Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Metromídia Gráfica

QUER SER UM MESTRE JEDI? MANUAL TRAZ TUDO O QUE UM JOVEM PADAWAN PRECISA SABER PÁG. 13 PORTO ALEGRE Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 Edição nº 565, ano 3 MÍN: 25°C MÁX: 39°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

sleet

thunder

part sunny/

thunder

www.readmetro.com | leitor.poa@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metropoa showers sunny showers

windy

Rodoviários cogitam encerrar a greve hoje hazy

showers

15º dia. Ao comemorar a decisão da Justiça de manter os piquetes em frente às garagens de ônibus da capital, um dos líderes da comissão de negociação por parte dos trabalhadores, Alceu Weber declara: ‘está se apontando para os últimos, senão o último, dia de greve’ PÁG. 02

Tatuador que entregou rojão vai colaborar Preso, Fábio Raposo diz que irá ajudar a identificar jovem procurado. Estado de cinegrafisca é grave PÁG. 06

Preços de passagens aéreas na Copa sobem até R$ 1 mil

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Levantamento de site de comparação de valores revela as diferenças em dias de jogos PÁG. 08

Ucrânia alega ter recebido ‘inúmeras’ ameaças terroristas

EMPATADO

Grêmio e Inter ficam no 1 a 1, no Gre-Nal 399, na Arena

Ramiro e D’Alessandro disputam a posse de bola no clássico válido pela 7a rodada do Gauchão | LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

PÁG. 16

Serviço de segurança colocou unidades antiterroristas em alerta em instalações de todo o país PÁG. 10


1 FOCO

Projeto de lei

Cotas

O vereador Marcelo Sgarbossa (PT), na foto, encaminhou um projeto de lei na Câmara de Vereadores da capital que dispõe sobre o estabelecimento de cotas raciais para o ingresso de negros e afrodescendentes no serviço público municipal em cargos efetivos e comissionados. Segundo ele, o número mínimo deve ser de 20%.

Cotações Dólar + 0,03% (R$ 2,38) Bovespa + 0,70% (48.074 pts) Euro - 0,11% (R$ 3,24) Salário Selic (10,50% a.a.) mínimo (R$ 724)

|02|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

FOCO

Rodoviários falam em ‘últimos dias de greve’ 15º dia. À frente da comissão de negociação, Alceu Weber comemora manutenção de piquetes e cogita últimos dias de mobilização A greve dos rodoviários da capital teve nova reviravolta no começo da noite de ontem. A decisão da 10a Vara do Trabalho que proibiu os piquetes em frente às garagens de ônibus de Porto Alegre a partir de hoje foi cassada. À frente da comissão de negociação por parte dos rodoviários, Alceu Weber comemorou a decisão da desembargadora Maria Cristina Schaan Ferreira e desabafou em entrevista à Rádio Bandeirantes: “Isso aí dá um processo de desgaste na categoria”, disse ele. Foi o primeiro sinal de que a greve que completa 15 dias hoje e faz história em Porto Alegre está chegando ao fim. “Mantém-se os piquetes e com reforço porque está se apontando para os últimos dias, senão o último dia, de greve”, avisou Weber.

Uma nova assembleia dos rodoviários está marcada para hoje às 20h, mas antes mesmo dela, Weber está otimista para um possível acordo em uma reunião de mediação marcada para esta tarde, na Justiça do Trabalho. “Se conseguirmos tirar dessa mediação uma diretriz para concluir essa assembleia com maestria acho que está muito bem consolidado”, antecipou. O pedido para o fim dos piquetes tinha sido encaminhado e concedido na sexta ao Sindicato das Empresas de Ônibus com a alegação de que os rodoviários que querem trabalhar estão sendo impedidos pelos colegas. Em caso de descumprimento, o juiz Elson Rodrigues da Silva Júnior chegou a determinar reforço da Brigada Militar. Mas ontem a desembargado-

ra atendeu ao mandado de segurança encaminhado por Weber, autorizando os piquetes. “A greve é um legítimo direito da categoria profissional, cujo exercício pressupõe a liberdade de trabalho e de convencimento dos trabalhadores à adesão ao movimento paredista”, considerou Maria Cristina. Aulas canceladas Em decorrência da greve, a Secretaria Municipal de Educação suspendeu as aulas nas 41 escolas de Educação Infantil da capital. Professores, monitores, cozinheiras e pessoal da limpeza não estão conseguindo chegar aos locais de trabalho. LETÍCIA BARBIERI METRO PORTO ALEGRE

Chuva faz calor dar trégua, mas ele vai voltar com força Depois do calor fazer história em Porto Alegre com 40,6oC, a segunda maior temperatura da história, a chuva que caiu no final da tarde de sábado fez ele dar uma trégua. O termômetro que beirou os 40oC, na sexta, caiu para 38,4oC ontem. De acordo com o Metroclima, o calor perde um pouco de força hoje, mas volta com tudo amanhã e segue em “patamar extremo”, informam os meteorologistas. Árvores caíram e clientes da CEEE ficaram sem energia elétrica no final da tarde de sábado quando o calorão virou ventania e chuva forte. Para hoje a previsão é que ele deve perder apenas um pouco de força, mas segue muito intenso na capital. O sol aparece com nu-

De 40,60C de quinta, temperatura caiu para 38,40C ontem

vens, mas pode ter chuva isolada de verão da tarde para a noite. Mínimas de 25°C a 27°C na maioria dos bairros e máximas de 37°C a 39°C. Amanhã, porém, o calorão volta a ganhar força.

| GABRIELA DI BELLA/METRO

Da tarde para a noite não se afasta a possibilidade de chuva localizada ou temporal isolado de verão. Estão previstas temperaturas mínimas de 25°C a 27°C e máximas de 39°C a 41°C em Porto Alegre. METRO POA

Ônibus que tentou circular sexta-feira voltou depredado | GABRIELA DI BELLA/METRO

Trânsito

Obras vão alterar o trânsito na Voluntários

Quatro bairros sem água na capital

A partir desta segunda-feira, a rua Voluntários da Pátria ficará totalmente bloqueada para o trânsito, na esquina com a rua Barros Cassal, devido às obras de duplicação da via. Os serviços serão realizados pela Smov (Secretaria de Obras e Viação), com previsão de conclusão no sábado, dia 15. A orientação para quem trafega pelo Largo Vespasiano Veppo, via ao lado da Rodoviária da capital, e precisa acessar a avenida Farrapos, deve utilizar a rua da Conceição, Mauá, Cel. Vicente, Comendador Manoel Pereira e rua da Conceição.

Quatro bairros de Porto Alegre passaram o domingo sem água. A Estação de Bombeamento de Água Tratada Jardim Ipê, localizado na rua Comendador Eduardo Secco, teve de ser desligada para a substituição emergencial de um poste que caiu durante a chuva de sábado. A previsão do Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos) era que o abastecimento interrompido para o trabalho nos bairros Jardim Carvalho, Jardim Ipê I, Vila Boa Vista e Colina do Prado já estivesse normalizado nesta segunda-feira.

