Page 15

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

15

ESPORTE

Nos clubes Além do modesto Lumezzane (ITA), onde atuou em dois jogos, Balo já brilhou em três dos grandes europeus

59

61

jogos

Inter de Milão (2006 - 2010)

jogos

20 gols

CLAUDIO VILLA/GETTY IMAGES

                   

Manchester City (2010 - 2012)

24

27

jogos

gols

AC Milan (Desde 2013)

17 gols

   

   

GIAMPIERO SPOSITO/REUTERS

biológica, fizeram com que seus pais entregassem o menino para a adoção. Foi criado pela nova família em Concesio, junto com os outros três filhos do casal, dois homens e uma mulher. Os dois mais velhos, Giovanni e Corrado, ajudaram os pais a cuidar de Mario e o acompanham na carreira até hoje, como procuradores do jovem atacante de 23 anos, que ganhará mais uma contagem no dia 12 de agosto, um mês depois da Copa. Torneio em que ele tem presença garantida. Se ainda não foi confirmado pelo técnico italiano Cesare Prandelli, Mario é figura indispensável para a Azzurra, que pertence ao Grupo da Morte com Uruguai, Inglaterra e Costa Rica. Experimente perguntar a um italiano se a equipe tem chances no Mundial sem o camisa 9. Com a palavra Paolo Rossi, algoz brasileiro no Mundial de 1982: “Balotelli não tem uma personalidade fácil, mas precisamos dele para ganhar a Copa. Só precisa parar de agir sem pensar.” E quem poderia pensar que, logo aos 16 anos, depois de todas as dificuldades, Mario fosse fazer sua estreia como profissional. Foi pelo Lumezzane, em 2006, em que jogou apenas duas partidas. No ano seguinte seguiu

Balotelli caminha no gramado antes do duelo entre Itália e Armênia

viagem para a Inter de Milão, um dos maiores times do país da bota. E começou a chamar a atenção. Além de apresentar sua eficiência em campo, também começou a revelar o lado esquentadinho. Que o diga o técnico José Mourinho, que chegou a excluir o atleta dos treinamentos por indisciplina. Mas não foi só o português que teve problemas. A torcida tam-

bém não aceitou o fato de ele ter vestido uma camisa do arquirrival Milan nesse período. Acabou o clima e ele foi vendido ao City, onde reencontrou Mancini, aquele da bicicleta, que também o havia comandado na Inter. Amor e ódio. Fã declarado do camisa 45 – a que ele usa nos clubes –, o técnico colecionou desentendimentos com Balo. Até empurrões trocaram. Apesar do bom futebol que demonstrava, também no time inglês foi punido pelo destempero e acabou amargando a reserva do argentino Sergio Aguero – o genro de Diego Maradona. Uma oportunidade de ouro para o Milan, que tinha planos de rejuvenescer seu time. E não desperdiçou: contratou Mario em 2013, que se apresentou com um cabelo raspado, longe dos cortes extravagantes da época do City. Desenhos na cabeça e moicanos descoloridos faziam parte do visual. Não que tenha mudado o estilo, mas, segundo o técnico italiano Prandelli, seu atacante “está mais maduro”. E precisa estar se quiser que sua passagem pelo Brasil seja marcada pelas jogadas e pelos gols que ele já provou saber fazer com facilidade, e não pelas polêmicas que estão na bula de Balotelli. METRO

Canelad as      

REPRODUÇÃO

            

     

Não me sinto um cara rebelde, sou um gênio

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

     

O carteiro comemora quando entrega uma carta? Fazer gol é só o meu trabalho

20140311_br_portoalegre  
20140311_br_portoalegre  
Advertisement