, entretanto, se os objetos são do avião. Apesar de o mistério estar ainda longe de ser resolvido, seguradoras chinesas começaram a pagar indenizações para familiares dos passageiros do voo MH370. Segundo a agência de notícias Xinhua, os trabalhos para o pagamento das in-

denizações foram iniciados depois que o primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, disse na segunda-feira que o voo “acabou” no sul do Oceano Índico. A maior seguradora da China disse que tem 32 clientes entre os passageiros do voo e estima que o total da indenização chegue a cerca de R$ 3,4 milhões. METRO


|16|

2 CULTURA

Smashing Pumpkins

Novos discos Empolgado após assinar contrato com a gravadora BMG, Billy Corgan (foto), líder do Smashing Pumpkins, anunciou no site da banda que o grupo lançará dois discos em 2015: “Monuments to an Elegy” e “Day for Night”

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Muito mais

ADORÁVEL que House Show. Intérprete do popular médico rabugento na TV, Hugh Laurie deixou clara sua simpatia pelo Brasil no Twitter durante turnê musical pelo país ao lado da Copper Bottom Band. Ele fecha o giro neste im de semana em São Paulo Apesar da popularidade obtida com o personagem House, que interpretou na série homônima de 2005 a 2012, o ator britânico Hugh Laurie tem uma atuação diversificada. Além de escrever romances, como “O Vendedor de Armas”, ele também canta e toca guitarra e piano. É essa faceta que o público brasileiro tem conhecido desde a semana passado, quando o artista iniciou uma extensa turnê que já passou por Rio, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre e encerra neste fim de semana em São Paulo.

Ao lado da Copper Bottom Band, ele toca o repertório bluseiro de seus dois álbuns, “Let Them Talk” (2011) e “Didn’t it Rain” (2013). Usuário assíduo doTwitter, Laurie fez questão de deixar suas impressões sobre o país no microblog. O resultado é uma série de elogios repletos de bom humor. Confira! Serviço No Citibank Hall (av. das Nações Unidas, 17.955, tel.: 4003-5588) Sáb., às 22h; dom., às 20h. De 200 a R$ 450.

@hughlaurie - Mar 27 - Porto Alegre Hoje à noite no Teatro do Sesi, Porto Alegre. Eu estarei em pernas de pau, Vincent em um monociclo e Sista Jean estará suspensa em fios rotatórios. @hughlaurie - Mar 26 - Curitiba Bom show ontem à noite, apesar da distância de um grande fosso de orquestra. Não tenho certeza se teria sido capaz de atingir a primeira fila com um arco e flecha. @hughlaurie - Mar 23 - Brasília Não há dúvidas. Brasileiros são bonitos de todas as formas. @hughlaurie - Mar 21 - Belo Horizonte Pensei em fazer um pouco de cirurgia plástica enquanto estou aqui. Eles fazem mudanças totais no corpo, mas leva semanas para sarar. @hughlaurie - Mar 21 - Rio Não sei o que fazem com as pessoas feias no Brasil. Talvez haja um grande galpão em algum lugar. Talvez deixem essas pessoas saírem depois da Copa do Mundo. @hughlaurie - Mar 20 - Rio Estou chocado com o preço do fio-dental.

O Metro indica

Musical infantil ‘A Bela e a Fera’. Um clássico infantil será atração no Shopping Parque das Bandeiras no final de semana. “A Bela e a Fera”, peça adaptada pela companhia de teatro paulistana “Mas Por Quê?”, será apresentada ao público em forma de musical. Domingo, às 17h, no Shopping Parque das Bandeiras. A entrada é gratuita.

Dança Flamenco no Cambuí. A dançarina Ana Marzagão leva o flamenco ao restaurante Nosotros Gastronomia Ibérica Y Tapas, no Cambuí, no domingo. A paulistana se aproximou da dança após dois anos morando na Espanha. No Brasil, participou da Virada Cultural de São Paulo. Domingo, 19h, no restaurante Nosotros (rua Antônio Cesarino, 885, Cambuí. Consumação: R$ 20. Couvert artístico: R$ 15.


|18|

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Receita Minuto Educação e Justiça

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

BOLINHO DE ARROZ COM PRESUNTO

Cruzadas

Nesta semana pensei em oferecer um quitute bem brasileiro, é o bolinho de arroz, mas não é qualquer um; é um feito à nossa moda, do meu jeito. Espero que gostem. Grande fim de semana a todos.