METRO POA

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 051/2101.0302

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro. (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

leitor.poa@metrojornal.com.br 051/2101.0471

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Serviços

Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio Editor Executivo: Maicon Bock (11.813 DRT/RS). Diagramação: Nathália Halcsik Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor-Geral: Leonardo Meneghetti

METRO POA

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, CEP 90660-120, Porto Alegre, RS. Tel.: (051) 2101-0302 O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 40.000 exemplares


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

|03|◊◊

1

Imagens

2 O primeiro prédio feito com contêiner vai comemorar um ano na capital. Outros dois estão a caminho | FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

Repúblicas em contêineres

Que arquitetura é essa? Empreendedores seguem tendência internacional e constroem prédios de repúblicas estudantis em contêineres na capital. Já são dois prédios em construção na Cidade Baixa e um pronto no bairro Santana. Arquitetos aprovam a ideia Tendência mundial, prédios em contêineres começam a ser vistos também em Porto Alegre. A relação custo-benefício surge como uma boa oportunidade para os dois lados: o empreendedor e o morador. Como uma nova forma de república, dois prédios estão em construção na Cidade Baixa e um deles já recebe estudantes e jovens trabalhadores no bairro Santana. Credenciada nas universidades gaúchas e em outras espalhadas pelo mundo, a Housing Rede de Acomodações é quem aposta no novo estilo de moradia na capital. Depois de morar em Londres, Marcelo Nunes Caetano, o diretor da rede, viu a ideia consolidada lá e resolveu investir aqui. Segundo ele, na Holanda, por exemplo, há hotéis construídos dessa forma. “Tentamos trabalhar com a reutilização de contêineres

“O fato de ser uma arquitetura que trabalha com contêineres não necessariamente é melhor ou pior, vejo como uma possibilidade.” TIAGO HOLZMANN, PRESIDENTE DO INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL NA CAPITAL

de porto que são os ecologicamente corretos, mas ainda é muito caro aqui no Brasil, mais caro que uma construção convencional”, lamenta. A saída foi encomendar de empresas que produzem o material. “Essa sim já vem com toda adequação e ‘knowhow’ de engenheiros que o produzem e montam”, destaca. Como um sistema pré-pago de moradia, o prédio é dividido em pequenos quartos e áreas comuns de cozinha e lavanderia. Por R$ 590 mensais é incluído aluguel, condomínio, água, luz, internet, tv a cabo e lavanderia. Mais: enquanto um prédio de alvenaria leva um ano para ficar

pronto, com o contêiner já disponível, cai para 60 dias. Presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil na capital, Tiago Holzmann observa que tendo condições de habitabilidade, com um bom isolamento, pode ser sim, uma boa ideia. “O fato de ser uma arquitetura que trabalha com contêineres não necessariamente é melhor ou pior, vejo como uma possibilidade.” E para tornar o lugar habitável: revestimento e muito conhecimento técnico. “Ele é produzido e montado sob responsabilidade de engenheiros mecânicos e atende a todas as normas técnicas para ser habitável. Tem uma cama-

da de metal por fora, 3 cm de isolante térmico e PVC. Já pintamos ele com tinta reflexiva para que o calor possa refletir”, detalha. Segundo Caetano, os gaúchos ainda estranham a ideia, 90% de seu público ainda é de estudantes intercambistas. “O porto-alegrense olha com outros olhos, não é muito da nossa cultura”, observa. Mas chegada de Santa Maria, a mestranda da UFRGS Silvia Borba, 25 anos, preferiu olhar com bons olhos e fazer a experiência. Na semana que registrou as temperaturas mais quentes da história da cidade, ela comentou do calor. “Mas quem não está com calor nesses dias? Onde não está calor nesses dias, não é?”, brinca. LETÍCIA BARBIERI METRO PORTO ALEGRE

3

4

HIROYUKI HIRAI/ESPECIAL

5

1

Três andares. Estrutura está sendo montada na Cidade Baixa

O terceiro empreendimento da rede que aposta em contêineres na capital terá três andares.

2

Estudantes são maioria. Gaúchos ainda estranham a novidade

Gaúchos ainda estranham a novidade, mas não é o caso de Silvia Borba, 25 anos, que aprova a experiência.

3

Quartos mobiliados. Cama, guarda-roupa, geladeira e fogão

O quarto é pequeno, mas tem tudo. O próximo terá geladeira e fogão dentro dele. E espera para ar-condicionado.

4

Habitabilidade. Isolamento acústico e térmico para morar

O metal por fora é revestido com 3 cm de isolante térmico e PVC. É usada tinta reflexiva para amenizar o calor.

5

Tendência. Uma bairro inteiro de contêineres foi erguido no Japão

Após o tsunami de 2011, foi construído um bairro inteiro de contêineres, em Onagawa, no Japão. METRO POA


|06|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

BRASIL

Advogado quer acordo para que tatuador ajude a polícia Investigação. Jovem foi quem passou para outro manifestante o rojão que atingiu o cinegrafista da TV Bandeirantes na manifestação no Rio Preso na manhã de ontem por passar para outro manifestante o rojão que atingiu a cabeça do repórter cinematográfico da TV Bandeirantes, Santiago Andrade, o tatuador Fábio Raposo, 23 anos, aceitou colaborar com a polícia. Segundo o delegado titular da 17ª DP (São Cristóvão), Maurício Luciano de Almeida, o rapaz vai ajudar no retrato falado do homem que acendeu o artefato explosivo. Após o depoimento do jovem, de mais de quatro horas, o delegado contou que Raposo disse já ter visto o responsável por disparar o artefato em outros atos e que vai tentar ajudar a fazer o retrato falado do suspeito. “Na questão da delação premiada, a princípio, ele concordou em colaborar e vai ver se há possibilidade de identificar a pessoa, porque ele diz não conhecer o nome do outro ma-

nifestante, mas pode reconhecer. Ele já viu o rapaz em outras manifestações, mas não faz parte do seu círculo de amizades”, explicou o delegado. Quem tiver informações sobre o suspeito, pode ligar para o Disque-Denúncia (2253-1117). Já o advogado de Raposo, Jonas Tadeu Nunes, disse que vai pedir a revogação da prisão de seu cliente de 30 para cinco dias e disse que o jovem sofreu ameaças para assumir o crime sozinho: “Ele recebeu ligações e não sabe de onde veio. Ficou assustado. Já a delação premiada 100% não poderia ocorrer, porque ele não conhece o outro rapaz”. Na porta da delegacia, durante o depoimento de Raposo, quatro ativistas, que já foram vistos em protestos com black blocs, hostilizaram os jornalistas e fizeram ameaças. O tatuador foi preso na

mensagens ligadas ao grupo Black Bloc. Por enquanto, o cálculo da pena aponta para 35 anos. A polícia informou que encontrou pichações no prédio de Raposo com a mensagem “Black Bloc” e palavrões em inglês contra a polícia. Segundo um vizinho, ouvido pelos investigadores, as inscrições são de autoria do jovem.

Fábio Raposo chega à 17ª DP para prestar depoimento | REPRODUÇÃO/BAND

casa dos pais, no Recreio, na zona oeste, e, no fim da tarde, foi encaminhado a uma cadeia em São Gonçalo. Ele foi indiciado como coautor pelos crimes

de tentativa de homicídio qualificado por uso de explosivos e crime de explosão, mas pode ter a pena aumentada em mais cinco anos, caso seja configura-

do o crime de organização criminosa. Seu computador, aprendido em sua casa, no Méier, na zona norte, será periciado para saber se há

Estado grave O repórter cinematográfico Santiago Andrade permanece internado em estado muito grave no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. Ele foi atingido por um rojão quando cobria o protesto contra o aumento da passagem de ônibus, na quinta-feira. O cinegrafista precisa de sangue do tipo O+. Quem puder doar, basta ir ao HemoRio, na rua Frei Caneca, número 8, das 7h às 18h, de domingo a domingo. METRO RIO E BAND

Ônibus é queimado após jovem morrer em tiroteio Mais um ônibus foi incendiado durante uma manifestação na capital paulista. Desta vez, na região do Rio Pequeno, na zona oeste. Por volta das 6h de ontem, aproximadamente dez pessoas pararam um coletivo na avenida Nossa Senhora de Assunção, obrigaram motorista, cobrador e passageiros a descerem e atearam fogo no veículo. De acordo com a PM (Polícia, o ato aconteceu em protesto contra a morte de uma estudante, de 17 anos, durante a madrugada. Ela passava pelo local durante uma troca de tiros entre um policial civil de folga e dois suspeitos de um assalto, quando foi atingida por uma bala perdida. Larissa Leite da Silva estava a caminho da festa de uma amiga, segundo sua mãe. A polícia civil investiga se o tiro partiu da arma do policial ou de um dos suspeitos, Entre eles está um menor, de 17

