Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável.

BRUNA PRADO / METRO RIO

A apresentadora Larissa Erthal comanda o programa ao lado dos craques Pedrinho e Djalminha

HORA DA REUNIÃO!

ÁLBUM DE DILBERT SATIRIZA O MUNDO CORPORATIVO PÁG. 11

Programa com jeito carioca Novo ‘Jogo Aberto Rio’ vai ao ar hoje, às 11h10

PÁG. 13

RIO DE JANEIRO Segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 Edição nº 804, ano 4 MÍN: 24°C MÁX: 36°C sunny

snow

rain

partly

cloudy

sleet

sunny www.readmetro.com | leitor.rj@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrorj

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

windy

Frota de motos cresceu 28,45% em 3 anos no Rio hazy

showers

Multiplicação. Proporção é mais que o dobro do aumento de automóveis na capital fluminense no período. Com 265,6 mil motocicletas, cidade tem 217% de unidades a mais do que em 2001, quando apenas pouco mais de 83 mil circulavam pelas ruas cariocas

PÁG. 03

Mensaleiros já trabalham no presídio José Dirceu, Delúbio Soares, Bispo Rodrigues e Valdemar Costa Neto prestam serviços na biblioteca PÁG. 05

Vencedor da Bola de Ouro será conhecido hoje

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

O português Cristiano Ronaldo é o favorito na disputa com o francês Ribéry e o argentino Messi PÁG. 16

O NOVO CARDEAL

Poupança perde prestígio com alta da taxa Selic

Dom Orani é o único brasileiro na lista de 16 novos cardeais da Cúria Romana. Ontem, ele visitou a comunidade do Pavão-Pavãozinho, na zona sul |  DANIEL MARENCO/FOLHAPRESS

Simulações mostram que investimentos em Renda Fixa e no Tesouro Direto são mais vantajosos com juros altos PÁG. 06

Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio, é o escolhido do papa Francisco PÁG. 02..


1 FOCO

|02|

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Papa nomeia arcebispo do Rio como cardeal Missão. Dom Orani Tempesta é o único brasileiro entre os 19 novos cardeais anunciados ontem pelo pontífice O papa Francisco anunciou ontem que nomeará 19 novos cardeais no próximo mês, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, 20o brasileiro a ganhar o título. O religioso, de 63 anos, foi o anfitrião oficial do pontífice durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no ano passado. Essa é a primeira lista de nomeação de cardeais do papa. Dezesseis têm menos de 80 anos e são “cardeais eleitores”, que podem participar de um conclave. Os outros três assumem na condição de cardeais eméritos. Além do brasileiro, o papa escolheu cardeais da Itália, Alemanha, Reino Unido, Nicarágua, Canadá, Costa do Marfim, Argentina, Coréia do Sul, Chile, Burkina Faso, Filipinas, Haiti, Espanha e Santa Lúcia.

rei mais ainda. Além dos trabalhos que continuo a fazer no Rio de Janeiro, tenho que assessorar o santo padre”. À tarde, o religioso visitou as comunidades Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, na zona sul, e à noite rezou missa aos pés do Cristo Redentor.

“Se já tenho a missão universal de cuidar de toda a igreja, como cardeal terei mais ainda.” DOM ORANI TEMPESTA

À rádio BandNews FM, Dom Orani disse que “sentiu um frio na barriga quando soube da nomeação”. Ele garantiu que não sabia da escolha e agradeceu ao papa Francisco pela confiança. Ontem, ao chegar para a missa da Trezena de São Sebastião, na Igreja Paróquia da Ressurreição, em Ipanema, Dom Orani declarou que a designação é uma grande responsabilidade: “Se já tenho a missão universal de cuidar de toda a igreja, como cardeal te-

Zona sul. Furto de cabos de energia provoca falta de luz em quatro bairros

Repercussão

Dilma comemora

A presidente Dilma Rousseff usou o microblog Twitter para parabenizar o arcebispo do Rio pela escolha. “Recebi com alegria a notícia que Dom Orani Tempesta foi tornado cardeal pelo papa”, escreveu.

Quatro bairros da zona sul – Ipanema, Leblon, Lagoa e Copacabana – ficaram sem luz ontem, após um bueiro pegar fogo durante a madrugada, entre as ruas Visconde de Pirajá e Aníbal de Mendonça, em Ipanema. De acordo com a Light, o problema foi provocado pelo furto de cabos de energia na rede subterrânea da companhia. A concessionária informou que, com o furto, houve sobrecarga na rede elétrica. Não houve explosões e nem feridos. Agentes da CET-Rio operaram na região, por conta do mau funcionamento dos sinais de trânsito. A energia nos bairros foi normalizada à tarde. O furto de cabos de ener-

foi a perda estimada no faturamento, devido à falta de luz, segundo donos de quiosques da orla da praia de Ipanema. gia está sendo investigado pela 13ª DP (Ipanema). Quiosques prejudicados Por conta da falta de luz, donos de quiosques reclamaram do prejuízo no domingo de praias cheias. Com faturamento médio de R$ 3 mil, eles estimaram perda de 70%. No posto 10, houve até falta d’água nos banheiros e duchas. METRO RIO

FALE COM A REDAÇÃO

COMERCIAL: 021/2586-9570

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

METRO RIO E BAND

Dom Orani visitou ontem a comunidade Pavão-Pavaozinho | DANIEL MARENCO/FOLHAPRESS

Guaratiba. Corpo de jovem sumido no mar é encontrado

70%

leitor.rj@metrojornal.com.br 021/2586-9565

Repercussão O anúncio da nomeação repercutiu nas redes sociais. O governador do Rio, Sérgio Cabral, disse que Dom Orani se destacou pela dedicação “aos mais humildes” e pelo esforço de integração “com todas as demais denominações religiosas”. O prefeito Eduardo Paes comentou que ele “é um grande parceiro na transformação” da cidade, “apoiando, alertando e criticando quando necessário.”

A família do jovem Davi Fernandes, de 19 anos, reconheceu o corpo encontrado na manhã de ontem por pescadores na praia do Meio, em Guaratiba, zona oeste. O rapaz estava sumido desde terça-feira passada, após ter sido arrastado por uma onda. O corpo, que foi encontrado pelos pescadores numa rede de pesca, foi levado para o Grupamento Marítimo da região. A família foi acionada em seguida. Segundo a prima do jovem, Alessandra Moura, Davi sabia nadar e ontem ele se apresentaria à Marinha. Ele tinha sido aprovado na Escola de Aprendiz de Marinheiro no Espírito Santo. METRO RIO

Lotação máxima nas praias Com tanto sol e calor, foi difícil encontrar um espaço para armar o guarda-sol do Leme ao Pontal. Com os termômetros marcando 38oC, banhistas lotaram as praias. Não há previsão de chuva para hoje, segundo o Climatempo. | MARCELO FONSECA /BRAZIL PHOTO PRESS/FOLHAPRESS

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Rio de Janeiro. Editora-Executiva: Ana Lúcia do Vale. (MTB: 18.892) Editora de Arte: Cláudia Lorena. Gerente Comercial: Patrícia Capeluto Grupo Bandeirantes de Comunicação RJ. Diretor Geral: Daruiz Paranhos Diretor de Jornalismo: Rodolfo Schneider. Diretor Comercial: Tuffy Habib

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Rua Álvaro Ramos, 350, 4º andar, Botafogo, CEP 22280-110, Rio de Janeiro, RJ. Tel.: 021/2586-9570. O jornal Metro é impresso pela News Technology Gráfica e Editora Ltda.