Nossos problemas no Brasil se resumem a dois aspectos: educação e Justiça. Melhorar a educação é algo que todos concordam. Quanto à Justiça, eu distribuiria um manual de deveres a todos os brasileiros, pois parece que só querem direitos. Teríamos que fazer a Justiça funcionar em todos os setores de maneira mais ágil, com julgamento rápido e 80% da pena cumprida. JOSÉ RICARDO LUCARELLI – CAMPINAS, SP

Cotas É absurda essa cota aprovada dos 20% de vagas de concursos públicos destinadas a afrodescendentes. Trata-se de mais uma forma oficial de racismo. CARLOS BARREIRA – CAMPINAS, SP

Novos cargos Interpreto a criação de novos cargos para a assessoria da prefeitura como apoio comprado. Mais algumas vagas a oferecer para calar “opositores oportunistas” em busca do cabide ambicionado. E a máquina pública vai inchando cada vez mais. Em ano de eleição, vale tudo! RENÉ OLIVEIRA – CAMPINAS, SP

Metro Pergunta

INGREDIENTES Massa: 200g de queijo minas padrão em cubos bem pequenos 100g de queijo parmesão ralado grosso 100g de presunto em cubos bem pequenos ½ xícara (chá) de salsa picada ½ xícara (chá) de farinha de trigo 1 ovo 4 xícaras (chá) de arroz cozido (tipo empapado, quen-

te ou frio) 1 colher (café) de fermento químico em pó

Os campeonatos estaduais devem ser reformulados?

Siga o Metro no Twitter: @Jornal_MetroCPS

@vipurgato

Sudoku

Molho rosê: 1 xícara (chá) de maionese ½ xícara (chá) de creme de leite batido 1 colher (sopa) de catchup 1 colher (café) de mostarda Sal a gosto

Os públicos no Campeonato Carioca são ridículos. Provam que os torcedores já não têm interesse nesse tipo de competição. @MaranhaoAntonio

Cheios de equipes fracas, os estaduais não são atraentes para os torcedores. O calendário deve ser reformulado. @ma_libu

Não sou favorável à extinção dos estaduais, mas acho que ele poderiam ser repensados. É preciso diminuí-los em breve.

Outros ingredientes: Óleo para fritar

Modo de Preparo: Para o molho rosê coloque todos os itens em uma vasilha, misture e reserve. Para a massa; coloque todos os itens em uma vasilha pela ordem, misture bem e com o auxilio de duas colheres de sopa faça bolinhos em formato de queneles e frite em óleo quente. Escorra em um papel absorvente e sirva com o molho rosê.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 8h, na Band

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Hora para refletir sobre sacrifícios desnecessários que faz por outras pessoas e valorizar uma dedicação maior a si mesmo.

Reflita sobre sentimentos que não tenham feito bem diante de certas relações. Saber perdoar e esclarecer será fundamental.

Deixe de lado más lembranças que te façam perder tempo e te impeçam de aproveitar momentos especiais com familiares, amigos e na vida afetiva.

Aproveite o dia para retomar contato com pessoas especiais, sejam parentes ou amigos que há tempos não mantém vínculo.

Procure valorizar a ponderação para não se exceder em críticas e não agir de forma impulsiva com as pessoas que mais gosta.

A comunicação será trunfo para resolver problemas e esclarecer mal entendidos. Evite acumular o que precisa dizer.

Este é um momento propício para repensar projetos de longo prazo que envolvam familiares e finanças. Dê mais tempo ao lazer.

Momento para observar e ponderar antes de decidir sobre algo importante ligado a relacionamentos. Faça valer seu senso de justiça.

