Issuu on Google+

CHEF DO MANÍ É A MELHOR DO MUNDO

DANÇA DO VAMPIRO DRÁCULA INSPIRA COREOGRAFIA DA COMPANHIA PORTUGUESA VÓRTICE PÁG. 12

HELENA RIZZO LEVA PRÊMIO DA REVISTA ‘RESTAURANT’ PÁG. 12

SÃO PAULO Quarta-feira, 26 de março de 2014 Edição nº 1.759, ano 7 MÍN: 16°C MÁX: 25°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

sunny www.metrojornal.com.br | leitor.sp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Lei que regula internet é aprovada na Câmara hazy

showers

Marco Civil. Depois de três anos de discussão e muita pressão das operadoras e do governo, regras para uso da web são aprovadas. A neutralidade da rede, que impede a cobrança diferenciada de pacotes de dados, foi mantida. Proposta segue para o Senado PÁG. 06

GOLAÇO EM HD

Museu do futebol oferece um passeio pela história dos Mundiais PÁG. 19

MP denuncia 30 por cartel de trens em SP Executivos de 12 empresas teriam fraudado licitações de R$ 2,8 bi entre os anos de 1998 e 2008 PÁG. 04

Número de roubos aumenta 47% em fevereiro

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Foram registradas 13.166 ocorrências este ano ante 8.928 em 2013. Homicídios caem 3,4% PÁG. 02

Sala das Copas apresenta vídeos com imagens dos jogos e de fatos que marcaram todas as edições do torneio | ANDRÉ PORTO / METRO

Itaquerão recebe verba do BNDES

Empréstimo. Banco estatal liberou R$ 260 milhões dos R$ 400 milhões previstos ao Corinthians; no RS, isenção fiscal para o Beira Rio é aprovada PÁG. 17

Por setor elétrico, imposto sobre cerveja deve subir Receita Federal revelou ontem que há estudos sobre elevação de taxas de bebidas e cosméticos PÁG. 08


1 FOCO

Ideli Salvatti

Crítica à nota baixa

Um dia depois da Standard & Poor’s reduzir a nota de crédito do Brasil, a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) criticou a avaliação e a agência. Após defender a política econômica do governo, ela disse que a Standard & Poor’s não teve a capacidade de conseguir identificar a crise financeira internacional.

Cotações Dólar - 0,07% (R$ 2,30) Bovespa + 0,39% (48.180 pts) Euro - 0,57% (R$ 3,18) Salário Selic (10,75% a.a.) mínimo (R$ 724)

|02|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

Roubos crescem 47% em fevereiro Violência. Crime aumentou pelo nono mês consecutivo na cidade. Mês teve 13,1 mil casos, média de um a cada três minutos. Governo de SP diz que problema é nacional Pela nova vez consecutiva, a quantidade de roubos registrou alta na capital em fevereiro. Segundo balanço da SSP (Secretaria de Segurança Pública) divulgado ontem, foram 13.166 casos no mês passado, ante 8.928 roubos em fevereiro de 2013 – aumento de 47%. Esse foi o tipo de crime que registrou o maior aumento. A quantidade de roubos a veículos também subiu, mas em um ritmo menos acelerado: 29%. Foram 4.588 veículos roubados em fevereiro deste ano, ante 3.557 casos no mesmo mês do ano passado. No Estado, a alta dos roubos em fevereiro foi de 37,2% - 25,2 mil casos em fevereiro deste ano, ante 18,4

mil no mesmo mês de 2013. O secretário da Segurança Pública, Fernando Grella, afirmou que roubo é um problema nacional e que o combate efetivo a esse tipo de crime passa por decisões da União. “Nós estamos fazendo a lição de casa. Eu não posso legislar em matéria penal”. Grella também justificou o aumento à possibilidade de as vítimas registrarem o B.O. pela internet. O secretário afirmou que irá aumentar o patrulhamento ostensivo e a investigação. Ele também anunciou da contratação de 2.805 novos policiais civis.

FEVEREIRO DE 2013

COMERCIAL: 011/3528-8549

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

15 13

ROUBOS

8.928 13.166

FURTOS

ROUBOS DE VEÍCULOS

15.025 14.900 3.557 4.588 3.487 4.253

VARIAÇÃO

-3,4% -13,3% 47,4% -0,8% 29% 22%

Treinamento para a Copa

demia serão analisadas na tentativa de identificar os assassinos. O crime fez com que muitos moradores se manifestassem contra a violência. No Facebook, um protesto marcado para abril reunia 1,5 mil confirmados. O município é conhecido pela qualidade de vida, tendo o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do país. O secretário de Segurança de São Caetano, Marco Antonio Alvares Barreiras, afirmou que, apesar dos investimentos, segurança é um tema de responsabilidade do Estado. Segundo ele, novos veículos serão incorporados à frota da Guarda Civil Municipal para reforço das rondas. METRO ABC

leitor.sp@metrojornal.com.br 011/3528-8522

89 86

LATROCÍNIOS

METRO SÃO PAULO

FALE COM A REDAÇÃO

FEVEREIRO DE 2014

HOMICÍDIOS

FURTOS DE VEÍCULOS

MÁRCIO ALVES

Violência. Ortopedista é morto em São Caetano O ortopedista da Seleção Olímpica Brasileira de Tênis de Mesa, Dárcio Maurício Correia, de 36 anos, foi morto na noite de anteontem em São Caetano, na Grande São Paulo. A polícia acredita que o médico foi vítima de uma tentativa de assalto. Ninguém foi preso. Correia foi baleado enquanto falava com um paciente pelo celular, na porta da academia de ginástica que frequentava. Ele foi atingido no peito, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo testemunhas, o médico foi abordado por dois homens armados. A polícia afirma que nenhum objeto de valor foi levado. Imagens das câmeras de segurança instaladas na aca-

CRIMES NA CAPITAL

1 4

Casos de homicídios e latrocínio diminuem Na contramão dos roubos, a quantidade de homicídios dolosos (com intenção) voltou a registrar queda na capital. Segundo a SSP, foram 86 casos no mês passado, ante 89 de fevereiro de 2013 - queda de 3,4%. No Estado, a redução foi de 11,3% - 329 casos no mês passado, ante 371 em fevereiro de 2013. O número de latrocínios (roubo seguido de morte) também caiu em fevereiro de 2014 na capital. Foram 15, ante 13 no mesmo mês do ano passado, queda de 13,3%. “Temos em São Paulo os melhores indicadores. Os dados mostram que somos a capital menos violenta do país”, afirmou o secretário Fernando Grella. Para o secretário, os número tendem a cair ainda mais com a adoção de medidas como a lei que regulariza os desmanches e a cassação do registro de empresas envolvidas em roubos de carga. Segundo ele, dificultar a compra de veículos roubados ajuda a reduzir o número de roubos. METRO

1 . DARIO OLIVEIRA/FUTURA PRESS 2 . DARIO OLIVEIRA/FUTURA PRESS 3 . DARIO OLIVEIRA/ FUTURA PRESS 4 . APU GOMES/FOLHAPRESS 5 . DARIO OLIVEIRA/FUTURA PRESS

2

3 5

A PM fez uma simulação de problemas que podem ocorrer na Copa. 1 - Bombeiros se protegem de agentes químicos 2 - Policial desativa explosivo 3 - Viaturas dos Bombeiros 4 - Gate simula resgate a refém 5 - Helicóptero Águia também foi usado

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro São Paulo. Editores-Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: 31.369) Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Avenida Rebouças, 1585, Pinheiros, CEP 05401-909, São Paulo, SP, Brasil. Tel.: 3528-8500. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.