Filiado ao


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

|03|◊◊

Motos se multiplicam no caos do trânsito do Rio Imobilidade. Cidade vê frota de motocicleta crescer 28,45% em três anos. Vítimas de acidentes atendidas em hospitais também aumentam Sem saída para fugir dos congestionamentos e sem confiar nas opções de transporte público, o carioca vê aumentar o número de motocicletas circulando pela cidade. Segundo números do Detran-RJ, de 2010 a 2013, a frota de motos na capital fluminense – que hoje passa de 265,6 mil unidades – subiu 28,45%. Para se ter uma comparação, no mesmo período, a frota de automóveis na cidade (2,074 milhões de carros hoje) cresceu 12,18%. Segundo o engenheiro de trânsito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fernando Mac Dowell, além do aumento do poder de compra, influencia bastante na proliferação de motos na cidade a falta de investimento em transporte de massa durante anos. “É um fenômeno que São Paulo viveu após a década de 90 e que o Rio passa a viver agora. Mas isso está ligado à falta de políticas públicas para resolver o problema do trânsito. Tem que se investir em transporte de massa de forma violenta. Não em termos de expansão, mas em capacidade do sistema”, alerta o

especialista em transportes. No início da década, a frota de motos do Rio representava pouco mais de 31% do que é observado nas ruas hoje. De acordo com o Detran-RJ, em 2001, apenas 83.755 motocicletas circulavam na capital fluminense. O crescimento de 217% em pouco mais de uma década supera em muito a progressão populacional da cidade. Entre 2000 e 2010, segundo o censo do IBGE, a taxa de crescimento da capital fluminense foi de 8,1% . Acidentes letais Segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a situação da segurança rodoviária no mundo, lançado no ano passado, um quarto das vítimas do trânsito no Brasil são motociclistas. Ainda que ações como a Operação Lei Seca tenham contribuído bastante para diminuir o óbito nas ruas, o perigo em duas rodas é cada vez maior. De acordo com a ONG Vias Seguras, o número de vítimas de acidentes de trânsito envolvendo motos no Estado

tem aumentado. Dados levantados junto ao Ministério da Saúde informam que 3.469 pessoas foram atendidas em unidades hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS) em 2012 – o que representa um aumento de 70,55% em relação a 2008 (2.034). Mesmo com a frota 87% menor que a de veículos, as motos representaram 30% das indenizações por morte do seguro DPVAT no Estado no ano passado – 1% a mais do que em 2012. O médico Dirceu Rodrigues Alves Junior, chefe do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, relata que 69% dos acidentes com motos são letais. “Segundo nossas estatísticas, quase 70% de todos os motociclistas terão algum tipo de acidente nos próximos seis meses. Isso é muito grave. Temos que repensar a educação no trânsito desde a infância até a fase adulta”, alerta. JULIO CALMON METRO RIO

Motociclista circula pelo Rio. São 265,6 mil motos na cidade – 217% a mais do que em 2001 | BRUNA PRADO / METRO RIO

Ecologicamente incorreto Segundo dados do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), a moto polui entre 6 e 7 vezes mais que um carro de passeio e 3 vezes mais que um ônibus em números ab-

solutos. Para se ter uma ideia, por quilômetro percorrido, as motos emitem 2,3 gramas de monóxido de carbono contra 0,34 gramas dos carros. Além disso, a proporção

por passageiro joga contra. Os ônibus, com um mesmo motor e ocupando proporcionalmente um espaço menor, transporta muito mais pessoas que carros e motocicletas. METRO RIO

Banheiro vira monumento na praça Cardeal Arcoverde Foliões se esbaldaram no Centro | LUIZ GOMES/FUTURA PRESS

Carnaval. Folia antecipada na Praça 15 A folia de Momo será em março. Mas o esquenta para a festa teve início ontem na Praça 15, no Centro, onde milhares de foliões celebraram a abertura não oficial do Carnaval carioca. O evento, que acontece desde 2011, reuniu pela manhã integrantes de mais de 20 blocos, como Orquestra Voadora e Boi Tolo, que fizeram a alegria do público. METRO RIO

Banheiro nunca foi usado desde sua instalação, há seis meses | BRUNA PRADO / METRO RIO

O que era para ser uma opção de alívio para quem sai da estação de metrô e para quem frequenta a praça Cardeal Arcoverde, em Copacabana, acabou virando o centro de reclamações de quem passa pelo local. O banheiro instalado no meio do ano passado na praça até hoje não foi inaugurado. Com um aviso que sinaliza que o banheiro aguarda “água e esgoto”, comerciantes e pessoas que costumam frequentar a praça nunca viram o sanitário em funcionamento, ou sequer aberto. “Desde que ele foi colocado ali, nunca vi funcionando. Agora tem esse aviso do esgoto. O jeito é tentar ir em bares e lanchonetes por aqui por perto. O pessoal reclama muito, ainda mais agora no verão”, comenta o vendedor

Joab Luiz, de 63 anos. Morador de Copacabana, o agente de viagens Felipe Rocha, de 56 anos, lamenta que o banheiro não funcione. “Seria ótimo se funcionasse. Aqui na região, só nos resta pedir favor em algum estabelecimento.” Mau cheiro Auxiliando uma idosa que mora perto da praça, a cuidadora Ana Lúcia, 40, acha a implantação do sanitário uma boa ideia, mas frisa que o local deveria ter maior fiscalização e segurança. “O banheiro sempre está fedendo, pois muitos moradores de rua ficam perto do sanitário, bebendo, fumando, deixando lixo ali. Deveria ter mais segurança, pois mesmo que estivesse funcionando, eu teria medo de usar”, afirma.

Segundo a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva), a Prefeitura do Rio, através da Coordenadoria de Controle de Concessões, da Secretaria Municipal da Casa Civil, licitou 100 banheiros públicos do tipo – cabines com mobiliário metalizado, com acesso 24 horas – para as empresas Adshel (do grupo Clear Channel) e Cemusa. Na zona sul há 35, enquanto os outros 65 sanitários estão divididos entre a zona norte e oeste. A Seconserva ainda afirma que acionou a Adshel, empresa responsável pelo banheiro da praça Arcoverde. A empresa informa que realizou uma vistoria no local e garante que o banheiro poderá ser utilizado a partir de hoje, após resolução dos problemas de água e esgoto no local. METRO RIO


|04|

1

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Melhorias 1 E 2. THONNY CANTALEANO 3. ALYSSON BORGES

2 3

1

Centro de Visitantes. Mais moderno Local foi ampliado e reformado, com novo desenho da lanchonete e de lojas, além da construção de um auditório para 250 lugares.

2

Ônibus híbridos. Poluem menos Os últimos cinco ônibus comprados pela empresa que administra o serviço são movidos a eletricidade e biodiesel e poluem 90% menos.

3

Trilha das Cataratas. Novos mirantes

O parque começa a discutir neste ano o plano de manejo, com ações para os próximos 10 anos. Na pauta estará a reforma da Trilha das Cataratas, com alargamento da pista para receber mais turistas e abertura de novos mirantes.

Parque Nacional do Iguaçu celebra 75 anos Vazão média das Cataratas do Iguaçu é de 1,5 milhão de litros de água por segundo, podendo atingir 100 saltos | DIVULGAÇÃO

Turismo. Patrimônio Natural da Humanidade, parque em Foz do Iguaçu recebe 1,5 milhão de visitantes por ano. Além das cataratas, com quedas de 80 metros de altura, uma das maiores do mundo, atrações são rio Iguaçu, fauna e flora Patrimônio Natural da Humanidade, o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no Paraná, completou 75 anos na sexta-feira. É um dos mais belos cenários brasileiros, com um dos maiores conjuntos de cataratas do mundo: as Cataratas do Iguaçu. As quedas chegam a 80 metros de altura, como na Garganta do Diabo, alcançando largura de 2.780 metros e vazão média de 1,5 milhão de litros de água por segundo. Esse volume pode resultar em até 100 saltos, sendo 19 os principais: cinco do lado brasileiro (Floriano, Deodoro

e Benjamin Constant, Santa Maria e União) e os demais no lado argentino. “É uma visão que impressiona, empolga e emociona”, comenta Jorge Pegoraro, chefe do parque. As quedas são formadas pelo rio Iguaçu, outra atração espetacular. Ele percorre 100 quilômetros na área do parque, que é protegido pelo maior remanescente de floresta Atlântica do Sul do Brasil. Vive ali uma rica fauna e flora, com espécies ameaçadas de extinção, entre elas a onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo, gavião-real, peroba-rosa e araucária.

Copa do Mundo já gera maior movimentação Ainda faltam pouco mais de cinco meses para a Copa do Mundo, mas as movimentações de estrangeiros no Parque Nacional do Iguaçu, em razão do Mundial, já começou. De acordo com Jorge Pegoraro, chefe do parque, jornalistas estrangeiros, especialmente japoneses, chineses, americanos e europeus, já têm procurado informações. “Eles pedem para vir aqui fazer filmagens nas cataratas para usar em reportagens referentes ao Brasil que serão veiculadas no exterior”, conta Pegoraro.

