Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

SOTAQUE CANDANGO ATORES DO DF APRESENTAM VERSÃO DE ‘ACROSS THE UNIVERSE’ PAG. 13 BRASÍLIA Quinta-feira, 7 de novembro de 2013 Edição nº 378, ano 2 MÍN: 17°C MÁX: 26°C

www.readmetro.com | leitor.bsb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobsb

Congresso analisa limites para greve de servidores 25 anos depois. A Constituição de 1988 deixou para ser regulamentado depois o direito de paralisação para funcionários públicos. Hoje, a comissão especial da Câmara e do Senado finalmente põe em votação uma proposta que define regras mais rígidas para essa situação PÁG. 03

CASA DA NATUREZA Museu de Ciências Naturais do Zoológico de Brasília ganha nova sede

PÁG. 06

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Novas instalações do museu serão inauguradas na próxima terça-feira. Espaço tem animais empalhados e até o esqueleto preservado da elefanta Nery, o primeiro bicho a chegar ao zoo, em 1957, doado por JK | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Copa do Brasil terá Fundo da Criança não 11 milhões vivem consegue aplicar verba em favelas no Brasil final rubro-negra Neste ano, apenas 2% dos recursos para ações de apoio à infância e à juventude já foram utilizados PÁG. 08

Segundo o IBGE, São Paulo e Rio de Janeiro concentram 34% dos moradores em áreas precárias PÁG. 02

No Rio, Flamengo volta a bater o Goiás. Em Porto Alegre, o Atlético-PR segura a pressão do Grêmio PÁG. 16

Hernane (de frente) e Elias marcaram os gols do Fla | SATIRO SODRE/FOLHAPRESS


|02|

1 FOCO

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

Três milhões de casas estão em áreas precárias

Esquema. Ex-auditora é exonerada após fraude

IBGE. Cerca de 11 milhões de brasileiros vivem em favelas. A pesquisa teve base nos dados obtidos no Censo 2010 O Brasil tem cerca de 11 milhões de pessoas morando em favelas, segundo dados de pesquisa do IBGE ( Instituto Brasileiro de geografia e Estatística) divulgada ontem. Os números têm como base o Censo 2010. O estudo apontou pouco mais de 3 milhões de domicílios particulares à margem das regras do planejamento urbano do país. São áreas como favelas, cortiços e loteamentos. Pelo menos 77% das moradias em áreas informais, precárias e pobres estão em regiões metropolitanas, com mais de 2 milhões

de habitantes. O Estado de São Paulo lidera o ranking, com 18,9% do total, seguido do Rio, com 14,9%, e Belém, com 9,9%. População O último censo também aponta que metade dos brasileiros se declarara preto ou pardo, classificação utilizada pelo IBGE. O Nordeste apresentou a maior concentração de pessoas que se declararam pretas. Entre os estados, o Pará tem mais brasileiros que afirmam ser pardos. E a Bahia possui a maior parcela de pessoas pretas. METRO

POPULAÇÃO EM FAVELAS em (%)   io de Janeiro

Belém Salvador Recife Belo Horizonte Fortaleza São Luís Manaus Baixada Santista

1 8 ,9 1 4 ,9 9 ,9 8 ,2 7 ,5 4 ,3 3 ,8 2 ,8 2 ,8 2 ,6

Skinheads são soltos após agredirem gays em SP

Efeito estufa

Cobrança do Brasil Negociador brasileiro na Conferência do Clima da Polônia, o embaixador José Marcondes de Carvalho criticou o ‘imobilismo’ das grandes potências e adiantou que o Brasil cobrará dos países desenvolvidos o aprofundamento sobre pesquisas que tratam da emissão de gases poluentes e de compensação financeira por serviços ambientais. A COP-19 ocorrerá em Varsóvia entre 11 e 22 de novembro.

A polícia soltou na manhã de ontem três homens e uma mulher acusados de agredir um artista plástico de 23 anos e um estilista de 34 na rua Augusta, em São Paulo. Os dois foram atacados por cerca de 10 skinheads na madrugada de ontem, em frente a um bar. As vítimas foram agredidas quando estavam se despedindo com um beijo, por volta das 4h. Os dois tiveram ferimentos na cabeça e foram levados ao pronto-socorro da Santa Casa. Avisados, policiais conseguiram prender os quatro suspeitos. Com eles, foram encontrados um pedaço de madeira com pregos na ponta, duas facas, um canivete e um bastão. As facas estavam escondi-

Agressores foram detidos e soltos em seguida | AVENER PRADO/FOLHAPRESS

das na bolsa da mulher. Dois dos suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas. Os quatro foram liberados por terem sido acusados de lesão corporal leve. Para que a investigação prossiga, as vítimas FALE COM A REDAÇÃO leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4610 COMERCIAL: 061/3966-4615

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

precisam prestar queixa, mas elas não quiseram dar prosseguimento ao caso. Se o caso fosse registrado como lesão grave, a própria polícia teria de prosseguir a investigação. METRO

A auditora fiscal Paula Sayuri Nagamati, que acusou o secretário municipal de Governo da gestão do prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), Antonio Donato, de receber dinheiro do grupo que fraudava o ISS (Imposto Sobre Serviços), foi exonerada. A fraude aconteceu entre 2007 e 2012, durante a gestão de Gilberto Kassab (PSD), e pode ter causado um prejuízo de até R$ 500 milhões. Quatro ex-servidores foram presos. Paula foi chefe de gabinete do ex-secretário de Finanças Mauro Ricardo durante a gestão Kassab. Atualmente, trabalhava na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. A funcionária prestou depoimento ao MP (Ministério Público) no dia 31 e declarou que Donato recebeu dinheiro do grupo para sua campanha. Além de Paula, Vanessa Alcântara (ex-namorada de Luis Alexandre Cardoso Magalhães, um dos envolvidos) também citou o nome de Donato durante gra-

“Ou a quadrilha prova o que disse ou vão responder na Justiça por calúnia.” FERNANDO HADDAD, PREFEITO DE SÃO PAULO

vações telefônicas. Donato nega as acusações. Ontem, o prefeito Fernando Haddad defendeu o secretário e desqualificou as acusações da auditora fiscal, dizendo que ela pertence ao “núcleo da quadrilha”. Em depoimento ontem ao MP, Ronilson Bezerra Rodrigues e Eduardo Horle Barcellos afirmaram não se lembrar do esquema. A promotoria realizou ontem uma operação de busca e apreensão na casa do auditor fiscal Amilcar José Cançado Lemos, também acusado de envolvimento no esquema. Ele foi apontado como chefe da quadrilha por Luiz Alexandre Magalhães, liberado após ter feito um acordo de delação premiada. METRO Black Blocs

Contas. TCU recomenda que Congresso pare 7 obras O TCU (Tribunal de Contas da União) aprovou ontem um relatório que recomenda que o Congresso paralise sete obras pagas com recursos federais, por irregularidades encontradas em, pelo menos, 136 fiscalizações.Entre as obras, estão duas ferrovias, na Bahia e em Tocantins; uma construção sobre o rio Araguaia, também no Tocantins; um esgotamento sanitário, em Alagoas; uma avenida e uma vila olímpica, no Piauí; e a implantação de pavimentação na BR-448, no Rio Grande do Sul. O TCU recomenda, ainda, o bloqueio dos recursos de outras oito obras também consideradas irregulares. Se as recomendações forem acatadas, a economia poderá chegar a R$ 1,2 bilhão. METRO

PF identifica 130 mascarados em SP e no Rio A PF (Polícia Federal) identificou 130 black blocs em São Paulo e no Rio de Janeiro, segundo o jornal “O Globo”. As informações foram enviadas para as polícias dos dois Estados para tentar conter o vandalismo em atos. METRO Manipulados

Câmara aprova bula obrigatória A Câmara aprovou ontem, em caráter terminativo, a proposta que torna obrigatória a inclusão de bula em medicamentos manipulados. A proposta segue para análise do Senado. METRO

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145). Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Metro Brasília. Diretor-editor: Cláudio Humberto. Editor-Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075). Diagramação: Natalia Xavier. Gerente Executivo: Vandler Paiva Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar. Brasília-DF - Cep: 70070-120. O jornal Metro é impresso na Gráfica Moura.