Filiado ao


SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

RJ divulga estudo contra divisão de água com SP Seca. Secretário do Rio afirma que proposta do governo paulista de captar água no rio Paraíba do Sul coloca abastecimento em risco A Secretaria do Ambiente do Rio divulgou ontem uma nota afirmando que a proposta do governo de São Paulo de captar água da bacia do rio Paraíba do Sul pode colocar em risco o abastecimento das cidades fluminenses. No documento, o órgão aponta que, no período de vazão normal, o Rio pode captar 260 metros cúbicos por segundo do Paraíba, sendo que 170 metros cúbicos por segundo vão para a estação do Guandu. Por conta da estiagem, a estação trabalha com uma vazão entre 119 metros cúbicos por segundo e 160 metros cúbicos por segundo. Ontem, o secretário do Ambiente, Índio da Costa, afirmou que ainda não rece-

beu o estudo de São Paulo sobre a transposição de 5 mil litros por segundo da represa de Jaguari (braço do Paraíba do Sul) para a represa de Atibainha (braço do Cantareira). Costa disse estar disposto a avaliar o projeto e procurar uma solução conjunta. No entanto, garantiu que pode recorrer à Justiça. “Não se nega um copo de água para ninguém. Queremos ajudar São Paulo, só não pode atrapalhar o Rio.” O projeto do governador Geraldo Alckmin (PSDB) precisa da autorização da ANA (Agência Nacional de Águas (ANA). O órgão informou que ainda não recebeu a proposta do canal de 15 quilômetros de extensão.

Bacia do Alto Tietê Alckmin anunciou ontem que o Estado começará a cobrar pelo uso da água captada da bacia do Alto Tietê, que abrange 36 cidades da Grande São Paulo. A medida afeta as empresas de saneamento básico, como a Sabesp, que terão de pagar para retirar a água. Segundo o comitê do Alto Tietê, cerca de 2,5 mil consumidores, entre eles hotéis, condomínios e shoppings, também terão que pagar pelo uso da água. Com a medida, o Estado prevê arrecadar, ainda neste ano, R$ 24 milhões. Até 2016, esse valor deve chegar a R$ 40 milhões. METRO RIO

Rio Paraíba do Sul, em Campos dos Goytacazes | JERSON GONÇALO/FOLHAPRESS

|03|◊◊

Máfia. Câmara barra CPI para investigar fraude no ISS Os vereadores de São Paulo derrubaram ontem a abertura de uma CPI para investigar as fraudes cometidas por uma máfia de servidores públicos na cobrança do ISS (imposto Sobre Serviços) de empreendimentos na capital. De autoria do vereador Gilberto Natalini (PV), a proposta teve 23 votos contra, 11 a favor e uma abstenção. “A Câmara não quis investigar esse escândalo”, disse o parlamentar. Com o apoio da base da governista, a Casa abriu uma CPI para investigar áreas contaminadas na cidade. Já está em andamento a comissão que investiga a emissão de alvarás. De acordo com as investigações da Corregedoria do Município e do MP (Ministério Público), quatro auditores fiscais desviaram pelo menos R$ 500 milhões. A Promotoria promete apresentar a denúncia à Justiça até junho. METRO


|04|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{FOCO}

MP denuncia 30 executivos por cartel no Metrô e CPTM Investigações. Promotoria avalia que fraudes geraram um sobrepreço de R$ 834 milhões em licitações realizadas entre 1998 e 2008

Linha Azul. Menina busca coelho perdido dentro de trem Para ajudar a encontrar um brinquedo perdido, o Metrô iniciou ontem, uma campanha no Facebook pedindo para que um coelhinho de pelúcia seja entregue na Central de Achados e Perdidos, na estação Sé. Anteontem, Júlia Ery Hanashiro, 7 anos, perdeu o objeto em um vagão entre as estações São Judas e Praça da Árvore, na Linha1-Azul. O pai dela, o dentista Fernando Hanashiro, 36, relatou o problema ao Metrô e disse que, desde a perda, a menina não consegue mais dormir. Até a noite de ontem, mais de 2 mil pessoas já haviam compartilhado a campanha. METRO

“No Brasil, crime de cartel compensa. As penas são baixas, de dois a cinco anos no regime aberto”

O FLUXO DO DINHEIRO DO CARTEL DOS TRANSPORTES PAGAMENTOS Everton Rheinheimer, ex-diretor da Siemens, informou à Polícia Federal que a diretoria da empresa alemã autorizava o pagamento de propina para políticos paulistas e servidores para garantir contratos do Metrô e da CPTM

PROMOTOR MARCELO MENDRONI

em uma pena de 2 a 6 anos de prisão e o pagamento de multas. No caso de condenação, as penas serão cumpridas no regime aberto. As investigações apontam que o cartel atuou nas licitações para manutenção e aquisição de trens para CPTM, projeto Boa Viagem da CPTM, extensão da linha 2-Verde e o projeto da linha 5-Lilás, ambas do metrô. Os contratos, que somam R$ 2,8 bilhões em valores atualizados, foram assinados durante os governos Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, todos do PSDB. A Promotoria avalia que as fraudes resultaram em um sobrepreço de R$ 834 milhões. Por meio de notas, todos os citados nas denuncias negam as acusações. A Siemens afirmou que colabora com as investigações do MP e do Cade. METRO

Rheinheimer apresentou três nomes: Newton Duarte (ex-diretor geral), Ronaldo Cavalieri (ex-gerente comercial) e Ricardo Lamenza (diretor de energia) Oceano DINAMARCA Atlântico

$

O CAMINHO DA PROPINA

INGLATERRA HOLANDA

Os valores eram repassados para empresas de consultoria, que destinavam os recursos para os funcionários e políticos envolvidos no esquema

ALEMANHA

BÉLGICA

LUXEMBURGO FRANÇA SUÍÇA

QUEM SÃO OS EXECUTIVOS DENUNCIADOS SIEMENS PETER RATHGEBER (gerente de vendas) ROBERT HUBER WEBER (diretor da Siemens AG) HERBERT HANS STEFFEN (membro do conselho regional) RAINER GIEBL

ITÁLIA

POLÍTICOS ENVOLVIDOS

DINHEIRO NO EXTERIOR

Rheinheimer citou quatro políticos de São Paulo: Edson Aparecido (secretário da Casa Civil), Rodrigo Garcia (secretário de Desenvolvimento Econômico), José Anibal (secretário de Energia) e Arnaldo Jardim (Deputado Federal pelo PPS)

A Polícia Federal apura o uso de uma conta em um banco em Luxemburgo. A suspeita é de que os valores foram movimentados pelo ex-presidente da Siemens Adilson Primo e outros seis executivos da empresa no Brasil

(diretor comercial da Siemens AG para América do Sul) JOSÉ ANIORTE JIMENEZ (diretor técnico regional de vendas de trens e metrô na Espanha, América do Norte e América do Sul da Siemens AG) MARCO VINICIUS MISSAWA (funcionário da Siemens no Brasil) DIRK SCHÖNBERGER (gerente de projetos da Siemens AG) FRIEDRICH SMAXWILL (membro do conselho

regional da Siemens AG) LOTHAR DILL (diretor da divisão de vendas para trens regionais da Siemens AG) LOTHAR MÜLLER (diretor do setor industrial da Siemens AG) JOCHEN WIEBNER (diretor financeiro da divisão de trens) ALEXANDER FLEGEL (equipe de desenvolvimento de negócios de tração da Siemens AG)

ALSTOM

BOMBARDIER

T’TRANS

MGE

PAULO JOSÉ DE C. BORGES (diretor da divisão de Transportes) GERALDO PHILLIPE HERTZ (diretor comercial da divisão de Transportes) EDUARDO CESAR BASAGLIA (gerente de vendas da divisão de transportes)

