Page 1

CÂMARA

SERVIDORES TENTARAM , MAS PERDERAM ‘BRIGA’ PARA MANTER PRIVILÉGIO PÁG.02

FREGUESIA EM BAIXA

MERCADÃO ENFRENTA QUEDA NAS VENDAS POR CAUSA DE MUDANÇA DE ÔNIBUS PÁG. 03

UM ROMANCE PARA CHAPLIN

NOS 100 ANOS DE ESTREIA DE CARLITOS, LIVRO QUE INSPIROU ‘LUZES DA RIBALTA’ É RELANÇADO PÁG. 12 CAMPINAS Terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 Edição nº 935, ano 4 MÍN: 23°C MÁX: 35°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps sunny

hazy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

showers

VALEU, SANTI

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Santiago Andrade, cinegrafista da Band atingido na cabeça por rojão aceso por black bloc durante manifestação no Rio, morre aos 49 anos. Autor do disparo continua foragido. Presidente Dilma determina que PF entre na investigação PÁG. 04


CÂMARA

SERVIDORES TENTARAM , MAS PERDERAM ‘BRIGA’ PARA MANTER PRIVILÉGIO PÁG.02

FREGUESIA EM BAIXA

MERCADÃO ENFRENTA QUEDA NAS VENDAS POR CAUSA DE MUDANÇA DE ÔNIBUS PÁG. 03

UM ROMANCE PARA CHAPLIN

NOS 100 ANOS DE ESTREIA DE CARLITOS, LIVRO QUE INSPIROU ‘LUZES DA RIBALTA’ É RELANÇADO PÁG. 12 CAMPINAS Terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 Edição nº 935, ano 4 MÍN: 23°C MÁX: 35°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps sunny

hazy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

showers

VALEU, SANTI

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Santiago Andrade, cinegrafista da Band atingido na cabeça por rojão aceso por black bloc durante manifestação no Rio, morre aos 49 anos. Autor do disparo continua foragido. Presidente Dilma determina que PF entre na investigação PÁG. 04


CÂMARA

SERVIDORES TENTARAM , MAS PERDERAM ‘BRIGA’ PARA MANTER PRIVILÉGIO PÁG.02

FREGUESIA EM BAIXA

MERCADÃO ENFRENTA QUEDA NAS VENDAS POR CAUSA DE MUDANÇA DE ÔNIBUS PÁG. 03

UM ROMANCE PARA CHAPLIN

NOS 100 ANOS DE ESTREIA DE CARLITOS, LIVRO QUE INSPIROU ‘LUZES DA RIBALTA’ É RELANÇADO PÁG. 12 CAMPINAS Terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 Edição nº 935, ano 4 MÍN: 23°C MÁX: 35°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps sunny

hazy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

showers

VALEU, SANTI

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Santiago Andrade, cinegrafista da Band atingido na cabeça por rojão aceso por black bloc durante manifestação no Rio, morre aos 49 anos. Autor do disparo continua foragido. Presidente Dilma determina que PF entre na investigação PÁG. 04


1

Texto sem recuo no primeiro par Texto com recuo no segundo parágrafo. METR\

FOCO

Notas

Headline

130_Bodytext Signpostwdkmcpk wdmpkwdmcpkm Donadon wdpckm wdpkcm pwdkmc pkwdmcp kmwdpckm wdpkcm dw

Quer voto secreto

O deputado Natan Donadon, condenado a 13 anos e 4 meses de prisão por desviar recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia, pediu voto secreto em seu processo de cassação. A sessão será realizada amanhã. A defesa do parlamentar alega que a votação aberta foi definida após o caso de Donandon ser instaurado no Conselho de Ética da Câmara.

Cotações Dólar + 1,13% (R$ 2,40)

|02|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

FOCO

Câmara rejeita redução de carga horária na reforma Privilégio. Servidores tentaram reduzir de 40 para 30 horas. Em contrapartida conseguiram garantia de manutenção de salário Os servidores da Câmara de Vereadores de Campinas fizeram um lobby forte para manter a carga horária de trabalho em seis horas por dia no projeto da nova reforma administrativa que cria 165 novos cargos efetivos. Porém, os vereadores não quiseram apresentar nenhuma emenda que alterasse o projeto que propõe que, a partir desta reforma, os servidores têm de trabalhar 40 horas semanais – oito horas por dia. Durante toda a tarde de ontem, a pressão foi grande. Os servidores estiveram nos gabinetes dos parlamentares para convencê-los da

53

é o número de funcionários efetivos da Câmara de Vereadores de Campinas

mudança. Com a resistência – parte com medo das críticas da opinião pública –, os servidores refizeram a proposta e tentaram uma carga horária de sete horas diárias. Foi em vão. Mas os atuais servidores efetivos não têm muito a reclamar, já que conseguiram garantia de que terão incor-

porado aos salários o último valor recebido no holerite, mesmo não tendo os 36 meses de exercício na função. Há uma legislação na Câmara que garante que um servidor que está há três anos na função passa a ter o valor incorporado no salário. Serão contemplados cerca de oito funcionários. Os salários médios dos servidores da Câmara são de R$ 15 mil. Já o projeto que trata da organização administrativa foi retirado porque um dos artigos conflitava com o regimento interno da Casa. Será votado na quarta-feira, em sessão extraordinária. METRO CAMPINAS

Vereadores votam projeto que cria novos cargos para concurso | METRO

Presidente do TJ-SP promete mais varas O presidente do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), Renato Nalini, disse que o Judiciário irá apresentar um novo projeto para destinar a Campinas novas varas judiciais. A promessa foi feita aos vereadores Luiz Cirilo

Olhar cidadão

ROSE GUGLIELMINETTI ROSE.GUGLIELMINETTI @METROJORNAL.COM.BR

(PSDB) e Carlão do PT durante visita ontem ao chefe do TJ-SP. “Ele só não deu o número de varas que a cidade vai receber, mas disse que irá reformular o projeto porque a proposta recebeu mais de três mil emendas, o que mostra que é deficitá-

rio”, disse o tucano. O projeto do TJ-SP cria 390 varas judiciais, mas nenhuma em Campinas. Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), prevê a instalação de 19 varas distribuídas nas cidades de Americana, Cosmópolis,

Hortolândia, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré. Ao todo são 240 varas nominadas, que são aquelas que já têm comarca e matéria definida. Outras 150 varas genéricas serão distribuídas conforme critério do Tribunal.

Por causa da exclusão, a Câmara montou uma comissão para reivindicar o direito de se ter novas varas na cidade. As varas que são criadas ficam como estoque e, conforme as necessidades, vão sendo implantadas. METRO CAMPINAS

REFLEXO ELEITORAL O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB) vai manter os seus aliados dentro da Prefeitura de Campinas. Valter Petito, homem de confiança de Carlão, pode assumir a Secretaria de Controle e Gestão. O titular, Flávio Henrique Pereira, também da cota dos tucanos, deixará a pasta para auxiliar na campanha de Aécio Neves à Presidência. O deputado federal será o coordenador jurídico da campanha tucana. Os tucanos dizem que Petito diretor da Dersa – empresa do governo paulista que fiscaliza as estradas – tem 90% de chances para ocupar o cargo. Já a Prefeitura de Campinas não comenta a indicação. Câmara ganha ‘sósia’ do Dr. Hélio A diplomação do vereador Gustavo Petta (PCdoB) como deputado federal no lugar de João Paulo Cunha (PT) – que foi

preso após ser condenado no mensalão –, vai dar lugar para um sósia do Dr. Hélio (PDT) – prefeito cassado por envolvimento com a corrupção na Sanasa – na Câmara de Campinas: Ronaldo de Souza, suplente que é muito parecido com o pedetista. A ligação de Souza com Dr. Hélio não fica só na aparência: ele integrou o governo pedetista. Foi diretor do DPJ (Departamento de Parques e Jardins). No período em que era diretor, a semelhança era sempre recebida com sorrisos. Será que mudou? Subsídio inalterado O prefeito Jonas Donizette (PSB) publicou decreto em que vai destinar cerca de R$ 17 milhões para subsidiar o sistema de transporte no primeiro trimestre deste ano. Com isso, a ampliação do valor pedida pelas empresas, só depois de junho.

Bovespa - 0,75% (47.710 pts) Euro + 0,85% (R$ 3,26) Salário Selic (10,5% a.a.) mínimo (R$ 724)

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 019/3779-7421

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Metro Campinas. Editora-Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231) Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Simone Monfardini Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, Jardim São Gabriel, CEP 13045-541, Campinas, SP. Tel.: 019/3779-7421. O jornal Metro é impresso na Log&Print Gráfica e Logística S.A.

A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Mercadão perde público com mudança de ônibus Em baixa. Comerciantes se queixam das alterações no itinerário das linhas, que deixam clientela mais afastada Não bastasse a concorrência de um número cada vez maior de comércios que se multiplicam pelos bairros da cidade, o Mercado Municipal enfrenta agora um novo revés para manter seu público: as mudanças de linhas de ônibus. No último dia 12 de janeiro, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) realocou seis linhas que paravam na Radial Penido Burnier, próxima ao Mercado Municipal, para o Terminal Metropolitano. A distância entre os pontos é de 1,3 quilômetro. A mudança impactou no movimento, já que esses ônibus, cujo itinerário segue até Sumaré e Paulínia, transportam cerca de 7 mil passageiros todos os dias. “Muitos dos clientes usavam essas linhas. Com-

pravam aqui e já pegam o ônibus. Agora, eles são obrigados a subir uma ladeira para chegar ao ponto do ônibus. Imagina fazer isso com as compras? Muita gente desiste mesmo”, afirma José Antônio Peres, 56 anos, que possui barraca no Mercadão desde 1979. Balanço de 2008 da Prefeitura de Campinas apontou que em dias úteis o Mercadão recebia 5 mil pessoas. No fim de semana, o movimento chegava a 8 mil. Porém, segundo Peres, há cerca de dois anos uma pesquisa feita por alunos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) constatou que o movimento já havia baixado para 2,5 mil e 4 mil, respectivamente. “A impressão que temos hoje é de não chegar nem na metade disso. É só olhar para o cor-

“Essa semana temos uma reunião com o secretário. Estamos tentando cercar de todas as formas possíveis.” JOSÉ ANTÔNIO PERES, COMERCIANTE

redor. Há alguns anos, teríamos muito mais pessoas circulando por aqui. Agora, a maioria é gente do próprio Mercadão”, desabafa. Apesar da mudança recente das linhas, não é de agora que alterações como esta têm influenciado no movimento, lembra Sanae Murayama Sato, presidente do Sindivarejista. Em 2009, aproximadamente 30 mil usuários de 13 linhas que tinham como ponto o Terminal Mercado tiveram seus itinerários transferidos para

A última mudança de linhas foi em janeiro | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

a Estação Expedicionários. “Para quem trabalha no Centro, o Mercadão é sempre uma boa alternativa, porque quando essa pessoa chega do trabalho depois de pegar o ônibus, geralmente, o comércio do seu bairro está fechado”, afirma Sanae. A EMTU informou que as mudanças estão sendo monitoradas para que novas al-

terações possam ocorrer, caso se façam necessárias para melhorar o atendimento. A EMTU disse ainda que a alteração foi necessária porque o volume de passageiros e ônibus no local estava alto para a infraestrutura. JULIANA EWERS METRO CAMPINAS

|03|◊◊

Trânsito. Fiscais da Emdec voltam a Viracopos Doze agentes da mobilidade urbana – quatro por turno – estão de volta a Viracopos para fiscalizar as vias públicas do sítio aeroportuário. O convênio de cooperação mútua foi assinado ontem entre a concessionária, a Emdec – que gerencia o trânsito em Campinas – e a Secretaria de Transportes. O acordo tem duração até 31 de julho. E, com a Copa do Mundo sendo realizada neste período, o número será ampliado de acordo com a demanda. Na primeira etapa deste convênio, a Emdec vai avaliar a situação atual de sinalização e sugerir à concessionária projetos e ajustes. Além disso, os fiscais vão auxiliar na operação, orientação, monitoramento, fiscalização de trânsito e fiscalização de transporte na área. Os agentes poderão ainda aplicar penalidades e medidas administrativas. METRO CAMPINAS


|04|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Vítima de uma guerra irracional Tragédia. Polícia pede a prisão preventiva de suspeito de ter acendido rojão que atingiu a cabeça de Santiago Andrade. Ele morreu ontem A Polícia Civil já sabe quem é o autor do disparo de rojão que atingiu a cabeça do cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, 49, na quinta-feira, durante uma manifestação contra o aumento da passagem de ônibus no Rio. A morte do profissional da Band foi confirmada no fim da manhã de ontem. O delegado Maurício Luciano de Almeida, da 17ª DP (São Cristóvão), pediu à Justiça a prisão do suspeito após o tatuador Fábio Raposo, coautor do crime, ter identificado em uma foto o homem que teria acendido o explosivo. A Polícia Civil só vai divulgar a identidade do segundo suspeito quando a Justiça se manifestar. “Nós precisávamos da confirmação do Fábio. Ele não teve dúvida em reconhecer. Nós temos convicção de que é ele”, disse o delegado. Em um vídeo que circula na internet, o suspeito estaria saindo da Central do Brasil antes da manifestação. Ele e Raposo podem pegar até 35 anos de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e crime com explosivo. Transferido ontem para o complexo de Gericinó, o tatuador disse que conhecia uma pessoa próxima ao acusado, e essa pessoa teria identificado e dado o nome do homem à polícia. Dilma pede rigor à PF A presidente Dilma Rousseff pediu à Polícia Federal (PF) que participe das investigações. A determinação foi anunciada depois de uma reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. “Determinei à PF que apoie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível”, disse Dilma, em seu perfil no Twitter. Durante a tarde, o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) negou envolvimento com os autores do disparo do rojão. “Acredito que esta violência causou o esvaziamento da participação da sociedade nas manifestações”, explicou Freixo, durante entrevista coletiva. METRO RIO

REPRODUÇÃO

“A morte de Santiago Andrade revolta e entristece. Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas.”

“A violência que tirou a vida do profissional da imprensa, no momento que exercia sua função, representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas.”

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

PREFEITO EDUARDO PAES

Nota do Grupo Bandeirantes de Comunicação

A tragédia que envolve a morte do cinegrafista Santiago Andrade – e que nos deixa arrasados diante da perda de um companheiro querido – é mais uma evidência de que a desordem está imperando nas ruas de nossas cidades. O desvairado que soltou a bomba assassina é um exemplar conhecido de baderneiro, como tantos que vêm espalhando o terror, infiltrados entre manifestantes. A força de reação que encontram não tem sido suficiente para intimidá-los. Pelo contrário, estão cada vez mais ousados e seguros nas suas ações violentas. A Band vai acompanhar e exigir, passo a passo, as investigações, o processo e a condenação desse assassino e de seu grupo. E, ao fazer isso, estará solidária não só com a família de Santiago Andrade. Mas com toda a família brasileira, que já não suporta viver cercada de tantas e variadas ameaças, sentindo-se numa terra de ninguém.

Família vai doar os órgãos do cinegrafista Profissional da Rede Bandeirantes há uma década, Santiago Ilídio Andrade era casado com Arlita Andrade há 30 anos. Ele deixou uma filha e três enteados. Apaixonado por música e pelo Flamengo, o cinegrafis-

ta ganhou dois prêmios de jornalismo (“Prêmio Mobilidade Urbana”) por matérias sobre a situação dos transportes no Rio nos anos de 2010 e 2012. Destacou-se também na cobertura das chuvas na Re-

Carta da filha

gião Serrana, em janeiro de 2011, e em Xerém, em janeiro do ano passado. A família de Santiago Ilídio Andrade informou que doará os órgãos do cinegrafista.

“Meu nome é Vanessa Andrade, tenho 29 anos e acabo de perder meu pai.

Quando decidi ser jornalista, aos 16, ele quase caiu duro. Disse que era profissão ingrata, salário baixo e muita ralação. Mas eu expliquei: vou usar seu sobrenome. Ele riu e disse: então pode! Quando fiz minha primeira tatuagem, aos 15, achei que ele ia surtar. Mas ele olhou e disse: ‘Caramba, filha. Quero fazer também’. E me deu de presente meu nome no antebraço. Quando casei, ele ficou tão bêbado, que na hora de eu me despedir pra seguir em lua de mel, ele vomitava e me abraçava ao mesmo tempo. Me ensinou muitos valores. A gente que vem de família humilde precisa provar duas vezes a que veio. Me deixou a vida toda em escola pública porque preferiu trabalhar mais para me pagar a faculdade. Ali o sonho dele se realizava. E o meu começava. Esta noite eu passei no hospital me despedindo. Só eu e ele. Deitada em seu ombro, tivemos tempo de

METRO RIO

Homenagens de amigos de profissão Aproximadamente 50 repórteres cinematográficos e fotográficos fizeram um ato em homenagem ao cinegrafista, no fim da tarde de ontem. Eles caminharam da Igreja da Candelária, no Centro, até onde Santiago foi atingido, próximo da Central do Brasil, onde todos deixaram suas máquinas ao lado da mancha de sangue no chão. Mais tarde, os profissionais lembraram os riscos enfrentados pela categoria na cobertura de protesto de rua. Em seguida, eles se dirigiram à paróquia Santa Cecília e São Pio 10, em frente à se-

Fotógrafos e cinegrafistas fizeram homenagem na Central | FERNANDO FRAZÃO/ABR

de da Band, em Botafogo, onde foi realizada uma missa em homenagem ao cinegrafista. Também houve um ato em homenagem a Santiago por fotógrafos e cinegrafistas de Brasília.

Nova manifestação Cerca de mil pessoas voltaram a se manifestar pelas ruas do Centro do Rio, ontem, contra o aumento das passagens de ônibus para R$ 3.

Pai e filha durante o casamento

conversar sobre muitos assuntos, pedi perdão pelas minhas falhas e prometi seguir de cabeça erguida e cuidar da minha mãe e meus avós. Ele estava quentinho e sereno. Éramos só nós dois, pai e filha, na despedida mais linda que eu poderia ter. E ele também se despediu. Sei que ele está bem. Claro que está. E eu sou a continuação da vida dele. Um dia meus futuros filhos saberão quem foi Santiago Andrade, o avô deles. Mas eu, somente eu, saberei o orgulho de ter o nome dele na minha identidade. Obrigada a todos. Ele também agradece. Eu sou Vanessa Andrade, tenho 29 anos e os anjinhos do céu acabam de ganhar um pai.”

METRO RIO

IMPRENSA INTERNACIONAL REPERCUTE MORTE DE SANTIAGO REPRODUÇÃO

‘BBC’ e ‘Le Figaro’ abordaram a morte do cinegrafista ontem

A morte do cinegrafista Santiago Andrade foi lembrada em alguns dos principais portais de comunicação do mundo. O site do jornal norte-americano “The Wall Street Journal” destacou que as manifestações têm se tornado regulares desde a Copa das

Confederações do ano passado. O francês “Le Figaro” lembra que o fato que desencadeou o retorno dos protestos violentos na cidade foi o anúncio do aumento da passagem de ônibus, que entrou em vigor sábado. A página na internet

da emissora britânica BBC disponibiliza, junto à matéria sobre a morte de Santiago Andrade, um vídeo do dia em que o repórter cinematográfico foi atingido pelo explosivo. Um correspondente da BBC ajudou a prestar os primeiros socorros.


|06|

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

LULA TRABALHA PARA SER O CANDIDATO A PRESIDENTE. Alguns ministros que

“A MORTE DO CINEGRAFISTA SANTIAGO ANDRADE REVOLTA E ENTRISTECE.”

saíram dos cargos há dias e dirigentes do PT têm em comum a certeza de que Lula trabalha para assumir a candidatura presidencial, em substituição a Dilma Rousseff. Sua intervenção para impor ministros, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), e fazer seu grupo assumir o controle da comunicação do governo fazem parte da estratégia. A única dúvida é se tudo foi combinado com a presidenta.

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Banco é multado em R$ 67 milhões por espionagem Investigação. MPT-PR acusa HSBC de contratar empresa para monitorar 152 empregados doentes em vários estados entre 1999 e 2003

PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, SOBRE O ASSASSINATO DO JORNALISTA POR ATIVISTAS BLACK BLOCS

Ortelio atuava no interior de São Paulo | REPRODUÇÃO/FACEBOOK

VICE DE SONHO. Segundo

petistas influentes, Lula deve articular a própria candidatura a presidente contando com o amigo Eduardo Campos (PSB) como vice.

Eduardo Campos | DIVULGAÇÃO

PIMENTEL EM MINAS. Apesar do fogo cruzado do PMDB com Dilma, na briga por ministérios, o PT de Minas negocia com o partido de Michel Temer o fechamento de apoio à candidatura de Fernando Pimentel a governador.

QUE PAÍS É ESTE? Com a morte de Santiago Andrade, os terroristas do “black bloc” atingiram o objetivo: afastar a população dos protestos. Mas acertaram no que não viram: a péssima repercussão mundial para a Copa. BANDITISMO. Ainda está livre o assassino principal de Santiago Andrade, cinegrafista da Band. O outro criminoso finge que não é com ele. E ainda dizem que “não era a intenção” do black bloc bandido. À família resta chorar. CANDIDATO DE MIM. Tanto PMDB quanto o PSDB e o PR acreditam que a candidatura do senador Lindbergh Faria (PT) ao governo do Rio é só blefe. Isolado por aliados nacionais, o petista negocia ao menos o apoio do PCdoB.

Ministério Público investiga o caso desde 2012 | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

O HSBC foi condenado a pagar uma indenização de R$ 67,5 milhões em danos morais coletivos por ter espionado 152 empregados de todo o Brasil que eram afastados por doenças. O objetivo era investigar as atividades extrabanco. Os casos ocorreram entre 1999 e 2003. A decisão é do juiz Felipe Calvet, da 8ª Vara do Trabalho de Curitiba, com base em uma ação civil pública ajuizada pelo MPT-PR (Ministério Público do Trabalho no Paraná) em 8 de agosto de 2012. O banco teria contratado a empresa CIE (Centro de Inteligência Empresarial) para monitorar os funcionários. “Dossiês feitos mostram que os investigadores priva-

dos contratados chegavam a entrar nas residências dos funcionários, reviravam seu lixo em busca de informações pessoais, especialmente informações a respeito de outras fontes de renda. Houve abordagens de investigadores que fingiram realizar pesquisas e entregar flores, com o objetivo de recolher informações sobre o empregado. Nos dossiês constavam fotos e vídeos da família do funcionário, inclusive de crianças”, contou o procurador do trabalho responsável pela ação, Humberto Mussi de Albuquerque. Segundo o procurador, eram obtidas informações como horários de saída e volta à casa, local de destino, meio de transporte e trajes quando saíam, há-

bitos de consumo, informações sobre cônjuges e filhos, antecedentes criminais, ajuizamento de ações trabalhistas, participação em sociedade comercial e posse de bens como carros. O valor da indenização será revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. Cada trabalhador investigado poderá ainda entrar com uma ação individualmente contra o banco, pedindo uma indenização por dano moral individual. O HSBC Bank Brasil não vai comentar o caso porque “trata-se de decisão em primeira instância sujeita a recursos”. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

PODER SEM PUDOR

Dentes sacrificados No governo do general Ernesto Geisel, o ministro Mário Henrique Simonsen levou o assessor Ary Pinto para uma reunião, em Nova York, com o ministro da Fazenda do Irã. Ary pediu uísque, irritando o iraniano, porque o islamismo proíbe bebida alcoólica. Tempos depois, o mesmo Ary foi portador do acordo negocia-

Mais Médicos. Mais um cubano deixa o programa

do naquela ocasião, para ser assinado. O iraniano o recebeu com crescente má vontade, até que, chamou o brasileiro de “desgraçado”. Ary fumava seu cachimbo, para manter-se calmo. Mas, ofendido, cravou os dentes no cachimbo com muita força. Exagerou: ao retirá-lo da boca, sua dentadura veio junto.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

Ex-deputado, João Paulo fica sem aposentadoria Preso há uma semana no presídio da Papuda, o ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que renunciou na última sexta-feira, ficará também sem direito à aposentadoria. Segundo a Câmara, o petista não tem os requisitos mínimos para assesgurar o benefício: 60 anos de idade e 35 anos comprovados de trabalho com carteira assinada.

João Paulo tem 55 anos de idade e, ao todo, 33 anos de contribuição. Ele tem como formação o trabalho de metalúrgico. A vida pública começou em 1990, quando foi eleito deputado estadual. O petista estava no quarto mandato consecutivo de deputado federal, iniciado em 1993 - sendo presidente da Câmara entre 2003 e 2005. Duran-

te o período, contribuiu com o fundo de aposentadoria parlamentar e poderá requerer a aposentadoria assim que cumprir as exigências. O ex-presidente da Câmara está numa cela do CIR (Centro de Internamento e Reeducação) e cumpre pena no regime semiaberto de 6 anos e 4 meses por peculato e lavagem de dinheiro. METRO BRASÍLIA

Pela segunda vez em menos de uma semana, o programa Mais Médicos registrou nova deserção. O cubano Ortelio Jaime Guerra -- contratado em dezembro do ano passado para trabalhar em Pariquera-Açu (SP) -- afirmou ontem numa rede social que fugiu para os Estados Unidos. O motivo da fuga não foi informado. “Meus amigos de Pariquera-Açu, eu preciso que vocês saibam que tive que ir embora de lá sem falar isso para ninguém por questões de segurança”, escreveu. “Agradeço aos amigos pela bondade e amor. Prometo que um dia vou voltar para ver vocês.” Ramona Primeira cubana a abandonar o programa, Ramona Rodriguez prestou depoimento ontem no MPT (Ministério Público do Trabalho) e afirmou que era obrigada a pedir autorização para sair da cidade de Pacajá (PA). Ramona aguarda um pedido de asilo no Brasil vivendo no apartamento de um deputado do DEM. Ela justificou a saída alegando que não tinha sido informada que receberia apenas em torno de R$ 950 dos R$ 10 mil pagos pelo programa. Ela começou a trabalhar ontem na área administrativa da AMB (Associação Médica Brasileira). METRO BRASÍLIA

22

cubanos deixaram o programa Mais Médicos - 17 alegaram problemas de saúde e outros cinco por problemas pessoais.


|08|

ENTENDA O CASO O QUE OS POUPADORES PEDEM NA JUSTIÇA O ressarcimento das perdas provocadas nas aplicações por planos econômicos implantados pelo governo entre 1987 e 1991 para combater a inflação

PLANO

Quem teria direito

BRESSER (1987)

VERÃO COLLOR 1 COLLOR 2 (1990)

(1989)

(1991)

Poupança com Poupança com Poupança com Poupança com aniversário aniversário aniversário aniversário de 1º a de 1º a de 1º a de 1º a 15/4/1990 15/6/1987 15/1/1991 15/1/1989

(há outras datas)

Prazo para a ação

31/3/2007

31/11/2008

31/3/2010

31/1/2011

Poupança. STF volta a julgar perdas dias 26 e 27 O STF (Supremo Tribunal Federal) vai retomar o julgamento, nos dias 26 e 27 deste mês, dos processos que pedem a correção da poupança nos planos econômicos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e Collor II, que vigoraram no país entre as décadas de 1980 e 1990. O julgamento foi iniciado em novembro do ano passado. Ao ser retomado, implicará na solução de mais de 390 mil processos sobrestados nas instâncias de origem. As ações foram movidas por quem tinha conta na poupança entre os anos de 1987 e 1991. Está em discussão o direito dos poupadores de receber a diferença de correção monetária em depósitos na poupança decorrentes dos

planos econômicos de cada época. Os ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes serão os relatores dos processos em julgamento. Segundo o Banco Central, o sistema bancário pode ter prejuízo estimado em R$ 149 bilhões se o Supremo decidir que os bancos devem pagar a diferença. O governo federal prevê retração de crédito nos bancos públicos e privados, com a redução de crédito no sistema financeiro. O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) discorda da estimativa de perdas feitas pelo Banco Central. Para o instituto, o montante a ser pago pelos bancos aos poupadores é R$ 8,465 bilhões. METRO

Microempreendedor. Carnê será enviado pelos Correios A Secretaria da Micro e Pequena Empresa passará a enviar pelos Correios as guias de recolhimento para que os microempreendedores individuais e profissionais autônomos, cuja receita é até R$ 60 mil por ano, paguem seus tributos. Segundo o ministro Afif Domingos, no ano passado a inadimplência entre os 3,7 milhões de cadastrados como microempreendedores chegou a 55%. Ele acredita que a falta de pagamento é causada pela dificuldade de acesso às guias disponíveis para imprimir na internet, porque nem todos os cadastrados têm acesso frequente à rede de computadores. Os carnês para pagamento devem chegar até 20 de fevereiro e os custos com

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Objetivo é reduzir inadimplência, diz Afif | CARLOS RHIENCK/FUTURA PRESS

o envio serão da secretaria. Segundo Afif Domingos, o tempo em que os cadastrados deixaram de pagar não deve ser cobrado. “No caso da Previdência, por exemplo, quem não pagou só ficou fora do benefício”, disse. METRO COM AGÊNCIAS

Juro ao consumidor é o maior desde setembro de 2012 Crédito. Taxa média passou de 5,6% em dezembro para 5,65% ao mês em janeiro deste ano, segundo pesquisa da Anefac. Expectativa é de novas altas com o aumento da Selic O processo de elevação da Selic promovido pelo BC (Banco Central) desde abril do ano passado fez com que as taxas de juros das operações de crédito atingissem o maior patamar desde setembro de 2012. A taxa média geral para pessoa física passou de 5,60% ao mês em dezembro de 2013 para 5,65% em janeiro 2014, segundo pesquisa da Anefac (associação dos executivos de finanças) divulgada ontem. Em janeiro, os juros médios cobrados do consumidor subiram pelo oitavo mês consecutivo. Das seis linhas de crédito pesquisadas, apenas a taxa do cartão de crédito-rotativo se manteve estável. “Esta situação é reflexo do aumento da taxa básica de juros (Selic) promovida pelo Banco Central em 15 de janeiro passado”, afirma o diretor executivo de estudos econômicos da entidade, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

4,78 pontos percentuais, passando de 88,61% ao ano em janeiro de 2013 para 93,39% ao ano no mês passado.

CRÉDITO MAIS CARO Taxa de juros ao mês LINHA DE CRÉDITO Dez/13

Jan/14

JUROS COMÉRCIO

4,25%

4,35%

CARTÃO DE CRÉDITO

9,37%

9,37%

CHEQUE ESPECIAL

7,97%

8,03%

FINANCIAMENTO DE CARROS (CDC)

1,65%

1,69%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (BANCOS)

3,20%

3,26%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (FINANCEIRAS)

7,16%

7,20%

TAXA MÉDIA

5,60% 5,65%

TAXA AO ANO

66,69% 192,94% 152,66% 22,28% 46,96% 130,32%

93,39%

FONTE: ANEFAC

Mesmo com a desaceleração do IPCA, inflação oficial, para 0,55%, Oliveira espera um novo aumento da Selic na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do BC, nos dias 25 e 26. Na sua avaliação, os atuais indicadores de inflação mostram pressões inflacionárias. “Por conta disso é

provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses”. Do ano passado para cá, o Banco Central elevou a Selic em 3,25 pontos percentuais, de 7,25% para os atuais 10,50% ao ano. Já a taxa de juros média para pessoa física apresentou uma elevação de

Mais aperto monetário Economistas de instituições financeiras passaram a ver um aperto maior da política monetária em 2014 ao elevarem a projeção para a Selic a 11,25% ao ano. Com isso, estimam também agora a inflação abaixo de 6%, segundo pesquisa Focus do Banco Central divulgada ontem. No levantamento anterior, a expectativa para 2014 era de que a taxa básica de juros ficaria em 11%. Para 2015, ele passou a ser estimada em 12% ao ano. A perspectiva para a reunião deste mês do Copom continua sendo de alta de 0,25. Mais duas altas de 0,25 ponto percentual estão previstas: uma para abril e outra para dezembro, após as eleições presidenciais em outubro. METRO

Custo de vida em São Paulo tem a maior alta desde 2003

IR. Defasagem da tabela atinge 61,42% em 2013

O custo de vida no município de São Paulo aumentou 1,95% em janeiro, variação bem superior à de 0,44% registrada em dezembro, segundo ICV, índice apurado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). É a maior alta desde janeiro de 2003, quando subiu 2,92%. Em 12 meses, o índice apresenta alta acumulada de 6,23%. Como normalmente ocorre em janeiro, o reajuste das mensalidades escolares puxou a inflação de educação e leitura, que subiu 7,63%. O subgrupo referente à educação variou 7,97% e os itens com as maiores taxas foram educação infantil e ensino fundamental, com variações superiores

A tabela do Imposto de Renda fechou 2013 com uma defasagem de 61,42% em relação à inflação, segundo o Sindifisco (sindicato dos auditores fiscais). Entre 1996 e 2013, o IPCA acumulado foi de 206,64% contra um reajuste de 89,96% nas faixas de cobrança do tributo. Quem ganha R$ 3 mil mensais, por exemplo, tem descontado R$ 129,39 na fonte. Se a tabela fosse integralmente corrigida, o valor seria de R$ 17,89. Isto é, o Fisco fica com R$ 111,50 a mais, uma diferença de 623,25%. No extremo oposto, quem recebe R$ 100 mil por mês deixa na fonte R$ 26.709,43. Se houvesse o reajuste, o desconto seria de R$ 26.223,86, uma diferença de apenas 1,85%. METRO

Gastos com educação subiram 7,63% em janeiro | JUCA VARELLA/FOLHAPRESS

a 10,00%, seguidos do ensino médio (9,38%) e universitário (8,11%). Os livros didáticos aumentaram 7,68%. O subgrupo leitura teve alta de 1,62%.

