Issuu on Google+

‘O GRANDE HERÓI’

MARK WAHLBERG DÁ VIDA A FUZILEIRO SOBREVIVENTE EM NOVO FILME PÁG. 10 CURITIBA Sexta-feira, 21 de março de 2014 Edição nº 725, ano 3 MÍN: 17°C MÁX: 24°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

sunny www.readmetro.com | leitor.ctb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metroctb

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Governo admite aumentar subsídio hazy

showers

Transporte integrado. Valor será acima dos R$ 5 milhões ao mês dados em 2013 e o convênio deverá durar 12 meses, segundo a Comec. Prefeitura da capital quer ampliar o prazo PÁG. 02

Hospital vive crise | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

UFPR busca solução para hospital Adesão à empresa Ebserh seria uma saída para evitar a crise de falta de pessoal no HC. Reitor quer evitar demissão de 916 servidores PÁG. 03

Banco Central nega que país viva uma ‘bolha’ imobiliária Segundo simulações do BC, Brasil sobreviveria a uma crise superior à ocorrida nos Estados Unidos PÁG. 06

DEU FURACÃO Atlético fez 3x0 no Universitario, do Peru, e é vice-líder do grupo PÁG. 15 Felipe comemora voando o gol que fez aos 16 minutos do 2º tempo. Na quarta-feira, adversário é o Vélez Sarsfield, da Argentina | HEULER ANDREY/METRO CURITIBA

Morre Bellini, 83, capitão de 1958 Jogador, que imortalizou o gesto de levantar a taça, sofria de Mal de Alzheimer PÁG. 14


1 FOCO

Ministra

Viver sem violência

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, esteve ontem em Curitiba para a entrega de três ônibus para atender as mulheres em situação de violência. Um deles ficará em Curitiba, onde vai rodar por bairros distantes do Centro, e dois vão para outras regiões do Estado. Os veículos fazem parte do programa “Mulher Viver sem Violência” e farão atendimento emergencial, além de receber denúncias de agressões.

Cotações Dólar - 0,95% (R$ 2,32) Bovespa + 1,53% (47.278 pts) Euro - 0,56% (R$ 3,22) Salário Selic (10,75% a.a.) mínimo (R$ 724)

|02|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Governo admite ampliar subsídio para o transporte Integração. Segundo Comec, valor será acima dos R$ 5 milhões ao mês dados no ano passado. Prefeitura quer aumentar duração do convênio O coordenador geral da Comec (Coordenação Geral da Região Metropolitana de Curitiba), Rui Hara, adiantou ontem que o governo do Estado vai ampliar o valor subsídio para o transporte coletivo da RMC. “Vamos arcar com o déficit da região metropolitana como já havíamos anunciado e ainda estamos ainda calculando em quanto esse valor ficará. É variável mês a mês, mas vai ser acima de R$ 5 milhões”, contou. No ano passado os repasses foram de R$ 5 milhões por mês. No final de janeiro, o governador Beto Richa (PSDB), chegou a anunciar a renovação pelo mesmo valor, mas o acordo não foi aceito pelo prefeitura, que alegou que os custos subiram. Segundo Hara, as nego-

“Vamos arcar com o déficit da região metropolitana. Vai ficar acima dos R$ 5 milhões por mês”. RUI HARA, COORDENADOR DA COMEC

ciações estão em fase final e podem terminar ainda hoje. Governo e prefeitura ainda definem a duração do novo convênio. A primeira proposta do executivo estadual é por um contrato de 12 meses, mas a prefeitura pede que ele seja mais longo. “Este é um dos pontos em discussão. Nossa posição é de que o convênio seja o mais longo possível”, falou o presidente da Urbs, Roberto Gregório. Ele, no entanto não quis dar mais detalhes. “As negociações

ainda estão em andamento e não queremos criar ruído entre as partes”, completou. Integração Nesta semana, a prefeitura de Curitiba anunciou a manutenção do valor da passagem de ônibus em R$ 2,70. A Urbs, no entanto, não calculou os novos preços para a região metropolitana. Como o convênio ainda não foi renovado, a administração municipal pede que o governo assuma as linhas metropolitanas. Com o novo acordo, o governo espera que a Urbs continue a operar a linhas metropolitanas, com o mesmo preço de passagem que a capital. THIAGO MACHADO METRO CURITIBA

Trânsito. BPTran mais que Táxis. Urbs dobra número de operações aprova 640 O BTTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) anunciou ontem ter feito 240 operações na capital nos meses de janeiro e fevereiro de 2014. O número é 155% maior do que o do mesmo período do ano passado, quando foram contabilizadas 94 operações. As ações resultaram em 183 prisões, 70 delas por embriaguez. “Houve intensificação das blitze em Curitiba e também no Litoral. Com isso, o número de veículos fiscalizados e recolhidos e de pessoas fiscalizadas também aumentou”, disse o comandante do BPTran, tenente-coronel Valterlei Mattos de Souza. Já o número de motoristas flagrados dirigindo embriagados, que foram presos ou multados, dimi-

concorrentes

Número de embriagados caiu | DIVULGAÇÃO/AEN

nuiu. Em 2014 foram 135 registros, contra 249 no ano anterior. De acordo com a Polícia Militar, nos dois períodos o número de testes do bafômetro foi parecido, por volta de 1,4 mil. METRO CURITIBA

A comissão de licitação do táxi da prefeitura habilitou 640 dos 750 primeiros classificados na concorrência por novas placas na cidade. Como estão previstos 700 novos carros, depois da fase de recursos, que termina na semana que vem, serão realizadas novas sessões públicas para preencher a vaga dos licitantes inabilitados. Só serão aceitos aqueles que chegaram até a última etapa da concorrência. No começo do mês que vem, os habilitados poderão ser chamados para cadastro, assinatura dos termos de autorização e apresentação do veículo na Urbs, podendo começar a trabalhar na sequência.

Passagem para a RMC deve ficar em R$ 2,70 | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

Política

Depois de votar, Cheida reassume Meio Ambiente

Jantar arrecada recursos para ala de queimados

Depois de dar seu voto a favor do aumento do capital da Sanepar, Luiz Eduardo Cheida (PMDB) voltou ontem a comandar a Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Ele havia sido exonerado para retornar à Assembleia Legislativa, onde reassumiu o mandato por só um dia. Além dele, Claudio Romanelli (PMDB), até então secretário do trabalho, também reassumiu o cargo de deputado. Ele disse que vai ficar na Alep até o fim do ano. Cheida permanece no governo até 4 abril, prazo máximo para se desincompatibilizar e disputar as eleições.