SERGE VAN TEMSCHE (presidente) MANUEL CARLOS DO RIO FILHO (funcionário)

MASSIMO GIAVINA BIANCHI (presidente) EDSON YASSUO HIRA (gerente de propostas)

CARLOS TEIXEIRA (sócio) RONALDO HIKARI MORIYAMA (sócio)

CAF

MAURÍCIO MEMÓRIA (funcionário) WILSON DARÉ (funcionário)

MURILO RODRIGUES DA CUNHA (diretor)

MITSUI MASAO SUZUKI (vice-presidente da divisão de transporte)

TEMOINSA

TEJOFRAN RICARDO LOPES (gerente comercial)

BALFOUR BEATTY RAIL POWER SYSTEMS BRASIL HAROLDO OLIVEIRA DE CARVALHO (presidente)

DAIMLERCHRYSLER ALBERT FERNANDO BLUM (presidente)

HYUNDAI-ROTEM DONG IK WOO (gerente geral)

FONTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DE SÃO PAULO

Propaganda diz que vagão lotado é bom para ‘xavecar’ Em meio a uma onda de casos de mulheres assediadas em vagões superlotados do metrô de São Paulo, a companhia veiculou ontem publicidade na rádio Transamérica FM, em que o locutor afirma: “pra falar a verdade, até gosto do trem lotado. É bom pra xavecar a mulherada, né, mano?”. A propaganda foi narrada pelo personagem humorístico “Gavião” em um programa esportivo. Em nota, o Metrô afirmou que repudia o conteúdo da propaganda e irá processar a rádio pelo uso indevido e sem aprovação de seu nome. O Metrô diz que nem a companhia nem a agência Nova SB, contratada para fazer umacampanha sobre obras de ex-

QUEM NEGOCIAVA OS VALORES

Vagão lotado no horário de pico | ANDRÉ PORTO/METRO

pansão da rede metroviária, foram informados de que tal conteúdo seria veiculado. Após retirar o comercial do ar, a Transamérica FM afirmou, em nota, que toda propaganda é aprovada com antecedência pelo contratante.

Ao todo, 29 homens foram encaminhados à delegacia neste ano por assédio dentro dos trens e estações da CPTM e do metrô. Dois deles foram acusados por estupro e o restante por importunação ofensiva ao pudor. METRO

Volta às aulas

16,2oC

USP Leste vai alugar salas da Unicid

Cidade tem a madrugada mais fria do ano

A USP Leste decidiu alugar salas da Unicid para que os estudantes do campus da zona leste possam começar o ano letivo. A volta às aulas foi adiada três vezes por falta de espaço para acomodar os alunos. O retorno agora ficou para o dia 31 de março. Estudantes dos cursos da manhã e tarde terão aulas em um prédio da Unicid, na zona leste. Os do período noturno ficarão divididos entre a Fatec Itaquera e a faculdade de Medicina da USP, na zona oeste. Ontem, alunos da USP Leste fizeram um protesto em frente à reitoria. METRO

A cidade teve a madrugada mais fria do ano ontem. Os termômetros registraram 16,2oC, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A medição foi feita na estação do mirante de Santana, na zona norte. No domingo, a cidade já tinha registrado a tarde mais fria do ano os termômetros marcaram 21,1oC. O último verão foi mais quente da história da cidade, com média das máximas foi de 31,3oC. Segundo o Inmet, o ar frio e úmido deve continuar. A mínima deve ficar em torno dos 16oC, e a máxima chega a 25oC. METRO

FOTO: MARCELO JUSTO | FOLHAPRESS

O MP (Ministério Público) de São Paulo apresentou ontem cinco denúncias contra 30 executivos acusados de envolvimento no esquema de cartel no sistema metroferroviário paulista. Os nomes envolvidos estão ligados a 12 empresas que atuaram em projetos do Metrô e da CPTM entre os anos de 1998 e 2008. As acusações têm como origem as informações repassadas pela Siemens, que fechou um acordo de leniência com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), depoimentos do ex-diretor da empresa Everton Rheinheimer e investigações do promotor Marcelo Mendroni. Do total de nomes citados, 12 são da empresa alemã. Os demais são da Alstom, CAF, Bombardier, T`Trans, Mitsui, MGE, Temoinsa, Tejiofran, Balfour Beatty, Hyundai-Rotem e Daimler-Chrysler. Segundo a Promotoria, todos são acusados de formação de cartel, cuja pena vai de 2 a 5 anos de reclusão e o pagamento de multas, e de fraudes em licitações, que podem resultar


|06|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Câmara, enfim, aprova Marco Civil da Internet Fim da novela. Após três anos de discussão e cinco meses com a pauta do plenário trancada, deputados criam lei para disciplinar uso da web. Governo assegurou no texto neutralidade da rede, mas abriu mão de exigir datacenters Foram necessários 148 dias sem votar absolutamente nada e uma longa negociação para a Câmara aprovar o Marco Civil da Internet, que cria regras que regulam privacidade, transparência e liberdade no uso da rede. O projeto, que trancava a pauta desde 28 de outubro do ano passado e tramita há três anos, foi aprovado ontem em votação simbólica. Para virar lei, a proposta ainda precisa ser aprovada pelo Senado. Concessões Para destravar a votação, o governo fez concessões. Desistiu de exigir que os provedores fossem obrigados a manter no Brasil bancos de dados com informações de navegação dos internautas brasileiros. As empresas, que alertavam para elevação de custos, terão que obedecer a legislação brasileira mesmo que os dados estejam no exterior. A mudança na redação favoreceu o apoio do PMDB à

“Fica reforçada a liberdade de expressão, protege de maneira muito forte a privacidade dos internautas e, por fim, a garante que o usuário vai poder acessar sem que ninguém escolha por ele o que ele quiser.” DEPUTADO ALESSANDRO MOLON (PT-RJ), RELATOR DO MARCO CIVIL DA INTERNET

Nas galerias do plenário, movimento favorável ao Marco Civil estendeu faixa | PEDRO LADEIRA/FOLHAPRESS

neutralidade da rede -- principal ponto do projeto e do qual o governo não abriu mão ---, que impede os provedores de discriminar o acesso à internet. “Estamos produzindo o regulamento ideal. Na minha avaliação pessoal, ideal seria não ter regulação, mas

o PMDB votou a favor”, declarou o líder do partido, Eduardo Cunha (RJ). O texto prevê que as exceções de neutralidade para serviços de emergência ou razões técnicas será feita por decreto presidencial, mas com o aval

MARCELO FREITAS

Veja os principais pontos do Marco Civil da Internet: • Neutralidade da rede. Proíbe os provedores de mudar a velocidade de acesso de acordo com o pacote de dados. • Controle. Pais podem usar controle parental na internet para evitar o acesso de crianças e adolescentes a conteúdo inadequado. • Armazenamento. A criação de datacenters foi excluída, mas os provedores deverão obedecer a legislação brasileira em caso de necessidade de acessar os dados armazenados. • Privacidade. Será obrigatória uma ordem judicial para que provedores retirem conteúdos da internet. Caso a medida seja descumprida, a empresa será responsabilizada.

METRO BRASÍLIA

Ditadura. Coronel admite Mensalão. PGR quer que torturou e matou

Asdrubal. Deputado cumpre pena em casa O deputado Asdrubal Bentes (PMDB-PA) cumprirá a pena de 3 anos e 1 mês de prisão em casa. Bentes foi condenado por oferecer laqueaduras em troca de votos nas eleições de 2004. A Justiça autorizou a pena alternativa com a justificativa de que o Distrito Federal não tem casa de albergado. A Câmara deve abrir hoje o processo de cassação do mandato. METRO

da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e do CGI (Comitê Gestor da Internet). “Com isso, acaba o cheque em branco para o governo fazer esse decreto”, afirmou o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE).