Os concessionários dos serviços do parque também já trabalham na contratação de pessoal para atender ao aumento no número de turistas durante os jogos. “E não será apenas no Mundial, mas nos outros meses do ano em razão da propaganda, da mídia que a Copa já está gerando”, aposta o chefe do parque. A estrutura do parque também foi ampliada, com reforma do Centro de Visitantes, compra de ônibus e venda de ingressos pela internet, de acordo com Pegoraro. METRO CURITIBA

Unido ao Parque Nacional Iguazú, na Argentina, o parque brasileiro integra o mais importante contínuo biológico do Centro-Sul da América do Sul. De acordo com informações do parque, são mais de 600 mil hectares de áreas protegidas e 400 mil em florestas primitivas. Todo esse ambiente é recheado de atividades para os turistas. “São seis concessionários que operam serviços como voo de helicóptero, o macuco safari (passeio de barco até embaixo das cataratas), arvorismo, rapel e rafting. Ainda dispomos de 18 ônibus Dados • História. Criado em 1939, o parque foi a primeira Unidade de Conservação do Brasil a ser instituída como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela Unesco, em 1986. • Nome. A palavra ‘Iguaçu’ significa ‘água-grande’, em tupi-guarani. • Visitações. Cerca de 60% dos turistas são brasileiros e 40%, estrangeiros. • Administração. Pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, ligado ao governo federal.

para circular até as cataratas”, aponta Pegoraro. O parque é aberto todos os dias. O ingresso para brasileiros, incluindo transporte e taxa, custa R$ 28,80 para quem tem 12 anos ou mais. De 2 até 12 anos e acima de 60 anos, o valor é R$ 7,50. Crianças com até 2 anos incompletos não pagam. A compra das entradas, reserva de passeios e mais informações podem ser obtidas em www.cataratasdoiguacu.com.br. CAMILA CASTRO METRO CURITIBA

Formação geológica data de 150 milhões de anos | JOEL ROCHA

Plano de manejo vai definir próximos 10 anos Começa a ser discutido neste ano o plano de manejo do Parque Nacional do Iguaçu, de acordo Jorge Pegoraro. Nele, constarão programas e obras a serem executados nos próximos 10 anos. Segundo Pegoraro, será feita uma revisão do atual plano, que é do ano 2000. A proposta é definir projetos que modernizem, ampliem e tornem a administração e o funcionamento do parque ainda mais sustentáveis. “Vamos definir matriz energética utilizada no parque. Qual seria mais interessante para o transporte, por exem-

“Agora, passados 14 anos do plano, precisamos revisá-lo buscando melhorias”. JORGE PEGORARO, CHEFE DO PARQUE

plo, veículo híbrido, elétrico, bondinho?”, cita o chefe. Formas de aumentar a visitação também serão estudadas. Entre elas está o alargamento da Trilha das Cataratas, por exemplo. “Estamos sempre melhorando a infraestrutura para receber cada vez mais visitantes”, comenta Pegoraro. METRO CURITIBA


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Trabalho na prisão é opção para mensaleiros Justiça. Sistema prisional oferece oportunidade de emprego para presidiários Sem sucesso até o momento com os pedidos feitos ao STF (Supremo Tribunal Federal) para trabalhar durante o dia e só retornar ao presídio à noite, os condenados no mensalão presos na penitenciária da Papuda começaram a se movimentar para ter o direito às regras do regime semiaberto. Os cinco condenados que dividem cela se manifestaram junto à Funap (Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso) pedindo para trabalhar. O ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, os ex-deputados Bispo Rodrigues e Valdemar Costa Neto, além do ex-tesoureiro do antigo PL Jacinto Lamas já começaram a exercer atividades na biblioteca do presídio. A Funap garante ao condenado o direito a trabalhar, com atividade remunerada com 75% de um salário-mínimo e direito à redução de pena. A cada três dias trabalhados, o preso tem um dia descontado. O trabalho vai das 8h às 17h, com parada de uma hora para almoço. Na biblioteca, protegida por uma grade, os condenados no mensalão são responsáveis pela manutenção, organização e cataloga-

Condenados do mensalão tem seguido as mesmas regras dos demais presidiário da Papuda |

ção dos livros. A lei penal também assegura diminuição dos dias na prisão para quem optar pela leitura. É dado um prazo entre 21 e 30 dias para que o detento termine de ler o livro. Em seguida, ele deve encaminhar uma resenha escrita. Cada livro representa menos quatro dias de pena, mas a cota é limitada a 12 livros por ano, o que representa, no máximo, 48 dias. Assim que conseguirem progressão de pena, os condenados do mensalão poderão continuar trabalhando, mas fora do presídio em órgãos públicos conveniados com a Funap como CNJ (Conselho Nacional de Justi-

A situação de cada um Dez condenados ao semiaberto já estão presos. • José Dirceu. Pena de 7 anos e 11 meses por corrupção ativa. Está preso na Papuda.

• Romeu Queiroz. Pena de 6 anos e 6 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Está preso em Minas Gerais.

• Delúbio Soares. Pena de 6 anos e 8 meses por corrupção ativa. Está preso na Papuda.

• Valdemar Costa Neto. Pena de 7 anos e 10 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Está preso na Papuda

• José Genoino. Pena de 4 anos e 8 meses por corrupção ativa. Está em prisão domiciliar provisória.

• Pedro Henry. Pena de 7 anos e 2 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Está preso em Cuiabá.

• Rogério Tolentino. Pena de 6 anos e 2 meses por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Está preso em Minas Gerais.

• Pedro Corrêa. Pena de 7 anos e 2 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Está preso em Canhotinho (PE).

• Bispo Rodrigues. Pena de 6 anos e 3 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Está preso na Papuda.

• Jacinto Lamas. Pena de 5 anos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Está preso na Papuda.

ça), Ministério do Trabalho e STJ (Superior Tribunal de Justiça). Até o momento, 1,7 mil presidiários trabalham fora do presídio. Dirceu ainda aguarda uma autorização do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, para trabalhar na biblioteca do escritório de advocacia de José Gerardo Grossi. Situação semelhante à do ex-tesoureiro do PT. Delúbio Soares já tem a carteira de trabalho assinada para desempenhar a função de assessor sindical da CUT (Central Única dos Trabalhadores), com salário de R$ 4,5 mil. Falta apenas o aval do STF.

SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS

Lei Criada pela Lei 7.533 de setembro de 1986, a Funap do Distrito Federal trabalha para contribuir com a recuperação social do preso e também para a melhoria de suas condições de vida. O trabalho oferecido varia de acordo com a situação do presidiário na prisão e leva em consideração a formação profissional de cada detento. A legislação autoriza, inclusive, que o condenado possa vender os produtos. As regras são estabelecidas para que os condenados possam, ao fim da pena, deixar o presídio com uma profissão. METRO BRASÍLIA

Papuda oferece atividades sócio-educativas para presos O presídio da Papuda oferece uma vasta opção de trabalho para os detentos. Sempre que são abertas as vagas, a Funap só exige o bom comportamento como pré-requisito, para que não haja ociosidade no dia a dia dos presos. A direção do complexo penitenciário reconhece, porém, que há uma dificuldade de promover atividades voltadas para aqueles com diploma de curso superior, como é o caso do ex-ministro José Dirceu. “O Dirceu é advogado, não posso colocá-lo na marcenaria ou para costurar bola. É questão de bom senso. Por isso que escolhemos a biblioteca”, afirma Adalberto Monteiro. Nas salas de aula da cadeia, são ministradas atividades profissionalizantes como marcenaria, pintura e plantação de mudas, que

são destinadas aos canteiros da cidade. Um projeto social permite que os detentos possam fabricar cadeiras de rodas, que depois são doadas por um programa dos Correios. Há também projetos culturais. A cada semestre, os detentos ficam responsáveis por organizar e promover o Fest’Art -- Festival de Arte e Cultura do Sistema Prisional. Há apresentação de bandas e teatros. A Funap também oferece orientação sobre combate ao uso de drogas ilícitas e prevenção da contaminação por doença sexualmente transmissíveis e Aids, inclusive, com a distribuição de preservativos. Caso o preso seja analfabeto, contudo, a Funap obriga o presidiário a frequentar aulas para aprender a ler e escrever. METRO BRASÍLIA

|05|◊◊

Política

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO.HUMBERTO @METROJORNAL.COM.BR

CAI O DIRETOR DA CONAB SUSPEITO DE CORRUPÇÃO.