Ocorre hoje, a partir das 20h30 no restaurante Toscana, em Santa Felicidade, um jantar para arrecadar fundos para a ala de queimados do Hospital Evangélico. O evento é organizado pelo apresentador Ratinho e contará com show da banda Renato e seus Blue Caps. Os ingressos custam R$ 1 mil por mesa (com capacidade para quatro pessoas) e podem ser comprados pelo telefone 3240-5322. O Evangélico atende a 85% dos feridos por queimadura no Paraná. São mais de 4 mil atendimentos por ano.

METRO CURITIBA COM BANDNEWS

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 041/3069-9191

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

METRO CURITIBA

METRO CURITIBA

FALE COM A REDAÇÃO

leitor.ctb@metrojornal.com.br 041/3069-9189

Evangélico

Metro Curitiba. Gerente Executivo: Rodrigo Afonso. Editora-Executiva: Martha Feldens (MTB: 071) Editor de Arte: Antonio Virgili. Grupo Bandeirantes de Comunicação Curitiba - Diretor Geral: André Aguera. Grupo J. Malucelli - Presidente: Joel Malucelli

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Santa Cecília, 802, Pilarzinho, CEP 80820-070, Curitiba, PR. Tel.: 041/3069-9191 O jornal Metro é impresso na Gráfica RBS – Zero Hora Editora Jornalística S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Federal cogita adesão à Ebserh como saída para o Hospital de Clínicas

Servidores federais entram em greve

Crise. Depois de negar adesão à empresa criada pela União para gerir hospitais, UFPR avalia voltar atrás para dar solução à falta de pessoal no HC e garantir emprego de 916 funcionários

GM cobra melhorias

Diante da recente decisão da Justiça de demitir, em 90 dias, 916 funcionários contratados pela Funpar (Fundação da Universidade Federal do Paraná) para trabalhar no Hospital de Clínicas, o reitor da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Zaki Akel Sobrinho, disse ontem que a universidade pode voltar atrás e aderir à Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), criada pela União para gerir hospitais públicos. Até então, a universidade negava a adesão temendo perder autonomia. “Eles nos colocam a Ebserh como alternativa e estamos avaliando. No formato que ela foi inicialmente proposta é inaceitável porque não atende nossa visão de autonomia sobre o hospital. Mas já há experiência de 34 hospitais no país. Vamos dialogar e buscar uma saída”, disse Zaki Akel, que terá em abril uma reunião no MEC (Ministério da Educação). Essa seria uma opção para garantir o funcionamento

Os guardas municipais fizeram ontem um dia de paralisação para cobrar da prefeitura uma série de melhorias. Eles fizeram um ato na Praça Tiradentes. | RIKARDO SILVA

“Não pode fechar o HC porque o povo do Paraná não pode ficar sem um hospital e uma maternidade que respondem por 50% dos atendimentos do SUS no Estado. É impossível.” Déficit no quadro do HC é de 600 funcionários | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

do HC (Hospital de Clínicas), uma vez que os 916 funcionários da Funpar representam um terço da força de trabalho do hospital. Esses trabalhadores devem ser, segundo a Justiça, substituídos por servidores concursados. No entanto, o governo federal não autoriza um grande concurso para o HC desde 2003 (abertas 400 vagas) – em 2005, houve concurso para 47 vagas e, 2011, para 16 –, o que já foi, inclusi-

ve, motivo de ações do Ministério Público do Paraná. Para garantir os empregos, a UFPR informou que procurou o Ministério Público do Trabalho no Paraná e vai tentar negociar com o MEC. “Nossa proposta desde o início é de um quadro em extinção: não se contrata mais (pela Funpar), mas esses trabalhadores ficam garantidos até a aposentadoria. O MEC ainda reluta (contra a

ZAKI AKEL SOBRINHO, REITOR DA UFPR

ideia), mas talvez essa determinação judicial acabe impulsionando para uma saída”, diz Zaki Akel. Greve Caso a decisão da Justiça não seja revertida, os funcionários da Funpar devem entrar em greve em 3 de abril. CAMILA CASTRO

Ainda em greve

em alguma unidade, vamos fechar várias no dia seguinte para evitar que estourem rebeliões em outras unidades”, contou o vice-presidente, Antony Johnson. Além de mais segurança no trabalho, a categoria pede a contratação de profissionais. A Seju (Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos) informou que a decisão de transferir os presos é do Poder Judiciário e que os detentos têm agravamento de pena quando realizam os motins. Disse ainda que 385 agentes aprovados no último concurso público devem ser nomeados até o final deste mês. METRO CURITIBA

18

agentes foram feitos reféns nas doze rebeliões registradas nos últimos três meses nas penitenciárias do Paraná.

Agentes viraram moeda de troca, diz sindicato | SINDARSPEN

Os servidores técnico-administrativos federais entraram em greve ontem no Paraná seguindo movimento nacional. A paralisação atinge UFPR (Universidade Federal do Paraná), UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), IFPR (Instituto Federal do Paraná), Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana) e HC (Hospital de Clínicas). De acordo com o Sinditest, que representa a categoria, 2,9 mil funcionários cruzaram os braços ontem. No HC, o impacto foi registrado nos exames de tomografia: dos 13 agendados para ontem, apenas dois foram feitos. METRO CURITIBA Fim da paralisação

Educadores farão vigília em frente à prefeitura

Limpeza pública aceita acordo e volta ao trabalho

Os educadores da rede municipal aprovaram ontem a continuidade da greve. Eles prometeram vigília na madrugada de hoje em frente à prefeitura. Apesar de o movimento continuar, a adesão está menor. Segundo a prefeitura, 16 dos 199 Centros Municipais de Educação Infantil fecharam ontem.