Também pesaram mais bolso do paulistano os gastos habitação (1,94%), alimentação (1,38%) e despesas pessoais (6,68%), segundo o Dieese. METRO


|10|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Europa alerta Suíça sobre restrições à imigração

Referendo. País pode perder privilégios comerciais e outros pontos de acordo bilateral com a UE, que inclui cooperação tecnológica A Suíça pode perder seu acesso privilegiado ao mercado único da Europa, disseram ontem funcionários do bloco. O alerta veio depois que eleitores suíços aprovaram no domingo -- por margem muito pequena -- uma proposta para restringir a imigração de cidadãos da União Europeia no país. A proposta foi patrocinada pelo Partido do Povo Suíço, de direita. O partido se aproveitou das preocupações de que a cultura suíça estaria sendo corroída por estrangeiros, que são 25% dos 8 milhões de habitantes. Os limites à imigração foram contestados pela indústria suíça e o governo em Berna, que agora está na desconfortável posição de ter que transformar o resultado do referendo em lei e

conter a reação de Bruxelas e de grandes vizinhos, como Alemanha e França. “A Suíça se prejudicou muito com este resultado”, disse o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. “Picuinhas com a UE não são uma boa estratégia de longo prazo.” A livre circulação de pessoas e postos de trabalho dentro de suas fronteiras fazem parte de uma das políticas fundamentais da UE. A Suíça, embora não seja um membro do bloco de 28 nações, tem participado disso sob um pacto com Bruxelas. Estão na Suíça empresas de alimentos e bebidas, como Nestlé, as farmacêuticas Novartis e Roche, além de negociantes de commodities. METRO

Saia-justa

Acordos podem cair

Placa de um posto de alfândega na fronteira suíça | DENIS BALIBOUSE/REUTERS

Desde 2002, a Suíça e os cidadãos da UE podem atravessar a fronteira livremente e trabalhar em qualquer um dos lados, desde que tenham um contrato ou sejam trabalhadores autônomos. Autoridades da UE disseram que o tratado de livre mobilidade faz parte de um pacote de sete acordos que não podem vigorar separadamente: se um deles é suspenso, todos perdem a validade. Os acordos abrangem também a cooperação eco-

nômica e tecnológica, contratos públicos, aceitação mútua de diplomas e licenças, comércio agrícola, aviação e tráfego rodoviário e ferroviário. “Nós não podemos aceitar as restrições aprovadas ontem (domingo)”, disse a porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde. “Isto terá implicações para o resto dos acordos com a Suíça.” As empresas dizem que a reintrodução das cotas de imigração, aprovada por uma margem de apenas 19.526 eleitores, ameaça a economia suíça que depende da UE para quase um quinto de seus trabalhadores. METRO

Negociações sobre Síria têm reinício difícil A segunda rodada de negociações de paz sobre a Síria começou ontem já abalada, com o mediador internacional se reunindo separadamente com os dois lados do conflito, depois que violações a um cessar-fogo local e uma ofensiva islâmica prejudicaram o seu trabalho. Antes das negociações, o mediador Lakhdar Brahimi disse aos representantes para que fossem priorizados nas discussões o fim dos combates e a formação de um governo transitório. Os representantes do governo afirmaram que o combate

ao “terrorismo”, expressão que eles usam para se referir à revolta em geral, deveria ser pactuado antes. A segunda rodada do diálogo se dá depois das negociações do mês passado, as primeiras em quase três anos de guerra civil, quando não houve avanços. Brahimi tentou na época quebrar a desconfiança mútua focando numa trégua para a cidade de Homs, mas mesmo essa medida só foi acordada depois do fim da primeira rodada. No sábado, agentes humanitários enfrentaram ataques quan-

Comboio de ajuda humanitária chega a Homs, na Síria | T. AL KHALIDIYA/REUTERS

do retiravam civis da cidade. Uma carta de Brahimi para os representantes dos dois lados no fim de semana dizia que a nova rodada tinha como objetivo tratar de temas como o fim da violência, a formação de um governo transitório e planos para instituições nacionais e reconciliação. A oposição diz que um governo transitório deve excluir o presidente Bashar al-Assad. Os representantes do governo afirmam que não discutirão a saída do presidente. METRO


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

|11|◊◊

Fim da gambiarra

Investimento DR.RESOLVE/DIVULGAÇÃO

Para os serviços prestados na área de pequenos e médios reparos elétricos e hidráulicos – os mais comuns –, os preços variam de R$ 150 a R$ 300, por hora. Outra opção é escolher entre os pacotes de serviços oferecidos ou pedir um orçamento, se a empreitada for um pouco maior, como limpeza de caixa d’água, desentupimento e pinturas. Porém, essas empresas dificilmente realizam projetos que ultrapassem o valor de R$ 10 mil. METRO

{METRO QUADRADO}

+ METRO2

Praticidade. Oferta de pequenos e médios consertos domésticos começa

Profissionais qualificados são investimento das empresas

a despertar o interesse dos brasileiros PRAQUEMARIDO/DIVUGAÇÃO

Pequenos danos domésticos vêm ganhando cada vez mais destaque no setor de prestação de serviços. Principalmente porque empresas que oferecem pequenos e médios reparos vêm ganhando espaço entre idosos e mulheres de 35 a 45 anos, das classes

A e B, que se sentiam intimidados ao colocar um estranho sem qualificações comprovadas dentro de casa. Pelo menos é o que avalia Adriana Coelho, representante da franquia Super Marido. A busca por bons profissionais também foi o que

motivou David Pinto, da Dr. Resolve, a encontrar um nicho no mercado. “A ideia de criar a empresa surgiu pela dificuldade de encontrar profissionais na área de reforma”, afirma. Outro diferencial deste tipo de companhia está na

amplitude de atendimento ao público. Segundo Juci Félix, da Praquemarido, o meio corporativo vem descobrindo o serviço e se beneficia pela formalidade dos profissionais no atendimento e pela rapidez dos serviços oferecidos. METRO

Confiança

“A segurança de quem o cliente coloca dentro da sua residência é um dos fatores decisivos na escolha desses serviços.” JUCI FÉLIX, PRAQUEMARIDO


2 CULTURA

|12|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Livro inédito celebra cem anos da estreia de Chaplin Cinema. Centenário do personagem Carlitos é comemorado neste mês com lançamento da única obra de ficção do ator. Reconstruído pela Cineteca de Bolonha, ‘Footlights’ baseou roteiro de ‘Luzes da Ribalta’, um de seus principais filmes Calças folgadas, sapatos grandes, bengala na mão, chapéu-coco e bigode “vassourinha”. Foi com esse look que a figura do palhaço migrou do circo para o cinema na pessoa de Carlitos, personagem criado por Charlie Chaplin (18891977) há cem anos. O “vagabundo”, como ficou conhecido, fez sua primeira aparição em 7 de fevereiro de 1914 no filme “Corrida de Automóveis para Meninos”. A celebração de seu centenário inicia com a publicação de “Footlights”, único romance de Chaplin, até então nunca lançado. Escrito em 1948, o texto deu origem ao argumento de “Luzes da Ribalta”(1952), tido como último grande filme do ator e diretor e que, curiosamente, não traz Carlitos. A obra foi reconstruída pelo biógrafo de Chaplin, David Robinson, a partir de rascunhos encontrados nos arquivos privados do ator, na Suíça. Em processo de digitalização desde 2002, esse material, que contabiliza mais de cem mil documentos, está agora

aberto ao público na Cineteca de Bolonha (Itália), responsável pela restauração dos mais de 70 filmes de Chaplin. Tanto o romance quanto “Luzes da Ribalta” surgiram em um dos piores momentos da vida do ator, então perseguido pela política anticomunista estabelecida nos Estados Unidos pelo senador Joseph McArthy por ter apoiado a Rússia contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial. As duas obras refletem a nostalgia dele com sua infância no Reino Unido diante dos pais artistas e do pai alcóolatra. Ao jornal “The New York Times”, a codiretora do projeto Chaplin na Cineteca, Cecilia Cenciarelli, disse que “Footlights” é bastante sombrio. “Fica evidente o medo dele do público, o medo de um velho palhaço de não conseguir fazer seu público rir”, afirmou. Editada em inglês, a obra de 70 páginas é acompanhada de “The World of Limelight”, de Robinson, sobre “Luzes da Ribalta”. Está à venda por € 34 no site da Cineteca (cineteca dibologna.it). METRO

Mais Chaplin Relembre obras que retratam e consagram a trajetória do ator e diretor • Biografia ‘Minha Vida’. Na publicação (ed. José Olympio, R$ 50), Chaplin conta a história de sua vida desde o começo de seu trabalho como ator, passando pelo sucesso, os amores e suas opiniões. • Caixa de DVDs ‘Chaplin – A Obra Completa’. O box com 20 DVDs traz todos os seus 13 longas, além de 65 curtas (Versátil, R$ 200). A caixa ainda conta com extras e documentários. • Filme ‘Chaplin’ (1992). Robert Downey Jr. despontou em Hollywood neste longa de Richard Attenborough, em que vive a trajetória do ator até o recebimento de um Oscar especial em 1972. Chaplin como Carlitos em foto de divulgação de ‘O Vagabundo’ (1915) | DIVULGAÇÃO

Teatro e cinema se misturam mais uma vez em novo filme de Renais ‘The Walking Dead’

O retorno

O canal Fox passa a exibir a partir de hoje, às 22h30, a continuação da quarta temporada da série com o episódio “After”. Na trama, Rick (Andrew Lincoln, foto) tenta se recuperar dos graves ferimentos sofridos após o ataque do Governador à prisão. A Band também exibe a série, em sua terceira temporada, todas as quintas-feiras, às 22h30.

Uma das presenças mais aguardadas do 64º Festival de Cinema de Berlim, Alain Resnais “furou”. Motivos: dores nos quadris e escoliose, conta Sabine Azéma, atriz recorrente em seus filmes e estrela de “Aimer, Boire et Chanter” (Amar, beber e cantar, em tradução livre). Se, aos 91 anos, o diretor francês já não pode se dar ao luxo de exaustivas viagens, seu cinema, no entanto, segue jovem. No novo longa, apresentado ontem à imprensa, Resnais continua sua busca por “quebrar as paredes entre o cinema e o teatro”, como ele próprio escreve no material distribuído à imprensa em Berlim. O filme é a terceira adaptação que ele faz de peças do escritor inglês Alan Ayckbourn – a primeira foi “Smoking/No Smoking” (que ganhou o Urso de Prata na

‘Aimer, Boire et Chanter’ disputa o Urso de Ouro no Festival de Berlim

Berlinale de 1994) e a outra foi “Medos Privados em Lugares Públicos” (2006), longa que ficou mais de três anos em cartaz em São Paulo. Nele, o protagonista é George Riley (em inglês, o título é “Life of Riley”), a quem

| DIVULGAÇÃO

restam apenas seis meses de vida. A notícia de seu câncer irrompe amores, desejos, ciúmes e obsessões em seu grupo de amigos próximos. A artificialidade dos diálogos e o antinaturalismo dos ambientes maximizam tanto a iro-

nia do diretor sobre as relações entre esses personagens como a comicidade de suas escolhas e desfechos. Resnais confina seus personagens em um ambiente tão teatralmente artificial que nem parece estranho o fato de que George, apesar de ter um caso com todas as mulheres da trama, jamais apareça em cena. Esgarçar os limites da narrativa cinematográfica, aliás, sempre foi uma das marcas de seu cinema – basta lembrar dos campos vazios de “Noite e Sombra” (1955), a tensão entre memória e presença em “Hiroshima Meu Amor” (1959) e a ambiguidade ficcional de “O Ano Passado em Marienbad” (1961). NATÁLIA PAIVA DIRETO DE BERLIM

Luto. Morre a ex-vedete Virgínia Lane Internada no hospital São Camilo, em Volta Redonda, desde o dia 2 deste mês, a ex-vedete Virgínia Lane morreu ontem, aos 93 anos, de falência múltipla dos órgãos. Considerada a “Vedete do Brasil”, Virgínia ficou famosa por suas pernas e participações em dezenas de filmes e teatros de revista. A música também fez parte de sua vida. Um de seus hits foi “Sassaricando”, de 1952. METRO

Virgínia em imagem de 1977 | FOLHAPRESS


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA

Para Rei, estar em navio com as fãs é como estar em casa

“Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada.” “Hoje em dia eu concordo com as biografias não autorizadas desde que elas respeitem esses dois itens: direito à privacidade e liberdade de expressão.” “O biógrafo tem direito a receber pela vendagem dos livros. Mas a negociação dessa história, com filme ou TV, é direito meu.”

Aos 72 anos, Roberto conta que está escrevendo sua própria biografia: ‘Ninguém vai falar isso melhor do que eu’, acredita | FOTOS: ALE SILVA/FUTURA PRESS

‘Minha história é propriedade minha’ Rei. Roberto Carlos adianta detalhes de sua biografia, fala das desavenças com o Procure Saber e comemora dez anos do projeto ‘Emoções em Alto Mar’. Em setembro, ele fará show em Las Vegas Após cinco minutos já acomodado no palco do teatro do transatlântico MSC Precioza, lotado de fãs e de jornalistas, um bem humorado -- e solteiro, como fez questão de destacar -- Roberto Carlos se deu conta: “Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada. A próxima deve ser marrom!”, brincou o cantor de 72 anos sobre suas manias decorrentes do Transtorno Obsessivo Compulsivo e da fixação na cor azul. No navio ancorado em Búzios, onde ele faz a 10a edição do projeto “Emoções em

|13|◊◊

Alto Mar”, que começou no dia 8 e segue até amanhã, o Rei avisou que está prestes a lançar sua biografia. Sim, mas escrita por ele. “Acho que minha história é propriedade minha e de mais ninguém. Muita gente pensa que vou esconder coisas por isso ou aquilo, mas não mesmo. Vou escrever tudo o que vivi, sofri, as alegrias, tristezas, mas, principalmente, as alegrias. Ninguém vai falar isso melhor do que eu. Já vai sair daqui a pouco. E aí provavelmente isso pode virar em seguida um filme, um seriado ou coisa assim, ou até uma

peça de teatro”, contou. O desligamento da associação Procure Saber, que tem entre os membros Caetano Veloso, Chico Buarque e Djavan e com a qual divergiu quanto à questão das biografias não autorizadas, foi sem mágoas. “Resolvi fazer minha parte separadamente dos outros, mas estou de acordo com muitas coisas. Temos uma relação boa, não estamos assim tão separados como se pensa”, diz o cantor. Ele esclareceu que sua biografia não autorizada, escrita por Paulo César de Araújo, teve a venda proibida judicialmente por “haver invasão de privacidade desnecessária”. “Tem muita coisa que não concordo ali sim, acho que tinham que me consultar pelo menos, por isso tomei aquela atitude de protestar.” Enquanto a publicação oficial sobre sua vida não sai -- “Estou gravando, edi-

tando. Já escrevi coisas até meus 25 anos... quer dizer, então faltam mais dois terços!”, disse --, Roberto lança em março um livro de fotografias entremeadas com versos de 500 canções suas. Em edição de luxo, com tiragem de 3 mil exemplares numerados, o livro custará R$ 4 mil. Até a noite de domingo, foram feitas 70 reservas de fãs que estavam a bordo do cruzeiro. O Rei anunciou ainda que, em setembro, fará um show em Las Vegas que deverá virar especial de TV. Ainda sobre os novos planos, o cantor não descartou gravar um CD de rock. “Sempre que gravo, gosto de dar um toque de rock and roll em algumas canções. Gosto da ideia de gravar um disco de rock and roll”. GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

“Imagina se vou ter medo de fã sentar no meu colo. Difícil vai ser tirá-la.” ROBERTO CARLOS, CANTOR

“Aqui no navio me sinto em casa, em família, sob o mesmo teto. Só não dormimos na mesma cama!”, brincou Roberto Carlos. Foi o suficiente para atiçar as fiéis súditas do Rei, que não medem esforços para chamar a atenção do ídolo e tentar ganhar uma rosa do cantor no final do show. “São dez anos de cruzeiros e criei muitas amizades nos shows do Roberto. Esse amor comum, essa energia é muito boa. Ele é nosso elo”, contou a professora Juzelda Marocco, 68 anos, de Porto Alegre. Com as amigas Dinara Fernandes, 62, e Miriam Heineck, 48, ela armou-se de um gigantesco cartaz para declarar seu amor ao cantor ao longo de uma década a bordo nos cruzeiros.“Já fui a 110 shows dele e sempre que eu puder, vou segui-lo onde for”, disse Adalgisa Santana Pereira, 59, de Salvador. E se o Rei não está assim tão ao alcance das fãs, um cover do cantor há sete anos, o paulista Robson Carlos, 63, desfrutava de seus momentos de fama. A cada passo no navio ele era assediado para fotos. “O RC me comove. Já estive com ele duas vezes e ele disse que não se aborrecia pelo fato de eu imitá-lo”, afirmou o cover. METRO RIO

Adalgisa (esq.) se diverte no cassino do navio com o sósia Robson Carlos


|14|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES

Papo de propaganda

Os invasores

Leitor fala

Novos cargos

JOÃO FARIA JOAO.FARIA@METROJORNAL.COM.BR

CADÊ VOCÊ?

Cruzadas

As marcas procuram pelos consumidores onde quer que eles estejam. Os anunciantes precisam saber exatamente onde o público está e levar sua mensagem publicitária. Fabiana Manfredi, diretora de mídia da agência DM9DDB, revela como encontrar os consumidores que as marcas tanto procuram.

Precisamos que os políticos mudem drasticamente a forma de gestão. É inadmissível que sejam criados mais 165 cargos dentro da Câmara Municipal. O número de vereadores, que têm vários assessores, já é alto para uma cidade como Campinas. Estamos precisando de economia no Executivo e no Legislativo, encaminhando esse dinheiro para a Educação. Os comissionados do prefeito devem ser revistos e cada secretaria poderia ter, no máximo, dois ou três comissionados. Será que um dia nossos políticos terão coragem para acabar com a farra de empregos comissionados em troca de apoio político? Como eles podem dormir sossegados sabendo que o dinheiro dos cargos comissionados poderia ser utilizado em Educação e Saúde? JOSÉ RICARDO LUCARELLI – CAMPINAS, SP

Como as marcas identificam seus consumidores? Aqui na DM9 temos skills específicos de profissionais e utilizamos ferramentas que nos proporcionam maior entendimento do consumidor. Então, desde ferramentas da área de pesquisa de mídia, da área de digital que temos na agência, que a gente desenvolveu uma área específica para tirar insights. Isso ajuda muito a analisar o comportamento das pessoas no ambiente digital, principalmente nas redes sociais. Os buscadores também são grandes fontes de informação para gerar ideias sobre os consumidores. E na hora de optar pelo meio mais eficiente para levar a mensagem? Tem várias formas e hoje existem muitas ferramentas que nos ajudam. Além disso, acumulamos aprendizados que a gente tem das categorias dos clientes e do mercado para definir qual é o melhor meio. Percebemos que as agências terão que se reorganizar totalmente, porque se tivermos uma campanha com vários targets, comportamentos diferentes dentro daquele mesmo meio, são mensagens diferentes, com peças diferentes e criações diferentes. Acreditamos que essa realidade irá mudar até o timing de produção.

Cinegrafista morto Até quando morrerão inocentes por conta das manifestações em que pessoas aparecem com o rosto coberto? Quem cobre o rosto é bandido, não um manifestante comum. MIRIAM QUINTANILHA – CAMPINAS, SP

Metro Pergunta

Qual é a sua opinião sobre os trotes universitários? @ThiCrepaldi

Sudoku

As informações públicas de consumo online ajudam? Nós temos uma área com profissionais exclusivos e dedicados para analisar os consumidores através da análise do comportamento das pessoas nos ambientes digitais, seja nas redes sociais, nas buscas, em comportamento de navegação na web. Conseguimos identificar e traçar o perfil de comportamento e isso enriquece o estudo do nosso público alvo. Porque esses estudos trazem comportamento real das pessoas. E as redes sociais e internet como um todo refletem este comportamento. Criamos uma área agregada a pesquisa de mídia para estudar o comportamento das pessoas, que vai servir de insumo não só para a mídia, mas também para o planejamento, criação, atendimento e para o cliente.

Gosto da prática que a Unicamp adotou, já que realiza o Trote da Cidadania. É um excelente modo de receber os calouros. @vipurgato

Não condeno a existência dos trotes universitários, exceto os abusos cometidos com alguns jovens. @MaranhaoAntonio

O ritual dos jovens não me incomoda, mas sou contra a postura de alguns. Ninguém pode ser obrigado a fazer o que não quer.

É possível acompanhar o consumo de um produto? A maneira mais fácil é através dessa análise das redes sociais. Lá que eles estão falando da percepção do produto. Se estão engajados com o conteúdo e reverberando (positiva ou negativamente) uma determinada experiência.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

João Faria é jornalista e sócio-diretor da Agência Cidadã

Horóscopo

Siga o Metro no Twitter: @Jornal_MetroCPS

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Cuide para não se portar de maneira evasiva em assuntos de pessoas próximas, por mais empenhado que esteja em ajudar.

Regente de seu signo, o Sol forma aspecto tenso com Saturno, influência que aponta tendências uma lentidão para resolver assuntos.

Questões relacionadas a grupos apontam tendências a uma dose de sacrifício. Evite esforços por temas que não é você que deve resolver.

Tenha cuidado com demonstrações possessivas ou pegajosas na vida afetiva. Período especial para esclarecer e se situar de diferenças.

Momento para estabelecer contatos e trocar informações profissionais que servirão para projetos a longo prazo ao longo da semana.

O Sol faz aspecto tenso com Saturno – regente de seu signo – influência que recomenda atenção para não resolver tudo ao seu modo.

Muitas vezes fazer o simples é o mais indicado para solucionar ou amenizar alguns contratempos que envolvam o dia a dia.

Possibilidades para envolvimentos mais intensos com assuntos materiais e para refletir sobre algumas ambições.

Momento para uma reflexão sobre alguns objetivos que tem a longo prazo. Cuide para não apressar situações ou se levar pela ansiedade.

O momento é especial para retomar assuntos que façam você mais feliz no cotidiano, mas que estavam de lado em função de obrigações.

Cuide para que assuntos importantes não sejam discutidos ou tratados pela emoção. Novas responsabilidades marcarão o trabalho.

Assuntos culturais, viagens e contatos à distância são propensos a tomar empenho especial. Amenizará desgastes recentes.


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

Peixe repete time a pela 1 vez no ano Repeteco. Oswaldo de Oliveira mandará a campo contra o Comercial, hoje, às 19h30, a mesma escalação que bateu o Linense por 2 a 1 na última rodada do Campeonato Paulista

Uma das maiores dificuldades para qualquer técnico é repetir a mesma escalação por duas partidas consecutivas. Por contusão, suspensões ou por conta das características do rival, a missão é praticamente impossível. Tanto é que só agora, na 7a rodada do Campeonato Paulista, Oswaldo de Oliveira poderá usar o mesmo time que venceu o Linense por 2 a 1 na última quinta-feira. Hoje, às 19h30, o Peixe recebe o Comercial na Vila Belmiro com Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Alan Santos, Arouca e Cícero; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Os volantes Alison e Anderson Carvalho, além do za-

gueiro Vinicius Simon, ainda se recuperam de lesões para voltar aos treinos com bola. Quem está disponível é o atacante Gabriel, artilheiro do Santos na temporada com quatro gols. A revelação alvinegra, no entanto, perdeu a posição de titular para Damião e ficará como opção no banco de reservas. Já o meia Lucas Lima, que foi oficializado como terceiro reforço santista para temporada e já está regularizado, participou do treino de ontem no grupo dos jogadores que não participaram dos últimos compromissos dos Peixe. Ele foi apresentado e recebeu a camisa 10 que era do argentino Montillo. Melhor de todos

Líder do Grupo C e dono do segundo melhor aproveitamento do Paulistão, a equipe da Baixada Santista precisa apenas de uma vitória simples para superar o Palmeiras, que é o primeiro colocado do Grupo D, com 19 pontos – seis vitórias, um empate e dez gols de saldo. Caso supere o Comercial, o Peixe chega aos mesmos 19 pontos do rival alviverde, mas ultrapassa a equipe dirigida por Gilson Kleina no critério de saldo de gols. METRO

SANTOS • •

ESPORTE

COMERCIAL

Estádio. Vila Belmiro, às 19h30 Transmissão. Rádio Bandeirantes e Bradesco Esportes FM

Leandro Damião seguirá entre os titulares | LUIZ FERNANDO MENEZES/FOTOARENA

Carleto: ‘agradeço o esforço da Ponte’

Jogador se destacou no São Paulo | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

O lateral-esquerdo Thiago Carleto foi apresentado ontem oficialmente na Ponte Preta. Ele agradeceu o empenho do clube para trazê-lo e disse estar feliz e ansioso para estrear. Carleto ficou 7,5 meses parado por contusão e vinha bem no São Paulo antes de se machucar, conquistando a Copa Sul-Americana em 2012. Rápido e dono de um chute possante, o joga-

Guarani. Equipe terá mudança no ataque Poupado na derrota diante do Marília, o atacante Roninho deve ser titular amanhã contra o Monte Azul, fora de casa. Com a volta do jogador, Tiago Cavalcanti deve ficar no banco de reservas. A partida é válida pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. A derrota na última rodada dificultou o planejamento do Bugre. Com muitos jogadores veteranos, o técnico Márcio Fernandes pretendia

fazer rodízio para prevenir que atletas tenham lesões. Porém, o resultado negativo vai exigir que o técnico repense para buscar os três pontos fora de casa. O drama de Simião O volante Wellington Simião, que havia ficado fora do time por contusão desde agosto de 2013, voltou a se machucar diante do Azulão. Isso lhe renderá mais 3 meses de molho. METRO

3

Fumagalli é um dos veteranos | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

dor deve ser uma arma importante para Vadão, como surpresa no ataque. Já que chegou, Carleto foi a Piracicaba acompanhar o time das arquibancadas e, assustado, viu a Macaca ser goleada por 4 a 1. Mas a preocupação inicial deu lugar ao otimismo. “O time melhorou bastante.” Carleto já tem condições de atuar há uma semana, mas pediu um tempo maior

para estar bem fisicamente. A estreia pode ocorrer amanhã, contra o Ituano, no Majestoso, já que Magal não faz um bom campeonato. “Tenho condições de jogar, mas respeito meus companheiros e vou brigar por espaço”. A partida diante do Ituano está marcada para as 19h30. O técnico Vadão define hoje o time. METRO CAMPINAS

Atlético-PR

Adriano

O Furacão tem de definir hoje se vai ou não inscrever o Imperador para a disputa da Libertadores. O time estreia na quinta-feira contra o The Strongest (BOL), na Vila Capanema, e, segundo o regulamento, precisa inscrever os 30 jogadores 48 horas antes da primeira partida.


|16|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

E VAMOS TESTAR! A minha coluna dessa semana está sendo feita de maneira diferente. É que normalmente eu mando na segunda, mais ou menos lá pelas 18h aí do Brasil, a tempo de sair na nesta edição de terça-feira que vocês têm em mãos agora. Faço assim para poder contar de forma atualizada o que está rolando por aqui em termos de Fórmula Indy. Só que hoje a coisa está diferente porque estou escrevendo no domingo, mas especificamente no avião que está me levando de Miami para Los Angeles. Como são cinco horas de voo, tenho tempo para pensar na vida, ler alguma coisa, tirar uma sonequinha e escrever. É que meu compromisso da segunda é testar com o meu Dallara Chevrolet no oval do Auto Club Speedway, em Fontana, perto de Los Angeles. Então, imaginem vocês, como o fuso é de seis horas, enquanto as coisas estiverem em plena ação em Fontana, ao meio dia, no Brasil já serão 18h. Por esse motivo, como não quero deixar o meu editor Wilson Dell’Isola nervoso (ele é muito legal e não vou fazer isso com ele – se bem que ele já teve mais cabelo do que tem agora por conta dos meus atrasos), vou falar aqui desse pré-testes. Mas antes de entrar nesse avião que estou agora, pude fazer uma das coisas que mais gosto, que é festinha de criança. É sempre um barato e dessa vez foi na casa da minha irmã, a Kati, pelo primeiro aniversário do meu sobrinho Benjamin, o irmão do Dudes, filhos do Eduardo. Quando os primos se reúnem com a Mikaella é aquela festa e se você somar os amiguinhos que também foram, dá para perceber como foi legal. O problema é que adoro doces e o que não faltou foram delícias providenciadas pela minha irmã e pela d. Sandra, minha mãe. Está aí a vantagem de fazer muita atividade física, pois numa hora dessas a gente consegue dar uma abusadinha. Esse teste de Fontana inaugura uma semana de muita atividade, pois também temos amanhã outra rodada, dessa vez no circuito misto em Sonoma. No mais, amigos, o Team Penske vem se preparando da melhor forma possível e quero aproveitar para agradecer as palavras gentis da Lu Ferreira, que no seu Twiteer, o @fofurasdalu, cumprimentou a gente pela maneira de receber o Montoya no time. Aqui é assim, Lu, na pista um quer ganhar do outro, mas somos amigos e isso ajuda muito o trabalho. Super abraço a todos e até semana que vem!!! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Felipão convoca só ‘estrangeiros’ hoje Amistoso. Treinador anuncia hoje 1ª parte da lista para amistoso contra África do Sul

Felipão divulgará apenas uma parte dos convocados | MARLON FALCÃO/FOTOARENA

Seguidas lesões têm afetado o atacante Fred | CELSO PUPO/FOTOARENA

O técnico Luiz Felipe Scolari anuncia hoje, às 12h, no Rio de Janeiro, a primeira parte dos convocados para o amistoso contra a África do Sul – dia 5 de março, em Johannesburgo – último teste antes da Copa do Mundo. Na lista só estarão jogadores que atuam fora do Brasil. Mais próximo da data da partida, a CBF divulgará um complemento, com os atletas que atuam no futebol nacional. “Após observarmos algumas situações, achamos que seria melhor convocar apenas jogadores que atuam fora do Brasil neste momento. Os que jogam no Brasil, como estamos em início de temporada, ainda não atingiram o ápice da forma física. Por isso, vamos esperar um pouco para completar a lista”, afirmou o técnico Luiz Felipe Scolari. Mesmo sem os atletas que jogam no Brasil, a base da equipe deve ser anunciada hoje. O goleiro Julio Cesar, os laterais Daniel Alves e Maicon, os zagueiros Thia-

“Examinei o Fred e ele está muito bem. É só dar sequência ao trabalho que está sendo feito” JOSÉ LUIZ RUNCO, MÉDICO DA SELEÇÃO

go Silva, Dante e David Luiz, os meio-campistas Paulinho, Luiz Gustavo, Ramires e Oscar e os atacantes Neymar e Hulk devem ser nomes certos. À espera de Fred O camisa 9 do Fluminense ganhou tempo para enfrentar o sul-africanos. Fred está com um edema muscular na parte anterior da coxa direita. A lesão não é grave e ele deve ser liberado para trabalhos físicos dentro de dez dias. “Acredito que não será problema, mas também depende da condição física e técnica. Mas ele terá mais tempo ainda para trabalhar e se recuperar”, avaliou o médico da Seleção, José Luiz Runco. Em agosto do ano passado, Fred lesionou a coxa direita, porém, em região diferente. As contusões não têm relação direta. METRO

Brasil volta à neve em Sochi Depois de iniciar a participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia, Jaqueline Mourão volta à neve hoje. Só que, em vez de disputar o biatlo, ela competirá no esqui cross country, às 10h (horário de Brasília). A diferença básica entra as modalidades é que o biatlo combina o cross country com o tiro esportivo.