“CLARO, É MINHA AMIGA, PÔ.”

Investigado pela Policia Federal por corrupção e desvio de recursos, o influente diretor de Política Agrícola da Cia Nacional de Abastecimento (Conab), Silvio Pinto, não deve retornar após as férias. O cargo já vem sendo ocupado por João Marcelo Intini, por ele indicado – que, como é próprio de uma gestão anárquica, nem sequer foi oficializado. Operador e eminência parda do PT, Pinto teve a demissão solicitada por Maurício Todeschini, delegado da PF. Sua queda foi comemorada na Conab. EMINÊNCIA PARDA. Alvo da PF, Silvio Pinto é protegido da cúpula do PT e do ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República.

VICE-GOVERNADOR LUIZ PEZÃO (PMDB-RJ), PROMETENDO FAZER CAMPANHA PARA REELEIÇÃO DE DILMA

JOAQUIM NAS ELEIÇÕES. Na recepção ao presidente francês François Hollande, em Brasília, autoridades que dividiram a mesa com o presidente do STF saíram com a certeza de que Joaquim Barbosa quer virar político. Ele deixou claro que está louco para ser eleito senador ou governador, no Rio. ANO NOVO, VIDA VELHA.

Gilberto Carvalho | WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL

FOME ZERADA. Por suas costas largas, Silvio Pinto não chegou a ser preso, mas é suspeito de integrar um esquema de desvio de recursos do Fome Zero. OPERAÇÃO POLICIAL. A Operação Agro-Fantasma, da PF, em setembro, investigou desvios no Programa de Aquisição de Alimentos, com recursos da Conab.

Novo ingrediente na “pizza” do Itamaraty: o corregedor Heraldo Póvoas de Arruda, responsável pelo inquérito contra o então cônsul-geral em Sidney (Austrália), é o mesmo que livrou Américo Fontenelle de outra denúncia de assédio moral na embaixada em Toronto, no Canadá. METEORO. De olho no apa-

relhamento dos Correios, o Ministério Público do Trabalho quer saber o que faz uma servidora ganhando R$ 2 mil no Ministério da Saúde ser transferida para cargo de chefia de R$14 mil na ECT.

PODER SEM PUDOR

Lula e o frango de FH Transcorria o segundo tempo e a Seleção já goleava o time do Haiti, em Porto Príncipe, quando o então embaixador do Brasil em Havana, Tilden Santiago, presente ao evento por conta do contribuinte, disse ao presidente Lula que um gol haitiano, àquela altura, tornaria a

festa “ainda mais bonita”. Mas Lula estava de olho na guerra interna – azarando o goleiro do Brasil, o tricolor Fernando Henrique, xará do seu antecessor: - Melhor ainda se o gol fosse um frangaço. Imagine o Fernando Henrique tomando um frango... Seria o máximo!

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


|06|

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Empreendedorismo

BRUNO CAETANO BRUNO.CAETANO@METROJORNAL.COM.BR

A EXPANSÃO DO NEGÓCIO Outro dia, um conhecido meu, recém-iniciado no mundo do empreendedorismo com uma confecção, me perguntou sobre como contratar representantes comerciais. Dúvida pertinente, afinal ele pretende expandir seus negócios e este profissional facilitaria o acesso a outras praças. O representante comercial é quem possibilita a aproximação da empresa e seus produtos dos potenciais clientes, fazendo toda a intermediação para o negócio se concretizar. Um aspecto importante diz respeito à legislação. O representante deve estar registrado no Conselho de Representantes Comerciais (Core) de onde mora, no caso de pessoa física, ou do local onde está sediado, se pessoa jurídica. Ele atua como prestador de serviço. Significa que tem independência para trabalhar, dispensado das exigências feitas a funcionários. Recorrer a pessoa jurídica aparece como alternativa mais adequada por evitar eventuais problemas de caráter trabalhista.  A contratação deve ser feita por escrito, definindo as partes e suas obrigações, mercadorias, local de atuação, valor da comissão, prazo e forma de pagamento. Além disso, o documento tem de informar se há exclusividade do representante ou não (prefira quem não trabalhe para concorrente), duração do acordo, prazo para recusa de pedidos, punições por descumprimento do que foi firmado, entre outros pontos. A seleção do representante deve ser realizada com critério. Na análise do histórico profissional, faz-se mais interessante quem tem mais intimidade com o produto do que alguém que não domina o segmento do negócio. Também é bom que ele tenha uma carteira de clientes comprovada. Traçar um planejamento com metas, respectivo acompanhamento e controle de clientes visitados é fundamental. O empresário também deve passar o máximo de informações para seu representante, assim como é útil ouvi-lo, pois a visão dele do mercado local difere da de quem está longe. O principal é estabelecer uma parceria saudável em que ambos consigam obter os resultados esperados. O bom relacionamento é essencial já que o representante acaba por compor a imagem da empresa. Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. O Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em www.sebraesp.com.br

Com alta da Selic, Tesouro e Renda Fixa ampliam vantagem Como ficam os investimentos com a alta da Selic SELIC EM 10% AO ANO (HOJE) TAXA AO MÊS

0,5%

0,5%

Informática

Sindicato prevê aumento de empregos no país

Vendas de PCs continuam em queda

A indústria naval brasileira deverá gerar 30 mil novos empregos nos próximos dois anos. A projeção é do Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria de Construção e Reparação Naval e Offshore). Atualmente, o setor emprega por volta de 78 mil pessoas nos estaleiros em operação. Mas nos próximos dois anos, outros quatro estaleiros entrarão em operação: Jurong Aracruz (ES); Enseada (BA); EBR (RS); e CMO (PE), o que aumentará a oferta de mão de obra. O Sinaval aguarda a divulgação do Plano de Negócios da Petrobras 2014-2018. METRO

As vendas globais de computadores pessoais no mundo caíram 10% no ano passado para 314,6 milhões de unidades, à medida que as fabricantes não conseguiram impedir que os consumidores optassem por smartphones e tablets, segundo dados preliminares da empresa de pesquisa IDC. As vendas chegaram a 82,2 milhões de PCs no período de outubro a dezembro, 5,6% a menos do que no mesmo período de 2012 e o sétimo trimestre consecutivo de queda. A Lenovo manteve a liderança mundial em vendas. METRO

0,55%

0,64%

0,62%

POUPANÇA ANTERIOR

POUPANÇA NOVA*

CDB (85% DO CDI)

TESOURO DIRETO (LFT)

FUNDOS DE RENDA FIXA*

6,17%

6,17%

6,79%

7,94%

7,7%

TAXA AO ANO

SELIC EM 10,25% AO ANO TAXA AO MÊS

0,5%

0,5%

0,56%

0,65%

0,64%

POUPANÇA ANTERIOR

POUPANÇA NOVA*

CDB (85% DO CDI)

TESOURO DIRETO (LFT)

FUNDOS DE RENDA FIXA*

6,17%

6,17%

6,97%

8,14%

7,91%

TAXA AO ANO

SELIC EM 10,5% AO ANO TAXA AO MÊS

0,5%

0,5%

0,58%

0,67%

0,65%

POUPANÇA ANTERIOR

POUPANÇA NOVA*

CDB (85% DO CDI)

TESOURO DIRETO (LFT)

FUNDOS DE RENDA FIXA*

6,17%

6,17%

7,14%

8,35%

8,11%

TAXA AO ANO FONTE: SAMY DANA E BANCO CENTRAL

Indústria naval

Projeções. Se houver aumento da taxa nas reuniões do Copom de terça e quarta, poupança perderá ainda mais prestígio como investimento do pequeno consumidor