Os trabalhadores da limpeza pública aceitaram, em assembleia ontem, a proposta da Cavo, que executa o serviço, e encerraram a greve. A negociação aconteceu no TRT-PR (Tribunal Regional do Trabalho) e terminou com 10% no salário e 15% no ticket-alimentação até setembro, quando ocorre novo reajuste. METRO CURITIBA

METRO CURITIBA

METRO CURITIBA

Gangue da dinamite

Após mais dois motins, 23 presos são transferidos Vinte e três presos da Penitenciária Estadual de Piraquara foram transferidos ontem para unidades prisionais do interior do Paraná, após os detentos realizarem mais dois motins. Na quarta-feira pela manhã, um agente penitenciário foi mantido refém e a situação foi controlada à tarde. No mesmo dia, à noite, outro motim foi registrado, com mais dois agentes reféns, e durou 15 horas. Como forma de protesto, o Sindarspen (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná) decidiu fechar 27 das 29 unidades penais do Estado. “Não é feito procedimento nenhum, não há movimentação no pátio. Sempre quando tiver rebelião

|03|◊◊

Criminosos tentam explodir agência bancária

Advogado da médica disse que não havia motivo para prisão | RODRIGO F. LEAL/METRO

Caso Evangélico. Justiça nega pedido para que médica volte a ser presa O TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná) negou ontem, por três votos a zero, o recurso do MP (Ministério Público) que pedia novamente a prisão da médica Virgínia Soares de Souza, suspeita de antecipar a morte de pacientes na UTI Geral do Hospital Evangélico. O MP alegava a necessida-

de de garantir a ordem pública e também por conveniência de instrução criminal. Virgínia foi presa no dia 19 de fevereiro do ano passado e foi solta um mês depois. Ela é acusada de sete homicídios duplamente qualificados e formação de quadrilha. METRO CURITIBA

A gangue da dinamite tentou explodir os caixas eletrônicos de uma agência bancária do Banco do Brasil, ontem de madrugada, em Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba. O local fica na Estrada do Cerne, em frente à prefeitura do município. De acordo com a Polícia Militar, apenas um caixa foi danificado, além da fachada da agência. No entanto, os criminosos não conseguiram levar o dinheiro. Até o final da tarde de ontem, nenhum suspeito havia sido preso. METRO CURITIBA


|04|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Dilma venceria em 1 turno º

Ibope. Primeira pesquisa do ano sinaliza que presidente seria reeleita com até 43% das intenções de voto e superaria todos os adversários também no segundo turno Militares ficaram apenas três dias presos | DANIEL MARRENCO/FOLHAPRESS

Rio. PMs que arrastaram mulher estão soltos A Justiça Militar, acatou a recomendação do MP (Ministério Público) e concedeu liberdade provisória para os subtenentes Rodney Miguel Archanjo e Adir Serrano Machado e o sargento Alex Sandro da Silva Alves. Os PMs são acusados de arrastar o corpo de Cláudia Silva, 38, em operação policial, na favela de Madureira, no Rio de Janeiro. Os familiares de Cláudia foram chamados para prestar depoimento hoje. O objetivo é esclarecer a morte da auxiliar de serviços gerais, no domingo. Ontem, três PMs prestaram depoimento. Após ser baleada na operação, Cláudia foi arrastada pe-

la avenida. Um motorista que trafegava pela mesma via flagrou a cena e o vídeo está sendo utilizado nas investigações. Outro caso Wellington Possidonio quer entrar na Justiça contra o Estado após a morte de seu filho William, 16, durante uma operação na mesma favela. O jovem levou dois tiros. Segundo o pai do jovem, ele estava sem mochila no momento em que foi morto. A versão é desmentida pela polícia, que acusa William de levar quatro pistolas, quatro carregadores e R$ 31.800 dentro de uma bolsa, que levava nas costas. METRO RIO

A presidente Dilma Rousseff segue como favorita à reeleição, segundo pesquisa Ibope divulgada ontem. A petista manteve os 43% registrados no levantamento anterior, feito em novembro do ano passado. Na segunda colocação, está o pré-candidato do PSDB, senador Aécio Neves (MG), com 15% da preferência do eleitorado -- um ponto acima dao registrado na pesquisa anterior. O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB, se mantém com os mesmos 7% de quatro meses atrás. A ex-senadora Marina Silva parece ter deixado a condição de fiel da balança na corrida eleitoral. No segundo cenário, considerado menos provável, ela aparece com 12% das intenções de voto, atrás, inclusive, do tucano Aécio Neves, que ficaria com 14%. Marina chegou a ter 21% em levanta-

ELEIÇÕES 2014 43% 15% Dilma (PT) Dilma segue como favorita | AGENCIA BRASIL/EBC

mentos anteriores. Nesta simulação, Dilma também lideraria, com 41%. ‘Nanicos’ Pela primeira vez, o Ibope incluiu pré-candidatos de partidos considerados ‘nanicos’. Pastor Everaldo (PSC) é o que aparece em melhor condição, com 3%. Randolfe Rodrigues (Psol) tem 1%. Eymael (PSDC),

Levy Fidélix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) ficaram com menos de 1% das intenções de votos. Somados, esses candidatos não atingiram 6% da preferência do eleitorado. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 140 municípios entre 13 e 17 de março. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Aécio Neves (PSDB)

7% Eduardo Campos (PSB)

FONTE: IBOPE

Segundo turno Dilma também demonstra favoritismo no segundo turno. Quando o adversário é Aécio Neves, a petista vence com a margem de 27 pontos -- 47% contra 20%. Se a disputa fosse com Eduardo Campos, a vitória seria por 31 pontos -- 47% a 16%. Marina também seria derrotada, mas por menor diferença, 45% a 21%. METRO BRASÍLIA


|06|

Empresas. Governo adia prazo de adesão ao eSocial O governo atendeu a reivindicação de empresários e decidiu prorrogar, mais uma vez, o início da obrigatoriedade de adesão ao eSocial. O novo procedimento obriga o repasse de informações detalhadas das empresas, em tempo real, relatando folha de salários, impostos, contribuição para a previdência e informações dos trabalhadores. Agora, as empresas de lucro real, com receita anual acima de R$ 78 milhões, terão de iniciar a transmissão obrigatória de dados via eSocial a partir de outubro de 2014, com substituição definitiva das atuais guias de recolhimento a partir de janeiro de 2015 – mesma data em que as demais empresas começam a aderir ao projeto.