Cuide para não exagerar nas finanças em função de diversões ou interesses supérfluos. Dedique mais valor às coisas que possui.

Aperfeiçoar conhecimentos e trocar informações ajudará em projetos profissionais. Tende a lidar com ajustes burocráticos.

Este é um momento positivo para quem trabalha com eventos e para divulgar projetos autônomos. Ambientes sociais serão mais frequentes.

Aproveite este momento para exercitar sua criatividade, bem como hobbies artísticos que sirvam como terapia para suas emoções.


|20|

3 ESPORTE

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Com brasileiros em alta, Indy recomeça No domingo. Helio Castroneves e Tony Kanaan tentam justificar favoritismo na pista de St. Petesburg, nos EUA A temporada 2014 da Fórmula Indy começa neste domingo, em St. Petesburg, na Flórida – o Bandsports transmite a corrida a partir das 16h. E, a exemplo dos anos anteriores, o Brasil tem chances de título. Mas, se no ano passado o país

ficou no quase com o vice-campeonato de Helio Castroneves, neste ano há motivos para acreditar no favoritismo. Um dos pilotos mais experientes do grid, Castroneves ganhou um novo companheiro na Penske: o colombiano

Juan Pablo Montoya, velho conhecido do público da Indy e também da Fórmula 1. Com o australiano Will Power mantido, a Penske segue como uma das equipes mais fortes da temporada. “Não tenho dúvidas de

que será uma temporada muito disputada. Haverá um equilíbrio de forças muito grande e acho fundamental ser muito regular para almejar o título”, disse o piloto brasileiro do carro número 3. Vencedor da última edição

das 500 Milhas de Indianápolis, Tony Kanaan tem nova casa. Ele trocou a KV Racing pela Chip Ganassi e se firma como favorito. “Acredito que será um grande ano para mim e para a equipe”, afirmou o baiano, campeão da temporada 2004, e que, em 2014, guiará o carro número 10. METRO

“Os principais adversários são os meus companheiros de equipe Juan Pablo Montoya e Will Power ” HELIO CASTRONEVES, DA PENSKE

“Estou muito ansioso para a estreia. Após os testes coletivos, ficamos bem animados” TONY KANAAN, DA CHIP GANASSI

Fórmula 1

Por aqui. Brasília entra no calendário em 2015

Sebastian Vettel De i de c eç de e ada i GP da A á ia há dia piloto alemão Sebastian Ve e e a cha ce de e ce D i g à h de B a ia ac ece GP da Ma á ia Na abe a da e ada e aca eã c e a e a ci c a a e de abandonar a pista a a ia a

JEFF ZELEVANSKY/GETTY IMAGES

A Indy voltará a ter etapa no Brasil a partir do ano que vem. Depois de acelerar no Rio de Janeiro (entre 1996 e 2000, em um circuito oval) e em São Paulo (nas ruas da região do Anhembi, entre 2010 e 2013), a categoria chega a Brasília em 2015. A prova brasileira acontecerá

no dia 8 de março, abrindo o calendário do ano. Até 2019, a capital federal será a sede da etapa brasileira da Indy. O contrato foi assinado no dia 21 de março durante a convenção anual do Grupo Bandeirantes. Diferentemente de São Paulo, onde a corrida acontecia em um circuito de rua, as provas do Distrito Federal ocorrerão no autódromo Nelson Piquet. Inaugurado há 40 anos, o local passará por reformas. Serão investidos R$ 150 milhões na modificação do traçado. As obras devem começar em maio. METRO

Pontuação Saiba mais sobre o sistema de pontos da Indy:

É o que o vencedor da prova leva. O 2º colocado leva 40, o 3º, 35 e assim sucessivamente. Todos pontuam. Pole position e liderança de voltas dão pontos extras.

Calendário Confira as datas das 18 etapas da Indy em 2014:

Iowa (EUA).

D i g St. Petesburg (EUA).

Long Beach (EUA).

Alabama (EUA).

Wisconsin (EUA).

Indianápolis (EUA).

Sonoma (EUA).