“Para mim é bem tranquilo. Há quatro anos que eu faço isso constantemente. O cross country e o biatlo só ajudam um ao outro”, afirmou a mineira, que também foi a porta-bandeira da delegação do Brasil na Cerimônia de Abertura. Ela também vai disputar a prova individual de 15km no biatlo, na sexta-feira. Entre os homens, Leandro Ribela estará em dis-

puta hoje. Ele participa do cross country. Ao todo, 13 brasileiros participam da disputa da Olimpíada de Inverno, a maior delegação do país na história dos Jogos. Acompanhe ao vivo a cobertura completa de Sochi na tela da Band, no canal Bandsports e no portal da Band: band.com.br. METRO

Leandro Ribela estreia hoje | DIVULGAÇÃO/CBDN

Time Brasil Acompanhe a participação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Inverno:

17 anos: acredite se quiser

• Hoje, às 8h25. Leandro Ribela, Esqui Cross Country

Recém-contratado pela Lazio, o meia camaronês Joseph Marie Minala levantou suspeitas sobre sua idade. No passaporte, a data de nascimento do atleta é 24 de agosto de 1996. A fisionomia, porém, não sugere que ele tem só 17 anos. | REPRODUÇÃO/TWITTER

• Hoje, às 10h. Jaqueline Mourão, Esqui Cross Country

• 14/2, às 11h45. Josi Santos, Esqui Aéreo • 14/2, às 12h. Jaqueline Mourão, Biatlo (15km) • 16/2, às 3h. Isabel Clark, Snowboard Cross • 18/2, às 11h15. Dupla

feminina de bobsled: Fabiana Santos e Sally Mayara • 18/2, às 3h, e 21/2, às 8h45. Maya Harrisson, Esqui Alpino • 19/2, às 3h, e 22/2, às 8h45. Jhonatan Longhi, Esqui Alpino

• 19/2, às 11h. Isadora Williams, Patinação Artística no Gelo • 22/2, às 12h30. Quarteto masculino de bobsled: Edson Bindilatti, Edson Martins, Fabio Gonçalves e Odirlei Pessoni


1

Texto sem recuo no primeiro par Texto com recuo no segundo parágrafo. METR\

FOCO

Notas

Headline

130_Bodytext Signpostwdkmcpk wdmpkwdmcpkm Donadon wdpckm wdpkcm pwdkmc pkwdmcp kmwdpckm wdpkcm dw

Quer voto secreto

O deputado Natan Donadon, condenado a 13 anos e 4 meses de prisão por desviar recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia, pediu voto secreto em seu processo de cassação. A sessão será realizada amanhã. A defesa do parlamentar alega que a votação aberta foi definida após o caso de Donandon ser instaurado no Conselho de Ética da Câmara.

Cotações Dólar + 1,13% (R$ 2,40)

|02|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

FOCO

Câmara rejeita redução de carga horária na reforma Privilégio. Servidores tentaram reduzir de 40 para 30 horas. Em contrapartida conseguiram garantia de manutenção de salário Os servidores da Câmara de Vereadores de Campinas fizeram um lobby forte para manter a carga horária de trabalho em seis horas por dia no projeto da nova reforma administrativa que cria 165 novos cargos efetivos. Porém, os vereadores não quiseram apresentar nenhuma emenda que alterasse o projeto que propõe que, a partir desta reforma, os servidores têm de trabalhar 40 horas semanais – oito horas por dia. Durante toda a tarde de ontem, a pressão foi grande. Os servidores estiveram nos gabinetes dos parlamentares para convencê-los da

53

é o número de funcionários efetivos da Câmara de Vereadores de Campinas

mudança. Com a resistência – parte com medo das críticas da opinião pública –, os servidores refizeram a proposta e tentaram uma carga horária de sete horas diárias. Foi em vão. Mas os atuais servidores efetivos não têm muito a reclamar, já que conseguiram garantia de que terão incor-

porado aos salários o último valor recebido no holerite, mesmo não tendo os 36 meses de exercício na função. Há uma legislação na Câmara que garante que um servidor que está há três anos na função passa a ter o valor incorporado no salário. Serão contemplados cerca de oito funcionários. Os salários médios dos servidores da Câmara são de R$ 15 mil. Já o projeto que trata da organização administrativa foi retirado porque um dos artigos conflitava com o regimento interno da Casa. Será votado na quarta-feira, em sessão extraordinária. METRO CAMPINAS

Vereadores votam projeto que cria novos cargos para concurso | METRO

Presidente do TJ-SP promete mais varas O presidente do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), Renato Nalini, disse que o Judiciário irá apresentar um novo projeto para destinar a Campinas novas varas judiciais. A promessa foi feita aos vereadores Luiz Cirilo

Olhar cidadão

ROSE GUGLIELMINETTI ROSE.GUGLIELMINETTI @METROJORNAL.COM.BR

(PSDB) e Carlão do PT durante visita ontem ao chefe do TJ-SP. “Ele só não deu o número de varas que a cidade vai receber, mas disse que irá reformular o projeto porque a proposta recebeu mais de três mil emendas, o que mostra que é deficitá-

rio”, disse o tucano. O projeto do TJ-SP cria 390 varas judiciais, mas nenhuma em Campinas. Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), prevê a instalação de 19 varas distribuídas nas cidades de Americana, Cosmópolis,

Hortolândia, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré. Ao todo são 240 varas nominadas, que são aquelas que já têm comarca e matéria definida. Outras 150 varas genéricas serão distribuídas conforme critério do Tribunal.

Por causa da exclusão, a Câmara montou uma comissão para reivindicar o direito de se ter novas varas na cidade. As varas que são criadas ficam como estoque e, conforme as necessidades, vão sendo implantadas. METRO CAMPINAS

REFLEXO ELEITORAL O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB) vai manter os seus aliados dentro da Prefeitura de Campinas. Valter Petito, homem de confiança de Carlão, pode assumir a Secretaria de Controle e Gestão. O titular, Flávio Henrique Pereira, também da cota dos tucanos, deixará a pasta para auxiliar na campanha de Aécio Neves à Presidência. O deputado federal será o coordenador jurídico da campanha tucana. Os tucanos dizem que Petito diretor da Dersa – empresa do governo paulista que fiscaliza as estradas – tem 90% de chances para ocupar o cargo. Já a Prefeitura de Campinas não comenta a indicação. Câmara ganha ‘sósia’ do Dr. Hélio A diplomação do vereador Gustavo Petta (PCdoB) como deputado federal no lugar de João Paulo Cunha (PT) – que foi

preso após ser condenado no mensalão –, vai dar lugar para um sósia do Dr. Hélio (PDT) – prefeito cassado por envolvimento com a corrupção na Sanasa – na Câmara de Campinas: Ronaldo de Souza, suplente que é muito parecido com o pedetista. A ligação de Souza com Dr. Hélio não fica só na aparência: ele integrou o governo pedetista. Foi diretor do DPJ (Departamento de Parques e Jardins). No período em que era diretor, a semelhança era sempre recebida com sorrisos. Será que mudou? Subsídio inalterado O prefeito Jonas Donizette (PSB) publicou decreto em que vai destinar cerca de R$ 17 milhões para subsidiar o sistema de transporte no primeiro trimestre deste ano. Com isso, a ampliação do valor pedida pelas empresas, só depois de junho.

Bovespa - 0,75% (47.710 pts) Euro + 0,85% (R$ 3,26) Salário Selic (10,5% a.a.) mínimo (R$ 724)

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 019/3779-7421

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Metro Campinas. Editora-Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231) Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Simone Monfardini Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, Jardim São Gabriel, CEP 13045-541, Campinas, SP. Tel.: 019/3779-7421. O jornal Metro é impresso na Log&Print Gráfica e Logística S.A.

A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Mercadão perde público com mudança de ônibus Em baixa. Comerciantes se queixam das alterações no itinerário das linhas, que deixam clientela mais afastada Não bastasse a concorrência de um número cada vez maior de comércios que se multiplicam pelos bairros da cidade, o Mercado Municipal enfrenta agora um novo revés para manter seu público: as mudanças de linhas de ônibus. No último dia 12 de janeiro, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) realocou seis linhas que paravam na Radial Penido Burnier, próxima ao Mercado Municipal, para o Terminal Metropolitano. A distância entre os pontos é de 1,3 quilômetro. A mudança impactou no movimento, já que esses ônibus, cujo itinerário segue até Sumaré e Paulínia, transportam cerca de 7 mil passageiros todos os dias. “Muitos dos clientes usavam essas linhas. Com-

pravam aqui e já pegam o ônibus. Agora, eles são obrigados a subir uma ladeira para chegar ao ponto do ônibus. Imagina fazer isso com as compras? Muita gente desiste mesmo”, afirma José Antônio Peres, 56 anos, que possui barraca no Mercadão desde 1979. Balanço de 2008 da Prefeitura de Campinas apontou que em dias úteis o Mercadão recebia 5 mil pessoas. No fim de semana, o movimento chegava a 8 mil. Porém, segundo Peres, há cerca de dois anos uma pesquisa feita por alunos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) constatou que o movimento já havia baixado para 2,5 mil e 4 mil, respectivamente. “A impressão que temos hoje é de não chegar nem na metade disso. É só olhar para o cor-

“Essa semana temos uma reunião com o secretário. Estamos tentando cercar de todas as formas possíveis.” JOSÉ ANTÔNIO PERES, COMERCIANTE

redor. Há alguns anos, teríamos muito mais pessoas circulando por aqui. Agora, a maioria é gente do próprio Mercadão”, desabafa. Apesar da mudança recente das linhas, não é de agora que alterações como esta têm influenciado no movimento, lembra Sanae Murayama Sato, presidente do Sindivarejista. Em 2009, aproximadamente 30 mil usuários de 13 linhas que tinham como ponto o Terminal Mercado tiveram seus itinerários transferidos para

A última mudança de linhas foi em janeiro | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

a Estação Expedicionários. “Para quem trabalha no Centro, o Mercadão é sempre uma boa alternativa, porque quando essa pessoa chega do trabalho depois de pegar o ônibus, geralmente, o comércio do seu bairro está fechado”, afirma Sanae. A EMTU informou que as mudanças estão sendo monitoradas para que novas al-

terações possam ocorrer, caso se façam necessárias para melhorar o atendimento. A EMTU disse ainda que a alteração foi necessária porque o volume de passageiros e ônibus no local estava alto para a infraestrutura. JULIANA EWERS METRO CAMPINAS

|03|◊◊

Trânsito. Fiscais da Emdec voltam a Viracopos Doze agentes da mobilidade urbana – quatro por turno – estão de volta a Viracopos para fiscalizar as vias públicas do sítio aeroportuário. O convênio de cooperação mútua foi assinado ontem entre a concessionária, a Emdec – que gerencia o trânsito em Campinas – e a Secretaria de Transportes. O acordo tem duração até 31 de julho. E, com a Copa do Mundo sendo realizada neste período, o número será ampliado de acordo com a demanda. Na primeira etapa deste convênio, a Emdec vai avaliar a situação atual de sinalização e sugerir à concessionária projetos e ajustes. Além disso, os fiscais vão auxiliar na operação, orientação, monitoramento, fiscalização de trânsito e fiscalização de transporte na área. Os agentes poderão ainda aplicar penalidades e medidas administrativas. METRO CAMPINAS


|04|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Vítima de uma guerra irracional Tragédia. Polícia pede a prisão preventiva de suspeito de ter acendido rojão que atingiu a cabeça de Santiago Andrade. Ele morreu ontem A Polícia Civil já sabe quem é o autor do disparo de rojão que atingiu a cabeça do cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, 49, na quinta-feira, durante uma manifestação contra o aumento da passagem de ônibus no Rio. A morte do profissional da Band foi confirmada no fim da manhã de ontem. O delegado Maurício Luciano de Almeida, da 17ª DP (São Cristóvão), pediu à Justiça a prisão do suspeito após o tatuador Fábio Raposo, coautor do crime, ter identificado em uma foto o homem que teria acendido o explosivo. A Polícia Civil só vai divulgar a identidade do segundo suspeito quando a Justiça se manifestar. “Nós precisávamos da confirmação do Fábio. Ele não teve dúvida em reconhecer. Nós temos convicção de que é ele”, disse o delegado. Em um vídeo que circula na internet, o suspeito estaria saindo da Central do Brasil antes da manifestação. Ele e Raposo podem pegar até 35 anos de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e crime com explosivo. Transferido ontem para o complexo de Gericinó, o tatuador disse que conhecia uma pessoa próxima ao acusado, e essa pessoa teria identificado e dado o nome do homem à polícia. Dilma pede rigor à PF A presidente Dilma Rousseff pediu à Polícia Federal (PF) que participe das investigações. A determinação foi anunciada depois de uma reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. “Determinei à PF que apoie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível”, disse Dilma, em seu perfil no Twitter. Durante a tarde, o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) negou envolvimento com os autores do disparo do rojão. “Acredito que esta violência causou o esvaziamento da participação da sociedade nas manifestações”, explicou Freixo, durante entrevista coletiva. METRO RIO

REPRODUÇÃO

“A morte de Santiago Andrade revolta e entristece. Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas.”

“A violência que tirou a vida do profissional da imprensa, no momento que exercia sua função, representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas.”

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

PREFEITO EDUARDO PAES

Nota do Grupo Bandeirantes de Comunicação

A tragédia que envolve a morte do cinegrafista Santiago Andrade – e que nos deixa arrasados diante da perda de um companheiro querido – é mais uma evidência de que a desordem está imperando nas ruas de nossas cidades. O desvairado que soltou a bomba assassina é um exemplar conhecido de baderneiro, como tantos que vêm espalhando o terror, infiltrados entre manifestantes. A força de reação que encontram não tem sido suficiente para intimidá-los. Pelo contrário, estão cada vez mais ousados e seguros nas suas ações violentas. A Band vai acompanhar e exigir, passo a passo, as investigações, o processo e a condenação desse assassino e de seu grupo. E, ao fazer isso, estará solidária não só com a família de Santiago Andrade. Mas com toda a família brasileira, que já não suporta viver cercada de tantas e variadas ameaças, sentindo-se numa terra de ninguém.

Família vai doar os órgãos do cinegrafista Profissional da Rede Bandeirantes há uma década, Santiago Ilídio Andrade era casado com Arlita Andrade há 30 anos. Ele deixou uma filha e três enteados. Apaixonado por música e pelo Flamengo, o cinegrafis-

ta ganhou dois prêmios de jornalismo (“Prêmio Mobilidade Urbana”) por matérias sobre a situação dos transportes no Rio nos anos de 2010 e 2012. Destacou-se também na cobertura das chuvas na Re-

Carta da filha

gião Serrana, em janeiro de 2011, e em Xerém, em janeiro do ano passado. A família de Santiago Ilídio Andrade informou que doará os órgãos do cinegrafista.

“Meu nome é Vanessa Andrade, tenho 29 anos e acabo de perder meu pai.

Quando decidi ser jornalista, aos 16, ele quase caiu duro. Disse que era profissão ingrata, salário baixo e muita ralação. Mas eu expliquei: vou usar seu sobrenome. Ele riu e disse: então pode! Quando fiz minha primeira tatuagem, aos 15, achei que ele ia surtar. Mas ele olhou e disse: ‘Caramba, filha. Quero fazer também’. E me deu de presente meu nome no antebraço. Quando casei, ele ficou tão bêbado, que na hora de eu me despedir pra seguir em lua de mel, ele vomitava e me abraçava ao mesmo tempo. Me ensinou muitos valores. A gente que vem de família humilde precisa provar duas vezes a que veio. Me deixou a vida toda em escola pública porque preferiu trabalhar mais para me pagar a faculdade. Ali o sonho dele se realizava. E o meu começava. Esta noite eu passei no hospital me despedindo. Só eu e ele. Deitada em seu ombro, tivemos tempo de

METRO RIO

Homenagens de amigos de profissão Aproximadamente 50 repórteres cinematográficos e fotográficos fizeram um ato em homenagem ao cinegrafista, no fim da tarde de ontem. Eles caminharam da Igreja da Candelária, no Centro, até onde Santiago foi atingido, próximo da Central do Brasil, onde todos deixaram suas máquinas ao lado da mancha de sangue no chão. Mais tarde, os profissionais lembraram os riscos enfrentados pela categoria na cobertura de protesto de rua. Em seguida, eles se dirigiram à paróquia Santa Cecília e São Pio 10, em frente à se-

Fotógrafos e cinegrafistas fizeram homenagem na Central | FERNANDO FRAZÃO/ABR

de da Band, em Botafogo, onde foi realizada uma missa em homenagem ao cinegrafista. Também houve um ato em homenagem a Santiago por fotógrafos e cinegrafistas de Brasília.

Nova manifestação Cerca de mil pessoas voltaram a se manifestar pelas ruas do Centro do Rio, ontem, contra o aumento das passagens de ônibus para R$ 3.

Pai e filha durante o casamento

conversar sobre muitos assuntos, pedi perdão pelas minhas falhas e prometi seguir de cabeça erguida e cuidar da minha mãe e meus avós. Ele estava quentinho e sereno. Éramos só nós dois, pai e filha, na despedida mais linda que eu poderia ter. E ele também se despediu. Sei que ele está bem. Claro que está. E eu sou a continuação da vida dele. Um dia meus futuros filhos saberão quem foi Santiago Andrade, o avô deles. Mas eu, somente eu, saberei o orgulho de ter o nome dele na minha identidade. Obrigada a todos. Ele também agradece. Eu sou Vanessa Andrade, tenho 29 anos e os anjinhos do céu acabam de ganhar um pai.”

METRO RIO

IMPRENSA INTERNACIONAL REPERCUTE MORTE DE SANTIAGO REPRODUÇÃO

‘BBC’ e ‘Le Figaro’ abordaram a morte do cinegrafista ontem

A morte do cinegrafista Santiago Andrade foi lembrada em alguns dos principais portais de comunicação do mundo. O site do jornal norte-americano “The Wall Street Journal” destacou que as manifestações têm se tornado regulares desde a Copa das

Confederações do ano passado. O francês “Le Figaro” lembra que o fato que desencadeou o retorno dos protestos violentos na cidade foi o anúncio do aumento da passagem de ônibus, que entrou em vigor sábado. A página na internet

da emissora britânica BBC disponibiliza, junto à matéria sobre a morte de Santiago Andrade, um vídeo do dia em que o repórter cinematográfico foi atingido pelo explosivo. Um correspondente da BBC ajudou a prestar os primeiros socorros.


|06|

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

LULA TRABALHA PARA SER O CANDIDATO A PRESIDENTE. Alguns ministros que

“A MORTE DO CINEGRAFISTA SANTIAGO ANDRADE REVOLTA E ENTRISTECE.”

saíram dos cargos há dias e dirigentes do PT têm em comum a certeza de que Lula trabalha para assumir a candidatura presidencial, em substituição a Dilma Rousseff. Sua intervenção para impor ministros, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), e fazer seu grupo assumir o controle da comunicação do governo fazem parte da estratégia. A única dúvida é se tudo foi combinado com a presidenta.

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Banco é multado em R$ 67 milhões por espionagem Investigação. MPT-PR acusa HSBC de contratar empresa para monitorar 152 empregados doentes em vários estados entre 1999 e 2003

PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, SOBRE O ASSASSINATO DO JORNALISTA POR ATIVISTAS BLACK BLOCS

Ortelio atuava no interior de São Paulo | REPRODUÇÃO/FACEBOOK

VICE DE SONHO. Segundo

petistas influentes, Lula deve articular a própria candidatura a presidente contando com o amigo Eduardo Campos (PSB) como vice.

Eduardo Campos | DIVULGAÇÃO

PIMENTEL EM MINAS. Apesar do fogo cruzado do PMDB com Dilma, na briga por ministérios, o PT de Minas negocia com o partido de Michel Temer o fechamento de apoio à candidatura de Fernando Pimentel a governador.

QUE PAÍS É ESTE? Com a morte de Santiago Andrade, os terroristas do “black bloc” atingiram o objetivo: afastar a população dos protestos. Mas acertaram no que não viram: a péssima repercussão mundial para a Copa. BANDITISMO. Ainda está livre o assassino principal de Santiago Andrade, cinegrafista da Band. O outro criminoso finge que não é com ele. E ainda dizem que “não era a intenção” do black bloc bandido. À família resta chorar. CANDIDATO DE MIM. Tanto PMDB quanto o PSDB e o PR acreditam que a candidatura do senador Lindbergh Faria (PT) ao governo do Rio é só blefe. Isolado por aliados nacionais, o petista negocia ao menos o apoio do PCdoB.

Ministério Público investiga o caso desde 2012 | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

O HSBC foi condenado a pagar uma indenização de R$ 67,5 milhões em danos morais coletivos por ter espionado 152 empregados de todo o Brasil que eram afastados por doenças. O objetivo era investigar as atividades extrabanco. Os casos ocorreram entre 1999 e 2003. A decisão é do juiz Felipe Calvet, da 8ª Vara do Trabalho de Curitiba, com base em uma ação civil pública ajuizada pelo MPT-PR (Ministério Público do Trabalho no Paraná) em 8 de agosto de 2012. O banco teria contratado a empresa CIE (Centro de Inteligência Empresarial) para monitorar os funcionários. “Dossiês feitos mostram que os investigadores priva-

dos contratados chegavam a entrar nas residências dos funcionários, reviravam seu lixo em busca de informações pessoais, especialmente informações a respeito de outras fontes de renda. Houve abordagens de investigadores que fingiram realizar pesquisas e entregar flores, com o objetivo de recolher informações sobre o empregado. Nos dossiês constavam fotos e vídeos da família do funcionário, inclusive de crianças”, contou o procurador do trabalho responsável pela ação, Humberto Mussi de Albuquerque. Segundo o procurador, eram obtidas informações como horários de saída e volta à casa, local de destino, meio de transporte e trajes quando saíam, há-

bitos de consumo, informações sobre cônjuges e filhos, antecedentes criminais, ajuizamento de ações trabalhistas, participação em sociedade comercial e posse de bens como carros. O valor da indenização será revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. Cada trabalhador investigado poderá ainda entrar com uma ação individualmente contra o banco, pedindo uma indenização por dano moral individual. O HSBC Bank Brasil não vai comentar o caso porque “trata-se de decisão em primeira instância sujeita a recursos”. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

PODER SEM PUDOR

Dentes sacrificados No governo do general Ernesto Geisel, o ministro Mário Henrique Simonsen levou o assessor Ary Pinto para uma reunião, em Nova York, com o ministro da Fazenda do Irã. Ary pediu uísque, irritando o iraniano, porque o islamismo proíbe bebida alcoólica. Tempos depois, o mesmo Ary foi portador do acordo negocia-

Mais Médicos. Mais um cubano deixa o programa

do naquela ocasião, para ser assinado. O iraniano o recebeu com crescente má vontade, até que, chamou o brasileiro de “desgraçado”. Ary fumava seu cachimbo, para manter-se calmo. Mas, ofendido, cravou os dentes no cachimbo com muita força. Exagerou: ao retirá-lo da boca, sua dentadura veio junto.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

Ex-deputado, João Paulo fica sem aposentadoria Preso há uma semana no presídio da Papuda, o ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que renunciou na última sexta-feira, ficará também sem direito à aposentadoria. Segundo a Câmara, o petista não tem os requisitos mínimos para assesgurar o benefício: 60 anos de idade e 35 anos comprovados de trabalho com carteira assinada.

João Paulo tem 55 anos de idade e, ao todo, 33 anos de contribuição. Ele tem como formação o trabalho de metalúrgico. A vida pública começou em 1990, quando foi eleito deputado estadual. O petista estava no quarto mandato consecutivo de deputado federal, iniciado em 1993 - sendo presidente da Câmara entre 2003 e 2005. Duran-

te o período, contribuiu com o fundo de aposentadoria parlamentar e poderá requerer a aposentadoria assim que cumprir as exigências. O ex-presidente da Câmara está numa cela do CIR (Centro de Internamento e Reeducação) e cumpre pena no regime semiaberto de 6 anos e 4 meses por peculato e lavagem de dinheiro. METRO BRASÍLIA

Pela segunda vez em menos de uma semana, o programa Mais Médicos registrou nova deserção. O cubano Ortelio Jaime Guerra -- contratado em dezembro do ano passado para trabalhar em Pariquera-Açu (SP) -- afirmou ontem numa rede social que fugiu para os Estados Unidos. O motivo da fuga não foi informado. “Meus amigos de Pariquera-Açu, eu preciso que vocês saibam que tive que ir embora de lá sem falar isso para ninguém por questões de segurança”, escreveu. “Agradeço aos amigos pela bondade e amor. Prometo que um dia vou voltar para ver vocês.” Ramona Primeira cubana a abandonar o programa, Ramona Rodriguez prestou depoimento ontem no MPT (Ministério Público do Trabalho) e afirmou que era obrigada a pedir autorização para sair da cidade de Pacajá (PA). Ramona aguarda um pedido de asilo no Brasil vivendo no apartamento de um deputado do DEM. Ela justificou a saída alegando que não tinha sido informada que receberia apenas em torno de R$ 950 dos R$ 10 mil pagos pelo programa. Ela começou a trabalhar ontem na área administrativa da AMB (Associação Médica Brasileira). METRO BRASÍLIA

22

cubanos deixaram o programa Mais Médicos - 17 alegaram problemas de saúde e outros cinco por problemas pessoais.


|08|

ENTENDA O CASO O QUE OS POUPADORES PEDEM NA JUSTIÇA O ressarcimento das perdas provocadas nas aplicações por planos econômicos implantados pelo governo entre 1987 e 1991 para combater a inflação

PLANO

Quem teria direito

BRESSER (1987)

VERÃO COLLOR 1 COLLOR 2 (1990)

(1989)

(1991)

Poupança com Poupança com Poupança com Poupança com aniversário aniversário aniversário aniversário de 1º a de 1º a de 1º a de 1º a 15/4/1990 15/6/1987 15/1/1991 15/1/1989

(há outras datas)

Prazo para a ação

31/3/2007

31/11/2008

31/3/2010

31/1/2011

Poupança. STF volta a julgar perdas dias 26 e 27 O STF (Supremo Tribunal Federal) vai retomar o julgamento, nos dias 26 e 27 deste mês, dos processos que pedem a correção da poupança nos planos econômicos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e Collor II, que vigoraram no país entre as décadas de 1980 e 1990. O julgamento foi iniciado em novembro do ano passado. Ao ser retomado, implicará na solução de mais de 390 mil processos sobrestados nas instâncias de origem. As ações foram movidas por quem tinha conta na poupança entre os anos de 1987 e 1991. Está em discussão o direito dos poupadores de receber a diferença de correção monetária em depósitos na poupança decorrentes dos

planos econômicos de cada época. Os ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes serão os relatores dos processos em julgamento. Segundo o Banco Central, o sistema bancário pode ter prejuízo estimado em R$ 149 bilhões se o Supremo decidir que os bancos devem pagar a diferença. O governo federal prevê retração de crédito nos bancos públicos e privados, com a redução de crédito no sistema financeiro. O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) discorda da estimativa de perdas feitas pelo Banco Central. Para o instituto, o montante a ser pago pelos bancos aos poupadores é R$ 8,465 bilhões. METRO

Microempreendedor. Carnê será enviado pelos Correios A Secretaria da Micro e Pequena Empresa passará a enviar pelos Correios as guias de recolhimento para que os microempreendedores individuais e profissionais autônomos, cuja receita é até R$ 60 mil por ano, paguem seus tributos. Segundo o ministro Afif Domingos, no ano passado a inadimplência entre os 3,7 milhões de cadastrados como microempreendedores chegou a 55%. Ele acredita que a falta de pagamento é causada pela dificuldade de acesso às guias disponíveis para imprimir na internet, porque nem todos os cadastrados têm acesso frequente à rede de computadores. Os carnês para pagamento devem chegar até 20 de fevereiro e os custos com

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Objetivo é reduzir inadimplência, diz Afif | CARLOS RHIENCK/FUTURA PRESS

o envio serão da secretaria. Segundo Afif Domingos, o tempo em que os cadastrados deixaram de pagar não deve ser cobrado. “No caso da Previdência, por exemplo, quem não pagou só ficou fora do benefício”, disse. METRO COM AGÊNCIAS

Juro ao consumidor é o maior desde setembro de 2012 Crédito. Taxa média passou de 5,6% em dezembro para 5,65% ao mês em janeiro deste ano, segundo pesquisa da Anefac. Expectativa é de novas altas com o aumento da Selic O processo de elevação da Selic promovido pelo BC (Banco Central) desde abril do ano passado fez com que as taxas de juros das operações de crédito atingissem o maior patamar desde setembro de 2012. A taxa média geral para pessoa física passou de 5,60% ao mês em dezembro de 2013 para 5,65% em janeiro 2014, segundo pesquisa da Anefac (associação dos executivos de finanças) divulgada ontem. Em janeiro, os juros médios cobrados do consumidor subiram pelo oitavo mês consecutivo. Das seis linhas de crédito pesquisadas, apenas a taxa do cartão de crédito-rotativo se manteve estável. “Esta situação é reflexo do aumento da taxa básica de juros (Selic) promovida pelo Banco Central em 15 de janeiro passado”, afirma o diretor executivo de estudos econômicos da entidade, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

4,78 pontos percentuais, passando de 88,61% ao ano em janeiro de 2013 para 93,39% ao ano no mês passado.

CRÉDITO MAIS CARO Taxa de juros ao mês LINHA DE CRÉDITO Dez/13

Jan/14

JUROS COMÉRCIO

4,25%

4,35%

CARTÃO DE CRÉDITO

9,37%

9,37%

CHEQUE ESPECIAL

7,97%

8,03%

FINANCIAMENTO DE CARROS (CDC)

1,65%

1,69%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (BANCOS)

3,20%

3,26%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (FINANCEIRAS)

7,16%

7,20%

TAXA MÉDIA

5,60% 5,65%

TAXA AO ANO

66,69% 192,94% 152,66% 22,28% 46,96% 130,32%

93,39%

FONTE: ANEFAC

Mesmo com a desaceleração do IPCA, inflação oficial, para 0,55%, Oliveira espera um novo aumento da Selic na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do BC, nos dias 25 e 26. Na sua avaliação, os atuais indicadores de inflação mostram pressões inflacionárias. “Por conta disso é

provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses”. Do ano passado para cá, o Banco Central elevou a Selic em 3,25 pontos percentuais, de 7,25% para os atuais 10,50% ao ano. Já a taxa de juros média para pessoa física apresentou uma elevação de

Mais aperto monetário Economistas de instituições financeiras passaram a ver um aperto maior da política monetária em 2014 ao elevarem a projeção para a Selic a 11,25% ao ano. Com isso, estimam também agora a inflação abaixo de 6%, segundo pesquisa Focus do Banco Central divulgada ontem. No levantamento anterior, a expectativa para 2014 era de que a taxa básica de juros ficaria em 11%. Para 2015, ele passou a ser estimada em 12% ao ano. A perspectiva para a reunião deste mês do Copom continua sendo de alta de 0,25. Mais duas altas de 0,25 ponto percentual estão previstas: uma para abril e outra para dezembro, após as eleições presidenciais em outubro. METRO

Custo de vida em São Paulo tem a maior alta desde 2003

IR. Defasagem da tabela atinge 61,42% em 2013

O custo de vida no município de São Paulo aumentou 1,95% em janeiro, variação bem superior à de 0,44% registrada em dezembro, segundo ICV, índice apurado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). É a maior alta desde janeiro de 2003, quando subiu 2,92%. Em 12 meses, o índice apresenta alta acumulada de 6,23%. Como normalmente ocorre em janeiro, o reajuste das mensalidades escolares puxou a inflação de educação e leitura, que subiu 7,63%. O subgrupo referente à educação variou 7,97% e os itens com as maiores taxas foram educação infantil e ensino fundamental, com variações superiores

A tabela do Imposto de Renda fechou 2013 com uma defasagem de 61,42% em relação à inflação, segundo o Sindifisco (sindicato dos auditores fiscais). Entre 1996 e 2013, o IPCA acumulado foi de 206,64% contra um reajuste de 89,96% nas faixas de cobrança do tributo. Quem ganha R$ 3 mil mensais, por exemplo, tem descontado R$ 129,39 na fonte. Se a tabela fosse integralmente corrigida, o valor seria de R$ 17,89. Isto é, o Fisco fica com R$ 111,50 a mais, uma diferença de 623,25%. No extremo oposto, quem recebe R$ 100 mil por mês deixa na fonte R$ 26.709,43. Se houvesse o reajuste, o desconto seria de R$ 26.223,86, uma diferença de apenas 1,85%. METRO

Gastos com educação subiram 7,63% em janeiro | JUCA VARELLA/FOLHAPRESS

a 10,00%, seguidos do ensino médio (9,38%) e universitário (8,11%). Os livros didáticos aumentaram 7,68%. O subgrupo leitura teve alta de 1,62%.