36

é o número de ônibus queimados na capital desde o começo do ano. Outros 9 foram incendiados na Grande São Paulo. anos, que também ficou ferido e foi detido. O outro suspeito conseguiu fugir em uma moto. Segundo o policial, os dois tentavam roubar três pessoas quando foram surpreendidos. Ao se identificar e dar voz de prisão aos dois, a troca de tiros começou. A família da jovem acredita que o tirou partiu da arma do policial e pede justiça. A Corregedoria da Polícia Civil foi acionada para avaliar a conduta do agente. Segundo o boletim de ocorrência, ele “agiu no cumprimento do dever legal ao intervir ação delituosa” e a corregedoria “não

vislumbrou arbitrariedade ou excesso”. A arma do policial foi apreendida para exames. Já a arma dos suspeitos não foi encontrada. Ataques Este é o 360 ônibus incendiado na capital paulista desde o começo de 2014, e o terceiro em fevereiro. O número supera os 21 casos registrados em todo o primeiro semestre de 2013, segundo a SPTrans. Cada ônibus destruído causa um prejuízo de R$ 500 mil e demora pelo menos três meses para ser reposto. Vândalos também colocaram fogo em um ônibus ontem em Itapevi, na Grande São Paulo. Ninguém ficou ferido e a polícia não sabe qual o motivo do ataque. A Polícia Civil investiga a hipótese de que os ataques a ônibus em São Paulo têm ligação com o crime organizado. METRO

Ônibus queimado em manifestação na região do Rio Pequeno, zona oeste | MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS


|08|

ECONOMIA

Empreendedorismo

BRUNO CAETANO BRUNO.CAETANO@METROJORNAL.COM.BR

NEGÓCIO DE PAI PARA FILHO No Brasil, mais de 90% das empresas são familiares, segundo o IBGE, o que significa que cada uma, a seu tempo, terá o comando transferido para um sucessor, na maioria dos casos, de pai para filho. Pesquisas mostram que de cada 100 empresas familiares abertas e bem sucedidas, 30 chegam à segunda geração e 15 à terceira. Tais números evidenciam quão importante é a passagem das rédeas das mãos do fundador para o herdeiro. Se mal feita, pode levar o empreendimento a uma administração equivocada e sucumbir por isso. A sucessão é um procedimento demorado, que exige planejamento e, portanto, precisa começar o quanto antes. Não vamos tratar aqui de conflitos internos da família em que existe uma disputa pelo comando. Nesses casos, os interessados acabam até “jogando contra o patrimônio”, truncando o processo apenas para evitar que o “concorrente” fique com o posto. Partamos do princípio em que a escolha está pacificada e o objetivo é fazer a passagem de bastão da melhor forma possível. O sucessor, antes de mais nada, deve mostrar aptidão para o negócio. Assumir uma empresa sem vocação para a tarefa é ligar uma bomba-relógio. Consideremos, então, o herdeiro apaixonado pelo empreendimento. O passo seguinte é se preparar para a missão. Isso requer conhecer bem a empresa toda, ou seja, trabalhar nas mais variadas funções numa imersão no negócio. O futuro comandante precisa ser testado em situações que exijam poder de decisão, pois será sua realidade quando assumir. O preparo teórico também é fundamental. Ele tem de estudar para entender das especificidades da empresa e de gestão. Além disso, é muito importante passar por experiências profissionais fora do empreendimento da família, assim vai adquirir uma maior vivência para levar para seu negócio. O herdeiro deve ainda possuir espírito inovador, já que enfrentará um mercado em constante transformação e se não acompanhar as mudanças, apostando só em repetir o pai, corre sério risco de perder o rumo e fracassar.  Não estamos falando de uma fórmula matemática. Mas é óbvio que quanto maior a preparação para a sucessão, feita de forma profissional, mais chances de dar certo. Arriscar o negócio da família por questões emocionais e afetivas não é uma boa opção. Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. O Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em www.sebraesp.com.br

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

Preço de voo para Copa pode custar R$ 1 mil a mais

Aviação. Diferença entre tarifas mínimas para dia de jogo do Brasil e para um dia comum foi encontrada para trecho Salvador-Fortaleza. Seis rotas tiveram queda, mas valor ainda é alto

QUANTO CUSTA Preços mínimos de passagem, em R$ Brasil X Croácia Abertura da Copa

São Paulo

IDA ENTRE 1O E 12 DE JUNHO BH

12/6

Brasil X México 2º jogo da Seleção

VOLTA ENTRE 12 E 15 DE JUNHO

PARTINDO DE RJ

Fortaleza

IDA ENTRE 15 E 17 DE JUNHO

RECIFE

RECIFE

VOLTA ENTRE 17 E 20 DE JUNHO

PARTINDO DE SALVADOR

1.075,33

1.000

533,94

500

JULHO

1.435,00

1.000

1.047,62

500

324,89

0

0

JANEIRO

JULHO

PREÇO EM DIA COMUM*

180

129

BH

23/6

Brasília

IDA ENTRE 21 E 23 DE JUNHO

JANEIRO

PREÇO EM DIA COMUM*

610

Brasil X Camarões 3º jogo da Seleção

278

350

Indefinido

1.500

13/7

IDA ENTRE 11 E 13 DE JULHO

PARTINDO DE SP SALVADOR

VOLTA ENTRE 13 E 16 DE JULHO

PARTINDO DE RECIFE BRASÍLIA

SP 1.500

1.000

684,00

1.000

500

420,36

500

302,94 JULHO

JANEIRO

PREÇO EM DIA COMUM*

216

140

668

Rio de Janeiro

Final

VOLTA ENTRE 23 E 26 DE JUNHO

0

SP

1.587,19

1.500

1.500

17/6

1.075,46 504,09 519,93

0 JULHO

JANEIRO

PREÇO EM DIA COMUM*

355

129

478

215

*PASSAGEM COMPRADA EM JANEIRO PARA VIAGEM EM 30 DIAS

A diferença dos preços mínimos de passagens aéreas para os jogos da Copa do Mundo em relação à tarifa para um dia comum pode superar R$ 1 mil. A conclusão é de um levantamento do site de comparação de preços de viagens Mundi. Para a pesquisa, foi considerado o preço mínimo dos voos com origem nas três cidades que mais procuraram, entre julho de 2013 e janeiro de 2014, as sedes dos jogos da Seleção Brasileira na primeira fase e na final. De julho para cá, dos 12 trechos avaliados, metade registrou queda nos preços. É o caso do trecho entre Belo Horizonte e São Paulo, para a abertura da Copa. A tarifa que custava no mínimo R$ 635,70 em julho do ano passado, podia ser encontrado por R$ 324,89 no mês passado. Apesar da queda, o preço mínimo para um bilhete comprado em janeiro com 30 dias de antecedência da data viagem era de R$ 180. “Houve uma queda de preços em janeiro, mas eles continuam, em média, acima do cobrado em um dia comum e mesmo para um período de alta temporada [janeiro e

fevereiro]”, diz a gerente de marketing do Mundi, Juliana Venezian, ao Metro Jornal. A maior variação foi registrada no trecho Salvador-Fortaleza, para o segundo jogo do Brasil. O trecho pode ficar até R$ 1085 mais caro. Enquanto, as passagens para o período custavam a partir de R$ 1435 em janeiro, o mesmo trecho era encontrado por R$ 350 na pesquisa em um dia comum. Para a final, em 13 de julho, no Rio, o preço mínimo com saída de Recife atingiu R$ 1.075,46 em janeiro, enquanto o valor em um dia comum chegou a R$ 478. Bilhetes mais baratos Juliana Venezian lembra que os preços variam de acordo a oferta e demanda de assentos da companhias aéreas. “Quem quer economizar precisa comparar preços e fazer a compra com antecedência”, reforça. No caso dos voos para a Copa, avalia a gerente da Mundi, pode haver mais reduções de preços, com a liberação dos voos extras para o período e a estratégia de algumas aéreas de adotar um limite para a tarifa. METRO