N idade Para 2014, as três provas de 500 milhas (Indianápolis, Pocono e Fontana) darão o dobro de pontos. Assim, o vencedor vai faturar 100 em vez de 50 pontos.

(EUA).

500 Milhas de Indianápolis (EUA).

e

Fort Worth (EUA).

e Toronto (Canadá). Mid-Ohio (EUA).

500 Milhas de Fontana (EUA).

Detroit (EUA).

Serviço

e

Houston (EUA).

500 Milhas de Pocono

O Bandsports transmite a e a a de S Pe e b g a i a a i da h de B a ia


|22|

Muricy quer reforços para o elenco são-paulino | RAFAEL NEDDERMEYER/FOTOARENA

Tricolor. Recado dado Muricy Ramalho teve dificuldades para explicar a surpreendente eliminação tricolor para a Penapolense, nas quartas de final do Paulistão. Mas falou novamente sobre a necessidade que a equipe tem de contratar para a disputa da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro. Na avaliação do treinador, o São Paulo precisa aumentar a qualidade do elenco e ter mais opções para poder brigar por títulos na temporada, em especial o Campeonato Brasileiro . “Temos de olhar com carinho. Não é só ter um bom time. Precisamos de um plantel para o Brasileiro. É um campeonato longo, com muitas viagens e lesões. O plantel precisa melhorar”, disse Muricy, que já venceu a competição quatro vezes, três delas com o São Paulo. Um que está na mira é o volante Wesley, do rival Palmeiras. O jogador tem contrato com com o Verdão até fevereiro de 2015, mas pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe a par-

tir de agosto. A diretoria monitora a situação do atleta e Muricy aprova a sua contratação. Embora desconverse: “O Wesley é um grande jogador, mas não foi falado nada sobre ele aqui.” A diretoria também observa zagueiros. Com Antonio Carlos, Rodrigo Caio, Edson Silva, Paulo Miranda e Roger Carvalho para o setor, o treinador pediu que Rafael Toloi, emprestado até junho à Roma (ITA) seja reintegrado. Provocação O meia Jadson, que foi para o Corinthians na troca com Pato, não deixou escapar a oportunidade de alfinetar seu ex-clube após a eliminação. No Twitter, o jogador publicou “Nada como um dia após o outro!” Luis Fabiano, camisa 9 do Tricolor, não deixou barato: “Ele está certo. Nada como um dia após o outro, a gente vai se encontrar muito ainda. Deixa rolar. Muita coisa vai acontecer com Corinthians e São Paulo.” METRO

CAMPINAS, SEXTA-FEIRA, 28 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Aqui, não! Valdivia teve chances de gol, mas não conseguiu ampliar a vitória palmeirense | LEANDRO MARTINS/FUTURA PRESS

Deu a lógica. No Pacaembu, Palmeiras afasta zebra e vence Bragantino por 2 a 0 para chegar à semifinal do Paulistão. Domingo, às 18h30, alviverde terá o Ituano pela frente

2 0

Rafael Defendi; Yago, Guilherme Mattis e Alexandre; Robertinho, Francesco , Geandro (Diego), Gustavo e Magno (Rodrigo); Léo Jaime e Tássio. Técnico: Marcelo Veiga

BRAGANTINO

G Alan Kardec aos 21 minutos do 1º tempo; Wesley aos 17 minutos do 2º tempo A bi age Flávio Rodrigues Guerra (SP)

A zebra que atacou o São Paulo, quarta-feira, no Morumbi – o Tricolor foi eliminado nos pênaltis pela Penapolense –, não afetou o Palmeiras. No Pacaembu, o Verdão não deu brecha para o Bragantino, venceu por 2 a 0, e garantiu a classificação para a semifinal do Campeonato Paulista. Domingo, o Verdão enfrentará o Ituano no Pacaembu, às 18h30. Às 16h, Santos e Penapolense definem o outro finalista, na Vila Belmiro. A

decisão está programada para os dias 6 e 13 de abril. O jogo O Bragantino assustou o alviverde logo no primeiro minuto. O time comandado por Gilson Kleina saiu jogando errado. Robertinho roubou a bola e arriscou de fora da área, obrigando o goleiro Fernando Prass a trabalhar. O susto ligou o Palmeiras de vez. O alviverde começou a trabalhar a bola e arriscar