Em 17 julho do ano passado, o Ato Declaratório Executivo nº 5 aprovou o leiaute do eSocial, ou seja, as regras para funcionamento do novo sistema, e instituiu a data de janeiro de 2014 para início da obrigatoriedade de adesão ao procedimento. Esse prazo inicial foi adiado posteriormente, mas sem divulgação oficial, para abril deste ano. “Não consideramos essa mudança um adiamento, mas sim o resultado de um debate com a sociedade para finalizar a elaboração e publicar o ato normativo que vai instituir o eSocial no âmbito de todos os órgãos participantes”, afirma a nota enviada ontem pela Receita Federal. METRO

Governo aceita prazo maior para IR sobre lucros no exterior O líder do governo Arlindo Chinaglia (PT-SP) disse ontem que o Planalto cedeu na negociação do prazo para pagamento de Imposto de Renda sobre lucros no exterior previsto na MP (Medida Provisória) 627/2013. Chinaglia e outras lideranças da base do governo se reuniram ontem com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para tratar do assunto. Pela proposta inicial do governo, as empresas teriam Câmbio

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

cinco anos para recolher os impostos devidos sobre seus lucros obtidos fora do Brasil, sendo que 25% do lucro deveriam ser incorporados ao balanço no primeiro ano. O relator, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ampliou esse prazo para oito anos. O parecer deve ser apresentado e votado na comissão mista na próxima terça-feira, segundo informações da “Agência Câmara”. METRO Leão 2014

Dólar fecha em queda de 0,95%

Mais de 3 milhões já declaram o IR

O dólar fechou em queda de quase 1% e voltou ao patamar de R$ 2,32, com investidores aproveitando o ambiente de maior apetite por risco diante de dados positivos sobre a economia dos EUA. A moeda norte-americana recuou ontem 0,95%, a R$ 2,3267 reais na venda, após bater R$ 2,3579 na máxima e R$ 2,3217 na mínima do dia. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 1,8 bilhão. “O humor dos investidores estrangeiros melhorou depois dos dados dos EUA e a gente vê algumas entradas (de dólar no Brasil)”, afirmou à “Reuters” o gerente de análise da XP Investimentos, Caio Sasaki. METRO

A Receita Federal recebeu até as 17h de ontem mais de 3 milhões de declarações de Imposto de Renda. O Fisco espera 27 milhões de documentos neste ano. A entrega começou no dia 6 de março e se estende até 30 de abril deste ano. Quem perder o prazo está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74. O programa está disponível para “download” no site www.receita.fazenda.gov.br. Segundo a Receita Federal, estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 25.661,70 em 2013 (ano-base para a declaração do IR deste ano). METRO

BC descarta bolha imobiliária no país Crédito. Banco brasileiro sobreviveria a uma crise imobiliária superior à dos EUA, segundo simulações do Banco Central. Em 12 meses, preços de imóveis subiram 13%

Mesmo com a forte valorização dos imóveis nos últimos anos, o Banco Central descarta a possibilidade de o Brasil caminhar para uma crise semelhante à ocorrida nos Estados Unidos entre 2008 e 2009. Segundo relatório divulgado ontem pela autoridade monetária, os bancos brasileiros teriam ainda capacidade para resistir ao impacto de uma forte queda nos preços de imóveis. O preço anunciado do metro quadrado subiu 13,1% em 12 meses em 16 cidades do país, segundo o índice Fipe Zap. Com uma alta de 15% no período, o Rio tem o m2 mais caro de país: R$ 10.361. “Com certeza pode-se dizer [que não há bolha]. Não tem elementos que possam caracterizar bolha”, afirmou, no entanto, o diretor de Fiscalização do BC, Anthero Meirelles. Segundo ele, há bolha quando os preços dos ativos sobem sem nenhuma justificativa econômica. No Brasil, diz Meirelles, a alta de preços de imóveis acompanha o aumento da renda, mas os valores vão se equilibrando à medida

EVOLUÇÃO DE PREÇOS

Variação mensal em 16 locais

POR CIDADE FEV/14

12 MESES

Rio de Janeiro

1,08%

15,2%

Brasília

-0,33%

3,5%

PREÇO M2 R$ 10.361 R$ 8.118 R$ 7.887

São Paulo

0,62%

13,5%

Niteroi

0,82%

10,9%

Recife

0,89%

16,9%

Belo Horizonte

0,42%

7,7%

R$ 5.381

São Caetano do Sul

0,79%

12,4%

R$ 5.335

Florianópolis

0,45%

16,7%

R$ 5.201

Fortaleza

0,81%

8,7%

R$ 5.177

Curitiba

-0,07%

34,9%

R$ 5.079

Porto Alegre

-0,37%

12,2%

R$ 4.868

Santo André

0,76%

12,3%

R$ 4.621

Vitória

0,36%

17,1%

R$ 4.574

São Bernardo do Campo

0,67%

10,9%

R$ 4.371

Salvador

0,60%

9,1%

Vila Velha

0,56%

11,5%

Média nacional

0,57%

13,1%

em que a demanda por casas é atendida. Meirelles disse ainda não acreditar que após a Copa do Mundo haverá uma forte queda nos preços dos imóveis, como prevê parte dos analistas. “Não vejo nenhum sinal de ruptura nem

R$ 7.230 R$ 5.673

R$ 4.287 R$ 3.852 R$ 7.363

de crédito e nem de preço dos imóveis”, afirmou. Segundo simulações feitas pelo BC, mesmo com uma forte desvalorização dos imóveis residenciais, os bancos brasileiros estariam preparados. Uma queda de 33% nos preços em um único dia no

Demanda por voo doméstico avança 11,2% em fevereiro A demanda doméstica das companhias aéreas cresceu 11,2% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2013, somando 7 bilhões de passageiros-quilômetros transportados, segundo dados da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas). Já a oferta teve leve recuo de 0,5%, para 8,7 bilhões de assentos-quilômetros oferecidos. Com isso, a taxa de ocupação subiu 8,5 pontos porcentuais, atingindo o patamar de 80,6%. O número total de passageiros transportados superou os 6 milhões de pessoas no mês, 11% acima do registrado em fevereiro de 2013. A associação destacou que as empresas estão mantendo a política de disciplina de oferta e, lidando com um mercado doméstico aquecido nesse

Mercado está aquecido, diz associação do setor | ELZA FIÚZA/ABR

início de 2014. “Esses são resultados muito positivos para o mês de fevereiro, normalmente um período mais fraco para a estatística da indústria, até porque tem menos dias”, destacou o presidente

da Abear, Eduardo Sanovicz. Em termos de participação de mercado, a TAM seguiu na liderança, com 37,86%, seguida pela Gol (36,83%), Azul (16,91%) e Avianca (8,39%). METRO

“Não há bolha imobiliária no Brasil. Não temos elementos que caracterizem bolha” ANTHERO MEIRELLES, DIRETOR DO BC

Brasil, por exemplo, não deixaria nenhuma instituição com problema de capitalização. Esse percentual corresponde à desvalorização verificada nos EUA entre abril de 2006 e maio de 2009. Só uma queda nos preços de 55% levaria à insolvência bancária e, mesmo assim, de apenas um banco. Entre as características do sistema nacional que explicam esses resultados estão o valor médio de entrada de 30% do imóvel nas operações e o uso do sistema de amortização constante (SAC), que leva à redução mais rápida do saldo devedor. METRO COM AGÊNCIAS