Lei agrícola dos EUA é ruim para algodão brasileiro

Algodão brasileiro é ameaçado por lei dos EUA | SCOTT OLSON/GETTY IMAGES

Aprovada pelo Senado dos Estados Unidos na última semana, a nova lei agrícola do país pode ser mais lesiva ao algodão brasileiro do que a atual, dizem especialistas. No texto, os pagamentos federais diretos aos agricultores, considerados irregulares pela Organização Mundial do Comércio, são diminuídos, mas é criado um programa de seguro às lavouras, o Stacked Income Protection Plan. O sistema cobre de 70% a 90% das perdas dos agricultores. Além disso, o governo norte-americano pode sub-

sidiar 80% da contratação do seguro. A legislação só vale após ser promulgada pelo presidente Obama. Segundo Renata Amaral, consultora em comércio exterior da Barral M Jorge, a avaliação preliminar é que ele será “bem mais extorsivo” do que os subsídios foram. “Em uma situação extrema, [o seguro] pode garantir até 90% [das perdas do agricultor]”, destaca. Ela diz que a nova redação não eliminou os programas de subsídios da antiga Farm Bill, condenados pela OMC. METRO


|10|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

MUNDO

Ucrânia coloca forças antiterror em alerta

Em risco. Unidades antiterrorismo estão de prontidão depois do aumento de ameaças de ataque contra instalações importantes O serviço de segurança da Ucrânia colocou ontem unidades antiterrorismo em alerta em resposta a um forte aumento nas ameaças não especificadas contra instalações importantes, como estações de energia atômicas, aeroportos, gasodutos e oleodutos. A ex-república soviética está envolvida em grandes protestos contra o governo e não estava claro se a rara medida anunciada pelo serviço de segurança ucraniano, publicada em seu site na internet, tinha alguma ligação com a agitação popular. O governo acrescenta: “O centro antiterrorismo do serviço de segurança, de acordo com a lei, é obrigado a colocar de prontidão unidades antiterrorismo no território do Estado.”

“O serviço de segurança é obrigado a colocar de prontidão unidades antiterrorismo no território do Estado.” GOVERNO DA UCRÂNIA

De acordo com a medida, aeroportos internacionais, usinas de energia e estações de trem e ônibus nas grandes cidades estavam particularmente sob risco. A nova medida de segurança deve ser aplicada para impedir a aproximação de edifícios do Estado, bem como responder às ameaças de invasão a instalações onde armas estão armazenadas. O objetivo é conter os manifestantes radicais que estiveram em violentos con-

frontos com a polícia. “A decisão foi tomada de acordo com a lei da Ucrânia sobre a luta contra o terrorismo”, disse o SBU. “A ação realizada pelos serviços de segurança... pretende apenas garantir a segurança pública e conter atividades criminosas de objetivo terrorista. Estas medidas são transparentes e principalmente preventivas.” O presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, alertou para o crescente radicalismo e atividades terroristas depois de mais de dois meses de agitação civil em que manifestantes críticos do governo ocuparam prédios na capital, Kiev, e em outras cidades pedindo reformas políticas e a sua renúncia. METRO

Os protestos conrta o governo continuam no centro da capital Kiev | GLEB GARANICH/REUTERS

Irã. Acordo nuclear avança mais

O comboio de ajuda humanitária ficou preso no centro da cidade velha de Homs | THAER AL KHALIDIYA/REUTERS

Mais de 600 são resgatados em Homs Seiscentas pessoas deixaram ontem o centro antigo sitiado de Homs, controlado pelos rebeldes, disse uma autoridade local, após mais de um ano enfrentando a fome e a privação de liberdade causada por um dos bloqueios mais prolongados do conflito na Síria. Os desalojados, principalmente mulheres, crianças e velhos, foram retirados pela Organização das

Nações Unidas e o Crescente Vermelho sírio no terceiro dia de uma operação durante a qual os comboios de ajuda foram alvejados e ficaram brevemente retidos no centro velho de Homs. “O último veículo chegou e o total é de 611 pessoas”, disse o governador de Homs, Talal al-Barazi, ao canal regional de televisão árabe Al Mayadeen, em um ponto de encontro fo-

ra da cidade, acrescentando que mais ajuda foi enviada à área rebelde. O comboio foi atacado enquanto agentes humanitários entregavam alimentos e suprimentos médicos no distrito onde a ONU diz que 2.500 estão retidas por um cerco militar desde meados de 2012. A área é dominada por rebeldes, mas está cercada pelo Exército sírio. METRO

O Irã afirmou ontem que, em até três meses, tomará mais sete medidas previstas no acordo de cooperação com a agência nuclear da Organização das Nações Unidas, o que deverá contribuir para amenizar as preocupações internacionais sobre o programa nuclear do país. Uma fonte diplomática disse que uma das medidas é relacionada a uma investigação da Agência Internacional de Energia Atômica sobre as dimensões militares das atividades atômicas do Irã, que insiste no caráter pacífico de seu programa. Isso seria um passo significativo, já que a investigação sobre um suposto desenvolvimento de bomba atômica está num impasse. O Ocidente acredita que o Irã vem obstruindo a pesquisa da agência. O acordo também pode enviar um sinal positivo para as negociações entre o Irã e seis potências mundiais que começarão em 18 de fevereiro com o objetivo de chegar a uma solução para uma década de disputas. METRO

Bento 16, o papa emérito, não teria arrependimentos | FRANCO ORIGLIO/REUTERS

Ex-papa. Bento 16 não se

arrepende, diz assessor Um ano depois de sua surpreendente renúncia, o papa emérito Bento 16 não tem arrependimentos e acredita que a história vai reconhecer o seu papado tumultuado e muito criticado, disse à Reuters o homem mais próximo a ele. O arcebispo Georg Ganswein trabalha para o antigo papa, além de ser assessor do papa Francisco. “O papa Bento está em paz consigo e acho que ele até está em paz com Deus”, disse Ganswein, cujas funções o colocam em contato com o papa atual e

o emérito diariamente. Bento 16 anunciou a sua decisão de renunciar, o primeiro papa a fazê-lo em 600 anos, em 11 de fevereiro de 2013, citando problemas físicos e psicológicos. Ele deixou o cargo em 28 de fevereiro e Francisco foi eleito em 13 de março como o primeiro pontífice não-europeu em 1.300 anos. Ganswein, que esteve ao lado de Bento 16 desde a sua eleição, em 2005, disse que o papa emérito não tem arrependimentos e tampouco ressentimentos. METRO


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Herói do corporativismo HQs. Discreto, inteligente, sagaz e controlado pelo seu cão, Dogbert. Estamos falando do funcionário do mês Dilbert, que estreia pela editora Conrad no livro ‘Já nem Lembro se Somos Muquiranas ou Espertos’ Camisas de mangas curtas com gravatas que não combinam em nada, cafezinhos constantes, fofocas no banheiro e roubos de ideias alheias são só algumas das situações que fazem parte do dia a dia de Dilbert, engenheiro de 30 anos que trabalha em uma empresa de alta tecnologia na Califórnia e faz esforços diários para conseguir ter o mínimo de convívio com seus colegas de serviço. Esse é o perfil do protagonista da HQ “Já nem Lembro se Somos Muquiranas ou Espertos”, primeiro livro de Dilbert lançado pela editora Conrad. O homem sério, de óculos redondo e gravata de nó torto tem muito da experiência de vida de seu criador, Scott Adams, que passou cerca de 16 anos vivendo as desventuras de ser subordinado a gerentes Encontro

Cinema

Pai e filho fazem o Segundas Literárias de hoje

Cobertura em Berlim com sotaque gaúcho

O cartunista Edgar Vasques e seu filho, o artista visual Antonio Vasques, participam hoje do último encontro do projeto Segundas Literárias, dentro da programação do Porto Verão Alegre. O tema do bate-papo, com mediação do ator Oscar Simch, será a linguagem do desenho em suas várias formas e os paralelos e diferenças entre a nova geração de ilustradores e as anteriores. A partir das 19h, na Livraria Saraiva do Shopping Praia de Belas. Entrada franca. METRO POA