A pedido das bancadas ligadas à igreja, foi incluído um artigo autorizando o controle parental de conteúdo. O governo quer ver o projeto aprovado o próximo mês, quando o Brasil sediará a conferência internacional sobre governança na internet, em 23 e 24 de abril, em São Paulo.

Constituição da web

Deputado mostra Termo de Compromisso de Regime Aberto | SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS

Em depoimento à Comissão Nacional da Verdade ontem, o coronel reformado Paulo Malhães, de 76 anos, admitiu os crimes de tortura e ocultação de cadáveres. Malhães confirmou ter atuado na chamada “Casa da Morte”, centro mantido pelo Exército, em Petrópolis, no Rio. Durante sua fala, o ex-coronel defendeu a tortura como um método para obtenção de informações. Ele ainda apresentou detalhes de como eram feitas as mutilações para evitar o

reconhecimento de corpos dos presos políticos. “A tortura é um meio. Se o senhor quer saber a verdade, o senhor tem que me apertar”, disse Malhães ao ex-ministro José Carlos Dias. Questionado sobre a ação realizada para ocultar os restos mortais do ex-deputado Rubens Paiva, em 1971, o militar voltou atrás e disse que não participou do caso. Ao jornal “O Globo”, ele chegou a afirmar que havia participado da ocultação. METRO

caso Azeredo no STF O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomendou ontem ao STF (Supremo Tribunal Federal) que julgue a participação do ex-deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) no chamado mensalão mineiro. O político, que renunciou em fevereiro, é acusado de captar recursos para sua campanha por meio de contratos fictícios com empresas de publicidade. METRO


SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

MÃE DE MINISTRO REQUER NACIONALIDADE PORTUGUESA. A mãe do ministro

“TRÊS ANOS, UM MÊS E DEZ DIAS PASSAM RÁPIDO. EU VOLTAREI.”

José Eduardo Cardozo (Justiça) requereu cidadania portuguesa. A decisão de d. Zilda Tavera Cardozo se deve a “razões pessoais” e, segundo jura a assessoria do filho, ela não tem a intenção de mudar de país, como têm feito muitos brasileiros assustados com o crescimento da criminalidade. Nem tem a ver com a perda de confiança em autoridades, como seu filho, de garantir vida segura aos brasileiros.

ABRINDO CAMINHO. Segundo legislação portuguesa, filho de mãe com nacionalidade portuguesa ganha idêntico direito. E o valioso passaporte europeu. EURO-PETISMO. A família

do ex-ministro Antonio Palocci e a mulher e os filhos de Lula já têm cidadania italiana. O que pretendem fazer com ela é um mistério.

Antonio Palocci | DORIVAN MARINHO/FUTURA PRESS

ASDRÚBAL BENTES (PMDB-PA), DEPUTADO-PRESIDIÁRIO FAZENDO POUCO DA PRÓPRIA SENTENÇA

BLINDANDO GABRIELLI. O governo montou uma “tropa de choque” na comissão externa da Câmara que investigará a Petrobras, para tentar blindar seu ex-presidente Sérgio Gabrielli. O PT indicará Luiz Alberto (PT-BA) para a comissão, além de outros cinco deputados de partidos aliados. TÁ FEIA A COISA. A denún-

cia de compra superfaturada da refinaria americana levou a presidenta Dilma exercitar, 24h/dia, seu jeito búlgaro de ser. Ele trata os próprios assessores como adoraria tratar seus adversários.

DIREITO DE RODAR. A Secretaria de Direitos Humanos pagou R$ 30,3 milhões por 733 carros zero km, todos da marca Chevrolet. Deve ser para visitar as cadeias desumanas, além de ajudar a montadora a tirar o pé da lama.

PODER SEM PUDOR

O palhaço e a trapezista Jovem advogado, Aristóteles Atheniense acabara de se formar em Minas, no ano de 1959, quando defendeu os direitos trabalhistas do palhaço Chuca-Chuca, num circo armado em Belo Horizonte, e pediu a penhora de um elefante para garantir o pagamento da dívida e dos seus honorários. Dias depois, uma trapezis-

|07|◊◊

Oposição apoiará CPI da Petrobras

Política

INCLUA-ME FORA. Ressaltam assessores do ministro-chefe da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança: só a mãe dele pediu cidadania portuguesa.

{BRASIL}

ta, namorada do palhaço, pediu que ele ajuizasse ação idêntica, que resultou na penhora de outro elefante. Ele acabou cuidando dos animais até trocá-los num Simca Chambord, carro dos ricos da época, cuja venda rendeu um bom dinheiro para o palhaço, a trapezista e o jovem advogado.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

PSDB, DEM, PPS e Solidariedade definiram ontem a estratégia para criar a CPI da Petrobras, destinada a investigar a compra da refinaria de Pasadena, no Estados Unidos, que custou US$ 1,1 bilhão. Com o aval do PSB e de dissidentes do PMDB, a oposição acredita que terá as 27 assinaturas neces-

sárias no Senado. Depois, o caminho é buscar as assinaturas na Câmara. Até ontem, os partidos contabilizavam o aval de 110 dos 171 deputados necessários. Não será uma tarefa fácil. O Palácio do Planalto orientou a base aliada a não assinar o pedido de CPI. A presidente da Petro-

bras, Graça Foster, e o ministro Edison Lobão (Minas e Energia foram convidados para prestar esclarecimentos na Câmara. O presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), sugere aguardar as investigações em curso no TCU (Tribunal de Contas da União) e Ministério Pú-

blico. “Essa é uma CPI meramente para atear fogo em questões políticas em ano eleitoral”, avaliou. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo afirmou que há várias investigações em andamento e que a orientação da presidente Dilma Rousseff é para que elas prossigam. METRO BRASÍLIA


|08|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA}

Imposto de cerveja e cosmético pode subir Contas públicas. Governo estuda elevar tributos para bancar gastos com setor elétrico Para cobrir a conta do governo com a ajuda ao setor elétrico, o brasileiro pode ser obrigado a pagar mais impostos. A Secretaria da Receita Federal concluiu estudos com o objetivo de elevar a arrecadação e compensar o aporte adicional que o Tesouro fará de R$ 4 bilhões ao setor elétrico, anunciado no último dia 13. Entre as medidas em análise, está o aumento de impostos de bebidas frias (cerveja e refrigerante) e cosméticos. Segundo o secretário-adjunto da Receita, Luiz Fernando Teixeira, foi apresentado ao governo “uma cesta de possibilidades”, mas a decisão de elevar esses impostos está a cargo da Casa Civil e do Ministério da Fazenda. “Existe uma série de medidas de aumento de tributos prontas para tomada de decisão para implementação.” O aporte do Tesouro ao setor elétrico faz parte do pacote de medidas anunciado pelo governo para compensar o aumento dos gastos das empresa de energia com acionamento das termelétricas em meio à forte estiagem que se abateu sobre o país.