CONFIRA

*TAXA DE ADMINISTRAÇÃO DE 0,4% AO ANO

Se houver aumento da taxa Selic nas próximas reuniões do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central, em janeiro, o Tesouro Direto e a Renda Fixa vão aumentar a vantagem sobre a poupança entre os melhores e mais rentáveis investimentos do mercado financeiro. Em simulação proposta pelo economista Samy Dana, especialista em finanças e professor da Fundação Getúlio Vargas, os dois produtos se distanciam ainda mais dos rendimentos da poupança antiga e da nova, que mantém as mesmas porcentagens de ganhos ao mês (0,5%) e ao ano (6,17%). Na mesma simulação, com a taxa Selic em 10,25%, os rendimentos mensal e anual do CDB continuam próximos aos da poupança. Mas o Tesouro Direto e os Fundos de Renda Fixa começam a se distanciar, com 0,65% (ao mês) e 8,14% (ao

ano) e 0,65% (ao mês) e 7,91% (ao ano), respectivamente. Com a taxa em 10,5%, os rendimentos de TD e FRF disparam, respectivamente, para 0,67% (ao mês) e 8,35% (ao ano) e 0,65% (ao mês) e 8,11% (ao ano). O Copom decidirá na próxima terça e quarta a nova Selic, que está hoje em 10% ao ano. Analistas consultados pelo BC esperam uma alta de 0,5% na primeira reunião. Mas não está descartada uma alta de 0,25% agora e outra em fevereiro, o que significa uma desaceleração no ritmo de alta. Com a inflação de 2013 fechada em alta de 5,91%, a expectativa alguns economistas é de que o Copom continuará a aumentar a Selic após a reunião deste mês. Especialmente se houver alguma pressão maior no câmbio, já que o dólar alto afeta preços de produtos e insumos importados. METRO

Caixa desmente confisco de R$ 719 mi de contas inativas A Caixa Econômica Federal negou ter encerrado ilegalmente contas inativas e ter confiscado R$ 719 milhões de recursos de depositantes da caderneta de poupança no ano passado. Em nota, o banco informou que nenhum cliente teve prejuízo e que o correntista poderá reaver os recursos, com correção, assim que regularizar a situação cadastral. De acordo com o comunicado, o banco promoveu uma varredura entre 2005 e 2011 para identificar contas de titulares com irregularidades no CPF ou no CNPJ. Segundo o banco, 346 mil contas foram regularizadas depois que os clientes foram contatados por corres-

496 mil contas inativas foram encerradas pela Caixa Econômica Federal em 2012, após ação de regularização

pondência ou por telefone, mas os correntistas que não se manifestaram tiveram a conta encerrada em 2012. Ao todo, 496.776 contas foram encerradas. O encerramento, destacou a nota da Caixa, ocorreu conforme as regras determinadas pelo Banco Central e pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), sem nenhuma ilegalidade.

O banco, no entanto, admitiu divergências em relação a contabilização dos R$ 719 milhões que estavam nas contas encerradas. Os recursos foram registrados como receitas operacionais, o que elevou o lucro líquido da Caixa em R$ 420 milhões no balanço de 2012 depois do pagamento de tributos. De acordo com a CEF, o registro dos recursos das contas encerradas foi aprovado por auditorias independentes, mas foi contestado pela Controladoria-Geral da União. Segundo a instituição financeira, o ajuste aparecerá no balanço de 2013, como diminuição do lucro em R$ 420 milhões. METRO

Terminal da Caixa: banco nega irregularidades| V. CAMPANATO/AG. BRASIL


|08|

{MUNDO}

Israel enterra Ariel Sharon hoje

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

Funeral. Ex-primeiro-ministro, que morreu no sábado, aos 85 anos, depois de passar oito anos em coma, será sepultado com honras militares em sua fazenda no sul do país O corpo do ex-primeiro-ministro de Israel Ariel Sharon ficou exposto ontem do lado de fora do parlamento em Jerusalém, onde milhares de israelenses esperavam para se despedir dele. Sharon morreu aos 85 anos, no sábado, depois de passar oito anos em coma, devido a um acidente vascular cerebral. Ele será sepultado hoje, com um funeral militar, em sua fazenda no sul de Israel. O funeral começará às 4h30 (hora de Brasília) no Knesset (parlamento) e será liderado pelo presidente

Shimon Peres, pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e pelo primeiro escalão político de Israel. Dois parentes de Sharon discursarão durante o evento. Ontem, o corpo de Sharon ficou seis horas no caixão fechado, envolto pela bandeira de Israel. Um dos primeiros a visitar o pátio interno do Knesset foi Peres, que depositou flores ao lado do caixão. Mais tarde, o presidente do parlamento, Yuli Edelstein, repetiu o gesto, enquanto dois rabinos militares recitavam salmos e orações fúnebres.

Em todo o momento, o caixão esteve sob o olhar de quatro generais israelenses, que, no fim da tarde, retiraram os restos do ex-premier e um dos chefes militares mais duros e polêmicos da história do país. Apesar de ter em sua conta vários massacres contra palestinos e a morte de 5 mil pessoas, a maioria na repressão à segunda Intifada, Sharon foi velado como um herói nacional. Antes de começar a reunião semanal do Conselho de Ministros, o primeiro-ministro Netanyahu recor-

dou o antigo aliado. “Creio que [Sharon] será lembrado para sempre no coração do povo judeu como um de seus mais proeminentes líderes e mais audazes comandantes”, disse o dirigente. Entre as autoridades estrangeiras que deverão estarão presentes ao sepultamento de Sharon, estão o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, o ex-primeiroministro britânico, Tony Blair, e o ministro das relações exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. METRO

O caixão de Sharon ficou exposto no pátio do Knesset | RONEN ZVULUN/REUTERS

O polêmico ex-primeiro-ministro de Israel | RONEN ZVULUN/REUTERS

Acordo nuclear com Irã começa no dia 20

Catherine Ashton, da UE, anuncia início do acordo | FRANCOIS LENOIR/REUTERS

Seis potências mundiais e o Irã concordaram em iniciar a implementação de um acordo nuclear temporário em 20 de janeiro, disse ontem, em comunicado, a chefe de Relações Internacionais da União Europeia, Catherine Ashton. Ashton representa seis países -- Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha -- em contatos diplomáticos com o Irã relacionados ao impasse nuclear. Ela disse que agora as nações pedirão ao órgão para energia atômica da

ONU a implementação do acordo. “Vamos pedir a AIEA para realizar as atividades necessárias de monitoramento e verificação relacionados com o acordo nuclear”, disse. A informação sobre a data da implementação do acordo foi confirmada pelo governo iraniano. Sob o acordo firmado em 24 de novembro, o Irã prometeu limitar suas atividades nucleares mais sensíveis em troca de algum alívio de sanções econômicas ocidentais. O acordo deverá durar seis meses, e as seis potências esperam aproveitar esse período para negociar um tratado final, amplo, sobre as ambições nucleares do Irã. O presidente dos EUA, Barack Obama, celebrou o acordo com o Irã, mas disse ontem que é preciso mais para um pacto de longo prazo. Segundo Obama, a implementação do acordo dará ao Irã um “modesto alívio” às sanções econômicas. Potências ocidentais suspeitam que o Irã tem buscado desenvolver capacidade de criar uma arma nuclear. Mas o Irã assegura que o programa visa unicamente a geração de eletricidade. METRO

AIEA

Agência nuclear quer ampliar presença no país A agência da ONU para assuntos de energia atômica quer aumentar sua presença no Irã para melhorar o acompanhamento de um acordo feito entre o país e as potências mundiais, visando limitar o programa nuclear iraniano, disseram ontem diplomatas. Considerando o papel ampliado devido ao acordo de 24 de novembro, a AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) provavelmente precisa de mais inspetores no Irã e também avalia a possibilidade de estabelecer um pequeno escritório temporário no país, segundo os diplomatas. Apesar de inspetores da AIEA viajarem para o Irã com frequência para garantir que não há desvio de material nuclear para fins militares, eles não têm nenhuma base de operações no país. Um porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, Behrouz Kamalvandi, disse que Teerã

ANDREW BURTON/GETTY IMAGES

Hassan Rouhani

não teve discussões sobre este assunto com a AIEA, de acordo com a agência de notícias Fars. O monitoramento da AIEA pode ser motivo de polêmica na República Islâmica. No passado, Teerã acusou a AIEA, com sede em Viena, de atuar como uma agência de inteligência manipulada pelo Ocidente. Mas as relações melhoraram desde junho de 2013, quando foi eleito presidente Hassan Rouhani, um político relativamente moderado, o que abriu caminho para uma reaproximação diplomática com o Ocidente. METRO


+

|10|

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{MODA}

PLUS

GETTY IMAGES

Aprenda a disfarçar

Biquini branco. Ele é o ‘must have’ da estação. Mas é preciso cuidado. Saiba como usar para aproveitar a sensualidade e elegância da cor

Independente da cor, nunca esqueça de usar um modelo que favoreça o seu biotipo. “Atualmente existe uma gama muito grande de modelos que podem ser adaptados de acordo com o corpo de cada um. Portanto, para estar sempre na moda, use o que te favorece e acompanhe as cores da estação”, diz Eryka. Para disfarçar a barriga e as gordurinhas, a dica é apostar em calcinhas com cós em faixa ou dobrado. Evite elásticos muito apertados na barriga e nos quadris, assim como sutiãs com tiras muito finas, que fazem as gordurinhas saltarem.