O site Papo de Cinema está fazendo a cobertura ao vivo do Festival de Berlim. Único veículo gaúcho credenciado para o evento, o site enviou para a gélida Alemanha o crítico Willian Silveira. A cobertura pode ser acompanhada no www. papodecinema.com.br

CLEA MEOTTI/DIVULGAÇÃO

Antonio e Edgar falam hoje

METRO POA

Música

Mais uma noite de verão com Nei Lisboa Depois de uma gripe forte e de problemas com o ar-condicionado do Teatro Renascença (av. Erico Verissimo, 307), Nei Lisboa faz hoje o terceiro show da temporada de verão de “NeiLisPOA”, que foi cancelado na semana passada. A apresentação, com músicas do novo disco, começa às 21h, com ingressos no local a R$ 30. METRO POA

“JÁ NEM LEMBRO SE SOMOS MUQUIRANAS OU ESPERTOS” SCOTT ADAMS CONRAD 208 PÁGS. R$ 30

nada espertos. A ideia de começar a desenhar o personagem surgiu enquanto trabalhava em uma empresa de tecnologia no longínquo ano de 1987. Os rabiscos despretensiosos deram tão certo que, 27 anos depois, ele vive tranquilamente apenas dos lucros advindos de Dilbert – e sem chefes para pressioná-lo. Nas tiras há espaço para casos conhecidos do grande público, como intermináveis e inúteis reuniões ou aquela ideia mirabolante do chefe, que acredita estar, assim, motivando seus funcionários, mas na ver-

dade só se torna motivo de chacota. Nessa empreitada de sobrevivência surge Dogbert, um cachorro de óculos bem mais inteligente do que muitos dos personagens do livro e que faz uso do cinismo para tratar as pessoas com desdém e mostrar sua superioridade intelectual. Seu objetivo de vida é escravizar os humanos, mas ele já se contenta em controlar apenas seu dono, Dilbert. Se você se identifica com as histórias desse engenheiro de TI, uma sugestão: “Já nem Lembro se Somos Muquiranas ou Espertos” pode ficar guardado na sua gaveta do escritório e ajudá-lo a ter dias mais divertidos na repartição.

2 CULTURA

PAULO BORGIA METRO SÃO PAULO

Livro revê o humor afiado de Adão Iturrusgaray O cartunista Adão Iturrusgaray comemora seus 30 anos de carreira com um livro especial: “A Máquina do Tempo”. O autor de Cachoeira do Sul reencontra os amigos gaúchos hoje, às 21h, no Ocidente (av. Osvaldo Aranha, 960), para uma sessão de autógrafos e um bate-papo com convidados como Wander Wildner e Reinaldo Moraes. A obra apresenta uma seleção de histórias produzidas nestas três décadas e que mostram, também, as mudanças no estilo e no humor do desenhista. Entre os destaques do livro estão a série

“MÁQUINA DO TEMPO” ADÃO ITURRUSGARAI ZARABATANA BOOKS R$ 42

de ficção científica pastelão “Stronzata Galattica”, com os astronautas Pippo e Rocco, e também a HQ “Fuck! Fuck! Fuck!”, com roteiro de Adão e desenhos de Laerte. O livro se completa com os temas preferidos do gaúcho: rock’n’roll, escatologia, travestismo, serial killers, vida após morte e sodomia. METRO POA

Tributo

Elvis de volta

Adão Iturrusgaray autografa hoje | FERNANDA CHEMALE/DIVULGAÇÃO

Considerado um dos melhores Tributo a Elvis Presley do mundo, o espetáculo “The King is Back” volta a Porto Alegre no dia 20 de março, para uma apresentação no Teatro do Bourbon Country. O norte-americano Ben Portsmouth encarna o Rei do Rock, ao lado de outros oito músicos. Os ingressos estão à venda por preços de R$ 70 a R$ 140.


|12|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

CULTURA

Tango triste Memória. O músico Nico Nicolaiewsky morreu na sexta-feira, deixando os palcos locais órfãos de sua alegria e sensibilidade

Músico interrompeu temporada de ‘Tangos & Tragédias’ para tratamento de leucemia e surpreendeu a todos com sua morte precoce | RAUL KREBS/DIVULGAÇÃO

Nico Nicolaiewsky saiu de cena cedo demais. Sua morte, na sexta-feira, pegou Porto Alegre de surpresa. Foi o comentário incrédulo das ruas, dos táxis, das rádios e, principalmente, das redes sociais durante todo o final de semana.  Internado há apenas duas semanas para se tratar de uma leucemia mielóide aguda, ele nem deu tempo para as pessoas se acostumarem com a ideia de que estava doente. Aos 56 anos, deixou uma carreira no auge, em plena temporada de verão de “Tangos & Tragédias”, o espetáculo favorito dos porto-alegrenses. E deixou também uma trajetória de discos e trabalhos solos

marcados pela originalidade, inventividade e boas doses de pesquisa musical. O grande público se divertia com o melodramático Maestro Pletskaya de “Tangos & Tragédias”, personagem com que Nico esbanjava seu talento como instrumentista (tocava  gaita e piano), cantor, ator e comediante. Mas quem acompanha a cena musical gaúcha ressalta a qualidade do Musical Saracura, grupo que ele formou junto com Chaminé, Sergio Marques e Fernando Pezão no início dos anos 1980. Interpretando compositores como Mário Barbará e Cláudio Levitan, os quatro artistas faziam shows memoráveis, em que

o pop se misturava a elementos regionais. O Saracura lançou apenas um disco, em 1982, que nunca chegou ao formato CD. O produtor Carlos Branco até pensou em colocá-lo no mercado, há alguns anos. “Mas trabalhar com disco hoje é difícil, ainda mais que as faixas já estão todas disponíveis na internet. Só que há um disco deles que ficou inédito, com gravações prontas. Este sim poderia ser lançado”, acredita. Humor e crítica O compositor Frank Jorge tem este único disco do Saracura entre seus preferidos. “Eles me influenciaram muito sobre a possi-

bilidade de fazer um som urbano aqui nos pampas, além de trabalhar com humor”, destaca. Para o músico, a proposta de “Tangos & Tragédias” foi uma coisa de gênio. “Um espetáculo que dialogava com um país imaginário, mas que também podia ser o Rio Grande e o Brasil, destrambelhado, satírico, crítico. As lembranças são as melhores possíveis”, acrescenta Frank. Depois da consagração do “Tangos & Tragédias”, nos anos 1980, Nico seguiu em paralelo com uma carreira solo não muito sistemática mas de trabalhos surpreendentes, que incluiu trilhas para espetáculos teatrais como “Cabeça que-

bra Cabeça” e para cinema, shows individuais que marcaram época (caso de “Feito um Picolé no Sol” e “Só cai quem Voa”), projetos infantis como “Flicts”e “Pé Pilão”, dois discos autorais de grande sensibilidade (“Nico Nicolaiewsky”, de 1996, e Onde está o Amor”, de 2007) e até uma ópera cômica, chamada “As Sete Caras da Verdade”. Nos últimos anos, circulava com o show “Música de Camelô”, uma releitura romântica de sucessos populares como “Ai se Eu te Pego” e “Baba, Baby”. MÔNICA KANITZ METRO PORTO ALEGRE

Repercussão

“Minha reverência. Minha gratidão por tanta felicidade compartilhada. Voa Nico! SARA! CURA! TUDO!” HIQUE GOMEZ, EM SUA PÁGINA NO FB

“A morte não poderá roubar do Nico o que ele produziu. Sua obra pairará acima das contingências e ficará inscrita em nossa memória por aquilo que nela é triunfo da beleza e do humano sobre o ‘obsceno pássaro da noite’ que tudo destrói. ” SERGIUS GONZAGA, PROFESSOR E EXSECRETÁRIO DA CULTURA DE POA

“As tantas vezes que vi o ‘Tangos’, agora, parecem insuficientes... Maestro, muita paz. Ai, que triste.” RUBEM PENZ, CRONISTA DO METRO