Filiado ao


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

|03|◊◊

Proposta dificulta greves dos servidores Atraso. Comissão Mista do Congresso vota hoje texto que regulamenta as paralisações no serviço público, previsto na Constituição de 1988. Só metade dos funcionários poderão parar São Paulo tem 216,7 km de corredores exclusivos | RIVALDO GOMES/FOLHAPRESS

Ônibus. Programa sugere uso de corredores exclusivos

Contrárias às mudanças, as centrais sindicais comandam as manifestações | MARCELO CASSAL JR./ABR

Com um atraso de 25 anos, começa a avançar no Congresso uma proposta de regulamentação da greve no serviço público. Está marcada para hoje a votação na Comissão Mista da Câmara e do Senado do projeto de lei que cria as regras para as paralisações. A Constituição de 1988 previa uma lei específica, que, no entanto, jamais foi criada pelos parlamentares. Por isso, em 2007, o STF (Supremo Tribunal Federal) admitiu a omissão e decidiu que as regras adotadas na iniciativa privada deveriam valer no serviço público. Entre elas, está, por exemplo, a manutenção de 30% do serviço funcionando. A proposta em análise, porém, é mais rigorosa: amplia a exigência para até 60% dos servidores trabalhando durante a greve, nos casos de serviços essenciais -- como assistência médico-hospitalar, abastecimento de água, captação e tratamento de lixo, dis-

Regras

“O âmago desta proposta é proteger o direito da sociedade que paga este servidor público por meio dos impostos.” ROMERO JUCÁ (PMDB-RR), RELATOR

tribuição de energia, transporte coletivo e serviços de telecomunicações. Para agentes de segurança pública, o índice sobe para 80%. As centrais sindicais criticam a regulamentação e prometem protestar em frente ao Congresso. “É uma proposta que agride o princípio constitucional que garante o livre exercício de greve por parte dos servidores públicos”, alega o secretário nacional de Relações do Trabalho da CUT, Pedro Armengol. Se for aprovada, a proposta ainda precisa passar por Câmara e Senado. METRO BRASÍLIA

O projeto de lei fixa os direitos dos servidores públicos C e de Suspensão do pagamento do salário durante a greve. O pagamento só ocorrerá após a compensação dos dias paralisados. Di gaçã Os sindicatos deverão anunciar a greve pelo menos 30 dias antes do começo da paralisação. E f ci a e Metade dos servidores deverão continuar trabalhando. Na segurança pública, 80%, e nos serviços essenciais, como escolas, bancos, coleta de lixo e hospitais, 60%. Ga a ia O poder público não

poderá, durante a greve ou em razão dela, demitir, exonerar, remover, substituir, transferir ou adotar qualquer outra medida contra o servidor. Neg ciaçã A aceitação ou rejeição das reivindicações terá que ser feita em até 30 dias. S b i O poder público poderá contratar, por tempo determinado, mão de obra substituta, caso os percentuais mínimos de servidores no serviço essenciais sejam desrespeitados. Se di ei É vedada a greve aos integrantes das Forças Armadas, das polícias militares e dos bombeiros.

Instituto Royal fecha as portas

Laboratório foi invadido em 18 de outubro | AVENER PRADO/FOLHAPRESS

Exatos 19 dias após a invasão de ativistas que retiraram 178 cães da raça beagles, o Instituto Royal, em São Roque (SP), encerrou as atividades de pesquisas com animais. Em comunicado divulgado ontem, a entidade justifica que a ação do grupo que acusava o laboratório de maus tratos contra animais levou a ‘elevadas e irreparáveis perdas’, inclusive uma década de pesquisas. “O prejuízo causa-

do ao Instituto Royal não é mensurável. Mas é certo que o Brasil inteiro perde muito com este episódio, lamentavelmente”, diz a nota. Os 85 médicos veterinários, farmacêuticos, biólogos e biomédicos já foram comunicados da demissão. Os beagles seguem com os ativistas. O Instituto Royal manterá a unidade de Porto Alegre (RS), onde não faz pesquisa com animais. METRO

Com um investimento de R$ 5 bilhões, as 27 capitais e as 12 cidades com mais de 500 mil habitantes poderão adotar corredores exclusivos de ônibus para diminuir os engarrafamentos, melhorar a qualidade do serviço e estimular o uso de transporte público. Um programa lançado ontem pela NTU (Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano) pretende facilitar a adoção do modelo, a partir de um projeto comum que estará à disposição das prefeituras. Após os protestos de junho, o governo prometeu investir R$ 50 bilhões em mobilidade urbana. A entidade calcula que com a liberação de 10% dos recursos da União é possível criar até 4 mil km de corredores exclusivos em 12 meses. A faixa exclusiva seria uma alternativa com retorno mais ágil às obras de VLTs e BRTs, que demoram entre 5 e 10 anos para ficar prontos. Atualmente, apenas

“É simples, rápido e barato. Basta pintar uma faixa, sinalizar e fiscalizar. É uma medida que serve para qualquer tamanho de cidade.” OTÁVIO CUNHA, PRESIDENTE DA NTU

Goiânia, São Paulo e Rio de Janeiro têm modelos vistos como eficientes. O tempo de viagens chegou a ser reduzido pela metade. Além do corredor, o programa espera promover a revitalização dos pontos de parada e as informações dos horários das viagens. “À medida que o motorista ficar parado no carro e ver o ônibus andando vai repensar”, acredita o presidente da NTU, Otávio Cunha. “Atraindo mais passageiros, as empresas poderão reduzir o preço das passagens.” METRO BRASÍLIA

40

R$ 53,21

carros ocupam o mesmo espaço de apenas um ônibus em vias que não possuem faixas exclusivas, aumentando o tempo da viagem e o congestionamento

é o valor da multa para o motorista que trafegar na faixa exclusiva de ônibus. A infração rende também três pontos na carteira de habilitação

Marco Civil

Novo CPC

PMDB não apoiará a neutralidade

Processos antigos terão prioridade

Em descompasso com o governo, o PMDB anunciou que vai apoiar o Marco Civil da Internet sem a ‘neutralidade da rede’. O artigo impede que as provedores ofereçam pacote que priorizem clientes que pagam mais. O partido alega falta de clareza. A proposta será votada na quarta-feira. METRO BRASÍLIA

A Justiça deverá julgar os processos respeitando a ordem cronológica, segundo a 1ª parte do CPC (Código de Processo Civil) aprovada em primeiro turno na Câmara. A votação da proposta será retomada na terça com pontos polêmicos, como pagamento de honorários a advogados públicos. METRO BRASÍLIA


|04|

Política

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASIL}

CLÁUDIO HUMBERTO WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

PLANALTO NEM AFASTA SERVIDOR GANA É AQUI? O presidente de Gana, John Mahama, festejou na QUE PF QUER PRENDER O governo não cogita afastar o diretor da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) Silvio Porto, cuja prisão preventiva e a de outros 9 servidores foram solicitadas pela Polícia Federal. A Justiça pediu seu passaporte e ele está obrigado a informar sempre que sair da cidade. Há meses o ministro Antonio Andrade (Agricultura) tenta demitir Porto, já detido na operação Agro-Fantasma da PF, mas o Planalto impede.