Também para reforçar o caixa, o governo vai reabrir o Refis (refinanciamento de dívidas tributárias) para que as empresas possam pagar impostos e contribuições vencidos em 2013 e ainda não pagos. Arrecadação recorde Segundo dados divulgados ontem pela Receita, a arrecadação federal atingiu R$ 83,137 bilhões em impostos e contribuições em fevereiro, uma alta de 3,44% na comparação com o mesmo mês de 2013, já descontando a inflação. O valor foi recorde para os meses de fevereiro. No entanto, o resultado é considerado fraco para o cumprimento das metas fiscais traçadas pelo governo e o equilíbrio das contas públicas. Com a elevação de tributos, o governo quer assegurar o cumprimento da meta de superavit primário – economia feita para pagar juros da dívida pública e tentar manter sua trajetória de queda – de R$ 99 bilhões para todo o setor público em 2014, o equivalente a 1,9% do PIB (Produto Interno Bruto). METRO

7,5 toneladas de legislação O advogado Vinicios Leoncio, 54, colocou ontem em frente ao Congresso o livro de sua autoria que reúne a legislação tributária brasileira. Com 7,5 toneladas, as mais de 41 mil páginas do livro são resultado de um trabalho de 23 anos | AGÊNCIA CÂMARA

Dívida pública sobe 1% O baixo volume de vencimentos e o reconhecimento de juros fizeram a DPF (Dívida Pública Federal) subir 1,03% em fevereiro. Segundo a Secretaria do Tesouro Nacional, a DPF fechou o mês em R$ 2,067 trilhões, alta de R$ 21 bilhões sobre janeiro. A dívida pública mobiliária – em títulos públicos – in-

terna subiu de R$ 1,950 trilhão para R$ 1,975 trilhão. Isso ocorreu porque, no mês passado, o Tesouro emitiu R$ 8,14 bilhões em títulos a mais do que resgatou. Já a dívida pública externa caiu 3,95% em fevereiro, para R$ 92,46 bilhões, puxada pela queda de 3,83% do dólar no mês passado. METRO

S&P. Crise de energia pesou em redução de nota do Brasil A Standard & Poors incluiu a crise do setor energético entre os riscos que contribuíram para reduzir a nota do Brasil. Para a analista da agência de classificação de risco, Lisa Shineller, será difícil cumprir a meta de 1,9% de superavit primário prevista para este ano sem que se recorra a ajustes. A agência de classificação de risco anunciou na segunda-feira o rebaixamento do rating soberano do Brasil, de “BBB” para “BBB-”, encerrando uma década de elevações da nota brasileira. “Há muitos riscos fiscais nos próximos anos. Em relação à dinâmica do setor elétrico, temos custos sendo adiados no orçamento para eliminar os preços altos. E isso traz riscos ao governo”, disse Lisa, em teleconferência. A agência avalia ainda que um eventual racionamento de energia por conta da fal-

ta de chuvas pode pesar negativamente no PIB (Produto Interno Bruto). A previsão da S&P é de expansão de 1,8% este ano e 2% em 2015. Para o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto, colunista da Rádio Bandeirantes, a redução da nota do Brasil terá um impacto direto para empresas que precisam de crédito. O custo dos empréstimos externos vai aumentar por causa da elevação dos juros, que costuma acompanhar esse tipo de decisão, diz. Em nota, o Banco Central disse que, apesar do rebaixamento, o país tem respondido e continuará respondendo aos desafios do quadro econômico internacional. “Independentemente da avaliação da agência, o Brasil tem respondido e continuará respondendo de forma clássica e robusta aos desafios que se colocam no novo quadro internacional”. METRO

R$ 2,30

Apesar do rebaixamento, dólar cai 0,7% O dólar recuou ontem 0,7%, a R$ 2,3062 na venda, mesmo após o Brasil ser rebaixado pela Stan-

dard & Poor’s na véspera. É o menor nível desde 26 de novembro, quando a moeda ficou em R$ 2,2957. Segundo investidores, o rebaixamento da nota do país já era esperado e, por isso, já havia sido precificado pelos operadores de mercado. METRO

Etanol perde vantagem em todos os Estados O etanol nos postos de combustíveis perdeu competitividade para a gasolina em todos os Estados do país e também no Distrito Federal na semana de 16 a 22 de março. Na semana anterior, o biocombustível ainda era mais vantajoso em Goiás, onde seu preço equivalia a menos de 70% do valor da gasolina. Em um mês, os preços do etanol subiram em 24 Estados e no Distrito Federal e caíram no Pará e Roraima, segundo dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo). Em São Paulo, principal Estado consumidor, a cotação acumula alta de 5,67% no período de um mês. A entressafra de cana-de-açúcar tem pressionado o preço do etanol e da gasolina em todas as regiões do país. E a seca que atingiu a região centro-sul até meados de fe-

CONFIRA Preço médio, em R$* >> Distrito Federal >> Espírito Santo >> Goiás >> Minas Gerais >> Paraná >> Rio de Janeiro >> Rio Grande do Sul >> São Paulo

GASOLINA

ETANOL

3,075 2,998 3,111 2,994 2,992 3,121 2,968 2,891

2,511 2,559 2,230 2,280 2,150 2,487 2,517 2,068

RELAÇÃO, EM %

81,6 85,3 71,6 76,1 71,8 79,6 84,8 71,5

Se o resultado ficar acima de 70%, o álcool deixa de ser vantajoso FONTE: ANP

*ENTRE 16 E 22 DE MARÇO

vereiro, responsável por 90% da produção de cana no país, vai ainda reduzir a oferta de etanol na safra 2014/15. A consultoria Datagro estima que a região vá moer 574,6 milhões de toneladas,

uma queda de 3,6% em relação à temporada anterior. A produção de etanol será a mais comprometida. Serão produzidos 23,63 bilhões de litros, 7,4% menos do que no ano anterior. METRO


|10|

{MUNDO}

Egito. Líder islamista é julgado com 682 adeptos O líder da Irmandade Muçulmana, Mohmed Badie, começou a ser julgado ontem ao lado de outros 682 seguidores do grupo, que tem sido duramente reprimido no país desde julho do ano passado. O julgamento de Badie, de 70 anos, começou um dia depois de uma corte no Egito condenar à morte 529 integrantes do grupo islâmico, no que entidades de

direitos humanos disseram ser a maior sentença coletiva à pena capital na história moderna do país. Badie e os outros réus respondem a acusações que incluem homicídio e participação em uma organização terrorista. Cerca de 700 pessoas participaram de protestos contra o julgamento em massa na Universidade de Minya, no sul do Egito. METRO

Síria. Oposição pede assento na Liga Árabe O líder da oposição síria Ahmad Jarba fez um apelo ontem para que a Liga Árabe, reunida no Kuweit, permita que a Coalizão Nacional ocupe o assento de Damasco na entidade. “Deixar o assento sírio vago envia uma mensagem ao (presidente sírio Bashar) al-Assad... ‘Mate, mate, o assento está esperando você assim que a batalha estiver resolvida’” , disse ele na ses-

são de abertura da reunião. Jarba também quer que o grupo de oposição a Assad assuma representações sírias no exterior. “A realidade exige que as embaixadas sejam entregues à Coalizão Nacional”, acrescentou ele. O encontro começou com divergências entre os líderes sobre a maior parte dos temas, em especial a impossibilidade de resolver a crise na Síria. METRO

Países fazem apelo conjunto Líderes de 53 países reunidos em Haia pediram ontem a redução do arsenal nuclear mundial para coibir o terrorismo. Apesar da tensão, EUA e Rússia apoiaram a declaração final. METRO YVES LOGGHE/REUTERS

Barack Obama FRANÇOIS LENOIR/REUTERS

Arsenal nuclear

Obama em Haia

‘EUA devem reaver confiança’ O presidente dos EUA, Barack Obama, disse ontem que o país precisa reconquistar a confiança de governos e cidadãos após as revelações sobre a espionagem da NSA. METRO