Invadindo

a sua

praia Branco

“Vale ressaltar que a cor valoriza peles morenas. Portanto, espere alguns dias de sol para apostar na tendência”. ERYKA CABRAL, ESTILISTA

A tendência ‘off white’, o branco total, está fazendo sucesso entre os famosos. Além das passarelas, a moda está presente nas areias, com biquínis totalmente brancos, dos mais diversos modelos, do cortininha ao meia taça, do fio dental ao sungão. Uma dica da estilista Eryka Cabral é usar o branco quando estiver mais bronzeada. “Vale ressaltar que a cor valoriza peles

morenas. Portanto, espere alguns dias de sol para apostar na tendência”. A boa forma também é fundamental. “O biquíni inteiriço branco deve ser evitado por quem não está em dia com a balança, pois a cor avoluma demais a silhueta. Neste caso, o maiô merece a mesma atenção.” Portanto, quem não gosta ou não quer um biquíni totalmente branco, pode in-

vestir em modelos brancos, mas com detalhes coloridos ou estampados, como alças ou fivelas de metal. “Hoje a tendência permite os abusos das misturas de cores. Jogar um biquíni branco com uma saída de praia com estampas e cores fica super elegante.” Porém, a principal questão é a transparência. É preciso escolher um modelo com forro bem espesso, pa-

Conserve o branco ra que o visual não fique transparente e vulgar. “Muitos preferem até o branco apenas para ‘desfilar’ o look, dando um passeio pelo calçadão, evitando o banho de piscina ou de mar. Mas não precisa ser assim, já que é possível encontrar modelos feitos com uma malha mais grossa, ou até mesmo texturas em tecido na cor branca.” METRO

Evite se expor ao sol por longo período com biquíni branco, ou com modelos estampados de fundo branco. O sol, aliado ao suor e ao protetor, podem causar manchas amareladas nas peças. O conselho para quem já tem algumas manchinhas no biquíni é usar alvejante sem cloro para reavivar a cor. Porém, dependendo do tecido, nem o alvejante pode resolver o problema.


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Herói do corporativismo HQs. Discreto, inteligente, sagaz e controlado pelo seu cão, Dogbert. Estamos falando do funcionário do mês Dilbert, que estreia pela editora Conrad no livro ‘Já nem Lembro se Somos Muquiranas ou Espertos’ Camisas de mangas curtas com gravatas que não combinam em nada, cafezinhos constantes, fofocas no banheiro e roubos de ideias alheias são só algumas das situações que fazem parte do dia a dia de Dilbert, engenheiro de 30 anos que trabalha em uma empresa de alta tecnologia na Califórnia e faz esforços diários para conseguir ter o mínimo de convívio com seus colegas de serviço. Esse é o perfil do protagonista da HQ “Já nem Lembro se Somos Muquiranas ou Espertos”, primeiro livro de Dilbert lançado pela editora Conrad. O homem sério, de óculos redondo e gravata de nó torto tem muito da experiência de vida de seu criador, Scott Adams, que passou cerca de 16 anos vivendo as desventuras de ser

“JÁ NEM LEMBRO SE SOMOS MUQUIRANAS OU ESPERTOS” SCOTT ADAMS CONRAD 208 PÁGS. R$ 30

subordinado a gerentes nada espertos. A ideia de começar a desenhar o personagem surgiu enquanto trabalhava em uma empresa de tecnologia no longínquo ano de 1987. Os rabiscos despretensiosos deram tão certo que, 27 anos depois, ele vive tranquilamente apenas dos lucros advindos de Dilbert – e sem chefes para pressioná-lo. Nas tiras há espaço para casos conhecidos do grande público, como intermináveis e inúteis reuniões ou aquela ideia mirabolante do chefe, que acredita estar, as-

sim, motivando seus funcionários, mas na verdade só se torna motivo de chacota. Nessa empreitada de sobrevivência surge Dogbert, um cachorro de óculos mais inteligente do que muitos personagens do livro, que faz uso do cinismo para tratar as pessoas com desdém e mostrar sua superioridade intelectual. Seu objetivo de vida é escravizar os humanos, mas ele já se contenta em controlar apenas seu dono, Dilbert. Se você se identifica com as histórias desse engenheiro de TI, “Já nem Lembro se Somos Muquiranas ou Espertos” pode ficar guardado na sua gaveta do escritório e ajudá-lo a ter dias mais divertidos na repartição. PAULO BORGIA METRO SÃO PAULO

2 CULTURA

Chris Hemsworth

Oscar

O ator anunciará os indicados ao Oscar no dia 16 de janeiro. Os indicados serão anunciados ao vivo e simultaneamente através do site: www.oscar.com. A premiação será dia 2 de março, em Los Angeles.


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|13|◊◊

Esporte com sotaque carioca ‘Jogo Aberto Rio’. Programa estreia hoje, às 11h10, com a apresentação de Larissa Erthal e comentários dos craques Pedrinho e Djalminha Um programa com o jeito carioca. É isso que prometem a apresentadora Larissa Erthal e os ex-jogadores e comentaristas Djalminha e Pedrinho. Eles comandam, hoje, a partir das 11h10, a estreia do “Jogo Aberto Rio”, na Band. Os três estarão sempre acompanhados de um convidado para discutir as últimas notícias do futebol. O programa será dividido em duas partes. Na primeira, matérias e reportagens são os destaques, com o melhor do noticiário esportivo nacional e internacional. Na segunda, um debate bem-humorado entre Pedrinho, Djalminha e mais um convidado especial esquentam o clima no estúdio. O “Jogo Aberto Rio” irá ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h10 às 13h. Assim, o “Donos da Bola” passa a ser transmitido pela Band, das 13h às 14h, sempre depois do mais novo programa esportivo da emissora. “Já nos primeiros contatos, o entrosamento foi ótimo. O programa será bem alegre. Quanto maior a afi-

“Ano passado, o futebol carioca foi ao extremo: dois clubes foram para a Libertadores, enquanto os outros dois acabaram nas últimas posições do Campeonato Brasileiro.” PEDRINHO, COMENTARISTA

“É um programa com a cara do Rio. É para assistir depois da praia. Nessa primeira semana, teremos convidados especialíssimos.” LARISSA ERTHAL, APRESENTADORA

Da esquerda para a direita: Djalminha, Pedrinho e Larissa. Trio promete um ‘Jogo Aberto Rio’ descontraído | BRUNA PRADO/METRO RIO

nidade entre nós, melhor”, garante Larissa. A estreia gera expectativa no ex-atleta cruzmaltino. “Eu planejava trabalhar nessa área da comunicação. Por isso, as expectativas são as me-

lhores. O programa pede descontração”, garante Pedrinho. A função no mundo do futebol é nova, mas o comentarista não nega sua paixão pelo clube que o revelou: o Vasco. Do outro lado do estúdio es-

tará Djalminha, que também declara publicamente seu amor pelo Flamengo. Pedrinho destaca que o programa terá a linguagem do jogador e espera que a atração possa ser um impulso Cinema

Elementar!