SANTO FORTE Silvio Porto é ligado a Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República, e à facção (ou seita) do ministro no PT.

CAMOMILA NELE Assessor de Carvalho, Sergio Afe quase teve ataque de nervos ao ser indagado sobre a proteção do seu chefe ao suspeito. E não respondeu.

VERGONHA O desvio de recursos na Conab envergonha servidores e os colegas do Ministério da Agricultura, mas estão proibidos de falar sobre o assunto.

FLANELINHA DE LUXO A Guarda Municipal do Rio tem nova função: vigiar o estacionamento dos servidores do Tribunal Regional Eleitoral, no centro.

CÚPULA DO PSDB QUER SERRA COMO VICE DE AÉCIO

imprensa africana o empréstimo “em breve” de US$ 1 bilhão do BNDES para obras de infraestrutura e construção de casas populares. O “Minha Casa” local será desenvolvido pela construtora OAS, amiga de Lula, claro.

INÚTIL PAISAGEM

“Seria muito bom dar uma fugidinha para namorar.” PRESIDENTA DILMA RECLAMANDO DAS LIMITAÇÕES IMPOSTAS PELO CARGO À VIDA PESSOAL

Três servidores da Secretaria de Direitos Humanos estão com tudo pago até domingo na Venezuela, em conferência do Mercosul sobre assunto em que o país anfitrião brilha pelo amplo desconhecimento.

ELE ESTUDA Primeiro negro a presidir o Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa mais uma vez não será homenageado nem foi convidado a falar na III Conferência Nacional da Igualdade Racial. Certamente porque, estudioso e esforçado, não precisou de cota para subir na vida.

MEMÓRIA DAS TREVAS Dia 11, o jornalista Moacyr Oliveira Filho será o guia das comissões da Verdade da Presidência e do Congresso na visita à 36a DP, antigo DOI-Codi e OBAN, em São Paulo, onde foi torturado durante a ditadura.

ENTRE LADAINHAS O líder do PT, José Guimarães (CE), não esconde o desejo do governo de encerrar logo o ano legislativo, para evitar a “pauta bomba”: “Semana que vem será a mesma ladainha do Marco Civil da Internet”.

PARENTE SERPENTE Após um “cano” de R$ 1 milhão em convênios da Fundação Feira do Livro de Ribeirão Preto (SP), a cunhada do ex-ministro Antônio Palocci, ganhou selo de “inadimplente” no Ministério da Cultura. Obrigada na Justiça a devolver R$ 250 mil, Helena Palocci diz que vai recorrer.

CULPA DA COTA

PODER SEM PUDOR

Aécio e Serra: juntos? | ALEXANDRE GUZANSHE/FOLHAPRESS

Apesar da declaração do presidenciável Aécio Neves de que gostaria de ter como vice, em 2014, o senador serrista Aloysio Nunes (SP), dirigentes tucanos como o governador paulista Geraldo Alckmin e o ex-presidente FHC defendem uma “chapa ideal”, com José Serra na vice. No PSDB, é crescente o discurso de que Serra deveria seguir o exemplo de humildade de Marina Silva e ajudar mais o projeto de poder tucano.

MUITA CALMA Em almoço com deputados federais, Alckmin defendeu que o PSDB aguarde até março, como pediu José Serra, para definir a vice.

TUDO PRONTO Geraldo Alckmin também sinaliza que deverá fechar com Márcio França (PSB) como seu vice, abrindo palanque a Eduardo Campos.

GOVERNADOR BABÃO

Paulo Paim (PT-RS) | GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO

O senador Paulo Paim (PT-RS) explica por que readmitiu um assessor recém-demitido no falacioso “corte de gastos” do Senado: “É totalmente cego, o Senado precisa cumprir a cota de pessoas com deficiência”.

BOOM DO CRESCIMENTO O deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA) justifica o aumento do seu patrimônio de R$ 2 milhões para R$ 26 milhões em apenas quatro anos: “A correção dos valores dos bens declarados no TSE”. Ah, bom.  

PULANDO A CERCA

PERGUNTA NO BARRACO

A cúpula do PCdoB jura que apoiará a reeleição de Dilma, sem excluir eventuais alianças com o PSB em Pernambuco, Ceará e Maranhão.

Foi recado para Lula a pesquisa do IBGE revelando que 11 milhões de brasileiros classe C são favelados ganhando menos de salário mínimo?

O ex-governador da Paraíba e senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ficou surpreso com uma enorme foto do então presidente Lula que viu certa vez no gabinete do cearense Lúcio Alcânta-

ra, na época também um tucano. Cássio, que sempre teve boas relações com Lula, brincou: - E ainda dizem que eu é que sou o babão!...


|06|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASÍLIA}

Esqueleto da elefanta Nery, primeiro animal do zoológico | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Visitante fotografa sessão de crânios e ossadas | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Agora sim, um museu Ciência Naturais. Uma das atrações mais visitadas do Zoológico deixa espaço precário onde funcionava desde 1994 e ganha novas instalações Mesmo funcionando em um espaço precário e apertado desde 1994 e “concorrendo” com mais de 1.400 bichos vivos de 200 espécies, o Museu de Ciências Naturais, que tem um acervo de ossadas e animais empalhados, conseguia atrair mais de um quarto do público total de visitantes do Zoológico de Brasília. O número deve aumentar a partir da próxima terça-feira, quando um novo e amplo prédio será aberto ao público. O sucesso do museu é explicado pelo caráter informativo do espaço, que atrai excursões de estudantes e curiosos em geral. Os visitantes se encantam com peças como o esqueleto montado da elefanta asiática Nery, primeiro animal a chegar ao zoo, em 1957. O bicho foi doado, antes mesmo da inauguração de Brasília, pelo então presidente Juscelino Kubitscheck, que ganhou a

“Foi o lugar mais interessante que vi. Porque não são só os bichos sendo mostrados, tem informações sobre eles, tem história.” ANDRÉ VARGAS, 34, VISITANTE DO ZOO

460 mil reais foram investidos na construção da nova sede do Museu de Ciências Naturais do Zoo, que fica ao lado da administração

Visitantes observam bichos empalhados por janela do novo museu | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

elefanta de presente da Embaixada da Índia. Após décadas como principal atração do zoo, Nery morreu em decorrência da idade, mas seus ossos foram preservados para que os visitantes a vissem de uma nova maneira. “Ela fundou o nosso zoológico e foi a mo-

tivação também para a criação do museu”, explica Paulo Franco, diretor do espaço. Nova sede No espaço recém-construído, o acervo de 416 peças, entre animais taxidermizados de forma artística e científica, partes de animais, crâ-

nios e ossadas completas terá muito mais espaço. Os bichos foram separados em grandes vitrines temáticas, que reproduzem ecossistemas como o cerrado brasileiro, as florestas tropicais, a savana africana e as selvas da ásia. “É uma divisão que facilita a aplicação do nosso méto-

do educativo”, diz Franco. Em outro espaço, é possível ver bichos vivos, como aranhas e sapos, a poucos centímetros de distância, em pequenos viveiros. Os últimos ajustes estão sendo feitos no espaço, que ainda estará fechado neste fim de semana para a de-

cepção de grupos de crianças como os que não puderam entrar no espaço ontem, quando o vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB) fez uma visita técnica ao local. RAPHAEL VELEDA METRO BRASÍLIA