O secretário-geral da ONU no encontro

Tensão

Taleban mata 4 na capital afegã O Taleban assumiu a autoria de um ataque realizado ontem contra uma sede eleitoral em Cabul, em que ao menos quatro pessoas morreram. O ataque eleva a tensão a menos de 2 semanas das eleições. METRO

Por ‘golpe’

Venezuela detém três generais O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou ontem a prisão de três generais da aviação que pretendiam usar a Força Aérea do país contra o governo em um “golpe de Estado”. Os três teriam vínculos com a oposição e o intento aconteceria nesta semana, segundo Maduro. METRO COM AGÊNCIAS

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

Pequim exige da Malásia acesso a dados sobre avião MH370. Parentes de passageiros fizeram manifestação diante da Embaixada malaia na China, que enviou funcionário a Kuala Lumpur para acompanhar apuração sobre voo Um dia depois do anúncio do premiê malaio de que o Boeing 777-200ER caiu no sul do Oceano Índico sem deixar sobreviventes, o governo da China aumentou a pressão para obter os dados de satélites que comprovariam a queda. O presidente Xi Jinping decidiu ontem enviar o vice-ministro de Exterior, Zhang Yesui, para a capital malaia para acompanhar o caso de perto. Outro funcionário da chancelaria chinesa, Xie Hangsheng, disse ao embaixador malaio que Pequim exige saber exatamente o que levou Najib Razak a anunciar a queda do avião. Dois terços dos 239 passageiros e tripulantes a bordo do voo MH370 são chineses. Em Pequim, cerca de 100 pessoas, entre as quais parentes dos passageiros, fizeram um protesto diante da Embaixada da Malásia. Houve confronto com policiais. Alguns dos manifestantes jogaram garrafas d’água e

Parentes de passageiros do voo MH370 fazem protesto diante da Embaixada malaia em Pequim

tentaram invadir o edifício, cercado por um forte aparato policial. Muitos carregavam cartazes e vestiam camisetas com dizeres como “O governo malaio nos enganou” e “Digam a verdade, devolvam nossos parentes”. Familiares dos passageiros do

voo têm reclamado pela falta de informações precisas sobre o paradeiro do avião. Alguns acusam a Malaysia Airlines e Kuala Lumpur de não dizer toda a verdade sobre o misterioso incidente. As buscas por destroços do avião, que sumiu no dia 8 de março, foram inter-

| KIM KYUNG-HOON/REUTERS

rompidas devido ao mau tempo ontem. “Não estamos procurando uma agulha no palheiro - estamos ainda tentando descobrir onde o palheiro está”, disse Mark Binskin, vice-ministro da Defesa da Austrália, que participa dos esforços de busca pelo avião. METRO

Ministro ucraniano renuncia O presidente norte-americano, Barack Obama, disse ontem que Washington está preocupado com a possibilidade de um avanço mais amplo da Rússia sobre a Ucrânia. Ao reforçar a ameaça de novas sanções do Ocidente sobre Moscou, ele alertou o presidente russo, Vladimir Putin, de que novas incursões seriam uma “má escolha”. Obama afirmou, entretanto, que a anexação da Crimeia pela Rússia na semana passada não é um “fato consumado”, uma vez que não foi reconhecida pela comunidade internacional. Renúncia Em Kiev, o ministro da Defesa, Igor Tenyukh, renunciou ontem em meio à crise envolvendo a Crimeia e de-

país içaram a bandeira russa e mais da metade dos soldados da Ucrânia mudaram de lado. Unidades, bases e navios de guerra que seguiam leais a Kiev foram atacados e tomados pelas forças russas desde sábado. Pelo menos cinco oficiais ucranianos foram presos pela Rússia por oferecer resistência. O ministro da Defesa, Igor Tenyukh, apresenta renúncia | ALEX KUZMIN/REUTERS

pois que o país perdeu quase todas as suas bases militares e navios para a Rússia. Tenyukh apresentou a renúncia ao Parlamento, que aprovou o nome do general Mykhailo Koval para o cargo, seguindo sugestão do presidente interino, Alexander Turchinov. Ao apresentar a demis-

são, Tenyukh disse aos deputados que “mais de 6,5 mil militares desejam continuar o serviço nas Forças Armadas da Ucrânia e serem retirados da Crimeia com seus familiares”. A Ucrânia sofreu perdas significativas na marinha e em outras forças militares. Mais de 200 unidades do

Ativista O Ministério ucraniano do Interior disse que um influente ativista de extrema direita, Alexander Muzichko, foi morto na madrugada de ontem após troca de tiros com policiais. Muzichko era coordenador do Pravy Sektor, movimento ultranacionalista que contribuiu com a queda do presidente Viktor Yanukovich. METRO


2 CULTURA

Teatro

Fim de papo A temporada da Mostra de Teatro-Panorama Petrobras chega ao fim hoje, às 20h, com a apresentação gratuita do monólogo “O Livro”, com o ator Eduardo Moscovis (foto), no Itaú Cultural (av. Paulista, 149, tel.: 2168-1777).

|12|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

Helena Rizzo é eleita melhor chef do mundo Reconhecimento. À frente do restaurante Maní, gaúcha venceu o prêmio Veuve Clicquot, que integra o ‘The 50 Best Award’, premiação da conceituada revista britânica ‘Restaurant’ A gastronomia brasileira ganhou mais um destaque pelo mundo, dessa vez com a eleição da brasileira Helena Rizzo, do restaurante Maní, como a melhor chef do mundo pelo prêmio Veuve Clicquot 2014. A premiação é resultado do conceituado ranking divulgado anualmente pela “The World’s 50 Best” em parceria com a revista britânica “Restaurant”. “A habilidade da chef brasileira de conciliar respeito pela tradição culinária com técnicas contemporâneas e com evolução na cozinha é parte puro talento, parte experiência”, diz o texto de apresentação do prêmio. No ano passado a gaúcha já havia sido eleita a melhor chef mulher da América La-

tina pela mesma publicação. Agora ela sucede a italiana Nadia Santini, vencedora no ano passado, que está à frente do premiado Dal Pescatore, em Mantova, na Itália. Helena começou a vida profissional como modelo e chegou a estudar arquitetura, mas passou a se dedicar a cozinha. Começou sua carreira em 2000, no Na Mata Café, se transferindo depois para a Europa para estudar. Em 2006 montou em São Paulo o restaurante Maní com seu marido, o chef espanhol Daniel Redondo, investindo em pratos que utilizam ingredientes tradicionais brasileiros misturados a influências da culinária espanhola e italiana. O título será entregue a Helena no dia 28 de abril, em Londres. METRO

Espetáculo

Dia do Circo em festa no Municipal A data é celebrada amanhã, mas será festejada hoje em uma apresentação gratuita coordenada por Hugo Possolo com várias gerações de artistas circenses. Às 20h, no Theatro Municipal (pça. Ramos Azevedo, s/nº, tel.: 3397-0300). METRO 31a Bienal

Metade de obras da mostra deste ano será inédita

Antes de se tornar chef, Helena Rizzo foi modelo | MASTRANGELO REINO/FOLHAPRESS

O paraense Armando Queiroz, o polonês Edward Krasinski e o turco Halil Altindere são alguns dos nomes da 31ª Bienal de São Paulo, que acontece de 6/9 a 7/12 no Pavilhão da Bienal, no parque Ibirapuera. A expectativa é que sejam apresentados 75 projetos, metade deles inédita, em torno do tema “Como Falar de Coisas que Não Existem”. METRO

Dança. Grupo português explora terror em ‘Drácula’ Ele está no cinema, na TV e, agora, também nos palcos. “Drácula”, de Bram Stoker (1847-1912), ganha sua versão dançada pela portuguesa Vórtice Dance Company, que faz apresentação única do espetáculo homônimo hoje, às 21h, no Teatro Bradesco (r. Turisassu, 2.100, 3º piso, Shopping Bourbon Pompeia, tel.: 36704100; de R$ 50 a R$ 200). Apesar da premissa, a ideia dos coreógrafos Rafael Carriço e Claudia Martins nunca foi a de fazer uma obra narrativa. “Quisemos mesmo fugir disso. Obviamente nos inspiramos no conto de Stoker, mas viajamos muito no tempo”, explica Carriço.