Benedict Cumberbatch volta ao papel do famoso investigador Sherlock Holmes, que estreia hoje, no BBC HD | DIVULGAÇÃO

Uma das séries mais aguardadas da atualidade, “Sherlock” enfim chega a sua terceira temporada no Brasil. Sherlock Holmes (Benedict Cumberbatch) e John Watson (Martin Freeman) ressurgem hoje, a partir das 22h, no BBC HD. O primeiro dos três episódios de uma hora e meia é “The Empty Hears”. Nele, Watson leva uma vida tranquila, seguindo novos caminhos, com uma vida caseira bem  segura, em um tempo ambientado dois anos após o

fim do segundo ano. Enquanto isso, Londres se torna alvo de um ataque terrorista, mas o que vai tirar a calmaria mesmo do biógrafo é a volta triunfal de Sherlock, diretamente do mundo dos mortos. Antes da estreia no Reino Unido, em 1º de janeiro, a BBC lançou um mini-prequel de sete minutos para acalmar os fãs. Nele, o Inspetor Lestrade (Rupert Graves) segue as pistas de rumores que indicam que Holmes ainda vive. O vídeo pode ser visto em youtu.be/JwntNANJCOE.

Outra boa notícia é que os criadores da série, Steven Moffat e Mark Gatiss, já confirmaram que haverá a quarta e a quinta temporada. “Nós temos planos, mas eles não costumam ser ‘vamos destruir o mundo todo’. Eles tendem a ser: ‘qual viradas excitantes nós podemos acrescentar à série?’”, disse Moffat em entrevista ao site britânico “Digital Spy”. PAULO BORGIA METRO SÃO PAULO

para uma temporada melhor dos times do Rio. “Temos a linguagem do boleiro. Incentivos ou críticas aos jogadores podem repercutir e gerar melhores resultados para o Rio”, acredita. METRO RIO TV

“Falaremos do futebol em geral, mas o foco mais específico serão os clubes do Rio. Somos cariocas da gema.” PEDRINHO, COMENTARISTA

Música

‘Guardiões da Galáxia’ tem estreia antecipada

Série ‘Game of Thrones’ retorna à TV em abril

McCartney e Ringo Starr em tributo aos Beatles

A Disney adiantou em duas semanas a estreia do filme “Guardiões dasGaláxia” no Brasil. Em vez de 14 de agosto, ele entrará em cartaz no dia 1o do mesmo mês, assim como nos Estados Unidos. METRO RIO

O canal HBO anunciou a estreia da quarta temporada da série “Game of Thrones”. A atração retorna à TV nos Estados Unidos no dia 6 de abril. A HBO brasileira deve exibir a série no mesmo dia. METRO RIO

Paul McCartney e Ringo Starr negociam com o canal americano CBS um encontro musical no Ed Sullivan Theatre, em Nova York, para marcar os 50 anos da 1a aparição dos Beatles no programa “The Ed Sullivan Show”. METRO


|14|

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES}

Pendrive OnThe-Go para smartphones

Os invasores

Cadê a Comlurb?

Cruzadas

Moro na rua Delgado de Carvalho, na Tijuca, e as árvores precisam de poda urgente. A situação está alarmante, pois os galhos estão invadindo as varandas dos prédios, assim como os micos e muitos insetos, de todos os tipos. Cadê a Comlurb que não aparece para fazer a poda? As ruas próximas, como a Félix da Cunha, também clamam pelo serviço. MARLY SCHIMIDT - RIO DE JANEIRO, RJ

Conexão. Tecnologia possibilita plugar USB direto no celular na hora de transferir arquivos Aderir aos novos celulares que são mais mini computadores do que telefones, parece cada vez mais irresistível. Mas, na hora de transferir todos os dados do celular antigo ou do computador para o smartphone, aí pode dar uma trabalheira. Por que não inventam um pendrive que sirva direto no aparelho? A resposta: USB On-The-Go. Essa tecnologia, por enquanto, está disponível pela Corsair e Sony - recentemente a Adar lançou um modelo no Brasil - e é compatível com cerca de 30 modelos de tablets e smartphones, isso porque o siste-

Leitor fala

Rachaduras no MAR Em relação à matéria publicada no dia 10/01, as trincas observadas especialmente na área técnica e no hall de saída do pavilhão de exposições do Museu de Arte do Rio - MAR são decorrentes de acomodações do solo e estão sendo monitoradas. Segundo o laudo apresentado por consultores contratados pela Fundação Roberto Marinho, responsável pela concepção do projeto, as trincas não possuem características estruturais, limitando-se às alvenarias, e não oferecem riscos ao prédio e aos visitantes.

ma operacional tem de ter capacidade para suportar o USB OTG. Não é só isso. Plugar um pendrive com essa tecnologia no smartphone resolve também a questão de quem não tem um cartão de memória no aparelho e não quer sobrecarregá-lo. Ou quem quer compartilhar arquivos entre os dispositivos. Disponível em três versões: 16, 32 e 64 GB, o produto tem o custo de um pendrive comum, variando de US$ 20 a US$ 50 (entre R$ 50 e R$ 150), dependendo do tamanho e ainda pode ser usado da maneira tradicional, entre PCs. METRO

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO MAR – RIO DE JANEIRO, RJ

Metro Pergunta

Acredita que o uso de aparelhos simuladores de trânsito nas autoescolas formará melhores motoristas? Sudoku

Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroRJ

@lizandralee

Acho que sim, as aulas com uso do simulador podem ajudar o condutor a ter maior domínio do veículo. @lunalannes

Não, direção só se aprende mesmo na prática, isso tudo é só para encarecer a habilitação. @ronan_greg

Não, para isso servem as aulas práticas. Quero ver se o simulador mostrará buracos nas estradas e ruas.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.rj@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Pendrive UD320 OTG acaba de ser lançado no Brasil | DIVULGAÇÃO

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Nas relações, estará mais propenso do que o habitual a dizer o que pensa. É até positivo, desde que seja com cuidado para não magoar.

Tendências a lidar com grupos e amizades de maneira mais intensa. Atente-se para não intervir demais em assuntos dos outros.

Decisões importantes marcarão os seus relacionamentos. Procure aceitar diferenças de pontos de vista nas relações.     

Tendências a priorizar novas metas no trabalho. Também é um período propício a expandir algum objetivo autônomo que há tempos desejava.

Sua rotina é propensa a novas responsabilidades. Será importante a persistência para se adaptar com algumas situações e convivências.

Relações de trabalho estarão favorecidas, com oportunidades para novos contatos. Priorize assuntos e despesas mais emergenciais.

Sua comunicação estará mais intensa, o que será positivo para tratar assuntos especiais. Evite forçar temas desnecessários nas relações. 

Período para novos aprendizados e para aperfeiçoar o que sabe no trabalho. Planos para viagens ou temas culturais tomarão atenção.

Estará mais envolvido com assuntos cotidianos. Modere apenas nas empolgações. Procure expor mais os sentimentos na vida afetiva.   

O momento é propício para valorizar suas crenças e também atividades que sirvam como terapia para recarregar suas energias.   

O momento traz tendências para uma introspecção diante de algumas convivências. Período para recompor energias onde se sinta bem.    

Procure ser paciente com alguns padrões de outras pessoas. Evite algumas posturas radicais em relações da família.


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|15|◊◊

ORLANDO BENTO/DIVULGAÇÃO

3 ESPORTE

POLIANA OKIMOTO Eleita melhor atleta do ano pelo Comitê Olímpico Brasileiro, nadadora conquista o mundo após se livrar do trauma na Olimpíada de Londres, quando sofreu uma crise de hipotermia durante uma prova

‘FOI UMA VOLTA POR CIMA’ Você foi da quase aposentadoria para o seu maior momento de glória no esporte. Quando pensa nisso, o que sente? Foi uma volta por cima muito grande. De 2012 para 2013, eu dei um salto muito grande. Saí de uma situação ruim e consegui construir uma nova história. Eu me sinto muito grata por tudo o que aconteceu neste ano, que foi o melhor da minha carreira, pelo menos por enquanto. Espero ter momentos tão bons e até melhores do que em 2013. Eu só tenho que agradecer ao Minas, aos patrocinadores e ao meu marido, que também é o meu treinador, pois me ajudaram a não pensar no fim da carreira, e sim, no que acontecerá no meu futuro.

Você já falou em entrevistas que morria de medo do mar. Como superou esse bloqueio? Hoje, eu posso dizer que não tenho mais medo, mas antes eu tinha pavor. Eu colocava a cabeça na água e saía chorando. Foi aos poucos que fui perdendo. Quando a gente sente medo, a nossa primeira sensação é querer se afastar. Eu encarei. Não foi fácil, e muitas vezes eu não queria ir às competições, mas sabia que no mar era onde eu tinha mais talento. Acho que é a ironia da vida: onde eu tinha medo era onde eu tinha talento. A partir do momento que perdi o medo, passei a não pensar em mais nada. Já nadei até com leão marinho por perto e não aconteceu nada.