Processo de cassação contra Benedito voltará a tramitar Com a publicação, ontem, do acórdão com a condenação de Benedito Domingos (PP) por fraude em licitação, o processo de cassação contra o deputado distrital voltará a correr na Câmara Legislativa. “Não tem proteção a ninguém. É o que estava definido desde que o processo ficou em stand by”, afirmou ontem o presidente da Casa, Wasny de Roure (PT). Ele se referia à decisão tomada pela Mesa Diretora em agosto, quando Be-

nedito recorreu e suspendeu a condenação judicial por ter influenciado na compra da decoração de natal de 22 administrações regionais em 2008, segundo denúncia do Ministério Público. A condenação, porém, foi confirmada em decisão colegiada do Tribunal de Justiça do DF no último dia 15. O processo ainda precisa passar pela Corregedoria e pela Comissão de Ética da Casa antes de ir a plenário. METRO

Benedito não se manifestou | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA


|08|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{BRASÍLIA}

Conta. Caesb Atendimento ao infrator. comete erro e Secretaria demolirá um quem paga é dos módulos do Caje o consumidor Um dos símbolos do descaso A conta de 72 mil consumidores da Caesb (Companhia de Saneamento Ambiental do DF) chegará mais salgada neste mês. E o aumento não foi provocado por algum tipo de desperdício deles. Ontem, a Caesb informou que, em virtude de um erro no novo sistema de emissão de faturas, cerca de 72 mil contas já distribuídas contêm o acréscimo indevido de uma taxa de atraso de pagamentos da conta anterior. A companhia afirma que, apesar do erro, as faturas continuam valendo e devem ser pagas na data de vencimento. O valor pago a mais, promete a empresa, será descontado da fatura que vencerá em dezembro. Caso os consumidores não queiram pagar o valor cobrado indevidamente, devem se dirigir a um dos 14 escritórios de atendimento da companhia (endereços disponíveis no site www. caesb.df.gov.br) para emitir novas faturas. A companhia pede para as pessoas que quiserem mais informações se dirigirem aos postos do Na Hora, ligarem para o 115 ou acessarem o escritório on-line, no site da Caesb. METRO BRASÍLIA

11% dos 620 mil clientes da Caesb foram afetados pelo erro. As contas com a cobrança indevida são referentes a outubro, com pagamento neste mês.

público com o tratamento do jovem infrator no DF começa a ser demolido hoje. A Secretaria da Criança inicia o processo de desativação do Caje com a demolição do módulo 8, onde funcionava um dormitório com 13 quartos. “Estamos trabalhando para o fechamento definitivo da unidade, e, à medida que transferimos os socioeducandos, vamos desocupando e desativando os módulos”, explica a secretária da Criança, Rejane Pitanga. Os 14 internos que ocupavam o dormitório foram transferidos para as unidades de internação do Recanto das

Unidade ainda tem 291 internos | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Emas e de Planaltina. A secretaria ainda não sabe que destinação será dada ao terreno onde hoje está o Caje. METRO BRASÍLIA

Detran. Falha impede emissão de licenciamento Um problema técnico no sistema de informática do Detran está impedindo a emissão do CLRV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos). Desde terça-feira, os motoristas que procuram os postos de atendimento do órgão para acertar esta pendência de documentação estão perdendo a viagem. O Detran já acionou técnicos para a correção do defeito, mas, até o fechamento desta edição, o problema ainda não tinha sido sanado pela equipe. O CLRV, também chamado de licenciamento, é um

documento obrigatório, cobrado nas ações de fiscalização que começaram no último dia 17. O órgão não confirmou se, por causa da falha técnica, a cobrança será suspensa. Em circunstâncias normais, quem é abordado pela fiscalização sem a documentação em dia recebe multa de R$ 191,54 e leva sete pontos na carteira. Os motoristas que estiverem com o licenciamento em dia, mas forem flagrados sem o documento, pagam multa de R$ 53,20 e ganham três pontos. METRO BRASÍLIA

Fundo de apoio à infância só gastou 2% da verba até agora Gestão. Recursos que poderiam ser empregados em projetos para crianças ficam parados por desorganização administrativa A execução orçamentária do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente do DF não faz jus à importância que tem para o desenvolvimento da sociedade. A verba destinada ao fundo neste ano alcança a cifra de R$ 11 milhões, mas a execução orçamentária era de apenas R$ 205 mil -1,8% do total -- até a última terça-feira. O dinheiro que o GDF não consegue gastar deveria financiar projetos de apoio à infância complementares às políticas básicas do Estado. Poderia ser usado, por exemplo, para custear entidades que fornecem atividades artísticas, esportivas ou de reforço escolar. A dificuldade em usar as verbas do fundo de apoio à infância não é circunstancial. Nos últimos cinco anos, o melhor desempenho foi em 2010, quando 35% dos recursos destinados foram utilizados. No ano seguinte, entretanto, o GDF não con-

a movimentação do Fundo dos Direitos DINHEIRO Acompanhe da Criança (verba vinculada à Secretaria da Criança para EM CAIXA investimento em programas de apoio à infância e juventude): TOTAL PREVISTO TOTAL GASTO

2009 R$ 2,3 MILHÕES

R$ 203,2 MIL

2010 R$ 4,1 MILHÕES

R$ 1,4 MILHÃO

2011 R$ 3,5 MILHÕES

0

2012 R$ 5,4 MILHÕES

R$ 281,6 MIL

2013 R$ 11 MILHÕES

R$ 205,8 MIL

*DADOS ATÉ 5 DE NOVEMBRO

seguiu gastar nenhum dos R$ 3,5 milhões que estavam separados (veja quadro). Vinculado à Secretaria da Criança e do Adolescente, o fundo recebe recursos de repasses orçamentários, doações voluntárias ou deduções do imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas. Secretário-executivo do fundo, Jairo de Souza Jú-

nior atribui as dificuldades no emprego da verba a mudanças administrativas. “A Secretaria da Criança só foi criada no governo Agnelo. A partir de então, o fundo passou a ter relevância”, justifica. ÉRICA MONTENEGRO METRO BRASÍLIA

Casos de dengue aumentam 1.305% no DF

Fiscais fazem operação de fiscalização | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Houve uma explosão nos cargos confirmados de dengue no DF entre 2012 e 2013. Foram 8.064 registros a mais, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde. Os números impressionam em cidades como Samambaia, onde 1008 moradores pegaram a doença este ano, contra apenas 19 em 2012; e Planaltina, onde o número de casos passou de 59 para 521. Não houve, de acordo com o assessor de Mobilização Institucional do DF, Haroldo Brito Pereia, um afrouxamento no trabalho de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti. “Es-

8.733 casos de dengue foram registrados no DF até outubro, contra 669 até o mesmo mês de 2012. Desses, 6.638 surgiram no DF e 2.095 vieram de outros estados te ano, com o apoio das administrações regionais, fizemos um trabalho muito forte na parte de limpeza de lixo, por exemplo”, afirma ele. “Mas é nas casas, sobretudo naquelas onde os moradores não permitem a entrada dos fiscais, onde os focos se desenvolvem mais.”