O espetáculo partiu de um projeto dos coreógrafos na Romênia, terra natal do vampiro. “Foi ali que tivemos o primeiro contato com a história. Aquilo nos fascinou muito, assim como a versão do [Francis Ford] Coppola dessa história para o cinema”, diz ele. Com “Drácula”, a Vórtice explora um caminho pouco comum na dança: o do trabalho de gênero. No caso, a partir do terror. “Não temos vampiros com capa nem dentes. Eles são pessoas normais, estão camuflados. Temos sempre essa tensão de quem é quem”, pontua o coreógrafo, que também integra o elenco da peça. METRO

Cláudia Martins é uma das bailarinas e coreógrafas da peça | DIVULGAÇÃO

Obra de Tomie feita em 1972 está em exposição | DIVULGAÇÃO

Mostra. Tomie Ohtake terá sala fixa no instituto Inaugurado em 2001, só agora o Instituto Tomie Ohtake terá uma sala permanente com obras da artista que dá nome ao local, com recortes de sua produção em exposições e curadorias diferentes. A mostra “Litogravuras” inaugura o espaço hoje com 25 trabalhos criados por Tomie em 1972 para a 36a Bienal de Veneza. “Essa é uma experimentação muita rica em cores e combinações cromáticas”, explica o curador Paulo Miyada. “Brincamos que essas obras representam um momento da cultura psicodélica que cruzou com a vida de Tomie”, finaliza ele. METRO Av. Faria Lima, 201, tel.: 2245-1900). De ter. a dom., das 11h às 20h; grátis. Até 11/5.


|16|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{VARIEDADES} Os invasores

O fino da cidade

Avião da Malaysia Airlines

FABIO BRANCATELLI FABIO.BRANCATELLI@METROJORNAL.COM.BR

O Inspiration Gala São Paulo entrou de vez no calendário oficial da sociedade paulistana. Com o objetivo de arrecadar fundos para pesquisa e luta pelo fim da Aids ao redor do mundo, o evento beneficente organizado pela amFAR chega à sua 4ª edição no dia 4 de abril, na casa de Dinho Diniz. A atriz Sharon Stone, a supermodel Kate Moss e o estilista Ricardo Tisci organizarão o auê, que será apresentado pela top Naomi Campbell. Filantropista de carteirinha e irmã de Michael, Janet Jackson será a grande atração musical da noite, que terá como homenageados o publicitário Nizan Guanaes e a fashionista Donata Meireles. Mart’nália e Mary J. Blige também soltarão a voz nesse nobre ato de igualmente nobre público convidado.

Cruzadas

O mundo acordou mais triste ao ouvir o pronunciamento do premiê da Malásia sobre o sumiço do avião da Malaysia Airlines com 228 vidas, como mostrou o Metro Jornal de ontem na reportagem “Malásia diz que avião cai, mas mistério segue”. O fato é que não há provas concretas do que realmente aconteceu. Espero que um dia possamos descobrir este mistério. DENIS DOS SANTOS BASTOS - SÃO PAULO, SP

USP Leste É um absurdo pensar que já estamos quase em abril e os alunos da USP Leste não começaram suas aulas, como mostrou a reportagem “Alunos fazem ato contra falta de aulas” do Metro Jornal de ontem. Eles e studaram tanto para conseguir entrar na universidade e agora se deparam com uma situação como esta. Lamentável.

A SEMANA: FOTOS: ALI KARAKAS

Leitor fala

2

REGINA ASSIS - SÃO PAULO, SP

Metro Pergunta

Casos de roubo em SP cresceram 47% em fevereiro. Como aumentar a segurança?

3 4

1

@lica_prado

Programas sociais. Não adianta agir com força bruta. Precisamos educar agora para o resultado vir no futuro.

Valesca Popozuda com Carla Diaz (1), Ju Ferraz (2), Mario Velloso com Pietra Bertolazzi (3) e as deejays Las Manolas (4) agitaram a festa Permita-se, no Cine Joia.

5

FOTOS: AUGUSTO MESTIERI

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metro

Sudoku www.metrojornal.com.br

6

VOCÊ JÁ VISITOU O SITE DO METRO HOJE? 

7

Acesse metrojornal.com.br e confira as reportagens em andamento que estão na área “Faça o Metro de Amanhã” na nossa página inicial.  Sacramento (5) e Maria João Gold Abujamra (6) curtiram o show do Seu Jorge (7), na festa de 4 anos do Clubinho.

Aqui, você irá além dos comentários. Sua participação vai nos ajudar no desenvolvimento de reportagens que também serão publicadas – com a sua assinatura – na versão impressa do Metro.

O FINO DA SEMANA Com curadoria de Bel Lacaz e Sergio Scaff, Bianca Cutait abre mostra individual com retrospectiva de sua carreira, hoje, no Club Athletico Paulistano.

Para falar com a redação:

leitor.sp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

Fabio Brancatelli é empresário, publisher do Bicofino e consultor de marketing com 20 anos de mercado em grandes agências e empresas.

Horóscopo

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Vivências em grupo auxiliarão o trabalho. Período especial para mais envolvimento diante de convívios sociais e retomada de amizades.

Momento para esclarecimentos em algum tipo de sociedade que possua. Na vida amorosa, decisões esclarecerão assuntos antigos.

Há tendências para mudanças nas relações de trabalho e na maneira de lidar com elas. Estudos e temas culturais tomarão empenho extra.  

Há tendências para se preocupar de maneira mais intensa com projetos de longo prazo. Cuide para não apressar algo para antes da hora.

Uma atenção especial à saúde e ao corpo será bem-vinda, seja de maneira preventiva ou para amenizar desgastes recentes.

Este é um momento de mais atenção para não se exceder no consumo ou em ambições materiais. Fase benéfica para parcerias.

Os temas culturais, estudos e que despertam o intelecto sempre fazem bem aos geminianos e preencherão positivamente o dia.

As divulgações e a expansão de contatos estarão favorecidas no trabalho. Também são boas as tendências para obter reconhecimento.

Com a Lua em seu signo, um momento diferente diante de grupos e situações sociais marcará este momento diante das amizades.

Boas chances para revelações de antigos assuntos com quem tem vínculo afetivo. Evite interferir demais nos problemas de certas pessoas.

Assuntos importantes diante de familiares tomarão sua dedicação para esclarecimentos. Tenha mais cuidado ao expor certas opiniões.

Uma atenção especial com crenças, espiritualidade, terapias ou atividades que revigorem suas energias fará muito bem.     


SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

|17|◊◊

R$ 260 mi para o Itaquerão

3 ESPORTE

Empréstimo. Corinthians recebe parte da verba do BNDES referente à construção do estádio. Após impasse, Beira-Rio é confirmado na Copa O Corinthians recebeu R$ 260 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) destinados ao Itaquerão. O dinheiro é 65% do valor que será emprestado ao clube para as obras, palco da abertura da Copa do Mundo. Em 15 dias, o alvinegro deve receber mais R$ 140 milhões do BNDES, totalizando, assim, R$ 400 milhões de empréstimo do órgão estatal.