Seca. Café vai ficar 35% mais caro neste ano A indústria brasileira planeja reajustar os preços do produto torrado e moído em cerca de 35%, segundo a Abic (Associação Brasileira da Indústria de Café). As altas devem ser diluídas ao longo dos próximos meses. A elevação de preços ao consumidor se deve à forte valorização do café arábica no mercado internacional nos últimos meses, que chegou a 70% neste ano na bolsa de Nova York. Segundo a “Reuters”, o café atingiu, na semana passada, o maior nível desde fevereiro de 2012, por conta da seca sem precedentes em janeiro e fevereiro no Brasil, o que levou o mercado a reduzir as previsões para a colheita do maior produtor global. METRO


|08|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Obama amplia sanções contra Moscou, que reage Guerra diplomática. Com escalada da tensão na península da Crimeia, Marinha russa toma três embarcações ucranianas no país de nove funcionários do governo dos EUA, entre os quais o conselheiro-sênior da Casa Branca, Dan Pfeiffer. Após um referendo que indicou que 97% da população da Crimeia desejava que a região, uma península com importância estratégica, passasse a ser parte da Federação Russa, Moscou anexou formalmente o território. Os EUA consideram a incursão russa uma violação de leis internacionais e não reconhece a anexação. A Ucrânia anunciou que passaria a exigir vistos de turistas russos e anunciou a saída da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), bloco que reúne países da antiga União Soviética. METRO E AGÊNCIAS

Em meio à crescente tensão após a anexação da Crimeia pela Rússia, o governo americano anunciou ontem um novo pacote de sanções contra aliados do presidente Vladimir Putin. No final do dia, a Marinha russa tomou três navios de guerra ucranianos na Crimeia, usando granadas de efeito moral. Em um discurso na Casa Branca, o presidente Barack Obama disse que mais pessoas passariam a sofrer sanções em função da ocupação. A nova lista tem o nome de 20 pessoas, algumas do círculo de confiança de Putin, como o chefe do Estado-maior, Sergei Ivanov. “Estamos impondo sanções a mais pessoas do alto escalão do governo russo”, disse Obama, que também

anunciou punições contra “uma série de outros indivíduos com recursos substanciais e influência que fornecem apoio material” para Moscou. O banco Rossiya e seu dono, Yuri Kovalchuk - tido como banqueiro pessoal de Putin - também foram incluídos na relação. Também ontem, a União Europeia declarou que ampliaria o número de pessoas sob mira das sanções. A UE ainda anunciou que poderia cancelar uma cúpula entre o bloco e a Rússia. No Parlamento alemão, a chanceler Angela Merkel disse que se a crise se intensificar, a UE está preparada para adotar sanções econômicas “mais amplas”, sem dar detalhes. Em resposta às sanções, Moscou proibiu a entrada

Crise. Caracas pune prefeitos de oposição

Buscas por avião têm nova pista

Agentes de inteligência da Venezuela prenderam um prefeito oposicionista sob a acusação de promover uma “rebelião civil”. A prisão de Daniel Ceballos, prefeito de San Cristóbal, ocorreu em Caracas na quarta-feira mas só foi divulgada ontem. A cidade, na região oeste do país, é um dos focos de confrontos entre o governo e manifestantes. O ministro do Interior, Miguel Rodríguez Torres, disse que Ceballos foi detido porque “não só descumpriu suas obrigações legais como facilitou e apoiou a violência irracional na cidade”. O prefeito Enzo Scarano, de San Diego (região central do país), foi condenado a dez meses e meio de prisão. A Justiça em Caracas havia exigido que prefeitos de oposição desmontem as barricadas instaladas por manifestantes. Scarano é acusado de descumprir a ordem. Em cinco semanas de protestos, 31 pessoas já morreram no país. METRO

As buscas pelo Boeing 777200ER desaparecido desde 8 de março no sudeste asiático foram intensificadas ontem em uma região a cerca de 2,5 mil km a sudoeste da cidade australiana de Perth, no sul do Oceano Índico. Horas antes, o premiê Tony Abbott tinha dito que satélites do país avistaram “grandes objetos” nos mares remotos da região. A Malásia disse que tratam-se do achado “mais

promissor” em dias. “Eu disse que queríamos reduzir a área de busca. Agora temos uma pista crível”, disse o ministro malaio dos Transportes, Hishammuddin Hussein, em Kuala Lumpur, capital do país. As buscas pelos objetos, que envolvem aeronaves e navios, foram encerradas ontem na região no final do dia (horário local) em virtude do mau tempo e da escuridão, mas serão retomadas

Pacto. Agência diz que Irã cumpre obrigações Um relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) divulgado ontem indica que o Irã está cumprindo seus compromissos do pacto nuclear firmado com as potências mundiais. Ainda segundo o documento mensal, Teerã ainda precisa completar uma instalação para dar prosseguimento ao acordo. A usina planejada foi projetada para converter gás de urânio de baixo enri-

quecimento em uma forma de óxido menos sensível à proliferação. Também ontem, o presidente dos EUA, Barack Obama, enviou um vídeo para os iranianos por ocasião de um feriado. Na mensagem, ele afirma haver uma chance de se chegar a um acordo nuclear com o país. “Eu não me iludo, isso vai ser difícil”, disse Obama. “Estou comprometido com a diplomacia”. METRO E AGÊNCIAS

Bandeira russa é hasteada em base naval ucraniana em Sevastopol, cidade portuária da Crimeia | SHAMIL ZHUMATOV/REUTERS

hoje. Um navio mercante norueguês conseguiu chegar ao ponto em que estariam ontem, mas as autoridades dizem que pode levar dias até que seja possível confirmar se os objetos eram de fato parte da aeronave da Malaysia Airlines que desapareceu com 239 pessoas a bordo. Apesar da nova pista, o governo malaio declarou que as buscas continuam em outros locais. METRO Em meio a tensões

Imagem de satélite mostra objeto localizado pela Austrália | REUTERS

Furo na segurança

Escândalo

Primeira-dama dos EUA chega à China para visita

Adolescente entra no WTC sem ser notado

Erdogan promete fechar Twitter em comício eleitoral

Michelle Obama chegou ontem à China. Ela será recebida hoje pela primeira-dama do país. A mulher de Barack Obama deve se reunir com estudantes chineses e norte-americanos para promover o intercâmbio cultural e educacional. Michelle viaja em meio a tensões pela relação entre os EUA e o Tibete.

Um rapaz de 16 anos foi preso em Nova York depois de ter entrado durante a noite e subido à torre do World Trade Center, o prédio mais alto do país, sem ser notado pela segurança. Justin Casquejo teria feito fotos do local. Ele disse que descobriu como subir ao “caminhar pelo canteiro de obras”.