“Os casos vinham diminuindo e a população acabou relaxando na prevenção. E depende muito da vontade”. HAROLDO BRITO PEREIA, ASSESSOR DE MOBILIZAÇÃO INSTITUCIONAL DO DF

Carência de agentes Pereia aponta ainda o baixo número de agentes como uma das grandes dificuldades para combater o mosquito da dengue. “Hoje são aproximadamente 500, mas precisaríamos de 1.500 para fazer um combate mais efetivo”, afirma. Agora, na época da chuva,

os casos caem drasticamente, porque o inseto encontra dificuldades para se reproduzir na água que não fica parada. Para tentar reduzir os casos no início do ano que, o GDF estuda pedir a ajuda de homens do Exército para visitar áreas de risco em todo o DF. Prevenção O mosquito da dengue precisa de água limpa e parada para se reproduzir. Para evitar sua proliferação é preciso deixar caixas d’água sempre tampadas, garrafas guardadas de cabeça para baixo e pneus velhos fora de áreas abertas. É preciso também jogar areia em pratos usados como suporte de plantas. METRO


|10|

Espionagem. Para Dilma, ações da Abin foram legais A presidente Dilma Rousseff defendeu ontem as atividades da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), que monitorou diplomatas russos e iranianos em 2003 e 2004, e disse que essas operações não podem ser comparadas às realizadas pela NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA), que espionou cidadãos, autoridades e empresas brasileiras. Em entrevista ao Grupo RBS, que publica o jornal ‘Zero Hora’, Dilma falou: “Era contra-inteligência, porque achavam que havia interferências em negócios privados e públicos no Brasil. Foi preventivo. Não levou a nenhuma violação de privacidade”, disse a presidente, acrescentando que a ação está “prevista na lei brasileira”. METRO Rússia

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{MUNDO}

Viúva afirma que Arafat morreu por envenenamento Exames. Despojos do palestino, morto em 2004, foram analisados por equipe forense suíça; resultados mostram traços de polônio radioativo oito vezes superiores ao normal

Dilma: “Não levou a nenhuma violação” | ANTONIO CRUZ/ABR

Vazamentos

Holanda pede libertação de ativistas presos

Brasileiro detido em Londres recorre à Justiça

A Holanda solicitou ontem a um tribunal internacional a libertação das 30 pessoas - entre elas, a brasileira Ana Paula Maciel - detidas durante um protesto do Greenpeace contra a exploração de petróleo no Ártico. A representante holandesa, Liesbeth Lijnzaad, disse que a Rússia “violou os direitos humanos” dos ativistas. METRO

David Miranda, parceiro brasileiro do jornalista Glenn Greenwald, que divulgou ao mundo os vazamentos feitos pelo ex-técnico de inteligência norte-americano Edward Snowden, recorreu ontem à Justiça britânica para contestar a legalidade de sua detenção em agosto, ao fazer escala no aeroporto londrino de Heathrow. METRO

O líder palestino Yasser Arafat morreu envenenado com polônio radioativo em 2004, disse ontem à Reuters Suha Arafat, viúva do líder palestino, depois de receber os resultados dos exames realizados em amostras dos despojos de seu marido. “Estamos revelando um verdadeiro crime, um assassinato político”, disse Suha. Há um ano, uma equipe de especialistas suíços abriu o túmulo de Arafat em Ramallah, na Cisjordânia, e recolheu amostras de seu corpo para buscar evidências do suposto envenenamento. “Isso confirmou todas as nossas dúvidas”, afirmou Su-

ha, que se reuniu com membros da equipe forense suíça em Genebra, na terça-feira. “Está cientificamente provado que ele não teve morte natural, ele foi assassinado.” A viúva não acusou nenhum país ou pessoa, e reconheceu que o líder histórico da Organização para a Libertação da Palestina tinha muitos inimigos. Muitos palestinos acusam Israel, que manteve o líder cercado em Ramallah nos dois últimos anos e meio de sua vida. O governo israelense nega participação na morte, observando que Arafat tinha 75 anos e um estilo de vida insalubre. METRO

Veneno

Como age o polônio 210 Em 2006, o espião russo Alexander Litvinenko morreu vítima de envenenamento por polônio

210. O elemento existe em quantias pequenas no meio ambiente, no corpo e em alimentos. Em maior quantidade, ao chegar no sangue, ataca as células e danifica órgãos vitais. METRO

Para viúva do líder, Arafat também tinha inimigos na OLP | A. JADALLAH/REUTERS

Nova York se prepara para a era De Blasio O liberal Bill de Blasio, do Partido Democrata, conquistou uma vitória arrasadora na eleição para suceder o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, levando os democratas de volta à prefeitura da cidade pela primeira vez em duas décadas. De Blasio, procurador público municipal, tinha vantagem sobre o adversário republicano Joe Lhote de 73% a 24%, com votos de 99% das zonas eleitorais apuradas, após uma campanha em que prometeu enfrentar as desigualdades econômicas na cidade mais populosa dos Estados Unidos. “Meus companheiros: vocês pediram alto e claro por uma nova direção, unidos pela crença de que nossa cidade não deve deixar

Bill de Blasio (e) e Bloomberg conversam após a eleição | ANDREW KELLY/REUTERS

nenhum nova-iorquino para trás”, disse De Blasio em discurso a cerca de 2 mil partidários na noite de terça-feira, no Brooklyn, bairro onde mora.

O novo prefeito enfrenta agora o desafio de lidar com altas expectativas do eleitorado, incluindo manter a criminalidade nos menores níveis já registrados

e fechar um acordo salarial com os sindicatos de funcionários públicos municipais. Além de enfrentar um buraco de US$ 2 bilhões no orçamento. De Blasio venceu uma apertada eleição primária dos democratas em setembro com foco nas críticas à polêmica tática policial do “pare e reviste”, endossada por Bloomberg, e também atacando o atual prefeito por ter dividido a cidade em “duas Nova Yorks”, uma rica e a outra pobre. Ao reconhecer a derrota na terça à noite, Lhota parabenizou De Blasio e disse que a campanha foi uma “disputa que valeu a pena”. Na mesma noite, o prefeito eleito foi recebido por Bloomberg na prefeitura, onde conversaram. METRO

Aos 15 anos, Dante foi personagem da vitória Jornais, revistas e portais de notícias dos EUA são unânimes em afirmar que Dante de Blasio, filho do prefeito eleito de Nova York, Bill de Blasio, ajudou o pai a vencer. Tudo começou com uma propaganda política da qual Dante participou. O anúncio ajudou a aumentar a popularidade de Bill e colocou o menino de 15 anos em evidência. Mas Dante ficou famoso mesmo no fim de setembro, quando foi realizado no hotel Waldorf-Astoria um evento para levantar fundos para a campanha. Durante a noite, Obama apresentou o candidato como “o próximo prefeito de Nova York”. E depois

se deteve no filho dele, que estava sentado à mesa com a mãe Chirlane McCray e a irmã Chiara. “Seu filho tem o mesmo penteado que eu tinha em 1978”, disse o presidente. “Embora tenha que confessar que meu afro nunca foi tão bom. Não era tão equilibrado.” Todo mundo riu. METRO

Dante de Blasio


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

TWITTER: #nabolsa Março 2006 A ideia inicial da empresa de podcasting Odeo gera o " twttr " (nome original do produto)

|11|◊◊

As ações do Twitter devem começar a ser negociadas hoje na Bolsa de Valores de Nova York. Diante do aguardado IPO o Jornal traz a história do microblog e a sua evolução contra os rivais gigantes da Internet (oferta pública inicial), o

Julho 2006

Outubro 2006

Março 2007

Janeiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2010

Setembro 2011

Dezembro 2011

Dezembro 2012

O Twitter é liberado ao público

Evan Williams, um dos fundadores do Twitter, compra de volta as ações da Odeo e compensa os investidores

O microblog ganha popularidade no festival interativo South by Southwest

Se torna a terceira rede social mais popular, depois de Facebook e Myspace

Primeiro tweet é enviado do espaço

Versão melhorada do Twitter é liberada

Chega a 100 milhões de usuários mensais

Nova interface "Fly" é adotada

Atinge 200 milhões de usuários mensais

Novembro 2013 Papéis do Twitter (TWTR) começam a ser negociados

200.000

11

Receita do Twitter em US$ milhares

250.000

9

150.000 100.000

0

Prejuízo líquido

-50.000

milhões de usuários

-100.000

17

-150.000

27

33 CRESCIMENTO ENTRE O 1º TRI/2010 E O 3º TRI/2013, EM %

23

10

26

16

30

18

50.000

RITMO LENTO DE CRESCIMENTO

Enquanto o Twitter atrai novos usuários, o ritmo de crescimento trimestral diminuiu de 33% em 2010 para apenas 6,4%