A verba será revertida ao Arena Fundo Imobiliário, que administra a obra. O dinheiro ajudará o Corinthians a quitar empréstimos contraídos com a construtora Odebrecht, com o Banco do Brasil e o Banco Santander – a juros mais altos do que com o BNDES – por conta da demora da liberação da linha de financiamento. O empréstimo só foi liberado após a cessão do terreno do estádio pelo clube para o fundo imobiliário. O espaço foi cedido por 15 anos, tempo

em que o Timão terá para pagar o banco. Vai ter Copa! Por 31 votos favoráveis e 19 contrários, foi aprovado na Assembleia Legislativa o projeto de lei que concede incentivos fiscais para financiar a instalação das estruturas temporárias do Beira-Rio, em Porto Alegre. O impasse sobre quem bancaria a conta de R$ 30 milhões ameaçava a permanência do estádio do Inter na Copa. METRO

Alemanha

Campeão

Com sete rodadas de antecedência, o Bayern de Munique – do zagueiro Dante – conquistou, pela 24a vez, o Campeonato Alemão. O título veio após a vitória por 3 a 1 sobre o Herta Berlim. Itaquerão deve ser entregue dia 15 de maio | ANTONIO MIOTTO/FOTOARENA


|18|

SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

Peixe aposta no psicológico

Gabriel e Damião estão confirmados | LUIZ FERNANDO MENEZES/FOTOARENA

Melhor equipe da primeira fase do Paulistão, o Santos é apontado como favorito ao título estadual. Hoje, na Vila Belmiro, o time recebe a Ponte Preta, às 19h30, preparado até mesmo para decidir a vaga na semifinal na disputa de pênaltis. E, segundo o goleiro Aranha, se precisar disso, o time estará com a cabeça boa.

“Já vi muita gente treinando e chegar na hora e errar, apesar de ser técnico e do treinamento ser importante. O psicológico na hora é ainda mais importante”, disse. O Peixe de Oswaldo de Oliveira joga com: Aranha; Cicinho, Neto, Jubal e Eugenio Mena; Arouca, Cícero e Gabriel; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião. METRO

SANTOS • •

PONTE PRETA

Estádio. Vila Belmiro, às 19h30 Transmissão. Rádio Bandeirantes, Bradesco Esportes FM e SporTV

Muricy Ramalho comanda o Tricolor | MOISES NASCIMENTO/AGIF/FOLHAPRESS

São Paulo quer ‘erro zero’ hoje No Morumbi. Tricolor pega Penapolense em busca de vaga na semifinal do Paulista O São Paulo já sabe a receita para conseguir um lugar na semifinal do Campeonato Paulista: erro zero diante da Penapolense. O jogo acontece às 22h no Morumbi e, no entender do zagueiro Antonio Carlos, tem contornos de clássico. “Para a gente é um clássico, se não passar desse acabou o campeonato. Trata-se de um jogo só e a gente tem que ter erro zero”, disse o camisa 4. E o desempenho do time do interior inspira cuidados. A Penapolense aprontou contra os times grandes: venceu o Santos, melhor equipe da primeira fase, por 4 a 1, empatou com o Corinthians por 0 a 0 e perdeu para o Palmeiras por 1 a 0. “Preocupa por esses resultados. Temos de ficar ligados com os caras que jogam na frente”, completou.

SÃO PAULO • •

PENAPOLENSE

Estádio. Morumbi, às 22h Transmissão. Rádio Bandeirantes, Band News FM, Bradesco Esportes FM, Band e Globo

O técnico Muricy Ramalho mandará o seguinte time a campo: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Ganso; Pabon, Luis Fabiano e Osvaldo. Outro duelo Às 19h30, o Botafogo recebe o Ituano no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, no duelo que coloca frente à frente os dois de melhor campanha do Grupo B da primeira fase. METRO

A cara da casa palmeirense Construtora do novo estádio do Palmeiras, a WTorre divulgou como será a distribuição das cadeiras do Allianz Parque. A arena terá assentos em branco e dois tons de verde, formando um desenho. A obra deve ser concluída em julho. | REPRODUÇÃO


SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 www.metrojornal.com.br

{PASSEIO}

|19|◊◊

+ PLUS

A evolução das bolas utilizadas nas Copas

Mostra

A história do Brasil nos Mundiais Em maio, o museu traz a mostra temporária “Brasil 20 Copas”, com a participação do país nos Mundiais – incluindo o de 2014 – com bastidores, perfis e o desempenho da equipe. Em destaque

Museu tem roda mensal de debate O Jogo Comentado, que acontece mensalmente, mostra jogos de Copas para serem comentados por especialistas. Sábado, às 10h, o evento terá a jogadora Formiga, a ex-jogadora Juliana Cabral e o treinador René Simões.

Serviço • Preço: R$ 6,00 (R$ 3,00 a meia entrada) • Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 18h. De 13/5 a 13/7, o museu abrirá das 9h às 21h (bilheteria), com permanência até as 22h • Bilheteria: das 9h às 17h • Local: Estádio do Pacaembu (Praça Charles Miller, s/n) • Contato: (11) 3664-3848

A Sala das Copas oferece uma experiência única de conhecer a história dos Mundiais | ANDRÉ PORTO/METRO

Uma viagem pelo mundo das Copas Museu do Futebol. Espaço reservado aos Mundiais proporciona um passeio às 19 edições já disputadas, contadas de maneira interessante e didática, envolvida pelo contexto histórico O ápice do esporte mais popular do planeta acontece de quatro em quatro anos, quando as melhores seleções entram em campo até que só uma sobreviva e solte o grito de campeã. Este ano, a partir do dia 12 de junho, a disputa mais esperada do mundo acontecerá pela 20a vez, novamente em solo brasileiro – a exemplo de 1950. Naquela oportunidade, o desfecho não foi bom para o Brasil, já que o Uruguai calou o Maracanã e sagrou-se dono do mundo da bola pela segunda vez. Mas essa é só uma das muitas histórias da Copa do Mundo. Uma mais encantadora do que a outra. E, todas, disponíveis em um espaço fixo dedicado ao maior torneio do mundo da bola, batizado de Sala das Copas.

Área destinada a Pelé, o maior jogador de todos os tempos | ANDRÉ PORTO/METRO

Essa é a proposta do Museu do Futebol, uma referência na matéria, para apresentar de forma inteligente, didática e visual a evolução de cada uma das disputas que entraram para a história da bola. Momento de exaltação

para o torcedor brasileiro e de descoberta para o estrangeiro que visita o Brasil para assistir a Copa do Mundo deste ano. Ali, o brio do brasileiro ganha força. Não é para menos. O anfitrião de 2014 é o único a participar de to-

dos os Mundiais e, também, o único a ganhar a taça por cinco vezes (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002). Todas as conquistas estão ali. No espaço, o visitante assiste aos momentos mais marcantes, além de entender o contexto em que a competição estava inserida. Instaladas em totens no formato de taças, painéis trazem fotos, ilustrações, recortes de jornais e documentos dos respectivos períodos, proporcionando o contato com a moda, a música, os acontecimentos políticos, as transformações sociais e as derrotas e vitórias do escrete brasileiro em cada período. Passagem obrigatória para quem gosta de futebol, da Seleção ou, simplesmente, quer conhecer mais sobre a paixão de todo um mundo. METRO

Mais atividades

Leitura

O Centro de Referência do Futebol Brasileiro traz os principais livros sobre o esporte no país

História A Sala das Origens mostra a importância da fusão étnica do futebol brasileiro por fotos e vídeos

Emoção Na Sala dos Gols, narrações históricas do grande momento do futebol: a bola na rede



20140326_br_metro sao paulo