“Uma pessoa como eu, aos 90 anos, perder amigos tão jovens, é uma tristeza muito profunda. Sinto isso como uma injustiça da vida. Mas ele vai ficar eternamente no TSP, como muitos colegas queridos e talentosos.” EVA SOPHER, DIRETORA DO T. SÃO PEDRO

Um sucesso de três décadas

Hique e Nico como Kraunus Sang e Maestro Pletskaya | DIVULGAÇÃO

Empatia com o público. Este, segundo os próprios Hique Gomez e Nico Nicolaiewsky, era o segredo do sucesso de “Tangos & Tragédias”, que estreou em 1984 e só viu seu público aumentar a cada temporada, com a certeza do riso garantido. Na pele dos amalucados Kraunus e Pletskaya, os dois músicos tinham a plateia na mão e todo o espaço para improvisar dentro da história tragicômica que misturava músicas de vários épocas. Eva Sopher, diretora do Theatro São Pedro, lembra da aposta que fizeram há quase 30 anos, quando o teatro voltava à vida depois de anos em reforma. “Arriscamos com o ‘Tangos & Tragédias’ no ve-

rão, ninguém sabia como o público iria reagir”, recorda. O sucesso do espetáculo e o carisma dos personagens também virou um argumento perfeito para o traço barroco do cineasta Otto Guerra, que transformou a saga em desenho animado. Exibido no Festival de Gramado do ano passado, o filme estreia nos próximos meses, inclusive em 3D. “Eles têm uma coisa gaudéria que é universal, são anárquicos, exagerados, o ‘timming’ é perfeito. Nico e Hique se completavam em cena”, avalia. Em entrevistas, Nico dizia que uma coisa era certa: o espetáculo iria continuar enquanto o público quisesse. MÔNICA KANITZ

Música e tristeza no adeus Nico Nicolaiewsky foi velado durante sexta e sábado no Theatro São Pedro, com direito a várias homenagens musicais dos amigos (como Hique Gomez e Arthur de Faria, na foto). O sepultamento, na noite de sábado, reuniu familiares e centenas de fãs no Cemitério Israelita | GABRIELA DI BELLA/METRO


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

Que a Força esteja com você Guardião Jedi com seu sabre de luz azul; criança com traje especial dos membros da Ordem; e uniforme de Padawam

Lançamentos. Quer ser um Jedi? Ou um Sith? Chegam às livrarias dois guias da saga ‘Guerra nas Estrelas’, com hisórias, personagens, técnicas e dicas que ajudá-los vão a se tornar um herói – ou vilão – das galáxias

{CULTURA}

|13|◊◊

Nave colonizadora Corelliana

FAÇA PARTE DA FORÇA “Não há ignorância, há conhecimento. Aqueles que não entendem esse preceito básico logo sentem medo. E medo é o caminho para o lado negro.” “A Força é uma montanha emergindo da água – o lado negro está apenas submerso, recolhido no fundo. Se vocês escolherem mergulhar, o lodo irá prendê-los e afogá-los.” Memorize o mantra: ‘O cristal é o coração da lâmina. O coração é o cristal do Jedi. O Jedi é o cristal da Força. A Força é a lâmina do coração. Todos estão ligados: o cristal, a lâmina, o Jedi. Somos um.’”

Um Jedi pode usar a Força Unificadora, com o poder de sentir o passado e o futuro

“Não usem truques mentais se forem levados até o chefe Hutt! Eles são conhecidos pela dificuldade em serem influenciados ou lidos através da Força.” “O caminho de um Jedi é de harmonia, que se afasta da violência e busca a união dos seres vivos através da paz.”

IMAGENS: REPRODUÇÃO

A comunidade brasileira fã de “Guerra nas Estrelas” tem dois grandes motivos para comemorar. Acaba de chegar às livrarias “O Livro dos Sith”, produção do norte-americano Daniel Wallace, obra com os manifestos escritos pelos Lordes Sith, que registravam suas filosofias e táticas. Participam do volume Sorzus Syn (e suas explorações em alquimia), Darth Malgus (e seus métodos de guerra), Darth Bane (e seu treinamento Sith), Mãe Talzin (sobre as mercenárias na galáxia), Darth Plagueis (que discorre sobre manipulação e uso da Força) e Darth Sidious (em texto que fala da manipulação política fundamental na insurreição ao poder do Império). A obra do mal chega para ser contrapartida a “O Caminho Jedi”, também produzido por Wallace, lançado por aqui em novembro. Nele, Mestre Yoda, Con-

Os três movimentos da Forma IV de combate Jedi

de Dookan, Obi-Wan Kenobi, Luke Skywalker, além da participação de Sidious e Anakin Skywalker – ainda novo, antes de se tornar Darth Vader –, apresentam os maiores mestres, a história dos clãs, os armamentos, o vestuário, os golpes de lutas, alguns monstros e como sobreviver a essa galáxia tão misteriosa, tudo com direito a comentários em cantos de páginas, muitos deles bem provocativos. Acompanhe algumas citações de ambos os livros e escolha de qual lado você quer estar. METRO

STAR WARS – O CAMINHO JEDI ED. BERTRAND BRASIL 158 PÁGS. R$ 50

VENHA PARA O LADO NEGRO DA FORÇA “Através de alquimia e criação manipulada, surgiram várias criaturas vorazes, como as Bestas de Guerra, para trabalhar e matar pelos Sith.” “Esse é o segredo. Essa é a Regra de Dois: um Sith deve conter todo o poder do lado negro. Dividir o poder é ato de fraqueza e violação do Código Sith.”

PARTICIPARAM DESSA MATÉRIA:

“O mestre deve ter um aprendiz, que deve lutar para obter cada conquista. Se o aprendiz se torna forte o suficiente, uma batalha até a morte provará isso. Se o mestre for derrotado, o aprendiz se tornará mestre.” Páginas de “O Livro dos Sith”

Cão Akk, vistos como animais de estimação de Jedi

“Não construam palácios, pois eles chamarão atenção. Usem seu dinheiro para contratar espiões, estudiosos, instrutores, guardas, ladrões e assassinos.” “A Força não é fogo, é veneno.” STAR WARS – O LIVRO DOS SITH ED. BERTRAND BRASIL 160 PÁGS. R$ 50


|14|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA} Os invasores

O QUE ROLOU NAS COPAS

Exumação de Jango

SERGIO PATRICK DA RÁDIO BANDEIRANTES

AM 840 / FM 90,9

GRINGOS

Cruzadas

Várias jogadores atuaram por duas seleções diferentes nos primeiros mundiais da Fifa. Luis Monti fez história ao disputar duas finais seguidas com camisas distintas, vice com a Argentina em 1930 e campeão pela Itália, onde jogava pela Juventus, quatro anos depois. A Copa do Chile, em 1962, foi a última vez em que se permitiu a naturalização de jogadores que já haviam atuado por outra seleção. Dentre os craques, o argentino Alfredo Di Stéfano e o húngaro Ferenc Puskas defenderam a Espanha, e o brasileiro José Altafini, o Mazzola, campeão em 58, atuou pela Itália.

Ciências Sem fronteiras O governo brasileiro tem um interessantíssimo programa de bolsas para estudos no exterior. Trata-se do Ciências Sem Fronteiras. O que não consigo entender é o fato de apenas algumas áreas serem contempladas: as exatas e as engenharias. Por qual motivo estudantes de Ciências Humanas não têm a oportunidade de buscar uma bolsa? É um preconceito enorme, o que mostra a desvalorização que o governo promove em relação a áreas que merecem seu reconhecimento e deveriam fazer parte do programa. Não há motivos, não há explicações. Sinceramente, não dá para entender.

O ano de 1962 foi fantástico para o Santos Futebol Clube, que conquistou os títulos do Paulista, da Taça Brasil, da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes. Pelé chegou bem ao Chile e marcou um golaço na vitória por 2x0 sobre o México na estreia da seleção, driblando boa parte da defesa adversária. No segundo jogo, contra a Tchecoslováquia, uma lesão muscular tirou o craque do torneio e abriu caminho para um jovem talento brasileiro.