Também pesaram mais bolso do paulistano os gastos habitação (1,94%), alimentação (1,38%) e despesas pessoais (6,68%), segundo o Dieese. METRO


|10|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Europa alerta Suíça sobre restrições à imigração

Referendo. País pode perder privilégios comerciais e outros pontos de acordo bilateral com a UE, que inclui cooperação tecnológica A Suíça pode perder seu acesso privilegiado ao mercado único da Europa, disseram ontem funcionários do bloco. O alerta veio depois que eleitores suíços aprovaram no domingo -- por margem muito pequena -- uma proposta para restringir a imigração de cidadãos da União Europeia no país. A proposta foi patrocinada pelo Partido do Povo Suíço, de direita. O partido se aproveitou das preocupações de que a cultura suíça estaria sendo corroída por estrangeiros, que são 25% dos 8 milhões de habitantes. Os limites à imigração foram contestados pela indústria suíça e o governo em Berna, que agora está na desconfortável posição de ter que transformar o resultado do referendo em lei e

conter a reação de Bruxelas e de grandes vizinhos, como Alemanha e França. “A Suíça se prejudicou muito com este resultado”, disse o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. “Picuinhas com a UE não são uma boa estratégia de longo prazo.” A livre circulação de pessoas e postos de trabalho dentro de suas fronteiras fazem parte de uma das políticas fundamentais da UE. A Suíça, embora não seja um membro do bloco de 28 nações, tem participado disso sob um pacto com Bruxelas. Estão na Suíça empresas de alimentos e bebidas, como Nestlé, as farmacêuticas Novartis e Roche, além de negociantes de commodities. METRO

Saia-justa

Acordos podem cair

Placa de um posto de alfândega na fronteira suíça | DENIS BALIBOUSE/REUTERS

Desde 2002, a Suíça e os cidadãos da UE podem atravessar a fronteira livremente e trabalhar em qualquer um dos lados, desde que tenham um contrato ou sejam trabalhadores autônomos. Autoridades da UE disseram que o tratado de livre mobilidade faz parte de um pacote de sete acordos que não podem vigorar separadamente: se um deles é suspenso, todos perdem a validade. Os acordos abrangem também a cooperação eco-

nômica e tecnológica, contratos públicos, aceitação mútua de diplomas e licenças, comércio agrícola, aviação e tráfego rodoviário e ferroviário. “Nós não podemos aceitar as restrições aprovadas ontem (domingo)”, disse a porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde. “Isto terá implicações para o resto dos acordos com a Suíça.” As empresas dizem que a reintrodução das cotas de imigração, aprovada por uma margem de apenas 19.526 eleitores, ameaça a economia suíça que depende da UE para quase um quinto de seus trabalhadores. METRO

Negociações sobre Síria têm reinício difícil A segunda rodada de negociações de paz sobre a Síria começou ontem já abalada, com o mediador internacional se reunindo separadamente com os dois lados do conflito, depois que violações a um cessar-fogo local e uma ofensiva islâmica prejudicaram o seu trabalho. Antes das negociações, o mediador Lakhdar Brahimi disse aos representantes para que fossem priorizados nas discussões o fim dos combates e a formação de um governo transitório. Os representantes do governo afirmaram que o combate

ao “terrorismo”, expressão que eles usam para se referir à revolta em geral, deveria ser pactuado antes. A segunda rodada do diálogo se dá depois das negociações do mês passado, as primeiras em quase três anos de guerra civil, quando não houve avanços. Brahimi tentou na época quebrar a desconfiança mútua focando numa trégua para a cidade de Homs, mas mesmo essa medida só foi acordada depois do fim da primeira rodada. No sábado, agentes humanitários enfrentaram ataques quan-

Comboio de ajuda humanitária chega a Homs, na Síria | T. AL KHALIDIYA/REUTERS

do retiravam civis da cidade. Uma carta de Brahimi para os representantes dos dois lados no fim de semana dizia que a nova rodada tinha como objetivo tratar de temas como o fim da violência, a formação de um governo transitório e planos para instituições nacionais e reconciliação. A oposição diz que um governo transitório deve excluir o presidente Bashar al-Assad. Os representantes do governo afirmam que não discutirão a saída do presidente. METRO


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

|11|◊◊

Fim da gambiarra

Investimento DR.RESOLVE/DIVULGAÇÃO

Para os serviços prestados na área de pequenos e médios reparos elétricos e hidráulicos – os mais comuns –, os preços variam de R$ 150 a R$ 300, por hora. Outra opção é escolher entre os pacotes de serviços oferecidos ou pedir um orçamento, se a empreitada for um pouco maior, como limpeza de caixa d’água, desentupimento e pinturas. Porém, essas empresas dificilmente realizam projetos que ultrapassem o valor de R$ 10 mil. METRO

{METRO QUADRADO}

+ METRO2

Praticidade. Oferta de pequenos e médios consertos domésticos começa

Profissionais qualificados são investimento das empresas

a despertar o interesse dos brasileiros PRAQUEMARIDO/DIVUGAÇÃO

Pequenos danos domésticos vêm ganhando cada vez mais destaque no setor de prestação de serviços. Principalmente porque empresas que oferecem pequenos e médios reparos vêm ganhando espaço entre idosos e mulheres de 35 a 45 anos, das classes

A e B, que se sentiam intimidados ao colocar um estranho sem qualificações comprovadas dentro de casa. Pelo menos é o que avalia Adriana Coelho, representante da franquia Super Marido. A busca por bons profissionais também foi o que

motivou David Pinto, da Dr. Resolve, a encontrar um nicho no mercado. “A ideia de criar a empresa surgiu pela dificuldade de encontrar profissionais na área de reforma”, afirma. Outro diferencial deste tipo de companhia está na

amplitude de atendimento ao público. Segundo Juci Félix, da Praquemarido, o meio corporativo vem descobrindo o serviço e se beneficia pela formalidade dos profissionais no atendimento e pela rapidez dos serviços oferecidos. METRO

Confiança

“A segurança de quem o cliente coloca dentro da sua residência é um dos fatores decisivos na escolha desses serviços.” JUCI FÉLIX, PRAQUEMARIDO


2 CULTURA

|12|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Livro inédito celebra cem anos da estreia de Chaplin Cinema. Centenário do personagem Carlitos é comemorado neste mês com lançamento da única obra de ficção do ator. Reconstruído pela Cineteca de Bolonha, ‘Footlights’ baseou roteiro de ‘Luzes da Ribalta’, um de seus principais filmes Calças folgadas, sapatos grandes, bengala na mão, chapéu-coco e bigode “vassourinha”. Foi com esse look que a figura do palhaço migrou do circo para o cinema na pessoa de Carlitos, personagem criado por Charlie Chaplin (18891977) há cem anos. O “vagabundo”, como ficou conhecido, fez sua primeira aparição em 7 de fevereiro de 1914 no filme “Corrida de Automóveis para Meninos”. A celebração de seu centenário inicia com a publicação de “Footlights”, único romance de Chaplin, até então nunca lançado. Escrito em 1948, o texto deu origem ao argumento de “Luzes da Ribalta”(1952), tido como último grande filme do ator e diretor e que, curiosamente, não traz Carlitos. A obra foi reconstruída pelo biógrafo de Chaplin, David Robinson, a partir de rascunhos encontrados nos arquivos privados do ator, na Suíça. Em processo de digitalização desde 2002, esse material, que contabiliza mais de cem mil documentos, está agora

aberto ao público na Cineteca de Bolonha (Itália), responsável pela restauração dos mais de 70 filmes de Chaplin. Tanto o romance quanto “Luzes da Ribalta” surgiram em um dos piores momentos da vida do ator, então perseguido pela política anticomunista estabelecida nos Estados Unidos pelo senador Joseph McArthy por ter apoiado a Rússia contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial. As duas obras refletem a nostalgia dele com sua infância no Reino Unido diante dos pais artistas e do pai alcóolatra. Ao jornal “The New York Times”, a codiretora do projeto Chaplin na Cineteca, Cecilia Cenciarelli, disse que “Footlights” é bastante sombrio. “Fica evidente o medo dele do público, o medo de um velho palhaço de não conseguir fazer seu público rir”, afirmou. Editada em inglês, a obra de 70 páginas é acompanhada de “The World of Limelight”, de Robinson, sobre “Luzes da Ribalta”. Está à venda por € 34 no site da Cineteca (cineteca dibologna.it). METRO

Mais Chaplin Relembre obras que retratam e consagram a trajetória do ator e diretor • Biografia ‘Minha Vida’. Na publicação (ed. José Olympio, R$ 50), Chaplin conta a história de sua vida desde o começo de seu trabalho como ator, passando pelo sucesso, os amores e suas opiniões. • Caixa de DVDs ‘Chaplin – A Obra Completa’. O box com 20 DVDs traz todos os seus 13 longas, além de 65 curtas (Versátil, R$ 200). A caixa ainda conta com extras e documentários. • Filme ‘Chaplin’ (1992). Robert Downey Jr. despontou em Hollywood neste longa de Richard Attenborough, em que vive a trajetória do ator até o recebimento de um Oscar especial em 1972. Chaplin como Carlitos em foto de divulgação de ‘O Vagabundo’ (1915) | DIVULGAÇÃO

Teatro e cinema se misturam mais uma vez em novo filme de Renais ‘The Walking Dead’

O retorno

O canal Fox passa a exibir a partir de hoje, às 22h30, a continuação da quarta temporada da série com o episódio “After”. Na trama, Rick (Andrew Lincoln, foto) tenta se recuperar dos graves ferimentos sofridos após o ataque do Governador à prisão. A Band também exibe a série, em sua terceira temporada, todas as quintas-feiras, às 22h30.

Uma das presenças mais aguardadas do 64º Festival de Cinema de Berlim, Alain Resnais “furou”. Motivos: dores nos quadris e escoliose, conta Sabine Azéma, atriz recorrente em seus filmes e estrela de “Aimer, Boire et Chanter” (Amar, beber e cantar, em tradução livre). Se, aos 91 anos, o diretor francês já não pode se dar ao luxo de exaustivas viagens, seu cinema, no entanto, segue jovem. No novo longa, apresentado ontem à imprensa, Resnais continua sua busca por “quebrar as paredes entre o cinema e o teatro”, como ele próprio escreve no material distribuído à imprensa em Berlim. O filme é a terceira adaptação que ele faz de peças do escritor inglês Alan Ayckbourn – a primeira foi “Smoking/No Smoking” (que ganhou o Urso de Prata na

‘Aimer, Boire et Chanter’ disputa o Urso de Ouro no Festival de Berlim

Berlinale de 1994) e a outra foi “Medos Privados em Lugares Públicos” (2006), longa que ficou mais de três anos em cartaz em São Paulo. Nele, o protagonista é George Riley (em inglês, o título é “Life of Riley”), a quem

| DIVULGAÇÃO

restam apenas seis meses de vida. A notícia de seu câncer irrompe amores, desejos, ciúmes e obsessões em seu grupo de amigos próximos. A artificialidade dos diálogos e o antinaturalismo dos ambientes maximizam tanto a iro-

nia do diretor sobre as relações entre esses personagens como a comicidade de suas escolhas e desfechos. Resnais confina seus personagens em um ambiente tão teatralmente artificial que nem parece estranho o fato de que George, apesar de ter um caso com todas as mulheres da trama, jamais apareça em cena. Esgarçar os limites da narrativa cinematográfica, aliás, sempre foi uma das marcas de seu cinema – basta lembrar dos campos vazios de “Noite e Sombra” (1955), a tensão entre memória e presença em “Hiroshima Meu Amor” (1959) e a ambiguidade ficcional de “O Ano Passado em Marienbad” (1961). NATÁLIA PAIVA DIRETO DE BERLIM

Luto. Morre a ex-vedete Virgínia Lane Internada no hospital São Camilo, em Volta Redonda, desde o dia 2 deste mês, a ex-vedete Virgínia Lane morreu ontem, aos 93 anos, de falência múltipla dos órgãos. Considerada a “Vedete do Brasil”, Virgínia ficou famosa por suas pernas e participações em dezenas de filmes e teatros de revista. A música também fez parte de sua vida. Um de seus hits foi “Sassaricando”, de 1952. METRO

Virgínia em imagem de 1977 | FOLHAPRESS


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA

Para Rei, estar em navio com as fãs é como estar em casa

“Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada.” “Hoje em dia eu concordo com as biografias não autorizadas desde que elas respeitem esses dois itens: direito à privacidade e liberdade de expressão.” “O biógrafo tem direito a receber pela vendagem dos livros. Mas a negociação dessa história, com filme ou TV, é direito meu.”

Aos 72 anos, Roberto conta que está escrevendo sua própria biografia: ‘Ninguém vai falar isso melhor do que eu’, acredita | FOTOS: ALE SILVA/FUTURA PRESS

‘Minha história é propriedade minha’ Rei. Roberto Carlos adianta detalhes de sua biografia, fala das desavenças com o Procure Saber e comemora dez anos do projeto ‘Emoções em Alto Mar’. Em setembro, ele fará show em Las Vegas Após cinco minutos já acomodado no palco do teatro do transatlântico MSC Precioza, lotado de fãs e de jornalistas, um bem humorado -- e solteiro, como fez questão de destacar -- Roberto Carlos se deu conta: “Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada. A próxima deve ser marrom!”, brincou o cantor de 72 anos sobre suas manias decorrentes do Transtorno Obsessivo Compulsivo e da fixação na cor azul. No navio ancorado em Búzios, onde ele faz a 10a edição do projeto “Emoções em

|13|◊◊

Alto Mar”, que começou no dia 8 e segue até amanhã, o Rei avisou que está prestes a lançar sua biografia. Sim, mas escrita por ele. “Acho que minha história é propriedade minha e de mais ninguém. Muita gente pensa que vou esconder coisas por isso ou aquilo, mas não mesmo. Vou escrever tudo o que vivi, sofri, as alegrias, tristezas, mas, principalmente, as alegrias. Ninguém vai falar isso melhor do que eu. Já vai sair daqui a pouco. E aí provavelmente isso pode virar em seguida um filme, um seriado ou coisa assim, ou até uma

peça de teatro”, contou. O desligamento da associação Procure Saber, que tem entre os membros Caetano Veloso, Chico Buarque e Djavan e com a qual divergiu quanto à questão das biografias não autorizadas, foi sem mágoas. “Resolvi fazer minha parte separadamente dos outros, mas estou de acordo com muitas coisas. Temos uma relação boa, não estamos assim tão separados como se pensa”, diz o cantor. Ele esclareceu que sua biografia não autorizada, escrita por Paulo César de Araújo, teve a venda proibida judicialmente por “haver invasão de privacidade desnecessária”. “Tem muita coisa que não concordo ali sim, acho que tinham que me consultar pelo menos, por isso tomei aquela atitude de protestar.” Enquanto a publicação oficial sobre sua vida não sai -- “Estou gravando, edi-

tando. Já escrevi coisas até meus 25 anos... quer dizer, então faltam mais dois terços!”, disse --, Roberto lança em março um livro de fotografias entremeadas com versos de 500 canções suas. Em edição de luxo, com tiragem de 3 mil exemplares numerados, o livro custará R$ 4 mil. Até a noite de domingo, foram feitas 70 reservas de fãs que estavam a bordo do cruzeiro. O Rei anunciou ainda que, em setembro, fará um show em Las Vegas que deverá virar especial de TV. Ainda sobre os novos planos, o cantor não descartou gravar um CD de rock. “Sempre que gravo, gosto de dar um toque de rock and roll em algumas canções. Gosto da ideia de gravar um disco de rock and roll”. GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

“Imagina se vou ter medo de fã sentar no meu colo. Difícil vai ser tirá-la.” ROBERTO CARLOS, CANTOR

“Aqui no navio me sinto em casa, em família, sob o mesmo teto. Só não dormimos na mesma cama!”, brincou Roberto Carlos. Foi o suficiente para atiçar as fiéis súditas do Rei, que não medem esforços para chamar a atenção do ídolo e tentar ganhar uma rosa do cantor no final do show. “São dez anos de cruzeiros e criei muitas amizades nos shows do Roberto. Esse amor comum, essa energia é muito boa. Ele é nosso elo”, contou a professora Juzelda Marocco, 68 anos, de Porto Alegre. Com as amigas Dinara Fernandes, 62, e Miriam Heineck, 48, ela armou-se de um gigantesco cartaz para declarar seu amor ao cantor ao longo de uma década a bordo nos cruzeiros.“Já fui a 110 shows dele e sempre que eu puder, vou segui-lo onde for”, disse Adalgisa Santana Pereira, 59, de Salvador. E se o Rei não está assim tão ao alcance das fãs, um cover do cantor há sete anos, o paulista Robson Carlos, 63, desfrutava de seus momentos de fama. A cada passo no navio ele era assediado para fotos. “O RC me comove. Já estive com ele duas vezes e ele disse que não se aborrecia pelo fato de eu imitá-lo”, afirmou o cover. METRO RIO

Adalgisa (esq.) se diverte no cassino do navio com o sósia Robson Carlos


|14|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES

Papo de propaganda

Os invasores

Leitor fala

Novos cargos

JOÃO FARIA JOAO.FARIA@METROJORNAL.COM.BR

CADÊ VOCÊ?

Cruzadas

As marcas procuram pelos consumidores onde quer que eles estejam. Os anunciantes precisam saber exatamente onde o público está e levar sua mensagem publicitária. Fabiana Manfredi, diretora de mídia da agência DM9DDB, revela como encontrar os consumidores que as marcas tanto procuram.

Precisamos que os políticos mudem drasticamente a forma de gestão. É inadmissível que sejam criados mais 165 cargos dentro da Câmara Municipal. O número de vereadores, que têm vários assessores, já é alto para uma cidade como Campinas. Estamos precisando de economia no Executivo e no Legislativo, encaminhando esse dinheiro para a Educação. Os comissionados do prefeito devem ser revistos e cada secretaria poderia ter, no máximo, dois ou três comissionados. Será que um dia nossos políticos terão coragem para acabar com a farra de empregos comissionados em troca de apoio político? Como eles podem dormir sossegados sabendo que o dinheiro dos cargos comissionados poderia ser utilizado em Educação e Saúde? JOSÉ RICARDO LUCARELLI – CAMPINAS, SP

Como as marcas identificam seus consumidores? Aqui na DM9 temos skills específicos de profissionais e utilizamos ferramentas que nos proporcionam maior entendimento do consumidor. Então, desde ferramentas da área de pesquisa de mídia, da área de digital que temos na agência, que a gente desenvolveu uma área específica para tirar insights. Isso ajuda muito a analisar o comportamento das pessoas no ambiente digital, principalmente nas redes sociais. Os buscadores também são grandes fontes de informação para gerar ideias sobre os consumidores. E na hora de optar pelo meio mais eficiente para levar a mensagem? Tem várias formas e hoje existem muitas ferramentas que nos ajudam. Além disso, acumulamos aprendizados que a gente tem das categorias dos clientes e do mercado para definir qual é o melhor meio. Percebemos que as agências terão que se reorganizar totalmente, porque se tivermos uma campanha com vários targets, comportamentos diferentes dentro daquele mesmo meio, são mensagens diferentes, com peças diferentes e criações diferentes. Acreditamos que essa realidade irá mudar até o timing de produção.

Cinegrafista morto Até quando morrerão inocentes por conta das manifestações em que pessoas aparecem com o rosto coberto? Quem cobre o rosto é bandido, não um manifestante comum. MIRIAM QUINTANILHA – CAMPINAS, SP

Metro Pergunta

Qual é a sua opinião sobre os trotes universitários? @ThiCrepaldi

Sudoku

As informações públicas de consumo online ajudam? Nós temos uma área com profissionais exclusivos e dedicados para analisar os consumidores através da análise do comportamento das pessoas nos ambientes digitais, seja nas redes sociais, nas buscas, em comportamento de navegação na web. Conseguimos identificar e traçar o perfil de comportamento e isso enriquece o estudo do nosso público alvo. Porque esses estudos trazem comportamento real das pessoas. E as redes sociais e internet como um todo refletem este comportamento. Criamos uma área agregada a pesquisa de mídia para estudar o comportamento das pessoas, que vai servir de insumo não só para a mídia, mas também para o planejamento, criação, atendimento e para o cliente.

Gosto da prática que a Unicamp adotou, já que realiza o Trote da Cidadania. É um excelente modo de receber os calouros. @vipurgato

Não condeno a existência dos trotes universitários, exceto os abusos cometidos com alguns jovens. @MaranhaoAntonio

O ritual dos jovens não me incomoda, mas sou contra a postura de alguns. Ninguém pode ser obrigado a fazer o que não quer.

É possível acompanhar o consumo de um produto? A maneira mais fácil é através dessa análise das redes sociais. Lá que eles estão falando da percepção do produto. Se estão engajados com o conteúdo e reverberando (positiva ou negativamente) uma determinada experiência.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

João Faria é jornalista e sócio-diretor da Agência Cidadã

Horóscopo

Siga o Metro no Twitter: @Jornal_MetroCPS

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Cuide para não se portar de maneira evasiva em assuntos de pessoas próximas, por mais empenhado que esteja em ajudar.

Regente de seu signo, o Sol forma aspecto tenso com Saturno, influência que aponta tendências uma lentidão para resolver assuntos.

Questões relacionadas a grupos apontam tendências a uma dose de sacrifício. Evite esforços por temas que não é você que deve resolver.

Tenha cuidado com demonstrações possessivas ou pegajosas na vida afetiva. Período especial para esclarecer e se situar de diferenças.

Momento para estabelecer contatos e trocar informações profissionais que servirão para projetos a longo prazo ao longo da semana.

O Sol faz aspecto tenso com Saturno – regente de seu signo – influência que recomenda atenção para não resolver tudo ao seu modo.

Muitas vezes fazer o simples é o mais indicado para solucionar ou amenizar alguns contratempos que envolvam o dia a dia.

Possibilidades para envolvimentos mais intensos com assuntos materiais e para refletir sobre algumas ambições.

Momento para uma reflexão sobre alguns objetivos que tem a longo prazo. Cuide para não apressar situações ou se levar pela ansiedade.

O momento é especial para retomar assuntos que façam você mais feliz no cotidiano, mas que estavam de lado em função de obrigações.

Cuide para que assuntos importantes não sejam discutidos ou tratados pela emoção. Novas responsabilidades marcarão o trabalho.

Assuntos culturais, viagens e contatos à distância são propensos a tomar empenho especial. Amenizará desgastes recentes.


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

Peixe repete time a pela 1 vez no ano Repeteco. Oswaldo de Oliveira mandará a campo contra o Comercial, hoje, às 19h30, a mesma escalação que bateu o Linense por 2 a 1 na última rodada do Campeonato Paulista

Uma das maiores dificuldades para qualquer técnico é repetir a mesma escalação por duas partidas consecutivas. Por contusão, suspensões ou por conta das características do rival, a missão é praticamente impossível. Tanto é que só agora, na 7a rodada do Campeonato Paulista, Oswaldo de Oliveira poderá usar o mesmo time que venceu o Linense por 2 a 1 na última quinta-feira. Hoje, às 19h30, o Peixe recebe o Comercial na Vila Belmiro com Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Alan Santos, Arouca e Cícero; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Os volantes Alison e Anderson Carvalho, além do za-

gueiro Vinicius Simon, ainda se recuperam de lesões para voltar aos treinos com bola. Quem está disponível é o atacante Gabriel, artilheiro do Santos na temporada com quatro gols. A revelação alvinegra, no entanto, perdeu a posição de titular para Damião e ficará como opção no banco de reservas. Já o meia Lucas Lima, que foi oficializado como terceiro reforço santista para temporada e já está regularizado, participou do treino de ontem no grupo dos jogadores que não participaram dos últimos compromissos dos Peixe. Ele foi apresentado e recebeu a camisa 10 que era do argentino Montillo. Melhor de todos

Líder do Grupo C e dono do segundo melhor aproveitamento do Paulistão, a equipe da Baixada Santista precisa apenas de uma vitória simples para superar o Palmeiras, que é o primeiro colocado do Grupo D, com 19 pontos – seis vitórias, um empate e dez gols de saldo. Caso supere o Comercial, o Peixe chega aos mesmos 19 pontos do rival alviverde, mas ultrapassa a equipe dirigida por Gilson Kleina no critério de saldo de gols. METRO

SANTOS • •

ESPORTE

COMERCIAL

Estádio. Vila Belmiro, às 19h30 Transmissão. Rádio Bandeirantes e Bradesco Esportes FM

Leandro Damião seguirá entre os titulares | LUIZ FERNANDO MENEZES/FOTOARENA

Carleto: ‘agradeço o esforço da Ponte’

Jogador se destacou no São Paulo | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

O lateral-esquerdo Thiago Carleto foi apresentado ontem oficialmente na Ponte Preta. Ele agradeceu o empenho do clube para trazê-lo e disse estar feliz e ansioso para estrear. Carleto ficou 7,5 meses parado por contusão e vinha bem no São Paulo antes de se machucar, conquistando a Copa Sul-Americana em 2012. Rápido e dono de um chute possante, o joga-

Guarani. Equipe terá mudança no ataque Poupado na derrota diante do Marília, o atacante Roninho deve ser titular amanhã contra o Monte Azul, fora de casa. Com a volta do jogador, Tiago Cavalcanti deve ficar no banco de reservas. A partida é válida pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. A derrota na última rodada dificultou o planejamento do Bugre. Com muitos jogadores veteranos, o técnico Márcio Fernandes pretendia

fazer rodízio para prevenir que atletas tenham lesões. Porém, o resultado negativo vai exigir que o técnico repense para buscar os três pontos fora de casa. O drama de Simião O volante Wellington Simião, que havia ficado fora do time por contusão desde agosto de 2013, voltou a se machucar diante do Azulão. Isso lhe renderá mais 3 meses de molho. METRO

3

Fumagalli é um dos veteranos | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

dor deve ser uma arma importante para Vadão, como surpresa no ataque. Já que chegou, Carleto foi a Piracicaba acompanhar o time das arquibancadas e, assustado, viu a Macaca ser goleada por 4 a 1. Mas a preocupação inicial deu lugar ao otimismo. “O time melhorou bastante.” Carleto já tem condições de atuar há uma semana, mas pediu um tempo maior

para estar bem fisicamente. A estreia pode ocorrer amanhã, contra o Ituano, no Majestoso, já que Magal não faz um bom campeonato. “Tenho condições de jogar, mas respeito meus companheiros e vou brigar por espaço”. A partida diante do Ituano está marcada para as 19h30. O técnico Vadão define hoje o time. METRO CAMPINAS

Atlético-PR

Adriano

O Furacão tem de definir hoje se vai ou não inscrever o Imperador para a disputa da Libertadores. O time estreia na quinta-feira contra o The Strongest (BOL), na Vila Capanema, e, segundo o regulamento, precisa inscrever os 30 jogadores 48 horas antes da primeira partida.


|16|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

E VAMOS TESTAR! A minha coluna dessa semana está sendo feita de maneira diferente. É que normalmente eu mando na segunda, mais ou menos lá pelas 18h aí do Brasil, a tempo de sair na nesta edição de terça-feira que vocês têm em mãos agora. Faço assim para poder contar de forma atualizada o que está rolando por aqui em termos de Fórmula Indy. Só que hoje a coisa está diferente porque estou escrevendo no domingo, mas especificamente no avião que está me levando de Miami para Los Angeles. Como são cinco horas de voo, tenho tempo para pensar na vida, ler alguma coisa, tirar uma sonequinha e escrever. É que meu compromisso da segunda é testar com o meu Dallara Chevrolet no oval do Auto Club Speedway, em Fontana, perto de Los Angeles. Então, imaginem vocês, como o fuso é de seis horas, enquanto as coisas estiverem em plena ação em Fontana, ao meio dia, no Brasil já serão 18h. Por esse motivo, como não quero deixar o meu editor Wilson Dell’Isola nervoso (ele é muito legal e não vou fazer isso com ele – se bem que ele já teve mais cabelo do que tem agora por conta dos meus atrasos), vou falar aqui desse pré-testes. Mas antes de entrar nesse avião que estou agora, pude fazer uma das coisas que mais gosto, que é festinha de criança. É sempre um barato e dessa vez foi na casa da minha irmã, a Kati, pelo primeiro aniversário do meu sobrinho Benjamin, o irmão do Dudes, filhos do Eduardo. Quando os primos se reúnem com a Mikaella é aquela festa e se você somar os amiguinhos que também foram, dá para perceber como foi legal. O problema é que adoro doces e o que não faltou foram delícias providenciadas pela minha irmã e pela d. Sandra, minha mãe. Está aí a vantagem de fazer muita atividade física, pois numa hora dessas a gente consegue dar uma abusadinha. Esse teste de Fontana inaugura uma semana de muita atividade, pois também temos amanhã outra rodada, dessa vez no circuito misto em Sonoma. No mais, amigos, o Team Penske vem se preparando da melhor forma possível e quero aproveitar para agradecer as palavras gentis da Lu Ferreira, que no seu Twiteer, o @fofurasdalu, cumprimentou a gente pela maneira de receber o Montoya no time. Aqui é assim, Lu, na pista um quer ganhar do outro, mas somos amigos e isso ajuda muito o trabalho. Super abraço a todos e até semana que vem!!! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Felipão convoca só ‘estrangeiros’ hoje Amistoso. Treinador anuncia hoje 1ª parte da lista para amistoso contra África do Sul

Felipão divulgará apenas uma parte dos convocados | MARLON FALCÃO/FOTOARENA

Seguidas lesões têm afetado o atacante Fred | CELSO PUPO/FOTOARENA

O técnico Luiz Felipe Scolari anuncia hoje, às 12h, no Rio de Janeiro, a primeira parte dos convocados para o amistoso contra a África do Sul – dia 5 de março, em Johannesburgo – último teste antes da Copa do Mundo. Na lista só estarão jogadores que atuam fora do Brasil. Mais próximo da data da partida, a CBF divulgará um complemento, com os atletas que atuam no futebol nacional. “Após observarmos algumas situações, achamos que seria melhor convocar apenas jogadores que atuam fora do Brasil neste momento. Os que jogam no Brasil, como estamos em início de temporada, ainda não atingiram o ápice da forma física. Por isso, vamos esperar um pouco para completar a lista”, afirmou o técnico Luiz Felipe Scolari. Mesmo sem os atletas que jogam no Brasil, a base da equipe deve ser anunciada hoje. O goleiro Julio Cesar, os laterais Daniel Alves e Maicon, os zagueiros Thia-

“Examinei o Fred e ele está muito bem. É só dar sequência ao trabalho que está sendo feito” JOSÉ LUIZ RUNCO, MÉDICO DA SELEÇÃO

go Silva, Dante e David Luiz, os meio-campistas Paulinho, Luiz Gustavo, Ramires e Oscar e os atacantes Neymar e Hulk devem ser nomes certos. À espera de Fred O camisa 9 do Fluminense ganhou tempo para enfrentar o sul-africanos. Fred está com um edema muscular na parte anterior da coxa direita. A lesão não é grave e ele deve ser liberado para trabalhos físicos dentro de dez dias. “Acredito que não será problema, mas também depende da condição física e técnica. Mas ele terá mais tempo ainda para trabalhar e se recuperar”, avaliou o médico da Seleção, José Luiz Runco. Em agosto do ano passado, Fred lesionou a coxa direita, porém, em região diferente. As contusões não têm relação direta. METRO

Brasil volta à neve em Sochi Depois de iniciar a participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia, Jaqueline Mourão volta à neve hoje. Só que, em vez de disputar o biatlo, ela competirá no esqui cross country, às 10h (horário de Brasília). A diferença básica entra as modalidades é que o biatlo combina o cross country com o tiro esportivo.