Captação da poupança já ultrapassa R$ 50 bi no ano A poupança registrou captação líquida de R$ 4,5 bilhões em outubro. O resultado é o mais elevado para o mês da série histórica do Banco Central, iniciada em 1995. Nos primeiros dez meses de 2013, a captação atingiu R$ 53,4 bilhões e ultrapassou o resultado de todo o ano de 2012, de R$ 49,7 bilhões. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a captação estava positiva em R$ 36,428 bilhões, houve um crescimento de 46,5%. Mesmo com a alta dos juros básicos da economia para 9,5% ao ano no mês passado,

R$ 4,5 bi foi a captação da poupança no mês passado, um novo recorde histórico para o mês os rendimentos da caderneta continuaram atrativos frente aos fundos de renda fixa. Pela nova forma de remuneração, sempre que a taxa básica de juros for igual ou menor que 8,5% ao ano, o rendimento da poupança passa a ser 70% da Selic mais a TR (Taxa Referencial) para aplicações a partir 4 de maio de 2012.

Segundo estudo da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças), a poupança só perde para a renda fixa, independente do prazo de resgate, quando a taxa de administração cobrada pelos fundos for de 0,50% ao ano, geralmente oferecida para aplicações acima de R$ 50 mil. Para especialistas, a poupança ainda é uma boa opção para pequenos investidores que buscam aplicações de curto prazo ou que querem formar um fundo para emergências, por não cobrar Imposto de Renda. METRO

Outubro tem saída de US$ 6,2 bi O fluxo cambial, diferença entre saída e entrada de dólares no país, fechou outubro com resultado negativo de US$ 6,2 bilhões, a maior saída líquida desde dezembro de 2012, e o pior resultado para o mês desde 1997, quando somou deficit de US$ 6,487 bilhões. A maior retirada de recursos foi sentida no mer-

cado financeiro. Nos 31 dias de outubro, os investidores sacaram US$ 5,1 bilhões de aplicações brasileiras. Ontem, o dólar recuou 0,25%, para R$ 2,2835 na venda, mas preocupações sobre a situação fiscal do país e sobre a política monetária dos Estados Unidos mantiveram o merca-

do nervoso. Na véspera, a moeda norte-americana fechou a R$ 2,2893, com ganho de quase 2%. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou ontem que o país passa por uma fase transitória de maus resultados nas contas públicas, mas que haverá recuperação nos próximos meses. METRO

RECEITA BRUTA (2012) EMPREGADOS EM US$ BILHÕES

300.000

GANHO/PERDA POR EMPREGADO (EM US$ MILHARES)

milhões de usuários

10

350.000

200

11

A RECEITA SOBE… MAS O MESMO ACONTECE COM O PREJUÍZO

7 6

COMPARAÇÃO ENTRE O Twitter tem um desempenho inferior aos outros gigantes internet. Ele gera seis GIGANTES DA INTERNET vezes menos receita por empregado do que o Facebook e ainda está no vermelho

5.299

46.421

11.700

11.394

2.000

5,089

50,175

4,986

2,334

0,317

+6

+231,3

+337,2

+4,8

-39,7

FONTES: YAHOO FINANCE, TWITTER, REUTERS, MARKETWATCH. THE WALL STREET JOURNAL TEXTO: DANIEL DENISIUK; INFOGRÁFICO: MIA KORAB


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

|13|◊◊

2 CULTURA O elenco completo do espetáculo tem 40 atores | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Beatles com ‘sotaque’ de Brasília Musical. Espetáculo ‘Across the Universe’ reúne 15 músicas dos Beatles para narrar uma história de conflitos familiares e guerra A ansiedade dos atores é quase palpável. Após nove meses de ensaios e produção, o musical com canções dos Beatles ‘Across the Universe’ estreia hoje no Teatro Oi. “É como ver um filho nascendo, não há nervosismo igual a esse”, diz a atriz Luíza Lapa, 23, que dá vida à protagonista Lucy. A história conta como o romance dela com Jude e a relação com o irmão, Max, são afetados pela Guerra do Vietnã. “A história é cíclica, nossa juventude está em um momento de reflexão muito parecido com esse”, pondera o veterano do grupo, Rodrigo Estrela, 31. Rodrigo porém, é uma exceção. A maior parte do elenco é estreante nos palcos. Fe-

lipe Echebarria, 17, fará sua primeira apresentação já no papel de um dos protagonistas da peça, Max. “Beatles é um desafio, mas é uma honra também”, afirma. Falando em tradução, as músicas, mesmo após rearranjos, serão cantadas em inglês. As legendas serão projetadas nos corpos dos atores e no cenário. “Vai agradar tanto os fãs quanto quem não conhece tanto as músicas”, conta Luíza. METRO BRASÍLIA Programe-se ‘Across the Universe’. De hoje a domingo, às 21h e às 16h30, no fim de semana. Os ingressos custam R$ 60.

Pernambuco

Obituário. Ator Jorge Dória morre aos 92 anos Humorista e um dos pioneiros da TV no Brasil, o ator Jorge Dória morreu ontem, no Rio. Ele estava internado desde 27 de setembro e foi vítima de complicações cardiorrespiratórias e renais. O ator estava afastado dos palcos desde 2005, devido à saúde prejudicada por um AVC. Sua última aparição foi no programa ‘Zorra Total’. Atuou em cerca de 80 pro-

Corpo do ator será cremado hoje no Rio | DIVULGAÇÃO/GLOBO

duções, como a 1ª versão de ‘A Grande Família’ -- na qual interpretava Lineu. METRO

Dança regional A cultura tradicional e as festas populares de Pernambuco são tema de um ciclo de atividades no Espaço Cena (205 Norte), de hoje a sábado. A bailarina Tainá Barreto (foto), nascida no DF, mas criada em Olinda, fará uma apresentação às 21h mesclando as danças pernambucanas com a dança contemporânea. Os ingressos custam R$ 20.


|14|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Leitor fala

Na ponta do lápis Chuva acaba com as vagas

MARCOS SILVESTRE MARCOS.SILVESTRE@METROJORNAL.COM.BR

SAC É MELHOR QUE TABELA PRICE PARA FINANCIAR SEU IMÓVEL

Cruzadas

Qual? Um financiamento imobiliário pode ser feito pelo SAC ou Tabela Price. Qual cobrará menos? Na ponta do lápis. Somando todas as parcelas do financiamento de um imóvel de R$ 350 mil, com 20% de entrada (R$ 70 mil) e R$ 280 mil (80%) financiados em 360 meses, a juros anuais de 10,5%, podemos enxergar a diferença de juros totais pagos em cada sistema de amortização. No SAC, a soma total do financiamento dá R$ 702 mil. Pela Tabela Price, chega a R$ 887 mil. Serão R$ 185 mil (= R$ 887 mil – R$ 702 mil) ou 26% pagos a mais de juros acumulados na TP, uma conta bem mais salgada!

RAFAEL MOREIRA - SAMAMBAIA (DF)

Ônibus que não passa Pegar ônibus para Valparaíso nunca foi fácil, mas agora as coisas estão ainda piores. Na terça, eu cheguei na Rodoviária do Plano às 16h e só fui pegar o ônibus às 18h. Não passou nenhuma condução. Quando chegou o ônibus não teve espaço para quem quis, teve uma senhora idosa que foi de pé. É um absurdo. Deveriam fazer licitação para os ônibus de lá também.