CAMILO SOUZA– PORTO ALEGRE/RS

Sudoku

Metro pergunta

Qual será a sua lembrança Siga o Metro no Twitter: do ator e músico Nico @jornal_metropoa Nicolaiewsky?

Muita gente se divertiu com discurso espontâneo e longo do ex-jogador Amarildo, que quebrou o protocolo no Prêmio Bola de Ouro Fifa deste ano. Para merecer o reconhecimento de estar ao lado de Cafu e Pelé na homenagem aos títulos mundiais do Brasil, ele foi um dos grandes destaques da Copa de 62. Parceiro de Garrincha no Botafogo, Amarildo entrou no time com personalidade e foi decisivo ao marcar duas vezes para virar o difícil jogo contra a Espanha. Também fez gol na final contra os tchecos. As atuações lhe renderam o apelido de ‘possesso’ e uma transferência para o Milan, onde fez muito sucesso. Ficou na Itália por uma década, com passagens também pela Fiorentina e pela Roma.

@asr_imortal

A Sbornia.

@airtonriella

São muitas, mas a minha é a última, em dezembro, no Música para Camelo: Nico e seu Picachu.

Metro web

Colaboraram Alexandre Praetzel e Leandro Quesada, da Rádio Bandeirantes.

Para falar com a redação:

Sergio Patrick é apresentador e coordenador de esporte da Rádio Bandeirantes, que comanda a Cadeia Verde e Amarela das rádios do Grupo Bandeirantes nas transmissões da Copa do Mundo. A coluna O QUE ROLOU NAS COPAS traz histórias e personagens de todos os mundiais. Envie sua sugestão para spatrick@band.com.br .

Horóscopo

Depois de toda uma palhaçada com exumações e enterro com pompas presidenciais do corpo do ex-presidente João Goulart como ficou o suposto assassinato? Será que essa “comissão da vingança” não vai dar explicações ao povo brasileiro? Será que essa gente pensa que não temos memória? Ou será que tudo não passou de uma chanchada? Realmente as coisas no Brasil deveriam ser tratadas com mais seriedade e menos molecagem, especialmente quando têm o aval do governo. Ao que parece a esquerda festiva dos anos 60 continua a irresponsável de sempre, só que agora 50 anos mais velha e quem sabe esclerosada. As viúvas do comunismo não esquecem jamais e morrerão entorpecidas pela paixão não correspondida. GILBERTO SARTORI – PORTO ALEGRE/RS

PELÉ NO AUGE

POSSESSO

Leitor fala

leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

O envolvimento com assuntos familiares tende a ser mais intenso, especialmente para esclarecer antigos assuntos.

Atente-se para não agir de forma intolerante com alguns rituais e costumes preservados por pessoas de sua convivência.

Momento para tratar assuntos financeiros com moderação, especialmente para evitar impulsos consumistas. Repense despesas que possui.  

Muitas vezes palavras simples, ditas com calma e tranquilidade, esclarecem confusões. Tal postura será essencial nas diversas relações.

Envolver-se de forma mais intensa com alguma causa especial amenizará desgastes e trará uma boa sensação de dever cumprido.

Com a Lua em Câncer, seu signo oposto, há tendências para definir assuntos que envolvam parcerias. Decisões marcarão a vida afetiva.

Cuide para que suas ambições não atrapalhem relacionamentos com pessoas que te dão atenção. Período para refletir sobre diferenças.  

Hoje a perseverança será chave para tratar assuntos e, principalmente, para lidar com algumas convivências. Use a diplomacia.

Tendências a tratar assuntos essenciais que antes estava desatento. A parte física, da saúde e temas do lar são os mais propensos.

A Lua em seu signo faz com que esteja mais propenso a agir de forma emocional diante das situações em sua rotina.

Valorize mais o exercício de sua fé pessoal, com ou sem religião. Os temas espirituais costumam ter grande impacto e fazer bem a você.

Aproveite para se divertir e aproveitar ocasiões que amenizem desgastes. Retomar momentos de lazer em família fará muito bem.


PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

1

Cenas 1 . BRIAN SNYDER/REUTERS 2 . DYLAN MARTINEZ/REUTERS

{ESPORTE}

|15|◊◊

Jaqueline estreia time do Brasil em Sochi Inverno. Primeira brasileira a disputar a prova de biatlo, atleta terminou apenas em 77o

2

1

Yulia Lipnitskaya

O primeiro ouro olímpico da Rússia saiu na patinação por equipes, mas a jovem de 15 anos foi o grande destaque, tanto pela idade quanto pelos movimentos difíceis.

2

Sarka Pancochova

Um susto na final feminina do snowboard slopestyle: a tcheca perdeu o equilíbrio, caiu feio e quebrou o capacete. Ela teve de ser amparada para conseguir levantar, mas não se feriu.

Fórmula 1

Jaqueline Mourão marcou ontem a primeira participação do Brasil na prova de biatlo, na Olimpíada de Inverno de Sochi. Mas não conseguiu um bom desempenho. Competindo no sprint 7,5km, ela completou o percurso em 25min06s4, ficando na 77ª posição de um total de 84 atletas. O ouro e o bicampeonato foi para a eslovaca Anastasiya Kuzmina (21m06s08), seguida pela ucraniana Vita Semerenko, com 21min28s5. “Está ótimo para mim. É a primeira vez que o Brasil tem um representante aqui. Fui bem no tiro e dei tudo o que podia no esqui. Então estou feliz”, declarou a brasileira de 38 anos. Ela ainda disputa a prova de Esqui Cross Country. Ao todo, são 13 brasileiros nas disputas. Acompanhe ao vivo a cobertura completa dos Jogos na tela da Band, do canal Bandsports e no portal da Band: band.com.br METRO

3 ESPORTE

Jaqueline foi a primeira brasileira a disputar uma prova de biatlo em Olimpíadas | DIVULGAÇÃO/CBDN

Time Brasil Acompanhe a participação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Inverno:

• 14/2, às 12h. Jaqueline Mourão, Esqui Cross Country

• 11/2, às 8h25. Leandro Ribela, Esqui Cross Country

• 16/2, às 3h. Isabel Clark, Snowboard Cross

• 14/2, às 11h45. Josi Santos, Esqui Aéreo

• 18/2, às 11h15. Dupla feminina de

Arena Amazônia

Bom Senso F.C.

bobsled: Fabiana Santos e Sally Mayara • 18/2, às 3h, e 21/2, às 8h45. Maya Harrisson, Esqui Alpino • 19/2, às 3h, e 22/2, às 8h45. Jhonatan Longhi, Esqui Alpino

Fla-Flu

• 19/2, às 11h. Isadora Williams, Patinação Artística no Gelo • 22/2, às 12h30. Quarteto masculino de bobsled: Edson Bindilatti, Edson Martins, Fabio Gonçalves e Odirlei Pessoni

Vôlei

Massa reclama de novo barulho dos motores

Operários prometem greve após quarta morte

Movimento fará reunião hoje para discutir avanços

Walter estreia com gol pelo Fluminense

Canoas vence atual campeão no tie-break

Felipe Massa, da Ferrari, admitiu desconforto com o novo motor da Fórmula 1. O piloto da Williams acha que o público que acompanha as corridas no autódromo irá estranhar a mudança do v6 para o v8: “O que poderia ser diferente é o barulho. O do turbo é bem pior do que a gente está acostumado”, disse à “Globo”. METRO

Os operários da Arena Amazônia prometem uma greve por tempo indeterminado a partir de hoje para cobrar melhores condições. O motivo é a morte do trabalhador Antonio José Pita Martins, 55, sexta-feira, após ser atingido por uma peça de guindaste – ele foi o quarto operário vitimado por acidentes na Arena. METRO

O Bom Senso F.C. vai se reunir hoje em São Paulo para debater especialmente a segurança e os atrasos de salários de jogadores que atuam em clubes das Séries A, B e C. A intenção é discutir os avanços com o Sindicato dos Atletas Profissionais de SP, a Secretaria de Segurança Pública e o Ministério Público do Trabalho. METRO

O atacante Walter, ex-Inter, estreou no clássico FlaFlu sábado, no Maracanã, e marcou o terceiro gol da goleada por 3 a 0 aplicada pelo Fluminense sobre o Flamengo. O jogador foi muito elogiado pelo técnico Renato Portaluppi. Completaram a goleada o atacante Michael e o zagueiro Elivélton.