“Para mim é bem tranquilo. Há quatro anos que eu faço isso constantemente. O cross country e o biatlo só ajudam um ao outro”, afirmou a mineira, que também foi a porta-bandeira da delegação do Brasil na Cerimônia de Abertura. Ela também vai disputar a prova individual de 15km no biatlo, na sexta-feira. Entre os homens, Leandro Ribela estará em dis-

puta hoje. Ele participa do cross country. Ao todo, 13 brasileiros participam da disputa da Olimpíada de Inverno, a maior delegação do país na história dos Jogos. Acompanhe ao vivo a cobertura completa de Sochi na tela da Band, no canal Bandsports e no portal da Band: band.com.br. METRO

Leandro Ribela estreia hoje | DIVULGAÇÃO/CBDN

Time Brasil Acompanhe a participação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Inverno:

17 anos: acredite se quiser

• Hoje, às 8h25. Leandro Ribela, Esqui Cross Country

Recém-contratado pela Lazio, o meia camaronês Joseph Marie Minala levantou suspeitas sobre sua idade. No passaporte, a data de nascimento do atleta é 24 de agosto de 1996. A fisionomia, porém, não sugere que ele tem só 17 anos. | REPRODUÇÃO/TWITTER

• Hoje, às 10h. Jaqueline Mourão, Esqui Cross Country

• 14/2, às 11h45. Josi Santos, Esqui Aéreo • 14/2, às 12h. Jaqueline Mourão, Biatlo (15km) • 16/2, às 3h. Isabel Clark, Snowboard Cross • 18/2, às 11h15. Dupla

feminina de bobsled: Fabiana Santos e Sally Mayara • 18/2, às 3h, e 21/2, às 8h45. Maya Harrisson, Esqui Alpino • 19/2, às 3h, e 22/2, às 8h45. Jhonatan Longhi, Esqui Alpino

• 19/2, às 11h. Isadora Williams, Patinação Artística no Gelo • 22/2, às 12h30. Quarteto masculino de bobsled: Edson Bindilatti, Edson Martins, Fabio Gonçalves e Odirlei Pessoni


CÂMARA

SERVIDORES TENTARAM , MAS PERDERAM ‘BRIGA’ PARA MANTER PRIVILÉGIO PÁG.02

FREGUESIA EM BAIXA

MERCADÃO ENFRENTA QUEDA NAS VENDAS POR CAUSA DE MUDANÇA DE ÔNIBUS PÁG. 03

UM ROMANCE PARA CHAPLIN

NOS 100 ANOS DE ESTREIA DE CARLITOS, LIVRO QUE INSPIROU ‘LUZES DA RIBALTA’ É RELANÇADO PÁG. 12 CAMPINAS Terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 Edição nº 935, ano 4 MÍN: 23°C MÁX: 35°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

www.readmetro.com | leitor.camp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrocps sunny

hazy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

showers

VALEU, SANTI

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Santiago Andrade, cinegrafista da Band atingido na cabeça por rojão aceso por black bloc durante manifestação no Rio, morre aos 49 anos. Autor do disparo continua foragido. Presidente Dilma determina que PF entre na investigação PÁG. 04


1

Texto sem recuo no primeiro par Texto com recuo no segundo parágrafo. METR\

FOCO

Notas

Headline

130_Bodytext Signpostwdkmcpk wdmpkwdmcpkm Donadon wdpckm wdpkcm pwdkmc pkwdmcp kmwdpckm wdpkcm dw

Quer voto secreto

O deputado Natan Donadon, condenado a 13 anos e 4 meses de prisão por desviar recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia, pediu voto secreto em seu processo de cassação. A sessão será realizada amanhã. A defesa do parlamentar alega que a votação aberta foi definida após o caso de Donandon ser instaurado no Conselho de Ética da Câmara.

Cotações Dólar + 1,13% (R$ 2,40)

|02|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

FOCO

Câmara rejeita redução de carga horária na reforma Privilégio. Servidores tentaram reduzir de 40 para 30 horas. Em contrapartida conseguiram garantia de manutenção de salário Os servidores da Câmara de Vereadores de Campinas fizeram um lobby forte para manter a carga horária de trabalho em seis horas por dia no projeto da nova reforma administrativa que cria 165 novos cargos efetivos. Porém, os vereadores não quiseram apresentar nenhuma emenda que alterasse o projeto que propõe que, a partir desta reforma, os servidores têm de trabalhar 40 horas semanais – oito horas por dia. Durante toda a tarde de ontem, a pressão foi grande. Os servidores estiveram nos gabinetes dos parlamentares para convencê-los da

53

é o número de funcionários efetivos da Câmara de Vereadores de Campinas

mudança. Com a resistência – parte com medo das críticas da opinião pública –, os servidores refizeram a proposta e tentaram uma carga horária de sete horas diárias. Foi em vão. Mas os atuais servidores efetivos não têm muito a reclamar, já que conseguiram garantia de que terão incor-

porado aos salários o último valor recebido no holerite, mesmo não tendo os 36 meses de exercício na função. Há uma legislação na Câmara que garante que um servidor que está há três anos na função passa a ter o valor incorporado no salário. Serão contemplados cerca de oito funcionários. Os salários médios dos servidores da Câmara são de R$ 15 mil. Já o projeto que trata da organização administrativa foi retirado porque um dos artigos conflitava com o regimento interno da Casa. Será votado na quarta-feira, em sessão extraordinária. METRO CAMPINAS

Vereadores votam projeto que cria novos cargos para concurso | METRO

Presidente do TJ-SP promete mais varas O presidente do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), Renato Nalini, disse que o Judiciário irá apresentar um novo projeto para destinar a Campinas novas varas judiciais. A promessa foi feita aos vereadores Luiz Cirilo

Olhar cidadão

ROSE GUGLIELMINETTI ROSE.GUGLIELMINETTI @METROJORNAL.COM.BR

(PSDB) e Carlão do PT durante visita ontem ao chefe do TJ-SP. “Ele só não deu o número de varas que a cidade vai receber, mas disse que irá reformular o projeto porque a proposta recebeu mais de três mil emendas, o que mostra que é deficitá-

rio”, disse o tucano. O projeto do TJ-SP cria 390 varas judiciais, mas nenhuma em Campinas. Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), prevê a instalação de 19 varas distribuídas nas cidades de Americana, Cosmópolis,

Hortolândia, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré. Ao todo são 240 varas nominadas, que são aquelas que já têm comarca e matéria definida. Outras 150 varas genéricas serão distribuídas conforme critério do Tribunal.

Por causa da exclusão, a Câmara montou uma comissão para reivindicar o direito de se ter novas varas na cidade. As varas que são criadas ficam como estoque e, conforme as necessidades, vão sendo implantadas. METRO CAMPINAS

REFLEXO ELEITORAL O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB) vai manter os seus aliados dentro da Prefeitura de Campinas. Valter Petito, homem de confiança de Carlão, pode assumir a Secretaria de Controle e Gestão. O titular, Flávio Henrique Pereira, também da cota dos tucanos, deixará a pasta para auxiliar na campanha de Aécio Neves à Presidência. O deputado federal será o coordenador jurídico da campanha tucana. Os tucanos dizem que Petito diretor da Dersa – empresa do governo paulista que fiscaliza as estradas – tem 90% de chances para ocupar o cargo. Já a Prefeitura de Campinas não comenta a indicação. Câmara ganha ‘sósia’ do Dr. Hélio A diplomação do vereador Gustavo Petta (PCdoB) como deputado federal no lugar de João Paulo Cunha (PT) – que foi

preso após ser condenado no mensalão –, vai dar lugar para um sósia do Dr. Hélio (PDT) – prefeito cassado por envolvimento com a corrupção na Sanasa – na Câmara de Campinas: Ronaldo de Souza, suplente que é muito parecido com o pedetista. A ligação de Souza com Dr. Hélio não fica só na aparência: ele integrou o governo pedetista. Foi diretor do DPJ (Departamento de Parques e Jardins). No período em que era diretor, a semelhança era sempre recebida com sorrisos. Será que mudou? Subsídio inalterado O prefeito Jonas Donizette (PSB) publicou decreto em que vai destinar cerca de R$ 17 milhões para subsidiar o sistema de transporte no primeiro trimestre deste ano. Com isso, a ampliação do valor pedida pelas empresas, só depois de junho.

Bovespa - 0,75% (47.710 pts) Euro + 0,85% (R$ 3,26) Salário Selic (10,5% a.a.) mínimo (R$ 724)

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 019/3779-7421

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Metro Campinas. Editora-Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231) Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Simone Monfardini Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, Jardim São Gabriel, CEP 13045-541, Campinas, SP. Tel.: 019/3779-7421. O jornal Metro é impresso na Log&Print Gráfica e Logística S.A.

A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Mercadão perde público com mudança de ônibus Em baixa. Comerciantes se queixam das alterações no itinerário das linhas, que deixam clientela mais afastada Não bastasse a concorrência de um número cada vez maior de comércios que se multiplicam pelos bairros da cidade, o Mercado Municipal enfrenta agora um novo revés para manter seu público: as mudanças de linhas de ônibus. No último dia 12 de janeiro, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) realocou seis linhas que paravam na Radial Penido Burnier, próxima ao Mercado Municipal, para o Terminal Metropolitano. A distância entre os pontos é de 1,3 quilômetro. A mudança impactou no movimento, já que esses ônibus, cujo itinerário segue até Sumaré e Paulínia, transportam cerca de 7 mil passageiros todos os dias. “Muitos dos clientes usavam essas linhas. Com-

pravam aqui e já pegam o ônibus. Agora, eles são obrigados a subir uma ladeira para chegar ao ponto do ônibus. Imagina fazer isso com as compras? Muita gente desiste mesmo”, afirma José Antônio Peres, 56 anos, que possui barraca no Mercadão desde 1979. Balanço de 2008 da Prefeitura de Campinas apontou que em dias úteis o Mercadão recebia 5 mil pessoas. No fim de semana, o movimento chegava a 8 mil. Porém, segundo Peres, há cerca de dois anos uma pesquisa feita por alunos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) constatou que o movimento já havia baixado para 2,5 mil e 4 mil, respectivamente. “A impressão que temos hoje é de não chegar nem na metade disso. É só olhar para o cor-

“Essa semana temos uma reunião com o secretário. Estamos tentando cercar de todas as formas possíveis.” JOSÉ ANTÔNIO PERES, COMERCIANTE

redor. Há alguns anos, teríamos muito mais pessoas circulando por aqui. Agora, a maioria é gente do próprio Mercadão”, desabafa. Apesar da mudança recente das linhas, não é de agora que alterações como esta têm influenciado no movimento, lembra Sanae Murayama Sato, presidente do Sindivarejista. Em 2009, aproximadamente 30 mil usuários de 13 linhas que tinham como ponto o Terminal Mercado tiveram seus itinerários transferidos para

A última mudança de linhas foi em janeiro | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

a Estação Expedicionários. “Para quem trabalha no Centro, o Mercadão é sempre uma boa alternativa, porque quando essa pessoa chega do trabalho depois de pegar o ônibus, geralmente, o comércio do seu bairro está fechado”, afirma Sanae. A EMTU informou que as mudanças estão sendo monitoradas para que novas al-

terações possam ocorrer, caso se façam necessárias para melhorar o atendimento. A EMTU disse ainda que a alteração foi necessária porque o volume de passageiros e ônibus no local estava alto para a infraestrutura. JULIANA EWERS METRO CAMPINAS

|03|◊◊

Trânsito. Fiscais da Emdec voltam a Viracopos Doze agentes da mobilidade urbana – quatro por turno – estão de volta a Viracopos para fiscalizar as vias públicas do sítio aeroportuário. O convênio de cooperação mútua foi assinado ontem entre a concessionária, a Emdec – que gerencia o trânsito em Campinas – e a Secretaria de Transportes. O acordo tem duração até 31 de julho. E, com a Copa do Mundo sendo realizada neste período, o número será ampliado de acordo com a demanda. Na primeira etapa deste convênio, a Emdec vai avaliar a situação atual de sinalização e sugerir à concessionária projetos e ajustes. Além disso, os fiscais vão auxiliar na operação, orientação, monitoramento, fiscalização de trânsito e fiscalização de transporte na área. Os agentes poderão ainda aplicar penalidades e medidas administrativas. METRO CAMPINAS


|04|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Vítima de uma guerra irracional Tragédia. Polícia pede a prisão preventiva de suspeito de ter acendido rojão que atingiu a cabeça de Santiago Andrade. Ele morreu ontem A Polícia Civil já sabe quem é o autor do disparo de rojão que atingiu a cabeça do cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, 49, na quinta-feira, durante uma manifestação contra o aumento da passagem de ônibus no Rio. A morte do profissional da Band foi confirmada no fim da manhã de ontem. O delegado Maurício Luciano de Almeida, da 17ª DP (São Cristóvão), pediu à Justiça a prisão do suspeito após o tatuador Fábio Raposo, coautor do crime, ter identificado em uma foto o homem que teria acendido o explosivo. A Polícia Civil só vai divulgar a identidade do segundo suspeito quando a Justiça se manifestar. “Nós precisávamos da confirmação do Fábio. Ele não teve dúvida em reconhecer. Nós temos convicção de que é ele”, disse o delegado. Em um vídeo que circula na internet, o suspeito estaria saindo da Central do Brasil antes da manifestação. Ele e Raposo podem pegar até 35 anos de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e crime com explosivo. Transferido ontem para o complexo de Gericinó, o tatuador disse que conhecia uma pessoa próxima ao acusado, e essa pessoa teria identificado e dado o nome do homem à polícia. Dilma pede rigor à PF A presidente Dilma Rousseff pediu à Polícia Federal (PF) que participe das investigações. A determinação foi anunciada depois de uma reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. “Determinei à PF que apoie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível”, disse Dilma, em seu perfil no Twitter. Durante a tarde, o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) negou envolvimento com os autores do disparo do rojão. “Acredito que esta violência causou o esvaziamento da participação da sociedade nas manifestações”, explicou Freixo, durante entrevista coletiva. METRO RIO

REPRODUÇÃO

“A morte de Santiago Andrade revolta e entristece. Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas.”

“A violência que tirou a vida do profissional da imprensa, no momento que exercia sua função, representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas.”

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

PREFEITO EDUARDO PAES

Nota do Grupo Bandeirantes de Comunicação

A tragédia que envolve a morte do cinegrafista Santiago Andrade – e que nos deixa arrasados diante da perda de um companheiro querido – é mais uma evidência de que a desordem está imperando nas ruas de nossas cidades. O desvairado que soltou a bomba assassina é um exemplar conhecido de baderneiro, como tantos que vêm espalhando o terror, infiltrados entre manifestantes. A força de reação que encontram não tem sido suficiente para intimidá-los. Pelo contrário, estão cada vez mais ousados e seguros nas suas ações violentas. A Band vai acompanhar e exigir, passo a passo, as investigações, o processo e a condenação desse assassino e de seu grupo. E, ao fazer isso, estará solidária não só com a família de Santiago Andrade. Mas com toda a família brasileira, que já não suporta viver cercada de tantas e variadas ameaças, sentindo-se numa terra de ninguém.

Família vai doar os órgãos do cinegrafista Profissional da Rede Bandeirantes há uma década, Santiago Ilídio Andrade era casado com Arlita Andrade há 30 anos. Ele deixou uma filha e três enteados. Apaixonado por música e pelo Flamengo, o cinegrafis-

ta ganhou dois prêmios de jornalismo (“Prêmio Mobilidade Urbana”) por matérias sobre a situação dos transportes no Rio nos anos de 2010 e 2012. Destacou-se também na cobertura das chuvas na Re-

Carta da filha

gião Serrana, em janeiro de 2011, e em Xerém, em janeiro do ano passado. A família de Santiago Ilídio Andrade informou que doará os órgãos do cinegrafista.

“Meu nome é Vanessa Andrade, tenho 29 anos e acabo de perder meu pai.

Quando decidi ser jornalista, aos 16, ele quase caiu duro. Disse que era profissão ingrata, salário baixo e muita ralação. Mas eu expliquei: vou usar seu sobrenome. Ele riu e disse: então pode! Quando fiz minha primeira tatuagem, aos 15, achei que ele ia surtar. Mas ele olhou e disse: ‘Caramba, filha. Quero fazer também’. E me deu de presente meu nome no antebraço. Quando casei, ele ficou tão bêbado, que na hora de eu me despedir pra seguir em lua de mel, ele vomitava e me abraçava ao mesmo tempo. Me ensinou muitos valores. A gente que vem de família humilde precisa provar duas vezes a que veio. Me deixou a vida toda em escola pública porque preferiu trabalhar mais para me pagar a faculdade. Ali o sonho dele se realizava. E o meu começava. Esta noite eu passei no hospital me despedindo. Só eu e ele. Deitada em seu ombro, tivemos tempo de

METRO RIO

Homenagens de amigos de profissão Aproximadamente 50 repórteres cinematográficos e fotográficos fizeram um ato em homenagem ao cinegrafista, no fim da tarde de ontem. Eles caminharam da Igreja da Candelária, no Centro, até onde Santiago foi atingido, próximo da Central do Brasil, onde todos deixaram suas máquinas ao lado da mancha de sangue no chão. Mais tarde, os profissionais lembraram os riscos enfrentados pela categoria na cobertura de protesto de rua. Em seguida, eles se dirigiram à paróquia Santa Cecília e São Pio 10, em frente à se-

Fotógrafos e cinegrafistas fizeram homenagem na Central | FERNANDO FRAZÃO/ABR

de da Band, em Botafogo, onde foi realizada uma missa em homenagem ao cinegrafista. Também houve um ato em homenagem a Santiago por fotógrafos e cinegrafistas de Brasília.

Nova manifestação Cerca de mil pessoas voltaram a se manifestar pelas ruas do Centro do Rio, ontem, contra o aumento das passagens de ônibus para R$ 3.

Pai e filha durante o casamento

conversar sobre muitos assuntos, pedi perdão pelas minhas falhas e prometi seguir de cabeça erguida e cuidar da minha mãe e meus avós. Ele estava quentinho e sereno. Éramos só nós dois, pai e filha, na despedida mais linda que eu poderia ter. E ele também se despediu. Sei que ele está bem. Claro que está. E eu sou a continuação da vida dele. Um dia meus futuros filhos saberão quem foi Santiago Andrade, o avô deles. Mas eu, somente eu, saberei o orgulho de ter o nome dele na minha identidade. Obrigada a todos. Ele também agradece. Eu sou Vanessa Andrade, tenho 29 anos e os anjinhos do céu acabam de ganhar um pai.”

METRO RIO

IMPRENSA INTERNACIONAL REPERCUTE MORTE DE SANTIAGO REPRODUÇÃO

‘BBC’ e ‘Le Figaro’ abordaram a morte do cinegrafista ontem

A morte do cinegrafista Santiago Andrade foi lembrada em alguns dos principais portais de comunicação do mundo. O site do jornal norte-americano “The Wall Street Journal” destacou que as manifestações têm se tornado regulares desde a Copa das

Confederações do ano passado. O francês “Le Figaro” lembra que o fato que desencadeou o retorno dos protestos violentos na cidade foi o anúncio do aumento da passagem de ônibus, que entrou em vigor sábado. A página na internet

da emissora britânica BBC disponibiliza, junto à matéria sobre a morte de Santiago Andrade, um vídeo do dia em que o repórter cinematográfico foi atingido pelo explosivo. Um correspondente da BBC ajudou a prestar os primeiros socorros.


|06|

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

LULA TRABALHA PARA SER O CANDIDATO A PRESIDENTE. Alguns ministros que

“A MORTE DO CINEGRAFISTA SANTIAGO ANDRADE REVOLTA E ENTRISTECE.”

saíram dos cargos há dias e dirigentes do PT têm em comum a certeza de que Lula trabalha para assumir a candidatura presidencial, em substituição a Dilma Rousseff. Sua intervenção para impor ministros, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), e fazer seu grupo assumir o controle da comunicação do governo fazem parte da estratégia. A única dúvida é se tudo foi combinado com a presidenta.

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Banco é multado em R$ 67 milhões por espionagem Investigação. MPT-PR acusa HSBC de contratar empresa para monitorar 152 empregados doentes em vários estados entre 1999 e 2003

PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, SOBRE O ASSASSINATO DO JORNALISTA POR ATIVISTAS BLACK BLOCS

Ortelio atuava no interior de São Paulo | REPRODUÇÃO/FACEBOOK

VICE DE SONHO. Segundo

petistas influentes, Lula deve articular a própria candidatura a presidente contando com o amigo Eduardo Campos (PSB) como vice.

Eduardo Campos | DIVULGAÇÃO

PIMENTEL EM MINAS. Apesar do fogo cruzado do PMDB com Dilma, na briga por ministérios, o PT de Minas negocia com o partido de Michel Temer o fechamento de apoio à candidatura de Fernando Pimentel a governador.

QUE PAÍS É ESTE? Com a morte de Santiago Andrade, os terroristas do “black bloc” atingiram o objetivo: afastar a população dos protestos. Mas acertaram no que não viram: a péssima repercussão mundial para a Copa. BANDITISMO. Ainda está livre o assassino principal de Santiago Andrade, cinegrafista da Band. O outro criminoso finge que não é com ele. E ainda dizem que “não era a intenção” do black bloc bandido. À família resta chorar. CANDIDATO DE MIM. Tanto PMDB quanto o PSDB e o PR acreditam que a candidatura do senador Lindbergh Faria (PT) ao governo do Rio é só blefe. Isolado por aliados nacionais, o petista negocia ao menos o apoio do PCdoB.

Ministério Público investiga o caso desde 2012 | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

O HSBC foi condenado a pagar uma indenização de R$ 67,5 milhões em danos morais coletivos por ter espionado 152 empregados de todo o Brasil que eram afastados por doenças. O objetivo era investigar as atividades extrabanco. Os casos ocorreram entre 1999 e 2003. A decisão é do juiz Felipe Calvet, da 8ª Vara do Trabalho de Curitiba, com base em uma ação civil pública ajuizada pelo MPT-PR (Ministério Público do Trabalho no Paraná) em 8 de agosto de 2012. O banco teria contratado a empresa CIE (Centro de Inteligência Empresarial) para monitorar os funcionários. “Dossiês feitos mostram que os investigadores priva-

dos contratados chegavam a entrar nas residências dos funcionários, reviravam seu lixo em busca de informações pessoais, especialmente informações a respeito de outras fontes de renda. Houve abordagens de investigadores que fingiram realizar pesquisas e entregar flores, com o objetivo de recolher informações sobre o empregado. Nos dossiês constavam fotos e vídeos da família do funcionário, inclusive de crianças”, contou o procurador do trabalho responsável pela ação, Humberto Mussi de Albuquerque. Segundo o procurador, eram obtidas informações como horários de saída e volta à casa, local de destino, meio de transporte e trajes quando saíam, há-

bitos de consumo, informações sobre cônjuges e filhos, antecedentes criminais, ajuizamento de ações trabalhistas, participação em sociedade comercial e posse de bens como carros. O valor da indenização será revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. Cada trabalhador investigado poderá ainda entrar com uma ação individualmente contra o banco, pedindo uma indenização por dano moral individual. O HSBC Bank Brasil não vai comentar o caso porque “trata-se de decisão em primeira instância sujeita a recursos”. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

PODER SEM PUDOR

Dentes sacrificados No governo do general Ernesto Geisel, o ministro Mário Henrique Simonsen levou o assessor Ary Pinto para uma reunião, em Nova York, com o ministro da Fazenda do Irã. Ary pediu uísque, irritando o iraniano, porque o islamismo proíbe bebida alcoólica. Tempos depois, o mesmo Ary foi portador do acordo negocia-

Mais Médicos. Mais um cubano deixa o programa

do naquela ocasião, para ser assinado. O iraniano o recebeu com crescente má vontade, até que, chamou o brasileiro de “desgraçado”. Ary fumava seu cachimbo, para manter-se calmo. Mas, ofendido, cravou os dentes no cachimbo com muita força. Exagerou: ao retirá-lo da boca, sua dentadura veio junto.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

Ex-deputado, João Paulo fica sem aposentadoria Preso há uma semana no presídio da Papuda, o ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que renunciou na última sexta-feira, ficará também sem direito à aposentadoria. Segundo a Câmara, o petista não tem os requisitos mínimos para assesgurar o benefício: 60 anos de idade e 35 anos comprovados de trabalho com carteira assinada.

João Paulo tem 55 anos de idade e, ao todo, 33 anos de contribuição. Ele tem como formação o trabalho de metalúrgico. A vida pública começou em 1990, quando foi eleito deputado estadual. O petista estava no quarto mandato consecutivo de deputado federal, iniciado em 1993 - sendo presidente da Câmara entre 2003 e 2005. Duran-

te o período, contribuiu com o fundo de aposentadoria parlamentar e poderá requerer a aposentadoria assim que cumprir as exigências. O ex-presidente da Câmara está numa cela do CIR (Centro de Internamento e Reeducação) e cumpre pena no regime semiaberto de 6 anos e 4 meses por peculato e lavagem de dinheiro. METRO BRASÍLIA

Pela segunda vez em menos de uma semana, o programa Mais Médicos registrou nova deserção. O cubano Ortelio Jaime Guerra -- contratado em dezembro do ano passado para trabalhar em Pariquera-Açu (SP) -- afirmou ontem numa rede social que fugiu para os Estados Unidos. O motivo da fuga não foi informado. “Meus amigos de Pariquera-Açu, eu preciso que vocês saibam que tive que ir embora de lá sem falar isso para ninguém por questões de segurança”, escreveu. “Agradeço aos amigos pela bondade e amor. Prometo que um dia vou voltar para ver vocês.” Ramona Primeira cubana a abandonar o programa, Ramona Rodriguez prestou depoimento ontem no MPT (Ministério Público do Trabalho) e afirmou que era obrigada a pedir autorização para sair da cidade de Pacajá (PA). Ramona aguarda um pedido de asilo no Brasil vivendo no apartamento de um deputado do DEM. Ela justificou a saída alegando que não tinha sido informada que receberia apenas em torno de R$ 950 dos R$ 10 mil pagos pelo programa. Ela começou a trabalhar ontem na área administrativa da AMB (Associação Médica Brasileira). METRO BRASÍLIA

22

cubanos deixaram o programa Mais Médicos - 17 alegaram problemas de saúde e outros cinco por problemas pessoais.


|08|

ENTENDA O CASO O QUE OS POUPADORES PEDEM NA JUSTIÇA O ressarcimento das perdas provocadas nas aplicações por planos econômicos implantados pelo governo entre 1987 e 1991 para combater a inflação

PLANO

Quem teria direito

BRESSER (1987)

VERÃO COLLOR 1 COLLOR 2 (1990)

(1989)

(1991)

Poupança com Poupança com Poupança com Poupança com aniversário aniversário aniversário aniversário de 1º a de 1º a de 1º a de 1º a 15/4/1990 15/6/1987 15/1/1991 15/1/1989

(há outras datas)

Prazo para a ação

31/3/2007

31/11/2008

31/3/2010

31/1/2011

Poupança. STF volta a julgar perdas dias 26 e 27 O STF (Supremo Tribunal Federal) vai retomar o julgamento, nos dias 26 e 27 deste mês, dos processos que pedem a correção da poupança nos planos econômicos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e Collor II, que vigoraram no país entre as décadas de 1980 e 1990. O julgamento foi iniciado em novembro do ano passado. Ao ser retomado, implicará na solução de mais de 390 mil processos sobrestados nas instâncias de origem. As ações foram movidas por quem tinha conta na poupança entre os anos de 1987 e 1991. Está em discussão o direito dos poupadores de receber a diferença de correção monetária em depósitos na poupança decorrentes dos

planos econômicos de cada época. Os ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes serão os relatores dos processos em julgamento. Segundo o Banco Central, o sistema bancário pode ter prejuízo estimado em R$ 149 bilhões se o Supremo decidir que os bancos devem pagar a diferença. O governo federal prevê retração de crédito nos bancos públicos e privados, com a redução de crédito no sistema financeiro. O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) discorda da estimativa de perdas feitas pelo Banco Central. Para o instituto, o montante a ser pago pelos bancos aos poupadores é R$ 8,465 bilhões. METRO

Microempreendedor. Carnê será enviado pelos Correios A Secretaria da Micro e Pequena Empresa passará a enviar pelos Correios as guias de recolhimento para que os microempreendedores individuais e profissionais autônomos, cuja receita é até R$ 60 mil por ano, paguem seus tributos. Segundo o ministro Afif Domingos, no ano passado a inadimplência entre os 3,7 milhões de cadastrados como microempreendedores chegou a 55%. Ele acredita que a falta de pagamento é causada pela dificuldade de acesso às guias disponíveis para imprimir na internet, porque nem todos os cadastrados têm acesso frequente à rede de computadores. Os carnês para pagamento devem chegar até 20 de fevereiro e os custos com

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Objetivo é reduzir inadimplência, diz Afif | CARLOS RHIENCK/FUTURA PRESS

o envio serão da secretaria. Segundo Afif Domingos, o tempo em que os cadastrados deixaram de pagar não deve ser cobrado. “No caso da Previdência, por exemplo, quem não pagou só ficou fora do benefício”, disse. METRO COM AGÊNCIAS

Juro ao consumidor é o maior desde setembro de 2012 Crédito. Taxa média passou de 5,6% em dezembro para 5,65% ao mês em janeiro deste ano, segundo pesquisa da Anefac. Expectativa é de novas altas com o aumento da Selic O processo de elevação da Selic promovido pelo BC (Banco Central) desde abril do ano passado fez com que as taxas de juros das operações de crédito atingissem o maior patamar desde setembro de 2012. A taxa média geral para pessoa física passou de 5,60% ao mês em dezembro de 2013 para 5,65% em janeiro 2014, segundo pesquisa da Anefac (associação dos executivos de finanças) divulgada ontem. Em janeiro, os juros médios cobrados do consumidor subiram pelo oitavo mês consecutivo. Das seis linhas de crédito pesquisadas, apenas a taxa do cartão de crédito-rotativo se manteve estável. “Esta situação é reflexo do aumento da taxa básica de juros (Selic) promovida pelo Banco Central em 15 de janeiro passado”, afirma o diretor executivo de estudos econômicos da entidade, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

4,78 pontos percentuais, passando de 88,61% ao ano em janeiro de 2013 para 93,39% ao ano no mês passado.

CRÉDITO MAIS CARO Taxa de juros ao mês LINHA DE CRÉDITO Dez/13

Jan/14

JUROS COMÉRCIO

4,25%

4,35%

CARTÃO DE CRÉDITO

9,37%

9,37%

CHEQUE ESPECIAL

7,97%

8,03%

FINANCIAMENTO DE CARROS (CDC)

1,65%

1,69%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (BANCOS)

3,20%

3,26%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (FINANCEIRAS)

7,16%

7,20%

TAXA MÉDIA

5,60% 5,65%

TAXA AO ANO

66,69% 192,94% 152,66% 22,28% 46,96% 130,32%

93,39%

FONTE: ANEFAC

Mesmo com a desaceleração do IPCA, inflação oficial, para 0,55%, Oliveira espera um novo aumento da Selic na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do BC, nos dias 25 e 26. Na sua avaliação, os atuais indicadores de inflação mostram pressões inflacionárias. “Por conta disso é

provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses”. Do ano passado para cá, o Banco Central elevou a Selic em 3,25 pontos percentuais, de 7,25% para os atuais 10,50% ao ano. Já a taxa de juros média para pessoa física apresentou uma elevação de

Mais aperto monetário Economistas de instituições financeiras passaram a ver um aperto maior da política monetária em 2014 ao elevarem a projeção para a Selic a 11,25% ao ano. Com isso, estimam também agora a inflação abaixo de 6%, segundo pesquisa Focus do Banco Central divulgada ontem. No levantamento anterior, a expectativa para 2014 era de que a taxa básica de juros ficaria em 11%. Para 2015, ele passou a ser estimada em 12% ao ano. A perspectiva para a reunião deste mês do Copom continua sendo de alta de 0,25. Mais duas altas de 0,25 ponto percentual estão previstas: uma para abril e outra para dezembro, após as eleições presidenciais em outubro. METRO

Custo de vida em São Paulo tem a maior alta desde 2003

IR. Defasagem da tabela atinge 61,42% em 2013

O custo de vida no município de São Paulo aumentou 1,95% em janeiro, variação bem superior à de 0,44% registrada em dezembro, segundo ICV, índice apurado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). É a maior alta desde janeiro de 2003, quando subiu 2,92%. Em 12 meses, o índice apresenta alta acumulada de 6,23%. Como normalmente ocorre em janeiro, o reajuste das mensalidades escolares puxou a inflação de educação e leitura, que subiu 7,63%. O subgrupo referente à educação variou 7,97% e os itens com as maiores taxas foram educação infantil e ensino fundamental, com variações superiores

A tabela do Imposto de Renda fechou 2013 com uma defasagem de 61,42% em relação à inflação, segundo o Sindifisco (sindicato dos auditores fiscais). Entre 1996 e 2013, o IPCA acumulado foi de 206,64% contra um reajuste de 89,96% nas faixas de cobrança do tributo. Quem ganha R$ 3 mil mensais, por exemplo, tem descontado R$ 129,39 na fonte. Se a tabela fosse integralmente corrigida, o valor seria de R$ 17,89. Isto é, o Fisco fica com R$ 111,50 a mais, uma diferença de 623,25%. No extremo oposto, quem recebe R$ 100 mil por mês deixa na fonte R$ 26.709,43. Se houvesse o reajuste, o desconto seria de R$ 26.223,86, uma diferença de apenas 1,85%. METRO

Gastos com educação subiram 7,63% em janeiro | JUCA VARELLA/FOLHAPRESS

a 10,00%, seguidos do ensino médio (9,38%) e universitário (8,11%). Os livros didáticos aumentaram 7,68%. O subgrupo leitura teve alta de 1,62%.