“Estamos nos tornando uma potência na maratona aquática. Vencemos o último Mundial, e o Brasil virou um exemplo a ser seguido. POLIANA OKIMOTO, NADADORA DO MINAS TÊNIS CLUBES

Enquanto está nadando longas distâncias, dá para pensar em alguma coisa? Na natação não dá para ouvir nada: é o atleta com os próprios pensamentos. Para mim, as provas passam muito rápido. Normalmente são duas horas nadando e sinto como se fossem apenas cinco minutos. Fico totalmente concentrada, não penso em nada. Só penso em quem está na frente e quem está atrás de mim.

É sempre uma experiência muito boa fazer esse tipo de intercâmbio. A Itália é um dos melhores países na maratona aquática, então justamente por isso optei por ir para lá. A escola italiana é um pouco diferente da nossa, eles fazem um pouco mais de volume do que nós estamos acostumados aqui no Brasil. É tudo muito cultural, às vezes o estilo de treinamento deles não daria certo aqui e nem o nosso lá.

Você ficou um certo tempo treinando na Itália. Por que a escolha?

Nadar longas distâncias continuará sendo a sua prioridade em 2014?

Eu vou continuar mesclando piscinas com maratonas. Como no ano que vem não tem Campeonato Mundial, eu vou fazer o Circuito Mundial, que são oito etapas durante o ano todo, além do Circuito Brasil [Troféu Maria Lenk e José Finkel]. Eu queria muito tentar fazer uma programação totalmente voltada para nadar os 800 m e 1.500 m, que são muito concorridos. O Brasil está se tornando uma potência em maratonas? Antigamente, ninguém sabia quem era o Brasil. De certa forma, comecei a abrir as portas da modalidade dentro do país e, com isso, vieram mais nadadores mais resultados. Agora, somos os campeões. METRO BH

Vasco

“Estou tendo uma certa dificuldade, mas está sendo prazeroso estar aqui com o grupo, que ficou bem mais jovem esse ano.” JUNINHO PERNAMBUCANO, SOBRE SUA VOLTA AOS TREINOS.


|16|

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Quem é o melhor do mundo? Bola de Ouro. Fifa entrega hoje, a partir das 15h30, o prêmio ao principal jogador de 2013. Português Cristiano Ronaldo é o favorito Quem foi o melhor jogador do mundo na temporada 2013? O português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, o francês Franck Ribéry, do Bayern de Munique, ou o argentino Lionel Messi, do Barcelona? A partir das 15h30 (horário de Brasília), em Zurique, Suíça, a Fifa responderá a essa pergunta e entregará – pelas mãos da atriz Fernanda Lima, uma das apresentadoras da festa – a um deles a cobiçada Bola de Ouro. Depois de quatro anos à sombra do “rival” Lionel Messi, Cristiano Ronaldo surge como favorito para levar o troféu. Não é à toa. Ajudado pelas seguidas lesões musculares do argentino, o português saltou à frente em números individuais, em especial os de gols: foram 60 nas 50 vezes em que entrou em campo com a camisa do Real Madrid. Pela seleção de seu país também foi letal: o atacante fez

11 gols em 13 jogos – quatro deles na repescagem das Eliminatórias, contra a Suécia. Mas, se eficiência de bolas na rede não é a mesma, Ribéry foi o que mais conquistou. Além de guiar o Bayern nos três títulos de 2013, também foi figura decisiva na classificação francesa para a Copa do Mundo. O terceiro finalista é Messi, que, apesar das lesões que prejudicaram seu desempenho, jamais pode ser menosprezado. Mesmo com as dificuldades, o camisa 10 brilhou. Outros prêmios No feminino, a brasileira Marta tenta seu sexto título do Bola de Ouro. A alemã Nadine Angerer e a americana Abby Wambach são as concorrentes. Já a batalha para o melhor treinador do ano está entre Jupp Heynckes, Jurgen Klopp e Sir Alex Ferguson. METRO

Prêmio Puskás

Neymar está na disputa

Cristiano Ronaldo | DAVID RAMOS/GETTY IMAGES

Franck Ribéry | PREISS/BONGARTS/GETTY IMAGES

Lionel Messi | DAVID RAMOS/GETTY IMAGES

Flu se prepara para enfrentar hostilidades

Copa do Brasil. CBF sorteia primeira fase

Na primeira ou segunda divisão, os jogadores do Fluminense sabem que a temporada deste ano será de muitas dificuldades e hostilidade dos torcedores rivais. Desde que a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) sobre o polêmico caso Héverton, da Portuguesa, mudou a classificação final do último Campeonato Brasileiro, os tricolores se preparam para enfrentar todas as torcidas. “Vamos enfrentar dificuldades, mas estamos preparados para lidar com isso. Sabemos que vai ter cobrança, vai ser difícil, vamos jogar contra todas as torcidas. Estamos preparados psicologicamente. A única maneira de dar resposta é fazendo bons jogos e conquistando títulos”, disse o meia Wagner.

A CBF sorteou os confrontos da Copa do Brasil de 2014, com 80 clubes na fase inicial, que começa no dia 12 de março. Além deles, os seis clubes que estão na Libertadores – Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Cruzeiro, Flamengo e Grêmio – entram apenas nas oitavas, no segundo semestre, quando haverá um novo sorteio. Nas duas primeiras fases do torneio, os 40 times melhores no ranking da CBF disputam o segundo jogo em casa e se classificam diretamente em caso de vitória por dois gols ou mais de diferença na primeira partida. Na primeira fase, os confrontos envolvendo os times do Rio são Vasco x Resende, Fluminense x Horizonte (CE), Boavista x América-RN e Duque de Caxias x Caldense (MG). METRO

Wagner afirma que todos estarão contra o time | CELSO PUPO / FOTOARENA - 30/10-2013

As liminares obtidas na última sexta-feira por Flamengo e Portuguesa na 42ª Vara Cível de São Paulo, que devolvem os pontos tirados pela Justiça Desportiva aos times, mandariam o Fluminense para a Segunda Divisão. A Justiça de São Paulo concedeu antecipa-

ção de tutela para suspender os efeitos da decisão do STJD em relação à Portuguesa, restabelecendo os quatro pontos que lhe foram tirados. Com a decisão de devolver os pontos à Lusa e ao Fla, quem cai é o Fluminense. Cabe recurso da decisão. METRO RIO

Neymar concorre ao prêmio de gol mais bonito

Neymar, do Barcelona e da Seleção, concorrerá ao Prêmio Puskás pela quarta vez seguida. O atacante disputa a honraria dada ao gol mais bonito do ano com Ibrahimovic, do PSG, e Nemanja Matic, do Benfica. METRO

Botafogo

Flamengo

Atacante argentino pode ser novo reforço

Zagueiro equatoriano faz exames hoje

O Botafogo corre contra o tempo para fechar seu elenco antes da estreia do time na Taça Libertadores da América. A intenção da diretoria alvinegra é contratar dois atacantes. O primeiro deles já chega ao Rio de Janeiro hoje, o argentino Ferreyra, de 30 anos, que defendia o Olimpia. Ele vai realizar exames médicos no clube. Se aprovado, assinará contrato e seguirá diretamente para Saquarema, onde a equipe faz a pré-temporada. O presidente Maurício Assumpção confirmou ontem que o alto salário do atacante uruguaio Fórlan, do Internacional, dificulta sua contratação. METRO RIO

O zagueiro da seleção equatoriana Frickson Erazo, 25 anos, passará por exames médicos na manhã de hoje. Caso seja aprovado, o atleta assinará um contrato de três anos com o Flamengo. Vindo do Barcelona de Guaiaquil (EQU), Frickson Erazo tem 1,90m de altura. O Flamengo ficará responsável somente pelo pagamento dos salários de Erazo, já que um investidor adquiriu os direitos econômicos do jogador, repassando-o para o clube carioca. Um time da Alemanha e outro da França também estavam interessados em Frickson Erazo, mas o Fla foi o único a formalizar a proposta. METRO RIO


20140113_br_metro rio