O premiê turco ameaçou restringir o acesso ao Twitter e a outras redes sociais no país às vésperas das eleições de 30 de março. Envolvido em acusações de corrupção, Recep Tayyip Erdogan disse não se importar com a reação externa. Ele é um dos líderes mais populares no Twitter, com mais de 4 milhões de fãs. METRO

METRO E AGÊNCIAS

METRO E AGÊNCIAS


2 CULTURA

|10|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Na linha de frente Estreia. Em ‘O Grande Herói’, Mark Wahlberg interpreta a história real de um fuzileiro norte-americano que se torna o único sobrevivente de uma missão que tinha tudo para dar certo, mas que vira um verdadeiro pesadelo Apesar de estar no alto de seus 42 anos, Mark Wahlberg não se intimidou de interpretar um soldado em ‘O Grande Herói’, em cartaz nos cinemas. E não é um soldado qualquer. Ao lado de três outros fuzileiros navais americanos (interpretados por Taylor Kitsch, Ben Foster e Emile Hirsch), eles partem em uma missão, mas são postos na berlinda, alvejados repetidamente por insurgentes talibãs. Wahlberg interpreta Marcus Luttrell, o único sobrevivente da missão, que escreveu sobre a experiência em um livro publicado em 2007. “Tive sorte de conhecer o cara que ia interpretar, de tê-lo me acompanhando durante o processo e me ajudando no que eu precisava. Ver o tipo de homem que ele é certamente me inspira a ser um homem melhor”, afirma o ator. Originalmente pensado para ser um filme de orçamento robusto, ‘O Grande

“Quando assisto ao filme não penso sobre o que fizemos. Penso sobre o que aconteceu com aqueles caras e pelo que Marcus teve que passar” MARK WAHLBERG, ATOR

Herói’ acabou sendo rodado com uma cifra mais tímida de US$ 40 milhões (cerca de R$ 100 milhões). Wahlberg encara o fato como ponto positivo. “É por isso que o filme parece tão íntimo, real e autêntico”, aponta ele, que afirma ter passado a encarar o papel de forma diferente após ler o roteiro. “Quando Pete [Berg, o diretor] me convidou, pensei de forma egoísta, como ator, como aquela seria uma ótima oportunidade de fazer um papel que chamasse a atenção. Quando li o roteiro, minha perspectiva mudou. A partir daí, fazer o papel não tinha nada a ver comigo, mas com o cara que eu estava retratando. Até quan-

do assisto ao filme não penso sobre o que fizemos. Penso sobre o que aconteceu com aqueles caras e pelo que Marcus teve que passar.” Enquanto ator, Wahlberg tem uma diretriz: nunca ler livros com as histórias nos quais seus personagens são baseados. “Você sempre fica com a sensação de que algo ficou de fora. Acho que Pete fez um grande trabalho no roteiro. Pude estar completamente imerso naquele mundo e senti-lo. Não queria, portanto, voltar e ler o livro e começar a reclamar do porquê de determinada situação não estar lá. Dava para debater isso por horas! Leio o livro depois e fico ainda sentindo que faltou coisa.” METRO INTERNACIONAL

Comédia romântica a bordo

‘S.O.S. Mulheres ao Mar’ está em cartaz nos cinemas | DIVULGAÇÃO

Fresno

Bandas fazem show A banda Fresno, do vocalista Lucas Silveira (foto), desembarca amanhã em Curitiba para show no Master Hall, a partir das 19h, com sucessos da carreira. A noite conta ainda com shows das bandas Strike, Trela e da paranaense Test Drive. Ingressos a partir de R$ 46 pelo Disk Ingressos.

“O outdoor de uma família feliz num cruzeiro me inspirou a fazer uma comédia romântica num navio”, conta Chris D’Amato sobre seu longa ‘S.O.S. Mulheres ao Mar’, em cartaz no cinema. Na história, Adriana (Giovanna Antonelli), desesperada por ter perdido o marido para uma famosa atriz, embarca em um cruzeiro para a Itália com a irmã e a empregada Dialinda (Thalita Carauta). Na viagem, acaba se

envolvendo com André (Reinaldo Gianecchini). Apesar do roteiro simples e sem surpresas – e da referência involuntária à outra comédia recente ambientada num navio (‘Meu Passado me Condena’, com Fábio Porchat) – o filme é marcado por bons momentos, a maioria deles protagonizado pela atrapalhada Dialinda. “Se der certo nas bilheterias, já temos uma sequência engatilhada”, adianta a diretora. METRO CURITIBA

Wahlberg (à direita) interpreta o fuzileiro Marcus Luttrell | DIVULGAÇÃO

O Metro indica

Concerto

Dante Anzolini rege a Sinfônica. Após o sucesso do último concerto, a Orquestra Sinfônica do Paraná faz nova apresentação com o maestro argentino. No programa, a mais importante peça de Gustav Mahler: a Sinfonia nº 5 em Do menor. No Guairão. Domingo, às 10h30. R$ 10 e R$ 20

Ópera cômica

‘Pimpinone’. O enredo leve e divertido da ópera cômica do alemão Georg Philipp Telemann, com libreto de Johann Philipp Praetorius, faz parte da série ‘Ópera Ilustrada’ da Fundação Cultural. Na Capela Santa Maria (R. Cons. Laurindo, 273). Amanhã, às 20h, e domingo, às 18h30. R$ 15 e R$ 30

Tributo e intercâmbio musical

Jazz & Soul. Bixiga 70 se apresenta A Caixa Cultural (R. Cons. Laurindo, 280) apresenta, de hoje a domingo, show da big band paulistana Bixiga 70. No repertório – com músicas do 2º disco, recém lançado – a influência do jazz, da música brasileira, do soul e do funk. Ingressos a R$ 10 e R$ 20. Amanhã, às 17h, Cuca Ferreira ministra a palestra ‘O Trajeto Internacional do Bixiga 70 – Via de Mão Dupla’, com entrada franca (ingressos a partir das 16h). Informações pelo 2118-5111. METRO CURITIBA

Lotado. Zé Ramalho traz seus sucessos ao Guairão O trovador Zé Ramalho, que segue pelos palcos há mais de 30 anos, faz show amanhã no Guairão lotado. A apresentação única, às 21h, está com as entradas esgotadas desde o início da semana. No repertório, o cantor paraibano revisita alguns de seus clássicos que venderam milhões de discos, mantendo o respeito da crítica: ‘Avohai’, ‘Frevo Mulher’, ‘Admirável Gado Novo’, ‘Chão de Giz’, ‘Beira-Mar’, ‘Eternas Ondas’, ‘Garoto de Aluguel’ e ‘Vila do Sossego’ estarão presentes. METRO CURITIBA