Também pesaram mais bolso do paulistano os gastos habitação (1,94%), alimentação (1,38%) e despesas pessoais (6,68%), segundo o Dieese. METRO


|10|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Europa alerta Suíça sobre restrições à imigração

Referendo. País pode perder privilégios comerciais e outros pontos de acordo bilateral com a UE, que inclui cooperação tecnológica A Suíça pode perder seu acesso privilegiado ao mercado único da Europa, disseram ontem funcionários do bloco. O alerta veio depois que eleitores suíços aprovaram no domingo -- por margem muito pequena -- uma proposta para restringir a imigração de cidadãos da União Europeia no país. A proposta foi patrocinada pelo Partido do Povo Suíço, de direita. O partido se aproveitou das preocupações de que a cultura suíça estaria sendo corroída por estrangeiros, que são 25% dos 8 milhões de habitantes. Os limites à imigração foram contestados pela indústria suíça e o governo em Berna, que agora está na desconfortável posição de ter que transformar o resultado do referendo em lei e

conter a reação de Bruxelas e de grandes vizinhos, como Alemanha e França. “A Suíça se prejudicou muito com este resultado”, disse o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. “Picuinhas com a UE não são uma boa estratégia de longo prazo.” A livre circulação de pessoas e postos de trabalho dentro de suas fronteiras fazem parte de uma das políticas fundamentais da UE. A Suíça, embora não seja um membro do bloco de 28 nações, tem participado disso sob um pacto com Bruxelas. Estão na Suíça empresas de alimentos e bebidas, como Nestlé, as farmacêuticas Novartis e Roche, além de negociantes de commodities. METRO

Saia-justa

Acordos podem cair

Placa de um posto de alfândega na fronteira suíça | DENIS BALIBOUSE/REUTERS

Desde 2002, a Suíça e os cidadãos da UE podem atravessar a fronteira livremente e trabalhar em qualquer um dos lados, desde que tenham um contrato ou sejam trabalhadores autônomos. Autoridades da UE disseram que o tratado de livre mobilidade faz parte de um pacote de sete acordos que não podem vigorar separadamente: se um deles é suspenso, todos perdem a validade. Os acordos abrangem também a cooperação eco-

nômica e tecnológica, contratos públicos, aceitação mútua de diplomas e licenças, comércio agrícola, aviação e tráfego rodoviário e ferroviário. “Nós não podemos aceitar as restrições aprovadas ontem (domingo)”, disse a porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde. “Isto terá implicações para o resto dos acordos com a Suíça.” As empresas dizem que a reintrodução das cotas de imigração, aprovada por uma margem de apenas 19.526 eleitores, ameaça a economia suíça que depende da UE para quase um quinto de seus trabalhadores. METRO

Negociações sobre Síria têm reinício difícil A segunda rodada de negociações de paz sobre a Síria começou ontem já abalada, com o mediador internacional se reunindo separadamente com os dois lados do conflito, depois que violações a um cessar-fogo local e uma ofensiva islâmica prejudicaram o seu trabalho. Antes das negociações, o mediador Lakhdar Brahimi disse aos representantes para que fossem priorizados nas discussões o fim dos combates e a formação de um governo transitório. Os representantes do governo afirmaram que o combate

ao “terrorismo”, expressão que eles usam para se referir à revolta em geral, deveria ser pactuado antes. A segunda rodada do diálogo se dá depois das negociações do mês passado, as primeiras em quase três anos de guerra civil, quando não houve avanços. Brahimi tentou na época quebrar a desconfiança mútua focando numa trégua para a cidade de Homs, mas mesmo essa medida só foi acordada depois do fim da primeira rodada. No sábado, agentes humanitários enfrentaram ataques quan-

Comboio de ajuda humanitária chega a Homs, na Síria | T. AL KHALIDIYA/REUTERS

do retiravam civis da cidade. Uma carta de Brahimi para os representantes dos dois lados no fim de semana dizia que a nova rodada tinha como objetivo tratar de temas como o fim da violência, a formação de um governo transitório e planos para instituições nacionais e reconciliação. A oposição diz que um governo transitório deve excluir o presidente Bashar al-Assad. Os representantes do governo afirmam que não discutirão a saída do presidente. METRO


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

|11|◊◊

Fim da gambiarra

Investimento DR.RESOLVE/DIVULGAÇÃO

Para os serviços prestados na área de pequenos e médios reparos elétricos e hidráulicos – os mais comuns –, os preços variam de R$ 150 a R$ 300, por hora. Outra opção é escolher entre os pacotes de serviços oferecidos ou pedir um orçamento, se a empreitada for um pouco maior, como limpeza de caixa d’água, desentupimento e pinturas. Porém, essas empresas dificilmente realizam projetos que ultrapassem o valor de R$ 10 mil. METRO

{METRO QUADRADO}

+ METRO2

Praticidade. Oferta de pequenos e médios consertos domésticos começa

Profissionais qualificados são investimento das empresas

a despertar o interesse dos brasileiros PRAQUEMARIDO/DIVUGAÇÃO

Pequenos danos domésticos vêm ganhando cada vez mais destaque no setor de prestação de serviços. Principalmente porque empresas que oferecem pequenos e médios reparos vêm ganhando espaço entre idosos e mulheres de 35 a 45 anos, das classes

A e B, que se sentiam intimidados ao colocar um estranho sem qualificações comprovadas dentro de casa. Pelo menos é o que avalia Adriana Coelho, representante da franquia Super Marido. A busca por bons profissionais também foi o que

motivou David Pinto, da Dr. Resolve, a encontrar um nicho no mercado. “A ideia de criar a empresa surgiu pela dificuldade de encontrar profissionais na área de reforma”, afirma. Outro diferencial deste tipo de companhia está na

amplitude de atendimento ao público. Segundo Juci Félix, da Praquemarido, o meio corporativo vem descobrindo o serviço e se beneficia pela formalidade dos profissionais no atendimento e pela rapidez dos serviços oferecidos. METRO

Confiança

“A segurança de quem o cliente coloca dentro da sua residência é um dos fatores decisivos na escolha desses serviços.” JUCI FÉLIX, PRAQUEMARIDO


2 CULTURA

|12|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Livro inédito celebra cem anos da estreia de Chaplin Cinema. Centenário do personagem Carlitos é comemorado neste mês com lançamento da única obra de ficção do ator. Reconstruído pela Cineteca de Bolonha, ‘Footlights’ baseou roteiro de ‘Luzes da Ribalta’, um de seus principais filmes Calças folgadas, sapatos grandes, bengala na mão, chapéu-coco e bigode “vassourinha”. Foi com esse look que a figura do palhaço migrou do circo para o cinema na pessoa de Carlitos, personagem criado por Charlie Chaplin (18891977) há cem anos. O “vagabundo”, como ficou conhecido, fez sua primeira aparição em 7 de fevereiro de 1914 no filme “Corrida de Automóveis para Meninos”. A celebração de seu centenário inicia com a publicação de “Footlights”, único romance de Chaplin, até então nunca lançado. Escrito em 1948, o texto deu origem ao argumento de “Luzes da Ribalta”(1952), tido como último grande filme do ator e diretor e que, curiosamente, não traz Carlitos. A obra foi reconstruída pelo biógrafo de Chaplin, David Robinson, a partir de rascunhos encontrados nos arquivos privados do ator, na Suíça. Em processo de digitalização desde 2002, esse material, que contabiliza mais de cem mil documentos, está agora

aberto ao público na Cineteca de Bolonha (Itália), responsável pela restauração dos mais de 70 filmes de Chaplin. Tanto o romance quanto “Luzes da Ribalta” surgiram em um dos piores momentos da vida do ator, então perseguido pela política anticomunista estabelecida nos Estados Unidos pelo senador Joseph McArthy por ter apoiado a Rússia contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial. As duas obras refletem a nostalgia dele com sua infância no Reino Unido diante dos pais artistas e do pai alcóolatra. Ao jornal “The New York Times”, a codiretora do projeto Chaplin na Cineteca, Cecilia Cenciarelli, disse que “Footlights” é bastante sombrio. “Fica evidente o medo dele do público, o medo de um velho palhaço de não conseguir fazer seu público rir”, afirmou. Editada em inglês, a obra de 70 páginas é acompanhada de “The World of Limelight”, de Robinson, sobre “Luzes da Ribalta”. Está à venda por € 34 no site da Cineteca (cineteca dibologna.it). METRO

Mais Chaplin Relembre obras que retratam e consagram a trajetória do ator e diretor • Biografia ‘Minha Vida’. Na publicação (ed. José Olympio, R$ 50), Chaplin conta a história de sua vida desde o começo de seu trabalho como ator, passando pelo sucesso, os amores e suas opiniões. • Caixa de DVDs ‘Chaplin – A Obra Completa’. O box com 20 DVDs traz todos os seus 13 longas, além de 65 curtas (Versátil, R$ 200). A caixa ainda conta com extras e documentários. • Filme ‘Chaplin’ (1992). Robert Downey Jr. despontou em Hollywood neste longa de Richard Attenborough, em que vive a trajetória do ator até o recebimento de um Oscar especial em 1972. Chaplin como Carlitos em foto de divulgação de ‘O Vagabundo’ (1915) | DIVULGAÇÃO

Teatro e cinema se misturam mais uma vez em novo filme de Renais ‘The Walking Dead’

O retorno

O canal Fox passa a exibir a partir de hoje, às 22h30, a continuação da quarta temporada da série com o episódio “After”. Na trama, Rick (Andrew Lincoln, foto) tenta se recuperar dos graves ferimentos sofridos após o ataque do Governador à prisão. A Band também exibe a série, em sua terceira temporada, todas as quintas-feiras, às 22h30.

Uma das presenças mais aguardadas do 64º Festival de Cinema de Berlim, Alain Resnais “furou”. Motivos: dores nos quadris e escoliose, conta Sabine Azéma, atriz recorrente em seus filmes e estrela de “Aimer, Boire et Chanter” (Amar, beber e cantar, em tradução livre). Se, aos 91 anos, o diretor francês já não pode se dar ao luxo de exaustivas viagens, seu cinema, no entanto, segue jovem. No novo longa, apresentado ontem à imprensa, Resnais continua sua busca por “quebrar as paredes entre o cinema e o teatro”, como ele próprio escreve no material distribuído à imprensa em Berlim. O filme é a terceira adaptação que ele faz de peças do escritor inglês Alan Ayckbourn – a primeira foi “Smoking/No Smoking” (que ganhou o Urso de Prata na

‘Aimer, Boire et Chanter’ disputa o Urso de Ouro no Festival de Berlim

Berlinale de 1994) e a outra foi “Medos Privados em Lugares Públicos” (2006), longa que ficou mais de três anos em cartaz em São Paulo. Nele, o protagonista é George Riley (em inglês, o título é “Life of Riley”), a quem

| DIVULGAÇÃO

restam apenas seis meses de vida. A notícia de seu câncer irrompe amores, desejos, ciúmes e obsessões em seu grupo de amigos próximos. A artificialidade dos diálogos e o antinaturalismo dos ambientes maximizam tanto a iro-

nia do diretor sobre as relações entre esses personagens como a comicidade de suas escolhas e desfechos. Resnais confina seus personagens em um ambiente tão teatralmente artificial que nem parece estranho o fato de que George, apesar de ter um caso com todas as mulheres da trama, jamais apareça em cena. Esgarçar os limites da narrativa cinematográfica, aliás, sempre foi uma das marcas de seu cinema – basta lembrar dos campos vazios de “Noite e Sombra” (1955), a tensão entre memória e presença em “Hiroshima Meu Amor” (1959) e a ambiguidade ficcional de “O Ano Passado em Marienbad” (1961). NATÁLIA PAIVA DIRETO DE BERLIM

Luto. Morre a ex-vedete Virgínia Lane Internada no hospital São Camilo, em Volta Redonda, desde o dia 2 deste mês, a ex-vedete Virgínia Lane morreu ontem, aos 93 anos, de falência múltipla dos órgãos. Considerada a “Vedete do Brasil”, Virgínia ficou famosa por suas pernas e participações em dezenas de filmes e teatros de revista. A música também fez parte de sua vida. Um de seus hits foi “Sassaricando”, de 1952. METRO

Virgínia em imagem de 1977 | FOLHAPRESS


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA

Para Rei, estar em navio com as fãs é como estar em casa

“Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada.” “Hoje em dia eu concordo com as biografias não autorizadas desde que elas respeitem esses dois itens: direito à privacidade e liberdade de expressão.” “O biógrafo tem direito a receber pela vendagem dos livros. Mas a negociação dessa história, com filme ou TV, é direito meu.”

Aos 72 anos, Roberto conta que está escrevendo sua própria biografia: ‘Ninguém vai falar isso melhor do que eu’, acredita | FOTOS: ALE SILVA/FUTURA PRESS

‘Minha história é propriedade minha’ Rei. Roberto Carlos adianta detalhes de sua biografia, fala das desavenças com o Procure Saber e comemora dez anos do projeto ‘Emoções em Alto Mar’. Em setembro, ele fará show em Las Vegas Após cinco minutos já acomodado no palco do teatro do transatlântico MSC Precioza, lotado de fãs e de jornalistas, um bem humorado -- e solteiro, como fez questão de destacar -- Roberto Carlos se deu conta: “Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada. A próxima deve ser marrom!”, brincou o cantor de 72 anos sobre suas manias decorrentes do Transtorno Obsessivo Compulsivo e da fixação na cor azul. No navio ancorado em Búzios, onde ele faz a 10a edição do projeto “Emoções em

|13|◊◊

Alto Mar”, que começou no dia 8 e segue até amanhã, o Rei avisou que está prestes a lançar sua biografia. Sim, mas escrita por ele. “Acho que minha história é propriedade minha e de mais ninguém. Muita gente pensa que vou esconder coisas por isso ou aquilo, mas não mesmo. Vou escrever tudo o que vivi, sofri, as alegrias, tristezas, mas, principalmente, as alegrias. Ninguém vai falar isso melhor do que eu. Já vai sair daqui a pouco. E aí provavelmente isso pode virar em seguida um filme, um seriado ou coisa assim, ou até uma

peça de teatro”, contou. O desligamento da associação Procure Saber, que tem entre os membros Caetano Veloso, Chico Buarque e Djavan e com a qual divergiu quanto à questão das biografias não autorizadas, foi sem mágoas. “Resolvi fazer minha parte separadamente dos outros, mas estou de acordo com muitas coisas. Temos uma relação boa, não estamos assim tão separados como se pensa”, diz o cantor. Ele esclareceu que sua biografia não autorizada, escrita por Paulo César de Araújo, teve a venda proibida judicialmente por “haver invasão de privacidade desnecessária”. “Tem muita coisa que não concordo ali sim, acho que tinham que me consultar pelo menos, por isso tomei aquela atitude de protestar.” Enquanto a publicação oficial sobre sua vida não sai -- “Estou gravando, edi-

tando. Já escrevi coisas até meus 25 anos... quer dizer, então faltam mais dois terços!”, disse --, Roberto lança em março um livro de fotografias entremeadas com versos de 500 canções suas. Em edição de luxo, com tiragem de 3 mil exemplares numerados, o livro custará R$ 4 mil. Até a noite de domingo, foram feitas 70 reservas de fãs que estavam a bordo do cruzeiro. O Rei anunciou ainda que, em setembro, fará um show em Las Vegas que deverá virar especial de TV. Ainda sobre os novos planos, o cantor não descartou gravar um CD de rock. “Sempre que gravo, gosto de dar um toque de rock and roll em algumas canções. Gosto da ideia de gravar um disco de rock and roll”. GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

“Imagina se vou ter medo de fã sentar no meu colo. Difícil vai ser tirá-la.” ROBERTO CARLOS, CANTOR

“Aqui no navio me sinto em casa, em família, sob o mesmo teto. Só não dormimos na mesma cama!”, brincou Roberto Carlos. Foi o suficiente para atiçar as fiéis súditas do Rei, que não medem esforços para chamar a atenção do ídolo e tentar ganhar uma rosa do cantor no final do show. “São dez anos de cruzeiros e criei muitas amizades nos shows do Roberto. Esse amor comum, essa energia é muito boa. Ele é nosso elo”, contou a professora Juzelda Marocco, 68 anos, de Porto Alegre. Com as amigas Dinara Fernandes, 62, e Miriam Heineck, 48, ela armou-se de um gigantesco cartaz para declarar seu amor ao cantor ao longo de uma década a bordo nos cruzeiros.“Já fui a 110 shows dele e sempre que eu puder, vou segui-lo onde for”, disse Adalgisa Santana Pereira, 59, de Salvador. E se o Rei não está assim tão ao alcance das fãs, um cover do cantor há sete anos, o paulista Robson Carlos, 63, desfrutava de seus momentos de fama. A cada passo no navio ele era assediado para fotos. “O RC me comove. Já estive com ele duas vezes e ele disse que não se aborrecia pelo fato de eu imitá-lo”, afirmou o cover. METRO RIO

Adalgisa (esq.) se diverte no cassino do navio com o sósia Robson Carlos


|14|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES

Papo de propaganda

Os invasores

Leitor fala

Novos cargos

JOÃO FARIA JOAO.FARIA@METROJORNAL.COM.BR

CADÊ VOCÊ?

Cruzadas

As marcas procuram pelos consumidores onde quer que eles estejam. Os anunciantes precisam saber exatamente onde o público está e levar sua mensagem publicitária. Fabiana Manfredi, diretora de mídia da agência DM9DDB, revela como encontrar os consumidores que as marcas tanto procuram.

Precisamos que os políticos mudem drasticamente a forma de gestão. É inadmissível que sejam criados mais 165 cargos dentro da Câmara Municipal. O número de vereadores, que têm vários assessores, já é alto para uma cidade como Campinas. Estamos precisando de economia no Executivo e no Legislativo, encaminhando esse dinheiro para a Educação. Os comissionados do prefeito devem ser revistos e cada secretaria poderia ter, no máximo, dois ou três comissionados. Será que um dia nossos políticos terão coragem para acabar com a farra de empregos comissionados em troca de apoio político? Como eles podem dormir sossegados sabendo que o dinheiro dos cargos comissionados poderia ser utilizado em Educação e Saúde? JOSÉ RICARDO LUCARELLI – CAMPINAS, SP

Como as marcas identificam seus consumidores? Aqui na DM9 temos skills específicos de profissionais e utilizamos ferramentas que nos proporcionam maior entendimento do consumidor. Então, desde ferramentas da área de pesquisa de mídia, da área de digital que temos na agência, que a gente desenvolveu uma área específica para tirar insights. Isso ajuda muito a analisar o comportamento das pessoas no ambiente digital, principalmente nas redes sociais. Os buscadores também são grandes fontes de informação para gerar ideias sobre os consumidores. E na hora de optar pelo meio mais eficiente para levar a mensagem? Tem várias formas e hoje existem muitas ferramentas que nos ajudam. Além disso, acumulamos aprendizados que a gente tem das categorias dos clientes e do mercado para definir qual é o melhor meio. Percebemos que as agências terão que se reorganizar totalmente, porque se tivermos uma campanha com vários targets, comportamentos diferentes dentro daquele mesmo meio, são mensagens diferentes, com peças diferentes e criações diferentes. Acreditamos que essa realidade irá mudar até o timing de produção.

Cinegrafista morto Até quando morrerão inocentes por conta das manifestações em que pessoas aparecem com o rosto coberto? Quem cobre o rosto é bandido, não um manifestante comum. MIRIAM QUINTANILHA – CAMPINAS, SP

Metro Pergunta

Qual é a sua opinião sobre os trotes universitários? @ThiCrepaldi

Sudoku

As informações públicas de consumo online ajudam? Nós temos uma área com profissionais exclusivos e dedicados para analisar os consumidores através da análise do comportamento das pessoas nos ambientes digitais, seja nas redes sociais, nas buscas, em comportamento de navegação na web. Conseguimos identificar e traçar o perfil de comportamento e isso enriquece o estudo do nosso público alvo. Porque esses estudos trazem comportamento real das pessoas. E as redes sociais e internet como um todo refletem este comportamento. Criamos uma área agregada a pesquisa de mídia para estudar o comportamento das pessoas, que vai servir de insumo não só para a mídia, mas também para o planejamento, criação, atendimento e para o cliente.

Gosto da prática que a Unicamp adotou, já que realiza o Trote da Cidadania. É um excelente modo de receber os calouros. @vipurgato

Não condeno a existência dos trotes universitários, exceto os abusos cometidos com alguns jovens. @MaranhaoAntonio

O ritual dos jovens não me incomoda, mas sou contra a postura de alguns. Ninguém pode ser obrigado a fazer o que não quer.

É possível acompanhar o consumo de um produto? A maneira mais fácil é através dessa análise das redes sociais. Lá que eles estão falando da percepção do produto. Se estão engajados com o conteúdo e reverberando (positiva ou negativamente) uma determinada experiência.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

João Faria é jornalista e sócio-diretor da Agência Cidadã

Horóscopo

Siga o Metro no Twitter: @Jornal_MetroCPS

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Cuide para não se portar de maneira evasiva em assuntos de pessoas próximas, por mais empenhado que esteja em ajudar.

Regente de seu signo, o Sol forma aspecto tenso com Saturno, influência que aponta tendências uma lentidão para resolver assuntos.

Questões relacionadas a grupos apontam tendências a uma dose de sacrifício. Evite esforços por temas que não é você que deve resolver.

Tenha cuidado com demonstrações possessivas ou pegajosas na vida afetiva. Período especial para esclarecer e se situar de diferenças.

Momento para estabelecer contatos e trocar informações profissionais que servirão para projetos a longo prazo ao longo da semana.

O Sol faz aspecto tenso com Saturno – regente de seu signo – influência que recomenda atenção para não resolver tudo ao seu modo.

Muitas vezes fazer o simples é o mais indicado para solucionar ou amenizar alguns contratempos que envolvam o dia a dia.

Possibilidades para envolvimentos mais intensos com assuntos materiais e para refletir sobre algumas ambições.

Momento para uma reflexão sobre alguns objetivos que tem a longo prazo. Cuide para não apressar situações ou se levar pela ansiedade.

O momento é especial para retomar assuntos que façam você mais feliz no cotidiano, mas que estavam de lado em função de obrigações.

Cuide para que assuntos importantes não sejam discutidos ou tratados pela emoção. Novas responsabilidades marcarão o trabalho.

Assuntos culturais, viagens e contatos à distância são propensos a tomar empenho especial. Amenizará desgastes recentes.


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

Peixe repete time a pela 1 vez no ano Repeteco. Oswaldo de Oliveira mandará a campo contra o Comercial, hoje, às 19h30, a mesma escalação que bateu o Linense por 2 a 1 na última rodada do Campeonato Paulista

Uma das maiores dificuldades para qualquer técnico é repetir a mesma escalação por duas partidas consecutivas. Por contusão, suspensões ou por conta das características do rival, a missão é praticamente impossível. Tanto é que só agora, na 7a rodada do Campeonato Paulista, Oswaldo de Oliveira poderá usar o mesmo time que venceu o Linense por 2 a 1 na última quinta-feira. Hoje, às 19h30, o Peixe recebe o Comercial na Vila Belmiro com Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Alan Santos, Arouca e Cícero; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Os volantes Alison e Anderson Carvalho, além do za-

gueiro Vinicius Simon, ainda se recuperam de lesões para voltar aos treinos com bola. Quem está disponível é o atacante Gabriel, artilheiro do Santos na temporada com quatro gols. A revelação alvinegra, no entanto, perdeu a posição de titular para Damião e ficará como opção no banco de reservas. Já o meia Lucas Lima, que foi oficializado como terceiro reforço santista para temporada e já está regularizado, participou do treino de ontem no grupo dos jogadores que não participaram dos últimos compromissos dos Peixe. Ele foi apresentado e recebeu a camisa 10 que era do argentino Montillo. Melhor de todos

Líder do Grupo C e dono do segundo melhor aproveitamento do Paulistão, a equipe da Baixada Santista precisa apenas de uma vitória simples para superar o Palmeiras, que é o primeiro colocado do Grupo D, com 19 pontos – seis vitórias, um empate e dez gols de saldo. Caso supere o Comercial, o Peixe chega aos mesmos 19 pontos do rival alviverde, mas ultrapassa a equipe dirigida por Gilson Kleina no critério de saldo de gols. METRO

SANTOS • •

ESPORTE

COMERCIAL

Estádio. Vila Belmiro, às 19h30 Transmissão. Rádio Bandeirantes e Bradesco Esportes FM

Leandro Damião seguirá entre os titulares | LUIZ FERNANDO MENEZES/FOTOARENA

Carleto: ‘agradeço o esforço da Ponte’

Jogador se destacou no São Paulo | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

O lateral-esquerdo Thiago Carleto foi apresentado ontem oficialmente na Ponte Preta. Ele agradeceu o empenho do clube para trazê-lo e disse estar feliz e ansioso para estrear. Carleto ficou 7,5 meses parado por contusão e vinha bem no São Paulo antes de se machucar, conquistando a Copa Sul-Americana em 2012. Rápido e dono de um chute possante, o joga-

Guarani. Equipe terá mudança no ataque Poupado na derrota diante do Marília, o atacante Roninho deve ser titular amanhã contra o Monte Azul, fora de casa. Com a volta do jogador, Tiago Cavalcanti deve ficar no banco de reservas. A partida é válida pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. A derrota na última rodada dificultou o planejamento do Bugre. Com muitos jogadores veteranos, o técnico Márcio Fernandes pretendia

fazer rodízio para prevenir que atletas tenham lesões. Porém, o resultado negativo vai exigir que o técnico repense para buscar os três pontos fora de casa. O drama de Simião O volante Wellington Simião, que havia ficado fora do time por contusão desde agosto de 2013, voltou a se machucar diante do Azulão. Isso lhe renderá mais 3 meses de molho. METRO

3

Fumagalli é um dos veteranos | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

dor deve ser uma arma importante para Vadão, como surpresa no ataque. Já que chegou, Carleto foi a Piracicaba acompanhar o time das arquibancadas e, assustado, viu a Macaca ser goleada por 4 a 1. Mas a preocupação inicial deu lugar ao otimismo. “O time melhorou bastante.” Carleto já tem condições de atuar há uma semana, mas pediu um tempo maior

para estar bem fisicamente. A estreia pode ocorrer amanhã, contra o Ituano, no Majestoso, já que Magal não faz um bom campeonato. “Tenho condições de jogar, mas respeito meus companheiros e vou brigar por espaço”. A partida diante do Ituano está marcada para as 19h30. O técnico Vadão define hoje o time. METRO CAMPINAS

Atlético-PR

Adriano

O Furacão tem de definir hoje se vai ou não inscrever o Imperador para a disputa da Libertadores. O time estreia na quinta-feira contra o The Strongest (BOL), na Vila Capanema, e, segundo o regulamento, precisa inscrever os 30 jogadores 48 horas antes da primeira partida.


|16|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

E VAMOS TESTAR! A minha coluna dessa semana está sendo feita de maneira diferente. É que normalmente eu mando na segunda, mais ou menos lá pelas 18h aí do Brasil, a tempo de sair na nesta edição de terça-feira que vocês têm em mãos agora. Faço assim para poder contar de forma atualizada o que está rolando por aqui em termos de Fórmula Indy. Só que hoje a coisa está diferente porque estou escrevendo no domingo, mas especificamente no avião que está me levando de Miami para Los Angeles. Como são cinco horas de voo, tenho tempo para pensar na vida, ler alguma coisa, tirar uma sonequinha e escrever. É que meu compromisso da segunda é testar com o meu Dallara Chevrolet no oval do Auto Club Speedway, em Fontana, perto de Los Angeles. Então, imaginem vocês, como o fuso é de seis horas, enquanto as coisas estiverem em plena ação em Fontana, ao meio dia, no Brasil já serão 18h. Por esse motivo, como não quero deixar o meu editor Wilson Dell’Isola nervoso (ele é muito legal e não vou fazer isso com ele – se bem que ele já teve mais cabelo do que tem agora por conta dos meus atrasos), vou falar aqui desse pré-testes. Mas antes de entrar nesse avião que estou agora, pude fazer uma das coisas que mais gosto, que é festinha de criança. É sempre um barato e dessa vez foi na casa da minha irmã, a Kati, pelo primeiro aniversário do meu sobrinho Benjamin, o irmão do Dudes, filhos do Eduardo. Quando os primos se reúnem com a Mikaella é aquela festa e se você somar os amiguinhos que também foram, dá para perceber como foi legal. O problema é que adoro doces e o que não faltou foram delícias providenciadas pela minha irmã e pela d. Sandra, minha mãe. Está aí a vantagem de fazer muita atividade física, pois numa hora dessas a gente consegue dar uma abusadinha. Esse teste de Fontana inaugura uma semana de muita atividade, pois também temos amanhã outra rodada, dessa vez no circuito misto em Sonoma. No mais, amigos, o Team Penske vem se preparando da melhor forma possível e quero aproveitar para agradecer as palavras gentis da Lu Ferreira, que no seu Twiteer, o @fofurasdalu, cumprimentou a gente pela maneira de receber o Montoya no time. Aqui é assim, Lu, na pista um quer ganhar do outro, mas somos amigos e isso ajuda muito o trabalho. Super abraço a todos e até semana que vem!!! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Felipão convoca só ‘estrangeiros’ hoje Amistoso. Treinador anuncia hoje 1ª parte da lista para amistoso contra África do Sul

Felipão divulgará apenas uma parte dos convocados | MARLON FALCÃO/FOTOARENA

Seguidas lesões têm afetado o atacante Fred | CELSO PUPO/FOTOARENA

O técnico Luiz Felipe Scolari anuncia hoje, às 12h, no Rio de Janeiro, a primeira parte dos convocados para o amistoso contra a África do Sul – dia 5 de março, em Johannesburgo – último teste antes da Copa do Mundo. Na lista só estarão jogadores que atuam fora do Brasil. Mais próximo da data da partida, a CBF divulgará um complemento, com os atletas que atuam no futebol nacional. “Após observarmos algumas situações, achamos que seria melhor convocar apenas jogadores que atuam fora do Brasil neste momento. Os que jogam no Brasil, como estamos em início de temporada, ainda não atingiram o ápice da forma física. Por isso, vamos esperar um pouco para completar a lista”, afirmou o técnico Luiz Felipe Scolari. Mesmo sem os atletas que jogam no Brasil, a base da equipe deve ser anunciada hoje. O goleiro Julio Cesar, os laterais Daniel Alves e Maicon, os zagueiros Thia-

“Examinei o Fred e ele está muito bem. É só dar sequência ao trabalho que está sendo feito” JOSÉ LUIZ RUNCO, MÉDICO DA SELEÇÃO

go Silva, Dante e David Luiz, os meio-campistas Paulinho, Luiz Gustavo, Ramires e Oscar e os atacantes Neymar e Hulk devem ser nomes certos. À espera de Fred O camisa 9 do Fluminense ganhou tempo para enfrentar o sul-africanos. Fred está com um edema muscular na parte anterior da coxa direita. A lesão não é grave e ele deve ser liberado para trabalhos físicos dentro de dez dias. “Acredito que não será problema, mas também depende da condição física e técnica. Mas ele terá mais tempo ainda para trabalhar e se recuperar”, avaliou o médico da Seleção, José Luiz Runco. Em agosto do ano passado, Fred lesionou a coxa direita, porém, em região diferente. As contusões não têm relação direta. METRO

Brasil volta à neve em Sochi Depois de iniciar a participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia, Jaqueline Mourão volta à neve hoje. Só que, em vez de disputar o biatlo, ela competirá no esqui cross country, às 10h (horário de Brasília). A diferença básica entra as modalidades é que o biatlo combina o cross country com o tiro esportivo.

“Para mim é bem tranquilo. Há quatro anos que eu faço isso constantemente. O cross country e o biatlo só ajudam um ao outro”, afirmou a mineira, que também foi a porta-bandeira da delegação do Brasil na Cerimônia de Abertura. Ela também vai disputar a prova individual de 15km no biatlo, na sexta-feira. Entre os homens, Leandro Ribela estará em dis-

puta hoje. Ele participa do cross country. Ao todo, 13 brasileiros participam da disputa da Olimpíada de Inverno, a maior delegação do país na história dos Jogos. Acompanhe ao vivo a cobertura completa de Sochi na tela da Band, no canal Bandsports e no portal da Band: band.com.br. METRO

Leandro Ribela estreia hoje | DIVULGAÇÃO/CBDN

Time Brasil Acompanhe a participação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Inverno:

17 anos: acredite se quiser

• Hoje, às 8h25. Leandro Ribela, Esqui Cross Country

Recém-contratado pela Lazio, o meia camaronês Joseph Marie Minala levantou suspeitas sobre sua idade. No passaporte, a data de nascimento do atleta é 24 de agosto de 1996. A fisionomia, porém, não sugere que ele tem só 17 anos. | REPRODUÇÃO/TWITTER

• Hoje, às 10h. Jaqueline Mourão, Esqui Cross Country

• 14/2, às 11h45. Josi Santos, Esqui Aéreo • 14/2, às 12h. Jaqueline Mourão, Biatlo (15km) • 16/2, às 3h. Isabel Clark, Snowboard Cross • 18/2, às 11h15. Dupla

feminina de bobsled: Fabiana Santos e Sally Mayara • 18/2, às 3h, e 21/2, às 8h45. Maya Harrisson, Esqui Alpino • 19/2, às 3h, e 22/2, às 8h45. Jhonatan Longhi, Esqui Alpino

• 19/2, às 11h. Isadora Williams, Patinação Artística no Gelo • 22/2, às 12h30. Quarteto masculino de bobsled: Edson Bindilatti, Edson Martins, Fabio Gonçalves e Odirlei Pessoni


1

Texto sem recuo no primeiro par Texto com recuo no segundo parágrafo. METR\

FOCO

Notas

Headline

130_Bodytext Signpostwdkmcpk wdmpkwdmcpkm Donadon wdpckm wdpkcm pwdkmc pkwdmcp kmwdpckm wdpkcm dw

Quer voto secreto

O deputado Natan Donadon, condenado a 13 anos e 4 meses de prisão por desviar recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia, pediu voto secreto em seu processo de cassação. A sessão será realizada amanhã. A defesa do parlamentar alega que a votação aberta foi definida após o caso de Donandon ser instaurado no Conselho de Ética da Câmara.