chutes de fora da área, principalmente, com Bruno César – o camisa 30 iniciou a partida entre os titulares e dividiu com Valdivia a função de armar as jogadas ofensivas. Aos 21 minutos, a insistência verde se transformou em gol: Wesley cobrou escanteio pelo lado esquerdo do ataque, a bola resvalou no zagueiro Alexandre e sobrou para a Alan Kardec. O camisa 14 do Verdão não perdoou e, pela nona vez no estadual, correu para o abraço. Após conseguir a vantagem, o Palmeiras, naturalmente, reduziu a intensidade até o intervalo. Na etapa final, o Verdão voltou elétrico e teve diversas chances de resolver a parada. Perdeu inúmeras chances, seja por falta de pontaria ou por méritos do goleiro do Bragantino, Rafael Defendi. Valdivia e Alan Kardec, por duas vezes,

desperdiçaram boas chances de aumentar o placar. Até que Wesley teve a calma necessária para dar tranquilidade no marcador, aos 17 minutos. Após boa jogada, o goleiro Rafael Defendi conseguiu tirar a bola de Leandro. Na sobra, Alan Kardec se livrou do camisa 1 e rolou para Wesley, livre de marcação. O volante só teve o trabalho de chutar. Pouco depois do gol, Leandro quase jogou a pá de cal, com uma bomba de fora da área. As chances perdidas, porem, não fizeram falta. O Verdão era dono do jogo e a torcida até gritou “olé” próximo do apito final. Vaga conquistada sem sustos. MATHEUS ADAMI METRO SÃO PAULO

Douglas se aposenta e pede perdão à torcida do Bugre

Superliga. Amil luta por vaga na semi hoje no ABC Depois de vencer o São Caetano por 3 sets a 0 na primeira partida das quartas de final, as meninas do Vôlei Amil podem encerrar a série melhor de três partidas hoje, no ABC Paulista. Uma vitória leva a equipe do técnico Zé Roberto Guimarães às semifinais da competição. O favoritismo é amplo das campineiras. Nas três partidas disputadas contra o São Caetano, todas terminaram com vitória da Amil. Duas vitórias pelo placar de 3 sets a 0 e uma por 3 sets a 1. O jogo está marcado para as 21h30, no ginásio Lauro Gomes. METRO CAMPINAS

Fernando Prass; Wendel (Vinicius), Lúcio, Tiago Alves e Juninho; Marcelo Oliveira , Wesley, Valdivia e Bruno César (Eguren); Leandro (Patrick Vieira) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina

PALMEIRAS

Oposta Rosamaria tem se destacado |DIVULGAÇÃO

Foram muitos momentos de alegria e alguns de tristeza. Na tarde de ontem, o goleiro Douglas anunciou sua aposentadoria, após ser dispensado do Guarani no início da semana. O camisa um agradeceu ao clube e pediu perdão pelas falhas. O acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro em 2011, com o vice-campeonato da Série B, foi a grande conquista do jogador pelo clube. Porém, este ano ele falhou nas duas derrotas da reta final do time no Paulista da Série A2, e admitiu ter problemas físicos. “Me questiono porque não avisei antes, mas eu errei porque quis muito”, disse.

Douglas se emocionou | DIVULGAÇÃO/GFC

Douglas teve 15 contusões nos últimos quatro anos, o que já mostrava que o fim da carreira se aproximava. “Sei que o torcedor está chateado comigo neste momento e quero pedir desculpas. Nunca me coloquei no patamar de ídolo. Mas foi o clube com o qual mais me identifiquei e vivi os anos mais felizes da minha vida”, disse. O jogador atuou no Guarani entre 2009 e 2010 e retornou este ano como uma das principais contratações para o Paulista da Série A2. No total, fez 101 jogos, todos eles como titular do gol bugrino, e sofreu 145 gols no clube. METRO CAMPINAS



20140328_br_metro campinas