Rock. Considerada um dos melhores tributos ao The Doors, a banda está de volta hoje. No domingo, os curitibanos do Lou Dog lançam programa de intercâmbio com bandas com a paulista Família Gangsters. No Crossroads (Av. Iguaçu, 2.310). Hoje, às 22h. R$ 20 e R$ 25. Domingo, às 20h. R$ 15 e R$ 20

Música

Jacobina comemora 9 anos. O bar faz aniversário com as atrações do seu repertório: a consagrada Roda de Samba, o blues do Little Wilson Trio e show do Roberto & Carlos. Na R. Alm. Tamandaré, 1.365. Domingo, às 14h. Entrada franca. 3016-6111

Reggae

Chimarruts e Ponto de Equilíbrio. Importantes nomes do reggae, a Chimarruts chega com hits e novidades e a Ponto de Equilíbrio traz seu 1º DVD ‘Juntos Somos Fortes’. No Vanilla Music Hall (R. Mateus Leme, 3.690). Amanhã, às 22h. R$ 36 e R$ 66

Teatro

Cantor se apresenta amanhã, com ingressos esgotados | DARIO ZALIS

‘Murro em Ponta de Faca’. Os 50 anos do golpe militar são motivo para reflexão na peça do Espaço Cênico Produções Artísticas. No Teatro Sesi de São José dos Pinhais (R. 15 de Novembro, 1.800, Centro). Domingo, às 19h. Entrada franca


|12|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Receita Minuto

Leitor fala

Greves e protestos

DANIEL BORK DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

PÃO DE FORMA SURPRESA

Cruzadas

Bom dia amigos leitores, vamos falar do famoso Bauru, sanduíche conhecido em todo Brasil, ele tem algumas releituras em diferentes regiões e hoje fizemos a nossa própria. Em um papo descontraída com Julio Cruz desenvolvemos uma receita que fosse simples, mas que agradasse a todos. Chegamos na receita que segue abaixo.

Ano eleitoral é época fértil para greves e manifestações. O que estamos vendo em Curitiba é apenas o prelúdio do que podemos esperar para todo o país durante 2014. Promessas não cumpridas, acordos não realizados entre governo e trabalhadores e o descaso com áreas fundamentais como saúde, educação e segurança se refletem nas paralisações que influenciam na rotina dos cidadãos. É preciso se atentar a estes movimentos, e suas consequências, para saber votar em outubro. E se preparar pelo que vêm por ai: com ou sem lei antiprotesto durante a Copa do Mundo, os manifestos virão. CARLOS ALMEIDA - CURITIBA

Crise na Ucrânia Acho um absurdo que a Rússia, uma nação supostamente esclarecida e menos bélica após o fim da Guerra Fria, se aproveite da crise política na Ucrânia para anexar para si a região da Crimeia. O referendo com a população, apoiando a entrada para a Rússia é apenas um pretexto para o imperialismo de Vladimir Putin. A ONU precisa se manter atenta ao que está por vir na região. REGINA S. BARBOSA - CURITIBA

INGREDIENTES 1 pacote de pão de forma com casca 2 tomates em rodelas 1 colher (sopa) de orégano seco 200g de queijo parmesão ralado 250g de presunto fatiado 250g de queijo mussarela fatiada

Creme Béchamel de Mostarda: 3 colheres (sopa) de manteiga 4 colheres (sopa) de farinha de trigo ½ litro de leite 1 copo de requeijão (200g) 3 colheres (sopa) mostarda 100g de parmesão ralado

Metro pergunta

Sudoku

O outono começou ontem. Vai sentir saudade do verão em Curitiba?

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroCTB

@__mad__hatter__

Sem chance, prefiro o frio. @tthms

Modo de Preparo: Para o Creme de mostarda: derreta a manteiga em uma panela, coloque a farinha, misture até que fique de cor amarronzada. Coloque o leite aos poucos mexendo sem parar. Misture muito bem até que fique bem cremoso. Acrescente o requeijão, misture, coloque a mostarda, o parmesão, misture novamente e reserve. Monte seu prato. Coloque um pouco de creme no fundo de uma travessa, disponha fatias de pão, uma ao lado das outras. Disponha fatias de queijo, de presunto, rodelas de tomate, polvilhe orégano e cubra com mais fatias de pão. Regue com mais creme, polvilhe mais queijo e leve ao forno moderado (160º) por 15 minutos ou até que tudo esteja derretido e gratinado. Retire com uma espátula e sirva com uma saladinha esperta de folhas verdes.

Jamais. @igor_vasques

Não mesmo! Chega de almoçar com 30º! @zaralt_br

O passado sempre deixa saudades.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.ctb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 8h, na Band

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Período mais propenso para se dedicar a interesses culturais, estudos, planos para viagens e contatos à distância.

Período especial para exercitar sua autoexpressão, seja com atividades culturais, vivências em grupo ou hobbies que sirvam como terapia.    

A Lua rege as emoções e em seu signo torna você mais espontâneo do que já é. Evite exagerar em exigências e dramas.       

Há tendências para esclarecer segredos e assuntos pendentes com quem tem mais convivência e vínculo afetivo.

Momento especial para retomar assuntos que envolvam familiares. Algumas lembranças serão vividas de forma especial na vida afetiva.

Os temas que envolvam crenças, espiritualidade e outros apelidados de “zen” tomarão sua atenção e farão muito bem.

Propensões para tratar parcerias de maneira mais intensa. Mudanças serão mais frequentes com essas parcerias.   

Boa ocasião para conversas com pessoas que há tempos não convive ou deve uma visita. Librianos sabem agradar e surpreender socialmente.  

Dia positivo para projetos e contatos que envolvam inovações. Novas ideias estão favorecidas para serem colocadas em pratica.

Gestos prestativos e atitudes simples farão diferença em momentos de conquista ou para retomar hábitos especiais na vida afetiva.  

Momento propício para identificar gastos com o que não tem tanta utilidade e mesmo repensar objetivos materiais.

Os assuntos profissionais recomendam ponderação para que decisões não sejam tomadas por envolvimento emocional.  