Cotações Dólar + 1,13% (R$ 2,40)

|02|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

FOCO

Câmara rejeita redução de carga horária na reforma Privilégio. Servidores tentaram reduzir de 40 para 30 horas. Em contrapartida conseguiram garantia de manutenção de salário Os servidores da Câmara de Vereadores de Campinas fizeram um lobby forte para manter a carga horária de trabalho em seis horas por dia no projeto da nova reforma administrativa que cria 165 novos cargos efetivos. Porém, os vereadores não quiseram apresentar nenhuma emenda que alterasse o projeto que propõe que, a partir desta reforma, os servidores têm de trabalhar 40 horas semanais – oito horas por dia. Durante toda a tarde de ontem, a pressão foi grande. Os servidores estiveram nos gabinetes dos parlamentares para convencê-los da

53

é o número de funcionários efetivos da Câmara de Vereadores de Campinas

mudança. Com a resistência – parte com medo das críticas da opinião pública –, os servidores refizeram a proposta e tentaram uma carga horária de sete horas diárias. Foi em vão. Mas os atuais servidores efetivos não têm muito a reclamar, já que conseguiram garantia de que terão incor-

porado aos salários o último valor recebido no holerite, mesmo não tendo os 36 meses de exercício na função. Há uma legislação na Câmara que garante que um servidor que está há três anos na função passa a ter o valor incorporado no salário. Serão contemplados cerca de oito funcionários. Os salários médios dos servidores da Câmara são de R$ 15 mil. Já o projeto que trata da organização administrativa foi retirado porque um dos artigos conflitava com o regimento interno da Casa. Será votado na quarta-feira, em sessão extraordinária. METRO CAMPINAS

Vereadores votam projeto que cria novos cargos para concurso | METRO

Presidente do TJ-SP promete mais varas O presidente do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), Renato Nalini, disse que o Judiciário irá apresentar um novo projeto para destinar a Campinas novas varas judiciais. A promessa foi feita aos vereadores Luiz Cirilo

Olhar cidadão

ROSE GUGLIELMINETTI ROSE.GUGLIELMINETTI @METROJORNAL.COM.BR

(PSDB) e Carlão do PT durante visita ontem ao chefe do TJ-SP. “Ele só não deu o número de varas que a cidade vai receber, mas disse que irá reformular o projeto porque a proposta recebeu mais de três mil emendas, o que mostra que é deficitá-

rio”, disse o tucano. O projeto do TJ-SP cria 390 varas judiciais, mas nenhuma em Campinas. Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), prevê a instalação de 19 varas distribuídas nas cidades de Americana, Cosmópolis,

Hortolândia, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré. Ao todo são 240 varas nominadas, que são aquelas que já têm comarca e matéria definida. Outras 150 varas genéricas serão distribuídas conforme critério do Tribunal.

Por causa da exclusão, a Câmara montou uma comissão para reivindicar o direito de se ter novas varas na cidade. As varas que são criadas ficam como estoque e, conforme as necessidades, vão sendo implantadas. METRO CAMPINAS

REFLEXO ELEITORAL O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB) vai manter os seus aliados dentro da Prefeitura de Campinas. Valter Petito, homem de confiança de Carlão, pode assumir a Secretaria de Controle e Gestão. O titular, Flávio Henrique Pereira, também da cota dos tucanos, deixará a pasta para auxiliar na campanha de Aécio Neves à Presidência. O deputado federal será o coordenador jurídico da campanha tucana. Os tucanos dizem que Petito diretor da Dersa – empresa do governo paulista que fiscaliza as estradas – tem 90% de chances para ocupar o cargo. Já a Prefeitura de Campinas não comenta a indicação. Câmara ganha ‘sósia’ do Dr. Hélio A diplomação do vereador Gustavo Petta (PCdoB) como deputado federal no lugar de João Paulo Cunha (PT) – que foi

preso após ser condenado no mensalão –, vai dar lugar para um sósia do Dr. Hélio (PDT) – prefeito cassado por envolvimento com a corrupção na Sanasa – na Câmara de Campinas: Ronaldo de Souza, suplente que é muito parecido com o pedetista. A ligação de Souza com Dr. Hélio não fica só na aparência: ele integrou o governo pedetista. Foi diretor do DPJ (Departamento de Parques e Jardins). No período em que era diretor, a semelhança era sempre recebida com sorrisos. Será que mudou? Subsídio inalterado O prefeito Jonas Donizette (PSB) publicou decreto em que vai destinar cerca de R$ 17 milhões para subsidiar o sistema de transporte no primeiro trimestre deste ano. Com isso, a ampliação do valor pedida pelas empresas, só depois de junho.

Bovespa - 0,75% (47.710 pts) Euro + 0,85% (R$ 3,26) Salário Selic (10,5% a.a.) mínimo (R$ 724)

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 019/3779-7421

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

leitor.camp@metrojornal.com.br 019/3779-7518

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Metro Campinas. Editora-Executiva: Zezé de Lima (MTB: 16.231) Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Simone Monfardini Grupo Bandeirantes de Comunicação Campinas - Diretor Geral: Rodrigo V. P. O. Neves

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: avenida Engenheiro Antonio Francisco de Paula Souza, 2799, Jardim São Gabriel, CEP 13045-541, Campinas, SP. Tel.: 019/3779-7421. O jornal Metro é impresso na Log&Print Gráfica e Logística S.A.

A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 30.000 exemplares


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Mercadão perde público com mudança de ônibus Em baixa. Comerciantes se queixam das alterações no itinerário das linhas, que deixam clientela mais afastada Não bastasse a concorrência de um número cada vez maior de comércios que se multiplicam pelos bairros da cidade, o Mercado Municipal enfrenta agora um novo revés para manter seu público: as mudanças de linhas de ônibus. No último dia 12 de janeiro, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) realocou seis linhas que paravam na Radial Penido Burnier, próxima ao Mercado Municipal, para o Terminal Metropolitano. A distância entre os pontos é de 1,3 quilômetro. A mudança impactou no movimento, já que esses ônibus, cujo itinerário segue até Sumaré e Paulínia, transportam cerca de 7 mil passageiros todos os dias. “Muitos dos clientes usavam essas linhas. Com-

pravam aqui e já pegam o ônibus. Agora, eles são obrigados a subir uma ladeira para chegar ao ponto do ônibus. Imagina fazer isso com as compras? Muita gente desiste mesmo”, afirma José Antônio Peres, 56 anos, que possui barraca no Mercadão desde 1979. Balanço de 2008 da Prefeitura de Campinas apontou que em dias úteis o Mercadão recebia 5 mil pessoas. No fim de semana, o movimento chegava a 8 mil. Porém, segundo Peres, há cerca de dois anos uma pesquisa feita por alunos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) constatou que o movimento já havia baixado para 2,5 mil e 4 mil, respectivamente. “A impressão que temos hoje é de não chegar nem na metade disso. É só olhar para o cor-

“Essa semana temos uma reunião com o secretário. Estamos tentando cercar de todas as formas possíveis.” JOSÉ ANTÔNIO PERES, COMERCIANTE

redor. Há alguns anos, teríamos muito mais pessoas circulando por aqui. Agora, a maioria é gente do próprio Mercadão”, desabafa. Apesar da mudança recente das linhas, não é de agora que alterações como esta têm influenciado no movimento, lembra Sanae Murayama Sato, presidente do Sindivarejista. Em 2009, aproximadamente 30 mil usuários de 13 linhas que tinham como ponto o Terminal Mercado tiveram seus itinerários transferidos para

A última mudança de linhas foi em janeiro | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

a Estação Expedicionários. “Para quem trabalha no Centro, o Mercadão é sempre uma boa alternativa, porque quando essa pessoa chega do trabalho depois de pegar o ônibus, geralmente, o comércio do seu bairro está fechado”, afirma Sanae. A EMTU informou que as mudanças estão sendo monitoradas para que novas al-

terações possam ocorrer, caso se façam necessárias para melhorar o atendimento. A EMTU disse ainda que a alteração foi necessária porque o volume de passageiros e ônibus no local estava alto para a infraestrutura. JULIANA EWERS METRO CAMPINAS

|03|◊◊

Trânsito. Fiscais da Emdec voltam a Viracopos Doze agentes da mobilidade urbana – quatro por turno – estão de volta a Viracopos para fiscalizar as vias públicas do sítio aeroportuário. O convênio de cooperação mútua foi assinado ontem entre a concessionária, a Emdec – que gerencia o trânsito em Campinas – e a Secretaria de Transportes. O acordo tem duração até 31 de julho. E, com a Copa do Mundo sendo realizada neste período, o número será ampliado de acordo com a demanda. Na primeira etapa deste convênio, a Emdec vai avaliar a situação atual de sinalização e sugerir à concessionária projetos e ajustes. Além disso, os fiscais vão auxiliar na operação, orientação, monitoramento, fiscalização de trânsito e fiscalização de transporte na área. Os agentes poderão ainda aplicar penalidades e medidas administrativas. METRO CAMPINAS


|04|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Vítima de uma guerra irracional Tragédia. Polícia pede a prisão preventiva de suspeito de ter acendido rojão que atingiu a cabeça de Santiago Andrade. Ele morreu ontem A Polícia Civil já sabe quem é o autor do disparo de rojão que atingiu a cabeça do cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, 49, na quinta-feira, durante uma manifestação contra o aumento da passagem de ônibus no Rio. A morte do profissional da Band foi confirmada no fim da manhã de ontem. O delegado Maurício Luciano de Almeida, da 17ª DP (São Cristóvão), pediu à Justiça a prisão do suspeito após o tatuador Fábio Raposo, coautor do crime, ter identificado em uma foto o homem que teria acendido o explosivo. A Polícia Civil só vai divulgar a identidade do segundo suspeito quando a Justiça se manifestar. “Nós precisávamos da confirmação do Fábio. Ele não teve dúvida em reconhecer. Nós temos convicção de que é ele”, disse o delegado. Em um vídeo que circula na internet, o suspeito estaria saindo da Central do Brasil antes da manifestação. Ele e Raposo podem pegar até 35 anos de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e crime com explosivo. Transferido ontem para o complexo de Gericinó, o tatuador disse que conhecia uma pessoa próxima ao acusado, e essa pessoa teria identificado e dado o nome do homem à polícia. Dilma pede rigor à PF A presidente Dilma Rousseff pediu à Polícia Federal (PF) que participe das investigações. A determinação foi anunciada depois de uma reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. “Determinei à PF que apoie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível”, disse Dilma, em seu perfil no Twitter. Durante a tarde, o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) negou envolvimento com os autores do disparo do rojão. “Acredito que esta violência causou o esvaziamento da participação da sociedade nas manifestações”, explicou Freixo, durante entrevista coletiva. METRO RIO

REPRODUÇÃO

“A morte de Santiago Andrade revolta e entristece. Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas.”

“A violência que tirou a vida do profissional da imprensa, no momento que exercia sua função, representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas.”

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

PREFEITO EDUARDO PAES

Nota do Grupo Bandeirantes de Comunicação

A tragédia que envolve a morte do cinegrafista Santiago Andrade – e que nos deixa arrasados diante da perda de um companheiro querido – é mais uma evidência de que a desordem está imperando nas ruas de nossas cidades. O desvairado que soltou a bomba assassina é um exemplar conhecido de baderneiro, como tantos que vêm espalhando o terror, infiltrados entre manifestantes. A força de reação que encontram não tem sido suficiente para intimidá-los. Pelo contrário, estão cada vez mais ousados e seguros nas suas ações violentas. A Band vai acompanhar e exigir, passo a passo, as investigações, o processo e a condenação desse assassino e de seu grupo. E, ao fazer isso, estará solidária não só com a família de Santiago Andrade. Mas com toda a família brasileira, que já não suporta viver cercada de tantas e variadas ameaças, sentindo-se numa terra de ninguém.

Família vai doar os órgãos do cinegrafista Profissional da Rede Bandeirantes há uma década, Santiago Ilídio Andrade era casado com Arlita Andrade há 30 anos. Ele deixou uma filha e três enteados. Apaixonado por música e pelo Flamengo, o cinegrafis-

ta ganhou dois prêmios de jornalismo (“Prêmio Mobilidade Urbana”) por matérias sobre a situação dos transportes no Rio nos anos de 2010 e 2012. Destacou-se também na cobertura das chuvas na Re-

Carta da filha

gião Serrana, em janeiro de 2011, e em Xerém, em janeiro do ano passado. A família de Santiago Ilídio Andrade informou que doará os órgãos do cinegrafista.

“Meu nome é Vanessa Andrade, tenho 29 anos e acabo de perder meu pai.

Quando decidi ser jornalista, aos 16, ele quase caiu duro. Disse que era profissão ingrata, salário baixo e muita ralação. Mas eu expliquei: vou usar seu sobrenome. Ele riu e disse: então pode! Quando fiz minha primeira tatuagem, aos 15, achei que ele ia surtar. Mas ele olhou e disse: ‘Caramba, filha. Quero fazer também’. E me deu de presente meu nome no antebraço. Quando casei, ele ficou tão bêbado, que na hora de eu me despedir pra seguir em lua de mel, ele vomitava e me abraçava ao mesmo tempo. Me ensinou muitos valores. A gente que vem de família humilde precisa provar duas vezes a que veio. Me deixou a vida toda em escola pública porque preferiu trabalhar mais para me pagar a faculdade. Ali o sonho dele se realizava. E o meu começava. Esta noite eu passei no hospital me despedindo. Só eu e ele. Deitada em seu ombro, tivemos tempo de

METRO RIO

Homenagens de amigos de profissão Aproximadamente 50 repórteres cinematográficos e fotográficos fizeram um ato em homenagem ao cinegrafista, no fim da tarde de ontem. Eles caminharam da Igreja da Candelária, no Centro, até onde Santiago foi atingido, próximo da Central do Brasil, onde todos deixaram suas máquinas ao lado da mancha de sangue no chão. Mais tarde, os profissionais lembraram os riscos enfrentados pela categoria na cobertura de protesto de rua. Em seguida, eles se dirigiram à paróquia Santa Cecília e São Pio 10, em frente à se-

Fotógrafos e cinegrafistas fizeram homenagem na Central | FERNANDO FRAZÃO/ABR

de da Band, em Botafogo, onde foi realizada uma missa em homenagem ao cinegrafista. Também houve um ato em homenagem a Santiago por fotógrafos e cinegrafistas de Brasília.

Nova manifestação Cerca de mil pessoas voltaram a se manifestar pelas ruas do Centro do Rio, ontem, contra o aumento das passagens de ônibus para R$ 3.

Pai e filha durante o casamento

conversar sobre muitos assuntos, pedi perdão pelas minhas falhas e prometi seguir de cabeça erguida e cuidar da minha mãe e meus avós. Ele estava quentinho e sereno. Éramos só nós dois, pai e filha, na despedida mais linda que eu poderia ter. E ele também se despediu. Sei que ele está bem. Claro que está. E eu sou a continuação da vida dele. Um dia meus futuros filhos saberão quem foi Santiago Andrade, o avô deles. Mas eu, somente eu, saberei o orgulho de ter o nome dele na minha identidade. Obrigada a todos. Ele também agradece. Eu sou Vanessa Andrade, tenho 29 anos e os anjinhos do céu acabam de ganhar um pai.”

METRO RIO

IMPRENSA INTERNACIONAL REPERCUTE MORTE DE SANTIAGO REPRODUÇÃO

‘BBC’ e ‘Le Figaro’ abordaram a morte do cinegrafista ontem

A morte do cinegrafista Santiago Andrade foi lembrada em alguns dos principais portais de comunicação do mundo. O site do jornal norte-americano “The Wall Street Journal” destacou que as manifestações têm se tornado regulares desde a Copa das

Confederações do ano passado. O francês “Le Figaro” lembra que o fato que desencadeou o retorno dos protestos violentos na cidade foi o anúncio do aumento da passagem de ônibus, que entrou em vigor sábado. A página na internet

da emissora britânica BBC disponibiliza, junto à matéria sobre a morte de Santiago Andrade, um vídeo do dia em que o repórter cinematográfico foi atingido pelo explosivo. Um correspondente da BBC ajudou a prestar os primeiros socorros.


|06|

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

LULA TRABALHA PARA SER O CANDIDATO A PRESIDENTE. Alguns ministros que

“A MORTE DO CINEGRAFISTA SANTIAGO ANDRADE REVOLTA E ENTRISTECE.”

saíram dos cargos há dias e dirigentes do PT têm em comum a certeza de que Lula trabalha para assumir a candidatura presidencial, em substituição a Dilma Rousseff. Sua intervenção para impor ministros, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), e fazer seu grupo assumir o controle da comunicação do governo fazem parte da estratégia. A única dúvida é se tudo foi combinado com a presidenta.

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Banco é multado em R$ 67 milhões por espionagem Investigação. MPT-PR acusa HSBC de contratar empresa para monitorar 152 empregados doentes em vários estados entre 1999 e 2003

PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, SOBRE O ASSASSINATO DO JORNALISTA POR ATIVISTAS BLACK BLOCS

Ortelio atuava no interior de São Paulo | REPRODUÇÃO/FACEBOOK

VICE DE SONHO. Segundo

petistas influentes, Lula deve articular a própria candidatura a presidente contando com o amigo Eduardo Campos (PSB) como vice.

Eduardo Campos | DIVULGAÇÃO

PIMENTEL EM MINAS. Apesar do fogo cruzado do PMDB com Dilma, na briga por ministérios, o PT de Minas negocia com o partido de Michel Temer o fechamento de apoio à candidatura de Fernando Pimentel a governador.

QUE PAÍS É ESTE? Com a morte de Santiago Andrade, os terroristas do “black bloc” atingiram o objetivo: afastar a população dos protestos. Mas acertaram no que não viram: a péssima repercussão mundial para a Copa. BANDITISMO. Ainda está livre o assassino principal de Santiago Andrade, cinegrafista da Band. O outro criminoso finge que não é com ele. E ainda dizem que “não era a intenção” do black bloc bandido. À família resta chorar. CANDIDATO DE MIM. Tanto PMDB quanto o PSDB e o PR acreditam que a candidatura do senador Lindbergh Faria (PT) ao governo do Rio é só blefe. Isolado por aliados nacionais, o petista negocia ao menos o apoio do PCdoB.

Ministério Público investiga o caso desde 2012 | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBA

O HSBC foi condenado a pagar uma indenização de R$ 67,5 milhões em danos morais coletivos por ter espionado 152 empregados de todo o Brasil que eram afastados por doenças. O objetivo era investigar as atividades extrabanco. Os casos ocorreram entre 1999 e 2003. A decisão é do juiz Felipe Calvet, da 8ª Vara do Trabalho de Curitiba, com base em uma ação civil pública ajuizada pelo MPT-PR (Ministério Público do Trabalho no Paraná) em 8 de agosto de 2012. O banco teria contratado a empresa CIE (Centro de Inteligência Empresarial) para monitorar os funcionários. “Dossiês feitos mostram que os investigadores priva-

dos contratados chegavam a entrar nas residências dos funcionários, reviravam seu lixo em busca de informações pessoais, especialmente informações a respeito de outras fontes de renda. Houve abordagens de investigadores que fingiram realizar pesquisas e entregar flores, com o objetivo de recolher informações sobre o empregado. Nos dossiês constavam fotos e vídeos da família do funcionário, inclusive de crianças”, contou o procurador do trabalho responsável pela ação, Humberto Mussi de Albuquerque. Segundo o procurador, eram obtidas informações como horários de saída e volta à casa, local de destino, meio de transporte e trajes quando saíam, há-

bitos de consumo, informações sobre cônjuges e filhos, antecedentes criminais, ajuizamento de ações trabalhistas, participação em sociedade comercial e posse de bens como carros. O valor da indenização será revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. Cada trabalhador investigado poderá ainda entrar com uma ação individualmente contra o banco, pedindo uma indenização por dano moral individual. O HSBC Bank Brasil não vai comentar o caso porque “trata-se de decisão em primeira instância sujeita a recursos”. LINA HAMDAR METRO CURITIBA

PODER SEM PUDOR

Dentes sacrificados No governo do general Ernesto Geisel, o ministro Mário Henrique Simonsen levou o assessor Ary Pinto para uma reunião, em Nova York, com o ministro da Fazenda do Irã. Ary pediu uísque, irritando o iraniano, porque o islamismo proíbe bebida alcoólica. Tempos depois, o mesmo Ary foi portador do acordo negocia-

Mais Médicos. Mais um cubano deixa o programa

do naquela ocasião, para ser assinado. O iraniano o recebeu com crescente má vontade, até que, chamou o brasileiro de “desgraçado”. Ary fumava seu cachimbo, para manter-se calmo. Mas, ofendido, cravou os dentes no cachimbo com muita força. Exagerou: ao retirá-lo da boca, sua dentadura veio junto.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

Ex-deputado, João Paulo fica sem aposentadoria Preso há uma semana no presídio da Papuda, o ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que renunciou na última sexta-feira, ficará também sem direito à aposentadoria. Segundo a Câmara, o petista não tem os requisitos mínimos para assesgurar o benefício: 60 anos de idade e 35 anos comprovados de trabalho com carteira assinada.

João Paulo tem 55 anos de idade e, ao todo, 33 anos de contribuição. Ele tem como formação o trabalho de metalúrgico. A vida pública começou em 1990, quando foi eleito deputado estadual. O petista estava no quarto mandato consecutivo de deputado federal, iniciado em 1993 - sendo presidente da Câmara entre 2003 e 2005. Duran-

te o período, contribuiu com o fundo de aposentadoria parlamentar e poderá requerer a aposentadoria assim que cumprir as exigências. O ex-presidente da Câmara está numa cela do CIR (Centro de Internamento e Reeducação) e cumpre pena no regime semiaberto de 6 anos e 4 meses por peculato e lavagem de dinheiro. METRO BRASÍLIA

Pela segunda vez em menos de uma semana, o programa Mais Médicos registrou nova deserção. O cubano Ortelio Jaime Guerra -- contratado em dezembro do ano passado para trabalhar em Pariquera-Açu (SP) -- afirmou ontem numa rede social que fugiu para os Estados Unidos. O motivo da fuga não foi informado. “Meus amigos de Pariquera-Açu, eu preciso que vocês saibam que tive que ir embora de lá sem falar isso para ninguém por questões de segurança”, escreveu. “Agradeço aos amigos pela bondade e amor. Prometo que um dia vou voltar para ver vocês.” Ramona Primeira cubana a abandonar o programa, Ramona Rodriguez prestou depoimento ontem no MPT (Ministério Público do Trabalho) e afirmou que era obrigada a pedir autorização para sair da cidade de Pacajá (PA). Ramona aguarda um pedido de asilo no Brasil vivendo no apartamento de um deputado do DEM. Ela justificou a saída alegando que não tinha sido informada que receberia apenas em torno de R$ 950 dos R$ 10 mil pagos pelo programa. Ela começou a trabalhar ontem na área administrativa da AMB (Associação Médica Brasileira). METRO BRASÍLIA

22

cubanos deixaram o programa Mais Médicos - 17 alegaram problemas de saúde e outros cinco por problemas pessoais.


|08|

ENTENDA O CASO O QUE OS POUPADORES PEDEM NA JUSTIÇA O ressarcimento das perdas provocadas nas aplicações por planos econômicos implantados pelo governo entre 1987 e 1991 para combater a inflação

PLANO

Quem teria direito

BRESSER (1987)

VERÃO COLLOR 1 COLLOR 2 (1990)

(1989)

(1991)

Poupança com Poupança com Poupança com Poupança com aniversário aniversário aniversário aniversário de 1º a de 1º a de 1º a de 1º a 15/4/1990 15/6/1987 15/1/1991 15/1/1989

(há outras datas)

Prazo para a ação

31/3/2007

31/11/2008

31/3/2010

31/1/2011

Poupança. STF volta a julgar perdas dias 26 e 27 O STF (Supremo Tribunal Federal) vai retomar o julgamento, nos dias 26 e 27 deste mês, dos processos que pedem a correção da poupança nos planos econômicos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e Collor II, que vigoraram no país entre as décadas de 1980 e 1990. O julgamento foi iniciado em novembro do ano passado. Ao ser retomado, implicará na solução de mais de 390 mil processos sobrestados nas instâncias de origem. As ações foram movidas por quem tinha conta na poupança entre os anos de 1987 e 1991. Está em discussão o direito dos poupadores de receber a diferença de correção monetária em depósitos na poupança decorrentes dos

planos econômicos de cada época. Os ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes serão os relatores dos processos em julgamento. Segundo o Banco Central, o sistema bancário pode ter prejuízo estimado em R$ 149 bilhões se o Supremo decidir que os bancos devem pagar a diferença. O governo federal prevê retração de crédito nos bancos públicos e privados, com a redução de crédito no sistema financeiro. O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) discorda da estimativa de perdas feitas pelo Banco Central. Para o instituto, o montante a ser pago pelos bancos aos poupadores é R$ 8,465 bilhões. METRO

Microempreendedor. Carnê será enviado pelos Correios A Secretaria da Micro e Pequena Empresa passará a enviar pelos Correios as guias de recolhimento para que os microempreendedores individuais e profissionais autônomos, cuja receita é até R$ 60 mil por ano, paguem seus tributos. Segundo o ministro Afif Domingos, no ano passado a inadimplência entre os 3,7 milhões de cadastrados como microempreendedores chegou a 55%. Ele acredita que a falta de pagamento é causada pela dificuldade de acesso às guias disponíveis para imprimir na internet, porque nem todos os cadastrados têm acesso frequente à rede de computadores. Os carnês para pagamento devem chegar até 20 de fevereiro e os custos com

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Objetivo é reduzir inadimplência, diz Afif | CARLOS RHIENCK/FUTURA PRESS

o envio serão da secretaria. Segundo Afif Domingos, o tempo em que os cadastrados deixaram de pagar não deve ser cobrado. “No caso da Previdência, por exemplo, quem não pagou só ficou fora do benefício”, disse. METRO COM AGÊNCIAS

Juro ao consumidor é o maior desde setembro de 2012 Crédito. Taxa média passou de 5,6% em dezembro para 5,65% ao mês em janeiro deste ano, segundo pesquisa da Anefac. Expectativa é de novas altas com o aumento da Selic O processo de elevação da Selic promovido pelo BC (Banco Central) desde abril do ano passado fez com que as taxas de juros das operações de crédito atingissem o maior patamar desde setembro de 2012. A taxa média geral para pessoa física passou de 5,60% ao mês em dezembro de 2013 para 5,65% em janeiro 2014, segundo pesquisa da Anefac (associação dos executivos de finanças) divulgada ontem. Em janeiro, os juros médios cobrados do consumidor subiram pelo oitavo mês consecutivo. Das seis linhas de crédito pesquisadas, apenas a taxa do cartão de crédito-rotativo se manteve estável. “Esta situação é reflexo do aumento da taxa básica de juros (Selic) promovida pelo Banco Central em 15 de janeiro passado”, afirma o diretor executivo de estudos econômicos da entidade, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

4,78 pontos percentuais, passando de 88,61% ao ano em janeiro de 2013 para 93,39% ao ano no mês passado.

CRÉDITO MAIS CARO Taxa de juros ao mês LINHA DE CRÉDITO Dez/13

Jan/14

JUROS COMÉRCIO

4,25%

4,35%

CARTÃO DE CRÉDITO

9,37%

9,37%

CHEQUE ESPECIAL

7,97%

8,03%

FINANCIAMENTO DE CARROS (CDC)

1,65%

1,69%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (BANCOS)

3,20%

3,26%

EMPRÉSTIMO PESSOAL (FINANCEIRAS)

7,16%

7,20%

TAXA MÉDIA

5,60% 5,65%

TAXA AO ANO

66,69% 192,94% 152,66% 22,28% 46,96% 130,32%

93,39%

FONTE: ANEFAC

Mesmo com a desaceleração do IPCA, inflação oficial, para 0,55%, Oliveira espera um novo aumento da Selic na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do BC, nos dias 25 e 26. Na sua avaliação, os atuais indicadores de inflação mostram pressões inflacionárias. “Por conta disso é

provável que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses”. Do ano passado para cá, o Banco Central elevou a Selic em 3,25 pontos percentuais, de 7,25% para os atuais 10,50% ao ano. Já a taxa de juros média para pessoa física apresentou uma elevação de

Mais aperto monetário Economistas de instituições financeiras passaram a ver um aperto maior da política monetária em 2014 ao elevarem a projeção para a Selic a 11,25% ao ano. Com isso, estimam também agora a inflação abaixo de 6%, segundo pesquisa Focus do Banco Central divulgada ontem. No levantamento anterior, a expectativa para 2014 era de que a taxa básica de juros ficaria em 11%. Para 2015, ele passou a ser estimada em 12% ao ano. A perspectiva para a reunião deste mês do Copom continua sendo de alta de 0,25. Mais duas altas de 0,25 ponto percentual estão previstas: uma para abril e outra para dezembro, após as eleições presidenciais em outubro. METRO

Custo de vida em São Paulo tem a maior alta desde 2003

IR. Defasagem da tabela atinge 61,42% em 2013

O custo de vida no município de São Paulo aumentou 1,95% em janeiro, variação bem superior à de 0,44% registrada em dezembro, segundo ICV, índice apurado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). É a maior alta desde janeiro de 2003, quando subiu 2,92%. Em 12 meses, o índice apresenta alta acumulada de 6,23%. Como normalmente ocorre em janeiro, o reajuste das mensalidades escolares puxou a inflação de educação e leitura, que subiu 7,63%. O subgrupo referente à educação variou 7,97% e os itens com as maiores taxas foram educação infantil e ensino fundamental, com variações superiores

A tabela do Imposto de Renda fechou 2013 com uma defasagem de 61,42% em relação à inflação, segundo o Sindifisco (sindicato dos auditores fiscais). Entre 1996 e 2013, o IPCA acumulado foi de 206,64% contra um reajuste de 89,96% nas faixas de cobrança do tributo. Quem ganha R$ 3 mil mensais, por exemplo, tem descontado R$ 129,39 na fonte. Se a tabela fosse integralmente corrigida, o valor seria de R$ 17,89. Isto é, o Fisco fica com R$ 111,50 a mais, uma diferença de 623,25%. No extremo oposto, quem recebe R$ 100 mil por mês deixa na fonte R$ 26.709,43. Se houvesse o reajuste, o desconto seria de R$ 26.223,86, uma diferença de apenas 1,85%. METRO

Gastos com educação subiram 7,63% em janeiro | JUCA VARELLA/FOLHAPRESS

a 10,00%, seguidos do ensino médio (9,38%) e universitário (8,11%). Os livros didáticos aumentaram 7,68%. O subgrupo leitura teve alta de 1,62%.