Na casa do adversário, sábado, o Kappesberg/Canoas voltou a vencer. O time do técnico Marcelinho Ramos bateu, de virada, o RJ Vôlei por 3 sets a 2. A equipe gaúcha manteve a 6a colocação na Superliga, 7 pontos atrás do 5o colocado. O Canoas volta às quadras na terça-feira contra o Montes Claros.

METRO POA

METRO POA

Fim da saga

Túlio

O atacante Túlio Maravilha finalmente alcançou os mil gols na carreira. A marca histórica, pelas contas do atacante, veio logo na estreia do atacante de 44 anos pelo Araxá-MG contra o Mamoré, em jogo que acabou em 1 a 1. “Estou feliz por colocar Araxá na história. A cidade que viu o gol mil do Túlio.”


|16|

PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2014 www.readmetro.com

ESPORTE

Arena sem um vencedor Juan e Barcos disputam a bola no Gre-Nal de número 399 | LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Clássico. Pela segunda vez, Gre-Nal disputado na nova casa tricolor termina empatado por 1 a 1. Inter saiu na frente, mas Grêmio buscou A Arena do Grêmio segue sem um vencedor de clássico Gre-Nal desde sua inauguração. Ontem, Grêmio e Inter se encontraram por lá e fizeram um duelo de muita movimentação, mas novamente o placar ficou no 1 a 1. O Grêmio, sem Kleber, entrou em campo apostando no garoto Luan e com Riveros e Werley nos lugares ocupados nas rodadas anteriores por Maxi Rodriguéz e Bressan. A alteração trouxe resultados positivos e a equipe de Enderson Moreira começou dominando o clássico. Entre os três melhores lances da primeira etapa, todos partiram do ataque gremista e acabaram passando perto do gol ou nas mãos do goGauchão

leiro Muriel. O primeiro deles, há 11 minutos em um cruzamento de Zé Roberto que raspou nos cabelos de Barcos. O segundo, em seguida, aos 14, na melhor chance da partida, quando o Pirata fintou dois marcados colorados e ficou cara a cara com Muriel. O argentino, no momento crucial, pecou na conclusão, que saiu fraca e na direção do goleiro do Inter. Aos 36 foi a vez de Edinho assustar os torcedores do seu ex-clube, enfiando uma bomba de muito longe, que Muriel foi obrigado a fazer grande defesa. Mas a velha máxima do futebol segue valendo, e ela diz: “quem não faz, leva!” Bra-Pel

Aos 42 minutos, Willians lançou a bola em direção à área gremista. Jorge Henrique se enroscou com Pará e esse pequeno desvio no trajeto, colocou Fabrício de frente com Marcelo Grohe. O lateral colorado bateu forte e deu ao Inter a vitória na primeira etapa da partida. Etapa final No segundo tempo o Grêmio, que precisava do resultado, não conseguia mais levar perigo ao Colorado. Apenas quando o técnico Enderson Moreira promoveu as entradas de Maxi Rodríguez e Jean Deretti o Tricolor voltou a assustar. Aos 25 minutos, Deretti limpou dois marcadores e avançou para dentro da Atletiba

área do Inter, mas na hora do toque final, a zaga conseguiu afastar. O gol gremista só viria dez minutos depois, quando, após confusão na área, Paulão colocou a mão na bola. O juiz Leandro Vuaden, de costas não viu, mas foi alertado pelo auxiliar e marcou o penalti. Na cobrança, Barcos tocou para as redes empatando o Gre-Nal de número 399. O Inter ainda buscou a vitória aos 41 minutos, com um chutaço de D’Alessandro que Marcelo Grohe precisou se espichar todo. Mas a partida acabou no 1 a 1. Sem um vencedor para o clássico, assim como para a Arena tricolor. METRO POA Fim dos 100%

“Achei que dava para a gente vencer. Mas corremos bastante, foi um bom teste para jogarmos a Libertadores.”

“Fomos roubados aqui hoje. No último jogo não teve um pênalti aqui, nesse lugar? Pois é, hoje de novo.”

RHODOLFO, ZAGUEIRO DO GRÊMIO

D’ALESSANDRO, MEIA DO INTER

1 1 • • •

Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Wendell; Edinho, Riveros, Ramiro (Maxi Rodríguez) e Zé Roberto (Alan Ruíz); Luan (Jean Deretti) e Barcos. Técnico: Enderson Moreira

GRÊMIO

Muriel; Gilberto , Paulão , Juan e Fabrício ; Willians, Aránguiz, Alex (Alan Patrick), Jorge Henrique e D’Alessandro ; Rafael Moura (Wellington Paulista). Técnico: Abel Braga

INTER

Local. Arena do Grêmio, em Porto Alegre Gols. Fabrício aos 42’ do 1o tempo; Barcos aos 35’ do 2o tempo. Arbitragem. Leandro Vuaden, auxiliado por José Javel Silveira e Rafael da Silva Alves.

Beira-Rio

Shakhtar Donetsk

São Luiz consegue primeira vitória e deixa a lanterna

Clássico de Pelotas termina empatado

Corinthians evita a 5a derrota com um empate

Palmeiras fica apenas no 1 a 1 contra o Audax

Bombeiros fazem nova vistoria em estádio amanhã

Brasileiro morre em acidente de carro na Ucrânia

O São Luiz conseguiu sua primeira vitória no Gauchão sobre o Esportivo, no sábado. E a vitória veio em grande estilo. Diante da torcida, no estádio 19 de Outubro, em uma goleada por 3 a 0. Com isso, o São Luiz deixou a lanterna do grupo B. A equipe de Ijuí era a única que ainda não havia vencido na competição. METRO POA

Na Boca do Lobo, ontem, Pelotas e Brasil ficaram apenas no 1 a 1 pela sétima rodada do Gauchão. O Pelotas saiu na frente com Lucas, aos 8 minutos do primeiro tempo, mas Nena empatou aos 30 da etapa final. O resultado deixou o Pelotas na lanterna do grupo B e manteve o Brasil na vice-liderança do A. METRO POA

Se não foi dessa vez que a vitória veio, ao menos o Corinthians não “emplacou” a 5a derrota seguida no campeonato Paulista. Pela sétima rodada, na estreia de terceira camisa, a amarela em homenagem à Seleção, o Timão ficou no empate por 1 a 1 com o Mogi Mirim na casa do adversário. METRO

O Palmeiras não está mais com 100% de aproveitamento no campeonato Paulista. Ontem, pela sétima rodada da competição, a equipe do técnico Gilson Kleina ficou apenas no 1 a 1 contra o Audax. O clube alviverde, no entanto, segue sem perder e está na liderança isolada do Grupo D, com 19 pontos ganhos. METRO POA

O Corpo de Bombeiros fará amanhã nova vistoria ao Beira-Rio para liberar o primeiro evento teste no estádio. Na sexta-feira os Bombeiros solicitaram adequações referentes à iluminação de emergência e aos geradores. O evento teste deverá ocorrer sábado, na partida entre Inter e Caxias, e terá público de 10 mil pessoas. METRO POA

O atacante brasileiro Maicon, de 25 anos, morreu no sábado após sofrer um acidente de carro, na Ucrânia. Maicon jogava pelo Shakhtar Donetsk, clube onde atuam Fernando, Douglas Costa, Fred e Taison, ex-Dupla Gre-Nal. No Brasil, o jogador teve passagens por Fluminense e Flamengo. METRO POA

20140210_br_portoalegre  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you