Outra vantagem. O Sistema de Amortização Constante também favorece os tomadores de crédito imobiliário que queiram quitar antecipadamente algumas prestações, o que convém, para se livrar logo da dívida. Quando se pagam prestações antecipadas, a regra é eliminar primeiro as do final do contrato. No SAC, as últimas prestações têm uma parte de juros bem maior que as prestações da Tabela Price.

OLÍVIA DA SILVA - VALPARAÍSO (G0)

Podando com foice. Pelo SAC, haverá bem mais juros para descontar no caso de quitação antecipada. Além do fato de que a própria redução do valor absoluto das parcelas, conforme a dinâmica própria deste sistema, acaba sendo um grande facilitador para a antecipação. E vale lembrar que, pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH), a antecipação pode ser realizada com recursos de sua conta no FGTS. Tabela Price X SAC: a melhor escolha. Para quem pode pagar entre 25% e 30% a mais na primeira prestação do financiamento, a escolha do sistema SAC dá a segurança de poder contar com parcelas decrescentes no orçamento familiar. A conta sai cerca de 26% mais barata no cômputo geral do financiamento em relação à Tabela Price, e o SAC ainda facilita a vida dos devedores bem planejados que queiram quitar antecipadamente parcelas futuras, liquidando sua dívida o mais rápido possível.

Acho que entre as várias desvantagens da temporada de chuvas, para quem trabalha no Setor Bancário Sul, uma é pior: achar vaga. Como ninguém quer pegar chuva até chegar no ônibus, todo mundo resolve sair de casa de carro. O problema é que ninguém pensa onde irá deixá-los. Eu tenho saído 30 minutos mais cedo que é para achar uma vaga. Na semana passada meu carro ficou trancado por uma fila tripla! Não teve jeito, tive que chamar o Detran para poder sair. Se chover um pouco mais a gente vai pelo menos ir de barco para o serviço.

Metro Pergunta

Sudoku

Só 30% da população Siga o Metro confia nas polícias no Twitter: Militar e Civil. Você @jornal_metrobsb está inserido neste grupo? Qual sua visão disto? @solucas_

Em geral, não confio, mas prefiro acreditar que deve haver alguns heróis lá. @WTarcisio

Minha visão é míope neste quesito! Sempre os vejo com desconfiança.

Taxas diferentes: melhor no SAC! Para desempatar de vez, as taxas de juros cobradas pelos bancos nos financiamentos imobiliários costumam ser mais altas para a adoção da Tabela Price que para o SAC. Enquanto no SAC as taxas oferecidas ficam entre 7% e 9,5% ao ano (0,57% e 0,76% ao mês), na Tabela Price gravitam entre 8,5% e 12% anuais (0,68% e 0,95% mensais). Mais um motivo a favor da escolha do Sistema de Amortização Constante para o cálculo das prestações do seu financiamento imobiliário!

@AraGuim

A imagem deles está gasta e remete à desconfiança. E os culpados, claro, são eles mesmos, que não dão exemplo.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bsb@metrojornal.com.br Economista com MBA em Finanças (USP), orientador de famílias e educador em empresas, é colunista da BANDNEWS FM e fundador da SOBREDinheiro. Diretor do site www.oplanodavirada.com.br, da EKNOWMIX Consultores Integrados e da TECHIS SA.

Horóscopo

Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

O momento do ano é indicado para ajustes em seu lar, esclarecimento de pendências com familiares e questões que envolvam finanças.

Evite que sensações de culpa ou complexos interfiram em sua postura. Para se dedicar a quem gosta, deve estar bem com você mesmo.

Está propenso a mudar impressões e sentimentos em algumas convivências. Momento para repensar projetos importantes.

O jeito de se expressar fará diferença nas relações em geral. Um gesto pode valer mais que várias palavras. Momento para retomar estudos.

Oportunidades para novas relações com grupos e convivências com pessoas diferentes em seu cotidiano. Tendências a retomar amizades.

A dedicação a problemas de outras pessoas é uma tendência a tomar sua atenção com mais intensidade. Cuide para não se envolver demais.

Conversas sobre as afinidades de valores são mais indicadas na vida afetiva. Só tenha cuidado com formas exageradas de se expressar.

Alguns desafios para lidar com padrões e costumes marcarão sua rotina. É importante ter paciência para lidar com o ritmo das pessoas.

Sua rotina é propensa a mudar em função de novas atividades. Período propício a dedicar mais cuidados ao corpo e à saúde.

Período propício a revisões e para por fim em antigos assuntos antes de dar direções a novos objetivos individuais ou em família.

Procure ser cuidadoso com exigências nas relações. É importante ponderar costumes, ideologias e até a criação de quem convivemos.

Perca o receio de expor sentimentos. Às vezes deixamos passar oportunidades para demonstrações especiais a quem gostamos.


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Barça bate o Milan e se garante nas oitavas Liga dos Campeões. Em casa, time catalão consegue vaga antecipada na próxima fase A exemplo de Bayern de Munique e Manchester City, o Barcelona conquistou de forma antecipada a classificação para as oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Em casa, o time espanhol venceu o Milan por 3 a 1, pela 4ª rodada da fase de grupos – Messi (dois) e Busquets marcaram para os catalães, enquanto Piqué, contra, marcou para o clube italiano, após cruzamento de Kaká. O resultado manteve o Barça na liderança da chave H. Os catalães, agora, somam dez pontos, seis à frente do Ajax, que ontem venceu o Celtic em casa por 1 a 0. O Milan é o segundo do grupo, com cinco. Atual vice-campeão do torneio, o Borussia Dortmund foi derrotado ontem pelo Ar-

senal, em casa, por 1 a 0. Os ingleses lideram o Grupo F da competição com nove pontos. Em segundo lugar está o Napoli, que ontem venceu o Olympique de Marselha, na Itália, por 3 a 2. Pelo Grupo G, o Atlético de Madrid também conseguiu a classificação após golear o Áustria Viena, na Espanha, por 4 a 0. Uma vitória com sabor brasileiro: Miranda, Filipe Luís e o atacante naturalizado espanhol Diego Costa deixaram suas marcas. Na mesma chave, o Zenit empatou com o Porto, na Rússia, com gol do brasileiro Hulk. No Grupo E, o Chelsea fez bonito: venceu o Schalke 04 por 3 a 0, em casa, e manteve a ponta da chave. Na Suíça, Basel e Steaua Bucareste empataram por 1 a 1. METRO

Neymar passou em branco ontem; Messi fez dois gols | GUSTAU NACARINO/REUTERS

|15|◊◊

Copa 2014. Fifa diz que ainda há ingressos para Brasília A Fifa corrigiu ontem uma informação sobre a oferta de ingressos da Copa do Mundo 2014 para os jogos em Brasília. A entidade havia divulgado anteriormente que os bilhetes para as partidas da fase de grupos na capital estariam esgotados, quando, na verdade, só foram vendidos totalmente os bilhetes para o jogo da Seleção Brasileira. O Mané Garrincha receberá sete jogos da Copa do Mundo. Na próxima segunda-feira, a Fifa colocará à venda mais uma remessa de 228.959 ingressos. Desta vez, não haverá sorteio e a compra será apenas pelo site oficial da Fifa, por ordem de chegada. Além dos ingressos para as partidas da fase de grupos, no Estádio Nacional, estarão disponíveis entradas para as oitavas e quartas de final, além de para a decisão do terceiro lugar. METRO BRASÍLIA

3 ESPORTE

Basquete

São Paulo fica no empate sem gols com Nacional e avança O empate por 0 a 0 com o Nacional de Medellín (COL), ontem, na Colômbia, foi o suficiente para classificar o São Paulo para a semifinal da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, semana passada, no Morumbi, o Tricolor vencera por 3 a 2. Diferentemente da primeira partida das quartas de final, o time do Morumbi não conseguiu empolgar.