3 ESPORTE

Despedida

“Jamais teve um ‘Muito Obrigado’, ou qualquer tipo de agradecimento com ninguém! Somos descartáveis, inúteis.” FALCÃO, EX-ALA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTSAL, AO ANUNCIAR A SUA APOSENTADORIA DO GRUPO EM TEXTO PUBLICADO NO INSTAGRAM

|14|

CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Paraná empata em 1x1 na estreia Copa do Brasil. Depois de atraso de quase uma hora por falta de energia, Tricolor conseguiu um bom resultado fora de casa

O Paraná empatou em 1x1 com o São Bernardo ontem, fora de casa. A estreia do Tricolor na Copa do Brasil começou tumultuada, com quase uma hora de atraso. Fortes chuvas causaram queda de energia na cidade e geradores tiveram que ser usados no estádio. Mesmo com o gramado molhado, o Paraná fez um bom jogo. Giancarlo abriu o placar aos 40’ do 1ºT, após cruzamento de Roniery. Em nove jogos disputados, o atacante fez seu 10º gol na temporada. A vantagem, no entanto, não durou muito tempo. Em uma bobeira na marcação de Toty, o time levou o empate aos 46’. Marino aproveitou a falha e com um chute forte definiu o resultado. METRO CURITIBA

Giancarlo marcou seu décimo gol no ano | ALE VIANNA/ FOLHAPRESS

1 1 • •

Wilson Júnior; Rafael Cruz, Fernando Lombardi, Luciano Castan e Eduardo; Marino , Daniel Pereira, Favoni e Bady ( Jean Carlos) ; Elionar Bombinha ( Walterson) e Gil Técnico: Edson Boaro

SÃO BERNARDO

Marcos, Toty ( Léo) , Brinner, Naylhor e Breno; Elton, Cambará, Ricardo Conceição ( Elyezer) e Roniery; Julio Cesar ( Henrique) e Giancarlo Técnico: Milton Mendes

PARANÁ

Gols. Giancarlo, aos 40’, Marino, aos 46’ do 1º T. Arbitragem. Flávio Henrique Coutinho Teixeira, Mário Jorge Ferreira Lima e Rener Santos de Carvalho

Bellini. Morre aos 83 anos o capitão da Copa de 1958 Hilderaldo Luís Bellini, primeiro brasileiro a ter a honra de erguer a taça de campeão mundial, morreu ontem, em São Paulo, aos 83 anos. O ex-capitão da Seleção Brasileira sofria do Mal de Alzheimer, teve uma piora em seu estado de saúde esta semana e acabou não resistindo. Com a camisa do Brasil, Bellini foi o capitão na Copa de 1958, disputada na Suécia. Seu inédito ato de erguer a Jules Rimet mudou o modo como a vitória passou ser celebrada a cada título conquistado em todo o mundo. Seu gesto está eternizado com uma estátua na entrada principal do Maracanã, outro grande símbolo do futebol brasileiro. Quatro anos depois, o zagueiro também esteve presente no bicampeonato no Chile. Vestindo a canarinho, também viveu momentos de dificuldades, como na fraca campanha brasileira no Mundial de 1966, na Inglaterra. Nascido em Itapira, no interior paulista, onde será sepultado hoje, o ex-zagueiro

Gesto de levantar a taça foi criado pelo zagueiro | DIVULGAÇÃO/CBF

envergou a camisa de poucos clubes durante sua trajetória profissional. Iniciou a carreira no Vasco, em 1952, atuando no último ano do “Expresso da Vitória”, equipe conhecida como a melhor da história do clube carioca. Do Vasco ele partiu em 1961 para defender o São Paulo, onde atuou até 1967. A carreira terminou no Atlético-PR, onde jogou em 1968 e 1969. METRO PORTO ALEGRE


CURITIBA, SEXTA-FEIRA, 21 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

Furacão goleia e divide a liderança do grupo Libertadores. Atlético bateu o Universitario, do Peru, por 3x0. Próximo adversário é o Vélez Sársfield, da Argentina, na quarta-feira O Atlético ficou próximo da classificação à próxima fase da Libertadores ao golear o Universitário, do Peru, por 3x0, ontem, na Vila Capanema. O Furacão chega ao nove pontos e passa a dividir a liderança do grupo 1 com o Vélez Sarsfield, da Argentina, próximo adversário do Rubro-Negro na competição. Logo aos 10’, saiu o primeiro gol. Mirabaje tocou para Bruno Mendes, que chutou cruzado. A bola ainda bateu no zaga do time peruano antes de entrar. O Universitario apostou nos contra-ataques. Aos 16’, Gonzáles arriscou de fora da área e Weverton defendeu. Em outro bom chute, dessa vez de Goméz, mais uma vez

o goleiro atleticano salvou. Aos 33’, o lance mais incrível do jogo. Douglas Coutinho tocou para o Ederson que, mesmo com o gol aberto, mandou para fora. Na segunda etapa, o Atlético ampliou com Felipe, que havia acabado de entrar no jogo. Ele se livrou do goleiro e

3 0 • •

chutou no canto. No final da partida, o goleiro do Universitario tentou sair jogando, mas entregou a bola nos pés de Ederson, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

{ESPORTE}

|15|◊◊

Coritiba. Zé Love treina entre os titulares O atacante Zé Love, do Coritiba, foi testado ontem como uma opção entre os titulares do time, que se prepara para o jogo contra o Rio Branco, sábado, no Couto Pereira, pelas quartas-de-final do Campeonato Paranaense. No esquema, quem deixou a vaga foi Julio César. Além de Zé Love, quem também vem ganhando espaço no Coritiba é o lateral-esquerdo Diogo, que também foi testado entre os titulares. Carlinhos, que foi substituído no último jogo, pode perder a posição. METRO CURITIBA

Weverton ; Sueliton, Manoel, Cleberson e Natanael; João Paulo, Paulinho Dias e Mirabaje ( Felipe); Ederson, Douglas Coutinho ( Fran Mérida) e Bruno Mendes ( Crislan). Técnico: Miguel Ángel

ATLÉTICO

Carvallo; Chavez, Duarte, Moreyra e Gomez; Luna (Olascuaga), A. Gonzales, Vargas e C. Gonzales; Ruidíaz e Martínez ( Aguirre). Técnico: Carlos Silvestri

UNIVERSITARIO

Gols. Bruno Mendes, aos 9’ do 1ºT, Felipe, aos 16’ do 2ºT e Ederson, aos 39’ do 2ºT Arbitragem. Patricio Polic, com Francisco Mondria e Marcelo Barraza

Bruno Mendes abriu o placar para o Furacão | HEULER ANDREY/METRO CURITIBA

Atleta deve voltar contra o Rio Branco | DIVULGAÇÃO/CORITIBA



20140321_br_metro curitiba