Também pesaram mais bolso do paulistano os gastos habitação (1,94%), alimentação (1,38%) e despesas pessoais (6,68%), segundo o Dieese. METRO


|10|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

Europa alerta Suíça sobre restrições à imigração

Referendo. País pode perder privilégios comerciais e outros pontos de acordo bilateral com a UE, que inclui cooperação tecnológica A Suíça pode perder seu acesso privilegiado ao mercado único da Europa, disseram ontem funcionários do bloco. O alerta veio depois que eleitores suíços aprovaram no domingo -- por margem muito pequena -- uma proposta para restringir a imigração de cidadãos da União Europeia no país. A proposta foi patrocinada pelo Partido do Povo Suíço, de direita. O partido se aproveitou das preocupações de que a cultura suíça estaria sendo corroída por estrangeiros, que são 25% dos 8 milhões de habitantes. Os limites à imigração foram contestados pela indústria suíça e o governo em Berna, que agora está na desconfortável posição de ter que transformar o resultado do referendo em lei e

conter a reação de Bruxelas e de grandes vizinhos, como Alemanha e França. “A Suíça se prejudicou muito com este resultado”, disse o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. “Picuinhas com a UE não são uma boa estratégia de longo prazo.” A livre circulação de pessoas e postos de trabalho dentro de suas fronteiras fazem parte de uma das políticas fundamentais da UE. A Suíça, embora não seja um membro do bloco de 28 nações, tem participado disso sob um pacto com Bruxelas. Estão na Suíça empresas de alimentos e bebidas, como Nestlé, as farmacêuticas Novartis e Roche, além de negociantes de commodities. METRO

Saia-justa

Acordos podem cair

Placa de um posto de alfândega na fronteira suíça | DENIS BALIBOUSE/REUTERS

Desde 2002, a Suíça e os cidadãos da UE podem atravessar a fronteira livremente e trabalhar em qualquer um dos lados, desde que tenham um contrato ou sejam trabalhadores autônomos. Autoridades da UE disseram que o tratado de livre mobilidade faz parte de um pacote de sete acordos que não podem vigorar separadamente: se um deles é suspenso, todos perdem a validade. Os acordos abrangem também a cooperação eco-

nômica e tecnológica, contratos públicos, aceitação mútua de diplomas e licenças, comércio agrícola, aviação e tráfego rodoviário e ferroviário. “Nós não podemos aceitar as restrições aprovadas ontem (domingo)”, disse a porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde. “Isto terá implicações para o resto dos acordos com a Suíça.” As empresas dizem que a reintrodução das cotas de imigração, aprovada por uma margem de apenas 19.526 eleitores, ameaça a economia suíça que depende da UE para quase um quinto de seus trabalhadores. METRO

Negociações sobre Síria têm reinício difícil A segunda rodada de negociações de paz sobre a Síria começou ontem já abalada, com o mediador internacional se reunindo separadamente com os dois lados do conflito, depois que violações a um cessar-fogo local e uma ofensiva islâmica prejudicaram o seu trabalho. Antes das negociações, o mediador Lakhdar Brahimi disse aos representantes para que fossem priorizados nas discussões o fim dos combates e a formação de um governo transitório. Os representantes do governo afirmaram que o combate

ao “terrorismo”, expressão que eles usam para se referir à revolta em geral, deveria ser pactuado antes. A segunda rodada do diálogo se dá depois das negociações do mês passado, as primeiras em quase três anos de guerra civil, quando não houve avanços. Brahimi tentou na época quebrar a desconfiança mútua focando numa trégua para a cidade de Homs, mas mesmo essa medida só foi acordada depois do fim da primeira rodada. No sábado, agentes humanitários enfrentaram ataques quan-

Comboio de ajuda humanitária chega a Homs, na Síria | T. AL KHALIDIYA/REUTERS

do retiravam civis da cidade. Uma carta de Brahimi para os representantes dos dois lados no fim de semana dizia que a nova rodada tinha como objetivo tratar de temas como o fim da violência, a formação de um governo transitório e planos para instituições nacionais e reconciliação. A oposição diz que um governo transitório deve excluir o presidente Bashar al-Assad. Os representantes do governo afirmam que não discutirão a saída do presidente. METRO


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

|11|◊◊

Fim da gambiarra

Investimento DR.RESOLVE/DIVULGAÇÃO

Para os serviços prestados na área de pequenos e médios reparos elétricos e hidráulicos – os mais comuns –, os preços variam de R$ 150 a R$ 300, por hora. Outra opção é escolher entre os pacotes de serviços oferecidos ou pedir um orçamento, se a empreitada for um pouco maior, como limpeza de caixa d’água, desentupimento e pinturas. Porém, essas empresas dificilmente realizam projetos que ultrapassem o valor de R$ 10 mil. METRO

{METRO QUADRADO}

+ METRO2

Praticidade. Oferta de pequenos e médios consertos domésticos começa

Profissionais qualificados são investimento das empresas

a despertar o interesse dos brasileiros PRAQUEMARIDO/DIVUGAÇÃO

Pequenos danos domésticos vêm ganhando cada vez mais destaque no setor de prestação de serviços. Principalmente porque empresas que oferecem pequenos e médios reparos vêm ganhando espaço entre idosos e mulheres de 35 a 45 anos, das classes

A e B, que se sentiam intimidados ao colocar um estranho sem qualificações comprovadas dentro de casa. Pelo menos é o que avalia Adriana Coelho, representante da franquia Super Marido. A busca por bons profissionais também foi o que

motivou David Pinto, da Dr. Resolve, a encontrar um nicho no mercado. “A ideia de criar a empresa surgiu pela dificuldade de encontrar profissionais na área de reforma”, afirma. Outro diferencial deste tipo de companhia está na

amplitude de atendimento ao público. Segundo Juci Félix, da Praquemarido, o meio corporativo vem descobrindo o serviço e se beneficia pela formalidade dos profissionais no atendimento e pela rapidez dos serviços oferecidos. METRO

Confiança

“A segurança de quem o cliente coloca dentro da sua residência é um dos fatores decisivos na escolha desses serviços.” JUCI FÉLIX, PRAQUEMARIDO


2 CULTURA

|12|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Livro inédito celebra cem anos da estreia de Chaplin Cinema. Centenário do personagem Carlitos é comemorado neste mês com lançamento da única obra de ficção do ator. Reconstruído pela Cineteca de Bolonha, ‘Footlights’ baseou roteiro de ‘Luzes da Ribalta’, um de seus principais filmes Calças folgadas, sapatos grandes, bengala na mão, chapéu-coco e bigode “vassourinha”. Foi com esse look que a figura do palhaço migrou do circo para o cinema na pessoa de Carlitos, personagem criado por Charlie Chaplin (18891977) há cem anos. O “vagabundo”, como ficou conhecido, fez sua primeira aparição em 7 de fevereiro de 1914 no filme “Corrida de Automóveis para Meninos”. A celebração de seu centenário inicia com a publicação de “Footlights”, único romance de Chaplin, até então nunca lançado. Escrito em 1948, o texto deu origem ao argumento de “Luzes da Ribalta”(1952), tido como último grande filme do ator e diretor e que, curiosamente, não traz Carlitos. A obra foi reconstruída pelo biógrafo de Chaplin, David Robinson, a partir de rascunhos encontrados nos arquivos privados do ator, na Suíça. Em processo de digitalização desde 2002, esse material, que contabiliza mais de cem mil documentos, está agora

aberto ao público na Cineteca de Bolonha (Itália), responsável pela restauração dos mais de 70 filmes de Chaplin. Tanto o romance quanto “Luzes da Ribalta” surgiram em um dos piores momentos da vida do ator, então perseguido pela política anticomunista estabelecida nos Estados Unidos pelo senador Joseph McArthy por ter apoiado a Rússia contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial. As duas obras refletem a nostalgia dele com sua infância no Reino Unido diante dos pais artistas e do pai alcóolatra. Ao jornal “The New York Times”, a codiretora do projeto Chaplin na Cineteca, Cecilia Cenciarelli, disse que “Footlights” é bastante sombrio. “Fica evidente o medo dele do público, o medo de um velho palhaço de não conseguir fazer seu público rir”, afirmou. Editada em inglês, a obra de 70 páginas é acompanhada de “The World of Limelight”, de Robinson, sobre “Luzes da Ribalta”. Está à venda por € 34 no site da Cineteca (cineteca dibologna.it). METRO

Mais Chaplin Relembre obras que retratam e consagram a trajetória do ator e diretor • Biografia ‘Minha Vida’. Na publicação (ed. José Olympio, R$ 50), Chaplin conta a história de sua vida desde o começo de seu trabalho como ator, passando pelo sucesso, os amores e suas opiniões. • Caixa de DVDs ‘Chaplin – A Obra Completa’. O box com 20 DVDs traz todos os seus 13 longas, além de 65 curtas (Versátil, R$ 200). A caixa ainda conta com extras e documentários. • Filme ‘Chaplin’ (1992). Robert Downey Jr. despontou em Hollywood neste longa de Richard Attenborough, em que vive a trajetória do ator até o recebimento de um Oscar especial em 1972. Chaplin como Carlitos em foto de divulgação de ‘O Vagabundo’ (1915) | DIVULGAÇÃO

Teatro e cinema se misturam mais uma vez em novo filme de Renais ‘The Walking Dead’

O retorno

O canal Fox passa a exibir a partir de hoje, às 22h30, a continuação da quarta temporada da série com o episódio “After”. Na trama, Rick (Andrew Lincoln, foto) tenta se recuperar dos graves ferimentos sofridos após o ataque do Governador à prisão. A Band também exibe a série, em sua terceira temporada, todas as quintas-feiras, às 22h30.

Uma das presenças mais aguardadas do 64º Festival de Cinema de Berlim, Alain Resnais “furou”. Motivos: dores nos quadris e escoliose, conta Sabine Azéma, atriz recorrente em seus filmes e estrela de “Aimer, Boire et Chanter” (Amar, beber e cantar, em tradução livre). Se, aos 91 anos, o diretor francês já não pode se dar ao luxo de exaustivas viagens, seu cinema, no entanto, segue jovem. No novo longa, apresentado ontem à imprensa, Resnais continua sua busca por “quebrar as paredes entre o cinema e o teatro”, como ele próprio escreve no material distribuído à imprensa em Berlim. O filme é a terceira adaptação que ele faz de peças do escritor inglês Alan Ayckbourn – a primeira foi “Smoking/No Smoking” (que ganhou o Urso de Prata na

‘Aimer, Boire et Chanter’ disputa o Urso de Ouro no Festival de Berlim

Berlinale de 1994) e a outra foi “Medos Privados em Lugares Públicos” (2006), longa que ficou mais de três anos em cartaz em São Paulo. Nele, o protagonista é George Riley (em inglês, o título é “Life of Riley”), a quem

| DIVULGAÇÃO

restam apenas seis meses de vida. A notícia de seu câncer irrompe amores, desejos, ciúmes e obsessões em seu grupo de amigos próximos. A artificialidade dos diálogos e o antinaturalismo dos ambientes maximizam tanto a iro-

nia do diretor sobre as relações entre esses personagens como a comicidade de suas escolhas e desfechos. Resnais confina seus personagens em um ambiente tão teatralmente artificial que nem parece estranho o fato de que George, apesar de ter um caso com todas as mulheres da trama, jamais apareça em cena. Esgarçar os limites da narrativa cinematográfica, aliás, sempre foi uma das marcas de seu cinema – basta lembrar dos campos vazios de “Noite e Sombra” (1955), a tensão entre memória e presença em “Hiroshima Meu Amor” (1959) e a ambiguidade ficcional de “O Ano Passado em Marienbad” (1961). NATÁLIA PAIVA DIRETO DE BERLIM

Luto. Morre a ex-vedete Virgínia Lane Internada no hospital São Camilo, em Volta Redonda, desde o dia 2 deste mês, a ex-vedete Virgínia Lane morreu ontem, aos 93 anos, de falência múltipla dos órgãos. Considerada a “Vedete do Brasil”, Virgínia ficou famosa por suas pernas e participações em dezenas de filmes e teatros de revista. A música também fez parte de sua vida. Um de seus hits foi “Sassaricando”, de 1952. METRO

Virgínia em imagem de 1977 | FOLHAPRESS


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA

Para Rei, estar em navio com as fãs é como estar em casa

“Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada.” “Hoje em dia eu concordo com as biografias não autorizadas desde que elas respeitem esses dois itens: direito à privacidade e liberdade de expressão.” “O biógrafo tem direito a receber pela vendagem dos livros. Mas a negociação dessa história, com filme ou TV, é direito meu.”

Aos 72 anos, Roberto conta que está escrevendo sua própria biografia: ‘Ninguém vai falar isso melhor do que eu’, acredita | FOTOS: ALE SILVA/FUTURA PRESS

‘Minha história é propriedade minha’ Rei. Roberto Carlos adianta detalhes de sua biografia, fala das desavenças com o Procure Saber e comemora dez anos do projeto ‘Emoções em Alto Mar’. Em setembro, ele fará show em Las Vegas Após cinco minutos já acomodado no palco do teatro do transatlântico MSC Precioza, lotado de fãs e de jornalistas, um bem humorado -- e solteiro, como fez questão de destacar -- Roberto Carlos se deu conta: “Estou bem melhor do TOC, porque sentei em uma cadeira roxa e ninguém me avisou nada. A próxima deve ser marrom!”, brincou o cantor de 72 anos sobre suas manias decorrentes do Transtorno Obsessivo Compulsivo e da fixação na cor azul. No navio ancorado em Búzios, onde ele faz a 10a edição do projeto “Emoções em

|13|◊◊

Alto Mar”, que começou no dia 8 e segue até amanhã, o Rei avisou que está prestes a lançar sua biografia. Sim, mas escrita por ele. “Acho que minha história é propriedade minha e de mais ninguém. Muita gente pensa que vou esconder coisas por isso ou aquilo, mas não mesmo. Vou escrever tudo o que vivi, sofri, as alegrias, tristezas, mas, principalmente, as alegrias. Ninguém vai falar isso melhor do que eu. Já vai sair daqui a pouco. E aí provavelmente isso pode virar em seguida um filme, um seriado ou coisa assim, ou até uma

peça de teatro”, contou. O desligamento da associação Procure Saber, que tem entre os membros Caetano Veloso, Chico Buarque e Djavan e com a qual divergiu quanto à questão das biografias não autorizadas, foi sem mágoas. “Resolvi fazer minha parte separadamente dos outros, mas estou de acordo com muitas coisas. Temos uma relação boa, não estamos assim tão separados como se pensa”, diz o cantor. Ele esclareceu que sua biografia não autorizada, escrita por Paulo César de Araújo, teve a venda proibida judicialmente por “haver invasão de privacidade desnecessária”. “Tem muita coisa que não concordo ali sim, acho que tinham que me consultar pelo menos, por isso tomei aquela atitude de protestar.” Enquanto a publicação oficial sobre sua vida não sai -- “Estou gravando, edi-

tando. Já escrevi coisas até meus 25 anos... quer dizer, então faltam mais dois terços!”, disse --, Roberto lança em março um livro de fotografias entremeadas com versos de 500 canções suas. Em edição de luxo, com tiragem de 3 mil exemplares numerados, o livro custará R$ 4 mil. Até a noite de domingo, foram feitas 70 reservas de fãs que estavam a bordo do cruzeiro. O Rei anunciou ainda que, em setembro, fará um show em Las Vegas que deverá virar especial de TV. Ainda sobre os novos planos, o cantor não descartou gravar um CD de rock. “Sempre que gravo, gosto de dar um toque de rock and roll em algumas canções. Gosto da ideia de gravar um disco de rock and roll”. GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

“Imagina se vou ter medo de fã sentar no meu colo. Difícil vai ser tirá-la.” ROBERTO CARLOS, CANTOR

“Aqui no navio me sinto em casa, em família, sob o mesmo teto. Só não dormimos na mesma cama!”, brincou Roberto Carlos. Foi o suficiente para atiçar as fiéis súditas do Rei, que não medem esforços para chamar a atenção do ídolo e tentar ganhar uma rosa do cantor no final do show. “São dez anos de cruzeiros e criei muitas amizades nos shows do Roberto. Esse amor comum, essa energia é muito boa. Ele é nosso elo”, contou a professora Juzelda Marocco, 68 anos, de Porto Alegre. Com as amigas Dinara Fernandes, 62, e Miriam Heineck, 48, ela armou-se de um gigantesco cartaz para declarar seu amor ao cantor ao longo de uma década a bordo nos cruzeiros.“Já fui a 110 shows dele e sempre que eu puder, vou segui-lo onde for”, disse Adalgisa Santana Pereira, 59, de Salvador. E se o Rei não está assim tão ao alcance das fãs, um cover do cantor há sete anos, o paulista Robson Carlos, 63, desfrutava de seus momentos de fama. A cada passo no navio ele era assediado para fotos. “O RC me comove. Já estive com ele duas vezes e ele disse que não se aborrecia pelo fato de eu imitá-lo”, afirmou o cover. METRO RIO

Adalgisa (esq.) se diverte no cassino do navio com o sósia Robson Carlos


|14|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES

Papo de propaganda

Os invasores

Leitor fala

Novos cargos

JOÃO FARIA JOAO.FARIA@METROJORNAL.COM.BR

CADÊ VOCÊ?

Cruzadas

As marcas procuram pelos consumidores onde quer que eles estejam. Os anunciantes precisam saber exatamente onde o público está e levar sua mensagem publicitária. Fabiana Manfredi, diretora de mídia da agência DM9DDB, revela como encontrar os consumidores que as marcas tanto procuram.

Precisamos que os políticos mudem drasticamente a forma de gestão. É inadmissível que sejam criados mais 165 cargos dentro da Câmara Municipal. O número de vereadores, que têm vários assessores, já é alto para uma cidade como Campinas. Estamos precisando de economia no Executivo e no Legislativo, encaminhando esse dinheiro para a Educação. Os comissionados do prefeito devem ser revistos e cada secretaria poderia ter, no máximo, dois ou três comissionados. Será que um dia nossos políticos terão coragem para acabar com a farra de empregos comissionados em troca de apoio político? Como eles podem dormir sossegados sabendo que o dinheiro dos cargos comissionados poderia ser utilizado em Educação e Saúde? JOSÉ RICARDO LUCARELLI – CAMPINAS, SP

Como as marcas identificam seus consumidores? Aqui na DM9 temos skills específicos de profissionais e utilizamos ferramentas que nos proporcionam maior entendimento do consumidor. Então, desde ferramentas da área de pesquisa de mídia, da área de digital que temos na agência, que a gente desenvolveu uma área específica para tirar insights. Isso ajuda muito a analisar o comportamento das pessoas no ambiente digital, principalmente nas redes sociais. Os buscadores também são grandes fontes de informação para gerar ideias sobre os consumidores. E na hora de optar pelo meio mais eficiente para levar a mensagem? Tem várias formas e hoje existem muitas ferramentas que nos ajudam. Além disso, acumulamos aprendizados que a gente tem das categorias dos clientes e do mercado para definir qual é o melhor meio. Percebemos que as agências terão que se reorganizar totalmente, porque se tivermos uma campanha com vários targets, comportamentos diferentes dentro daquele mesmo meio, são mensagens diferentes, com peças diferentes e criações diferentes. Acreditamos que essa realidade irá mudar até o timing de produção.

Cinegrafista morto Até quando morrerão inocentes por conta das manifestações em que pessoas aparecem com o rosto coberto? Quem cobre o rosto é bandido, não um manifestante comum. MIRIAM QUINTANILHA – CAMPINAS, SP

Metro Pergunta

Qual é a sua opinião sobre os trotes universitários? @ThiCrepaldi

Sudoku

As informações públicas de consumo online ajudam? Nós temos uma área com profissionais exclusivos e dedicados para analisar os consumidores através da análise do comportamento das pessoas nos ambientes digitais, seja nas redes sociais, nas buscas, em comportamento de navegação na web. Conseguimos identificar e traçar o perfil de comportamento e isso enriquece o estudo do nosso público alvo. Porque esses estudos trazem comportamento real das pessoas. E as redes sociais e internet como um todo refletem este comportamento. Criamos uma área agregada a pesquisa de mídia para estudar o comportamento das pessoas, que vai servir de insumo não só para a mídia, mas também para o planejamento, criação, atendimento e para o cliente.

Gosto da prática que a Unicamp adotou, já que realiza o Trote da Cidadania. É um excelente modo de receber os calouros. @vipurgato

Não condeno a existência dos trotes universitários, exceto os abusos cometidos com alguns jovens. @MaranhaoAntonio

O ritual dos jovens não me incomoda, mas sou contra a postura de alguns. Ninguém pode ser obrigado a fazer o que não quer.

É possível acompanhar o consumo de um produto? A maneira mais fácil é através dessa análise das redes sociais. Lá que eles estão falando da percepção do produto. Se estão engajados com o conteúdo e reverberando (positiva ou negativamente) uma determinada experiência.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.camp@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

João Faria é jornalista e sócio-diretor da Agência Cidadã

Horóscopo

Siga o Metro no Twitter: @Jornal_MetroCPS

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Cuide para não se portar de maneira evasiva em assuntos de pessoas próximas, por mais empenhado que esteja em ajudar.

Regente de seu signo, o Sol forma aspecto tenso com Saturno, influência que aponta tendências uma lentidão para resolver assuntos.

Questões relacionadas a grupos apontam tendências a uma dose de sacrifício. Evite esforços por temas que não é você que deve resolver.

Tenha cuidado com demonstrações possessivas ou pegajosas na vida afetiva. Período especial para esclarecer e se situar de diferenças.

Momento para estabelecer contatos e trocar informações profissionais que servirão para projetos a longo prazo ao longo da semana.

O Sol faz aspecto tenso com Saturno – regente de seu signo – influência que recomenda atenção para não resolver tudo ao seu modo.

Muitas vezes fazer o simples é o mais indicado para solucionar ou amenizar alguns contratempos que envolvam o dia a dia.

Possibilidades para envolvimentos mais intensos com assuntos materiais e para refletir sobre algumas ambições.

Momento para uma reflexão sobre alguns objetivos que tem a longo prazo. Cuide para não apressar situações ou se levar pela ansiedade.

O momento é especial para retomar assuntos que façam você mais feliz no cotidiano, mas que estavam de lado em função de obrigações.

Cuide para que assuntos importantes não sejam discutidos ou tratados pela emoção. Novas responsabilidades marcarão o trabalho.

Assuntos culturais, viagens e contatos à distância são propensos a tomar empenho especial. Amenizará desgastes recentes.


CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

Peixe repete time a pela 1 vez no ano Repeteco. Oswaldo de Oliveira mandará a campo contra o Comercial, hoje, às 19h30, a mesma escalação que bateu o Linense por 2 a 1 na última rodada do Campeonato Paulista

Uma das maiores dificuldades para qualquer técnico é repetir a mesma escalação por duas partidas consecutivas. Por contusão, suspensões ou por conta das características do rival, a missão é praticamente impossível. Tanto é que só agora, na 7a rodada do Campeonato Paulista, Oswaldo de Oliveira poderá usar o mesmo time que venceu o Linense por 2 a 1 na última quinta-feira. Hoje, às 19h30, o Peixe recebe o Comercial na Vila Belmiro com Aranha; Cicinho, Gustavo Henrique, Neto e Mena; Alan Santos, Arouca e Cícero; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Os volantes Alison e Anderson Carvalho, além do za-

gueiro Vinicius Simon, ainda se recuperam de lesões para voltar aos treinos com bola. Quem está disponível é o atacante Gabriel, artilheiro do Santos na temporada com quatro gols. A revelação alvinegra, no entanto, perdeu a posição de titular para Damião e ficará como opção no banco de reservas. Já o meia Lucas Lima, que foi oficializado como terceiro reforço santista para temporada e já está regularizado, participou do treino de ontem no grupo dos jogadores que não participaram dos últimos compromissos dos Peixe. Ele foi apresentado e recebeu a camisa 10 que era do argentino Montillo. Melhor de todos

Líder do Grupo C e dono do segundo melhor aproveitamento do Paulistão, a equipe da Baixada Santista precisa apenas de uma vitória simples para superar o Palmeiras, que é o primeiro colocado do Grupo D, com 19 pontos – seis vitórias, um empate e dez gols de saldo. Caso supere o Comercial, o Peixe chega aos mesmos 19 pontos do rival alviverde, mas ultrapassa a equipe dirigida por Gilson Kleina no critério de saldo de gols. METRO

SANTOS • •

ESPORTE

COMERCIAL

Estádio. Vila Belmiro, às 19h30 Transmissão. Rádio Bandeirantes e Bradesco Esportes FM

Leandro Damião seguirá entre os titulares | LUIZ FERNANDO MENEZES/FOTOARENA

Carleto: ‘agradeço o esforço da Ponte’

Jogador se destacou no São Paulo | ROGÉRIO CAPELA/METRO CAMPINAS

O lateral-esquerdo Thiago Carleto foi apresentado ontem oficialmente na Ponte Preta. Ele agradeceu o empenho do clube para trazê-lo e disse estar feliz e ansioso para estrear. Carleto ficou 7,5 meses parado por contusão e vinha bem no São Paulo antes de se machucar, conquistando a Copa Sul-Americana em 2012. Rápido e dono de um chute possante, o joga-

Guarani. Equipe terá mudança no ataque Poupado na derrota diante do Marília, o atacante Roninho deve ser titular amanhã contra o Monte Azul, fora de casa. Com a volta do jogador, Tiago Cavalcanti deve ficar no banco de reservas. A partida é válida pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2. A derrota na última rodada dificultou o planejamento do Bugre. Com muitos jogadores veteranos, o técnico Márcio Fernandes pretendia

fazer rodízio para prevenir que atletas tenham lesões. Porém, o resultado negativo vai exigir que o técnico repense para buscar os três pontos fora de casa. O drama de Simião O volante Wellington Simião, que havia ficado fora do time por contusão desde agosto de 2013, voltou a se machucar diante do Azulão. Isso lhe renderá mais 3 meses de molho. METRO

3

Fumagalli é um dos veteranos | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

dor deve ser uma arma importante para Vadão, como surpresa no ataque. Já que chegou, Carleto foi a Piracicaba acompanhar o time das arquibancadas e, assustado, viu a Macaca ser goleada por 4 a 1. Mas a preocupação inicial deu lugar ao otimismo. “O time melhorou bastante.” Carleto já tem condições de atuar há uma semana, mas pediu um tempo maior

para estar bem fisicamente. A estreia pode ocorrer amanhã, contra o Ituano, no Majestoso, já que Magal não faz um bom campeonato. “Tenho condições de jogar, mas respeito meus companheiros e vou brigar por espaço”. A partida diante do Ituano está marcada para as 19h30. O técnico Vadão define hoje o time. METRO CAMPINAS

Atlético-PR

Adriano

O Furacão tem de definir hoje se vai ou não inscrever o Imperador para a disputa da Libertadores. O time estreia na quinta-feira contra o The Strongest (BOL), na Vila Capanema, e, segundo o regulamento, precisa inscrever os 30 jogadores 48 horas antes da primeira partida.


|16|

CAMPINAS, TERÇA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

E VAMOS TESTAR! A minha coluna dessa semana está sendo feita de maneira diferente. É que normalmente eu mando na segunda, mais ou menos lá pelas 18h aí do Brasil, a tempo de sair na nesta edição de terça-feira que vocês têm em mãos agora. Faço assim para poder contar de forma atualizada o que está rolando por aqui em termos de Fórmula Indy. Só que hoje a coisa está diferente porque estou escrevendo no domingo, mas especificamente no avião que está me levando de Miami para Los Angeles. Como são cinco horas de voo, tenho tempo para pensar na vida, ler alguma coisa, tirar uma sonequinha e escrever. É que meu compromisso da segunda é testar com o meu Dallara Chevrolet no oval do Auto Club Speedway, em Fontana, perto de Los Angeles. Então, imaginem vocês, como o fuso é de seis horas, enquanto as coisas estiverem em plena ação em Fontana, ao meio dia, no Brasil já serão 18h. Por esse motivo, como não quero deixar o meu editor Wilson Dell’Isola nervoso (ele é muito legal e não vou fazer isso com ele – se bem que ele já teve mais cabelo do que tem agora por conta dos meus atrasos), vou falar aqui desse pré-testes. Mas antes de entrar nesse avião que estou agora, pude fazer uma das coisas que mais gosto, que é festinha de criança. É sempre um barato e dessa vez foi na casa da minha irmã, a Kati, pelo primeiro aniversário do meu sobrinho Benjamin, o irmão do Dudes, filhos do Eduardo. Quando os primos se reúnem com a Mikaella é aquela festa e se você somar os amiguinhos que também foram, dá para perceber como foi legal. O problema é que adoro doces e o que não faltou foram delícias providenciadas pela minha irmã e pela d. Sandra, minha mãe. Está aí a vantagem de fazer muita atividade física, pois numa hora dessas a gente consegue dar uma abusadinha. Esse teste de Fontana inaugura uma semana de muita atividade, pois também temos amanhã outra rodada, dessa vez no circuito misto em Sonoma. No mais, amigos, o Team Penske vem se preparando da melhor forma possível e quero aproveitar para agradecer as palavras gentis da Lu Ferreira, que no seu Twiteer, o @fofurasdalu, cumprimentou a gente pela maneira de receber o Montoya no time. Aqui é assim, Lu, na pista um quer ganhar do outro, mas somos amigos e isso ajuda muito o trabalho. Super abraço a todos e até semana que vem!!! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Felipão convoca só ‘estrangeiros’ hoje Amistoso. Treinador anuncia hoje 1ª parte da lista para amistoso contra África do Sul

Felipão divulgará apenas uma parte dos convocados | MARLON FALCÃO/FOTOARENA

Seguidas lesões têm afetado o atacante Fred | CELSO PUPO/FOTOARENA

O técnico Luiz Felipe Scolari anuncia hoje, às 12h, no Rio de Janeiro, a primeira parte dos convocados para o amistoso contra a África do Sul – dia 5 de março, em Johannesburgo – último teste antes da Copa do Mundo. Na lista só estarão jogadores que atuam fora do Brasil. Mais próximo da data da partida, a CBF divulgará um complemento, com os atletas que atuam no futebol nacional. “Após observarmos algumas situações, achamos que seria melhor convocar apenas jogadores que atuam fora do Brasil neste momento. Os que jogam no Brasil, como estamos em início de temporada, ainda não atingiram o ápice da forma física. Por isso, vamos esperar um pouco para completar a lista”, afirmou o técnico Luiz Felipe Scolari. Mesmo sem os atletas que jogam no Brasil, a base da equipe deve ser anunciada hoje. O goleiro Julio Cesar, os laterais Daniel Alves e Maicon, os zagueiros Thia-

“Examinei o Fred e ele está muito bem. É só dar sequência ao trabalho que está sendo feito” JOSÉ LUIZ RUNCO, MÉDICO DA SELEÇÃO

go Silva, Dante e David Luiz, os meio-campistas Paulinho, Luiz Gustavo, Ramires e Oscar e os atacantes Neymar e Hulk devem ser nomes certos. À espera de Fred O camisa 9 do Fluminense ganhou tempo para enfrentar o sul-africanos. Fred está com um edema muscular na parte anterior da coxa direita. A lesão não é grave e ele deve ser liberado para trabalhos físicos dentro de dez dias. “Acredito que não será problema, mas também depende da condição física e técnica. Mas ele terá mais tempo ainda para trabalhar e se recuperar”, avaliou o médico da Seleção, José Luiz Runco. Em agosto do ano passado, Fred lesionou a coxa direita, porém, em região diferente. As contusões não têm relação direta. METRO

Brasil volta à neve em Sochi Depois de iniciar a participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia, Jaqueline Mourão volta à neve hoje. Só que, em vez de disputar o biatlo, ela competirá no esqui cross country, às 10h (horário de Brasília). A diferença básica entra as modalidades é que o biatlo combina o cross country com o tiro esportivo.

“Para mim é bem tranquilo. Há quatro anos que eu faço isso constantemente. O cross country e o biatlo só ajudam um ao outro”, afirmou a mineira, que também foi a porta-bandeira da delegação do Brasil na Cerimônia de Abertura. Ela também vai disputar a prova individual de 15km no biatlo, na sexta-feira. Entre os homens, Leandro Ribela estará em dis-

puta hoje. Ele participa do cross country. Ao todo, 13 brasileiros participam da disputa da Olimpíada de Inverno, a maior delegação do país na história dos Jogos. Acompanhe ao vivo a cobertura completa de Sochi na tela da Band, no canal Bandsports e no portal da Band: band.com.br. METRO

Leandro Ribela estreia hoje | DIVULGAÇÃO/CBDN

Time Brasil Acompanhe a participação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Inverno:

17 anos: acredite se quiser

• Hoje, às 8h25. Leandro Ribela, Esqui Cross Country

Recém-contratado pela Lazio, o meia camaronês Joseph Marie Minala levantou suspeitas sobre sua idade. No passaporte, a data de nascimento do atleta é 24 de agosto de 1996. A fisionomia, porém, não sugere que ele tem só 17 anos. | REPRODUÇÃO/TWITTER

• Hoje, às 10h. Jaqueline Mourão, Esqui Cross Country

• 14/2, às 11h45. Josi Santos, Esqui Aéreo • 14/2, às 12h. Jaqueline Mourão, Biatlo (15km) • 16/2, às 3h. Isabel Clark, Snowboard Cross • 18/2, às 11h15. Dupla

feminina de bobsled: Fabiana Santos e Sally Mayara • 18/2, às 3h, e 21/2, às 8h45. Maya Harrisson, Esqui Alpino • 19/2, às 3h, e 22/2, às 8h45. Jhonatan Longhi, Esqui Alpino

• 19/2, às 11h. Isadora Williams, Patinação Artística no Gelo • 22/2, às 12h30. Quarteto masculino de bobsled: Edson Bindilatti, Edson Martins, Fabio Gonçalves e Odirlei Pessoni

20140211_br_metro campinas  
Advertisement