Novamente sem Paulo Henrique Ganso – o camisa 8 está suspenso –, a equipe errou muitos passes e teve problemas na criação. Na semifinal, o São Paulo aguarda o vencedor de Libertad (PAR) e Itagüí (COL), que jogam hoje na Colômbia. Caso, porém, a Ponte Preta vença o Vélez Sarsfield (ARG) na Argentina, a Macaca será o rival tricolor. METRO

Luis Fabiano teve atuação apagada | JOSE MIGUEL GOMEZ/REUTERS

ATP Finals. Na semi, Nadal acaba o ano como o nº 1 Rafael Nadal tem motivos de sobra para comemorar sua vitória sobre o suíço Stanislas Wawrinka. O triunfo por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 7/6 (8/6), garantiram ao espanhol uma vaga na semifinal do ATP Finals – torneio que reúne os melhores jogadores da temporada –, além da manutenção da primeira colocação do ranking mundial até o fim do ano.

Atuando ao lado do austríaco Alexander Peya, o brasileiro Bruno Soares conseguiu se manter vivo no torneio. Depois de perder na estreia para a parceria formada pelo tcheco Radek Stepanek e o indiano Leander Paes, a dupla venceu de virada os espanhóis Marc Lopez e Marcel Granollers, campeões da competição em 2012, por 2 sets a 1. METRO

Ruben Magnano O técnico da Seleção Brasileira Masculina de Basquete, Ruben Magnano, revelou ontem em entrevista ao “Bandsports” que terá uma reunião com a CBB, na próxima sexta-feira, para traçar o futuro da equipe. O Brasil não se classificou para o Mundial da Espanha, no ano que vem, e espera por um convite da Federação Internacional.


|16|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2013 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Flamengo vence Goiás de virada e está na final Copa do Brasil. No duelo de volta da semifinal, time goiano sai na frente, mas rubro-negro pressiona e repete placar de jogo anterior Diante da torcida que lotou o Maracanã, o Flamengo entrou em campo contra o Goiás, pela partida de volta da semifinal da Copa do Brasil, com a vantagem de ter vencido o confronto anterior por 2 a 1. Com um jogo rápido e confiante, o rubro-negro repetiu a dose e se classificou para a final do torneio que dá uma vaga na Libertadores. O time enfrentará o Atlético-PR, que eliminou o Grêmio ontem. Logo aos cinco minutos, a confiança rubro-negra foi momentaneamente abalada pelo gol de Eduardo Sasha, de cabeça, após falta cobrada por Davi. Parecia o começo de uma zebra que devia ser afastada a todo custo -- afinal de contas, o Goiás entrou em campo sem seu principal jogador, o artilheiro Walter. Bem organizado e ofensivo, o time alviverde estava melhor em campo do que no confronto anterior. A busca pelo segundo gol, que poderia dar a classificação, no entanto, foi frustrada pelo controle da equipe carioca: aos 13 minutos, o artilheiro Hernane deixou o dele para igualar o placar.

2 1

Paulo Victor; Léo Moura, Chicão, Wallace e André Santos; Amaral, Luiz Antonio, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane. , xxxx. Técnico: Jayme de Almeida

FLAMENGO

Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes, David e Renan Oliveira; Roni e Sasha. , xxxx. Técnico: Enderson Moreira

GOIÁS

G Eduardo Sasha aos 5’, Hernane aos 13’, Elias aos 23’ do 1º tempo A bi age Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Carlos Berkenbrock e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) 

“Não temos que escolher adversário, temos que jogar com raça, fé e paixão e seremos campeões da Copa do Brasil.” HERNANE, ARTILHEIRO DO FLAMENGO

Homenagem Quem marcou o (belo) gol da virada foi Elias. De fora da área, o volante arriscou um torpedo que não ofereceu qualquer chance a Renan. A torcida homenageou calorosamente o jogador ao gritar “Davi”, nome de seu filho de 1 ano, que esteve internado na semana passada com pneumonia. Depois de tomar o se-

gundo gol, a equipe goiana arriscou menos e buscou fechar os espaços para barrar a força do contra-ataque rubro-negro. Em um segundo tempo igualmente movimentado, com chances para os dois lados, o juiz ainda anulou o que teria sido o terceiro gol do Flamengo, o segundo do Brocador: Elias cruzou para o artilheiro, mas o assistente do bandeirinha acusou impedimento de Hernane. Não fez mal. A vitória flamenguista foi comemorada como se fosse a própria final. A final de fato vai ser rubro-negra: o primeiro jogo será em Curitiba, no Durival de Brito, em 20 de novembro; o segundo, no Maraca, no dia 27. METRO

Elias comemora o gol simulando uma máscara, para homenagear o filho, que teve pneumonia | DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS

Atlético-PR segura o Grêmio e se classifica O Grêmio tentou. Tentou de todas as formas. Após a pressão da torcida, Renato Gaúcho finalmente escalou o meia Zé Roberto como titular. Com Barcos e Kleber comandando o ataque, o tricolor precisava reverter a desvantagem da derrota na partida de ida da semifinal, contra o Atlético-PR, por 1 a 0. O time não conseguiu, no entanto, sair do 0 a 0. Melhor para o Furacão, que só jogava por um empate e está classificado. É a primeira vez na história que o Atlético-PR vai disputar a final de uma Copa do Brasil. A conquista apenas sela o bom momento vivido pela equipe comandada por Vagner Mancini, que é vice-líder do Campeonato Brasileiro. O jogo O primeiro tempo começou

equilibrado. O Grêmio, com mais posse de bola, tentou buscar o ataque. O Furacão marcou forte e não deu espaço para o tricolor gaúcho. Apenas nos minutos finais da primeira etapa o Furacão foi pressionado. Aos 39 minutos, Barcos chutou com perigo, mas o goleiro Weverton defendeu. Três minutos depois, Alex Telles mandou uma bomba de fora da área e, mais uma vez, Weverton impediu o gol. Na volta do intervalo, a partida ficou mais movimentada. Aos 13 minutos, uma grande chance do Grêmio. Barcos tocou para Kléber, que bateu raspando na trave. Ramiro chegou a marcar um gol três minutos depois, mas o árbitro anulou por causa de uma falta em Luiz Alberto, no

00 GRÊMIO Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro (Yuri Mamute), Riveros (Elano) e Zé Roberto (Vargas); Kleber e Barcos. Técnico: Renato Portaluppi

Jogadores do Furacão comemoram | FABIO GOMES/FOLHAPRESS

lance anterior. O resto do jogo foi apenas uma sequência de excelentes defesas de Weverton

e pressão gremista. O Atlético-PR, no entanto, se fechou e segurou o empate. METRO

ATLÉTICO Weverton; Léo , Manoel , Luiz Alberto e Juninho ; Deivid, Zezinho, Everton (R. Chaves )e Paulo Baier (João Paulo); Marcelo e Ederson (Dellatorre). Técnico: Vagner Mancini

A bi age Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Emerson Carvalho (SP) e Guilherme Camilo (MG).

Jogo de volta da final será no Maracanã, define sorteio A Confederação Brasileira de Futebol realizou ontem o sorteio para definir os mandos de campo das partidas de ida e volta da final da Copa do Brasil. Após ter eliminado o Grêmio ontem, pela partida de volta da semifinal, o Atlético-PR jogará diante da torcida na partida de ida da final, em 20 de novembro. Quem se deu bem foi o Flamengo, que, após vencer a volta da semifinal, ontem, contra o Goiás, jogará a partida de decisão em casa, no Maracanã, em 27 de novembro Na ocasião, a entidade também apresentou a taça que será entregue ao campeão. O vencedor da Copa do Brasil ganha vaga na Libertadores. METRO


20131107_br_brasilia